Fátima Vale: fechando o ano com um texto dela. O texto MAIS LINDO DO MUNDO. OBRIGADO MEU AMOR.

 

” Dilúvio (final version) ” , procurando caminhos de P. Glass !  

lambi a visão ! A minha obscena maravilha – obs – fora – eu fora de cena

perante uma concreta perfeição !

uma perfeição completa ! 

vi com a milene que adorou (verbo sem passado – em carne viva).

essa lente fixou-se nos meus olhos. em todos. Dilúvio já foi tão bem escrito e descrito… que as minhas múltiplas vozes continuam em uníssono mudo por prazer. poesia colossal, G ! ! ! 

SUS_SURRA-ME algo determinante, no efeito imediato: a palavra surgia como anti-poesia – o outro lado do belo – dura – 

as imagens, numa perspectiva de que A QUÂNTICA PODE INVERTER O TEMPO DE MODO QUE O FUTURO DEFINA O PASSADO – 

qualquer devaneio é construção do espectador (uma espécie de medo que fica colado à cadeira). 

POESIA (ORACULAR) CONCRETA – TEATRO DO DEVIR

que orgulho intenso a abrir a fenda entre mundos ! estes mundos onde caminhamos !

lavo os braços da vida e encontro a tua mão dada à minha. OBRIGADO G!

a generosidade de ofereceres o espectáculo integral, online, pode postalizar-se com a cena da placenta branca, que parecia um terrário de areia, na ilusão provocada pela Luz, quando levado pelos contra-regras (o teatro obsceno dentro da cena) e, depois a alvura de uma partenogénese essa generosidade expressa-se naquele silêncio prenhe de movimento.

assim, Amado Homem à Semelhança de Deus, oferendas o teu Sumo-Valor-Fundido-E-FUNDENTE ao Mundo e ao Imundo!

ÉS ABENÇOADO, EU ABENÇOO-TE MAIS! 

(Virei a escrever sim, sobre o efeito TREMENDO do DILÚVIO! por hora, só te aperto a mão, em gesto quase maçon, para dizer e assinar com 2017:

EU VI !!!)

IMPRIMO TODO O AMOR QUE ME FLUI NAS VEIAS 

FELIZ ANO FISCAL DE 2018 G ! 

FELIZ 2018 DENTRO E FORA DO TEMPO G !

Beijo-te as mãos, Amado Anjo da Vanguarda.

(tudo em ti tem mãos)

I Di Love You.

fátima  Ao Fundo do  vale _

(essa desformatação do verbo porque tudo aqui vibra no silêncio e na invisibilidade)

Fatima Vale

Portugal

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Comments are closed.