“Foi dada a largada” (Dilúvio) por Dirceu Alves Jr (Veja SP)

Deixa que digam, que pensem, que falem… O fato é que Gerald Thomas desperta curiosidade incomum por onde passa e, desde ontem pela manhã, o cara está em São Paulo. O diretor e dramaturgo, ainda na segunda, deu a largada aos ensaios de seu novo espetáculo, “Dilúvio”, que tem estreia prometida para 11 de novembro no Teatro Anchieta do Sesc Consolação.

Com elenco totalmente feminino. a montagem será focada na criação de um ambiente de fantasia, abrindo espaço para a reflexão sobre períodos conturbados e atuais da história da humanidade. Uma das protagonistas da peça, nas palavras do encenador, representa “uma espécie de anti-santo ou o Capitão de uma Arca que Não É (para rimar com Arca de Noé).”

No palco estarão seis atrizes – a portuguesa Maria de Lima, a paraguaia Ana Ivanova  e as brasileiras Lena Roque, Isabella Lemos, Beatrice Sayd e Ana Gabi -, além de um grupo de bailarinas coreografado por Lisa Giobbi. Através do português de Maria e do espanhol de Ana, Thomas pretende fazer uma espécie de embate entre os colonizadores que dividiram o mundo. A temporada paulistana será de quintas a sábados às 21h, e domingos, às 18h, até 17 de dezembro.

Dirceu Alves Jr.

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Comments are closed.