Hector Babenco R.I.P. – the death of a genius.

BABENCO

HECTOR BABENCO MORTO.

R.I.P. my dearest friend.

Putamerda ! Meu amigo e genial diretor – autor de cinema Hector Babenco morreu. Faz um ano ele me convidou a fazer um mini papel no seu último filme, Meu Amigo Hindu. Eu não quis fazer. Mas Babenco e eu falamos muito, brincamos muito via Skype . Estou tristíssimo. Sim, era esperado. Ha 3 décadas eu mesmo acompanhei o Hector num voo de volta de NYC a São Paulo – havia feito um transplante…(……)….
Caramba, Não consigo continuar escrevendo agora, estou muitíssimo emocionado.
LOVE Gerald Thomas

Morreu na noite desta quarta (14), aos 70 anos, o cineasta Hector Babenco. Ele sofreu uma parada cardíaca em sua casa, por volta das 23h. A informação foi confirmada à Folha por sua ex-mulher, Raquel Arnaud.

Argentino radicado no Brasil, Babenco foi um dos mais importantes cineastas do país. Realizou “O Beijo da Mulher-Aranha” (1985), filme que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de melhor diretor e o prêmio de melhor ator a William Hurt. Um de seus longas mais conhecidos é “Pixote: A Lei do mais Fraco” (1981), sobre um garoto pobre paulistano que se afeiçoa a uma prostituta vivida por Marília Pêra.

Paul Auster diz isso sobre a morte de Babenco

Paul Auster, escritor: “Embora tenha encontrado Hector cinco ou seis vezes em toda a minha vida, sempre gostei de estar com ele. Seus filmes eram bons, alguns muito bons. Era um cineasta poderoso. É difícil fazer cinema independente, também trabalhando na cena internacional. Sempre fiquei surpreso que seus filmes não tenham ganhado mais atenção. Fiquei surpreso, por exemplo, que “Carandiru” não tenha feito mais sucesso – era um milagre esse filme ter sido feito depois da doença de Hector. Sinto muito ouvir a notícia da sua morte. Respeitava muito seu trabalho, fico triste de dizer adeus a ele. Tantas pessoas da minha geração estão me deixando, é uma pena que Hector tenha se juntado a elas.

___________________________________________________________________________

Comments Off on Hector Babenco R.I.P. – the death of a genius.

Filed under Uncategorized

Comments are closed.