Nojo!

 


Miami – Essa série de fotos (que o Pacheco me enviou) de matança de golfinhos ou pequenas baleias (não sei ao certo) me deixou num estado de… de que nada mais vale a pena: de que somos uma raça de merda mesmo! E isso, cometido pelos Dinamarqueses! Apresento-me na DK desde 1990, com certa regularidade. Conheço seus atores, seus ministros da Cultura, seu público. E confesso que não dá!

 

Temos leis, não temos? O ultimo post (aqui embaixo) gerou enormes discussões: sobre a “liberdade de se expressar” fumando ou não!

 

Muitos dinamarqueses dirão que “vivem” da pesca. E que é um livre direito deles cometerem esse tipo de “GENOCÍDIO” absurdo que vemos nas fotos: esse Mar Vermelho, quase bíblico.

 

Aliás, muita gente vive de muita coisa. E mais da metade desse trabalho é “bárbaro” no sentido do primitivismo da coisa, da barbárie da coisa. Eu, particularmente, cheguei num certo limite: não aguento mais.

 

Não sei se porque a data de hoje me lembra a morte da minha mãe, ou a minha covardia em enfrentá-la (a morte), ou em enxergar esses movimentos obsessivos e redundantes nos quais nos vemos envolvidos (M.O.R.T.E. espetáculo meu de 1990, vai fazer 20 anos).

 

Crise. Crise total.

 

As praias de South Beach estão vazias pra essa época do ano: o calor está completamente insuportável. E estou numa dessas fases onde não acredito mais em nada: leio os jornais ou ligo a TV e é tudo sempre igual: as mesmas discussões sobre isso ou aquilo.

 

Somos mínimos. Somos ainda menores que mínimos. E imperfeitos. E eu, ainda sob o impacto daquele auto-retrato de Rembrandt, feito aos 55 anos de idade, continuo minha jornada não sei como.

 

E esse “não sei como” está repleto de dor.

Dor do mundo, como se diz. Não combina muito com o mar de Miami e com a beleza da “cultura do corpo” daqui, com a nudez do lugar, com os corpos bronzeados, já que vejo tudo como uma breve passagem. Uma breve interrupção.

 

Como seres humanos, sempre nos posicionando de maneira tão rígida, numa fila de opiniões disso ou daquilo, a favor disso ou daquilo outro, me sinto como se estivesse num enorme campo de futebol, cercado de mil jogadores felizes, por terem essa tal de bola que eu não consigo enxergar.

.

 

 

 

Gerald Thomas

.

.

(O Vampiro de Curitiba na edição)

.

.

642 Comments

Filed under artigos

642 responses to “Nojo!

  1. liz

    Gerald, o que acontece na dinamarca é pior do que dar a justificativa de matar pela sobrevivencia….

    Sinto a sua angustia com relação a “quem somos”…. Me dá nojo também!

    O que acontece na Dinamarca:

    “Nas ilhas Faroé, uma região Autónoma da Dinamarca, uma vez por ano e para marcar a entrada na vida adulta de muitos jovens é feita uma caça ao golfinho. A tradição não é exclusiva daquelas ilhas e dá-se, em moldes diferentes no Japão onde, segundo testemunhos veiculados por Organizações não governamentais de defesa dos animais, os golfinhos são encurralados numa enseada e mortos. O presidente da ONG “Sea Shepherd” diz que para além do Japão coisa semelante acontece nas Ilhas Salomão no Pacífico e noutros locais. No caso concreto das ilhas Faroé, a caça acontece numa espécie de tourada vicking. Os animais são mortos a golpes de arpão para manter a tradição de séculos. Para além do aspecto atroz do “sacrifício” este acto está a revoltar muitos ecologistas que sentem o peso da ameaça de muitas espécies de golfinhos. Para além disso, há o aspecto emocionall, porque são os golfinhos, ao lado das baleias e tartarugas, os animais aquáticos que mais despertam a simpatia dos homens, pela sua prodigiosa inteligência e pela capacidade de comunicação e detecção de alimentos que comunicam a outros golfinhos.”

  2. gthomas

    Liz,

    mas Golfinhos? esses que ‘conversam” com a gente?

    Sorry, nao da pra entender.

    Alias, nao da pra entender muita coisa. Mas isso, em particular, essa vida dos MACHOS, menos ainda.

    devem ter o pau pequeno, ou que nao levanta!

  3. gthomas

    ….e obrigado pelo info
    LOVE
    G

  4. everaldo

    …( falando sozinho )…merece ser aplaudido

  5. T,MT

    Bem!, Gerald, embora você tenha censurado meu último comentário ( perfeitamente educado), confesso que esse é um de seus posts que não dá para deixar de notar. Portanto, comento.

    Você tem razão: a natureza humana é imperfeita. Aliás, como bem me disse um professor, não existe sequer um polígono regular na natureza. Um triângulo existe apenas num mundo ideal. Triângulos não existem! A gente vive mesmo numa realidade caótica em que as pessoas são corrompidas. A lei vigente é a seguinte: sobreviva!

    Apesar disso, o homem é capaz de criar e, de certa forma, moldar a realidade em proveito próprio. Nós temos meios para –medir– a realidade.

    Infelizmente, nem sempre é possível medir a realidade, porque o caos nela pode ser tanto que a gente apenas deve sobreviver. Talvez seja isso ( com certeza é isso): os dinamarquezes matam as baleias, necessariamente. É necessário matar as baleias para preservar o modo de vida dinamarquês.

    Ou seja: matem as baleias e não matem a cultura dinamarquesa!

  6. juliana

    nojentíssimo…
    absurdíssimo…
    é uma merd…

  7. açougueiro.

    Eu não entendo.
    Mas qual é a diferença disso com os matadouros espalhados por ai q exploram e matam animais apenas para satisfazer os paladares de uma cultura carnívora.

  8. gthomas

    Cultura dinamarquesa???? Hans Christian Andersen????

    Sei. Realmente importantissimo!!!!!

  9. juliano

    Interesse sobre esse assunto de tradição, cultura.Atos cruéis são justificados assim : é a tradição, a cultura de um povo. Penso que exista direitos naturais acima que qualquer “convenção” criada pelo homem, como os direitos humanos, da preservação das especies do planeta, da liberdade de expresão. O trmo tradição e cultura deve esbarrar nisso. Gerald você já ouviu falar da farra do boi aqui no Brasil? É outra coisa que queriam justificar como tradição,

  10. gthomas

    o Dogma 95, que eu ajudei a formar: pena

    nao quero mais nenhum contato com esses….

  11. açougueiro.

    A propósito, a frase q está na página principal do ig: ´´Eu cheguei num certo limite, não aguento mais, sinto nojo´´ me fez alusão a tantas coisas q se pode ter nojo q não me causou nojo ao ver o mar sangrento.

  12. Sue ...

    NOSSA Gerald !!
    Essas *fotos* (nem li o texto…
    embrulharam o *estomago*…caraca, NOJO…vontade de VOMITAR MESMO !!!
    Nem consegui comecar , … consentrar no texto !!!
    Como pode imagens tao forte…sao piores que a *Farra do BOI em Santa Catarina …eu que achei que nao existiam coisas tao crueis….
    Com certeza nunca foram *nadar , conversar …com os Golfinhos no DISCOVERY COVE em Orlando ,.., nao tem coracao !!!
    Vou respirar , dar uma volta …depois volto para tentar ler!!!

  13. Sue ...

    …ops…
    esqueci dos *beijos*….
    Happy Sexy Feira…
    (Depois dessas imagens….uau – Dificil…)

  14. Fernanda Thees

    Gerald, você sabe o que quer dizer Yemanjá? Esse nome é a contração de uma frase que vem da língua yoruba: yeye omo ejá e quer dizer mãe cujos filhos são peixes.

    Só vou dizer uma coisa: um dia ela se levanta do fundo do mar, com seus seios majestosos, sujos com todo o sangue e lixo que nós temos jogado nas águas, e, com boa mãe que é, nos dá uma lição inesquecível.

    Saravá!

    Louve, Fernanda

  15. EU

    Vendo as fotos me veio a mente a seguinte pergunta !!

    será que Deus fez um bom negocio colocando o HOMEM andando nas 2ª pernas ?? acho que ele HOMEM é bem mais animal que os pobres mamiferos que foram covardemente ASSASINADOS !!!

    NOJO MESMO …NOJO DA ESPÉCIE HUMANA OU SERIA
    DESUMANA ???

  16. jose rocha de oliveira

    Não é atoa que o mundo está do jeito que está. O HOMEM NÃO PRESTA, DEVE SER BANIDO DA FACE DA TERRA, para que nela reine os animais. Transfira isso para a política e imagine o resultado.

  17. Vanderley Queiroz

    Cruel! por aqui matam sonhos, corropem, tramam, degladiam.e nós brasileiros somo o povo mais FELIZ!
    nojo…quem nos salvará! Cadê o MESSIAS! A que, para quê? para quêm viemos nós!
    viver…..o que é isso mesmo? maldito SANTO AGOSTINHO! Que pecado original é esse?

  18. Sue ...

    consentrar = concentrar

  19. pedro

    Gerald…
    Já pensou se os leões para comemorar a vida adulta de seus pequenos gatinhos, resolvessem sair por aí comendo nós “seres humanos”???
    Nada justifica essa ignorância.
    Se fosse num país pobre é matança…. como é num país rico é tradição.
    Aliás, tirando a boa cerveja dinamarquesa, que mais esse pedacinho de terra perdido na europa faz mesmo???
    abraços

  20. T,MT

    Gerald, cito o insuspeito Miguel Reale, que nos ensina ( principalmente para quem aparenta não saber) o significado de cultura:

    ” A palavra, na sua raiz, é limpidamente latina, pois já os romanos faziam distinção entre cultura animi e cultura agri. A agricultura era apreciada em seu valor humano, mas sem se confudir com a outra espécie de cultura, a cultura do espírito. Ambas são expressões de cultura. O homem realiza cultura, tanto quando lança uma semente à terra, como quando cria por si mesmo uma expressão de beleza. Tudo aquilo que o homem realiza na história, na objetivação de fins especificamente humanos, nós denominamos cultura.” ( INTRODUÇÃO À FILOSOFIA, P.165, EDITORA SARAIVA,1994)

  21. T,MT

    Errata:

    “….dinamarqueses matam as baleias, necessariamente”

  22. Zeca

    essas fotos são… não dá pra descrever…
    e a Europa não faz nada. e ninguém faz nada.
    a Europa é mestre em esconder seus podres.
    pra eles o bárbaro é sempre o OUTRO.
    mas quem é que manda navios com toneladas de lixo pra Índia (e recentemente pro Brasil)?
    é assustador.
    quem é o bárbaro de quem?
    quem são os bárbaros e os civilizados?

  23. gthomas

    My appeal to the workers and volunteers for GREENPEACE:

    If you guys have not been able to deal or contain this kind of ritual in the, so called, ‘first world’, I honestly don’t know why I should continue to contribute with my monthly donations to you.

    These barbaric acts have been going on for years or, even, decades. And you? What have you done?

    End of story Greenpeace.

    I’ll find better ways of spending my dollars. Maybe at a butcher store buying contaminated pork!

  24. Cesar Macedo

    Absolutamente chocante!! Que decepção! As pessoas nem se dão conta do que fazem…
    Saudações

  25. Zeca

    não dá nem pra discutir depois disso.
    só nos resta olhar pra essas fotos e…

  26. È isso aí…o pior é que esta cena se repete há céculos! ÔÔÔÔÔ evolucão humana….Realmente é de embrulhar o estômago….Como tudo caminha para um fim , estamos no caminho certo…. Já estamos sentindo na pele o resultado de uma mentalidade egocêntrica.

  27. Victor

    O homem é um virus, e como tal ele tende a destruir o meio ao qual vive.
    O mundo éra um até a criação do homem, depois que o homem (culto) foi criado a natureza passou a ser maltratada e subjulgada a ser usada somente para proporcionar ao virus condição de subsistencia.
    O homem não oferece nada, não consegue conviver em harmonia com o meio ambiente pois não pertence a ele.
    Em breve, assim como uma erva de passarinho que destroi o velho pé de abacate, o planeta a terra estará totalmente morto.
    A menos que alguma força superior decida intervir e exterminar com o virus…

  28. Claudia

    Como dizia a vó do Manuel: “O mundo é fabuloso, o ser humano é que não é legal.” (Manuel – Ed Motta)

  29. gthomas

    Como disse num comentario anterior: nem mais um centavo pra Greenpeace

    se nao sao capazes de lidar com situacoes como essas, relativamente simples, entao imaginem as realmente CATASTROFICAS!!!!

    eh! nao aguento mais

    ontem, o personagem Michael Weston, em Burnt Notice, nao aguentava mais tambem. Tudo em Miami.

  30. Aline Pozzan

    Nossa, que imagens fortes. Fiquei realmente chocada. Pobres bichinhos… O que nós somos? Somos animais, bestas feras soltas por ai se entitulando gente. Vergonha de ser gente….

  31. Leo

    Parece que a estupidez é algo inerente ao homem…
    Parece que é da nossa natureza sermos babacas!
    Mas as baleias, no lugar dos homens, fariam o mesmo com a gente.
    Não tenham ilusões sobre bondade de qualquer tipo, seja a nossa ou a dos outros.

  32. Cintia

    Ah, logo vi. ‘Rito de passagem’.
    Qdo eu recebi as fotos do Pacheco, passado o horror inicial, logo pensei: em se tratando da Dinamarca, e do tipo de animais, isso não pode ser pesca. Até “brinquei”, ‘esporte nacional’?? Pq linka logo com algum tipo de competição masculina.
    Me lembrou logo das touradas na Espanha.

  33. Fabi Gugli

    Meu Deus!!!!
    que tristeza!!!!
    e imaginar que a mesma coisa contece com seres humanos em genocidios, guerras, matancas por pedacos de terra, diferencas etnicas, petroleo…
    Ha algo podre no Reino da Dinamarca!!!!
    e nao eh de hoje!!!
    sera que da pra ser diferente um dia?

  34. LuisBiason

    Filhos de uma puta … e ainda posam de primeiro mundo.
    sorry … o politicamente correto que se dane

  35. Já vi varias vezes esse tipo de matança de Baleias Piloto e Golfinhos, para dizer somente isso de voces Dinamarqueses São Todos Uns Filhos da Put……as.

  36. Andrea

    Leo: o problema é que baleia não precisa matar gente “quando fica mocinha” pra se sentir mais baleia. Ainda mais essa espécie trucidada.

    Até elefantes choram seus mortos enquanto “mães humanas” jogam pivetes, paridos por elas mesmas, pela janela “porque o demo mandou”. Construções aberrantes assim são exclusivamente “humanas” = lixo.

  37. As mamães de todos o povo da Dinamarca são umas Put….as.

  38. Luiz

    Gerald, com certeza estou escrevendo isso no local errado, mas gostaria de parabenizá-lo pelo blog. O descobri faz pouco tempo, e não fico 1 dia sem entrar aqui pra ler alguma coisa…

    Com relação às fotos, vc já falou td, demonstram bem a índole do ser humano…

  39. Carlos Barbosa

    Pois é… trata-se do chamado ‘Grupo dos civilizados’ que querem tomar conta da Amazônia. Seria o caso de se perguntar: Qual é o currículum vitae dessas nações na história de preservação da fauna e da flora? Devastação… apenas isso… em nome de um sistema autofágico e hipócrita.
    Onde estão os índios americanos Apaches, Sioux, Cheyennes etc? Os negros assassinados pela ku-klux klan?
    E as vítimas dos interesses da indústria bélica ? já estão militarizando a américa latina via bases na Colômbia, com a desculpa de combater o narcotráfico, mas pelo que se sabe, Pablo Escobar era primo do atual presidente colombiano.
    Pesquisem á respeito do envolvimento daquela classe dominante com o tráfico.

  40. fuckedOffInTheShit

    Gerald

    Quando eu o highlight na homepage dizendo que voce estava com nojo, eu facilmenete pensei que vc tivesse com nojo dos brasileiros que assistem `a putaria no senado e nao protestam.
    Nao e’ de hoje que to pegando nojo de brasileiro por aceitar pacificamente tamanha imundice.
    Mas ai eu vi que seu nojo era com relacao `a matanca no mar
    Compreendo, e’ facil concordar que aquilo e’ algo repugnantemente nojento.
    Agora, diante de tanta nojeira nojeira do brasileiro e o escancaramento aberto dela nao TV nao haver nao haver no seu post tal comentario tambem e’ triste
    Seu post ate desvia a atencao, como que dizendo, veja, nao e’ so aqui que acontece desgraca nao, o que alias tem sido o truque mais eficiente apontar um problema como pior para sair fora do foco corrente.
    Tudo lamentavel
    Tudo de dar nojo
    Nojo total no garbagetown

  41. filosofo de buteco

    Apesar da vida andar uma merda ultimamente, nao da pra abaixar a cabeca e temos q tocar o barco.

    O que é do “serumano” ta guardado.

    Não vai fazer merda hein, Gerald.

    1 abraco

  42. liz

    A convenção de Bona sobre a Conservação das Espécies Migradoras Pertencentes à Fauna Selvageme foi assinada em 19 de Setembro de 1979 e entrou em vigor em 1983, inclui 40 países. No entanto, parece apenas mais uma convenção.

  43. ezir

    O GREENPEACE tem feito 1 trabalho heróico nos mares do JAPÃO e nas únicas MANIFESTAÇÕES E PROTESTOS q temos visto por aí, Gerald. ACHO q a NORUEGA já tem feito 1 trabalho de DENÚNCIa seríssimo sobre estes festivais de MATANÇA em série. O JAPÃO faz PIOR.

    HOJE , há ESTILISTAS q MATAM BICHOS em CATIVEIROS “CONTROLADOS” …e q ELES justificam COMO NÃO ofereceNDO riscos às POPULAÇÕES de certos animais…

    a campanha DO ATOR HARRISON FORD contra estas MATANÇAS q aparece todos os dias na TV ABERTA e talvez RECORD NEWS or REDE TV( ?) …e os programas dos ANIMAIS COMO ANIMAL PLANET já fazem super campanhas…Mas , I INSTINTO0 DE MORTE ás vezes se justifica POR POSSES…AUTORIDADE…as PESSOAS SE SENTIREM “DONAS …c PROPRIEDADE não só do TERRITÓRIO mas TUDO q há ALI….AS disucssões são +++ PROFUNDAS. Saudações, Ezir Miriam

  44. Ana Paula

    Europa civilizada, né?

    Nojo. Repúdio. Desprezo.

    Que a H1N1 faça bastante farra na América Latina e vá passear no inverno de lá. Vai ser lindo.

    Ps.: Cíntia, também lembrei das touradas.

  45. liz

    As questões culturais travam o desenvolvimento do ser humano. A evolução depende do rompimento com misticismos e rituais de passagem que envolvam a mantança ou envolvimento de qualquer espécie q seja. Por que eles não cortam uma parte de seus próprios corpos para provarem que são machões adultos?Quanta barbárie ainda teremos que presenciar?!

  46. Roberta

    os seus dois últimos posts foram simplesmente fantásticos.
    Nojo, é a palavra que resume os seres humanos, ainda mais nesse país.
    muito obrigada pela leitura fantástica.

  47. Glorinha

    se tivesse que tecer um, apenas um comentário seria,

    seremos tão absurdos
    perderemos todos os nossos melhores atributos
    somos brutos
    truculentos com os menores
    falsos tanto quanto possível para sermos maiores
    veja como estamos pequenos
    diante da imensidão da natureza
    tingimos o mar, desnudamos a terra, escondemos o ar!
    que somos afinal?
    seres de onde?
    para onde iremos?
    viajo em minha lágrimas
    que de nada servem a não ser para molhar meu rosto…
    nada serve tantas lágrimas
    se elas não podem trazer de volta as cores dos rios e mares, trazer as roupas da terra, iluminar novamente a transparência do ar…
    de que serve lágrimas se servem apenas para desafogar
    o afogado de minha alma
    nas poções desonestas
    do homem…
    []

  48. Glorinha

    …foi o que senti quando vi essas imagens, outro dia…e ainda hoje, novamente…
    []

  49. Mateus

    Gerald… É uma dor maior ainda pra pessoas como você que são mais sensíveis a isso… Infelizmente o mundo vive num turbilhão de dessensibilização onde temos de ouvir Madeleine Albright dizer que “matar meio milhão de crianças no Iraque vale a pena.”
    Segue o Link:
    http://www.fair.org/index.php?page=1084

    Acredito muito no poder que pessoas como você possuem em mobilizar e sensibilizar um pouco mais as pessoas amortecidas por TV e Antidepressivos.

    Deus te abençoe, Gerald!

  50. Lombardi .

    Os vermes que devoram o fruto suspenso no espaço sideral e ensaiáveis glutões tentam a todo custo procurar outros frutos que porventura a natureza tenha criado galáxias afora.

    E como o verme enclausurado em crisálida se transforma e se liberta conseguindo seu intento em forma de lepidóptero, aos poucos o verme devorador se multiplica cria tentáculo leva bagagens para o vazio.

    Verme que consegue arrazoar será detido pela voracidade porque seu limite é sua própria natureza e por ventura só se espalhara pelo universo na próxima explosão em forma de partículas em uma nova criação espontânea e natural.

  51. Glorinha

    não há nada novo… a humanidade é velha nisso…
    um envelhecer que não aprende…
    pensei que envelhecer com os anos seria também a possibilidade de acolher coisas, melhorar, resgatar…enfim…sei lá…
    mas o velho aparece novo, sempre e de novo…
    para o nosso velho e novo espanto…
    falta menos onde deveríamos talvez estar..estar e ser um pouco mais…no mínimo gentis com os seres a nossa volta.
    []

  52. Glorinha

    e por incrivel que pareça, velha, ainda me espanto…
    tenho esperança, acredito na humanidade…
    [[]]

  53. Daniel moraes

    Isso não é diferente dos matadouros de boi, galinhas, porcos, peixes…etc…o que é mais cruel de que uma pesacaria de anzol?
    é o tal de bicho homem..o pior de todos…perverso, sanguinario…e numa atitude para aliviar sua consciência, ele até acha nojento..perverso…mas no fundo ele sabe que é de sua natureza….muitos nao tem o trabalhado de matar o boi, o peixe…ou qualquer animal….mas quando na mesa ele esquece o nojo.. e sua fome passa a conduzir suas atitudes….essa luta pela sobrevivencia fez de nós seres ferozes…neste mundo, qualquer um que tem bom senso sabe que tudo se justifica dentro de um ponto de vista, porém nada faz sentido….quem sabe um dia entendamos tudo isso….essa nassa especie, essa nossa luta por sobreviver….abraço a todos…irmaos desta icrivel jornada que é a existencia.,..

  54. Bourbon Assuruá

    Sat, 27 Jun 2009 23:55:59 -0300
    Caro Gerald
    Meu comentário com data de junho sobre a matéria, enviada para alguns amigos.
    Abraço
    Bourbon
    Assunto: DINAMARCA – DENUNCIA ESTA VERGONHA

    Caros Amigos.
    Atualmente assuntos ecológicos envolvendo meio ambiente, preservação de ecossistemas-com respectivas faunas e floras- posicionam nos antípodas, fudamentalistas e realistas da causa. Os primeiros, defensores absolutos de todas as preservações, e os segundos, advogando flexibilizações, teorizando e praticando o uso criterioso de recursos naturais-minerais, vegetais e animais. Os temas são delicados, suscitando polêmicas inflamadas e arrebatando paixões entre os contendores.
    O exemplo em tela, praticado na civilizadíssima Dinamarca, não me parece só uma recreação irresponsável. O país- em que pese os Vikings e furor mítico nórdico-é reconhecidamente liberal sobre diversos aspéctos, não sendo do meu conhecimento, qualquer postura intransigente com relação ao homossexualismo. Faço o registro , devido descobertas recentes, de que golfinhos , corriqueiramente, têm relacionamentos homossexuais, comportamento, que tavez em algum país de ideologia intolerante, poderia motivar à matança. Creio que haja uma superpolução da espécie. Sabemos que caça de filhote de foca, efetuada no canadá e em áreas do polo norte, é justificada pelos mais flexiveis, como possível,avalizada pelo argumento de excesso de animais. Os movimentos preservacionistas, têm se batido pela extinção à caça de baleias-mesmo com registro, de que algumas espécies não correm mais riscos, e outras aumentaram de forma exponencial o seu plantel-não conseguindo demover o Japão, Noruega e Islândia, de consentirem legalmente o abate, ou o praticarem, sob justificativa comercial ou “científica”.
    Os jacarés e crocodilos, onde existe como nação, seriedade na política de meio ambiente, estão sendo caçados e abatidos para o comércio de carne e pele , por esporte, através da técnica de manejo.
    Aqui no Rio Grande- -único estado da federação que possui uma legislação sobre caça-anualmente é liberado o esporte,expressivamente para o abate de aves, nas reservas de banhados e lagoas. O argumento é que tudo é feito sob a égide do mais criterioso rigor científico.
    Já se vão 20 anos , quando presenciei no interior da Bahia, uma epidemia de Pardais -não confundir com sinfonia de pardais da Roberta Miranda / Jair Rodrigues-
    fato consequente de outros dessaranjos ambientais, onde técnicos da secretária de estado competente, colocaram aves de rapina amestradas, para execução da supressão do excedente populacional.
    Não sou “xiita”, quando o tema é o meio ambiente. Sou tendente à crença de que os argumentos no estilo Al Gore, são alarmistas , tendenciosos e presunçosos, quando alegam para subida da temperatura do planeta , o buraco da camada de ozônio e o resultante efeito estufa , estritas razões antropogênicas. Vejo com alguma reserva, certa militancia fanática, que não concorda nem com técnica de manejo. Acredito tambem, que essa história de ecologista radical, gera mau humor. O Victor Fasano, se diz ecologista. Tem um zoo particular com diversas espécies ameaçadas, ou fora de perigo, nativos da mata atlântica:veado mateiro, veado campeiro, mico-leão-dourado, onça pintada, capivara, bicho preguiça, lobo guará, entre outros. Viram o soco ardiloso que o galã ecológico desferiu no humorista Vesgo do Pânico?Só
    pela inocente abordagem feita pelo humorista-reporter:”Oi Victor!!! (faz anos) que não nos vemos. Outra figura bizarra, é um tal José Bové- Francês, híbrido de ecologista e militante anti-globalização-que bate ponto nos foruns sociais mundias da vida. Esteve aqui em Porto Alegre, com um visual revelador de pouco simpático à higiene, e tremendamente mau humorado e panfletário. Saiu com grupos ligados ao MST, depredando hectares de soja geneticamente modificada de uma multinacional americana, ameaçando fechar loja da rede Mac Donalds . É “persona non grata,” até para o Forum.
    Convenham, mas que é truculento , lá isso é , tanta morte e tanto sangue verificados nas fotos. Entretanto , o jargão politicamente correto, preconiza à observância do multiculturalismo.
    Tratando-se de resíduo primitivo dos nórdicos para um “rito de passagem”, recomenda-se atenção ao que os islamitas- na quase totalidade-praticam com as mulheres, e são hoje paparicados pelos dirigentes dos principais paises do planeta,intelectuais de diversos segmentos posicionados à esquerda e midias de suporte.

    Abraço
    Bourbon

    ——————————————————————————–

    DINAMARCA – DENUNCIA ESTA VERGONHA!!

    “Por que é que a União Europeia está tão calada?
    Onde para o “Green Peace” que tanto barulho faz noutros países?
    Isto só acontece na incivilizada Dinamarca…
    Dinamarca: Que vergonha esta triste cena.
    Esta mensagem tem de circular. Não há pior besta que o Homem!

    Por incrível que pareça, este espectáculo mantem-se em Dantesque, Ilhas Faroe (Dinamarca). Um país supostamente civilizado e, ainda por cima, membro da União Europeia. Para muita gente, este ataque à vida passa despercebido, como um costume para “mostrar” a passagem à idade adulta. É de uma atrocidade absoluta. Ninguém mexe uma palha para acabar com esta barbaridade contra os”Calderon”, um golfinho inteligente e tranquilo que se aproxima dos homens demonstrando amizade.

    Faz com que esta atrocidade seja conhecida e que acabe de vez!

    ” DENMARK ‘S SHAME ”

    This is what happens in Denmark .

    DENMARK: A SAD SCENE. THIS MAIL HAS TO BE CIRCULATED. THERE IS NO WORSE BEAST THAN MAN!!!! While it may seem incredible, even today this custom continues, in Dantesque, – in the Faroe Islands, ( Denmark ) . A country supposedly ‘civilized’ and an EU country at that. For many people this attack to life is unknown?V a custom to ‘show’ entering adulthood. It is absolutely atrocious. No one does anything to prevent this barbarism being committed against the Calderon, an intelligent dolphin that is placid and approaches humans out of friendliness. And then there are bozos that complain about Canadians killing seals…. Please,Circulate this Email. Make this atrocity known and hopefully stopped.

    ——————————————————————————–
    Attention all humans. We are your photos. Free us.

    ——————————————————————————–

  55. liz

    Eu proponho virarmos todos Straight Edges!!!!

  56. Bela

    Gerard .. meu grande ..
    .
    é com imensa INSATISFAÇÃO que compartilho contigo este sentimento asqueroso de nojo!
    .
    Estamos tão longe ainda de sermos alguém dígnos de admiração!! 😦
    .
    Claro não vou bancar a ecochata..mas deixando meu manifesto de pura decepção e tb como tu..com mãos atadas e sentimentos fragilizados diante de tão grande apresentação de que somos seres ainda muito..muito irracionais e distantes de nossa tão esperada evolução!
    .
    BANAL?????? Aos olhos de muitos sim!
    .
    Necessário??? aos olhos dos FÚTEIS tb sim!!!!
    .
    Mais uma vez o ser humano comprova sua INCAPACIDADE de RESPEITAR A NATUREZA ALHEIA!!!
    .
    Humpf!
    .
    Abraços Fraternos querido!

  57. Ana Paula

    JAMAIS devemos achar isso um ato menor que abominável, porque existem outros horrores, sejam locais, pessoais ou externos.
    A TV, o anti-depressivo e o poder não são desculpas.
    Nós nunca devemos desistir de lutar contra as aberrações.
    NADA que se configure como uma bestialidade deve ser banalizado e aceito.
    Se o homem perde isso, o homem perde tudo.

    “O céu estrelado por sobre mim e a lei moral dentro de mim”
    (KANT)

  58. Cris

    Não existem palavras para cenas como essas, só o desprezo por esses seres que se dizem humanos.

  59. Luciana

    Se o ser humano faz coisas horríveis com outro ser humano, imagina o que ele , ser “humano”, não faz com os animais “irracionais”.Se pessoas por rivalidades, competições , inveja mandam matar, trucidar, difamar,etc outras pessoas que não lhes agradam, não é de se duvidar as atrocidades que não devem fazer com seres indefesos como animais.A única coisa que penso sobre pessoas crueis assim, sejam quais forem as vítimas , animais ou pessoas, é que são uns monstros, covardes mesmo que não tenham consciência do ato cruel aplicado a seres indefesos que querem somente viver.

  60. Glorinha

    Gerald…

    ….”Como seres humanos, sempre nos posicionando de maneira tão rígida, numa fila de opiniões disso ou daquilo, a favor disso ou daquilo outro, me sinto como se estivesse num enorme campo de futebol, cercado de mil jogadores felizes, por terem essa tal de bola que eu não consigo enxergar.”

    ponto da partida…
    ponto de partida…
    quando estamos “cegos” penso se nossos olhos estão se preparando para abrir…
    []

  61. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    Pelo pouco de física que estudei eu já tinha chegado, ha 20 anos atrás, a conclusão que o calor seria insuportável.
    A temperatura pode ate não subir muito mas a sensação de calor e frio será muito forte.
    É com tomar banho em uma banheira de água 70 graus Celsius e na mesma banheira com melado a 50 graus Celsius.
    A banheira de melado, por ter mais massa e maior quantidade de calor, queima mais.

    O mundo já teve varias eras com mudanças profundas na vida e fisiologia do planeta.
    Vivemos a era da humanidade. Chegaremos a fundo do poço com milhões de mortes.
    Será o inicio de uma nova era.

    O processo é inreversil a curto prazo.

  62. reinaldo

    Caro Gerald Thomas
    Há 2000 anos um cara tentou consertar as coisas erradas que a humanidade fazia e….foi crucificado!
    O ser humano é um projeto defeituoso (na minha opinião tem cérebro demais, o que o tranforma num neurótico) e certamente acabará com tudo (talvez sobre alguma roupa ou jóia de grife). Ou a evolução nos acode, criando uma mutação mais humilde, ou bye-bye human being!
    Abraços
    Reinaldo

  63. José Antonio

    Gerald, isso não me impressiona mais. Tem um monte de gente defendendo o aborto e as pesquisas com embriões humanos utilizando dos mais variados argumentos. Ora, se não respeitamos mais o ser humano nos seus momentos de maior fragilidade, – na fase embrionária e na velhice -, parece-me que qualquer argumento será também utilizado para justicar a morte dos golfinhos ou pequenas baleias.

    É uma questão ética. Se nos respeitamos e nos amamos amaremos e respeitaremos a tudo e a todos. Caso contrário é hipocrisia. Puro aceno para a torcida. Simples. Ninguém dá o que tem.

  64. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    errata.

    ireversível

  65. José Antonio

    Corrigindo: “Ninguém dá o que não tem”.

  66. AMIGO THOMAS…

    É triste rever essas cenas! Ano passado critiquei (em meu blog) tais atitudes primárias, dos ditos seres humanos civilizados…

    Vamos protestar…

    http://lailtonaraujo.blog.terra.com.br/?page=5

    DÁ NOJO! SIM… É REVOLTANTE! Estamos em 2009… Isso é crime contra a humanidade…

    Segue uma letra…

    PUPILAS RUIVAS

    ( Wanderley Araújo / Emiliano )

    Onde vai o olhar deste mar azul
    Vai se derreter no íris da estrela
    Pras pupilas ruivas deste sol moreno
    Pros lábios da chuva, lírios e roseira
    Vai deter tristeza nos rios da vida
    Vai viver alegre no final do medo

    Vai amanhã cedo buscar dia branco
    Desnutrir a dor, desvendar segredos

    Vem comovendo, tende aumentar
    Deslumbramento na terra e ar

    Vai rasgar a brisa que tentou tristeza
    Vai buscar beleza olor da Margarida
    Atinar as velas, fornir gaivotas
    Depois ele volta em oceano ainda
    Antes do mercúrio cortar os pingüins
    Rins serão sadios nas baleias brancas

    Tantas mil palavras calarão por fim
    Assim que lavarem a garganta humana

    Cio nos rios, foz na manhã
    Novos cardumes nas águas sãs

    Grande abraço!

    Lailton Araújo

  67. Barney

    E para vcs, quem sou eu?
    (Jesus Cristo)

  68. Marcio Alexandre

    Definitivamente é o fim. É extremamente degradante as pessoas que se baseiam em algumas tradições, diga-se de passagem pré-históricas, para cometer tais atrocidades, como essas, como o festival de Pamplona, a farra do boi, entre outras. Definitivamente quem de fato são os animais irracionais.

  69. Talvez ainda se espante o comentarista com tal foto e consequentemente os animais sendo mortos.Vamos sair das fotos e vamos para outras imagens, as de PESSOAS HUMANAS SENDO BALEADAS E MORTAS EM CIDADES. Qual é que mais dá noje, nossos irmãos sendo mortos diariamente em nossa cidades, nas cidades africanas, ou a parcela de mortandade de animais maritimos. Onde se faz a diferença, digo nenhuma, mas onde um artigo com fotos de crianças mortas por balas(não doces) e grávidas mortas em hospitáis sem qualquer atendimento. Onde referência aos atendimentos da saúde(cada o CPMF arrcadadado, sumiu?)Isto sim da NOJO, UMA NAÇÃO AJOELHADA E INERTE, BAJULANDO BOLSA FAMÍLIA E DEIXANDO SEUS FILHOS MORREREM SEM ATENDIMENTO MÉDICO E SUA GESTANTES DEIXANDO ORFÃOS SEUS FILHOS.É DÁ NOJO SIM.

  70. joel pinheiro

    A matança realizada dentro d’água, misturando-a com sangue, dá um colorido trágico. Não sei o porquê da comparação com o “Mar Vermelho, quase bíblico”. Afinal, o Mar Vermelho é vermelho mesmo? Quanto à pesca? Pesca é matança, podendo ser branda ou cruel como a mostrada nas fotos.Torna-se crime, e crime ambiental, quando a espécie abatida periga estar em extinção. Se o Gerald Thomas desse uma passeada pelo interior do Brasil, do sudeste para cima, ficaria horrorizado como o gado, carneiros e outros bichos são sacrificados para deleite de quem gosta de carne vermelha ou mesmo para matar a fome de quem a tem. Contudo, também sou contra tudo aquilo que vi nas fotos, por princípios.

  71. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    É preciso entender uma coisa.
    Nos não comemos baleia.
    Não é por merito, é por necessidade.
    Não necessitamos comer baleia.
    Temos terras ferteis para plantar e criar gado.
    Mesmo assim, os peixes dos nossos rios e mares
    estão em extinção.
    A pesca predatoria vai acabar com os nossos peixes.

  72. Glorinha

    Clemenceau…

    creio que as “fotos” de seres sendo “abatidos” é degradante seja onde e com quem for….

  73. Ana Paula

    A tais chamadas *TRADIÇÕES* que cometem crimes contra a humanidade e o ambiente devem prestar contas a uma lei mais rígida e encorpada, precisam estar suscetíveis à pressão da mudança de percepção sobre o mundo. O planeta é matéria e recurso compartilhado por todos nós, seres humanos, animais e plantas.

    Nossa responsabilidade consta no fato de sermos não somente o machado, mas também a voz. Sim. Nós, humanos. A este ato se chama responsabilidade. Se precisa ser útil, pode chamar sustentabilidade.

    Rituais medonhos que já não fazem o menor sentido e só causam espanto e vergonha precisam ser banidos do mapa (muito barulho por causa do aborto e muito silêncio para a mutilação feminina?). Talvez em um livro de história, para que os netos dos nossos filhos se assustem com nossa barbárie, desde que seja passado.

    Enquanto isso as baleias morrem brutalmente.

  74. SABRINA

    É muito triste ver essas fotos, é muito triste fazer parte desse mundo tão sujo! Sinceramente, não acho essa cena tão absurda perto da que vemos diariamente, mas há uma grande diferença: vemos a carne bonitinha, temperadinha e/ou cortadinha, pronta para o consumo ou não. Acho hipocrisia julgar qdo se está errado.O ideal seria arregaçar as mangas e começar a lutar pela causa,quem sabe assim um dia, o mundo se torne menos cruel.Se alimentar de qualquer tipo de carne na luta pela sobreviência tem cabimento, o que não dá, é para continuarmos alimentando nossos caprichos e essa necessidade pelo que não é necessário.

  75. Rodrigo

    E ainda dizem que deus fez o homem à sua semelhança…

    como podem ter coragem de fazer isso?
    pra eles lá é algo cultural né? Que nem as touradas (outra coisa ridícula) …

  76. Luciana

    É horrível ver cenas assim como essas de golfinhos sendo trucidados, nem olhei direito.Não gosto de ver cenas de violência contra animais por mais feroz que ele seja,sendo ele selvagem e agindo somente instintivamente pela sobrevivência,alimento ou defesa, imagina golfinhos, com uma feição tão meiga e doce, é a mesma coisa que fazem com as focas e baleias.Bem, qualquer animal trucidado desta forma me faz chorar, são seres indefesos , é muita covardia.Mas pior o que o ser “humano” faz com os animais é o que fazem com crianças, abuso sexual, torturas de todos os tipos, matando somente por um comando, matam sem dó nem piedade.Infelizmente, somos tudo isso, entre a extrema bondade e a extrema maldade.

  77. Cesidio

    Aguardo o dia em que esses mesmo “seres humanos” sejam torturados, mutilados, maltrados e mortoes dessa maneira. Talvez, assim, aprendam a não fazer mais isso com os animais. Como vou gostar de ver esse mesmo sofrimento com esses “seres”.

  78. Heloisa Helena Carvalho

    Triste muito triste, ver a humanidade em na mais total abstinência de sentimentos nobres. Ansiosa por detrição, sem problema alguma para dar uma faca, um tiro, estripar quem está ao lado; trate-se de outro “humano” ou um animal.
    Não vou longe. Ao lado da casa onde moro, vive um humanóide que mantém uma pobre ararinha azul, num cubículo de viveiro, cercada por cachorros de todos as raças. A arara – pasmem – aprendeu a latir (não estou brincando!). A bichinha – vejo-a pela manhã – vive cercada por pássaros soltos, voando em torno de sua prisão. Ela grita, urra, às vezes o dia inteiro. Passa frio, calor, vem a chuva, e ela lá, agarrada às grades de sua cela, sofrendo, sofrendo, sofrendo…. Já liguei para o Ibama, disk denúncia, mas de nada adiantou. Nada posso fazer por ela; e nem gosto de ficar olhando, pois sofro barbaramente com a bárbara agonia daquele animal. É assim! Assim caminha a “humanidade”! Já esses golfinhos, baleias, seja lá animal for, só me resta chorar a sua morte; à truculenta carnificina a que foram submetidos!

  79. jenson

    também vi isso na internet,cheguei a tal ponto que só consigo chorar.

  80. Juh

    A pior sensação que um ser humano pode ter, na minha opinião, é a de impotência……..me sinto assim agora!
    Triste….muito triste!

  81. Heloisa Helena Carvalho

    Escreve no auge da emoção e comi algumas letras.
    Errata: onde se lê: em na mais, leia-se: NA MAIS
    detrição, leia-se DISTRUIÇÃO
    dar uma faca, leia-se FACADA
    agarra, leia-se AGARRADA

  82. Sandra

    Boa tarde.

    Tristíssimo.
    Nós comemos carne, é verdade, mas…

    Lembro-me de um MASSACRE de um rebanho na Inglaterra porque uma vaca estava com febre aftosa, que é uma doença que não passa para o ser humano e é controlável por vacina. Mas aquela região queria o certificado de estar livre de aftosa sem vacina. Para que isso?

    É preciso TANTO?

  83. O Comissário do Polvo

    05/08/2009 – 07h42

    Atirador mata três e se suicida em academia de ginástica dos EUA

    da Associated Press

    Um homem ainda não identificado pela polícia abriu fogo em uma aula de dança latina de uma academia no subúrbio de Pittsburgh, Estado americano da Pensilvânia, matou três mulheres e depois se suicidou. Segundo os investigadores, que tentam descobrir o motivo do crime, outras nove mulheres ficaram feridas.

    Duas mulheres e um homem que a polícia diz ser o próprio atirador morreram na cena do crime na noite desta terça-feira. Outra mulher foi levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos, disse o superintendente da polícia Charles Moffatt, em uma entrevista coletiva no estacionamento da academia LA Fitness, em Collier Township.

    ********************************************

    Não mate golfinhos, como um dinamarquês qualquer…

    O bom ESTADUNIDENSE, mata gente.

  84. Erica Caze

    Gerald, tive a mesma sensação que vc teve. Senti nauseas ao ver as imagens….acho que esta sensação acontece em todos que ainda sentiam esperanças e ao ver tanta barbarie vemos que somos pequenos, impotentes, insignificantes….sem palavras.

  85. Heloisa Helena Carvalho

    CONTINUEI ESCREVENDO COISAS ERRADAS.
    ONDE SE LÊ ESCREVE – ESCREVI
    DISTRUIÇÃO – DESTRUIÇÃO
    TÁ VENDO O QUE ACONTECE, QUANDO A GENTE PIRA?

  86. A carne de baleia deve ser nuito boa pra fazerem uma barbaridade dessa.

    Que nojo!

    Nós somos horríveis, fétidos, loucos.

  87. Ana Paula

    Sabrina,

    O problema não é comer o animal. O problema é “coisificá-lo”.
    Você não entrou na mata, procurou, caçou, esfaqueou, abriu, retirou as entranhas, separou a carne, pendurou para secar e armazenou para alimentar sua família.
    Você foi a uma prateleira e escolheu a “peça” visando preço x qualidade.
    E as crianças hoje, se virem uma galinha, não irão acreditar que aquilo virou nuggets em forma de bonequinhos.
    O gado criando gado.

  88. Luciana

    Deveriam mostrar também os carinhos que fazem com o gado, a galinha os porcos para depois irmos alegres no supermercado comprarmos um pedaço de carne de porco, peixe, gado , aves e fazermos um prato delicioso com eles.O ser humano , na sua maioria , ainda não conseguiu deixar os resquícios da sua primitividade, comer carne.Mas isso não faz alguém mais bondoso , pelo jeito.Dizem que Hitler era vegetariano, ou seja, não comia carne.Gostava de música, ria para as criancinhas, o ser humano é um ser muito complexo, difícil definição, complicado.Toca a animalidade e ao mesmo tempo o divino.Não é fácil viver , transitar entre estes dois estados.

  89. O Comissário do Polvo

    06/08/2009 – 08h36

    Após 64 anos de bomba, prefeito de Hiroshima pede banimento de armas atômicas

    da Folha Online

    A cidade japonesa de Hiroshima lembrou nesta quinta-feira os 64 anos do primeiro bombardeio atômico do mundo, lançado contra a cidade em 6 de agosto de 1945 e que deixou 70 mil mortos. O prefeito de Hiroshima aproveitou a ocasião para pedir a abolição por completo das armas nucleares até 2020.

    Cerca de 50 mil pessoas, incluindo sobreviventes da bomba nuclear, participaram na cerimônia no monumento dedicado aos milhares mortos pelo ataque americano, que acumulou vítimas ao longo dos anos como efeito da radiação.

    O prefeito, Tadatoshi Akiba, elogiou em seu discurso a posição antinuclear do presidente americano Barack Obama. Ele recordou as palavras de Obama –que afirmou que, como a única potência a ter utilizado a bomba atômica, os Estados Unidos têm a “responsabilidade moral de atuar para obter um mundo sem armas nucleares”. “A abolição das armas nucleares é o desejo não apenas dos hibakusha [sobreviventes do bombardeio], como também de uma ampla maioria de pessoas e nações neste planeta”, indicou.

    “Nós nos referimos a nós mesmos, a grande maioria global, como a ‘obamaioria’ e pedimos ao resto do mundo que se una a nossa causa para eliminar todas as armas nucleares até 2020”, acrescentou Akiba.

    A posição, contudo, parece diferente entre os americanos. Nesta semana, uma pesquisa divulgada pelo instituto Quinnipiac aponta que 61% dos americanos dizem que o ataque realizado no fim da Segunda Guerra (1939-1945) foi correto.

  90. gthomas

    Pena o ou a comentarista que tentou entrar com o meu nome: tive que vetar…..

    Use o nome certo ou um nick mas nunca o meu nome!

  91. Sandra

    Assisti a um documentário onde um grupo de leões passeava entre zebras. Elas não fugiam, porque os leões não estavam caçando. Mesmo quando caçam, pegam os animais mais frágeis, os que correm menos… o suficiente para sobreviverem.

    O ser humano mata mais do que precisa, com crueldade, e, muitas vezes, essa é a primeira opção em vez da última.

    Por que pode? Por que existir não é um grande milagre? Por que tem prazer em ser cruel?

  92. André

    Depois não adianta reclamar das fortes chuvas, do sol ardido, dos tornados e furacões de um grande desequilibrio ecológico que causa centenas de desatres todos os anos!!!
    Eu não quero escutar que no “primeiro mundo” tudo é melhor, que o Brasil é o bicho feio da ecologia e por ai vai…

  93. Rudyneia Boniatti

    Sem noção…… Claro q não é normal este tipo de atitude, nada pode justificar essa atrocidade, é insenssato achar q um rito de passagen te de o direito de sacrificar uma epécie……..mas mais revoltante q isso são as touradas, essas podem porq os boizinhos não são lá muito bonitos e nem um pouco inteligentes…não interessa qm morre o q acontece é q nada deveria morrer de tal forma…..
    participo da mesma opinião já postada….
    pense se para um leãozinho passar para fase adulta tivesse de sair por aih matando o homem…….???????????

  94. Aninomyous

    Há algo de podre no Reino da Dinamarca.

  95. Luciana

    Deveriam mostrar também fotos do que fazem nos matadouros com o gado, coelhos, galinhas, porcos.As cenas não devem ser muito agradáveis.Ou as caças às aves, perdizes, etc.Hoje tem até perdizes para se vender em supermercado.Ou então as pobrezinhas das lulinhas, os camarões,etc…
    Claro, que matar baleia, golfinhos ,focas, são animais meigos, diferentes, é algo deplorável, cruel, não dá para ver.E os casacos de peles que certamente muitas mulheres devem ter guardados em seus armários, das suas avós ou mães ou delas mesmas, os sapatos, as bolsas, os casacos de couro,etc…Hitler não comia carne dizem e matou milhares de pessoas desde judeus, na sua maioria como ciganos, politicos, intelectuais, doentes mentais, homossexuais,etc

  96. Sandra

    O que é ser forte? O que é ser corajoso?

    Não chorar? Matar?

  97. Pirata dos 7 mares

    Gerald, você ainda consegue ver uma bola? Me ensina, pois vejo o mesmo estádio, os mesmos jogadores, mas não consigo ver essa bola de que tanto falam…

  98. Luciana

    Quantos pássaros são mortos diariamente também, esses sim, seres inefáveis, completamente sutis e nós seres humanos sugamos seus ossinhos com desejo achando-os suculentas iguarias temperadas com temperos exóticos .
    Não se deve matar seres indefesos como animais ,mas isso não quer dizer que fará o ser humano mais humano com outro ser humano, só isso o que acho.A pergunta que faço é a seguinte, O que torna o ser humano mais espiritualizado, é comer menos carne ou não comer nenhuma, só isso que questiono….

  99. Denise

    nossa e doloroso demais e de encher os olhos d’agua …… este mar vermelho, duro de acreditar que estou vendo isso …… a foto 4 que ainda da pra ver a carinha ……… ai nao , nao , nao, qdo sera que o ^ser humano vai acordar^……………sera que vai ????

  100. Vagner

    Estou perplexo!
    O ser humano não deu certo mesmo

  101. Bruno Madí

    Gerald, não somos deste mundo, também não consigo entender esse planeta, também tenho medo de enfrentar a morte, sou um inconformado com a existência da crueldade, da inveja, da luxúria, da barbárie, do canibalismo, opa, digo capitalismo ! Esse é o problema, a MOEDA, o NÍQUEL !
    Nenhum desses filhos da puta das fotos sangrentas, esses assassinos, precisam de baleia ou golfinho no estômago, são seres miseráveis, pedoe-os ! eles não sabem o que fazem !

    Abraço,
    Bruno

  102. Jorge

    Vou ter que falar:

    Esta tudo me parecendo meio hipocrita, quantos de voces jah comeram Fois Grois?

    Pois eh, essas fotos nem sao tao novas assim, acho que as vi mais de tres anos atras, o que, logicamente, NAO altera o fato, eh realmente triste sabermos que SIM somos todos isso ai, esses “humanos”! .

    O que eu NAO sei.
    Eh para vender depois para restaurantes Dinamarqueses e Europeus? Se consome depois ou eh soh por “esporte”

    Eh claro que tambem fiquei chocado com as fotos, como tambem fiquei chocado quando vi o que se faz com os
    filhotes de focas no Canada;
    as Baleias no Japao;
    e as criancas no Brasil, OPS! FALEI!

    Sorry, olha eu aqui falando destes pobres oprimidos de novo!

    Mas alguem viu o ranking recente (que coloca uma cidade Paranaense como a pior do Brasil) de sobre a quantidade de adolescentes que sao assassinados no Brasil? E os abortos clandestinos? nao eh tambem uma matanca? Alguem se choca? ou eh melhor ficarmos escandalizados com a matanca de golfinhos na “civilizada” Dinamarca?

    Quem eh pior? ELES(Dinamarqueses) ou NOS (Brasileiors)?
    Voce nao entra Gerald, voce eh americano e os americanos sao sempre muito melhores.

    Sou a favor da preservacao, RESPEITO e conservacao da natureza, AGORA, e acho que poderiamos ser menos hipocritas!

    Gerald, esta ultima parte…

    “me sinto como se estivesse num enorme campo de futebol, cercado de mil jogadores felizes, por terem essa tal de bola que eu não consigo enxergar.”

    …me fez lembrar RENATO RUSSO:

    Já não me preocupo
    Se eu não sei porquê
    Às vezes o que eu vejo
    Quase ninguém vê
    E eu sei que você sabe
    Quase sem querer
    Que eu vejo o mesmo que você.

    Jorge

  103. simone

    Que cena chocante e nojenta!!!!!!o greenpeace e um marketing que não ajuda em nada com apreservação da natureza e dos animais de estimação.Pais de primeiro mundo?E tambem mal exmplo matar para fazer oleo para produtos dde beleza.Tem mulher que ser orgulha de ostentar “corpos de animais”casacos de pele.

  104. NOJO E VERGONHA. ESTAS SÃO AS PALAVRAS….

    Concordo com seus comentários e ainda acrescento as palavras VERGONHA E DECEPÇÃO – é nojento saber que seres iguais a nós praticam estes atos de selvageria.

    Mas não há necessidade de ir muito longe, na Dinamarca, para ver essas atrocidades presentes no nosso dia-a-dia.

    Diariamente, milhares de cães abandonados são mortos nas nossas cidades pela vigililância sanitária, e quase nada é feito a respeito.
    Outro tanto de animais vive perambulando pelas ruas sem ter o que comer ou beber. Estes tem uma morte mais lenta ainda…

    Outros vivem constantemente enjaulados e acorrentados, sem qualquer liberdade, sofrendo stress físico, emocional, quando não são também submetidos a sevícias e maus tratos.

    Resumindo, é tudo realmente um nojo…
    Alguns mais nojetos que outros, pois mais visíveis, outros tão nojento quanto, mas por velados que se encontram, não provocam tanto nojo assim, pois como é cediço: longe dos olhos, longe do coração… Será?

    E a consiência, onde é que fica?
    Todos os dias encontramos no nosso caminho seres que estão passando por dificuldades. Não falo somente dos cães e gatos abandonados pelas ruas ou dos cavalos subnutridos largados nas periferias e lixões das cidades.
    Refiro-me também às crianças enjeitas e abandonadas, pedintes nos sinaleiros, aleijões que rastejam pelas calçadas em busca de alguns centavos….
    A maioria das pessoas passa por eles e SIMPLESMENTE NÃO OS VÊ !!!
    Creio que esta repugnancia que muitos sentem por não poder modificar aquela situação faz com muitos se alheiem e passem ao largo, não notando a presença daqueles que não trazem felicidade ao seu olhar.
    É a outra face do NOJO, aquela menos sutil, que faz com que abandonemos à própria sorte estes indivíduos menos favorecidos.

    Proponho que não fiquemos com essa sensação de impotência tão grande que se abate sobre nós ao presenciarmos tais fotos e fatos, e que ao invés do desânimo que se abate sobre nossas almas nesses momentos façamos um esforço sobrehumano para vencermos essa inércia e partirmos para a ação, rechassando todo o mal e impedindo que seres de nossa sociedade cometam esses desatinos como este da matança dessas baleias.

    É duro reconhecer, mas fazemos parte dessa raça dita humana…
    Voce que está lendo estas linhas, come carne? Já pensou que com esse ato está contribuindo para a matança diária de milhões de bois, carneiros e galinhas além de outros mais? Não é porque essa matança ocorre dentro de frigoríficos, que seja mais humanizada… Apenas voce não tem diante de si, na hora que come um filé, as imagens do boi sangrando até morrer…

    E isso não lhe causa NOJO TAMBÉM?

    Nojo não se restringe aos fatos dessa reportagem.
    Vão mais além.

  105. Roberval Barbosa de Oliveira

    MIAME-Matanças de Golfinhos! Um mar vermelho, mas, de sangue…Sinto nojo do malfadado ato e peço perdão a natureza…
    Eu pensava que tais excessos e imprudências só acontecessem no terceiro mundo, mas vi que o mundo é um só em qualquer lugar, enquanto gente existir e habitar….”É UMA VERGONHA!
    Gerald, sou solidário contigo!
    Gde abraço
    Roberval Olvera
    robervalbo@ig.com.br

  106. Roberval Barbosa de Oliveira

    MIAMI-Matanças de Golfinhos! Um mar vermelho, mas, de sangue…Sinto nojo do malfadado ato e peço perdão a natureza…
    Eu pensava que tais excessos e imprudências só acontecessem no terceiro mundo, mas vi que o mundo é um só em qualquer lugar, enquanto gente existir e habitar….”É UMA VERGONHA!
    Gerald, sou solidário contigo!
    Gde abraço
    Roberval Olvera
    robervalbo@ig.com.br

  107. Ana Paula

    Falando em Europa civilizada…

    Um hábito comum dos Europeus é simplesmente abandonar seus animais domésticos quando saem de férias.
    Tem campanha lá para “educar” sobre este problema.

    CIVILIZADA MY ASS, mano.

  108. Sandra

    “Essa série de fotos (que o Pacheco me enviou) de matança de golfinhos ou pequenas baleias (não sei ao certo) me deixou num estado de… de que nada mais vale a pena: de que somos uma raça de merda mesmo!”

    “Filho, pecaste? Não tornes a pecar: mas ora ainda pelas tuas faltas passadas para que elas se te perdoem.”
    (Eclesiastes, 21,1)

  109. Heitor

    Tanta comida é jogada fora, às toneladas, mas a (des) humanidade não aprende nada.

  110. Sera que não tem outros meios de sobrevivencia esta nação, poderiam por exemplo: abrirem uma fabrica de eletro-eletronica. Para pararem com esta destruição, ou talvez terem COMCIENÇIA do genocidio ão MEIO AMBIENTE.

  111. é um absurdo…uma falta de humanidade
    deveriam ser punidos com pena de morte
    já que matam desse jeito.

  112. Sue ...

    Magnifico ( Gerald..)

    …nossa so agora consegui *pular* as fotos…me deter no texto ,.., Magnifico,.., texto denso ,…, triste,…, forte !!!
    Parabens lindo post ,emocao, ao final dele …correu as lagrimas !!

    Uma vez conversando com um amigo meu ,.., super amigo , que adoro aqui em NYC , falando sobre a vida,.., como *andam* as coisas da vida,.., falavamos sobre a MORTE ,.., na ocasiao falei que muitas vezes ,.., nao se *cabe* dentro da gente ,.., tamanho stress , tamanho…numeros de problemas ,.., idas e vindas da vida ,.., trapecos da vida !!!

    A MORTE eh a solucao….

    O TEXTO EH mais ou menos , assina …o que penso !!
    Apesar do ceu azul, da Lua cheia , das estrelas …os corpos esculturais bronzeados na praia….tudo parece muito CINZA sem graca , sem emocao…

    MORTE , .., eh solucao *de vida* para muitos casos !!!

    Parabens…pelo texto lindo !!!

    (apesar do assunto ser SERIO DEMAIS ,.., principalmente em se tratar de uma *matanca* num *PAIS* primeiro mundo e *CIVILIZADO*…

    Mas como texto mesmo fala ,.., tudo que escrevemos aqui sao apenas palavras ,discusoes…e aroud aroud aroud , e nao chegam a lugar nenhum !!!

    Chega o FIM….

    MORTE ….

    **********************

    ” Como seres humanos, sempre nos posicionando de maneira tão rígida, numa fila de opiniões disso ou daquilo, a favor disso ou daquilo outro, me sinto como se estivesse num enorme campo de futebol, cercado de mil jogadores felizes, por terem essa tal de bola que eu não consigo enxergar.”
    (GT)

    .

  113. Ronaldo Galvão

    Chocante !!!!

    Tive a oportunidade de conhecer este país no ano passado, nunca poderia imaginar que pudessem cometer tal ato !!!
    Depois nós é que somos subdesenvolvidos !!!

  114. EDUARDO BAROSSI

    è de dar nojo, assim como da nojo ver onde se plantam MACONHA, onde se produz e refina COCAINA, e que chegamos a seguinte conclusão:
    Se ha matança é porque ha consumo, Alguem deve insentivar o consumo de carne de golfinho,
    SE bem que maconha e coca são VERDES em sua origem e são politicamentes corretas de serem consumidas.

  115. Luciana

    Pergunto – me também, muitos que aqui, não posso afirmar porque não os conheço pessoalmente, mas deduzo, que estão horrizados e que são indiferentes ao sofrimento humano, de ver uma mãe com seu filho no colo não tendo o que comer naquela hora, nas grandes cidades, de crianças não tendo atendimento adequado, ou não tendo uma escola, ou vivendo em condições precárias , numa favela , numa cidade qualquer do mundo.Quantos que aqui, posso estar errada, estão indignados com essas cenas, eu também fiquei , mas depois comecei a pensar , a refletir sobre tudo e constatei quantas pessoas rejeitam outro ser humano por ele ser de outra religião, outra classe social, outra cor de pele, ou não falam com outro ser humano porque ele não é da mesma estirpe , os considerados de outra galáxia, se isso acontece , essa matança contra as focas, os golfinhos e as baleias, seres especiais , muito mais especiais que muito ser humano, dito humano´é porque existe coisa pior, pior como , só dar um exemplo, rejeitar outro ser humano a ponto de matá-lo, segregá-lo,etc, Não acho certo violência contra animais , mas acho pior o que fazem com outros seres humanos, não quero ofender ninguém , mas há muita hipocrisia contida nisso tudo.

  116. Sue ...

    aroud aroud aroud = around around around

  117. Sandra

    “Somos mínimos. Somos ainda menores que mínimos. E imperfeitos. E eu, ainda sob o impacto daquele auto-retrato de Rembrandt, feito aos 55 anos de idade, continuo minha jornada não sei como.

    E esse “não sei como” está repleto de dor.”

    “Contra o mal está o bem, e contra a morte está a vida: assim também contra o homem justo está o pecador. E desta maneira medita em todas as coisas o Altíssimo. Achá-las-ás a duas e duas, e uma oposta a outra.
    (Eclesiástico 33,15)

  118. Luciana

    Os seres humanos , sejam eles quais forem, também fazem parte do ecosistema, tb são do meio ambiente, mesmo eles não sendo da mesma origem que muitos que se dizem indignados com estas cenas horríveis.

  119. Jorge

    Gilberto L. Nogarolli,

    Adorei sua sugestao para os Dinamarqueses criarem outros meios de “sobrevivencia”, COITADOS!

    Que tal enviar sua sugestao a Embaixada ou Consulado da Dinamarca do Brasil?

    Acho que eles vao ficar bem comovidos com sua sugestao para os “meios de sobrevivencia Desta nação” TADINHOS!

  120. Thiago

    Parabens pela informacao!!!

    Isso me da argumentos para dialogar com pessoas que so sabem elogiar estes povos. Ironicamente, por serem considerados a nata dos povos civilizados do mundo…

    Nao se esquecam dos japoneses, noruegueses, finlandeses, islandeses etc!!!

    Abracos!!!

  121. Glorinha

    Continuar a jornada dolorida
    mas nem sempre desbotada…
    colorida mas nem sempre
    pausada de dor
    é a chama que temos
    da vida que lemos
    da vida que somos
    da vida que fazemos
    Caminhar é uma boa jornada
    caminhar sempre…
    []

  122. CABELO

    Isso faz parte da vida, tem muita comida nos mares, temos que matar a fome no mundo.

  123. Sue ...

    …*Sera que da para ser diferente um dia?*…

    (07/08/2009 – 14:30 Enviado por: Fabi Gugli)

    INFELIZMENTE ,.., a tendencia eh so PIORAR ,.., a ganancia crescento, falta de amor ao proximo,…,imagina amor aos animais !!!
    TUDO tende so a piorar !!!

    ************

    Agora *nao eh por que isso acontece na Dinamarca , .., que o pais e povo nao tem seus muitos pontos positivos e bons !!!
    Nao da para GENERALIZAR NADA !!!

  124. Glorinha

    Cabelo,

    morrer faz parte da vida…
    essa forma de morte não teria tanta certeza…
    e nenhuma certeza tenho que crueldade é sinonimo de mais alimento…de menos fome…
    talvez o mundo esteja carente…necessitanto do contrário do que vc vê nessas fotos…
    []

  125. Glorinha

    talvez os olhos me enganem…

    fui de mim…

  126. Ana Paula

    Pensando mais um pouco, esses rituais de passagem sempre vão de encontro à animais magníficos, enormes e exuberantes. É como se o homem quisesse devorar suas almas através do sangue, vencer pela brutalidade.
    Em 10.000 A.C isso deveria fazer sentido.

  127. Ana Paula

    NÃO EVOLUÍMOS MUITO, PELO JEITO!

  128. trollnet

    Pois eu não achei nada de mais. Se eles vivem disso, tudo bem. O que chocou ai nessa sena os mais sensiveis foi o sangue. Bando de frescos.

    Vao pra bahia e vejam os “caçadores” que “pescam” com bombas. Matam as centenas..ou milhares. Olhem pras próprias barrigas. Aposto que lá é uma pesca muito mais controlada do que temos por aqui.

    Vao nos frigorificos e vejam como os bois que comemos todos os dias são mortos. Vamos nas granjas também.

    Bando de hipocritas frescos. Querem fazer algo pelos animais? Parem de comer carne, consumir leite e ovos. Indignação travestida de acomodação, isso sim. De novo: frescos e hipócritas.

  129. Alê

    As pessoas até podem matar para sua sobrevivência, mas esta covardia sanguinária tem nome: Ganância…

    Obs: Também pensei que fosse sobre o Senado brasileiro, que tb não deixa de ser nojento… Estranho que o que ocorre lá tb é fruto da ganância…

  130. Luciana

    A fome do mundo também é saciada com legumes, cereais, frutas,etc, além de golfinhos ,baleias , focas e outros animais e
    com cultura além da fome do corpo.Precisamos de alimento para alma.E como estamos famintos.Sempre estivemos.Será que um dia saciaremos essa fome…

  131. antonio fernando

    Triste,lamentável:são uns animais nojentos,covardes,de 1º mundo,matando com um estranho prazer pobres criaturas do mar.Creio que o mundo deve se revoltar com atitudes deste tipo

  132. Luiz Paulo

    Thomas, pela primeira vez estou contigo. Fosse na África ou em algum outro lugar que não fosse 1º mundo essas cenas seriam amplificadas e o MUNDO estaria enojado.
    Parabéns. Sou crítico a sua forma de pensamento geral, mas não sou intransigente quando leio algo extremamente avançado e importante.

  133. Anderson

    Bem vindo ao clube Gerald. Há muito tempo estou cansado de tudo…principalmente da humanidade… Voce ainda viaja bastante e vê uma coisa ou outra que distrai… Agora eu, funcionário do Poder Judiciário Estadual, (SP) já tô com o saco prá lá de Plutão rrsrsrsrs. Valorize sua saúde que é a melhor coisa que temos. Abraço.

  134. Uma raça de merda! Só isso bastaria.

    Sou dramaturgo e contista. Caso tenhas intresse em dar uma olhada em meu site. O meu conto principal, já traduz muito o que somos.

    Abraços

  135. telma

    A RAÇA HUMANA PRECISA SER EXTERMINADA. VIVA A GRIPE SUÍNA!!!

  136. Luciana

    São cenas crueis, horriveis que gostaria de não ter visto.Simplesmente.Mas será que aqui isso surtirá algum resultado…por que o que podemos fazer para isso acabar e salvar os golfinhos, as baleias e focas.Não, hoje , apesar de certas ironias, meu dia não acabará bem, me sentirei uma angustia por saber que isso acontece com seres como os golfinhos que não fazem mal nenhum a nós.Só nos encantam com seus nados, suas faces simpáticas, seus sons que se comunicam com os outros.São lindos. Não , porque colocaram essa foto num blog tão bonito como esse, porque enfeiá-lo com essa maldade extrema, não, por favor tirem isso daí…

  137. ” greenpiercing ” , moçada engajada , é a vanguarda dos realities . não é real . é filme . e bem feito .

    e parece que somos o target , pois até nós , digamos , mais esclarecidos , confundimos atores com personagens …

    bem esse post e seus coemntarios (não vou consertar mais) já renderam alguns filhos no blog-filho.blogspot.com , G-diet , para os íntimos .

    pô Gerald , achei que férias eram praia de nudismo . outras praias . enfim , postei um clip sobre o dogma95 e um diploma , que convenhamos , é algo muito hilário … hahahahahahaha .

  138. DFilho

    Gerald, você tem toda razão é um absurdo, nós humanos, seres superiores, os mais inteligentes deste mundo e não respeitarmos nada… essa fotos são chocantes com certeza, mas se olharmos para nosso país temos coisas bem piores, mas que não aparecem. Imagine uma foto com crianças, homens, mulheres e idosos tendo que viver nas sarjetas, sem abrigo, agasalho e sem comida… e enquanto TODOS os politicos brasileiros só sabem se aproveitar do poder a eles concedido.. EU ACHO ISSO “PIOR AINDA”… o desprezo para com os nossos…

  139. Sandra

    Texto LINDÍSSIMO, Gerald…

  140. Contrera

    eu de minha parte estou tão cansado disso tudo que nem nojo mais tenho.
    beijos
    contrera

  141. Gustavo (Batata)

    O que dizer??

    O caro “T,MT” acusa-nos(os que se chocacaram) de etnocêntricos.

    “Genocídio” tal cá como lá…

    P.s: E para os chatos de plantão, sei que GENOCÍDIO refere-se exclusivamente a assassinato deliberado de pessoas por diversas motivações, porém por falta de palavra mais apropriada eu a utilizei e é por isto das áspas.

  142. Carol

    Fica frio, Thomas. A raça humana está a um passo de ir pra puta que o pariu. O ano de 2012 tá aí pertinho.
    Se eu tô com medo? E o que é o meu medinho nessa hora? O que me consola é que ao menos eu vou ver a cara de impotência e desespero desses bastardos da foto, e de vários outros, diante da impossibilidade de fugirem à própria morte. Deixem-me rir muito antes de ir pro saco!

  143. Sandro Milanese

    O ser humano é realmente o câncer do planeta, e digo mais se DEUS cometeu um erro (se é que ele erra) foi o de ter colocado o ser humano neste planeta.

    que minha filha me perdoe

  144. Igor Masi

    Tudo pela estupidez humana.
    Seras racionais cometendo ato irracional.
    Porque não lutam no MAR apenas com ARPÃO contra TURARÕES?
    Covardes!

  145. Amancio

    Povo de merda é pouco

  146. O Moscardo

    Sem comentàrio

    Mar vemelho.

  147. ananelia alves

    Fiquei chocada! Como é possível que isto possa acontecer!

  148. thais

    Gerald,justamente por existirem pessoas como você,é que eu acredito no ser humano! Por favor fique feliz!!!

  149. Aninomyous

    O cerebro destes mamíferos é o mais proximo do ser humano na natureza, mais do que o do macaco e do porco, 😦 esta parece ser uma Baleia Beluga, e pasmem! isso ocorre dias após uma delas salvar uma pessoa na China.
    http://oglobo.globo.com/blogs/moreira/posts/2009/07/29/baleia-salva-mergulhadora-na-china-209353.asp

    Quem é o animal?

  150. Simone Souza

    ver uma cena destas num final de sexta-fira não é nada gratificante… me sinto triste, sinto que não sou deste mundo… não aceito essa crueldade, não entendo… a minha alma dói, podemos fazer algo…? eu defendo e ajudo no que posso cachorros e gatos de rua… gostaria de ter uma casa maior para abrigar os rejeitadinhos…faço pouco, mas isto me traz alegria, adoro animais… não é fácil viver…

  151. Eliana

    Querido Gerald.

    faz tempo nao opino, apenas no post anterior escrevi brevemente, na verdade nao sou de escrever muito…

    esta mensagem e apenas uma saudaçao a voce e a quem ainda se lembra de mim das outras vezes em que escrevi (Pacheco…etc).

    Eu tambem sinto nojo e cansaço. As vezes me pergunto ? sera que ainda tenho motivo para “gozar”. Gozar o que ?

  152. wal

    Tenho vergonha do que nós tidos seres superiores somos capaz de fazer, nojo da raça humana parece mais um bando de gafanhoto exterminando tudo a sua volta, por isto que acretido que somos invasores deste planeta, é impossivel achar que DEUS vez isto pra nós, devemos pertencer a um planeta distante que destruimos , e viemos pra cá, pra fazer o mesmo que fizemos no outro planeta, já percebeu como nós seres humanos não encaixaamos neste planeta???
    Parece loucura mas cada vez mas sinto isto.

  153. Cintia

    E por falar em Pacheco, cadê o Pacheco??

    “Pensando mais um pouco, esses rituais de passagem sempre vão de encontro à animais magníficos, enormes e exuberantes.”

    Ana Paula,

    Pois é, no tempo em que pra sobreviver o homem precisava dominar a natureza “à unha”, esses rituais faziam todo sentido.
    Então eu entendo que um rito de passagem envolvesse um touro, um bisão, mas um golfinho…? que é um animal dócil…
    Estranho né, é interessante pesquisar pra saber qual o significado desses animais marinhos pros povos dessas regiões.

  154. Alê

    Há poucos séculos os Espanhois massacraram os Astecas, e não era um jogo de futebol… Para ficarem com o ouro. Talvez o ser humano progrida a passos de tartaruga…mas eu não apostaria todas as minhas fichas nisso…Não existe ser mais desumano que o ser humano!

  155. Cintia

    Golfinhos ou baleias, a 1a. e a 2a. foto são verdadeiramente apocalípticas.

  156. Cintia

    Humm, de acordo com essa matéria que encontrei, é tb para o consumo da carne. Aí a coisa já muda um pouco de figura… não é a matança só pela matança…

    “Todos os anos a população das ilhas Feroé, pesca e se alimenta com cerca de 1000 baleias entre 2 e 5 metros de comprimento.

    A carne de “Calderon” abrange cerca de um quarto do total do consumo de carne nesta área. Esta atividade envolve adolescentes para provar a sua entrada na vida adulta. Ainda hoje se repete todos os anos este sanguinolento massacre dos calderones nas Ilhas Feroé, um território que pertence à Dinamarca.

    Despendidos confrontos ocorrem entre os pacifistas e os habitantes destas ilhas, quando há pesca de baleias, mas as pessoas não percebem porque é que todo o mundo acha que é errado o que eles fazem. Dizem que é uma tradição muito antiga e que a espécie calderone não está ameaçada.

    Estudos científicos demonstram que a população dos calderones é composta por cerca de 800.000 exemplares das baleias.
    Em zoologia, um Calderon (Globicephala melas ou Globicephala macrorhynchus), é um cetáceo Odontoceti, família dos golfinhos. É também conhecida pelo nome de globicefalo negra ou baleia piloto.

    Pode não parecer verdadeiro, mas, ainda assim, a cada ano, tem lugar um brutal, dantesco massacre de sangue nas Ilhas Feroé, na Dinamarca. Um país que se supõe ser “civilizado” e que faz parte da União Européia. Muitas pessoas não se apercebem deste atentado contra a vida, contra a sensibilidade, contra tudo.

    Os jovens “demonstram” através deste massacre ritual de sangue, que se tornaram adultos. É absolutamente incrível que não se faça nada para evitar esta barbárie cometida contra os Calderones, que é uma espécie de golfinho inteligentíssimo e que tem a particularidade de se aproximar dos cidadãos por curiosidade.”

  157. Caro T, MT (12:59)

    Existir no mundo ideal (triângulos, retângulos, etc), é existir de alguma forma, sim – aliás, como já sacava Platão, há séculos – tanto quanto existir no mundo real (o que para o “maluco” era menos do que existir no mundo ideal). O que ainda não deveria existir é esse absurdo de tradição que não marca passagem de porra nenhuma, de vida adulta nenhuma, a não ser a passagem da ESTUPIDEZ de pai para filho.

    Os animais “irracionais” matam por necessidade!! E só. O homem, a não ser em casos extremos, mata por opção, o que é sempre uma estupidez. Estupidez e COVARDIA!! Palavras repetidas, sim. Intencionalmente.

    Deviam é pegar esses arpões, facões e o escambau e enfiar na bunda dessa gente covarde (sem matar, é claro, nem mutilar!!), pra sentirem a lâmina e nunca mais repetirem essa “tradição” insana, que não é mais do que uma traição ao mínimo do que o homem deveria ter: humanidade!!

    Por que é que não encaram um cardume de tubarões brancos, “dos brabos”, pra ver se são machos mesmo!!?? Com certeza, a “vida adulta” deles não chega a tanto.

    Lamentável!!! Tanto quanto a miséria de homens, mulheres e crianças pedindo nas ruas, enquanto temos uma Constituição que “garante” a todos o direito à moradia, segurança, trabalho, etc.

    Lamentável, tanto quanto a desumanidade que impera nas cadeias públicas deste país, verdadeiros depósitos fétidos de gente que deveria ser recolhida para se reabilitar e voltar para a sociedade, com alguma dignidade (os que merecem, é claro), e não para serem torturados e se marginalizarem ainda mais, como acontece na maior parte delas.

    Lamentável!!!

    Depois dessa, acho que vou tomar outro banho. E virar vegetariano; de vez.

    Abrç.

  158. AIRTON - O CÉTICO

    Sou solidário ao seu nojo!!!
    Os homens “evoluiram” em suas tecnologias, porém continuam rastejando como vermes na sua moral.
    Sou solidário a sua dor. O que haveria de mais bestial em tingir o mar com o sangue dos nossos amigos golfinhos e das mamães baleias.
    Pobre humanidade que a cada dia fica mais desumana!

    AIRTON D´AVLIS

  159. cintia , o pacheco esta em alto mar .

    acabei de criar e publicar um sinfonia de golfinhos no G-diet . parece até em homenagem a ele . pode ser . mas tb é para equilibrar o clima daqui , que afinal , ecoa lá .

    tenho certeza que vc nem ninguém passou pela experiência que estou propondo no G-diet . nada igual em blogs da internet . o resultado me surpreendeu . eu adoro o acaso .

    vê só . o link tá aí . só precisa gostar de renato russo ( sugestão do ‘ jorge ) um pouquinho , ou dar um desconto dessa vez .

    http://www.blog-filho.blogspot.com

  160. Oi, Gt e pessoal.

    Olha, Gerald, pelo menos o pessoal come isso, né? Tinha um português, João Ramalho, que participou de rituais antropofágicos teve de dar satisfação para a Santa Inquisição.

    Ele defendeu-se dizendo algo mais ou menos assim: “Pá, tudo o que os índios cozinham eles comem num ritual. Não é como a Santa Inquisição, queima gente na fogueira e ninguém come. É um tremendo desperdício.”

    Hoje é aniversário do Rodrigo Contrera? Se for, parabéns!

    Postei uma entrevista muito boa do Gerald com o Joe Lopes onde fala sobre Ghost Writer, ainda em 2006. Tá lá no meu blog. Vou postar outra das antigas, já já. Animem-se!

    Cláudio: a revista Questão de Crítica também anda numa de Dogma 2009, digo, 95. Gerald transou esse lance com Chief Buttekniefe, depois descurtiu, etc. Mas, para uma revista de crítica, acho que não rola ter duas coisas: ter dogma e ser festa de família, não acham?

  161. G: nessa entrevista vc falou algo tão bonito que me fez lembrar um escritor alemão contemporâneo, que escrevi diários, esqueci o nome. Vc falou que tocar em Beckett era como tocar em Joyce. Esse alemão, ao tocar no neto, fala o seguinte: o neto me tocou com o século XXI, e meu corpo, que foi tocado por minha avó no século XIX, fez esse link. Não é bonito?

    Gerald Thomas – I am very lonely and suffer just like anybody else when I turn on the news. Frustration kicks in, just like with anybody else. I don’t feel special, in fact, I don’t feel anything: all of which I’ve done – I feel – has somehow been reduced to ashes. Don’t ask me why or how. It’s just a holocaustic feeling but, all the same, true. It’s vapor, it weighs nothing. I must reinvent myself, especially in this current world of NO values, of information overload, of shopping malls, of super-consumerism, iPods, Internet, where people don’t really learn (they just copy and paste or use it for chats). This globalization has flattened Columbus’ world. It’s one with no memory or a weak one: it’s drugged, drunk, money-driven or driven by one god against another. We’re back to the Middle Ages, except that we have modern tools. It’s a horrible place where my profession doesn’t exist, really. So, all that I read about myself – I feel – I’m reading about someone who doesn’t exist; i.e. someone else or a ghost: a GHOST WRITER.

  162. Gerald desculpe, mas vou ter que dividir este”nojo” com você. É assustador, é repugnante, é covardia. Lembrou-me aquela música do Roberto Carlos: Não é possível que você suporte a barra…

  163. Cintia

    O fato deles serem dinamarqueses não me espantou taaanto não, afinal esse pessoal descendente de viking é meio cascudinho mesmo né, rs… tá no sangue deles…

    Toda essa galera ‘dos extremos norte’, de ‘lá de cima’ do planeta, dessas regiões de clima muito hostil, tem essas características assim ‘cascudas’.
    Já vi um documentário de um povo nômade lá pras bandas da Sibéria que bebe canecas de sangue da caça, fresquinho, tirado na hora!

  164. T,MT

    Breve carta para os homens-baleias e demais leitores,

    Eis as minhas três considerações:

    1- Vamos suprimir um traço da cultura dinamarquesa em nome de quê? Em razão da suposta barbarie contra as baleias? Baleia não é gente, ora. Reproduzo parte do meu comentário anterior:

    ” Você tem razão: a natureza humana é imperfeita. Aliás, como bem me disse um professor, não existe sequer um polígono regular na natureza. Um triângulo existe apenas num mundo ideal. Triângulos não existem! A gente vive mesmo numa realidade caótica em que as pessoas são corrompidas. A lei vigente é a seguinte: sobreviva!

    Apesar disso, o homem é capaz de criar e, de certa forma, moldar a realidade em proveito próprio. Nós temos meios para –medir– a realidade.

    Infelizmente, nem sempre é possível medir a realidade, porque o caos nela pode ser tanto que a gente apenas deve sobreviver. Talvez seja isso ( com certeza é isso): os dinamarqueses matam as baleias, necessariamente. É necessário matar as baleias para preservar o modo de vida dinamarquês.

    Ou seja: matem as baleias e não matem a cultura dinamarquesa”

    2- Os homens-baleias são todos hipócritas. A maioria dos que escreveram comentários contra a atividade de caça à baleia, come carne. Digo mais: no interior do Brasil e tantos lugares do mundo, os métodos para matar animais domésticos, como, por exemplo, bois, porcos, galinhas e etc., são muito piores do que este em discussão. Nunca vi um homem-galinha protestando com um discurso mais ou menos assim: “Não matem as penosas! Elas não merecem sofrer tanto nesses galinheiros terríveis…”. Ninguém se interessa por galinhas, pela seguinte razão: elas não são seres simpáticos. Tem que ser alguém muito idiota para se identificar com galinhas.

    3- A CARNE DE BALEIA DEVE SER UMA DELÍCIA!

    Throat, Mr. Throat.

  165. [ desculpe se esta repetido ]

    cintia , o pacheco esta em alto mar .

    acabei de criar e publicar um sinfonia de golfinhos no G-diet . parece até em homenagem a ele . pode ser . mas tb é para equilibrar o clima daqui , que afinal , ecoa lá .

    é uma experiência nova que estou propondo no G-diet . nada igual em blogs da internet . o resultado é muito legal . eu adoro o acaso .

    o link tá aí . só precisa gostar de ‘renato russo’ um pouquinho . ( sugestão do ‘jorge’ )

    http://www.blog-filho.blogspot.com

  166. Sandra

    “As praias de South Beach estão vazias pra essa época do ano: o calor está completamente insuportável. E estou numa dessas fases onde não acredito mais em nada: leio os jornais ou ligo a TV e é tudo sempre igual: as mesmas discussões sobre isso ou aquilo. ”

    “Estou constrangido pela falta de pensadores no mundo. Constrangido pela falta de loucos, obcecados, visionários. Parece que só existem os políticos e os que entretém os políticos com shows ou com consentimento. O nojo nacional é, antes de mais nada, um nojo cultural. E não adianta centralizar informação e distribuir verba. Isso vira FBI sangrento e burocrático e, para minha infelicidade, não parece mais ópera.”

    (http://colunistas.ig.com.br/geraldthomas/2008/09/26/abbey-road-vista-de-miami-john-mccain-paul-obama-e-ringo/)

  167. T,MT

    Apenas para concluir: o único motivo razoável para a proibição da caça de baleias, é a preservação das espécies. Agora, esse blá-blá-blá de crueldade… Pelo amor de Deus!

  168. Cintia

    “Deviam é pegar esses arpões, facões e o escambau e enfiar na bunda dessa gente covarde (sem matar, é claro, nem mutilar!!), pra sentirem a lâmina e nunca mais repetirem essa “tradição” insana, que não é mais do que uma traição ao mínimo do que o homem deveria ter: humanidade!!

    Por que é que não encaram um cardume de tubarões brancos, “dos brabos”, pra ver se são machos mesmo!!?? Com certeza, a “vida adulta” deles não chega a tanto.”
    (Ribeva, 19:04)

    Adorei isso, tá ótimo, rs.

    Mas se a informação que eu achei procede, de que a carne é consumida (e eles devem aproveitar outros elementos tb) então o foco da questão muda, por não se tratar apenas de um ‘rito de passagem’.

    Entupir um ganso de sei lá o quê pra depois virar foie gras, por ex., pode ser mais “fino” e “antisséptico”, mas a meu ver, é tanto qto, ou muito mais cruel.

  169. T,MT

    Grande Vampiro, leitor de Nietzsche,

    Responde essa por favor: o discurso dos defensores da baleia, que relevam a crueldade contra os cetáceos, é mais próximo da moral do escravo ou do senhor? Não vale mentir!

  170. Cintia

    É interessante observar que o pensamento humano não evolui de forma ‘homogênea’, nem num âmbito ‘regional’.
    Assim como nesse caso da Dinamarca, em vários outros países convivem lado a lado tanto os maiores avanços tecnológicos como a manutenção de tradições quase primitivas.
    Outro dia eu recebi um pps com os cadáveres em decomposição, entranhas pulando pra fora, boiando no Ganges.

  171. drica

    Sabe o que me dá nojo?

    A superioridade das elites.

    A desigualdade social..

    Observar aquelas pobres almas, lixo humano, nas beiradas da marginais de São Paulo.

    A pobreza das favelas, nas periferias dos grandes centros.

    Quem valoriza o que é internacional e despreza o nacional, em seu próprio habitat.

    P.S: As imagens são lastimáveis, mas ainda me dói muito mais, aqui no Brasil, assistir as crianças jogadas na sarjeta, a pedofília, a venda do corpo por um prato de comida…

    … a maldade, a tirania, a inveja, a soberba, o desamor, enfim… a falta de humanidade entre os homens.

  172. Reinaldo Pedroso

    07/08/2009 – 12:54 Enviado por: gthomas

    “Alias, nao da pra entender muita coisa. Mas isso, em particular, essa vida dos MACHOS, menos ainda.

    devem ter o pau pequeno, ou que nao levanta!”

    Gerald
    Te revoltas com os “MACHOS” e argumentas mais uma vez de maneira infantilmente machista, pau pequeno ou broxa.
    Reinaldo

  173. Cintia

    Essa não!! 😀

    Cuba enfrenta agora escassez de papel higiênico – UOL

    “Em meio a uma séria crise econômica, Cuba está enfrentando escassez de papel higiênico e pode não ter o suficiente para atender à população até o final do ano, disseram fontes de empresas estatais na sexta-feira.
    As autoridades dizem estar reduzindo preços de 24 produtos básicos, em reação aos efeitos da crise global financeira e de três violentos furacões no último ano.

    As reservas financeiras do país ficaram esgotadas devido ao maior gasto com importações e à redução da renda com exportações, o que obrigou o governo comunista a tomar medidas excepcionais.

    “A corporação deu todos os passos para que, ao final do ano, haja uma importante importação de papel higiênico”, disse uma fonte da estatal Climex à estatal Rádio Rebelde.

    Cuba importa e produz papel higiênico, mas atualmente não tem matéria prima suficiente para a produção.
    …”

    “Os cubanos recebem uma ração subsidiada de alimentos do governo a cada mês, mas dizem que essa quantidade alcança para apenas duas semanas.”

    Ô loco, meu!

  174. todos os sites estão sem os videos do youtube .
    quando sumiram do G-diet eu já achei que era macumba , mas saí pelos blogs dos outros , inclusive GThomas , tá tudo só branco . malevich total . no CCBB do Rio .

    pane total . wow ! que tera acontecido ? alguém aí já sabe ?

    é o começo do fim do mundo : um fim do mundo tecnológico ! bzzzz

  175. Ana Paula

    T, MT,

    Acho pouco provável que os dinamarqueses passem fome ou tenham sua cultura destruída por anular tal comportamento.
    E já que você gosta de Nietzsche, essa sua gana de chamar os outros de hipócrita é coisa de niilista. E você sabe o que o nosso filósofo pensa de gente assim, como você.
    As pessoas precisam sentir NOJO, MUITO NOJO de tal atitude, e não é um comportamento hipócrita.
    Vou repetir, uma desgraça não anula a outra.
    O comportamento nocivo pode ser visto através de uma pequena ponta de raciocínio chamada BOM SENSO. Coisa que repudiamos às vezes até mesmo sem querer.
    Quem olha os horrores da Dinamarca também reflete sobre as onças, os índios, as injustiças sociais, porque tudo está conectado de uma maneira ou outra. Aquela velha frase de não ser uma ilha.
    Talvez uma foto possa ser o que basta para começar algo melhor, refletir sobre alternativas, olhar mais para o outro até chegar dentro de casa e quem sabe, tomar um banho mais curto!
    Chamar os outros de hipócrita é fácil, sabe por que? Porque a hipocrisia é facilmente associada aos paradoxos naturalmente humanos.
    Não se pode fazer tudo. Mas se pode fazer algo.
    Pense nisso antes de sair babando ódio contra o mundo e achando bonitinho se auto-proclamar “O senhor garganta”, seja lá que porra isso signifique.

  176. Cris

    DESGRAÇADOS, MALDITOS, COVARDE BICHO HOMEM…..

  177. ja consertei o post principal de hj , dos golfinhos .
    não vai ser um youtube fora do ar que vai interromper meu fluxo criativo .
    convido a todos . boa noite .

    http://www.blog-filho.blogspot.com

  178. Valeu, Cíntia!! (20:24)

    O curioso aqui é que tem gente, como nosso caro argumentador T,MT, data vênia, que parece não perceber que o que estamos criticando aqui – pelo menos a maioria – é a CRUELDADE GRATUITA, desnecessária e absurda, sob pretexto de um certo “rito de passagem para a vida adulta”, o que é muito diferente de criticar a necessidade básica do homem de se alimentar de outros seres que servem a este fim, sejam galinhas, bois, vacas, jacarés, baleias, ou seja lá o que for.

    Morrer, todo mundo vai um dia, inclusive as baleias!! É óbvio!! Pois que seja por uma boa causa; o que não é o caso da estupidez discutida aqui!!! No meu caso, prezo bem um Ômega 3. Fui claro?

    E fora o blá-blá-blá!!

    Valeu Gerald!!

    Forte abraço.

    EM TEMPO: Cintia (21:20), essa transcrição sobre Cuba e a escassez de papel higiênico foi pacabá!! A coisa lá deve ta realmente grave. “Ô loco meu!”, mesmo. Abraço.

  179. será que foi isso ????

    Durante um segundo, nesta sexta-feira (7), a combinação de hora e data em relógios e calendários resultou em uma sequência curiosa: 123456789. O momento “histórico” aconteceu às 12h34m56s – o dia 7, o mês 8 e o ano terminado em 09 se encarregaram de completar a sequência.

    Essa coincidência de números, que só voltará a acontecer daqui a 100 anos, em 2109, já foi comemorada um mês antes em países como o Estados Unidos, que utiliza um padrão de data diferente do brasileiro, com o mês registrado antes do dia. No Brasil, o horário será registrado três vezes, nos diferentes fusos.

    Na internet, usuários se organizaram em serviços como Facebook, YouTube e Twitter para marcar a data e registrar suas atividades durante o segundo exato da sequência numérica.
    Na Inglaterra, um casal trocou alianças às 12h34m56s desta sexta. De acordo com reportagem do jornal britânico “Daily Telegraph”, Katie Barfoot, 26 anos, escolheu a data porque seria fácil de o noivo, Troy Peters, 27 anos, lembrar o aniversário de casamento.

    Mãe de duas crianças, Katie não se deu conta da coincidência ao marcar a cerimônia no Orton Hall Hotel, em Peterborough. “Quando estava marcando, eu sabia que tinha de ser durante as férias escolares, para poder levar as crianças na lua-de-mel”, disse.

    “Só recentemente eu comecei a receber mensagens falando que seria uma data especial. Como o casamento começa às 12h30, o 123456789 será durante a cerimônia”, contou Katie.

    Em fevereiro deste ano, outro número “cabalístico” mobilizou internautas no mundo todo. Foi em uma sexta-feira 13 comemorada por “nerds” e programadores ao redor do mundo como o “dia 1234567890”. O número era resultado da contagem feita em “Hora Unix”, mecanismo dos sistemas baseados em Unix – incluindo as diversas versões de Linux – que conta os segundos desde 1º de janeiro de 1970.

  180. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    Por que pode matar toneladas de peixes,
    milhões de cabeça de gado e não pode matar baleias?

    O problema não é matar, o problema é quantidade.
    Baleia não procria como peixe, em milhares de óvulos.
    Se não houver um limite pode extinguir a espécie.
    A mim não causa nojo. Já fui matador.
    Matava ate 30 frangos por dia. Frango demora para morrer.
    A gente quebra o pescoço do frango e ele entra convulsão.
    Fica debatendo por vários minutos.
    Comprar o franguinho congelado, no mercado é uma coisa,
    comprar vivo e matar é outra coisa.
    Na minha infância não havia frango congelado, nas festas se comprava,
    frangos, perus, porcos, cabritos vivos e tinha que mata-los para consumir.
    A cena marcante era matar porco. |O porco grita o tempo todo. Faz um escarcéu.
    A igreja nos ensinava que os animais foram colocados na terra, por Deus, para servir aos homens.
    Dessa forma não tínhamos arrependimentos.
    Somos todos matadores. Se não matamos por ação, matamos por omissão.

  181. Tene Cheba

    Nietzsche, provavelmente compararia, os nós, as dores visuais.
    Libido, o ardor da dor de ver, quando o cérebro precisa da água, da ausência. Cetáceos, seres que o cometa não fulminou, isto diria, sobre todos os derrames.

  182. Tene Cheba

    Pobre siscatos,
    o trem não passou,
    o trem não veio,
    os trilhos ali,
    sensato, siscatos,
    quero ver o trem,
    os trilhos ali,
    o trem vai passar.

  183. Oi, pessoal. Sobre o Dogma, na entrevista que ta no meu blog:

    GT – Há cerca de dois anos, o Dogma 95, da Dinamarca, literalmente “acampou” no meu apartamento em Williamsburg, Brooklyn e propôs um filme. Transformaram a minha vida num verdadeiro inferno durante uma semana (eles bebem 24 horas por dia) e a coisa não deu em nada. Preciso explicar. Tenho uma vida muito ativa na Dinamarca desde o inicio dos anos 90 (92 pra ser preciso), que é quando levamos Flash and Crash Days para lá pela primeira vez e a crítica de todos os jornais foi absolutamente exuberante. Alguns críticos usaram nosso espetáculo para zombar do teatro local, usando o titulo “É assim que se faz”. Na platéia só tinha gente de teatro e de cinema, incluindo o Lars, e o pessoal do Dr Dante Aveny, que mais tarde, em 95 e 96 eu fui dirigir. De dois em dois anos, na década de 90, eu ia pra Copenhague me apresentar e fazer debates. O cinema me interessa e ao mesmo tempo não me interessa nem um pouco. Digo, o processo industrial envolvido. Mas nunca se diz não, não é? Em Elektra Com Creta (96), Sérgio Augusto, na crítica que fez para a Folha de S. Paulo, escreveu que eu fazia cinema no palco e urrava: “dêem uma câmera pr’esse homem, urgente!” Acho que o que diferencia o meu teatro do dos outros é que – até hoje – continuo fazendo cinema no palco.

  184. Cintia

    Ribeva,

    Só vejo uma solução agora pra galera lá em Cuba: deixa logo o povo sem comer, pq se não tiver o que comer, não vai ter o que …. , e não vai ter o que …. !!
    😀
    Aaaai, que rorroooor, uma moça fina como eu falando uma coisa dessas, rs, mas foi irresistível!
    Aaah, se eu moro num lugar desses, Deus me livre, me dava logo um siricutico de stress, perspectiva mais tenebrosa ficar sem papel higiênico!!

    abraços!

  185. Cintia

    Claudio,

    Viajou hein, rs!

    Targino,

    Credo… (rs)

  186. Tene Cheba

    Chega de tudo,
    vou dormir,
    tanto sangue,
    as vezes sem crase,
    onde tudo é chocante,
    as vezes olho,
    não entendo,
    tanto sangue,
    a fome.
    Corações, noites claras,
    calçadas, noites imensas,
    andar, olhar, andar,
    pelas ruas, que sinto,
    minhas amarguras,
    aquelas pálidas esperanças,
    toda a minha minha ambição.
    Noites claras, meu solo, meu piso.
    Andando, andando, no lugar,
    respirando, entre os vários únicos mundos,
    as tardes, os pães sem fotos.

  187. sem a pane no youtube eu jamais ficaria sabendo
    que existe um site espelho ou outro nome que eles usam
    que tem praticamente todos os videos do youtube

    então o g-diet ,
    pelo menos em seus posts mais recentes
    já está recuperado .

    amo muito tudo isso .

  188. Tene Cheba

    Matam e não fumam,
    cortam e sangram,
    não fumam,
    gostam disto aqui.
    São puros, não fumam,
    sem ervas, tabacos e mirras,
    gostam das manchas,
    dos cetáceos,
    me querem pés no chão,
    nem com os andor,
    nem a fria noite,
    a dor do que capto,
    dor, de ver,
    os pecados,
    mortos, e assassinos,
    sangram na praia.

  189. Rio Maynart

    E eu pensava que os países europeus eram os únicos civilizados…
    A barbárie feita pelos dinamarqueses escanadinavos, digo, atuais vikings, visigodos, sei lá… é realmente de embrulhar o estômago mediante tamanha selvageria contra os golfinhos, animais tão dóceis, que só gostam de brincar como as crianças.
    Entendo o nojo do Gerald pq tb senti o mesmo…

    “Somos mínimos. Somos ainda menores que mínimos. E imperfeitos.”

    Sim, Gerald, somos verdadeiros micróbios! Apesar de estarmos no sec. XXI e no 3º milênio e termos avançado mto em tecnologia e intelectualidade, estacionamos na moralidade (ou falta dela) e no instinto. Estamos muito rente da nossa natureza ANIMAL e distante a milhões de anos-luz da nossa natureza HOMINAL. Somos homens modernos civilizados por fora e primatas da caverna por dentro. Somos bem menos que isso! Somos seres MICROBIANOS.
    O meu consolo é que sei e acredito convictamente que o homem está fadado à evolução. Ele pode levar milhões de anos para isso, indo e retornando quantas vezes for preciso, vivendo todas as vidas (cada uma a seu tempo) que tiver de viver, mas ele alcançará o progresso moral e ajudará no progresso da humanidade, que por sua vez, ajudará no progresso do planeta,
    e assim, estaremos mais hominal do que animal, deixaremos de ser tão pequenos para sermos seres que respeitam a VIDA; Deixaremos de ser tão minúsculos para sermos INTEIROS e GRANDES diante dos olhos do Universo, da Natureza, da Vida, da Terra, enfim , ante os olhos de DEUS.

  190. A consciencia global e a “causa” animal.
    Crueldade e matança “gratuita” – eis aí nosso repúdio, nojo!!!

    Canadá: no período de 2003 a 2005 foram eliminadas algo em torno de 1 milhão de focas-bebê. Alegando razões ecológicas e economicas para o massacre, o Governo informou que a super população desses animais no Atlantico Norte, estimada em 5 milhões (na época), estaria reduzindo o “estoque nativo” de bacalhau (ali, a foca é o seu maior predador natural).

    Contudo, esqueceu-se de mencionar que o aumento desordenado da industria pesqueira na região também é responsável pela diminuição do pescado.

    Abate sanguinário do “bebê” (até 3 meses): com um porrete o caçador bate em sua nuca. O filhote à sua mercê ainda não sabe nadar e move-se muito lentamente no gelo. Agoniza, enquanto o homem, com a ajuda de um facão, retira sua parte “mais valiosa” – a lanugem (o “casaco branco” que já exibe a partir de duas semanas de vida – pele grossa e felpuda).

    Obs.: Comercializam esses “casacos brancos”. Existem vários pps circulando pela Internet, mostrando, inclusive, a maioria dos animais, ainda vivos e se movimentando dèbilmente,… (horror dos horrores)
    ________________________________________

    BOTOS SOFREM MATANÇA DESORDENADA NO ENTORNO DE MAMIRAUÁ (AM).

    Botos … os golfinhos de água doce … Os da China? Extintos! No passado, o Rio Amarelo era semelhante ao Rio Amazonas e …

    http://www.noticias.ambientebrasil.com.br/noticia/?id=30086

    Fonte: Ambiente Brasil – 19/03/2007

    PS.: A “lenda do boto” – o peixe que aparecia nas noites de lua (não me lembro qual delas! rs), na forma de atraente homem, seduzia e engravidava as mocinhas do local – “tá rolando por terra”. Alguns pesquisadores afirmam que tratava-se, na verdade, de “pedofilia infanto-juvenil” – nojo, asco, repudio, crime!!!

  191. Ana

    Nesse planeta esquisito, justificativa para matar não falta.

    Já para amar, compreender, ser pacífico, e toda a sorte de valores, digamos, mais nobres, é preciso justificativa.

    “Ora, o amo pq é meu pai”, ou “A amo pq é minha esposa, namorada, amiga”.

    O amor nunca é gratuito como o assassinato…

    Isso tudo é insano…

    E OS TUBARÕES QUE TÊM SUAS BARBATANAS CORTADAS, e são lançados ao mar VIVOS?

    Eu não vi a matéria, mas quem me contou me deixou com a imagem na mente: eles afundando sem poder nadar…

    E é bem capaz de aparecer algum imbecil e tentar “justificar” a matança do tubarão, não pq as barbatanas servem lá-sei-eu-pra-quê, mas só por ele ter a capacidade de destroçar um ser humano.

    Não, não justifica.

    Nada mais justifica essa insanidade chamada MUNDO.

  192. Ana

    Aliás, metendo o dedo na ferida, e eu não sou vegetariana, quem puder (e conseguir chegar até o final), assista a um filme chamado A CARNE É FRACA.

    Eu não consegui ver até o fim. Preciso me tornar vegan primeiro.

    Pq assistir aquilo e depois conseguir comer um filé não é pra qualquer um.

    Não dá pra ser feliz ingerindo a carne de um animal que foi brutalmente assassinado para servir de alimento para nós, quando nós não precisamos de carne animal para ter proteína.

    A soja não existe à toa.

  193. Ana

    targino, de onde você tirou isso “O problema não é matar, o problema é quantidade.”???

  194. Ana

    Aliás, eis aqui uma discussão sobre o filme: http://www.youtube.com/watch?v=EghRqeZA-TU

    Preparem-se (é muito pouco perto do filme inteiro) e se perguntem, como eu faço todos os dias dessa insana vida: e aí, como fica a nossa consciência?

    E pensar que quando pequena eu odiava carne… tinha um puta nojo…

    A cultura dos homens me fez uma carnívora quando Não era necessário.

    Bjs, até mais.

  195. A consciencia global e a “causa” animal.
    Crueldade e/ou matança “gratuita” – eis aí nosso repúdio, nojo!!!

    http://www.holocaustoanimalbrazil.blogspot.com/2006_07_01archive.html

    Voce pensa que “já viu tudo”? Pensa que “conhece” o assunto?

  196. Ekran

    Esse post do Lucio Jr é precioso, como alias é o blog dele.

    # 07/08/2009 – 19:26 Enviado por: Lúcio Jr

    G: nessa entrevista vc falou algo tão bonito que me fez lembrar um escritor alemão contemporâneo, que escrevi diários, esqueci o nome. Vc falou que tocar em Beckett era como tocar em Joyce. Esse alemão, ao tocar no neto, fala o seguinte: o neto me tocou com o século XXI, e meu corpo, que foi tocado por minha avó no século XIX, fez esse link. Não é bonito?

    – – – —
    TEM TRECHOS AQUI QUE ME CHAMARAM MUITO A ATENÇÃO em relação às imagens das baleias mortas e o texto do Gerald lá em cima.

    Gerald Thomas – I am very lonely and suffer just like anybody else when I turn on the news…(1)

    …It’s just a holocaustic feeling but…(2)

    …where people don’t really learn (they just copy and paste or use it for chats)….(3)

    …We’re back to the Middle Ages, except that we have modern tools…(4)
    – – – –
    (1)Noticias que nos igualam a massa de todas as noticias, numa soma zero, zerando a nossa existencia. Mas, e a matança, as Moby Dicks naquela enseada na Dinamarca? Cada um ali é unico ou não? E as baleias? Não noticiamos cada uma, mas o conjunto. Nem cada assassino, mas a massa de assassinos, que vira folclore, uma tribo, uma seita, uma linha de montagem.

    (2)o holocausto que voce relata na praia, no mundo, na omissão das pessoas que deveriam defender esses animais, é pior que o assassinato em si, os omissos são piores que os assassinos? E a morte? As baleias mortas na agua do mar vermelho, avermelhado de sangue, como se uma placenta explodisse abortiva? Nossa mãe natureza morta? Lembranças dos mortos que nos deixaram? Mortes inexplicaveis ou justificaveis?

    (3) chats, copy and paste, linguagem burra e binaria da internet que simula uma vida inteligente e ficamos anestesiados nessa tela, teclando coisas insignificantes porque não possuem significados, vazios de conteudo, que com imagens e sons ficam redundantes, como somos diante dessas maquinas que processam memorias e lembranças rapidamente, sucateando nossas historias de vida, agora tornadas banais num mero copy and paste. Cade o dialogo? Cade a vida humana? Evitamos os outros e preferimos chatear em chats?

    (4) Nova idade media, como o Cazuza cantava na musica dele. Com artefatos digitais, ilusoes de um novo deus, com novas catedrais em formato de home theatre, com som dolby surround ecoando os sinos e os hinos misticos na forma de efeitos sonoros que acompanham os efeitos visuais dos novos deuses criados na tela em 3D, em Blu-Ray, em HDTV. Somos vassalos de quem? A quem devemos o pagamento de indulgencias? Quais os hinos que devemos entoar? Qual catecismo seguir? Aonde estão Copernico, Nicolau de Cusa, Kepler e Galileu para nos libertar das amarras das trevas digitais?

    Talvez Gerald sejamos a geração dos “servos das glebas em pixels”?

    See you, G!

  197. Tene Cheba

    Hoje, uma da tarde, tarde mais que uma, uma mais que três.
    Hoje já é amanhã, amanhã tão noite, amanhã de dia.

  198. OS GRANDES PREDADORES.

    Aumento no consumo de carne de animais selvagens na África pode levar à extinção de gorilas e chimpanzés. Abatidos, eles servem de comida às populações locais. Vendidos no mercado internacional, a preços altos, sua carne vai parar em mesas que a consideram um petisco exótico.

    A cada dia, Londres recebe 10 toneladas de caça proveniente da África. Colecionadores estrangeiros chegam a pagar até US$ 1.000.00 pela cabeça de um animal e uma máfia se encarrega do contrabando.

    GEOGRAFIA DA MATANÇA.
    – Chimpanzés, gorilas, elefantes, antílopes.

    http://www.veja.abril.com.br/270405/p-112.html

    Fonte: Revista Veja – Ambiente – 27/04/2005

    PS.: Não sou (só) vegetariana e nem “ecochata” (rs) mas entendo que animais “podem” ser transformados em comida, companhia (nossos “bichinhos de estimação”); prestam-se para a prática de alguns esportes e/ou meios de transporte e pesquisas cientificas e ah … estou sonada (rs) e encerro por hoje, tá?

    Predadores e … nós, humanos, somos os maiores predadores de “tudico” que (ainda!) existe por aqui, não é mesmo?

    Beijão!
    BOM DIA!!!

    Susan

  199. fuckedOffInTheShit

    Viva o Sarney, viva o Brasil , viva o bra-si-lei-ro !!!

    DOCUMENTO !
    O brasileiro de pau pequeno e bem suscedido socialmente e’ um ser que nao existe

    O cerebro nunca, mas o tamanho do pau sempre foi de muitissima importancia no Brasil.
    Tem mais razao quem tiver o pau maior, e’ assim que e’ !
    O cara do pau pequeno nao pode ser o chairman. Ele da uma subidinha para encarregado, supervisor e pode ate por algum tempo chegar numa gerencia. Mas quando a galera descobre, ninguem respeita. Ate a peaozada do servicos gerais avacalha o pobre condenado.

    Tamanho nao e’ documento na America do Norte
    Pode nao ser na Europa
    Mas no Brasil esse consolo pra quem tem o pau pequeno so existe na teoria.

    Aqui no pais do pe’ tem que ter pau
    Nois num tem cerebro, mas nois jogamo bola pra caralho !!!

  200. Reinaldo Pedroso

    07/08/2009 – 15:31
    Enviado por: reinaldo

    “Caro Gerald Thomas
    Há 2000 anos um cara tentou consertar as coisas erradas que a humanidade fazia e….foi crucificado!
    O ser humano é um projeto defeituoso (na minha opinião tem cérebro demais, o que o tranforma num neurótico) e certamente acabará com tudo (talvez sobre alguma roupa ou jóia de grife). Ou a evolução nos acode, criando uma mutação mais humilde, ou bye-bye human being!
    Abraços
    Reinaldo”

    Gerald
    Esse Reinaldo não sou eu.
    Reinaldo Pedroso

  201. Daniela

    Ai Gerald,

    Li seu texto ontem, vi as fotos e fui dormir muito mal.
    Fiquei exasperada. 😦

    Todas as vezes que vejo matança de baleias, tartarugas, cavalos, me deixa mal. Sinto como se fosse alguém próximo, sei lá!
    Sabe meu organismo é muito carnívoro, mas algumas vezes cheguei a ficar meses sem comer carne.
    Pois me agonia a matança, não faz parte de minha natureza ter prazer na morte de qualquer ser vivo.
    Me dói na alma.

    As fotos e o relato do que tem acontecido na Dinamarca, cujo usam como desculpa a ‘tradição’ entra novamente no que venho debatendo ha alguns dias no post anterior.
    O homem tem a incrível capacidade de fazer válidas as desculpas pais exdruxúlas para continuar com velhos e péssimos hábitos.

    Gente, a matança de baleias e golfinhos remonta à época dos vikinks, os ladrões e saqueadores, piratas, para marcar a ‘passagem do menino para homem’ em sua ‘TRIBO’.

    Credo!!! Em plena era digital, globalizada continuar com esta matança é um completo disparate.

    Tenho uma nova amiga dinamarquesa, uma pessoa tão boa que chega a doer, uma pessoa linda que emana luz, não consigo imaginá-la criando um filho para participar de algo assim tão atróz.
    Vou conversar com ela a respeito e expor o que rola no ‘reino da Dinamarca” , em alguns dias com propriedade, não quero cometer nenhum erro de julgamento.
    As fotos falam por si só , mas não pelo povo em geral.

    Sobre o Greenpeace: Não gosto de nenhum tipo de protesto agressivo, um bando de lunáticos que ganham verba para isso.
    Que em algum momento com a pressão que fazem conseguem alguma vitória. Mas este é um trabalho muito dificil, e nem só com protestos nem só com diplomacia vai ter um fim algum dia.
    O homem precisa mudar.

    O ser humano deve começar a se comportar como é chamado:
    HUMANO.

    Para que atividades bábaras como matança de seres marinhos e indefesos acabem.

    Dentre outras milhares de coisas que iriam melhorar substancialmente, inclusive o fim das guerras.

    Mas isso é de fato quase impossível.

    Pois o homem é egoísta demais para deixar seus hábitos primitivos e EVOLUIR.

    Certo estava Einstein que disse:
    ‘Não sei como será a terceira guerra mundial.
    Mas certamente a quarta guerra será com pedras e paus.’

    Tanta tecnologia, tanta ‘diplomacia’ pra isso?
    Estamos enganando a quem?

    Na pior da hipóteses se sobreviver a terceira guerra espero que tenha boa pontaria, e força, pois vai precisar para sobreviver a quarta guera, e ai quem sabe, o homem não aprenda e RE-Começe seus pequenos passos para evolução.

  202. Reinaldo Pedroso

    Mamíferos aquáticos derramam sangue quando são mortos, é chocante. Peixes não, morrem asfixiados.
    Reinaldo

  203. Reinaldo Pedroso

    Miojo!
    Reinaldo

  204. Reinaldo Pedroso

    07/08/2009 – 11:47 Enviado por: Cintia

    Cintia
    Brinquei com o nivelamento de importâncias.
    Reinaldo

  205. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 06:00 Enviado por: Reinaldo Pedroso

    Cintia
    Assyrius e MAM no post anterior, lembras?
    Reinaldo

  206. Reinaldo Pedroso

    “Zoraide,
    eu não sei se quero,
    acho que não quero

    Nhém, nhém, nhém, nhém, nhém
    na minha orelha.”

  207. Reinaldo Pedroso

    Buenas.

  208. Cintia

    bom dia!

    O Pachecão me mandou o texto abaixo e me pediu para postá-lo aqui em nome do DOIDO VARRIDO, pq ele está sem acesso ao Blog.

    beijos!

    Golfeto demorou a encontrar a toca de seus parentes da Dinamarca.
    Havia saído para nadar pelas redondezas de uma área que não conhecia muito bem.
    -Mar é mar em qualquer lugar do mundo.
    Foi o que ele disse a senhora Golfeta que havia demonstrado preocupação da hora da sua saída.
    -Afinal devias esperar o primo para perguntar dos perigos que possam existir por aqui.
    -Que perigos mulher!Estamos na Dinamarca. Dinamarca entendeu?Eu já nadei até no Brasil imagine aqui que é terra de gente civilizada.
    Golfeta ficara calada. Conhecia seu marido e sabia que ele era cabeça de peixe.
    Golfeto havia nadado por vários correntes. Pensou em regressar ao notar que a água começava a ficar rubra.
    -Que merda é esta. Parece sangue!
    E tratou de regressar.
    Ao chegar a toca de sues primos distantes teve uma surpresa desagradável.
    Todos la dentro choravam
    -O que aconteceu?Porque estão chorando?
    Então seu primo lhe disse.
    _Golfeto querido. Uma desgraça. Perdemos os nossos filhos.bem que eu havia avisado para não irem próximos da ilha.Bem que tentei evitar.Não teve jeito.Não me ouviram.
    -Sim entendi. Mas o que tem de mal em um simples passeio.
    -Os humanos golfeto.os humanos tão desumanos.Eles fizeram uma enorme matanç.Eles mataram os nosso filhos.Pobres peixinhos.O Golfito sonhava em ser o próximo Fliper e o Golfitinho queria daqui a dois anos trabalhar com a marinha dos Estados Unidos.O primo mais velho quando esteve aqui o convidou.Disse a ele que os marinheiros os treinam e os tratam muito bem.Veja quantos sonhos foram destruídos.
    Golfeto não pensou duas vezes e disse:
    -minha velha vamos embora.Pra mim chega de primeiro mar.Vamos voltar para o Brasil.
    -O Brasil!
    Todos pareciam admirados.
    -Porque o Brasil?Disseram em coro.
    -Porque apesar dos pesares e salvo um louco ou outro por lá ainda amam os golfinhos.
    Tenho a palavra do Fliper e até de um humano.
    -Que humano?Você falou com um deles?
    -Eu não, mas um colega me contou que ele conversa com um velho marinheiro.
    -Que marinheiro é este que fala com nós.
    -Se ele fala não sei. O que sei é que o chamam de Doido.Doido varrido e ele também navega e tenta sempre falar com os de nossa raça.
    E dizem que Iemanjá o protege.Então eu confio nele.Vamos agora?
    E todos partiram deixando a Dinamarca e seu mar sujo de sangue.
    Rumo ao BRASIL
    Onde certamente serão bem recebidos.
    Ou não!

    Obrigado.

    Pacheco.

    Embarcado no rebocador Sombrado fundeado no TMB de Belmonte esperando hora de nova saída.

  209. Ana Paula

    Bom dia pessoALL,

    Favor não confundir nick “Ana” com “Ana Paula”.
    Desimportante, mas necessário.
    Abraços.

  210. Ana Paula

    Mr. Thomas fez referência ao termo “MACHO” (acredito eu) por conta dos rituais de passagem masculinos, que sempre contam com assassinato de alguma coisa ou alguém. Com direito a machos orgulhosos se esfregando de satisfação. Não achei sexismo.

  211. Ana Paula

    Daniela,

    Fico muito feliz de saber que existem eco-terroristas como o PETA. O Greenpeace é light, vai por mim.
    O que é feito é selvagem. Para ser deflagrado é necessária uma cena, é preciso chamar a atenção.
    Celebridades já usam muito menos casacos de pele depois que o PETA começou a avacalhar o mundo delas.
    Mas vou deixar claro aqui: carne de baleia para o esquimó e casaco de pele para o Siberiano é direito, heim!!!!

    Abraços.

  212. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    Isto aqui parece a lei do fumo. Não pode fumar em ambiente fechado.
    Artista, religioso pode. Vivemos num mundo de exceções.
    Pode uma coisa e não pode outra, de acordo com as conveniências sociais político e religiosas?
    Que mundo é esse? Cada um faz o seu?
    O Japão é o pais que mais mata baleia com a desculpa esfarrapada que é para estudo científicos.
    Por que eles não comem as cobaias depois de mortas?
    Chega de hipocrisia.
    É preciso estabelecer uma quantidade para que a espécie possa se renovar.
    Em de Itanhaem, ha 40 anos havia campeonato de pesca, na praia.
    Pegava-se muito robalo com linha e anzol.
    Arrastando rede, dia e noite, anos e anos acabaram com os peixes.
    Todo mundo quer comer um filezinho no almoço, mas ninguém quer saber como o boi morreu.
    Com uma martelada na cabeça;

  213. joel pinheiro

    Li tudo de todos. O que nós estamos fazendo, denunciando, enfim agindo para barrar os crimes, ambientais ou não que ocorrem a um palmo do nosso nariz, às vezes no próprio nariz? Não vou desqualificar as fotos e texto de G. Thomas, eles falam por si mesmos. É fácil falar, criticar e ficar com nojo. Difícil é agir. Agir verdadeiramente, e não ficar olhando fotos e provocando enjoos em si e nos outros. Quantos não precisam olhar para dentro e fora de nós mesmos e verificar se não estamos causando nojo a outras pessoas com as nossas atitudes?

  214. Rio Maynart

    Neste minúsculo e lindo Planeta não existem mundos civilizados.

    “A NATUREZA HUMANA É A MESMA EM QUALQUER LUGAR”.

    Frase da grande escritora inglesa Agatha Christie através da boca de suas duas mais célebres personagens: A bonachona e inteligentíssima velhinha MISS MARPLE e o pequeno e brilhante detetive belga HERCULE POIROT.

  215. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    PIOR QUE MASSACRAR ANIMAIS É MASSACRAR O PROPRIO SER HUMANO.

    ROTA CONTINUA EXALTANDO
    A DITADURA MILITAR

    Celso Lungaretti (*)

    Em outubro/2008, enviei carta aberta ao governador José Serra (ver aqui), protestando contra os elogios que a Rota (ex-Rondas Extensivas Tobias de Aguiar) fazia, em sua página virtual, à atuação por ela desenvolvida durante a ditadura militar, quando apoiou o arbítrio.
    Historiei a atuação dessa unidade da Polícia Militar, criada para combater a guerrilha urbana e que, depois de massacrados os combatentes da resistência à ditadura, passou a aplicar os mesmos métodos de torturas e assassinatos contra criminosos comuns.
    Lembrei que o excelente livro Rota 66, do colega jornalista Caco Barcellos, documentara “4.200 casos de assassinatos cometidos pela Rota nas décadas de 1970 e 1980, tendo como vítimas, quase sempre, jovens pobres, pardos e negros (muitas vezes sem antecedentes criminais)”.
    E cheguei ao fulcro da questão: a Rota continuava destacando, com indisfarçável orgulho, os atentados que cometeu contra a democracia (ver, aqui, os itens História do Batalhão e Os Boinas Negras).
    Reproduzi vários trechos da página virtual, como este:
    “Mais uma vez dentro da história, o Primeiro Batalhão Policial Militar ‘Tobias de Aguiar’, sob o comando do Ten Cel Salvador D’Aquino, é chamado a dar seqüência no seu passado heróico, desta vez no combate à Guerrilha Urbana que atormentava o povo paulista”.
    Aliás, tal batalhão, antes mesmo de dar origem à Rota, já cumprira papel deplorável na quartelada de 1964, atuando como força auxiliar dos golpistas das Forças Armadas. E isto também era objeto de louvação virtual:
    “Marcando, desde a sua criação, a história desta nação, este Batalhão teve seu efetivo presente em inúmeras operações militares, sempre com participação decisiva e influente, demonstrando a galhardia e lealdade de seus homens, podendo ser citadas, dentre outras, as seguintes campanhas de Guerra: (…) – Revolução de 1964, quando participou da derrubada do então Presidente da República João Goulart, dando início à ditadura militar com o Presidente Castelo Branco”.

    Era, comentei, “a voz do passado que continua ecoando no presente, à custa dos impostos pagos pelos contribuintes paulistas”.
    E conclui assim a carta ao Serra:

    PLÍNIO MARCOS
    Nesta edição, não como nas outras, o brasileiro imortal já morreu. Mas, ele não poderia, pela sua imensa importância, ficar fora desta galeria.
    Plínio Marcos – falou um dia, Sábato Magaldi: “Se Oswald de Andrade, Nelson Rodrigues, Jorge Amado, Ariano Suassuna, Gianfrancesco Guarnieri, Oduvaldo Viana Filho, Augusto Boal e Dias Gomes, entre outros, deram contribuições especiais à dramaturgia brasileira, a de Plínio Marcos foi a de incorporar o tema da marginalidade, em linguagem de desconhecida violência.”
    “Não faço teatro para o povo, faço teatro em favor do povo. Faço teatro para incomodar os que estão sossegados. Só por isso faço teatro.”
    “Minhas peças são atuais porque o país não evoluiu.”
    “Fui perseguido pela censura, mas fiz por merecer.”
    Plínio Marcos
    A censura não foi só da hedionda ditadura militar de 1964, foi, também, dos grandes meios de comunicação, tipo Folha de SPaulo, Veja, Ultima Hora e, principalmente, da fraudulenta Rede Globo. Como eu já disse outro dia, na Globo só tem capacho. E, quem conhecer algum que não seja, venha com as provas, pois, neste caso, o ônus da prova cabe ao acusado. Ponto final. (Mano Brother da Vergueiro)

  216. Cintia

    Rio,

    Isso a minha Mãe tb dizia:

    “A humanidade é uma só.”

  217. Que Coisa Horripilante, Engasga Comentar Nossa Loucura Desumana, Desvinculada De Amor…Ó Homem Insano, Por Que não Ser Poeta, Asceta, Pateta? Tens Que Ser Demônio, Vampiro De Sangue Indefeso?
    Arre égua!!!

  218. Cintia

    Sobre Mães e GT.

    “A humanidade é uma só.”

    “me sinto como se estivesse num enorme campo de futebol, cercado de mil jogadores felizes, por terem essa tal de bola que eu não consigo enxergar.”

    Em qq época, em qq lugar do mundo,
    crueldade “suja” ou crueldade “limpa” dá no mesmo.

    O homem é um animal em evolução, como qq outro.
    O homem ainda é, de toda forma, um animal.
    É por isso que o Gerald está procurando a bola.

  219. Rio Maynart

    E ela estava certa, Cintia.

    E não é só os golfinhos que sofrem e perecem com a animalidade humana; Num país aqui mesmo do nosso continente, vizinho a nós, não lembro bem qual, a perversidade e estupidez do homem é sem limite. Eles capturam aqueles bichinhos encantadores – acho que o nome é chilli, não sei bem – e os penduram de ponta-cabeça e ainda vivos lhes retalham e lhes tiram a pele para vender ainda fresca nas feiras daquele país.
    Os bichinhos depois de sofrerem esta tortura são ali deixados vivos para morrerem à míngua e lentamente enquanto vivem as mais lancinantes dores.

  220. Gente to passada a ferro!
    esta difícil abrir o post, pelas fotos.

    Ana,
    Não sou exatamente contra os greenpeace, nem contra o Peta. Só acho que toda forma de terrorismo é errada. Porém reconheço que é necessária. Afinal estamos falando de homens, onde o válido são ou os oito, ou os oitocentos milhoes.
    O homem vive no extremo comete os mesmos erros sem parar e observar que pode ser diferente.
    Pena!

  221. Márcio M

    Notícias do mundo do sexo

    1-Descolei o DVD da Andréia Albertini
    A travesti Andréia Albertini – que morreu recentemente de AIDS – ficou famosa ao ir fazer um programa com um famoso jogador de futebol no motel Papilon, no Rio. Mas que papelão, hein Ronaldo !!! Na contra-capa do DVD lê-se o seguinte: ”sao duas cenas de tirar o fôlego! “.

    2-Fernanda Young vai sair nua na Playboy brasileira
    A escritora Fernanda Young (que poderia muito bem ser a mulher de Gerald Thomas, ia ser o casamento perfeito, tipo almas gêmeas mesmo) vai exibir suas tatus na Playboy. Separei uma bela frase da Fernanda Young que eu tirei de um de seus romances: “Um artista não poderá viver assim, tão secamente. Não pode fazer-se sertão, caatinga, não pode ter um existir nordeste” – Fernanda Young.

    Agora, voltemos às baleias. Acho que o Mick Jagger come caviar.

  222. Cintia

    As expressões de horror, principalmente das mulheres aqui, tipo ‘ó, pobres bichinhos…’, me lembrou essa estória de MACHO ALFA, rs.
    Mas e aí, mulherada?
    Daquela ‘pegada pré-histórica’ vcs gostam, né!
    😀

    beijos! bom sábado a todos!

    WIKIPÉDIA
    “Em biologia, quando se estuda a ordem social dos animais superiores e sociais (como os lobos, primatas, etc) o macho alfa / fêmea alfa é o líder. O macho alfa tem força, habilidade para caça, facilidade para tomar decisões, personalidade marcante e bravura.

    O macho é acompanhado pela fêmea alfa e, juntos, demonstram sua autoridade, jamais permitindo que os outros animais se insurjam contra eles. É o primeiro a se alimentar e possui primazia na cópula e escolha das fêmeas. O macho alfa frequentemente demonstra seu domínio rosnando, mordendo, perseguindo, dilacerando, ou descansando sobre outros animais, até que sua superioridade seja posta a prova por algum outro integrante do grupo que, se vencê-lo no embate, passa a assumir sua posição.”

  223. Viking dos Infernos

    E esses losers (dinamarqueses) tavam raclamando aos 4 cantos, contra a comemoração brasileira na VITÓRIA (coisa que loser não conhece) no futebol (Copa das Confederações, na África do Sul) com um terível ato (segundo os animals dinamarqueses): jogadores e comissão técnica se ajoelaharam no meio de campo, deram-se as mãos e…REZARAM!!!
    hahahahahaha
    E os caras (os dinamarqueses) NÃO GOSTARAM! Sentiram-se ofendidos!
    hahahahahaha
    hahahahahaha

  224. sol - sampa

    Faz um tempo eu venho indicando o filme Home , e acho que tem tudo a ver com o momento que chegamos nesse blog. Quero insistir, HOME O mundo é nossa casa, do Luc Besson, no you tube.ILY,G. Sentimos nojo isso é um forte sinal. Talvez tomar consciência seja um primeiro passo..mas que caminhada se faz se não dermos o primeiro passo?
    beijos a todos

  225. Pois é Cintia,
    como eu disse PRIMITIVOS,
    os homens agem como se fossem animais.
    O Macho alfa isso ou aquilo, ridículo.
    Então se degladiam e se dilaceram…..
    O mais forte deve sobreviver…..
    Aff!!!!

    דניאלה

  226. Marcello Bosschar

    Nojo Sim! Absurdo sim! Imperdoável sim! Mas aceitável se embalado, carimbado, congelado e consumido? E as prateleiras dos super-mercados repletas de carne disso, daquilo, daquilo outro, língua, pé, pata, lombo, costela, pernil, coxa, peito… somos todos vegetarianos? Pois se nao somos e nos indignamos com estas imagens o que seremos entao? Porque nao nos indignamos com os abatedouros? Porque nao nos indignamos com as pessoas que consomem carne, alimentando assim toda uma indústria da morte? O que os olhos nao veem o coracao nao sente? O que a língua aprecia o coraçao desmente? As vacas que saem dos caminhoes, com pernas tremulas da viagem torturante e que sao arrastadas até o ponto onde, com uma pancada forte na cabeça sao mortas, os “Chesters” que sao geneticamete modificados e que já nescem com um peito tao grande que mal conseguem andar, galinhas que estao nascendo sem pernas por nao andarem por tantas geraçoes de vida em caixas… Deus meu… Tudo está bem enquanto tomar a forma de uma coxinha que é servida num aniversário infantil??? Os habitantes da tal Ilha (que em comum com a Dinamarca tem a sua Rainha e muito pouco mais além disso, possui uma autonomia política que com orgulho preza a sua falta de vínculos com a Dinamarca e ficaria terrivelmente ofendido se considerados Dinamarques) deveriam se envergonhar mas duvido que este massacre que acontece 1 vez por ano chegue aos pés, ou patas da quantidade de animais que sao mortos, por dia em qualquer um destes abatedouros espalhados por nosso planeta… Mas que bom, pela reaçao dos comentaristas acho que começa aqui uma concientizaçao de como nós nao diferimos muito dos que matam visto que somos do time dos que consomem aquilo que é morto pelo time dos que matam!!! Eu já nao como carne há mais de 20 anos mas tenho comido peixe. Imagens assim me fazem sim questionar porque simplesmente nao páro de alimentar uma indústria que fatura com a morte e o sofrimento. Aí sim, quando parar de comer de peixe (ou mamíferos), vou escrever novamente para esta coluna chamando essa galera de Filhos da Puta! Em uma homenagem a um amigo querido que faleceu neste ano, George Furth, lembro que ele dizia: Nao como nada que possua um rosto, uma mae ou um sistema nervoso central!!!

  227. gthomas

    Fiquei me perguntando o que fazer.

    Boicotar produtos dinamarqueses? Quais sao eles? Eles exportam manteiga, presunto, bacon…Essa seria uma forma de agir?

    Mas se fossemos boicotar todos os paises que cometem atos com os quais nao concordamos, estariamos boicotando todos. E eles a nos (incluo o BR e USA).

    Entao, como o joel colocou acima: o negocio mesmo eh IR LA E CATAR ESSE PESSOAL NA PORRADA E MATA-LOS A ARPAO.

    Pronto. Licao rapida.

  228. gthomas

    Boa, Lucio

    LOVE
    G

    sobre aquela materia re: Dogma 95 (nao sei de onde vc escava essas coisas, mas escava!)

  229. gthomas

    Marcello querido:

    08/08/2009 – 15:10
    Enviado por: Marcello Bosschar
    Nojo Sim! Absurdo sim! Imperdoável sim! Mas aceitável se embalado, carimbado, congelado e consumido? E as prateleiras dos super-mercados repletas de carne disso, daquilo, daquilo outro, língua, pé, pata, lombo, costela, pernil, coxa, peito… somos todos vegetarianos? Pois se nao somos e nos indignamos com estas imagens o que seremos entao? Porque nao nos indignamos com os abatedouros? Porque nao nos indignamos com as pessoas que consomem carne, alimentando assim toda uma indústria da morte? O que os olhos nao veem o coracao nao sente? O que a língua aprecia o coraçao desmente? As vacas que saem dos caminhoes, com pernas tremulas da viagem torturante e que sao arrastadas até o ponto onde, com uma pancada forte na cabeça sao mortas, os “Chesters” que sao geneticamete modificados e que já nescem com um peito tao grande que mal conseguem andar, galinhas que estao nascendo sem pernas por nao andarem por tantas geraçoes de vida em caixas… Deus meu… Tudo está bem enquanto tomar a forma de uma coxinha que é servida num aniversário infantil??? Os habitantes da tal Ilha (que em comum com a Dinamarca tem a sua Rainha e muito pouco mais além disso, possui uma autonomia política que com orgulho preza a sua falta de vínculos com a Dinamarca e ficaria terrivelmente ofendido se considerados Dinamarques) deveriam se envergonhar mas duvido que este massacre que acontece 1 vez por ano chegue aos pés, ou patas da quantidade de animais que sao mortos, por dia em qualquer um destes abatedouros espalhados por nosso planeta… Mas que bom, pela reaçao dos comentaristas acho que começa aqui uma concientizaçao de como nós nao diferimos muito dos que matam visto que somos do time dos que consomem aquilo que é morto pelo time dos que matam!!! Eu já nao como carne há mais de 20 anos mas tenho comido peixe. Imagens assim me fazem sim questionar porque simplesmente nao páro de alimentar uma indústria que fatura com a morte e o sofrimento. Aí sim, quando parar de comer de peixe (ou mamíferos), vou escrever novamente para esta coluna chamando essa galera de Filhos da Puta! Em uma homenagem a um amigo querido que faleceu neste ano, George Furth, lembro que ele dizia: Nao como nada que possua um rosto, uma mae ou um sistema nervoso central!!!

    GT- nunca vi carne de golfinho em prateleira alguma. Ou de filhote de baleia. Isso nao passa de um ritual machista idiota e imbecil. Matar filhotes indefesos? Jura que vc compara isso a Vacas abatidas praticamente sem dor? Bom, eu acho tudo (os carnivoros) um absurdo tambem…Ma essa ai em DK foi de fuder
    LOVE
    G

  230. momento ro – bot – ico :

    Se você tem responsabilidade ecológica a dica é única: ASSINEM A PETIÇÃO!

    Vamos arrecadar assinaturas e tentar acabar de uma vez com esta tragédia ambiental…
    Clique no link abaixo para assinar:

    http://www.thepetitionsite.com

    – Help Save Japan’s Dolphins

    – Help Stop McDonald’s Cruelty Now!

    – End Animal Abuse in Canadian Puppy Mills
    Urge the Canadian government to end the animal abuse in the puppy mill industry.

    – Close the Health Care “Doughnut Hole”

    – Press Senate on Climate Legislation

    – Fighting Cancer Requires Health Care Reform

    – Permanently Ban the Sale of Ivory

    – Urge Congress to Permanently Protect the Arctic Refuge!

    Categories
    * hottest petitions
    * NEW petitions
    * animal welfare
    * corporate accountability
    * education
    * environment/wildlife
    * health
    * human rights
    * media, arts, culture
    * politics
    * spirituality & religion
    * browse all

    people signing now
    38,049,840 petition signatures

    success stories
    1,328,430 petitions created

    [Ratchet]
    70,225 signatures!
    M.A.R.S. Safe Haven

    >> A U.S. soldier’s dog Ratchet was released from Iraq and sent home safely to the U.S.<<

    [Beluga]
    12,472 signatures!
    Ocean River Institute
    The beluga whale of Cook Inlet, Alaska was put on the endangered species list.

    [Air Pollution]
    35,079 signatures!
    Earthjustice
    For the first time in 30 years, the EPA put tighter restrictions on the permissible amount of lead in the air.

    [Ocean Monuments]
    28,960 signatures!
    Concerned Care2 Members
    One of Bush’s last acts as President was to designate three marine monuments in the Pacific Ocean.

    {and so on}

  231. THIS IS AN ACT OF BARBARISM! STOP THIS RITUAL!

    Faroese government contact information:

    Prime Minister’s Office
    L%u03C8gmansskrivstovan
    Tinganes
    P.O.Box 64
    FO- 110 T%u03C3rshavn
    Tel: 298 351010
    Fax: 298 351015
    E-mail: info@tinganes.fo

    Faroe Islands Tourist Board contact information:

    Faroe Islands Tourist Board
    Samvit%u2014Faroe Islands Enterprise
    Bryggjubakki 12
    P.O. Box 118
    FO-110 Torshavn
    FAROE ISLANDS
    E-mail: tourist@tourist.fo

  232. para quem quer ir até lá dar porrada :

    VIAGEM E TURISMO NA DINAMARCA

    Seja qual for o objetivo de sua visita, turismo , negócios , protesto ou pancadaria , você encontrará tudo que precisa : informações gerais, acomodações e reservas, fotos, mapas, eventos, arte, cultura, lazer, etc.

    Clique nos links que se seguem e você será transportado para o portal oficial da Agência Nacional de Turismo da Dinamarca ou para o site do Escritório Oficial de Turismo de Copenhague .

    A melhor época para visitar a Dinamarca é, obviamente, o verão (junho a agosto) [ é agora pessoal ! ] quando as temperaturas ficam por volta de 20oC, em média; o mês mais frio, fevereiro, registra médias de 1,2oC. O clima de Copenhague aproxima-se mais das características de cidades européias como Londres e Amsterdã do que de outras capitais escandinavas.

    A moeda na Dinamarca é a coroa dinamarquesa (kroner, DKK), que é dividida em 100 øre. A taxa de câmbio é aproximadamente US$ 1/DKK 6-7 (cartões de crédito internacionais são amplamente aceitos).

    O dinamarquês é a língua oficial, mas praticamente todos dominam o inglês como segunda língua . Vôos regulares ligam Copenhague aos principais aeroportos do Brasil.

    Os dinamarqueses são hospitaleiros e informais, e o interesse pelo Brasil é crescente, especialmente entre os mais jovens.

    Brasileiros não necessitam de visto para visitar a Dinamarca por um período de até 90 dias. Veja outros requisitos para viajar para a Dinamarca , caso esteja mal intencionado .

  233. Cintia

    Não faz sentido uma pessoa se revoltar contra os abatedouros e continuar comendo peixe, que é morto de forma violenta tb.
    Como é que se mata alguma coisa sem violência?
    Ah, me desculpem viu.
    Daqui a pouco vai ter gente dizendo que qdo se puxa uma laranja do pé ou uma alface da terra elas tb sofrem e sentem dor, e é melhor a gente se alimentar de luz.
    Pretender que o mundo volte a ser o Jardim do Éden é meio complicado viu.

  234. T,MT

    Ana Paula, não vou lhe responder ”babando ódio” ( que falta de elegância, não?). Mas lhe digo: muitos dos comentários, que defendem o fim da caça à baleia, são hipócritas. São hipócritas porque, disseminando tanto amor às baleias, ocultam a seguinte perversidade: os comentadores não se revoltam com as galinhas, que tem suas vidas naturais agredidas pelas mãos humanas. Eu nunca vi um grande protesto em defesa das galinhas. Agora, discursos mais ou menos assim “Salvem as baleias! Vamos proteger esses seres indefesos etc., etc., etc.” sensibilizam as pessoas porque há ,sim, no coletivo, uma imagem das baleias como seres doceis, bondosos, e tantos outros preconceitos. Baleia é um bicho como qualquer outro: age instintivamente, não é capaz de criar nada porque não pode refletir. Portanto, não há nada de errado em caçar baleias. É um costume do povo dinamarquês. É uma tradição cultural dinamarquesa repleta de valores, que possuem uma beleza própria. Os defensores das baleias tentam suprimir a beleza e vigor de uma cultura, quer com discursos emotivos, quer com imagens de sangue. Talvez esse seja o plano deles: suprimir a diversidade cultural em nome de um bem absoluto e tirano.

    Não!: deixem as crianças, os homens e as mulheres viverem sua tradição! Deixem a esposa desejar boa sorte para o marido caçador! Deixem o jovem sonhar em pilotar embarcações!

    Deixemos o navegar livre para todo o sempre, senhores!

    T, MT

  235. Boa Tarde.

    Tentarei enviar este comentário direto para o blog.

    Estou navegando jade regresso para Vitoria e levando a reboque uma draga conforme noticiei anteriormente.
    No momento nas proximidades de porto Seguro o modem que uso acusa sinal mais intenso.
    Pode ser que eu consiga enviar.Veremos.
    Amigas e amigos.
    Não poderia imaginar que houvessem comentários senão os que concordassem com a palavra nojo.
    Ficar martelando em outras possibilidades me parece redundante e não nos levará a novidade alguma.
    Sim.Comemos cadáveres e isto há muitos anos.
    Ou pedaços de cadáveres que compramos em super mercados.Ou alguém tem outro nome para a picanha maturada ou não?
    No caso destes golfinhos a questão não é comer ou não.
    O que se destaca é a estupidez.A infâmia do ato de barbárie.
    E cometida por um povo que ao mesmo tempo apresenta ao mundo o maior de todos os navios até hoje construído.
    Então como marinheiro eu digo.
    Salve os dinamarqueses que fizeram o navio.E operam com sucesso.
    E aos que matam golfinhos inocentes e amigos nossos eu digo com licença das amigas e amigos que eles vão a puta que os pariu.
    Inclusive todos que aparecem nas fotos apreciando a horrível cerimônia.
    E que Deus me perdoe por xingar mães dinamarquesas ou não.

    Obrigado.

    Pacheco
    .
    😉

  236. Azul

    ” Nao temos como comparar a vacas , galinhas…que sao *criadas* para alimento e abatidas de forma …digamos *sem dor*….e nao estao em *extincao*…ate porque volto a escrever sao *CRIADAS para alimentarem os seres humanos*.
    Assim como os peixes em cativeiros , camaroes etc etc…..

    Beijos

    BOM FIM DE SEMANA…

    GT- nunca vi carne de golfinho em prateleira alguma. Ou de filhote de baleia. Isso nao passa de um ritual machista idiota e imbecil. Matar filhotes indefesos? Jura que vc compara isso a Vacas abatidas praticamente sem dor? Bom, eu acho tudo (os carnivoros) um absurdo tambem…Ma essa ai em DK foi de fuder
    LOVE
    G

    Assino embaixo Magnifico….

  237. Cintia.

    Obrigado por teres ajudado o Doido.

    Pedi também a Sue e ao Gerald.
    Valeu.
    Inclusive antes da minha saída de Vitoria eu mandei um comentário antecipado para o geral moderar mas acredito que ele esqueceu.
    Amanhã estarei navegando em áreas baleias Jubartes e tentarei tirar fotos. Conseguindo depois envio para vocês.
    Quanto a tua indagação eu sei que tem uma americana do norte que ficou rica ensinando com aliviar a matança de gado e ainda aproveitar melhor a carne.Ela inclusive é contratada da rede Mcdonalds.
    Procure que no velho amigo Google tem matéria a respeito.

    XXX
    😀

    Pacheco

  238. ANIMAIS PARA CONSUMO …
    Transporte e métodos de abate:
    – Bovinos
    – Suínos
    – Aves
    – Peixes
    – Patê de foie-gras
    – Vitela
    – Outros: baleias, tubarões, caranguejos, lagostas, rãs, jumentos, cães, gatos, macacos

    Conheça:

    http://www.pea.org.br/crueldade/abatedouro/index.htm

    MACACOS (por exemplo):
    Há requintes, ainda, mais abomináveis como o hábito de se consumir o cérebro de certos primatas no Japão. Em um tipo de cerimonia macabra, o grupo de comensais se reúne para refeição numa mesa em que orifícios ocupam o lugar do prato.

    Ali são encaixadas as cabeças de macaquinhos vivos, cujos pelos foram raspados. Com a ajuda de um martelinho as pessoas batem no cranio do animal, até que ele desfaleça. Então, o garçom retira os ossos superiores da cabeça dos macacos, expondo-lhes os cérebros, que recebem temperos e molho de soja. Isso feito, são imediatamente saboreados com o uso daqueles “palitinhos” típicos da culinária oriental.

    FORMIGAS:
    Na França consomem-se formigas de “abdomem doce” – guloseima cara e requintada. As formigas são mergulhadas numa calda quente de chocolate derretido, de modo que o processo envolva apenas sua barriguinha – chocolate quente como cobertura apenas lá, deixando de fora o resto do seu corpo. O “produto” é colocado em caixas especiais para venda e acredita-se que elas ainda sobrevivam por algumas horas ou dias.

    Susan

  239. claudio.

    Pode haver quem valorize as mulheres igual a mim.Mais do que eu duvido.

    Tive mama e nona di core capito?

    Varinha de marmelo como corretor e moderador de estrepulias e erros.
    Duas senhoras que choravam comigo.

    Tres irmãs que me ensinaram quase tudo na vida.
    Hoje velhinhas um pouco mais do que eu.
    Para estas irmãs sempre fui e talvez morra sendo ainda o Zezinho.

    Atualmente vivo com a Baby.

    E minha melhor amiga é a Ana que sabes ou penso que saibas ser a minha filha.

    Portanto a minha ausencia do G Diet nada tem a ver com mulheres.

    Voce e o Contrera adotaram uma entrada meio dificultosa.

    E eu fico na maior onça da vida quando tento entrar.

    Ficar na onça é giria de marinha e significa encontrar dificuldades.

    claudio melhore o seu marcianes.Estas usando termos muito modernos e fico na onça para entender.

    Já pedi ao meu amigo Marciverde para me enviar um livro moderno.Pode ser que esta noite ele resolva passar aqui pelo mar e pouse no rebocador.
    O problema é que ele não pousa se notar que tem alquém alem de mim acordado.
    E rebocando muitos ficam na vigilancia.

    Só se o pai dele ficar pairando nas proximidades e ele desça num aparelho minusculo.

    Se ele vier eu te aviso.

    Abraços.

    Pacheco

    🙂

  240. O mar continua lindo

    A vida ´bela.

    Amanhã nosso cozinheiro fará a pedidos uma puta de uma feijoada.

    Com seis pes de suinos de lambuja entre as carnes a serem usadas.

    Adivinhem para quem serão dois dos pés.

    ACERTOU QUEM RESPONDEU QUE SERÃO COMIDOS PELO CRITICO DE ARTE.

    Fui.

    Sinal enfraquecendo.

    Durmam em paz.

    Boa noite e obrigado.

    😀 Eu

  241. gthomas

    Marcello Boschar

    eh essa, na verdade a resposta que eu queria ter te dado:

    08/08/2009 – 16:57
    Enviado por: Pacheco
    Boa Tarde.
    Tentarei enviar este comentário direto para o blog.
    Estou navegando jade regresso para Vitoria e levando a reboque uma draga conforme noticiei anteriormente.
    No momento nas proximidades de porto Seguro o modem que uso acusa sinal mais intenso.
    Pode ser que eu consiga enviar.Veremos.
    Amigas e amigos.
    Não poderia imaginar que houvessem comentários senão os que concordassem com a palavra nojo.
    Ficar martelando em outras possibilidades me parece redundante e não nos levará a novidade alguma.
    Sim.Comemos cadáveres e isto há muitos anos.
    Ou pedaços de cadáveres que compramos em super mercados.Ou alguém tem outro nome para a picanha maturada ou não?
    No caso destes golfinhos a questão não é comer ou não.
    O que se destaca é a estupidez.A infâmia do ato de barbárie.
    E cometida por um povo que ao mesmo tempo apresenta ao mundo o maior de todos os navios até hoje construído.
    Então como marinheiro eu digo.
    Salve os dinamarqueses que fizeram o navio.E operam com sucesso.
    E aos que matam golfinhos inocentes e amigos nossos eu digo com licença das amigas e amigos que eles vão a puta que os pariu.
    Inclusive todos que aparecem nas fotos apreciando a horrível cerimônia.
    E que Deus me perdoe por xingar mães dinamarquesas ou não.
    Obrigado.
    Pacheco
    .

  242. ARTE CONTEMPORANEA (???!!!)

    Voces muito provàvelmente se lembram …

    Em 2007, o artista plástico costa riquenho Guilhermo Vargas Habacuc decidiu “homenagear”, durante a BIENAL COSTARIQUENHA DE ARTES VISUAIS (BIENARTE), uma mulher da Nicarágua (Natividad Canda) que morreu vítima do ataque de cães rottweilers.

    Pelo menos assim justificou a sua “arte”: expos um cão vadio, que teria sido capturado nas ruas de Manágua, amarrado a uma curtíssima corda, privado de água, comida ou qualquer tipo de assistencia veterinária.

    Guilhermo deixou o indefeso e doente cão – a quem deu o nome de Natividad – preso, morrendo de sede e fome, ao mesmo tempo que na parede à sua frente se podia ler: …”eres lo que lees” (és o que lês), escrito com biscoitos para cão.

    Muitos visitantes permaneceram impassíveis diante da “tal obra”, enquanto que outros pediam a libertação do cachorro.

    Seis “jurados” o indicaram para representar o país na Bienal Centroamericana de Honduras de 2008. Critério da escolha dos seis jurados foi: …”con base en obras de gran calidad y excelente coherencia entre idea y ejecución”.

    Diante da polemica que certamente desejava causar, Guilhermo Vargas Habacuc afirmou:

    … “O importante para mim era constatar a hipocrisia alheia. Um animal torna-se foco de atenção quando o ponho em um local onde pessoas esperam ver arte, mas não quando está no meio da rua morto de fome”.
    E arrematou:

    “O cachorro está mais vivo do que nunca porque segue dando o que falar”.

    Bejão a todos!
    Susan

    PS.; Ajude a combater os maus tratos e o abandono de animais. “Posse responsável e humanitária”, tá?

    Eu teria denunciado Guilhermo!!! Acredito, por outro lado, que o Natividad-cão estava sendo alimentado, sim, fora do horário estabelecido para visitação pública.

  243. gthomas

    Realmente nao me lembro muito bem de ter feito amizades com uma galinha (oops) ou com uma vaca (isso esta ficando sexual demais). ou com um porco (ta bom ta bom, ja apertei a mao de varios politicos) (se bem que os porquinhos sao bonitinhos e judeu nao come porco).

    Mas nao me lembro de ter me encantado por nenhuma tainha, robalo, garoupa, camarao, assim….vcs sabem…no sentido de tentar pegar o numero de tel deles pra tentar marcar algo.

    NO ENTANTO: os golfinhos ja viraram serie de TV por serem inteligentissimos, por interagirem conosco, por nos “receberem” quando entramos nos harbor, eles SORRIEM pra nos.

    E essas fotos de Matanca ai em cima eh uma das coisas mais CRUEIS que ja vi.

    e deus me livre quem discorde

  244. Tudo que tenha quatro pés não sendo cadeira ,mesa , sofá , geladeira e afins chines come sim.

    Palavra e testemunho de Pachecolin.

    Não duvide.

    Pachecolin já viu.

    🙂

  245. Melro.

    Alguns chegam a pesar 500 kilos.

    Matança e pesca agora rigorosamente proibida.

    Perguntem a mergulhadores que já encontraram um melro.

    O enorme peixe se aproxima.

    E fica olhando o humano com a cara mais idiota dos mares.

    Não foge.

    Quem dispara um arpão em um peixe destes certamente mata até uma criancinha.

    Temos sim de ter nojo de tudo que é matança.

    As acontecidas na Africa.
    As de todo o mundo.
    O que dizer das camaras de gaz.
    E outras estupidez cometidas aos longos dos anos passados?

    Aprendemos algo?
    Melhoramos?

    Quem disse que somos racionais?

    Certamente foram outros doutos da nossa espécie.

    Como nos julgam os cães?
    Como nos espiam os simios?

    Somos donos de um mundo e não sabemos usa-lo?

    E quem disse que é nosso este mundo?

    Darwin estava certo ou errado?

    Foi humilhado por querer entender a evolução.

    Hoje a igreja católica reve posições antigas.

    Estaremos evoluindo?

    De non é vero!

    ACORDE VOCê TEM UMA PARTE NA RESPONSABILIDADE.

    QUE MUNDO VAMOS DEIXAR PARA OS NOSSOS NETOS?

    Se for este que vejo e sinto deixarei um pedido de desculpas para ser lido.

    Bem simples assim:

    QUERIDOS NETOS.DESCULPEM.FUI FRACO.NÃO FIZ MERDA NENHUMA.E FICOU ESTA GRANDE BOSTA PARA VOCÊS.

    Não casem nem tenham filhos.Terminem com nossa raça.

    Fomos incapazes de govefrnar o mundo.

    Vovo.

    Eu

    😀

  246. Sandra

    Boa noite!

    Acho que matar é um ato que deveria causar dor. Temos de fazê-lo, para comermos, para nos defendermos,… mas isso nunca é muito confortável.

    Se os pescadores dinamarqueses estivessem morrendo de fome, eu entenderia que tingissem o mar de vermelho. Mas eles não se sentem mal por isso? A vontade de provar um prato diferente é tão imensa que matar passa a ser uma coisa pequena?

  247. Sandra

    Quem mata um animal por prazer, se puder, fará o mesmo com um ser humano.

    Se alguém consegue tirar a vida de quem não lhe faz mal sem nenhuma dor, não fará o mesmo com quem tem raiva? Só não o faz porque a lei o segura, mas sob a licença de um louco genocida, lavaria a alma. De sangue.

  248. gthomas

    Celso Eduardo Chiaratti

    Nao, eu nao como carne de especie alguma!

    ta explicado? Ovo sim, mas nem leite eu tomo1

    LOVE
    G

  249. Alvaro Fagundes

    o que os olhos vêem e o que os olhos não vêem… milhares de porcos abatidos hoje pra gente comer. abatidos como? sei lá. pessoas morrendo na fila dos hospitais brasileiros. o que os olhos vêem e o que decidem não ver. por que matar bois e porcos e não golfinhos? por que não matar cachorros? – O mundo é uma coleção de açougues sortidos. a box of chocolates.

  250. Tene Cheba

    Infelizmente a nossa evolução não foi completa, necessitamos de proteína de origem animal, para o nosso saudável corpo estar sempre esbelto e feliz. Não digerimos a celulose, não comemos gramas por isto.
    Mas a crueldade contra animais eu repudio, doi ver esta covardia.
    Como as arenas espanholas, tenho nojo, não sinto nenhum tesão, ou frisson em ver o animal burro, no caso o touro diante do ser inteligente, o toureiro. Aí, meus contrastes e paradoxos, intimamente, que Deus me perdoe, quando o Touro vence, alguma alegria esquisita pinta na minha alma.
    Chocante, repugnante, deprimente. Mas outros mares vermelhos, com sangues também de qualidade, me arrasam da mesma forma.
    Mares manchados pelo sangue da rinha, briga de cachorros, Barretos, touros nas ruas. São essas bordoadas visuais, que deixam refém dos meus estabilizadores de humor( Amei essa expressão do Querido Contrera).Matar o animal para saciar a fome, não é legal, mas nada podemos fazer, em qualquer escala, agora, maltratar o ser vivo, apenas para o deleite, é de fato muito nojento.
    Amei o texto.

  251. Sandra

    Estava lendo o Antigo Testamento. Influência do Gerald. Sempre aprendi que o Deus do Antigo Testamento era muito duro, até mesmo cruel, mas não foi essa minha impressão. Li muitas mensagens de perdão, e as penas mais duras são dadas depois de muito cuidado para não se cometer uma injustiça e as leis vêm com as recomendações: é preciso, servirá como exemplo, senão o mal se disseminará. As leis têm sempre uma forma de repreensão: não faça, não pode, não se deve, é errado,…

    O que tem isso a ver com o post? É que o ser humano está desacostumado com LIMITES. Com ouvir NÃO PODE, NÃO FAÇA, NÃO SE DEVE, É ERRADO.
    Viramos crianças mimadas. Batemos o pé e dizemos: EU QUERO, EU QUERO, EU QUERO; Pare, pois você me incomoda.
    Voltando a falar de religião, mas indo agora para o Novo Testamento, num post em que o Gerald fala sobre a Páscoa, descrevi como era a comemoração do Domingo de Ramos, e um outro comentarista ficou indignadíssimo. Eu não o incomodo em nada com minha celebração, mas ele NÃO GOSTA.

    Como somos: EU QUERO uma casa com um carrão na garagem, uma vaga na universidade, ter o namorado ou namorada que quiser, comer qualquer coisa que eu tiver vontade. TENHO DIREITO.

    Perdoar virou dever, mesmo que a pessoa não se arrependa e nem ao menos tente fazer nada para consertar o erro.

    Precisamos crescer.

  252. Reinaldo Pedroso

    Matar humanamente.

  253. Reinaldo Pedroso

    Substituir carne por abobrinha.

  254. Sandra

    Saindo agora! Ótimo sábado para todos!

  255. Reinaldo Pedroso

    Evitar que peixes se debatam ao retirá-los da água.

  256. Alvaro Fagundes

    chocante com certeza. mas não dá pra idealizar um ser humano bonzinho. o homo vegetariano não me parece viável. e as pulsões de morte, contra quem se dirigirão? eu tenho a impressão nietzscheana de que a hiper consciência é tóxica. Acho que isso explica que a nossa era, que é a de maior volume de informação, seja o tempo de maior potencial de cinismo. não há racionalismo que dê conta. a solução é o simulacro. desdobro como se diz no nordeste, pretextos. tem que haver um exercício de formulação de prioridades, atender a todas as demandas do homo vegetariano consciencioso é impossível.

  257. Reinaldo Pedroso

    Abolir a cadeia alimentar.

  258. Tene Cheba

    Alguns seres humanos, não são completamente humanos. São definidos como humanos, por suas caras orelhas e outras semelhanças. Entupidos e constipados, são excrementos desprezíveis a qualidade humana, melhor, absolutamente desprezíveis, não alteram a nossa definição.
    Não participam, agressivos e limitados, fedem, pensam saber tudo, mas andam a pé. Notáveis babaquinhas, com deformações freudianas, que nem a mais espantosa junta de doutores em psicologia e, ou, psiquiatria conseguiria minimizar.
    Como eu tenho pena dos golfinhos, não sabem distinguir os humanos dos que se parecem humanos, mas na verdade são os monstrinhos babaquinhas, degenerências da nossa evolução.
    Pobres golfinhos.

  259. Reinaldo Pedroso

    Antropofagia já.

  260. Reinaldo Pedroso

    – Chocar é vital, argumentava a galinha.

  261. Tene Cheba

    Nós não somos paridos completamente, o estranho vinculo com a Mãe não se dissocia, completamente. Talvez, eu creio, decorra do afeto infinito que as Mães tem pelos seus filhos, nada se compara ao amor de uma Mãe pelo seu filho ou filha.
    A inteligência, foi um tremendo erro do Universo, Universo Vacilão.

  262. juliano

    Uma vez vi fotos sobre a morte de filhotes de foca, inclusive varias ONGS estavam pintando as focas pra estragar a pele. Alguém já viu ou tem essas fotos? É uma das coisas mais revoltantes e covardes que vi. Pacheco e Tene parabéns pelos comentários.

  263. Ana Paula

    Well,

    Só temos cérebro turbinado porque passamos a comer carne.
    E passamos comer carne por necessidade.
    O cérebro turbinou.
    Sobrevivemos.
    Melhorou?

    SEI NÃO. Não sei se era pra melhorar também.
    A esponja do mar é muito mais antiga e adaptada do que nós.
    Está aqui há mais tempo e provavelmente vai estar quando nos formos.

    Evolução é outra coisa.

    Darwin, aliás, nunca usou a palavra “evolução”.

    O termo certo é: ADAPTAÇÃO.

  264. Hora H 2009 – 7ª Edição – em SP, Casa das Rosas, Espaço Haroldo de Campos de
    Literatura e Poesia.
    De 14/08 a 16/08/2009
    http://www.casadasrosas-sp.org.br

    O Hora H, evento realizado anualmente desde 2003, tem o objetivo principal de
    homenagear e manter viva a obra do poeta Haroldo de Campos por meio de
    oralizações, performances, shows, apresentação de vídeos e palestras com
    importantes nomes da literatura contemporânea. A sétima edição – HORA H 2009 –
    acontece nos dias 14, 15 e 16 de agosto, na Casa das Rosas – Espaço Haroldo de
    Campos de Poesia e Literatura.

    Sexta-feira, 14 de agosto

    16h – Exibição de Galáxia Haroldo
    Documentário que apresenta leituras, canções e vídeos em homenagem a Haroldo de
    Campos. Conta com a participação de Augusto de Campos, Arnaldo Antunes, Caetano
    Veloso, Giulia Gam, entre outros. A direção é de Walter Silveira e a trilha
    sonora e direção musical sonora são assinadas por Cid Campos e Lívio
    Tragtenberg.

    20h – Abertura oficial do evento
    Conversa com Décio Pignatari

    Décio Pignatari, criador do poema-código e semiótico, é um dos principais nomes
    da Poesia Concreta. Fundou, em 1952, o “Grupo Noigandres”, com Augusto de
    Campos e Haroldo de Campos. Participou do lançamento oficial da Poesia Concreta
    na “Ia Exposição Nacional de Arte Concreta”, no MAM-SP e no saguão do MEC-RJ.
    Publicou, em 1958, o Plano-Piloto para Poesia Concreta, em coautoria com
    Augusto de Campos e Haroldo de Campos, em Noigandres n.4. Nas décadas
    seguintes, traduziu várias obras em francês, inglês e russo. Foi um dos
    criadores da editora e da revista Invenção, lançada em 1962 como veículo da
    Poesia Concreta. Em 1964, lançou o Manifesto do Poema-Código ou Semiótico, com
    Luiz Angelo Pinto. Foi membro-fundador da Associação Internacional de
    Semiótica, em Paris, em 1969. Nas décadas de 1980 e 1990, colaborou em diversos
    periódicos, entre os quais a Folha de S.Paulo, e foi professor de Semiótica e
    Comunicação da FAU-USP. Publicou vários livros de ensaios, entre eles, Cultura
    Pós-Nacionalista (1998). Sua obra poética inclui os livros Carrossel (1950),
    Exercício Findo (1958), Poesia pois é Poesia (1977), Poesia pois é Poesia,
    1950/1975, e Poetc, 1976/1986 (1986). Em 2009, publicou Bili com Limão Verde na
    Mão, pela Cosac Naify.

    22h – Recital “Antologia Sincrônica”
    Uma série de oralizações – a serem realizadas por Giulia Gam, Carlos Ávila,
    Frederico Barbosa, Horácio Costa, Ivan de Campos, Marcelo Tápia, João Bandeira
    e Omar Khouri – de poemas de diversos autores que, sabidamente, seriam parte
    integrante da Antologia Sincrônica da Língua Portuguesa, obra apenas esboçada
    por Haroldo de Campos.

    Sábado, 15 de agosto

    16h – Conversa com Carlos Ávila
    Carlos Ávila nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 1955; é poeta e
    jornalista. Publicou os livros de poemas: Aqui & Agora (Edições Dubolso, 1981),
    Sinal de Menos (Tipografia do Fundo de Ouro Preto, 1989) e Bissexto Sentido
    (Perspectiva, 1999), e o livro de ensaios Poesia Pensada (7Letras, 2004), além
    de duas plaquetes: LOA – aos pequenos lábios (Edições Civilização Arcaica,
    1999) e Obstáculos (Memória Gráfica, 2004). Está presente em diversas
    antologias no Brasil e no exterior, entre elas, Nothing the sun could not
    explain (20 Contemporary Brazilian Poets), publicada nos Estados Unidos, e
    Brésil: nouvelles générations, publicada pela revista francesa Action Poétique.

    18h – Conversa com Luiz Costa Lima
    Professor do Instituto de Letras da UERJ e do Departamento de História da
    PUC-RJ. Escreveu mais de vinte livros dedicados à teoria e à crítica literária.
    Em 2007, foi agraciado com o prêmio Jabuti por História. Ficção. Literatura
    (Companhia das Letras, 2006). Seu mais recente trabalho é Controle do
    Imaginário & a Afirmação do Romance (Companhia das Letras, 2009), no qual
    analisa obras como Dom Quixote, Moll Flanders e Tristam Shandy.

    20h – Lançamento e recital do livro Entremilênios, de Haroldo de Campos
    O recital será centrado em poemas do livro Entremilênios e contará com a
    presença de Giulia Gam, Frederico Barbosa, Horácio Costa, Ivan de Campos,
    Marcelo Tápia, João Bandeira, Donny Correia, Lúcio Agra, Omar Khouri e Carlos
    Ávila.

    22h – Show de Arrigo Barnabé
    Espetáculo de Arrigo Barnabé, acompanhado por Paulo Braga (teclados) e Sérgio
    Espíndola (violão e voz). O show Caixa de Ódio é baseado em repertório de
    Lupicínio Rodrigues e inclui temas como “Jaguadarte”, parceria com Augusto de
    Campos.

    Domingo, 16 de agosto

    14h – Conversa com Marcelo Tápia
    “Haroldo de Campos, transcriador”

    A palestra abordará a teoria da tradução poética desenvolvida por Haroldo de
    Campos, seus fundamentos e referências, e utilizará exemplos de sua obra
    tradutória para identificação de procedimentos característicos de sua proposta
    para transcriação de poesia.

    16h – Conversa com Lívio Tragtenberg
    “Tecnologia musical, pra quê?”

    A palestra tratará, por meio de exemplos em imagens e sons, de novas situações,
    estratégias e formatos de criação, execução e produção sonora e musical no
    ambiente multimídia e digital. As diferentes tecnologias são abordadas com
    exemplos ao vivo e discutidas com a participação do público. Um workshop que
    busca também a reflexão crítica com relação ao ambiente digital de hoje.

    18h – Conversa com Lúcio Agra
    “I’m not book nº 3.0”

    Palestra performática, em que Lúcio Agra apresenta poemas e leituras por meio de
    recursos de som e imagem extraídos de antigos notebooks.

    20h – Show de Cid Campos
    “Poesia é risco no lago da palavra”
    Convidados especiais: Alberto Marsicano (sitar) e Edvaldo Santana (violão e voz)

    No repertório do espetáculo, músicas de autoria de Cid Campos e parcerias com os
    poetas Haroldo de Campos, Augusto de Campos, Ronaldo Azeredo, Arnaldo Antunes,
    Lenora de Barros, Walter Silveira e outros. Trata-se de um mix de seus três
    CDs: Poesia é Risco, em parceria com Augusto de Campos, No Olho do Lago e Fala
    da Palavra. Entre as músicas, estão: “Crisantempo” (Cid Campos/Haroldo de
    Campos), “Máximo Fim” (Cid Campos/Arnaldo Antunes) e “O Verme e a Estrela” (Cid
    Campos/Pedro Kilkerry). Como convidados especiais, Edvaldo Santana e Alberto
    Marsicano, que apresentarão músicas de seus repertórios. O espetáculo conta
    também com projeções em DVD das animações de poemas criadas por Augusto de
    Campos, Walter Silveira e Sérgio Zeigler, com intervenções ao vivo e criações
    visuais de Marília Rubio e Sala 28.

    Cid Campos: voz, violão midi, computer; Felipe Ávila: violão, guitarra; Rogê:
    baixo; Gustavo Souza: bateria e percussão.
    Data da temporada: De 14/08/09 a 16/08/09

    ————————————————————————–
    – Para divulgar eventos, solicitar informações ao grupo, discutir assuntos
    de interesse (dúvidas, levantamentos bibliográficos etc.), escreva para
    pgletras@grupos.com.br.
    – Para inclusões, exclusões e alterações de endereço, escreva para
    siscar@ibilce.unesp.br————————————————————————–

  265. Ana Paula

    Tene,

    Nietzsche teria chorado ao ver essas fotos:

    “A aproximação de Nietzsche com Dostoiévski é tão grande que o filósofo repetiu uma cena narrada no romance Crime e castigo. Uma das cenas mais emocionantes desta novela é quando Raskolnikov conta um sonho, que relembra um episódio que vivera quando criança. Neste sonho ele vê um grupo de camponeses alcoolizados que surram um cavalo até a morte. Desesperado ele se abraça ao cavalo agonizante e lhe dá um beijo. Nietzsche, como leitor apaixonado de Dostoiévski, repetiu a cena de Raskolnikov. Numa rua de Turim, na Itália, ele se abraçou chorando a um cavalo que um cocheiro castigava brutalmente, beijando-lhe o focinho em lágrimas.”

    http://www.consciencia.org/nietzsche-e-dostoievski-uma-possivel-conexao

    Essa foi a primeira coisa sobre Nietzsche que eu li na vida. Me ganhou pra sempre. E nunca me decepcionei.

    Abraços.

  266. Ana Paula

    Sandra,

    ARRASOOOOOOOOU.

    Somos mimados. Era isso que eu queria dizer. Burra eu. Não consegui me expressar.

    Podemos comer carne. Precisamos comer TANTA carne?

  267. Ana Paula

    T, MT,

    Peço desculpas pelas palavras rudes.
    Mas não peço desculpas por quem eu sou, valeu?

    Abraços.

  268. Ana Paula

    Sandra (again),

    Sobre o velho testamento:

    Muito mais visceral, mais próximo, mais paterno.
    A diferença entre o velho e o novo é brutal. Nem parece ser a mesma religião. Não é à toa algumas religiões escolhem um ou outro.

    Minha pergunta: Deus estava sempre presente no velho, digo, fisicamente mesmo. Onde ele foi parar? Está fazendo uma falta que nem te conto.

    Sensação de abandono mesmo dá em morte mesmo.

    Abraços.

  269. Oi, pessoal.

    ASusan: sobre o Habacuc:

    Recebi uma carta irada de uma menina punk espanhola chamada Ana Choque. Ela me pergunta como posso apoiar Guilherme Habacuc Vargas, “el assesino de perros!” Ora, Ana. Vejamos, não se matam touros em seu país, ritualmente, por prazer? Tente impedi-los, Ana, tente! Agora, acho a arte de Habacuc válida. Se não fosse pela morte de Natividad, eu não ficaria conhecendo esse que, aposto, será o DUCHAMP do século XXI. O artista latino-americano e do terceiro mundo precisa mobilizar todas suas forças para dar seu grito e ser reconhecido.

    Inicialmente, eu me choquei com o ódio das pessoas ao Habacuc. Elas diziam, irracionalmente: quero fazer um abajur de pele com você, seu Mengele. Eu vi isso escrito na internet. Não vi nenhuma reflexão sobre arte, apenas moralismo. Ora, a mesma Bíblia que diz que não devemos matar nos faculta o domínio da natureza e diz que devemos crescer e nos multiplicar. Como nos multiplicar sem comer os animais, sem matá-los, enfim? Como vocês vão poder ver no blog, Habacuc não teve a intenção de matar Natividad, ele já chegou doente à instalação e sua morte foi uma fatalidade. Habacuc já pediu desculpas numa mensagem gandhiana, que ninguém levou a sério. Na verdade, as pessoas estão dando mostras de desumanidade, atacando o que julgam ser uma desumanidade, mas tendo pouco conhecimento sobre a arte contemporânea. Partem do pressuposto que já vi escrito num texto lá no Digestivo Cultural: a arte contemporânea não é só feia e nociva, mas perigosa. Ah, é degeneração, é contagiosa? Essa idéia de arte é a mesma que fazia Hitler da arte moderna: arte judia, degenerada.

    E existe a pergunta: isso o que fez Habacuc é arte? Sim, eu digo, é arte, mas se outros teóricos irão aceitá-la, isso depende do conceito de arte. O importante é que ele tem a intenção de reunir os materiais num lugar específico da arte e confere-lhes sentido, existe um gesto, uma intenção, não é algo gratuito, não é agressão gratuita e obrigatória.

    Para quem acredita que a arte morreu, não é preciso defender os cânones clássicos e a obra de Habacuc é um protesto ainda mais válido contra a indústria cultural e o capitalismo financeiro que dominam o mundo. E quem quer que só se permitam formas clássicas? Deseja um retorno, um retrocesso da arte a limites que a própria história e sua marcha grotesca apagaram desde o mictório e a roda de bicicleta de Duchamp em 1917. São reacionários em arte. Você já experimentou enfiar a medula da espada no aquecedor da amada, dizia ele numa experiência ótica. Bom, no mais, creio que não se deve teorizar muito. Que a moça artista punk, de dezenove aninhos, signo de virgem, faça sua arte, do it yourself e não se deixe levar pela manada. Confiram o blog do Habacuc e depois conversamos:

    http://artehabacuc.blogspot.com/

  270. Tene Cheba

    Vale a pena viver, vale sim. Vale a pena tentar não se desintegrar, se apaixonar, curtir um jantar, beijar as duas faces, sorrir, abraçar.
    A força do abraço, abraçar é melhor que beijar, abraçar desmonta, fragiliza, fragmenta mas não te desmancha.
    Quando nada vem, os que te veem, veja você, olham as suas dores, o Gênio longo, amargurado, solitário, dentro da garrafa, perdida na praia, a espera de duas doces mãos, que esfregando, o encanto comprimido, agora expandido, cheio de sorrisos, despeja sobre nós, todas as fantasias possíveis.
    Não chore Arlequim, não tenha medo de abrir a janela, você sempre terá alguém, chorando, rindo, pensando sobre os seus manuscritos. Entre pecados e penitências, a culpa por existir, o mundo vai continuar rodando, vamos, sorria um pouco.

  271. Cintia

    “Minha pergunta: Deus estava sempre presente no velho, digo, fisicamente mesmo. Onde ele foi parar?”

    Ana Paula,

    Mais presente fisicamente que no Novo Testamento impossível. Depois, fisicamente, Ele foi parar onde a humanidade o colocou: pendurado numa trave de madeira com os pulsos atravessados, e o corpo tão dilacerado qto um golfinho dinamarquês.
    É como a minha Mãe dizia:
    “A humanidade é uma só.”

  272. Cintia

    “Podemos comer carne. Precisamos comer TANTA carne?”

    De fato talvez não precisemos comer TANTA carne, mas numa escala de bilhões de habitantes vai se fazer o quê?
    Além disso, uma vaca não é um animal selvagem, uma galinha não é um animal selvagem.
    Vamos soltar vacas e galinhas pelos campos pra que eles “se virem”? Me parece que rola um ‘idealismo’ meio maluco nessa estória toda.
    É muito diferente da questão do uso de peles por ex., que já entra no terreno da futilidade.

  273. Tene Cheba

    Meus pequenos crescimentos pessoais, foram ínfimos, infinitesimais, pequenos incrementos que somente eu percebi.
    Pensar, penso quando ando, assustado, me dou conta que estou atravessando movimentada rua, enquanto os carros não passam, eu penso. Sobre o quê? Nem que me encham de porrada falarei. Também, quem poderia querer saber? Mas eu penso, e isto é muito desgastante.

  274. gthomas

    Lucio Jr

    O Walter Gruelach manda lembrancas. Tomei cafe com ele no Starbucks.

    Sobre comer TANTA carne: as vezes, quando sou levado por uns amigos pra essas churrascarias rodizios (ou quando o espetaculo tem permuta), fico sem saber o que fazer. Vejo que as pessoas nao tem limiter: os garcons tambem nao; nem da pra conversar.

    Eh um atropelo de espetos

    Vem um atras do outro

    Picanha?

    Fraldinha

    (tudo sexual, claro)

    Maminha?

    etc…..

    Chega uma hora em que se quer mandar os caras irem tomar na PICANHA mesmo, porque vejo meus amigos virarem aquela bolinha pro lado vermelho, mas amplamente ignorados.

    Ai comeca tudo de novo:

    Coracao de galinha?

    Sangue?

    Rins e Figados?

    Fahundes ou Raul Cortez?

    Anthony Hopkins?

    Tudo no espeto e tudo mal passado!

  275. gthomas

    …e pra finalizar: pra um post (como esse) que teve quase 12 mil acessos) 274 comentarios sao, tristemente, poucos.

    Boa noite a todos

    LOVE
    Gerald

  276. Estive no aquário de SP ( vale a pena) com minhas 2 netas e depois de ver várias espécies de peixes há uma sala toda espelhada onde se lê: entre e veja aqui o maior animal predador do mundo: e lá você entre e se vê…triste realidade…comprovando a crueldade vermelha do SER HUMANO ?? (SIC)
    vengonha…

  277. Luciana

    Não sei se nojo é a palavra mais apropriada para essas cenas , estou tentando encontrar alguma palavra que consiga expressar o que sinto quando tento olhá-las.Passo rápido , não consigo me deter nelas, até chegar no ,deixe um comentário.Se é uma tentativa de chocar, de fazer com que não entrem neste blog estão quase conseguindo comigo.Sei que sou masoquista, por isso entro ainda aqui.Senão já não tinha entrado mais.Ou virou hábito, não sei, pode ser,é , o mais explicavel é hábito, se é um hábito bom ou mal , também não sei.Viciei em escrever as abóbrinhas de sempre aqui.Bem, voltando às cenas do massacre dos golfinhos, penso que as palavra mais apropriadas seriam vergonha, dor,revolta.Vergonha , de serem seres humanos, ditos humanos, será que são humanos…que estão fazendo isso, Dor de ver seres inofensivos , como golfinhos, serem trucidados.Eles tem consciência.E revolta de ver isso e não poder mandar pará-los com essa crueldade, maldade .
    Não é somente uma palavra para expressar o que se sente vendo essas cenas, são várias , mas a mais correta , ao meu ver, seria revolta.Aliás, revolta é o que mais sinto ultimamente.E a pior revolta é a silenciosa, a que não podemos gritar,bater em pessoas assim tão insensiveis , perversas e crueis.
    Não, nojo não é a palavra mais apropriada para mim, nojo pode ser somente nojo de ver sangue, sujeira e não sofrimento, dor, se sentir mal vendo essas cenas de animais inofensivos serem trucidados e ninguém fazer nada, por que não mandam eles pararem de fazer isso, por que não , como um monte de outras coisas crueis que fazem pelo resto do planeta e ninguém faz nada,POR QUE NÃO

  278. Cintia

    Churrascaria rodízio é overdose mesmo. Num lugar desses eu só dou prejuízo.
    Coração de galinha é nojento, irc.
    E língua de vaca?? Já viram pendurada num açougue?
    Aliás, quem já limpou carne de vaca ou de frango sabe o qto é nojento. Galinha tem uma gordura amarelada que é de dar ânsia. Encontrar ‘tubinhos’ de veias ou artérias dentro de um pedaço de alcatra tb é de lascar.
    Prontinho no prato é outra estória…
    Eu bem gostava de um filé daqueles altos, mal passado, com aquele sangue se espalhando pelo fundo do prato, aaargh rs… hoje em dia não posso ver mais um treco desses não…
    Só muito bem passadinho! 😀 (provocaçãozinha, rs)
    …..

    Carne produz sensação de saciedade mais rápido né? Acho que é por isso que é mais gostoso.
    ….

    O instinto de matar está em todo animal carnívoro, óbvio né.
    Eu conheço um caso de uma pessoa numa fazenda no interior de S. Paulo que tentou transformar seus cães de guarda, justamente dinamarqueses (!), em vegetarianos.
    Durante o dia eles ficavam dóceis, aceitavam a dieta e ficavam quietos. Mas na calada da noite eles deram de sair, escondidos, em grupinho, pra estraçalhar e comer bezerros, galinhas, e qq coisa vivente que vissem pela frente nas fazendas vizinhas.
    Se transformaram numas bestas ferazinhas descontroladas. Moral da estória, tiveram que ser sacrificados.

  279. Luciana

    E eu falando em bater, como posso dizer isso, serei igual a esses estrumes que ficam usando de crueldade, malvadeza, sadismo contra seres infofensivos.Sim , tem pessoas que não passam de estrumes pelas suas limitadas consciências, infelizmente.

  280. Luciana

    Sim, Tem pessoas que são estrumes somente. E o pior disso tudo é que eles não tem consciência disso.

  281. Cintia

    “Só temos cérebro turbinado porque passamos a comer carne.
    E passamos comer carne por necessidade.
    O cérebro turbinou.

    O termo certo é: ADAPTAÇÃO.”

    Ana Paula,

    O homem é um macaco com o cérebro turbinado pelo consumo de carne??
    Não entendi isso.

  282. Luciana

    Encontrei a palavra mais apropriada para pessoas perversas e crueis, são ESTRUMES.

  283. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    Cintia.
    Hoje conversei com um amigo e perguntei.
    Ja pensou? Voce morrer e depois nem lembrar que existiu. Do sonho a gente ainda lembra.
    Na morte apaga tudo. Deixamos de existir.
    Nem Deus, nem Satanas, nem céu, nem inferno.
    Acabou!!!!!

  284. ATIVISTAS DE DIREITOS ANIMAIS REIVINDICAM AUTORIA DE INCENDIO.
    Casa de executivo da Novartis é incendiada; túmulo de sua família sofre profanação e ele recebe ameaças.

    ZURIQUE – Ativistas dos direitos dos animais reivindicaram a autoria de um incendio que atingiu a casa de veraneio do executivo-chefe da farmaceutica Novartis, Daniel Vasella, no mesmo dia em que a polícia suiça informa que um segundo túmulo de sua família foi profanado.

    Vândalos picharam uma lápide da família Vasella com a frase “Drop HLS Now” (abandone o HLS agora), numa referencia à instalação britanica de testes em animais Huntingdon Life Sciences.

    Duas cruzes de madeira também foram cravadas no solo. As autoridades suiças recusaram-se a comentar os informes de que as cruzes traziam o nome do executivo da Novartis e de sua mulher..

    A casa de veraneio mantida por Vasella na Áustria pegou fogo na segunda feira, 3, e o Ministério do Interior austríaco disse ter recebido uma reivindicação de responsabilidade de um grupo chamado Forças Militantes contra Huntingdon Life Science.

    Em uma declaração publicada na Internet, o grupo disse ter usado um coquetel molotov contra a cabana de caça de Vasella.

    “Entenda que isto vai continuar até que voce corte todos os laços com HLS. Atacaremos sua vida privada sempre que possível”, diz a declaração.

    O cemitério atacado foi o mesmo onde o túmulo dos pais de Vasella já havia sido profanado, e uma urna contendo as cinzas da mãe do executivo, roubada.

    A polícia encontrou também as letras “SHAC” – sigla em ingles do Grupo PARE A CRUELDADE COM ANIMAIS DE HUNTINGDON. O SHAC negou envolvimento nos atentados, mas disse que alguma pessoa de opiniões parecidas pode estar por trás deles e prometeu dar prosseguimento às suas campanhas contra as empresas que acusa de serem clientes da HLS, como Novartis, AstraZeneca, Bristol-Myers, Squibb e GlaxoSmithKline.

    A Novartis disse que não usa mais o HLS, mas que suspeita que o SHAC ou outros ligados ao grupo estejam por trás dos ataques.

    Fonte: Estadão online – Meio Ambiente – 5a.feira – 06/08/2009 – 16.55hs.

    Beijão e excelente final de semana para todos!
    Susan

    PS.: Ovo é um alimento completo – no problems, ok (rs)?
    PS.: Não sou chegada a carnes vermelhas mas não abro mão de um franguinho ou peixinho (rs). Detesto ovos (de galináceos, tartaruga, jacaré, elefante – opa, esse daí não põe ovos! rs – e sei lá do que mais, oras …).

  285. Cintia

    Targino,

    De onde vc tirou isso agora?? Eu hein, rs…

    “Acabou!!!!!”

    Pra mim não, não acredito nisso.

  286. Cintia

    – coment. da Susan das 23:26 –

    “Casa de executivo da Novartis é incendiada; túmulo de sua família sofre profanação e ele recebe ameaças.”

    É isso que chamam de lutar pelos direitos dos animais?!
    Nossa! Que coisa civilizada, não?!!

  287. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    Assisti um documentário sobre dieta que mais ou menos chegou onde penso.

    O gordo é um cara hidratado.

    Tudo que ele come gira em torno de 3 elementos, água, açúcar e sal.
    Soro fisiológico. Ela passa a vida inteira tomando soro.
    De manhã toma café com açúcar e pão salgado: água, açúcar e sal.
    No almoço come arroz temperado com sal, carne salgada e refrigerante: água, açúcar e sal.
    e assim sucessivamente.
    O cérebro pede proteína, ele come carboidrato.
    O cérebro continua pedindo proteína ele continua comendo carboidrato.
    Eu engordo menos comendo amendoim cozido, que comendo pão.
    Tenho menos forme, o pão não sacia, o amendoim tira a fome.
    Não sou medico, são apenas opiniões.

  288. Cintia

    “Ovo é um alimento completo – no problems, ok (rs)?”

    Susan,

    Pior que não é ‘no problems’, não.
    O documentário ‘A Carne é fraca’ parte 1, que alguém postou aqui e que eu vi hoje à tarde, mostra que os ovos tb são afetados pelo stress sofrido pelas galinhas, e tem tb uma coisa de um antibiótico que é dado pra elas, pra evitar doenças naquele ambiente, e que termina sendo transferido pro ovo.
    Enfim,
    tem jeito não!
    Atualmente, toooda a nossa alimentação já está comprometida por uma coisa ou outra.

  289. Tene Cheba

    Eu li no Idéias Cretinas, algumas conjecturas para a repulsão dos árabes e judeus a carne de porco.
    Aí, eu fiquei um tanto assustado, entre outras, a tese de que a carne de porco se assemelha no paladar a da humana. Devido ao fato dos antigos apreciarem a carne do outro, ou, outra, e quando comiam o porco, diziam que esta era parecida com a dos humanos. Caramba e psiu, estes povos foram transmitindos estas equivalências culinárias, que, com a evolução social do homem foi banida. Mas a memória resistiu e as novas gerações cultivaram o horror ao porco.
    Outro dia apreciando um naco da carninha deste bichinho, me lembrei desta hipótese, confesso que me causou algum desconforto. Para ser sincero, fiquei bem confuso, mas o porco, com algum esforço, foi devidamente processado.
    Apenas hipótese, nada mais que isto.
    Estes povos antigos eram bastante devassos. Mas que barbaridade, homens comendo homens, e os porquinhos escaparam.
    Só quero ver, quando o Pacheco navegar lá pela Polinésia, e mandar uma fotinhas dos canibais na hora do almoço. Bom, na verdade não ´´e preciso ir muito longe, segundo o Lula, este ser tão estimado, aqui pertinho, logo ali, existe um polo exportador dos nativos excedentes. Lula tem cada uma, cara implicante, sô.

  290. Cintia

    Nada a ver com o post, mas muito interessante.

    WIKIPÉDIA
    O físico estadunidense Luis Walter Alvarez, vencedor do Prêmio Nobel de Física de 1968, e seu filho Walter Alvarez foram os primeiros a propor oficialmente[9] que os dinossauros teriam sido extintos devido ao impacto de um asteróide com a Terra. Essa idéia, formulada em 1980 e publicada em 1982, evoluiu e atualmente desponta como a melhor teoria para explicar o fim dos dinossauros. O primeiro indício de que essa teoria estaria correta surgiu em 1978 com a descoberta de uma fina camada de irídio nas rochas que se formaram no fim do período Cretáceo. O irídio é um elemento raro no planeta Terra, mas é encontrado com freqüência em asteróides e cometas. A segunda evidência a favor dessa teoria veio com a descoberta de uma enorme cratera soterrada em Chicxulub, no Estado de Iucatã, México, medindo cerca de 180 quilômetros de diâmetro[10]. De acordo com diversos estudos, o asteróide que caiu no México tinha mais de 10 quilômetros de diâmetro e o impacto dele com a Terra liberou energia equivalente a da explosão de cinco bilhões de bombas atômicas como as usadas sobre Hiroshima e Nagasaki em 1945 (o que corresponde a cerca de 100 mil gigatons de TNT[11]). Um impacto dessas dimensões teria erguido poeira e terra suficientes para tapar a luz do Sol durante anos, matando assim a maior parte das espécies vegetais que necessitavam fazer fotossíntese para viver. Sem os vegetais os dinossauros herbívoros acabaram morrendo de fome e, sem esses, os dinossauros carnívoros morreram também. Essa reação em cadeia teria causado a extinção total dos dinossauros.

    A colisão do asteróide com a Terra desencadeou uma série de tragédias ecológicas[12]. Com o impacto, alguns detritos foram arremessados até o espaço e entraram na órbita da Terra, onde ficaram por algum tempo e só depois caíram. Os incêndios em escala global e a liberação de grandes quantidades de gás carbônico (CO2) na atmosfera causaram o efeito estufa. Com o calor, as moléculas de nitrogênio e oxigênio se quebraram e se combinaram com o hidrogênio formando o ácido nítrico (HNO3). Sucederam-se então longos períodos de chuva ácida, prejudicando ainda mais a vida terrestre. Paralela e consecutivamente, o aumento da acidez e da temperatura dos oceanos afetou gravemente os ecossistemas marinhos.

  291. Cintia

    !!!!

    O Primeiro dinossauro da face da terra

    Ver artigo principal: ULBRA PVT016

    A espécie de dinossauro mais antiga do mundo foi o brasileiro ULBRA PVT016, nome provisório do dinossauro encontrado no Rio Grande do Sul, na paleorrota pela equipe da Ulbra de Cachoeira do Sul, comandada pelo paleontólogo Sérgio Furtado Cabreira.

  292. Cintia

    Foi a espécie de dinossauro mais antiga descoberta, até o ano de 2007.

  293. Cintia

    Pra quem anda sonhando com mundos ideais…
    brincadeirinha tá…
    😀

    Mais sobre Atlântida, O Continente Perdido

    “…Existia um reino animal na Atlântida. Todos os animais viviam em harmonia. Não se devorava a vida para sustentá-la naquele tempo. Os animais que vieram para essa comunidade eram tão alimentados pela energia do amor, da divindade e do poder cristalino, que por sua própria natureza eram diferentes. Se o animal fosse carnívoro, ele não o era mais na Atlântida. Sim, havia uma maravilhosa era dourada de paz.

    Os filósofos evoluíam continuamente em seu entendimento filosófico. Eles estendiam seus processos de pensamento para além da vida neste planeta quando começaram a compreender a vida em toda a galáxia. Eles conheciam muito mais de seu sistema solar do que vocês conhecem hoje e compreendiam muito mais coisas acerca do Universo. Eles compartilhavam essa compreensão da vastidão e da beleza da vida com todas as pessoas.

    O que se comia na Atlântida? Jamais se pensava em comer carne. Consumia-se frutas, vegetais e nozes. Muitos de vocês têm hoje esse desejo interior, normalmente num momento em que estão em um despertar espiritual superior. Vocês não escolhem internalizar essa vibração; ela tem pouco a ver com adquirir vida, mas sim com aquela vibração dentro de si próprios.
    Quando eles comiam, não era para nutrir-se, para sustentar a vida. Havia uma vibração em cada fruto, em cada vegetal e cada flor, pois os atlantes também consumiam flores. Consumiam principalmente não apenas para agradar o paladar, mas pela vibração que se dava em seus corpos. Sua energia freqüentemente era equilibrada dessa maneira porque eles tinham o conhecimento das diversas vibrações.

    Desse modo, comer tinha mais a ver com o equilíbrio energético do que com a fome ou a necessidade de sustentar a vida. Jamais eles pensariam em consumir qualquer coisa que não pertencesse à vida vegetal. Por que? Porque esse outro tipo de vibrações não estava em harmonia com as vibrações de seus próprios corpos. Tal ato teria mudado sua vibração para um estado de confusão. Por isso eles eram muito cuidadosos quanto ao fato de que qualquer coisa que consumissem tivesse uma vibração que se harmonizasse com a sua própria. Eles realmente se misturavam com a vibração antes de consumi-la para verificar se era satisfatória. Se não, eles a reverenciavam e a punham de lado.

    Os atlantes possuíam um vasto conhecimento e compreensão sobre energia. Eles sabiam como criar a partir de energia pura; por isso podiam criar arte com luz e a forma artística mudava conforme os pensamentos da alma observassem as mudanças da alma. Hoje, vocês nem mesmo começaram a descobrir através da ciência ou da tecnologia o que os atlantes compreendiam acerca da energia. Eles podiam formar a partir de simples energia pura o que quer que fosse necessário para garantir sua existência.
    …”

  294. Sandra

    Passada ultra-hiper-rápida para desejar a todos os papais um:
    FELIZ DIA DOS PAIS!!!!!

  295. T,MT

    Ana Paula, acho que você nem precisava pedir desculpas porque você apenas se emocionou com esse tema. Algo perfeitamente normal. Mas, de todo o modo, eu lhe desculpo.

    Vampiro, por que o silêncio? Noutro post, você não gostou porque eu perguntei se você vendeu a sua palavra. Ora, eu e todos os leitores queremos saber o seu modo de ver.

    Pois é, Gerald. No Império Romano, os cristãos costumavam defender os escravos com o seguinte discurso: “Não judiem dos escravos, crueis opressores, porque eles são gente como vocês”. Esse foi o discurso que talvez tenha derrubado a grandiosidade do Império Romano. Sem sombras de dúvidas, um discurso JUSTO porque os escravos não mereciam sofrer, em razão de serem HOMENS. O cristianismo é muito responsável pela inserção da idéia de solidariedade.

    Agora, esse blá-blá-blá: ”NO ENTANTO: os golfinhos ja viraram serie de TV por serem inteligentissimos, por interagirem conosco, por nos “receberem” quando entramos nos harbor, eles SORRIEM pra nos.” ( Gerald). Gerald, os golfinhos são bichos! Eles até podem sofrer, sentindo fortes e prolongadas dores! Mas eles são bichos, que não têm CULTURA! Os golfinhos não possuem a capacidade criativa humana de modificar a natureza. É errado( para não dizer idiota ou talvez impossível) dar direitos próprios dos homens para animais. Como assim afirmar que os golfinhos têm direito de não sofrer ( não que você tenha afirmado)? Hedonismo de quinta…

    Por fim, como diria um professor meu, os animais não têm direito. O direito de não maltratar cães e etc. é relativo ao sentimento humano para com o sofrimento dos animaizinhos. Agora, eu pergunto: por que se identificar com golfinhos que vivem no mar! Um cão, vá lá, é um animal doméstico. Faz sentido. Mas esse terrorismo de imagens, que ataca toda uma cultura, que destrói todo um modo de vida, a meu ver, é covardia. De um lado, grandes ONGs internacionais, que, embora digam ser imparciais politicamente, economicamente e etc., têm interesses próprios ( que não deixam de ser particulares). De outro, interesses de uma cultura, que sofre essas pressões externas ( não pensemos que a grande indústria de caça à baleia, é mais poderosa do que essas ONGs estruturadas em todo o mundo). Covardia opressora! Covardia opressora de políticos VERDES, querendo ganhar poder em detrimento da cultura dinamarquesa.

    Ora, acordemos!

    Cordialmente,

    T,MT

  296. T,MT

    Errata do meu último comentário:

    “(…)o seguinte discurso: ‘Crueis opressores, não judiem dos escravos porque eles são gente como vocês'(…) “

  297. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 23:08 Enviado por: Luciana

    “Tem pessoas que são estrumes somente. E o pior disso tudo é que eles não tem consciência disso.”

    E por não terem consciência disso, classificam os outros de estrume.
    Reinaldo

  298. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 01:10 Enviado por: Cintia

    Cintia
    Não, não, o mais antigo dinossauro no Rio Grande do Sul sou eu.
    Reinaldo Gaudério

  299. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 23:50 Enviado por: Cintia

    “(…) os ovos tb são afetados pelo stress sofrido pelas galinhas (…)”

    Cintia
    Com certeza.

  300. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 23:23 Enviado por: targinosilva

    “Acabou!!!!!”

    Targino
    Não, não, isso vale para todos os seres vivos, menos para o homem.
    Reinaldo

  301. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 22:12 Enviado por: Cintia

    “(…) Ele foi parar onde a humanidade o colocou: pendurado numa trave de madeira com os pulsos atravessados (…)”

    Não, não, esse foi o filho dele.
    Reinaldo

  302. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 03:16 Enviado por: Reinaldo Pedroso

    Alguém me explique, por que um pai determina que o filho morra cruxificado?

  303. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 03:20 Enviado por: Reinaldo Pedroso

    Se alguém está pensando em me responder, “- Pra salvar a humanidade, ora!”, prepare-se para a seguinte pergunta: – Como assim?
    Reinaldo

  304. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 01:45 Enviado por: T,MT

    – Ah, bom…

  305. Ekran

    outro sinal de desequilibrio mental-emocional da especie humana…

    ——————————————
    Estupro de homens é o novo drama do Congo

    Atrocidade é usada para desmoralizar comunidades e vem em resposta à brutalidade das forças militares

    Jeffrey Gettleman
    website Estadao

    Eram cerca de 11 horas da noite quando homens armados invadiram a cabana de Kazungu Ziwa, puseram uma machadinha contra a garganta dele e arrancaram suas calças. Ele tentou reagir, mas foi rapidamente dominado. “Então, eles me estupraram”, disse. “Foi fisicamente horrível. Fiquei tonto. Os pensamentos me abandonaram.”

    De acordo com diversas organizações congolesas de ajuda humanitária, o número de homens estuprados aumentou muito nos últimos meses, uma consequência das operações militares conjuntas realizadas pelo Exército da República Democrática do Congo (ex-Zaire) e por Ruanda contra os rebeldes que infligem um nível de violência aterrador contra a população civil.

    Funcionários de agências humanitárias tentam explicar o aumento súbito e drástico dos casos de homens estuprados. A melhor resposta, segundo eles, é a de que a violência sexual perpetrada contra os homens é outra forma empregada pelos grupos armados com o objetivo de humilhar e desmoralizar as comunidades congolesas, obrigando-as a se submeter.

    A ONU considera o Congo como a capital mundial do estupro. As operações militares conjuntas, que tiveram início em janeiro e foram realizadas por Ruanda e Congo – dois vizinhos que já foram inimigos ferrenhos em um passado recente e cujas dimensões lembram Davi e Golias -, tinham como objetivo pôr fim ao problema dos rebeldes assassinos que assolam a região da fronteira e abrir caminho para uma nova época de cooperação e paz. As esperanças aumentaram depois da captura de um general renegado que tinha derrotado as forças do governo e ameaçava dar início a uma marcha pelo país.

    Mas as organizações de ajuda humanitária dizem que as manobras militares provocaram terríveis ataques como forma de vingança e mais de 500 mil pessoas foram expulsas de seus lares, enquanto dúzias de vilas foram queimadas e centenas de civis massacrados.

    “Da perspectiva humanitária e dos direitos humanos, as operações conjuntas foram um desastre”, disse Anneke van Woundenberg, pesquisadora da Human Rights Watch.

    A incidência de estupros de homens abrange uma região de muitos quilômetros e as vítimas podem chegar a centenas. A Ordem Americana dos Advogados, que mantém em Goma um centro de auxílio legal e clínico para vítimas de violência sexual, disse que mais de 10% dos casos atendidos envolviam homens estuprados.

    Ninguém sabe, porém, o número exato de casos. Os homens daqui, como os de qualquer outro lugar, relutam em contar suas histórias. Muitos dos que admitiram terem sido estuprados se tornaram párias em suas comunidades – figuras solitárias e ridicularizadas, que recebem o apelido humilhante de “esposas da mata”.

    Desde que foi estuprado, semanas atrás, o veterinário Ziwa, de 53 anos, não demonstra interesse em sua profissão. Ele manca (sua perna esquerda foi esmagada durante o ataque) de um lado para o outro no seu encardido jaleco branco, carregando pílulas do tamanho de biscoitos destinadas ao tratamento de cães e gatos. “Só de pensar no que fizeram comigo, já me sinto tomado pelo cansaço”, disse.

    A mesma situação é vivida por Tulapo Mukuli, que disse ter sido dominado de bruços e estuprado coletivamente sete meses atrás. Mukuli é hoje o único homem na ala de vítimas de estupro do hospital Panzi, repleta de mulheres que se recuperam de ferimentos relacionados aos estupros que sofreram. Muitas tricotam roupas e fabricam cestos para ganharem algum dinheiro enquanto seus corpos cicatrizam.

    Mas Mukuli não participa. “Não sei fabricar cestos”, disse. Assim, ele passa os dias sentado sozinho em um banco. Os casos de estupros de homens representam apenas uma fração dos casos de mulheres estupradas. Funcionários de agências humanitárias, porém, dizem que, para os homens, a recuperação é ainda mais difícil.

    “A identidade masculina está extremamente vinculada a noções de poder e controle”, disse Anneke. E numa região onde a homossexualidade ainda é tratada como tabu, os estupros carregam consigo uma dose extra de vergonha.

    “Todos riem de mim”, disse Mukuli. “As pessoas da minha vila dizem: ?Você não é mais um homem. Aqueles homens da mata transformaram você na esposa deles?.”

    Funcionários de agências humanitárias que trabalham no local dizem que a humilhação é tanta que os homens vítimas de estupro só admitem os ataques quando padecem de problemas urgentes de saúde.

    Às vezes, nem mesmo isto é o bastante. Anneke disse que dois homens que tiveram seus pênis amarrados com cordas morreram dias depois porque estavam envergonhados demais para pedir ajuda. As castrações também parecem estar aumentando, com um número cada vez maior de homens mutilados chegando aos hospitais.

    http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090809/not_imp415815,0.php

  306. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 22:38 Enviado por: gthomas

    “…e pra finalizar: pra um post (como esse) (…) 274 comentarios sao, tristemente, poucos.”

    Não.
    Reinaldo

  307. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 22:29 Enviado por: gthomas

    “Sobre comer TANTA carne: as vezes, quando sou levado por uns amigos pra essas churrascarias rodizios (ou quando o espetaculo tem permuta), fico sem saber o que fazer.(…)”

    Eu sei, não vá e não aceite permuta.
    Reinaldo

  308. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 23:19 Enviado por: Luciana

    Encontrei a palavra mais apropriada para pessoas perversas e crueis, são ESTRUMES.

    Tens razão, estrume é merda.
    Reinaldo

  309. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 21:36 Enviado por: Ana Paula

    “Só temos cérebro turbinado porque passamos a comer carne.
    E passamos comer carne por necessidade.
    O cérebro turbinou.”

    “Ae!”, Tene, beck já era. Carne “é o que há”!
    Reinaldo

  310. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 03:50 Enviado por: Reinaldo Pedroso

    “beck já era” = caretice

  311. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 03:33 Enviado por: Reinaldo Pedroso

    Gerald
    Tô contribuindo, tô contribuindo.
    Reinaldo

  312. 08/08/2009 – 23:23

    Enviado por: targinosilva-DELENDA EST SENADO

    ‘Cintia.
    Hoje conversei com um amigo e perguntei.
    Ja pensou? Voce morrer e depois nem lembrar que existiu. Do sonho a gente ainda lembra.
    Na morte apaga tudo. Deixamos de existir.
    Nem Deus, nem Satanas, nem céu, nem inferno.
    Acabou!!!!!’

    Acho que é por isso que tem tanta gente só fazendo peso extra nessa terra. Marcar uma existencia pra quê? ser lembrado pelos outros? Para não me lembrr de mim depois?

    Caro Targino é uma pergunta que melhor não ser feita.
    Dependendo de quem, é melhor mesmo não lembrar de quem foi.
    Imagine!!!!
    …………………………………………………………………………………………………

    Cintia, sobre mundos ideáis.
    Se não começarmos agora, nossos descendentes longinquos nunca terão mundos ideias.
    ………………………………………………………………………………………………..

    e hj depois de ler tudo e analizar bem asituação informo aos meus amigos de blog que vou tentar pela querta vez em minha existencia dexar de comer carne vermelha.
    Não posso continuar a contribuir com qualquer tipo de assassinato que seja para garantir minha sobrevivencia.
    Não é necessário.
    E também é meu primitivo.
    Me considero carnívora pela necessidade da proteína, não pela vontade de carne vermelha com sangue, bem da verdade nunca gostei disso.
    Depois da descrição da Cintia, eu que já vinha pensando nisso , e ainda depois de ver as fotos, ai resolvi, q não farei parte de nenhum sistema de assassinatos.
    Vou achar proteínas alternativas.
    Vamos ver se consigo!
    Torçam pelo pemu sucesso!

    ……………………………………………………………………………………
    Fui beijo pro ceis!
    דניאלה
    Daniela

  313. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 21:56 Enviado por: Lúcio Jr

    “Se não fosse pela morte de Natividad, eu não ficaria conhecendo esse que, aposto, será o DUCHAMP do século XXI.”

    “O artista latino-americano e do terceiro mundo precisa mobilizar todas suas forças para dar seu grito e ser reconhecido.”

    “Não vi nenhuma reflexão sobre arte, apenas moralismo.”

    “Como vocês vão poder ver no blog, Habacuc não teve a intenção de matar Natividad, ele já chegou doente à instalação e sua morte foi uma fatalidade.”

    “Se não fosse pela morte de Natividad, eu não ficaria conhecendo esse que, aposto, será o DUCHAMP do século XXI.”

    “Habacuc já pediu desculpas numa mensagem gandhiana, que ninguém levou a sério.”

    “Na verdade, as pessoas estão dando mostras de desumanidade, atacando o que julgam ser uma desumanidade, mas tendo pouco conhecimento sobre a arte contemporânea.”

    “E existe a pergunta: isso o que fez Habacuc é arte? Sim, eu digo, é arte, mas se outros teóricos irão aceitá-la, isso depende do conceito de arte.”

    “Elas diziam, irracionalmente: quero fazer um abajur de pele com você…”

    – Ora, abajur…

    “Confiram o blog do Habacuc e depois conversamos”

    – Tá.

    Reinaldo

  314. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 21:56 Enviado por: Lúcio Jr

    “Ah, é degeneração, é contagiosa? Essa idéia de arte é a mesma que fazia Hitler da arte moderna: arte judia, degenerada.”

    (Ainda não visitei o blog do Habacuc.)

    Hitler não tinha moral
    Reinaldo

  315. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 21:56 Enviado por: Lúcio Jr

    (Ainda não visitei o blog do Habacuc.)

    “Para quem acredita que a arte morreu…”

    O que morreu foi Natividad, essa obra ainda repercute.
    Reinaldo

  316. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 21:56 Enviado por: Lúcio Jr

    “E quem quer que só se permitam formas clássicas?”

    Faço minha a tua pergunta.
    Reinaldo

  317. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 19:27 Enviado por: gthomas

    “Ovo sim, mas nem leite eu tomo1”

    – Ahá!!

  318. Reinaldo Pedroso

    08/08/2009 – 18:08 Enviado por: susan judia

    Susan
    Peço a tua atenção para a ordem em que colei os excertos.

    “ARTE CONTEMPORANEA (???!!!)”
    __________________________________________________

    08/08/2009 – 21:56 Enviado por: Lúcio Jr

    “E existe a pergunta: isso o que fez Habacuc é arte? Sim, eu digo, é arte, mas se outros teóricos irão aceitá-la, isso depende do conceito de arte. O importante é que ele tem a intenção de reunir os materiais num lugar específico da arte e confere-lhes sentido, existe um gesto, uma intenção (…)”

    “Como vocês vão poder ver no blog, Habacuc não teve a intenção de matar Natividad, ele já chegou doente à instalação e sua morte foi uma fatalidade.”

    “Habacuc já pediu desculpas numa mensagem gandhiana, que ninguém levou a sério.”

    “O cachorro está mais vivo do que nunca porque segue dando o que falar”. (Habacuc)

    “Se não fosse pela morte de Natividad, eu não ficaria conhecendo esse que, aposto, será o DUCHAMP do século XXI.”
    __________________________________________________

    Abraço.
    Reinaldo

  319. Reinaldo Pedroso

    “Adelaide!
    Minha anã paraguaia,
    Adelaide! “

  320. Reinaldo Pedroso

    Buenas.

    Detectado comentário repetido; parece que você já disse isso!

    Sim.

  321. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 03:20 Enviado por: Reinaldo Pedroso

    “cruxificado”… Quááá!!!
    cru-ci-fi-ca-do, do verbo crucifixo.

  322. Aff!!
    Acima tudo digitado as pressas.
    A vida me chama, perdoem os erros.
    bjão a todos!

  323. Quem nasce na Dinamarca o que é? Se você pensou dinamarquês…errou! Dinamarquês é nome de raça de cachorro. A resposta certa é: Danes.

    😀

  324. gthomas

    Bom dia.
    Acabo de aprovar uns 300 Reinaldo Pedrosos. Putz. Como tu es chato! e alguns outros.
    \Bom domingo pra todos
    LOVE
    Gerald

  325. BOM DOMINGO.

    FELIZ DIA NOSSO QUE SOMOS PAIS.

    COMA POUCA OU NENHUMA CARNE SANGRENTA.

    NÃO FUME.

    VIVA

    E

    DEIXE OS OUTROS VIVEREM TAMBEM.

    FAÇAM O QUE EU DIGO.

    NÃO FAÇAM O QUE EU FAÇO.

    😉

  326. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    Cintia.
    Vivemos na ilusão da vida eterna.
    Se até o sol vai se apagar.
    Do que vivera o espirito?
    Tudo que tem vida consome energia.

  327. bom dia , domingo , dia dos pais .
    não tenho mais o meu e meu filho me ligou dizendo que tem plantão no hospital .
    ele é nutricionisa , mas hj não almoçaremos juntos .
    hahaha .
    snif , snif .

    e parem de botar mais filhos no mundo !
    depois eles vão ser obrigados a matar baleias para provar que são machos , e vão ser odiados por toda a humanidade …

  328. targinosilva Delenda est Senado.

    Cintia.
    A vida animal é uma cadeia alimentar.
    Desde que o mundo é mundo tem sido assim.
    Nessa cadeia alimentar, o único animal racional é o homem.
    Sentimentalismo a parte, cabe ao homem manter essa cadeia viva.
    Consumindo e preservando os outros animais.

    Tudo acontece no seu devido tempo.
    Os dinossauros se extinguiram porque viveram de mais (are baba).
    Parece um contra senso mas é uma verdade matemática.
    Tudo tem um começo, meio e fim.
    Estamos no meio.
    Se não foi o asteróide que dizimou os dinossauros, provavelmente foi
    uma pandemia de gripe, levada aos continentes por aves migratórias,
    ou então eles perderam a sua capacidade de reprodução, porque
    outros animais da mesma época sobreviveram.

  329. O Vampiro de Curitiba

    Bom dia, meus amores!
    Estou com saudades de todos.
    A minha ausência se deve a problemas pessoais, não é nada com ninguém aqui do Blog.

  330. O Vampiro de Curitiba

    Desejo um excelente dia dos pais para todos. Ter filhos, deixar nosso DNA para a eternidade, essa é a nossa maior missão aqui na Terra. Não ter filhos é uma espécie de suicidio. Quem ama a vida quer viver eternamente e, para isso, temos filhos. Essa é a verdadeira “vida eterna”.

  331. bom dia , pacheco , pai dos pais e das mães do blog do gerald .

    navegar é preciso .

    dica de novo canal de rádio para os spacedouts :

    “Mission Control” :
    NASA mission broadcasts and Live Shuttle coverage mixed with electronic ambient . muito interessante . muito doido .

    http://somafm.com/wma128/missioncontrol.asx

  332. O Vampiro de Curitiba

    Quanto ao post e a essas incríveis imagens, é óbvio que elas nos chocam. Matar um ser pouco desenvolvido, sem consciência alguma, como uma galinha, não nos choca, pois a dor que uma galinha sente em sua morte é menor que a dor da fome que sentiríamos se não a matássemos. Agora, matar animais extremamente evoluídos, como baleias e golfinhos, sem nada que justifique essa crueldade, é algo assim que nos torna a todos inferiores. Essas imagens me trazem o sentimento de vergonha, apenas isso. Me sinto envergonhado em pertencer à mesma espécie que esses idiotas.

  333. Cintia

    bom dia!

    Feliz Dia dos Papis pra todos!
    de dinossauros a vampitchos!
    😀

    beijos!

  334. Ana Paula

    Cíntia,

    Querida colega de blog (sério mesmo, estava com saudades de bater uma bola com você), até aonde a Discovery Channel e a revisa Superinteressante me ensinou, devido à escassez de alimentos no planeta, o homem abriu uma excessão de desespero e começou a caçar animais para alimentar-se, o que convenhamos, dá muito mais trabalho que simplesmente puxar uma fruta da árvore.
    A proteína contida na carne foi o “ingrediente” essencial para o desenvolvimento do cérebro que temos hoje.

    Mas… Meu ponto é colocar aqui que já controlamos o modo de produção há um tempinho, portanto não há necessidade de querer um cabeção ainda maior. Até porque não está ajudando.

    Abraços!

  335. Ana Paula

    Reinaldo,

    Quando você faz sentido, fica melhor. Tá muito doidão, mano.

  336. Gerald

    Feliz dia dos Pais.

    Certamente que receberas estes votos de quem o dirá mais sinceramente.

    Eu tambem receberei os meus.

    Nos todos receberemos.

    Ainda bem que a Ana não esta fisicamente perto de mim.

    Do contrário eu receberia mais um estojo de creme e loção de barba daqueles que custam os olhos da cara.Eu diria:

    -Querida!Justamente o que eu estava precisando!

    Quando na verdade deveria dizer:
    -Mais um!Ainda não terminei o do ano passado!

    Mentir de leve é uma arte.

    Ser pai tambèm.

    E assim vamos deixando as coisas no padrão de sempre.

    Nos os avos do blog somos pais duas vezes.

    Então festejemos esta data.Estamos vivos e com saude.O resto a gente arruma e da um jeito.

    Ou não?

    Aqui em mar aberto passando proximo a terra travez com os Abrolhos.Calados embarcações comboio reboque permitem passagem por terra desde que os pontos sejam bem posicionados.Uso de GPS possibilita fazer esta navegação sem riscos.
    Inumeras baleias Jubartes e crias ao longe.
    Cenário maravilhoso visto no mar.
    Com o barulho motores do rebocador elas não se aproximam.
    Mudando de assunto e falando em sangue.

    -Alquem sabe onde anda ou voa o nosso amigo Vampiro?

    Será que ele foi para a Dinamarca após ter isto o mar de sangue?

    Se foi é bom que ele tire uma foto junto com a pequena sereia e visite o Tivoli Parque.E tome muita Calsberg.

    Tirando esta história das matanças eu diria que a Dinamarca é um otimo lugar para passear.Quando la eu estive gostei.
    Atracamos bem proximos desta famosa sereia e na saida do cais já havia um parque onde mulheres brancas de neve e loiras tomavam banho de sol com os seios a mostras e os passantes não estavam nem ai.Só quem ficava olhando erm os parantes.Eu disse parantes e não disse parentes.

    PARANTES eramos nós os marujos brasileiros ainda não habituados com aquela fartura de seios alvos e de bicos rosados assim expostos.

    Foi um tal de chegar perto e ficar perguntando com é que se saia do parque com eu nunca vi.

    Se eu olhei?

    CLARO!

    Não deveria?

    Amigo o NOJO do Post é somente pelas matanças.

    De resto SALVE a DINAMARCA berço de Andersen e de famosos marinheiros.

    Quem sabe se na origem os homens das ilhas não se enganaram.

    Devem ter dito para eles que para serem machos eles deveriam tirar sanque das criaturas mais meigas da terra.E els danados de WIkings não pensaram em mulheres que eles brutalizavam.
    Acharam que estavam falando em golfinhos.E começaram a mortandade desenfreada.

    Era para terem atacado com a cabeça de baixo mas eles mal usaram a de cima.

    Não é uma hipotese bonita e até muito forçada.

    Mas que quizer arruma uma versão melhor.

    Até mais e feliz domingo.

    A feijoada aqui está cheirando e o critico de arte esta agoniado para comer dois pés de porco.

    Pode?

    Problema dele não é.

    Fui.

    XXX

    😀

  337. Ana Paula

    T, MT,

    Não sou contra a comer carne. Não entendo o porquê comer TANTA carne. Estamos superaquecendo um mercado que desgasta por demasia os recursos naturais.
    Muito pasto, mais desmatamento. O site do Peta tem lá dez motivos pelos quais não deveríamos comer carne e um dos que me alarmou (não deve ter sido o que eles queriam, óbvio) foi o fato de metade da água potável em indústrias serem gastas com a manutenção dos matadouros.
    Sou a favor de uma indústria mais contida. Você toma vinho todo dia? Que tal a carne ser o novo vinho? Algo que apreciamos em momentos especiais.
    E se vamos comer algo que vai correr de nós e pagamos alguém para disfarçar isso, vamos pagar melhor e cobrar com mais assiduidade o tratamento dado para eles. Porque em caixinha ou não, eles correm de nós, entende?

    Abraços.

  338. Ana Paula

    Mr Thomas,

    Curiosidade desinteressante (paradoxo?): nunca comi muita carne e fui vegetariana até tomar uma baita bronca do médico sobre uma anemia que estava se tornando severa.

    E porco abaixa minha pressão arterial, não sei porquê.
    Não, não é bom. Minha pressão normal é 9×6.

    Abraços.

  339. O Vampiro de Curitiba

    Eu sou um verdadeiro predador. Adoro carne. Acho que o natural seria se comêssemos apenas carne e vegetais, como nossos antepassados.
    Mas sejamos sinceros: temos que finalmente deixar nossas cavernas. As futuras gerações não mais admitirão essa matança estúpida. Não há mais porque termos que tirar vidas para podermos sobreviver. Ser carnívoro será parte da pré-história do homem.

  340. gthomas

    POR ALAN VIOLA (linkado a esse blog)

    QUARTA-FEIRA, 5 DE AGOSTO DE 2009
    Um Drum na palha de milho
    Em um jantar em Roma fiquei chocado: depois do segundo prato – dos cinco – eles acenderam cigarros. Os italianos comem cigarros, e até desisti de fumar por isso. Sou fumante, daqueles dependentes, mas fiquei realmente chocado. Eles perceberam meu espanto. Ainda iríamos continuar o jantar, mas eles disseram que ali era assim mesmo: pausa para o cigarro. Esperei a fumaça defumar a pasta e continuamos. Caroços de azeitona nas cinzas.
    Uma vez em uma trilha na Ilha Grande, uma amiga acendeu um cigarro. Brigamos. Eu sou aquele fumante ecológico, daqueles que guardam suas guimbas para jogá-las no lixo e depois… Lógico que já tentei e continuarei a tentar a parar de fumar. Estou procurando a fórmula da Tabagina – que perdi. Nux Vomica e outros elementos associados. A estricnina parece ser o único veneno forte o suficiente para deter a dependência. Há a força da vontade, algo lendário porque a crise de abstinência pode levar a pessoa a cometer loucuras. O cigarro é uma droga poderosa e poucos conseguem parar sem acompanhamento médico. Se no Brasil, antes das tenebrosas imagens estampadas nos maços, tivessem, os fumantes, conseguido obter tratamento sério para se livrar da dependência era outro papo. As imagens deram à indústria tabagista o salvo conduto e o impedimento de processos que nos EUA já ocorriam. O alerta do governo livrou a indústria das responsabilidades sobre as conseqüências do fumo.
    Agora essa lei do Governador Serra. Há quem goste mesmo de fumar e tomar sua cerveja num bar. Há quem, como os italianos que conheci, acenda o cigarro antes mesmo de terminar a refeição. Se for um Drum numa palha de milho, nossa!
    Chega a ser risível e irônico que uma cidade como São Paulo se preocupe com fumaças de cigarro. Li uma pesquisa que dizia que uma pessoa andando na paulista fuma uns 2 cigarros por dia.
    “As chances de ocorrer um infarto em meio a um congestionamento crescem em duas vezes e meia” A poluição nas grandes cidades tornou-se um grave problema de saúde pública, principalmente para as doenças cardiovasculares.”
    A matéria completa está em http://www.nossasaopaulo.org.br/portal/node/560
    Ou seja: os carros que entopem a metrópole, e os ônibus, caminhões e toda a indústria que polui o ar, a água e tudo o mais continuarão a despejar sobre nós – num raio de 400 km – o raio da fumaça maligna. O idiota fumante, já tomado pelo álcool, que se esquecer de ir para o meio da rua poluída, para baforar seu veneno, pode ser preso, multado ou abatido ali mesmo na mesa.
    Poupe-me Governador. Poupe-nos dessa poluição que destruiu o Tietê, dessa poluição que se vê do avião quando se chega e quando se sai de São Paulo. Proíba que o desmatamento nas nascentes e mananciais acabe de vez com a água no Estado.
    Concentre-se na defesa da Cantareira. E do que sobrou.
    Recupere os rios, as florestas, a vida nesse estado comprometido.
    Não estou defendendo o cigarro, fuma quem quer, e de preferência longe de quem não fuma. A poluição do ar é menos democrática: todos estamos submetidos ao mal, querendo ou não, e nem dá para beber uma cerveja tragando uma fumaça de óleo diesel daqueles que os caminhões soltam sem lei nem pena.
    Que tal se proibíssemos também as fumaças todas de transitarem pelo ar?
    Que tal se em vez de uma pessoa por carro houvesse transporte público de qualidade?
    O Metrô de São Paulo sequer tem ar condicionado. Sua superlotação afugenta o usuário.
    E as indústrias? O Governo realmente fiscaliza a poluição que produzem? Se fiscaliza mesmo – por quê esse resultado péssimo da qualidade do ar?
    Não venham me dizer que é por causa do Zé que fuma seu Derby no boteco da esquina.
    Bem, do jeito que vão as coisas no país, eu poderia até acreditar.

  341. Ana Paula

    E eu *NUNCA MAIS* vou em churrascaria só pra agradar colegas de trabalho!
    Fala sério! Pagar R$ 40,00 pra ficar no pão de alho, coxinha de galinha e a sobremesa custar mais R$ 15,00????
    Ah, não dá não!

    E feliz dia dos pais a todos os provedores machos bacanas deste blog!

  342. Claudio

    Leia uma de marcianos:

    Marcianos na Terra
    Dois marcianos resolveram aterrisar na Terra (cic) e aterrorizar os terráqueos.(rg)
    Depois de pousar com sua nave em uma cidade do interior de Minas Gerais, eles chegaram a um velho posto de gasolina, caindo aos pedaços.
    Confundindo uma bomba de gasolina antiga com um ser vivo, os marcianos se aproximaram e um deles falou:
    — Mísero Terráqueo, leve-nos ao seu líder!
    Ao ver que a bomba não respondia, ele apontou uma arma laser para ela e falou mais alto:
    — Terráqueo imundo, obedeça! Leve-nos ao seu líder agora!
    O outro marciano, com uma cara de assustado, tentou amenizar a situação:
    — Olha, cara… Eu acho melhor a gente deixar quieto…
    — Como assim, deixar quieto, mermão? — gritou o marciano armado, puto da vida — Esse terráqueo de merda tem que se submeter à nossa vontade! Obedeça, terráqueo! Senão eu atiro!
    A bomba ainda não respondia e o marciano medroso falou mais uma vez:
    — Acho que esse cara é casca grossa, brother! Vamos embora enquanto podemos…
    — Deixa de ser cagão, rapá! Somos superiores! Vamos fazer este idiota nos obedecer! Por bem ou por mal… Vamos, leve-nos ao seu líder, terráqueo! É a sua última chance!
    Como a bomba nao respondeu, o marciano disparou a arma, fazendo o posto inteiro explodir em chamas.
    A explosão os arremessou chamuscados a metros de distância! Machucado e atordoado, o marciano corajoso perguntou ao amigo:
    — Caracas! Você tava certo! Mas como você sabia que esse cara era tão poderoso?

    E o amigo respondeu:

    — Pô, cara! Você não viu o pau dele? O bicho descia, dava duas voltas no chão, subia e ainda ficava perdurado na orelha!

    Abraços.

    Pacheco.

    😀

  343. Queridos meninos que tenham um dia com fartura de comida boa de mãe, afagos, beijinhos e carinhosdos filhotes, que ganhem os presentes certos, ou ao menos que saibam fingir que amaram, pois acreditem é dificil pacas escolher presente pra papai.
    Eu que o diga, apesar de não ser dia dos pais em Israel hj fui com as meninas a uma ‘lujinia’ e escolhi um presentinho ao nosso amorzão. Ele ainda nãoquer entrar na minha de virar vegie, mas aos poucos vai acabar aderindo o conceito.
    Beijo enorme para vcs todos.
    FELIZ DIA DOS PAPIS!!! 😉

  344. O Vampiro de Curitiba

    Eu estou revendo meus conceitos. A partir de amanhã vou me preparar para deixar de vez o cigarro. A partir daí vou ter uma alimentação mais saudável, o que, necessariamente, não terá carne de animal algum.

  345. targinosilva Delenda est Senado.

    Daniela.

    Não podemos deixar de comer proteínas, proteínas aceleram o cérebro.
    Eu como amendoim cozido, ou então levemente torrado.
    Muito cuidado com amendoim, tem um fungo que produz câncer.
    Outra fonte de proteína é o queijo prato, porem rico em colesterol.
    Feijão tem bastante proteína, não gosto muito de soja.
    Tem muita soja no leite industrializado, soja e açúcar, (falta respeito com os diabeticos)
    o que causa uma flatulência, desgraçada, se não for bem cozido.

  346. hahaha , pacheco .
    quem te disse que eu gosto de mangueira longa ?
    mas peraí , pacheco , o marciano sabe o que é um pau mas não sabe o que é um humano inteiro ? …

    ta me chamando de marciano gay , pacheco ?
    aquiii , me erra … ó cô ti processu , hein …

    sexo e furia só existem na terra . fora daqui é paraíso .

  347. gthomas

    Parabens Vamp: sem smokes!

    TORCENDO POR VC!

    LOVE
    G

  348. Ana Paula

    Vamp,

    Se você parar, eu páro também! 😀

    Abraços.

  349. Cintia

    Olá Ana Paula!

    Tb já estava com saudade!
    Entendi o seu ponto. Nesse tal vídeo ‘A Carne é Fraca’ eles falam sobre isso. Os processos que se tornaram devastadores e também a ‘diversificação’ exagerada de carnes, por mera futilidade, tipo carne de avestruz, e vitela, o baby beef, por ex., que submete o filhote a um processo horrível.

    O fato é que menos de 2 horas depois de assistir eu já estava comendo uma torta de frango sem a menor culpa; ainda estou totalmente no esquema ‘cadeia alimentar’, como alguém citou aí.

    “A proteína contida na carne foi o “ingrediente” essencial para o desenvolvimento do cérebro que temos hoje.”

    Eu achei isso interessantíssimo. Se a adaptação leva automaticamente à evolução, então é justo que nesse nosso estágio ainda faça todo sentido comermos carne.
    Não me ocorre então o que nos levará ao próximo passo. Evolução “moral”? Espiritual?
    Realmente isso me botou pra pensar.

    beijos!

  350. Cintia

    “para deixar de vez o cigarro. A partir daí vou ter uma alimentação mais saudável, o que, necessariamente, não terá carne de animal algum.”

    Vamp,

    Definitivamente a minha evolução tá mais lenta que a sua, rs.

  351. Ana Paula

    Vamp

    (again)

    Ouvi falar em um remédio à base de Tartarato de Varicilina, o tal do Champix, que é tiro e queda. Você se prepara uma semana (não precisa ser de uma vez, pra não morrer ou matar alguém no caminho) e a dose dele vai aumentando.
    Os comentários que eu li nos blogs disseram que é muuuuito bom, mas…
    1 – Custa caro pra KRLHO, R$ 300,00 a R$ 600,00. Tratamento inicial de 3 meses.
    2 – Eu peguei uma amostrinha e me deu uma dor de cabeça da moléstia. Mas depois passou.
    3 – Causa alguns efeitos colaterais (é claro) tipo depressão, insônia, terremoto, fome na Malásia, etc, então é bom estar com aquele “estabilizador de humor” básico pra conter a bomba;
    4 – O povo dos blogs falam que param de fumar, mas não sabem como largar a p*** do remédio, eheheheheh.

    E aí, vamos tentar?

    Abraços.

  352. Luciana

    Reinaldo Pedreira

    Me referi ao estrumes que são perversos e crueis.E os que chamam os outros de estrumes, esses não tem consciência disso por isso chamam os outros de estrume(merda), na sua interpretação.

    Bem, Reinaldo, eu quis dizer com isso é que pessoas que vêem prazer em torturar, tripudiar, matar outros seres são estrumes mesmo e também penso se os outros podem chamar de tudo qualquer pessoa, penso que essas pessoas rotuladas de tudo também são livres para rotular quem quiser, não que isso vá adiantar alguma coisa,porque não vão ser rótulos que vão mudar o que somos de verdade tanto para o bem para como o mal.Se alguém fica só elogiando outra pessoa que é um crápula , um nazistão,etc que não tem talento nenhum só porque é amiguinho ou qualquer coisa também não vai mudar o que ela é de verdade e o contrário é a mesma coisa, se pessoas rotulam, ofendem alguém especial, inteligente, sensível , etc,esses rótulos também não vão mudá-la o que ela é de verdade. Resumindo foi isso o que eu quis dizer.

  353. Ana Paula

    Pois é Cíntia,

    Não, acho que o próximo passo é ESTRATÉGICO, sabe. Usar a proteína acumulada no cabeção para gerar um equilíbrio alimentar interno e externo. Do tipo, pouca gente comendo muita carne, muita gente não comendo nada?

    Como diz o povo fashion, “menos é mais”.

    Abraços.

  354. O Vampiro de Curitiba

    Cintia e Ana Paula, vamos juntos! O Gerald conseguiu parar de fumar, nós também podemos. A minha estratégia será, a princípio, usar apenas aquelas pastilhas de nicotina. Se der certo, tudo bem. Se eu ver que não estou conseguindo, vou apelar pro Ziban, que já usei uma vez e foi muito bom, fiquei 3 meses sem fumar.

    Pacheco, tá lendo? Você também está intimado a fazer parte dessa luta.

  355. Ana Paula

    Mas VAMP,

    (espero que você não esteja de ironia ou eu estou fazendo papel de cretina)

    Se eu parar de comer as 200 gr de carne por semana, meu médico me mata antes do cigarro!!!!

    Só um bifinho, vai. Fininho.

    Abraços.

  356. Cintia

    Daniela,

    Qual foi a minha ‘descrição’ que te tocou??

    – galinhas botando ovos estressados?
    – filé sangrando no prato?
    – cães dinamarqueses malandrinhos?
    – atlantes comendo flores?
    – citei mais alguma coisa e não lembro?
    😀

    abraços!

  357. Luciana

    Não fumo, não bebo, só de vez em quando, gosto de comer, mas minha alimentação é saudável de um modo geral, mas não deixo de comer uma deliciosa pizza, algum doce, como chocolate, sorvetes, massas,etc…Não me privo dessas delícias.Mas tento manter uma dieta saudável, mas o meu pecado é a gula.Sou gulosa.Então entrar no rigor de uma dieta saudável não é uma tarefa fácil para mim.Não sou magra, sou gordinha.E sei que tenho que me exercitar mais, caminho , subo escada diariamente, escada , uns 7andares, não todos os dias, mas às vezes faço isso.Gosto de exercitar o corpo, mas ao ar livre, não em lugares fechados como academias.Fazer caminhadas, correr, andar de bicicleta,etc…

  358. O Vampiro de Curitiba

    Ana Paula, pra mim o primordial, por enquanto, é o cigarro. Depois, com tempo, vou deixando o café, o refrigerante, a carne, etc.

    Esse remédio que vc falou eu não conheço. Ano retrasado eu usei o tal de Ziban, que é anti-depressivo. O problema é que não se pode dirigir, andar armado, etc., o que para mim seria impossível. Vamos ver. Hoje fumo normalmente, amanhã começo com as pastilhas de nicotina e vou reduzindo até parar.

  359. Ana Paula

    Vamp,

    ZIBAN? Me explica, não conheço!
    Meu vício é pesado, pastilha de nicotina não faz nem cosquinha.

    Abraços.

  360. Ana Paula

    Vamp,

    A Cíntia é de ESPARTA. Ela vai no seco, mesmo.
    Ela pode nos ajudar!
    Eu vou correr atrás do Champix.
    Trato feito.

    Abraços.

  361. Cintia

    Ana Paula e Vamp!

    Chegando reforços! rs.
    Tô precisando mesmo do máximo de estímulos possíveis.
    Troquemos idéias mesmo.
    Devo confessar que durante a semana eu estava indo ótima, mas ontem desbanderei um pouco de novo.
    A princípio estou indo na ‘inguinorança’ mesmo, sem químicas.
    Ana Paula, eu não sabia que o Champix já estava available no Brazil!

  362. O Vampiro de Curitiba

    Ana Paula, o Ziban é um anti depressivo. Conheço muita gente que parou de fumar usando-o. É bem caro também, mas nada que não se economize deixando de comprar cigarros.

    Eu fumo desde os 14 anos. Desde essa idade até hoje, 40 anos, fumo 2 ou mais maços por dia. Sou completa e totalmente dependente da nicotina. Garanto a você que se eu conseguir, qualquer um consegue. O Gerald conseguiu sem usar remédio algum. Vamos tenatar. Vamos trocando experiências por aqui.
    Boa sorte, Ana Paula! Vamos precisar, hehe…
    Prepare-se para a dor e o sofrimento. E para a… liberdade!

  363. Luciana

    Aliás, neste exato momento, estou comendo dois pãezinhos com queijo e presunto de peru e café.Depois talvez coma uma laranja.Acordei tarde, o almoço será a janta.

  364. O Vampiro de Curitiba

    Cintia, vou precisar da tua força!

  365. Cintia

    Ana Paula,

    Já usei Zyban tb, há uns 5 anos. Uma caixa com 30 ou 60 comprimidos, não lembro direito, custava em torno de 150,00.
    Funciona legal; em mim, nenhum efeito colateral, zero mesmo.
    Mas me fiei só nele, e não é bem assim o processo. É preciso acionar a força de vontade em conjunto, e como contei aqui, coincidiu com um período de stress muito sério pra mim, e botou tudo a perder.

  366. Cintia

    Vamp e Ana Paula,

    UNIDOS VENCEREMOS!!!

    “A Cíntia é de ESPARTA. Ela vai no seco, mesmo.”

    😀 !

    beijos!!

  367. Luciana

    Minto, às vezes, entro numa tabacaria e compro cigarrilhas Sandes sabor chocolate, depois do almoço ou qualquer outra refeição, muito raramente, fumo uma cigarrilha destas.

  368. O Vampiro de Curitiba

    Cintia e Ana Paula, eu vou pra ignorância: É tudo ou nada! Não mais me permitirei ser controlado por um maldito cigarro. Agora ou vai ou não vai. Do jeito que está não fica. Chegou a hora de encarar de frente meu maior inimigo: eu mesmo.
    Quase morri (literalmente) para largar o álcool, mas hoje faz mais de 10 anos que não boto uma gota de álcool na boca. Nem em vinagre da salada.
    Amanhã é Vamp X Vamp, que vença o melhor!

  369. claudio

    Não rotulo ninquém exceto o lula de MENTIROSO.

    Marcianos gays não existem.Você esqueceu?

    O que aqui na terra é gay lá é V 24.
    isto os de primeiro escalão pois os cor de abacate são tratados de : vm0 e as travecas que dançam nas boates estrelares de:
    vhm bi.

    Ontem meu amigo esteve nos sobrevoando mas não aterrisou.
    Falou pelo rádio e disse que : CPNp%4@3=+==**&

    Na hora não entendi mas depois consultando o livro que tenho ele estava avisando que nem eu e nem voce vamos ganhar presente hoje.

    Você sabe a razão?

    Eu nem imagino.

    Será que somos pais excluidos?

    😉

  370. Cintia

    Ah Vamp!

    Se vc já tem uma outra experiência assim de vitória, é muito legal!
    Vc já tem uma referência!
    Eu nunca tive que ‘lutar’ assim contra nada, nem dieta alimentar séria eu nunca fiz. Nunca resisti a exercícios físicos, nadinha.
    A minha maior ‘pisada de bola’ em termos de saúde foi mesmo o cigarro. E portanto… meu maior desafio…

    “Prepare-se para a dor e o sofrimento. E para a… liberdade!”

    Isso é bacana, Vamp, bem bacana.

    Ó, uma diquinha, se vcs ainda não tentaram essa.
    Marquem pra essa semana uma limpeza dos dentes no dentista.
    Qdo a gente chega em casa com a boca toda fresquinha, os dentes todinhos absolutamente limpinhos, dá mó reforço na auto-estima e consequentemente, na força de vontade.

  371. Cintia

    O meu Flófis Papis tá longe di me…
    Tá lá em Campos do Jordão andando de teleférico no Morro do Elefante.
    Chuif chuif pra mim…
    Mas feliz feliz por ele!

  372. Ana Paula

    Vamp,

    Deus te ajude! Amanhã também começo.
    O melhor jeito de aprender é o jeito que a gente conhece.
    Eu vou de Champix.

    Cíntia,
    Já está disponível no mercado sim! É difícil de achar, mas você pode encomendar nas farmácias maiores.

    Minha sugestão: recaídas são NORMAIS! Não vamos desistir porque não resistimos a um cigarrinho, heim?
    Caiu, levantou!

    Adoro vocês… Dou uma saída, mais tarde volto.

    Abraços!

  373. Cintia

    Ana Paula e Vamp,

    É isso aí!!
    Um dando força pro outro!!
    E vamo que vamo!!

  374. Glorinha

    Ana Paula, Cintia e Vampirinho…

    vou ficar “de olho” em vocês…rs…
    vocês são dez!

    vampirinho X vampirinho = vvaammppiirriinnhhoo..rs…
    []

  375. Glorinha

    Bom dia para todos!!!

    Feliz dia para todos também…
    [[]]

  376. Glorinha

    Pacheco…

    no mar deve ser um momento de reflexão se quando olhar para os lados e não ver terra alguma…
    ver o mar e seus filhos e entender que somos irmãos afinal… água, céu, terra…
    o homem anda em duas pernas, os peixes nadam, outros animais voam… cada um tem o espaço…
    não me parece justo acabar com esse espaço para nenhum de nós…seres desse universo…
    linda visão para vc nesse dia!
    [[]]

  377. ta vendo como cigarro é um atraso !
    isso foi assunto do post anterior , minha gente .
    avant-guardem-se e as suas saudes e as nossas .

  378. Luciana

    Todas essas conversas me levaram a lembrar dum filme que assisti , Alphaville, de Jean Luc Godard, um lugar onde as pessoas só seguiam um computador, o que ele mandava e sugeria, viviam tomando remédio, não tinham emoções, não choravam, não amavam, nada, tudo somente lógica…os que tinham emoções ou refletiam sobre a existência eram executados.Tudo a ver com certas coisas que presencio…às vezes.

  379. Luciana

    Depois de um lauto almoço ou janta, diga-se de passagem, nada melhor que um licôr, uma cigarrilha sabor chocolate ou vanilla e um cafezinho para completar o quadro…

  380. Ekran

    acerca da crueldae contra os animais…o tema não é novo no registro das (pre) ocupações humanas…

    – – – –
    Montaigne (1533-1592), em seu livro de ensaios, disse que a virtude é coisa diferente e mais nobre que as inclinações para a bondade que nascem em nós e que entre os vícios havia um que detestava particularmente: a crueldade.

    Por instinto ou por reflexão, considerou este vício o pior de todos. E confessou ter a fraqueza de não poder ver matar um frango sem que lhe fosse desagradável, nem poder ouvir uma lebre gemer nos dentes dos cães; que jamais pôde ver perseguirem e matarem um inocente animal sem defesa, do qual nada temos a recear, como é o caso da caça ao veado, o qual, quando sem fôlego, sem forças e sem mais possibilidade de fuga, rende-se, como que implorando nosso perdão e, com lágrimas nos olhos, gemendo, ensangüentado, pede mercê. Comparou a caça à volúpia que sente o homem quando da união com a mulher na hora em que o prazer se aproxima. Ele supôs que esse fosse certamente o motivo pelo qual os poetas representavam Diana indiferente às chamas do amor e às flechas de Cupido. Se pegava um animal preso, Montaigne o devolvia à liberdade. O mesmo fazia Pitágoras, que comprava peixes e pássaros para soltar. Foi, disse ele, com o sangue dos animais que o ferro se tingiu pela primeira vez.” Os que são sanguinários com os bichos revelam uma natureza propensa à crueldade. Depois que os humanos acostumaram-se em Roma, com os espetáculos de matanças de animais, passaram às lutas entre os gladiadores.

    Para Montaigne, parecia que o homem era incapaz de se comprazer em ver os bichos se acariciando, ao invés, excitava com suas lutas ferozes. Ele justificou essa simpatia pelos animais na própria teologia, que recomenda a benevolência. Acreditava que o Criador nos pôs na Terra para servi-lo e que os animais são como nossa família. Pregava o respeito não só pelos animais, mas também por tudo o que encerra vida e sentimento, inclusive árvores e plantas.

    (in: TUTELA JURÍDICA DOS ANIMAIS, Edna Cardozo Dias, Tese de Doutorado apresentada ao Curso de Doutorado da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais)

  381. Cintia

    Claudio,

    Ex fumante chato é que ficou lá no post anterior.
    Sai pra lá!!!
    Vade retro!
    Num vem pra cá bagunçar o meu coreto, da Ana e do Vampitcho não!

    Chaaatooooo!!

    ehehe…

  382. Cintia

    Glorinha, beijos!

  383. Ekran

    e o historico correspondente de leis contra a crueldade praticada contra os animais…

    – – – –
    O progresso intelectual desenvolvido durante o século XVIII teve como conseqüência o surgimento de algumas leis protetoras dos animais no século XIX. Foi da Grã-Bretanha que saíram as primeiras leis nesse sentido.

    A primeira proposição de lei que surgiu foi para impedir as lutas entre touros e cães, introduzida na Câmara dos Comuns em 1800. George Canning, Ministro de Assuntos Exteriores, julgou um absurdo e ela foi rejeitada, sob a alegação de que se teria que proibir, então, o boxe. O assunto mereceu um editorial no jornal The Times, que condenou a intromissão da lei no direito de propriedade e no modo como a pessoa dispunha de seu tempo.

    Em 1821, Richard Martin fez uma proposição de lei para impedir os maus-tratos a cavalos. Essa proposição foi igualmente rechaçada. Só em 1822 Martin triunfou, com a aprovação da primeira lei de proteção aos animais. Esta proibia que alguém submetesse a maus-tratos o animal, que fosse propriedade de outra pessoa. Pela primeira vez a crueldade contra os animais tornava-se uma infração punível.

    Como interessados maiores, os animais não podiam postular em juízo, a lei não estava sendo cumprida. Foi fundada na Inglaterra a primeira sociedade de proteção aos animais, a Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals, sob os auspícios da Rainha Vitória. Surgiu para postular em juízo o cumprimento da lei.

    Mas foi, principalmente, no século XX que a expressão sujeito de direito veio alargando sua área/abrangência, e os países começaram a aprovar, sucessivamente, leis de proteção aos animais.

    O peregrino, o escravo, o servo, o bastardo, o cidadão, todos se tornaram sujeitos de direitos. A lei faz desaparecer a distinção entre pretos e brancos. A mulher se emancipou. As crianças passaram a ser protegidas. É, pois, natural que o mesmo homem que se tornou solidário com seus semelhantes tenha se compadecido do sofrimento dos animais e aprovado leis para sua defesa.

    Desde o final do século passado, e sobretudo do início deste século, a legislação de diversos países passou a contemplar a proteção dos animais. As primeiras referências ao assunto foram:

    República Libanesa (sob mandato da França) — decreto de 2 de março de 1925, que regula a proteção animal

    Itália — Lei de 12 de junho de 1913: que regulamenta a proteção animal, confirma e amplia os dispositivos do Código Penal, dispondo sobre crueldade, trabalho excessivo, tortura, experimento científico, animais de carga, caça de aves migratórias e maus-tratos.

    Bélgica — Lei de 2 de março de 1929: que dispõe sobre crueldade, maus-tratos, pássaros cantores cegos, trabalho doloroso e superior às forças, lutas de animais, vivissecção.
    Código Penal Belga — arts. 557, § 6º, que dispõe sobre matar maldosamente e ferir animais:
    — Decreto real de 28 de junho de 1929, que dispõe sobre transporte e abate de animais.
    — Decreto real de 25 de outubro de 1929, que dispõe sobre pássaros insetívoros.
    — Decreto real de 20 de novembro de 1931, que dispõe sobre transporte de cavalo por estrada de ferro.

    Luxemburgo — Código Penal, arts. 538 a 541 e 557 a 561, que dispõe sobre envenenamento de animais e poluição dos rios, abate de animais, condutores de veículos, crueldade, maus-tratos, luta entre animais, espetáculos cruéis.

    Espanha — Ordem real de 26 de dezembro de 1925, que considera que em todo país civilizado, deve-se fazer esforço para tratar bem os animais:
    — Decreto do Ministro do Interior, de 17 de novembro de 1931, que cria um escritório central para proteção dos animais e plantas.
    — Lei de 19 de setembro de 1896, que dispõe sobre proteção das aves.
    — Ordem de 1º de julho de 1927, que dispõe sobre captura de animais errantes.
    — Ordem de 7 de fevereiro de 1928, que dispõe sobre touradas.
    — Ordem de 28 de fevereiro de 1929, que dispõe sobre briga de galo e jogo de enterrar aves até a cabeça.
    — Ordem de 31 de julho de 1929, que dispõe sobre crueldade, trabalhos excessivos, pássaros cegos e vivissecção.

    Portugal — A legislação portuguesa compreende leis e decretos relativos à proteção em geral e uma regulamentação especial sobre a interdição da corrida de touros com morte do animal:
    — O Decreto de 16 de setembro de 1886, que se incorporou ao Código Penal, os arts. 478 a 481, sobre envenenamento, animal de carga, animal de consumo, matar e ferir animais.
    — O Decreto 5.864, de 12 de junho de 1919, que se refere a trabalhos excessivos.

    Argentina — Desde 1891, a Lei 2. 786, de 3 de agosto, que protege os animais.

    Inglaterra — Desde 1809, lorde Erskine tentou junto ao Parlamento, obter justiça em favor dos animais, mas foi em 1822 que Richard Martin conseguiu o primeiro ato em favor dos animais.
    Os primeiros atos na Inglaterra foram os de 1849 (animais domésticos), 1854 (cães), 1876 (vivissecção), 1906 (proibindo o uso de cães e gatos para experimentos científicos), 1921 (tiro ao pombo), ato 1925 (aprisionamento de ave em gaiolas insuficientes).

    Alemanha — A primeira lei, em 26 de maio de 1926, pune com pena de prisão e multa aquele que tratasse o animal com crueldade.

    Áustria — A punição para aquele que maltratasse animais em público data de 1855.

    Hungria — A lei Fundamental XI, de 1879, em seu § 86, punia com prisão e multa quem submetesse os animais a maus-tratos.

    Suécia — Desde 1988 está na vanguarda da proteção animal, com o The Animal Protection Act, de 2 de julho. A lei sueca trata do bem-estar dos animais de consumo, alem dos animais de companhia, animais usados para corrida e exibição, e animais para propósitos científicos.
    Essa conquista se deve, em grande parte, à escritora infantil Astrid Lindgren, que publicou uma série de alegorias satíricas revelando a difícil situação dos animais de criação. Em um dos contos, Deus visita a Terra, após prolongada ausência e fica profundamente decepcionado com o que vê.
    Com o novo Ato, aos rebanhos é concedido o direito de pastagem, as galinhas não recebem hormônios e drogas e aos criadores é concedido o prazo de dez anos para libertá-las das prisões. Os abates devem ser humanitários.
    Enfim é uma das melhores leis do mundo para os animais.

    Suíça — Alguns cantões já puniam os maus-tratos a animais desde o fim do século passado.
    Hoje, a Lei Federal de 9 de março de 1978 é uma das mais avançadas do planeta. Ela trata dos experimentos científicos envolvendo animais, do sistema de estabulação dos animais, da detenção de animais selvagens, do comércio de animais, do transporte de animais e do abate de animais.
    As disposições penais referem-se aos maus-tratos aos animais, à negligência, ao abate de forma cruel, à promoção de lutas entre animais e à realização de experimentos dolorosos, que são crimes puníveis com prisão e multa. O processo penal e o julgamento são de competência dos cantões. Essa Lei foi regulamentada pelo decreto de 27 de maio de 1981.

    França — Podem ser citados a Lei Grammont, de 2 de julho de 1850, e o Código Penal de 1791, que qualificam como crime o envenenamento de animais pertencentes a terceiros e os atentados a bestas e cães de guarda em território de outrem.
    O novo Código Penal, no art. 38, prevê pena de multa e prisão para aquele que submeter animais domésticos ou cativos a maus-tratos, publicamente ou não. De forma expressa, coloca-se que este artigo não se aplica a corridas de touros ou a brigas de galos.
    O art. 39 trata da reincidência e do aumento da pena. A crueldade está tipificada no art. 453, que prevê pena de 15 dias a 6 meses e multa. Com a mesma pena é punido quem abandonar voluntariamente o animal, exceto para repovoamento.
    O art. 453 impõe limitações à pesquisa científica.

    O estudo da legislação estrangeira nos permite classificar os animais em duas categorias: a que considera o animal como propriedade de outro, configurando-se como bem que a lei assegura conservação; e aquela que reconhece direitos próprios para os animais, mas exatamente embriões de direitos, tais como o direito à vida e à supressão de seu sofrimento.
    A idéia de proteção aos animais se estendeu dos animais domésticos aos silvestres.
    Associações protetoras dos animais foram fundadas em vários países.

    (in: TUTELA JURÍDICA DOS ANIMAIS, Edna Cardozo Dias, Tese de Doutorado apresentada ao Curso de Doutorado da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais)

  384. Ekran

    E a lei vigente no Brasil…

    —————-
    Lei 9.605/98 — Art. 32: Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:

    Pena — detenção, de três meses a um ano, e multa.
    § 1º — Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.
    § 2º — A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

    Uma conceituação genérica e abrangente é dada pela Dra. Helita Barreira Custódio, em seu parecer de 7/2/97, elaborado para servir de subsídio à redação do Novo Código Penal Brasileiro.
    Diz ela: “Crueldade contra os animais é toda ação ou omissão, dolosa ou culposa (ato ilícito), em locais públicos ou privados, mediante matança cruel pela caça abusiva, por desmatamentos ou incêndios criminosos, por poluição ambiental, mediante dolorosas experiências diversas (didáticas, científicas, laboratoriais, genéticas, mecânicas, tecnológicas,dentre outras), amargurantes práticas diversas (econômicas, sociais, populares, esportivas como tiro ao vôo, tiro ao alvo, de trabalhos excessivos ou forçados além dos limites normais, de prisões, cativeiros ou transportes em condições desumanas, de abandono em condições enfermas, mutiladas, sedentas, famintas, cegas ou extenuantes, de espetáculos violentos como lutas entre animais até a exaustão ou morte, touradas, farra do boi ou similares), abates atrozes, castigos violentos e tiranos, adestramentos por meios e instrumentos torturantes para fins domésticos, agrícolas ou para exposições, ou quaisquer outras condutas impiedosas resultantes em maus-tratos contra animais vivos, submetidos a injustificáveis e inadmissíveis angústias, dores, torturas, dentre outros atrozes sofrimentos causadores de danosas lesões corporais, de invalidez, de excessiva fadiga ou de exaustão até a morte desumana da indefesa vítima animal.”

    Depois da Lei 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, qualquer abuso ou maus-tratos aos animais, bem como o ato de feri-los ou mutilá-los é crime punível com pena de detenção e multa, sejam eles domésticos, domesticados, silvestres, ou exóticos. Esta mudança não só acompanha a legislação de países mais adiantados, como adequa a legislação ordinária à Constituição Federal, que veda as práticas que submetem os animais a crueldade. No caso de a mortandade de animais ser causado por poluição, a pena é mais severa, prevendo a reclusão.

    Em uma conceituação abrangente, podemos enumerar algumas configurações de crueldade, segundo nosso entendimento e experiência fática:

    1. Maltratar ou agredir fisicamente os animais, submetê-los a qualquer prática que cause sofrimento, danos ou condições inaceitáveis de existência.

    2. Manter os animais em lugares anti-higiênicos ou que lhes impeçam a respiração, o movimento ou o descanso, ou os privem de ar ou luz, ainda que para fins industriais ou comerciais.

    3. Obrigar os animais a trabalhos excessivos ou superiores às suas forças, bem como castigá-los, ainda que para aprendizagem ou adestramento.

    4. Golpear, ferir ou mutilar qualquer órgão ou tecido do animal, exceto as operações controladas pelo veterinário, em caso de necessidade e com emprego de anestesia.

    5. Abandonar animal ferido, doente, acidentado, extenuado ou mutilado, assim como deixar de ministrar-lhe assistência veterinária.

    6. Vender ou doar animais a laboratórios ou clínicas de experimentação.

    7. Dar morte aos animais sem o atendimento das normas legais que planejam o sofrimento da espécie e cujo extermínio seja necessário, para consumo ou não.

    8. Engordar aves, suínos e outros animais por processos mecânicos, químicos e outros métodos que sejam cruéis.

    9. Arrancar pena ou pelo de animal vivo ou entregá-lo vivo à alimentação de outros, bem como encerrá-lo junto com outros que o aterrorizem ou molestem.

    10. Manter, criar, expor ou transportar o animal de cabeça para baixo ou em recinto exíguo, anti-higiênico, mal ventilado, bem como deixar de lhe dar água ou alimento, em quaisquer circunstâncias.

    11. Realizar espetáculos, esporte, tiro ao alvo, cerimônia religiosa, magia negra, em ato público ou privado, que envolva a morte de animais, bem como lutas entre animais da mesma espécie ou de espécies diferentes, independentemente de sua espécie, raça, origem (exótica ou nativa, silvestre ou doméstica) ou de sua quantidade.

    12. Promover tourada, simulacro de tourada, rinhas de galo, rinhas de canário, rinhas de cães, corridas de porcos, saltos de rãs, farra do boi, rodeios, vaquejadas, amarrar latas em rabos de gatos e cães, morte do pato.

    13. Sacrificar animais com venenos e outros métodos não preconizados pela Organização Mundial de Saúde, nos programas de profilaxia de raiva.

    14. Abater para consumo ou fazer trabalhar os animais em período adiantado de gestação.

    15. Utilizar em serviço animal cego, ferido, enfermo, fraco, extenuado ou desferrado em ruas calçadas.

    16. Açoitar ou castigar animal caído sob veículo ou a ele atrelado, bem como atá-lo à cauda de outro.

    17. Descer ladeiras e barrancos com veículos de tração animal sem utilização das respectivas travas de uso obrigatório.

    18. Fazer viajar um animal a pé mais de dez quilômetros sem lhe dar descanso, trabalhar mais de seis horas contínuas sem lhe dar água e alimento ou conservar animais por mais de 12 horas sem água ou alimento.

    19. Transportar animais em cestos, gaiolas, embarcações e veículos sem as proporções necessárias ao seu tamanho e número de cabeças e demais condições estipuladas pelo órgão competente.

    20. Encerrar em curral ou outros lugares de guarda, lojas ou exposições animais em número tal que lhes dificulte a movimentação, e deixá-los sem água ou alimento.

    21. Praticar abuso sexual ou bestialidade.

    22. Ministrar qualquer tipo de substância tóxica ou colocá-la em local que possa causar dano ou morte a animais, bem como difundir praga ou qualquer doença infecciosa.

    23. Utilizar veículo de tração animal sem o uso de escora ou suporte fixado por dobradiças, tanto na parte dianteira como na traseira.

    24. Castigar animal no baixo ventre ou nas pernas.

    25. Praticar a caça predatória; deter, traficar, comercializar, exportar, capturar, ou manter em cativeiro animais sem a devida observação das normas legais e a devida autorização dos órgãos competentes.

    26. Abater animais silvestres, exceto para evitar o sofrimento desnecessário, quando mortalmente feridos ou acometidos de doença incurável.

    27. Adestrar cães com o objetivo de caça ou perseguição a animais.

    28. Praticar a vivissecção ou qualquer experimento em animais vivos, ainda que para fins científicos, quando os resultados possam ser obtidos por métodos alternativos ou já sejam conhecidos anteriormente.

    29. Realizar experimentos em animais com o fim de demonstrar efeito de drogas venenosas ou tóxicas, bem como os que conduzam o animal a stress, inanição ou desistência da vontade de viver.

    30. Realizar experimentos em animais para fins comerciais, de propaganda, armamentistas e outros que não sejam científicos, bem como utilizar animais já submetidos a outros experimentos.

    31. Realizar experimentos dolorosos em animais sem emprego de anestesia.

    Consideramos maus-tratos ou abuso, segundo entendimento próprio e experiência fática:

    1. Difundir, por meio de qualquer meio de comunicação, cenas de maus-tratos a animais, sem que esteja claramente expresso o repúdio a tais atos.

    2. Exercer venda ambulante de animais ou vendê-los para menores desacompanhados dos responsáveis legais.

    3. Deixar de prestar socorro ao animal, no caso de atropelamento, mesmo na hipótese de crime culposo.

    4. Utilizar animais vivos em rifas, jogos, sorteios, quermesses, para propagandas comerciais, bem como utilizá-los em programas de televisão, teatro e outros espetáculos, quando tais atos impliquem na agressão física e psicológica do animal.

    5. Atrelar animais a veículos, instrumentos agrícolas ou industriais sem as cautelas e apetrechos indispensáveis à proteção de seus organismos ( balanços, ganchos, lanças,arreios em bom estado de conservação)

    6. Prender animais por meio de cordas, correntes ou similares de forma a imobilizá-los por mais de duas horas.

    7. Usar drogas estimulantes ou depressivas e similares, exceto quando por necessidade médica e em benefício do próprio animal

    (in: TUTELA JURÍDICA DOS ANIMAIS, Edna Cardozo Dias, Tese de Doutorado apresentada ao Curso de Doutorado da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais)

  385. Cintia

    “Cintia.
    Vivemos na ilusão da vida eterna.
    Se até o sol vai se apagar.
    Do que vivera o espirito?
    Tudo que tem vida consome energia.”

    Targino,

    Quer vc queira, quer não, a VIDA É um FLUXO ETERNO.
    É o que faz por ex. , com que uma planta nasça até no meio de paralelepípedos.
    É o que fez tudo no planeta adotar novas feições depois da trombada lá da extinção dos dinossauros.
    A vida só tem uma direção: pra frente.
    Fluxo ininterrupto. Non stop (rs).

    Vc continua achando que o homem é o centro do Universo.
    Tenha menos certezas. Transcenda sua finitude!
    Vc tem apenas as certezas de um ser finito, num Universo que é infinito.
    Vc tem as certezas do SEU Sol, do meu Sol, mas não as certezas de um Universo inteiro de BILHÕES de galáxias.

    O espírito é feito da própria energia que move tudo.
    Sol, Lua, Terra, Cintia, Targino, são apenas materializações físicas, sólidas, e temporárias dessa energia.
    Enquanto matéria, acabamos, mas os nossos espíritos não, pq são energia pura.

    Se o filamento de uma lâmpada na sua casa se rompe, significa que acabou a energia elétrica na sua casa?
    Captou a comparação?
    A FONTE da vida não se esgota.

    “Vós sois deuses.”
    “Ele está no meio de nós”.

  386. Ekran

    E um caso ocorrido em aguas brasileiras…

    —————————
    O caso dos botos de Sete Lagoas e Lagoa da Prata

    Com o suposto objetivo de realizar uma operação de salvamento de botos cor-de-rosa, uma equipe se instalou em 1985, na área do Projeto Rio Formoso, em Goiás. A operação seria realizada por um grupo de aproximadamente quarenta pessoas, em uma área de lavoura irrigada, a 600 km ao norte de Goiânia.

    Além de alguns alunos da universidade, integravam o grupo representantes da Superintendência para o Desenvolvimento da Pesca (Sudepe), do Instituto Nacional de Pesquisa Amazônica (INPA), da Prefeitura de Sete Lagoas— MG e dois norte-americanos, que se desligaram do grupo logo após a chegada de jornalistas ao local.

    De Minas Gerais sairiam duas equipes, uma da Prefeitura de Lagoa da Prata e outra da Prefeitura de Sete Lagoas. Um dos integrantes da equipe declarou à imprensa (TV Brasil Central) que a operação iria durar de trinta a quarenta dias, e que a captura dos botos se iniciaria em dois dias. Entretanto, ao retornar do acampamento da Companhia do Desenvolvimento de Goiás, após dar um telefonema, declarou que a operação estava cancelada por problemas técnicos. Declarou à equipe da TV Brasil Central que o nível do rio estava alto e que não podia confirmar qualquer contaminação dos cetáceos por herbicidas utilizados nas lavouras de arroz e soja, em Formoso do Araguaia.
    Para ele a expedição não passou de uma pesca predatória.

    Outro integrante da comitiva declarou, na mesma entrevista, que a operação havia sido suspensa devido a problemas técnicos de suspeita de contrabando. Ele disse ter chegado a ver um dos elementos matando jacarés e tartarugas, além de pescar com rede. Esta foi a mesma declaração de um funcionário da Companhia de Desenvolvimento de Goiás (Codeg) à TV. Outro funcionário desta Companhia disse que desde o início estava suspeitando do caráter mercantilista da expedição, por estar recebendo presentes dos dois americanos.

    Um funcionário da Sudepe declarou ter visto um dos componentes da comitiva receber dinheiro de um empresário paulista, dono de um aquário em um shopping center, para onde foram dois botos cor-de-rosa. Uma das fêmeas capturadas durante a expedição, recebeu injeção de sedativo, abortou um filhote e morreu.

    No dia seguinte, chegou ao acampamento o professor de química da UNESP, Márcio Augelli, presidente do Tucuxi — Grupo de Proteção ao Boto, que denunciou arrecadação em São Paulo para levantamento de fundos para salvar botos encalhados na lama, sendo que o rio estava cheio. O Grupo Tucuxi durante muitos anos trabalharia para a devolução dos botos ao seu habitat natural.

    Cinco botos vieram para a Lagoa Paulino, em Sete Lagoas, Minas Gerais, e em 1990 só restavam três. Eles tiveram que acostumar com a poluição, ruídos de carros e até pedalinhos. Outros foram levados para Lagoa da Prata, mas acabaram por apresentar doenças de pele, provavelmente devido ao stress.

    Em 1990, Márcio Augelli chegou a Belo Horizonte — MG para entregar, em mãos, ao então Procurador da República uma representação contra a Associação Preservation of The Amazonian River Dolphin (PARD), por desvio de recursos de campanhas pró preservação dos botos para o contrabando de animais, pedindo, por fim, a devolução dos botos a seus habitats.

    Em 30 de janeiro de 1990, a Procuradoria da República chegou a requerer instauração de inquérito junto à Polícia Federal para apurar tráfico de botos. Mas, em março de 1992, por entender que não houve crime, a própria Procuradoria pediu o arquivamento, uma vez que as quatro expedições realizadas em busca dos botos tinham data anterior à Lei 7.643, de 18 de dezembro de 1987, que proíbe e tipifica como crime a pesca e o molestamento de cetáceos nas águas jurisdicionais brasileiras.

    O Grupo Tucuxi entrou com nova representação, em 1993, na Procuradoria da República/MG, dessa vez pedindo uma Ação Civil Pública contra o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), e solicitando providências desse, para transferência dos botos das lagoas mineiras para seus habitats.

    Todas essas providências culminaram com a retirada dos botos das lagoas mineiras e sua transferência para seus habitats. A transferência dos dois botos de Lagoa da Prata para o habitat deu-se em 1994. Numa operação montada pelo Instituto de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis e a Prefeitura local, os animais receberam os cuidados necessários, por uma equipe técnica composta de veterinários e biólogos, para o embarque e o transporte até o município do Formoso do Araguaia, no Estado de Tocantins.

    O boto viajou no búfalo da FAB de prefixo 2371, do 1º Grupo de Transporte da Tropa, ficando aos cuidados do pesquisador e veterinário Francisco Collares, do Instituto de Pesquisas Amazônicas (INPA). A comitiva da viagem de retorno contou com a presença do tratador Ricardo dos Santos, que brincava com os botos, diariamente, em Lagoa da Prata.

    O salvamento dos botos de Sete Lagoas se deu em 1997. O último exemplar sobrevivente de Sete Lagoas, uma fêmea, foi levada para o rio Tapajó, em Santarém — PA. A operação durou 34 horas e foi coordenada, também, pelo dr. Francisco Collares. Antes de ser solto no rio Tapajós o animal foi marcado e está sendo monitorado por técnicos do Centro de Pesquisas da Vida Amazônica.

    Hoje, a Lei 7.643/1987 impede que tamanha barbárie volte a acontecer.

    Diz a lei:
    “Lei 7.643/87, Art. 1º: Fica proibida a pesca ou qualquer forma de molestamento intencional de toda espécie de cetáceo nas águas jurisdicionais brasileiras.

    Art. 2º: A infração ao disposto nesta Lei será punida com a pena de 2 (dois) a 5 (cinco) anos de reclusão e multa de 50 (cinqüenta) a 100 (cem) Obrigações do Tesouro Nacional — OTN, com perda da embarcação em favor da União, em caso de reincidência.”

    (in: TUTELA JURÍDICA DOS ANIMAIS, Edna Cardozo Dias, Tese de Doutorado apresentada ao Curso de Doutorado da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais)

  387. gthomas

    Sim, Ekram, naoi eh nada de novo. Legal vc citar Montaigne. Mas ele tinha que subir montanhas a pe ou a mulas. Achei (burro ou mula que sou) que haviamos progredido um pouco.

    Pelo jeito nao.

    Pelo jeito nada.

    Pelo jeito ainda estou parado em frente ao auto retrato de Rembrandt em Amsterdam

  388. O Vampiro de Curitiba

    Ana Paula e Cintia, acabei de comprar adesivo e pastilhas de nicotina. À noite já vou usar o adesivo pra ver se de manhã não acordo tão alucinado por um cigarro. Ultimamente estou acordando durante a noite pra fumar. De manhã cedo fumo uns 4 ou 5 cigarros na primeira hora do dia. Vamos ver amanhã cedo como será. Fácil não vai ser, com certeza. Mas tudo que é fácil não vale muito à pena mesmo, né?

  389. O Vampiro de Curitiba

    Oi, Glorinha!
    Tudo bem contigo?
    O Blog tá meio estranho: às vezes abre, às vezes não. Mas é um problema do IG e de todos os blogs deste portal, não apenas deste.

  390. Tene Cheba

    O mundo limpo, lotado de sarados aporta a mais nova utopia do mercado de supérfluos. Ou olhamos as modelos, crianças na verdade, aneróxicas, escamadas e ossudas, ou olhamos o ser correndo, olhando o pulso, com aquele bonézinho enterrado na cabeça transmitindo aquela sensação mórbida de bem estar.
    Chocante, tanta mobilidade, tantos músculos tensionados além do admssível. Limpos, não tem mais o que escoar.
    Modas, modismos e modão. Mas a pequena, magérrima, tá lá.
    Não sei, prefiro a minha liberdade circunstancial, prefiro não ser efetivo, ser volátil, o prazer inqualificável de não seguir tendências.
    Esta porra em mim deve ser o Complexo de Barrabás, Nosso Senhor não estava em moda, e a Cruz foi o seu destino.
    Mas, lavem as mãos, cortem as unhas, e os cabelos, pois o meu sonho de consumo, são cabelos, barba, jeans surrado, camiseta e chinelos, mais três pontinhos, mais três pontinhos, e mais três pontinhos. Mundo inodoro, tudo para que o papel higiênico perca a sua primordial função.

    Feliz Dia dos Pais!

  391. Concordo com o Vampiro que o blog esta muito estranha.
    Quem fuma quer parar.
    Quem não fuma exige que parem.
    Tem quem fume e quer continuar fumando.
    Tem até quem não fume e está criticando.
    Quem come carne adora.
    Quem não come desdenha.
    Tem gente que tem nojo e tem gente que é nojenta.
    Escolha o teu lado.
    Lute, proteste e vê se te agüenta.
    Faça o que deves fazer.
    Mantenha tua vontade.
    Afinal somos livres.
    Gozemos da liberdade.
    Não precisa caminhar com o errado.
    Tampouco seguir um pastor.
    Decida a tua vida.
    Se pagar é tua a dor.
    Só existe uma verdade.
    Faça tudo cheio de AMOR.
    AMOR por você e tua família.
    Amor acima de tudo.
    AMOR a DEUS e ao teu Brasil.
    AMOR ao próximo a ti e aos teus.
    AMOR ao nosso Brasil.
    Comece mandando a MENTIRA.
    Para a PQP.
    Com a verdade
    Encare a realidade.
    Dispense a falsidade.
    E viva na nossa amizade.
    E ganhes a tua LIBERDADE.

    Obrigado

    😀

  392. A z u l

    Nossa meninos, lendo os comentarios (Vamp , Ana Paula , Cinthia…etc…) por que para largarmos um *vicio* temos que sofrer tanto , sofrer outro vicio????

    Sera que isso trara a feliciadade???
    Nao atuais …dias…acgo que ..sacrificio para largar um vicio 9outro) sacrificio??? sei la…

    Se for natural como foi com minha mae , Geraldo…apenas uma mudanca de abto..OTIMO VALIDO !!!
    Estou cansada de sacrificios ,.., mudancas …que nao muydam nada …so roda o mundo e a feliciadade eh zero….

    De qualquer forma…BOA SORTE A VOCES !!!

  393. Tene Cheba

    O que deveria ser proibido na porra desse mundo é a hipocrisia coletiva, motivada por conceitos ditatoriais, implementados por instituições secretas, com o intuito de testar permanentemente a sua capacidade de adesismo, ou seja, o boto desbotado, sem botas, botou a camiseta e disse que amava Che Guevara, mas em voga, suprimiu suas intenções para ficar de bem com a câmera, que não era fantástica, mas do Fantástico, com Pedro Bial e Patricia Poeta, puros, sodomizados, figurinos embotados pela ausência da rigidez. E estes tons pastéis, falam de Kafka, falam de Hendrix, falam daquilo que escondem dentro de si, as setes chaves.
    Vou aproveitar o embalo e me enquadrar também.

  394. Tene Cheba

    Não vou deixar o mundo me comprimir mais, denso e compacto, quero a minha piraçao de volta.

  395. momento totalmente alienado de tudo .

    o G-diet agora tem rádio . por enquano o canal eu escolho mas breve teremos opções .

    graças a Luciana que retirou Godard do meu esquecimento , postei uns trechos de seus filmes . a radio escolhida claro foi a ” secret agent ” que só toca musicas de trilhas sonoras e assemelhados .

    clima francês , ainda com fundo russo . amanhã quem sabe .

    estão lá tb duas entrevistas com o próprio Jean-Luc , sendo uma com Woody Allen .

    enjoy .

  396. Ekran

    É, Gerald.

    O retrato de Rembrandt conversa contigo em Amsterdam e voce conosco no blog, nessa telepatia que atravessa os tempos, e nos redime da apatia em que vivemos.

    Nos tempos de Montaigne a nossa natureza animal era parte do cotidiano, mas agora ficamos deslumbrados com nossa (pseudo)inteligencia e brincamos de deuses(caidos) aqui nesse mundo que um dia foram os Campos Eliseos mas agora só serve para uma das paragens da Divina Comedia, talvez nem isso.

    Existem leis e mais jurisprudencias para contra-atacar o ataque sofrido pelos animais, que só faltam fazer a Revolução dos Bichos em sentido literal para se verem melhor representados.

    Eu até iria postar uma “declaração dos direitos dos animais”, mas acho que seria um toque morbido demais para nós, humanos, que mal conseguimos fazer valer a nossa declaração universal de direitos dos homens. Evitamos compromissos a longo prazo, preferimos “ficar” no presente instante e quem sabe, amanhã temos a sorte de seguir existindo.

    Como sempre, seus textos são cirurgicos e demonstram nesse humano “raio-x” a que ponto estamos chegando nessa “trajetoria evolutiva” , como gostam de festejar os darwinistas que se comparam aos neandertais, e se acham os tais. A inteligencia artificial é o proximo passo rumo ao cadafalso.

    O titulo do seu artigo me fez lembrar o seguinte aforisma de F.Kafka:

    “Muitas sombras dos que morreram ocupam-se apenas em lamber as ondas do rio dos mortos, porque ele corre a partir de nós e ainda tem o gosto salgado dos nossos mares. O rio então recua de NOJO, flui em sentido contrario e atira os mortos de volta à vida. Estes, porem, estão felizes, cantam canções de graça e acariciam o fluxo indignado”

    (in: Beim Bau der Chinesischen Mauer und andere Schriften aus dem Nachlass, Verlag, 1994, traduzido por Modesto Carone)

    See you, G!

  397. Cintia,
    o conjunto da obra, vou te falar que as artérias na picanha são de doer.
    A fraldinha no espeto, a picanha no espeto, tudo muito sexual comentado pelo Gerald foi de matar, aff!!!
    Parei, hj não consegui comer o dia todo pois me vinha as fotos e os coments do post.
    Servi macarrão com molho vermelho a bolonhesa de frango, ( é hábito o frango ralado em Israel), as crianças comeram eu nem esperimentei, vou partir para o Shake da Herbalife, que é cheio de proteína, e muita soja, fruta verdura, legumes, e vamos que vamos, pois esta vida de carnívora ja era!!!

    Saí das cavernas minha gente!!!

    Nem peixe, nem frango e nem carne.
    A vantagem é que sou sagitariana, antes de ter força de vontade e olha que tenho e muita, o que tenho mesmo é uma teimosia cavalar, então ja viu né, não quero nem saber mais de carne!
    A ÊÊ^^EÊÊ^^EÊÊÊ!!!!

    Parabéns a Cintia, Ana Paula e Vamp que estão combinados de largar o hábito demoniaco de fumar.
    Estou mega feliz por vcs!
    E torcendo muito para que seja rápido e indolor.

    Gerald,

    Vc deve estar vibrando, afinal com seus post esta movimentando a vida das pessoas.
    Segundo meus calculos já são 3 ex fumantes e 1 ex carnívora.

    Beijo enorme!
    Sabor vegie!!! 🙂
    No cinzeiro!!!! 😉
    Dani

  398. Para descontrair:

    Próxima Ver Aleatória Três exploradores, um americano, um francês e um português, se perdem na floresta amazônica. Depois de muitos dias são capturados por uma feroz tribo indígena.

    Amarrados num tronco no meio da aldeia, ouvem assombrados a proposta do chefe:

    — Cada um pode fazer qualquer pedido. Se chefe não realizar, chefe liberta prisioneiro. Mas se chefe satisfizer o pedido, chefe manda guerreiros arrancarem a pele do prisioneiro para fazer canoa.

    Apontando para o americano, pergunta:

    — O que prisioneiro quer?

    — Eu quero que você me traga aqui a estátua da liberdade.

    Com a sua lança mágica, o chefe faz aparecer a estátua da liberdade no centro da aldeia e ordena aos guerreiros que arranquem a pelo do americano e façam uma canoa.

    — Agora, chegou a vez do francês. Qual o seu pedido? — pergunta o chefe.

    — Eu quero a torre Eiffel e as garotas do Moulin Rouge dançando cancan.

    A lança mágica entra em ação novamente e faz realidade o pedido do francês. O chefe ordena em seguida que lhe arranquem a pele e que se faça uma canoa.

    Finalmente, é a vez do português, que pede um garfo. Um simples garfo…

    Diante de pedido tão simples, o chefe imediatamente entrega o garfo ao português. O nosso amigo de além mar, espetando o garfo em todo o seu corpo, gritava:

    — Índios filhos da puta, vão fazer canoa de mim lá na puta que o pariu!
    😉

  399. Próxima Ver Aleatória Estava o Manoel no forte apache quando, no fundo da colina se aproximam uns 50 índios, todos armados até os dentes. Ao que o Manoel grita:

    — Índios à vista!

    E o coronel pergunta:

    — E são amigos?

    E Manoel responde:

    — Devem ser, pois estão todos juntos…
    Piadas relacionadas

    😀

  400. Por favor, segure minha cerveja para que eu possa pegar a carteira.

    Desculpe, guarda, eu não tinha percebido que meu detector de radar não estava ligado.

    Ei, voce não é aquele cara do Village People?

    Parabéns, você devia estar com pelo menos 150 km/h para ter me alcançado!

    Eu pensava que, para ser policial, era necessário estar em razoáveis condições físicas…

    Eu até queria ser um policial, mas decidi terminar a universidade em vez disto.

    Garoto mau! Não vai ganhar doce!

    Você vai checar o óleo, não vai?

    Uau, você parece aquele cara do quadro no quarto da minha namorada.

    É verdade que os policiais escolhem esta carreira porquê são muito burros para trabalhar no Mc Donald’s?

    Eu pago seu salário!

    E então, vai me prender ou o quê?

    Puxa, cara! Isto é fantastico! O último policial somente me deu uma advertência também!

    Por que você me empurrou? Ok, só um de nós dois sabe a resposta.

    Estava tentando me livrar do trânsito. Sim, eu sei que não há nenhum outro carro ao meu redor – é o máximo de distância que pude manter deles.

    O que você quer dizer com “você bebeu?”. Voce é o especialista!

    Bem, eu me abaixei para pegar meu papelote de crack, minha arma caiu da bainha e ficou entre o pedal do freio e o do gas, por isso perdi o controle do carro.

    Ei, isto é uma 9 mm? Nao é nada, comparada com esta magnum .44.

    Não, VOCÊ vai assumir.

    Estou surpreso por voce ter me parado, está tendo uma oferta especial de 3 cervejas pelo preço de 1 no Makro e pensei que voce estivesse lá também!

    Se eu fizer a meia-volta, você vai me multar mesmo assim?

    Não, seu casseta… Eu não bêbado estou quanto tanto você pensa. Eu juro.

    Não, eu não sei a que velocidade estava. O ponteiro do velocimetro só vai até 240.

    Ei, Barney, peguei um!

    Esta carteira está vencida? Espere ai eu vou pegar a outra que eu tenho…

    Eu sei que estava ziguezagueando, é que eu estava tentando pegar todos os duendes verdes que estão correndo na pista!

    Traga uma caixa de 24 latinhas… Ah! E tambem um maço de cigarros!

    Você nunca vai botar as patas em mim, seu viado!

    Vai, multa logo, o bar fecha em 20 minutos!

    Ei, sua irmã nao é aquela rainha pornô?

    Quanto tempo isto vai demorar? Sua mulher está esperando por mim.

    Ah, então é isto que significam aquelas luzes amarelas piscando nesta zona escolar!

    Por que você usa estas ridículas luvas de borracha?
    😀

  401. A z u l

    Sandrinha…lendo uma de suas mensagens acima…tenho que descodar….

    Matar bicho inocentes , como esses da foto , que mau (mal) nao fazem , nao servem para alimentacao…matar por matar por crueldade…
    assim como em varios assaltas , .., balas perdidas pelo Brasil , matar por matar ,…por prazer…nao sao validos…

    Mas muitos seres (homens) mesmo mereciam a morte…..a morte dolorida e com PRAZER (Daria prazera quem o matasse)…livraria muitas dores de cabeca , preocupacaoes e manteria *livre* a pessoa que matou,…, retirando da fase da terra alguem que nao deveria estar ali,…pois esporte favorito eh perseguir ,.. atrapalhar e afundar um ser humano……

    Eu mesmo se nao tivesse as leis , as conseguencias….enfim…o fim triste que se tem !! Eu seria a primeira a cometer um assasinato…CRUEL , COM DOR , .. , para sentir tudo que ele faz outros sentirem e rieem no final….

    Mas enfim…as *leis* nao permitem….seria com certeza meu fim mais cruel e triste….que COM CERTEZA TENHO CERTEZA nao merecia…nem matando alguem que nao eh inocente ,.., e mereceria….

    ***********************************

    BTW ,…, enche o pai da Juju de beijos pelo dia de hoje DIA DOS PAIS , .., um pai presente , um pai que ajuda a tocar a famili e sobre tudo esta ao lado de voces!!!

    Sejam FELIZES !!!

    Beijos

    Azul

  402. Se vc não entendeu que as frases das 17 32 são para não serem ditas para um policial,VAI MAL.

    Esraras ENKRANCADO AMIGO>

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    E agora falamos de que ?

    CIGARROS!

    Licença que vou fumar OK?

    😀

  403. Parece piada mas não é.

    FUMAR MATA.

    DEVAGAR.

    SORRATEIRAMENTE.

    TRAIÇOEIRAMENTE.

    SALVE O PAI DOS SEUS FILHOS.

    Voce mesmo!

    Ou NÃO?

    😉

  404. A z u l

    Para TODOS OS PAI DO BLOG e avos (Pachequito , que sao pais duas vezes)

    FELIZ DIA DOS PAIS (BRASIL)…

    Que seus filhos sejam sempre motivo de orgulho…
    Parem e pense ,.., diante de uma *ma qualidade de vida com o pai do seu filho(a) * ,.., pense duas vezes , pois a separaracao nao eh so na esposa / mae da crianca , .., eh a separacao de uma FAMILIA (distruicao da familia) ,.., muitas vezes nessa separacao , .., as criancas ficam perdidas ,.., acabam se afastando do pai , ou da mae…que passam a ser VISITAS ,.., pois pai e mae eh o CONVIVIO DIARIO ,.., e odia a dia…que se faz PAI !!!

    Nao basta ser PAI , tem que participar , estar diariamente na vida dessa crianca…..,.., por isso muitas vezes falamos, PAI EH QUEM CRIA ,…, pois o biologico passa a ser visita !!!

    *******************************************

    Feliz dia dos Pais….

    Beijos especiais ….

    Gerald , Vamp , Pachequito ( Pai duas vezes , pai e avo) , Claudio….e todos os pais presentes aqui…que muitas vezes nao sabemos…

    Beijos , beijos , beijos , beijos…….

    fui….

    BOA NOITE !!!

  405. A z u l

    Quando escrevo:

    diante de uma *ma qualidade de vida com o pai do seu filho(a) *

    Leia – se…..

    diante de uma *ma qualidade de vida com o MAE do seu filho(a) *

  406. A z u l

    …complemetando: As vezes podemos *aquentar* uma relacao de casal…nao tao boa…em prol da convivencia com os filhos ,.., e principalmente FELICIDADES dos filhos , permanencia da familia!!!

  407. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 10:38 Enviado por: Ana Paula

    Ana
    Onde não fiz sentido?
    Doidão não, posso ter sido hermético.
    Reinaldo

  408. Ekran

    Sobre o massacre de baleias na Europa, conforme registrado este ano nas Ilhas Faroe.

    http://static.rnw.nl/migratie/www.parceria.nl/atualidade/europa/20090223-eu-golfinhos-redirected

    Barbárie na Europa do século XXI
    Hugo Copes

    23-02-2009

    A Europa se posiciona como um continente onde se respeitam tanto os direitos humanos como os dos animais. Ainda assim, restam vestígios de barbárie que causam mais do que um franzir de sobrancelhas. Nas Ilhas Feroe, realizam-se rituais de iniciação à vida adulta dos jovens envolvendo o massacre de golfinhos.

    As Ilhas Feroe ficam no Atlântico Norte, entre Escócia e Islândia, mas estão politicamente associadas à Dinamarca, ainda que gozem de autonomia desde 1948. Na chefia do poder executivo estão o Alto Comissionado, designado pela rainha dinamarquesa, e o primeiro ministro, que é eleito democraticamente pela população do arquipélago.

    Com cerca de 48 mil habitantes, as Ilhas Faroe são um dos poucos lugares do mundo onde a população masculina supera em número a feminina. A economia se baseia tradicionalmente na criação de carneiros e sobretudo na pesca – em especial de bacalhau e arenque.

    Massacre

    Uma tradição milenar dos ilhéus é a caça à baleia-piloto. Estas se aproximam da costa das ilhas na primavera, seguindo suas rotas migratórias. Embora o arquipélago já não dependa da carne de cetáceos, a tradição continua viva. Mas é o massacre de golfinhos, um ritual de iniciação à vida adulta para jovens feroenses, o evento mais assustador.

    Fazendo uso de barcos, eles empurram os golfinhos até uma baía, fechando a saída para o oceano com redes. A maioria dos animais termina encalhando na costa. Os que permanecem nas águas mais profundas são arrastados até a praia por um gancho que é introduzido no orifício respiratório.

    Uma vez em terra, começam a matá-los cortando as principias artérias e a espinha dorsal na altura do pescoço. A agonia do animal pode prolongar-se por minutos, dependendo de como o corte é feito.

    Indignação

    Embora se afirme que estes massacres não representem um perigo para a estabilidade da população de cetáceos, a brutalidade da caça a estes mamíferos tem provocado críticas em nível internacional, assim como a indignação de organizações defensoras dos animais.

    Soma-se a isto o fato de que as autoridades de saúde alertam que comer carne de cetáceos implica em altos riscos. A carne tem hoje altas concentrações de mercúrio e cádmio, o que pode ser nocivo, especialmente no caso de crianças e mulheres grávidas.

    As vozes de protesto na Europa estão aumentando para pôr fim a esta prática cruel. O Partido dos Animais (PVDD) na Holanda iniciou uma campanha para chamar atenção para o problema.

    Quem quiser fazer parte do protesto pode assinar a petição no website do Partido dos Animais (http://www.pvdd.nl/news/view/2238)

  409. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 11:50 Enviado por: O Vampiro de Curitiba

    “Cintia e Ana Paula, vamos juntos! O Gerald conseguiu parar de fumar, nós também podemos.”

    Por enquanto, quero apenas destacar esse comentário.
    Reinaldo

  410. Ekran

    E a Dinamarca quem manter a sua quota de caça nos mares…

    Denmark asks to resume humpback whale hunt

    (AFP) – Jun 23, 2009

    FUNCHAL, Portugal (AFP) — Denmark on Tuesday officially requested permission to resume hunting humpback whales off Greenland, in a move that has angered environmentalists.

    Ole Samsing, Danish commissioner at the annual International Whaling Commission (IWC) conference being held on the Portuguese island of Madeira, made the call and demanded a “quick solution”.

    “We want to put forward a proposal for a quota of 10 humpback whales per year for the 2010-2012 period” in Greenland, a semi-autonomous Danish territory, Samsing said.

    “We want a quick solution for this proposal,” he added.

    Samsing said the hunting of humpbacks would be carried out under so-called “aboriginal” or subsistence hunting to support local communities.

    To compensate for resuming the humpback hunt, Samsing proposed reducing the quota of minke whales from 200 to 178.

    Commercial hunting of humpbacks has been banned since a moratorium in 1966.

    Greenland continued to legally capture the large marine mammals until 1987, when the ban was extended to “aboriginal” or subsistence hunting.

    The Danish plans drew criticism from environmental campaigners, who say Greenland does not need a quota increase.

    “Overall since 1991, Greenland has taken only 77 percent of its whole available quota,” the Whale and Dolphin Conservation Society (WDCS) said in a statement urging the IWC to refuse the request.

    “The IWC scientific committee has already made it clear that the humpback population can withstand 10 being captured a year,” Portuguese commissioner Jorge Palmeirim, head of the sub-commission for subsistence whaling, told AFP earlier Tuesday.

    “But the question is one of need, and it is not clear that they need to increase their quota,” Palmeirim added.

    Copyright © 2009 AFP. All rights reserved
    http://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5jM_9iCOcSalN-09MeUtDiRdmWlfg

  411. Ekran

    E o argumento macabro: a caça de baleias gera emprego e renda em plena recessão economica.

    —————————–

    Bankrupt Iceland pins its hopes on whaling – but will it work?

    Can whaling save Iceland’s ruined economy, or will its reintroduction slash fish exports to ethical consumers and cut tourism?

    Gwladys Fouché
    guardian.co.uk, Tuesday 24 February 2009 15.07 GMT

    “Whaling can help rebuild our economy” has been the theme of a high-profile ad campaign in the Icelandic media in recent weeks.

    Running across TV, radio and newspapers, it promises that the whaling industry can create up to 300 new jobs – a significant number in a country of 319,000 inhabitants struggling with rising unemployment, a worthless currency and a collapsed banking system.

    The campaign has also been heavy on nationalistic imagery, showing images of the Icelandic flag juxtaposed with historical pictures of whalers and whaling ships. The message resonates strongly in a nation that used to survive on fishing and farming.

    The campaign by pro-whaling advocates has followed Iceland’s increased its official whaling quota on 26 January more than sixfold. In 2009, local whalers will be able to hunt 100 minke whales and 150 fin whales in 2009, up from 38 minke whales and no fin whales in 2008.

    The decision to increase the quota was taken by the outgoing government of PM Geir Haarde, in its final day in office. The new Icelandic fisheries minister, Steingrimur Sigfusson, has been trying to overturn it ever since, but has not been able to do so. “[My predecessor] took a hasty and vague decision, but it is valid and binding,” he explains. “Our lawyers tell us we do not have sufficient legal basis to overturn it.”

    So instead, Sigfusson is conducting a review of the country’s whaling policy as a whole. “We will review the whole process, including the way the way the licenses are given or the way whalers are operating,” says the minister. “We will also look into establishing safe havens, areas where whalers will not be allowed in.”

    “This will be a warning for the whalers that they cannot expect the same treatment that they received in the past,” he states.

    But those who expect the leader of a green party – Sigfusson is the leader of the Left-Greens – to ban all forms of whaling will be in for a surprise. “We’re not principally against whaling, but against commercial whaling on a big scale,” says Sigfusson. “We don’t have a problem with small-scale, sustainable coastal whaling for our own consumption.”

    Iceland resumed commercial whaling in 2006, despite an international moratorium put in place in 1986 to protect the species from extinction.

    “The quota increase can help us create between 200 and 300 jobs,” says Fridrik Arngrimsson from the association of fishing vessels’ owners. “It will also help protect our fisheries because whales eat fish that we could harvest.”

    “Whales are not an endangered species. We have an abundance of whales in our waters, up to 400,000 of all types. They are a natural resource like any other and we have the right to use it,” he says.

    Arngrimsson echoes the view of most people in Iceland. According to a poll published on 4 February, over 67% of Icelanders are either “very” or “rather supportive” of commercial whaling, with only 19.7% opposed to the practice.

    But can whaling really help Iceland out of its economic woes? Right now it’s a tiny industry, employing “tens of people” according to the ministry of fisheries. And only three ships conduct minke whale hunting at the moment, with only two other ships fitted to conduct fin whale hunting.

    Anti-whaling campaigners point out as well that whaling, far from helping Iceland get out of its economic crisis, could make it more difficult. “It will harm its thriving whale-watching industry and potentially damage its fishing exports to countries that are opposed to whaling,” says Martin Norman from Greenpeace.

    Around 115,000 tourists went whale-watching in Iceland in 2008, the vast majority of them foreigners. The sector directly employs an estimated 180-210 people. “Whale watching is the largest single tourism activity in the country,” says Heimir Hardarson, marketing manager of North Sailing, a whale-watching operator in Husavik, northern Iceland.

    “Since Iceland resumed whaling there have been fewer minke whales in
    the waters outside Husavik, says Hardarson. “It is difficult to know whether it’s because of the whaling or [if] it’s because of other reasons,” he explains. “But before whaling resumed, we would see minke whales about 95% of every time we would go out on tours. Now it’s below 50%. On the other hand, we see more humpback and blue whales.”

    Whale-watching operators also contest the numbers of whales the pro-whalers say are in the ocean. “They claim they are more than 10,000 minke whales around Iceland, but in one season we will have up to 300 sightings,” says Rannveig Gretarsdottir, manager of Elding, a whale-watching operator in Reykjavik. “There can’t be as many as they say there are.”

    Another problem is that whalers operate in the same area as tourist ships. “If they hunt the whales that are easily approachable, which are the ones they look for, it will be more difficult for us to show whales to visitors,” she says.

    Gretarsdottir is worried that the increased quota will lead to less visitors coming to Iceland. “We’re concerned that tourists, especially those from the UK and Germany where whaling is a big issue, will stop coming here.”

    http://www.earth-stream.com/outpage.php?s=18&id=177225

  412. Ekran

    E o parecer oficial do governo da Dinamarca sobre as atividades de matança de baleias nas Ilhas Faroe.

    Trata-se de ‘aboriginal whaling’, que atende quotas conforme as leis europeias.

    That´s it!
    Existe amparo legal para essa brutalidade…será, mesmo?

    —————————————-
    VIEWS OF THE DANISH GOVERNMENT ON WHALING IN THE FAROE ISLANDS

    The Government of Denmark supports sustainable utilisation of the living resources of the sea, including the catches of whales in the Faroe Islands and in Greenland.

    The Faroe Islands are a self governing part of the Kingdom of Denmark. Matters concerning the management of natural resources, including the marine living resources of the sea, which also include whales, such as pilot whales, are under the competence of the Faroese authorities, and not subject to decision-making by the Government of Denmark or its agencies. The same applies to rules on animal welfare and on food safety. Questions regarding these matters may be addressed to the relevant Faroese authorities.

    Faroese Home Rule authorities are bound by relevant international treaties, including treaties on matters concerning whaling, entered into by the Kingdom of Denmark, and applicable to the Faroes. No such treaty forbids the Faroese pilot whale hunt.

    The situation is similar in relation to the other overseas self governing community in the Kingdom of Denmark, Greenland.

    Continental Denmark is part of the European Union and as such bound by EU rules and regulations, which prohibit the taking of any whales in waters covered by the EU treaties. Faroe Islands and Greenland are not parts of the EU and therefore not bound by the EU rules etc.

    In the International Whaling Commission (IWC), the Kingdom of Denmark as a whole is represented. However, the IWC deals only with big whales, not small cetaceans such as pilot whales.

    In the IWC, it has been the consistent view of the Kingdom of Denmark that the living resources of the sea, including marine mammals such as whales (and seals), may be utilized, to the extent that it can be done in a sustainable manner. This view is of particular importance for the Faroes and Greenland, both overwhelmingly dependent upon the resources of the sea. Any arbitrary selection by the international community of certain marine species as untouchable would be seen by these two communities as infringing upon their fundamental rights.

    In the IWC, Denmark supported the introduction in 1986 of the moratorium, a preliminary ban on any commercial whaling, giving the scientists a breathing space to reassess the relevant whale stocks and design a sustainable management system. The moratorium is still in place, and is binding, also for the Faroe Islands, which used to have commercial whaling for big whales. Big whales are caught in Greenland under IWC quotas for ‘aboriginal whaling’.

    In the IWC Denmark has supported activities aiming at improving whale killing methods, notably in aboriginal whaling.

    http://www.ambtelaviv.um.dk/en/servicemenu/News/ViewsOfTheDanishGovernmentOnWhalingInTheFaroeIslands.htm

  413. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 09:39 Enviado por: gthomas

    “Acabo de aprovar uns 300 Reinaldo Pedrosos. Putz. Como tu es chato!”

    Gerald
    Primeiro, não seja mal agradecido.
    Segundo, exatamente por que me consideras chato?
    Reinaldo

  414. gthomas

    Mil desculpas na demora da aprovacao dos comentarios (os ultimos 18)

    Eu nao sabia que seria assim hoje.

    Mais uma vez, obrigado e, desculpas.

    LOVE
    G

  415. Tene Cheba

    Muitos cientistas se acham Deus, alguns até mais, proliferam o conhecimento, sendo que muito do expõe nada mais são do que convicções. Entretanto, a envoltória que limita seus argumentos, não são tão conclusivas, como querem demosntrar. Apoiam seus modelos, muito reduzidos aliás, na díficil arte de inferir, como se a vida pudesse ser inferida, simplesmente definida por deduções tão restritas que penso morar em um planeta de poucas variáveis.
    A Física, ciência essencialmente fenomenológica, a biologia ainda bem longe do grau de certeza da física, não conseguiu encontrar seu Big Bang, creio que não conseguirá.
    Por um mundo melhor, claro que quero, mas, melhor em quê?
    Não sei se quero ficar melhor, pior, não sei se consigo melhorar, desastrosamente muito pior, para quê ficar melhor?
    Não, comerei o que me sacia, matarei minha sede, relaxarei em algum recanto descoberto, onde as caiem, onde os ventos se dissipam, onde eu não sinta a reação do meu piso. A bendita sorte de ter nascido humano, e não golfinho, talvez.

  416. Tene Cheba

    “onde as chuvas caem”. não é errata, vacilo mesmo.

  417. Márcia

    Tbm já havia visto essas fotos, são de embrulhar o estômago mesmo, mas é apenas uma parcela do mal q fazemos aos animais. Dariamente assassinamos, de forma brutal, animais para alimentação, por vaidade de alguns (seja por esporte ou por casacos de pele), alem do massacre de q são vítimas em touradas, farra do boi e por aí vai. NÓS (sim, pq a humanidade é una) somos carrascos dos seres q nos veem como DEUS.

  418. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 14:09 Enviado por: Cintia

    “Se o filamento de uma lâmpada na sua casa se rompe, significa que acabou a energia elétrica na sua casa?”

    Cintia
    Não, claro que não, mas aquela lâmpada fodeu. “Captou a comparação?”
    Reinaldo

  419. Tene Cheba

    Mas nasceu redondo, devido a dieta da carne, foi ficando chato, muito chato, chato prá caralho. Deve ser por esses exemplos que o Vamp, na terra da boa carne, quer se tornar vegetariano e ex fumante. Agora tu vai ver, se Deus não existe mesmo, vai até rezar de joelhinhos. Boa sorte Vamp.

  420. Márcia

    Diversos vultos célebres da humanidade e pessoas de destaque no mundo inteiro se expressaram em defesa dos animais:

    “A proteção aos animais faz parte da moral e da cultura dos povos.” – Victor Hugo
    “Eu temo pela minha espécie quando penso que Deus é justo.” – Thomas Jefferson
    “A história cita mais exemplos da fidelidade dos cães do que da fidelidade dos amigos.”
    “Se eu tivesse outra vida, dedicá-la-ia inteiramente à luta contra a vivissecção.” – Bismark
    “A civilização de um povo se avalia pela forma que seus animais são tratados.” – Humboldt
    “O homem é o único animal que tem consciência da morte e ainda contribui para apressá-la.”
    “Ninguém pode se queixar da falta de um amigo, podendo ter um cão.” – Marquês de Maricá
    “Os animais são meus amigos…e eu não como meus amigos.” – George Bernard Shaw (Nobel – 1925)
    “O destino dos animais é muito mais importante para mim do que o medo de parecer ridículo.” – Émile Zola
    “A compaixão para com os animais é uma das mais nobres virtudes da natureza humana.” – Charles Darwin
    “A grandeza de uma nação pode ser julgada pelo modo com que os seus animais são tratados” – Mahatma Gandhi
    “Entre a brutalidade para com o animal e a crueldade para com o homem, há uma só diferença: a vítima.” – Lamartine
    “Se experiências em animais fossem abandonadas, a humanidade teria tido um avanço fundamental.” – Richard Wagner
    “O erro da ética até o momento tem sido a crença de que só se deva aplicá-la em relação aos homens.” – Dr. Albert Schweitzer
    “Virá o dia em que a matança de um animal será considerada crime tanto quanto o assassinato de um homem.”- Leonardo da Vinci
    “Se você pudesse ver ou sentir o sofrimento, você certamente não pensaria duas vezes. Devolva a vida. Não coma carne.” – Kim Basinger
    “Eu não tenho dúvidas que é parte do destino da raça humana, na sua evolução gradual, parar de comer animais.” – Henry David Thoreau
    “São Francisco de Assis os chamava de nossos irmãos inferiores, porém, inferiores somos nós quando não os estimamos.” – Clóvis Hugues
    “Não me interessa nenhuma religião cujos princípios não melhoram nem tomam em consideração as condições dos animais.” – Abraham Lincoln
    “Enquanto escravizarmos os animais, teremos escravos humanos, porque escravizar precisa ser aprendido em pequena escala.” – Edgar Kupfer-Koberwitz
    “Atrocidades não deixam de ser atrocidades quando cometidas em laboratórios e chamadas de pesquisa médica.” – George Bernard Shaw ( Nobel – 1925)
    “Minha doutrina é esta: se nós vemos coisas erradas ou crueldades, as quais temos o poder de evitar e nada fazemos, nós somos coniventes.” – Anna Sewell
    “Não haverá justiça enquanto o homem empunhar uma faca ou uma arma e destruir aqueles que são mais fracos que ele.” – Isaac Bashevis Singer (Nobel – 1978)
    “Primeiro foi necessário civilizar o homem em relação ao próprio homem. Agora é necessário civilizar o homem em relação a natureza e aos animais.” – Victor Hugo
    “Nada beneficiará mais a saúde da humanidade e aumentará as chances de sobrevivência da vida na Terra quanto a dieta vegetariana.” – Albert Einstein ( Nobel – 1921)
    “Em termos de evolução, bem maior é o débito da Humanidade para com os animais do que o crédito que lhes temos dispensado para seu bem-estar e progresso.” – Eurípedes Kühl
    “Jamais creia que os animais sofrem menos do que os humanos. A dor é a mesma para eles e para nós. Talvez pior, pois eles não podem ajudar a si mesmos.” – Dr. Louis J. Camuti
    “Por que é que o sofrimento dos animais me comove tanto? Porque fazem parte da mesma comunidade a que pertenço, da mesma forma que meus próprios semelhantes.” – Émile Zola
    “Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar seu semelhante.” – Albert Schwweitzer ( Nobel da Paz – 1952)
    “Não há diferenças fundamentais entre o homem e os animais nas suas faculdades mentais…os animais, como os homens, demonstram sentir prazer, dor, felicidade e sofrimento.” – Charles Darwin
    “Cães amam seus amigos e mordem seus inimigos, bem diferente das pessoas, que são incapazes de sentir amor puro e têm sempre que misturar amor e ódio em suas relações.” – Sigmund Freud
    “A não-violência leva-nos aos mais altos conceitos de ética, o objetivo de toda evolução. Até pararmos de prejudicar todos os outros seres do planeta, nós continuaremos selvagens.” – Thomas Edison
    “Se fôssemos capazes de imaginar o que se passa, constantemente, nos laboratórios de vivissecação, não poderíamos dormir em paz e em nenhum dia estaríamos felizes e tranqüilos.” – Dr. Ralph Bircher
    “A compaixão pelos animais está íntimamente ligada a bondade de carácter, e pode ser seguramente afirmado que quem é cruel com os animais não pode ser um bom homem.” – Arthur Schopenhauer
    “Enquanto estivermos matando e torturando animais, vamos continuar a torturar e a matar seres humanos – vamos ter guerra. Matar precisa ser ensaiado e aprendido em pequena escala.” – Edgar Kupfer-Koberwitz
    “Se os matadouros tivessem paredes de vidro, todos seriam vegetarianos. Nós nos sentimos melhores com nós mesmos e melhores com os animais, sabendo que nós não estamos contribuindo para o sofrimento deles.” – Paul e Linda McCartney
    “Para aquelas pessoas que dizem, Meu pai está vivo graças aos testes em animais, eu digo, Bom para você. Estes cães morreram para que seu pai pudesse viver. Desculpa, mas eu não suporto trocas como essa.” – Bill Maher ( representante da PETA)
    “Como zeladores do planeta, é nossa responsabilidade lidar com todas as espécies com carinho, amor e compaixão. As crueldades que os animais sofrem pelas mãos dos homens está além do nossa compreensão. Por favor, ajude a parar com esta loucura.” – Richard Gere
    “Enquanto o homem continuar a ser destruidor impiedoso dos seres animados dos planos inferiores, não conhecerá a saúde nem a paz. Enquanto os homens massacrarem os animais, eles se matarão uns aos outros. Aquele que semeia a morte e o sofrimento não pode colher a alegria e o amor.” – Pythagoras
    “Não permitas que ninguém negligencie o peso de sua responsabilidade. Enquanto tantos animais continuam a ser maltratados, enquanto o lamento dos animais sedentos nos vagões de carga não sejam emudecidos, enquanto prevalecer tanta brutalidade em nosso matadouros… todos seremos culpados. Tudo o que tem vida tem valor como um ser vivo, como uma manifestação do mistério da vida.” – Albert Schweitzer
    “A verdadeira bondade do homem só pode se manifestar com toda a pureza, com toda a liberdade, em relação àqueles que não representam nenhuma força. O verdadeiro teste moral da humanidade (o mais radical, num nível tão profundo que escapa ao nosso olhar) são as relações com aqueles que estão à nossa mercê: os animais. É aí que se produz o maior desvio do homem, derrota fundamental da qual decorrem todas as outras.” – Milan Kundera
    “Esse direito – o de matar um veado ou uma vaca – nos parece natural porque nós estamos no alto da hierarquia. Mas bastaria que um terceiro entrasse no jogo, por exemplo, um visitante de outro planeta a quem Deus tivesse dito: Tu reinarás sobre as criaturas de todas as outras estrelas, para que toda a evidência do Gênese fosse posta em dúvida. O homem atrelado à carroça de um marciano – eventualmente grelhado no espeto por um visitante da Via-Láctea – talvez se lembrasse da costeleta de vitela que tinha o hábito de cortar em seu prato. Pediria (tarde demais), desculpas à vaca.” – Milan Kundera

  421. Sandra

    Boa noite a todos.
    Puxa… Altas revoluções!

  422. Sandra

    Sue, claro que há pessoas que nos causam revolta. Aquele bandido que aprisionou e estuprou a filha durante décadas, por exemplo. Mas o caminho da civilização é a lei, até para esses monstros.

  423. Sandra

    “A diferença entre o velho e o novo é brutal. Nem parece ser a mesma religião.”

    Ana Paula, não tive essa sensação. Mas li pouco, ainda.

  424. Cintia

    Vampitcho 15:21,

    É isso aí!
    Força, que vai valer a pena!!

    beijos!

  425. Sandra

    Vamp, Cíntia e Ana Paula, reduzir já é uma vitória.

  426. Sandra

    Beijos em todos! Boa noite!

  427. Cintia

    “Se alguém está pensando em me responder, “- Pra salvar a humanidade, ora!”, prepare-se para a seguinte pergunta: – Como assim?”

    Reinaldo,

    Não adianta vc e o Targino ficarem fazendo perguntas cujas respostas vcs não querem realmente ouvir ou entender.
    Pô, busquem a resposta com interesse sincero que vcs encontram. Literatura sobre esses temas, das mais variadas origens, é o que não falta.

    Mas tudo bem, vai lá uma ‘dica’…

    “Prepare-se para a dor e o sofrimento. E para a… liberdade!”

    Vê essa frase do Vamp sobre o parar de fumar?
    Pois tem tudo a ver com a sua pergunta.
    Por algum motivo metafísico que eu não tenho conhecimento suficiente pra explicar, nesse estágio de evolução em que nos encontramos aqui na Terra, ainda precisamos do sofrimento.
    Foi isso que o Cristo demonstrou na ‘própria carne’.
    Se ele tivesse dado ‘um jeitinho’ pra se safar da crucificação, se Deus tivesse dito ‘pára tudo!’, o Cristo não teria vivido realmente o seu lado ‘humano’, e foi pra isso que Ele desceu até aqui, lembra? (rs).
    “Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo…”
    Os cordeiros eram os animais oferecidos em sacrifício nos cultos religiosos.
    Mensagem: parem de fazer sacrifícios externos, artificiais, que não lhes custa nada.
    Sacrifiquem-se vcs mesmos, nas suas vidas diárias, enfrentem os desafios com sabedoria, mesmo que o processo inclua muita dor e sofrimento e aí… vcs evoluirão.
    Ensinamento transmitido. Decisão de praticá-lo? Só nossa. Livre Arbítrio.

    Sacou?

  428. Cintia

    Valeu, Sandrita!

  429. Oi, GT e pessoal.

    GT: feliz dia dos pais!

    Ekran e Reinaldo: que bom que gostaram desse debate.

    Eu, pessoalmente, estou me irritando com o Ferreira Gullar da maneira que vocês se irritam com o Niemeyer.

    Gullar fez uma crônica simplesmente jogando Habacuc aos leões, colocando o que ele fez fora do contexto.

  430. Texto que acompanhava a famosa instalaçao onde morreu o cão NaTividad:

    texto presentado en la Galería Códice,solicitando el espacio dode se llevo a cabo la muestra:

    Este proyecto parte del hecho ocurrido el viernes 11 de noviembre
    del 2005 en la provincia de Cartago, Costa Rica; en el cual un
    adicto indigente de origen nicaragüense llamado Natividad Canda fue
    devorado por dos perros mientras era filmado por la prensa, en
    presencia de policías, bomberos
    y el guarda del lugar. acto que filmado, ante el beneplácito de los
    que presenciaban” el espectáculo” incumpliendo con lo que le indica su
    deber

    fue presa de los medios de comunicación, los cuales cubrieron la
    noticia de forma amarillista.

    Con esta exposición pretendo llevar a un espacio artístico
    reacciones y comportamientos similares a lo ocurrido con Natividad
    Canda. Utilizando en la obra elementos que ilustren el contexto ,
    propiciando reacciones que nos hablen de nuestra condición de
    humanos.

    La obra se conformara de los siguientes cinco elementos:

    1 El Himno Sandinista, reproducción de este en reversa.
    2 Un incensario en el que se quemará “incienso”. ( 175 piedras de
    crack y una onza de marihuana)
    3 Un perro callejero amarrado.
    4 Un texto escrito con alimento para perros.
    5 La utilización de medios de comunicación masiva : prensa escrita,
    internet etc.

    Julio 2007

  431. Ana Paula

    Boa noite pessoALL,

    Vamp,

    Estou com os patchs de nicotina aqui também. Mas só coloco amanhã cedinho. Vamos tentar não sofrer muito. Faz bem para os inimigos.

    Tene,

    O mundo não fica mais careta quando alguém pára de fumar. Mas ele fica insuportável quando o ex-fumante sai pregando a intolerância com sua bíblia do pode-não-pode embaixo do sovaco.

    Cíntia,

    Lindo o que você escreveu sobre a matéria e o espírito!

    Abraços.

  432. Ana Paula

    Sue – Blue Girl,

    Você tem razão em não ver sentido sobre sofrer em um lugar que já tem tanto sofrimento. Se não me engano, os budistas falam sobre isso, sobre passar pelo mundo sofrendo o menos possível e evitando este sofrimento também nos outros.
    Mas o fumante também sofre, isso é um fato – dorme mal, não sente o gosto da comida, não respira direito e se sente oprimido por um vício estúpido.
    Parar de fumar não é só vício – é perder um amigo (é mesmo, os puristas podem espernear, mas é verdade). Então é sofrimento.
    Mas em prol de uma vida melhor. Não custa tentar, né?

    Abraços.

  433. Ana Paula

    Lúcio Jr,

    Essa exposição do cão é uma barbaridade. Meu gato adotado não tem um olho, metade dos dentes, mandíbula quebrada e costelas, por conta dessas pessoas covardes que descontam nos bichos de rua as suas raivas do mundo.
    Eu tenho nojo dessa gente, e nela inclui esse artista imbecil também.
    Porque ele quer ser o fotógrafo da NatGeo que tira a foto da criança africana morrendo enquanto o abutre aguarda.
    Não tem a ver com hipocrisia. Tem a ver com humanidade.
    Por que ele não colocou um pitbull atacando um homem bem forte? Ia dar até televisão.
    Cada coisa, viu.

  434. Cintia

    “…comer carne de cetáceos implica em altos riscos. A carne tem hoje altas concentrações de mercúrio e cádmio, o que pode ser nocivo, …”

    Não é só em cetáceos que isso tá rolando não.
    Uma amiga da minha irmã morreu aqui na Bahia por intoxicação de mercúrio. Ela só comia peixe.

  435. Cíntia,
    sobre o seu comentário de 08/08/2009 (00:04):

    Sem comentário – rsrs. Com certeza vc já estava com sono.

    Quanto ao cigarro, caros Vamp, Cíntia e Ana Paula, como argumentos realmente não funcionam, pensem no mau cheiro da gota que o cigarro provoca e no mau hálito brutal que a coisa causa (ops!). Se passarem a reparar nisso, com a devida atenção, depois de alguns dias sem fumar, talvez possa resolver. Foi assim que parei de fumar: optei pelo cheiro bom, saúde e menos toxinas matando meus esforçados neurônios. Mas, cada caso é um caso. É só uma dica.

    Por fim, caríssima Cíntia, se me permite uma observação, me parece que a DESUMANIDADE (= CRUELDADE) é que é uma só: Consciência zero!!

    A “humanidade” é que tem graus, conforme a maior ou menor consciência… De um certo ponto pra baixo a coisa desanda… Ainda bem que não é o nosso caso!! – rs

    Abraço

  436. Cintia

    Ribeva!

    Que bom que vc voltou! rs
    E vc tb é um(a) (não sei né) ex-fumante! Ah, adorei!
    Ex-fumante que dá força é ótimo!

    “A “humanidade” é que tem graus, conforme a maior ou menor consciência… ”

    Sim, vc tem toda razão!

    Continue pintando aqui na área!

    abraços!

  437. gthomas

    Boa noite a todos
    Vou me enfiar debaixo dos cobertores e ligar o ar condicionado ao maximo. Eh Auschwitz ao contrario. Vamos ver se funciona/

    Judeu tem esse tipo de licenca poetica

    LOVE
    G

  438. Cintia

    Reinaldo,

    Já que eu comecei…
    O Budismo e o Hinduísmo vão além e complementam o Cristianismo qdo falam em ‘roda das encarnações’.
    Como tudo tem que necessariamente evoluir, vc vai ter “n” chances pra isso, “n” chances de vir, quebrar a cara, vir de novo, indefinidamente, ou até que vc resolva fazer as coisas da maneira certa, mesmo sofrendo, e se livre das encarnações, passando então pra um plano de vibração superior.
    O que fez o Buda, o Siddharta Gautama? Saiu de seu palácio, de uma vida de fausto, moleza e amenidades, e foi encarar a miséria e o sofrimento do mundo; a partir desse processo é que ele atingiu a ‘iluminação’.

    Para os espíritas, Jesus é o mais puro, o mais evoluído de todos os espíritos, the greatest ever, um avatar que veio para nos dar aquela forcinha básica, e que ele não ‘ressuscitou’ como dizem os cristãos, que na verdade ele se re-materializou novamente, pra dizer: Tão vendo aí, não existe morte. Agora dá licença que eu tenho mais o que fazer lá em cima. Se virem!! rs.
    Não, não foi isso não, rs. Ele disse: entendam pelo amor de Deus o que eu ensinei pra vcs, pratiquem, e contem comigo nas adversidades, Eu estarei sempre presente, em Espírito.

  439. Cintia

    Ana Paula!

    A conexão com o blog tá tão doidona que só vi agora que vc voltou.
    Pô, tô quase comprando tb amanhã esses patches. Vende em qq farmácia??
    SUPER bacana isso do seu gatinho adotado, nossa, isso sim é ter verdadeira compaixão e tomar uma atitude. Parabéns de verdade!!

    “Parar de fumar não é só vício – é perder um amigo (é mesmo, os puristas podem espernear, mas é verdade). Então é sofrimento.”

    Por incrível que pareça, é a mais pura verdade sim. É como ‘enterrar um amigo’. E aí é que está o nosso desafio, ter que enterrar, por livre e espontânea vontade, um ‘amigo’.
    Como dizem aqui na Bahia, ‘é de lenhar’!!

    Querida amiga blogal, boa sorte!!

    boa noite e intémanhana!

  440. Tene Cheba

    Eu gostaria de ser um replicante, com hora e data para apagar, como no excelente Bade Runner, saberia exatamente quando do meu fim, bom, cento e cinquenta anos e algumas horinhas, um bom tempo, ou um pouquinho menos, mas, sem decaimentos, sem rusgas , nada que manchasse essa pintura, bela para mim.

  441. Tene Cheba

    “Blade Runner”.

  442. Sandra

    Volta rápida para um boa noite.

    A “licença poética” do Gerald lembrou-me de algumas passagens que li no Antigo Testamento, do tipo: você deve se casar com a viúva de seu irmão, se eles não tiveram filhos, mas só se quiser, tudo bem que se você não quiser ela pode bradar aos quatro ventos o quão irresponsável você é, e o quanto seu gesto egoísta tornou o mundo um pouco pior, e o quanto você desonra sua família, mas não se sinta pressionado por isso. Sinta-se totalmente livre para recusar.

    Já sei de onde vem seu humor, Gerald.

    E um puxão na sua orelha esquerda muito forte pela sua licença poética.

  443. Sandra

    Cintia, ARRAAAAAAAAAAAAAAAAASO total!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  444. Sandra

    Márcia, AMEEEEEEEEEEEEEEEEEEEI de paixão as frases.

  445. Sandra

    Estou vendo um documentário estarrecedor. Hoje é um tristíssimo aniversário: aqueles assassinos liderados por um louco (Charles Manson) massacraram inocentes, incluindo uma mulher grávida.

    Para muitos, assassinar é justificável quando o mundo não lhes dá o que acham que é seu direito.

  446. Sandra

    Saindo agora. Beijos em todos.

    Nossa… Fiquei meio abalada…

    Gerald, retiro o puxão de orelhas. Nem a mais leve agressão a quem é do bem. Pensando bem, nem a quem é do mal. Cadeia para os últimos, e que vivam MUUUUUUUUUUUUUUITO.

  447. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 20:55 Enviado por: Lúcio Jr

    “Ekran e Reinaldo: que bom que gostaram desse debate.”

    Nada sei do Ekran e não me interesso.
    Não estou gostando nada “desse debate”. Que “debate”?

    “Eu, pessoalmente, estou me irritando com o Ferreira Gullar da maneira que vocês se irritam com o Niemeyer.”

    Eu não me irrito com o Niemeyer.

    “Gullar fez uma crônica simplesmente jogando Habacuc aos leões, colocando o que ele fez fora do contexto.”

    Aos leões? Os cães têm preferência, depois a Susan, eu, e a Ana Paula.

    Reinaldo

  448. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 22:31 Enviado por: Cintia

    “Reinaldo,
    Já que eu comecei…”

    Cintia
    Não seja por isso, podemos parar aqui, ficas com as tuas convicções e eu com as minhas.
    Tenho opiniões sobre “roda das encarnações”, “tudo tem que necessariamente evoluir” , “indefinidamente”, “sofrendo”, “Jesus”, “o mais evoluído dos espíritos”, “ressuscitou”, “re-materializou”, “contem comigo”, “sempre presente”, “espírito”, estas coisas.
    Reinaldo

  449. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 20:43 Enviado por: Cintia

    “Reinaldo,
    Não adianta vc e o Targino ficarem fazendo perguntas cujas respostas vcs não querem realmente ouvir ou entender.”

    Cintia
    Falo por mim.
    Já fiz perguntas, ouvi respostas, li, entendi, refleti e discordei do desígnio metafísico atribuído.
    Reinaldo

  450. Reinaldo Pedroso

    10/08/2009 – 02:59 Enviado por: Reinaldo Pedroso

    Cintia
    “Sacou?”

  451. Gerald,

    os níveis subindo satisfatóriamente no blog, sem chutes no saco, nem xingamentos a progenitoras, estou gostando de ver.
    O coments fantásticos, só ficou gente boa!
    Pena que precisamos ver cenas atrozes como as fotos das baleias na Dinamarca, para chegar a conclusão do quanto ainda precisamos melhorar.
    O ser humano precisa mesmo de espelho.
    Ainda nos falta a capacidade de reagir a inércia do ser, independente de “mirror’s”.
    O homem precisa das tragédias para melhorar, e crescer, infelizmente, confundiu o termo melhorar, com se sentir melhor ainda sem fazer nada para isso.
    A indignação diante de fatos como a sangrenta caça aos filhotes de baleias e golfinhos na Dinamarca, deve trazer a atitude de repugnar, e fazer algo para que isso acabe. Como em tantas outras trágédias, acontecidas ou até anunciadas que estão por vir.
    Tenho pensado tanto a respeito, e estou a buscar forças para tentar fazer a minha parte.
    Estranho é que não tenhoencontrado dificuldade com coisas da carne, por assim dizer como por exemplo a atitudede deixar de comer carne, acredito que seja mais facil que abandonar o vício do cigarro.
    Mas atitudes da alma, são realmente preocupantes para mim, pois são mais difíceis de se modificar.
    Mesmo assim vou lá a cada dia, na minha luta particular.
    Talvez por isso nós judeus nos damos este desconto da tal licença poética e brincamos com a maior das tragédias de nosso povo.
    Me faz perceber o quanto a alma pode ficar impregnada por um sentimento e que isso percorre geraçoes.
    Tenho duas filhas e estou no início de sua educação e tenho esta preocupação , a de educar e evitar que mals habitos meus sejam passados a elas como me foram passados pelo repertório de minha vida até aqui.
    Olha só que loucura.
    A responsabilidade dos seus atos, quaisquer que sejam, nunca ficará somente em vc, se estenderá para humanidade.

    Diminua o ar e as cobertas, e começe a trabalhar isso em vc para que seus netos não fiquem perdidos com este insigth no tempo deles, que será tudo diferente do que foi no tempo dos seus avós e diferente do que é hj.

    Beijo enorme.
    Sabor Knorr Legumes. 😉

  452. mnc

    Cíntia…
    Jesus é chamado o “Cordeiro de Deus”…
    Os carneiros quando são abatidos não soltam um gemido…
    Se doam em sacrifício…parece que sabem que estão alí p servir e saciar a fome humana da carne deles.
    Expressam sua dor no olhar.
    De cortar o coração.
    Abracos.

  453. Oi, Gt e pessoal.

    Sandra: o Gerald tem um texto muito interessante sobre o Manson.

    Ana Paula: o Reinaldo, recortando pedaços, também de certa forma desmanchou meu texto. Sou contra matar cachorros, claro. Argumentei que não foi bem isso que aconteceu. A instalação era um protesto político onde o Natividad, pego na rua e já doente, representava um viciado em drogas assassinado pela polícia e diante das câmeras.

    Acho que Habacuc não pretende a postura do fotógrafo q vc citou, não, muito pelo contrário. Aliás, essas fotos costumam ser posadas, montadas, pagas, etc. Sou contra esse mau caratismo do Gullar de simplificar: ah, matou o cachorro numa instalação em nome da arte!

  454. Ekran: Lagoa da Prata é aqui pertinho, ouvi falar desse caso dos botos. Ainda bem que foram transferidos. Nessa lagoa enorme, usada para veraneio, onde estava o boto estava, andou ocorrendo um desequilíbrio ecológico, com uns peixinhos mordendo os banhistas (que agora, não sei como, resolveram). Foi notícia Brasil afora.

  455. Outra: sincronicidade: Aderbal Freire está montando Moby Dick. Vou fazer um post no meu blog.

  456. O Vampiro de Curitiba

    Bom dia, meus amores!

    Cintia e Ana Paula, fumei meu último cigarro à meia noite de ontem. Dormi com um adesivo de nicotina e estou usando pastilhas de nicotina também. Vou dar uma caminhada pra esquecer um pouco o maldito cigarro.
    Não adianta querer diminuir o número de cigarros, sabemos que isso não existe. Temos que evitar o primeiro, a primeira tragada.
    Força!

  457. mnc

    Valeu Vamp!!!

  458. Bom dia.

    Ainda navegando rumo a Vitoria.

    Manhã de imensas alegrias.

    Primeiro em ver nossa querida amiga mnc de volta.
    Segundo saber que o Vampr esta criando juizo e deixando a merda dos cigarros de lado.
    Terceiro saber que outras amigas tantarão fazer o mesmo.
    Desejo sucesso a todos.
    Um pequeno conselho.
    Larguem de vez.
    Não fiquem se iludindo dizendo a si mesmos que o proximo será o ultimo.
    Larguem e nõa peguem mais.Derrotem o inimigo de vez.
    Trata-se apenas de um tubinho pequeno.
    Amasse-o.Pise nele.
    E prometa a si mesmo que nunca mais coloca-rá um deles em sua boca.
    Depois de um mes,calcule o quanto teria gasto com estes malditos e compre um presente para si mesmo ou para quem ame.
    E festeje.
    Conseguindo seja feliz.
    Você mereceu.
    Não és um fraco e nem um puta dum viciado.
    Apenas pensou que era.
    Parabens.

    É o que lhe deseja um escravo do vicio.
    Um louco.
    Bem varrido mesmo.
    Eu.

    😉

  459. O Vampiro de Curitiba

    Valeu, Pacheco!
    Eu te convidei para engrossar as fileiras juntamente com a Cintia e a Ana Paula, mas respeito a sua decisão em continuar fumando. Cada um é cada um.
    Abraço, Pacheco!

  460. Piada: O Cigarro
    Uma loira chegou num bar e pediu para a garçonete um maço de cigarro.(E esses cigarros novos vem com algumas fotos chocantes do que o cigarro é capaz de fazer), aí a loira estava vendo algumas fotos no cigarro:
    “Fumar cigarro dá câncer.”
    E disse: -credo!, e pegou outro:
    “Fumar causa impotência sexual.”
    E novamente disse para a garçonete:

    -Ai!, eu prefiro o que dá câncer.

  461. Ao terminar o serviço, o colocador de carpetes percebe que o seu maço de cigarros desapareceu. Procura, procura, procura… e nada!

    De repente, ele olha para o chão e vê uma elevação se sobressaindo no carpete recém-colocado.

    Sem coragem para retirar o carpete e refazer o serviço e irritado com o próprio desleixo, martela a elevação até que ela desapareça.

    No instante seguinte, a dona da casa entra na sala, entrega-lhe o maço de cigarros e diz:

    — Acho que estes cigarros que estavam sobre a mesa da cozinha são seus. A propósito, o senhor não viu o meu hamster por aí?

    😀

    Vampiro.

    Quando eu tentei largar e até fiz campanha ninquém do blog se juntou a mim.

    Larguei sózinho.

    INFELIZMENTE voltei a baforar.

    Em todo caso meus votos para vcs são de sucessos.

    QUE VENÇAM o que eu não venci.

    Quero ver a tua força.

    As mulheres são mais determinadas.

    Derrote-as ou MORRA FUMANDO ( o que realmente não desejo ).

    Receba a frase como incentivo.

    Faltando força vá ao monastério do Campo dos Tenentes.

    Converse com o monge George.Ele é americano.Foi prisioneiro de guerra.Uma grande figura e um HOMEM.
    Verás ou lerás minha mensagem no livro de visitas.
    Deixe a tua e que seja assim
    Aqui neste local de reflexão jurei nunca mais por um maldito cigarro na minha boca.
    Depois leve a sra. Polaca e as vampirinhas na cantina e compre doces e bolos deliciosos com o dinheiro que gastarias com os cigarros.
    Abrace o monge por mim e para lembra-lo diga que trata-se do pai do melhor aluno dele que hoje é Oblato.Ele saberá do que estaras falando.

    Obrigado.

    Piadis…ops quero assinar Pacheco.

    Eu 😉

  462. gthomas

    ATOR, DIRETOR E ILUMINADOR, CAETANO VILELA ASSUME A DIREÇÃO DE NOVO ESPETÁCULO DA CIA. DA ÓPERA SECA, DE GERALD THOMAS

    Caetano Vilela em ação no teatro São Pedro, onde dirigiu um espetáculo em junho passado

    na contramão

    por Leticia de Castro / foto Jefferson Coppola

    Ele é um sujeito inquieto e um tanto ambivalente. Ganhou dois prêmios como iluminador de teatro. Em sua casa, as lâmpadas pendiam do teto por um fio até há bem pouco tempo.

    Caetano Vilela, 40, dirigiu mais de 50 óperas. Nas horas livres, só ouve rock. Considera-se um ser urbano, morou mais de 20 anos no centro de São Paulo. Agora, está construindo uma casa na serra da Cantareira, para onde vai se mudar em busca de tranquilidade.

    “Não confio em pessoas muito decididas e lineares. O artista é um ser contraditório por natureza”, diz o ator, diretor e iluminador de teatro, que desponta como um dos grandes nomes da ópera no país.

    Acaba de assumir a direção da Companhia da Ópera Seca, criada por Gerald Thomas em 1986. A primeira empreitada começa na próxima semana com os ensaios de “Travesties”, adaptação do texto do dramaturgo britânico Tom Stoppard.

    Será seu primeiro grande trabalho como diretor de teatro e também a primeira vez que outra pessoa assume a companhia. “Já era mais que hora de diversificar”, afirma Gerald. “E ele é o mais indicado pra colocar ideias novas ali.”

    O polêmico diretor é só elogios a Caetano. “Ele é simplesmente genial”, derrama-se. “Passamos grande parte do tempo das nossas vidas confidenciando fraquezas, verdades, seguranças e inseguranças, ideias etc.”

    “Travesties” mostra um encontro fictício entre três personalidades do século 20: o escritor James Joyce (1882-1941), o líder comunista Vladimir Lênin (1870-1924) e o poeta dadaísta Tristan Tzara (1896-1963). No texto, o trio -que na vida real chegou a morar na mesma cidade, mas nunca se conheceu- se reúne durante a Primeira Guerra Mundial. Discute a função política do artista e o papel da arte em regimes totalitários.

    “Tudo o que faço tem uma conotação política”, diz Caetano. “Não sou de levantar bandeiras, mas o artista tem que refletir o seu tempo.”

    Em dezembro, ele faz sua estreia em uma produção europeia. Assina a iluminação do musical “A Noviça Rebelde”, que ficará em cartaz no teatro do Chatelet, em Paris, com direção do renomado Emilio Saggi, diretor que ele conheceu em Manaus.

    Santíssima Trindade
    A possibilidade de transitar entre ópera, teatro, direção, atuação e iluminação é resultado de mais de 20 anos de uma carreira iniciada no grupo Boi Voador.

    Passou ainda pelo que chama de “Santíssima Trindade” do teatro paulistano. Trabalhou com José Celso Martinez Corrêa, do grupo Oficina, na montagem de “Ham-let”. Depois, foi a vez de Antunes Filho. “A primeira coisa que ele me falou foi que eu tinha que esquecer o teatro que fazia. Porque eu não sabia andar, não sabia falar, não sabia nada.”

    Para pagar as contas, foi garçom de um restaurante e gerente de casa noturna. Ficava da meia noite até 7h no clube. Às 10h, tinha que estar no teatro. “Era o máximo! Mas depois de dois anos e meio não conseguia mais.”

    Exausto, Caetano deu um tempo no teatro e abriu uma produtora de eventos com uma amiga. Foi quando conheceu Gerald Thomas, fechando a “Trindade”. Nessa época, o iluminador da companhia estava se desligando do grupo e abriu espaço para Caetano, que ficou três anos na função. “Criava luz, era ator, diretor adjunto. Fazia de tudo.”

    O artista passou a se dedicar às óperas após um convite do diretor Iacov Hillel. Nos últimos 11 anos, iluminou mais de 50 espetáculos e fez a direção cênica de alguns deles.

    Mesmo em montagens eruditas, ele não perde a oportunidade de misturar o universo pop. Em “La Cenerentola”, de Rossini, em 2007, Caetano homenageou Michael Jackson, colocando o coro para dançar a coreografia de “Thriller”.

    No ano passado, montou “Ça Ira”, ópera de Roger Waters, líder do Pink Floyd, e conseguiu levar o músico a Manaus para acompanhar os ensaios e a apresentação. “Foi a experiência mais incrível da minha carreira.”

    Roqueiro de formação e de coração, Caetano teve o primeiro contato com a música erudita por acaso, em uma loja de discos na praça da Sé. Tinha 15 anos e trabalhava como office-boy. “Entrei na loja e estava tocando ‘Lakmé’ [ópera de Léo Delibes]. Fiquei encantado”, lembra.

    O disco era caro. O vendedor falou de uma rádio especializada em ópera, que virou ponto obrigatório no dial do então adolescente.

    Além do centro
    Filho de comerciantes do Brás, Caetano é o único artista da família. Quando percebeu que não iria assumir os negócios, tomou rumo próprio. Saiu de casa aos 22 anos para dividir um apartamento na avenida São Luís com quatro colegas do teatro.

    “O centro sempre foi o meu QG. Todos os teatros e salas de ensaio estão lá”, diz. Agora, se prepara para abrir mão do caos criativo da cidade. Vendeu seu apartamento na rua Nestor Pestana e comprou um terreno na Cantareira. “Ninguém está acreditando que vou sair”, conta. “Se eu sentir falta, volto. Não dependo mais do centro para criar.”

    Apesar do desejo de isolamento, Caetano não se desconecta. Há quatro anos criou um blog (www.caetanovilela.blogspot.com). Também está no Twitter, no Facebook, no Myspace e no Orkut. Gosta de repetir uma frase do Marcelo Tas: “A internet dá coerência”. Em meio ao caos cibernético, ele se entende.

    “A primeira coisa que o Antunes Filho me falou foi que eu tinha que esquecer o teatro que fazia”

  463. gthomas

    10/08/2009 – 03:21
    Enviado por: Daniela
    Gerald,
    os níveis subindo satisfatóriamente no blog, sem chutes no saco, nem xingamentos a progenitoras, estou gostando de ver.
    O coments fantásticos, só ficou gente boa!
    Pena que precisamos ver cenas atrozes como as fotos das baleias na Dinamarca, para chegar a conclusão do quanto ainda precisamos melhorar.

    GT – Pena mesmo! Uma Hiroshima destruida ou uma Dresden completamente arrasada nos mantem humildes. Tem gente que consegue enxergar isso todos os dias. Outros precisam de imagens fortes. Eu ainda estou “arrasado” (no bom sentido) desde que vi o auto retrato de Rembrandt (pela vigesima vez, mas DESSA vez,,.,,_) em Amsterdarm, ha uns 20 dias atras.

  464. Vampiro.

    Aos domingos os visitantes são convidados para almoçarem.
    Monges em uma sala e visitas noutra.
    mesmo cardápio.
    nada de carnes.
    frutas e hortaliças e massas produzidas por eles.Sem agro-tóxicos.Delicias.
    Vocês sairão de la revigorados.
    Resolvidos.
    Dispostos a um novo começo.
    Aconteceu comigo.
    Mudou minha cabeça.
    Para melhor no meu conceito e decisão.
    Embora tenha e ainda me custe algumas perdas e sacridficios.
    Não se pode ter tudo no mundo.
    E Deus não escolhe previlegiados.
    Ele previlegia os escolhidos.
    O monge george foi um escolhido.
    Se fores e conversando com ele saberas e entenderas do que eu falo.
    Boa sorte.
    Faça BELA A TUA VIDA.
    E toda a familia VAMPIRO será feliz.

    Que assim seja.

    Quem procura acha sim senhor.
    E quem espera nunca alcança.
    Procure e acharás.

    Abraços.

    Pacheco

    😀

    GERALD THOMAS>

    Seria possivel fazer um post falando em MONGES?

    🙂

  465. Cintia

    bom dia!

    Vampitchão e Ana Paula,
    FORÇA!
    Eu vou continuando no meu método ‘espartano’ progressivo, rs.
    beijos!

    Tô totalmente com a Sandra contra a liberação das drogas.
    Se nicotina é droga comercializada legalmente e deu no que deu, liberar as outras pra quê? Não faz nenhum sentido.

    Sandritcha,
    beeeeijos!

    Gerald,
    Sucesso pro Caetano!

    Reinaldo,
    “Já fiz perguntas, ouvi respostas, li, entendi, refleti e discordei do desígnio metafísico atribuído.”
    Então pronto. Pare de fazer as mesmas perguntas pras quais vc vai ouvir as mesmas respostas e discordar.
    Simples, não? rs.

    Olá mnc!

  466. Sandra

    Bom dia!
    Pacheco, acho que você se cobra demais.

  467. Sandra

    Daniela, também notei uma energia muito boa. Todos procurando crescimento.

  468. Cintia

    Frases de Siddharta Gautama, o Buda:

    ‘Viver apenas um dia e ouvir um bom ensinamento é melhor do que viver um século sem conhecer tal ensinamento.’

    ‘Só há um tempo em que é fundamental despertar. Esse tempo é agora.’

    ‘O que somos é consequência do que pensamos.’

    E para Vampitcho e Ana Paula, uma especialmente para esse nosso momento:

    ‘Por mais que na batalha se vença a um ou mais inimigos, a vitória sobre si mesmo é a maior de todas as vitórias.’

  469. Sandra

    Cintia, grande guerreira, parabéns pela luta!!!!

    Ana Paula e Vamp, sucesso para vocês nas suas escolhas! Tudo o que fizerem será uma vitória!

  470. Sandra

    Gerald, sucesso para você e para o Caetano!

    Puxa, seus posts são uns bem-vindos chacoalhões!…

    Suas peças também!

  471. Sandra

    MNC, bom retorno!!!!

    Saindo agora, beijos em todos!!!!

  472. O Vampiro de Curitiba

    Cintia, meio dia fará 12 horas que eu não fumo. Dei uma caminhada num parque aqui perto, foi ótimo. Mas agora, descansando, relaxando, me deu uma vontade louca de fumar. Vou tomar um banho frio pra ver se passa.
    E a Ana Paula, cadê?

  473. O Vampiro de Curitiba

    Todo sucesso do mundo pro Caetano Vilela!

  474. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    Vou sugerir um post = DETERMINISMO.
    O inigma da humanidade.
    Quem decifrar aqui, explicou o mundo.

    Determinismo
    Sociofilosofia Por Algosobre
    conteudo@algosobre.com.br

    Recebe esta denominação a doutrina segundo a qual a totalidade dos fenômenos constitutivos da realidade se encontra submetida a determinadas leis, estas sendo compreendidas como possuindo caráter natural. Tais leis, ainda, são consideradas como sendo regidas por uma relação de causalidade. Deste modo, a realidade se estrutura a partir de leis que regem e estão presentes em todos os acontecimentos.

    O determinismo foi utilizado, como sistema explicativo do universo, a partir da Idade Moderna, em especial para a determinação das leis que governam os fenômenos naturais. Esta doutrina se baseia na concepção mecanicista do mundo físico, que aborda todo movimento como submetido a leis de tipo mecânico, isto é, que se repetem com absoluta regularidade, dada a igualdade das situações observadas.

    O mecanicismo procura formular os princípios ou leis gerais que regulam as propriedades existentes nos corpos naturais. Algumas características do determinismo: universalismo, uma vez que sua adoção deve, necessariamente, referir-se a todos os fenômenos do universo; sua impossibilidade de prova, característica que decorre, como conseqüência, de seu universalismo; negação do tempo, enquanto força promovedora de uma sucessão irreversível de acontecimentos. O determinismo foi encarado de maneira diferente por vários pensadores da Era Moderna. Para alguns, ele constitui um sistema estritamente científico; para outros, ele consiste em um modo metafísico de explicação da realidade. É possível operar uma distinção, entre uma posição determinista parcial ou radical.

    O primeiro afirma o determinismo como aplicável somente a uma parcela da realidade. O segundo afirmam que a realidade como um todo está sujeita a leis determinadas, não somente o mundo natural mas, ainda, as ações, pensamentos e desejos humanos. Esta radicalização foi criticada por diversos autores, especialmente, em nosso século, pelos filósofos existencialistas.

    Estes pensadores afirmam que, levado às suas últimas conseqüências, o determinismo, ao ser aplicado a todas as esferas da vida humana, leva à negação da possibilidade da liberdade

  475. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    O cigarro ja foi roamntico…

    Um doce e palido luar,
    Espalha sombras pelo chão,
    Na rua triste a caminhar,
    Pensando sem querer pensar,
    Eu sinto mais a solidão,
    Medonhos vultos irreais,
    Passam por mim, a murmurar,
    Do meu cigarro, as espirais,
    Parecem letras fantasmais,
    Na solidão do boulevart.

    No meu pobre pensamento vai,
    Vai crescendo a aflição,
    No meu peito esse tormento vai,
    Vai parar meu coração,
    Minhas lembranças, são visões,
    Que me perseguem sem parar,
    Meus sonhos, são assombrações,
    São os fantasmas dos serões,
    Na solidão do boulevart.

  476. Valeu, Cíntia!! (09/08/09 – 22:20)

    Tem certas questões aki que parecem ser o caso de se perguntar com o Caetano (Veloso): “Existirmos a que será que se destina?…”

    Mas a coisa é tamanha que nem adianta querer racionalizar. Como sabem os da área, a própria “iluminação” é coisa que não se ensina. No máximo, se mostra o caminho, mas isso, só pra quem tem interesse.

    Sendo assim, do que é que eu estou falando mesmo??? rsrsrs

    Com certeza as baleias e “… as coisas reais da vida…,’ como diria Fernando Pessoa, podem ter alguma solução coletiva. Ou não. Já a metafísica…, quem nos dera!! Mas não custa tentar, é claro:

    A NEBLINA ENCOBRIU A VISÃO DA CIDADE
    NO PEITO DA GENTE A VONTADE
    DE VER A SAUDADE PARTIR
    NÃO ME LEMBRO BEM CERTO
    DO DIA OU DA HORA
    MAS JÁ SEI QUE É COISA ILUSÓRIA
    ESSE MEDO DA GENTE EXISTIR
    E SUBIR
    PRO CÉU, PRO CÉU, PRO CÉU
    VOANDO COMO UM ANJO FOI
    E FOI, E FOI, E FOI,
    SEM MEDO E SEM SENTIR QUE FOI
    PARA UM OUTRO SONHO DE DEUS…

    Pelo menos eu vejo assim.

    Abraços.
    PS: Acho que esse blog do GT vai virar um vício. Espero que ele não se incomode com tantas conversas “extrabloguianas” no seu espaço.

  477. Gerald,
    E Rambrant continua a cumprir o seu papel…
    Ele conseguiu romper com as regras da mediocridade e deixar sua obra para posteridade, assim como vc esta a fazer agora, não sei se vc se deu conta do quanto tem iluminado mentes com suas palavras escritas, sentidas, vivas aqui neste blog, é muito louco, muito louco….
    Isso sim a cada dia sendo construído pode virar uma ‘corrente do bem’.
    Já pensou nas conseqûencias:
    Na repercursão?
    E mesmo plantando esta corrente vc acha que chegaria ao objetico do mundo perfeito?

    Sabe estou meio mexida hj, meio incomodada,um tiquinho triste.
    Acho que se dá ao fato de ter entrado em férias das aulas de hebraico, vou ter que modificar a rotina, e ai já viu, isso significa mudar. Gente!!! Quando eu falo é sério minha luta interna em aceitar rapidamente as mudanças continua.
    Afff!!!
    Credo coisa impregnada.
    Vamp, Cintia, e Ana Paula, acho que vcs estão fazendo certinho um passo de cada vez.
    Primeiro tomam a decisão depois pensam em como por em pratica Mas agora será aquele esquema:AA. Todos os dias vc vencerão um pouquinho e dirão hj venci, hj não fumei.
    E pense vou beijar muito pois não tenho mais bafo de cinzeiro amanhecido na boca. kkkkkkkkkkkkkkkk
    Brincadeira.
    Força gente! 😉

    To fazendo assim com a :Marvada da Carne! (vi um filme com este título com a linda Fernanda Torres, ainda menina, e a Regina Casé, um mulherão!)
    3 dias sem nada nem franguinho , peixinho é impossível, e carninha vermelha nem pensar.

    Pacheco não vou discutir por vc não ter entrado da onda de não fumar mais, respeito e estou gostando de que vc finíssimo tem respeitado a galera.

  478. Cintia

    Vampitcho,

    Parabéns!!!!
    Não esmoreça. Siga com fé.
    É Gautama na cabeça:
    ‘Por mais que na batalha se vença a um ou mais inimigos, a vitória sobre si mesmo é a maior de todas as vitórias.’

    Esqueci de contar que eu não tô tão espartana assim não, rs, tô tomando um floral californiano: Borage, e uma homeopatia: Valeriana.

    Sandritcha,

    Obrigaaaaada!!! beijos!

  479. Amigos daqui e de outras, obrigado pelo carinho!
    Gerald você é que é genial!
    Beijos

  480. O Vampiro de Curitiba

    Vamos juntos, Cintia!

  481. vinicius

    Assombros madndos e desmandos
    vao acontecendo no nossso bem
    natural
    Sem a mera e dita conciência ‘racional”
    não dominamos a natureza
    apenas vamos a cada ano que passa
    acabando com ela
    E ainda temos o disparate de dizer que tudo isso e necessario

  482. gthomas

    Um post sobre MONGES, Pacheco?

    Explain, please

  483. Sandra

    Já que estamos procurando iluminação e crescimento, cada um no seu caminho, eu não poderia pensar em nada mais iluminado:

    “Paralelo com a política, total!

    Paralelo com Hamlet, total: todos os personagens eram Hamlet, Ofélia, etc.

    Aqui vai, de MIAMI (lembrado por Marina Salomon), o trecho final, o SAMBA FINAL que encerrava o espetáculo:

    “Quem faria isso comigo?

    Olhe fundo nos meus olhos e diga!

    Aqui? Um universo?

    Os de cima, os de baixo?

    Os menores erros… EU DISSE

    Os menores erros EU DISSE

    EU DISSE!

    LUZ!

    SOM!

    Palavras!

    Mas do que valem?

    Nossos poetas estão mortos

    Nossa musica não tem heroísmo

    Nos não temos corpos, somos fracos, somos rasos

    Nossos casos, moribundos.

    Julgamentos: cada caso, um acaso.

    Nossa obra, uma obra do acaso total.

    CLAMO!

    EU DISSE

    CLAMO!

    Que me acordem se eu estiver dormindo

    Minha angustia, meu espírito!

    CONVOCO!

    EU DISSE!

    CONVOCO!

    Uma NOVA geração de criadores!

    Que se afunilem

    E que se intoxiquem

    E ouçam os lamentos das cidades!

    Que se estrangulem, mas achem a geometria das cidades!

    CONVOCO!

    EU Disse. Convoco. Um novo Parangolé Brasileiro!

    E Que chova sobre a NOSSA POESIA!”

    .

    Não faço mais teatro. Faço ópera. Ópera seca. Há anos digo isso e há anos faço isso. Só que agora mais do que nunca.

    Estou constrangido pela falta de pensadores no mundo. Constrangido pela falta de loucos, obcecados, visionários. Parece que só existem os políticos e os que entretém os políticos com shows ou com consentimento. O nojo nacional é, antes de mais nada, um nojo cultural. E não adianta centralizar informação e distribuir verba. Isso vira FBI sangrento e burocrático e, para minha infelicidade, não parece mais ópera.

    M.O.R.T.E.

    (Movimentos Obsessivos e Redundantes pra Tanta Estética), há mais ou menos vinte anos.”

    (http://colunistas.ig.com.br/geraldthomas/2008/09/26/abbey-road-vista-de-miami-john-mccain-paul-obama-e-ringo/)

  484. gthomas

    Sandrerrima: estou te respondendo pelo email,ah….agora foi.

  485. gthomas

    Bonita, linda a lembranca do meu samba final de M.O.R.T.E,

    te agradeco meu amor

  486. oi, GT, esse post do Caetano foi um barato: sucesso, Caetano! Avante com seus travestis! Nessa onda cláudio bob filho, fiz um post sobre minha iniciação á ópera que foi com o picapau.

    Lembra que vc falou dos vídeos no Youtube sobre Hitler/futebol? Postei um lá: Hitler zoando o Cruzeiro. Meu menino eu eu já morremos de rir hoje! O Walter tem q ver tb, tem a ver com Los Estudiantes…

  487. Sandra

    Gerald, transfiro seu agradecimento à Marina Solomon.

    Beijos!

    Saindo!

  488. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    Sandra.
    Como falta pensadores no mundo?
    O seculo 20 foi explendoroso.
    A humanidade fez em um seculo, o que não fez em 20.
    Da pra encher essa pagina de gente que inovou
    nas artes, nas ciencias, na literatura.
    Muitos ja morrerram mas as suas ideias estão vivas.
    Eu, quando olho para essa gente, costumo dizer:
    esse é o mundo que eu gosto.

  489. Ekran

    Gerald,

    Gostei muito da visão da “Santissima Trindade” com Ze Celso, Antunes e Gerald. Teatro é “terra santa” , das poucas que restaram e não são territorio conflagrado. As vezes, são, mas sem mortos ou feridos. Terra de santas lutas atraves das artes, com as armas do espirito.

    Mas, se fossem 4 grandes diretores, seriam os 4 cavaleiros do apocalipse? Anunciando o fim dos tempos?

    até!

  490. Ana Paula

    Boa tarde pessoALL,

    Não, não morri porque estou parando de fumar. É que meu horário de trabalho mudou. De tarde até à noite. 🙂

    Vamp,

    Espartano também, nossa, eu passei a noite refletindo sobre a sua luta à seco com o etílico e você passando pelo cigarro da mesma forma. Vai ser macho lá na casa do kr…lho!
    Quero que saiba, A CADA MINUTO QUE LUTA, se esmorecer por um, já está automaticamente perdoado, viu? Vou repetir até virar mantra: caiu, levantou.

    Cíntia querida
    (querida de verdade, sem aquele “querida” nojento de perua falsa – quero usar essa palavra de novo sem cinismo, eu mereço),

    Niquitin é o nome! Custa R$ 50,00 (arf, eu sei, caro), sete patches, um por dia. Pra você que é tão forte, acho que nem vai fazer efeito. Pra mim ajuda por umas seis-oito horas… Dá um pouquinho de enjôo no começo, mas depois passa. Sugiro colocar umas duas horas antes daquele horário que a gente fica simplesmente LOUCA pra puxar um cigarrinho.

    E sim, vamos enterrar esse querido amigo, agradecer por tudo, e superar!

    Diário de Bordo:
    Pessoal, não sei parar de uma vez, espero que me perdoem. Meto um patch de nicotina e quando não aguento, fumo um Free One (também conhecido como Free Nada). Eu sou assim. Me perdoem. Comigo tem que ser devagarinho ou a minha rebeldia vai pro lado negro da força.

    Pacheco,
    Você sabe que eu ADORO e leio tudo o que você escreve, né? E que eu não dou a mínima se você não parar, eu aliás não acho que você vai morrer por causa disso. Pra ser o mais sincera possível, o cigarro me incomoda porque eu detesto ser refém de qualquer coisa. Pelo menos as que eu consigo evitar. Ou tentar.

    A TODOS,

    MENINAS E MENINOS, muito obrigada pelas palavras de força! Vocês são ótimos! Valeu gigante!

    Abraços!

    PS.: não vou ficar mencionando cigarro demais senão dá uma puta vontade de fumar, valeu?

  491. O Vampiro de Curitiba

    Ana Paula, estou com o humor péssimo. Tive agora a pouco uma séria discussão de trânsito, enfim… Mas não coloquei nenhum cigarro na boca desde a meia noite de ontem. Não adianta, nós temos que evitar o primeiro, não o último. Não tá muito fácil, não. A noite sei que vou ficar rolando na cama a noite toda, vai ser um inferno, mas vou em frente. Torço por você e pela Cintia. Abraço, querida! E força!

  492. cintia , nada como o tradicional confetti da lacta a pastilhinha colorida de chocolate . ou halls . não , halls da mais vontade .

    isso . pare de fumar com cigarro mentolado . troque para halls . troque para jujuba . troque por uma dieta . hahaha

  493. Ana Paula

    Vamp,

    Brasileiro no volante vira bandido. Puxa uma arma e fica macho. Se for mulher, chora se estapeia e diz que você a atacou.
    Fica nervoso não! Passou…
    Vou procurar alguma coisa bacana pra postar aqui, pra te distrair…
    Abraços.

  494. Ana Paula

    Prezada Dani,

    Obrigada pelas boas palavras! E boa sorte na sua luta também!
    Mas gostaria de pedir que tome bastante cuidado com dois problemas bem femininos: anemia e osteosporose.
    Carne vermelha e leite/derivados suprem grande parte da proteína e ferro. A soja não é uma substituta perfeita.
    Se você começar a se sentir muito cansada, come pelo menos um ovinho!

    Abraços.

  495. Vamp!

    Começa a pegar leve, tudo irá te irritar, e muito. Faz parte!
    Ponha uma música suave para dirigir, e busque atirudes maiscalminhas para passar essa fase doida da abstenção.
    Abraço e muita força pra vc.
    Estou torcendo muito.
    Beijão.
    DG

  496. O Vampiro de Curitiba

    Ana Paula, como eu tomava (já falo no passado, viu?!) muito café, sinto muita falta. Tive que tomar dois cafezinhos, um de manhã e um agora a pouco. Se não tomar fico com dor de cabeça. E depois do café, você sabe a vontade que dá de fumar.
    Engraçado as nossas vidas: Fico metade da vida arrumando vícios, e outra metade tentando se livrar deles.
    Acabei de destruir uma carteira de cigarros. Quase cheia. Esmaguei um a um. Se eu deixasse algum cigarro por perto, à noite eu não resistiria e acabaria fumando um ou dois. Vou sofrer o cão esta noite, mas acredito que não vou sair de madrugada atrás de cigarro.

  497. O Vampiro de Curitiba

    Daniela, valeu pela força! Você não imagina como cada palavra de apoio é importante. Obrigado, de coração!

  498. Ana Paula

    Vamp,

    Eu vejo um pouco diferente: você passa metade da vida se divertindo muito e mais ou menos uns vinte por cento se recuperando, pra passar o resto dela razoavelmente saudável, mais que os outros feliz e esfregando na cara dos certinhos como o seu passado foi incrível e agora você só quer sossego…

    (o que nós sabemos que é mentira porque, assim que recuperados vamos é tirar o sossego de muuuuuito certinho).

    O tal do cafézinho é froids mesmo. Depois das refeições então, creeedo. Acho que você está sendo muito teimoso em não fumar sei lá, um free nada que seja a cada 8 horas. Me preocupo. Mas cada um a seu modo.

    Pra mim o horror é ficar oito horas seguidas enfiada nesse trabalho super-estressante sem a desculpa da saidinha. Ô louco.

    Força na peruca, é nóis!

    Abraços.

  499. SABRINA

    Ana Paula,

    Não creio que haja grande diferença entre matar e comer, e apenas comer.Se matam, é porque consumimos, se consumimos, vão continuar matando. Não adianta tentarmos ecnontrar meios de nos redimir, somos culpados por esse mundo tão sujo!(sujo aqui, em todos os sentidos possíveis e imagináveis).Enquanto houver demanda, haverá matança.

  500. O Vampiro de Curitiba

    Ana Paula, eu já tentei outras vezes reduzir aos poucos, nunca deu certo. Com o álcool eu aprendi a suportar tudo, tudo mesmo, sabendo que essa dor é “só por hoje”. Como o hoje tem 24 horas, o que é uma eternidade pra qualquer viciado, eu reduzo esse conceito pra meia hora. Na próxima meia hora eu não vou fumar (beber, cheirar, picar, etc.). Pode cair o mundo na minha cabeça que nessa meia hora eu não fumo. Quando, finalmente, passar meia hora, eu começo tudo por mais meia hora. E assim vai…
    Beijos, Ana!

  501. Ana Paula

    Sabrina,

    A camada de ozônio não valia nada até alguém muito importante, sob imensa pressão, se preocupar com ela. Não conheço uma demanda maior por oxigênio do que a nossa!
    Se você não acha que existe um abismo entre matar e comer, então nunca viu ninguém sangrando um porco ou uma galinha correndo com o pescoço pendurado. Vai ver esse é o problema.
    Pelo menos é o que estou tentando dizer, dizer, dizer…
    Hábitos alimentares mudam mais rápido do que imaginamos.
    Minha sobrinha, por exemplo, nem dá bola pra refrigerante. Na minha época era de um fetiche atroz pra qualquer criancinha.
    E isso porque eu nem comecei meu discurso sobre bens duráveis!
    Aqui bato na tecla do bom senso e ela esbarra na educação.
    As crianças são super-ecológicas! Estão fazendo os pais passarem a maior vergonha na churrascaria.

    Momento NERD:

    “Save the cheerleader, save the world!”

  502. Ana Paula

    A DIGNIDADE NÃO PERTENCE SOMENTE AO HOMEM.
    O HOMEM SÓ CRIOU UM NOME PARA ELA.

    Observe qualquer animal lutar por sua vida e vai perceber isso.

  503. Ana Paula

    Querido Vamp,

    Então com você o negócio é na veia mesmo. Vou ficar aqui torcendo, e me inspirando com suas falavras, e usando elas também para vencer querido Vamp, quão forte é você!

    Não sou católica, mas Francisco de Assis sempre foi um herói pessoal e acho essa oração particularmente linda… Ela me oferece uma certa harmonia que sempre me faltou e espero que lhe agrade os pensamentos:

    O Cântico das Criaturas
    (ou Cântico do Irmão Sol)

    Altíssimo, onipotente, bom Senhor
    Teus são o louvor, a glória, a honra
    E toda a benção.
    Só a ti, Altíssimo, são devidos;
    E homem algum é digno
    De te mencionar
    Louvado sejas, meu Senhor
    Com todas as tuas criaturas,
    Especialmente o senhor irmão Sol,
    Que clareia o dia
    E com sua luz nos alumia.
    E ele é belo e radiante
    Com grande esplendor:
    De ti, Altíssimo, é a imagem.
    Louvado sejas, meu Senhor,
    Pela irmã Lua e as Estrelas,
    Que no céu formaste as claras
    E preciosas e belas.
    Louvado sejas, meu Senhor,
    Pelo irmão Vento,
    Pelo ar, ou nublado
    Ou sereno, e todo o tempo,
    Pelo qual às tuas criaturas dás sustento.
    Louvado sejas, meu Senhor
    Pela irmã Água,
    Que é muito útil e humilde
    E preciosa e casta.
    Louvado sejas, meu Senhor,
    Pelo irmão Fogo
    Pelo qual iluminas a noite,
    E ele é belo e jucundo
    E vigoroso e forte.
    Louvado sejas, meu Senhor,
    Por nossa irmã a mãe Terra,
    Que nos sustenta e governa
    E produz frutos diversos
    E coloridas flores e ervas.
    Louvado sejas, meu Senhor,
    Pelos que perdoam por teu amor,
    E suportam enfermidades e tribulações.
    Bem-aventurados os que as sustentam em paz,
    Que por Ti, Altíssimo, serão coroados.
    Louvado sejas, meu Senhor,
    Por nossa irmã a Morte corporal,
    Da qual homem algum pode escapar.
    Ai dos que morrerem em pecado mortal!
    Felizes os que ela achar
    Conformes à tua santíssima vontade,
    Porque a morte segunda não lhes fará mal!
    Louvai e bendizei ao meu Senhor,
    E dai-lhe graças,
    E servi-o com grande humildade.

    Abraços.

  504. O Vampiro de Curitiba

    Ana Paula, nós vamos conseguir, sim. Se realmente querermos, vamos conseguir!

  505. Vampiro.

    Segurando esta noite amanhã sera teu segundo dia.Fique firme.

    VAMPIRO MACHO NÃO SOPRA FUMAÇA.

    Tente pensar que cigarro dá cancer.

    SE ASSUSTE.

    TODOS ESPERAM O TEU SUCESSO.

    Principalmente a tua FAMILIA.

    Abraços.

    😀

  506. Cintia

    Ana Paula e Vampitcho,

    Vamo que vamo!! 😀

    Querida Ana, adorei o ‘querida’ que não é de perua falsa, rs, obrigada! O meu pra vc tb é sincero. Não é toda hora que a gente encontra pessoas com afinidade de verdade, né não!

    O meu método tb é o ‘aos poucos’, tb tenho receio do lado negro da minha força, rs, e de me dar uma crise de siricutico, digo, abstinência, no meio da madrugada, por ex.
    Mau humor ou irritação não me assustam tanto, uma crise de ansiedade sim. Por isso fico com o meu maço ali no cantinho, só ‘facing the enemy’, aliás, ‘the friend’, rs, mas sem me aproximar dele o máximo possível.
    Tb estou no sistema do Vamp, do ‘ + meia hora’ ou ‘+ 1 hora’, o famoso ‘step by step’ !
    A hora mais fácil de evitar pra mim é a manhã, a mais difícil, a noite.
    No mais, sem receio de engordar por ex., eu sou magra mesmo, uns quilinhos a mais não vão me afetar. E tome biscoito Bono pra dentro, rs, no outro dia fiquei até enjoada!
    E chiclete Trident, que tá com um gosto meio chato, mas dá pra encarar.

    Queridos amigos Ana e Vampicho,

    Vamo lá! Boa sorte e Sucesso na empreitada!!!!
    Parabéns pelos progressos já atingidos!!!!!!!!!!!!!!!
    e
    sou tb pelo mantra do caiu, levantou!

    Ah, me disseram que beber bastante água tb ajuda!

    grandes beijos!!

  507. Cintia

    Olá Ribeva!

    Vc é o Ribeva ou a Ribeva??

    “PS: Acho que esse blog do GT vai virar um vício. Espero que ele não se incomode com tantas conversas “extrabloguianas” no seu espaço.”

    Qto às conversas ‘paralelas’, relaxe! É o que mais rola aqui, rs. 😀
    Vício? Total! Esse blog tem ‘visgo’! Pior que teia de aranha. Mas aranha do bem, ehehe!

    abraços!

  508. Glorinha

    Cintia, Ana Paula e Vampirinho…

    mando esse escrito de outro dia para voces…

    Oração

    Pensei escrever uma oração
    nesse momento
    aqui, nesse acaso tão solene
    um minuto importante
    tanto quanto outros
    Senti escrever uma oração
    que elevasse meus sentidos
    tornasse-me outro alguém
    alguém outro que por mim me queira bem…
    Dedilhei as teclas tão certas
    nessas palavras incertas
    Escrever em oração
    algo bom, que faça bem
    que transforme, transcenda
    um remédio para o sofrer
    Quem dera…
    não sou curandeiro
    não tenho mãos de fada
    não tenho as palavras exatas
    Estou longe dali
    onde tudo e nada são possíveis, próximos
    Essa oração que penso escrever
    não é minha
    deve ser o som do universo
    deve ser isso que caminha em mim…

    Sabe, as vezes penso se querer é poder não sei..mas há um grande poder no querer …
    [[]]beijos e abraços

  509. O Vampiro de Curitiba

    Pacheco, essa dificuldade toda pra parar de fumar vai me incentivar a nunca mais colocar um cigarro na boca. Quando eu estiver perto de uma recaída, vou lembrar desses momentos que estou passando e ainda vou passar.

    Ana Paula e Cintia, lhes desejo:

    “A Serenidade necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar; Coragem para modificar aquelas que podemos e Sabedoria para distinguir umas das outras.”

  510. O Vampiro de Curitiba

    Glorinha, você SEMPRE tem as palavras exatas.

  511. Sandra

    Passada rápida.

    Targino, as palavras são da peça do Gerald, mas, o que me chega delas é que não notamos a quantidade de conhecimento, mas a sua derivada. Ou seja, não basta ser bom (ou ruim, ou médio), é preciso crescer.

  512. Sandra

    Meu ofício é ensinar, mas hoje estou aprendendo com a coragem e a sabedoria de todos.

  513. Sandra

    Saindo de novo! Beijos em todos!!!!!!

  514. AZUL

    Bom dia , Tarde , Noite…Meninos(as)

    Olha se *realmente* existe *INFERNO* , posso ter certeza que *HOJE ESTIVE VIVENDO ELE*….e eh TERRIVEL…..
    ..Vou tratar de ser boazinha, pois quando morrer pelo menos o *ceu* vou ter que merecer!!!

    Pois …o INFERNO eh Florida !!!!

    Mas nao foi por isso que passei aqui nao….

    Sorry , ..pelo desabafo !!!

  515. Cintia

    Vampitcho,

    Falta muito pouco agora pra vc fechar 24 horas. Vc vai conseguir SIM!!!!!!!!!!!!!!!!

    Manter esse ‘diário de bordo’ (como disse a Ana Paula) entre a gente tá me dando um estímulo extra, tô achando ótimo.

    beijos!

  516. Cintia

    Glorinha,

    Vc é sempre uma pessoa encantadora!

    beijocas!

  517. AZUL

    Vamp querido (saudade ,.., stressadinho)…querido ,…
    Vamp Vamp…

    Ana Paula , (Sexy Feira Girl) ,.. Cintia (tao novinha eh ja nesse vicio)….tenho acompanhado a luta de voces desde ontem….CONTRA A FUMACA !!!

    Olha forca , forca….
    DE VONTADE E MUITO !!!

    Irritacao , mau humor…tudo eh certo e natural !!!
    Mas SORVETE , candy , chocolate tudo ajuda na luta contra o FUMO !!!

    Se puder ajudar {(para desabafar , passar tempo teclando ,…enfim bater papo furado , voces tem meu e-mail eh so escreverem…sou toda ouvidos/olhos – para ler (risos)}

    Distabcia de tempo livre , cafezinho , bebidas e tudo que lembre FUMACA (cigarro)…

    FORCA estamos com Voce !!!

    Beijos beijos

  518. Ana Paula

    Glorinha,

    Muitos beijos pra você, poetisa!

    Ana.

  519. O Vampiro de Curitiba

    Valeu, Sue!
    Beijos!

  520. Douglas-SP

    Nunca mais como SASHIMI nem PICANHA>

  521. Douglas-SP

    Nunca mais compro móveis de Madeira, nem ando de carro a gasolina nem de avião.

  522. Douglas-SP

    Nunca mais compro nem roupa nem sapato de Couro Natura.

  523. Cintia

    Meio ridículo, mas tudo bem, rs.
    Vejam as fotos.

    No Brasil, Coco Chanel não fuma – IG

    “Coco antes de Chanel, a cinebiografia da estilista protagonizada por Audrey Tautou, só estreia no Brasil no final de outubro. Mas os cartazes do filme começam a aparecer nos cinemas daqui, e já chegam enquadrados nas leis anti-tabagistas implantadas em São Paulo neste último fim de semana.

    Olhe as imagens ao lado e compare. Na foto original, a atriz francesa posava com um cigarro entre os dedos, personificando Chanel – que fumava, e bastante. Agora, na versão politicamente correta, a fumaça foi substituída por uma caneta tinteiro, e a estilista ainda ganhou um caderno entre as pernas. Passou de fumante contumaz a confidente dedicada ao seu diário.

    Parece que o estúdio não quer mais polêmicas com o filme de Anne Fontaine. O cartaz manipulado não é exclusividade do circuito brasileiro. A montagem vem da própria França: em março, pouco antes da estreia por lá, a imagem original foi banida dos metrôs por “má influência aos jovens”. ”

    http://chic.ig.com.br/materias/514501-515000/514528/514528_1.html

  524. Douglas-SP

    Recolher cachorro abandonado na rua eu faço a muito tempo. Esmola para pedinte, jamais darei.

  525. Cintia

    “Cintia (tao novinha eh ja nesse vicio)”

    Valeu duplo, rs, Sue!
    O duplo é pelo ‘novinha.’
    Tenho 45, doida!!
    😀

    beijos!

  526. Douglas-SP

    Amigos bipedes, não tenho mais nenhum, driblo os interesseiro fugindo para praia com meus amigos quadrupedes, e sou feliz com eles.

  527. atention fumantes . aconselho que NÃO visitem o G-diet .

    baixou no blog a Santa Genoveva do Monte de Paris e ficou entopido de trechos e curtas da nouvelle vague francesa onde , como todo mundo sabe , todo mundo fuma . é um fumace só .

    ah , belmondô !

  528. Ana Paula

    Ô Cíntia,

    Pois é, esse povo é muito JECA mesmo.
    Tiraram o cigarro da Coco, pra não dar mau exemplo.
    Mas a COCO…. Ai ai ai…
    A COCO escravizava suas operárias…
    A COCO odiava as mulheres…
    A COCO era um PORRE difícil de aguentar…

    (mas eu gosto muito do perfume, confesso…)

    Abraços,

    Ana.

  529. Ana Paula

    Sue,

    Tá calor aí, Blue Girl?
    Não foi um dia fácil pra ninguém então… Que o Mr. Thomas reclamou da mesma coisa, e eu não sei onde ele está…
    Desabafe, vai. Cansei dos meus problemas.

    Abraços,

    Ana.

  530. Azul

    …Uma que esqueci de escrever:

    Sabe o que ajuda ,…, voces(que queiram deixar qualquer vicio) ,..,fazer umdiario do dia a dia….escrever tudo que passa pela cabeca e tudo que vao fazendo durante o dia…faz parte da terapia…

    Quando acompanhei o pai dos meus filhos na luta dela para largar as drogas e bebidas ,…, esse tipo de coisa era recomendavel….falar falar….escrever escrever!!!

    E o lema era : “” SO POR HOJE NAO…….”” , e a cada novo dia essa nova promessa…..

    Engracado existem AAs , NAs , MADA (mulheres que amam demais …) e nunca ouvi falar de grupos que queiram deixar deser fumantes!!!

    SimDEIXAREM de ser FUMANTES ….pois aprendi nessa epoca tambem que nao existe EX -Alcotra , ex isso ou aquilo….vcsempre estara pronto para recaida….setentar novamente!!!

    Boa noite Beijos

  531. Ana Paula

    Cíntia,

    Mulher não fica velha… FICA LOIRA!!!! 😀
    Os 40 são os novos 30, e de sotaque baiano então…
    Eu tenho 33. E cara de 33. Pra mim está bom. Quando eu chegar aos meus novos 30, espero estar bem. Se não estiver, viva a tecnologia, né não?

    Sobre o meu gatinho estrupiado, o nome dele é Sargento.
    Quando você tiver um tempinho, vai nesse site aqui:

    http://www.portavozanimal.com/finaisfelizes.php

    E procura pela palavra “Sargento”. Tem a estorinha dele lá (tá, tá, sou coruja, e de gato).

    Aê VAMP,

    O Sargento é gaucho! 😀
    Veio de avião pra BsB. Fez amizade com todo mundo. Ô gatinho boa praça, viu. Aliás… Gatão, pesa 7 Kg.

    Abraços!

  532. Douglas-SP

    Diga adeus, ainda, à sua lareira “normal” (rs) – aquela que requer lenha (madeira) e que voce compra, aos montes, em qualquer “supermercado dessa vida” (rs).

    Um abraço!
    Susan

    PS.: Está chegando mais uma “frente fria” – cuidado (rs)!

  533. Oi, Cintia

    Gostei da sua última msg (18:05). Ri um monte – rsrs

    “Vc é o Ribeva ou a Ribeva??”. Humm, se quiser desvendar esse mistério, dá um pulinho na minha página em http://www.myspace.com/ribeva, que vc matará a charada – rsrs. Espero que goste.

    Glorinha (18:12 – isto é horário, não é Capítulo e Versículo!! – rs) sua metaoração ficou bacana. Esse jogo entre o ser e o não-ser, entendido este como aquilo que nos complementa, que nos falta e que o homem vive na busca, sempre fica bom (quando bem feito, é claro), pois é básico e fundamental na natureza humana.

    E o final;
    “…Essa oração que penso escrever
    não é minha
    deve ser o som do universo
    deve ser isso que caminha em mim…”

    é perfeito, visto que, se considerarmos que somos um pouco mais do que poeira estelar reorganizada pelo Divino (*), o som do Universo realmente habita em nós. Difícil é escutá-lo. E isto é algo tão interessante que até Pitágoras já se preocupava com tal assunto, quando se referia à “música das esferas”. Enfim, bacana!!

    (*) claro que esse “um pouco mais do que poeira estelar” a que me refiro é uma maneira de dizer. O ser humano é muito mais do que isso, e sabe-se lá Deus por quê. – rs. Apenas tentamos entender.

    É, Cintia, esse blog dá rock!!!

    Abraços
    Pra não esquecer: http://www.myspace.com/ribeva, e desvendarás este mistério (ahahaha – voz em off). Beijo.

  534. Reinaldo Pedroso

    09/08/2009 – 22:31 Enviado por: Cintia
    “Reinaldo,
    Já que eu comecei…”

    10/08/2009 – 10:29 Enviado por: Cintia
    “Reinaldo,
    Então pronto. Pare de fazer as mesmas perguntas pras quais vc vai ouvir as mesmas respostas e discordar.
    Simples, não? rs.”

    10/08/2009 – 02:34 Enviado por: Reinaldo Pedroso
    “Cintia
    Não seja por isso, podemos parar aqui, ficas com as tuas convicções e eu com as minhas.”

    “Simples, não?”…

  535. genro

    Pacheco

    TRio ternura e Loira mandam lembranças

    mande notícias

    sds

  536. Cintia, Ana Paula e Vamp,

    Meus queridos (queridos aí do meu coração mesmo – não é o chavão “das peruas”! rs) amigos do “bye-bye-fumacê”!

    “Aposto” em voces – sairão vitoriosos desse desafio e viverão muito felizes para todo o sempre (concordo com a sua teoria da “imortalidade” através dos nossos genes, Vamp)!

    E, quando chegar a “hora da partida natural” aos 80 anos (prorrogada, automàticamente, em mais 10 anos com o abandono do “cigarrinho de estimação”) nos dirão, muito sarcàsticamente (rs):

    – Tão vendo só, ó? Estou morrendo com muito mais saúde … (rs)

    Perdoem-me pelo humor negro (e sem graça, reconheço! rs)! É difícil abandonar esse hábito – uns “penam” mais, outros, menos, mas, “chegam lá” – isso é o que importa, certo? Controlar a ansiedade é fundamental, nessa fase – voces sabem – portanto, não se intimidem em pedir ajuda (ao seu médico) se necessário, tá?

    Estou na “torcida amiga”! Estamos “nessa”!
    Beijão!
    Susan

    PS.: Aquela “dica” do Vamp é muito válida: duvido que algum de voces se “levante da sua cama quentinha”, em plena madrugada, para ir comprar cigarros, lá na padaria ou tabacaria mais próxima (rs)! Mas não “vale” ficar naquela do “fumo simidão” – evite esse “mico”, please!

  537. O Vampiro de Curitiba

    Ana Paula, li a história do “Sargento”. Emocionante.
    Eu não sabia que você é de Brasilia. Pensei que fosse de Sampa.

  538. O Vampiro de Curitiba

    Valeu, Susan!
    Eu já avisei pra todo mundo que parei de fumar. Agora nem que eu queira voltar, não tem mais como. Não vou decepcionar ninguém.
    Beijão!

  539. mnc

    Cíntia, Sandra, Pacheco, Glorinha, meninos, meninos,
    Grande abraço p vcs.

    Tem um tratamento macrô p limpar o pulmão que é uma maravilha:
    Raiz de flor de Lôtus, encontra-se em lojas de produtos naturais…
    Pegue 3 raízes e cozinhe por 30 minutos em meio litro de água potável, em chaleira ou panela fechada, tomar antes de dormir.
    Repita a operação por 3 dias com as mesmas ráizes, antes de dormir e no terceiro dia comer as ráizes…
    Expectora horrores…
    Boa sorte.
    Boa noite.

  540. Reinaldo Pedroso

    10/08/2009 – 15:37 Enviado por: O Vampiro de Curitiba

    “Ana Paula, estou com o humor péssimo. Tive agora a pouco uma séria discussão de trânsito, enfim…”

    Vamp
    Isso lembrou-me de outro comentário teu. Dizias que determinado medicamento te impedia de dirigir(carro) e portar arma, e que pra ti isto é impossível. Precisas andar armado?
    Reinaldo

  541. Ana Paula

    Oi Vamp,

    É por causa do “mano”. Trabalho com paulista aqui em BsB, ficou impossível não pegar a mania. Brilha muito isso no curíntia!
    Moro em BsB, mas sou de Minasssssss… Interiorrrrr…
    Você gostou da estória do Sargento? Eu também, superação total.
    Animais adotados são outra vibe, não tem como descrever direito, sabe. Eles têm essa adoração-gratidão por nós, é absolutamente incrível. O Sargento hoje é um gato muito gordo, dorminhoco e feliz. Como está velhinho, também cheio de mania (resmunga, ronca, mia dormindo, afofa a gente, tem hora pra tudo)!
    Detesta ficar sozinho, adora mulher e não guarda nenhum rancor da humanidade. Fico de caaaaara com isso.
    Só não gosta quando a gente pega no colo. E cortar unha.

    Estorinha para divertir: o Sarg. é tão manso que um amigo nosso, um inofensivo fisioterapeuta de 1,98m e 145 kg pisou no rabo dele. E lá permaneceu. Eu, estática, com aquela cara de desespero, não consegui falar aí apontei para o gato. O meu amigo olhou pra ele e o Laranjinha simplesmente estava com uma cara de desgosto, muito paciente, só faltava falar: “você poderia por obséquio, liberar o meu rabo dos seus 145 kg?.

    Abração! 😀

  542. mnc

    Cíntia, querida verdadeiramente!!!
    Lembrei que vc falou sobre plantas que nascem em paralelepípedos, nasceu aqui na minha porta, na rua, uma planta fantástica que está em extinsão por aqui, uma erva a Tanssagem, um antibiótico natutural para infecções de garganta gripes das brabas, colhi da rua e plantei em vaso, cuidando dela como se cuida de um bebê… ela está pegando que é uma beleza…acho que ela não veio nascer na minha porta por acaso…

    Ah e Itacaré…já é…lá é lindo…mar, montanha, cachoeiras, gente bonita, açaí e oxigênio, lugar bom p esquecer cigarro…
    Abraços e Tudo de rosa p vc!!!

  543. Cintia

    Ana Paula,

    Eu não me acho ‘velha’, mas o ‘novinha’ da Sue foi estratosférico, só um homem de 70 apaixonado me diria isso, rs!
    Tenho 45 com cara de uns 38, é o que dizem… herança genética.
    A Sue viu 3 fotos minhas e botou na cabeça que eu tenho 20 anos!
    A gente entra em abstinência e ela é que fica doidona, rs!
    😀

    beijos!

  544. Ana Paula

    Cíntia,

    Arf, quem fala demais dá bom dia a cavalo. Não quis te chamar de velha NUNCA NO BRASIL, peloamordedeus. Saiu errado o negócio.

    Abraços e boa noite!

    Ana.

  545. Reinaldo Pedroso

    10/08/2009 – 11:30 Enviado por: Daniela

    “(…) 3 dias sem nada nem franguinho , peixinho é impossível, e carninha vermelha nem pensar.”

    Daniela
    Então eu posso comer 3 franguinhos e carninha vermelha, gracias.
    Reinaldo

  546. Ana Paula

    Indo pra casa descansar… Boa noite e até amanhã!
    Que os deuses nos protejam.

  547. O Vampiro de Curitiba

    Reinaldo Pedroso, aquele medicamento é o Zyban. É um antidepressivo que é usado para quem quer parar de fumar. É contra-indicado para dirigir, usar equipamentos que exigem atenção, etc. Não tô afim de usar nenhum antidepressivo, evito ao máximo qualquer subastância que quimicamente altere meu humor.
    Quanto à sua pergunta, sim, preciso. Mas tenho porte, tudo certinho.

  548. Voce conhece alguma pessoa que desmaie ao “ver” sangue – o vermelho, não o “azul dos nobres” ou “verde dos marcianos” (rs)? Eu conheço; conheci ao longo de minha vida pelo menos 3!!!
    A “maioria” os definia como “frágeis, muito sensíveis”, etc…

    Atenção, por favor.

    O POST: a selvageria e crueldade usada para com os animais assassinados, o “mar de sangue” e sua “morte gratuita” … Caso o post nos mostrasse os animais mortos, porém de forma “limpa e asséptica”, será que teria causado o mesmo impacto? Corpos dilacerados e banhados em sangue …
    Bem, vou aproveitar esse “gancho” (sangue) e …

    A evolução do desmaio. POR QUE ALGUMAS PESSOAS PERDEM OS SENTIDOS QUANDO VÊM SANGUE? Segundo pesquisas, o que hoje parece inconveniente na verdade é um mecanismo ancestral de sobrevivencia.

    http://www2.uol.com.br/vivermente/artigos/a_evolucao_do_desmaio_imprimir_html

    Fonte: MENTE e CÉREBRO – A revista que junta as partes
    Edição 174 – Julho de 2007
    Matéria de Rolf Diehl

    Beijão!
    Susan

  549. O Vampiro de Curitiba

    Ana Paula, vou ser bem sincero contigo, tá? Odeio Brasilia! Acho que um pouco é porque não tenho, digamos, boas recordações daí.
    Bom, mas ninguém é perfeito, né? Hehe…

  550. Cintia

    Ana Paula,

    Nossa, muuuito emocionante a estória do Sargento, que trabalho maravilhoso que essas pessoas fazem! MUITO bacana!
    E como eu te disse, Parabéns pra vc tb, muuuito legal! Pena que não tem a fotinha dele lá!

    beijos!

  551. Cintia

    Querida Susan!

    Eu tenho certeza que vc está firme na torcida pra gente, valeu!!!

    E vc tb, mnc!!!!!!!!!!!!! Valeu pela dica naturebis, 😀 !!!

    grandes beijocas pras duas!

  552. Cintia

    Vampildo,

    Esse parar ’em grupo’, rs, foi a melhor idéia que nós podíamos ter tido.
    Cada vez que eu penso em ceder à tentação fora da minha meta me lembro imediatamente de vcs dois! E digo não, não, não!!!
    E penso tb no pessoal todo aqui nos apoiando e confiando, poxa, muuuito legal!

    Caraaaca Vamp, vc é ‘cana’?! Hehe, tô brincando, não precisa responder não!

    Toma alguma coisa pra facilitar o teu sono, tipo um chá de camomila, alguma coisa, sei lá.

    boa noite e beijos!

  553. Já viram a matéria, divulgada pelos recentes noticiários de TV?

    MATANÇA DE CANGURUS AJUDA A ENTENDER ECOSSISTEMAS.

    A maior população de cangurus-cinza já registrada em Camberra, capital da Austrália, nos últimos 100 anos, pode aparecer na sua prova de biologia do vestibular. Nesta semana, o Governo australiano anuncia que cogita patrocinar o abate de parte da população de seu mascote nacional.

    Segundo autoridades daquele país, o grande número de cangurus está prejudicando o ecossistema, já que os marsupiais destroem o habitat de outras espécies em perigo de extinção, como lagartos e insetos.

    Austrália quer matar cangurus para proteger ecossistemas.

    De acordo com Racco Francisco Di Leone, professor de Biologia, o ecossistema é formado pela interação dos seres bióticos (seres vivos) com os seres abióticos (seres sem vida, como água, solo e ar). Essa interação permite a manutenção das condições ambientais. Assim, estabelece-se um ecossistema em equilíbrio (homeostase)

    Di Leone explica que o número de predadores, em relação às presas, deve ser sempre menor. Caso contrário, se houvesse mais predadores do que presas, em pouco tempo esses predadores não teriam mais alimento. No caso da Austrália, diz o professor, o principal problema está na falta do predador natural do canguru – o dingo, da família dos lobos – naquele ambiente.

    “O canguru é, e sempre foi, protegido pelo Governo, por ser o símbolo nacional, e pela população. Com a falta de seu inimigo natural no ambiente, ele se multíplicou muito. Agora, formando uma superpopulação, está comprometendo a vegetação, que não tem tempo suficiente de se recuperar e, o pior, está invadindo plantações por todas as regiões, tornando-se uma praga.

    A safra de grãos, verduras, legumes e outros, vem sendo comprometida severamente. E, mais uma vez, o homem encontra a solução patética. Para resolver o problema, não cria soluções que evitem o crescimento exagerado dos cangurus, mas resolve matá-los”, diz.

    Fonte: Notícias Terra – Fique de Olho – 22/03/2009

    Beijão a todos! Tchau, tchau!
    Susan

  554. O Vampiro de Curitiba

    Legal mesmo essa idéia, Cintia! Ainda mais que cada um pode passar suas experiências aqui no blog, né?
    Ah, não, não sou cana, não. É que tem um povo aí que não vai muito com a minha cara. Não sei por quê, sou tão bonzinho.

  555. Cintia

    Olá Ribeva!

    Ahá! Já descobri! rs
    Bacana! lindo trabalho!

    “É, Cintia, esse blog dá rock!!!”

    Ih, nem te conto, dá rock, dá pop, dá samba, dá até ópera! Tem um tal de GT aí que dizem que sabe fazer até esse negócio, imagina!
    ohoho!
    😀

    beijos!

  556. Cintia

    Vampildo,

    Vc é bonzinho mas é Vampirão, haaa!

    boa noite e parabéns pela meta de hoje alcançada!!!!!!!!
    Como diria uma Ana Paula com sotaque carioca: tu é macho meeerrrmo!!
    😀

  557. gthomas

    DO BLOG DO WALTER GREULACH (attachado a esse blog)

    MONDAY, AUGUST 10, 2009
    CON GERALD, A LA SOMBRA DE UN STARBUCKS

    W.G.G

    El pronóstico para aquella jornada de agosto era que, por tercer día consecutivo, se levantaría el mercurio por arriba de los cien grados Fahrenheit. Miami se iba transformando en el infierno tan temido, la humedad desfiguraba rostros, transparentando estados de ánimo.

    Mientras me acercaba por Meridian, buscando el Starbucks de la esquina con Lincoln Road, miraba ansioso el cielo, anhelando una nube gris que presagiara la divina tormenta.
    Gerald Thomas me había avisado que llegaría el sábado por la tarde y quedamos de encontrarnos en el café, el martes alrededor de las diez de la mañana. Por la peatonal circulaba poca gente. A media cuadra del negocio, casi soy atropellado por un curioso individuo que llevaba en el manubrio de su bicicleta un enorme y bien cuidado gallo blanco, de cresta alta y roja. “South Beach” pensé divertido, aquí podes encontrarte cualquier cosa. Levanté la vista del gallo móvil que se alejaba y me encontré la figura del maestro Gerald, hundida en una silla como escondida del resto de la gente.
    Se levantó con energía y me dio un fuerte abrazo. Me pareció más bajo que la última vez y noté que por su rostro surcaba una profunda tristeza.

    —¿Como esta mr. Thomas? —le dije estrechando su huesuda mano.

    —No muy bien querido —me contestó con un leve temblor en la voz.

    Ordené un expreso en la barra, con una torta de blueberry (mi favorita). Gerald ya estaba tomando un café late. La colombiana del mostrador me regaló un cappuccino con mucha crema y salsa de cranberry arriba. Lo había hecho equivocadamente y no quería que el jefe lo viera. Volví cargado a la mesa y el anglo brasilero me miró sorprendido.

    —Te vas a tomar todo eso querido, mucha azúcar no es bueno para la salud —me recriminó.

    Asegurándome de que la empleada no me miraba, tiré la apetitosa bebida al basurero y me quedé solo con el cafecito y el dulce. Le pregunté a mi amigo la causa de su tristeza, aunque sabía que el laureado director siempre tendría una causa para su romántica melancolía.

    —El día anterior —me contó— había fallecido una de las personas que más respetaba. La anciana de 91 años, toda una leyenda en el ambiente teatral neoyorquino, estaba encargada de la dirección del prestigioso teatro, donde también trabaja él. Más allá de la enorme pena que lo embargaba, debía asumir ahora la plena responsabilidad de la conducción del establecimiento cultural. Sus esperadas vacaciones de seis días en South Beach, no pasarían de tres.
    La crisis terminal del teatro y el cine independiente en general, lo tenían trastornado.

    —Se rompió el circuito Walter. —me dijo apenado— Más de doscientos locales de cine y teatro han cerrado el último año en el área metropolitana de New York. Si no presentas un bodrio ( no dijo esta palabra pero me sirve) hollywoodense, con Adam Sandler incluido, no tenes sala ni productor disponible.

    Tomó un trago corto y se arregló el largo pelo en un movimiento característico. La peatonal comenzaba a cobrar vida. Dos homeless, con sus carritos de supermercado repletos de porquerías, pasaron hablando entusiasmadísimos.

    —Para colmo, la ciudad nos redujo los subsidios casi totalmente y nuestra deuda es un lastre enorme. A mediados de septiembre comenzamos la temporada y realmente no sé si podremos afrontarla. Pero hay que intentarlo, no nos queda otra—dijo abriendo los brazos en señal de resignación.

    —Nunca estuvimos tan desamparados, creo que el panorama caótico es mundial. Solo en Brasil, donde tengo bastantes problemas en la actualidad, y en Francia, donde no me conoce nadie, hay un movimiento esperanzador— terminó dándole un poco de positivismo a un monologo que venía en caída libre.

    —¿Y en la Argentina? —pregunté inocentemente.

    —Estuve en Bs As dos meses atrás, haciendo un trabajo para el teatro San Martin. Encontré una ciudad embotada, apesadumbrada. Se ve que van perdiendo la esperanza que al principio tenían con los Kirchners. En el plano cultural, el mismo caos que aquí. No hay trabajo por ningún lado.

    Si necesitaba una inyección de optimismo esa mañana, sin duda mr. Thomas no me iba a dar. Por lo menos al principio. Empezaba a conocerlo bien y sabía que detrás de esa coraza de persona amargada, habitaba un hombre tierno y supersensible. Siempre guardaba algunas noticias buenas (por lo menos para mí) para el final.

    —Lo de España es un hecho —acotó, refiriéndose a unos contactos que había realizado para promocionar El Guionista… en la madre patria— A fin de mes tenemos algo marchando por allá.

    Se ofreció a ayudarme en unas cuestiones legales y me invitó, una vez más, a quedarme en su casa un fin de semana y conocer la gran manzana. Le comenté del proyecto de hacer un video sobre el libro y me prometió colgarlo de su blog apenas estuviese listo. La palabra blog como que lo acercó a otra realidad.

    —El tema de mi sitio me tiene preocupado querido. El administrador de ING me ha pedido que me dedique a tocar temas culturales, como si la política no fuese cultura también. El vampiro de Curitiba (un columnista de su blog) ha estado criticando a Lula y el sitio es sostenido por el gobierno Brasilero— comentó haciendo un gesto de disgusto con la boca— Yo casi no opino sobre política Brasilera. Tampoco quiero pelearme con el Vamp, él tiene libertad para hablar de lo que quiera, así que es probable que cierre el sitio. Una pena porque además de ser una ayuda económica en estas épocas, estaba alcanzando un éxito singular.

    Rozando el mediodía nos levantamos con pereza. La conversación estaba entretenida pero debíamos volver a nuestras obligaciones. El tomaba un vuelo a Nueva York en tres horas y yo entraba a apilar reposeras y revolear toallas en la playa del National. Caminamos lentamente por la peatonal rumbo al Delano Hotel, donde se estaba hospedando. Cruzó su brazo sobre mi hombro y seguimos hablando sobre sus pasados viajes por el planeta.

    —¡Ámsterdam da pena querido! —dijo en un suspiro— Jóvenes de todo el mundo confluyen a drogarse allá con total libertad. Ves a cientos, muchos americanos, desparramados por las calles. Algunos tirados en estado lamentable. En el centro solo encuentras pizzerías y negocios de comida chatarra, que es todo lo que comen. La decadencia de la civilización.

    Pasamos por enfrente del Lincoln Theather y miró curioso en la cartelera, pero no habia presentacion alguna.

    —Más allá de su capacidad innegable, está con las manos atadas —comentó sus pensamientos y adiviné que se referia a Obama.— Es tan grande el desastre que creó Bush que no veo forma en que lo pueda arreglar en un futuro proximo.

    —Por menos razón lo echaron a Nixon —le acoté, buscando una respuesta.

    —Sí, pero corrían otros tiempos, ahora Bush se encargó de crear un estado de psicosis nacional respecto al peligro del terrorismo. Fue como un escudo tras el cual, él y sus laderos cometieron todo tipo de barbaridades.

    Tardamos cinco minutos en pasar la Collins, una fila de buses de turismo tenían el tráfico atascado. Comentó que volvería en tres o cuatro semanas e iríamos a comer algo por allí y a hablar más tranquilamente. Se despidió con su habitual beso en la mejilla, deseándome la mejor de las suertes mientras me recordaba que le mandara el link de mi libro en amazon.com.

    —Saludos a Daniela —le dije, en relación a su hermosa esposa carioca y lo vi subir con su desgarbado andar las escaleras del Delano.

    Ya estaba llegando a trabajar quince minutos tarde. Hoy no me importaba, pues la mañana había sido bien aprovechada. Pensé en como disfrutaba las charlas con esta entrañable criatura. Se me ocurrió compararlo con don Quijote, después que una de las aspas de su principal enemigo, un molino gigante, lo hubiera derribado golpeándolo duramente. Se sentía deprimido, más estaba seguro que se levantaría, acometiendo de nuevo contra todos los imposibles que lo enfrentaban. En síntesis de eso se trataba su vida. Una lucha continua, casi utópica, por un mundo mejor… o al menos habitable
    ¡Salud maestro Gerald!
    Posted by GERARDWALT at 4:33 PM 1 comments

  558. Cintia

    Ah já ia esquecendo, Ana Paula!

    Tadinho do Sargento com o rabo amassado! parece coisa de desenho animado! que foofo! 🙂

  559. Tene Cheba.

    oI!!@!!

  560. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    Parar de fumar é fácil, é so querer.
    É como beber café sem açúcar.
    Os primeiros goles são difíceis de engolir, depois acostuma.
    Eu conheço pessoas que disseram: eu não fumo mais e nunca mais fumaram, e não morreram por isso.
    O meu irmão fumava muito. Fedia cigarro.
    Eu sempre perguntava: como você consegue dormir com a sua mulher com esse cheiro horrível.
    Um dia ele se encheu de brios e nunca mais fumou.
    Mesmo assim o cigarro ficara no seu corpo por mais 10 anos.
    Não posso falar de mim porque nunca fumei.

  561. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    A intenção americana de estabelecer bases militares
    na Colômbia é provocar a corrida armamentista na
    América Latina.Assim os paises sul-americanos vão gastar o
    que tem e o que não tem com armas em detrimento da
    qualidade de vida de suas populações.
    Essa é a velha tática de dividir para reinar.
    Aumentando o poder militar desses paises aumenta a possibilidades
    de golpes militares, uma seria ameaça para democracia,
    ainda muito frágil nessas regiões.

  562. Governo do Rio de Janeiro – Noticias – Subsecretaria de Comunicação.

    “NUVEM”
    Casa de Cultura Laura Alvim abre exposição nesta quarta.
    29/07/2009 – 17.03hs.
    Por: Ascom da Casa de Cultura Laura Alvim

    http://www.imprensa.rj.gov.br/detalheNoticiaMetropolitana.asp?ident=53284&flag=Noticia
    _______________________

    Julho 30, 2009.
    É permitido fumar e ter delírios na galeria surrealista de Laura Lima (por Suzana Velasco, O Globo).

    RIO – Artista plástica reconfigura espaço de exposição e cria um fumódromo em frente ao mar.
    (Matéria de Suzana Velascco originalmente publicada no 2o. Caderno no Jornal O Globo, em 29/07/2009)

    http://www.canalcontemporaneo.art.br/brasa/archives/002395.html

    PS.: “Era” para o post anterior Cortina de Fumaça.
    Bom dia e beijão a todos!
    Susan

  563. Cintia

    Gerald, pra vc com carinho.
    beijo.

    Não te aflijas com a pétala que voa:
    também é ser, deixar de ser assim.

    Eu deixo aroma até nos meus espinhos
    Ao longe, o vento vai falando de mim.

    E por perder-me é que vão me lembrando,
    por desfolhar-me é que não tenho fim.

    Cecília Meireles

  564. gthomas

    Boa noite a todos

    Acho que o Vamp ja se retirou de cena

    eu (aqui nesse inferno de calor) vendo over and over a colisao do aviaozinho com o helicoptero no Hudson….

    me retiro tambem

    Goodnight

  565. Amigas e amigos blogeraldianos.

    Finalmente atracado em Vitoria após seis dias de mar.
    Seis dias e noites de poças entradas no blog. Vez ou outra deu para receber internet conforme o trecho navegado.Sempre com dificuldades.
    Li agora todos os comentários até a boa noite do Gerald.
    Algo quer dizer ainda antes de tentar dormir.
    Primeiro manifestar alegria pelo andamento do Vampiro se afastando de vez dos cigarros e sendo acompanhado por pessoas das quais eu gosto. Forças e avante para todos e todas que estão nesta jornada.
    A Cintia afirmando ter 45 anos parece piada. Eu tenho dela fotografias que desmentem esta afirmativa. Deus a conserve assim com esta aparência jovem que tem. Alias seu estado de espírito analisado pelo que escreve demonstra que talvez a juventude interna reflita na imagem externa. Será que é assim?
    Outro ponto foi notar que o aborrecimento do Gerald e do vampiro com o IG esta relacionado com a matéria a respeito do lula. Não entendo bem com é este negócio de blog.Mas sei que se o Gerald mudar de IG para GG ou GA o KK ou seja La que I ou G for La estaremos os seus admiradores e amigos.
    Para mim será muito difícil deixar de comentar algo do lula. Fui seu eleitor na primeira eleição para presidente e até o defendi.Eu dizia que devíamos dar uma chance para o PT porque eles tinham um discurso no qual eu botei esperanças de dias melhores.E depois foi a MERDA que todos sabem mas alguns fecham os olhos e ficam com esta surrada desculpa que sempre existiu corrupção e bla e mais bla.Ora bolas o discurso era de que ele e o PT combateriam justamente o que ele e o seu partido mais fazem.Roubar e MENTIR.Portanto eu tenho sim o direito de estrilar.Ninguém nasce presidente da Republica.Chega-se La por escolha do povo.E se alguém chega prometendo isto e mais aquilo e faz exatamente o que criticava então esse alguém é sim UM GRANDE MENTIROSO queiram ou não os seus admiradores e os IGs da vida.Qualquer um que entre no Google e faça referência ao blog do RA e indague o Jose Pacheco Filho disse e escolha depois de disse o lula,a Dilma,o genro ou o Dirceu e mais um monte de enganadores,talvez se surpreenda em encontrar comentários e mais comentários que eu fiz durante quase um ano.Adiantou?
    NÃO.
    E daí?
    O lula continua firme. A Dilma vem no embalo. O Zé e o Palocci já estão escalados.
    Sempre os mesmos. Aves de rapina acobertados pela grande mentira de PAC daqui e PAC de La que ninguém a não ser eles sabem exatamente o que é.
    E a vida continua.
    Não a mesma porque cabeças pensam e é tanto o que de errado eles fazem e demonstram fazer que não acredite que tenham mesmo estes falados e decantados oitenta por cento de aprovações.
    Se tiverem então reconheço que realmente estou mais que doido varrido.
    Paro de fumar.
    Deixo de comer meu delicioso torresminho de porco. Abdico da cerveja no ponto.
    Dou um longo beijo na Baby. AFAGO E ATÉ DOU BEIJINHO NO BOBY.
    Faço uma cartinha para os meus netos.
    Tomo um pileque com o meu patrão (que é meu amigo). Um porre de despedida da bebida e dele.
    Vou para Curitiba.
    Para o Campo dos Tenentes.
    Para o Monastério Trapista.
    Procuro o George e digo.
    -Amigo marinheiro. Como vai passando?Voltei para ficar. Onde é a cela dos candidatos?
    Começo fazendo o que?
    QUERO SER MONGE.
    E se for aceito levanto as mãos para o céu e agradeço a DEUS.
    FICAREI REZANDO PELOS QUE ESTARÃO SUPORTANDO O BRASIL QUE IMAGINO QUE TEREMOS.
    ÃO SUPORTANDO O BRASIL QUE IMAGINO QUE TEREMOS.
    Resta ainda outra opção.
    Mas esta eu nem comento.
    Outros já o estão fazendo.
    Ou você não percebeu que eu sempre digo que loucos SÃO OS OUTROS!
    Hein…?

    Obrigado.

    Pacheco.

    😀

  566. Reinaldo Pedroso

    10/08/2009 – 22:02 Enviado por: O Vampiro de Curitiba

    Vamp
    A obtenção de porte de arma por civil exige justificativa relevante, tipo risco de morte advindo de outra(s) pessoa(as). Se for o caso, lamento.
    Reinaldo

  567. Reinaldo Pedroso

    10/08/2009 – 23:26 Enviado por: gthomas

    ” — El tema de mi sitio me tiene preocupado querido. El administrador de ING me ha pedido que me dedique a tocar temas culturales, como si la política no fuese cultura también. El vampiro de Curitiba (un columnista de su blog) ha estado criticando a Lula y el sitio es sostenido por el gobierno Brasilero— comentó haciendo un gesto de disgusto con la boca— Yo casi no opino sobre política Brasilera. (…) así que es probable que cierre el sitio. Una pena porque además de ser una ayuda económica en estas épocas, estaba alcanzando un éxito singular.”

    Gerald
    Trecho surpreendentemente revelador.
    Reinaldo

  568. Reinaldo Pedroso

    10/08/2009 – 23:48 Enviado por: targinosilva

    “Parar de fumar é fácil, é so querer.
    É como beber café sem açúcar.”

    Targino
    A frase imediatamente abaixo justifica a afirmativa acima.

    “Não posso falar de mim porque nunca fumei.”

    “Eu conheço pessoas que disseram: eu não fumo mais e nunca mais fumaram, e não morreram por isso.”

    Targino
    Não morreram vitimados pelo cigarro, óbvio.

    Reinaldo

  569. Reinaldo Pedroso

    10/08/2009 – 23:29 Enviado por: Cintia

    “Tadinho do Sargento com o rabo amassado!”

    Cintia
    Se tivesses prestado serviço militar como soldado não dirias isso.
    Reinaldo

  570. Reinaldo Pedroso

    10/08/2009 – 23:01 Enviado por: O Vampiro de Curitiba

    “Ah, não, não sou cana, não. É que tem um povo aí que não vai muito com a minha cara. Não sei por quê, sou tão bonzinho.”

    Vamp
    Não tinha lido isso quando escrevi o comentário das 2h55min.
    Reinaldo

  571. Reinaldo Pedroso

    10/08/2009 – 19:58 Enviado por: Douglas-SP

    “Recolher cachorro abandonado na rua eu faço a muito tempo. Esmola para pedinte, jamais darei.”

    Douglas
    Esse teu comentário ficaria legal assim.

    Recolher pedinte abandonado na rua eu faço há muito tempo. Esmola para cachorro, jamais darei.

    Reinaldo

  572. Reinaldo Pedroso

    11/08/2009 – 03:19 Enviado por: Reinaldo Pedroso

    Não morreram ou morrerão* vitimados pelo cigarro, óbvio.

  573. Reinaldo Pedroso

    10/08/2009 – 10:00 Enviado por: gthomas

    por Leticia de Castro

    “Não confio em pessoas muito decididas e lineares. O artista é um ser contraditório por natureza.”

    Estou tentando entender essa afirmação.
    Reinaldo

  574. Reinaldo Pedroso

    10/08/2009 – 08:25 Enviado por: Lúcio Jr

    “(…) o Reinaldo, recortando pedaços, também de certa forma desmanchou meu texto (…)”

    Não desmanchei o teu texto, mostrei as contradições.
    Reinaldo

  575. Alan

    cada dia que eu entro me surpreendo com uns e outros….
    definitivamente não dá…
    GT…eu tentei ficar po aqui e falar de temas relacionados ao blog…
    mas existem pessoas que a circunferência do umbigo….é muito maior

  576. mnc

    Bom dia, comunidade!!!
    Acordar de manhã e ler todos os comentários e a interação amistosa entre vcs, privilégio.

    -O co2 do cigarro que vai para o sangue se limpa nas primeiras 2 horas após o último cigarro…já o pulmão demora, no entanto podemos fazer uso de alguns medicamentos p acelarar o processo…óleo de capivara com café forte sem açucar tb é tiro e queda e o tratamento com flor de ´lôtus.

    -O encontro Gt / WALTER GREULACH, minunciosa descrição do estado de alma do Gerald… torta de blueberry…meu sonho de consumo, tenho o sabor dela só na imaginação, um blueberry fields forever, onde me refugio dos sabores monótonos , colhê-los…torta quente de fogão de lenha…

    – Caetano Vilela …que estréa na Dry òpera peça de uma época pré-primeira guerra…tempo cíclico…estamos revivendo esse tempo, agora maximinizado ao quase insurportável…
    Muitos não seguraram a onda que se pre-anunciava…uma onda de pessimismo…Kafka não suportou e se matou…a dor do mundo no inconsciente coletivo doi mais fundo somados ao sentimento de impotência diante do inevitável curso que a humanidade segue rumo ao caos.
    Precisamos segurar essa barra, não deixar a peteca cair.
    Segurar o pancadão….desenvolver amortecedores.

    Uma poesia que a sanfoneira adora recitar…a mais besterol delas, já que ela recita até augusto dos Anjos…vês ninguém assistiu ao formidável enterro de sua última quimera…

    Distrair um tiquinho

    No tempo que eu
    Fumava, bebia e fodia
    Meu dinheiro ia….

    Agora que eu
    Não bebo não fumo e não fodo
    Meu dinheiro vai todo

    Por isso que eu digo
    Quem bebe, fuma e fode
    É porque pode.

    Beijo sabor blue berry a todos.

  577. O Vampiro de Curitiba

    Bom dia!

    Ana Paula e Cintia, e aí? Firmes na luta? Eu estou 32 horas e 22 minutos livre do vício mais babaca que existe. Dormi bem, acordei algumas vezes, mas acho que consegui dormir umas 4 ou 5 horas no total.

  578. Cintia

    bom dia!

    Vampildo!

    Tu tá um cabra da peste retado mesmo, hein! 🙂
    Vc deixou os adesivos de lado tb??!
    Eu tô aqui na minha “dietinha”, rs!

  579. Tene Cheba.

    As pensando que tudo pode ser uma boa, fico contrariado, porque tudo realmente pode ser uma boa, idéia, que contém choros e risos, sem misturas, sem acordes pesados, dotada de sonoridades leves, de liberdade. Como o coração de Joe, que batia, e, com o molho do refinado surdo, ressonava, todos detritos que catava. Eram ondas, que se propagavam em meios invisíveis, supostamente, alternavam seus estados, naquela dualidade, simples, de dois ou duas, pulsações. Ouitros cortes, das profundas artérias secas, das veias carbonadas de tantos dióxidos. Foi-se, voltou, foi-se o reprimido, andando, possuído pelo bom sentido, vagando naquela direção, passando por árvores, escalando as linhas do trem, ociosas, que dormem sobre os dormentes. O só, e a relva, seca, sem conjecturas, sem o trem.

  580. O Vampiro de Curitiba

    Cintia, estou usando adesivo e pastilhas de nicotina. O adesivo eu coloco quando vou dormir, assim ao acordar não dá aquele desespero por cigarro. As pastilhas eu uso depois do café, do almoço, etc. Fora isso, muito trident, chiclet, halls, etc. Estou com o maxilar dolorido de tanto mascar, mas tem ajudado muito.
    Força!

  581. Vampiro.

    Veja a musica da Oda Soriano.

    Quem bebe ,fuma e fode.
    È porque pode.

    Não não fumes mais.
    Não não fumes mais.
    Seja um bom Vampiro
    Chupe sangue rapaz.

    Diga ao cigarro.

    Se voce pensa que vai fazer de mim.
    O que faz com todo mundo que te ama.

    Daqui pra frente, tudo vai ser diferente.
    Embora voce me tente.
    Não te pegarei jamais.

    ou

    Adeus, adeus ,adeus.
    Cinco maços que choram
    Num soluço de dor.
    Adeus .adeus .adeus.

    É como fim de baforada.
    Coisa tão mal amada
    E que só causa dor.

    ou então.

    mamãe eu quero.
    mamãe eu quero
    mamãe eu quero largar.
    esta fumeta
    esta fumeta
    me dá uma bala
    pra eu não fumar

    Dorme vampirinho
    domeu coração.
    escondi teu cigarrinho
    debaixo do colchão
    se voce pegar
    e der uma tragada
    fará uma cagada
    contarei ao Pachecão.

    Quem é do mar não enjoa.
    não enjoa.
    Cigarro na boca é atoa
    è atoa.
    Vampiro que fuma é rato
    Que não voa.

    PARABENS COMPANHEIRO.ESTAMOS ORGULHOSOS DO TEU SUCESSO.

    Vais sentir que teus voos serão mais tranquilos.
    E as vampirinhas terão orgulho em dizer para suas amigas que :

    -Papai largou este horrivel vicio.

    Só isto já vale a pena.

    Obrigado por me aturar.
    Toda baboseira acima foi no embalo e na vontade de tocar os brios de um amigo de trincheira.

    Abraços e um forte aperto de mãos.

    Pacheco.

    😉

  582. Cintia

    mnc!!!

    Essa é a mnc que a gente conhece e que eu gosto de ver…
    mnc tem ‘sabor do campo’… muito legal!!
    Menina, todas essas ‘berries’ têm em comum aquele saborzinho ácido, só de pensar já me dá uma ‘trava’ na língua. É… em doces ficam gostosinhas sim, mas cá pra nós, sou mais uma bela manga rosa, viu! rs

    beijos!

  583. bom dia
    G o texto do walter em espanhol fecha o círculo . em todas as linguas vc está em crise . e isso não deveria ser novidade .

    criadores vivem das crises , do tal caos criativo , da pororoca de informações que “turvam as águas da imaginação” , temporariamente .

    mas a crise agora é universal . é de grana e falta de vergonha na cara , o que é pior .

    então não temos para quem criar . o ser humano tornou-se ignorante do que deseja . se não é dinheiro ou “saude e paz” não sabe o que quer . não tem futuro .

    e sem futuro a vanguarda vai viver de quê ?

    desde meu primeiro trabalho de classe no curso de desenho industrial eu fui levado a entender que não havia industria que produzisse novas ideias e nacionais .

    ao levar meu projeto estudantil a uma fabrica de garrafas térmicas ouvi do simpático gerente , quando perguntei das probabilidades do meu projeto ser comprado por eles :”meu filho , acho pouco provável , vem tudo de fora” .

    por isso passei a direcionar minhas ideias a partir dos materiais , infraestrutura, equipamentos e ferramentas que eu tenho à mão . isso tem funcionado perfeitamente , não fico nunca nas mãos dos outros .

    porém , há 3 meses eu não recebo nem pedido de orçamento de qq produto , cenário , brinde , nada , que em media era de 3 por semana ..

    o G-diet , mesmo avesso a clichês , é minha criativa táboa de salvação . um deck inteiro aliás .

    porque não uma comédia ?
    chega de sofrer . não tem jeito mesmo .
    ……………………………………..

    ainda estou na duvida se opino sobre , ja que não sou do teatro , e nem tenho nada com isso . mas enquanto opinista de blog eu tenho algum direito .

    é que reclamei no diet sobre a globo importar autores e pagar royalties , no caso do som e furia , a serie franchise , dramaturgia fast-food , mac-arte , um escárnio para amantes de seriados de lingua inglesa como eu .

    quantas merdas de cursos de letras temos na porra deste país ??? bienais do livro , flips , o escambau …

    porque tom stoppard ?

  584. Tene Cheba.

    Bom para o mundo, a perfeita exatidão dos módulos, com sentidos e direções, que não roda, acorda, suspira, e busca, a trivialidade da existência, moribunda, vacante, que se percebe, entre as poucas faces que o suposto mórbido, derramado, esbarra nestas arestas, sem vértices, infinitas, secas, poliedros quase esféricos, que adiante na esquina, não dobra, não passa, vergado pela dor, subimisso ao mundo, imposto ao derradeiro grito, ou suspiro, da única dor que restou, o fim que renasce, a aurora, magnetizada, sem cores, mundo com seus pólos frios, uniformes, linearizados pelo mais insolvente dos sentidos, a loucura da razão, exposta, cicatrizada, pelo rumo certinho, trilhada sobre a calçada limpa e desbotada.

  585. Cintia

    O texto do WGreulach me tocou muito.
    Postando-o aqui o Gerald fez verdadeiro ‘strip-tease’. Da alma, do coração, de tudo, acho.

  586. O Vampiro de Curitiba

    Valeu, Pachecão!

  587. Tene Cheba.

    E o mundo fala, soberbo, fala, exclama o sorriso, esconde o feio.
    O feio que perdeu a arte, porque ficou bonito, porque não é mais feio, se maquiou, triste Palhaço correto, sem dores, achou-se feliz, sem contradições, pensa estar vivo. Será!?

  588. Cintia.

    Esta doce jovialidade que tens não pode nem deve ser maculada com cheiro e aroma horriveis.
    pise no maço e xingue se for preciso.

    VENCERÁS CERTAMENTE.

    Coisa e dor mais dificil voce já suportou.

    Não seráum simples tubinho que vai te submeter nesta vida.
    Tragar é gostoso.
    Beijar tambèm.
    Imagine o tipo de boca que teu amado encontar apops umas baforadas.
    pior ainda se ele não fumar.

    Nem imagino com a Baby me guenta.
    Embora eu capriche antes sempre algo fica.
    Não é atoa que ela fica insistindo para que eu largue.
    vive trazendo remedio disto e daquilo.
    fazendo restrições.
    um dia chegamos ao ponto de ou eu ou ele.
    então descobri que ela gosta mais de mim do que eu supunha.
    E sigo me envenenando conscientemente.
    Só não quero que me acompanhem.
    É isto ai.

    XXX.

    Pacheco
    😀

  589. 11/08/2009 – 09:16

    Enviado por: Cintia

    O texto do WGreulach me tocou muito.
    Postando-o aqui o Gerald fez verdadeiro ’strip-tease’. Da alma, do coração, de tudo, acho

  590. Cintia

    Pachecão, Pachecão.
    Pacheeeco!

    Olha, daqui a pouco o povo vai achar que eu ando distribuindo fotos photoshopadas, rs.
    É de família. Aquela minha irmã que te encheu os olhos (com todo respeito, rs) tem 8 anos a mais que eu. Cê não viu meu Pai? O ‘véio’ com 87 anos ainda está a derreter corações de todas as idades, mó voz de garotão ainda por cima.
    Eu rio, rio muito, quem me conhece sabe. E me cerco de pessoas que me fazem rir, por pior que seja a desgraça, rs.
    Deve ser isso, ginástica facial, ginástica pro espírito. 😀

    beijão!

  591. mnc

    Cíntia…manga todas as mangas…vitamina E p pele, até p tuberculose é boa…rosa, espada…mês que vem começa a temporada…todos os quintais tem um pé de manga…passei uma boa temporada de minha vida fazendo geléias p hotéis em Porto Seguro, as frutas colhia de graça…mangaba, cajú, manga, maracujá, pitanga…terra generosa essa nossa…
    Nunca experimentei blueberry…agora que vc disse que manga é mais gostoso….seve de consolo…um´pé de manga é lindo…agora um campo de blueberry vamo combinar é lindo tb né? Embora nunca tenha visto um.
    Adoro seu humor vivo…
    Tb posso testemunhar pelas sua fotos que vc está com tudo em cima…carinha sapeca de menina.
    Bjjs.

    Uma hora dessa aí tomo vergonha e paro de fumar.
    Força aí p vcs que estão nessa luta.

    Pachecão meu rei dos mares…a sanfoneira nunca bebeu, tem 12 anos que parou de fumar e não larga do meu´pé toda vez que acendo um cigarro… quanto a teceira atividade do poema… acho que tb aposentou…outro dia cismou que tinha de tirar na sanfona aquela musica do Milionário e Zé-Rico: Lágrimas no travesseiro…Triste, feita para um amor que morreu de morrer mesmo de morte morrida…
    Acho que sonhou com algum amor antigo …
    Estou na boca do forno esperando seu livro-net!
    Boa sorte!!!

    Até mais.

  592. Cintia

    Valeu, Vampitcho!

  593. targinosilva-DELENDA EST SENADO

    DEVERIAM SER PROCESSADAS E PRESAS AS AUTORIDADES
    PUBLICAS QUE FIZERAM VISTA GROSSA, SE OMITIRAM.
    O CRIME É RELATIVO. SE VOCE ESTA DO LADO DOS
    “HOMENS” TEM SALVO CONDUTO.
    SE É BANDINHO DE FAVELA PREPARE-SE PARA ENFRENTAR O BOPE.

    Edir Macedo e mais nove viram réus por lavagem de dinheiro
    11/08 – 08:11 – Agência Estado

    ImprimirEnviarCorrigirFale ConoscoSÃO PAULO – A Justiça de São Paulo acatou nesta segunda-feira a denúncia contra o bispo Edir Macedo e outras nove pessoas ligadas à Igreja Universal do Reino de Deus por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), eles são acusados de integrarem um esquema envolvendo empresas de fachada, que remetia ao exterior dinheiro obtido com doações de fiéis.

    AE

    Edir Macedo é alvo de denúncia
    Esse dinheiro, depositado em paraísos fiscais, voltava ao Brasil em forma de contratos de mútuo utilizados para a aquisição de empresas.

    A acusação formal foi oferecida no último dia 5 pelo MPE, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) – Núcleo São Paulo, e recebida pelo juiz da 9ª Vara Criminal da Capital.

    Além de Edir Macedo, foram denunciados Alba Maria da Costa, Edilson da Conceição Gonzales, Honorilton Gonçalves da Costa, Jerônimo Alves Ferreira, João Batista Ramos da Silva, João Luís Dutra Leite, Maurício Albuquerque e Silva, Osvaldo Scriorilli e Veríssimo de Jesus.

    De acordo com a denúncia, Edir Macedo e os demais acusados há cerca de 10 anos vêm se utilizando da igreja para a prática de fraudes. Durante as investigações, os promotores conseguiram localizar milhares de depósitos em dinheiro em favor da Igreja Universal. Somente no período entre março de 2003 a março de 2008, esses depósitos somaram R$ 3,9 bilhões, de acordo com o MPE.

    Levantamento feito pelo MPE e pela Polícia Civil, com base em dados bancários e fiscais obtidos judicialmente, mostra que a Igreja Universal movimenta cerca de R$ 1,4 bilhão por ano no Brasil, dinheiro arrecadado por meio do pagamento de dízimo por seus milhares de fiéis espalhados por 4.500 templos, instalados em 1.500 cidades do País.

    Dízimo

    Na denúncia, o MPE destaca que Edir Macedo e outros bispos destinavam grande parte de sua pregação para a coleta do dízimo, enfatizando a necessidade de a igreja angariar recursos para a compra de óleos santos de Israel, o financiamento de novos templos e o pagamento de pregações nas rádios e TVs. A Universal aceitava cheques, carros e outros bens como doação.

    Ainda segundo a denúncia, Edir Macedo e os outros denunciados se aproveitaram da imunidade tributária estabelecida pela Constituição para templos religiosos e passaram a utilizar a Igreja Universal para benefício próprio, captando os valores dos dízimos, ofertas e contribuições dos fiéis, investindo em bens particulares, como imóveis, veículos ou joias.

    Para os promotores, ficou comprovado que o dinheiro das doações, em vez de ser utilizado para a manutenção dos cultos, era desviado para atender a interesses particulares dos denunciados.

  594. Ekran

    Gerald,

    também pergunto: por que Tom Stoppard?
    – – – – –
    11/08/2009 – 09:09
    Enviado por: claudio diet

    é que reclamei no diet sobre a globo importar autores e pagar royalties , no caso do som e furia , a serie franchise , dramaturgia fast-food , mac-arte , um escárnio para amantes de seriados de lingua inglesa como eu .

    quantas merdas de cursos de letras temos na porra deste país ??? bienais do livro , flips , o escambau …

    porque tom stoppard ?

  595. Cintia

    Poxa, escrevi pro Pachecão e sumiu!
    Eu dizia:
    Pachecão 09:24,
    Eu rio muito e me enterneço muito tb (aí rolou uma lagriminha), especialmente com pessoas com a sua imensa generosidade, esse coraçãozão sempre de portas abertas… aliás, escancaradas!

    LOVE pra vc!!
    beeeijo!
    Cintia.

  596. Cintia.

    Descobri ha tempos que

    RIR É O MELHOR REMÉDIO.

    Sigamos rindo.
    De olhos abertos por lógico.
    De que vale uma amargura?

    Odiar?

    Prejudicar a mim mesmo?

    Chorar por leite já derramado?

    Deixar que o de baixo me atinja.

    NEVER.
    NO.
    NIET.
    NÃOOOOOOOOOOOOOOOO!

    O QUE NÃO TEM CONSERTO CONSERTADO ESTA.

    Ou melhor dito.

    O QUE NÃO TEM SOLUÇÃO JÁ ESTÁ SOLUCIONADO.

    O resto é……….è………o que é mesmo?

    Bem digamos então que o resto é………RESTO.

    Beijão bem grande para todo o time feminino.
    Para o coroa um abração de outro.
    Um doia ainda tomo uma cerveja com ele.Prometo que soprarei fumaça para o lado.

    Obrigado.

    Pacheco.

    Ah! Nada de pensar nisto que estas pensando.Nada de só mais um.
    NADA DE FUMAR.

    Understood?

    GOOD!

    GOD.

    😉

  597. Cintia

    mnc,

    As ‘berries’ são todas pequeninas. Prefiro as nossas frutas, grandes, vistosas, suculentas, cheirosas!
    Uma manga rosa é uma viagem sensorial!
    Mas um campo de blackberries tb nunca vi não, rs. Só na torta mesmo. Essas frutinhas ‘ácidas’, não são ‘azedas’ como uma acerola por ex., mas ‘travam’, se prestam bem aos doces, pra ‘quebrar’ o sabor muito forte do açúcar.

    Junte-se ao nosso trenzinho sem fumaça, que tal? 😀

    beijos!

  598. Cintia

    “Tadinho do Sargento com o rabo amassado!”
    “Cintia
    Se tivesses prestado serviço militar como soldado não dirias isso.”

    rs!!! 😀

  599. Cintia

    “Ah! Nada de pensar nisto que estas pensando.Nada de só mais um.”

    Pachecão,

    Tô me concentrando, tô me concentrando! 🙂
    Obrigada pelo carinho extensivo à minha family!

    beijão!

  600. Cintia

    Morre Eunice Kennedy, irmã de JFK e fundadora da Paraolimpíada

    da Folha Online

    Eunice Kennedy Shriver, 88, irmã do presidente americano John F. Kennedy, assassinado em 1963, morreu na madrugada desta terça-feira. Fundadora da Paraolimpíada, Eunice estava internada no hospital da cidade de Hyannis, Estado de Massachusetts, há cerca de dez dias, devido a uma série de derrames.

    Os irmãos de Eunice, além de JFK, eram Robert Kennedy, senador pelo Estado de Nova York assassinado em 1968, e o senador Ted Kennedy, que luta contra um câncer cerebral que foi diagnosticado em maio de 2008 e é considerado um dos nomes mais importantes do Partido Democrata. Eunice deixa o marido e filhos, entre eles Maria, ex-apresentadora de TV casada com o ator e governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger.

    Considerada uma das maiores defensoras dos direitos dos deficientes físicos nos Estados Unidos, Eunice realizou a primeira Paraolimpíada em 1968, inspirada pela sua irmã mais velha, Rosemary, que sofreu de deficiência mental durante a maior parte da sua vida devido a uma lobotomia. Eunice não apenas fundou a Paraolimpíada como defendeu os direitos das pessoas com deficiências até seus 80 anos.

    “Ela era a luz das nossas vidas, uma mãe, mulher, avó, irmã e tia que nos ensinou por meio do exemplo e com paixão o que significa viver uma vida guiada pelo amor e pela devoção ao próximo”, afirmou a família, em comunicado. “Ela transformou a vida de centenas de milhões de pessoas pelo mundo, e eles são o legado vivo dela.”

  601. GERALD THOMAS.

    O Gerald indagou ai por cima porque eu sugeri um post com monges.

    Bem, fiz o pedido em momento de entusiasmo e pensando nestes religiosos. Pensei que poderíamos abordar o assunto analisando talvez as razões que levam uma pessoa a se recluir e dedicar-se somente aos trabalhos de produções e orações.
    Com exemplo cito o monge que conheci em Curitiba no monastério trapista.
    O George foi marinheiro dos USA. Feito prisioneiro passou por privações e torturas e sabe-se La mais o que.
    Tinha casa montada e carro do ultimo modelo. Noiva o aguardando para casar.
    Ao regressar deu a casa e o carro para a noiva. Beijou seus parentes e virou monge.
    Vive la no Campo dos Tenentes onde faz ponte entra os monges e os visitantes.Fala português com pequeno sotaque e é um encanto de pessoa.Jovem externamente não demonstra os anos já vividos.Sua fisionomia,ia é de quem sempre foi e esta feliz da vida e com todos.
    Fiquei dois dias com eles.
    Despertar as 03 45 e já as quatro começam as orações. Parada rápida para desjejum as 06 45 e as 07 30 começam as rezas de novo. Depois do almoço e breve descanso e vão as oficinas, a confeitaria e a lavoura. Produzem o que consomem e o que vendem para manter suas vidas e o monastério.
    A s cinco já reza de novo. Param para jantar e… Rezam novamente até as 09 00.
    As 09 30 caminha nas celas individuais.
    E as o3 45 começam um novo dia igual.
    Mesma rotina.
    Mesma comida tudo na base vegetariana e frutas e massas.
    Nada de álcool fumo e outras anomalias aos olhos deles.
    E oficialmente nada de sexo.
    Mas ai é assunto tão intimo que cada um deve saber o que faz e o que deve ser feito.
    Que vida é esta?
    Esperam e buscam o que?
    Serão superiores a nos os outros?
    Não se exibem
    São humildes.
    Não falam alem do essencialmente necessário.
    Aos visitantes dirigem apenas leves e discretos cumprimentos.

    O QUE ELES TÊM NAS MENTES?
    COMO SUPORTAM TAL RITIMO?

    Pelo que me foi dito e sem quere citar nomes um deles foi milionário. Abandonou tudo que tinha e nunca mais deixou o monastério.
    O George voltou uma vez aos USA e visitou família. Desejando poderia ficar por la pois eles são sabedores disso.Pode desistir quem desejar.
    Mas o George voltou.
    Com que dizendo:
    -AQUI É MEU LUGAR.
    E eu na minha total falta de compreensão pensei no momento;
    -vai ter fé assim na… PE que a PA.

    Será que é culpa do QUEIJO!
    Ou será culpa da vaca?

    Por não saber é que ficou o que sugeri.
    Alguém deseja opinar a respeito?
    Será que vale um post?

    Creio que sim e aguardo.

    Love.

    😀

  602. O Vampiro de Curitiba

    Pessoal, temos post novo aí em cima.

  603. Ô loco, meu, como esse povo conversa!! Mto bom!!

    Cintia (23:11):

    “Ahá! Já descobri! rs
    Bacana! lindo trabalho!”

    Valeu, bela!! que bom que vc gostou. Vou passar a deixar o endereço daqui pra frente, pra ver se mais alguém passa por lá.

    “Ih, nem te conto, dá rock, dá pop, dá samba, dá até ópera! Tem um tal de GT aí que dizem que sabe fazer até esse negócio, imagina!”

    Tô sabendo. Mas será que ele escreve as músicas tb? Se ele quiser uma mãozinha, seria um prazer. Coisa tipo atonal, algo assim, ou não. Mestre Schönberg que nos ilumine!!

    Vc falou em idade acima da que aparenta… Será que temos algum gene em comum? Tb aparento pelo menos 25 a menos – rsrs. Pelas minhas fotos no site, vc diria que tenho 50??? Arredondados no dia 02.

    Gostaria do teu endereço para conferir – rsrs. Pode ser???

    Abraço
    http://www.myspace.com/ribeva

  604. Cíntia (10:37):

    “Morre Eunice Kennedy, irmã de JFK e fundadora da Paraolimpíada”

    “…Eunice realizou a primeira Paraolimpíada em 1968, inspirada pela sua irmã mais velha, Rosemary, que sofreu de deficiência mental durante a maior parte da sua vida devido a uma lobotomia…”

    Lobotomia!! Me lembrou um filme com a Jessica Lange, no auge da beleza e do talento (p q não? 2 “Oscars”, vários Globos de Ouro, enfim), feito em preto e branco, no qual ela representava uma atriz irreverente (Frances Farmer), avançada para o seu tempo, e tudo o mais, para quem, segundo os padrões da família, da época e das “autoridades”, a única “solução encontrada para domesticá-la” foi submetê-la a uma lobotomia!! Resultado: desastre total, por algum tempo, mas conseguiu se levantar, o que não foi o caso da Srª. Rosemary.

    O filme é de 1982, de nome “Frances”, e me deixou mto triste na época, por se tratar de um caso real, e de mais um exemplo de como a estupidez humana pode ser ativa em nome de certas “tradições”.

    Sobre o assunto: http://www.cerebromente.org.br/n02/historia/important_p.htm:

    “Rosemary Kennedy (irmã de presidente John Kennedy)
    Nascida em 1918, Rosemary era ligeiramente retardada quando criança e teve que ser educada por professores particulares (na figura ao lado, ela está na ponta à direita). Ao atingir a adolescência, ela passou a ter períodos de descontrole e violência, embora ela estivesse desfrutando uma vida cheia, com muitas viagens e festas pagas por seu pai rico, o empresário e embaixador Joseph Kennedy. Aborrecido pela incapacidade da família de se adaptar ao comportamento agressivo de Rosemary, o pai dos Kennedys, sem consultar ninguém da família, contactou um neurocirurgião e ordenou que uma lobotomia prefrontal fosse realizada em Rosemary, em 1941 (lembre-se que naquela época, a lobotomia era considerado uma “cura” milagrosa para comportamento agressivo e inadequado). A operação a deixou totalmente incapaz de viver uma vida normal, e ela foi internada então permanentemente no Convento de Santa Coletta, em Wisconsin, no qual ela ainda vive. Este sempre foi um ponto extremamente dolorido na família de Kennedy, e Joseph e Rose Kennedy, atormentados pelo destino da filha, doaram bastante dinheiro e esforço para ajudar as pessoas retardadas. Eles estabeleceram a Fundação Joseph P. Kennedy Jr para este propósito (e que recebeu este nome em honra ao seu filho, morto no Segunda Guerra Mundial).”

    “Frances Farmer (atriz de Hollywood)
    Frances Farmer era um estonteantemente bela atriz e estrela do cinema (nascida em 1914, em Seattle), que tinha tido muito êxito em Broadway e em Hollywood. Porém, ela era uma ativista política radical, simpatizante comunista e de uma natureza rebelde e agressiva (quando ela tinha 15 anos, ganhou uma viagem para a União Soviética, como prêmio para uma composição escrita por ela). Depois de várias brigas com as autoridades, em 1942 ela foi declarada injustamente como sendo ‘ mentalmente incompetente’ e internada pelos pais em uma série de sanatórios e hospitais psiquiátricos públicos, onde todas as terapias tentadas não foram capazes de domesticá-la e trazê-la à “normalidade “. Assim, em outubro de 1948, no obscuro Western State Hospital, em Washington, à idade tenra de 34 anos, o famoso neurocirurgião Walter Freeman que foi praticamente o unico responsável pela popularização da lobotomia prefrontal nos E.U.A. foi contratado pelo diretor do Hospital para realizar a sua também famosa lobotomia transorbital em Frances Farmer. Ela foi liberada em 1953 do Hospital, já sem ser uma ameaça para sociedade. Ela se sustentou inicialmente com trabalhos temporários, como recepcionista em um hotel, mas posteriormente conseguiu se reintegrar ao “show business”, aparecendo em programas de TV e tendo o seu próprio “talk show”. Ela morreu de câncer em 1970. A vida dela foi o assunto do Farmer um filme estrelado por Jessica Lange, e de uma canção chamada Frances Farmer Will Have Her Revenge on Seattle “, pelo grupo de rock Nirvana.”

    Valeu, Cíntia!!

    Abraço
    http://www.myspace.com/ribeva

  605. OBS: no Brasil e em Portugal o filme foi intitulado “Frances”, e não “Farmer”, como em outros países.

  606. jonatan

    nossa senhora não acredito no que vejo…é por isso que passamos por todos esses desastres ambientais e desse jeito é pra se fuder mesmo

  607. Silvinho

    Pachequinho Mon Amour:

    Ainda bem que voce chegou sao e salvo. Estava morrendo de saudades. Por favor me ligue a noite para combinarmos algo ou mesmo para comermos uma pizza de calabresa juntinhos.
    quero ouvir tudinho sobre a viagem.
    Te aguardo meu amor.

  608. José Assunção Castilho

    Caro Gerald Thomas, solidarizo-me inteiramente com você e a sua discrença na infeliz espécie humana. Não desprezando alguns poucos que são superiores à canalha de humanos, acho que deveriamos nos extinguir para salvar toda a vida no planeta. O que fazemos para auferir lucros ilícitos é uma barbaridade.
    Pobres baleias, pobres golfinhos, pobres humanos!

  609. Fábio Márcio Motta

    Deus todo poderoso que nos perdoe!!!! Com lágrimas nos olhos e revolta, muita revolta mesmo contra a minha própria espécie. Eu não tenho nenhum remorso ou qualquer tipo de escrúpulo em dizer: morte a todos estes seres canibais, vermes que infestam o nosso plateta e que são capazes de cenas como estas!!!! Morte a todos eles sem medo de nenhuma entidade de Direitos Humanos; paro por aqui pois preciso ir vomitar a minha vergonha de ser um ser humano nesta hora…

  610. Marco

    Mais monstruoso é quem mata, ou quem consome os produtos derivados do sofrimento desses bichos?

    Pra quem não sabe, existe gente combatendo esses miseráveis. O Sea Shepherd (http://www.seashepherd.org.br/) é um grupo de ativistas que desce a porrada nesses animais caçadores de golfinhos, baleias e tubarões.

    You Tube them ou entrem no site dos caras pra ver um pouco do trabalho. É animador ver que em algumas partes do mundo há movimentação pra que algo seja feito. EU AJUDO O SEA SHEPHERD!

  611. daniele

    galera depois o povo fica horrorizado qdo acontece enchentes
    quando morre milhões de pessoas em desastres
    DEUS está mais vivo do que imaginamos e tem muita gente querendo brincar com ele
    ele não vai passar a mão da cabeça de ninguem diante de tanta barbaridade que o homem vem aprontando

  612. Francisco Carlos Albacete de Oliveira

    Triste ,muito triste.

  613. Ana Paula

    Arrancar a pele de um animal para vestir é fetiche e cobiça.
    E arrancar a pele de um animal vivo, é o que?
    Tem nome isso? Tem jeito?
    Quem fez isso faz de mim o quê?
    Faz do animal o quê?

    (…)

    “Não dá pé, não tem pé nem cabeça
    Não tem ninguém que mereça, não tem coração que esqueça
    Não tem jeito mesmo
    Não tem dó no peito, não tem nem talvez
    Ter feito o que você me fez, desapareça
    Cresça e desapareça”

    (Zé Ramalho – Bicho de Sete Cabeças)

  614. Mádia

    Quem é animal? qual o sentido dessa barbárie, por mais que seja tradição, nada justifica, ou melhor, foi através de tradições sem sentido como essas, que nasceram os MONSTROS, capazes de transformar o mundo com tragédias como esta, é muito triste ver do que somos capazes, todos os dias acontecem absurdos, eu não tenho nojo, pois o sangue destes inocentes é um grito de socorro, de piedade, ó meu Deus quando o homem vai aprender a respeitar o mundo e tudo que habita nele? se existe justiça alguém vai pagar caro.

  615. Demian

    E aí, geraldinho, vc n conhece algum amiguinho ou amiguinha — ou amigo de amigo (a) — que usa peles dos animais para ir a um espetáculo seu. Dá logo o nome desses fdp! Sabe, essas barbaridades, comentadas por vc, perdem o necessário tom de revolta e de denúncia…

  616. lisa e ronaldo

    MEU CORAÇÃO SE INVADIU DE TRISTEZA E DOR AO VER ESSAS HORRIPILANTES IMAGENS…SO CONSIGO PENSAR COMO PODE UM SER HUMANO FAZER TAL ATROSSIDADE COM SERES VIVOS APARENTIMENTE TÃO INDEFEZOS,ONDE IREMOS PARAR COM TANTA CRUELDADE…

  617. Indignada

    Não consegui parar de chorar durante algum tempo enquanto lia o texto…
    Realmente nós, seres humanos, (não todos, mas muitos) somos um bando de MERDA!!!
    Que inteligência é essa que possuímos?? Para esse bando de MERDA que faz isso com animais dóceis sem nenhuma explicação; aliás, não existe explicação nem motivos que justifiquem tal maldade, tal covardia!!!!!!!!
    Sou defensora até a morte dos animais, principalmente de cachorros, que realmente são os melhores amigos do homem!!!
    Prefiro os cachorros a muitos “seres humanos” desprezíveis que ainda persistem em serem chamados de seres humanos!
    Fica aqui minha indignação, tristeza e ÓDIO por tais covardes “pessoas” (MONSTROS!)
    Sou policial e prefiro prender alguém que comete atrocidades e maus tratos a animais a ter de prender dois vagabundos que enchem o “rabo” de cachaça e ficam brigando dentro de um bar por motivos fúteis e inconsequentes…
    ODEIO COVARDIA COM ANIMAIS, pois a grande maioria absoluta deles somente ataca para se defender, ao contrário do ser humano…

  618. erika

    não tive coragem de ver o vídeo. só a descrição me embrulha o estômago e faz aumentar a vergonha que eu tenho de ser um humano. corrigindo: vergonha de ser esse macaco pelado que evoluiu para uma inteligência destrutiva e maléfica. somos o ser mais bestial que pode ter existido. nenhum outro animal é capaz de cometer tanta atrocidade .
    e é o animal mais imperfeito que pode existir…e ele sabe disso.

    podem conferir nessa sugestão de leitura: Akhenaton: a história do homem contada por um gato. autor: Gérard Vincent. Trechos da sinopse: “‘o gato narrador percorre os séculos que compõem a história comentando através de sua sábia perspectiva felina os acontecimentos e as tragédias causadas pela espécie humana. (…) “mamífero dotado de alguma inteligência mas bastante medíocre no plano sensorial”..
    por aí vai. abraços

  619. Denise

    Fiquei em choque com as imagens do video sobre a retirada da pele dos cães.
    Em que planeta vivemos, meu Deus ? Com certeza deve ser uma das esferas mais atrasadas da galáxia, porque estes que estão praticando estes atos não podem ser chamados de homens.
    São bárbaros, bestas, não podemos nem chamá-los animais, seria uma ofensa à estes.

  620. Edmilson Lourenço Ferreira

    Cenas como estas dos cães sendo abatidos, alias não é abate é selvageria sem limite, estou com vergonha de pertencer a mesma raça destes monstros insensíveis. Malditos sejam todos os homens que se prestam a este tipo de ritual demoniaco. Onde estão as autoridades internacionais? É isso o que chamamos de século XXI. A dignidade humana sofre um duro golpe com este tipo de ato, deve haver algo que possamos fazer, vamos nos unir, convoco a todos os seres humanos desta terra, estou a disposição para ajudar e trabalhar no combate a esta infamia. Seres como os autores disto não podem andar sobre a terra e sequer sabem o que é Deus, da qual a justiça não escaparão. Vamos divulgar por pior que seja estas imagens o mundo deve saber. Ainda a tempo.

  621. Edmilson Lourenço Ferreira

    AINDA HÁ TEMPO…

  622. Lilian

    ” Mas como artista tenho uma certa nostalgia dos tempos que separavam os ” iluminados” dos “enganados”. Como artista, tenho de estar alerta para o cuidado da minha arte não virar simplesmente um supermercado de demanda e entrega que a massa quer. Essa HEMOFILIA cinemática, mas que também infesta as televisões, a música e a literatura, REPRESENTA A TOTAL PERDA DAQUELA COISA QUE OUTRORA ERA CHAMADA DE METÀFORA e que permitia ao artista uma profusão de visões articuladas que se materializavam e sugeriam novos caminhos para uma sociedade eternamente esfomeada por novas formas de comportamento” ( Gerald Thomas)

  623. Nell-Sama

    Tenho orgulho como ser humano de ter me formado Biólogo ao invés de Médico ou advogado, pois assim posso pelo menos em parte exercer alguma defesa para com as especies que o ser humano degrada…

    Mas no geral tenho vergonha de ser parte dessa especie nojenta…

  624. Ana

    quando vejo essas merdas acontecendo, tenho ainda mais certeza que o ser humano se transformou em uma raça desprovida de compaixão e amor…e mais do que nunca perco minha esperança na humanidade…e em dias melhores que sei q nunca virão….

  625. Pedro de Oliveira

    E a eugenia acaba de decepcionar mais um. Gira mundo…

  626. Silêncio

    Se estas fotos não servirem para muitos comentaristas deixarem de comer carne de boi e de galinha não serviram para nada.
    E tenho a impressão de que, infelizmente, não servem.
    Quem me convenceu da pouca abrangência das imagens fotográficas na mudança de comportamento dos seres humanos foi Susan Sontag.

    p. s. A propósito, você come carne de que, prezado Gerald?

  627. Ralf Yussef

    Impressionante essas imagens !!
    Fotos que ficarão na cabeça pelo resto da vida…
    Que porcaria ! Realmente da muito nojo… Da vergonha de ser homem…
    Continuamos a ser macacos das cavernas…mais ignorantes ainda.
    Gostaria nunca ter visto essas imagens. Não há nada que possamos fazer. É angustiante ! Queria ter poder pra mudar essas coisas…Gostaria de vingar eses animais mortos,mas não sou nenhum milionário.
    O jeito é engulir a seco e voltar pro meu trabalho medíocre.

  628. Mau

    VERDADEIRA VISÃO DO INFERNO…

    SINCERAMENTE, SE EU DEMORAR MUITO PRA MORRER, EU TOMO UMA OVERDOSE DE SUPER ANALGÉSICOS.

    PRA QUE VIVER 100 ANOS VENDO ESSA MERDA TODA.

  629. Rita

    Gerald, nem dá pra comentar, parece que falamos para a parede..
    Ser HUMANO é uma CONQUISTA? A cada dia percebo que não basta nascer do ventre de uma mulher… Estamos praticando atos cada vez mais cruéis, ser “humano” parece ser uma opção…
    Nossa isto é muito triste…

  630. larissa

    Foi por isso que eu me tornei vegetariana. Pra quando eu vir algo assim, eu não me sentir parte. Para eu me sentir distante e sem contribuição em atos tão asquerosos como este.

    Vegetarianismo faz bem para a saúde e para a consciência.

    Pena que muitos se recusam a rever seu modo de pensar, justificando a ignorância com tradições ou com o bom e velho “é assim, e vai ser sempre assim e deu”. A ignorância é uma praga que assola a nossa espécie. Não a todos. Mas à maioria.

  631. luiz carlos

    vim aqui para falr de outra coisa..O que sera que o navio escola Libertad, da marinha Argentina veio fazer no ceará? Ninguem soube dele.nao saiunada nos jornais,Aliás ele recebeu visitas de mulheres a noite.Será mesmo um naviode formaçao de Oficiais? Oficiais em que?

  632. MORAIS

    sempre houve e haverá, algo de podre na repúblca da DINAMERDA

  633. B. Soler

    Os dinamarqueses, todos eles, são fdps porque matam 50 baleias.(isso não é preconceito, dá para ver que a Dinamarca inteira estava na praia).
    Ironic mode off

    Concordo que é horrivel matar baleias e compartilho da indignação, mas, nós brasileiros assassinamos 50.000 pessoas por ano não podemos nos considerar nem um pouco mais bonzinhos que os dinamarqueses.

    Vamos reclamar deles, sim, e ser a favor do Greenpeace, mas aí vamos ter que concordar que eles reclamem do derramamento de clorofila das nossas florestas derrubadas ou pior queimadas e também vamos aceitar de bom grado as interpelações deles sobre o nosso absurdo número de assassinatos de menores.

  634. VOLNYLSON AMEIDA DE CASTRO

    ALGO DE PODRE NO REINO DA DINAMARCA

  635. Puluko

    Engraçado eu encontrar agora essa notícia aqui, uma semana depois de ter assistido uma matéria no canal National Geographic sobre a matança de baleias e golfinhos no Japão. O governo deles simplesmente dá carta BRANCA para essa matança, e só estão parando agora com os protestos no mundo à fora. Isso é RIDÍCULO. Pra eles, não passam de simples PEIXES. Mal sabem que golfinhos são animais inteligentíssimos, altamente sociáveis e afetivos. Que cena ridícula, me deu asco em ver isso.

  636. Gildasio

    Gerald,
    Que bom a sua indignação, como a minha tambem. Sei que o homem na sua essência não melhorará, antes porém piorará; não que eu não creia na mudança de postura ou de reavaliação de rumos na vida do ser humano, o que eu não creio é que o homem possa por si só, com as suas culturas, os seus conhecimentos, as suas filosofias etc. transformar em bom aquilo nascido mau. O que eu e voce agora nos enojamos, já se sabia há mais de 2 mil anos “A natureza geme por causa do pecado do homem”. Mudança haverá, quando individualmente reconhecermos o autor da vida e O glorificarmos. Jesus Cristo disse que Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida. Muito em breve Ele resgatará a Sua criação e dará a recompensa de cada um de nós.Obrigado Thomas pelo privilégio de comentar sua reportagem.

  637. Marília Morato

    Recebi a notícia desta barbárie 1 ano atrás +/-, não pude confirmar a veracidade na época.

    Estes dias novamente caiu em minhas mãos – chequei e vi vários sites comentando a questão.

    Imprimi as fotos , discuti com meus alunos – leciono Ciências – alguns alunos se emocionaram demais.

    Acredito que esta seja uma das minhas funções mais importantes – despertar para importância da vida.

    Eu. Como Professora, mas de todos também.
    O tempo todo para si próprios e para os outros.

    Viver uma vida sem atrocidades.

    Todos podem e devem fazer isto. Em suas profissões, ou como cidadãos.

    Não concordo com comentários comparativos. -“Ahhh..temos a “farra do boi””….; – “Porque os frigoríficos do Brasil são violentíssimos…”

    E daí ? Outros motivos para se protestar !! Não sou dona de frigoríficos, não concordo com isto, reduzi meu consumo de carne, pensando nessa chacina ridícula…

    Amei seu texto Gerald !!

    Anexei-o às fotos dos Calderons quando os repassei(claro que deixei claro que é de sua autoria)

    Obrigada !!

  638. Eu nao acreditei quando minha professora de ciencias mostrou as imagens dos golfinhos calderon alguns alunos se emocionaram….
    Isso é uma covardia,crueldade…. Poxa será que eles nao sabe que os golfinho calderon tambem é ser vivo ?
    Eu axo que os homens que fazem isso quer provar para os outros que é valente e forte o possivel !!
    Eu axo isso “RIDICULO”….
    Adorei o que vc escreveu Gerald.E eu axo que isso nao pode mais acontecer !!
    Obrigada !!

  639. VANÉSIA LEMOS RAMOS

    GERALD.OBRIGADO POR VÇ EXISTIR E USAR SUA INTELIGÊNCIA TAMBÉM EM LAMENTO PELOS SERES FRACOS E DESPROVIDOS DE DEFESA.MINHA VOZ E IMPERCEPTIVEL.OBRIGADO POR SER À MINHA.UM BEIJO.TE AMO PARA SEMPRE.

  640. General Hans - ex cabo Hans

    Carne do terceiro mundo.
    Evacua mentiras.

  641. Jorun

    eu sou de Ilhas Faroe Isso NAO É GOLFINHOS!!!!!!

    Se voce quer escriver sobre outro pais voce tenh que saber o que voce vai escriver!!!!!!!!!
    NAO tenh golfinhos la !!!!!

    Porque brasileiro matar vaccas??? pra come né??
    mesma coisa elesa matar baleias pra comer…. pra viver e tudos pais no mundo compra esse canre entao nao e so povo em ilhas faroe!!!

    entao nao escriver alguma coisa no internet que voce nao sabe sobre!!!!!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s