Stop The Bleeding + Gerald Thomas faz palestra em NY

STOP THE BLEEDING 

CHEGA DE SANGUE

New York – Que loucura! Sento aqui numa Terca-feira de manhã e penso que já passou uma semana desde que o Presidente Barack Obama estava lá no Capitolio, alguns minutos passados de meio dia, mão sobre a bíblia e: Pimba! O mundo se mexeu, lágrimas de alegria e ondas de calor contagiaram o planeta.

No entanto, algumas poucas mínimas pessoas no mundo continuam discutindo “se” Obama isso ou “se” Obama aquilo: ora bolas! Ele é e pronto! Será que alguns mortos vivos estão mais mortos do que vivos? Que chatice!

Ontem à noite foi ao ar uma entrevista exclusiva pela TV Al Arabiya em que Obama fala claramente sobre o caminho louco e nada lúcido que Israel e os Palestinos estão tomando nessa constante guerra sem fim. Falou também que o plano dos Saudis tem um prazo (aliás, era uma vez uma aliança entre a dinastia Bush e os Saudis)  e ele está se esgotando e que é melhor voltar para mesa de negociações!

Jobs. Foi o PIOR dia no mundo dos JOBS! Não do Steve Jobs (talvez no dele também), mas no plano de empregos: 70 mil empregos se foram, bem, pra cucuia hoje neste país! Mais 70 mil desempregados graças às administrações anteriores e uma economia cuja moradia tinha o endereço fixo: nos 7 pecados capitais.

Enfim, de volta à semana passada (túnel do tempo): Fechando Guantânamo e dizendo na cara de Bush que “aqui na América não se torturara mais”. Que mensagem essa! Quer dizer: então “se torturou!” Então admite-se que torturaram. 

Isto, em si só, já é um passo. Mas quem ainda tem ‘reservas’ quanto ao fechamento do pedaçinho da ilhota Cubista, ou se torna um cidadão americano ou afaste de mim e se cale-se! “Ah, não seja tão cínico! Todo mundo tem o direito de opinar! ” E tem mesmo. Mas as besteiras que são ditas…”vão direto se aliar a Al Qaeda…”, dizem vozes do além.

Não, não vão! Quando a gente lê essas bobagens, essa ‘nivelagem de tabloide’ geralmente nao vem de consultores como o Peter Bergen. O Bergen é o maior especialista em ‘counter intelligence’ e já teve o desprazer de sentar numa toca com o Bin Laden. Sabe tudo. E mais! Segundo pesquisas dele (aliás nada mais do que mero senso comum), não existe essa “lenda” dos caras (ex-terroristas) simplesmente se juntarem novamente a grupos de onde vieram por um único e simples motivo (e é simples mesmo) :

Depois de tanto tempo sob ‘comando ou domínio americano’ esses sujeitos simplesmente seriam vistos como infiltrados e qualquer um, seja no Afeganistão ou no Paquistão, ou seja onde for, olharia para eles com uma tremenda desconfiança! ÓBVIO, não é?????? Pombas!

O mundo ainda tem mais pra Rush Limbaugh do que imaginei. Deus me livre! 

Quem é ele? Naveguem, meus queridos! Naveguem e vejam o tamanho do inferno republicano e seus vícios Oxy-Contin e outros dopaminadores! Ah, e falando em travessuras: O ex-reverendo Ted Haggard! Hetero CONVICTO e pego no flagra com outro homem e depois mais outro homem, e cheirando methanfetamin, seu império evangélico trilionário e republicano veio abaixo. Claro! 

Mas chamá-lo de gay, jamais!!! Jamais!!! Com ele e sua mulher a coisa tem que ser semântica, entende? É “same sex attraction”. Bem, perdeu tudo. Está procurando emprego. A filha da Nancy Pelosy (representante do Partido Democrata na nossa House) fez um documentário pro HBO sobre a boneca e, bem… vamos assistir com compaixão! Sim, faz UMA SEMANA que o mundo se livrou daquela imagem. Qual? A melhor mesmo, a melhor de todas naquela Washington DC (fora um lindíssimo sentimento “Woodstockiano”, sem a nudez ou as drogas ou a lama), foi a de um Dick Cheney saindo, indo numa cadeira de rodas: um inútil, um aleijado, um Hamm de Beckett, um canastrão, um Dr. Strangelove, um amputado! E nem Clov do lado tinha. Hamm tem que ter Clov do lado. Esse é o verdadeiro FIM DE JOGO!!! (Notem que Ham= presunto + Clove= cravo, quando um é enfiado no outro e entram no forno, dão uma bela refeição de Natal. Canastrão também está implicado e Clov deriva de Clown). Cheney, portanto, na posição do comandante aleijado por “caixas que movia em sua casa” (só faltava estar cego), estava na cerimônia como um mendigo clownesco amputado do meu dramaturgo predileto irlandês! I HAVE A DREAM… agora virou I’M LOOKING at REALITY and it’s GREAT!

Continuamos sendo um país de sonhadores. Mas aqui, ao contrário dos outros lugares, lutamos pelos sonhos com… todos os artifícios. Chega a ser kafkiano: 

Bernie Maddof é um dos lados criminosos da “coisa”. Somos todos sonhadores (sufixo: dores). E cometeremos os mesmos erros e acertos sempre, não? Sempre. É uma questão cíclica, ciclotímica, histórica, histriônica, natural, naturalista, representada, interpretada, diplomática, irada, irrigada, ironizada e, quem sabe, às vezes… um periodozinho de TRÉGUA!

 

Gerald Thomas

(cumprindo o contrato, batendo ponto e batendo no ponto!)

 

 

 

(O Vampiro de Curitiba na edição)

Advertisements

429 Comments

Filed under artigos, release

429 responses to “Stop The Bleeding + Gerald Thomas faz palestra em NY

  1. Mau

    SAUDADES GERALD…

    FALE MAIS DOS NOVOS PLANOS

    MANDEI UM EMAIL

    ABRAÇOS

  2. gthomas

    Thanks Patrick e Vamp

  3. Gerald me passa teu e-mail e ah parabéns!

  4. Luciana Ribeiro

    Olá Gerald!

    Gostaria de saber aonde encontro informações sobre seus cursos e workshops.

    Obrigada,

  5. robert

    Uma das coisas que o Gerald faz muito bem e que não podemos notar satisfatoriamente no blog, é a oratória. Assisti o Gerald falando em vídeos; mas ao vivo deve ser muito melhor. Abraços. Robert.

  6. O Vampiro de Curitiba

    Gerald, depois, quando tiver um tempinho, faz um resumo da palestra e coloca aqui no Blog.
    Abraço, querido!

  7. Sandra

    SE PUDER, disponibilize em vídeo, Gerald.

  8. Já estão queimando o retrato do Deus Apollo Obama.

    Hamas diz que vai aproveitar este ano para se armar até os dentes para atacar novamente Israel.

    O chefe da ONU departamento de Direitos Humanos é o mesmo que lançou um livro dizendo que foram os EUA que praticaram os ataques ao seu territorio em 11.09.

    Ainda existe FDP que tem á coragem de defender estes cretinos, assassinos e terroristas.

    Ano novo vida nova!!

  9. Aninomyous

    Oh yeah…Chronicles!!! congratulations…

  10. Nina

    Sinto falta de vcs

    passo as vezes pra ver

    enorme pra Pacheco e Ever

  11. Nina

    oops

    enorme beijo

  12. Vamp como vc sabe não sou ator é não atuo nesta area, mas gostaria de ver está palestra do Gerald, tem como postar no blog?

    Estava com saudades de todos, abraços.

  13. O Vampiro de Curitiba

    Collor, vamos ver com o Gerald. Se for gravada em video eu dou um jeito de colocar aqui, sim!
    Abraço!
    Você estava fazendo falta aqui.

  14. Edward

    Bem, eu não falo e nem leio inglês, então, eu não sei o que está escrito naquele cartaz. Quando eu escrever um livro e se ele vender bem, vou passar pelo menos 1 ano no state aprendendo a língua do baraca obama. Até lá, só poderei contar com o tradutor do google mesmo.

  15. Ekran

    É Gerald, enquanto NYork terá voce, aqui teremos a seleção brasileira de futebol contra a Italia no proximo dia 10 de fevereiro.

    Cada país com a sua noção de “arte”

    abraços
    e que NYork caiba toda no LaMaMa no proximo dia 07 de fevereiro.
    ………………..
    eis a escalação:
    Goleiros
    Júlio César (Inter-ITA)
    Doni (Roma-ITA)

    Laterais
    Maicon (Inter-ITA)
    Daniel Alves (Barcelona-ESP)
    Marcelo (Real Madrid-ESP)
    Adriano Correia (Sevilla-ESP)

    Zagueiros
    Lúcio (Bayern de Munique-ALE)
    Juan (Roma-ITA)
    Thiago Silva (Milan-ITA)
    Luisão (Benfica-POR)

    Meio-campistas
    Gilberto Silva (Panathinaikos-GRE)
    Josué (Wolfsburg-ALE)
    Anderson (Manchester United-ING)
    Felipe Melo (Fiorentina-ITA)
    Elano (Manchester City-ING)
    Júlio Baptista (Roma-ITA)
    Kaká (Milan-ITA)

    Atacantes
    Ronaldinho (Milan-ITA)
    Robinho (Manchester City-ING)
    Alexandre Pato (Milan-ITA)
    Luís Fabiano (Sevilla-ESP)
    Adriano (Inter-ITA)

  16. Edward

    Bem, eu não falo e nem leio inglês, então, eu não sei o que está escrito naquele cartaz. Quando eu escrever um livro e se ele vender bem, vou passar pelo menos 1 ano no state aprendendo a língua do baraca obama. Até lá, só poderei contar com o tradutor do google mesmo. [2] (pois não sei se o post entrou)

  17. Nina

    aj collorido saudade de vc tbém!
    continua tão multiply?

  18. Nina

    queimando retratos, deus, apolo, Obama…
    é o velho blog..

    hj em casa resfriada, talvez possa ler alguns posts passados… mas só ler

  19. Nina

    Ekran!

    sempre lindas e sáboas plavras, sejam quais foram
    mais que saudade mesmo…. eita

  20. Nina

    sim Robert tem razão
    oratória é um dom do sr. Gerald, isso ele faz muito bem mesmo
    e dialética

    mas MaMa merece….

  21. Nina

    Anino, e tu como andas, ainda se confunde com Nina nas horas vagas?

  22. Edward

    pelo que eu pude ler e entender, o Gerald tá sendo condenado por alguma coisa que fez no state. Ele roubu a Starbucks, é isso gente fina que dizendo o cartaz?

  23. Nina

    Olha só até o sr. Reinaldo pedroso está por aqui… que coisa….
    não disse Reinaldo prá persistir.

  24. Ekran

    Edward,

    tem uma Starbucks aqui em Sao Paulo na Rua Pedroso Alvarenga, 1284.

    Passa lá e vê se alguem pode te dar umas aulas de ingles… e aproveita e toma uns cafés aromatizados deles, que são muito bons.

  25. Nina

    Ekran, foi cruel

    tem no center 3 também na Paulista, mas lá não tem aula de ingles…

  26. Nina

    Edward, pelo que entendi foi roubado um all star books
    tipo um caderno da all star, entende?

  27. Aninomyous

    Olá Nina, bem que eu poderia estar melhor…principalmente se conseguisse me confundir com Nina nas horas vagas… seria muito doce, ‘não sei quem sou e quem é a nina’… hummmmm hehehehehe 😛

    Beijos

  28. Aninomyous

    O Edward não fala e nem lê nada…que dirá inglês… hehehehehehe 😛 ele tem mãos de tesoura, quando pensa que vai pegar, cortou… 😀

  29. Aninomyous

    Ah sim, e ele foi condenado a fazer apresentações em 15 países por ano…a sua Dry Opera Company!!!

  30. Aninomyous

    digo…o Gerald.

  31. Nina

    Robert,

    corrigindo

    Gerald Thomas não é só bom de oratória, dialética, escrever textos peças, ele não é só um gênio, com todos seus probemas pessoais… ele é bom de amar, bom de sexo, bom de conversar, de se estar junto, bom de brigar (isso é o que ele mais gosta), é bom de encantar pessoas infantis e fazer esse encanto durar mais de 10 anos, ele é bom de cheirar, bom de existir, bom de ter nem que for como amigo.
    Cara ELE É BOM

  32. Dizer e ainda afirmar que o Gerald é bom de oratória me parece carregar nas tintas. Reconheço que o cara é bom em tudo que toca.Viram como a Julia admitiu que gostou de ser tocada por ele?Porem para falar eu tenho minhas restrições.Posso inclusive estar errado,mas é o que eu acho e pronto.
    Lembrando da artista que abriu o bico no playboy eu diria que o Gerald é bom de cantada. Cantada e não cantar. Tampouco falar.
    Falar em e para o publico é foda meu. E o Gerald é muito emotivo.Sem mais nem menos,isto é sem que todos possam esperar ele tanto pode chorar como surpreender a platéia abaixando as calças e mostrando a….mostrando a …..Aquela parte do corpo que as brasileiras são insuperáveis.A famosa e decantada bunda das brasileiras.Isto mesmo.Basta um gaiato ou um bando deles se aproximar e xingar o orador de judeu e tome-lhe bunda de volta.
    Fora isto sempre fica aquela voz de monstro do Gerald. Alguns não entendem porra nenhuma do que ele estará falando e ficarão balançando as cabeças com se estivessem entendendo tudo.
    E eu ainda acho que a voz do Geral é parecida ou lembra a do Boris Karllof que fazia filmes de terror no tempo que o moleque de outrora era moleque mesmo e ia muito aos cinemas dos bairros da cidade onde morava.
    Com todas estas restrições quem ficar falando e elogiando a oratória do Gerald estará puxando o saco do dono do blog.
    Podem discordar do que digo. Eu não sou do PT e portanto não fico julgando que só eu e o meu partido sabemos das verdades.
    E tamo conversado mano.
    Falouuuubicho.

  33. gthomas

    Isso aqui eh muito engracado: nao precisa nem anunciar ao IG que estamos no ar com algo novo: a “coisa” decola por si so: maravilhas de um chat room. A Nina dizendo que sou bom de sexo se nem me conhece! Talvez deve ter ouvido atraves do Freud ou sei la quem

    EdwardL que roubo de Starbucks. Ficou maluco?

    Bem, sim….vou disponibilizar o video sim, quando houver um…ou fazer um live feed, quem sabe….

    mas so em 7 de fev….

    ate la, muitas lagrimas….

    e alguns textos

  34. Nina

    cheirar, para que não haja mal entendido
    ele cheira muito bem
    sem perfume

  35. Nina

    Gerald deixa de ser bobo, foi só uma brincadeira com a coisa da oratória…
    Te admiro, mas como artista.
    Desculpe a brincadeira….

    sorry querido!
    isso realmente éuma loucura
    sou casada meu bem

    ninguem brinca mais nesse lugar?

    mas algumas dessas coisas eu ouvi falar rsrsrsrsr
    deixa eu parar antes de ser banida

    bjs

  36. Pessoal.

    Eu não bebi nada hoje.Mas acreditem que assim que enviei meu comentário acima apareceu na minha frente o pato Donald.E reclamando do meu comentário.Parece coisa de louco
    PQP.As bolinhas que me deram ontem no embalo são do caralho.Só faltava esta.

    RsRsRs

  37. santanna.

    O Targino esta te enganando. Ou no mínimo passando informação errada.
    Ele afirma que o Pacheco é o rei dos disfarces.
    Eu não sou um disfarce.
    Sou o que não pareço, mas que parece ao Targino que sou. Sou o que sou não sendo e não sou o que não sabe quem poderia ser. Não sou nada mais que lembranças na mente de quem parece que sou eu, mas não é e também pode ser. Sou tão complicado que nem mesmo sei se sou ou não sou e acabo sendo.
    E o Pacheco não pode ser o rei dos disfarces porque sempre que ele se disfarça deixa pistas para que todos possam saber quem parece que é, mas não sendo é realmente. E por favor, me ajudem porque não sei c9mo encerrar esta merda que estou teclando.
    Sou então o rei dos indisfarçáveis e facilmente reconhecíveis.
    Pegando todos os disfarces e espremendo só sobra um velho babão. Babão por causa dos netos.
    RsRsRsRs

  38. Nina que papo é este!
    Dizer que cheirou o Gerald assim publicamente?
    Você nem se aproxime mais da minha gôndola. Ingrata.
    Não serás mais querida por mim.

  39. Sue (Happy...)

    Gerald Querido…Magnifico!!

    Dia 7/Feb – Com certeza estarei la…
    Nao sou do ramo , nao entendo de teatro…(so como espectadora mesmo…)
    Mas ouvir voce falar…eh TUDO DE BOM . COM . BR

    Nao perco por nada….

    Nao consegui ler no cartaz hora e detalhes , vou procurar…mas te vejo la com certeza…

    Beijos

    Boa Semana…

  40. Ivo Veiga

    Ezir, digito com dificuldade pois fraturei a mão direita sábado passado, mas lendo seus comentarios no post anterior e sabendo que es linguista, já me encantei com voce. Eu li o Franz Popp e a linguistica é um assunto que muito me interessa, além de música popular e erudita, arqueologia, história e mais um monte de coisas. Prá ver como são as coisas as primeiras impressões geralmente são enganosas, nosso primeiros contatos foram, digamos… não amigáveis, mas quando a li com melhor atenção I changed my mind. Parabens pela lucidez de sus coments. Em homenagem a voce e a todas as damas deste
    blog dedico 2 trechos de músicas ONE HIGHLIGHT FROM “THE PHANTON OF THE OPERA” MUSIC OF SIR ANDREW LLOYD WEBBER LYRICS BY TIM RICE A OUTRA É DO ANTONIO MARIA
    “NINGUÉM ME AMA’ 0BS.: são pequenos trechos e peço a permissão do dono do blog(já que muitos aqui poem letras de música peço a permissão para tal) lá vai.

    No more talk
    of darkness;
    forget these
    wide-eyed fears
    I’m here
    nothing can harm you
    my words will
    warm and calm you.

    e

    Ninguém me ama
    ninguém me quer
    ninguém me chama
    de meu amor…
    A vida passa
    e eu sem ninguém
    e quem me abraça
    não me quer bem.
    É isso aí: só para as damas. Beijos a todas aos barbados um abraço( e minha mão doe pra cacete).
    Gerald não dá prá por uma cópia do cartaz mais legivel? tá difícil de ler.
    Ivo

  41. Edward.

    Oce ta certo meu.Por causa de que nois num fala ingres numvamu se tapiado.

    O cartais fala memo na stabruques,já saquei.ja vi nos firme de bang bang cartais onde se escrevi procurase o bandido fulanu de tar.este ai num tem a fotu Du Gerardo mais oce sacou logo mermão.bota pra fude e fala mermo que nois num é ota.
    O cara levou uma grana preta.A minha Irma estuda ingres e disse que els vai passá o chapéu no tar de casa dos crônico La namerica Du norti.
    CE e porreta mermão.to na tua.pega fundo.

  42. Eu nunca escrevi em porta de banheiro mas uma vez quebrei a regra.
    Trabalhava em uma empresa, a porta do banheiro tinha tanta
    porcaria escrita que resolvi colocar a minha.

    Estava trabalhando, era operador de Mainframe,
    chegou um colega e me disse.
    Targino! Voce escrevendo em porta de banheiro!!!
    Como eu?
    Voce tentou disfarçar mas a letra é sua.

    Pois é Pacheco, tem traços que a gente não consegue esconder.
    Não é so na caligrafia, pode pintar a cara, fazer plástica, os traços
    sempre ficam. No jeito de falar, no jeito de andar, nas reações;
    por essa razão não me dou o trabalho de disfarçar.

  43. Sue (Happy...)

    Nina…

    Hum voce arrasou….no seu comentario…

    ***26/01/2009 – 17:28

    Enviado por: Nina***

    Beijos

  44. Tem mais, seu Jose Pacheco Filho, na internet não se consegue esconder.
    Tem gente que agride os outros pensando que estão
    anônimas. Por isso assino, mostro a minha cara e não faço
    acusações sem provas.

  45. oi só

    ja tem uma tar de Sue rapi falanu que vai na cas dos cronico mode ve o homi falá.
    è tudu grigo mermão.tudus eli fala ingres.
    eu tamen ia se tivesse modu de viajá pra us istteitis.
    a mufufa ta curta la nu barraco.borsa aviaun num tem ainda mais vai te adispois qui nois apoiar o homi traveis.
    Ai a mana vai prus isteiti e segura a barra pranois mandando dólaris que vale pra caraio pra paga dispesa.vale inté mais que o rial.pruisso qui mnois vai tudu votá di novu no cara.

    brigadu comu fala o paxecao qui mora di vizimho di nois cá nas quebrada.

  46. Ivo Veiga

    PS. Ezir, que livros de linguistica me sugeres(pode ser em Ingles, Espanhol, Italiano ou Alemão, mas vai com calma pois sou diletante e iniciante.
    Beijos
    Ivo
    PS do PS o Gerald assaltando Starbuck?

  47. Israel pediu trégua de um ano e meio.
    O que Israel quer não é trégua, é moratoria.

  48. Nina

    Obrigada Sue!

  49. Meus respeitos ao comentário que trouxe a letra de Ninquem me ama.
    Toda artista quando vira saudades é pouco lembrada e a maysa encheu de felicidades muitos que ainda a tem no coração.
    Fico grata ao leitor que se identifica como ivo o qual demonstar possuir muito bom gosto e sensibilidade com noções exatas da alma feminina.

    Muito bom este blog do qual ouvi referencias e estou querendo participar.

  50. Baianinho.

    Vá estudar e depois venha falar bobagens como as que acabo de ler.Sou baiano tambem e não preciso ficar teclando errado.Que voc~e seja mal estudado é um fato lamentavel.peça a sua irmão para mostrar para voc~e como se escreve direito.

  51. Edward

    é que eu não sei inglês: coffee para mim, aparentemente, é café. Ai pensei, gerald roubou café na starbucks (novaiork) para passar noites em claro. rsrsrsrr

  52. Edward

    Esnobes! não saber inglês não é defeito e nem pecado. Moro num país que fala português, por isso me dedico mais ao português.

  53. Ivo Veiga

    PS(3) e antes que alguém venha com gracinha eu passo por cima com meu PzKpfW Leopard eins de 50 Tons. por cima rsrsrsrs.

  54. Edward.

    A mana preparo tradusão pra nois Du cartais.to te mandando agora. A tardusão;

    Tradusão do cartais do americano pra nossa linqua.

    Os procuradu sal dói.agora tem um tar de slivre tamem.ja andaru assartando num monti de ligar nos estranja.A man disse qui Elis já são tudiu conhecidu na Alemanha e até mesmo aqui no Brasil,O Gerardo foi graduado porque a ma~e dele tava ajudando e ela deu um empurraum e dispois o bando aumento com o becketi e outro alemãs que foi o Filipe óculos.A man duiz que besta escritu Grass e istoo em ingres ela disse que ela sabe e aprendeu que é vidru ou oculus.intonces eles ainda vai asartá por mais quinse anus e coisa e tar.
    E no fim ainda vaum paar o chapéu de tradição.
    Oce tava ceru desdi o iniciu.
    Os cara é tudu perigosu.
    Viu comu é bom a mana fala ingreis?

  55. Ivo Veiga

    Agora vou tomar meu analgésico, pois a porra da mão tá doendo mais ainda.
    Abraço a Todos
    Ivo

  56. Ivo Veiga

    Fã da Maysa, seja bemvinda.
    Ivo

  57. Sandra

    Ivo, primeiro a Nina, agora você?
    Espero que melhore.

  58. Sandra

    Gerald, é muito ruim, na hora que passar o chapéu já com umas notinhas mais altas para intimidar a plateia?

  59. Edward

    Pronto, os puxas, agora, vão querer que só quem fala inglês frequente o Blog do Geraldo !

  60. Edward

    Baianinho,

    legal os posts, iu é o cara mais çabido aqui. agora, os esnobes…

  61. Ivo Veiga

    Sandra, que foi que eu fiz? Pô tenha piedade estou ferido hehehe.
    Beijos
    Ivo

  62. Caro TarginoSilva.

    Nada como um dia após o outro. Ou nada como um comentário após o outro.Ou ainda vivendo é que se aprende

    Se entender bem o que li me pareceu que estas criticando minhas entradas com Nicks.
    E me parece de modo injusto.
    Aponte um dos meus vários personagens imaginários que tenha ofendido ou menosprezado alguém e eu darei a mão a palmatória.
    Entro sim e de cara limpa quando necessário.
    Basta procurar e encontraras.
    Acesse o Google. digite coluna do Reinaldo da veja e em seguida Jose Pacheco Filho disse e acrescente o nome de qualquer político expoente do PT.Verás que sempre defendi uma só posição e dando a cara a tapa.
    Sou maior e minha condição atual me permite falar ou escrever o que penso sem medo de nada. a.
    As brincadeiras que faço fazem parte do meu dia a dia. Sou bem humorado de natureza.vivo contando estórias e piadas e sou muito bom no que faço segundo os que me ouvem e que estão sempre me solicitando a repetições.
    Portanto não posso aceitar nem de leve que alguém possa estar me julgando errado.
    Brinco para estar sempre feliz. Existe mal nisto?
    Se fosse o caso o dono do blog já teria me dado um alerta.
    Acho que melhor eu brincando do que outros agredindo.
    Eu copio aqueles que admiro e a idéia no começo partiu de algo que li do Contrera.
    Depois o Fabio PiPiPi me taxou de infantil. Sim disse eu! Porque não!E deslanchei.
    Por isto agora estou surpreso com a tua reação.
    Se te magoei peço desculpas e garanto que não mais se repetirá.
    Aceite um abraço de quem não deseja perder um amigo virtual
    Muito obrigado.

    Jose Pacheco Filho.
    Ou velho babão como você brincando (presumo) me chamou um dia.

  63. Ivo Veiga

    Amanhã, se o Gerald/Vamp permitirem colocarei um trecho de Siegfried em “Gotterdämerung” as damas podem escolher se em inglês ou alemão. Gerald não consigo ler direito o cartaz.
    Ivo

  64. Ivo Veiga

    O Pacheco desse jeito voce vai perder sua identidade, vai chegar uma hora que nem a Ana Luiza , genro e netos vão saber quem é quem. rsrsrsrsrs.
    Abração(agora tá doendo a mão esquerda)
    Ivo(hoje romantico)

  65. Reinaldo Pedroso

    Como costuma acontecer, não havia notado este novo post.
    Por isso, digitei alguns comentários no anterior.
    Essa explicação e aviso dirigem-se aos que não odeiam o que escrevo.
    Reinaldo

  66. Ivo

    Bom falar contigo.

    A Ana está acostumada, pois desde menina ouvia minhas estórias. inclusive as preparações para chegada do Papai Noel,coelho da páscoa e outras.Minha neta mais antiga idem.E o pequeno Gabriel já teve as primeiras mostras.Falta apenas a Juju mas ainda é muito cedo,mas ela também não vai ficar livre.
    O grande problema está no fato de eu mesmo acabar me confundindo e de repente soltar um Quac ao rir de algo.
    Ais sim poderão procurar o Dr. Luiz aqui em Belmonte. A propósito agradeço as tuas boas vindas para a fã da Mais e infelizmente comunico ao amigo que ele foi embora. Tomou sumiço devido ao descontentamento demonstrado pelo senhor Targino Silva o qual como os demais merece todo meu respeito e consideração.Se não estou agradando eu paro.
    Abraços.
    Obrigado.

    Pacheco

  67. Nina

    desculpe vampiro

  68. . Por estas e outras foi que tão brilhantemente o Vampiro ontem abordou a questão do bem e do mal. Do que parece, mas não é.
    Mais admirado ainda o fato de que eu como preconizando tenha afirmado que o Gerald ao me elogiar havia me colocado numa posição que eu mesmo denominei de Bait Man.
    Não sei por que só não acerto na mega Sena.
    Fico surpreso agora ainda mais por ter relido o comentário do Targino.Jamais poderia esperar que a reação as minhas brincadeiras partissem justamente de um dos que gozam da minha consideração e que eu julgava ser inteligente.
    Se for inteligente é detestar brincadeiras ou tentar ir contra o que pode fazer alguém feliz então eu prefiro continuar sendo um simples aprendiz de tudo que meus estudos não alcancem de imediato.

    Sei agora o que o Gerald sente quando fica em estado quase depressivo e com vontade de abandonar o blog
    Senhoras e senhores esta foi minha noite de ser Gerald Thomas.Não o brilhante Thomas,mas o Gerald que recebe pedradas e sempre injustamente porque diz uma coisa e entendem outra.
    É horrível ser este Gerald
    Sentir que estar com os dias contados.
    Partindo e querendo ficar.
    Puta que pariu.me proíbem o fumo e agora não poso mais ser Gepeto.
    Bola da vez.
    Sou atingido.
    Entro na caçapa.

    Obrigado.

    Pacheco.

  69. Ekran

    Sandra,

    segue uma lista de pessoas indicadas para passar o chapeu na plateia, com a sugestão de “at least a 100 bucks, please”:

    (os valores em US$ referem-se as doações registradas durante o ano de 2008 nos EUA)
    …………….
    The largest American charitable contributions of 2008.
    Compiled by the Chronicle of PhilanthropyPosted Friday, Jan. 23, 2009, at 5:54 PM ET

    1 Leona M. Helmsley
    Family wealth, Hotels
    $5.2 Billion
    Leona M. and Harry B. Helmsley Charitable Trust
    Helmsley, who died in 2007, bequeathed—most of her estate—to the Leona M. and Harry B. Helmsley Charitable Trust, which is poised to become one of the wealthiest foundations in the country because of the bequest. The foundation will support the care and welfare of dogs.

    2 James LeVoy Sorenson
    Invention, Investments
    $4.5 Billion
    Sorenson Legacy Foundation
    Sorenson bequeathed the bulk of his estate to his family foundation, the Sorenson Legacy Foundation, in Salt Lake City. The foundation supports arts groups, colleges and universities, charities that help abused children, medical-research programs, religious organizations, and youth groups. Its largest grants have gone to medical causes.

    3 Peter G. Peterson and Joan Ganz Cooney
    Finance
    $215.5 Million
    Peter G. Peterson Institute for International Economics,
    Peter G. Peterson Foundation,Sesame Workshop,Museum of Television and Radio,NewYork-Presbyterian Hospital Peterson and his wife pledged $1 billion—of which $200 million has been paid—to establish the Peter G. Peterson Foundation. Peterson created the foundation to call attention to threats to America’s economic security. The foundation focuses on problems related to the growth of programs like Medicare and Social Security, rapidly increasing health care costs, ballooning budget and trade deficits, low savings rates, and soaring foreign debt. Peterson said his foundation will work to increase public understanding of those problems.

    4 Harold Alfond
    Manufacturing, Retail
    $360 Million
    Harold Alfond Foundation
    Alfond left his life savings to the Harold Alfond Foundation. Alfond did not designate specific programs or nonprofit groups in his bequest, but he stipulated that the foundation continue to follow his focus of giving primarily to charities in Maine that concentrate on health care and on education for young people.

    5 Donald B. and Dorothy L. Stabler
    Construction, Real Estate
    $334.2 Million
    Lehigh University,Donald B. and Dorothy L. Stabler Foundation
    The Stablers created their family foundation in 1965 after their teenage daughter, Beverly, suffered traumatic head injuries in a car accident caused by a drunk driver. The foundation supports colleges, hospitals, and other charities in central Pennsylvania. The bequest to Lehigh, which is for an endowed scholarship fund, is the largest gift the university has ever received. The scholarship fund was set up by the Stablers in 1965 and is designed to support in perpetuity Lehigh students who demonstrate financial need.

    A lista completa com os TOP 60:
    http://www.slate.com/id/2209500/workarea/3/

  70. Paulo do ponto G.

    Entao esta tudo esclarecido, a pixadora da Bienal assaltou o Blockbuster e o Gerald o Starbucks, alguem se habilita no Burger
    King?

  71. Ekran

    Gostaria de ver uma lista dessas aqui no Brasil…ah, é mais facil ver aqui no Brasil a lista de quem mais deposita US$ nas Ilhas Virgens ou em algum outro paraiso fiscal.

    (sorry, meus ressentimentos não resistiram e se fizeram teclar)

  72. Tene Cheba

    E bem o mal, chuvas não responde,
    bem o mal vai ser, chuvas absurdas,
    chuvas, caem, nos cabelos,
    chuvas cabeludas, cinzas, vamos ver,
    e bem o mal vai ser, e o bem bom,
    pretos, brancos e judeus,
    vamos brincar, pretos brancos,
    brancos negros, todos coloridos,
    verde, vermelho, amarelo,.azul,
    então o tom colorido, então a alma,
    então o rio, então você, me bloqueia,
    machados, afiados, trefilados.
    Sou o árabe, sou Judeu,
    não mate meus irmãos,
    não corte minhas mãos, não, nunca,
    me conte, me fale, sou apenas, mais,
    guerreiro do nunca, prisioneiro, do meu DNA.

  73. FRANCINY CHEQUER

    Nossa que saudades de todos, mas temos até um gondoleiro, que charme, nossa estamos chic, Ivo se mandar o texto facilita a vida e manda traduzido, e também para de pegar no pé do Pacheco, pois eu não vejo ele se esconder atraz de seus personagens e quando ele os usa ja sabemos que e e que muitas vezes e uma satira mas sem ofensas.
    Mas vc falou algo sobre indentidade, parei para pensar, e percebi, que quem está em um blog, acaba se expondo muito mais, pois vc não e visto e consegui sim colocar tudo o que pensa em uma tela em branco, e não ser julgado, pois aqui nos somos mentes, e não imagens, ninguem sabe como uns são altos, baixos gordo, magros, mas que diferença faz nenhuma, pois nos respeitamos assim, mesmo, não precisamos medir as palavras, como no dia dia com as pessoas do nossos convivios, as vezes nem temos coragem de expor ideias, mas aqui e bem diferente, e assim nos conhecemos melhor, do que uma pessoa que fica ao nosso lado as vezes o dia inteiro, que coisa engraçada, uns usam pseudos outros o proprio nome, mas o que mais interessa são as ideias, não nomes¹¹¹¹¹¹
    Nome algo que nos deram sobrenome o que quer dizer , ao meu ver e como certidão de propriedade vc e de fulano com ciclano, mas vc não e vc mesmo, pois eu digo uma coisa independente de como assinamos aqui, e so pensar assim, ja que eu não posso ver vc, feche os olhos e qualquer corpo passa ser, o outro, pois o que mqia eu valorizo e o conteudo desse corpo.

    Mil beijos aos meus queridos amigos

  74. Tene Cheba

    Te pedi perdão,
    pedi desculpas,
    perdi minha razão,
    pedi o email, pedi menos,
    fui demais, medir, no metro,
    meu coração absurdo,
    meu vinho insalubre,
    tantas merdas,tantos poemas,
    tantas Aves Marias, Mãe de Deus,
    Mãe de nós, Deus meu.
    Tantas crianças, tantos brancos mortos,
    nenhum post, nada nunca na nuca, nua mentira,
    abrigo a todos, perfeita solidão, perfeito deserto,
    chore, chore, tome sua bomba.Quem é você?

  75. Ivo Veiga

    O Pacheco então tu também era a fã da Maysa é, ainda bem que eu não fiz nenhuma gracinha, quanto aos seus personagem por mim tudo bem.
    Abraço(bivaquiano)
    Ivo

  76. O Vampiro de Curitiba

    Nina, fui eu que vetei seus comentários.
    E você ainda vai me agradecer por isso.

  77. O Vampiro de Curitiba

    O Tene às vezes desaparece, mas quando volta, volta inspiradissimo.

  78. Ivo Veiga

    Franciny prazer relela, eu não acho ruim o Pacheco usar nicks, quem acha é o Targino, por mim o Pacheco pode usar quantos ele bem entender, mas que o da Maysa ele me pegou, pegou.
    Beijos
    Ivo

  79. Ekran

    Tene,

    que tal uma “tabelinha” com o Roberto Piva?
    ………………….
    A Piedade

    Eu urrava nos poliedros da Justiça meu momento abatido na extrema paliçada

    os professores falavam da vontade de dominar e da luta pela vida

    as senhoras católicas são piedosas
    os comunistas são piedosos
    os comerciantes são piedosos
    só eu não sou piedoso
    se eu fosse piedoso meu sexo seria dócil e só se ergueria aos sábados à noite
    eu seria um bom filho meus colegas me chamariam cu-de-ferro e me fariam perguntas por que navio bóia? Por que prego afunda?

    eu deixaria proliferar uma úlcera e admiraria as estátuas de fortes dentaduras
    iria a bailes onde eu não poderia levar meus amigos pederastas ou barbudos
    eu me universalizaria no senso comum e eles dirieam que tenho todas as virtudes
    eu não sou piedoso
    eu nunca poderei ser piedoso
    meus olhos retinem e tingem-se de verde
    Os arranha-céus de carniça decompões nos pavimentos
    Os adolescentes nas escolas bufam como cadelas asfixiadas
    arcanjos de enxofre bombardeiam o horizonte através do meus sonhos

  80. FRANCINY CHEQUER

    Oi meu querido avô virtual, Pacheco, estava com saudades de vc e de seus comentarios, mas vc nunca desagradou, pare com isso , vc eem muitos momentos chega ser um grande amigo, como o Corvo, a que eu tenho um carinho especial, ao ex blog Carlos a quem eu sou fã, Contera vc sabe muito bem o amor e carinho especial que eu tenho por ele, Sandra sempre atenta e firme aqui aturando a todos mas o Targino mandou mais um para o vinagre, sempre falo e vou repetir, aqui e para se discutir se informar, mas tem dias que precisa entrar com uma luva de box, sabe as vezes temos tantas coisas para aprender, e porque não aqui, mas algum sentem prazer em torturar os outros, quantas vidas teremos que viver para prender coisas simples, como respeito, amor caridade e até mesmo aprender com o proximo, pois aqui eu aprendi o Vamp sabe que no inicio eu brigava com Ex blo Carlos e hoje nos comunicamos sempre e o esmo com o corvo o contrera que com ele eu sempre estou aprendendo, mas hoje eu sei o por que, eu não quero mais fugir de mim.

    para alguns pareceu que eu estou meio louca, mas eu não vou mais fugir de mim, pois eu quero saber quem eu sou de verdade e não a imagem que eu tenho no espelho.
    Não quero atingir ninguem so quero falar que recomeçar e a coisa mais certa que podemos fazer as vezes

  81. Ivo Veiga

    O Ekran essa familia Stabler aí que tem construtora e imobiliária hoje deve estar falida né.
    Abraço
    Ivo

  82. Nina

    É ELE QUE VAI TE AGRADECER POR ISSO?
    ISSO CHAMA-SE CUMPLICIDADE
    ADMIRO

  83. O Vampiro de Curitiba

    O ser humano realmente é surpreendente: No texto que escreví aí em baixo, esperava porrada de tudo que é lado. Nada! Fiquei decepcionado comigo mesmo…
    Neste post que não emite opinião alguma, todo mundo quer guerra.
    Paz!

  84. O Vampiro de Curitiba

    Nina, meu anjo, vai por mim!
    Eu não sei o que é medo, mas tenho um senso crítico apuradíssimo.
    É você quem vai me agradecer no futuro.
    Volte à razão, sim?
    Abraço forte!

  85. Edward

    O baianinho caprichou para errar em apoio ao que julgou ser uma brincadeira tua. Sei que era,mantenha tua alegria .

    Anônimo que criticou o baianinho. Bom trabalho amigo.ficas
    Dispensado a partir de agora. pode ser que eu te chame em outra ocasião.Agradeço teu atendimento.

    Professor Pirilampo,

    O teu amigo Pardal não vai poder mais conversar contigo. Ele e eu tivemos o grande prazer de falar contigo.Quiséramos que todos professores tivessem noção das coisas iguais as tuas.Quanto a proposta de criação do sindicato para usufruir mordomias tem gente aqui que simpatiza com sistemas corruptos e encontraras sem duvidas apoiadores aos teus planos.Foi uma honra te conhecer embora brevemente.
    Nina ma noi non dirà più in italiano. linguaggio comune ai miei orecchi per avere nonna del cuore che era campesina i bella come i fiori che hanno preso la cura di .cantava ed hanno mangiato come lioness. Un angelo ha dormito mentre e lo ha denominato come se fosse un violino Dissonant perché Zezinho non ha detto e solo ha detto lo zézino. Il gondoleiro se fuochi a voi. Dice che amava conoscerlo..

    Santanna, o moleque de outrora fica te devendo uma piada.

    Sandra despedidas do Donald para a Sandrinha. Papai Noel fala com ela em dezembro.

    A Todos a Walt – checo agradece pela acolhida dos seus personagens. Estamos na marolinha do lula e em férias coletivas,

    Em Tempo.

    Caso alguém tenha sido ofendido por qualquer dos Nicks de nossa autoria apresentamos nossas desculpas e arrependimentos pela atitude a qual se acontecida nunca foi intencionada
    Ao foi intencionada.

    Muito obrigado.

    Jose Pacheco Filho.
    Ufa,
    Foi duro.
    Volto para a merda dos cigarros.
    Se fumar não escreva.

  86. Ekran

    Ivo,

    só sei que eles doaram alguma coisa ANTES da casa cair…vamos ver a lista em 2009.

  87. Ivo Veiga

    Pô Franciny você quer a letra e ainda a tradução, eu quebrei a mão direita, pra digitar 3 linhas ta o maior sufoco. Faço assim ponho a letra um dia e a tradução noutro dia tá bom?
    Beijos
    Ivo

  88. Paulo do ponto G.

    Quero lembrar a todos os devotos de Saint. Obama que nao se esquecam de fazer as suas preces hoje antes de dormir.

  89. Ivo Veiga

    Ah sim Franciny, somente ponho o texto se o Gerald e o Vampiro autorizarem, senão fico na minha.
    Beijos
    Ivo

  90. O Vampiro de Curitiba

    Cada coisa em seu forum apropriado.
    Tem assuntos de esfera pública, outros, de esfera privada.
    Nem tudo é assunto pra ser tratado num Blog.
    Tem coisas, inclusive, que devem ser simplesmente esquecidas.
    A vida segue! Deve seguir!

  91. Francyni

    Durante as festas de fim-começo de mais um calendário meus netos verdadeiros estveram em belmonte comigo,
    Por estar ainda cheio de amoravõ na mente e no coração destaquei o teu nome para dizae que o avõ virtual esta saindo.Um avõ que avõamente te adimira permanece contigo.

    Beijos.

    Obrigado.

    Pacheco.

  92. O Vampiro de Curitiba

    Ivo, não tem essa de autorização, não.
    Se não for ofensivo a ninguém, manda ver!

  93. Ekran

    Tene,

    depois de ler seus ultimos posts, ainda me fazem lembrar o Piva…

    ………………………………………………………
    o século XXI me dará razão
    (se tudo não explodir antes)

    Baudelaire sangrou na ponte negra do Sena.
    ……molécula procurando a brecha do
    ……….universo & suas trezentas flores
    ……………..assim é a lucidez,
    ……………..o swing das Fleurs du Mal.
    ……….completa tortura roendo a
    ……….realidade
    …………………&
    …………………..l’immense gouffre.
    ……todas as paixões / convulsões no
    …………espelho. Baudelaire & ses fatigues
    …………………rumo à pálida estrela.

    O século XXI me dará razão, por abandonar na linguagem & na ação a civilização cristã oriental & ocidental com sua tecnologia de extermínio & ferro velho, seus computadores de controle, sua moral, seus poetas babosos, seu câncer que-ninguém-descobre-a-causa, seus foguetes nucleares caralhudos, sua explosão demográfica, seus legumes envenenados, seu sindicato policial do crime, seus ministros gangsters, seus gangsters ministros, seus partidos de esquerda-fascistas, suas mulheres navi-escola, suas fardas vitoriosas, seus cassetes eletrônicos, sua gripe espanhola, sua ordem unida, sua epidemia suicida, seus literatos sedentários, seus leões-de-chácara da cultura, seus pró-Cuba, seus anti-Cuba, seus capachos do PC, seus bidês da direita, seus cérebros de água-choca, suas mumunhas sempiternas, suas xícaras de chá, seus manuais de estéticas, sua aldeia global, seu rebanho-que-saca, suas gaiolas, seu jardinzinhos com vidro fumê, seus sonhos paralíticos de televisão, suas cocotas, seus rios cheio de sardinha, suas preces, suas panquecas recheadas com desgosto, suas últimas esperanças, suas tripas, seu luar de agosto, seus chatos, suas cidades embalsamadas, sua tristeza, seus cretinos sorridentes, sua lepra, sua jaula, sua estrictina, seus mares de lama, seus mananciais de desespero.

  94. Ivo Veiga

    Gerald e Vamp a besta aqui agora é que descobriu que dá prá ler melhor o cartaz com a lente de aumento, agora lí tudo.
    Abraço a Ambos
    Ivo

  95. Tene Cheba

    Vamos, as vezes, vamos, vamos mudar, vamos mandar, manda ver,manda mudar o mundo, manda a esperança para o precipício, abismo.Casas que caem, casas de tecidos, morangos rebeldes, rios sem margens.Filho de Ismael eu sou, Mãe, cultiva o meu jardim, me põe sobretudo, os buracos, me dão coragem, minha paisagem é minha alegria, minha valentia, minha ausência.Minha presença, minha inexatidão.Romã, Oliveiras, damascos, pontes, ovos, pão e presunto.Beirute.

  96. O Vampiro de Curitiba

    Pachecão, quero ver se você é realmente guerreiro:
    Vamos fazer um acordo. Coisa de gente grande.
    Desafio-lhe a fazer um pacto comigo.
    Ambos deixaremos de fumar neste mes de Janeiro!!!
    E aí, Pachecão?
    Vem pra guerra comigo?
    Ou vai amarelar?
    Obs: Fumo duas carteiras de cigarro todos os dias, desde 14 anos.

  97. Ivo Veiga

    Vamp é um trecho do Siegfried do Crepúsculo dos Deuses de Wagner, coisa mais pura impossível.
    Abraço
    Ivo

  98. O Vampiro de Curitiba

    Pacheco, vou facilitar as coisas para nós dois.
    Já que estamos no finalzinho de Janeiro, teremos até o final de Fevereiro para parar completamente.

  99. Aqui em belmonte o horário é diferente de Sampa.Estou uma hora atrasado em relação a vcs.posso estar respondendo sem ser perguntado e perguntado sem responder.
    o que confirma o texto de ontem do Vampiro.
    O que parece não é e acaba sendo.

    Eta blog arretado.
    Ficando fica letrado,
    saindo fica f……o.

    A vida é bela e continua.

    Até amanhã.

    Obrigado.

    Pacheco,

  100. Ivo Veiga

    Vou sair pois a mão tá piorando.
    Boa Noite a Todos
    Ivo

  101. Ekran

    Obama tocou na ferida do aborto nos EUA, e as reações na midia começaram…

    Uma propaganda catolica CONTRA Obama:
    http://tv.repubblica.it/copertina/i-no-aborto-se-quel-feto-fosse-obama/28596?video

    E uma contra-propaganda A FAVOR de Obama:

    E isto é apenas a primeira semana de mandato dele…promissor. Se a hipocrisia de ambos os lados cair, já terá sido um grande avanço.

  102. O Vampiro de Curitiba

    Ivo, o Gerald me mandou o tal do cartaz por e-mail. Fiquei num dilema técnico terrível: Se aumentasse o tamanho do cartaz, ficaria quase que ilegível, tudo meio embaçado. Se diminuísse, ficaria transparente como cristal, mas as letras ficariam ilegíveis de tão pequenas.
    Quanto ao texto que você vai mandar, tá esperando o quê?
    Abraço!

  103. Tene Cheba

    Meu caro, Vampiro, Vamp, você é um adorável ser, magnífico, dono da razâo, da coerência, do amor divino, da calma, do silêncio, das virtudes de todo ser primordial.
    Vamp, grande amigo.Sujeito Homem, Grande Sujeito, Sangue Bom. Que as guerras não crie nenhuma intercorrência entre os mortos mortais, vivo mortais, vivo.

  104. O Vampiro de Curitiba

    Volta aqui, Pacheco!!!
    Não vai agora, não!!!
    Eita, fingiu que não leu meu desafio…
    Tsc, tsc, tsc…

  105. Glorinha

    Franciny….
    bom te ver!!!
    [[]]

  106. O Vampiro de Curitiba

    Tene, te admiro desde seu primeiro comentário aqui no Blog. Lembro como se fosse hoje. E a cada dia te admiro mais.

  107. FRANCINY CHEQUER

    Ivo, que chato, mas e uma boa oportunidade para ganhar uns cafunes, primeiro começe com a carinha de cachorro que caiu do caminhão de mudança, e depois aperte os olhos como se estivesse com dor, ai meu caro vc vai melhorar rapidinho com muitos mimos, agora eu te entendo se não traduzir, mas a area que vc quer mandar e linda, de muito bom gosto, mil beijos

  108. Glorinha

    Vampirinho….

    talvez vc lembre daquele filme…antigo…tinha o “gafanhoto” e o mestre que dizia a seguinte frase: “o esperado é inesperado”
    rs…
    [[]]

  109. O Vampiro de Curitiba

    Eu sei qual é, Glorinha.
    Passa sempre na sessão da tarde, né? hehe…
    Beijos, querida!

  110. Tosse tosse tosse.

    Vampiro.

    Sem orgulho algum comunico-lhe que vc perdeu.
    Atualmente estou fumando três carteiras de derby prata. isto em dia normal.
    Se ficar bebendo e ouvindo meus discos ai perco a conta.
    Esta loucura só teve uma pausa há pouco quando estive com os meus netos.
    Fiquei muito com eles e não ia prejudicar inocentes.
    Agradeço tua oferta e a intenção. por coincidência ontem estive com meu amigo o Doutor Luiz Brun aqui de Belmonte e ele (não fuma)e. Disse-me que se largar agora em trinta anos terá limpado a metade de sujeira que tenho no pulmão agora.
    Não espero (bem que gostaria) de fazer esta meia limpeza. mas sou realista.
    Não vou me privar de uma velha amizade que carrego desde que era o moleque de outrora. embora sabendo que este amigo será meu assassino
    A parte que faço é transmitir aos que conheço palavras contra os maléficos e miseráveis cigarros.
    Meu bem
    Meu mau.

    Nota: O doutor Luiz fica admirado com minha saúde e vive nome enchendo o saco. Ele diz sempre que não sabe porque gosta de mim.Eu também gosto muito dele que é um excelente e humano médico.Um Robin Ou da medicina.Esfola os ricos e protege os pobres.

    Obrigado.

    Pacheco. (tossindo).Rindo

  111. O Vampiro de Curitiba

    Pacheco, quer dizer que vai me deixar sozinho???

  112. santanna

    Reinaldo,

    Comigo aconteceu o mesmo a que vc se refere às 21:08.
    Tem msg minha pra vc lá no final do post anterior.
    beijo!

  113. Ekran

    ainda sobre Obama.

    Interessante “Obameter” que monitora o andamento das promessas de campanha agora pelo presidente eleito:

    http://www.politifact.com/truth-o-meter/promises/

    Imagina um desses no Brasil, para qualquer governador, prefeito , presidente, senadores , deputados e vereadores.

    (Geraria empregos, pois em cada cidade haveria pelo menos 1 pessoa monitorando e alimentando o site. Mutiplique isso pelo numero de municipios. Adicione as capitais dos estados e o distrito federal. Why not?)

  114. Glorinha

    Vampirinho,
    serve torcida pra vc parar de fumar??
    se sim então não estará sozinho, vou torcer muito procê!

    Pacheco, torço procê também….mais de levinho porque vc ainda não quer deixar essa fumacinnha feiticeira..rs
    [[]]

  115. Pacheco.
    Voce entendeu tudo errado.
    Não falei de voce, falei das pessoas que entram
    em vários blogs falando palavrão, fazendo acusações,
    não é o seu caso.
    Assim voce obriga a pensar como as pessoas vão reagir
    aos meus comentarios antes de postar alguma coisas aqui.
    Eu economizo palavras, vou ser mais explicito.

    Pacheco voce não esta no vinagre, esta no formol.
    Vou explicar, antes que entendam mal.
    Eu fui criado por avos, quando a minha mãe morreu
    meu pai deixou eu e meu irmão com os meus avos.
    Meu pai era caminhoneiro.
    De vez em quando o meu pai passava e levava eu e o meu irmão
    para pescar em Ubatuba. Meu pai gostava muito de praia.
    Numa dessas idas ele encontrou um parente em Ubatuba.

    Reunidos numa mesa de bar com vários amigos
    discutindo masculinidade, alguem disse ao meu pai.
    “O seu … já está no formol”.
    Meu tinha 13 filhos, 8 da minha mãe e 5 da madrasta.
    Não conhecia camisinha, se conhecia não usava.

    Por uns segundos o meu pai ficou pensativo.
    Chegou aos meus ouvidos perguntou em voz baixa.
    O que é formol?
    Formol é um liquido para conservar defunto, respondi.
    Meu pai olhou para o desafeto e falou.
    Não venha com palavras difíceis que eu tenho um cientista aqui do meu lado.
    Pacheco, voce á ultima pessoa, neste blog, que eu quero brigar, maltratar.
    Voce inventa nome mas deixa o seu verdadeiro nome na tela.
    Isso acontece porque voce tem um site.
    Quem conhece um pouquinho de informática, acha voce.
    Não se zangue meu amigo, voce mora no meu coração.

  116. O Vampiro de Curitiba

    Glorinha, serve tudo!
    Vou precisar mesmo.
    Ano passado fiquei 3 meses sem fumar, sofri um monte.
    Não vai ser nada fácil, sei disso. O cigarro já faz parte de mim, da minha personalidade…
    Obrigado, querida!
    Abraços triplos em você, hehe..

  117. Alo Tene Cheba.Alo Vampiro

    Vampiro li e já respondi,A culpa é ainda dos horários diferentes.
    Bom te ler como sempre.

    Tene

    não entendo muito bem mas é muito bonito aquilo que ecreves.Entendo ao meu modo e gosto do que entendo.
    Abraços Tene.

    Abraços Geraldianos.

    Agora tenho de sair realmente. Entro de manhã bem cedo.Vou a porto Seguro convidado pelo Sr Capitão dos portos de Salvador para a inauguração de um busto do Almirante Tamandaré que ficara na antiga praça do relógio.Para os que já estiveram no local esta praça fica no inicio da passarela do álcool.Próximo de onde saem as barcas que levam turistas aos recifes de corais.haverá inclusive salva de ( 21 tiros ) de um navio de guerra que ficará ao largo.
    Espero muita emoção e o Ivo entende que tipo de emoção eu sentirei. Fora o orgulho de ter recebido convite nominal. Não é por distração que estou me propagandeando.É por vaidade mesmo.Vaidade de ter meus trabalhos e aulas junto aos pescadores carentes desta região reconhecidos pela Marinha.

    Obrigado.

    Pacheco.

  118. O Vampiro de Curitiba

    Targino, não sei se você leu, mas dias desses eu disse aqui no Blog que nós dois tinhamos muito em comum. Descobri mais uma semelhança: meu pai também era caminhoneiro. Eu também peguei a estrada para sobreviver. Grande experiência de vida!

  119. O Vampiro de Curitiba

    Ahh, o Gerald não foi caminhoneiro, mas foi motorista de ambulância, hehe…

  120. Pacheco.
    Peço ao Vampiro que apague as ultimas coisas que escrevi.
    Assim agente passa um apagador e esquece tudo isso.

  121. Luciana

    Nunca consegui me viciar em cigarro, o cheiro sempre achei insuportável, já experimentei, e não consigo ver prazer nisso.Será que tenho algo errado..Meu pai foi viciado em nicotina, vivia fumando , chegava do trabalho , jantava, e já acendia um cigarro.No inverno era horrível, janelas fechadas e o cheiro que me nauseava.Então quando ia dormir, fechava a porta do meu quarto e abria o vidro ,só com a persiana.Mesmo num frio rigoroso, lá estava eu sentindo aquele friozinho gostoso.Meu pai parou de fumar quando a saúde e os pulmões, no inverno, não o deixavam respirar direito.Simplesmente parou e nunca mais colocou um cigarro na boca.Acho que ele devia ter uns 50 anos e poucos.E hoje com 82 anos está firme, agora é o vinho, uma taça de vinho no almoço.Um homem muito forte.

  122. Luciana

    Meus problemas começaram quando percebi que não tinha problemas.E o resto dos jovens eram problemáticos.Não podia ser normal , alguém na idade de 14 anos e não ter problemas, não ter crises, achava tudo bom, a vida bela, tudo…de repente encuquei com isso..e comecei a procurar alguns problemas, bem que dizem quem procura acha, foi o meu caso.Os problemas começaram a surgir aos borbotões.Arrependo-me até hoje ter pensado assim na época.

  123. Vamp e Pacheco,

    GT – 17.37hs. …”até 07 de fevereiro, muitas lágrimas e alguns textos” …

    Enquanto isso, na pausa para nosso “café” (enquanto os textos não vêm, né, Vamp? rs ) … Aliás, seu texto do “bem e do mal”, estava fantástico! Congratulations, mais uma vez!

    BEM VINDOS AO “CLUBE” e … conseguirão … Pacheco e Vamp largarem do vício em nicotina e alcatrão? “Torcemos” para …!!!

    Vocês falaram em “cigarros” e … lembrei-me, Ekran (rs)! O Sr. Bill Gates, criador dêsse “cérebro eletronico que todo mundo usa” (computador), ano passado, junto com o Prefeito de New York (“nem matando” me lembro do nome! ) tomaram um café da manhã, juntos evidentemente, para …???

    – Dar o “pontapé inicial” (US$ milhões) para a “largada” de uma CAMPANHA ANTI-TABAGISMO! Filantropos.

    PS.: O jogo Brasil e Itália, Ekram? Em Londres, querido! Por que? Por que? Por que? O “esporte” rende milhões (“arte” do “economês”)! Você está me saindo muito interessado em futebol, hein, Ekram (rs)? Prefiro você escrevendo, posso? Amo!!!

    Starbucks, Ekram? Está frequentando os “jardins”, né (rs)? Existe mais uma “penca” da franquia – inclusive perto do Estádio do Morumbi. Flamengo no Rio, também?

    Presidentes: Lula: não “fala” inglês. Barack Obama: não “fala” portugues. Conversaram, durante 25 minutos, by tradutores de “confiança” e … Pres. Obama “habla” espanhol? Não sei.

    Beijão a todos e vamos pensar em “arte”! O que é “arte”? É complicado isso aí – eu não sei e arrisco afirmar que “sinto”.

    Sou “fanática” por artes de modo geral, principalmente clássicos da música e literatura (e Freud também – clássico dos clássicos em comportamento humano). Teatro? Minha paixão, como espectadora e … mais não sei.

    Beijos, queridos meus!
    Susan judia

  124. Vampiro.
    Realmente nunca esqueci as aventuras com o meu pai.
    Ele me levou para conhecer varias cidades do Estado de
    São Paulo e do Rio de Janeiro, comer comidas que eu nunca
    tinha comido, dormir em cima de carga, debaixo de lona.
    Dormir na beira de rio, ou pescando a noite inteira.
    Foi uma aventura.

  125. Targino velho amigo virtual.

    Necessariamente embora dirigidas o teu nome as minhas colocações não foram em relação a tua pessoa. nem na leitura e nem nas respostas.
    Antes de hoje eu lá em vitoria já havia tentado despedir a trupe que carrego de entrar no blog.
    No passado o Fábio fez um comentário que o vampiro deixou passar batido. Sinceramente eu não gostei mesmo sabendo que o Fabio é antes de tudo um brincalhão por assim dizer.
    O caso não rendeu muito e assim foi melhor. Contudo notei que depois disto o Pippen parou de brincar comigo.
    E sumiu por uns tempos.
    Depois mais recentemente um pequeno desentendimento com o senhor Reinaldo pedroso. Sem falar no outro leitor que entrava com Nick Garganta.

    Fora isto e por pura incompreensão uma das assíduas freqüentadoras que eu leio quase todos os dias uma vez me mandou esquecê-la e não mais me dirigir a ela. Assim sem razão alguma.Ao menos na minha cabeça estou certo que nada fiz para agredir ninguém..
    Ora, gato escaldado tem medo de água fria.

    Então ao te ler fiquei imaginando quantos poderiam estar não gostando das minhas brincadeiras. e talvez pode ter acontecido de que por distração ou até por ma colocação eu tenha realmente magoado alguém.
    È verdade que sempre deixei pistas (e como para identificação dos meus inventos. Foram tantos que até as contas perdi. Não concordo inteiramente quando disse que é fácil identificar, Para alguns é fácil e para a maioria não considerando inclusive que a maioria faz leituras seletivas e não gostam de escritas longas com as que normalmente fazem. Veja o caso peculiar da Sandra, Em torpedos é lida por todos e manda seus recados com eficácia e competência. Quando se quer enganar é fácil sim. Ai esta o Ivo que segundo eu imagino já estava se preparando para levar uma fã da Maysa para o seu lado. Não sei se eu teria coragem para engatar um romance virtual com um coronel. Acho que não. não faz meu gênero gostar de homens. muito menos em sendo de alta patente. muito menos sendo uma figura humana e descompromissada como é o Ivo que também cultua seu lado criança jogando suas saudades de outrora em miniaturas de trens..
    Portanto Targino não és a causa da minha vontade de para um pouco com a trupe. Você funcionou com um sinal de advertência.Nossa amizade recomeça de onde estava,estava num estado crescente.E continuará crescendo.E será a mesma amizade até quando eu estiver no formol.

    Um abraço amigo.

    Boa noite para todos.

    Agora de verdade.

    Obrigado.

    Pacheco

  126. Ekram,

    Frequento os “jardins”, querido – lado bonito de SPaulo. Ontem você fez referencia a esse costume do paulistano, com ares de crítica negativa – ácida.

    Beijo!
    Susan judia

  127. Obama vem ai.
    Seja bem vindo.
    O que mais queremos é uma maior aproximação com os americanos, fazer bons negocios.
    Fortalecer a amizade e as Americas.

  128. .Assim hoje não durmo.

    Me despeço e olho novamente o blog e fico.

    Vampiro.

    Só tem um meio de para de fumar.

    Infalível.

    Testado e autorizado e orientado por médicos.

    O doutor Luiz já tratou de muitos pacientes com enorme aprovação.

    É muito simples veja a receita|

    NÃO PONHA O CIGARRO NA BOCA.

    Fazendo isto diariamente já não será mais um viciado.

    O resto é paliativo.

    Experimente, É fácil

    Eu mesmo já parei mais de cinco vezes.

    Vais tentar?

    Boa sorte.

    Agora só volto para acender as luzes do blog.

    Nem vou ler mais nada.

    Eta blog viciador,

    Já vou bem, não me puxa…deixa eu desligar o lap top.O que ? Vai me deixar se eu continuar geraldiando……. Mas bem….espera….eu explico…é que o…..o….blog….evita eu fumar mais…..dá um beijo amor….olha estou desligan……..espera…………espera…………

  129. Sandra

    Muitas lágrimas? Por que será que o Gerald disse isso? Tomara que esteja tudo bem.

  130. Sandra

    Beijos em todos! Super boa noite!

  131. Reinaldo Pedroso

    26/01/2009 – 23:52
    Enviado por: Luciana
    (…) Meu pai parou de fumar quando a saúde e os pulmões, no inverno, não o deixavam respirar direito.Simplesmente parou e nunca mais colocou um cigarro na boca.(…)

    Esse tratamento realmente funciona, tecnicamente chama-se Cagaçoterapia.
    Reinaldo

  132. santanna

    “…e vamos pensar em “arte”! O que é “arte”? É complicado isso aí – eu não sei e arrisco afirmar que “sinto”….”
    (Susan judia)

    Oi Susan judia,

    Eu sou designer gráfica, e tb gosto de falar de arte.
    Em posts anteriores eu e o Reinaldo (Pedroso) começamos a conversar sobre arte e design.
    Eu dizia que arte, ao contrário do design (que tem sempre uma função de objeto específica), é uma expressão pessoal que cria pontes entre as pessoas, algo assim.
    E o Reinaldo me passou a definição “a Arte dirige-se à afetividade.
    Afetividade no sentido de conjunto de sentimentos e emoções do ser humano.”
    Então, como vcs dois, tb acho que arte é pra ser mais ‘sentida’, do que ‘entendida’.
    Será que o pessoal por aqui concorda?

    beijo

  133. gthomas

    Sandra meu amor:
    esta tudo bem:

    eh que (infelizmente) existem alguns imbecis que confundem vida com arte e acham que encenacao…(continua..

  134. Reinaldo Pedroso

    Targino & Vamp, aliás, Pedro & Bino, aliás, Fagundes & Stênio.
    Reinaldo

  135. gthomas

    como colocar uma mulher numa coleira….significa humilhar essa mulher (em Kepler the dog…

    essa pessoa eh tao imbecil que nao consegue se lembrar do desfecho do espetaculo onde sao as MULHERES QUE HUMILHAM OS HOMENS , PENDURANDO ELES DE CABECA PRA BAIXO….

  136. Ivo Veiga

    Perdi meu texto Vamp.peraí tenho dica urgentissima sobre cartaz.
    Ivo

  137. gthomas

    …e sao as chamadas “stalkers’
    ou seja
    essas pessoas que SEGUEM
    E QUE PODEM SE
    TORNAR UMA BOMBA
    PORQUE
    SO DE EMAIL E COMENTARIO AQUI
    depois que disse que nao iria mais entrar

    ja foram uns…….

    50

    ah

    sem falar em coma induzida e nomes de nicks e outras maladias, Sandra…um horror. um horror.
    LOVE
    G

  138. Ivo Veiga

    Vamp, no cartaz a esquerda onde aparece “about”, “performances” etc. e só clicar em cima que no lugar do cursor aparece uma lupinha ai clica novamente e o texto aparece claro e límpido dá pra ler numa boa.
    Quanto ao texto do Siegfried amanhã coloco parte, pois o bicho tem 6 horas e 59 minutos(é mole)
    Abraço
    Ivo

  139. Ivo Veiga

    Eu continuo fumando meus 2 maços(ou carteira) por dia, tentei mas não consegui, mas admiro quem consegue.
    Ivo
    PS lembrando no cartaz a esquerda, clique sobre as palavras e aparece a lupa, clicou leu como este texto aqui.

  140. Ivo Veiga

    Gerald, a Sra. Hellen foi colocada em coma induzido, é uma esperança de recuperação melhor que deixar na UTI(CTI) pura e simplesmente, segundo meu irmão que é médico.
    Abraço
    Ivo

  141. Reinaldo Pedroso

    26/01/2009 – 16:51
    Enviado por: Nina
    “Olha só até o sr. Reinaldo pedroso está por aqui… que coisa….
    não disse Reinaldo prá persistir.”

    Nina
    O meu retorno não deveu-se a persistência, fui “perdoado” graças à intervenção de frequentadores do blog junto ao Gerald e Vamp. Devo ter algum valor.
    Reinaldo

  142. Ivo Veiga

    Pacheco sei que quando leres este a cerimônia já terá acontecido, mesmo assim se der amanhã ou no futuro envie ao Sr.Capitão dos Portos de Salvador meus cumprimentos pessoais como irmão de armas.
    Usando suas palavras,
    Obrigado
    Ivo

  143. Ivo Veiga

    Gerald, você como doutor no assunto, peço seu conselho, estou pensando em colocar amanhã, se minha mão quebrada permitir, parte do texto do Gotterdamerung, acho o trecho do Siegfried antes de ser morto pelo Hagen legal, que achas e ponho em alemão ou inglês?

    abraço
    Ivo

  144. Reinaldo Pedroso

    26/01/2009 – 17:28
    Enviado por: Nina
    (…) ele é bom de amar, bom de sexo, bom de conversar, de se estar junto, bom de brigar (isso é o que ele mais gosta), é bom de encantar pessoas infantis e fazer esse encanto durar mais de 10 anos, ele é bom de cheirar, bom de existir, bom de ter nem que for como amigo.
    Cara ELE É BOM”

    Vamp
    Isso também é “Acusação Contrafóbica”?!
    PQP…
    Reinaldo

  145. gthomas

    Ivo: qualquer parte do Anel: sempre em alemao! Bitte!

  146. Ivo Veiga

    Pessoal quando o Pacheco diz que tenho trens em miniatura, ele não entendeu, o que eu tenho é um simulador de trem no qual eu períodicamente trabalho, construindo locomotivas, linhas, vagões etc…
    Ivo
    PS: tive realmente uma maquete com 5 locomotivas e 35 vagões entre carga e passageiros. com estação, casas, arvores tudo em escala HO(1/87) que dei ao filho de treze anos de minha ex namorada(ele hoje está com 17)

  147. Ivo Veiga

    Ja mein Komandant.
    Ivo

  148. Ivo Veiga

    Gerald é o libreto(se é que se pode chamar de libreto 72 páginas)
    que lhe falei com o Karajan e todo aquele pessoal de solistas.
    Comprei em Hamburg no centro junto do lago.
    Abraço
    Ivo

  149. Reinaldo Pedroso

    Lendo os comentários: é irônico alguém “destro” dispor da esquerda.
    Reinaldo.

  150. Ivo Veiga

    Pena que não dá pra enviar o som, a “Marcha Fúnebre” é de arrepiar.
    Ivo

  151. Ivo Veiga

    Aliás eu sugiro a quem tiver interesse em procurar no Youtube, que com certeza terá parte pelo menos do Gotterdamerung, ou do Anel completo ou tudo de Wagner.
    Ivo

  152. Reinaldo Pedroso

    Se alguém em um momento de fúria desferisse um tiro no saco do Gerald, acertaria nas mãos de muitos blogueiros.
    Reinaldo

  153. Reinaldo Pedroso

    Será que foi isso o que aconteceu?
    Reinaldo

  154. Reinaldo Pedroso

    Ekran
    Futebol e Arte não são excludentes.
    Reinaldo

  155. Reinaldo Pedroso

    Leitor da “Playboy”
    És um bobo alegre, tolinho.
    Reinaldo

  156. Reinaldo Pedroso

    Vou navegar.
    Reinaldo

  157. Ana

    boa idéia, a do vídeo, Gerald!
    tente que alguém filme! vai ser bem legal assistir daqui, já que não dá pra gente estar aí!

  158. gthomas

    Ana, boa noite’
    to aqui escreveno artigo pra postar amanha de manha
    LOVE
    G

  159. Bom dia para os que já dormiram e bom sono para os que dormem ainda.
    Já li os que deixaram recados. De baixo para cima como me disse a Ana que fazem os japoneses.Não sei s isto é de fato.mas ela sabe pois já foi casada com um.Um oriundo pois o Fernando é sansei ou nisei.Na verdade não sei o que é o Fernando.O que sei é que é boa gente.Casaram e terminaram e hoje são amigos de unha e dentes.Era para serem o que são e por serem novos confundiram amizade com amor ou amor com amizade.descobriram em tempo e de um casamento errado saíram para uma amizade perfeita.no saldo me deram um grande presente que é a Duda minha neta mais antiga.SÓ PARA TERM UMA IDÉIA IMAGINEM O QUE ACONTECEU NA FESTA DO CASAMENTO.Eu dancei a valsa com a Dudinha que estava alegre e sorridente.Aquela valsa que dançam os convidados após assistirem a valsa dos nubentes.Foi lindo demais,coisa do reino da Pachecolândia e que parecia um sonho se realizando.Talvez uma das grandes emoções que eu senti na vida.Uma carroça na frente do boi.Uma neta dançando com o avô no casamento da mãe da neta e da filha do avô.Todos olhando.Bananas para Fred Astaire e Gene Kelly.Aquela noite quem dançou fui eu.E como dancei.Dei passos até então inexistentes.A dama que dançou comigo era fácil de ser conduzida.Estando em meu colo nem tinha como errar e nem eu em me preocupar em pisar os pés que de sapatinhos brancos balançavam soltos ao redor do meu corpo nos rodopios.Que grande valsa.Talvez tenha ligações remotas com a realidade dos dias atuais onde a Eduarda outrora Dudinha é hoje entre mais coisas também bailarina do corpo de balé oficial da Cidade de Santos.Escola rígida e exigente que trabalha somente com as que se destacam e são selecionadas.gosto de imaginar que o sucesso dela teve origem nos rodopios daquela valsa.na ocasião ela ria muito e lembro que perguntada se estava gostando ela riu e respondeu Dá.este dá deve ter sido um sim porque ela ria.E como ria.talvez por causa dos rodopios e giros.
    Não estranhem quando eu me ponho a contar detalhes da minha vida. é um livro aberto.tenho a certeza de que sou lido até por quem não deveria estar me lendo.E muitas das ocasiões sinto-me com que conversando com estas pessoas que precisam me entender melhor.Aqui neste blog alguns não me entendem ainda.E sei que existem pessoas que embora tenham vivido comigo por quase metade e até um terço da minha existência ainda não me entenderam.por diversas razões.por racismo .por vaidades e por não aceitar que o outro e todos neste mundo não precisam esperar Godot e podem sair e alcançar a liberdade antes que Godot apareça de seu eterno passeio.Tudo se acha se procurado.Inclusive Godot.E para aqueles que nem sabem onde iniciar a busca ,pessoas com o talento do Gerald tentam e tentam mostrar os caminhos.E aqui eu já encaixo o que eu penso que é a arte levada em palcos.penso que a magia do teatro é baseada em demonstrar a todos como é realmente uma situação e como se pode sair para outra se desejada.por exemplo estando você deprimido vá ao teatro e assista uma peça de humor.Daquelas que te façam rir bastante e veja que milagre.Pronto já estas sorrindo.já estas em outra atmosfera.teu interior captou a alegria que os artistas te transmitiram.estes artistas conseguem transmitir seus sentimentos e mudar os dos que os assistem.E mais ou menos o que penso.Na contra mão entre em uma peça triste.você pode ter entrado alegre e satisfeito.Se a peça e os artistas estiverem encenando algo triste certamente você vai chorar.,vai se auto transportar e se tornar o que a peça representa.E de tudo você levará mais sabedoria.Você vera ou sentira como o artista enxergou e focou o que você antes não via..E mais não sei explicar.Paro aqui porque desejo enviar alguns poucos torpedos.

    Fim do primeiro (meu primeiro ato de hoje no teatro da vida).

    Agradeço os aplausos do silêncio.

    Obrigado.

    Pacheco.

  160. Reinaldo Pedroso.

    Sem dúvidas que tua volta é também por teu valor.Antagonismos sadios são complemento necessários para conclusões.
    Desejo te informar que o leitor da Playboy recebeu teu recado.E ele é meio bobinho mesmo.tão bobinho que embora avisado de que não fazia parte da trupe Walt-checo e que por isto não estaria de férias coletivas junto com os outros,mesmo assim teimou e foi junto.Portanto ele não vai poder te responder.Mas com eu sei tudo que ele pensa e embora no momento ele esteja mais perto do Donald e outros te garanto que nesta manhã ele te manda um abraço.

    Faço por ele e faço por mim.

    Obrigado.

    Pacheco.

  161. Ivo.

    Sei que voc~e deu os trenzinhos de presente para um filho de ex-namorada.
    mas quando estas no simulador os ttrenzinhos estão na tua mente.
    Por isto eu os citei.
    posso ter errado no atacado.
    será que não acertei no varejo?
    Agora saio par dirigir até porto Seguro.
    Quero ver o nascente dirigindo.

    Obrigado.

    Pacheco.

  162. Risadinha

    Antes éramos quintal dos EUA agora somos esgoto do mundo.

  163. santanna

    Pacheco,

    Bom dia!
    Vc deseja dar seguimento ao torneio de piadinhas que o Moleque de outrora havia me proposto?
    Lá vai uma!
    beijos

    DIFERENÇA ENTRE AMIZADE MASCULINA E FEMININA

    A esposa passou a noite fora de casa. Na manhã seguinte, explicou ao marido que tinha dormido na casa da melhor amiga. O marido, então, telefonou para dez das suas melhores amigas. Nenhuma delas confirmou.

    O marido passou a noite fora de casa. Na manhã seguinte, explicou àmulher que tinha dormido na casa do seu melhor amigo. A esposa, então, telefonou para dez dos melhores amigos do marido. Sete deles confirmaram, e os três restantes além de confirmarem, garantem que ele ainda está lá!!!

  164. Sandra

    Gerald, quem escreve tais e-mails não acha isso de verdade. Só quer te perturbar. Não se encolha por isso.
    BRILHE AINDA MAIS!!!!

  165. Sandra

    Por falar em brilhar, por (de)formação profissional inclusive, eu não consigo ver alguém se encolher, não expandir todo o seu potencial. Pacheco, você precisa dos outros nicks para se expressar por inteiro. BRILHE!!!!

  166. Ekran

    Obama “no front”

    January 27, 2009
    In Interview, Obama Reaches Out to Muslim World
    By THE ASSOCIATED PRESS

    Filed at 6:18 a.m. ET

    CAIRO, Egypt (AP) — President Barack Obama on Tuesday chose an Arabic satellite TV network for his first formal television interview as president, delivering a message to the Muslim world that ”Americans are not your enemy.”

    The interview underscored Obama’s commitment to repair relations with the Muslim world that have suffered under the previous administration.

    The president expressed an intention to engage the Middle East immediately and his new envoy to the region, former Sen. George J. Mitchell, was expected to arrived in Egypt on Tuesday for a visit that will also take him to Israel, the West Bank, Jordan, Turkey and Saudi Arabia.

    ”My job to the Muslim world is to communicate that the Americans are not your enemy,” Obama told the Saudi-owned, Dubai-based Al-Arabiya news channel.

    Obama said the U.S. had made mistakes in the past but ”that the same respect and partnership that America had with the Muslim world as recently as 20 or 30 years ago, there’s no reason why we can’t restore that.”

    http://www.nytimes.com/aponline/2009/01/27/world/AP-ML-Obama-Mideast.html?_r=1&hp

  167. Ana

    Excelente!

    E por falar nisso tudo, dêem uma olhada nisso:

    5 mil anos de religião em 90 segundos

    http://mapsofwar.com/images/Religion.swf

  168. O Vampiro de Curitiba

    Beleza de artigo!!!
    O Gerald está inspiradíssimo!

  169. Ana

    Ah, e notem que TODAS as religiões são marcadas pelo NASCIMENTO de seus fundadores ou inspiradores.

    O cristianismo é a única marcada pela morte de alguém.

    Que lástima.

  170. O Vampiro de Curitiba

    Pessoal, colocamos o texto neste mesmo post para não interromper as discussões que aconteciam aqui.

    Ahh, Bom Dia, meus amores!

  171. Ana

    Muito bom ver Obama agir rapidamente! Muito, muito, bom!

  172. Ana

    Partido do pressuposto que o mundo (diz que) briga por conceitos religiosos, a gente pode desconfiar descaradamente do islamismo e do cristianismo: ambas as religiões lutaram para serem aceitas, e para sofrerem expansões. Enquanto o budismo e o hinduísmo, e mesmo o judaísmo (sem falar nas religiões “não oficiais”, ok?), se espalharam (caso do budismo), ou não, per se.

  173. O Vampiro de Curitiba

    Interessantíssimo o link da Ana sobre as religiões!
    Mais interessante ainda é que a legenda não diz “Mapa das religiões”,mas “Mapa das Guerras”!!! Tudo a ver!

  174. Sandra

    “Depois de tanto tempo sob ‘comando ou domínio americano’ esses sujeitos simplesmente seriam vistos como infiltrados e qualquer um, seja no Afeganistão ou no Paquistão, ou seja onde for, olharia para eles com uma tremenda desconfiança! ”

    Mas eles são ou não terroristas?
    Se são inocentes, por que não os devolver aos países de origem, devidamente indenizados pela injustiça que sofreram?
    Se são terroristas e os EUA apostam que eles não voltarão para as antigas organizações, por que não os libertar no próprio território?

    E NADA justifica tortura.
    E NADA justifica terrorismo.

  175. é realmente emocionante ver as noticias por aqui do Obama, quem não se emociona com isso deve ter problemas, e que diz que o Obama é o outro lado da mesma moeda tem sérios problemas.
    boa palestra no La MaMa
    beijo
    p.

  176. Sandra

    E se os demais países acham Guantánamo tão absurda e cobram seu fechamento, por que não querem aceitar os prisioneiros?

    Querem provas de que são inocentes? Por que não quiseram essas provas para pedir o fechamento da prisão?

  177. santanna

    Ana 11:33,

    Não é pela morte, é pela RESSURREIÇÃO.
    A PÁSCOA, o RENASCIMENTO, a renovação após a morte.

    Não tenho tempo agora, mais tarde comento a das 11:40.

  178. Sandra

    Existe alguma maneira legal de se resolver esse problema?

  179. Sandra

    “quem não se emociona com isso deve ter problemas”
    Pancho, então eu tenho problemas, pois toda vez que alguém tenta me convencer com um argumento desses, ligo o desconfiômetro.

  180. Sandra

    Eu sou convencida na razão ou na emoção. Não na pressão.

  181. Glorinha

    Bom dia a todos!!!

    Gerald, nesse post foi-me possível deslizar com os olhos…e as d+ coisas que integram a arte de não se deixar cegar pelo que ofusca….sempre é must ler…
    [[]]

  182. robert

    “A melhor mesmo, a melhor de todas naquela Washington DC (fora um lindíssimo sentimento “Woodstockiano”, sem a nudez ou as drogas ou a lama), foi a de um Dick Cheney saindo, indo numa cadeira de rodas: um inútil, um aleijado, um Hamm de Beckett, um canastrão, um Dr. Strangelove, um amputado!” (GT)

    É verdade. Eu também fui marcado por essa imagem. Pareceu-me um castigo que os injustos devem pagar. Realmente foi a imagem de um governo que patrocinou guerras, saiu com a economia norte-americana em recessão e etc. Vamos observar –se– o atual presidente norte-americano reverterá essa –realidade–, porque a imagem de Obama já provou ser grande.

  183. Ana

    Vamp, notei a mesma coisa! Loucura, não?
    bjs

  184. Ana

    Mas veja a index do site: http://mapsofwar.com/index.html

    TUDO SOBRE GUERRAS.

    Um prato cheio! Muito provavelmente de sangue…

    Deixa eu trabalhar; volto na primeira oportunidade.

  185. juliano

    O fechamento da prisão de Guantamano é otimo, mas o que fazer com os prisineiros? Nao poderiam ser julgados na justiça americana tendo em vista que não cometeram crimes no solo americano, se forem levados de volta ou seriam mortos pelos governos locais ou pelos antigos companheiros. A solução é o asilo politico em diversos países. Mas por exemplo se Lula aceita receber alguns deles imagina a reação dos blogueiros e articulistas de direita? Hoje já li um post do reinaldão sobre isso. Sou favoravel que cada pais recebe pelo menos dois prisioneiros lhes proporcionando oportunidade de começar uma vida nova e até como forma de cooperar com o governo Obama. Agora a crise economica é uito séria, a economia amaericana está numa situação muito dificil, e as fraudes são pela confiança absurda de Bush no mercado e na sleis de desregulamentação, que fizeram das empresas ´paraisos d efraude e privilegios.

  186. Ana

    27/01/2009 – 12:12
    Enviado por: santanna

    já fui católica. aliás “nasci” católica; fui até carismática (da renovação carismática – aquela ala da igreja um pouco menos conservadora); sei do que vc está falando, mas HISTORICAMENTE, o nascimento do cristianismo se deve à morte de alguém, e não ao seu nascimento.

  187. Ana

    veja o filminho no link, e choque-se com o óbvio (eu mesma me senti chocada): o cristianismo tem seu início com a morte de Jesus.
    sem contar que a bíblia – segundo testamento – começou a ser escrita mais precisamente uns 200 anos depois da morte dele.

    a questão é:

    — religião não paga imposto
    — faz facilmente a cabeça de quem tem preguiça de pensar, e não compreende o incompreensível
    — motiva politicamente as pessoas
    — faz as vezes da justiça
    — e transforma todo mundo em inimigo.

    prefio a definição que meu filho deu ontem para religião:

    “RELIGIÃO, MÃE, É COMO TIME DE FUTEBOL. CADA UM TORCE PELO SEU”

    ou seja, sem muitas delongas, afinal até a física quântica busca a Criação.

  188. Ana

    Juliano, isso dá pano pra manga.

    Volto mais tarde.

  189. Ana

    aliás, em tempo: já li fanáticos chamarem Obama de “a besta”, afinal está no apocalipse que “a besta” ganharia a confiança de todas as nações, etc, etc, etc.

    quanto BOBAGEM.

    se existe inferno, é aqui.
    se existe diabo, somos nós mesmos.

  190. gthomas

    27/01/2009 – 12:47
    Enviado por: juliano
    O fechamento da prisão de Guantamano é otimo, mas o que fazer com os prisineiros?

    GT- Ha cerca de 2 anos, 4 britanicos islamicos forma devolvidos a Leeds e Manchester assim, sem mais nem menos, do dia pra noite ou da noite pro dia. E soltos em terras da UK…. E..andaram feito andarilhos……nao aceitos por ninguem, muito menos pelas suas proprias familias. Um esta internado numa loony bin (asilo de loucos) e os outros conseguiram empregos normais. NO CHARGES against them. Ou seja, nada contra eles.
    Muitos deles estao num PARADOXICAL LAND, numa terra de Kafka. Mante-los preso nao da. Solta-los nao da. Estao EXPORTANDO gente!

    VC -Nao poderiam ser julgados na justiça americana tendo em vista que não cometeram crimes no solo americano,

    GT- Mas poderiam sim se houvesse prova. Mas nao ha e por isso a coisa se arrasta. Eles ja extrairam todas as infos que queriam. Ja fazem 7 anos que muitos deles estao la. Me diga o que alguem ainda tem pra dizer? Muitos nem lembram do proprio nome e se lembrarem que aquele BURACO em TORA BORA fica ….a tres metros de….agora NAO ESTA MAIS LA.

    VC- se forem levados de volta ou seriam mortos pelos governos locais ou pelos antigos companheiros. A solução é o asilo politico em diversos países. Mas por exemplo se Lula aceita receber alguns deles imagina a reação dos blogueiros e articulistas de direita? Hoje já li um post do reinaldão sobre isso. Sou favoravel que cada pais recebe pelo menos dois prisioneiros lhes proporcionando oportunidade de começar uma vida nova e até como forma de cooperar com o governo Obama. Agora a crise economica é uito séria, a economia amaericana está numa situação muito dificil, e as fraudes são pela confiança absurda de Bush no mercado e na sleis de desregulamentação, que fizeram das empresas ´paraisos d efraude e privilegios.

    GT- O BUSH e o Rumsfeld criaram uma enorme confusao com issp, quebrando a Convencao de Genebra!

  191. Sue (Happy...)

    Magnifico…
    (Bom Dia com muito Frio….,mas tambem CALOR HUMANO)

    MAGNIFICO simplesmente MAGNIFICO ,
    Fico impressionada como voce ((trabalha=mexe com as palavras com as palavras com uma *maestria* rara…)
    Principalmente ainda pelo fato ter nascido no Brasil…

    Isso faz parte dessa sua **cabecinha** para la de privilegiada…

    Beijos

  192. O Vampiro de Curitiba

    Por falar em terroristas:

    Após quebra de trégua, Israel retoma ataque aéreo contra Faixa de Gaza
    27/01 – 12:38 – Redação com agências internacionais

    ImprimirEnviarCorrigirFale Conosco
    TEL AVIV – Israel efetuou nesta terça-feira seu primeiro ataque aéreo desde a trégua com o Hamas implantada no dia 18 de janeiro deste ano. A ofensiva veio como resposta ao ataque que matou um soldado na fronteira com a Faixa de Gaza nesta manhã.

    Israel diz que responderá à morte de soldado em Gaza
    Veja a galeria de fotos do conflito em Gaza
    Veja o mapa da região do conflito
    Entenda o conflito na Faixa de Gaza entre Israel e Hamas

    O primeiro ataque aéreo de Israel desde o estabelecimento de um cessar-fogo na Faixa de Gaza causou hoje a morte de um palestino, aparentemente civil, no sul do território palestino.

    Testemunhas disseram que a vítima andava de moto pela cidade de Khan Yunes, no sul de Gaza, quando foi atingido por um foguete lançado por um avião de Israel.

    Quebra de cessar-fogo

    O exército israelense confirmou que um de seus soldados morreu e três ficaram feridos por uma carga explosiva na fronteira com a Faixa de Gaza nesta terça-feira, o primeiro ato de violência desde o cessar-fogo instaurado em 18 de janeiro.

    Fontes palestinas e militares israelenses disseram que os milicianos detonaram por controle remoto uma bomba na passagem da patrulha militar israelense.

    A autoria do ataque, seguido por um tiroteio, ainda não foi reivindicada por nenhuma facção armada, embora a rádio do Exército israelense tenha afirmado que os autores do ataque foram milicianos do grupo islamita Hamas.

    Pouco depois do ataque, os tanques israelenses abriram fogo na direção do sul da Faixa de Gaza e mataram um palestino de 24 anos, indicaram fontes médicas.

    Este incidente é o ataque de maior violência desde que foi declarado um cessar-fogo em 18 de janeiro nos combates na Faixa de Gaza, controlada pelo Hamas, depois de uma ofensiva militar israelense de 22 dias.

    Tanque israelense patrulha fronteira de Gaza / AP

    A ofensiva israelense durou três semanas e matou cerca de 1,3 mil palestinos. Outros 13 israelenses morreram, sendo dez deles soldados. Mediadores do Egito têm se encontrado separadamente com representantes de Israel e do Hamas para tentar negociar um cessar-fogo permanente.

    O grupo palestino pede a reabertura das fronteiras de Gaza, inclusive com o Egito, e o fim do bloqueio econômico israelense.

  193. Sue (Happy...)

    Errata:

    fato NAO ter nascido no Brasil…

  194. O Vampiro de Curitiba

    Ainda sobre terroristas:

    Pensando bem, se o Brasil deu asilo ao assassino italiano, por que não dar asilo aos terroristas islâmicos. O PT filia todos eles e ainda morde 10%… Nuncantesnestemundo…

  195. O Vampiro de Curitiba

    Ahhh, vocês já devem ter percebido,né? Continuamos com problemas no Blog.

  196. juliano

    Vamp eles são terroristas islamicos? Já foram julgados?Por quem? Agora coloco essa discussão no blog: Qual a opinião de vocês se o Lula aceitasse dar asilo pra alguns prisioneiros de Guantanamo? Sou favoravel

  197. Sandra

    Por que eles seriam mortos nos países de origem?

  198. Sandra

    Por que os britânicos não foram aceitos nem por suas próprias famílias?

  199. O Vampiro de Curitiba

    Juliano, eu já expressei minha opinião no comentário anterior. Mas entendo sua dúvida, afinal, como eu disse num outro artigo, “Surrealismo pouco é bobagem!” Aqui em Banânia nós perdemos o senso de ridículo. Não há ironia que não se confunda com realidade, não há tecla SAP que traduza tamanha confusão mental. Estamos sob a era dos petralhas.

  200. juliano

    Quase todos somos contra a prisão de Guantanamo?Mas qual a saída? Aceitariamos dar asilos a esses prisioneiros que nem foram julgados ?Ou deixariamos pros outros resolverem? Só solta-los em algum lugar não resolve e dai?

    Sandra um prisioneiro afegão acusado de ser taliban ou terrorista certamente seria morto pelo governo ao chegar no Afeganistão. No mais os “antigos” companheiros iriam achar que eram agentes infiltrados.

  201. Sandra

    Por que o Brasil, que não deu asilo a esportistas cubanos, deveria dar a essas pessoas?
    Eles deveriam ser julgados em seus própios países.

  202. Sandra

    Por que devemos aceitar extirpação de clitóris como diferença cultural, mas não a pena de morte?

  203. Aninomyous

    Xi, seis são uns cristão chulé meu! que morte o que? o Cristianismo nasce da RESSURREIÇÃO do Deus filho! o resto é balela de Cristão Tristão, da boca pra fora falando do que num sabe…vai falar fofoca na cozinha! hehehehehehe 😛

  204. Sandra

    Eu sou contra a pena de morte, mas uma pessoa que seria condenada à morte em seu país, aliás, por um crime que abomino, deve ser solta, vivendo feliz para sempre no meu país, enquanto outras pessoas que cometeram crimes menores cumprem pena?

  205. juliano

    Sandra eles receberiam um julgamento justo? Então o Lula estava certo quando mandou os cubanos serem julgdos em seus proprios paises?

  206. juliano

    Na realidade Vamp estou falando serio,rs. Nós criticamos a prisão de Guantanamo, falamos de justiça, liberdade, que ninguem pode ser condenado sem um julgamento justo. Quando falamos em dar asilo a esse prisioneiros todo mundo é contra ou pula fora. Se criticamos Guantanamo e achamos que são prisioneiros politicos, que sofreram torturas, que não há provas contra eles, tenho a obrigação de defender que o Brasil conceda asilo. O caso do terrorista italiano é diferente, é um assassino comprovado, teve um julgamento justo numa democracia, totalmente diferente.

  207. José Youssef José

    Juliano,

    É aquele negócio: os mensaleiros ainda são inocentes! Não estão condenados. Deixem eles trabalhar. OK, mas você, Juliano, aceitaria que o Genoino, que assina sem ler( aham, acredito), dormisse na sua casa ao lado da sua esposa? Eu, por exemplo, não.

    Esses prisioneiros, culpados ou inocentes, são um grande pepino. Eu, como brasileiro, não quero suspeitos de terrorismo no meu país( Não somos obrigados a recebê-los[ JUSTO, NÃO?]) . Eu quero no Brasil gente produtiva!

  208. Sandra

    Eu não tenho dó de talibans ou terroristas. Por mim, eles ficam em Guantánamo. Mas, SEM TORTURA. Mas, com pena com duração definida, nem que seja perpétua. E depois de provar, através de interrogatórios LEGAIS, se são mesmo terroristas.

  209. juliano

    Eu nunca aceitaria extirpação de clitóris como diferença cultural, quem fez essa tese maluca Sandra? Aonde está isso? Sou contra pena de morte, mas se um pais resolvesse por ela que fosse num julgamento justo, com ampla defesa e contraditorio, numa democracia e JAMAIS por finalidades politicas? Nós rtasileiros apontamos nosos dedos criticos para o mundo, para quando temos que adotar uma posição pulamos fora. Já decidi que não vou decidir nada,rs. Pela concessão do asilo pelo Brasil dos prisioneiros de Guantanamo!

  210. Ekran

    Sandra,
    esse ponto que vc levantou vale um post inteiro a parte.
    Duvido que alguem faça uma boa argumentação.
    Sobram preconceitos e faltam razões para essas “diferenças culturais”.

    Quando vi “A Caminho de Kandahar” confesso que não engoli muita coisa daquela cultura que o filme mostra.

    abraços

    # 27/01/2009 – 13:41 Enviado por: Sandra
    Por que devemos aceitar extirpação de clitóris como diferença cultural, mas não a pena de morte?

  211. Aninomyous

    As guerras não são motivadas por religião, elas existem de diversas maneiras, isso remete ao Bem ou Mal, o Mal se oculta por trás de dinheiro, terras, religião, passionalidades ou qualquer outro argumento que lhe proporcione polêmica e divergências suficientes para sua exteriorização, em tempo:
    Podemos usufruir de dinheiro, possuir patrimônio e bens, nos relacionarmos e termos vida social ativa sem necessáriamente passarmos por conflitos, muito menos armados.
    Nem todo pobre tem que ser um burro ignorante, nem todo rico tem que ser um covarde inimigo de todos, nem todo religioso tem que ser radical e intolerante, nem todo casal precisa se matar por ciúmes, nem todo cientista precisa ser prostituido e mercenário, mas todos podem servir como desculpas para o mal se aflorar…ou algo assim.

  212. José Youssef José

    ”Por que devemos aceitar extirpação de clitóris como diferença cultural, mas não a pena de morte?”

    De fato, essa questão da Sandra — não foi — respondida satisfatoriamente por ninguém do planeta Terra. Muito mais do que aceitar a mutilação do clitóris, estamos tratando quais são os limites do multiculturalismo. Até que ponto devemos aceitar práticas como essas, que são consideradas pelo pensamento Ocidental, monstruosas. A meu ver, nós, os ocidentais, devemos estabelecer algum tipo de limite ( não sei qual, mas devemos).

  213. gthomas

    Juliano
    eu te dei uma resposta pra umas questoes la em cima
    mas acho que vc nem notou
    LOVE
    G

  214. “Escrever para não me perder na névoa dos dias intermináveis, a cabeça enfiada no travesseiro, repito para mim mesmo que não é verdade. Que não sou eu esse homem que a mídia transformou em monstro e condenou ao silêncio das sombras. Que só pode se tratar de um personagem de romance, um desses obstinados que ficam tentando se impor e destruir a história que se está escrevendo. Tantas vezes corri atrás deles ao longo de meus livros que não posso deixar de reconhecê-los. E sei que não é nada fácil alcançá-los. Refaço, então, o caminho inverso – eu me conto. Isso tudo parece um diário íntimo. E eu sempre tive horror a diários íntimos.”
    Cesare Batistti

    (I feel you)

  215. Glorinha

    eh Vampririnho…não existe trégua…apenas um esperar que traz agonia e vai matando aos poucos….depois dele vem o barulho que mata de monte e de uma vez….
    eh triste….a humanidade está desumana.
    []

  216. SANGUE…(continua a “hemorragia incontrolável” no Oriente Médio! Ministram (tratam) com anti-coagulantes (trégua) de vez em quando mas o prognóstico (futuro) da recidiva (volta) da maladie (doença) continua sombrio. Muito preocupante!

    Prisioneiros de guerra, Direito Internacional, Direitos Humanos, etc… Conjunto de leis que regulamentam nossas vidas, cá ou acolá; feliz ou infelizmente, para a Humanidade.

    Acredito que os prisioneiros de Guantanamo, estejam sujeitos a essas leis. Civis e/ou militares. Civis, estão excluídos à proteção, nacional ou internacional, desses chamados “direitos de prisioneiros de guerra” – sob alguns aspectos jurídicos.

    “Parece-me” que está havendo uma grande polemica (vi numa matéria de TV) sobre a prisão, há 6 anos, de um garoto (à época com 15 anos) islamico. Por que?

    Num confronto, foi resgatado, ferido, com uma granada nas mãos – em meio a outros tantos companheiros seus, civis, já mortos pelas forças – militares – dos “seus inimigos”.

    Pelo que entendo e não sou uma profissional dessa área (Direito) o rapaz, menor de idade, civil, portava uma “arma”, num confronto entre forças adversárias – militares.
    Nesse contexto, foi encarado como terrorista. Alguma semelhança com os nossos brasileirinhos, “menores de idade”, assassinos que deveriam ser julgados, por um tribunal?

    Já os prisioneiros de Guantanamo, se forem devolvidos às suas pátrias, mesmo julgados, absolvidos ou não, serão, eternamente, “discriminados” como traidores, informantes, alcaguetes, etc. das atividades do seu próprio povo (irmãos) e pátria (mãe). Serão vítimas, mais uma vez, do processo de tortura a que foram submetidos em Guantanamo.

    O Governo brasileiro, pelo que sei, já ofereceu exílio a muitos refugiados de conflitos internacionais (guerras civis e militares), mas, “nessa” – a de importar – prisioneiros de Guantanamo vai carecer de muita diplomacia e honestidade política, para oferecer ajuda na resolução desse imbroglio e sair ileso. Muito particularmente daquele dos esportistas cubanos; e principalmente, perante a própria opinião pública brasileira e cubana.

    Um bom dia dia para todos nós!
    Susan judia

  217. SOBRE GUANTÁNAMO, e reforçando o já dito pelo Sr. Thomas…

    Existe uma coisinha chamada Declaração Universal dos Direitos Humanos (não vou nem falar de Constituição, do Bill of Rights dos americanos, et cetera…)… Restringir-me-ei a essa carta da ONU (do prédio feio e corrupto do lado do apê do GT em Nova Iorque, conforme sua definição) que trata dos direitos de TODOS os seres humanos (terroristas condenados, inclusive), pelo simples fato de serem SERES HUMANOS (mesmo os piores deles).
    Obs.: só citarei os artigos importantes na discussão. O resto pode ser lido em
    http://www.mj.gov.br/sedh/ct/legis_intern/ddh_bib_inter_universal.htm

    “DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS – Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948.

    Preâmbulo:
    Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e de seus direitos iguais e inalienáveis é o fundamento da liberdade, da justiça e da paz no mundo,
    Considerando que o desprezo e o desrespeito pelos direitos humanos resultaram em atos bárbaros que ultrajaram a consciência da Humanidade e que o advento de um mundo em que os homens gozem de liberdade de palavra, de crença e da liberdade de viverem a salvo do temor e da necessidade foi proclamado como a mais alta aspiração do homem comum,
    Considerando essencial que os direitos humanos sejam protegidos pelo Estado de Direito, para que o homem não seja compelido, como último recurso, à rebelião contra tirania e a opressão,
    Considerando essencial promover o desenvolvimento de relações amistosas entre as nações,
    Considerando que os povos das Nações Unidas reafirmaram, na Carta, sua fé nos direitos humanos fundamentais, na dignidade e no valor da pessoa humana e na igualdade de direitos dos homens e das mulheres, e que decidiram promover o progresso social e melhores condições de vida em uma liberdade mais ampla,
    Considerando que os Estados-Membros se comprometeram a desenvolver, em cooperação com as Nações Unidas, o respeito universal aos direitos humanos e liberdades fundamentais e a observância desses direitos e liberdades,
    Considerando que uma compreensão comum desses direitos e liberdades é da mis alta importância para o pleno cumprimento desse compromisso,

    A Assembléia Geral proclama

    A presente Declaração Universal dos Diretos Humanos como o ideal comum a ser atingido por todos os povos e todas as nações, com o objetivo de que cada indivíduo e cada órgão da sociedade, tendo sempre em mente esta Declaração, se esforce, através do ensino e da educação, por promover o respeito a esses direitos e liberdades, e, pela adoção de medidas progressivas de caráter nacional e internacional, por assegurar o seu reconhecimento e a sua observância universais e efetivos, tanto entre os povos dos próprios Estados-Membros, quanto entre os povos dos territórios sob sua jurisdição

    “Artigo II – Toda pessoa tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidos nesta Declaração, SEM DISTINÇÃO DE QUALQUER ESPÉCIE (grifei), seja de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento, ou qualquer outra condição.
    (…)
    Artigo V – Ninguém será submetido à TORTURA (grifei), nem a tratamento ou castigo cruel, desumano ou degradante.

    Artigo VI – Toda pessoa tem o direito de ser, em todos os lugares, reconhecida como pessoa perante a lei.

    Artigo VII – Todos são iguais perante a lei e têm direito, sem qualquer distinção, a igual proteção da lei. Todos têm direito a igual proteção contra qualquer discriminação que viole a presente Declaração e contra qualquer incitamento a tal discriminação.

    Artigo VIII – Toda pessoa tem direito a receber dos tributos nacionais competentes remédio efetivo para os atos que violem os direitos fundamentais que lhe sejam reconhecidos pela constituição ou pela lei.

    Artigo IX – NINGUÉM SERÁ ARBITRARIAMENTE PRESO, DETIDO OU EXILADO (grifei)

    Artigo X – Toda pessoa tem direito, em plena igualdade, A UMA AUDIÊNCIA JUSTA E PÚBLICA POR PARTE DE UM TRIBUNAL INDEPENDENTE E IMPARCIAL (grifei), para decidir de seus direitos e deveres ou do fundamento de qualquer acusação criminal contra ele.

    Artigo XI – 1. Toda pessoa acusada de um ato delituoso tem o DIREITO DE SER PRESUMIDA INOCENTE ATÉ QUE SUA CULPABILIDADE TENHA SIDO PROVADA DE ACORDO COM A LEI (grifei), em JULGAMENTO PÚBLICO no qual lhe tenham sido asseguradas todas as GARANTIAS NECESSÁRIAS À SUA DEFESA (grifei) – significado: ninguém tem de provar que é inocente; o ônus da prova é do acusador, cabe a este provar que o acusado é culpado.

    (…)
    Artigo XIV –
    1.Toda pessoa, vítima de perseguição, tem o direito de procurar e de gozar asilo em outros países.
    2. Este direito não pode ser invocado em caso de perseguição legitimamente motivada por crimes de direito comum ou por atos contrários aos propósitos e princípios das Nações Unidas (EX: TERRORISMO – grifei).

    Daí se conclui o seguinte:

    1) ninguém pode ficar preso em Guantánamo sem um julgamento justo, com direito de defesa (como tem qualquer americano comum em território americano);

    2) ninguém pode ser torturado (nem em Guantánamo – inclua-se, aí, a vedação ao waterboarding, defendido pelo crápula do Bush);

    3) os acusados não têm de provar sua inocência; os EUA têm de provar que eles são culpados;

    4) pelo princípio da Justiça Universal ou Cosmopolita (adotado por quase todos os Estados e, creio eu, também pelos EUA), o governo americano pode julgar acusados de cometerem crimes contra cidadãos americanos, desde que em território com jurisdição dos EUA – por isso o instituto da EXTRADIÇÃO, para o caso de indivíduos residentes em países outros);

    5) Se não forem julgados pelos EUA, os acusados poderiam ser julgados: pelo Judiciário de seus respectivos países, depois de serem EXPULSOS ou DEPORTADOS dos EUA; ou por uma corte Internacional de defesa dos Direitos Humanos, sob acusações de prática de atentados terroristas, desde que os EUA concordassem com isso.

    6) por não terem sido condenados a nada, qualquer País do mundo pode dar asilo político, desde que evidenciada qualquer forma de perseguição (coisa, no caso, fácil de ocorrer). No caso do Brasil, lembro-vos, meus caros, que a concessão de asilo político é Princípio Constitucional previsto no art. 4º, X, de nossa Constituição Federal (significa dizer que, uma vez pedido o asilo por um estrangeiro, a diretriz determina que se conceda, a não ser que, no caso concreto, se verifiquem fatos que não se enquadrem como pressupostos necessários à concessão).

  218. Glorinha

    Sandra,
    talvez em algum momento não haverá resposta sincera para muitas perguntas sinceras…não na origem, causa que as originam….talvez irá faltar coragem e honestidade para respostas
    penso nisso enquanto questiono:
    por que um pais prende e o outro solta?
    por que a guerra faz a guerra e nunca a paz?
    por que os aviões voam para serem abatidos?
    por que independente de qualquer coisa a vida acontece?
    por que independente de qualquer coisa isso significa que o que nasce aqui irá morrer para esse mesmo aqui?
    por que nascer é o passado do morrer?
    por que a vida não se importa que vai morrer quando se permite que viva?
    somos irmãos?
    somos pacificos de coração e alma?
    somos peões na terra de ninguem?
    perdemos quando ganhamos?
    somos o que somos???? somos???
    onde somos nos verão como somos ou como podem ver?
    …..não conseguimos uma mísera trégua para que alguem possa amamentar, respirar, dar água…..não conseguimos uma mínima trégua para acender uma pequenina luz…ou para manter uma luz acesa…..
    quando começo nas perguntas que nunca se calam e que quase sempre me mantem em silêncio penso como tudo parece tão menor quando se olha a vida passando para tantos e outros tantos a passar pela vida…e pensar na possibilidade de que jamais isso seja percebido…por que não há espaço para essa percepção enquanto a humanidade estiver preocupada em desfazer a vida.
    []

  219. juliano

    Agora notei, rs. Obrigado Gerald, abç.

  220. Minha gente,

    Não vamos discutir aqui extirpação de clitoris ou circuncisão, tá (rs)? Prefiro comentar o assunto pelo enfoque da medicina e …

    Pena de morte? Leis! Aborto? Leis! Manipulação de embriões? Leis, etc…

    Tchau, tenho que trabalhar – acabou meu almoço!
    Beijos!
    Susan judia

  221. juliano

    Realmenet Gerald talvez a vida dessa gente já esteja destruida, sem raizes, sem familia, serão eternamente marginalizados. Só o asilo, só solta-los em algum lugar não vai resolver nada. As coisas não são tão simples, não é questão de resolver numa tacada. Acho que Bush quebrou genebra, a constituição americana e também a economia americana! Nós brasileiros opinamos sobre tudo o que acontece no mundo, ma squando temso que participar de algo. O Haiti é problema deles, Guantanamo é problema deles, Cuba é problema deles, eles que resolvam. E ainda queremos aprticipar de Conselho de segurança, pra decidir que não decidimos nada.

  222. Adriana

    Excepcionalmente du karalhu, fantasticamente realista! Parabéns Gerald, são poucos os que tem vontade e coragem de abrir os olhos deste “mondo cane” em que vivemos.

  223. O Vampiro de Curitiba

    Pessoal, não adianta dar porrada no computador, o problema é aqui do IG mesmo. A página do Blog não abre. Quando abre, não conseguimos aprovar os comentários.
    Insisto: Não quebrem seus computadores!
    Calma, gente!

  224. Sandra

    Juliano, quando tiver um pouco mais de tempo, vou mostrar, aqui mesmo no blog, defesa de extirpação de clitóris e escravidão em respeito às diferenças culturais.

  225. Sandra

    Sério que o Lula mandou os atletas cubanos para serem julgados por seus CRIMES? Mas eles não estava loucos para voltar para casa?

  226. gthomas

    Sandra: ????????????

  227. Sandra

    Não confiamos nas organizações terroristas para receberem bem seus companheiros, a ponto de temer pela vida deles, mas confiamos as populações de seus países a essas organizações.

  228. Sandra

    E acreditamos que devemos tratá-los como iguais numa mesa de negociações.

  229. Sandra

    E o Brasil não tem nenhuma obrigação com eles.

  230. Sandra

    Não é você, Gerald! Falo de comentários!!!!!! Você nunca defendeu essas barbaridades!!!!

  231. Sandra

    Volto mais tarde. Dia corrido.

  232. Uma correção: o princípio da Justiça Cosmopolita ou Universal, na verdade, dispõe que qualquer país do Mundo tem legitimidade para processar e julgar qualquer acusado pela prática de crimes contra a Humanidade (terrorismo, inclusive), pelo simples fato de tratarem-se de crimes contra a Humanidade inteira! O Brasil tem disposição expressa neste sentido no Código Penal quanto ao crime de genocídio. O nome correto do Princípio que dá ao Poder Judiciário dos EUA competência jurisdicional para processar e julgar acusados de cometerem crimes contra cidadãos americanos é “Nacionalidade Passiva”.

    mais uma coisa: Direitos Humanos são uma conquista da Humanidade. Quando um Estado viola esses direitos, não está, simplesmente, desrespeitando o indivíduo ultrajado, mas, sim, toda a HUMANIDADE (em si).

    Lembrando que os Estados são FICÇÕES criadas pelos homens PARA os homens. Eles não podem, pois, transformar-se em SERES descompromissados com a Humanidade. Os Estados não são entidades absolutamente LIVRES, pois sua própria existência depende, intrinsecamente, dos SERES HUMANOS.

  233. Glorinha

    …vai chover muito em sampa hoje….o ceú está super com nuvens prontinhas pra chorar… que nem eu….
    té mais….
    [[]]

  234. gthomas

    DO BLOG DO ALBERTO GUZIK

    Renato Consorte

    grande ator. morreu ontem aos 84. era ótimo em cinema e melhor ainda em tevê. mas brilhava mesmo é no palco. possuia um tempo de comédia único. quem viu “porca miseria”, de jandira martini e marcos caruso, que ficou mais de sete anos em cartaz na década de 90, decerto jamais esquecerá aquele alfaiate italiano que entrava em cena com uma simplicidade e uma verdade extremas. era um exercício neorealista, o que o ator empreendia. ele sempre foi um intenso. basta ver “o grande momento”, de roberto santos”, para perceber comoo jovem consorte podia ser ao mesmo tempo intuitivo e preciso. em novelas e minisséries, nos anos 80 e 90, consorte foi um dos mais adoráveis e irônicos avôs que se viu. era fera. deixa saudade.

  235. gthomas

    MORRE AQUI NOS USA O ESCRITOR JOHN UPDIKE

    COMECOU O FESTIVAL

  236. Glorinha

    tinha visto sobre Renato Consorte….

  237. santanna

    Ana,

    Antes de mais nada, preste atenção à forma como vc compõe o seu comentário!

    Isso transcrito aqui abaixo, foi escrito POR VOCÊ, não por mim!!!

    “já fui católica. aliás “nasci” católica; fui até carismática (da renovação carismática – aquela ala da igreja um pouco menos conservadora); sei do que vc está falando, mas HISTORICAMENTE, o nascimento do cristianismo se deve à morte de alguém, e não ao seu nascimento.”

    Depois, eu, santanna, te respondo, ok?

  238. santanna

    Anino,

    Quem escreveu a besteira da morte em relação ao Cristianismo foi a Ana, não fui eu.

  239. santanna

    Ana, respondendo logo:

    Uma coisa é expressar opiniões, outra é transmitir informações erradas para as pessoas, então, muito cuidado com o que vc escreve.

    Eu acho contra-producente ficar atacando as religiões dos outros, em vez de se aprofundar na própria; e acho mais, qualquer pessoa que se preocupa muito em atacar, mesmo que só verbalmente, as religiões alheias, é um fanático religioso em potencial, e portanto, traz em si a própria semente do terrorismo.

  240. santanna

    Ana,

    E sabe do que mais?
    Trate de se aprofundar mais nos assuntos antes de sair por aí falando besteiras!!!

  241. Youssef José Youssef

    O Gerald é um cara culto e legal que, além de escrever para os leitores comuns, ainda dialoga com eles. Maravilhoso!

    Espero que esse desânimo ( se for): “(cumprindo o contrato, batendo ponto e batendo no ponto!)” seja falso.

    GERALD!, G E R A L D!, G E R A L D!, G E R A L D!
    G E R A L D !

  242. Sue (Happy...)

    Calma Gerald…Calma Querido,

    A lei da vida….
    Uns nascem , outros morrem , uns comecam…outros terminam…

    Mas nao me preocupo nao….so os **BONS** morrem cedo !!!

    Portanto nao corro esse risco…os maus ficam para pagar..em terra ….

    Assisti ontem uma reportagem em Homenagem ao Renato Consorte….ja estava aguniando a anos doente!!
    Infelizmente….

    Beijos

    Voltando ao trabalho….

  243. Risadinha

    Existem os direitos humanos e os direitos dos manos ou direitos “humanos”

  244. Risadinha

    Mas, por outro lado, Obama expõe para o mundo as vergonhas do povo brasileiro, que desde 1500 stão de fora, mas ninguém via. O povo analfabeto não faz a menor idéia sobre quem ele põe no poder, ou pior, aqui é mesmo depósito de bandidos.

  245. santanna

    Anino, e quem mais se interesse,

    Podem conferir o MEU comentário das 12:12 sobre o Cristianismo.

  246. everaldo

    O “cristianismo” nasceu no momento, em que descobriram que poderia ser usado para gerar dinheiro e poder.
    …e não só êle, êste é o motivo do nascimento de todas as ideologias.
    Estamos vendo nascer uma, o Obamismo.

  247. everaldo

    …e a Nina não tem nada a ver com isto, viu Nininha!!!

  248. Glorinha

    Por que não há eco para a paz?

  249. Glorinha

    E este barulho é maior que qualquer coisa…maior do que a voz do coração.
    Que importa a reza? vale mais a intensão na que se traduz os atos…pode ser qualquer reza…qualquer…que seja traduzida em qualquer coisa maior do que a boca inerte.

  250. Glorinha

    intenção….

  251. everaldo

    …a maya a todos envolve e a todos domina…

  252. everaldo

    …e a Nina não tem nada a ver com isto, viu Nininha !?

  253. everaldo

    …uma nevoa tênue paira sobre o “caos”

  254. everaldo

    …e a Nina…não tem nada a ver com isto, viu Nininha !?

  255. everaldo

    …mas…tudo faz parte do eterno renascer

  256. everaldo

    …e a Nina, com isto tem tudo a ver.

  257. everaldo

    …viu Nininha !!!?

  258. everaldo

    Glorinha 15:28

    …seu comentário valeu o post.

  259. quem empalou dois, escalpou mais três e matou sete

    Será que eu sou a única pessoa do planeta que observa a maneira passiva e perigosa que a mídia brasileira lida com o caso Cesare?Parece até que os interesses brasileiros estão sendo defendidos, de acordo com o noticiário.

    BREVE NARRATIVA:

    Era uma vez o ministro Tarso Genro, que foi criado com leite moça e danoninho pela vovó. Adolescente rebelde e mimado, Genro cresceu lendo Marx e ouvindo MPB. Um dia Genro e os outros jovens idealistas chegaram ao poder. No poder, encontraram uma estrutura decadente e pronta para ser mais corrompida e dominada. Os ideais da juventude pareciam prontos para ser realizados: mídia financiada pela estrutura corrupta, povo jeca tatu, STF submisso ( não puniu os mensaleiros por quê?), Congresso não preciso nem falar.

    Então, nesse país maravilhoso e de um povo desinformado uma silenciosa revolução ocorria: a esquerda lunática implantava ideais messiânicos e ninguém denunciava nada. O povo nem mesmo podia se juntar e gritar “NÃO”, porque o povo não sabia da situação alarmante.

    Por fim, como no livrinho Revolução dos Bichos, Tarso, Lula e cia. jogavam cartas com os antigos senhores e o povo não podia mais distinguir quem era quem, porque o povo nunca soube de m…nenhuma.

    FIM.

  260. Ana

    Santanna, se uma constatação para você é sinônimo de ataque, sinto muito. Cure-se. Eu Não ataquei religião alguma; só constatei uma obviedade histórica: como todo mundo sabe, os romanos + judeus da época se aproveitaram do fato (Jesus Cristo na terra), e cada escreveu na bíblia o versículo que lhe convinha (e lá deve vir você agora não entender a minha ironia).

    São fatos históricos: INFELIZMENTE O CRISTIANISMO NÃO NASCEU COM O NASCIMENTO DE JESUS, MAS A PARTIR DE SUA MORTE, QUER VC QUEIRA, QUER NÃO.

    Isso sequer é ataque ao catolicismo, ou qualquer outra religião cristã. Isso é uma constatação histórica. (órica. órica. “é, estou me sentindo um robozinho, inho, inho, inho)

    E, POR FAVOR: não me surpreenda mais com as confusões que você faz da interpretação do que lê, senão vou cpmeçar a achar que você saiu do pré-primário, agorinha, ainda.

    Já se não aguentar ficar quieto, me PROVE que o cristianismo nasceu com o nascimento de Jesus (EU DIGO DA RELIGIÃO CONS E INSTITUÍDA, meu caro, NÃO A CONCEPÇÃO MÍSTICA).

    Ô, Deus.

  261. Ana

    AINDA: e não é pq eu “nasci católica” e mudei de religião, ou deixei de ter, que isso significa ataque…
    Aliás, onde vc viu ataque?
    Às vezes entendo o Gerald quando pensa em desistir desse espaço. Parece que tem gente que SE FAZ de burra, só pra criar polêmica…
    Não tem a menor graça.

  262. santanna

    “O “cristianismo” nasceu no momento, em que descobriram que poderia ser usado para gerar dinheiro e poder.
    …e não só êle, êste é o motivo do nascimento de todas as ideologias.
    Estamos vendo nascer uma, o Obamismo.”
    (Everaldo, 19:22)

    Everaldo,

    Linda frase de efeito. Muito boa mesmo pra impressionar pessoas superficiais e sem informação.

  263. Ana

    27/01/2009 – 12:12
    Enviado por: santanna

    Ana 11:33,

    Não é pela morte, é pela RESSURREIÇÃO.
    A PÁSCOA, o RENASCIMENTO, a renovação após a morte.

    filho, essa é a concepção mística, a questão da fé.
    por concepção religiosa, Cristo passou por esse processo; pelo desenvolvimento HISTÓRICO, o cristianismo se originou na morte FÍSICA de Jesus. não confundir com o Cristo.

    (já estou até vendo o que não vai dar esse comentário, já que a maioria das pessoas sequer sabe que Jesus é um, e Cristo é outro) (ó, céus).
    (aliás? NÃO SABEMOS DE NADA. SABEMOS SÓ O QUE FOI PASSADO DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO)
    (já a fé de cada um está EM cada um) (não tem nada a ver com a religião em si).

    chega, cansei.

    não preciso provar o que penso, e como penso para ninguém.

  264. Ana

    27/01/2009 – 18:17
    Enviado por: santanna

    Ana,

    E sabe do que mais?
    Trate de se aprofundar mais nos assuntos antes de sair por aí falando besteiras!!!

    sinceramente?!

    huashuashuashuahs!

  265. Ana

    Sandra: nem r extirpação de clitóris, nem pena de morte.

    NO DEAL.

  266. FRANCINY CHEQUER

    Oi Glorinha, que saudades, mas sampa não para de chover, com essa chuva minha chapinha já era.

    Juliano.

    Me desculpe vc e favor que nós aceitemos bandidos como exilados, da guarida a eles, me desculpe mesmo que julgados ou não, o Brasil, começou desse tipo de atitude, pegaram os ladrões, e toda a sua laia que estava presa , e mandaram para o Brasil, esse foi o tipo de gente que fundou nosso país, só que tem uma hora que temos que mudar o rumo desta historia, mas pensndo assim quando iremos mudar quando isso vai acontecer??????

  267. Sandra

    Ana, e nem escravidão, nem mutilação como pena, nem analfabetismo imposto,…

  268. Sandra

    A morte é tão ruim?
    Caeiro, o mais querido dos heterônimos de Pessoa, foi o único brindado com a dignidade da morte.
    Uma vida completa inclui a morte.
    O que não aceito é a morte com desrespeito, com desprezo. Mas isso marca quem mata, não quem morre.

  269. everaldo

    Santan1 21:06

    …é verdade, de puro EFEITO

  270. FRANCINY CHEQUER
    Voce está enganada.
    Esse tipo de gente fundou a Australia, e a Australia deu certo.

  271. everaldo

    …alguém, além de mim, notou uma sutil mudança, na maneira de andar do Obama?

  272. everaldo

    …uma vez deixei aqui uma pergunta, talvez pela irrelevância, ninguém comentou.
    Não séria o clítores e o prepúcio sinais físicos de uma “moral” subjascente?

  273. “Meninas” … calma! Respirem fundo! Estresse desnecessário!

    Não sei se posso ajudá-las mas … “vale a minha boa intenção”, tá? Penso que as tres grandes religiões monoteístas do mundo –
    Judaísmo, Cristianismo e Islamismo são “irmãs de sangue”, mesmo que bastardas – porém sempre da mesma genealogia.

    Circuncisão feminina? Não posso opinar. Os meus “ainda” fazem a circuncisão masculina – e esta tem até o “aval” da ONU.

    Beijos para vocês, minhas queridas.

    O Presidente da Itália, ontem, cometeu mais uma “gafe” imperdoável. Na anterior, chamou o Presidente Obama de “bronzeado”. Ontem, “estimulou” … ah, deixemos para lá essas babaquices do italiano de lá, frente à violencia humana – praticadas contra homens ou mulheres de todas as cores, credos ou pátrias.

  274. santanna

    Ana,

    O seu problema é que vc não presta atenção no que lê, e provavelmente, no que ouve, no que vê…
    Pequenino exemplo: em algum post lá atrás eu já havia te dito que sou mulher, lembra? Não né. Vc não prestou atenção.

    Repito: Trate de se aprofundar mais nos assuntos antes de sair por aí falando besteiras.

    E vem cá, vc não deixou nenhuma panela no fogo não? Vai lá dar uma olhadinha, vai…

  275. Ana

    Santanna, queridA, mas só se eu fosse milionária para passar o dia lendo posts num blog desse tamanho, para dar tempo de descobrir que você é mulher.
    Me poupe.
    Sobre o fogão: se vc é mulher… bom, deixa quieto.

  276. Sandra

    Como prometi, aqui está o link para um dos posts em que discutimos, nos comentários, extirpação de clitóris como diferença cultural ou prática inaceitável:

    http://colunistas.ig.com.br/geraldthomas/2008/09/15/crash-pior-depressao-desde-a-depressao-dizem-os-analistas-aqui-em-ny/

  277. Ana

    Aliás, acho que também sei quem você é.
    Máqueporra, só entra gente conhecida nesse blog…

  278. ezir

    BOA NOITE, IVO VEIGA!!!
    que legal q você está bem tratado e conseguindo navegar aqui.OBRIGADA por me RECONHECER como uma LINGUISTA.MAS, esta PAIXÃO VEM JUNTO E SUPERPOSTA Á PSICANÁLISE DE FREUD pela DESCOBERTA DO” INCONSCIENTE”, e por JACQUES LACAN , pela ACLARAÇÃO DE TUDO SOBRE FREUD E DESCOBERTA DO” IMAGINÁRIO”, E ESCLARECIMENTO DEFINITIVO SOBRE NOSSO “INCONSCIENTE”.
    A LINGUÍSTICA é base de ESTUDO DE FREUD E LACAN porque É A RAÍZ FILOGENÉTICA DE NOSSO PENSAMENTO OU VIDA PSÍQUICA.Como explica bem meu psicanalista Mauro M.Dias, a LINgua É UM SISTEMA FIXO DE CÓDIGOS CONVENCIONADOS….já A LINGUAGEM é A FONTE DE TUDO DENTRO DE NÓS..É O SISTEMA DA LÍNGUA em AÇÃO diNãmica CONTÍNUA VITAL. Uma boa leitura de Linguística pode ser com CHARLES BERLITZ ” AS LÍNGUAS DO MUNDO”.Ele é um inglês tipo NAVEGADOR DE TODOS OS MARES DO MUNDO, e um belo FALANTE RECONHECEDOR DAS LÍNGUAS E CULTURAS DOS DIFERENTES POVOS que ELE OUVIU CONHECEU…até A LINGUAGEM DOS BICHOS, eles falam diferente em CADA PAÍS , sabia?Lacan descobriu q NA VERDADE , PARA ALÉM do primeiro LINGUISTA MODERNO Ferdinand. de SAussure ( que DESCOBRIU que HÁ UMA LÍNGUA E UMA LINGUAGEM ORAL ” A FALA” (PAROLE) …OU seja , O COLOQUIAL, A PORÇÃO POPULAR TRANSFORMADA E “MÓVEL-MUTANTE” da BASE DA LÍNGUA NORMATIVA que APRENDEMOS) …Lacan descobriu que a PALAVRA QUE FALAMOS não é UMA IMAGEM-REPRESENTAÇÃO DUAL-DUALISTA (SIGNIFICADO E IMAGEM ACÚSTICA).LACAN descobriu que O QUE REALMENTE ESTA NO COMANDO QUANDO NÓS FALAMOS OU PRODUZIMOS NOSSA FALA COM IDÉIAS ETC é “O INCONSCIENTE ( força-SINAIS que “SE VAI SE ADENTRANDO E SE SOBREPONDO À NOSSA CONSCIÊNCIA
    ( FORÇA DE CONTROLAÇÃO DE TUDO INTERNAMENTE E PERCEPÇÃO CONTÍNUA , COM LUCIDEZ E EQUILIBRIO PERMANENTES NA REALIDADE).Então, Lacan , NA VERDADE , é o maior OU O LINGUISTA MAIS ATUALIZADO DE TODA A TRADIÇÃO DOS MELHORES LINGUISTAS DO MUNDO :ESCOLA DOS FORMALISTAS RUSSOS ( CONTRA OS DUALISTAS) COM “BACHKTIN”, TINIANOV, SAUSURRE, UMBERTO ECO, FREUD, E LACAN ( hÁ , roland BARTHES , mas ele não conseguiu ultrapassar O DUALISMO, apesar de ele ser ótimo como ENSAISTA “mitologias” ).Digo isso , COMO LINGUISTA E LEITORA DO MAIOR LINGUISTA INGLÊS “mR. jOHN lyons” porque LACAN descobriu que QUANDO A GENTE FALA É O INCONSCIENTE QUE FALA COM A CONSCIÊNCIA , COMO UM PAR INSEPARÁVEL , entende? Como os quadros de PICASSO , UM HERMAFRODITA , DUAS VOZES DENTRO DO MESMO TRONCO DE NOSSO CÉREBRO…E NÃO SÓ A CONSCIÊNCIA ( que FICARIA UMA VISÃO UNILATERAL, DIVIDIDA E INCOMPLETA , PARTIDA , entende?). O tempo todo , se a gente pára um pouco pra se OBSERVAR ( NÃO PRECISA FICAR E FIXANDO SÓ NISSO , também, né ? ) ou OBSERVAR OS OUTROS… A GENTE VAI APRENDENDO A SE RECUAR , SE DAR ESPAÇO INTERNO PARA COMEÇAR VER, ENXERGAR AS COISAS E FENÔMENOS DIANTE DE NÓS…AS MAIS SIMPLES!!!NESSE exercício , a GENTE “RECOLHE” “CAPTA” E RECONHECE ” APRENDE” CONCLUINDO UM MONTE DE COISA S E VAMOS APRENDENDO SOBRE A VIDA , A ENTENDER MAIS CLARAMENTE COM CUIDADO A COISAS. Daqui a pouco, A GENTE E-S-Q-U-E-C-E …QUE BOM!!! O ESQUECER é NOSSO INCONSCIENTE fazendo PAR com NOSSA CONSCIÊNCIA , como UMA GRANDE MEMÓRIA ONIPRESENTE DE NÓS . MESMOS EM NOSSA VIDA DIÁRIA, A CADA INSTANTE. Daí, daqui a pouco EU QUERO LEMBRAR…e COMEÇO DE NOVO , A ME RELACIONAR COM MINHA MEMÓRIA QUE ESTAVA GUARDADA EM CAMADAS DE PROFUNDIDADES DIFERENTES. DAÍ, começo a EXERCITAR MINHAS LINGUAGENS , LANÇANDO focos para MEU OBJETIVOS, E LEMBRO E quero ESCLARECER …OU HÁ COISAS QUE EU QUERO E-S-Q-U-E-C-E-R e NUNCA MAIS LEMBRAR por várias RAZÕES…E vou equilibrando sempre A QUANTIDADE DE INFORMAÇÕES OU S-I-G-N-I-F-I-C-ANTES que QUERO FAZER VIR á SUPERFÍCIE de minha MENTE , ou… QUERO FAZER UMA “SUBLIMAÇÃO ” ( QUE É ESQUECER . Sem TRAUMAS …ou MEDOS…OU atos RUINS , ABRUPTOS , entende?).
    O LACAN descobriu QUE O QUE FALAMOS é “SIGNIFICANTES” ( um primeiro iniciante estágio – como DIZ O GERALD THOMAS “IN PROGRESS” de elaboração mental de NOSSA LINGUAGEM) e não PALAVRAS-SIGNO ( que é quando NUM outro TERCEIRO-QUARTO MOMENTO a gente amadurece UM SIGNIFICANTE, e CONDENSA, “FECHA” PRA VALER um PONTO-FIXO como AO ACABAR-FECHAR uma PUBLICAÇÃO , entende? ).
    bOM, tentei te DAR UMA LEVE NOÇÃO do que é LER LINGUÍSTICA. Comece bem LIGHT com o SIR CHARLES BERLITZ porque é MARAVILHOSO CONHECER A LÍNGUAS E SABER QUE ELAS SÃO O REFLEXO DO INCONSCIENTE-RAIZES DO PENSAMENTO OU MENTALIDADE PSÍQUICA DE CADA POVO OU CIVILIZAÇÃO NESTE NOSSO PLANETA.
    A GENTE descobre que não HÁ APENAS UMA “LÓGICA “, mas VÁRIAS LÓGICAS DE SE PENSAR E ANGULAR A VISÃO DAS COISAS, COMPREENDER O PONTO DE VISTA DAS PESSOAS.ISSO nos FAZ AMPLIAR A VIDA INTERIOR, A MENTE, E ACONCHEGAR, OU SE APROXIMAR COM GRAUS NOVOS E DIFERENCIADOS DE INTELIGÊNCIA SOBRE AS COISAS.
    Pena que as vezes, como na GUERRA, a gente tem que AMPLIAR CADA VEZ MAIS AS FRONTEIRAS DE NOSSA VISÃO…E TENTAR “DAR, INSUFLAR” DE ALMA erm MUNDO ou um certo PONTO DO MUNDO que PARECE estar “SEM ALMA”. Daí , A GRANDE BENÇÃO DE TERMOS E SERMOS P-O-E-T-A-SSSS.
    Como diz a escritora francesa e psicanalista Dominique Fingermann AINDA BEM QUE TEMOS OS P-O-E-T-A-S para REGISTRAR EM ALGUM LUGAR AS COISAS QUE PODEM SER POSSÍVEIS… OU O QUE PARECEM IMPOSSÍVEL DE DIZER E SE RESOLVER NA TERRA.
    Há também a maravilhosa doutora escritora SAMIRA CHALHUB com seu livrinho pra DAR UM ÓTIMA INICIAÇÃO em LINGUÍSTICA E COMUNICAÇÃO ” AS funções da LINGUAGEM” ( ática). VIVO LENDO e relendo este LIVRO, porque NO MEIO DE UMA PROFUSÃO E CON-FUSÃO E LABIRINTOS DE IDÉIAS, AUTOMATISMOS.. ELA ME AJUDOU A literalmente , ORDENAR MINHA CABEÇA , COLOCAR ORDEM DE VEZ NA MINHA VISÃO DO MUNDO DAS PALAVRAS E IDÉIAS.Daí , você vai se DESCOBRINDO COMO LEITOR, E SEUS VERDADEIROS PRAZERES E CAMINHOS DE CONHECIMENTOS.Inclusive, acho que te dará mais LEVEZA para escrever seu NOVO LIVRO, né?
    Diga-me!!!acho q consegui explicar um pouco essa experiência da LINGUÍSTICA em nós, NÉ ?
    Abraços a VOCÊ e família. BOA NOITE! Ezir

  279. Sandra

    É diferente, Susan, em dor e conseqüências. Como eu disse no post que citei como referência, extirpação de clitóris seria comparável a uma castração, não a uma circuncisão.

  280. Ana

    em tempo: o “conhecida” aqui não é sinônimo de famoso/a.

    não, pq tem que explicar.

    Sandra, queria conversar mais, mas estou muito cansada. Amanhã comento algumas coistas contigo.

  281. Sandra

    Ezir, ontem, a voz do Caetano ficou ecoando em minha cabeça:
    “Ainda canto o ido o tido o dito
    O dado o consumido
    O consumado
    Ato
    Do amor morto motor da saudade”

    AMO seus comentários!!!

  282. Sandra

    Beijos em todos!
    Boa noite!

  283. EZIR.
    Fale os sonhos.
    Eu fico impressionado como o cérebro é capaz de criar situações,
    cenários, enredo, habilidades que eu nunca tive, como compor
    musica.
    Diz a musica. O sonho, alegria me da, nele voce está.
    Não seria o sonho a realidade e a realidade o sonho?

  284. “Péraí”, gente!

    Posso opinar, sim, a respeito da circuncisão feminina e mais um montão de “cositas mas” a respeito da violencia. Sou mulher, tenho 3 filhos – adultos, já.

    Circuncisão feminina, independentemente de a julgarmos um costume “bárbaro e primitivo” também se “associa”, hoje, com a “globalização sanguinária” (sic!).

    Não tenho certeza, mas, tempos atrás, vi, em algum jornal, uma matéria que comentava esse assunto. Imigrantes e sua adaptação às “leis” da sua nova pátria e costumes. A matéria falava de um episódio na França.

    Aqui no Brasil, por exemplo, uma mulher poderia denunciar esse costume (circuncisão feminina) e enquadrá-lo na Lei Maria da Penha? Não sei – penso que sim.

    Penso, com base no Direito Internacional e Direitos Humanos, que ela poderia, até, pleitear asilo político aqui. Penso, não sei se tem embasamento jurídico esse meu raciocínio.

    Já a circuncisão masculina é uma prática que pode ter origem religiosa ou indicação médica (fimose), Everaldo.

    Beijão!
    Susan judia

  285. everaldo

    susan judia,

    Não seria, o prepúcio uma “indicação” para o “sexo sem prazer”? O hímem, uma indicação para a procriação sem penetração?
    …sei lá coisas assim?
    O prazer, mesmo entre o homem e a mulher, não é homoxexual, pois o clítores é resquício do masculino no feminino?
    …sei lá, coisas assim?

    Sobre a “brutalidade da retirada do clítores” não é apenas uma forma primitiva do homem, impedindo que a mulher sinta prazer e busque outros parceiros, assegurar a sua preservação através de descendentes?
    …sei lá, algo assim?

  286. everaldo

    correção, de 22:41
    …o prazer, mesmo entre homem e mulher, não é homossexual(?), pois o clítores…

  287. everaldo

    …o uso da cama de casal, por nós “civilizados”, não é uma retirada disfarçada dos clítores?

  288. santanna

    “….as tres grandes religiões monoteístas do mundo –
    Judaísmo, Cristianismo e Islamismo são “irmãs de sangue”, mesmo que bastardas – porém sempre da mesma genealogia.”
    (susan judia, 21:47)

    Susan, é isso aí.
    É como eu digo, quem sabe, sabe…
    Nada como conversar com pessoas de nível.

    beijos

  289. Risadinha

    Os Palestinos não deveriam usar bombas, aprendam com as crianaçs brasileiras, usem *pipas com *cerol e cortem-lhe as cabeças.

    Para o Gerald, vocabulário:
    Pipa: pandorga, papagaio, brinquedo que voa amarrado a uma linha

    Cerol: vidro moído que é colado a linha para efeito cortante.

  290. everaldo

    …as animosidades entre “irmãs ou irmãos de sangue”, não seria para não procriarem seres defeituosos?
    …o “pecado original” se originou com Eva ou com Caim?

  291. Sandra,

    Acho que houve um desencontro de envio de comentários e horários nossos. De qualquer forma, deixo aqui uma “sutil” diferenciação entre palavras por voce usadas. Posso?

    … “Por que devemos aceitar a extirpação do clitoris como diferença cultural, mas não a pena de morte?” … (Sandra em seu comentário das 13.41hs.)

    Voce, Sandra, “jogou com palavras”, certo? Essas palavras, no entanto, são muito diferentes entre si. Não são sinônimas.

    Extirpação de clitoris ou de prepúcio recebem o nome de circuncisão feminina e masculina, respectivamente. Não são procedimentos “castrativos” – esses procedimentos clínicos são muito diferentes.

    Castração é uma coisa. Circuncisão é outra, completamente diferente, entende-me? Voce apenas usou a palavra “castração” no seu comentário das 22.02hs. – preste atenção, por favor.

    Matéria excelente! Estamos todos, pelo enfoque da matéria por você “linkada”, apenas na condição de “circuncizados” – não castrados, ok? Castração (mesmo a química, adotada como procedimento “politicamente correto”) elimina qualquer chance de “criação”!

    Com crise ou sem crise, ainda temos a capacidade de “criar” soluções. Dependemos, “apenas” do engajamento de todos. Simples assim, Sandra.

    Um beijo para você – boa noite e bom descanso!
    Susan judia

    PS.: Entendi o sentido figurado, mas corrija-o, por favor, sim?

  292. ezir

    Pô , QUE PENA !!! fiz uma comentário sobre A SIMBOLOGIA SOBRE O RITO DE PÁSSAGEM que é a CIRCUMCISÃO, e SOBRE A PENA DE MORTE q é FRUTO DE UM DECISÃO DE PUNIÇÃO ´TERMINAL PARA UM CRIME CONTRA A VIDA POR PARTE DE UMA PESSOA SOCIO-PATA ou PSICO-PATA etc.O MELHOR é DAR GUARANTIA DA PRESENÇA DE UM OUTRO CALOROSO , AFETUOSO, PACIENTE …com TODAS AS QUALIDADES DE UMA FORÇA DO BEM , QUE VAI ATÉ O FIM , ACOMPANHANDO, EDUCANDO, ESTIMULANDO, INSISTINDO, SENSINANDO …ASSENTANDO NA CABEÇA DE UMA CRIATURA HUMANA CERTOS VALORES DE VER E TRATAR A SI MESMO E AOS OUTROS COM TROCAS DE AFETO DEMORADO, FREQUENTE, CONTÍNUO. Mesmo porque , há pessoas q gostam de SE DAR AMOR …e não PRECISAM FICAR RECEBENDO AMOR O TEMPO INTEIRO , A CRIANÇA…CHEGA UM MOMENTO COGNITIVO DE ASSENTAMENTO DE FORÇAS DE CRIAÇÃO INTERNA QUE ELA QUER FICAR SOZINHA , CRIAR SEU ESPAÇO PRÓPRIO , TER IDENTIDADE ETC…E virou UM SER ADULTO GUARANTIDOR DE AFETOS E TROCA S, TRANSMISSÕES DO BEM ENTRE OS OUTROS. È sempre ESTE APRENDIZADO , ESTA FONTE DE VIDA DA PRESENÇA DE UM OUTRO OU ALGUNS OUTROS SEMPRE CONSTANTES E NUTRIDORES DE NOSSA VIDA INTERNA É QUEM MANTÊM A PULSÃO DE VIDA VIVA …e AGINDO VEZ OU OUTRA …VIA AS DIFERENTES INVESTIDAS DE QUEM AMA SOBRE AQUELE AQUELA QUE PRECISA E NOS INFILTRA, INSPIRA DE AMOR INTER-LIGADO-RE-LIGADO SEMPRE …em cada SIMPLES ATO.
    Nossos ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO nos e me ensinam ISSO o tempo INTEIRO. nENHUMA PESSOA quer FICAR DEMANDANDO O TEMPO INTEIRO…O SER HUMANO precisa de LIBERDADE, EXIBIR IDENTIDADE , SUFICIÊNCIA, FORÇA PARA OS OUTROS E INDEPENDÊNCIA… SOLIDÃO CRIATIVA …para depois CONTAR AOS OUTROS, APRESENTAR-SE …SE OFERECER AO OUTRO…PARA TROC AR AFETOS…CARINHOS …tantas MINUCIOSIDADES DE NOSSA IMAGINAÇÃO E NATUREZA!!!

    aCHEI MUITO ADULTO E GRANDIOSO este NOVO POST do Sr. Thomas porque SINTO O QUANTO ESSA ERA DO OBAMA , nessa ERA ESTAMOS E ESTE SEU NOVO GOVERNO COM ESSE ESPÍRITO COMPARTILHADO DA RAZOABILIDADE
    CONCRETA E SENSÍVEL E INTELIGENTE EM TUDO SOBRE AS PESSOAS E O MUNDO estão CONTAGIANDO AS NOSSAS EXPECTATIVAS E CONFIRMANDO UMA NOVA AÇÃO MUNDIAL, PLANETÁRIA SOBRE O MAL…( seja qual for a linhagem…!).

    Targino: suas PALAVRAS são a melodia que gosto de ouvir de interlocutores tão maduros como VOCÊ , A SANDRA!!!
    BOA NOITE A TODOS!!!belos SONHOS DESSA LUZ DESTE CONHECIMENTO com que O SR. GERALD THOMAS nos FAZ DSFRUTAR A FELICIDADE DE puramente EXISTIR PARA ALÉM
    desta GUERRA EM QUE apenas PODEMOS FALAR…ainda assim FALAR COM A FORÇA DE UMA ORAÇÃO DE PERDÃO E SOLIDARIEDADE MÚTUAS DOS OUTROS COM SEUS PRÓXIMOS!!! BEIJOS!!! BYEEEE, Ezir

  293. Rodrigo

    Ezir, parabéns e obrigado pelo comentário sobre linguística. Depois de suas palavras, pretendo ler, no mínimo, Berlitz e Chalhub.

  294. Ekran

    Sandra,

    eu te disse que ninguem conseguiria encaminhar o tema que vc levantou.

    O “machismo” e o “culturalismo” tá na maneira de pensar das pessoas de modo tão profundo, após seculos de justificação dessas coisas, que o trabalho de tirar a sujeira debaixo do tapete é imenso.

    Nas religiões antigas, pré-cristãs, havia um culto da deusa-mãe, por exemplo. Cadê isso? Deus-pai e deus-filho e por aí vai.

    Se o seculo XXI for da emergencia de um pensamento feminino (não como um “negativo” e “reativo” ao masculino, nessa coisa de Yin-Yang que mistifica tudo), eu acredito que teremos mais chances de encontrar soluções mediadas para antigos conflitos etnico-religiosos e discriminações diversas dentro das sociedades.

    Mas que fique bem claro, não vale Margaret Thatcher, nem Hillary Clinton, nem Imelda Marcos, nem Evita Peron.

    É outra coisa, que sequer nos permitimos imaginar com nosso cerebro fálico.

    Abraços

  295. gthomas

    Muito lindo o seu comentario Ezir
    muito lindo

    John Updike morto

    no entanto ele morre tendo escrito algo estranhamente comovente

    um Tristao e Isolda chamado BRASIL, ai no Rio de Janeiro

    sendo que a opera foi encomendada e paga por D Pedro 2 e composta por Richard Wagner pra inaugurar o Theatro Municipal do Rio, que nao ficou pronto em tempo.

    a ARIA final chama, nada mais nada menos que LIEBESTOD
    onde a morte encontra o amor e o amor encontra a morte, ou se transformam atraves de um e outro – essas palavras em alemao sao construidas e intraduziveis,

    LIEBESTOD UPDIKE RABBIT EZIR

    IG
    IG
    IG

  296. Ekran

    A Conversation with John Updike
    In October 2008, John Updike spoke with Sam Tanenhaus, the editor of the Book Review, about the craft of fiction and the art of writing.

    http://video.nytimes.com/video/playlist/arts/1194811622313/index.html#1231546398585

  297. Ekran

    Confesso que não conheço a obra de Updike, mas pelo comentario deixado pelo Paulo Francis, dá para imaginar a importancia dele na literatura:

    No prefácio do livro A Fogueira das Vaidades, de Tom Wolfe, o saudoso jornalista e crítico cultural Paulo Francis (1930-1997) escreveu “Ninguém escreve melhor do que Flaubert (John Updike chega perto)”.

  298. gthomas

    UPDIKE DEAD from the NYTImes

    Endowed with an art student’s pictorial imagination, a journalist’s sociological eye and a poet’s gift for metaphor, John Updike — who died on Tuesday at 76 — was arguably this country’s one true all-around man of letters. He moved fluently from fiction to criticism, from light verse to short stories to the long-distance form of the novel: a literary decathlete in our age of electronic distraction and willful specialization, Victorian in his industriousness and almost blogger-like in his determination to turn every scrap of knowledge and experience into words.

    Multimedia

    Slide Show
    John Updike Dies at 76
    Related
    John Updike, a Lyrical Writer of the Ordinary, Is Dead at 76 (January 28, 2009)

    Times Topics: John Updike

    It is as a novelist who opened a big picture window on the American middle class in the second half of the 20th century, however, that he will be best remembered. In his most resonant work, Mr. Updike gave “the mundane its beautiful due,” as he once put it, memorializing the everyday mysteries of love and faith and domesticity with extraordinary nuance and precision. In Kodachrome-sharp snapshots, he gave us the 50’s and early 60’s of suburban adultery, big cars and wide lawns, radios and hi-fi sets, and he charted the changing landscape of the 70’s and 80’s, as malls and subdivisions swallowed up small towns and sexual and social mores underwent a bewildering metamorphosis.

    Mr. Updike’s four keenly observed Rabbit novels (“Rabbit, Run,” 1960; “Rabbit Redux,” 1971; “Rabbit Is Rich,” 1981; and “Rabbit at Rest,” 1990) chronicled the adventures of one Harry Rabbit Angstrom — high school basketball star turned car salesman, householder and errant husband — and his efforts to cope with the seismic public changes (from feminism to the counterculture to antiwar protests) that rattled his cozy nest. Harry, who self-importantly compared his own fall from grace to this country’s waning power, his business woes to the national deficit, was both a representative American of his generation and a kind of scientific specimen — an index to the human species and its propensity for doubt and narcissism and self immolation.

    In fulfilling Stendhal’s classic definition of a novel as “a mirror that strolls along a highway,” reflecting both the “blue of the skies” and “the mud puddles underfoot,” the Rabbit novels captured four decades of middle-class American life. Mr. Updike’s stunning and much underestimated 1996 epic, “In the Beauty of the Lilies,” tackled an even wider swath of history. In charting the fortunes of an American family through some 80 years, the author showed how dreams, habits and predilections are handed down generation to generation, parent to child, even as he created a kaleidoscopic portrait of this country from its nervous entry into the 20th century to its stumbling approach to the millennium.

    Producing roughly a book or so a year, Mr. Updike tried throughout his career to stretch his imagination. To the novels starring Rabbit — perhaps the self Mr. Updike might have been had he not become a writer — he added a series of books about Bech, another alter ego described as a “recherché but amiable” Jewish novelist afflicted with acute writer’s block. While Bech boasted a modest oeuvre of seven books and remained a second-string cult author, his creator was blessed, as he once wrote of Nabokov, with an “ebullient creativity,” and his work, too, gave the happy impression of “a continuous task carried forward variously, of a solid personality, of a plentitude of gifts explored, knowingly.”

    In other novels, Mr. Updike ventured even farther afield. “The Centaur” (1963) infused Joycean myth into its tender portrait of a well-meaning schoolteacher. “The Coup” (1978) conjured up an imaginary African kingdom called Kush and its imperial leader Colonel Ellelloû. And “The Witches of Eastwick” (1984) and its sequel, “The Widows of Eastwick” (2008), depicted heroines who were supernatural sorceresses with the power to conjure and maim. These experiments did not always work. “S.” (1988) used Hawthorne’s “Scarlet Letter” as a jumping-off point for a crude attack on feminists. “Seek My Face” (2002) devolved into a ham-handed and thoroughly unconvincing improvisation on the life of Jackson Pollock. And “Brazil” (1994), brimming over with undigested research and bad dialogue, stood as an embarrassing effort to translate the Tristan and Iseult legend to South America.

    Indeed Mr. Updike’s strongest work remained tethered to the small town and suburban worlds he knew firsthand, just as many of his heroes shared the same sort of existential fears the author acknowledged he had suffered as a young man: Henry Bech’s concern that he was “a fleck of dust condemned to know it is a fleck of dust,” or Colonel Ellelloû’s lament that “we will be forgotten, all of us forgotten.” Their fear of death threatens to make everything they do feel meaningless, and it also sends them running after God — looking for some reassurance that there is something beyond the familiar, everyday world with “its signals and buildings and cars and bricks.”

  299. Ivo Veiga

    Querida Ezir, sinto muito mas estou chegando agora, somente agora vou ler seus comments. mas já agradeço antecipadamente sua gentileza.
    Beijos
    Ivo
    PS: Deixei de comparecer e colocar a letra de Crepúsculo do Deuses ontem, pois somente chequei em casa as 01,30 de hoje,
    amanhã(se não me chamarem em carater de urgência) farei o que prometi.

  300. Ekran

    Mais sobre Updike, na New Yorker (com varios comentarios sobre a vida e obra dele):
    http://www.newyorker.com/online/blogs/books/remembering-upd/

    January 27, 2009
    John Updike, 1932-2009

    We’ve received the sad news that John Updike has died, at the age of seventy-six. His writing has been a mainstay of The New Yorker, starting with the poem “Duet, With Muffled Brake Drums,” which was published in August, 1954, and followed two months later by his short story “Friends from Philadelphia”; his last work of fiction for us was “The Full Glass,” which appeared last May. We have always been grateful for his unerring ability to limn the fissures of ordinary American life, and for the seemingly effortless lyricism of his prose.

    Please share your thoughts about one of the great voices of postwar America.

  301. Ivo Veiga

    Sôbre Jonh Updike só li o livro “Casais Trocados” ou “Couples” de 1968, sei que ele (o John) foi um dos luminares da contracultura dos anos 60, restrigindo-se aí meu conhecimento dele.
    Ivo

  302. Ivo Veiga

    Gostaria de ter tido mais tempo durante minha vida para ter lido mais, mas…..
    Ivo

  303. Ekran

    Para os ignorantes de Updike, como este réu confesso aqui blogando, segue uma relação de todas as obras dele, com alguns poemas disponiveis on-line pela New York Review of Books:

    http://www.nybooks.com/authors/158

    O ultimo texto, segue abaixo:
    Volume 55, Number 16 · October 23, 2008

    A Wee Irish Suite
    By John Updike

    Paris–Dublin, at Night

    Cobwebs of orange pinpricks tinge the void
    beneath our roaring wings; myriad lives
    give off their sullen glow. A brighter gnat,
    a helicopter beaming traffic news,
    slides sideways through the thickest of the swarm;
    thin filaments connect the villages
    that mar the perfect earth like jellyfish
    who poison with their glow pure ocean depths.

    The fertile fields of France, black lakes, give way
    to Channel nothingness, an interval
    too brief before the luminescences
    of England spill bacillae everywhere.
    The Irish Sea kills all, till Dublin’s squares
    of seaside lanterns shock us back to life.

    Portrush, Northern Ireland

    Smoking in this room, a notice at
    the Royal Court Hotel proclaims, can lead
    to a deep cleaning charge of £50.
    The sea we see through rain-bespattered doors
    that would, in summer, slide to give dead-white
    new-marrieds access to a feeble sun
    supplies, like loads of eternal laundry,
    onrolling breakers cresting into foam.

    In restaurants with themed cuisines, the young
    of Anglo-Ireland make gay with their Guinness
    and a dated rock’s background of drowned-out noise,
    but bare the still disconsolate dry wit
    of the colonized. These people had a war,
    and peace partakes of the sea’s tedium

    New Resort Hotel, Portmarnock

    Too many plugs and switches in the room.
    The reading lights are dim, however, and
    the flat black plasma television screen
    ignores the hand remotes, as does the safe
    the combination I distrustfully
    punch in. Too many outlets for the well-
    connected businessman, too much Preferred
    Lifestyle, here in formerly homely Eire.

    The Celtic tiger still has crooked teeth,
    the twinkle of the doomed-to-come-up-short.
    Success’s luxuries pair awkwardly
    with golf’s grim thrashing out upon the links,
    the shabby, shaggy dunes where newborn rich
    land helicopters, then can’t find their balls.

  304. gthomas

    Ivo, o Ekran e a Ezir estao fazendo OTIMOS links entre o trabalho e a obra de Updike. Eu os parabenizo,

    Afinal no Obit (que rima com Rabbit) do Times, diz que Updike (contrario de DownDIke) era quase que um BLOGGUEIRO fanatico
    Um amigo meu, Horace Catskill, autor fabuloso, teve um encontro com ele ai no BR.
    as conexoes continuam.
    Belo trabalho.

    Philip Roth esta ai
    Tom Wolfe esta ai.

    E foi a porra do Pinter que levou o Nobel.
    que piada.

    Borges nunca levou o Nobel.

    Viva a ARGENTINA!

  305. Reinaldo Pedroso

    Everaldo
    Tuas especulações clitorianas são sarro, né?
    Reinaldo

  306. gthomas

    Do ZERO HORA (POA)

    Coelho Morre
    Essa chegou agora por agência. Morreu hoje aos 76 anos o romancista John Updike, um dos últimos remanescentes de uma geração de titãs literários norte-americanos, que ajudou a descortinar o brutal outro lado do grande sonho americano e flagrou em primeira mão uma revolução comportamental em andamento na América. De acordo com o editor Alfred Knopf, que divulgou a informação, Updike morreu de câncer de pulmão.

    Updike, nascido em 1932 em Reading, na Pensilvânia, e morador de Beverly Farms, em Massachussets, já havia recebido o prêmio Pulitzer e era conhecido por ser, em seus romances, um cronista erudito de seu tempo, na grande tradição do realismo romanesco europeu. Pelas suas páginas passaram as mudanças que os Estados Unidos sofreram no campo do sexo, as transformações numa sociedade em que o divórcio se tornou comum, as dúvidas de toda uma geração frente à sexualidade livre e à busca quase obrigatória de prazer.

    O autor escreveu romances, contos, poesia e foi um grande crítico literário, em uma carreira que, iniciada nos anos 1950, se encerra com mais de 50 livros publicados. Sua obra mais conhecida e aclamada foi o ciclo de quatro romances conhecido como A Tetralogia do Coelho, — eleito em 2006 por um grupo de notáveis convocados pelo The New York Times como o terceiro entre os melhores romances escritos nos 25 anos anteriores.

    Composta ao longo de 30 anos em uma prosa ao mesmo tempo elegante e plena de ironia, a Tetralogia do Coelho é uma devastadora saga da mediocridade classe-média americana, por meio do retrato de Harry Angstrom, o Coelho, personagem que vai de astro de basquete a vendedor de carros japoneses, endinheirado,
    separado e sem diálogo com os filhos. Aqui no Brasil os romances que compõem a tetralogia têm os nomes de Coelho Corre (1960), Coelho em Crise (1971), Coelho Cresce (1981) e Coelho Cai (1990). Pelos dois últimos Updike recebeu duas vezes o Pulitzer.

    Ele também abordou o mundo das pequenas vaidades literárias na série que tem como protagonista o escritor e alter ego Henry Bech (a mais recente dessas obras saiu faz uns anos com o título de Bech no Beco, pela Companhia). E sua obra chegou a ser descoberta pelo cinema, com The Witches of Eastwick, que por aqui a Rocco publicou com o nome de O Sabá das Feiticeiras, e que foi adaptado no filme As Bruxas de Eastwick, com Jack Nicholson, Susan Sarandon e MIchelle Pfeiffer.

    Updike escreveu até mesmo um romance sobre o Brasil, na verdade uma releitura no Rio de Janeiro contemporâneo da clássica trama de Tristão e Isolda, publicado também aqui com o título de… Brazil — para os fãs do autor, como eu, o romance carregava um quê de decepção. A escrita elegante e com completo domínio narrativo de Updike estava lá, como sempre esteve, mas ficava claro que o olhar agudo do autor, tão pródigo em desnudar a sociedade de seu país, não tinha o mesmo poder percuciente quando aplicado ao nosso, e transformou o Rio naquela coisa meio de sempre: praia, sexualidade, vôlei de areia e por aí vai. O último romance de Updike a chegar ao Brasil foi Cidadezinhas, publicado em dezembro de 2008.

  307. gthomas

    E sobre o controversial TOM WOLFE

    The Painted Word

    copyright © 1975 by Tom Wolfe

    PEOPLE DON’T READ THE MORNING NEWSPAPER, Marshall McLuhan once said, they slip into it like a warm bath. Too true, Marshall! Imagine being in New York City on the morning of Sunday, April 28, 1974, like I was, slipping into that great public bath, that vat, that spa, that, regional physiotherapy tank, that White Sulphur Springs, that Marienbad, that Ganges, that River Jordan for a million souls which is the Sunday New York Times. Soon I was submerged, weightless, suspended in the tepid depths of the thing, in Arts & Leisure, Section 2, page 19, in a state of perfect sensory deprivation, when all at once an extraordinary thing happened:

    I noticed something!

    Yet another clam-broth-colored current had begun to roll over me, as warm and predictable as the Gulf Stream … a review, it was, by the Time’s dean of the arts, Hilton Kramer, of an exhibition at Yale University of “Seven Realists,” seven realistic painters . . . when I was jerked alert by the following:

    “Realism does not lack its partisans, but it does rather conspicuously lack a persuasive theory. And given the nature of our intellectual commerce with works of art, to lack a persuasive theory is to lack something crucial—the means by which our experience of individual works is joined to our understanding of the values they signify.”

    Now, you may say, My God, man! You woke up over that? You forsook your blissful coma over a mere swell in the sea of words?

    But I knew what I was looking at. I realized that without making the slightest effort I had come upon one of those utterances in search of which psychoanalysts and State Department monitors of the Moscow or Belgrade press are willing to endure a lifetime of tedium: namely, the seemingly innocuous obiter dicta, the words in passing, that give the game away.

    What I saw before me was the critic-in-chief of The New York Times saying: In looking at a painting today, “to lack a persuasive theory is to lack something crucial.” I read it again. It didn’t say “something helpful” or “enriching” or even “extremely valuable.” No, the word was crucial.

    In short: frankly, these days, without a theory to go with it, I can’t see a painting.

    Then and there I experienced a flash known as the Aha! phenomenon, and the buried life of contemporary art was revealed to me for the first time. The fogs lifted! The clouds passed! The motes, scales, conjunctival bloodshots, and Murine agonies fell away!

    All these years, along with countless kindred souls, I am certain, I had made my way into the galleries of Upper Madison and Lower Soho and the Art Gildo Midway of Fifty-seventh Street, and into the museums, into the Modern, the Whitney, and the Guggenheim, the Bastard Bauhaus, the New Brutalist, and the Fountainhead Baroque, into the lowliest storefront churches and grandest Robber Baronial temples of Modernism. All these years I, like so many others, had stood in front of a thousand, two thousand, God-knows-how-many thousand Pollocks, de Koonings, Newmans, Nolands, Rothkos, Rauschenbergs, Judds, Johnses, Olitskis, Louises, Stills, Franz Klines, Frankenthalers, Kellys, and Frank Stellas, now squinting, now popping the eye sockets open, now drawing back, now moving closer—waiting, waiting, forever waiting for . . . it . . for it to come into focus, namely, the visual reward (for so much effort) which must be there, which everyone (tout le monde) knew to be there—waiting for something to radiate directly from the paintings on these invariably pure white walls, in this room, in this moment, into my own optic chiasma. All these years, in short, I had assumed that in art, if nowhere else, seeing is believing. Well—how very shortsighted! Now, at last, on April 28, 1974, I could see. I had gotten it backward all along. Not “seeing is believing,” you ninny, but “believing is seeing,” for Modern Art has become completely literary: the paintings and other works exist only to illustrate the text.

    Like most sudden revelations, this one left me dizzy. How could such a thing be? How could Modern Art be literary? As every art-history student is told, the Modern movement began about 1900 with a complete rejection of the literary nature of academic art, meaning the sort of realistic art which originated in the Renaissance and which the various national academies still held up as the last word.

    Literary became a code word for all that seemed hopelessly retrograde about realistic art. It probably referred originally to the way nineteenth-century painters liked to paint scenes straight from literature, such as Sir John Everett Millais’s rendition of Hamlet’s intended, Ophelia, floating dead (on her back) with a bouquet of wildflowers in her death grip. In time, literary came to refer to realistic painting in general. The idea was that half the power of a realistic painting comes not from the artist but from the sentiments the viewer hauls along to it, like so much mental baggage. According to this theory, the museum-going public’s love of, say, Jean Francois Millet’s The Sower has little to do with Millet’s talent and everything to do with people’s sentimental notions about The Sturdy Yeoman. They make up a little story about him.

    What was the opposite of literary painting? Why, l’art pour l’art, form for the sake of form, color for the sake of color. In Europe before 1914, artists invented Modern styles with fanatic energy—Fauvism, Futurism, Cubism, Expressionism, Orphism, Supermatism, Vorticism—but everybody shared the same premise: henceforth, one doesn’t paint “about anything, my dear aunt,” to borrow a line from a famous Punch cartoon. One just paints. Art should no longer be a mirror held up to man or nature. A painting should compel the viewer to see it for what it is: a certain arrangement of colors and forms on a canvas.

    Artists pitched in to help make theory. They loved it, in fact. Georges Braque, the painter for whose work the word Cubism was coined, was a great formulator of precepts:

    “The painter thinks in forms and colors. The aim is not to reconstitute an anecdotal fact but to constitute a pictorial fact.”

    Today this notion, this protest—which it was when Braque said it—has become a piece of orthodoxy. Artists repeat it endlessly, with conviction. As the Minimal Art movement came into its own in 1966, Frank Stella was saying it again:

    “My painting is based on the fact that only what can be seen there is there. It really is an object… What you see is what you see.”

    Such emphasis, such certainty! What a head of steam—what patriotism an idea can build up in three quarters of a century! In any event, so began Modern Art and so began the modern art of Art Theory. Braque, like Frank Stella, loved theory; but for Braque, who was a Montmartre boho* of the primitive sort, art came first. You can be sure the poor fellow never dreamed that during his own lifetime that order would be reversed.

    *(Twentieth-century American slang for bohemian; obverse of hobo)

    Epilogue

    For about six years now, realistic painters of all sorts, real nineteenth-century types included, with 3-D and all the other old forbidden sweets, have been creeping out of their Stalags, crawl spaces, DP camps, deserter communes, and other places of exile, other Canadas of the soul—and have begun bravely exhibiting. They have been emboldened by what has looked to them, as one might imagine, as the modern art of Art Theory gone berserk.

    The realist school that is attracting the most attention is an offshoot of Pop Art known as Photo-Realism. The Photo-Realists, such as Robert Bechtle and Richard Estes, take color photos of Pop-like scenes and objects—cars, trailers, storefronts, parking lots, motorcycle engines—then reproduce them precisely, in paint, on canvas, usually on a large scale, often by projecting them onto the canvas with a slide projector and then going to work with the paint. One of the things they manage to accomplish in this way, beyond the slightest doubt, is to drive orthodox critics bananas.

    Such denunciations! “Return to philistinism” . . .“triumph of mediocrity” . . . “a visual soap opera” . . . “The kind of academic realism Estes practices might well have won him a plaque from the National Academy of Design in 1890” . . . “incredibly dead paintings” . . . “rat-trap compositional formulas” . . . “its subject matter has been taken out of its social context and neutered” . . . “it subjects art itself to ignominy” . . . all quotes taken from reviews of Estes’s show in New York last year. . . and a still more fascinating note is struck: “This is the moment of the triumph of mediocrity; the views of the silent majority prevail in the galleries as at the polls.”

    Marvelous. We are suddenly thrust back fifty years into the mental atmosphere of Royal Cortissoz himself, who saw an insidious connection between the alien hordes from Southern Europe and the alien wave of “Ellis Island art.” Only the carrier of the evil virus has changed: then, the subversive immigrant; today, the ne kulturny native of the heartland.

    Photo-Realism, indeed! One can almost hear Clement Greenberg mumbling in his sleep: “All profoundly original art looks ugly at first. . . but there is ugly and there is ugly !” . . . Leo Steinberg awakes with a start in the dark of night: “Applaud the destruction of values we still cherish! But surely—not this!” And Harold Rosenberg has a dream in which the chairman of the Museum board of directors says: “Modernism is finished! Call the cops!”

    Somehow a style to which they have given no support at all (“lacks a persuasive theory”) is selling. “The New York galleries fairly groan at the moment under the weight of one sort of realism or another”. . . “the incredible prices” . . . Estes is reported to be selling at $80,000 a crack . . . Bechtle for 20,000 pounds at auction in London. . . Can this sort of madness really continue “in an intellectual void”?

    Have the collectors and artists themselves abandoned the very flower of twentieth-century art: i.e., Art Theory? Not yet. The Photo-Realists assure the collectors that everything is okay, all is kosher. They swear: we’re not painting real scenes but, rather, camera images (“not realism, photo systems”). What is more, we don’t show you a brush stroke in an acre of it. We’re painting only scenes of midday, in bland sunlight—so as not to be “evocative.” We’ve got allover “evenness” such as you wouldn’t believe—we put as much paint on that postcard sky as on that Airstream Silver Bullet trailer in the middle. And so on, through the checklist of Late Modernism. The Photo-Realists are backsliders, yes; but not true heretics.

    In all of Cultureburg, in fact, there are still no heretics of any importance, no one attacking Late Modernism in its very foundation—not even at this late hour when Modern Art has reached the vanishing point and our old standby, Hilton Kramer, lets slip the admission: Frankly, these days, without a theory to go with it, I can’t see a painting.

    “LETS SLIP,” AS I SAY. WE NOW KNOW, OF COURSE, that his words describe the actual state of affairs for tout le monde in Cultureburg; but it is not the sort of thing that one states openly. Any orthodox critic, such as Kramer, is bound to defend the idea that a work of art can speak for itself. Thus in December 1974 he attacked the curators of the Metropolitan Museum’s exhibition “The Impressionist Epoch” for putting big historical notes up on the wall beside the great masterworks of the Impressionists. But why? What an opportunity he missed! If only he could have drawn upon the wisdom of his unconscious! Have the courage of your secret heart, Hilton! Tell them they should have made the copy blocks bigger!—and reduced all those Manets, Monets, and Renoirs to the size of wildlife stamps!

    Twenty-five years from now, that will not seem like such a facetious idea. I am willing (now that so much has been revealed!) to predict that in the year 2000, when the Metropolitan or the Museum of Modern Art puts on the great retrospective exhibition of American Art 1945-75, the three artists who will be featured, the three seminal figures of the era, will be not Pollock, de Kooning, and Johns—but Greenberg, Rosenberg, and Steinberg. Up on the walls will be huge copy blocks, eight and a half by eleven feet each, presenting the protean passages of the period . . . a little “fuliginous flatness” here . . . a little “action painting” there . . . and some of that “all great art is about art” just beyond. Beside them will be small reproductions of the work of leading illustrators of the Word from that period, such as Johns, Louis, Noland, Stella, and Olitski. (Pollock and de Kooning will have a somewhat higher status, although by no means a major one, because of the more symbiotic relationship they were fortunate enough to enjoy with the great Artists of the Word.)

    Every art student will marvel over the fact that a whole generation of artists devoted their careers to getting the Word (and to internalizing it) and to the extraordinary task of divesting themselves of whatever there was in their imagination and technical ability that did not fit the Word. They will listen to art historians say, with the sort of smile now reserved for the study of Phrygian astrology: “That’s how it was then!”—as they describe how, on the one hand, the scientists of the mid-twentieth century proceeded by building upon the discoveries of their predecessors and thereby lit up the sky . . . while the artists proceeded by averting their eyes from whatever their predecessors, from da Vinci on, had discovered, shrinking from it, terrified, or disintegrating it with the universal solvent of the Word. The more industrious scholars will derive considerable pleasure from describing how the art-history professors and journalists of the period 1945-75, along with so many students, intellectuals, and art tourists of every sort, actually struggled to see the paintings directly, in the old pre-World War II way, like Plato’s cave dwellers watching the shadows, without knowing what had projected them, which was the Word.

    What happy hours await them all! With what sniggers, laughter, and good-humored amazement they will look back upon the era of the Painted Word!

  308. Ekran

    “É nóis na fita”, Gerald.

    Ignorancia é uma coisa que , quando detectada, tem que se atacar.
    Especialmente quando o ignorante habita em nós.

    Valeu o post, o cara era fera mesmo!
    Vou atrás!
    Imortais never die.

    Força, sempre, Gerald!
    (e a ópera sempre fala mais alto nos teus posts, é quase musical a escrita. Lindo de ler e ouvir quando dita nos nossos pensamentos!)

  309. Ivo Veiga

    Ezir, querida, acabei de ler seus coments, já anotei os autores e obras que citas e se tiver tempo, o que está rareando, procurarei le-los, acho seus coments de profunda erudição as vezes para mim um pouco herméticos mas tento entender cada palavra que dizes, a minha formação me levou por outras sendas, mas a cultura em geral é o que procuro como o meu “Velocino de Ouro”
    Beijos Querida
    Ivo
    PS: perdoe este homem que a principio não a compreendeu.

  310. Reinaldo Pedroso

    Navegando, descobri a verdadeira causa da bancarrota estadunidense. Sua dívida com Cuba pelo aluguel de Guantânamo, 4.000 dólares fixos por ano durante um século.
    Reinaldo

  311. Ekran

    Mr Wolfe é SODA!

    Essa sentença me faz pensar nas mil criticas de arte mediocres que engolimos e até as que ousamos escrever. Ele falou e disse TUDO.

    “In short: frankly, these days, without a theory to go with it, I can’t see a painting.”

  312. Reinaldo Pedroso

    28/01/2009 – 02:05
    Enviado por: gthomas
    “Do ZERO HORA (POA)
    Coelho Morre (…)”

    Putz, pensei que era o Paulo…
    Reinaldo

  313. Reinaldo Pedroso

    “E foi a porra do Pinter que levou o Nobel.
    que piada.”

    Gerald
    Deleta o post “O Silêncio do Silenciador.”
    Reinaldo

  314. Ivo Veiga

    Gerald, as vezes a vida nos leva por caminhos que escolhemos, mas coloca mil atalhos onde nem sempre sabemos qual será o melhor e após percorrer esse atalho durante muito tempo verificamos que não era bem o que pensavamos, mas aí já passaram outros atalhos que sequer imaginavamos que seriam melhores(ou talvez piores) e o tempo se foi. Eu quando criança(dos 9 aos 13 anos estudei piano clássico) tinha mil desejos, Regencia, Arqueologia, Carreira Militar, Economia e até ser maquinista de trem ou motorista de caminhão, mas quis o
    Destino que eu trilhasse a Carreira Militar e depois Economia, não me arrependo de nenhuma das duas, mas a vida é tão curta.
    Abraço
    Ivo

  315. Reinaldo Pedroso

    Dúvida cruel 1
    Por que Cuba não pode rescindir o contrato de locação de Guantânamo para os USA?
    Reinaldo

  316. Reinaldo Pedroso

    Dúvida cruel 2
    Extirpação de clitóris não é extirpação de clitóris?
    Reinaldo

  317. Ekran

    Ezir, o teu post das 21:59 (27/01/2009) é uma sintese que raras vezes eu vi…”tour de force” puro (no sentido mais positivo da expressão)

    Taí mais alguém pra me ajudar nas correções de minhas ignorancias.

    Dá gosto de ver quando alguém toma folego e MANDA VER.
    Beleza pura!

    Do quadro todo (que foi uma pintura com ideias e palavras), destaco o seguinte trecho
    (que só poderia vir de um pensamento feminino, não falico, não limitado pela massa enceFALICA condicionada pelos seculos de castrações e outras operações maniacas-pseudo-racionais):

    “porque LACAN descobriu que QUANDO A GENTE FALA É O INCONSCIENTE QUE FALA COM A CONSCIÊNCIA , COMO UM PAR INSEPARÁVEL , entende? Como os quadros de PICASSO , UM HERMAFRODITA , DUAS VOZES DENTRO DO MESMO TRONCO DE NOSSO CÉREBRO…E NÃO SÓ A CONSCIÊNCIA ( que FICARIA UMA VISÃO UNILATERAL, DIVIDIDA E INCOMPLETA , PARTIDA , entende?). O tempo todo , se a gente pára um pouco pra se OBSERVAR ( NÃO PRECISA FICAR E FIXANDO SÓ NISSO , também, né ? ) ou OBSERVAR OS OUTROS… A GENTE VAI APRENDENDO A SE RECUAR , SE DAR ESPAÇO INTERNO PARA COMEÇAR VER, ENXERGAR AS COISAS E FENÔMENOS DIANTE DE NÓS…AS MAIS SIMPLES!!!NESSE exercício , a GENTE “RECOLHE” “CAPTA” E RECONHECE ” APRENDE” CONCLUINDO UM MONTE DE COISA S E VAMOS APRENDENDO SOBRE A VIDA , A ENTENDER MAIS CLARAMENTE COM CUIDADO A COISAS.”

  318. Ivo Veiga

    Do Borges só li “O Aleph”, precisaria de mais 60 anos pelo menos para ler mais e mais. Mas na área militar li quase tudo que foi produzido nos ultimos 200 anos e da História da Música idem(de Bach a John Cage) passando por areas como Geopolitica, História Geral etc..etc..
    Como disse o Chaplin deveriamos nascer com 100 anos e ir regredindo até morrer como um espermatozoide.
    Eu também estou “Em Busca Do Tempo Perdido” e das minhas madeleines.

  319. gthomas

    Sr Reinaldo Pedroso
    As vezes eu realmente me pergunto porque continuo a aprovar seus comentarios completamente FORA DO TOM.

    mas o melhor mesmo seria ignora-los e eh o que farei

    Ivo: mas se arrepender do que? meu santo? Bela carreira. Por que o arrependimento? Leia, se deleitel va pra vida. Nunca eh tarde

    Ekran: Tom Wolfe eh a propria definicao Stendhaliana de um novelista que atribuem a Updike> as vezes la em cima, as vezes, ca em baixo. Muito baixo. Bonfire of Vanities e Painted Word (not Bird) ou Right Stuff sao magnificos: Charlotte Simmons , um horror.

  320. Reinaldo Pedroso

    Certeza 1
    O Ivo “deu um tiro no pé” direito. Isso acontece com quem “troca os pés pelas mãos”.
    Reinaldo

  321. Ekran

    Gerald,

    tem horas que esse blog com os comentarios em varios tons mais parece o “ensaio de orquestra” do fellini.

    Confesso que ADORO essa anarquia!
    Para mim, é o som da “pura” natureza humana (sem os ruidos do racional, do controle, da ordem imposta, dessa coisa toda orquestrada de fora pra dentro)

  322. Ivo Veiga

    Lendo a Ezir o Ekran e outros me sinto um ignorante.

  323. Ivo Veiga

    Gerald não me arrependo de nada que fiz e faço. mas me arrependo do que não fiz.
    Abraço
    Ivo

  324. Ekran

    Eu admiro o simples fato de existir um Tom Wolfe nos EUA.
    Tiro o chapeu para uma sociedade que faculta a possibilidade de alguem como ele viver da propria arte de provocar.

    Ainda estamos longe desse grau de civilidade aqui nos tropicos.

    Eu procuro ler qualquer coisa dele. As vezes uma frase redime mil paginas. Esses caras da dita “contracultura” são essenciais.
    Outra coisa que ainda nem chegamos perto por aqui…

    é soda!

  325. Ivo Veiga

    Como pode se ver minha vida é uma colcha de retalhos, só em duas áreas fui até fechar o ciclo como militar e economista, as outras, incluindo ai como pianista, tudo ficou semi acabado.

  326. Ivo Veiga

    Bom, agora vou dormir .
    Boa noite a todos
    Ivo

  327. gthomas

    Ensaio de Orquestra eh maravilhoso mas nada bate La Nave Va

    LOVE
    G

  328. gthomas

    Philip GLASS on gerald THOMAS

    by patrick GRANT

    link

    http://www.vimeo.com/2988089

  329. Ekran

    Ivo,

    na boa, sem moralismos e tais bobagens auto-ajuda, mas se esse teu arrependimento do que não fez for algo que te incomoda até a alma, que tira o teu sono, ocupa o teu pensamento ao longo do dia, então meu caro, o céu é o limite. Muita gente nem chega perto desse estagio de saturação da vidinha-como-nos-ensinaram-a-ser-gente-grande.

    Qualquer coisa que você começar agora com base nesse intenso incomodo vai te fazer recomeçar com estilo.

    Admiro que chega nesse ponto de maturidade.
    É para poucos.
    abraços

  330. Ekran

    To começando a ver o video com o Philip Glass.

    SHOW!

  331. Ekran

    Gerald,

    Bacana ver o Philip Glass falando da sua vocação, do seu “chamado” para o teatro.

    Eu vi uma entrevista dele sobre o trabalho em Koyaanisqatsi, com o Godfrey Reggio. É impressionante o que eles fizeram com os sons e a orquestração ANTES das imagens serem compostas e editadas.

    MUSICA antes da IMAGEM.
    Outra concepção de ser humano.
    Fantastico!

    Pouquissima gente se dispoe a correr esses riscos como eles nas telas e voce nos palcos.
    Toda vez que eu vejo esse filme eu fico “zerado”. Incrivel. É quase um estado de hiper-lucidez, em que o caminho entre a porta de casa e a padaria da esquina se enchem de luz e sons.

    Sem psicotropicos.

  332. Reinaldo Pedroso

    28/01/2009 – 02:38
    Enviado por: gthomas
    “Sr Reinaldo Pedroso
    As vezes eu realmente me pergunto porque continuo a aprovar seus comentarios completamente FORA DO TOM. (…)

    Exatamente por isso, Gerald.
    Reinaldo

    28/01/2009 – 02:44
    Enviado por: Ekran
    “Gerald.
    (…) Para mim, é o som da “pura” natureza humana (sem os ruidos do racional, do controle, da ordem imposta, dessa coisa toda orquestrada de fora pra dentro)”

    Ekran
    Se te referes inclusive às minhas mensagens, tento o mais que posso eliminar ruídos irracionais.
    Reinaldo

  333. Reinaldo Pedroso

    Vou navegar.
    Reinaldo

    “Detectado comentário repetido; parece que você já disse isso!”

    Sim, já disse.
    Reinaldo

  334. Reinaldo Pedroso

    27/01/2009 – 22:41
    Enviado por: everaldo
    “susan judia,
    Não seria, o prepúcio uma “indicação” para o “sexo sem prazer”? O hímem, uma indicação para a procriação sem penetração?
    …sei lá coisas assim?
    O prazer, mesmo entre o homem e a mulher, não é homoxexual, pois o clítores é resquício do masculino no feminino?
    …sei lá, coisas assim?
    Sobre a “brutalidade da retirada do clítores” não é apenas uma forma primitiva do homem, impedindo que a mulher sinta prazer e busque outros parceiros, assegurar a sua preservação através de descendentes?
    …sei lá, algo assim?”

    Teu Deus! Teu Deus!
    Que viagem! Haja maionese!
    Reinaldo

  335. Reinaldo Pedroso

    28/01/2009 – 02:48
    Enviado por: Ivo Veiga
    “Gerald não me arrependo de nada que fiz e faço. mas me arrependo do que não fiz.
    Abraço
    Ivo”

    Ainda é tempo, estou vivo.
    Reinaldo

  336. juliano

    Sandra, na minha opinião extirpação de clitóris e escravidão não podem ser consideradas praticas culturais, creio que não se pode nem discutir isso. Os direitos humanaos independem de qualquer legislação, são universais, incorporados ao patrimonio de toda a população mundial. Hoje muita gente defende essas barbaries como diferenças culturais, antes era a soberania dos povos, etc e tal. Sempre vai haver teses pra defender terrorismo, mutilações, escravidão. Agora colocar cultura nesse embrolio de jeito nenhum! Eu sei que vc não defende essas idéias também Sandra,bjs

  337. everaldo

    …tem nêgo que lê isto, lê aquilo, se empanturra de tantos conhecimentos alheios, que se torna incapaz de criar suas próprias, mesmo que simples, ilações. Não entende que numa página aberta, na internet, como esta, nem todos que a frequentam são alfabetizados, que é o meu caso.

  338. Ivo Veiga

    Amigos em geral(Ekran obrigado) partindo hoje para o exterior, não sei quando volto, parafraseando ” A Canção do Expedicionário” de Spartaco Rossi e Guilherme de Almeida( “não permita Deus que eu morra, sem que volte para cá”, correria doida, contas, bancos etc… tudo com vizinhos. Abraço a todos e espero muito breve voltar a conversar com todos amigos.
    Ivo

  339. everaldo

    …não é “direito humano”, o homem, e não só a mulher, assegurar que deixou descendentes?

  340. Aninomyous

    “The torture never stops, Your masters beat you bloody
    Still you’re running back for more
    And every day, you lay down and play the whore
    the terror is a force too strong for you to fight…

    …You see me lift the axe, (as) it plunges through your shield
    You now begin to panic as you see your chances grow slim
    Your running through the endless maze
    (You) Turn and I’ll be there
    A force too strong for you to fight
    Your end I’ll see tonight (“I’ll see your end tonight”)
    You think you can destroy (me)? You’d better think again
    I am eternal terror my quest will never end
    I’ll trap you in the pentagram
    And seal your battered tomb
    Your life is just another game
    For Satan’s night of doom”

    The Evil has no boundaries. 😛
    Pout Pourri de letras malucas…

  341. Glorinha

    Bom dia a todos!!!
    …descendentes podem não ser reconhecidos apenas pela “matéria”…podemos deixar descendentes em nossas ações…
    []

  342. Renato

    Gerald, sensacionais – o texto e o fechamento do “batendo o ponto, cumprindo o contrato”! Dei muita risada! Welcome to the Rat Race, Man! Join the Nine to Five World!

    Arte, humor, boas cervejas e companhias: o único caminho possível para atravessarmos com amor esse “Vale de Lágrimas”. Não é à toa que por aí eles não brindam com “Saúde”, mas com “Tears!”

  343. Glorinha

    descendentes de nossas ações…fruto de uma vida, mesmo que não seja outra, outra vida… pode ser uma que criamos, que geramos não necessariamente da forma convencional…gestação etc… pode sim haver a gestação e nascimento de algo bom de nossas ações…isso também terá e será nossa descendência…de um para outro….
    []

  344. Aninomyous

    Na verdade, creio eu particularmente, podemos minimizar a ‘sangria’ mas jamais estancar completamente, porque antes de tudo o mal é uma questão humana que foge ao seu domínio, mas a única forma é cultivar o bem…(que muito espertinho(a) gostam de fazer firula e confusão para anular seu sentido)…assim promovendo o fortalecimento geral, porém sabemos que sempre, invariavelmente, o mal aparecerá aqui ou ali, por um acidente, alguma demência ou doença mental, algum motivo sordido…o que é injustificável é ele ser promovido pelo que a humanidade não aboliu desde sua formação nas mais remotas eras da pre-história, tais como fome, miséria…coisas que um pouco de inteligência retardada já haveria sido minimizado ou abolido a seculos…desculpe, mas desculpismo é a maneira mais fácil de omissão, portanto duvido que alguém que pudesse viver em um lugar de terras ferteis, com povo amistoso e inteligente, abundante de recursos e alimentos, possibilidades, etc etc etc. iria correr pro meio do deserto e se matar pensando em ir morar num paraíso…
    …tenho certeza da inteligencia humana, que os cientistas de Israel transformaram deserto em pomar e Oasis, mas que falta muito para dividir ou expandir isso mundialmente, não somente criar ou desenvolver isso nas áreas desertificadas mas também manter e sustentar as áreas onde isso não ocorreu…mais ou menos puraí…

  345. franklin albuquerque

    JOGUE DUUUROOOOOOOOOOOOOOOO !!!!!!!!!!!!!!!

    ABÇ,

    FRANKLIN

  346. everaldo

    …puraí, e puraquí fica a pergunta: por que dispondo de liberdade de mobilização, de locomoção, as primitivas e ainda atuais “tribos humanas”, insistiam e ainda insistem, em habitarem espaços hostis às suas sobrevivencias, físicas, psíquicas, e intelectuais, não migrando para “ecossistemas” naturalmente favoráveis? Será que, êste comportamento, naturalmente irracional, não provém de um determinismo “sobrenatural”?

  347. everaldo

    Glorinha 10:50

    Isto pode até valer para seres mais evoluidos, e para os mais primitivos?

  348. Aninomyous

    Hey, o Ig tirou o Blog da First Page pra colocar o BBB….mas que bbb…

  349. Glorinha

    Anino,
    percebi isso também…um layouto “novo” que não consegui gostar…
    não importa, sabemos o caminho para chegar aqui….rs…
    []

  350. Glorinha

    Everaldo, bom dia!!!

    ações simples e das quais comungamos não requerem mais do que temos…
    vejo o que está se transformando de um ponto a outro…e ao infinito
    vejo uma estrada…. e cada um… e o universo inteiro de possibilidades….
    [[]]

  351. everaldo

    Glorinha,

    Infelizmente esta cultura de consumo, na qual não se consome apenas produtos mas também almas, esta reduzindo o universo à dimensão dos intestinos dos egoístas e hipócritas.

    …mas, você e a Nina não teem nada a ver com isto.
    ,

  352. everaldo

    …outra vez:
    Alguém, além de mim, percebeu uma sutil diferença na maneira de andar do Obama?
    Será que isto tem alguma importância?

  353. Até V.Exca GT pegou a mania do Pudim de Cana?

    Tenha dó:

    Jobs. Foi o PIOR dia no mundo dos JOBS! Não do Steve Jobs (talvez no dele também), mas no plano de empregos: 70 mil empregos se foram, bem, pra cucuia hoje neste país! Mais 70 mil desempregados graças às administrações anteriores e uma economia cuja moradia tinha o endereço fixo: nos 7 pecados capitais

    Ele foi eleito como salvador e deve resolver o problema, não existe este negocio de “administração anterior”, pois o culpado de tudo que aconteceu no EUA não foi o imbecil do Bush e sim os Clintons apoiadores do Barack, ou o atentado de 11.09 em 2001 com Bush no poder a menos de 01 ano foi obra dele?

    Falou muito e tem de resolver o problema, e negociar o plano de recuperação.

    O resto como diz o Apedeuta é só marolinha.

  354. Ekran

    Sessão de fotos com Updike, pela agencia Magnum:
    http://todayspictures.slate.com/20090128/

  355. Ekran

    Artigo interessante da Anne Applebaum sobre a midia internacional pautando o governo Obama como “salvacionista e transitorio”.

    http://www.slate.com/id/2209782/

    foreigners
    The Obama Conspiracy
    Why some foreigners can’t believe Obama won the presidency fair and square.
    By Anne Applebaum
    Posted Monday, Jan. 26, 2009, at 7:59 PM ET

    You’ve probably heard stories of swooning foreign reporters, breathless international coverage, fawning headlines in many languages—and I can confirm that it’s all true. Having found myself at a London newspaper stand the day after the inauguration, I can attest to what many British and European newspapers chose to run on their front pages that morning: full-page photographs of President Barack Obama, most taken so as to show that crowd of 2 million people below him, all with triumphant headlines in large letters on top.

    The rejoicing was not entirely unanimous, of course, not least because the frothy press coverage itself provoked some backlash. One British friend told me that while he’d enjoyed watching the inauguration, “this salvationist acclaim for a political redeemer worries me, since it shows the depth of the almost-universal despair.” Similar rumblings were heard elsewhere, too.

    Yet there was also another, more negative category of foreign response to Obama’s inauguration that is worth noting, not so much because of what it tells us about our new president, but because of what it reveals about the responders. A number of international observers eschewed the general adulation and concluded, simply, that the entire event—the election, the inauguration—was a hoax.

    Look, for a typical example, at Pravda.ru, the Russian Web site that succeeded the organ of the Soviet Communist Party. Writing in the spirit of the times past, one of its authors informed readers last week that Obama’s presidency was a sham. After all, he “became the president because one needed a scapegoat during hard times of the crisis,” and he will not last: “[I]f Obama does not manage to extricate the nation from the crisis in two or three years, the Republicans will unveil their real candidate, and Obama’s presidency will finish earlier than expected.” The American president is, in other words, merely a temporary placeholder—a description that makes him sound remarkably similar to the current president of Russia.

    But Pravda.ru was not alone. One Chinese academic wrote that many of his compatriots were confident that the “impossible” election of Obama would be disrupted by “something dramatic, similar to John F. Kennedy’s assassination.” In the wake of the inauguration, one high-ranking official shifted the line somewhat and denounced the process, calling on China to build defenses against the “erroneous” ideas of Western democracy (Chinese television having been wary enough of these erroneous ideas to censor Obama’s inaugural address, even as it was being broadcast live).

    Al-Qaida has been looking to discredit President Obama, too, mostly with nasty insults (he’s a “hypocrite,” a “killer,” even a “house Negro”) but also describing him as a frontman for the secret Zionist conspiracy. “This is Obama,” said Ayman al-Zawahiri, al-Qaida’s No. 2, “whom the American machine of lies tried to portray as the rescuer who will change the policy of America.”

    I have, of course, chosen these quotations selectively: There were plenty of Chinese and Russian bloggers and journalists who wrote enthusiastically about the inauguration or at least didn’t think it was a giant coverup. As the Washington Post has pointed out, the very harshness of al-Qaida’s language may even reflect the fact that the U.S. president is being welcomed so warmly in much of the Islamic world.

    Yet there will always be some who believe his election had to have been manipulated, simply because in their countries elections are always manipulated. The very idea that a relatively young, relatively unknown member of an ethnic minority could become president of the United States simply makes no sense in China, where national leaders are elderly men who have spent decades in the service of the Communist Party. Nor is it logical in Russia, where the outcome of elections is always known well in advance and transfer of power always takes place under the shadow of secret conspiracy. Nor, of course, could it ever seem plausible to the jihadist fringe, a group whose members are defined by the fact that they believe “change” is something you achieve with mass terror.

    Nor even does the election make sense to some Americans (type “Obama” and “hoax” into your search engine of choice and see what I mean). Still, most of us have gotten used to the idea that electoral outcomes cannot always be determined by the political establishment in advance. We’ve also elected, in recent memory, improbable presidents from Arkansas and Georgia; have survived presidential resignations and impeachments; have gotten used to (even blasé about) black men and women running our foreign policy. One’s perception of the present is shaped by one’s experience of the past, and our experience is that democracy, at least when it works, is messy and unpredictable—which is precisely why it seems so implausible to others.

    Anne Applebaum is a Washington Post and Slate columnist. Her most recent book is Gulag: A History.

  356. Jameson

    Aristophanes is more powerful than me( Im sorry)…

    Look this video about Mr. Pedroso

    This blog is like the truck and Mr. Pedroso is like the afraid guy on the phone.

    This Blog ROCKS…

  357. Glorinha

    Everaldo,
    estou aqui nesse mundo, faço parte de tudo isso….tenho a ver com tudo isso….pelo menos assim penso e assim pensando sempre há o que se pode fazer ou aprender…
    []

  358. O big bosta brasil esta com a força toda.
    Mudou até a cara do IG.
    É a força da merda mudando coisas boas.

  359. Glorinha

    nesse caso talvez seja melhor não dar trégua…..será?!

    tá chovendo…muito…lágrimas dos céus molhando a terra e o asfalto, trazendo uma pontinha se saudade de tempos em que era criança pés nos chão…a água escorrendo pela guia da calçada abraçava os barquinhos de papel a ir embora na enxurrada….
    o que vai pela enxurrada hoje são barquinhos de ferro e aço e não tem graça nenhuma…
    acho que tenho saudades da inocência e da infãncia…hoje…só um pouquinho….estou muito adulta…credo!

  360. Ronald.

    Mais uma evidência provando que o brasileiro é um idiota.

    Governo renova certificado de filantrópicas sob investigação
    28/01 – 07:29 – Congresso em Foco

    Sem alarde e ignorando toda a polêmica gerada no final de 2008 com a edição da Medida Provisória 446/08, a chamada MP das Filantrópicas, o governo renovou o certificado de 4.100 mil entidades para o triênio (2007-2009). A renovação foi publicada na última segunda-feira (26) e ocupou 64 páginas do Diário Oficial da União (DOU).

    A resolução cumpre os artigos da MP, devolvida pelo presidente do Senado ao Executivo, que concedem anistia a todas as entidades que tinham seus processos pendentes de julgamento mesmo sob a investigação do Ministério Público Federal (MPF) e da Polícia Federal (PF).

    Ou seja.
    Lavaram o dinheiro na cara dura, cara de pau, e ninguém no Congresso disse nada.
    Cadê a OAB?
    Cadê o super-homem??
    Que merda!!!!!!

  361. Glorinha

    Ronald,
    eh uma vergonha…por muito menos que isso qualquer um que não for um qualquer aos olhos da “não lei” pode ser preso ou não ter mais direito nenhum em qualquer institução etc….impunidade….

  362. Ronald.

    Mais evidências.
    Que subam logo os mares….

    28/01/2009 – 13h42
    Fórum Social Mundial foca 1º dia na Amazônia; quilombolas aparecem para a discussão
    Rodrigo Bertolotto
    Enviado especial do UOL Notícias
    Em Belém (PA)
    A questão amazônica domina o primeiro dia de atividades do FSM (Fórum Social Mundial), sediado em Belém (Pará), justamente pela proximidade com o tema. E o foco principal ficou por conta da denúncia de comunidades indígenas, tanto do Brasil quanto do Peru e do Equador, sobre a ação do agronegócio e das mineradoras na região.

    Quem polui deve pagar preço do aquecimento, diz líder quilombola
    Mas no meio dos representantes dos índios estava um líder de uma população da floresta muitas vezes ignorada: os quilombolas. Eles são remanescentes dos escravos que escaparam das fazendas e adentraram na mata para formar sociedades. “Nossos antepassados fugiram, mas nós temos que mostrar a cara e mostrar que somos um dos grandes especialistas em Amazônia”, sentenciou Daniel Souza, líder dos quilombolas do Pará.

    Segundo ele, há 302 comunidades de descendentes dos quilombos no Estado. “Quem destrói a região são as grandes empresas de agronegócio e as mineradoras. Eles têm que pagar pelo preço”, aponta Souza.

    Grandes impulsionadoras da Bolsa de Valores brasileira, a Vale e a Petrobras vão estar no olho do furacão. Além de mesas de discussão, já estão programadas manifestações contra essas empresas. Apesar de patrocinadora do Fórum, a Petrobrás já é alvejada por sindicalistas dos petroleiros, que montaram barracas vendendo camisetas pedindo o fim das parcerias da estatal com multinacionais estrangeiras.

    “A Vale destrói muito mais a Amazônia que os povos que vivem por lá. Eles contribuem com algumas ações sociais, mas é pouco ainda”, queixa-se Souza.

    Além dos indígenas e quilombolas, os ribeirinhos (população cabocla que mora em comunidades à beira dos rios) também marcam presença no Fórum. A participação deles teve apoio estatal, bancando o deslocamento e a hospedagem na capital paraense. Várias atividades culturais mostraram o modo de vida dessas populações para os frequentadores do evento, idealizado em 2001 como contestação ao Fórum Econômico Mundial, que acontece anualmente em Davos (Suíça) e reúne empresários e governantes.

    No começo de 2007, uma reunião dos organizadores em Berlim (Alemanha) escolheu a cidade de Belém como sede do Fórum de 2009. O tema do aquecimento global seria o foco com esse cenário. Entretanto, após a crise econômica dos EUA a partir de setembro, boa parte dessa agenda voltou-se para o capitalismo. Mesmo assim, o viés ecológico ficou forte no primeiro dia, com divulgações de pesquisas por parte de ONGs e institutos ligados ao tema ambiental.

  363. Circuncisão é cortar o prepúcio, uma pele que cobre a glande do pênis.
    Na linguagem popular é chamada de cabresto, quando nasce presa na cabeça do pênis.
    impedindo o livre movimento da pele.
    É importante cortar o cabresto por motivo de higiene, fica mais fácil
    limpar as secreções e facilita nas relações sexuais.
    Um pênis com cabresto causa muito desconforto nas relações sexuais,
    chegando a se romper e sangrar. Nesse caso quem perde a virgindade é o homem.
    Antes de casar é aconselhável fazer exames pré-nupciais e cauterizar o cabresto.
    No meu tempo as mulheres eram virgens. Eu tive que fazer.

  364. Aninomyous

    A pilantropia é o investimento mais lucrativo da atualidade, superando qualquer aplicação bancária ou a bolsa…logicamente se podem pegar dinheiro que não existe, lavou tá novo…por que vão perder tempo com entraves e burrocracias…essas coisas são para bloquear e estagnar os mecanismos socio econômicos, não para o investimento dos que sabem fazer pilantropia.
    Aí eu concordo com o Gerald, coitadinhos, vamos alisar suas costas e dar tapinhas, que dó que dá…

  365. Aninomyous

    …é uma peninha, porque sobre isso nem o Presidente sabe nada, que dirá o pessoalzinho mané de lá…eu? num sei di nada! vc sabe alguma coisa? pô me dá uma fatia aí seu pilantra! hahahahahahahahaaaaaaaaaaa…
    Pobre do MP e da PF, da ABIN, da OAB, da STJ, da … coitadiiiiiiiinhos…que dó, de cortar o coração…tsc tsc tsc…coitadinho do Brasil…todos somos coitadinhos, precisamos muito da Pilantropia…pra sempre viu. 😦

  366. Aninomyous

    Digo, sem a Pilantropia se fecha um canal de perpetuação do verdadeiro sistema financeiro brasileiro, não essa fachada podre da sociedade e da indústria, o verdadeiro dinheiro corre mesmo é nas mãos de nossos abnegados pilantropos…não sei se consigo ser claro…mas deixa assim mesmo, afinal nem se aparecer um microscópio atômico para focar no cerne da questão haverá conclusão em 1000 anos de investigação…deixa assim…né? parei…juro…agora….

    …não….agora….

    …..a….
    .

    …gora!

  367. Silvério Cardoso Corrêa

    Sandra.

    Me de licença para falar sobre o que disse acima.

    SOBRE OS PRISIONEIROS DE GUANTANAMO.

    O governo estadunidense deverá por em liberdade 60 elementos que julga serem menos nocivos nas palavras deles. Lá estão presos cerca de 650 prisioneiros, maioria de afegãos. Desses 60, vários paises europeus de dispuseram a recebe-los e cre-se que no encontro que haverá em março entre Lula e Obama, este pedirá que o Brasil também receba alguns.
    É uma questão de humanidade, não se sabe nem se esses 60 são terroristas ou se são tão maus assim.

    SOBRE ATLETAS CUBANOS.

    Os pugilistas foram assistidos no Brasil pela OAB e pelo Ministerio Público, e ambas instituições atraves de seus representantes disseram que eles não queriam ficar no Brasil, não pediram asilo politico. Outros que pediram, me parece que dois, foram aceitos como asilados e vivem no Brasil. Recentemente uma banda de Cuba em excursão pelo Brasil tmabém pediu e foram atendidos.

  368. Silvério Cardoso Corrêa

    Dúvida cruel 1
    Por que Cuba não pode rescindir o contrato de locação de Guantânamo para os USA?
    Reinaldo

    REINALDO PEDROSO

    Cuba recebe dos EUA cerca de 6mil dolares anuais. E o contrato que foi firmado acho que em 1934 diz que o terreno só voltará ao dominio cubano se for abandonado pelos estadunidenses ou por consentimento mútuo. E os EUA com certeza nunca deixaram a área, pois não concentiram. É estratégica.

  369. Aninomyous

    Pra Pilantropia jamais haverá crises, mas veja por exemplo que é diferente a medida e o peso quando é verdadeiramente dentro da sociedade e indústria:
    “Esse lance de crise, desde que me conheço por gente ouço falar de tantos em tantos anos, ……, muito dinheiro parado = a uma crise pior, se todos resolvessem fazer o capital circular normalmente é fato que não existiria essa tal “crise”.
    Aqui na empresa demitiram muitas pessoas ontem mesmo, eu já estou sabendo que foram mais do que anunciaram, agora a pergunta:
    será que a empresa está ruim das pernas mesmo ou é uma simples desculpa pra aproveitar a tal “crise” e cortar os gastos, retirando aqueles que ganham relativamente bem e podem muito bem serem substituídos por estagiários ou pessoas que aceitem ganhar bem menos para fazer a mesma função?”

    Pra trabalhar não tem dinheiro e nem anistia, somente pra pilatropar….heis o verbo que faz o Brasil andar.

  370. Aninomyous

    Eu gorei mas não parei…veja por exemplo que a Crise é a palavra da vez em termos de Indústria e Empresas na Sociedade, enquanto Anistia é a palavra da vez em termos de pilantropia, enquanto os donos do gado chafurdam no dinheiro sujo, a sociedade questiona em Foruns:

    Esse lance de crise, desde que me conheço por gente ouço falar de tantos em tantos anos, o problema é que a mídia divulga de uma forma que parece o que o mundo vai acabar, só piorando as coisas, muito dinheiro parado = a uma crise pior, se todos resolvessem fazer o capital circular normalmente é fato que não existiria essa tal “crise”.
    Aqui na empresa demitiram muitas pessoas ontem mesmo, eu já estou sabendo que foram mais do que anunciaram, agora a pergunta:
    será que a empresa está ruim das pernas mesmo ou é uma simples desculpa pra aproveitar a tal “crise” e cortar os gastos, retirando aqueles que ganham relativamente bem e podem muito bem serem substituídos por estagiários ou pessoas que aceitem ganhar bem menos para fazer a mesma função?

    Anistia? que doce ironia…so pra coitados.

  371. Aninomyous

    Ops! desculpe, duplicou! por favor se atrapalhar pode apagar aí…hehehehehehe… 😛

  372. Gente, nunca vi tanta hipocrisia com o Pele comentando o caso
    Robinho dando lição de moral. Na hora de transar com a empregadinha domestica tudo bem,
    assumir, a paternidade neca. Depois dizem que branco que é preconceituoso.

  373. Sue (Dia Branquinho de neve e Gelado...)

    Minha avo ja dizia :

    **MELHOR OUVIR (Ler) DO QUE SER SURDA (Cega)!!! **

    Ref :
    28/01/2009 – 02:17

    Enviado por: Reinaldo Pedroso

  374. Sue (Dia Branquinho de neve e Gelado...)

    Para quem tiver acesso a **Globo.com** , vale a pena
    ver o especial passado ontem na Globo INternacional sobre
    a vida / morte de John Updike..

    Deve estar disponivel para os assinantes do Globo. com

    Boa Tarde a Todos !!!

  375. Ana

    Muito legal ver o Phill Glass falando do seu processo criativo, Gerald!
    Parcerias de peso! Parabéns!

  376. Ana

    Sem contar o bumbo (aquilo é um bumbo?; caixa?) que Gerald toca em “O império das meias verdades”! Lembra uma verdadeira escola de samba! Jamais imaginei que o veria – mesmo que através de um vídeo – fazendo tão bonito na percussão! Lembre-se que eu não sabia dos seus dotes musicais ;))

  377. santanna

    “Teu Deus! Teu Deus!”
    (Reinaldo Pedroso)

    Reinaldo,

    Gostei disso, ha. É uma maneira simpática de se colocar como um ateu.

  378. santanna

    “…Depois dizem que branco que é preconceituoso.”
    (targinosilva, 18:41)

    Targino,

    Pois é. Os negros são tão preconceituosos qto os brancos, inclusive entre si.
    É coisa do ser humano mesmo…

  379. Dudinh, neta do Pacheco :)

    Amei o que meu avô escreveu dia 27, apesar de apenas ter 11 anos seja pelo meu vô ou minha mãe você Gerald também faz parte da minha vida.
    Adoro seu blog, apesar de não entender a metade rs.
    Pode ter ABSOLUTA CERTEZA que minha mãe e meu vô te adoram e só falam de você rs!
    beijinhos:*
    Eduarda Eiko Cremoneze Pacheco Anzai

  380. Dudinha, neta do Pacheco :)

    arrumando nick

  381. Reinaldo Pedroso

    28/01/2009 – 18:51
    Enviado por: Sue (Dia Branquinho de neve e Gelado…)
    “Minha avo ja dizia :
    **MELHOR OUVIR (Ler) DO QUE SER SURDA (Cega)!!! **
    Ref :
    28/01/2009 – 02:17
    Enviado por: Reinaldo Pedroso”

    Sue
    Te referes a eu ficar decepcionado com o duplo sentido do lead de “Zero Hora” sobre a morte de Updike e não do Paulo Coelho?
    Bem, entre ler Paulo Coelho ou ficar cego, prefiro Borges em Braille.
    Reinaldo

  382. Reinaldo Pedroso

    28/01/2009 – 19:22
    Enviado por: santanna
    “Reinaldo,
    Gostei disso, ha. É uma maneira simpática de se colocar como um ateu.”

    “Poizé…”
    Beijo,
    Reinaldo

  383. Luciana

    Chega de sangue, chega de violência, chega de um monte de coisas, mas essas coisas persistem em existir, talvez por ficarmos dividindo tudo, se somos ateus, ou não.A vida, a coisa em si não vai mudar se somos ateus, ou não.Ela é.Agora é tarde, seguimos este caminho.Espero que um dia busquemos outros caminhos menos complicados. A questão fundamental,hoje em dia, não é mais se Deus existe ou não.E sim perguntarmos , será que eu existo….

  384. STOP THE BLEEDING, please!

    “Sangue, muito sangue” vemos por aqui. É vida! Mas … pode “significar” morte … Pensemos na “vida daqui”?

    … “Dick Cheney saindo, indo numa cadeira de rodas, um inútil, um aleijado” … (GT no post acima) Alijado, também, não GT?

    GT … você é o “meu” Dr. Miguel A. L. Nicolelis (brasileiro)! Eu o vejo assim, à “minha moda”! Considere, por favor, um “baita elogio”, sim? Como teatrólogo eu o vejo como um “cientista” da mente e comportamento humano e … de que falava, mesmo, eu?
    Já lhe disse que o considero um “genio” e … continuemos …

    PENSAMENTO DE MACACO FAZ COM QUE ROBÔ SE MOVIMENTE. (macaco, aqui, é o “bicho” mesmo – rs)

    … “Se Idoya pudesse falar, ela teria motivos de sobra para se vangloriar. Na última quinta-feira, utilizando apenas sua atividade cerebral, uma macaca, de 5.5kgs e 80cms fez com que um robo humanóide, de 91Kgs e 1.5ms pudesse “caminhar” (aspas minhas). Ela é da Carolina do Norte e o robo do Japão.

    Esse tipo de experimento, disse o Dr. Nicolelis, é o primeiro passo rumo à uma máquina cerebral eletronica, que deve permitir que as pessoas possam voltar a caminhar apenas com o “exercício do seu pensamento” (aspas minhas).

    “Quando as pessoas pensarem em andar, declarou, a ação de andar acontece” (aspas minhas).

    Um aparelho que atue no cérebro é qualquer “sistema” (aspas minhas) que permita que as pessoas ou animais “usem a atividade cerebral para controlar dispositivos externos” (aspas minhas).

    Fonte: IG numa reprodução do New York Times (jan/2008)
    ——————————-

    … “O apocalipse é agora! Os americanos sabem disso, que a única esperança são os discos voadores. Como uma pessoa que está morrendo. É uma larva que está morrendo para gerar uma borboleta. Não devemos impedir a larva de morrer; devemos ajudá-la a morrer para ajudar a borboleta a nascer. Precisamos dançar com a morte.

    Este mundo está morrendo, mas, muito bem. Resultaremos numa grande, enorme borboleta. Voce e eu seremos os primeiros movimentos nas asas da borboleta por estarmos falando disso?” (Alejandro Jodorowsky)

    —————————

    Teatro do absurdo. Teatro do panico. Cineastas underground. Nouvelle vague.

    … “Se eu fosse “normal”, não seria normal”. (Fernando Arrabal)

    Ekram (2.44hs. de hoje): … “o som da “pura” natureza humana. Sem os ruídos do racional, do controle, da ordem imposta, dessas coisas todas orquestradas de fora para dentro” …

    PS.: Esqueceu-se de Ingrid Bergman e Bunuel, etc.., hein? Bem, sou “suspeita” – amo Fellini, Bergman, Bunuel , etc… Já falei, que gosto de observar comportamento humano, mesmo o virtual – “faço parte dêle” , ou melhor, “fazemos” … todos nós.

    Já informei, a quem interessar possa (rs) que estou fora dessa “briga de sexos” (machismo e feminismo) e outras mais.
    Gosto dessa “dinâmica” (“adrenalina pura” ! ) daqui.

    ————————-

    Gosto de pensar que somos “larvas” e que seremos lindas “borboletas” a voar, voar, voar … rumo à PAZ HUMANA,
    mesmo que tentando … nos fazer … entender por … diferentes “linguagens” de pensamento ou ações.

    Parabéns a nós todos! Estamos “falando de nós” e “tentando caminhar” para o bem comum! Putz! Essa daí é fogo!!! (rs)

    Amo vocês!
    Amo-me, também!
    Todos nós estamos “nessa” … com a macaca e …

    Ps.: aqui em SP quando dizemos que alguém “está com a macaca”, queremos dizer que está “soltando fagulhas”, etc .. (rs)

    Susan judia

  385. Reinaldo Pedroso

    28/01/2009 – 17:54
    Enviado por: Silvério Cardoso Corrêa
    “REINALDO PEDROSO
    Cuba recebe dos EUA cerca de 6mil dolares anuais. E o contrato que foi firmado acho que em 1934 diz que o terreno só voltará ao dominio cubano se for abandonado pelos estadunidenses ou por consentimento mútuo. E os EUA com certeza nunca deixaram a área, pois não concentiram. É estratégica.”

    Eu sei, Silverio, eu sei.
    O Millôr diz, “Precisamos criar uma pontuação para ironia”. Eu não concordo; legal é o “- Ah! ” do leitor.
    Reinaldo

  386. santanna

    Gente!

    Coisa +++ FOFA a msg de ‘Dudinha, neta do Pacheco :)’ !!!
    AMEI!!!!!!!!!

    beijos para Dudinha!

  387. Paulo do ponto G.

    Sister Agnes was walking through the park near the convent when she was attacked and raped
    several times by her assailant.
    Hearing of her horrible misfortune the Mother Superior hurried to the hospital and met the doctor on
    duty.
    ’Oh, doctor! How is poor Sister Agnes?’
    ’She is doing fine,’ said the M.D. ’They should be through with the plastic surgery in a few hours.’
    ’What!’ exclaimed the Mother Superior. ’Why in God’s name would she need plastic surgery?’
    ’We are trying to get the smile off her face.’

  388. Luciana

    O mundo vai melhorar se você é ateu, se você acredita em Deus.O que leva uma pessoa dizer-se atéia, o que leva uma pessoa a dizer que acredita em Deus.Não consigo me ver em nenhuma destas categorias.A única coisa que me anima , que me impulsiona é a descoberta, a aventura , a curiosidade de conhecer tudo o que me rodeia e fazer a pergunta, quem sou…Não, essa conversa de dizer que não acredita em Deus, mas que Deus você se refere, tem tantos Deuses.Qual é o seu Deus.Talvez você não esteja conseguindo acreditar no seu próprio Deus imaginário..Mais do que nunca ,agora,estou sentindo Deus e acreditando menos no homem.

  389. santanna

    Reinaldo,

    beijo pra vc também.

  390. Sandra

    Silvério, um dos atletas cubanos fugiu para a Alemanha, e disse que foram DEPORTADOS.

    E se os presos de Guantánamlos não são tão perigosos, que sejam soltos nos EUA ou que voltem para seus países. Nós não temos nada com isso.

  391. Sandra

    Do blog do Reinaldo Azevedo:
    “Na Europa, os governos debatem receber os prisioneiros. Mas a Human Rights Watch alerta que a responsabilidade de ajudar o novo governo americano não deve vir apenas dos europeus.
    “Uma iniciativa do Brasil de receber alguns dos prisioneiros seria uma grande jogada para elevar o status da política externa brasileira, que em termos de direitos humanos tem se mostrado lamentável”, disse. Para ele, a política externa do Brasil não tem sido consistente em relação aos direitos humanos. “O Brasil tem optado por decisões que surpreenderam, ao apoiar alguns governos pouco democráticos nos órgãos internacionais”

    TRADUÇÃO:

    “Vai com ele, vai Geni
    Vai com ele, vai Geni
    Você pode nos salvar
    Você vai nos redimir
    Você dá pra qualquer um
    Bendita Geni”
    (Chico Buarque)

  392. Reinaldo (Pedroso),

    Sou sua fã – “falo sério”! Retribuo sua saudação do beijo, que só vi hoje – desculpe-me!

    Eu sabia … que você não é “stone”!!! “Brigadão” pela sua volta, com a devida permissão do GT e Vamp!

    Um beijo pra ti, tché!
    Susan judia

    PS.: Retificando … você é stone – um “diamante bruto” numa primeira impressão de todos, não?

  393. santanna

    Paulo do ponto G.,

    Pq vc não entrou na discussão sobre o clitóris??

    Gente, tô brincando, eu sei que o assunto é sério.

    Paulo, mais uma de freirinhas:

    O sabonete do padre…

    Dois padres foram tomar banho, mas esqueceram o sabonete. Um dos padres falou:
    – Vou buscar dois no meu quarto, que fica no fim do corredor.
    Como eles estavam com pressa para irem a missa, ele foi buscar os sabonetes pelado mesmo.

    Na volta, com os sabonetes um em cada mão, ele deu de cara com três freiras que estavam indo para a missa.

    Sem ter o que fazer se fingiu de estátua. As freiras olharam e comentaram entre si:

    – Nossa que estátua linda, perfeita! e foi quando uma delas ao olhar o respectivo do padre, resolveu dar um puxão. Ao sentir a dor, um sabonete escorregou da sua mão.

    As freiras espantadas falaram:

    – Não é estátua, mas sim uma máquina de sabonete.
    A outra deu um novo puxão e outro sabonete escorregou:
    – Nossa, que maravilha! – exclamaram com felicidade.

    A terceira freira, não querendo ficar para trás, puxou, e nada, puxou e nada, puxou, e puxou, e puxou, e puxou, puxou, puxou, puxou, puxou, puxou, puxou, puxou e disse:

    -Deus seja louvado!!! tem até shampoo!!!

  394. Everaldo,

    Pelo visto você ficou me “zuando” com aquela “estória” cultural, filósófico-político e religiosa da “circuncisão”. Ah, encarei pelo lado clínico, mesmo! O Reynaldo já fêz seu diagnóstico e acabou com a sua brincadeirinha, né (rs)?

    Quanto ao … andar diferente do Presidente Obama? Não, não percebi nada de diferente, pela TV. Notei, faz tempo, que ele é canhoto. Ah, tentarei acompanhar o andar dele …

    Beijão pra você!
    Susan judia

  395. Targino,

    Ei, Targino! Grande Targino! Você encerrou o “blá-blá-blá” da circuncisão de forma muito eloquente. Gerações diferentes, aprendizados de vida e/ou academicos diferentes, etc…etc…
    Amei, “trovador”!

    Beijão pra você!
    Susan judia

  396. Ronald

    A esmola nunca foi tão barata.
    A Dilma está ai, fazendo campanha.
    E os palhaços aqui(nós) tomando na cabeça.
    Só falta o circo.

    28/01/2009 – 19h32
    Governo Lula amplia limite de renda dos beneficiários do Bolsa Família

    PUBLICIDADE

    RENATA GIRALDI
    da Folha Online, em Brasília
    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu nesta quarta-feira autorizar que famílias que tenham renda mensal per capita de até R$ 137 recebam os benefícios do Bolsa Família. Até então, a autorização era apenas para as famílias com renda mensal per capita de R$ 120. A decisão foi tomada por Lula depois de reunião com o ministro Patrus Ananias (Desenvolvimento Social).

    A primeira inclusão de beneficiados ocorrerá a partir de maio. Pelos dados do ministério, a medida vai permitir a inclusão de 1,3 milhão de famílias em todo país. A previsão é que para o pagamento dos benefícios sejam gastos R$ 549 milhões neste ano. Não há ainda cálculos para 2010, segundo os técnicos. Cada família pode receber até R$ 60 por mês.

    De acordo com interlocutores do Palácio do Planalto, a decisão foi tomada a partir de dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e do IPEA (Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas).

    Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, a renda da família é calculada a partir da soma do dinheiro que todas as pessoas da casa ganham por mês (como salários e aposentadorias). Esse valor deve ser dividido pelo número de pessoas que vivem na casa, obtendo assim a renda per capita da família.

    Os interessados devem procurar o setor responsável pelo Programa Bolsa Família no município e apresentar documentos pessoais, como título de eleitor ou CPF, para se cadastrar no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal).

    Política

    Ontem em São Paulo, a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) elogiou a eficiência do programa Bolsa Família.

    “Penso que uma característica muito importante do nosso governo é a inclusão social, que conseguimos através do Bolsa Família, por meio de todo um processo de desenvolvimento econômico que nós temos sustentado ao longo desses anos e agora, sobretudo, diante da crise”, disse ela.

    Dilma é apontada como a candidata favorita do presidente Lula à sucessão presidencial. Nesta quinta-feira, ela e mais oito ministros se reúnem com governadores do Norte e Nordeste, além do Mato Grosso, para a discussão de programas sociais do governo federal, inclusive o Bolsa Família.

    O programa Bolsa Família e as obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) são considerados os principais projetos do governo federal. Ambos são tratados como questões sociais.

  397. Sandra

    Bem vinda, Dudinha!

  398. Dudinha!!!!!
    Que surpresa querida.
    Dia 27 realmente eu escrevi sobre nos dois.
    Com saudades emocionadas.
    Você vai participar do blog?Estejas bem atenta.
    Aqui pode se aprender coisas boas. Também pode de repente se ler coisas não adequadas para tua idade.
    Proibir não pode. Nem quero
    A internet é livre não havendo restrição que eu saiba.

    Eu estava na janela e hesitando em entrar.
    Entrei mais por ter lido teu comentário.
    Beijos com amor e saudades. Beije teus irmãos.
    Amo-te

  399. Santanna.

    Um avô orgulhoso agradece tuaspalavras.

    Paulodo ponto G.

    A piadado sorriso da freira violentada é legal.
    Minha neta fala e escreve em inglês.Eu a estimulei no inicio do aprendizado mas ela está hoje melhor do que eu.
    O que prova que o moleque de outrora estava mesmo deslocado no blog.

    Obrigado.

    Pacheco.

    A Duda sabe ler ingles melhor do que eu.Embora eu tenha estimulad-a no inicio ela já me passou na frente.

  400. Alfred E. Neuman

    O sr Obama já começa arregaçando as mangas, com muito trabalho, mas acho que a crise pode ser uma faca de dois legumes. Ele pode sair dela consagrado e se tornar um herói maior do que ele já é, ou, caso não consiga reverter a situação e os EUA ficar 4 anos em recessão poderá ser detonado e piorar a tensão racial no país, tendo os conservadores acusando o excesso de melanina do presidente como a causa dos problemas economicos.

    Mas é fato que Obama será um melhor presidente que aquele cara débil que se parece comigo…

    Torço por ele.

    Ops, boa sorte na palestra Geraldo!!!

  401. santanna

    Susan judia,

    O Reinaldo Pedroso é um cavalheiro.

    beijos!

  402. Tene Cheba

    Bom, mal, mau, bem,
    escrotos & esgostos,
    mandem suas bombas,mandem seus destinos,
    mandem,mandem , flores, papoulas, mande, minha mente, miinhas guerras, meus explosivos,injeta na veia,meus pobres mares, vou te receber

  403. Tene Cheba

    Mande bem, mande solidão, mande escuro, mande claro, mande as claras, mande meu mundo.Veja bem, telas, mais telas, pinte, pintado, não sou escroto, mais.Mais limão, tamarindo, mais somente mais, somente menos, menos, muito mais.Sou menos, sou mais, infinitamente melhor.Escrotos, mundos aliens, mundos marcianos, mundos imundos, mundos que não me abriga, orfão, terrorista, duas orelhas, um inimigo, duas metáforas, dois imenso deserto,duas falhas, dois kibes, dois porcos, duas bombas.

  404. Sandra

    Boa noite a todos!

  405. Carla Deschamps

    Gerald, vc é uma figura… dá-lhe Geralddddddddddd!

  406. Minha amiga Susan Judia.

    Precisamos dançar com a morte.
    Muito profundo.

    Quando a princesa Diana morreu, tambem logo em seguida morreu a Madre de Calcutá.
    Eu escrevi.

    A morte passa por nos todos os dias.
    Levando os nossos amigos, os nossos parentes, a nossa princesa,
    a nossa mãe Tereza.
    A morte é um jardineiro.
    Ceifando aqui, podando ali,
    galhos tenros, velhas cepas.
    remoendo a terra.
    Abrindo espaço para novas vidas.

    Susan.
    Não há como fugir da morte.
    Não há como fugir da velhice.
    Não há como fugir da evolução.
    Eu queria participar desse processo evolutivo, hoje me contento em assistir.
    Alegra-me saber que outras pessoas estão fazendo aquilo que eu gostaria de fazer.
    Vejo as pessoas lutando para preservar o planeta.
    Elas vão conseguir retardar, mas o choque é inevitável.
    Adorei um filme chamado Inteligência Artificial.
    A historia da terra é dividida em eras.
    Essa será chamada a era dos humanóides.
    Haverá uma nova era onde o homem será um misto de homem e maquina.

  407. Ronald.

    Eu prefiro um governo que manchem no cargo por força das
    benesses que distribui ao povo que um governo que se
    mantém no cargo por força das armas.

  408. mantem no cargo

    (maldito corretor)

  409. santanna

    “…A morte passa por nos todos os dias.
    Levando os nossos amigos, os nossos parentes, a nossa princesa,
    a nossa mãe Tereza.
    A morte é um jardineiro.
    Ceifando aqui, podando ali,
    galhos tenros, velhas cepas.
    remoendo a terra.
    Abrindo espaço para novas vidas.”
    (targinosilva)

    Oi Targino,

    Muito bonito isso que vc escreveu.

    Eu estava agora há pouco procurando de novo um texto do Fernando Sabino que fiquei de mandar pro Pacheco, não encontrei – de novo, que coisa! – mas encontrei outra coisa que gostei e separei.

    E achei legal de te mandar agora depois que vi seu texto:

    “De tudo ficaram três coisas
    A certeza de que estamos começando
    A certeza de que é preciso continuar
    A certeza de que podemos ser interrompidos
    antes de terminar
    Façamos da interrupção um caminho novo
    Da queda, um passo de dança
    Do medo, uma escada
    Do sonho, uma ponte
    Da procura, um encontro!”
    Fernando Sabino

    beijo

  410. santanna

    …Da procura, um encontro” – sem ponto de exclamação

  411. Ekran

    Para quem estiver no Rio de Janeiro, Helio Oiticica em mostra:

    Revista BRAVO! | Janeiro/2008
    Entre e Fique à Vontade

    Com seus penetráveis, tema de uma exposição no Rio de Janeiro, o tropicalista Hélio Oiticica foi um dos artistas brasileiros que anteciparam o conceito das instalações nos anos 60

    Por Fernanda Lopes

    Em 1969, os londrinos aprenderam rapidamente a falar aquele sobrenome de pronúncia difícil. Hélio Oiticica (1937-1980), artista brasileiro pouco conhecido até então na Inglaterra, causou grande impacto quando expôs Éden na Whitechapel Gallery. Estruturada em diferentes ambientes, a obra propunha experiências sensoriais aos visitantes. Em determinado momento, convidava o público a, por exemplo, tirar sapatos e meias e caminhar pelo chão coberto de areia. Éden, que o próprio artista definia como um penetrável, dividiu opiniões na época. Chegou a receber ressalvas duras e a ser chamada de infantil por especialistas. Mas houve quem visse a proposta de Oiticica como uma atitude libertadora. O respeitado crítico inglês Guy Brett foi um dos entusiastas do carioca, colocando-o como responsável por um dos eventos mais audaciosos do evento.

    Passados 40 anos, agora podemos dizer com segurança que Éden marcou mesmo a história da arte. A peça soma-se a outras seis criações similares que, projetadas pelo artista ao longo de quase 20 anos, neste mês compõem a exposição Hélio Oiticica: Penetráveis, montada no Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, no Rio. Trata-se de uma rara oportunidade de entrar em contato com uma de suas linhas de trabalho mais famosas. “Podemos dizer que, a partir de 1960, o penetrável foi a chave para o desencadeamento das principais questões desenvolvidas por Oiticica, como a participação do espectador, a proposição e o trabalho coletivo”, explica César Oiticica, irmão de Hélio e curador da individual com César Oiticica Filho e Luciano Figueiredo. “Foi com esse conjunto que ele levou para o ambiente as noções de cor que explorava nas obras bidimensionais”, diz Figueiredo.

    Oiticica se debruçou sobre a transição da tela para o espaço a partir de 1959. Peças como Bilaterais, Relevos Espaciais e Núcleos, em que placas e painéis coloridos pendiam do teto, materializaram sua investigação sobre a “pintura depois do quadro”, como ele mesmo definiu. “Foi essa sequência de criações que o fez chegar ao penetrável e a desenvolver tantas outras novas ordens, como os bólides (espécie de caixas com diferentes pigmentos) e os parangolés (capas que deveriam ser vestidas pelas pessoas)”, completa Figueiredo.

    Observar o conjunto de perto é dispor da chance de notar a antecipação de questões e linguagens hoje muito usadas pela produção contemporânea. Não há como discordar de que as instalações têm um parentesco com o conjunto de penetráveis de Oiticica. “Até mesmo em trabalhos anteriores aos penetráveis, o conceito de uma ‘instalação’ está presente”, aponta a crítica de arte Glória Ferreira. “Nos anos 70, seus projetos e maquetes para os penetráveis, desenvolvidos em Nova York, visavam inscrever-se na cidade, na malha urbana, como situações de vivências culturais e sensoriais”, completa. “Os artistas brasileiros que agora se expressam por meio de instalações são tributários não só das invenções de Oiticica como das correntes conceituais iniciadas a partir da década de 1970”, diz Figueiredo.

    Não que nada não tenha sido experimentado nesse sentido antes. O alemão Kurt Schwitters (1887-1948) anunciou o conceito Merz em 1919, defendendo justamente a diluição das fronteiras entre a vida e a arte. Algum tempo mais tarde, no fim dos anos 30, o francês Marcel Duchamp (1887-1968) promovia exposições em que sacos de carvão ficavam pendurados no teto. Mas, no Brasil, a idéia de um projeto que extrapolasse os limites de uma tela ou um objeto e envolvesse o espectador surgiu com força mesmo na década de 1960, com trabalhos como Ovo, de Lygia Pape (1927-2004), de 1968, e os penetráveis de Oiticica
    Além de Éden, a individual traz o primeiro penetrável do artista, PN1, feito em 1960: uma cabine na qual o visitante manuseia placas deslizantes. Dois trabalhos são inéditos. Rhodislandia Contact, realizado em 1971 na Universidade de Rhode Island, em Nova York, e Macaléia, que será montado pela primeira vez. A obra foi concebida em 1978, em homenagem ao compositor Jards Macalé. “Vamos exibi-lo seguindo as orientações deixadas em desenhos e anotações”, diz César Oiticica, lembrando que o irmão sempre foi conhecido pelo detalhamento de suas idéias. Completam a mostra vitrines com fotos, textos e anotações, além de um documentário inédito de César Oiticica Filho com penetráveis de grandes dimensões como Magic Square n.5.

    ONDE E QUANDO
    Hélio Oiticica: Penetráveis. Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica (rua Luís de Camões, 68, Centro, Rio de Janeiro, RJ, tel. 0++/21/2232-4213). Até 21/6. De 3ª a 6ª, das 11h às 19h; aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 17h. Grátis.

  412. gthomas

    O MUNDO EH UM POUQUINHO MAIS COMPLICADO DO QUE SOMENTE A GEOPOLITICA, A CORRUPCAO, AS GUERRAS, A GLOBALIZACAO, A CIBERNETICA, A DEPRESSAO FINANCEIRA, ETC: OS INTERESSES ESCONDIDOS DENTRO DOS GRUPOS RELIGIOSOS SOMADOS AO PETROLEO E A TIRANIA, nos dao num belo exemplo: um pouco datado, mas mesmo assim ainda valido

    no programa do Charlie Rose, o brilhante Warren Hoge (ex correspondente do N Y Times no BR)

    http://www.charlierose.com/view/interview/915

  413. Reinaldo Pedroso

    28/01/2009 – 15:02
    Enviado por: Jameson
    “Aristophanes is more powerful than me( Im sorry)…
    Look this video about Mr. Pedroso

    This blog is like the truck and Mr. Pedroso is like the afraid guy on the phone.
    This Blog ROCKS…”

    Jameson
    Esse filme, “Encurralado” (Em cu ralado), se visto por uma perspectiva lógica, é engraçado. A história terminaria no início se o protagonista abandonasse o carro como faz no final.
    Boa “viajem”.
    Reinaldo

    P.S.- Aristófanes é o caminhoneiro?

  414. ELIANAMARTA

    Que tal deixar a familia de Obama em paz, ele tem que resolver os problemas dele; Se voce quer ajuda-lo e tem como perguntar a ele, pergunte.Se ele quiser ajuda com certeza dirá e te pedirá. Se não é dificil alguém ficar opinando e as vezes decidindo a vida dos outros atraves de pcs. Gostei de uma coisa eles liberaram o telefone dele e também o uso do pc. o que não era permitido a outros presidentes., uma sabia decisão.

  415. Reinaldo Pedroso

    LOL!
    Reinaldo

  416. Reinaldo Pedroso

    “diamante bruto” e “cavalheiro”… Gracias, gurias.
    Beijo, Susan.
    Beijo, Santanna.
    Reinaldo

  417. Reinaldo Pedroso

    Eu elegi mas não reelegi o Lula.
    Pior que Bolsa Família é a sua ausência, nos dois sentidos. Quem por enquanto precisa sabe.
    Reinaldo

  418. Reinaldo Pedroso

    Sailing.
    Reinaldo
    (Driblando o aviso: “Detectado comentário repetido; parece que você já disse isso!”)

  419. Luciana

    Convivemos com a morte desde sempre.O nosso passado sempre está no presente, o futuro também.E como manter o presente intacto sem tender a estar no passado ou no futuro.Um passado presente, um presente presente, um futuro presente.Nunca o passado se tornou tão presente como hoje, um passado misturado com aço tornou-nos tão paralisados.E o pássaro livre no céu, onde prefiro permancer, onde está… Onde o escondemos, onde o trancafiamos…a dor das asas cortadas sangrou no mundo e o sangue escorreu direto nas bocas dos abutres que espreitavam a hora certa para sair das suas covas imundas.Abra este céu , deixa os pássaros saírem e sobrevoarem novamente nossos corações duros e fechados.

  420. Reinaldo Pedroso

    28/01/2009 – 23:24
    Enviado por: targinosilva
    “Minha amiga Susan Judia.
    Precisamos dançar com a morte.
    Muito profundo.”

    Não muito, Targino, 7 palmos.
    (Brincadeira, brincadeira…)
    Reinaldo

  421. O Vampiro de Curitiba

    Pessoal, temos post novo lá em cima.

  422. Reinaldo Pedroso

    28/01/2009 – 20:43
    Enviado por: susan judia
    “Everaldo,
    Pelo visto você ficou me “zuando” com aquela “estória” cultural, filósófico-político e religiosa da “circuncisão”.(…)

    Pior, Susan, não era “zueira” nem “estória”. Viagem, mesmo.
    Reinaldo

  423. oie,

    Que lindo o seu poema sobre a morte,Targino.Lindo.

    Meu namorado me proibiu de ler jornal e consultar blogs pq ando meio deprimida com as noticias aqui na Italia, me autorizou so a ler o blog do Gerald… Que moral, heim!? =)

    Sei que o Brasil è 171, mas è que meu “Coraçao de estudante” ta magoado. ..

    Lembro-me como se fosse hj quando meu professor de Constitucional da faculdade disse para eu estudar Bobbio, os olhinhos dele brilhavam…

    O ponto:

    O EUA podem nao extraditar mafioso, a França, vizinha da Italia, pode ate ficar com o cara 20 anos, mas o Brasil NAO.

    Senao, qual vai ser a desculpa pra pressionar o governo… Claro, a Italia ta com uma divida externa e interna enorme e nao tem como pagar… Alguem tem que cobrir os gastos e rombos das multinacionais italianas… Que mistèèèèèèrio !

    Constituiçao è certidao de nascimento, ou pq nao, de Re-nascimento. Està escrito na nossa identidade. Se no começo do nosso tunel tem tanta LUZ, pq tanta gente vai busca-la no fundo do poço!?

    Liberdade pra dentro da cabeça.

    Liberdade, liberdade, liberdade, liberdade, liberdade, liberdade, liberdade, liberdade, liberdade, liberdade, liberdade …

  424. Sue (...saudades...)

    Ufa !! Ainda bem que eh ***SO** Um **POUQUINHO** mais complicado….Ufa!!

    29/01/2009 – 03:31 Enviado por: gthomas

    O MUNDO EH UM POUQUINHO MAIS COMPLICADO DO QUE SOMENTE A GEOPOLITICA, A CORRUPCAO, AS GUERRAS, A GLOBALIZACAO, A CIBERNETICA, A DEPRESSAO FINANCEIRA, ETC: OS INTERESSES ESCONDIDOS DENTRO DOS GRUPOS RELIGIOSOS SOMADOS AO PETROLEO E A TIRANIA, nos dao num belo exemplo: um pouco datado, mas mesmo assim ainda valido…

    Muito realmente…

    Bom Dia !!!

    Beijos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s