Sou incurável+Gaza e…

 

nenhum

New York -“Segui o Che pela cordilheira Alpina atrás de queijo suíço . Só deu buraco!” Essa frase caía bem na boca do GRANDE (Maior) ATOR, Marco Nanini, na peça “Circo de Rins e Fígados” que eu tenho rodado aqui no Blog nessa última semana.

Ela deveria representar uma espécie de besteirol e deveria compilar (e compila!) a falta de compreensão total do homem moderno em relação ao tempo em que vive. Assim somos, não é?  Quando observo essa ridícula e triste REPETICÃO em Gaza entre as mesmas “equipes” (não se trata mais de alianças: entendam meu ponto de vista: o jogo se entende como esporte,  a multidão que o assiste se mata e acaba sendo assassinada e os esportistas, os estrategistas raramente ficam feridos. Mas berram. E como!)

Vejo o vergonhoso caso Madoff: 50 bilhões de dólares e como ele (e tantos outros que ainda não conhecemos!!!!!) conseguiram ROUBAR e ROUBAR e ROUBAR por ter sido mais um mestre nesse jogo: qual a natureza desse jogo?

Esse que vejo sendo jogado no dia a dia pela mídia. Existem diferenças, claro. Mas poucas. Não pensem nem por um segundo que o iReport da CNN é um veiculo democrático ou a “Minha Notícia” desse portal ou de outros são, igualmente, democráticos: ao contrário. São formas demoníacas de fazer com que o leitor, internauta ou participante se sinta “parte do time” por um dia, dois dias ou por alguns minutos. É Andy Warhol diluído.  É o filme “Network” de Lumet sendo “pacificado” pra que a gente nao saia abrindo janelas berrando “this is bullshit and I’m not going to take it anymore!”

A Faixa de Gaza ou o West Bank que em português se chama Cisjordânia (tenho antipatia por essa palavra em português, e não me perguntem por quê): por quanto tempo? Por mais 5000 anos? Ou desde 48 e até…….2048 pra que 100 anos de sangue rimem com 100 anos de solidão, e RETIREM o Nobel de Garcia Márquez ou de Saramago….e de Harold Pinter (que aliás, apoiava Slobodan Milosovec, um tremendo carrasco e filho da puta…). Mas sou incurável  mesmo. Nao tenho jeito: Pinter está morto e mesmo assim: no vídeo que roda aqui no Blog (de aceitação do prêmio Nobel) o “silenciador” explica a formula de como “monta” uma peca sua! Ora! Que piada. Pior que isso! Diz que dá nome ou letras aos seus personagens: A, B, C ou D. EXATAMENTE, ESCARRADAMENTE, cópia total de Beckett.

Sua devoção ao mestre Sam era tal que, já com câncer terminal – quase sem poder falar – em 2006, ele entra no palco como ator e faz um espetáculo de Beckett , “Krapp’s Last Tape”. Pra quê? Pra colocar sua estúpida fragilidade Slobodomiana à vista? Sei!

Invasão, guerras, Hamas, Hessbolah, Al Qaeda, terrorismo, Exércitos e armas…..desde que existimos aqui….desde que olhamos pro outro ou pra outra, ou o pé do outro da outra ou pro outra do outro, a guerra esta declarada:

 “A agressividade não foi criada pela propriedade. Reinou quase sem limites nos tempos primitivos, quando a propriedade ainda era muito escassa, e já se apresenta no quarto das crianças, quase antes que a propriedade tenha abandonado sua forma anal e primária; constitui a base de toda relação de afeto e amor entre as pessoas. Se eliminamos os direitos pessoais sobre a riqueza material, ainda permanecem, no campo das relações sexuais, prerrogativas fadadas a se tornarem a fonte da mais intensa antipatia e da mais violenta hostilidade entre homens que, sob outros aspectos, se encontram em pé de igualdade”.

Seria isso uma citação de Freud? Parece que sim. Copiei dos comentários enviados ao Blog.

E tem mais: “O sentimento de culpa seria o mal-estar da cultura, o preço de vivermos em sociedade, reprimindo a sexualidade e a agressividade. Sob esta ótica, o mal-estar é estrutural, próprio dos processos de organização do psiquismo do homem, do fato de ele existir, de ser, pois ele só pode ser e existir como homem dentro da civilização. A existência humana é problematizada por não mais ser natural. Em relação a ela, as leis da natureza são substituidas pelas leis da cultura. Por esta razão, se – por um lado – a civilização em si, provoca um mal-estar, por outro lado, sem civilização não haveria humanidade, seríamos apenas outros primatas regidos pela natureza. A primeira e maior lei cultural, aquela que nos separa definitivamente dos outros animais, é o tabu do incesto, a regulamentação das relações sexuais, com a consequente organização das relações de parentesco, presentes em qualquer sociedade humana, mesmo naquelas ditas primitivas.” Obrigado, Nina, por ter enviado o Freud. Amo quando me enviam Freud. “Freude” em alemão é felicidade. Um mero “e” faz a diferença!

Mas e a tristeza? E a Tristeza do Mundo, hein, Ekram? “Israelenses e Palestinos sabem disso e até poderiam chegar a um termo se não houvesse tantos “bem intencionados” aliados em ambos os lados. Os EUA, por exemplo, estão apoiando esse ataque massivo dos F-16 sobre Gaza. A Rússia e a França condenaram e jogaram a responsa para a ONU, que todos sabem que não significa nada. A ONU é o espantalho no milharal.” Pois é. Sou incurável mesmo e acho que a merda da ONU só serve mesmo pra congestionar o trânsito aqui na primeira avenida. Mas, Sandra, por exemplo, responde…”Quanto a comparar fanatismo religioso com narcotráfico, depende. Se alguém quiser jejuar durante um dia inteiro ajoelhado no milho, tudo bem. Mas terrorismo? Pior: funciona? Veja o que funcionou, e quem fez diferença: Martin Luther King, Ghandi,… O Hamas não fala em nome dos mulçumanos, assim como o narcotráfico não fala em nome dos morros. Você daria a guarda de seus filhos a alguém que convence crianças a amarrar explosivos no corpo? Acha que eles vão parar se Israel não responder aos ataques? Foi o que aconteceu com todas as outras organizações terroristas? Quando pararam de brigar com Israel, brigaram entre si, e tornaram um inferno a vida das pessoas que diziam proteger.
 Nina, uma criança que mata um bicho não necessariamente o fará depois de adulto, mas, se o fizer, se, para ela, a crueldade continuar sendo uma coisa normal, ela deve deixar o convívio da sociedade. Não somos obrigados a sofrer nas mãos de pessoas assim.”

Ótimo. Todos os argumentos são ótimos. Justamente por isso, homens, mulheres e crianças brigam, lutam e se matam: o esporte que nao cessa nunca: OLIMPÍADA. A Tocha que não se apaga! Lindo nao é?

Não vamos fazer o jogo aqui dessa hipocrisia! “ai que horror! Ai que  coisa triste! E tal” Sabemos exatamente o ser VIOLENTO que temos dentro de nós. Como? Não ouvi direito! Você não entendeu essa última frase? Então seja mais um tolo e pegue toda a sua fortuna e entre no coro dos imbecis e berre: “que horror! Que coisa de louco (silêncio –pausa de 5 segundos , coisa de Harold Pinter)…..e jogue seu dinheiro ou sua arma predileta nos patifes como Bernard Maddof.

 

E FELIZ ANO VELHO como já disse um amigo meu, que hoje está…

Gerald Thomas

 

644 Comments

Filed under Sem categoria

644 responses to “Sou incurável+Gaza e…

  1. Londrina

    Gerald
    Vc terminou o seu texto. com FELIZ ANO VELHO.
    O Livro Feliz ano velho. do Marcelo Rubens Paiva, sabe que eu ainda não li esse livro.Tenho vontade mas não tenho coragem.
    Não sei explicar o porque.
    Sobre tudo isso ai no texto. Sem comentários.

    Gerald, quero desejar a vc, ao Vamp e a todos participantes aqui do blog um FELIZ 2009, com muita paz e muito amor.
    Que possamos estar juntos debatendo,concordando,discordando.
    Beijos a todos , e até 2009.

  2. Obrigada pela mensagem, Gerald! E apesar de tudo, de tanta guerra, tanta matança, espero que vc tenha um feliz 2009. Beijão!

  3. Luciana

    Temos um primitivo dentro de nós, e aí ?Vamos nos deixar levar por esse lado que todo ser humano tem dentro de si?Não , mesmo assim ainda acredito que haja pessoas que se conduzem e se guiam por algo de bom dentro delas ou que não se impulsionam pelo que há de mais sórdido no ser humano.Tem momentos que o ser humano esquece do seu lado mais humano. Sempre foi assim, desde dos tempos da nosso total primitivismo.E isso não faz muito tempo.Ainda há poucos extratos na mente que separa do homem primitivo do atual.O extrato mais primitivo se sobrepõe todo o tempo entre nós a qualquer coisa que o desperte.

  4. Roberta

    Nossa…
    Sou a primeira a ler ….
    Que honra…

    Gerald ,

    Parabens….e Feliz Ano novo a voce !!!

    Espero estar pertinho dos seus textos no proximo ano …

    Voce eh daquelas pessoas que faz a diferenca….

  5. Nina

    Lindo
    dessa vez, um pouco mais que das outras

    a citação de Freud é de Sergio Telles

    queria falar sobre hipocrisia, queria muito, muita coisa, mas agora não posso.

    Bj G.

    bj a todos
    e boa noite

  6. Marcelo

    Parabéns pela sua espontaneidade, você é um ícone do Brasil em New York, quando leio seus artigos sinto saudades de Paulo Francis, aliás, você poderia preencher a lacuna que ele deixou no programa do Manhatan Conection na globo News, por favor se una ao quarteto Lucas Mendes, Caio Blinder, Ricardo e Diogo Mainardi.

  7. suzie

    Ótimo, já que vc falou sobre as crianças e o Hamas, que tal falar tb sobre a ocupação israelense, sobre o bloqueio que asfixia os palestinos à morte e sobre o apoio que seu país, o de Bush, dá a massacres como a de Qana? Barak e Tzipi Livni também não falam em nome de todos os judeus do mundo, graças a Deus, Jeová e Allah.

  8. fernando toledo

    depois de ler este testo começo a sentir nausea de ser humano.

  9. Nina

    sinto isso sempre Fernando Toledo…sempre

  10. Huinca

    Nao entendi qual é. Voce está irritadinho e indignado. E dai? Qual é a diferenca entre os “hipocritas” que falam “ai que horror! Ai que coisa triste!” e voce que escreve esse desabafo ridiculo? Eu nao vejo nenhuma.

    PS: por que que eles deviam retirar o Nobel do Garcia Marquez?

  11. Nina

    Huinca

    então criatura…
    legal!

    vai procurar tua turma

  12. gthomas

    Marcello
    Ja fiz o Manhattan Connection assim que o Francis morreu: foram os piores 6 meses da minha vida

    Obrigado pela lembranca

    LOVE
    G

  13. gthomas

    Era gravar TODAS as sextas aqui num estudio da Reuters (na epoca ainda era na 3 Ave com 47 – agora eh em Times Square)…..

    Todas as sextas as 11 da manha: a unica coisa boa mesmo era Nelsinho Motta. Riamos ate nao poder mais. De resto era muito chato. Quando o Francis era vivo fazia sentido.
    Depois que morreu, morreram todos.

    Eu peguei aquilo em 97…..larquei em inicio de 98, e o Jabor pegou

  14. Mauricio - Barretos

    A Teoria Evolucionista tem uma explicação.
    Existe uma região do cérebro denominada “Complexo R”, também presente nos outros animais, responsável tanto pelas batidas harmoniosas do coração, da respiração, do senso de equilíbrio, quanto pelos nossos traços relacionados à violência, o individualismo, a inveja, a maldade em geral. Portanto, em nossos instintos mais primitivos, existe um “ASSASSINO” à espreita independentemente de raça, sexo, idade, grau de instrução, etc.
    A Teoria diz que jamais nos livraremos da maldade, da crueldade humana.
    Sustenta ainda, que nossos traços relacionados à generosidade, o perdão, a compaixão, o amor ao próximo são características muito recentes adquiridas pela espécie humana ao longo da escala evolucionária.
    Resumindo, somos o bem e o mau, a luz e a escuridão, o amor o e ódio, só depende de nós.

  15. AMIGO THOMAS…

    Segue um texto para reflexão…

    A HUMANIDADE CAMINHA AO DEUS DARÁ!

    ( Lailton Araújo )

    O que é país? O que é Estado? Talvez sejam palavras que soam como monopólio da mesquinharia! A humanidade não pode conviver com as “baixarias” patrocinadas em nome de nacionalismos exagerados ou religiões sem qualquer fundamento do que é Deus! Tomara que os dogmas caminhem para o ostracismo!

    Na “Faixa de Gaza” vivem seres humanos que falam, pensam, comem, bebem, ouvem músicas e sabem que possuem direitos universais, tão bem explorados pela ONU (nos jogos do poder), e na hora que for conveniente. Hoje a mesma ONU trata o povo palestino como números. O genocídio cometido pelo Estado de Israel parece ser o mesmo praticado pela antiga Alemanha Nazista. Mudaram-se os métodos e a propaganda? O povo israelense não é unânime na aprovação destas barbaridades contra os palestinos! Os donos do poder manipulam as informações, usando as duas populações como cobaias. O fanatismo é uma arma que mata por ignorância! É hora da recusa à religião! O serviço militar obrigatório é um afronta ao livre exercício da paz! Que baixem as armas! Abram-se as fronteiras! O planeta Terra não pertence a qualquer povo, raça ou imbecil nacionalista! É de todos e para todos…

    A humanidade não aplaude o espetáculo deprimente de apologia à morte, domínio pela força, submissão do pensamento, tirania da vida e falta de tolerância! Onde estão os pacifistas? Talvez estejam na espreita, iguais aos abutres esperando à morte, para saciar a fome política do “faz de conta”.

    Os parasitas da miséria e ignorância dos humanos passaram dos limites. Cada criança ferida ou morta será o novo motivo da intolerância! O sangue é o alimento do ódio! Os sádicos são vampiros… O ano de 2009 fecha no vermelho e sem brinde!

    FELIZ ANO VELHO OU FELIZ ANO NOVO?

    Só Deus sabe…

    Grande abraço!

    Lailton Araújo

  16. Mauricio - Barretos

    O mundo em si não tem sentido sem o nosso olhar que lhe atribui identidade, sem o nosso pensamento que lhe confere alguma ordem.
    ( Lya Luft )

  17. Sandra

    Puxa… Já tomei minha dose diária de crise…

  18. annie

    Manhattan Connectrion? Pelamordedeus, esse programeco ainda existe? No começo ainda ria com a besteiras do carcamano, mas aí ele começou a ficar cada vez mais desmoralizado e começou a disparar tanto nonsense que perdeu totalmente a graça. Nunca mais assisti. O Ricardo é o único que dá bola dentro, mas não consigo mais parar pra ver pq é pura perda de tempo. E aconselho a você o mesmo: Não volte pra lá. É de dar sono…

  19. Sandra

    Suzie, até para a guerra há regras. Para terrorismo e narcotráfico, não.

  20. Ekran

    Gerald, adorei a colagem dos argumentos e ninguem como voce para fazer sentido no meio desse caos…

    Sandra: eu não confiaria meus 3 filhos nem a ONU, nem ao Hamas, nem ao Governo de Israel, muito menos para a Philip Morris, nem ao McDonalds ou aos administradores da Diageo…

    Estou educando meus filhos para não confiar em absolutamente ninguem, mas sobretudo em quem tem certezas absolutas sobre o bem e o mal. Quanto mais enfatico o tom e maior o tom de voz: sinal vermelho, afastem-se, pois trata-se de algum humanoide egresso da colonia-penal conhecida como SECULO XX, os 100 de amores-e-sonhos a plenos pulmoes.

    No JN de hoje saiu a noticia de que mais de 7mil (7000, isso mesmo) homens-bomba já se voluntariaram para a nova ofensiva contra Israel.

    Uma “maquina eficiente de marketing” diriam alguns, outros como “um caminho para o céu”, outros como “lunaticos sem coração”…terroristas ou seres apaixonados por uma causa?

    Paixao e terror…Amor e odio…no seculo XXI olhamos para o seculo XX e dizemos: eramos todos terroristas…

  21. Sandra

    Huinca, a diferença é que Gerald REALMENTE acha isso tudo um horror.

  22. Sandra

    Ekran, concordo, mas não havendo escolha, os que convencem as crianças a morrer por uma causa iriam para o fim da fila.

  23. suzie

    E qual seria a regra seguida para massacrar civis mesmo? ah a da “auto-defesa”, claro.

  24. Sandra

    Lembrei-me que, num dos posts, Gerald comentou sobre o rapaz brasileiro que foi morto na Inglaterra, e que os ingleses observaram que se isso tivesse acontecido no Brasil, como acontece todos os dias, ninguém estaria indignado. Ou seja, ninguém estava DE FATO horrorizado com a morte do garoto.

  25. Sandra

    “Sua devoção ao mestre Sam era tal que, já com câncer terminal – quase sem poder falar – em 2006, ele entra no palco como ator e faz um espetáculo de Beckett , “Krapp’s Last Tape”. Pra quê? Pra colocar sua estúpida fragilidade Slobodomiana à vista? Sei!”

    Puxa… Angustiante…

  26. Sandra

    Quanto à imagem… Caramba…

  27. Sandra

    É, Feliz Ano Velho…

  28. Sandra

    Suzie, nenhuma. Por isso eles são usados como escudos.

  29. Nina

    O trecho do texto de Freud é uma citação do Mal Estar na CIvilização, se não me engano de 1893, seguido por Sergio Teles citando outro trecho do mesmo txto freudiano.
    Aparece, com o nome do autor, num comentário que fiz hoje a tarde no post anterior.
    Obrigada por incluir no seu lindo texto Gerald.

    Maurício, o que chama de “maldade” ou crueldade sem fim, Freud diria que é apenas uma faceta da moral civilizatória. É o preço que pagamos pra viver sob à Lei.

    Eu digo, é humano, e as vezes dói, mas é demasiadamente humano

  30. Roberto Alfredo Rossiter

    Tudo isso vem reafirmar, que o homem como projeto na face da terra, é um patético fracasso, permeado de hipocrisias e idolatrias, e no nosso caso brasileiro, um homem que não pensa, não reflete e não questiona, será muito feliz com novelas, futebol, apresentadores e fofocas nacionais. O circo Agradece.

  31. Sandra

    O que eu faria contra quem ataca uma escola e usa suas crianças como escudo? Não sei…
    NÃO SEI…

  32. gthomas

    Ninguem fica indignado com a morte

    mas amam se INDIGNAR com as NEWS

    Como se nao tivesse havido um ONTEM

    como se ninguem soubesse a porra da HISTORIA

    nocao alguma de HISTORIA

    da evolucao

    de como chegamos ate aqui

    dos descobrimentos

    das conquistas

    e TODO MUNDO SEMPRE DE BOCA ABERTA

    POR QUE?

    POR QUE?

    porque o marketing meus queridos e a i-noticia, o iPhone com a icamera com o cellphone e a camerazinha escondidinha e todos se fotografando pra ver quem consegue CLICAR pra news station primeiro pra ganhar uns tres tostoes

    EH O QUE VALHE UMA VIDA HUMANA

    ANTIGAMENTE ERA UMA BERINGELA

    NO TERCEIRO REICH VIRAVA-SE UM ABAJOUR

    E COM STALIN VIRAVA-SE SIMPLESMENTE O BERRO DE MUNCH

  33. Ekran

    Sandra, fim da fila? Tipo “a lista de Schindler”?

    E quem seria a pessoa a “elaborar” a lista? Você? Por que você, e nao alguem como Mahmoud Abbas (presidente da Autoridade Nacional Palestina)? Ou alguem como Ehud Barak, ministro de defesa de Israel?

  34. Nina

    Roberto

    SIM! o homem é um perfeito fracasso.
    em qualquer lugar do planeta.

  35. Sandra

    Gerald, talvez porque não precisemos escolher, como os Médicos sem Fronteiras, quem deixaremos morrer, porque são poucos remédios para muitos enfermos. A morte, para nós, é cinematográfica.

  36. Sandra

    Ekran, a fila a que me referi é: a quem daria a guarda de minha filha se não tivesse escolha. Imagino que a triste decisão seria minha.

  37. Nina

    Mauricio,

    já que gosta de Darwin, vou fazer um sorvete napolitano.

    Tudo começou a se estrumbicar quando homem passou a ter seu sentido mais aguçado (o cheiro para caça), mudado pelo olhar (o especular). Foi quando os humnos passaram a andar sobre dois pés e finalmente olharam-se nús, suas próprias genitálias. E aí veio o fmigerado desejo, e a tal da Eva comeu a maça (até o caroço), e criou-se o primeiro laço social: a família, pq esses tais humanos que antes andavam de quatro, descobriram coisas bem melhores prá se fazer de quatro.

    Esta é a visão freudiana da teoria de darwin.

    E daí veio a repressão, a Lei, o bem e o mal, e a guerra ou agressão, ou maldade, ou como queiram chamar.

    Veio toda merda…. que nos faz….. hu ma nos

    boa noite a todos

  38. gthomas

    …Eh, eu devo estar num dia especialmente pessimo mesmo.
    CLOSE UP and CUT

  39. Ekran

    Esse é um “ponto cego” da nossa educação amestrante para a vida bem sucedida em sociedade e voce disse tudo Gerald:

    “Ninguem fica indignado com a morte
    mas amam se INDIGNAR com as NEWS
    Como se nao tivesse havido um ONTEM
    como se ninguem soubesse a porra da HISTORIA
    nocao alguma de HISTORIA
    da evolucao
    de como chegamos ate aqui”

    Morremos a cada instante, e as NEWS são o improvavel outro, essa alteridade perdida para o infinitamente irrelevante NOW que nos atomiza em individuos-coisas, nem temos direito a qualquer sentido historico, nem saber como chegaremos a algum lugar que não seja esse NOW repetidas vezes, morrendo a cada instante e saciando essa quase-vida com a morte dos outros, nas imagens macabras que anestesiam o nosso medo de sermos aqueles-outros, e como ainda-não-somos, UFA!, vivemos mais uns instantes, NOW, NOW, NOW…Tic-tac, tac-tac, tic-tac…

    (alguem tem que desarmar essa bomba relogio em cada um nós, homens-e-mulheres-bomba, que vivemos apaixonados pela ideia de que seremos assim-para-sempre)

  40. Sandra

    Talvez poque sejam ilustres desconhecidos a morrer.

  41. Valéria

    eu fico mal com múltiplas guerras que bombardeiam por aí pessoas, casas, cidades… Não só em Gaza. Tem muito Darfour difícil de engolir, tem muita gente traumatizada, que perdeu casa, família, emprego, água, perna, perspectivas, esperanças etc

    O telegrama em branco chega a todos nós todos os dias.

    Mas hoje eu vim aqui colorida com o branco da paz pra desejar leveza pra lidar com o dia-o-dia de 2009, segurança pra seguir adiante, luz pra se descobrir e se harmonizar, e saúde pra se ter e se doar.

    Beijo arco-irisado em todos!

  42. Ekran

    Gerald, relendo o seu ultimo texto – SOU INCURAVEL – que abre essa sessão, me veio a abertura de 2001 do Kubrick, com aqueles primatas descobrindo como canalizar a sua violencia uns contra os outros, é a mesma cena reiteradas vezes, só que com trajes e palavras, travestida de civilização e…é isso…

    Sandra, eu não pensaria em “com quem deixaria” meus filhos…pois um dia nossos pais nos deixaram e…ainda estamos aqui, postando num blog desse genial Gerald , que compartilha conosco suas angustias que são as nossas e teimamos em olhar e encarar isso, diante de nós, algo que sempre esteve aqui conosco e evitamos aceitar que existe e essa coisa toda que adornamos e colocamos na sala de jantar, na cozinha, na varanda, e nos posters, no album de fotografias, alimentamos e acariciamos, damos um apelido, jogamos com ela em nossas memorias e vivemos com isso a vida toda, tão acostumados que estamos em ter uma companhia, desde os dias do “melhor amigo invisivel”…

    eu ainda acredito que esses personagens de nós-mesmos poderiam nos revelar alguma coisa que esquecemos de nós-mesmos ou que nunca soubemos existir em nós-mesmos e então, teriamos algo novo para experiementar, e quem sabe…quem sabe?

  43. give a peace of change setembro de 1969 Toronto, Lennon tocou cold turker pela primeira vez uma musica muito melhor que give a piece of change, mas ….convenhamos pra que submarinos ? Se jatos fazem tudo sozinhos, continuo achando Santos Dumont um baixinho irresponsavel .
    Uma pena tudo isso . As vezes parece que vai mas nao vai . Obama vem ai quinta feira , quem sabe os ataques nao param, nunca nada deu certo mesmo.
    A nao ser de vez em quando e por pouco tempo,

  44. give a peace of change setembro de 1969 Toronto, Lennon tocou cold turker pela primeira vez uma musica muito melhor que give a piece of change, mas ….convenhamos pra que submarinos ? Se jatos fazem tudo sozinhos, continuo achando Santos Dumont um baixinho irresponsavel .
    Uma pena tudo isso . As vezes parece que vai mas nao vai . Obama vem ai quinta feira , quem sabe os ataques nao param, nunca nada deu certo mesmo.
    A nao ser de vez em quando e por pouco tempo,

  45. Ilse

    Isso tudo que você disse Gerald, em meio a tanto preâmbulo foi certa vez dito suscintamente pelo saudoso Paulo Autran.
    “O mundo nunca foi bom.”
    É a realidade de todos os tempos..

  46. Nina

    Vou dar uma saidinha, por alguns dias, estou cansada, mas ritorno certamente.

    E prá não ser sempre a amiga dos psicopatas, a pessimista, ou a agnóstica em cima do muro, deixo uma confissão:

    Eu acredito no amor. Talvez não como a maioria. O amor dura um instante, geralmente é amor quando entre um par (homens e mulheres). O resto é ilusão. Mas tem instantes, minutos, horas prá quem tem sorte, que o cheiro do cabelo paraliza num momento completamente mágico: é o amor.

    Como diz meu amigo, velho amigo, Paulinho Moska

    Amor nunca existe antes de ser experimentado, reinventado, definido e redefinido, inventado e modificado, várias vezes.
    O amor é um desconhecido, mesmo depois de uma vida inteira de amores, ele te surpreende com um novo cheiro de xampu. A morte do amor se dá quando, diante de seu labirinto, decidimos pela estrada em linha reta.

    Ele nos oferece oceanos e mares profundos, e preferimos o leito de um rio, com início, meio e fim.
    Não é meu coração que sente amor.
    É a minha alma e meu corpo que queimam, é meu sangue que ferve e faz uma fogueira dionisíaca no meu espírito.
    Somos o alimento do amor, enquanto o devorarmos.

    O amor, eu não conheço, mas desejo seu mais breve instante. A vida existe mais viva quando cheira à xampu.

    O amor, é a língua que eu falo e escuto.

    Como definí-lo se de vida tão curta?
    Multiplicando seus instantes?
    O que faria, o que faço, o que farei por amor?

    deixo pra vcs meu entendimento…ou segredos

    por Amor

    Eu conheço tua estrada
    Cada passo que darás
    Teus desejos calados, teus vazios
    Pedras que afastarás
    Sem jamais pensar que eu
    Como uma rocha
    Volto sempre pra você

    Eu conheço a tua respiração
    Tudo o que você não quer viver
    Você sabe bem que o que você está vivendo
    Não é vida, mas não quer reconhecer

    Só se o céu, este céu, em chamas
    Desabasse sobre mim
    Como um cenário caindo sobre um ator.

    Por amor
    Você já fez alguma coisa
    Apenas por amor?
    Já desafiou o vento e gritou?
    Já dividiu o próprio coração?
    Já pagou e apostou várias vezes?
    Nessa mania compulsiva?
    Que afinal segue sendo só minha

    Por amor
    Você já correu até ficar sem fôlego?
    Por amor, já se perdeu e se reencontrou?
    E tem de me dizer agora
    Quanto de você colocou nesta estória?
    O quanto acreditou nessa mentira?
    Só se um rio se levantasse dentro de mim
    Como uma enchente
    Como o nanquim da pena de um pintor

    Por amor
    Você já esgotou sua razão?
    Teu orgulho até o pranto?
    Você sabe, esta noite eu fico
    Mesmo sem nenhuma razão

    E eu te digo agora, com sinceridade
    Quanto me custa não saber, que o amor
    É como se esse mar todo
    se afogasse em mim.

  47. … “a guerra como jogo e como esporte” … (entendi – e como!!!)

    Vamos deixar mais leve êsse assunto? Eu tentarei falar de …
    jogo, esporte … Vou desviar a atenção do foco “israelenses x
    palestinos”. “Nessa”, eu me distrairei um pouco … Tentarei!

    O esporte mais popular do mundo, parece-me, ainda é o futebol
    (soccer). Well, well, well …

    A FIFA … será que continua boicotando a participação de jogadores israelenses? Copa do Mundo?

    A FIFA … e “ok” para a dinheirama dos Emirados Árabes Unidos
    e, “acho”, até para treinamentos em Dubai …

    Bem, os USA não têm história nesse esporte (tentaram mas não conseguem driblar as pernas e o cérebro ao mesmo tempo – questão de competencia e humildade e … ah, deixemos pra lá …)

    Nunca me esquecerei de uma cena que vi pela TV, há poucos
    anos atrás:

    – O jogador Ronaldo (o “fênomeno”) doou camisetas e bolas
    de futebol, autografadas, para crianças israelenses – sobreviventes de ataques de suicidas-bomba.

    Palavras dele: essa foi a forma mais singela e carinhosa que encontrou para aquecer (alegria!) o coração daquelas criaturinhas. O ato em si – não tem preço! Êle fêz um “golaço”
    com tal atitude.

    Vi, ainda, por várias vêzes, Ronaldo levando essa alegria para
    criancinhas africanas; européias,; brasileiras, etc…

    Ronaldo-Fênix … Obstinado, perseverante, humilde e milionário
    e …? “Virou” um joguete nessa guerra pelo dinheiro da “religião”
    futebolística …

    Sempre essas coisas “funcionaram” assim! Feliz, ou infelizmente, me levam, outra vez, ao “jogo” … Israel x Palestina … Vencedores? Nenhum! Ou melhor, o próprio ego …

    dos “CARTOLAS DÊSSE CLÁSSICO JOGO DE INTERESSES COMERCIAIS”. Ah, e seus “monopólios” também!

    ESTÁDIO VAZIO e … vamos para a próxima “temporada do circo de horrores e bizarrices HUMANAS”!!!

    A “crueldade” é intrinseca ao ser humano – com Freud ou sem
    ele! O ser humano só “precisa” de oportunidade para …???

    Lembrei de um “clássico-trash”: “Boxing Helena”! A roteirista
    Jennifer Lynch (filha de David Lynch) não nega que “filho de peixe, peixinho é”: explora a mente humana de forma “repulsiva”
    e … argh … “somos” assim, tal qual aquele cirurgião? O final do
    “filme”, entretanto, para nós, não é apenas “imaginação” …

    Minha gente, lamento tudo isso! Inclusive minha tristeza; sentimento de “culpa por ser humana” e de impotencia.
    C’est la vie n’est pas? La vie … en rouge? Oui, mais j’aime …
    seulement la vie … en rose!!!

    Beijos! Bom dia para todos nós e …

    Não percamos, pelo menos, o respeito “ao outro”!

    PAZ!
    Susan judia

  48. gthomas

    A minha incrivel conversa com o Paulo Autran ainda esta disponivel na TV UOL.
    Eh so dar uma busca.

  49. Sandra

    Ekran, pensei nas três perguntas recomendadas para selecionarmos um candidato a um cargo político:
    -de quem você compraria um carro usado;
    -quem você escolheria para administrar uma empresa sua;
    -a quem você daria a guarda de seus filhos. Penso em filhos pequenos, e na total impossibilidade de você cuidar deles, talvez por iminência da morte, para sermos trágicos.

    Sei que temos um lado mau, em maior ou menor grau, mas sei que a maior parte dos seres humanos controla isso.
    Em termos pragmáticos, há gradações até para o mal.

    Mas o que você escreveu foi lindíssimo.

  50. Sandra

    Precisamos de lei para não sermos cruéis… Não deixa de ser terrível. Ou somos moldados pelas leis? Sem elas, nos acostumamos com a crueldade? Se não houver punição, sairemos por aí matando nossos desafetos?

  51. Valéria

    e fico mal e SEI que a história não começou ontem: sim, e estamos tanto em 2009 ou antes do Império Romano, quanto na Idade Média ou em plena Revolução… Estamos lá, ali e amanhã e ai tô lá.
    Tá tudo junto aqui e agora, já aconteceu, se repete, se eterniza, piora-se, melhora-se, modifica-se, repete-se, horroriza-se, holo caos tifica-se, plastifica-se, banaliza-se, compra-se e paga-se e vendem-se jornais e o tempo corre depressa assustando o índio, envelhecendo a donzela e sendo o culpado de não podermos parar pra tentar pensar que na verdade nós somos o tempo que não quer parar pra pensar porque não interessa, porque muitas outras coisas cáquis ou verdes que tão na moda e vale a pena comprar porque tá na liquidação por causa da crise uhuuuu

    Achar que é na contagem das datas , que é no avançar dos anos, das décadas e dos séculos que progredimos tanto igualmente quanto milagrosamente é isso sim espantoso ainda e sempre. Este aprimoramento da tal civilização e da tecnologia que se modifica a cada dez minutos no mundo não impede que as coisas que já aconteceram POSSAM e VÃO acontecer de novo sim, infelizmente, ali ou lá ou aqui, porque progresso não é avanço de tempo contado em relógio nem em calendário nem de cidade grande. Claro, as mudanças não ocorrem por si só, a tal evolução depende de … de quê? De uma revolução… que revolução? Mental, espiritual, pensamental?… Individual e em grupo? Sim, nunca mudaremos o outro, mas mudaremos nossa relação com o outro e sei lá o que mais. Tudo é possível neste impossível viver cheio de horizontes limitantes possíveis.

    Enfim sem fim, como pelo menos saber que não estamos assinando a tal procuração que faz repetir TUDO de ruim de novo, e por isso aconteceu, acontece, tá acontecendo, acontecerá?…
    Como rasgar a tal procuração que ajuda a corrupção de armas e pessoas no mundo? Como fazer pra não mais assassinar oops assinar? Que tipo de atitude? Começamos de onde, de quando? Com quem? Perguntas perguntas perguntas
    numa eterna repetição de espantos de dez segundos e então esquecer e sair pra viver a tal vida… Talvez eu seja assim também, em muitos momentos…
    Eu sempre fico entre o meu jardim e o mundo. Sou insignificante, eu sei, como estou assinando a tal procuração? Quando começaram a me fazer assinar? quando e como sou pensada? Este é um dos meus problemas existenciais, mas não é o único.

    o horror explosivo me faz pasmar sim, e dá vontade de não querer olhar a nossa volta, porque é um sentimento de impotência… e de ermergência…. este telegrama em branco é

    e dá vontade de não olhar mesmo… um horror; e quantos não têm uma coleira no pescoço e quantos não são guiados por cegos? e quantos não vomitam blá blá blá retórico moderno conceitual? E quantos não sentam e esperam na beirada da cadeira ou debaixo de uma sombria árvore sem sombra?

    estamos todos recebendo, dando e sendo telegramas em branco.

  52. Valéria

    Ekran, eu também vou por aí:

    “eu ainda acredito que esses personagens de nós-mesmos poderiam nos revelar alguma coisa que esquecemos de nós-mesmos ou que nunca soubemos existir em nós-mesmos e então, teriamos algo novo para experiementar, e quem sabe…quem sabe?”

    e revelam… de vez em quando…
    bjs

  53. Ekran

    2008 na retrospectiva do New York Times:
    http://www.nytimes.com/packages/html/photo/2008-year-in-pictures/

    São 160 fotos do ano nos EUA e no mundo…e claro, tem a sapatada no Bush, A IMAGEM do ano.

  54. Sandra

    Respeito à vida se aprende? É natural? É uma total hipocrisia?

  55. Valéria

    sim, o amor.

    dentro de mim tem amor, o amor que é liberado, concretizado, virtualizado e provocado pelos outros e por mim mesmo.

    só o amor é capaz de transformar positivamente as pessoas.

    o amor
    e pasmem: não há escola de amor, nem livros sobre amor, nem tempo pro amor… só para as outras coisas.
    digo e continuo dizendo, somos analfabetos emocionais
    e dá-lhe muitas guerras

  56. Sandra

    Minha pergunta há um tempo atrás (para qualquer leitor):
    -Você jogaria uma bomba num trem lotado se nele estivesse um genocida?
    De hoje:
    -Você mataria alguém que joga bomba em escolas se ele estiver usando suas crianças como escudo?
    De meu marido:
    -Você atiraria nos aviões antes deles se chocarem contra as Torres Gêmeas?

  57. Ekran

    Essa entrevista do Paulo Autran com o Gerald é de arrepiar, como a conversa com Haroldo de Campos…epifanias…

    Sandra: talvez para um cargo politico seja melhor um baita (bait) crápula, um estupido, um idiota completo. E talvez, enfim, desistiriamos de re-editar o seculo XX numa desistencia geral acerca da farsa que são as eleições democraticas (sobretudo abaixo da linha do Equador)

    Quanto a essa “gradação para o mau”, isso soa como experiencia nazista…eu não pagaria o preço para testar a eficiencia dessa escala. Na pratica, existem os presidios de segurança maxima, mas há criminosos longe daqui que teriam nota 10 na escala e nem seriam percebidos como tais…

    (como uma imagem em negativo dessa escala de estupidez, temos essas entrevistas do Gerald que revelam momentos sublimes de lucidez do ser humano, com o Paulo Autran por exemplo – deveriamos nos ater a isso…cada palavra fica essencial, não contingente, não redundante, poesia em prosa, sem forçar a barra…essa arte pode nos redimir, sim)

    É a ultima fronteira: os palcos.

  58. Sandra

    Outra pergunta que fiz há algum tempo:
    -Você jogaria uma bomba num trem lotado se nele NÃO estivesse nenhum genocida?

  59. gthomas

    me desculpem na demora da liberacao dos comentarios.
    LOVE
    G

  60. gthomas

    Estou simplesmente ESGOTADO

  61. Sandra

    “os estrategistas raramente ficam feridos. Mas berram.”

    Gerald… você é muito lúcido. Isso deve doer muito.

    MUITO…

    Que Deus ponha um curativo no seu coração.

    E nos heróis dos Médicos sem Fronteiras, Cruz Vermelha, Anistia Internacional,… Em todos os que precisam escolher se salvam um, dois, quem,… e que sofrem com isso.

  62. Ekran

    E para não ficar só nessas epifanias classicas (com o Autran e o Haroldo de Campos), tem a conversa do Gerald com o Michel Melamed que é um encontro de duas gerações sublime, onde o teor da “divergencia” se dá com relação ao…Duchamp…magnifico! Arte em estado puro se reinventando na mesa, com o Gerald mexendo num prato com uma colher e o Michel interagindo…

    Essa “fronteira” da experiencia humana que se dá com as artes é fantastica, desarma qualquer absurdo desses e nos coloca num outro patamar, onde mesmo um mercenario colecionador de artes não vai poder objetar muito se eu faço uma releitura do Duchamp no quintal de casa…ou nos palcos…

    Gerald Thomas, Zé Celso, Abujamra, Nanini, Fernanda Montenegro…essa historia que eles estão escrevendo nos palcos tem que continuar…

    quem sabe o que seria possivel avançar nessa “fronteira”, quem sabe?

  63. Ivo Veiga

    Tinha feito um comentário que sumiu????
    Caro Sr.Reinaldo Pedroso, sou um homem de 59 anos que costumo chamar as pessoas de Sr. e Sra. V.sa., fez no post anterior uma blague sobre minha falha a citar um Tanque Russo,
    meu caro primeiro não entendi o motivo da blague, prá seu conhecimento sou Oficial do Exército Brasileiro ,com muita honra e se o sr. tem algo contra dirija-se a Praça Sargento Mario Kozel Filho, s/n. Comando Militar do Sudeste e faça sua reclamação pessoalmente.
    Ivo Veiga

  64. gthomas

    Ivo Veiga
    qual comentario seu que sumiu?
    Por favor mande de novo,
    Essas coisas acontecem nessa web.
    Sorry,

  65. gthomas

    O resto eu comento amanha.
    Alias, ai no BR ja eh amanha.
    entao retiro o que disse, senao comentaria so depois de amanha.

  66. gthomas

    DO BLOG DO ALBERTO GUZIK

    perplexidade

    e o oriente médio? e os palestinos belicistas e intransigentes do hamas? e os militares e políticos belicistas e intransigentes de israel? e os civis mortos? e as ofensivas diplomáticas pra argumentar que esse lado ou aquele lado é que tem razão? por que os acontecimentos no oriente médio me dilaceram tanto? por que a estupidez de ambos os lados me agride tanto? alguém poderia supor que é porque há bastante gente tanto de minha família materna quanto paterna morando em israel. não desejo que sejam feridos ou atingidos, claro, mas eu não fico particularmente mobilizado pela segurança deles, assim como eles não devem ficar mobilizados pelo fato de nós aqui estarmos no meio de uma guerra civil não declarada. o que me incomoda é realmente que esse conflito, que tem quase o mesmo tempo de vida que eu (sou um pouquinho mais velho), é para mim uma metáfora da condição humana, talvez a mais flagrante, a mais explodida em nossa cara. é uma guerra real, claro. e metafórica também, ao mais alto grau. por que metafórica? vamos lá, pensem um pouco. enfim, termino 2008 muito perplexo como o que vejo. triste, isso. tão triste!

  67. Ivo Veiga

    Carissimo Gerald(perdão Sr.Gerald) deixa prá lá o comentário era longo, basicamente eu falava sobre a guerra ser atávica a nós
    humanos seres, nos flertamos com a Paz, mas casamos com a guerra, seja ela entre amigos, parentes, família e até por amor.
    Enfim ia por esse caminho, mas não era nada de vital importância, como disse em algum lugar algum filósofo “isso também passará”.
    Abraços e Shalom
    Ivo

  68. Cevado

    lembrei de algums músicas lendo o texto e comentários…

    Fishbone – Servitude
    Who, who do you serve?
    For whose empire and for whose whims?
    Is your honor judged by men?
    Will you lie?
    Will you lie if they say it’s their will?
    Will you die or continue to kill?
    Until the generals all have their fill

    Craven cowards
    Armchair warriors
    You will serve them well

    Pain of Salvation – Nihil Morari (Homines Fabula Finis)
    Tell me
    How are we supposed to survive?
    If we’re acting like fools
    All dropping dead to stay alive?
    Someone tell me
    Please just show me
    If there’s nothing to do, God we’ll turn to you
    But if we’re an image of you
    I reckon you are just as puzzled and ugly too

    You think we have developed fast; that we’re civilized and intelligent
    I’ll let you in on a secret: we have developed Things!
    The rest is simply knowledge passed on

    (I can see us drain this world
    I can see us buying loss too cheap
    Terra Sterilia washing its broken hand of us now
    Creation’s blackest sheep!)
    Hell, 99% of humanity couldn’t put together a simple light bulb if you put a gun to their heads!
    And the intellect rubs off on fear

    I can see us read the signs
    But spell them out in backward travesty
    I see us close our eyes
    To all the wounds that we inflict to this world by being “free”
    We love this world to death
    Purchasing our lifestyles with our lives
    Defending our momentarily nations
    With the loss of our priceless earthly home

    It’s not hard to reach the top
    It’s not hard not knowing when to stop
    It’s not hard to take all
    Not very difficult to fly if you settle for a fall
    It’s not hard to cross a line
    It’s not hard to push and go too far
    Some creatures cannot climb
    Then there are us who cannot even learn how to stay alive

    I’m sorry!
    For the things we did and did not do
    Forgive us; the fools that rushed ahead without a clue
    I am sorry
    Please forgive us
    For this human lack of humanity
    This evolutionary travesty
    This tragedy called “Man”
    …called “Man”…

    e até mesmo lembrei das rotinas de stand up do fantástico George Carlin, “We like war”… falecido este ano…

  69. Lilian

    this is bullshit and I’m not going to take it anymore !!!!!!!!!!!

    A imagem é de quem? do Damien Hirst?

  70. Cristina

    Ainda estou sob impacto do acidente na praia do Curral, foi um atropelamento, o pai de uma apresentadora de TV atropelou quatro pessoas e matou um, conheci o falecido, morador da ilha, socialite e freqüentador das rodas sociais, tinha dois metros de altura e era gordo. Até domingo, com certeza, o número de mortes nas estradas brasileiras será maior que os de Gaza.Nós ainda tentamos entender o atropelamento. Vi mais de 50 barcos na praia do Curral, meu marido disse que eram 200, sem contar as porches cayenes, bmws, mercedes em frente ao DPNY, o hotel hipe chic da Ilhabela. Não dá para entender como, em meio a um grande tumulto, numa estrada estreita e super congestionada, alguém consegue matar um homem gordo de dois metros de altura. Não tem crise na indústria automobilística brasileira, tem irresponsabilidade. A moda agora são os carros altos, quase tanques de guerra, com os vidros pretos, você não vê quem está dentro do carro, e o ser humano ficou condicionado em ar condicionado, ele se fecha naquele carro todo preto e liga o ar, nem sente a brisa, a maresia,

  71. Cristina

    Madoff não roubou os 50 bilhões, fez uma corrente, novas entradas pagavam as remunerações, se não fosse a crise, talvez a corrente ainda funcionasse. O fundo Madoff não resistiu aos saques. A natureza deste jogo não é roubar, o patrimônio do Madoff deve ser pequeno. Espanta a rigidez, a indignação no julgamento do agiota judeu, não acho que ele seja ladrão. E espanta a falta de indignação com o ataque israelense a Gaza, em reação aos mísseis lançados pelo Hamas. Os judeus estarem associados à usura é uma repetição, mas os judeus serem opressores numa guerra não é repetição. O Jornal Nacional disse que a Alemanha apóia o ataque a Gaza.
    Eu acho mais fácil questionar a violência do Estado que a violência individual. Do ponto de vista do indivíduo que vive na Palestina ou na favela da Rocinha é fácil detectar a origem do trauma, o que não dá para entender é o estado agir de modo a aumentar o trauma e alimentar a cadeia de ação e reação. Aqui no Brasil, o Estado prende um maconheiro de 18 anos, quando o sujeito entra na cadeia é apenas maconheiro e pequeno vendedor de erva, mas quando sai, após ser currado de tudo quanto é jeito, fica com ódio da sociedade e vira sociopata.

  72. Eu acho que è tudo uma questao de saber reconhecer qdo se esta atacando ou defendendo … pq muitas vezes se ataca pra defender…E’ dificilimo saber qdo estamos sendo atacados, visto que ate o silencio pode ser uma arma !

    Se somos bons ou maus ainda nao sei. Mas seguramente somos frageis. Sabemos que somos mortais e essa è a nossa unica certeza.

    A agressividade è latente, è necessaria, è o ingrediente principal para continuar no jogo.

    Acho, ainda, que è utopia pensar que o afeto tem uma linguagem universal. A agressividade sim, o afeto nao.

    Tem muito condicionamento no afeto e um pouco de vaidade também.

    Essa falta de “universalizaçao” da linguagem do amor è que da origem aos desentendimentos. A ataques e defesas incessantes.

    A religiao seria um otimo instrumento para universalizaçao da linguagem do afeto, mas a religiao è controlada pelas instituiçoes que a operam!!!

    E agora?!

    Eu acho que alguem do bem tinha que pensar a respeito do carinha abaixo … minha intuiçao feminina diz que è por ai …Sera!?

    “O botão desaparece no desabrochar da flor, e pode-se dizer que é refutado pela flor. Igualmente, a flor se explica por meio do fruto como um falso existir da planta, e o fruto surge em lugar da flor como verdade da planta. Essas formas não apenas se distinguem mas se repelem como incompatíveis entre si. Mas a sua natureza fluida as torna, ao mesmo tempo, momentos da unidade orgânica no qual não somente entram em conflito, mas uma existe tão necessariamente quanto outra; e é essa igual necessidade que unicamente constitui a vida do todo”. HEGEL, A Fenomenologia do Espírito.

    Tenham um otimo dia
    Com carinho na busca pela linguagem do amor universal
    Gigi

  73. Luciana

    O ar que respiramos, a água que bebemos, a paisagem que contemplamos, a criança que nasce , a mulher que dá a vida, o sexo, o corpo nu numa praia sentindo os raios do sol, a alma que enquanto isso olha o céu , os sons dos pássaros, as nuvens , que escuta o som do mar, e sente o calor da areia, o tato que sente a suavidade de uma flor, o homem que vai à guerra, o homem que vai à caça e volta para a caverna com o alimento, a fogueira, o choro noturno de uma criança, a lâmpada, a roda, a Mona Lisa, o Big Bang, Darwin, A teoria da relatividade de Einstein, a bomba atômica, a morte, os esqueletos, a miséria, o aborto, o assassino, os Beatles, Luz del Fuego, a evolução, a descoberta do desconhecido, o fim , o recomeço, o sofrimento, a solidão, a amizade, o aprisionamento, Gerald Thomas, Monteiro Lobato, Elis Regina, Hitler, Mussolini, Bush, Obama, Amy Winehouse, Dante Alighieri, Maquiavel, Hegel, Lizt, Tom Jobim, Pelé, minha mãe, meu pai, meu irmão, meu amigo, meu cachorro, meu gato, o touro, o toureiro, Guernica, Charles Chaplin, Groucho marx, Carlistos, Leila Diniz, Maria Callas, Pavarotti, Nijinski, eu tudo isso é amor…

  74. Jorge

    Li uma vez em algum lugar mais ou menos isto”

    ” se queres a PAZ prepara-te para a guerra” e “encontraras a PAZ somente sob a sombra de uma espada”

    Serah que entendi errado?

    Algum tempo atras, quando eu ainda era muito otimista, acreditei que poderiamos, a partir deste novo seculo, evoluir e que os homens pudessem comecar a trilhar um caminho para viver em paz. TRISTE ILUSAO, chego a ter doh de mim mesmo quando me lembro de quao ingenuo eu era ou estava. Ai veio setembro de 2001, de repente acordei verdadeiramente (acho) para o mundo real da guerras, seus interesses, manipulacoes, etc, etc, etc, etc

    A observacao da natureza e a experiencia do amor me aliviam a dor.

    Acho que ainda somos muito primitivos.

    A midia nos tornou frios ao sofrimento humano, quem, na verdade, liga para os sofrimentos lah, lah longe no Oriente Medio? lah, lah longe na Africa. Lah, lah longe no sertao nordestino? Lah, lah longe nos morros cariocas, (ih jah esta ficando perto)

    Muito, muito sangue ainda serah derramado (NFELIZMENTE) para que cheguemos a uma convivencia pacifica entre os humanos.

    Que a PAZ exista, persista no coracao dos poucos que jah estao lah na frente.

    Sandra:
    Eu NAO jogaria uma bomba num trem com um genocida dentro, A nao ser que ele estivesse sozinho.

    Um ano de 2009 de LUZ para todos!

  75. Luciana

    E tudo acaba como no fim das histórias de Asterix com a famosa frase , Depois da tempestade vem a bonança…

  76. gilberto jesus ferraz

    A História nunca muda, os personagens sempre.

  77. Luciana

    O fragmento de uma história, de uma vida, um filme, uma formiga, uma ameba, o átomo, o núcleo, uma estrela, o sol, um corpo , um cadáver, as cinzas de um corpo, o macaco, a galinha, o leão, o câncer, a aids, o vício, a bebida, a comida, a música, a prostituta, a pornografia, uma subjetividade, o espaço, fui para o espaço, gritei, cantei, o vizinho chato, a briga, o palavrão, a chatice, a guerra, o conflito, o disco de vinil, Roberto Carlos, Caetano Veloso, a mentira, a imaginação , a fantasia, Walt Disney, Bambi, Marx, Russia, Tahiti, Gaugan, Van Gogh,Elefante, Buda, Índia, mantra, OM, o ladrão, o coração, o rim, as mãos, o piano, a voz, o índio, a oca, a magia, o ritual, a máscara,o teatro, o mistério, o mistério desvendado, o foguete, a nasa, Bin Laden, os palestinos, os judeus, os radicais, os santos, os hipócritas, os verdadeiros, os falsos, a riqueza, a pobreza, a sujeira, a limpeza, a ordem, a desordem, os fractais, a matemática, a música, a pintura, a arma, o sangue, o arroz, a maçã, a minhoca, a terra…tudo é amor.

  78. Marcos Villa

    Geraldo!

    Você escreve, escreve, escreve, escreve e não se aproveita nada.

    É papo de buteco, do tal ser intelectualizado ao extremo, mas sem o mínimo de amor ao próximo.
    Interessante né, não é atoa que é judeu como os radicais que querem exterminar os palestinos, igualando-se ao seu agressor Adolfo.

    No dia em que nós despertarmos para a única coisa que vale a pena nesse planetinha, teremos a chance de evoluírmos moralmente, fazendo valer a máxima de amar a DEUS sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, deixando de lado o materialismo que nos destrói, colocando em prática pensamentos de amor e caridade.

    Pare de falar bobagens meu caro Geraldo, use o seu poder na mídia para elevar os pensamentos, não para a mesquinharia.

    Em breve terá que prestar contas disso!!

  79. BIQUEI

    Razões expostas pelo meu amigo Lluís Bassets, http://WWW.Elpais.com.abaixo são mais que suficiente para justificar, a forma desequilibrada com que os meios de comunicações, financiados por fontes oficiais pelos governos transitórios, tentam reavivar a execrável, CENSURA como forma de tentar CALAR, os independentes, que não seguem os mesmos parâmetros, de submissão aos interesses dos patrocinadores, comportamento típico de manada.
    La agonía de la prensa
    La fuente de información más destacada sobre la campaña electoral norteamericana fue Internet, según el prestigioso Pew Research Center (PRC). Se trataba de una situación excepcional, en la que buena parte de la movilización de los militantes y seguidores de cada partido se realizaba a través de portátiles y ordenadores. Lo que este centro de investigación sobre medios y opinión públicas nos revela ahora, en una investigación publicada en vísperas de la Navidad, es que Internet ha superado por primera vez a a los medios escritos como fuente ordinaria de información en general. Un 40 por ciento de las 1.489 personas encuestadas asegura que se informa mayoritariamente en Internet acerca de las noticias nacionales e internacionales frente a un 35 por ciento que lo hacen todavía a través de los periódicos.

  80. Tene Cheba

    Razão, quem tem razão? Os fracos, lógico, ou então esquecemos a nossa grande mancha, Holocausto, não aprendemos ainda a subirmos a escada. Descemos,mais fácil, a gravidade ajuda. Não, a covardia é a moeda de pouco valor, vamos doar vários pratos de lentilhas aos palestinos, para, quem sabe, a sorte deles mudar.Vamos diminuir as bombas, vamos matar menos.Vamos cuspir um pouco mais.Israel, não tem noção do estrago que fez, da desnecessidade de impor o terror por atacado.Nada tenho contra Israel, mas nada tenho contra os palestinos, sírios e libaneses, nem mesmo poderia.

  81. Tene Cheba

    Nós já produzimos todos os massacres necessários para a nossa evolução.Matamos judeus, exterminamos índios, escravizamos negros, barbarizamos mulçumanos.E ainda assim não somos canibais, tanta carne boa, tenra, jogada fora, desperdiçada, tantos rins e fígados, que poderiam ser transplantados, meu Deus tudo transcende, tudo me transporta as neuroses.

  82. Sandra

    Jorge, quase ninguém jogaria. Como você não respondeu às outras perguntas: se atacaria alguém que ataca uma escola usando suas crianças como escudo e se atacaria os aviões antes de se chocarem com as Torres Gêmeas, imagino que as respostas sejam iguais as minhas:

    NÃO SEI!!!! NÃO SEI O QUE FARIA!!!!! NÃO SEI COMO FICARIA DEPOIS DE FAZÊ-LO OU DE NÃO O FAZER!!!!!

    O que não entendo é porque tantas pessoas que não jogariam uma bomba no trem com o genocida acham normal que isso seja feito SEM o genocida. Apenas com o trem cheio de civis. Porque acharam normal explodir as Torres Gêmeas, por exemplo.

  83. Sandra

    Ekran, há gradações no mal. Senão as penas seriam a mesma para quaisquer delitos e crimes. Exemplo:
    -agredir alguém numa briga de trânsito – mal menor;
    -estuprar – grande mal;
    -genocídio – mal infinitamente maior.

  84. Sandra

    Aquilo na imagem é uma maçã, uma bola? Olha… Estou mal…

  85. Sandra

    “Segui o Che pela cordilheira Alpina atrás de queijo suíço . Só deu buraco!”

    Gerald, você é GRANDE.

  86. Sandra

    “Woke up this morning
    Singing an old, old Beatles song
    We’re not that strong, my lord
    You know we ain’t that strong
    I hear my voice among others
    In the break of day
    Hey, brothers
    Say, brothers
    It’s a long long long long way”
    (Caetano Veloso)

  87. everaldo

    …de volta:

    …ÊSTE POST QUASE SUPERA O DEPRÊ 1

    PARABÉNS BLOGMAN!!!

  88. everaldo

    …e: VIVA LULA

  89. Luciana

    “La forme la plus basique de conditionnemente mental est la répétition.”
    Essa frase lembrou me de Andy Warhol.

  90. everaldo

    Nininha!!!

    Seu MANOEL GALDÊNCIO, lá do sertão da Bahia, manda um abraço pra você!!!
    Depois lhe conto a estória.

  91. everaldo

    …e,seu MANOEL GALDÊNCIO, alheio à intelectuialidade bestializada, é um poema vivo.

  92. everaldo

    …e aí Pachecão?
    Mesmo sem tu sabê
    Bateste um papo comigo
    E eu bati com você.

    Tu é um “coroa” bonito, hem! Negão?

    Quase lhe dei aquelas palmadas na bunda, que havia prometido.

  93. Sandra

    Magnífico texto, Gerald. MAGNÍFICO!!!

    Eu gosto do Manhattan Connection, mas… depois de colocar em cena corpos em caixas, um rapaz penteando os cabelos antes de se matar, corpos dependurados com chapéus, vinhos maravilhosos de sangue humano, e de sangrar um texto desses, concordo com você: aquilo é pouco! É superficial!!!!

    Você criou um abalo aqui.

  94. Glorinha

    Os anos ficam velhos de lugar, não mudamos o ser, o ser que está a estraçalhar, a ignorar, a excluir qualquer coisa menor do que aquele interesse comum e “sadio” que se chama sociedade correta e politicamente perfeita…
    Para onde vamos?
    Onde estamos agora? que século é esse?
    será que não saimos da “santa inquisição”?
    Os anos que passam sem nos levar…a nossa inteligência que pensa ser perfeita…ah que ilusão…talvez, talvez a perfeição esteja na pequena brecha das improváveis causas…essas que negamos todos os dias…
    deitar a cabeça lentamente no travesseiro e pensar..amanhã será melhor!
    Será?
    O ano velho que empurra o novo que precisa vir, ver e nascer….
    por favor o ano que nasce não pode morrer, não sem antes nascer…não pode ser de todo morto antes mesmo de tocar nossas faces e deitar nelas o vento preciso e precioso das mudanças…
    Relógios que deslizam suavemente no leito dos rios, joguei-os todos pois eles marcam as horas inventadas…estas que choramos ao dia e expelimos a noite.
    Relógios que sinalizam um ano que pode não chegar….
    O ano chegará mas creio que não nesses relógios de pulso, talvez o ano chegue na batida de pulso de um coração…
    Sentidos….se esvaem…quando os ouvidos ensurdecidos de seu próprio interior não ouvem mais nada a não ser isto mesmo que produzem…o seu proprio som e mais nada.
    A solidão enfim, quando a música única não é ouvida a não ser pelo seu criador…
    Escuto muitas vozes….de dor…de alegria…de incerteza…de massificação………oh ser ..me falta a inteligência da alma para entender todas elas….o ano vem….vou com ele….
    [[]]

  95. Susan Judía.
    Cristina.
    Podem me explicar por que o Hitler queria
    acabar com os judeus?. Agora os árabes?
    Ja li vários textos, mas os historiadores não deixam claro.
    Pelo que li, Hitler culpava os judeus pelo caos econômico da Alemanha.
    Podemos culpar os judeus pelo caos econômico atual?
    Tem haver com o Código Da Vinci?

  96. everaldo

    Nininha!!!
    O que foi Nininha?
    Nada disto!!1
    Quando conhecer seu MANOEL GALDÊNCIO, vai ver que o HOMEM não é um total fracasso, e que todas as teorias sobre o mesmo, formuladas, até agora, é que são um total fracasso.

  97. Sandra

    Beijos em todos!

  98. Glorinha

    Bom dia a todos!!!

    …algumas vezes fico em dúvida sobre isso….dia bom…bom dia….eh uma esperança que se tem….mas um dia bom sozinho com certeza inexiste na solidão de todo um resto….

    [[]]

  99. Dagom Dclxvi.

    Ninguém precisa de Deus para ter princípios morais, para fazer o bem, para apreciar a natureza.

  100. Glorinha

    Sandra,
    fiquei um pouco incerta com sua caracterização em maior ou menor grau do mal….coisas acontecem nos universos paralelos….uma bicicleta roubada de um garoto pobre que não poderá ter outra é um grande mal a ele….ao mundo não fará a menor diferença…no entanto é um mal que se sente não eh?
    graduações são pequenas aceitações também…
    o que é o sentido das coisas quando o enquadramos em outras?
    [[]]

  101. Mau

    OS DEUSES OU O DEUS ÚNICO ESTÁ DESEMPREGADO.

    ORAÇÕES NÃO SÃO ESCUTADAS OU LIDAS.

    QUEM MORRE É O POBRE, O IGNORANTE, DE GAZA OU DAS FAVELAS DO RIO E SP.

    OS MANDANTES FICAM NOS SEUS GABINETES DANDO DECLARAÇÕES. E OS TOLOS (NÓS) DISCUTIMOS DIREITA, ESQUERDA E A MÍDIA.

    SOMOS TODOS TOLOS. COMO EM DOSTOIVSKY (IDIOTAS)

  102. Glorinha

    Vampirinho,

    vc realmente estava sumido…mas eu pensava… vc estava voando feliz em qualquer lugar com sua polaca!

    [[]]

  103. Mau

    Sorte de Beethovem que ficou surdo.

    Por essas no final da vida ele escreveu “Freude” de Schiller…estava feliz com sua surdez diante desse mundo de merda.

    Freude Beethovem

  104. Glorinha

    Sandra,
    escolhas que ninguem faz….são impostas….
    [[]]abraços fraternos procê, sandrinha e chefe

  105. Glorinha

    Vamp,
    os meus comentários ficam lá em cima!!!!
    acho que é porque a máquina que estou está com horário adiantado….
    []

  106. AMIGO THOMAS…

    Segue uma crônica (já publicada nos comentários de seu blog) para aliviar o peso de 2008…

    A VIAGEM… SEM CIGARRO, PILEQUE OU PORRADA!

    ( Lailton Araújo )

    Na longa viagem ao encontro das novas descobertas, conseguimos fotografar novas galáxias, e o Universo, tornou-se pequeno… Ficou chato, comprido, alto, largo!

    Colocamos uma sonda na barriga e outra no planeta Marte – somos os novos marcianos – vermelhos, brancos, negros, amarelos, sem cor ou raça: metal barato, cachaça, cigarro!

    Tomamos posse sem violência, sem cara feia, com os pés de aço ou de lata, e a aparência – na forma de robô. Lunáticos: nunca mais seremos! Bebemos etanol; cheiramos fumaça!

    E a Lua e Marte são velhas histórias ultrapassadas… Viva o Homo sapiens!

    Derrubamos algumas torres. Levantamos outras. Talvez as que erguemos sejam mais altas que a bíblica “Torre de Babel”, ou mesmo: de papel… Estamos na batalha diária!

    Não somos terráqueos malucos… Aprendemos as lições de casa. Nos novos edifícios existem as vozes do diálogo e da tolerância… É samba, rap, reggae, rock!

    Nossas asas metálicas continuam evoluindo. Algumas quebraram! Caímos… Quem não cai? Pássaros também caem no primeiro vôo… É a lei da gravidade, Newton, Isaac…

    A asa e o vôo são relações já dominadas… Viva o Homo sapiens!

    Bebemos todos os vinhos possíveis. Brindamos em homenagem às novas conquistas profissionais, à saúde, à paz e à harmonia… Da literatura, do cinema, da música, da política!

    Superamos várias tragédias humanas. Furacões, Terremotos, Tsunamis e Titanics, agora são roteiros do moderno cinema comercial. É trash, é atual, é over, é animal!

    O podium ficou pequeno para tantos atletas e suas vitórias. Homens e mulheres conquistaram novos recordes… Alguns, com anabolizantes! Outros com Anas, aborígenes, antes e depois…

    Os limites – físico e emocional – já não entram em conflito com a ética… Viva o Homo sapiens!

    As fotografias coloridas e digitais mostram os continentes globalizados. Será que não existem conflitos religiosos, comerciais ou políticos? É viagem… Sem cigarro, pileque ou porrada!

    Será que caminhamos para uma nova era? Calma internauta! É um sonho! Continuamos na velha e complicada rotina terrestre… Correndo, comprando, comendo, cagando!

    Chegaremos em 2009, mais velhos, mais confiantes e talvez – mais tolerantes e humanizados… Viva o Homo sapiens!

    E os viajantes da nave “Terra” seguem sua jornada… Até o novo Big Bang ou nova Big Band, ao som de Ray Charles, Cauby, Ângela Maria e Sinatra!

    Eu ainda acredito na humanidade… (rsrs)

    FELIZ 2009! CONTINUE NA “FRONT” DA CULTURA!

    Grande abraço!

    Lailton Araújo

  107. Infelizmente ,os judeus de Israel, não são melhores do que os alemães nazistas.,pois estão fazendo com o povo palestino pior do que lhes foi feito.,na 2a.guerra.

  108. Juarez

    Como conseguiram colocar tanta merda em uma privada só ??.
    A começar pelo texto do autor…uma meleca !!!
    Comentários…piores ainda…não acrescentam nada na vida de ser humano nenhum.
    E eu aqui colocando mais merda na privada…

  109. Desde qundo a verdade precisa de moderação

  110. Cristina

    Para Erich Fromm há dois tipos de comportamentos agressivos, o agressivo defensivo e o agressivo destrutivo. É difícil achar explicações para a agressão destrutiva, tanto do lado palestino, como do lado israelense, no caso dos ataques à Gaza, os dois lados são movidos por paixões. O instinto de agressão do estado de Israel não é racional, é apaixonado, o país não vai deixar de existir devido aos terroristas palestinos, fica difícil convencer o público em geral que o ataque é defensivo, ao mesmo tempo os palestinos destroem pela mesma paixão. “A diferença entre a agressão benigna-defensiva e a agressão maligna-destrutiva pede uma distinção mais completa e mais fundamental, entre instinto e caráter ou, mais precisamente, entre as impulsões enraizadas nas necessidades fisiológicas do homem e as paixões especificamente enraizadas em seu caráter” e Erich Fromm complementa que as paixões humanas são respostas às necessidades existenciais que se acham arraigadas nas próprias condições da existência humana. O palestino vê sentido em morrer, a outra vida é melhor que esta daqui, sua agressão dá sentido à sua existência.

  111. Glorinha

    Mentes doentias…..ah! Ricardo!
    olhe a sua volta…veja quanta mente doentia está maltratanto, roubando, assassinando…depois volte aqui…bem…se ainda assim achar que tudo é a mesma coisa…me rendo, devemos mesmo ser todos doentios….na sua ótica, que vc tem todo o direito de ter…e eu todo o direito de discordar…
    [[]]

  112. Glorinha

    Vamp,
    sim, agradeço sua informação….de qualquer forma sou poquinho avessa aos horários….rs….
    o chato é que meu comentário as vezes fica mais sem sentido do que normalmente ficaria se entrasse na ordem “das coisas”…
    abraços e bom dia procês!!!

  113. Sandra

    Desde quando não é verdade, João Felipe.

  114. Nina

    isso Juarez
    e vc aqui entornando o balde…

  115. Sandra

    Juarez, a merda é só o seu comentário mesmo.

  116. Nina

    ah Ever Ever Aldo…
    vc voltou! que bom!

    seu manoel galdencio é um portugues?
    se for tenho total simpatica mesmo sem conhecer…

    não consigo falar uma palavra descente, só futilidades no momento…

    saudade de vc,

  117. Sandra

    Targino, se podemos culpar os judeus pelo caos atual, não deveríamos também agradecê-los pelos últimos anos de vacas gordas?

  118. Nina

    graduações do mal!!!!!!!!

    meu deus…………
    tô malllll
    mal
    mal

  119. Sandra

    Marcols Villa, o Gerald tem poder na mídia porque o que escreve vem da alma, e porque se preocupa com o próximo. É por isso que você precisa dele para escrever por você, já que seu amor pelo próximo é tão falso como uma nota de R$2,25.

  120. Nina

    Cristina, Cristina

    Ilha Bela, só te faz bem
    de novo
    inveja….

  121. Sandra

    Cristina, qual o sentido em morrer levando junto uma escola, um hospital, um ônibus ou um supermercado?

  122. Nina

    “Em breve terá que prestar contas disso”

    ISSO É QUE É TERRORISMO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    “30/12/2008 – 09:08
    Enviado por: Marcos Villa

    Geraldo!

    Você escreve, escreve, escreve, escreve e não se aproveita nada.

    É papo de buteco, do tal ser intelectualizado ao extremo, mas sem o mínimo de amor ao próximo.
    Interessante né, não é atoa que é judeu como os radicais que querem exterminar os palestinos, igualando-se ao seu agressor Adolfo.”

    iSSO TEM ME FEITO TANTO MAL (NO GRAU 15º) QUE EU TENHO VONTADE DE VOMITAR….
    AMOR AO PRÓXIMO….
    NÃO É A TOA QUE É JUDEU…..
    ADOLFO… GERALDO…

    E DEUS VAI TE PUNIR….

    ENTENDE GERALD, ENTENDE?
    não consigo mais…..

    Sr. Marcos Vila, se esconde atrás de Deus?
    cuidado ele pode lhe dar uma rasteira…

    VIVA O CAPETA EHEHEHEHEHEHEHEHEHEHE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  123. Nina

    Sandra

    pelo menos em algumas coisas, que me parecem importantes, agente concorda….

    Bom dia!

  124. Sandra

    Sim, Nina, gradações do mal. Senão, todos os crimes seriam punidos ou com 30 anos de cadeia, ou com 10 reais de multa.

  125. Sandra

    Estelionato – 30 anos de cadeia;
    Estupro- 30 anos de cadeia;
    Genocídio – 30 anos de cadeia.

    ou

    Estelionato – 10 reais de multa;
    Estupro- 10 reais de multa;
    Genocídio – 10 reais de multa.

  126. O Vampiro de Curitiba

    Bom dia, pessoal!
    Pensaram que eu havia sumido? Vão pensando!
    Vocês não vão se livrar de mim assim tão cedo!

  127. Ricardo

    Perdi o meu tempo olhando este blog. Este tipo de texto só poderia vir duma mente confusa e doentia. Pra não falar outras coisas.

  128. O Vampiro de Curitiba

    Aqui do IG:

    JERUSALÉM – Israel rejeitou nesta terça-feira qualquer trégua com o Hamas na Faixa de Gaza até que seja extinta a ameaça de foguetes provenientes dos territórios palestinos e se declarou pronto para combater os militantes islâmicos durante “semanas”.

    “Não há lugar para um cessar-fogo”, disse o ministro do Interior israelense, Meir Sheetrit, à Rádio Israel. A ofensiva aérea contra Gaza entrou no quarto dia, com 375 palestinos mortos. Quatro israelenses morreram vítimas de foguetes lançados de Gaza.

    “O governo está determinado a remover a ameaça de fogo (de foguete) no sul”, disse o ministro. “O Exército de Israel não deve suspender a operação antes de acabar com o propósito dos palestinos, do Hamas, de continuar mandando fogo contra Israel”, afirmou. “Esse é o objetivo e deve ser atingido”, acrescentou
    Quarto dia de ataques

    Aeronaves israelenses atacaram novos alvos na Faixa de Gaza nas primeiras horas desta terça-feira, no quarto dia de ofensiva contra prédios e instalações do grupo militante palestino Hamas.

    Segundo fontes médicas na região, os ataques aéreos teriam deixado pelo menos dez mortos e outros 40 feridos. Autoridades palestinas confirmaram 375 mortes e 1.600 feridos desde o início dos combates.

    A situação nos hospitais da região foi classificada pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha como “caótica”, com os grupos de auxílio médico “pressionados ao seu limite”.

    Em uma entrevista coletiva nesta segunda-feira, o chefe de assuntos humanitários da Organização das Nações Unidas, John Holmes, afirmou que ao menos 62 mortos eram civis. “Este número só leva em conta as mulheres e crianças mortas, não incluímos o número de homens mortos civis, apesar de sabermos que também houve mortes entre eles”, disse Holmes em uma entrevista coletiva.

    Ofensiva

    A ofensiva militar começou no sábado, uma semana depois do fim de um acordo de cessar-fogo de seis meses com o Hamas.

    Israel bombardeou todas as principais cidades da Faixa de Gaza, inclusive a Cidade de Gaza, no norte do território, e Khan Younis e Rafah, no sul.

    Mais de 210 alvos foram atingidos nas primeiras 24 horas do que Israel diz que pode ser uma longa operação militar.

    Segundo analistas, sábado foi o dia em que foram registradas mais mortes na Faixa de Gaza desde a ocupação israelense do território em 1967, embora ainda não exista uma confirmação independente do número de mortos.

  129. Sandra

    João Felipe, você escolheria ver seus filhos na faixa de Gaza ou num campo de concentração nazista? Como vítimas, claro.

  130. O Vampiro de Curitiba

    Meu apoio irrestrito ao povo de Israel!

  131. Sandra

    Mas perturbou-o, Ricardo. Tanto que você até se deu ao trabalho de comentar.

  132. Nina

    30/12/2008 – 12:21
    Enviado por: Ricardo

    “Perdi o meu tempo olhando este blog. Este tipo de texto só poderia vir duma mente confusa e doentia. Pra não falar outras coisas.”

    NOSSA E PERDEU SEU TEMPO COMENTANDO TAMBÉM…
    VC É PADRE, PSIQUIATRA, PSICANALISTA, MÉDICO, PAI DE SANTO OU CABELEREIRO?
    TEM RECEITA PRÁ MENTES DOENTIAS E CONFUSAS?
    MEU RIVOTRIL ACABOU, TEM COMO ARRUMAR UMA AZULZINHA MANO?

  133. Sandra

    Vamp, bem vindo!

  134. Nina

    Oi Vamp sangue bom!

    tudo certinho?

  135. Sandra

    Nina, é verdade!

  136. Sandra

    Até mais tarde!

  137. Nina

    Ricardo….

    “prá não falar de outras coisas”…

    hummmmmmmmm…. outras coisas, adoro outras coisas

    fala
    fala
    fala

  138. Nina

    “30/12/2008 – 12:25
    Enviado por: O Vampiro de Curitiba

    Meu apoio irrestrito ao povo de Israel!”

    pq Vamp?

  139. O Vampiro de Curitiba

    Glorinha, esse problema com horário dos comentários acontece com várias pessoas. Eu mesmo estou escrevendo do notebook porque do meu micro acontece o mesmo que com você. E não adianta mudar o horário do micro… já tentei de tudo… E não é apenas neste blog que isso acontece, mas em todos aqueles que usam o Word Press.

  140. Paradigma

    Por que os israelenses precisam repetir com o queto de Gaza o mesmo que os alemães fizeram no queto de Varsóvia? Chega de “solução final”.

  141. Dagom Dclxvi.

    Qual será a diferença entre as crianças judias e palestinas em sua essência?

  142. O Vampiro de Curitiba

    Nina, eu tenho “lado”, não sou imparcial. Sempre estarei do lado do mundo ocidental-judaico-cristão-capitalista-burguês-consumista.

  143. sue

    Gerald Thomas ,

    Querido !! Acho **incrivel** seu talento , sua memoria ….em ler varias **coisas** , ver , ouvir…..guardar …..misturar….depois fazer uma **sopa de letrinha** cruzando varios assuntos , fazendo um sentido mais do que logico….ainda com uma *P….* mensagem….e tudo ficar MAGNIFICO !!
    Realmente isso eh talento nato…nao eh para qualquer um !!!

    Parabens mais uma vez , te admiro por tudo que voce eh !!!

    2009 , muita SAUDE (Pois isso eh o principal na vida para continuarmos seguindo) , amor , paz….e mais SUCESSO !!!
    Quero aplaudir voce na primeira fila……entao…vamos ao trabalho !!!

    O resto agente corre atras eh conseguencia….

    Feliz ano velho, ano novo e todos que virao…..

    Beijos

  144. O Vampiro de Curitiba

    Dagom 666, crianças não têm religião, quando nascemos somos todos ateus.
    Ah, sim! Sou ateu. Mas tenho minhas preferências religiosas e o judaísmo é uma delas.

  145. everaldo

    negósseguinte:

    esta guerrinha não vai acabar, pois é interesse dos judeus mantê-la, e é, possivelmente, a última forma, ou razão para a “raça” se manter ainda unida, e presa às suas tradições, tem palestino, faturando alto com esta falsa guerrinha..

    Assim falou Zé de Trusta.

  146. Suzie

    É sandra, essa justificativa de “escudos humanos” não cola mais, não? Israel está mostrando caras, mãos e pés, além de um grande coração, como sempre. Os protestos violentos no mundo inteiros atestam isso,

  147. everaldo

    …e enquanto isto Porto Seguro está lotada, é….a crise está mesmo braba!

  148. geraldo

    Geraldo, vc é um bom polemista, um grande marqueteiro, é culto, inteligente e antenado mas não tem nenhum talento como artista. Já vi peça sua e confirmei a minha decepção. A embalagem ainda não conseguiu superar o conteúdo. Mas seu blog é engraçadinho, viu? ah e vou procurar mminha turma, sim. Longe de Gaza, claro.

  149. Robson de Oliveira

    Essa forma humana violênta expressa apenas uma força necessária á nossa evolução. Somos a única espécie sem predadores. Portanto temos que assumir esse papel.
    A hipocrisía citada por voce, nos revela que alguns ainda querem desenvolver esse papel anti-natural.
    As guerras nos empurraram aos avanços sociais, tecnológicos, e na area da saúde.
    Os prêços em vidas, e em sofrimentos são os tributos necessários á essa evolução á qual nos impomos.

    Realmente um belo texto Gerard!
    As vezes não costumo entender muito bem o que voce escreve, ou o tipo de mensagem que está tentando enviar.
    Mas hoje meus parabéns. Acertou bem no fundo da alma negra da humanidade.
    Alguèm me disse uma vez que os fracos criaram a cultura, e a moralidade á fim de se protegerem dos fortes.
    Exíste uma razão nisso?

    Um feliz 2009 á todos…só por desencargo de consciência! rs,,,

    Robson de Oliveira nosbornar@ig.com.br

  150. Ivo Veiga

    Caro Gerald e pessoal do blog, já estou de saco cheio(desculpem-me o linguajar, os que me conhecem sabe que não uso-o com frequência)mas voltando, já estou farto de ler pessoas falando de guerras quando sequer sabem a diferença entre Tanque e Canhão Auto Propelido e coisas do genero. Quanto a Israel(God Bless Israel) estive lá em treinamento por 3 meses e fiquei emocionado em ver como aquele povo ama e defende aquele solo a gente sente-se humilde ao ver um Doutor em Harvard ou Oxford trabalhando na terra como agricultor, claro que com seu M-16 ao lado e ao mesmo tempo temendo o tempo todo um ataque suicida ou um míssil disparado pelos “inocentes”Palestinos, Sírios e outros “amigáveis” vizinhos
    Israel, como o Brasil, jamais começou uma guerra(que me provem o contrário informando dia ,mes, ano) mas tão sómente se defende até misséis Scud recebeu do Iraque em 1991, lembram-se?. Agora o que esperam que mais uma vez o valoroso povo israelense, e vejam que não falo Israelita, pois lá tem cristãos e até muçulmanos que são nascidos e vivem em perfeita harmonia com os israelitas, ficassem quietos como ovelhas e fossem novamente enviados aos campos de extermínio, agora criados pelos “gentis” opositores, que desta vez colocariam sobre a porteira “O TRABALHO TORNA LIVRE” só que em árabe.
    Não Israel continuará combatendo e vencendo, e lembro aqui que
    muitos que são pró nazi ou pró terroristas se a Alemanha tivesse ganho a Guerra hoje seriam mão de obra escrava e quem diz isso é filho de Oficial da Wermacht que lutou 6 anos e se enojou do que viu e resolveu vir para o Brasil em 1946, mudando até seu nome em vergonha de ter sido parte de um sistema monstruoso.
    Como diz meu irmão em armas Pacheco(saudades)
    Obrigado
    Ivo Veiga

  151. Tenho raízes judaicas. Sou atéia. Tenho meu lado humano – e êste predomina no meu modo de “ser”! Não “entendo” como comportamento de “seres racionais”, portanto inteligentes,
    esse massacre exibicionista e cruel dos israelenses.

    Não “dou meu irrestrito apoio” à essa causa do “salve-se quem
    puder”. “Olho por olho, dente por dente”? “Que vença o mais forte”? etc… etc…

    CONCILIAR AS DIFERENÇAS? Negociadores da PAZ???
    Os negociadores da PAZ querem conciliar as diferenças … na “base da Lei de Gerson” – parece-me que esse é o pensamento global … Global …

    Não gostaria de fazer a “escolha de Sofia”, mas … Convenhamos,
    55% para um povo e 45% para o outro é, no mínimo, uma partilha desigual. Injusta, também, haja vista que … desde que eu era
    criancinha … ensinaram-me que “judeus” (inclusive israelenses
    judeus) não têm pátria.

    Ensinaram-me que judeus “esparramam-se pelo mundo como batatinhas” porém não abdicam de seus costumes, tradiçoes culturais e religião. Judeu não “precisa de pátria” mas carece
    respeitar e amar o seu próximo como a si mesmo. Judeu é um “cidadão do e para o mundo” – ensinavam-me a parentada
    toda. Tenhamos “orgulho”! Somos judeus! Somos seres humanos! “Perfeitos” – porque “escolhidos” por Deus …
    A “caca homérica está aí” – religiões e “povos irmãos”!!!

    Diz uma “piadinha” que … “judeu ama e respeita o próximo desde
    que êste também seja um judeu”. Discordo, mas é uma piadinha.

    A Faixa de Gaza – eu “penso assim”! – é de legítima propriedade
    dos palestinos. Ao longo da História, os judeus, de modo geral,
    abandonaram o “pedaço” e foram “buscar a terra prometida e
    fértil” em outras direções do mundo. “Deram-se” muito bem!

    Històricamente, outros povos por ali “deram o ar da graça” mas
    cabe aos palestinos o “sacrifício” de ali terem permanecido. Terra
    inóspita e “fertilidade de sólo” pràticamente inexistente.

    Tenho meu lado judeu, já disse, mas não sou hipócrita. Lembro-os, ainda, que o “Estado de Israel”, ou melhor, a “Pátria dos
    Judeus” poderia ser no Congo, Chipre, Madagascar ou Argentina.

    Falei em Argentina e … lembram-se da Guerra das Malvinas?
    “Egos” argentinos e ingleses em jogo e … têm lá sua alta parcela de parentesco genealógico. Estupidez mórbida!

    Nordestino – você conhece a expressão “preconceituosa”; vulgo
    “paraiba”. Sudestino? Já ouviu essa palavra, com essa conotação jocosa e/ou humilhante?

    Pense comigo, por favor: Imagine um “retirante” nordestino que vem “fazer fortuna em São Paulo” e por aqui vive anos e anos…

    Um dia qualquer, já “bem colocado na vida”, em todos os sentidos, e principalmente economico-financeiro, ele resolve “retornar e retomar seu lugar de origem” , mesmo que
    seja para “ressuscitar o jeitão coronel de ser” … Não é ironia
    e acredito que fui muito clara no”infeliz exemplo”!

    Well, well, well a “coisa vai longe” (rs) e, analisando friamente,
    nenhum “retirante” brasileiro-nordestino (com raras exceções)
    consegue essa “façanha”!

    A Faixa de Gaza é dos palestinos. Americanos dos USA e mesmo os franceses (quem diria, hein? rs) querem nos “tomar a Amazonia” … Sinto-me como um “palestino” quando penso nisso!

    Duas potencias (ah, já estão meio “assim, assim” ) USA e França e nós aqui, de um “país emergente” e … Ah, chega!

    FELIZ 2009 para todos nós, HUMANOS!

    PERSEVERANÇA? Temos!

    PAZ … um dia … a gente chega lá (e não será na base da “porrada”, não! A gente ainda consegue …”se comunicar”!)

    Beijos!
    Susan judia

  152. gthomas

    Eu simplesmente AMO quando um NAZISTA como esse tal de Marcos Villa entra em cena. AMO!!!! Nao significa que eu va responder. Ja que ele nao entendeu LHUFAS do que escrevi sobre o Maddof (judeu) ou sobre outroas posts nesse blog que ja vai pro seu oitavo mes aqui no IG e quase 5 anos (se fossemos contar com o do UOL…..)….(se juntassemos os dois contadores, estariamos em 1.5 milhoes)….Entao, meu querido Heil Hitler, deleite-se em seus delirios .
    Ah, e, se estiver perto da Polonia, da um pulo no Boteco em ..sabe onde ne? Tem um campozinho de concentracao onde na arcada diz assim “ARBEIT MACHT FREI. Vc deve saber onde eh,
    Eh la que vc se ajoelha e reza todos os dias quando seus olhos se fecham…se eh que se fecham, ja que bebado de boteco…nao tem mais muito olho…

  153. Ivo Veiga

    PS. Sabem porque Israel sempre vence, porque os seus militares são esses mesmos doutores/agricultores que combatem daí serem melhores pilotos, etc…etc… enquanto os árabes são condutores de camelo. Não tenho absolutamente nada contra os Árabes(grande povo que nos deixou muito conhecimento e luz através dos séculos) mas sou visceralmente contra o terrorismo praticado por parte desse povo também valoroso, por sinal entre eles mesmos há essa distinção, vejam o caso do Egito na situação atual. E que Deus também abençõe os Árabes de coração livre desse ódio irracional.
    Ivo Veiga

  154. Paulo

    É engraçado…de tanto ver a mídia falar mal dos muçulmanos começei a ler livros dessa religião, e cheguei a seguninte conclusão.Que o cristianismo tem medo de perder seu fiéis para o Islã, e o pior de tudo que os cristãos da américa do norte e da europa apóiam o estado judeu contra os muçulmanos, e tudo isso por medo de perder fiéis pois fiéis é dinheiro para o cristianismo e afirmo isso sem medo e com 100% de firmeza. Pois os mesmos cristãos que apóiam os judeus contra os muçulmanos hoje, são os mesmos que apoiaram Adolfo Hitler contra os judeus na 2ª guerra, vejam que tanta hipicrisia. E agora eu pergunto para vocês. Será que Israel não tem competência para mandar seus grupos de elite caçarem os (terroristas) ou tem medo de enfrentamento inteligente, pois não é por acaso Israel que se vangloria de seu serviço secreto????E por que mandam bombas no meio da população civil??ou esse é o objetivo, de diminuir com a população de palestinos para ficarem com as terras deles???Então porque não entra lá dentro e busca um por um???, pois para mim ficou claro que a guerra não é contra o hamas, mas sim contra a expanção da religião Muçulmana no mundo a fora, se nós ficarmos de fora observando sem levar nossa crença em conta fica evidente que é isso o que esta acontecendo, é fácil ficar do lado que tem mais armas, mas o dificil é aceitar a verdade mesmo que estaja em desvantagem, aqui no sul onde eu moro tem um bairro chamado Bom Fim que 80% é de origem judaica, e quando chegaram aqui a 150 ou 100 anos atrás pagavam as autoridades da época pelas terras dos negros que ali viviam, pois terras estas que foi repassada pelos seu antigos senhores ao negros, mas isso ninguem aqui comenta, pois isso é fato.Pô gente vamos prestar atenção e não nós deixar levar pelo que a mídia e as autoridades de alguns países nós passam, pois a gente vê isso todo o dia aqui no nosso país, olha o exemplo do desmatamento da nossa Amazônia eles só falam, mas na verdade não estão nem ai pois sempre tem gente ganhando muito dinheiro e que dinheiro.Vamos deixar de ser um país de 3º mundo e de 89º de educação, pois vamos deixar de sermos alienados e marionetes nas mão da mídia. vamos acordar gente o Mundo esta ai.

  155. Ivo Veiga

    Susan Judia, perdão mas a França deixou de ser potência militar há 200 anos, de 1815 a esta parte ela perdeu todas as guerras.
    Beijos
    Ivo

  156. gthomas

    Nao estou defendendo Israel: pelo contrario mas….lhes pergunto:

    Voces realmente acham que DEFENDER seu territorio eh EXATAMENTE igual a bombardear terroristas em territorio palestino.

    2- Se os palestinos tivessem respaldo entre os arabes em geral, porque Israel recebeu o sinal verde do EGITO e da Jordania?

    3- Porque os Palestinos sao tao mal vistos naquela regiao?

    4- Quem opina nessa pagina e fala em SOLUCAO FINAL, o que sabe sobre isso, quantos parentes mortos teve na Alemanha e, o que sabe sobre a crise no Oriente Medio, de verdade?

    Eh tudo palpiteiro de Blog, assim como se fosse o Flamengo contra o Arsenal, nao eh?

    Entao, meu artigo esta certo: nao passa de um jogo como esporte:: ENDGAME, FIM DE JOGO!

  157. Paulo

    É engraçado…de tanto ver a mídia falar mal dos muçulmanos começei a ler livros dessa religião, e cheguei a seguninte conclusão.Que o cristianismo tem medo de perder seu fiéis para o Islã, e o pior de tudo que os cristãos da américa do norte e da europa apóiam o estado judeu contra os muçulmanos, e tudo isso por medo de perder fiéis pois fiéis é dinheiro para o cristianismo e afirmo isso sem medo e com 100% de firmeza. Pois os mesmos cristãos que apóiam os judeus contra os muçulmanos hoje, são os mesmos que apoiaram Adolfo Hitler contra os judeus na 2ª guerra, vejam que tanta hipocrisia. E agora eu pergunto para vocês. Será que Israel não tem competência para mandar seus grupos de elite caçarem os (terroristas) ou tem medo de enfrentamento inteligente, pois não é por acaso Israel que se vangloria de seu serviço secreto????E por que mandam bombas no meio da população civil??ou esse é o objetivo, de diminuir com a população de palestinos para ficarem com as terras deles???Então porque não entra lá dentro e busca um por um???, pois para mim ficou claro que a guerra não é contra o hamas, mas sim contra a expanção da religião Muçulmana no mundo a fora, se nós ficarmos de fora observando sem levar nossa crença em conta fica evidente que é isso o que esta acontecendo, é fácil ficar do lado que tem mais armas, mas o dificil é aceitar a verdade mesmo que estaja em desvantagem, aqui no sul onde eu moro tem um bairro chamado Bom Fim que 80% é de origem judaica, e quando chegaram aqui a 150 ou 100 anos atrás pagavam as autoridades da época pelas terras dos negros que ali viviam, pois terras estas que foi repassada pelos seu antigos senhores ao negros, mas isso ninguem aqui comenta, pois isso é fato.Pô gente vamos prestar atenção e não nós deixar levar pelo que a mídia e as autoridades de alguns países nós passam, pois a gente vê isso todo o dia aqui no nosso país, olha o exemplo do desmatamento da nossa Amazônia eles só falam, mas na verdade não estão nem ai pois sempre tem gente ganhando muito dinheiro e que dinheiro.Vamos deixar de ser um país de 3º mundo e de 89º de educação, pois vamos deixar de sermos alienados e marionetes nas mão da mídia. vamos acordar gente o Mundo esta ai.

  158. Juarez

    Isto mesmo Nina e Sandra, aproveitem que eu estou entornando o balde e abram bem a boca prá entrar um pouco de merda já que é só o que sai mesmo. Nunca ví tanta meleca junta !!! Concordo com quem escreveu que o “autor” dessa merda de texto, escreve, escreve e não escreve nada. Seja onde for que eu ver qualquer texto assinado por este Gerald …EU DELETO !!! NÃO ENTRO PRÁ LER NADA NUNCA MAIS.

    Até nunca mais !!!

  159. Ivo Veiga

    É Gerald esse sr. Marcos Villa, precisa dar uma passada em Bergen-Belsen, Buchenwald, Treblinka ou Auschwitz-Birkenau, ou ir a Rua Mila em Varsóvia que só tem um lado, para começar entender as coisas, enquanto isso sai vomitando estultice.
    Abraço
    Ivo

  160. Ivo Veiga

    Susan Judia, não se preocupe não porque o Brasil possue o melhor combatente de selva do mundo(reconhecido internacionalmente) e em nossa Amazônia ninguém põe a mão, nossos soldados do Comando Militar da Amazônia são em sua grande maioria indígenas que conhecem cada palmo de chão daquelas plagas. Nem mesmo os USA tentariam, por sinal encontraram o mesmo problema nas selvas do Vietnã. Em recente comentário o Gen.Alberto Heleno chefe do CMA, declarou abertamente que ninguém ousará essa possível invasão e eu acredito piamente nas palavras dele.
    Beijos
    Ivo Veiga

  161. Hamas??

    São parasitas como os Petramulambos, MST. CUT e outros dementes que precisam criar situações de desespero para continuarem vivendo.

    Em tempos de paz não há recursos.

    Israel passou quase 02 anos sem atacar estes imbecis, o que eles fizeram, todo dia jogavam mísseis no território Judeu.

    Hamas, Al quaeda, MST e Hesbollar precisam da miséria humana para ficarem vivos.

    Está é a pura verdade!!

  162. Ekran

    Gerald, 5 anos de blog é uma ETERNIDADE na era da internet. Uma baita (bait) conquista! Muita gente se enche bem antes disso.

    Quanto aos comentarios do Marcos Villa e genericos,acho que não compreenderam a ideia de que esse blog é um espaço que estamos compartilhando com Gerald Thomas e aqui temos a chance unica de “Being John Malkovich” na cabeça de Gerald Thomas.

    (como no filme Matrix, tem gente que prefere a pilula azul…)

    Se não concordam com isso, então entrem numa sala de bate-papo – das muitas que existem na web – e fiquem se masturbando virtualmente. Alias, no Orkut o que mais existe é isso, grupos fazendo terror psicologico uns aos outros.

    E sobre o “esporte” dos palpites, sei lá Gerald, eu considero que o nivel de alguns argumentos aqui expostos foi além do mero palpite e considero um privilegio ter a chance unica de compartilhar essas agonias – aporias – aqui no seu blog. Mas se o resultado final é “Fla X Flu”, então, não há como negar esse sentimento de frustraçao…de volta ao ponto de onde começamos e do qual nunca saimos…

    Axé!

  163. everaldo

    O “deus judeu”, aliás, de certa tribo judia, é belicista, gosta da guerra e de submeter, é a razão de sua existência, é assim qu e mantém unido o seu povo, se não há guerras êle as fabrica, se não há inimigos êle os cria, a pior coisa que se pode fazer a êle, é amá-lo, pois aí êle “brocha”.

  164. everaldo

    …vejam o que fizeram com o Cristo, por justamente, pregar o amor.

  165. Mau

    O ateísmo pós-moderno discute mais religião do que o Concílio dos Papas e Sacerdotes de sei la das quantas – vai entender…

    É o descrente crente…

    Só volto a debater terrorismo no dia que cair em casa uma bomba israelense ou um foguete palestino e eu ficar sem uma perna ou um braço.

    Até la vou sei la, talvez fotografar clitoris de brasileiras pra uma pesquisa científica sobre o “valor estético da vagina brasileira em relação e as transformações sociológicas da mulher”.

    Talvez a USP se interesse por esse projeto científico…

    Abraços

  166. gthomas

    Ivo Veiga querido
    Justamente: esse eh o problema basico do diletantismo!
    Parabens
    LOVE
    G

  167. everaldo

    COLLOR 2010

    COLLOR 2010
    ( seus comentários, continuam, não valendo dois réis)

    Ainda com aquela mania?
    Ainda vendo assombração?
    Ainda com medo de sapo cururú?
    Besta és tú
    Besta és tú

  168. Ivo Veiga

    Caro Gerald e pessoal a nós brasileiros só nos resta esperar que termine logo mais esse conflito, mas infelizmente outros virão e tentar viver o melhor possível crendo que ainda vale a pena, amar, ler, viajar, bater papo , frequentar teatros e cinemas etc.. etc…mas principalmente seguir um simples conselho deixado por Jesus amarmos uns aos outros, ou pelo menos fazer um esforço para tal.
    Desejo a todos um feliz e pacífico 2009 e saio em viagem nos próximos minutos, repito aqui o que teclei ontem, foi para mim uma honra e um privilégio participar desse blog com pessoas inteligentes e cultas(a maioria muito mais do que eu),volto a pedir o beneplácito de todos quando por vezes fui agressivo(faz parte de ter uma formação militar). Já perceberam que sou o rei dos parênteses né, mas para o fechar das cortinas eu amo a todos mesmo os que eu duelei textualmente inclusive o Fábio Pi.Pi.Pi.(Saudades também) o meu melhor e mais querido “inimigo” sem esquecer é claro do Targino, Everaldo a Ezir, enfim todos os meus amigos.
    Abraço Forte aos Cavalheiros e Beijos As Damas
    Ivo
    PS(também adoro um PS) para o ano I’ll return.

  169. gthomas

    Ekran: sao mais de 130 milhoes de Blogs registrados no mundo.
    Eh uma loucura. Imagine os blogs em arabe-sirio. Imagine o Canada e seus blogs com problemas locais e imagina aqui, nos US os milhoes de Blogs com local issues.

    Da dor de cabeca!

    E..como sempre…a vontade de desistir

  170. Ekran

    para quem só enxerga depressão nesse blog, eu enxergo Matisse, Picasso, a arte se reinventando…

    (segue trecho de um artigo da revista Bravo sobre Matisse por Matisse, baseado em seus Escritos e Reflexões sobre Arte)

    No início da década de 50, Picasso deixou Paris para fazer uma de suas visitas regulares a Matisse. Durante meio século, essa foi a rotina para os dois artistas fundadores da arte moderna. Eles passaram o tempo, desde o primeiro encontro, em 1906, cultivando uma amizade marcada por uma intensa disputa – envolvendo escolhas estéticas, paixão e ciúme sobre o que é o moderno e quem seria seu melhor representante. Mas na Europa do pós-guerra, a França já não era mais a capital mundial da vanguarda (os Estados Unidos ocupavam esse espaço), e com a velhice, Matisse pensava no futuro. Assim, perguntou a Picasso, enquanto via imagens de quadros feitos pela então nova geração de pintores norte-americanos, como Jackson Pollock e Robert Motherwell: “O que você acha que eles herdaram de nós? E depois de uma ou duas gerações, quem entre esses pintores terá ainda em seus corações uma parte de nós, como temos de Manet e Cézanne?”

    Seus textos são uma revelação de outro gênero: uma reflexão sobre a história da arte moderna no instante mesmo em que ela está sendo construída, uma janela aberta para a paisagem mental de um dos maiores gênios da arte do século passado – e também uma antecipação de várias questões que a arte enfrenta agora.

    Matisse, em sua escrita, se deprime, critica, ataca, se alegra, fala de Deus e Picasso. Matisse pensa, e esse pensamento ecoa na moda, na publicidade, no cinema e na arte feita e consumida no faminto mercado mundial neste instante. Ele foi moderno como agora pode ser contemporâneo.

    Escrever (e publicar) foi parte essencial em sua trajetória, porque foi com um artigo, Notas de um Pintor, de 1908, que produziu uma imagem de si mesmo que terminou, por décadas, por aprisioná-lo.

    No drama do nascimento da arte moderna, Picasso e Matisse ocupam o lugar de messias do novo, mas com características perfeitamente excludentes. Enquanto o pintor espanhol foi viril, libertário, radical e politicamente engajado, o francês evitou a política em sua arte, preservava um ideal de calma e reclusão no casamento enquanto lutava para ser visto como um bom pai de família.

    Essas características definiam não apenas os homens, mas a arte produzida por eles. Para Picasso, “todo ato de criação é antes de tudo um ato de destruição”. E seus quadros foram uma afronta contra o gosto médio e a sociedade vulgar que o criou.

    Para Matisse, o que era a arte? “Uma calma influência na mente, algo como uma cadeira de balanço que relaxa do cansaço físico.” Essa é a definição dada por ele em Notas de um Pintor, um dos textos de Escritos e Reflexões sobre Arte. Se Picasso quis mostrar ao mundo a falta de ordem e sentido da realidade – e seu poder como artista -, Matisse sentia-se atraído demais pela beleza e pela força espiritual da arte. O desejo de tornar as coisas belas era mais forte do que todo resto.

  171. gthomas

    OTIMOS comentarios, esses ultimos.
    Parabens

  172. gthomas

    eu aprovei o otimo comemtario do Paulo DUAS VEZES mas nao o vejo aqui

  173. gthomas

    ta aqui

    30/12/2008 – 14:02
    Enviado por: Paulo
    É engraçado…de tanto ver a mídia falar mal dos muçulmanos começei a ler livros dessa religião, e cheguei a seguninte conclusão.Que o cristianismo tem medo de perder seu fiéis para o Islã, e o pior de tudo que os cristãos da américa do norte e da europa apóiam o estado judeu contra os muçulmanos, e tudo isso por medo de perder fiéis pois fiéis é dinheiro para o cristianismo e afirmo isso sem medo e com 100% de firmeza. Pois os mesmos cristãos que apóiam os judeus contra os muçulmanos hoje, são os mesmos que apoiaram Adolfo Hitler contra os judeus na 2ª guerra, vejam que tanta hipocrisia. E agora eu pergunto para vocês. Será que Israel não tem competência para mandar seus grupos de elite caçarem os (terroristas) ou tem medo de enfrentamento inteligente, pois não é por acaso Israel que se vangloria de seu serviço secreto????E por que mandam bombas no meio da população civil??ou esse é o objetivo, de diminuir com a população de palestinos para ficarem com as terras deles???Então porque não entra lá dentro e busca um por um???, pois para mim ficou claro que a guerra não é contra o hamas, mas sim contra a expanção da religião Muçulmana no mundo a fora, se nós ficarmos de fora observando sem levar nossa crença em conta fica evidente que é isso o que esta acontecendo, é fácil ficar do lado que tem mais armas, mas o dificil é aceitar a verdade mesmo que estaja em desvantagem, aqui no sul onde eu moro tem um bairro chamado Bom Fim que 80% é de origem judaica, e quando chegaram aqui a 150 ou 100 anos atrás pagavam as autoridades da época pelas terras dos negros que ali viviam, pois terras estas que foi repassada pelos seu antigos senhores ao negros, mas isso ninguem aqui comenta, pois isso é fato.Pô gente vamos prestar atenção e não nós deixar levar pelo que a mídia e as autoridades de alguns países nós passam, pois a gente vê isso todo o dia aqui no nosso país, olha o exemplo do desmatamento da nossa Amazônia eles só falam, mas na verdade não estão nem ai pois sempre tem gente ganhando muito dinheiro e que dinheiro.Vamos deixar de ser um país de 3º mundo e de 89º de educação, pois vamos deixar de sermos alienados e marionetes nas mão da mídia. vamos acordar gente o Mundo esta ai.

  174. Ekran

    E para quem quiser ver a arte produzida em tempos de depressão (economica), recomendo o link abaixo:
    http://www.english.uiuc.edu/maps/depression/artgallery.htm

    Tem um quadro do Edward Hopper, Room in Brooklyn (1932), que é belissimo…coisas que até a depressão nos leva a fazer.

  175. yes, nós pode!

    Lula: Brasil trabalhará para resolver conflito em Gaza
    Alexandra Torres
    Direto do Recife

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça que o Brasil vai trabalhar para encontrar uma maneira de ajudar a resolver o conflito entre israelenses e palestinos na Faixa de Gaza. “Penso que nós do Brasil vamos trabalhar para achar um jeito daquele povo parar de se matar e se violentar”, afirmou.

    Lula disse que pediu nesta manhã ao ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, para ligar para o presidente da França, Nicolas Sarkozy, e articular uma reunião com representantes dos países envolvidos.

    O presidente disse ainda que a Organização das Nações Unidas (ONU) não tem coragem para resolver o conflito, pois é refém do veto dos Estados Unidos – membro permanente do Conselho de Segurança do órgão

  176. Rômulo Bittencourt Pereira

    Acho q a humanidade encontra-se numa encruzilhada: Estamos em pleno século 21 enfrentando ainda, guerras por motivos religiosos tal e qual se fazia no período das cruzadas. Na verdade a sociedade “high tech” dos Ipods, N95, notebooks e etc… ainda encontra-se dividida. O acesso ao conforto e a tecnologia da (DES) informação é privilégio de alguns, tal e qual era na época de Fausto! E prq Fausto? Prq Fausto queria ser Deus! E desafiar Deus (EGO) só foi possível através dos livros, textos em hebráico e grego que uma pessoa da elite (dita) formal teria naquela época. Afinal, o que isso tem haver com o assunto que estamos tratando? O conhecimento é luz nas trevas da ignorância, nos afasta da fé, porém nos tira da bestialidade: resultado que nos fez avançar na escala evolucionária!

    Vamos dividir o conhecimento e humanizar o mundo!

    Viva Goethe e que vivam os ideais gregos!

    Feliz ano novo p/ todos!

  177. gthomas

    Eh, Romulo> fala-se de um tal Nostradamus e em 2012…..
    e que….(frase acaba ai….)

  178. gthomas

    Dificil querer humanizar o mundo quando estao todos de ouvidos tapados por um iPod ou um inao Pod….

  179. gthomas

    Ivo: Dachau ja seria bom pra ele ou, quem sabe, Bangu mesmo!

  180. Luciana

    Essa foto de natureza morta lembrou me Cezanne.De quem é a foto?

  181. Roma

    Conforme se pode perceber do texto abaixo traduzido do http://www.lefigaro.com, no que depender da ministra francesa, os princípios norteadores desde a revolução francesa, devem ser substituídos pelos manuais que nortearam a KGB e GESTAPO.
    Fidel através do seu sucessor Raul não teve o topete de ir tão – longe, apenas circunscreveu a CENSURA, dentro dos limites geográficos da ilha, já os adeptos de Sarkozy, pretendem adentrar dentro das casas das pessoas para lhes dizer o que devem ou não pensar ou o que devem manifestar.
     La France est une République indivisible (…). Elle assure l’égalité devant la loi de tous les citoyens sans distinction d’origine, de race ou de religion.
    Parece que o ideário acima está sendo substituído pelos tempos de Robbespiere, que de tempos em tempos ataca governos transitórios travestidos de liberais.
    Cabe refletir permitimos ás tornozeleiras, por acharmos que eram motivos nobres para defesa da sociedade e como não éramos nós, os atingidos, pactuamos que os condenados fossem também discriminados, andando por aí, como gado marcado, sob o “disfarce” de que era proteção do estado.
    E amanhã quando os independentes não concordarem apenas em discutir os temas impostos pelos amigos do rei, o contrariar os interesses dos patrocinadores, será que seremos também “chiados” no rabo e declarados como mal feitores, por discordar do sistema.
    From préplainte plataforma on-line contra a cibercriminalidade, Michèle Alliot-Marie tentando encontrar as respostas adequadas para a delinqüência de massa.
    Em 6 de janeiro, o Ministro do Interior Michele Alliot-Marie, está de volta no jogo plano de luta contra a cibercriminalidade. Futura legislação e planejamento para o desempenho da segurança interna, conhecida Lopsi 2, apresentará muitas disposições inovadoras. Entre os mais esperados: o préplainte online. Permitirá uma pessoa que sofreu um roubo ou vandalismo para denunciá-lo diretamente para as autoridades através da Internet a partir de qualquer computador. O objetivo é levantar os primeiros elementos do delito, para se preparar para uma nomeação a polícia ou a polícia. Uma entrevista em que a vítima desta vez para apresentar uma queixa formal. O sistema está sendo testado sob o controlo da CNIL, em dois departamentos (Yvelines e Charente-Maritime).
    O processo já está on line, um site dedicado. Em maio, tudo tem de ser avaliado por um aumento do dispositivo no verão. Para evitar a suspeita de criação de uma sociedade de informantes, a Place Beauvau préplaintes limitado a delitos contra a propriedade cujo autor é desconhecido. E isso exige que o registando a entregar a sua identidade. O sistema funciona muito bem em Itália, Bélgica e Espanha. “Não haveria qualquer razão para que a França está privado de ferramentas úteis para tratar a criminalidade de massa”, declarou um oficial da união de paz Aliança.
    Esta lógica está empurrando o Interior para promover outros dispositivos digitais que carecia tremendamente seu arsenal. Assim, a nova plataforma

  182. Yes nóis pudemu!!

    Rapaz eu não esperava uma piada tão boa, qua,qua,qua,qua,qua, vc mata o collorido de tanto rir semi-cidadão.

    Brasil e Mulla trabalham para acabar ok??????

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, é por estas e outras que o Barack (change) Obama proibiu estes dementes de irem a sua posse. Kkkkkkkkkkkkk.

  183. Luciana

    Em tempos de crise,como aconteceu na primeira guerra mundial, a arte buscou se refugiar no pessimismo, no nonsense, no abstrato, no antiracionalismo seus representantes mais importantes foram os Dadaístas que se originou no Cabaret Voltaire, os surrealistas com Breton ,etc,etc…o site sugerido por um comentarista acima não representa a melhor arte da época ao meu ver.Não gosto deste tipo de pintura.

  184. .
    Everaldo

    Quando um Petraotario ataca o collorido, e ainda sem ser convidado a conversar, isto não é ofensa, mas um grande ELOGIO.

  185. Oi, GT e pessoal.

    A coisa vai esquentar no Oriente Médio e aqui tb, parece!

    O pior dessa história é que o ataque de Israel agora, como disse o G, não resolve nada e coloca o povo todo de Gaza nas mãos do Hamas. O grande vencedor do outro conflito foi o Hezbollah, que ganhou prestígio enorme no Líbano ao barrar o exército de Israel.

    Não adianta, GT, é como explicar quadros a uma lebre morta: se os grupos econômicos quiserem, ocorrerão novas matanças de judeus, árabes, alemães, brasileiros, venezuelanos, etc. Maldita Clio, como disse Cioran, o amigo de Beckett!

    Agora, torcer, tomar partido…é jogo de futebol? quando estava a guerra da Bósnia veio o professor João Quartim de Moraes e deu uma palestra defendendo os sérvios na UFMG. E começou citando Jim Morrison. Deu uma polêmica danada. Li tb que o diplomata Sérgio Vieira de Mello era chamado de Sérvio Vieira de Mello quando serviu na ex-Iugoslávia. Quando vi o filme de Kusturica onde os croatas apoiavam os nazistas (era documentário no meio de uma ficção) também fiquei em dúvida. Finkielkrault chamou Kusturica de nazista, vc viu GT?

  186. Nina

    Collor gentil e Ever Aldo querido

    não briguem
    pelo amor de deus

    eu posso dizer: Viva o Pudim de Cachaça e tá tudo resolvido?

  187. O Vampiro de Curitiba

    Bom, agora podemos ficar despreocupados: Lula disse que vai resolver o problema entre judeus e palestinos. Vou dormir bem mais tranquilo!

    Como colaboração ao nosso querido presidente, dou minha sugestão: Lula, dá o estado do Piauí pros judeus criarem aqui seu Estado! Salvamos o Nordeste e ainda ganhamos algum em cima. É isso mesmo! Vamos vender o Piauí pros judeus!!!

  188. Ivo Veiga.
    Meu comandante.
    Obrigado pelos votos.
    Feliz Ano Novo.

  189. O fuso horario esta bravo.

  190. Neto

    Um poema de Vinícius ordena, suplica que “Pensem nas crianças mudas telepáticas. Pensem nas meninas cegas inexatas. Pensem nas mulheres rotas alteradas. Pensem nas feridas como rosas cálidas…”. É esse poema, A Rosa de Hiroxima, é essa talha em versos que ordena, que resiste e insiste em nossa memória, quando vemos a foto de Somaeah Hassan, de 6 anos, abatida na faixa de Gaza. Essa flor fuzilada, entre gazes, olhinhos semicerrados, é a própria Rosa da Palestina. Contenhamos a velocidade da mão, refreemos a velocidade da escrita, represemos o fluxo da leitura. Pedimos uma pausa no caleidoscópio, nas luzes fugazes, frívolas, vulgares do incessante ir e vir do noticiário de todos os dias. Somaeah Hassan está morta. Calma, buldogues, fechem suas bocas, canos quentes de balas, suspendam a digitação, noticiaristas, segurem por um instante a divulgação do mais quente e recente escândalo. Porque o escândalo já está feito: Somaeah Hassan está morta. Na foto, seus olhinhos se negam a compreender o horror das balas que a levantaram do chão de refugiados de Rafah. Negaram-se é maneira de dizer. São incapazes, nos seus 6 anos. Mais tempo houvesse, mais vida, outra vida tivesse, Somaeah compreenderia e se negaria a compreender o horror maior do seu povo cercado como cães raivosos. E a raiva, em cães, se abate. Mas a raiva, em gente feita cão, não se abate – apenas cresce, quando a crianças como Hassan abatem.

    Refreemos a mão. É difícil. Mas tentemos.

    Era bom, assim pede a paz que nosso peito deseja, era bom um lugar-comum que nos ajudasse, que nos socorresse. Dizer, por exemplo, que assim é a guerra, cruel como todas as outras, que nela não existem santos e demônios, que a guerra nos transforma a todos em anjos das trevas. Dito isto, seria melhor dizer que o terror feito pelo Estado de Israel apenas é uma resposta ao terror sofrido antes por sua gente. Dito isto, podemos afinal dizer que o mal e o mau têm que ser destruídos, para que só então a paz volte. Mas, ao chegarmos a este passo, perguntamos: mas de que mal e maus vocês falam, caras-pálidas? Pois será que ninguém ainda notou que a nossa cara tem a cara e o sangue da gente palestina? Que eles, os palestinos, são a nossa própria cara? Será que ninguém ainda percebeu que o desespero dos povos palestinos é o nosso próprio desespero em outras terras e em outras circunstâncias? Aquele mesmo desespero que acomete a gente em situações-limite? Ainda que os Estados Unidos mandem fazer a volta ao mundo uma negra para consumo externo, ela apenas nos aparece como um novo Al Jolson, com a cara tisnada. Os interesses de que ela fala não são os nossos. Servem à mesma rosa atômica que se fez cair em Hiroxima e Nagasáqui.

    Então voltemos, mais serenos. Mas, desgraça, descobrimos: serenos, não temos mais mãos. Temos somente uma grande letargia. Então quebremos o torpor, voltemos ao princípio.

    “A rosa hereditária, a rosa radioativa, estúpida e inválida. A rosa com cirrose, a anti-rosa atômica” sofreu uma tradução no campo de refugiados da faixa de Gaza. Ela se fez uma rosa fuzilada, a Rosa da Palestina, no corpinho frágil de Somaeah Hassan. Essa menina nos fere como uma filhinha morta. Ela, em árabe, em dialeto, em outra língua, nos fala e a compreendemos como compreendemos e amamos uma própria filha que o nosso sêmen esculpiu. Mais: como um serzinho esculpido por nós por um nosso irmão. Mais: irmão com um sentido de irmão mais fundo que o genético. Mais: com um sentido de irmão mais fundo que o racial. Mais: com um sentido de irmão mais fundo que o nacional. Mais, finalmente: com um sentido de irmão que é o próprio sentido de humanidade. Hassan é a nossa própria humanidade abatida. Ela se abre em outras rosas que se despedaçam em Jerusalém. Rosas que em vez de pétalas jogam carnes, fígado, coração e intestinos.

    Já secamos as lágrimas. Não nos perguntem portanto por que vomitamos. Nós não queríamos ter essas Rosas da Palestina.

  191. Nina

    estou lendo a Condição Humana de Arendt, também pq me resta tempo agora no final no ano.
    e lendo os comentários acima, bati o olho num parágrafo inteiro…

    “A condição humana não é o mesmo que a natureza humana, e a soma total das atividades e capacidades que correspondem à condição humana não contitui algo que se assemelhe à natureza humana.”

    é esse o ponto!
    exato. exausto.
    das discussões com a Sandra ontem, dos autômatos que entram e saem do blog, prá dizer que é uma merda, e nunca mais voltam prá reverberar…
    esse é o ponto…

  192. Nina

    30/12/2008 – 15:24
    Enviado por: Rômulo Bittencourt Pereira

    “Acho q a humanidade encontra-se numa encruzilhada: Estamos em pleno século 21 enfrentando ainda, guerras por motivos religiosos ……….O conhecimento é luz nas trevas da ignorância, nos afasta da fé, porém nos tira da bestialidade: resultado que nos fez avançar na escala evolucionária!
    Vamos dividir o conhecimento e humanizar o mundo!”

    hum… interessante, a ciência é o novo totem, e o conhecimento a religião…. e um cara que conseguiu dar 50 socos em outro, irado por ciúme da namorada, teve seu cérebro estudado: pouquíssima quantidade de serotonina, mas não é isso que melhora a agressividade?
    O novo neuro-deus responde tudo… faz castração química nos pedófilos e distribui Prozac nas caixas dágua.
    Interessante… cérebros eletrônicos e corpos… e rins e fígados, e nenhum co-entendimento.
    Não estamos em uma encruzilhada, na verdade, nunca saímos dela, nem nunca sairemos..

    O que é Evolução?
    é relativa à natureza humana? ou à condição humana?

    existe natureza humana?

    se dividir ou comungar conhecimento é a nova religião ou fé, este blog pode ser um templo? sim, pq é só que que fazemos aqui, ou as vezes nos resignamos de nós mesmos?

    ou, na condição de humanos, é apenas (e isso quer dizer: É, com letra maiúscula) um hospício virtual santo? (santo… isnano.. insanto)

    só pensando

  193. Nina

    Ainda sou mais Ilha Bela, andar descalça de biquini o dia todo, não pentear o cabelo nunca, muita água de coco, com meus bichos, com o mar dia e principalmente noite, comigo, sem migo…. e a música…. minhas tatuagens, mas nada de ipodi, nem tudo podi…

    Cristina…
    inveja.

  194. Sandra

    Suzie, usam sim. Sabe como funciona as coisas nos morros cariocas?
    -Queremos sua casa;
    -Se falar morre;
    -Melhor sair da linha de tiro quando brigamos com a outra facção;
    Igualzinho.

  195. Sandra

    Dagom, suas perguntas são o que há!!!!!

  196. Adriano Belmiro Bernardes

    Ser Humano = Monstruosidade
    Por dentro fera indomável que sente doce prazer do sangue alheio derramado, por fora ser racional que por meio de sua lógica imediatista tenta obter aquilo que não lhe é de direito acreditando de forma hipócrita ter tal direito, a saber o direito sobre o que fazer com a vida dos outros.
    O final da tragédia humana é esse bem conhecido péla própria humanidade: Mais massacre.

  197. Sandra

    Gerald, você nunca me decepciona.
    Sabia que ia entrar em crise com seu artigo.
    Taí!!!! Beijei a lona!!!!!

  198. Sandra

    “funcionam” Foi feio mesmo!

  199. Nina

    30/12/2008 – 17:32
    Enviado por: Adriano Belmiro Bernardes

    é.. éeeee mais ou menos por aí que eu penso

    mas o final não vai ser mais massacre

    pq não tem final…..

  200. O Tratadode Versalhes

    Em julho de 1919 a Alemanha, vencida, assina com a Entente e seus aliados a Paz de Versalhes, em Paris. Não foi em vista do povo que sofria, mas para preservar o exército alemão. Existe uma divisão entre os vencedores. Os Ingleses e os americanos estão contentes por eliminar o competidor alemão. Desejam que a Alemanha se conserve Burguesa, Capitalista para impedir o comunismo Russo. Já a França, mais ferrenha em seus intuitos, queria anexar a margem esquerda do Reno, mantendo assim sua hegemonia na Europa continental. Em 28 de julho de 1919 os delegados Alemães assinaram o Tratado de Versalhes… atribuindo a Alemanha a responsabilidade moral pela guerra.

    A Alemanha foi destroçada com o tratado, foram retirados a oitava parte do seu território, sua população teve uma diminuição arrasadora, suas colônias foram para as mãos da Inglaterra e da França. O exército Alemão ficou reduzido a 100 mil homens, somente para a autodefesa nacional.

    O país não poderia ter industria bélica e nem construir aviões, tanques ou submarinos. Também não haveria escola de guerra e nem estado maior das forças armadas. O Tratado de Versalhes, fez com que a Alemanha mergulhasse em uma crise econômica violenta. Diante disto, surgem as agitações e a propaganda nacionalista, usados mais tarde pelos nazistas. Mas, particularmente coloquemos como fato importante do Tratado de Versalhes para o ressurgimento da Alemanha, e de ela ter mantido a soberania nacional (o Reich continua intacto), pelo interesse que Inglaterra e Estados Unidos tinham em que ela fique forte para conter o comunismo soviético.

    Desejavam conservar uma Alemanha, suficientemente forte para manter o equilíbrio do poder não só em relação à França, como também em relação a nascente Rússia Soviética… que atemorizava as classes médias européias com a ameaça do bolchevismo. O tratado não trouxe paz. Somente pôs mais lenha na fogueira.

    Onde os vencidos não foram ouvidos, receberam as condições e tiveram que aceitar pois estavam numa situação de fome e cansaço. Sendo o tratado severo em leis mas benigno em cobrar estas leis, não conseguiu conter o ressurgimento do nacionalismo alemão, baseado na injustiça sofrida, pois este veio novo e agressivo, racista e messiânico. Em 1919 a constituição de Weimar é promulgada instalando na Alemanha uma república democrática, com uma federação e um parlamento. Ela não é aceita. Surgem oposições. Os grandes proprietários não toleram a queda do marco e sabotam as empresas francesas no Ruhr.

    Assim começa a pregação contra o capitalismo estrangeiro e o internacionalismo comunista. Não podemos ignorar que atrás destes sistemas estão os judeus que começam a ser alvo do racismo que renasce. O ideal de um estado pangermânico também. Tudo nos leva a afirmar que o Tratado de Versalhes auxiliou para surgimento do nazismo.

    O Comunismo

    O comunismo vai contribuir para o surgimento da Alemanha Nazista de muitas formas, mas principalmente como ideologia que se opõe ao capitalismo. Mas esta ideologia não surgiu por acaso. Temos fatos históricos que se processam na Rússia, vamos ver algumas idéias deste processo histórico. A Rússia entra no século XX como a maior população da Europa (174 milhões).

    Mas também com grandes problemas sociais. Ela é essencialmente agrícola, quase feudal. Os camponeses viviam em situação precária, também os operários das poucas industrias existentes. Estes eram agitados freqüentemente por partidos clandestinos. O regime político era absolutista, centrado na pessoa do Czar. A burguesia russa era fraca, existia sim uma aristocracia rural com certo poder político e econômico. É neste contexto que desenvolvem-se os partidos políticos, clandestinos, pois a organização czarista impossibilitava a existência de uma oposição.

    Os problemas aumentavam mais ainda quando o império entrava em guerras, flagelando mais ainda o seu povo já sofredor. Assim em 1905 temos um ensaio geral da revolução, quando a Rússia está no auge da depressão econômica e ainda sofre derrotas militares frente o Japão. As manifestações lideradas pelo Pe. Gapone, são dissolvidas a bala, mas ainda conseguem algumas concessões diante do Czar, como a organização partidária. Sendo ela bolchevista e menchevista.

    Também se forma uma nova organização o soviete (comitê). Em 1917, a Rússia entra em guerra, há um descontentamento interno. Os soldados mal armados e alimentados, são derrotados. Surgem greves em Petrogrado, onde soldados se unem aos manifestantes e invadem prédios públicos. Três partidos se enfrentam, Democratas, Bolchevistas e Menchevistas. Feita a revolução começa uma guerra civil, de terror, para acabar com a burguesia e com os contra-revolucionários. Surgem conflitos entre o exército vermelho dos revolucionários liderados por Trotsky, contra o exercito Branco do Czar, que tem apoio das grandes potências (Grã-Bretanha, França e Japão).

    Vence a ditadura do proletariado, que anuncia o inicio de uma Rússia comunista; vencem os Bolchevistas apoiados nos sovietes. Começa um segundo período, sem coações e com muitas liberações, seria o pós-guerra Russo. Surge então a NEP (Nova Política Econômica) ou um recuo estratégico, pois diante de guerras civis e externas, o país esta esgotado.

    Esta estratégia econômica consistia: “Vigorando de 1921 a 1928, a NEP era uma economia mista de socialismo e capitalismo: permitiu a liberdade do comércio interno, o funcionamento de pequenas empresas industriais, o surgimento de propriedades rurais pertencentes aos ‘Kulaks’ e concessões a empresas capitalistas Inglesas, Norte Americanas, Francesas e Alemãs”. Política esta por muitos chamada de dar um passo para trás para depois avançar dois. No entanto, o estado conservava o direito a propriedade, transporte e comércio externo. Em 1928 morre Lénin.

    Começa assim uma luta entre o comunismo de Trostsky, que afirma que para o comunismo prosperar ele tem de acontecer no mundo inteiro, ir para os países com meios de produção avançados, uma internacionalização do comunismo. Já Stálin diz que primeiro tem-se que construir uma nação comunista, depois este se espalha para o mundo. Vence a linha de Stálin que manda matar Trostsky, que está exilado no México. Diante disto Stálin inicia a edificação do socialismo, com fazendas coletivas, industrias coletivas, principalmente bélicas, tudo nas mãos do Estado. Surgem os planos Qüinqüenais, em 28, 33 e 38, que visam a superação da propriedade privada e o aumento da produção. Sendo assim o socialismo coloca a Rússia como potência mundial com um caráter sistemático e total intervenção do estado na economia. Sendo terminantemente contra o liberalismo capitalista.

    E por assim se dizer coloca medo na classe média burguesa mundial, que incentiva a reconstrução da Alemanha, como nação e força armada, para ser uma barreira geográfica a expansão do comunismo. Decisão a qual vai favorecer o surgimento do nazismo e por conseguinte a 2ª guerra mundial. As fronteiras não seguram ideologias, e socialismo chega as sociedades que vivem a revolução industrial, e fomenta a luta do proletariado. Na Alemanha ele se aproveita da crise na social-democracia. Tanto que a Alemanha possuía o partido socialista mais numeroso, tornando-se um futuro campo eleitoral para este.

    Que só vai cair por terra com a ascensão de Hitler ao poder em 1933. Este é o perigo. A União Soviética apresenta-se como modelo a ser imitado, mas quando Hitler sobe ao poder ele dissolve todos os partidos e manda os dirigentes e militantes comunistas para os campos de concentração para serem eliminados. Em 1935 temos dois blocos distintos, a Alemanha se torna nazista, portanto totalitária, tendo como aliados as ditaduras e os partidos fascistas. Já a União Soviética toma uma bandeira antifascista que une democracia clássica e comunismo.

    Portanto os capitalistas que viram em Hitler a solução para conter o avanço do comunismo, se unem aos comunistas para conter os fascismos ditatoriais. Chegando a conclusão de que alimentara o câncer, pois a Alemanha Nazista vai ser o terror da Europa.
    Crise de 29 – Quebra da Bolsa de Nova Iorque

    Outro fator determinante para o surgimento do nazismo e sua chegada ao poder foi a chamada quinta feira negra ou crack da bolsa de Nova Iorque, a qual relatarei nos parágrafos que seguem. Com o fim da primeira guerra, a Europa está destruída. Precisa se refazer, política social e principalmente economicamente. Neste contexto temos um país que não se envolveu na guerra os Estados Unidos, enquanto, na Europa acontece queda na produção agrícola e industrial gerando inflação e desemprego.

    Os Estados Unidos pelo contrário, vivem o chamado milagre americano, com um grande avanço agrícola e industrial. Sendo assim aumenta a qualidade de vida, crescem o número de automóveis aumentam rodovias e ferrovias. A política norte americana é regida pelo mais puro liberalismo econômico, para tomar decisões o Estado tinha que consultar os executivos do país.

    A bolsa de valores de Nova Iorque, a maior do mundo, movimentava milhões de dólares investidos em ações. Só que o inesperado aconteceu: Em 24 de outubro de 1929, ocorreu o crack ( a quebra da bolsa de valores de Nova Iorque). A ilusão de uma prosperidade sem fim terminava. Havia já alguns dias que o preço das ações vinha caindo. Os EUA entravam em pânico: todos procuram vender seus papéis, fazendo com que os preços caíssem mais ainda; os banqueiros de seu lado, tentam sustentar o mercado em pouco tempo milhares de dólares são investidos em títulos e ações que não valem nada. Inicia-se a grande crise do capitalismo Americano e depois mundial.

    Com a quebra da estabilidade econômica, acumulam-se mercadorias nos estoques. Não havendo vendas diminui o lucro das empresas e estas diminuem seus empregados. Começa o desemprego que atinge trabalhadores urbanos e rurais. Isto se dá porque a produção cresce mais que os salários e as pessoas não podem consumir. Esta crise logo se espalha para o mundo, pois os credores retiram seus capitais, principalmente da Europa.

    Onde também cresce o desemprego, para se ter uma idéia chegam a 6 milhões os desempregados na Alemanha. Logo de imediato constatamos duas conseqüências: Conseqüências psicológicas:

    A opinião pública perde a confiança nas instituições democráticas que se identificam com o capitalismo. O povo não acredita mais no sistema liberal, surgem agitadores. E o Nacional Socialismo encontra adeptos junto a essa massa desempregada. No entanto o movimento não nasce da crise, mas é ampliado com ela. Outra conseqüência e sobre a política dos Estados a falência do sistema liberal e a carência da iniciativa privada obrigam o poder público a intervir. Diante da opinião pública o Estado tem que se retratar pondo a economia nos trilhos novamente. Por exemplo nos Estados Unidos surge a política do new deal. Onde o Estado cria obras públicas para dar empregos, pagando salários e aquecer o comércio. Também surge um sentimento nacionalista, os países se fecham, vejamos a Grã-Bretanha símbolo do liberalismo econômico, volta ao protecionismo.

    Deste modo a depressão acarreta o abandono dos princípios liberais atingindo as democracias e proporcionando situações para o surgimento dos regimes autoritários. Pois a economia vem se apoiar no nacionalismo político e militar. No caso da Alemanha ela na década de 20 também viveu um crescimento econômico, o país começou a se reconstruir, aumentam os empregos e salários, graças aos investimentos norte-americanos. Mas também a Alemanha em 29 com o crack começa a cair em crise. Essa crise foi particularmente brutal para Alemanha.
    Os norte-americanos retiram seus capitais, não renovando os empréstimos. O mercado mundial se fechou provocando o fechamento de fábricas Alemãs e desemprego em massa. Surge fome, greves que assustam a burguesia. Assim esta começa a financiar com seu capital o partido Nazista, que boa propaganda arrebanha a juventude desocupada a classe média que está empobrecendo, aumentando consideravelmente suas fileiras.

  201. Sandra

    Depois desse post, não tenho a menor paciência para palavras de ordem vazias e hipócritas.

  202. Sandra

    Até daqui a pouco!

  203. agustin zogon

    2008/12/30 Agustin Zsögön

    muito ruim o artigo. O cara está bravinho mas nao fala coisa com coisa. Qual é? O Madoff roubou a grana de um monte de ricos idiotas (incluindo o Spielberg!), que se fodam e bem feito pra eles por especuladores.
    A historia de Gaza é uma merda mesmo, mas esses judeus e palestinos vem se massacrando desde o seculo II antes de cristo, voce acha que vao parar agora? Eu tenho simpatia pelo povo de Burma, oprimido por uma ditadura militar que eles nao querem, ou pelas mulheres do Sudao que sao castradas com uma latinha de refri quando fazem 14 anos. Mas ninguem fala nisso, todo mundo se preocupa com esses merdas desses judeus e palestinos que só querem se banhar um no sangue do outro. Deixa eles meu, vamos nos preocupar com que precisa mesmo.
    E reclamar da agressividade, territorialidade, inveja e codicia do ser humano… é que nem reclamar do gato miar cara. Vai se foder.

  204. Mauricio

    Viram com é facil fazer a guerra aqui mesmo tivemos algumas ou não?

  205. Oi, Gt.

    Uma voz dissonante: eu preferi o Manhattan com vc e o Jabor, mas ele ainda é um luxo, uma bela revista de variedades pela qual a gente tem que pagar, uma jóia da programação.

    Só uma curiosidade: um dia o Blinder disse que o Francis era republicano e que o partido era amigo do bolso dele. E o Diogo está no lugar dele, torce para os republicanos…quer dizer que…que…xá prá lá.

    Eu acho q o Francis estava cansado e não era mais aquele do Pasquim e do livro Opinião Pessoal, estava diluindo a si mesmo.

    Mas o impacto nos anos 90 foi enorme. Em BH teve até Arrudas Connection com Roberto Drummond (The day hemingway died crucified!) e Odin Andrade, ambos já mortos.

  206. Oi, GT. Queria q vc conferisse esse site embaixo:

    http://manhattanconnection.wordpress.com/midia/

    Tem tudo sobre os participantes até agora, menos vc…tinha um fragmento q não consegui achar!

    Abs. feliz ano novo rubenspaiviano!

  207. Roma

    Madoff’s Clients.The list of individuals, banks, charities and investment firms exposed to losses in Bernard L. Madoff’s investment funds continues to grow. This chart will be updated regularly as more clients are identified in the case, which investigators are calling the biggest Ponzi scheme ever.
    Client Client Type Exposure
    Loading…
    Access International Advisors Financial firm $1.4 billion
    Alicia Koplowitz Individual $14 million
    Aozora Bank Financial firm $137 million
    Ascot Partners, run by Jacob Ezra Merkin, GMAC’s chairman Financial firm Most of the firm’s $1.8 billion in assets
    Banco Santander, Optimal Investment Services Financial firm $3.1 billion of client exposure
    Bank Medici Financial firm $2.1 billion
    Banque Bénédict Hentsch Financial firm $48 million
    BBVA Financial firm $404 million
    Benbassat Financial firm $935 million
    BNP Paribas Financial firm up to $478 million
    Bramdean Alternatives Financial firm About 9.5 percent of assets
    Caisse des Dépôts et Consignations Financial Firm $1.4 million
    Carl & Ruth Shapiro Family Foundation Charity $145 million
    Chais Family Foundation Charity Unknown
    Charity of Leonard Litwin, one of New York’s largest apartment landlords Charity Unknown
    Clal Insurance Insurer $778,000
    CNP Assurances Insurer $4.1 million
    Congregation Kehilath Jeshurun Charity $3.5 million
    Credit Mutuel Financial firm $124 million
    Dexia Financial firm $107 million
    Edward Blumenfeld, owner of Blumenfeld Development Group Commercial real estate Unknown
    EIM Group Financial firm $230 million
    Elie Wiesel Foundation for Humanity Charity $15.2 million, almost all of the Foundation’s assets
    Fairfield Greenwich Group, run by Walter Noel Financial firm $7.5 billion
    Fairfield, Conn. pension fund Pension fund $42 million
    Fix Asset Management Financial firm $400 million
    Fortis Bank Netherlands Financial firm $1.4 billion
    Gift of Life Bone Marrow Foundation Charity $1.8 million
    Great Eastern Holdings Insurer $44 million
    Groupama Insurer $13.6 million
    Hadassah, the Women’s Zionist Organization of America Charity $90 million
    Harel Insurance Insurer $14.2 million
    HSBC Holdings Financial firm $1 billion
    Jeffrey Katzenberg, DreamWorks Animation SKG Individual Unknown
    JEHT Foundation, will close Charity Unknown
    Jewish Community Foundation of Los Angeles Charity $18 million
    Jewish Federation of Greater Los Angeles Charity $6.4 million
    Jewish Federation of Greater Washington Charity $10 million
    Julian J. Levitt Foundation Charity $6 million
    KAS Bank Financial firm $9 million
    Kingate Management Financial firm $3.5 billion
    Korea Life Insurance Insurer $50 million
    Korea Teachers Pension Pension fund $9.1 million
    M&B Capital Partners Financial firm $187.9 million
    Madoff Family Foundation Charity $19 million
    Maimonides School Charity $5 million
    Man Group Financial firm $360 million
    Massachusetts state pension fund Pension fund $12 million
    Maxam Capital Management Financial firm $280 million
    Mediobanca Financial firm $671,000
    Mirabaud Financial firm Several million dollars
    Mitsubishi UFJ Financial Group Financial firm $11 million
    Mortimer B. Zuckerman Charitable Remainder Trust Charity $30 million
    Nataxis Financial firm $614 million
    Neue Privat Bank Financial firm $5 million
    New York Law School Charity at least $3 million
    Nomura Holdings Financial firm $302 million
    Norman Braman, former owner of the Philadelphia Eagles Individual Unknown
    North Shore-Long Island Jewish Health System Charity $5.7 million
    Notz Stucki Financial firm Unknown
    Phoenix Holdings Investment firm $12.4 million
    Picower Foundation Charity $958 million
    Pioneer Alternative Investments Financial firm About $280 million in assets
    Ramaz School Charity $6 million
    Reichmuth, the Reichmuth Matterhorn fund Financial firm $330 million
    Robert I. Lappin Charitable Foundation, supports student exchange programs to Israel Charity $7 million
    Royal Bank of Canada Financial firm Under $40 million
    Royal Bank of Scotland Financial firm up to $609 million
    SAR Academy Chartiy About $1.2 million
    Senator Frank R. Lautenberg’s charitable foundation Charity Unknown
    Several brokers at Newmark Knight Frank Commercial real estate Unknown
    Société Générale Financial firm $13.8 million
    Stephen Siegel and other executives at CB Richard Ellis Commercial real estate Unknown
    Sterling Equities, run by Fred Wilpon, owner of the New York Mets Financial firm Unknown
    Sumitomo Life Insurance Insurer $22 million
    Technion-Israel Institute of Technology Charity $6.5 million
    The Horowitz Association Charity Unknown, reports of up to $800 million
    Tremont Group Holdings Financial firm $3.3 billion
    Tufts University Charity $20 million
    UniCredit Financial firm $102.5 million
    Union Bancaire Privee Financial firm under $1.08 billion
    Unione di Banche Italiane Financial firm $85 million
    Wunderkinder Foundation, run by Steven Spielberg Charity Unknown
    Yeshiva University Charity $100 to $125 million
    Note: There may be some overlap in reported losses among firms.

  208. Luciana

    Estes são meus princípios.Se você não gosta deles, eu tenho outros.
    Groucho Marx.

  209. Tene Cheba

    A minha opinião é: a Anistia Internacional condenou o ataque israelense.

    A minha opinião é: Egito e porra nenhuma são a mesmíssima coisa, ou coiso, Estado corrupto e vendido, levaram uma surra dos israelenses, e agora ficam curando a maionese. Cagões.

    A minha opinião é: que se aplique, integralmente a resolução da ONU, sobre os territórios judeus e palestinos.Ora, Israel apanhou do Hezbollah, feio, destruiu quase todo o Líbano, terra das minhas flores, e agora esmaga o Hamas, vamos combinar, né não?

    A minha opinião é: a mesma dos três escritores judeus, citados como os melhores, que condenaram a ação belicista da Grande Nação de Davi, detalhe, por escrito, carta aberta.

    Minha opinião é: o mundo só despeja a sua escassa ternura sobre aqueles que amam o truque da maquiagem.

    Sinto muito, mas com aquilo eu não concordo.
    Iraque? Ou a razão é uma questão de geopolítica?
    Sei lá, não sei mesmo, vai ver não me disseram, ou eu não escutei, sei lá, todos os humanos em parte humanos, depende, da sua cor, da sua origem, depende de quem é seu pai, ou sua mãe, quem são seus filhos, sei lá, não me disseram, que aqui é bom, que eu sou maldito, você bendito, por isto as bombas, e eu me espalho, despedaçado, em vinte um pedaços, que se misturam a outros fragmentos, braços, pernas de outros irmãos.

  210. Luciana

    Não entendo profundamente o que acontece entre Israelenses e Palestinos para fazer um comentário .Porque é um fato tão longe da minha realidade, das coisas que estão acontencendo aqui embaixo do meu nariz que não me detenho muito.Só posso dizer que guerras sempre são horriveis.E ainda mais que tenho sangue judeu.Mas não estou dando razão aos Israelenses , entretanto eles também sofreram muitos atentados , muitos israelenses, mulheres, crianças, homens morreram por causa dos homens bombas, é uma questão muito complexa .Não sei se dá para ser a favor ou contra de qualquer um dos lados.E também não julgo os atos dos Israelenses.E sinto muito pelas perdas das pessoas inocentes, crianças que não têm nada a ver com tudo , tanto dum lado como do outro.Guerra sempre é uma estupidez.E os nossos problemas aqui no Brasil como estão?

  211. Oi, pessoal.

    Targino: a URSS não ajudou o nazismo a surgir, não. Ela foi a única força a se opor decididamente a ele até 1938, com o pacto Hitler-Molotov. O pacto surgiu porque as democracias liberais tinham traído a Rússia em Munich, 1938, e já tinham entregado a Áustria e Tchecoslováquia sem dar um tiro! Aí Stalin virou o jogo, jogou a fera para cima deles. A França era governada por Léon Blum, judeu de esquerda (ouvi falar) e dizem que o exército francês preferiu Hitler ao governo dele. A França caiu em seis semanas.

    Depois da guerra, governos como o de Vargas e da Inglaterra, que pouco ou nada tinham feito pelos judeus (eles sabiam da grande população judia da Europa Oriental, mas mesmo assim deixaram que Hitler avançasse la´, torcendo para que exterminasse os vermelhos) ajudaram na criação de Israel….

  212. Roberta

    Hei , Amigos
    Gosto de Marcelo Rubens Paiva,
    mas *Londrina* – O livro FELIZ ANO VELHO
    e para ser lido com uma cabeca desbravadora , inocente
    de preferencia antes dos 20anos de idade, se nao ele nao tem o valor real que eh para ter.

    Aproveito para desejar FELIZ 2009 a todos , acompanhada do texto de Carlos Drumond de Andrade com a licensa de GT.

    ————————————-

    Passagem de ano

    Carlos Drummond de Andrade

    O último dia do ano
    Não é o último dia do tempo.
    Outros dias virão
    E novas coxas e ventres te comunicarão o calor da vida.
    Beijarás bocas, rasgarás papéis, farás viagens e tantas celebrações
    de aniversário, formatura, promoção, glória, doce morte com sinfonia e coral,
    que o tempo ficará repleto e não ouvirás o clamor,
    os irreparáveis uivos
    do lobo, na solidão.

    O último dia do tempo
    não é o último dia de tudo.
    Fica sempre uma franja de vida
    onde se sentam dois homens.

    Um homem e seu contrário,
    uma mulher e seu pé,
    um corpo e sua memória
    um olho e seu brilho,
    uma voz e seu eco,
    e quem sabe até se Deus…
    Recebe com simplicidade este presente do acaso.
    Mereceste viver mais um ano.
    Desejarias viver sempre e esgotar a borra dos séculos.
    Teu pai morreu, teu avô também.
    Em ti mesmo muita coisa já expirou, outras espreitam a morte,
    mas estás vivo. Ainda uma vez estás vivo,
    e de copo na mão
    esperas amanhecer.
    O recurso de se embriagar.
    O recurso da dança e do grito,
    o recurso da bola colorida, o recurso de Kant e da poesia,
    todos eles… e nenhum resolve.
    Surge a manhã de um novo ano.
    As coisas estão limpas, ordenadas.
    O corpo gasto renova-se em espuma.
    Todos os sentidos alerta funcionam.
    A boca está comendo vida.
    A boca está entupida de vida.
    A vida escorre da boca,
    lambuza as mãos, a calçada.
    A vida é gorda, oleosa, mortal, sub-reptícia.

    FELIZ 2009!

  213. Tene Cheba

    Lula, não basta ser ridículo, tem que lapidar a esmeralda e caprichar no discurso vazio.Lula é a minha quaresma com oito anos, a maravilhosa insensatez, o dia, e este virá, que o seu reinado terminar, minha Páscoa terá ínicio, minha passagem, meu retorno ao tempo, minha nova ceia, depois do pão e água, que comi e bebi, e nem ao menos fui tentado, nem ao menos disse não.Lula e Amorim, duas inutilidades a serviço do meu país.

  214. Neto

    Enviado por: annie

    E o mundo assiste calado ao Holocausto pela segunda vez. Obama, que tem um membro da AIPAC e ex-soldado israelense que é filho de terrorista judeu, o Rhambo como seu braço direioto vai fazer o mesmo que Bush: ajudar Israel a massacrar mais palestinos. Bom mesmo era qdo negro famoso era o Muhammed Ali, esse sim, era O CARA. Não sou árabe, mas a situação me deixou com vontade de virar anti-semita. Depois do Líbano, de Qana,e agora essa matança., gente de bem tem mais é que ser anti-semita, sim. E daí?

  215. Ivo Veiga

    Chegado de viagem não pude deixar de ler o comentário do Lucio Jr. sôbre a URSS X Alemanha, brilhante Lúcio foi exatamente o que aconteceu. Meus Parabéns.
    Ivo Veiga

  216. Ivo Veiga

    I’d rather return before than I had said.
    Ivo

  217. Luciana

    Nunca faria parte de um clube que me aceitasse como sócio.
    Groucho Marx

  218. Ivo Veiga

    But now I’m going out, bye bye for everyone, I’ll talk with all of you only next year.
    Have a nice new year.
    Ivo

  219. o grito dos excluidos

    Gerald, Vampiro de Curitiba e Blogueiros,

    Bla Bla Bla Bla >>>>>>>>>>>Bla

    Sai da praia agora para desejar a todos um …..Bla Bla…………

    Super Gerald,

    Ora bolas!

    não consigo escrever
    Caramba!

    olha, quer saber?

    o tempo não existe e voces são superespeciaias pra mim!
    A gente se econtra por aí!!!!!

    MIUITA LUZ A TODOS!

    AMO MUITO VOCES

    BEIJOS

    MF

  220. Sandra

    Annie ou Neto (?)
    Pelo jeito, os árabes não são anti-semitas, mas anti-Hamas.

  221. Tene Cheba

    Árabes e judeus são semitas, portanto o judeu anti árabe, ora vejam só que coisa, é anti semita, e o árabe anti judeu, é anti semita também.Porra, somos todos anti semitas então.Que legal, que merda, claro, menos os franceses e suíços, estes são anti coco chanel, e só comem queijo Minas fabricados em Varginha por abduzidos.E como tem abduzidos em Varginha, como produzem queijo por lá. Bom mesmo é a pizza de sorvete de pistache, produzida, claro, Bode Grande, que fica antes de Bode pequeno, no sertão do Maranhão.Pegue seu ônibus, depois de três dias e duas noites, você chega a Bodinho, depois é só pegar o ônibus e em meia hora e ir para Bode Grande.Nunca comi um bode, nem nunca comerei, zoofilia não é mesmo a minha praia, nem na guerra.

  222. Sandra

    Agustin, o certo é estelionatário se foder, não suas vítimas, sejam elas ricas ou pobres. Ninguém merece ser roubado, assassinado ou outros ados só por ser rico.

  223. Sandra

    “Não vamos fazer o jogo aqui dessa hipocrisia! “ai que horror! Ai que coisa triste! E tal” ”

    É… Pouca gente realmente se importa, não é?

  224. Sandra

    Mas você se importa.

  225. gthomas

    nao consigo mandar email , Vamp

  226. Sandra

    E Martin Luther King, Ghandi,…
    E os Médicos sem Fronteiras que talvez escolham entre uma criança palestina ou israelense, … Provavelmente eles sabem a diferença entre duas crianças. Diferentemente de nós, que sabemos que elas são palestinas e israelenses.

  227. Sandra

    Feliz Ano Novo?…

    Feliz Ano Novo!

  228. Tene Cheba

    Hamas, eleito democraticamente, em eleições limpas, com um sem número de observadores, afora os espiões.Putz, se a paz vingar, como ficarão os espiões, e as balas serão distribuídas no São Cosme e Damião? Putz de novo, se o desmatamento continuar, o que farão com a Napalm?
    Quem fundou Nova York foram os judeus, e quem afundou Recife foram os portugueses, bom ainda bem que Nassau foi embora. Já pensou Recife e Olinda cheio de praças para o livre uso das dogras? Não, prefiro o atraso careta dos portugueses, do que a modernidade promíscua dos holandeses.Parabéns Portugal, graças a sua bravura estamos livres das nefastas e devassas drogas em nossas Praças.

  229. Tene Cheba

    Se eu fosse engenheiro militar, tentaria bolar um novo tipo de míssil, acoplaria uma caixa de primeiros socorros e manual de sobrevivência, para quem escapasse. Colocaria até uma musiquinha com uma mensagem: ” acredite, não sou de todo mau, você infelizmente para minha estatística soberviveu, seu prêmio está aqui nesta caixinha branca, contém água, comida, e remédios, faça bom uso, caro sobrevivente”.Com esta ganharei meu Nobel da Paz, ou de Medicina.Misseis que salvam, nossa que slogan.

  230. juliano

    Sinceramente não tenho nenhuma complacência com terroristas, seja do Hamas, Farcs, Sendero Luminoso e outros. Sou favoravel a criação do Estado palestino, mas não apoio grupos terroristas que praticam atentados contra civis com homens bombas e misseis. O Hamas tomou o poder violentamente na faixa de Gaza e submete a população a uma ditadura com a desculpa de combater Israel.

  231. gthomas

    nao estou conseguindo mandar emails, Vamp…..
    e preciso sair.
    LOVE
    G

  232. gthomas

    Na volta, prometo entrar na discussao , se eu nao estiver exausto demais pra rever tudo aquilo que eh triste demais pra ser revisto

  233. Tene Cheba

    Paz e guerra, paz e guerra, trégua jamais, nesse quintal eu brinco, nessas ruas eu corro, de você, lá vem o míssil, vamos correr, ninguém sabe onde ele vai cair, se em mim ou em você, paz e guerra, dois mil e oito é o meu fim, dois mil e nove pintando, estou abriindo meu espumante, meu prosecco, Copacabana tem fogos, mas aqui também tem, e eles queimam, e eles explodem, feliz dois mil nove para você.Vamos brindar a você, a rolha do espumante é um míssil, para você, feliz dois mil e nove, feliz dois mil nove sim, paz e guerra, paz e guerra, santa guerra, tantas merdas, tantos merdas, tantos corpos, todos mortos, inclusive você, seja feliz, não fuja do seu míssil, abrevie os nossos trabalhos. Feliz 2009, humanidade.

  234. Esse blog cria dependencia … deuses meus!

    Sou radicalmente contra radicalismos … Tenho certeza absoluta que todos voces entendem perfeitamente o sentido (redundante, incoerente?) da frase.

    ABOMINO E REPUDIO QUALQUER FORMA DE ‘TERRORISMO”.

    NÃO HÁ NADA QUE O JUSTIFIQUE! NADA DE NADA! NADA DE TUDO? ´TUDO DE NADA? TUDO DÁ EM NADA!

    Entender de gente é complicado, por isso gosto tanto das artes de modo geral, história da humanidade e, muito particularmente falando, sou “discípula de carteirinha” de Freud, Jung, Lacan e a turma toda da “análise” da angústia existencial do ser-ou-não-ser-e-que-vai-morrer-não-sabendo (todos nós!).

    Susan, a judia – não vejo como rótulo ou preconceito – “percebe” que existe um certo grau de desconhecimento geral com relação a esse rótulo (que não é a do vinho Bryon! rs).

    Uma “pincelada rápida” sobre … “os sem pátria e seus problemas” ou a mola propulsora que os levou a “se virarem como podiam” (sentido de “fazer acontecer”, trabalho, etc)

    A maioria dos judeus é formada por empresários dos mais diversos segmentos (comercial, industrial, financeiro ou de serviços), profissionais liberais (médicos, advogados, engenheiros, consultores, artistas, etc.) e executivos de vários escalões. Resumindo: na esfera governamental, empresarial, academica e cultural a comunidade judaica se faz representar significativamente.

    Judaísmo e medicina; Judaísmo e comércio são atividades muito associadas a esse “povo da mala-pátria”. Por que? Porque até num passado muito recente restringiam-se o seu acesso apenas a essas duas. Facukldade? Só Medicina – as outras não.

    Uma característica da comunidade judaica: alta escolaridade, grau de instrução e mesmo rígida especialização no campo das atividades a que se dedica. Acredito que seja esse o “maior diferencial” da população judaica (numèricamente inexpressiva, em termos de percentuais mundial).

    O povo judeu, de modo peculiar, busca desenvolver ou aprimorar suas aptidões culturais e profissionais numa espécie de auto-afirmação? Obstinação? Prefiro a segunda hipótese.

    Adversidades e mazelas da vida e … cada um age e reage como pode, ou escolhe.

    Existem “judeus e judeus” e a grande diferença entre um e outro pode estar, justamente, no grau de sua religiosidade. Eu … permito-me eliminar essa religiosidade toda (que é irrelevante, em termos atuais) e pautar-me pela definição: costumes e tradições culturais praticadas – como “acontece”, hoje, com uma esmagadora parcela de “outros religiosos”.

    ARTES E …
    – O primeiro dramaturgo brasileiro – Antonio José da Silva – era
    judeu

    – O primeiro poeta brasileiro Bento Teixeira (ou Bento Teixeira Pinto) era judeu (e era “brasileiro” nascido em Portugal?)

    – O primeiro intelectual a “mexer com a nossa alma”, foi o Padre
    José de Anchieta (mãe judia)!

    Enfim, “dizem” que a maior influencia judaica que “incorporamos” (nós, brasileiros) é:

    – conformismo com o nosso destino (estoicismo)
    – saudosismo religioso “messianico”
    – pão-durismo mineiro

    PS.: acho que o “pão-durismo” aí é referente uso da nossa capacidade … ah, deixemos pra lá.

    Último dia do ano 2008 …

    Amo cada dia que se vai …
    Amo cada dia que “se chega até nós” …

    Beijos!

    PAZ, SAÚDE, AMOR E PROSPERIDADE!

    Susan judia

  235. Águia do Sul

    É realmente um espanto, como Gerald Thomas representa com tanta perfeição a mídia. É impressionante, como querem covencer a todos que os palestinos são terroristas quando usam seus próprios corpos como uma arma de destruição. Comparar um homem bomba a um F16 é quase igual a comparar um revólver 38 a uma bomba de Hiroshima. É muito interessante como para alguns países como os Estados Unidos e Israel é dado o direito de MATAR, BLOQUEAR, INVADIR, EXTERMINAR e o mundo inteiro faz vistas grossas a coisas que fizeram a exatamente um ano Sadam ser entregue aos seus inimigos para ser enforcado. quantos pesos e quantas medidas são usadas para o mesmo caso. Será que os franceses eram terroristas quando faziam parte da resistência na época em que o seu País estava invadido pelo exército Nazista? Não se poderia considerar como neo-nazismo o que os judeus estão fazendo com os Palestinos, prendendo-os, matando-os de fome e sede, e depois exterminando-os com seus F16. Dizer que os judeus estão apenas querendo acabar com o Hamas é pura HIPOCRISIA.

  236. gthomas

    Aguia do Sul: tal eh a midia. Tal somos nos que devoramos a midia e portanto a nos mesmos: esta completo o processo de autofagia. Nao a antropofagia mas autofagia.

  237. Reinaldo Pedroso

    “30/12/2008 – 16:55
    Enviado por: Neto
    Um poema de Vinícius ordena, suplica que “Pensem nas crianças…”

    Neto! Neto!
    Meu irmão, enquanto a maioria dos comentaristas deste blog se extasia com o desabafo psicanalítico do Gerald, eu me emociono profundamente com a tua mensagem.
    Feliz Ano Novo.
    Abraço,
    Reinaldo

  238. Reinaldo Pedroso

    “30/12/2008 – 02:00
    Enviado por: Ivo Veiga
    Caro Sr.Reinaldo Pedroso, sou um homem de 59 anos que costumo chamar as pessoas de Sr. e Sra. V.sa., fez no post anterior uma blague sobre minha falha a citar um Tanque Russo,
    meu caro primeiro não entendi o motivo da blague…”

    Ivo
    Se não entendeste a minha “blague”, como sabes que é uma “blague”?
    E não me chame de “caro”.

    “30/12/2008 – 13:43
    Enviado por: Ivo Veiga
    Caro Gerald e pessoal do blog, já estou de saco cheio “- Que horror, Ivo!” (desculpem-me o linguajar, os que me conhecem sabe que não uso-o com frequência)mas voltando, já estou farto de ler pessoas falando de guerras quando sequer sabem a diferença entre Tanque e Canhão Auto Propelido e coisas do genero.”

    Ivo
    Para eu poder falar sobre guerra, antes preciso saber a diferença entre Tanque e Canhão Auto Propelido?
    Se eu fosse queixar-me como sugeres, o que achas que eu diria?

    Reinaldo

  239. BR

    Sobre isso de feliz ano novo, ano velho, ali não tem nada disso e muito menos esse negócio de natal.

  240. Reinaldo Pedroso

    Neto
    “…quando vemos a foto de Somaeah Hassan, de 6 anos, abatida na faixa de Gaza.”

    Não fosse a mídia, não veríamos Somaeah morta.
    Abraço,
    Reinaldo

  241. Reinaldo Pedroso

    Sandra, Susan e Nina
    Deixei mensagens para vocês no post anterior.
    Reinaldo

  242. Luciana

    O povo inocente palestino, mulheres,crianças, homens que não têm nada com o conflito foi o que eu falei, não falei dos fanáticos tanto dum lado como de outro.Nem todo israelense está de acordo com o ataque.Tenho certeza disso.Não dá para colocar o povo comum nesta história, tanto judeus como os palestinos.Com esses últimos comentários parecem que estão querendo, ao contrário de dizer que todo palestino é terrorista, é criar um clima antisemita, contra os judeus.Tenho minhas dúvidas de que muitos que fazem esses comentários sabem profundamente as causas de todos os conflitos.Refiro me ao Águia do Sul.

  243. Luciana

    Não concordo àguia do sul em nada do vocêescreveu .Pessoas que participam deste blog não estão se deixando levar pela mídia, ou são ingênuos.Podemos participar com os comentários por vários motivos.Uma pessoa que quebra a perna e tem que ficar deitado muitas vezes fica assistindo TV por falta de outras opções no momento.Será que vocês já se perguntaram o motivo das pessoas estarem aqui ?Será que é pelos mesmos motivos?Será que a mídia não estão nos substimando?

  244. Luciana

    Que o Gerald Thomas representa bem a mídia?Então os artigos do GT não são de sua autoria, independentes, não pensa por ele mesmo?É só um marionete?Em alguns aspectos até concordo a respeito de que o GT represente a mídia.Mas não em tudo.Todos nós somos marionetes na mão da mídia?Só para quem quer.Hoje em dia as pessoas não estão ingênuas assim, Águia do Sul.

  245. Luciana

    Águia do Sul, ainda não esqueço das fotos dos mortos e feridos de nagasaki e hiroshima.Ou dos conflitos na Africa, das imagens das crianças raquiticas, ou das crianças nas nossas próprias cidades dormindo numa lage fria somente uma caixa de papelão para protegê las, o homem tem tanta criatividade até para a destruição, para acabar com a vida das pessoas.E por quê?Por causa do dinheiro?Do poder, do prazer que sente em submeter o outro ?De ainda ter o gorila dentro de si?De chegar como ele(o gorila) no grupo e bater no peito e gritar dizendo sou o gostosão, o maioral, fico com todas as fêmeas do pedaço, as mais novinhas e bonitinhas?Ah Águia do Sul, acorde.

  246. Amigos (as).

    Ultimo dia de 2008.
    Em espera do primeiro de 2009.
    Será que tudo será a mesma merda?Pelas amostras creio que sim.
    Posso mudar algo do que não goste?
    Na minha mente sim. Na dos outros posso apenas tentar.
    Tentar quando?Como? E por quê?
    Alguém me pede ajuda?Que eu saiba ninguém. Não aqui neste blog.
    Então puta merda!Qual a razão me pergunta: Porque estou aqui de madrugada teclando para vocês?
    Vaidade?Exibicionismo?Necessidade de comunicação?Carência?
    E eu sei lá!Se soubesse não estaria indagando não é.
    Então digamos que sou um viciado. Atenção amigos (as): eu escrevi viciado. Não confundir com veado.tem participante que lê o que quer e não o que foi escrito.Basta ler quando criticam o dono do blog e outros que são lidos erroneamente.Por distração ou por qualquer que seja o motivo muitas falas ou comentários são aqui distorcidos e o leitor replica mandando seu comentário atacando o lido na maior cara de pau.
    E ainda se julgam sabidos ou dão mostras de se julgarem sabidos.
    E ninguém ainda me respondeu uma pergunta que fiz há tempos. A pergunta foi: O que estamos fazendo neste blog?
    De minha parte eu confirmei que estou aqui para aprender.
    E confirmo que aprendi muito até o dia de hoje.
    Antes eu era assíduo no blog do Reinaldo. Vim para o do Gerald e fiquei. Fui deixando o Reinaldo aos poucos e aos poucos deixei. Por estes dias já nem o leio com a freqüência de antes. Só volto lá quando necessito de uma dose da cachaça de verdade. Neste caso vou direto ao botequim e não estando o MESTRE REINALDO a DONA REINALDA atende.
    E se você que lê agora não sabe do que falo é só entrar no Google e pesquisar que encontra.
    Eu mesmo me encontrei. E falando do Gerald.
    O próprio REINALDO me aconselhou a ler o blog do Gerald.
    Vim, gostei e fiquei.
    Por diversas razões que agora não interessam serem detalhadas. Coisas até pessoais. Sentimentos que comigo carrego.
    Evidente que gostei e gosto do estilo do dono do blog. Não o conheço pessoalmente mas temos contato por escrito.Espero um dia vir a conhecer Gerald Thomas.
    Como também espero vir a conhecer os amigos e amigas participantes.
    Porque entre as razões que me fizeram ficar por aqui vocês talvez seja a mais importante.
    Tão importante que posso afirmar que estou viciado em vocês

    Portanto no ultimo dia de 2008 eu deixo meus agradecimentos na seguinte ordem:
    Reinaldo ( o do chapéu panamá), Vampiro( o macho da senhora Polaca ), Contrera( o palhaço porra-louca e mais bem intencionado que eu tenho conhecimento) e vocês todos os amigos e amigas participantes deste nosso blog.
    Claro que tenho meus preferenciais!Mas destacar um a um seria carregar de emoções este já longo comentário. Cada um deve saber o que significa para mim.
    Propositalmente agora falo do Gerald.
    Primeiro cobrando o reinicio ou fim da blog-novela da nau que ficou no Uruguai. Pelo que tenho na memória até hoje estou sozinho na popa e ouvindo o B B King. Foi muito pouco para minha esteia como participante e meu ego quer ler mais atuação.
    Será que estaremos navegando em 2009?
    Feita a cobrança agora agradeço. Agradeço ao Gerald por ter sido um MESTRE e por tudo que direta ou indiretamente me proporcionou.
    E por ser o artista que é.
    E por vomitar seus sentimentos.
    E por me moscar o espaço entre vinhos.
    E por outros detalhes. Até por ter colocado aquela boazuda de quatro imitando cachorro. Vi e pensei; Viva!Agora eu sei o que é teatro. E até critico de arte eu me tornei.
    Falando nisto e associando ao Gerald, notem que o que vocês estão lendo… o que vocês lêem agora não é exatamente o que vocês estão lendo.O que não parece que é pode ser e assim o que não parece que o que vocês estão lendo,é exatamente o que vocês leram.
    Aceitem agora meus votos de um Bom Ano para todos.
    Se vai ser um Ano Feliz é problema de cada um.
    Procurem vossa felicidade.
    Eu já encontrei a minha. Estão ao meu lado e agora dormem.
    Graças a Deus.

    Obrigado.

    Pacheco.

  247. Roma

    Será só no Perú!
    http://www.Elpais.com.
    El ‘narco’ destruye dos millones de hectáreas en Perú
    Alarma ante la deforestación de la selva para cultivar hoja de coca.
    E o dirigentes daquelas milhares de ONGs,não sabem nada.
    Não facilitam nada!
    Não encobrem nada!

  248. È com muito esforço e desejos de paz e boa vontade que deixo de falar com este tal de Reinaldo Pedroso
    Cara pentelho e mala como nunca percebi antes no blog. Deste tipo nem como adversário eu quero.perder tempo para que?
    Se jovem deve ser alienado.
    Se maduro deve ser recalcado
    Se velho deve ser gagá.
    Muito me admiro ao notar o senhor Pedro Ivo para que perder tempo com individuo que aparentemente só deseja aparecer!
    Senhor Pedroso: Que tal pendurar uma melancia no pescoço?
    Paciência é bom mas tem uma coisa importante:
    Tem limites.
    Direito de entrada no blog o dono garante. Direito de comer capim é opção do participante. Não me convide para jantar. Meu pasto é outro.

    Não agradeço porra nenhuma.
    Não te conheço.
    Felizmente.

    Se quiser dar queixa pode ir a qualquer repartição da Marinha. diga que um velho marinheiro não te conhece e não gosta de você.Das duas uma:
    Ou te chamam de babaca ou se solidarizam comigo.

    Jose Pacheco Filho.

  249. Cristina

    Nina.

    Se eu posso, você também pode.

  250. Cristina

    A paixão não obedece a racionalidade, sua lógica é outra. Quem é mais apaixonado o Exército de Israel ou o palestino? No campo de concentração nazista havia mais esperança que em Gaza, uma brasileira que vive na Palestina disse que é melhor morrer mesmo do que viver esta porcaria de vida, de repente é melhor levar uns porcarias junto. Sempre vale a pena lembrar que quem paga o exército é o povo, se o povo não quer não há ataque aéreo contra Gaza. Não tem que ter solidariedade com o povo de Israel, é solidariedade no erro, na guerra, na destruição, na paixão, na alimentação do terrorismo.
    Estranho o comportamento de alguns judeus depois da segunda guerra, há judeus sem ressentimento, como o meu amigo judeu russo, ou a Susan judia, e vários outros judeus que não passaram pela guerra, ou mesmo os que perdoaram. Se o Gerald tem trauma de guerra herdado de seus pais, nós temos outros traumas, tenho um amigo brasileiro descendente de alemães traumatizado com alemão, o judeu alemão ficou ressentido e o restante do povo alemão ficou com vergonha. Nós não vivemos na Europa. Nós não vivemos no Oriente Médio. Nossas feridas são outras.
    Tenho trauma de música alta, tenho trauma de samba. Meu vizinho alugou sua casa para 10 brasileiros típicos que ouvem samba no último volume até as 7 da manhã. A música brasileira povão é muito agressiva, desarmônica, é horrorosa. Aqui não tem muçulmano, mas tem sambista, que é pior, não respeita a lei do silêncio, acha que todo mundo é obrigado a gostar de samba e não sabe bordar tapete como o muçulmano. No interior de São Paulo a juventude é surda.

  251. Luciana

    Os judeus e os palestinos não param de brigar porque são parecidos.Dois bicudos não se beijam ou quando um não quer dois não brigam.

  252. Luciana

    Participo deste blog pelo seu estilo lúdico além da inteligência e talento do GT e as informações contidas nos textos são excelentes.

  253. Para noventa e nove por cento dos participantes deste blog eu digo(copiei de uma amiga por achar excelente).

    Amigos(as).

    “Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um individuo genial.
    Industrializou a esperança fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
    Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
    Ai entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente.
    Então para você, desejo o sonho realizado.
    O amor esperado.
    A esperança renovada.
    Para você,
    Desejo todas as cores desta vida.
    Todas as alegrias que puder sorrir
    Todas as músicas que puder emocionar.
    Para você neste novo ano,
    Desejo que os amigos sejam mais cúmplices,
    Que sua família esteja mais unida,
    Que sua vida seja mais bem vivida.
    Gostaria de lhe desejar tantas coisas.
    Mas nada seria suficiente para repassar o que realmente desejo a você.
    Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos.
    Desejos grandes que possam te mover a cada minuto ao rumo da sua FELICIDADE !
    Feliz Vida Nova !
    Feliz Ano Novo !
    Um grande beijo,

    Love(copiei do Gerald).

    Obrigado.

    Pacheco.

  254. Luciana

    UM FELIZ 2009 PARA TODOS!!!!!!

  255. Nina

    Bom dia a todos!

    Hj tá f* digitar pq eu quebrei o dedo, e vc conseguem ima ginar qual? sim esse mesmo…..

    Bem, gostaria de dizer uma coisinha rápida, mas necessária.
    Tem algum tempo, uns posts atras que Gerald estava tentando me mandar um e-mail e não conseguia, e acabou publicando aqui meus dois contatos de e-mail. Tudo bem, mas tem sempre um corvo de plantão…. Desde então recebo e-mails, ultimamente diários de alguém. Isso importa? nõa nada que eu vou dizer importa, pq um blog é só um blog (apesar de que esse vicia), mas acho que preciaso falar com o corvo, e não vai ser no meu e-mail particular, vai ser public…

    1 -ANTES QUE VC O FAÇA, O QUE NÃO FAZ A MENOR DIFERENÇA, SIM MEU NOME É HELEN MARTINEZ, NINA É UM APELIDO DADO POR UMA CRIANÇA QUE ATENDI E QUE TINHA O MESMO NOME QUE O MEU, ENTÃO TENTOU DIFERENCIAR.

    2 – SEUS AVISOS E CONSELHOS NÃO ME INTERESSAM, POR ISSO NUNCA TE RESPONDI

    3 – ELE VAI ME DESTRUIR? QUEM SABE EU JÁ SOU DESTRUÍDA…..

    4 – SIM, SE EU GOSTO TANTO DE PSICOPATAS E PERVERSOS E PEDÓFILOS, TAMBÉM POSSO GOSTAR DE VC, TE DEI MEU TELEFONE HJ, AGUARDO SUA LIGAÇÃO, PODEMOS SER AMIGAS….

    5 – TALVEZ VC JÁ TENHA CONSEGUIDO O QUE QUERIA…

    6 – VC TEM TANTOS NOMES QUANTO COBRAS NA CABEÇA DA MEDUSA, MAS TEM RAZÃO, VOU PARAR DE DEFENDER O GERALD DE VC, DEIXO PRÁ SANDRA QUE FAZ ISSO BEM MELHOR QUE EU, PQ É MAIS EQUILIBRADA EM SUAS PALAVRAS.

    7 – SÓ PRÁ VC, MAIS NINGUÉM, COMO QUERIA:

    Dissestes que se tua voz
    Tivesse força igual
    À imensa dor que sentes
    Teu grito acordaria
    Não só a tua casa
    Mas a vizinhança inteira…

    E há tempos
    NEM OS SANTOS
    TÊM AO CERTO A MEDIDA DA MALDADE
    E há tempos são os jovens
    Que adoecem
    E há tempos
    O encanto está ausente
    E há ferrugem nos sorrisos
    Só o acaso estende os braços
    A QUEM PROCURA ABRIGO
    E PROTEÇÃO….

    Meu amor!
    Disciplina é liberdade
    Compaixão é fortaleza
    Ter bondade é ter coragem (Ela disse)
    Lá em casa tem um poço
    Mas a água é muito limpa…

    Beijo Sandra, Targino, Ever Ever, Vamp, Luciana, Cris Bela, Pachecão, Reinaldo, Collor, Mau, Lucio Jr. Susan, enfim… todo mundo com quem já tive o prazer de falar.

    bj Thomas

  256. Oi, Gerald!
    I’ m sorry! Desolé mon cher. Não fui ver a peça não fui no riocenacomtemporânea. Não fui para lugar algum. E muito menos leio email diariamente. Tenho me privado disso tudo com um surto de solidão e criação. Leio leio leio (jornal) e fico cada vez mais estarrecido com o comportamento humano. Então vou para meu quarto ( meu mundo) e desato numa verbosidade interminável. Tudo é. Serve de inspiração me eleva a este estado de isolamento. Penso eu que seja produtivo. Voltei a ler Guy Debord. “La société du spectacle”. Lendo seu último post só confirmou o que estou revendo.

    Gerald me perdoe. Entenda. São momentos de pura misantropia, o que me fortalece é o isolamento. Nada grave. Mas necessário. Não faltará oportunidades para nos vermos e trocarmos idéias ; opiniões enfim tudo que ainda nos pertence. 2009 tem que ser diferente.

    Ps.: I LoveYou Too!

  257. Nina

    Urgência de Viver
    (Henry Sobel)

    “O que você fez HOJE é muito importante, porque você está trocando um dia de sua vida por isso.”

    Esperamos demais para fazer o que precisa ser feito, num mundo que só nos dá um dia de cada vez, sem nenhuma garantia do amanhã. Enquanto lamentamos que a vida é curta, agimos como se tivéssemos à nossa disposição um estoque inesgotável de tempo.

    Esperamos demais para dizer as palavras de perdão que devem ser ditas, para pôr de lado os rancores que devem ser expulsos, para expressar gratidão, para dar ânimo, para oferecer consolo.

    Esperamos demais para ser generosos, deixando que a demora diminua a alegria de dar espontâneamente.

    Esperamos demais para enunciar as preces que estão esperando para atravessar nossos lábios, para executar as tarefas que estão esperando para serem cumpridas, para demonstrar o amor que talvez não seja mais necessário amanhã.

    Esperamos demais nos bastidores, quando a vida tem um papel para desempenhar no palco.

    É hora de VIVER!”

    …….. saudade Sobel….

  258. Amigos (as)

    Enquanto aguardo moderação e tomado pelo caboclo copiador vou embalado e copiando os amigos abaixo:

    Copiando o Targino afirmo que dois e dois nunca serão cinco. A matemática pode tardar mas não falha nunca.
    Copiando o Collor afirmo que talvez tenha havido um exagero. Quem sou eu para julgar?
    Copiando o Ronald afirmo que a Bahia é campo excelente para filmagens. Notadamente as que retratam o povo.
    Copiando o Fábio PIPIPIPI afirmo que a Walt – checo não se abalou com a crise. Os personagens anseiam atuar em 2009.
    Copiando o Vampiro afirmo que moderações com bebidas permitirão melhor rendimento de cada um com suas respectivas Polacas.
    Copiando o André m. afirmo que chimarrão é gostos e com caldo de mocotó é melhor ainda (esta mistura eu provei) e ainda tomei cana nos intervalos.
    Copiando o Tene Cheba digo que quem me entende e quem não me entende não entende o Pacheco.
    Copiando o Contrera eu digo que gostaria de ser palhaço para animar crianças carentes e adultas babacas como ele faz magistralmente. E por isto nem sempre é entendido
    Copiando outros participantes do blog eu digo que somos os melhor e breve entremos na casa dos mil coem.
    E copiando o Everaldo eu pela primeira vez neste blog dou uma Viva ao lula. Sim senhores.Eu dou um viva ao nosso presidente que disse que a crise não existe.Confirma o lula que uma mentira pode se tornar realidade.Crise!Onde?Existe!
    Aqui no sul da Bahia tem milhares de brasileiros esbanjando dinheiro. Que crise é esta!
    Tudo está bem. os desempregados que se sifu e riam da crise.
    Os endividados que sifu.
    Ou entrem na bolsa auxilio.
    Portanto viva o lula (deus me perdoe).
    E copiando o senhor Ivo Veiga deixa uma continência para todos.

    Das Todas só copio a Sandra sem desmerecer as demais amigas amadas em igualdade.
    Da Sandra copio e envios os beijos.
    Em Todas e nenhum para os todos. Aos todos envio abraços.
    E copiando o Gerald encerro dizendo que:

    Meu mais querido. Sued dizia que os cães ladram e a caravana passa.
    Chacrinha dizia que nada se cria e tudo se copia.
    Nelson Cavaquinho dizia que quem quiser fazer por mim que faça agora. depois que eu me chamar saudades quero preces e nada mais.
    Portanto meu amigo. Se preciso mostre a bunda novamente.Sacie a vontade dos chacais.
    Vomite sempre o concreto que tens dentro de ti. Tanto o do muro tombado como das torres destruídas.Entre um fato e outro existem safras de vinhos excelentes.Liebfraumilch é o leite da mulher amada.Mas sabemos que o copofragico Hitler gostava mesmo era de merda.Merda com merda misturada é receita do caráter de terrorista,
    Então eu finalizo copiando a já quase pouco lembrada Dercy e digo bem alto.
    Puta que pariu vão todos tomar no…encerro lembrando as Emoções do Betão.O Roberto Carlos eterno.
    Aquele que um dia chamou Jesus Cristo tão sinceramente que até o papa ouviu.
    Pois é sabendo que dirigir uma ambulânciar diferente de dirigir um calhambeque e, portanto cada macaco é Rei em seu galho.salvem os donos do Palco.
    Que sempre nos brindam e enriquecem nossos dias.
    Enquanto esperamos Godot.
    Sim esperamos Godot que nunca aparece.
    Liberdade não aparece.
    Conquista-se.
    Ou se rende.
    Gerald:
    Nunca.Never.
    Se renda.

    E copiando meu neto e netas eu digo :Vovô vai para a praia agora?
    OK.Estamos indo assim que eu encerre este comentário.

    Fui.

    Obrigado.

    Volto em 2009.

    Pacheco.

  259. O Vampiro de Curitiba

    Dia 31 de Dezembro de 2008!
    Chegou!
    O último e mais esperado dia do ano.
    Acabou 2008, finalmente.
    E isso significa o quê?
    Apenas que tudo começa novamente…
    Desejo a todos os – acho que posso chamá-los assim – amigos do Blog, um 2009 cheio de lutas, de conquistas. Que possamos, todos, eliminar os fundamentalistas que existem em nós mesmos. Que saibamos conquistar a liberdade e defendê-la acima de tudo.
    Feliz 2009!

  260. Oi, GT, sobre a autofagia, confira esse CD:

    Makely Ka – a fome da karne

    por Marcelo Dolabela

    O exílio de Caetano Veloso e Gilberto Gil em Londres em 1969 deu por encerrado o momento da Tropicália e abriu um fosso na história da experimentação sonora na música brasileira. O que viria substituir essa revolução? Até meados da década de 1970, algumas respostas surgiram: Walter Franco, Secos & Molhados, Sá – Rodrix & Guarabira, Raul Seixas, Belchior, Raimundo Fagner, Alceu Valença, entre outros. Mas a melhor resposta sairia das próprias lides tropicalistas. Gal Costa aglutinou vozes dispersas e estabeleceu o que alguns críticos e historiadores da MPB designaram de Pós-Tropicália: Jards Macalé, Waly Sailormoon, Jorge Mautner, Luiz Melodia, Pitti, Lanny Gordin, Rogério Duprat e Os Novos Baianos. Continuação e ruptura em um mesmo lance de dados.

    Somente dez anos depois, a música brasileira veria um momento tão inovador e revolucionário, com o surgimento da chamada Vanguarda Paulistana. De Arrigo Barnabé, Itamar Assumpção, Tetê Espíndola, Vânia Bastos, Eliete Negreiros, Paulo Barnabé & Patife Band, Robinson Borba, Hermelino Nader, Premeditando O Breque, Rumo e Língua de Trapo.

    Novamente a experimentação era a tônica dominante. Experimentar com: texto, melodia, ritmo, harmonia, arranjo, interpretação e instrumental.

    A Vanguarda, assim como a Tropicália, organicamente, teve vida curta. Em menos de cinco anos, seus artífices se dispersaram: contratados por majors, abandonando a dicção radical, incorporados a “falsa” linha evolutiva da MPB.

    As contribuições não foram poucas, mas ficaram, quase sempre, como influência aqui e ali e não como linguagem.

    Nos últimos dez anos, foram surgindo intérpretes e compositores que efetivamente estabeleceram uma espécie de Pós-Vanguarda Paulistana.

    O cantor, compositor, instrumentista e poeta Makely Ka é, sem dúvida, nome de destaque nessa nova cena.

    Seu mais recente álbum – “Autófago” – é um bom exemplo de como os paideumas da Tropicália e da Vanguarda Paulistana foram relidos e ampliados em uma poética doce-amarga dylan-leminskiana sobre base ruído-lírica entre samplers e microfonias.

    Em um primeiro momento, ao ouvir o CD-suporte, como Makely designa no minimanifesto “abpd a pqp”, o que surge em primeiro plano é o trabalho poético com o texto: rimas enviesadas (males / maxilares; tenso / sonso; crítico / prático; vítima / síndico; santo / cancro; crédito / médico; fibra / diga, etc.), afinal, na faixa “Não se meta”, Makely já avisa: “eu rimo a torto e a direita”; falsa-técnica palavra-puxa-palavra; estrutura anafórica (eu não sou… / eu não sou…; estou aprendendo… estou aprendendo…); e, principalmente, temas retorcidos: o cotidiano canabalizando a metafísica; a metafísica, em (auto)fagocitose situacionista (em “Equinócio”: “Um átomo dentro da esfera / gera um sistema que gira…”). As melodias trazem um batuque psicodélico, uma espécie de Hendrix executando uma cuíca digital. Às vezes, a troca de instrumentos amplia essa levada: o contrabaixo soa como guitarra; a repetição vocal, como percussão; e a multiplicidade percussiva, com recorrência e loop mântricos. Entre texto, sonoridade e voz, os samplers sutis funcionam como desvios subliminares (Glauber Rocha, no programa Abertura; Hugo Chavez, na Onu; Subcomandante Marcus, no México. Maiakovski, na União Soviética).

    O resultado é vigorosamente pop-experimental. Pop-linguagem; pop-Prometeu que permuta temperatura de mundos díspares e produz efeitos ímpares, na concepção Duchamp-Warhol-Zappa.

    Makely é o “Ka”ra (khlebnikoviano) nesse cara-e-coroa. Entre o volátil pop e o inflamável experimental. Entre o mutável e o permanente. Autófago, não da própria espécie, mas da improvável “fome”.

    Marcelo Dolabela é poeta, jornalista, pesquisador, escritor e crítico de música,

    autor do ABZ do Rock Brasileiro e Amonia, entre outros

  261. Pessoal, o disco autófago do Makeky tá disponível pra quem quiser, com encarte:

    http://www.makelyka.com.br/

    Tem uso legal de samplers do Glauber, Chávez, etc.

  262. Luciana.
    Sabe porque estou aqui?
    Por prazer, me agrada muito trocar ideias.
    Não é o blog que vicia, é a convivência.
    Voce não faz ideia, o quanto eu ja aprendi aqui.
    Cada um tem uma coisa para ensinar.
    Eu nunca vi vocês mas tenho o perfil de cada um.
    Cada um tem um perfil, uma linha de pensamento, uma crença.
    Tem pessoas aqui que eu tenho uma admiração profunda.
    Não vou citar para não melindrar os outros.
    São pessoas que eu admiro a linha de pensamento,
    o conhecimento a forma de encarar os problemas da vida.
    como recebe as criticas, as discordâncias.
    O mundo é heterogêneo, é preciso saber conviver,
    extrair de cada um o que ele tem de melhor.
    Não sou matemático, como diz o Pacheco.
    Sou aprendiz de feiticeiro.
    Cada profissão tem o seu vicio.
    Como atuei por mais de 30 anos na informática
    adquiri o vicio da logica.
    Dentro da memória de um computador existem
    grandes obras de arte que não são apreciadas pelos críticos;
    dentro do ser humano também existe uma pinacoteca..

  263. Contrera

    em 2008 eu cometi muitas bobagens, inclusive estas aqui, de dar uma de chato com gente que gosta (ainda?) de mim. tudo por negatividade (minha), inveja (minha), bobagens (minhas).
    FELIZ 2009 A TODOS. especialmente a vc, Gerald. mas a TODOS.
    beijos sinceros, do fundo da alma em que acredito
    contrera

  264. Nina (notícias de Sobel)

    Uma boa notícia para 2009…

    O rabino Uri Lam que está em Israel estudando, me mandou um e-mail hj com os seguintes dizeres:

    “deve haver uma homenagem aos 65 anos de Sobel em fevereiro ou março na Sala São Paulo.”

    tomara que sim! imensamente feliz agora…

    vou dar banho no meu gato pq hj a noite trabalho companheiros…. até mais

  265. Roberta

    Adorei o que **Targinosilva** escreveu…
    Realmente apesar de novata aqui(menos de um mes) ,
    tenho esse sentimento…que aprendo muito com que leio, em especial com o mestre GT.

    Claro que tambem leio coisas **que pelo amor de Deus , nem a privada/patente/vaso sanitario gostariam de ler…muita Mercadoria, mas faz parte do Show….

    Beijos a todos….

    Abaixo reproduzo o comentario que gostei de ler e faco dele minhas palavras….

    31/12/2008 – 11:58

    Enviado por: targinosilva

    Sabe porque estou aqui?
    Por prazer, me agrada muito trocar ideias.
    Não é o blog que vicia, é a convivência.
    Voce não faz ideia, o quanto eu ja aprendi aqui.
    Cada um tem uma coisa para ensinar.
    Eu nunca vi vocês mas tenho o perfil de cada um.
    Cada um tem um perfil, uma linha de pensamento, uma crença.
    Tem pessoas aqui que eu tenho uma admiração profunda.
    Não vou citar para não melindrar os outros.
    São pessoas que eu admiro a linha de pensamento,
    o conhecimento a forma de encarar os problemas da vida.
    como recebe as criticas, as discordâncias.
    O mundo é heterogêneo, é preciso saber conviver,
    extrair de cada um o que ele tem de melhor.
    Não sou matemático, como diz o Pacheco.
    Sou aprendiz de feiticeiro.
    Cada profissão tem o seu vicio.
    Como atuei por mais de 30 anos na informática
    adquiri o vicio da logica.
    Dentro da memória de um computador existem
    grandes obras de arte que não são apreciadas pelos críticos;
    dentro do ser humano também existe uma pinacoteca..

  266. Glorinha

    hoje, perto de onde moro…haviam 5 gaiolas com 5 canarinhos à venda
    parei e perguntei o preço…barganhei até o último, pedi apenas 1 gaiola com todos os 5 canarinhos dentro dela…coitadinhos ficaram apertados….
    fui embora feliz com os 5 canarinhos que soltei logo ali no parque…a gaiola doei ao lixo reciclavel…
    minha geladeira esse mês ficará mais vazia pois o valor que paguei pelos 5 canarinhos era a “feira do mês”….
    não me faz nenhum mal isso pois meu coração e minha alma voaram juntos com aqueles 5 filhotinhos de canário que voam agora livres de todos os olhares maliciosos que ousam sempre que podem prender o que deve ser livre…
    Desejo a vocês todos, meus amigos daqui e do meu coração um tempo de liberdade e respeito ao próximo (seja ele quem for, bicho, gente, ar, terra), e que os ventos de tempos novos reciclem todas as ideias e crie ideáis de luta pela fraternidade.
    [[]]Abraços mais que amigos!!!

  267. Fui para a praia com o papis tbm
    Mas desejando paz e muita saúde para todos em 2009 pq o resto… é só correr atrás
    Bjus
    Love
    Obrigado a todos pelo carinho, inclusive e especiaLMENTE ao nosso incrível Gerald Thomas

  268. Rômulo Bittencourt Pereira

    30/12/2008 – 17:16

    Enviado por: Nina

    30/12/2008 – 15:24
    Enviado por: Rômulo Bittencourt Pereira

    “Acho q a humanidade encontra-se numa encruzilhada: Estamos em pleno século 21 enfrentando ainda, guerras por motivos religiosos ……….O conhecimento é luz nas trevas da ignorância, nos afasta da fé, porém nos tira da bestialidade: resultado que nos fez avançar na escala evolucionária!
    Vamos dividir o conhecimento e humanizar o mundo!”

    hum… interessante, a ciência é o novo totem, e o conhecimento a religião…. e um cara que conseguiu dar 50 socos em outro, irado por ciúme da namorada, teve seu cérebro estudado: pouquíssima quantidade de serotonina, mas não é isso que melhora a agressividade?
    O novo neuro-deus responde tudo… faz castração química nos pedófilos e distribui Prozac nas caixas dágua.
    Interessante… cérebros eletrônicos e corpos… e rins e fígados, e nenhum co-entendimento.
    Não estamos em uma encruzilhada, na verdade, nunca saímos dela, nem nunca sairemos..

    O que é Evolução?
    é relativa à natureza humana? ou à condição humana?

    existe natureza humana?

    se dividir ou comungar conhecimento é a nova religião ou fé, este blog pode ser um templo? sim, pq é só que que fazemos aqui, ou as vezes nos resignamos de nós mesmos?

    ou, na condição de humanos, é apenas (e isso quer dizer: É, com letra maiúscula) um hospício virtual santo? (santo… isnano.. insanto)

    só pensando

    ——————————————————————————————

    Nina e amigos,

    Então o negócio é viver segundo a natureza? Tá bom e tá ruim…tá ruim e tá bom?! Mas estoicista impossível! Viver e não reclamar… impossível! Fé em uma religião ou doutrina não é um problema. Na verdade ( verdades absolutas não existem) o problema surge qdo dirigentes (religiosos, políticos e etc…) em nome da fé, se investem do direito de pensar e agir com fins excusos e alheios dos “mansos e puros” que por falta de informação (é poder), conhecimento, educação… são excluídos do direito de decidir. Na verdade, prefiro Nietzsche! É melhor acreditar no HOMEM primeiro: Aperfeiçoá-lo é a “razão d ´etrê”.
    Depois, então, entramos com a fé e alcançamos o valhala, paraíso, olimpo ou qualquer coisa do tipo!

    P.s: De 2012 passaremos?

    Feliz novo e fé na humanidade – Somos todos um!

  269. Nina

    Sandra

    é só um dedinho de nada,
    o que eu uso pra digitar…

    coisa bobaa

    hahahaha

  270. Nina

    Sandra meu coment. entrou lá em cima (?)

    mas foi só um dedo
    vc não imagina como ficou o anel, e como eu tive que tirá-lo do dedo…

    kkkk

  271. Sandra

    Susan, adorei a análise das raízes judaicas brasileiras!!!!!!!

  272. Sandra

    Águia do Sul, você gostaria que seus filhos morressem com explosivos no corpo por essa nobre causa, ou, como os grandes “líderes”, prefere que sejam os filhos dos outros?

  273. Rômulo Bittencourt Pereira

    Amigo GThomas,

    Dachau, bem, foi um horror (de piada)!

    Abs,

    R.

  274. Sandra

    E não. Nem o horrendo apartheid na África do Sul pode ser comparado ao nazismo. Como podemos saber? É só pensar se preferiríamos nossos filhos nascendo negros na África do Sul do apartheid, palestinos na Faixa de Gaza, ou judeus na Alemanha nazista.
    Cristina, quem diz que preferiria morrer está mentindo. Quem prefere morrer não vive para dizer isso.

  275. Sandra

    Reinaldo, a gentileza não é nunca sincera?

  276. Rômulo Bittencourt Pereira

    Enviado por: Tene Cheba

    Árabes e judeus são semitas, portanto o judeu anti árabe, ora vejam só que coisa, é anti semita, e o árabe anti judeu, é anti semita também.Porra, somos todos anti semitas então.Que legal, que merda, claro, menos os franceses e suíços, estes são anti coco chanel, e só comem queijo Minas fabricados em Varginha por abduzidos.E como tem abduzidos em Varginha, como produzem queijo por lá. Bom mesmo é a pizza de sorvete de pistache, produzida, claro, Bode Grande, que fica antes de Bode pequeno, no sertão do Maranhão.Pegue seu ônibus, depois de três dias e duas noites, você chega a Bodinho, depois é só pegar o ônibus e em meia hora e ir para Bode Grande.Nunca comi um bode, nem nunca comerei, zoofilia não é mesmo a minha praia, nem na guerra.

    ————————————————————————————————————————————————————————————

    Hahahaha. Mto bom! Na verdade esta guerra é de família. Primo contra primo. O patriarca das duas religiões é o mesmo!
    Sabe como é: “Família só é bonita em foto”

    Abs,

    Rômulo

  277. Sandra

    Quanto às fotos das crianças ensangüentas, mutiladas, mortas,… muitos olham primeiro a nacionalidade, cor e status social antes de se horrorizarem. Quantos não deixaram de se horrorizar com o garotinho que foi arrastado pelas ruas do Rio por ele ter um quarto recentemente decorado com desenhos de Homem-Aranha? Quantos não tiveram mais piedade dos pais do que da menina que foi jogada de um alto de um prédio? Esses infelizes são só desculpas para defendermos bandeiras, como o foi o rapaz brasileiro morto na Inglaterra. Os ingleses têm razão: se fosse no Brasil, ninguém estaria dando a mínima para ele.

  278. Rômulo Bittencourt Pereira

    Revendo Platão no celebre: Timeu, Crítias, ou A Atlântida.

    “Na diversidade reside o caos”

    Viva a diversidade! Vive la difference!

    Felia Ano Novo!

    abs,

    R.

  279. Luciana

    O que é liberdade?Conquista-se?Sim, conquista-se .Só que a liberdade não é algo concebido por algumas cabeças somente.A liberdade é a liberdade que cada um tem dentro de si e como a vê.A liberdade de ter a sua própria liberdade.Não a liberdade do que o outro acha ser a liberade.A liberdade não é igual para todos.O que é a liberdade para uma criança que nasce numa favela, com condições mínimas de uma vida digna e a liberdade de uma criança que nasce em uma família abastada?Será a mesma liberdade?Tem algumas pessoas que os grilhões são mais difíceis de serem rompidas que outras mas não impossíveis.Não há uma única liberdade.A liberdade do Pacheco é uma, para a Sandra é outra ou igual a do Pacheco, os dois parecem combinar em tudo,e para a pessoa que está presa numa cama por causa de uma doença terminal, qual é sua liberdade?

  280. Nina

    Glorinha sempre ilumina

    sim Sandra,
    prendi a mão na porta do elevador, e o anel amassou todo, amassando meu dedo junto…. justo esse… vou fica mandando todo mundo tomar no… por uns 10 dias… hahahahahahahahmas era o anel que eu mais gostava… não consigo desamassar por nada… droga

  281. Sandra

    Nina, caramba… Minha adversária magnífica nos papos no cafezinho! Espero que fique bem logo!

  282. Sandra

    E copiando o Pacheco, que aplaudi diante do teclado (copiando mesmo, pois jamais em minha vida teria competência para dizer algo assim):

    “salvem os donos do Palco.
    Que sempre nos brindam e enriquecem nossos dias.
    Enquanto esperamos Godot.
    Sim esperamos Godot que nunca aparece.
    Liberdade não aparece.
    Conquista-se.
    Ou se rende.
    Gerald:
    Nunca.Never.
    Se renda.

    E copiando meu neto e netas eu digo :Vovô vai para a praia agora?”

    LINDO…

  283. Luciana

    A liberdade de uma criança pobre é muito maior que uma criança rica , ela tem o mundo desde pequena para se aventurar.Elas não tem nada, não tem quem as oriente, não tem colégio, não tem religião, estão aí soltas para fazerem o que bem entender, umas aproveitam essa liberdade outras não enxergam a imensidão do mundo, não vêem o mundo através da tv, da internet, do videogame, não se condicionam.

  284. Sandra

    Há muito tempo ofereci essa música aos artistas. Vou fazê-lo novamente. Aos donos dos palcos, das músicas, das cores, das pedras, das luzes,…:

    “Eu vi muitos cabelos brancos
    Na fonte do artista
    O tempo não para e no entanto
    Ele nunca envelhece…

    Aquele que conhece o jogo
    Do fogo das coisas que são
    É o sol, é o tempo, é a estrada
    É o pé e é o chão…

    Eu vi muitos homens brigando
    Ouvi seus gritos
    Estive no fundo de cada
    Vontade encoberta
    E a coisa mais certa
    De todas as coisas
    Não vale um caminho sob o sol
    E o sol sobre a estrada
    É o sol sobre a estrada
    É o sol…”
    (Caetano Veloso)

  285. Sandra

    Mas logo esse, Nina?

  286. Sandra

    O anel?… Então não foi tão simples. Tudo bem mesmo, Nina?

  287. Sandra

    Glorinha, iluminou meu dia!… É! Há coisas mais lindas e importantes que as vontades encobertas que existem atrás de tanto derramamento de sangue.

  288. Sandra

    Por que eu escrevo nesse blog?
    PORQUE É MUITO BOM!!!!!

  289. Rômulo B. Pereira

    Agora tratando de amenidades: Marley e eu – O filme.

    Esta estória lembra mto o cachorro d uma pessoa q já esteve na minha vida. O nome do cachorro era chico, um cocker adorável e louco. Cagava na sala, comia roupa no varal e mijava no meio da cozinha… Bons tempos!

    Abs,

    R.

  290. Sandra

    Feliz Ano Velho?

    Não…

    Apesar de tudo, Feliz Ano Novo,
    feliz dia novo, feliz cada novo nascer do sol.

    Feliz cada novo e ÚNICO pôr do sol (por isso minha filha tem umas 30 fotos deles)!

    FELIZ 2009 A TODOS!!!!!

  291. Rômulo B. Pereira

    Alexandra Rossi,

    Ela só esqueceu de perguntar, se era melhor ter um filho nos porões dos navios negreiros que partiam da África. Os mesmos navios que levavam escravos para as plantações de algodão confederado no sul dos EUA!

    P.s: É provável que um antepassado dela tenha vivido naquela época: Provavelmente um mercador de escravos!

    Abs,

    R.

  292. Rômulo B. Pereira

    Esta é uma grande perda!

    R.

  293. Luciana

    O que é mais cruel?Morrer aos poucos , agonizando num campo de concentração anos seguidos em condições péssimas ou morrer rápido?Nenhum modo de morrer sem querer ou saber que vai morrer é justo.É covardia.E nós no Brasil não temos bombas mas temos vários campos de concentração espalhados por aí e vivemos como se nada esteja acontecendo, estamos bem acomodados, comendo do bom e do melhor, uma cama confortável, etc,etc….bem, é a vida.

  294. Ekran

    Quem estiver em Paris, tem a mostra “Mystery and glitter” no D´Orsay (Le mystère et l’éclat. Pastels du musée d’Orsay):

    http://www.musee-orsay.fr/fr/manifestations/expositions/au-musee-dorsay/presentation-generale/article/pastels-du-musee-dorsay-16509.html?L=1

    Feliz 2009!

  295. Ekran

    (ainda no D´Orsay)

    “More than one Realism”

    In the 1840s and 1850s, a new generation of artists aspired to represent all aspects of society. It was now just as acceptable to use peasants and workers as subjects, as saints or mythological heroes.

    As he was himself the son of a peasant, Jean-François Millet, liked to portray humble workers, according them noble gestures and hieratic poses. With pastel, however, Millet’s work became less severe, delighting his contemporaries. Influenced by the 17th century Flemish and Dutch masters, Millet produced several bucolic scenes where his peaceful peasants devote themselves to working in the fields, a nobility in their age-old gestures, as in (Woman at the Well, circa 1866).

    Millet’s idealised realism is continued in The Shepherd (1887) by Puvis de Chavannes, and Léon Lhermitte’s in Two Bathers by a Pool (circa 1893).

    http://www.musee-orsay.fr/en/events/exhibitions/in-the-musee-dorsay/exhibitions-in-the-musee-dorsay-more/page/1/article/pastels-du-musee-dorsay-16509.html?tx_ttnews%5BbackPid%5D=649&cHash=77475d1a24

  296. Ekran

    Não tenho como não lembrar de Baudelaire, L´Homme Des Foules (O homem das multidões), 1821-1867.

    (eu vejo este blog como uma das “galerias” onde Baudelaire adorava flanar em Paris)

    Segue trecho extraido de Spleen de Paris
    Les Foules (as massas)

    Não é dado a qualquer um tomar banho de multidão. Gozar a massa é uma arte, e somente pode fazer, às custas do genero humano, uma pândega de vitalidade, aquele a quem uma fada tenha insuflado no berço o gosto pelo disfarce e pela máscara, o ódio do domicilio e a paixão pela viagem.

    Multidão, solidão: termos iguais e permutaveis para o poeta ativo e fecundo. Quem não sabe povoar sua solidão, tampouco sabe estar só em meio a uma massa atarefada.
    . . . .
    O andarilho solitário e pensativo tira uma embriaguez singular desta universal comunhão. Aquele que desposa facilmente a massa conhece gozos febris, dos quais serão eternamente privados o egoista, trancado como um cofre, e o preguiçoso, internado como um molusco. Ele adota como suas todas as profissões, todas as alegrias e todas as misérias que a circunstancia lhe apresenta.

    O que os homens denominam amor é bem pequeno, bem restrito e bem fraco, comparado com esta inefavel orgia, com esta santa prostituição da alma que se dá por inteiro, poesia e caridade, ao imprevisto que se mostra, ao desconhecido que passa.

  297. Alexandra Rossi

    A tal Sandra judia perguntou a alguém se o fulano preferia ter o filho em Gaza ou num campo de concentração. Tremendo ato falho hein, Sandrinha? Que vergonha…

  298. Ekran

    Alex Rossi e Romulo,

    Não creio que a Sandra tenha cometido ato falho…BUT, does it matter?

    Creio que não. By the way, todo ato falho pode revelar muito mais coisas que “com certeza” não diriamos.

    Sandra, gostei do “ato falho” que vc postou antes, reproduzo abaixo:

    “Eu vi muitos homens brigando
    Ouvi seus gritos
    Estive no fundo de cada
    Vontade encoberta
    E a coisa mais certa
    De todas as coisas
    Não vale um caminho sob o sol”

    Salve, 2009!

  299. Ekran

    Mais um obituário:
    Morre no Rio o ator Fabio Sabag
    Aos 77 anos, ele lutava contra um câncer de próstata

    http://g1.globo.com/Noticias/PopArte/0,,MUL939851-7084,00-MORRE+NO+RIO+O+ATOR+FABIO+SABAG.html

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u484779.shtml

  300. annie

    alexandra rossi, a sandra quis dizer, sem ato falho, que são a mesma coisa, mas não teve a coragem necessária por fidelidade às suas nobres origens.

  301. Ekran

    Algo para se observar em 2009, o “release” do filme infantil de Spike Jonze (o mesmo diretor de Adaptation e Being John Malkovich).

    Os estudios Warner Bros estão numa briga de foice com o estilo “autoral” do filme que já custou US$ 80 milhoes e segue sob o risco de ser direcionado para um publico “muito seleto”.

    Em dias de Bailout Nation, onde se torram US$ 800 bilhoes para salvar banqueiros incompetentes e corruptos, why not US$ 80 milhoes para o Spike Jonze?

    http://www.chud.com/articles/articles/13720/1/WHERE-THE-WILD-THINGS-ARE-BEING-COMPLETELY-RESHOT/Page1.html

    Esse filme promete!

    Seguem os lançamentos do ano nos EUA, pela wired:
    http://blog.wired.com/underwire/2008/12/2009-wiredcom-m.html

  302. Ekran

    Mais uma serie de fotos de 2009, desta vez com aqueles que se foram e nos deixaram suas obras, pelas lentes da Magnum:

    http://todayspictures.slate.com/20081229/

    Na lista estão: Harold Pinter, Arthur C. Clarke, Michael Crichton, Alexander Solzhenitsyn, Maharishi Mahesh Yogi, Yves Saint Laurent ,Mel Ferrer (numa foto belissima), Charlton Heston ,Richard Widmark, Paul Newman, Sydney Pollack, entre outros

  303. gthomas

    O Patrick Grant, linkado aqui no blog escreveu uma ode a sua visita ao Brasil

    deem uma olhada please:

    http://www.strangemusic.com/

  304. gthomas

    Vamp
    FELIZ ANO NOVO

    Obrigado por tudo e …mais uma nova jornada que comeca amanha
    !!!!!!!

    LOVE
    G

  305. gthomas

    E PRA TODOS VOCES QUE ESCREVEM AQUI NO BLOG, MEU MAIS SINCERO VOTO DE FELICIDADE.
    E MEU MUITO OBRIGADO POR TUDO

    FELIZ ANO NOVO

    LOVE
    GERALD

  306. Tene Cheba

    Feliz 2009, para todos!!!! Vamos estourar, o espumante, em Montevidéu, ou remando, remando, remando sobre as marolas e tsunamis, ondas gigantes.Feliz por estar aqui, me sinto Feliz por tentar, por insistir, pelos Avós Paternos, que tanto me mostraram, na época, este, pequeno ser, que o melhor lugar do mundo, é aquele em que vento sopra, e a pipa sobe, mesmo que este céu despeje bombas, mesmo que este céu cubra você, mesmo que seja Líbano ou Palestina, que se confunde com a Síria.Só se é Cristão aquele que já viu o Leão.
    Feliz, de todo o Coração, 2009!!!!

  307. Cristina

    Muita PAZ para todos em 2009.

  308. Tene Cheba

    Aspas entre, remando, remando, remando, …, o grande barato do Blog, de 2008, entre outros baratos, mas tudo muito generoso e sofisticado.Grande Vamp, Genial Vamp, você mandou muito bem.

    Feliz 2009!!!

  309. Tene Cheba

    Algumas vezes fico pensando, qual o verdadeiro motivo que tantos seres se vestem de granadas, e se implodem.Honestamente não entendo este Universo, olho sempre para os lados, estou sempre me preservando,talvez falta-me a coragem da indignidade, quando o cagaço de morrer, é tão pequeno perante as utópicas virgens, do céu banhado de rios de leite.Não sei, mas jamais gostei do arbítrio, sobre todas as razões.Mas se aqui é dez, a frente, mais um pouco, você poderá pagar, 9,99, depende muito da frequencia. Não gosto de regular.

  310. Nina (pedido de ano novo funciona?)

    Passei prá mandar bj a todos e desejar que:

    por favor, imploro aos que são aqui de sp, se beberem, encherem a cara, meterem o pé na jaca, tomem um banho frio, café, água, água de côco, soro (Pediatite pode ser, 2l ou mais), se começarem a ver gnomos, falar com a bisavó morta ou chorar pela namorada que deu um pe´na sua bunda esse ano, beba ainda mais, e vá dormir, amanhã entre o esquema acima que passa.

    Mas de forma aluma procurem um hospital, pelo menos nenhum na região da Vila Mariana.

    Vou trabalhar,
    Boa noite prá todos!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Amanhã já é 2009 e pronto.
    bjs

  311. Sandra

    Não, não acho que a Faixa de Gaza se compare a um campo de concentração nazista. Acho que um campo de concentração nazista se compara a um navio negreiro.
    Aliás, como os negros chegaram até esses navios?

    E não estou com a menor vontade de contar a história da minha família de novo. Mas ninguém trabalhou num navio negreiro.

  312. Ekran

    HAPPY NEW YEAR(com o Abba):

    (eu vi as cenas do filme “Mamma Mia!” na vitrine de uma loja de departamentos com a Meryl Streep pulando o muro – literalmente – e cantando – eu não consegui ouvi a musica – para o Pierce Brosnan, o Colin Firth e o Stellan Skarsgård vestidos de hippies)
    TRASH! JUNK!

    Quem sabe o Abba não será lembrado como a Trilha Sonora desse início de seculo XXI, em que nos recusamos a abandonar o “felizes para sempre” nos letreiros finais…

    “Trash” é o nome de um filme underground de 1971 que explora essa estética “lado B” que alguns viviam intensamente, enquanto o “lado A” era o Abba e seu genericos…(segue trecho abaixo)

    2009 promete ser o “lado B” de 2008!
    Happy-New-The-Same-Year!

  313. gthomas

    Sandra te mandei email. recebeu?

  314. Sandra

    Alguém que manda uma criança amarrar explosivos no corpo (filhos dos outros, claro) realmente está preocupado com mortes de crianças? Alguém votaria num presidente que tivesse um discurso desses? Acha que essa pessoa cuidaria de nossos filhos? Conheço quem viveu sob as ordens de narcotraficantes, e eles não estão nem aí com a morte de crianças. Se for preciso, pisoteiam-nas ou atiram nelas como se fossem chão ou parede. Ou mandam as menores para a linha de frente das disputas, pois são totalmente descartáveis. Não queremos esses demônios nos “protegendo”, mas achamos justo que eles protejam os filhos dos outros.

  315. Sandra

    Ato falho? Ainda não caiu a ficha…

    “João Felipe, você escolheria ver seus filhos na faixa de Gaza ou num campo de concentração nazista? Como vítimas, claro.”

    “Nem o horrendo apartheid na África do Sul pode ser comparado ao nazismo. Como podemos saber? É só pensar se preferiríamos nossos filhos nascendo negros na África do Sul do apartheid, palestinos na Faixa de Gaza, ou judeus na Alemanha nazista.”

  316. Sandra

    Nobres origens?
    Isso está engraçado!

  317. Sandra

    Gerald, recebi sim!

  318. Antonio Moraes

    Dia 03/01do calendário cristão a Terra estará no periélio – ponto mais próximo do Sol.

    Imprensa. Para lidar com ela é necessário saber a diferença entre fato e notícia. Algo simples, mas muita gente não sabe ou esquece na hora em que recebe a notícia. Além disto não se ater a uma única fonte. Mas isto exige um esforço que a quase totalidade não quer realizar.

    Violência. Assisti uma sessão de um filmeco que não recomendo, “The Boy in the Striped Pyjamas”. Outra produção sobre campos de concentração nazistas. Pelas tantas um indivíduo falou em voz alta:
    – Mas eles são o demônio !
    fizeram ssshhhhh. O mesmo invíduo surtou, perguntando quem tinha mandado-o calar a boca. Iniciou-se uma rápida discussão, terminada com:
    – Bicha
    palavra mandado pelo surtado. No final da sessão o insultado foi tirar satisfações – para quem não sabe os homossexuais, junto com deficientes físicos e mentais, comunistas e outros “indesejáveis” também foram mandados para os mesmos campos de concentrações que os judeus. Pessoas saindo do cinema diziam que ali parecia a “zona leste”…
    O que fazer ? A grande maioria não quer a violência. Mas a pratica no cotidiano em pequenos atos. E quase sempre se abstêm quando ela ocorre a outros ou a suporta calado quando é alvo – muitas vezes para não parecer um morador da “zona leste” ….
    As respostas são condicionamentos, padrões inatos de resolução de problemas (no sentido mais amplo)? É utópico pensar em adotar padrões sofisticados de resolução de problemas se ao menos um dos interlocutores for incapaz de compreendê-los. Partir então para o mais simples de todos, a agressão/destruição ?
    É tolice tentar compreender o homem tendo como base apenas o sexo. Existem outras atividades também relevantes e primitivas que devem ser levadas em conta.

  319. Sandra

    Ou foi a linda música do Caetano, que ouvi na voz do Roberto, e que já tinha oferecido aos artistas quando o blog ainda estava hospedado na UOL? Acho que, na época, disse, erradamente, que a letra era do Roberto Carlos. Falta de criatividade minha oferecê-la de novo, mas achei que tinha a cara desse post. Gente se indignando de mentira, usando as vítimas como bandeiras para suas causas, e um grande artista acima disso tudo.

  320. Reinaldo Pedroso

    31/12/2008 – 13:38
    Enviado por: Sandra
    Reinaldo, a gentileza não é nunca sincera?

    Oi, Sandra.
    Nunca, sempre, nada, tudo, devem ser ditos criteriosamente.
    A gentileza pode, claro, ser sincera. Assim como nem sempre a sinceridade é gentil.
    Resumo da ópera: gentileza e sinceridade não são sinônimos.
    Beijo (posso?)
    Reinaldo

  321. gthomas

    Meu pedido pra vcs

    aluguem, comprem, importem, sei la:

    LITTLE MURDERS

    Pequenos assassinatos

    (1971) Jules Feiffer

    Elliot Gould
    Alan Arkin
    & Company

    revejam de onde vem o que somos hoje
    o nosso existencialismo politico
    a nossa crise
    social
    bestial
    a violencia em nossas cabecas
    O EXISTENCIALISMO e
    o a nao existencia do nada (!!!???) (niilismo) (apatia)
    como METAFORA

    LOVE
    G

  322. Sandra

    Reinaldo, nem antônimos.
    Outro beijo

  323. Rômulo B. Pereira

    Amigos,

    Embora novato nestas paragens, agradeço a oportunidade de ter participado e discutido (no bom sentido) com pessoas tão sensíveis e, mais – eu disse – mto mais preparadas do que eu!
    Afinal, como diz um amigo meu: “gôsto não se discute, se lamenta” e “opinião é como c…, cada um tem o seu”
    , por tudo isso, gostaria de continuar participando deste blog em 2009.

    A propósito: Não sou indiferente a causa semita, negra ou india!
    O que não aceito é a covardia, hipocrisia e cinismo.

    Sou Brasileiro! Mistura de preto, indío, português e francês (o verdadeiro samba do crioulo doido – note que não comecei com a minha descendência européia). Sou o cachorro vira-lata que depois de 500 anos de vida está sendo admitido no “kennel club”
    global. É igual aquela raça de gato… lembrei: Pêlo curto brasileiro.
    Era vira lata. Hoje têm até pedigree, portanto, acho que tenho o direito de dizer que esta merda de guerra no oriente médio é pequena, mesquinha e covarde! O dinheiro que se gasta com armamentos de última geração deveria ser revertido para educar as gerações vindouras. Educação de qualidade, clássica mesmo. Acho que o alimento necessário para gerações futuras é o conhecimento clássico! Isso foi o que eu tentei dizer lá atrás no meu primeiro post (e não fui compreendido).
    E aí, o que nos afasta da bestialidade?

    Paidéia para todo o mundo,

    R.

  324. Reinaldo Pedroso

    Mensagem de Ano Novo

    Do diálogo entre “Che” e uma amante, nas preliminares do rala-e-rola:
    “- Hay que endurecer…”, diz “Che”.
    A amante, “- …pero sin perder la ternura.”

    Abraços
    Reinaldo

  325. Sandra

    Ah, Alexandrinha! Não sou judia.
    Não que isso fosse ilegal, imoral ou engordasse, lógico.

  326. Reinaldo Pedroso

    “31/12/2008 – 19:35
    Enviado por: Sandra
    Reinaldo, nem antônimos.
    Outro beijo”

    Quááá!!! Tá, Sandra, tá…
    Reinaldo

  327. Sandra

    Gerald, só para eu preparar o espírito, esse filme está na classificação de humor:
    a-porrada no estômago e choro incontrolável;
    b-corda e banquinho;
    c-Beckett?

  328. Tene Cheba

    Escadas falsas, mentiras estratégicas, viagens soturnas, pétalas caídas, roseiras desnudas, pedras lançadas, cabeças despedaçadas, lâminas macias, meu pescoço tem ânsias, minha mente delira, no pequeno tempo da queda, intervalo sofrível, duas faces falsas, no um décimo de vão, no milésimo tempo, fração sem avos, meu crânio descola, minha jugular suplica, o sangue espirra , saúde, ninguém estanca, todos imóveis, todos impávidos, todas as terras, todos os lotes, sem reações, até parece que as suas cabeças é que rolam, até parece que as suas crianças é que choram, até parece que o mundo está em faixa, até parece que o buraco está em Gaza, até parece que o mogno se extinguiu, até parece que eu não estava aqui, até parece que voc\ê chegou depois, depois, antes do nada, antes das bombas, só ingleses, grandes terras, sem fronteiras, sem sírios, sem maçãs, só kibes, damascos e oliveiras, e os cedros, todos cortados, Monte Sinai, Rio Jordão, Golan, Jerusalém, Jerusalémt Amém, todos vão para os muros, se Lamentar, mais um pouco, mais um pouco, poço louco, poço seco, poço sujo, límpido e infinito, oito deitado, oito deitado, oito deitado.

  329. Ana

    Gerald, querido, prometo que leio e comento o texto assim que possível.
    Para você, Fabi, e os leitores do blog: Passei para desejar um feliz ano novo ocidental, na melhor forma oriental: que ele dure feliz o ano inteiro! Só depende de nós!
    bjs, LOVE,
    Ana

  330. Antonio Moraes

    Da Columbia Encyclopedia:

    1967 Little Murders. Feiffer’s first full-length play is an absurdist comedy about an eccentric family forced to deal with the violence of city life. Successfully produced in London, the play initially fails on Broadway but would be successfully revived off-Broadway in 1969. Since 1956 Feiffer’s sardonic
    cartoons have appeared in the Village Voice.

    Do The Ivan R. Dee Guide to Plays and Playwrights

    Feiffer, Jules

    Most profilic as a dramatist inthe 1960s, Feiffer was an
    important figure in the off-, off-off-Broadway and regional theatre movements. Feiffer’s is as psychic landscape full of domestic and social violence. “Little Murders”, is which a family shoots at passers-by through their nice, middle-class windows, may best ilustrate the author’s vision os intermarried urban and domestic blight. Feiffer’s plays, like the cartoons for which he is famous, are typified by mordant, often self-mocking, existential humour.

  331. Sandra

    É!… Pelo jeito… Grande dica, Gerald.

  332. Sandra

    Feliz 2009! Beijos em todos!

  333. Rômulo B. Pereira

    E como prova da minha imensa admiração por todos vcs, é que envio este link do hilário comediante Gilbert Gottfried (Hebreu) contando a clássica piada: The Aristocrats!

    Uma pouco de risada neste final de ano faz mto bem!

    Agora sim, me despeço d todos vcs. Não precisam m evitar na coxia, pois eu ainda estarei com vcs no ano q vem!

    abs sinceros,

    R.

  334. gthomas

    Esse deve ser o ultimo comentario de 2008
    (nao sei, pode ser)

    FELIZ ANO NOVO PRA TODOS VCS mais uma vez
    e
    PRA TODA EQUIPE DO IG TAMBEM
    LONG LIVE THE INTERNET
    Gerald

  335. gthomas

    Olha o que diziamos em Maio ultimo sobre a questao de Israel

    20/05/2008 – 19:12
    Israel
    Gerald, coloca aí um texto pra gente comentar, pô! Qualquer um. “Não quero nem saber de quem é o enterro, quero é chorar”! A gente tamos louco pra cortar, mas você não levanta a bola… Olha, se demorar muito, já vou avisando que vou começar a avacalhar com o Piauí, depois não adianta reclamar!
    (O Vampiro de Curitiba)

    Eh Vamp, ta dificil. Essa coisa de falar sobre Israel realmente eh muitissimo delicado. Delicadissimo. Hoje, num almoco, fiz, sem querer, obvio, uma das pessoas que mais amo, Mary Ventura, chorar, por causa de palavras mal escolhidas (minhas) sobre essa confusao que da quando se fala na constituicao do Estado de Israel e e os sobreviventes do Holocausto. Abracei a Mary e me expliquei e espero que a coluna do Mauro na revista de Domingo do Globo desse proximo fim de semana coloque finalmente os pingos derradeiros “i”.

    Tive muitos parentes assassinados em campos de concentracao. Isso nao me da a autoriade e nao me desautoriza a falar em nome de milhoes de pessoas que foram desterradas por causa de um demonio do terror (Hitler). Mas a discussao eh, ainda hoje interessante porque aquela area do mundo ja era muitissimo complicada antes de 48, antes da instalacao de Israel.
    O problema do mundo eh que nao nascemos ontem e nem a Historia comecou na semana passada.
    Meus sinceros, os mais sinceros SENTIMENTOS e SORRIES se falei algo que tenha machucado alguem.
    Gerald

  336. Lílian.

    Feliz ano Velho !!!!!!!!!!!
    Beijoes Gerald, Vamp, sandra Quantica… Ana, Tene Cheba…Ebaaa!!! este ano viramos texto de blognovela!!!!
    eba!!! alguns segundos de fama na vida fantastica do Gerald!!!!!
    eu quero mais blognovelaaaa….

  337. Sr. Thomas.
    Mais um ano se passou.
    Mais um ano eu vivi.
    Quanto mais viverei eu não sei.
    A única coisa que sei é quero fazer parte dessa historia,
    nem que seja como figurante.
    Se puder quero ser um personagem.
    Sempre que puder estarei aqui comentando os seus textos
    invadindo a sua praia me banhando na sua sabedoria.

    Feliz Ano Novo.
    Targino Silva

  338. Ekran

    “One resolution I have made, and try always to keep, is this: To rise above the little things.”
    – John Burroughs

    “Good resolutions are simply checks that men draw on a bank where they have no account.”
    – Oscar Wilde

  339. Ekran

    Para quem ainda acredita em “new year resolutions”:
    http://www.iam-thesolution.org/

    About The IATS Initiative
    The Concept

    When faced with challenges and crises, Americans have always demonstrated an empowering resolve to join together — to take small actions and big actions — and solve the problems that surround them.

    As the largest and leading non-profit family service agency in Georgia, Families First has witnessed firsthand the challenges facing American children and families in these trying times. We have also witnessed great and positive impacts when individuals resolve to take whatever actions they can to address problems in their communities.

    This is what I Am The Solution is all about. Through this campaign, Families First is issuing a simple, but direct, call to action: Let’s join together and make individual decisions — individual resolutions — to be a part of solutions for children and families.

  340. Ekran

    Saideira de 2008: Litlle Murders no You Tube.

    Feliz 2009!

  341. Sandra

    Farei uma oração na virada do ano pedindo a todos nós: paz, amor, sabedoria e saúde!

    Beijos em todos!

    Feliz 2009!

  342. Rômulo B. Pereira

    Estou d volta! Feliz 2009!!!

    meu último post foi sobre o comediante Gilbert Gottfried e a piada: The Aristocrats! Na verdade, mandei parte do show. Estou enviando agora parte do documentário que trata do memorável comediante/piada.

    Embora acredite que seja importante saber em que momento a piada foi contada (9/11), sugiro que a piada seja vista novamente sem os comentários, na íntegra e neste show em particular.

    Boas entradas,

    R.

  343. Reinaldo Pedroso

    “29/12/2008 – 10:40
    Enviado por: Nina
    Reinaldo,
    temos em comum que já fui professora de Design, há muito tempo atrás…
    bjs”

    Nina, conta mais sobre isso.
    Beijo,
    Reinaldo

  344. Reinaldo Pedroso

    Sandra
    O teor de uma mensagem tua posts atrás, continua na minha lembrança.
    Algo como, “…lá vem porrada! E porrada do Gerald é PORRADA!”
    Ele bateria em uma mulher? Em uma mulher como tu, que o idolatra? O Gerald bate tão forte assim?, literalmente falando. Justo ele, um indignado incurável com a violência?
    Por falar em incurável, curar-se para o Gerald significa desemprego e morte. Autenticamente, ele vomita o concreto que engoliu -e engole- em suas peças e, pelo que li, aqui no blog também. Essa a sua (dele) (dele?) psicoterapia rentável.
    Talvez porque sou um homem, o Gerald não me atemoriza nem um pouquinho. Um homem que aprendeu ao longo da vida, a fazer prevalecer a razão sobre a emoção quando necessário.
    Lá vem porrada? Que venha.
    Reinaldo

  345. Reinaldo Pedroso

    “O Silêncio do Silenciador”

    “New York – Este ano de 2008 ainda tinha que engolir mais um!
    Justamente o dramaturgo que fazia do silêncio a sua pausa dramática.”

    “Mas o que importa tudo isso? Ah, os silêncios nas peças de Harold Pinter. Sim, eles nos causavam um certo desconforto. Causavam na platéia dos anos 60 e 70 um enorme, digo, enorrrrme, desconforto.”

    “Harold Pinter, em THE SERVANT – raramente colocado no palco – dá um show do que é um texto hegeliano. Sim, um pouco de Beckett. Um pouco de “Fim de Jogo “(se insistem, se “ele”, o próprio Pinter queria moldar seus textos a partir de Beckett, do mestre de quem ninguém escapou nesse século XX que passou)”

    “Throughout the stages of the world your name is being called out. Can you hear it? Can you hear it? We’re calling out your name.”

    “Sou incurável + Gaza e…”

    “….e de Harold Pinter (que aliás, apoiava Slobodan Milosovec, um tremendo carrasco e filho da puta…). Mas sou incurável mesmo. Nao tenho jeito: Pinter está morto e mesmo assim: no vídeo que roda aqui no Blog (de aceitação do prêmio Nobel) o “silenciador” explica a formula de como “monta” uma peca sua! Ora! Que piada. Pior que isso! Diz que dá nome ou letras aos seus personagens: A, B, C ou D. EXATAMENTE, ESCARRADAMENTE, cópia total de Beckett.”

    Reinaldo

  346. Bom Dia!

    Não sei deveria depois de ler teu exímio texto dizer ‘Bom Dia’, mas estou aplaudindo de pé este texto e penso que faz tempo que existem mais ‘seres’, não humanos
    Leio sempre tua coluna e sempre ajudam a entender o Sanatório desse mundo
    E deixo aqui aplausos…aplausos…

    E ‘Viva ‘ 2009
    Ou eu deveria dizer: Morra!?

    Aplausos continuam sempre pra você. Um ‘humano’ que pensa,
    ainda bem que ainda temos alguns .ab
    Simples leitora.Cintia Thomé

  347. Tene Cheba

    Eta Carina, deve explodir, no nosso referencial, nos próximos mil anos, seu brilho será tão forte, que durante o dia veremos dois sóis.A noite seu brilho terá intensidade equivalente ao da Lua.
    Mas mil anos é muito para mim, quero dizer, este é o intervalo provável para a sua transformação, pode ser amanhã, ano que vem, talvez em dez anos, vinte… .A Supernova, será o evento do absurdo, a quantidade de energia gerada e matéria ejetada é absurdamente gigantesca.Mas bem longinho de nós, não nos fará mal algum.Eu quero ver.

  348. Nina

    Bom dia a todos!

    Bom dia Reinaldo…

    devo admitir que vc me causa um ponto de interrogação, sinto uma estranheza intensa nas suas palavras, como se estivesse entre duas coisa completamente antagônicas. Mas deve ser só impressão…

    Sim, dei aula no Senac numa parceria com o governo do estado , faz muitos anos, de Design para escolas públicas e adolescentes sem condições de pagar o curso no Senac que é caríssimo aqui em sp. Foi um tempo interessante (2 anos), onde lidei com todo tipo de transgressão adolescente.
    Isso foi decorrente da minha primeira formação, aquela faculdade que agente faz com 17 anos e nem sabe pq. Enfim, hj isso é passado, faço outra coisa.

    Tambe´m vou dormir um pouco… a noite foi loooooonga….

    bjs

  349. Este texto é para você se preparar para o debate que não vai ser pequeno em 2009 porque a quadrilha está se sentindo acuada, e totalmente louca com a proximidade do final da boca livre, o único debate eficiente com esquerdistas é aquele que não consente em ficar preso nas regras formais num confronto de argumentos, mas se aprofunda num desmascaramento psicológico completo e impiedoso. Provar que um esquerdista está errado não significa nada. Você tem é de mostrar como ele é mau, perverso, falso, deliberado e maquiavélico por trás de suas aparências de debatedor sincero, polido e civilizado. Faça isso e você fará essa gente chorar de desespero, porque no fundo ela se conhece e sabe que não presta. Não lhe dê o consolo de uma camuflagem civilizada tecida com a pele do adversário ingênuo.

  350. Cuidado com as comemorações vamos ficar de olhos abertos, porque a QUADRILHA está a solta e não podemos dar-lhes muito espaço.

    Vou dormir, a festa foi digna de um capitalista, direitista e anti-petista.

    Até mais tarde, e Feliz Ano 2009 para todos, logico menos para petramulambos estes quero mais é que vão lutar em Gaza com o Mulla.

  351. Nina

    Ontem a noite, assisti ao filme do Michael Morre, juro, não tinha visto antes. Fechou meu ano. Volto prá comentar assim que eu acordar.

    Sandra,

    obrigada pelas orações, chamar energias, vc é uma querida, as vezes eu acho que vc é tão altruísta que eu fico pequena, sendo exatamente o seu oposto…

    Vamos tomar café mais tarde…..

    bj

  352. A dor é um estado de embriagues.
    Tem gente que acostuma com ela,
    não sabe viver sem ela.
    Neste ano vamos ser abstêmios.

  353. Nina

    Michael Moore, foi o que eu quis dizer

    digitação com dedo quebrado
    péssimo portugues
    e agora ainda mudou tudo, tô perdida

    ah língua mãe te voglio tanto bene…

  354. Sandra

    Feliz 2009 a todos!

  355. Tene Cheba

    Abstêmios nesse mundo de Deus, impossível, não dá para segurar todas as porradas sóbrios, é quase uma necessidade das vísceras, das entranhas confusas, o banho que desinfecta.
    Temos que perder o equilíbrio vez ou outra, passar a vida tomando suco de laranjas, é muito entediante, monótono, seco.
    Bom, tem o cafezinho, tem o chá, tem a nicotina, tudo bem misturado, metabolizado, deve provocar algum suspiro. Não, não dá para manter a permanente nitidez, as sobreposições esmagam o seu conteúdo telúrico.O dia está lindo por aqui.

  356. Sandra

    Reinaldo, as PORRADAS do Gerald são intelectuais, de altíssimo nível, daquelas que nos fazem pensar na vida e enxergar nossas falhas.

  357. Sandra

    Beijos em todos! Vou chamar boas energias para nós!
    Até mais tarde!

  358. Tene Cheba

    Como é que esses caras se viram no Iraque? Lá, devido a cultura, não deve existir prostituição, talvez um ou outra consiga furar, heheheh, o bloqueio cultural, mas a maioria, creio que não.Com 140 mil soldados estacionados no Iraque, isto deve ser um problemão. Uma das cenas que mais gostei em Apocalipse Now, foi a do show das coelhinhas para os soldados americanos, os caras partiram para cima destas, foi uma sequencia impressionante, psicodélica, mostrava a fúria dos soldados.Muito boa.

  359. O Vampiro de Curitiba

    Pois é, 2009 chegou!
    E chegou com Guerra, com crise, com incertezas…
    A vida é essa mesma, não há outra. Que venha, então, 2009! Venha completo, integral, absoluto. Que a guerra se dê entre soldados, que estão na linha de frente para isso mesmo: matar e morrer. E não entre mulheres e crianças. Que se dê a Guerra com coragem e hombridade, não com terrorismo e covardia.
    No mais, desejo a todos do blog muita luta, movimento, insegurança e caos!
    Paz, harmonia, estabilidade são para corpos em repouso, e isso é a morte.
    Desejo a todos vida, muita vida, do jeito que ela é!!!

  360. Lilian

    Lindo Vamp.

  361. Nina

    Bom…. sorry, but,

    Cuba festeja nesta quinta-feira o 50º aniversário de sua revolução, com o líder Fidel Castro afastado do poder

    01º de Janeiro de 1959
    ulgencio Batista renunciou ao cargo de presidente de Cuba e fugiu do país quando guerrilheiros revolucionários, liderados por Fidel Castro, entraram na cidade de Santiago de Cuba.

    Dizem que é uma boa hora para mudanças. Segundo a Folha, Muitos são os que acreditam que o país está imerso em uma grave crise. A agricultura não produz, nas empresas trabalha-se pouco, a corrupção aumenta, o poder aquisitivo está no chão e a emigração de jovens aumenta diariamente..
    A população, por sua vez, se manifestou com toda a clareza no 1,2 milhão de críticas ao funcionamento do país apresentadas em um debate nacional em 2007, organizado pelo próprio Raúl Castro e do qual participaram 5 milhões de cubanos.

    Os intelectuais escolheram a internet. A página espanhola Kaosenlared se transformou no centro da polêmica. Ela recebeu centenas de propostas para transformar a realidade cubana, e os internautas da ilha e do exterior promovem discussões em fóruns interativos. Vale a pena vivtar a página, como disse Thomas ontem: vida longa a Internet.

    Ano passado estive em Cuba, um sonho antigo, conheci um homem que trabalha num centro metereológico e tem acesso à internet com facilidade, coisa difícil para a maioria da poulação pobre de Cuba. A elite acessa Internet de casa, sim.. a Elite….

    Mas o motivo pelo qual estive lá, não só sonho, foi estudar um sistema de atendimento de emergência desenvolvido em Cuba. Quem pagou toda minha viagem? o Estado, (morra Collor!)

    Hoje este piloto é realizado em alguns estados do Brasil, com grande importância, muitos reflexos, e para mim, grande a quisição para a saúde mental em geral.
    Claro, falta tanto…. mas…

    O primeiro livro que eu li, muito garota,não foi o Peueno Principe, foi: Fidel e a Saude, presente do meu avô. Talvez tenha feito grande diferença em minha vida, escolhas, etc… e foi o fechamento de um luto estar em Cuba estudando saúde no ano passado. Muito importante e emocionante para mim.

    Sou latina, sou latino-america… minhas raízes são o sol, como o que está em sp hoje, lindo 40º graus. Gosto da história da América Latina. Estive no Chiele também, e tanto vi, tanto aprendi, a ditadura…

    Engraçado, em Cuba fui chamada de “branquela que baila”, e talvez estejam certos, sou loira, branca, descendentes de europeus, com um nariz estranho (teria que perguntar pra meu outro avô espanhol, com que judia ele andou… mas ele está morto). No entanto, tenho ligações fortes com as terras latinas. Este ano ia para o México, outro sonho… mas o destino quer que eu vá para outro lugar. Estou feliz por isso.

    Confundo a língua italiana com o espanhol com extrema habilidade, é uma merda… Leio e escrevo inglê, mas não falo… Meu silêncio quanto a língua inglesa é caso de análise… Nunca me interessei, sempre achei uma língua horrível.

    Bem, 50 anos de Revolução Cubana.

    Quando quiero bailar yo me voi a mi zona, para Havana yo me voi…..(salsa + hip hop delos Orishas de Cuba)

    …. e 71% da população israelense apoia as ofensívas na faixa de gaza…..

  362. Nina

    No estilo Sandra, estive pensando essa noite, por motivos absolutamente absurdos e particulares:

    Se Freud estivesse vivo, ele seria:

    A – maquiador
    B – rabino
    C – Pai de Santo, com charuto e tudo
    D – neurocientista da Paulista de Medicina em sp
    E – Psicólogo de RH
    F – síndico de prédio

    ?

  363. Queridos amigos …

    O ‘DEUS” QUE EXISTE EM MIM … SAÚDA O ‘DEUS” QUE EXISTE EM VOCÊ – QUE EU GOSTARIA … EXISTISSE EM TODOS NÓS!

    – …” A vida é um assombro contínuo; uma contínua bifurcação do labirinto …” Jorge Luiz Borges (ih, Reinaldo! rs)

    REINALDO PEDROSO: Bem vindo ao “clube dos queridinhos de plantão”!!! E todos nós somos queridinhos uns dos outros aqui, com ou sem embates verbais – “maravilha dos deuses”!!!

    TARGINO: Você “arrasou” com … “Sabe por que estou aqui”? do dia 31/12/2008 – 11.58hs. “Beleza pura” ou “você é o cara”, como diria a moçada? (rs).

    Você se mostrou um “porta-voz” muito competente de muitos de nós … Deu um “show” de sensibilidade. Como “exato” você é um excelente “humano”! Devem ter percebido; imagino que todos tenham observado o seu lado “exato-humano-poético-de-ser”!

    “Ateu não mata criancinha, adultos, velhinhos”… Muito obrigada pela parte que me cabe – a do ateísmo!

    2008 se foi e 2009 chegou … Fico pensando … O que é o tempo,
    senão, essencialmente, o nosso “agora”? Passado e futuro existem apenas em nossa memória e, desprovidos dela, sem o nosso “tempo presente, do agora” … nada temos. É ou não é assim que a a nossa mente funciona?

    Ok! Esqueçamo-nos dos “acidentes de percurso” (as várias paranóias “dessa vida”) e do “alemão que é uma ameaça ao nosso futuro” – estou falando do Alzheimer, minha gente (rs)!

    Por falar nêle, será um “castigo ou uma benção” a, muito provàvelmente, nos contemplar o “alemão” com a velhice”???

    Lembramo-nos do passado … Elaboramos projetos, planos, metas … para o futuro. Conseguimos essa “proeza” simplesmente porque estamos vivenciando o “agora” …
    Elementar, essa constação? Concordo.

    Passei um “reveillon” comovente – acho que o mais emocionante de toda a minha vida – de todo meu tempo vivido.. Reunidos, na casa de amigos, quebramos a tradição nossa de viajar nesse período de ôba-ôba total das “festas” de fim-de-ano.

    Um grupo de 20, 30 pessoas, reunidas para celebrar o “Dia da
    Confraternização Universal”! Muita, muita “comidinha”, bebidinha, música e fogos de artifício … “Tudo” muito bonito …

    Impressionante … Uma “turma” de senhores, senhoras e jovens
    muito bem situados economica e financeiramente falando.
    Gente bem informada, atualizada, culta. Gente … articulada.

    Senhores e senhoras que, cada um à sua maneira de encarar e viver a vida, carrega, sim, as mais diversas “feridas” pessoais,
    profissionais, sociais, etc … “Ninguém é perfeito”, certo?

    Além disso, a “dinâmica da vida” não escolhe idade, cor, status social ou pátria, por mais polemica possa parecer tal afirmação.

    Mas, “somos todos” muito divertidos e brincalhões. Amigos mesmo – de verdade! Nas horas boas e más. Na saúde e na doença; na pobreza e na … Péraí! Sermão de casamento? (rs)

    Agnósticos, ateus, cristãos, judeus … Brasileiros, “judeus e árabes”. Todos … nem sei como expressar o que vi e senti. “A maior saia justa” … Um com medo, receio, de comentar qualquer coisa, por mais banal que fôsse, e “constranger ou ofender” o outro. Percebi, pela primeira vez na vida, que a nossa amizade, a se contar em décadas … estava comprometida pelo silencio e pelo código de ética auto-imposto a cada um de nós.
    Motivo dêsse “trê-lê-lê” todo? O “final” de 2008 … Gaza. Palestinos. E???

    Abraços … Muito choro e … emoção profunda, refletida, experimentada, reprimida e liberada nos cumprimentos de boas vindas ao novo ano. Vi homens chorando, compulsivamente, abraçados a seus amigos e familiares, seus “irmãos”. Irmãos…

    São Paulo tem a segunda maior comunidade judaica do mundo, em termos numéricos e populacionais. A árabe também é muito expressiva, aqui. Vivem em paz!!! Convivem … “na paz”!

    Vamos “juntar esse povo amigo” e que vive em paz, aqui em São Paulo – uma das maiores metrópoles do mundo – para um movimento “PRÓ PAZ”???

    Brasília, ontem e … foi “feio o protesto dos árabes em frente ao
    Consulado de Israel”. Policiais foram forçados a “acalmar os ânimos” por lá …

    Beijos e abraço meu – dessa amiga que jamais, em tempo algum, vai desacreditar do “Deus” que existe dentro de cada um de nós, com ou sem as “mazelas dessa nossa dinâmica de vida, porque vida … sem essa “dinâmica” não é vida vivida!

    Amo vocês!
    Susan judia

  364. Mau

    PARECE TEATRO

    Ao mesmo tempo que mostra bombardeios em Gaza, mostra-se os malditos borbardeios de fogos de artifícios. Todo ano a mesma merda. Guerra inutil que não resolve nada. Fogos de artificio brindando mais um ano velho. Muitos deuses e feriados santos.

    É PATÉTICO.

    Detesto fogos de artifício. E detesto essas guerras de merda promovidos por engravatados sejam quais forem as religiões. Dá tudo na mesma merda. Um deus (humano) ” filha da puta” gozando com sangue humano.

  365. Headline deste website hoje sobre a festa de confraternizacao e celebracao pelo comeco de um novo ano:

    “Três pessoas foram atingidas por balas perdidas durante o réveillon na Praia da Copacabana, na zona sul da capital fluminense. A Polícia Militar (PM) informou que as ocorrências foram registradas entre 0h e 1h de hoje.”

  366. Oi, GT e pessoal. Essa tem tudo para ser a primeira polêmica do ano!

    Blog do Edson Lima
    Kit Gay
    Categorias: Comportamento
    Tamanho do texto:

    Esta realmente é uma novidade. A informação é de Cláudio Humberto.

    “O Ministério da Saúde fará licitação neste segunda-feira para comprar 15 milhões de sachês-gel para distribuí-los com a comunidade gay. O governo acha que a distribuição de lubrificantes “reduz danos” e doenças decorrentes das relações sexuais anais”.

  367. Tene Cheba

    2009, o penúltimo ano do governo PT-Lula, só por isto 2009 será muito melhor que 2008.

  368. Geraldo

    A conclusão que chego disto todo é :”que sempre somos todos primitivos em nossos tempos”.
    Vamos guardar as lembranças dos anos velhos boas ou mas e tentar fazer um ano novo melhor.
    Feliz Ano Novo a todos.
    Feliz 2009.

  369. Ekran

    welcome back to paradise:
    The Evil Behind the Smiles
    http://www.nytimes.com/2009/01/01/opinion/01kristof.html?hp

    Slavery persists for girls jolted with electric shocks so they smile for sex tourists

    Sex trafficking is truly the 21st century’s version of slavery. One of the differences from 19th-century slavery is that many of these modern slaves will die of AIDS by their late 20s.

    Whenever I report on sex trafficking, I come away less depressed by the atrocities than inspired by the courage of modern abolitionists like Somaly and Sina. They are risking their lives to help others still locked up in the brothels, and they have the credibility and experience to lead this fight. In my next column, I’ll introduce a girl that Sina is now helping to recover from mind-boggling torture in a brothel — and Sina’s own story gives hope to the girl in a way that an army of psychologists couldn’t.

  370. Tene Cheba

    A chuva agora cai por aqui, pancadas de verão, mas não sinto o cheiro da terra, pouca terra exposta, quase tudo impermeável.
    A chuva é um fenômeno isolante, tenho certos traumas devido a chuva, sempre tive medo da sua intensidade.Provavelmente, devido a algum filme sobre a Arca de Noé que eu assistir quando pequeno, que provocou este efeito.Mas a chuva e seus trovões, me deixam tenso.O Ser Humano é engraçado, não relaxa nunca, não sabe flutuar, estranhas configurações do meu confinamento.Estamos sempre, de alguma forma confinados, sempre atados ao chão.

  371. Sandra

    Nina, AMEI as opções Freud-2009!!!!

  372. Sandra

    Que lindas mensagens de Ano Novo!!!

  373. Sandra

    VENHA, 2009!!!!!!!!!!!!!
    ESTAMOS PRONTOS!!!!!!!!!!!!!

    “Tudo ainda é tal e qual
    E no entanto nada é igual
    Nós cantamos de verdade
    E é sempre outra cidade velha”

    (Os mais doces bárbaros – Caetano Veloso)

    BEM VINDO!!!!!!!!

  374. gthomas

    Ola todo mundo

    inacreditavel nao eh?

    2009

    Pronto!

    Li umas mensagens do Reinaldo (como eh mesmo?) (pedroso, pode ser? ) perguntando se bato na Sandra. Que loucura! Sandra: eu bato em vc?

    ha ha! Que doideira. As vezes acho esses comentarios um delirio.

    Bem, faltam 19 dias pra POSSE de OBAMA,

    e um novo artigo esta pra sair conectando os BRILHANTES discursos de tres filmes bastante antigos: mas nao vou dizer quais
    sao…agora….

    Triste: um amigo desapareceu na Suica, Zurich,,,

    BENVINDOS a 2009,
    espero que nao o mesmo que 2008.
    Meet the new Boss
    NOT the same as the old boss

    LOVE
    G

  375. Nina

    Sandra, amou mas não optou.

    Vamos: A, B, C, D, E ou F

    Prá dizer bem a verdade, 2009 será um ano complicado prá mim, uma mudança radical está por vir, e 2008 foi um ano de perdas, como já disse. Não curto esse negócio de Feliz ano novo mais… aqui vão meus dois desejos para 2009:

    1 – morar na prai (qualquer uma menos as do sul do br)
    ou
    2 – conseguir um emprego de educadora de orangotangos na Indonésia (isso existe, é real, e meu desejo verdadeiro)

    quem sabe….mesmo sendo agnóstica, algo pode acontecer…

    bjs

  376. Nina

    detectado comentário repetido, parece que vc já disse isso, que saco! 8 vezes?

  377. Sandra

    Até no cantor e na musica voce acerta mulher.

    (Os mais doces bárbaros – Caetano Veloso)

    Se vivessemos em um pais Arabe me casava contigo linda

    Beijos colloridos.

  378. Nina (yes we can)

    Well life has a funny way of sneaking up on you
    When you think everything’s okay and everything’s going right
    And life has a funny way of helping you out when
    You think everything’s gone wrong and everthing blows up
    In your face

  379. Ivo Veiga

    Gerald e pessoal, de volta, feliz 2009 a todos, Gerald eu também fui gozado por esse tal de Reinaldo Pedroso, deixo aqui um recado a essa besta.
    O reinaldo voce não é “caro” porra nenhuma e prá voce sou Coronel Veiga, viu imbecil.
    Ivo Veiga
    PS aos seres normais do blog minhas simpatias.

  380. Sandra

    Gerald, suas únicas e maravilhosas porradas são seus magníficos textos e peças!!!!

  381. Oi, bem-vindos a 2009!

    Outro dia vi uma lista de perguntas que foram feitas a Marx.

    Uma era: quem é seu grande herói?

    Kepler

    E heroína? Gretchen

    Inacreditável! Parecia blognovela!

    O grande problema é que o Marx abriu para o autoritarismo com a ditadura do proletariado, a idéia de que um grupo poderia mandar na maioria e conduzi-la ao gozo socialista.

    O PT pegou isso: o grupo que quer nos conduzir ao modelo chinês é o do Lula!

  382. Sandra

    Collorido, meu coração, apesar de ter dono, tem lugares de honra para grandes amigos! Feliz 2009!

  383. Sandra

    Gerald, como assim, desapareceu?

  384. PS: o Gabeira estava certo: O PT quer (queria?) autoritarismo político com liberalismo econômico: modelo China, exemplo de Deng Xiaoping: Zé Dirceu.

    Li numa matéria sobre Lula e imprensa que ele está otimista porque agora “tem uns trezentos blogs” que debatem o que saiu na mídia. Diogo Mainardi, ele confessa que nunca lê. El diz q não vai a blogs.

    Sobre Stoppard: dizem que suas peças não viajam bem. Mesmo assim, torço para que dê tudo certo com o Transvesties com o Caetano Vilela. Eu vi o filme Rosencratz e Guildenstern, li a peça e gostei. Mas dizem que, quando passam as imagens de Hamlet mesmo, o inglês elisabetano se choca com o inglês coloquial e moderno de Rosencratz e Guildenstern: não notei isso…

  385. Ilse

    Feliz 2009 para todos .
    Continuará valendo para sempre o “Imagine the people…” de Lennon

  386. Sandra

    Nina, eu ficaria na maior culpa submetendo Freud a um processo de castração, limitando suas escolhas.

    Minha consciência – Quanta bobagem! Pare de falar sobre o que você não entende!

    Eu – Toda essa violência verbal só pode ser sublimação da fase oral!

    Minha consciência – Por que será que lingua não tem osso? Você pensaria muito antes de falar bobagem.

  387. Sandra

    Beijos em todos!
    Gerald, espero que tudo fique bem com seu amigo!

  388. Tene Cheba

    Por alguma razão também, 70% dos americanos já aprovaram a invasão ao Iraque.
    Apesar que para o Iraque, as razões eram muito mais significativas.
    Hugo Chaves, declara que a Revolução Cubana libertou a América, foi a semente que germinou a grande árvore do socialismo. Este neo caudilho se esquece da multidão presa, por crimes de opinião, dos mortos fuzilados, ou da fome que campeia naquela ilha maravilhosa, cheia de energias amargas.
    Mas o retardado guevarinha, não enxerga mesmo muita coisa, tal como o Lula paz e amor.

  389. …..pi,…………pi,……………..pi,…………………….pi,……………………pi,………………..
    ………………………….pi,……………….pi,……………………pi,……………………………..
    …………………………………diréto do telégrafo da Isaura………………………..
    …………………” FELIZ 2009 PARA TODOS AQUI DO BLÓG DO
    ………………….. ……………………….GÉRALD ……………………………………………..THÔMAS…”………………………………
    …………………………………………………………………………………………………………..
    ……………………………………….MUUUUUUUUITA,………………… …………………………………….SAÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚDE,..
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………………………………………….POIS o résto,………………………………………..
    …………………………………..a gente córre atrás….!!!
    …………………………………………………………………………………………………………

  390. Ekran

    nada tão facil, nada tão simples:
    http://www.haaretz.com/hasen/spages/1051852.html

    Poll: Most Israelis support continuing Gaza military op
    By Yossi Verter, Haaretz Correspondent, and Haaretz Service

    A decisive majority of respondents support continuing the army’s air campaign against Hamas targets in the Gaza Strip without endangering the lives of Israel Defense Forces soldiers in a ground offensive, according to a Haaretz-Dialog public opinion poll.

    Only about 20 percent of respondents support expanding the operation into a ground campaign – about the same proportion that supports an immediate cease-fire.

  391. Ekran

    nada tão facil, nada tão simples:
    http://english.aljazeera.net/news/middleeast/2009/01/20091117737115874.html

    B’Tselem questions Israeli account of attack
    The Israeli military says it bombed a lorry which Hamas fighters were loading with rockets on Monday.

    But an Israeli human rights group says civilians were killed as they tried to protect their goods.

    Al Jazeera’s Hoda Abdel-Hamid talks to a Palestinian who says the vehicle was his and that it was being loaded with gas canisters by his family.

  392. Ekran

    nada tão facil, nada tão simples:
    http://www.ft.com/cms/s/0/13ee30ee-d66f-11dd-9bf7-000077b07658.html

    Eis as perguntas que o Financial Times tentou responder como “new year resolutions” para o ano de 2009:

    (todas de viés financeiro, como faz parte da lógica do editorial do FT, incluindo os recentes ataques a Gaza.
    “Money makes the world go around”)

    ( o item #16 me deu calafrios…os bombardeios em Gaza seriam um “ensaio geral” para algo maior contra o Irã?)

    1. Will the recession end in 2009?
    2. Will China revalue its currency?
    3. How far will central banks go?
    4. Will the banks be taken over by the state?
    5. What will equities do?
    6. Will oil end the year above $40 a barrel?
    7. Will London remain a leading global financial centre?
    8. Will there be a UK general election in 2009?
    9. Whose reputation will be made in 2009?
    10. Will Obama’s New Deal work?
    11. Will Mugabe go in 2009?
    12. How many US carmakers will survive?
    13. Will the US lift the embargo on Cuba?
    14. Will Israel and Palestine make peace?
    15. Will Kim Jong-il keep hold of the reins of power?
    16. Will Israel or the US bomb Iran?
    17. Will scientists create artificial life?

  393. Sandra

    Se não ficou claro, NÃO! O GERALD NÃO BATE EM MIM!

    Aguardo outro belíssimo artigo, Gerald! Arrase!

  394. Ekran

    nada tão facil, nada tão simples:
    http://www.forbes.com/home/2008/12/16/obama-anti-american-oped-cx_mk_1216kaminski.html

    (America, a musa do seculo XXI, no divã, em crise de meia idade…)

    The departure of George Bush will change the mood music in America’s relations with the world, but–here’s the heartbreaker for our romantics–it won’t change how most people see America. Because, for “anti” masses, it’s not really about us; it’s about them.

    In this huge and diverse church that groups together the wacky nationalists from Turkey, China and Russia, Western Europe’s racist xenophobes and neo-Marxists, the Islamists and other crazies, various stripes of Latin Americans, and everyone in between, America is a useful enemy to nurture. There’s never been any good will there. Hence no one should hold their breaths for any forthcoming.

    . . .
    What’s puzzling is that we care this much what these people think. Like a teenage girl at a new school, Americans desperately want to be liked. Last year, on the eve of the 3/11 train attacks anniversary, former Spanish Prime Minister José María Aznar told me that power makes America, the Rome of our times, a target of so much criticism. His message: It comes with the territory; get over it. The other day in London, the historian Andrew Roberts remarked, “We didn’t give a toss what anyone thought when we ran the world.”

    Fair points both, I think. Yet America is different from those past empires, and I find our thin skin winning–to a point. The place attracts the hatred of assorted masses from London fine-dining table to the caves around Tora Bora because it is attractive at so many levels and isn’t self-consciously a global Empire (which enrages some people even more). Our iPods, Harvards and Stanfords, Tiger Woodses and Michael Phelpses, Beyoncés and Philip Roths all constitute American power along with the dollar and the military.

    . . .
    Barack Obama may offer that a “new dawn of American leadership is at hand.” But he and his electoral success are products of a culture of near limitless possibility that was here from the founding of the Republic; something always envied and admired by others. For better and for worse, that won’t change.

  395. Ekran

    nada tão facil, nada tão simples:
    http://www.chinadaily.com.cn/2008-12/19/content_7320302.htm

    (China, a velha musa do oriente, após botox e lipo, em crise de vaidade…)

    We’ll forge ahead with reforms: Hu
    By Zhu Zhe (China Daily)

    The nation will press forward with the reform and opening-up drive and socialist system, which in the past 30 years transformed its economy into the world’s fourth-largest, President Hu Jintao said on Thursday.

    Hu said the country must focus on economic growth and social stability, adding that China should learn from the best of political civilization of human society and not blindly copy the model of Western political institutions

    “We must adhere to the Party’s leadership and continue developing socialism with Chinese characteristics.”
    . . .
    “We must earnestly implement various measures to further boost domestic demand and promote economic growth, properly deal with the global financial crisis and other risks from the international economy, and do our best to maintain relatively fast and stable growth.”
    . . .
    By last night, thousands of netizens had left comments on the meeting and Hu’s speech on major news portals such as sina.com. Almost all of them expressed support for the Party’s leadership and praised the country’s changes in the past 30 years, but some also wanted the country to better combat corruption.

    “My family was too poor to buy me a pair of shoes when I was young (in the 1970s). I could only wear a pair of slippers in the snow,” one entry said. “No one can deny what we’ve achieved in the past 30 years.”

    Another post read: “I fully support what President Hu said today. If the Party can better deal with corruption, then there’s nothing to be worried about.”

  396. Contrera

    pacheco querido
    vc acerta e me acerta. vá atrás de “colin gee” e talvez veja algo em que eu estarei me transformando.
    obrigado por tudo, querido.
    vc está em meu coração.
    beijo
    contrera

  397. Reinaldo Pedroso

    “01/01/2009 – 10:47
    Enviado por: Nina
    Bom dia a todos!
    Bom dia Reinaldo…
    devo admitir que vc me causa um ponto de interrogação, sinto uma estranheza intensa nas suas palavras, como se estivesse entre duas coisa completamente antagônicas. Mas deve ser só impressão…”

    Oi, Nina.

    Não, não é só impressão.
    Antagônicas, sim, mas não excludentes no ser humano, por exemplo.

    “Hay que endurecer, pero sin perder la ternura.”

    Beijo
    Reinaldo

    P.S.- Interessante experiência pedagógica tiveste. Voltarei ao assunto.

  398. gthomas

    O Contrera escreve respondendo pro Pacheco logo acima desse meu comentario, mas (?????) nao vejo ou me lembro de nenhum comentario recente do Pacheco pois sei que a family esta no interior.
    AO QUE SERA QUE O CONTRERA SE REFERE???

  399. Reinaldo Pedroso

    “01/01/2009 – 22:55
    Enviado por: Sandra
    Se não ficou claro, NÃO! O GERALD NÃO BATE EM MIM!”

    Sandra
    Não precisas gritar, ficou claro, sim.
    Reinaldo

  400. Reinaldo Pedroso

    “01/01/2009 – 18:26
    Enviado por: gthomas
    Li umas mensagens do Reinaldo (como eh mesmo?) (pedroso, pode ser? ) perguntando se bato na Sandra. Que loucura! Sandra: eu bato em vc?
    ha ha! Que doideira. As vezes acho esses comentarios um delirio.”

    Para com essa frescura, sabes o meu nome completo.
    Loucura, doideira, delirio… Simplista assim, Gerald?
    What about Harold Pinter?
    Reinaldo

  401. Reinaldo Pedroso

    “01/01/2009 – 20:04
    Enviado por: Ivo Veiga
    Gerald e pessoal, de volta, feliz 2009 a todos, Gerald eu também fui gozado por esse tal de Reinaldo Pedroso, deixo aqui um recado a essa besta.
    O reinaldo voce não é “caro” porra nenhuma e prá voce sou Coronel Veiga, viu imbecil.
    Ivo Veiga
    PS aos seres normais do blog minhas simpatias.”

    Ivo, presta atenção.
    1º- Eu não “gozei” o Gerald, falei sério.
    2º- Precisavas dizer que és coronel.
    3º- Perdeste a “compostura” : besta e imbecil, vá lá. Mas, porra nenhuma, sem nenhum pedido de desculpas entre parênteses para os seres normais, Ivo…
    4º- Tô me lixando para as tuas estrelas gemadas, não sou teu soldado em quem cagas na cabeça do alto da hierarquia que te protege.
    Reinaldo

  402. Reinaldo Pedroso

    “02/01/2009 – 01:42
    Enviado por: gthomas
    Sim Reinaldo Pedroso
    Pedroso
    Pedroso
    Pedroso!
    Happy now?”

    “rsrsrsrs!”
    Reinaldo

  403. Oi, GT.

    Intrigante o texto do Rodrigo. Deveria ser parte da blognovela. Confiram esse blog de um nietzschiano amigo meu que pintou Nietzsche olhando para nós com olhos tristes e Antígona e Ismênia. Ele entende muito de filosofia e cultura alemas, Nietzsche especialmente:

    http://alexandrehreis.blogspot.com/

  404. Abertura do blog acima:

    “Aproximai-vos, aqui também habitam os deuses!” Seletos deuses que sobreviveram… conversam conosco diariamente! Teria o riso das comédias sufocado o esplendor e a força dos deuses cruéis e maravilhosos cultuados pelos antigos gregos? Em pleno século XXI os deuses vivem… ou… se isso não é visível…. tratemos logo de criar tais visões encantadas do mundo! Este blog é um convite a um bate-papo, Eu não ousaria me afastar do politeísmo de nossa cultura tão diversa.

  405. Contrera.

    Estamos em 2009.
    Você talvez não avalie o quanto minha vida mudou em 2008. Nem poderia. Eu mesmo ainda não sei. No novo caminho e opção que escolhi até o momento estou indo bem e feliz.
    E estou relatando o fato para dizer que sua influencia e foi somatório na decisão.
    Consultei Collin Gee no Google (no bom amigo Google) e entrei no teu blog.
    Que maravilha!Sou alguém para Contrera . Portanto existo.
    È disto que falo.
    Sejamos todos collin gee.
    Tenho sido em certos momentos.

    Obrigado.

    Pacheco.

  406. gthomas

    Pacheco vc esta ai!!!!!
    te mandei email
    espero que tenhas recebido
    vc e Luiza,
    Happy new year
    LOVE
    G

  407. gthomas

    Sim Reinaldo Pedroso
    Pedroso
    Pedroso
    Pedroso!

    Happy now?

  408. Ivo Veiga

    Fábio e Pacheco, satisfeito em saber de seus retornos, estavam fazendo falta.
    Abraço aos Amigos
    Ivo

  409. gthomas

    Ou seja……

    Nizar Rayan, um dos líderes da ala mais radical do Hamas, foi morto com pelo menos quatro pessoas na casa onde vivia com uma de suas quatro mulheres, em Jabaliya, no norte da Faixa de Gaza, acrescentaram as fontes.

    Rayan é o mais alto responsável do Hamas morto por Israel desde o início de sua ofensiva contra o movimento islâmico em Gaza, sábado.

  410. Gerald.

    Vamos dizer da seguinte maneira:

    O homem que usa chapéu panamá me recomendou o Gerald e o Gerald me recomendou o Contrera

    E fazendo estas três bases eu terminei o ano e inicio o ano não cometendo nenhum strike.

    Estou com genro, filha e a trio ternura (meus netos) em Belmonte.

    Sofrendo de felicidades.

    Obrigado.

  411. Amigos (as).

    O tal de pedroso tanto insiste que nem percebe que já conseguiu seus quinze minutos de fama.
    Porra meu confundir e aventar a possibilidade de que o Gerald realmente estivesse batendo ou dando bordoada na Sandra é burrice atestada ou ato deliberado para chamar atenção.
    Salve este maravilhoso blog onde assim como na Arca de Noé entram inclusive os asnos.
    Quantos entrarão este ano?

    Obrigado.

    Pacheco.

  412. Ivo Veiga.

    Alegra-me tua presença.
    Desgosta-me dares importância ao tal de pedroso.
    Dizia no passado o colunista Sued:
    -Os cães ladram e a caravana passa.
    Na minha modesta opinião é o único comentário adequado ao citado pedregulho.

    Fábio PIPIPI.

    Bem-vindo. Sentimos tua ausência e nos alegra teu retorno.
    No meu entender o blog fica incompleto sem o mais querido adversário (em minha opinião) que faz parte do time.

    Abraço e obrigado em dose dupla.

    Pacheco.

  413. Águia do Sul

    LuLuciana, ao voltar hoje ao Palco das discursões, foquei muito satisfeito e diria até perplexo, por ter recebido, uma resposta de GT e 4 intervenções da sua parte. Mesmo discordando de você, muito obrigado. Apesar de não levar muito em conta a sua cega paixão por Gerald Thomas, aprecio suas colocações. Com, certeza, não sou dramaturgo ou coisa que o valha. Respeito muito opiniões diversas, e isso chama-se DEMOCRACIA.
    Em nenhum momento tive a intenção de generalizar o radicalismo dos Palestinos e nem também dos Judeus. Em relação aos nossos judeus e palestinos e tantas outras raças que vivem no NOSSO BRASIL, não os distingo pela raça, cor da pele ou religião, até mesmo se são ateus, pois para mim todos eles são BRASILEIROS! No meu ponto de vista essa guerra imbecil que acontece naquele minúsculo ponto da Terra, é apenas por incentivo do Governo Americano, que não quer perder o seu ponto estratégico, a pena que eu sinto é que lá o povo judeu ainda não percebeu no barril de pólvora que estão se metendo, pois quanto mais eles matam os vizinhos, mais ódio eles arrumam, e do jeito que as coisas andam, infelizmente venham a ter saudade do tempo do holocausto. Tudo porque lá, eles estão jogando o jogo dos outros. E com certeza essa última investida foi para aproveitar os Últimos dias (Graças a Deus) desse neo-nazista Bush. E viva o povo Brasileiro com todas as raças formando uma única raça, A Graça da Raça Brasileira. Das Ninas, das Sandras, das Sonias. dos Ekrans, das Susans, dos Lúcios e também dos Gerald (os) e de você também LULÚ.
    POIS COMO JÁ DIZ UM ILUSTRE FILÓSOFO: NUNCA NA HISTORIA DESSE PAÍS, SE BEBEU TANTA CEUVEJA NAS PRAIA.

  414. gthomas

    Falou Pacheco! Disse TUDO!
    Thanks
    LOVE
    G

  415. Reinaldo Pedroso

    “Seu comentário está aguardando moderação” >>>> Para o Ivo.
    “Seu comentário está aguardando moderação” >>>> Para o Gerald.

    Why?! = Uai?!
    Reinado

  416. Reinaldo Pedroso

    “02/01/2009 – 02:30
    Enviado por: Jose Pacheco Filho
    Amigos (as).
    O tal de pedroso tanto insiste que nem percebe que já conseguiu seus quinze minutos de fama.
    Porra meu confundir e aventar a possibilidade de que o Gerald realmente estivesse batendo ou dando bordoada na Sandra é burrice atestada ou ato deliberado para chamar atenção.
    Salve este maravilhoso blog onde assim como na Arca de Noé entram inclusive os asnos.
    Quantos entrarão este ano?
    Obrigado.
    Pacheco.”

    Pacheco
    Já consegui os meus 15 minutos de fama? Com o teu comentário são 16? Quem te disse que eu os quero?
    (…) “…lá vem porrada! E porrada do Gerald é PORRADA!
    (…) O Gerald bate tão forte assim?, literalmente falando.”
    Literalmente significa “transcrição por escrito, com todas as letras; fiel ao texto original, sem alterar palavra”. Esta foi a acepção.
    Concordo, neste blog entram inclusive os asnos. Estás aqui há muito tempo, Pacheco?
    Reinaldo

  417. Luciana

    Águia, Entendo o seu ponto de vista sobre os Palestinos e Israelenses e concordo contigo em muitos aspectos,só que dentro desta tua linha de pensamento percebo alguns hábitos atávicos a respeito dos judeus.Posso(e tenho certeza que esteja já que não estou profundamente informada sobre tudo o que acontece ou aconteceu por lá) estar muito errada nas minhas colocações, porém tenho certas impressões a respeito de certas intenções embutidas nas opinões a cerda do conflito. Tirando todas as causas e consequências , percebo uma certa tendência de misturar o povo e os que tomam as decisões políticas com tudo o que acontece no mundo.E também de aproveitar e trazer à tona o antisemitismo de volta ao nosso convívio.Foi o que entendi do seu discurso. Mas posso estar equivocada, e por isso se algum momento fui rude nas minhas colocações aproveito a oportunidade para me desculpar pelas minhas opiniões tempestuosas.Sobre a minha cega paixão pelo GT , vejo que não sou a única.Muitos aqui também nutrem uma paixão(não sei dizer se é cega) carinhosa pelo Gerald Thomas.Águia, pergunto-lhe , e não temos motivo de estarmos apaixonados por ele?

  418. Luciana

    Águia, Sou apaixonada sim pelo GT, mas somente pelo seu trabalho e do seu jeito de ser que sinto através do mundo virtual.Fora isso não o conheço profundamente para você dizer que é cega.É cega quando conhecemos alguém pessoalmente ,temos contato ,sabemos todos os defeitos, todas qualidades, convivemos, e mesmo assim somos apaixonados.Mas entendi o tom de brincadeira e achei muita graça. Como poderia definir minha paixão pelo GT?É uma paixão virtual, idealizada, imaginária, lúdica, de uma fã , me vejo assim .É ele que está sob os holofotes não eu.

  419. Luciana

    Pacheco, se não existissem os “asnos” o que seria de você?Quem você e outros tripudiariam?Não fala muito porque sei que no fundo você ama os asnos de coração.

  420. Cristina

    A reação da Life, a rottweiler que mora na minha casa, diante dos fogos de artifício, dá a sensação que algum ascendente dela esteve numa guerra na Alemanha, até o rottweiler alemão tem trauma atávico de guerra. A Alemanha se livrou da guerra e do exército através de imposição externa, hoje em dia o alemão não é obrigado a prestar serviço militar e o israelense é. Einstein já evidenciava que o problema não é o nacionalismo, o problema são as Forças Armadas. Os alemães se livraram das guerras quando se livraram do Exército, com o Japão aconteceu o mesmo.
    O trauma de guerra tem cura? A gente consegue extinguir o passado de nosso inconsciente? Meus antepassados vieram para o Brasil nos séculos XVIII e XIX, a memória de guerra é longínqua, a Meg, cocker spaniel não se assusta com os fogos e a Life reagindo a uma programação anterior tem muito medo, se esconde debaixo da mesa, atrás da cadeira. Há pensadores que consideram que a agressão no ser humano é um processo inconsciente e herdado, não é herdado de nossa natureza animal, o ser humano é o único animal cuja agressão é voltada para a destruição, é o único que destrói em massa e acha justificativas racionais, Israel acha justificativa racional para usar armas de destruição em massa contra Gaza, o terrorista acha certo se matar e levar uma massa de gente. De onde veio a idéia de se destruir em massa? Trinta anos atrás havia muita lagosta na costeira da Ilhabela, hoje, após um verdadeiro massacre de lagostas, quase não se encontra o animal, acabaram os mariscos. O ser humano se reproduz de maneira descontrolada, alguns biólogos até dizem que se considerarmos que a Terra é um corpo, o ser humano virou uma célula degenerada, o ser humano é um câncer, e talvez a metástase do câncer esteja no Oriente Médio.

  421. Coronel Veiga.
    Nesse blog, imagino eu,
    nos não temos patentes, fortunas, títulos ou honrarias.
    Sobe a asas do Sr. Thomas, nosso Grão Mestre,
    somos todos confrades, discordantes ou não,
    em prol da cultura, da arte, do bem estar da humanidade.

    Esse blog, imagino eu,
    é como um templo japonês,
    para entrar temos que tirar os sapatos
    e nos curvar uns perante os outros.

  422. Luciana

    Corpos soltos no espaço,
    Rostos sem forma,
    Vidas em contínuo morrer
    Sem sentido.
    Sonhos escondidos, enterrados…
    Gritos, sofrimentos e a vida se esvai
    Entre os dedos da indiferença.
    Lapidando os túmulos dos nossos corpos
    Que não conseguem caminhar sem cair
    Na imensidão do escuro do olhar estupefato
    Por sabermos que somos também
    Sonhos que ficarão no ar
    como folhas a flutuar.

  423. Bom dia a todos !!!
    Primeira entrada em 2009, espero que seja a primeira de muitas
    Excelente ano a todos !!!
    bjucas G
    Love
    Ana Luiza

  424. Rômulo Bittencourt Pereira

    Lúcio Jr.

    Oi, GT.

    Intrigante o texto do Rodrigo. Deveria ser parte da blognovela. Confiram esse blog de um nietzschiano amigo meu que pintou Nietzsche olhando para nós com olhos tristes e Antígona e Ismênia. Ele entende muito de filosofia e cultura alemas, Nietzsche especialmente:

    http://alexandrehreis.blogspot.com/

    —————————————————————————————
    —————————————————————————————

    Excelente! Mto bom o blog do seu amigo.
    Exatamente o que venho falando: Educação é tudo!

    Paidéia para todos!!!

    Abs,

    Rômulo

  425. Nina (yes we can)

    “Viver é bom demais
    ninguém vai me prender
    eu não me escravizei
    eu me entreguei à vc…”

    Acabo de acordar e sou prensenteada com o show do Claudio Zolli noo canal Brasil….. maravilhoso Zolli. e ele dança……

    Bom dia a todos!

    Na Ilustrada de hoje tem um artigo maravilhoso do Gerald Thomas, falei maravilhoso de novo, deixa eu encontrar uma palavra mais adequada: lindo!

    Ekran,
    O problema do mundo não é o Iraque, o paquistão, os EUA, a India, a Palestina, o Brasil, nem nada. O problema do mundo é a China. Tento faz muitotempo, não ter sentimentos rins e excludentes quanto a este país, mas a China me intragável em vários sentidos. Já discuti muito, com muitas pessoas sobre as diferenças culturais, mas pra mim é o lugar mais desumano do planeta. Odeio, e me questiono o tempo todo ao dizer isso, mas confesso: ODEIO.

    Pedroso,

    bom dia!

    Realmente o Ivo foi agressivo, bancando o coroné… que feio…
    Mas vc tem que admitir que algo errado contigo amigo, vc tá estranh[issimo, é provocativo e depois sai com uma tipo: mas eu não fiz nada….

    De qualquer forma, tem algo que admiro em suas palavras. O que disse sobre a ambiguidade não ser excludente por exemplo, é perfeito. Enfim, não sei qual é teu time, mas seja bem vindo (da minha parte).
    esse negócio de bater, ninguém mais tem humor aqui???

    SÓ UM TAPINHA NÃO DÓI
    UM TAPINHA NÃO DÓI
    UM TAPINHA NÃO DÓI………..

    estou com problema em meu comp. algo sobre memória virtual ele trava o tempo todo, eu digito e só consigo ver o que escrevi segundos depois. O problema se acentua aqui neste blog, não sei pq. Mas enfim, não estou conseguindo ler todos os comentários… Segunda ele vai ser jogado pela janela e tudo se resolve…

    bjs

    vou ao banco pagar CONTAS …..

  426. Nina (yes we can)

    desculpem pelos erros de digitação, mas só consigo ler o que escrevi depois de publicado
    comp com problema + dedo quebrado = que merda!

  427. Luciana

    Ano Novo mas as farpas continuam as mesmas.

  428. Sandra

    Reinaldo, eu não grito, eu projeto a voz.

  429. Nina (yes we can)

    Pacheco!
    Fábio!
    estava com saudades…

    que bom ler vcs aqui.

    Cadê o Everaldo? Ever….. saia já da onde se meteu… o ano já começou…

  430. Nina (yes we can)

    Cris Bela,
    li seu comentário e tenho que te dizer umas coisas, mas agora, não dá, volto mais tarde para conversarmos sobre isso… belo coentário

    Sandra…
    projeto a voz foi boa… heheheheh
    parem com isso, estão encurralando o rapaz….
    eu projeto também, mas não a voz, várias outras coisas

    bjs meninas

  431. Sandra

    “o ser humano é um câncer, e talvez a metástase do câncer esteja no Oriente Médio”

    Discordo, Cristina. Somos parte do equilíbrio desse universo como todos os seres. Amo os povos do Oriente Médio, e rezo para que, um dia, eles canalizem sua paixão para as artes. Mas, como diria Caetano Veloso, “it’s a long way”!

  432. Mau

    CRISTINA…

    OS CÃES ODEIAM ESSAS MERDAS DE FOGOS DE ARTIFICIO.

    MINHA PASTORA ALEMÃ DETESTA, TALVEZ A TATATARAVÓ DELA TENHA ESTADO NA ALEMANHA NAZISTA E OUVIU AS BOMBAS CAÍREM E DESTRUIREM BERLIM.

    MAS EU SEMPRE DEIXO ELA PERTO DE MIM E ELA FICA TRANQUILA.

  433. Oi, GT e pessoal.

    Então meu pau-durismo mineiro é herdado de judeus?! E o pão de queijo? Foi trazido juntamente com o código redondo da Skol do planeta Saturno a partir de Varginha?

    O Tene vai escrever os Monólogos de Varginha?

  434. PS: obrigado Rômulo!

  435. Thiago P.

    Voltei

    depois de muito tempo, acho que a última vez foi no kepler, the dog. voltei a este dominio. Andei dando umas espiadas, mas só de leve. Tava de saco cheio, achando tudo inutil, sem sentido. Pura egotrip. Mas tudo é sem sentido mesmo.

    Que venha 2009, tudo muda para continuar como está…

    cuidado com a “pedra” no meio do caminho

    cheers

  436. Thiago P.

    Israel X palestina

    o que mais resta dizer…nada eu creio
    tá todo mundo errado…judeus, sionistas, muçulmanos palestinos, o hamas a ONU(só faz merda!!), os EUA, a UE (que não faz nada) a porra toda…espero que o OBAMA consiga um novo acordo de paz, que os EUA tenham a partir de agora uma postura mais equilibrada nesta questão.

    cheers

  437. Ana

    Sandra, também sou da turma do “amo o mundo todo”, mas juro que não consigo pensar no povo do Oriente Médio canalizando nada para a arte. A arte também é feita de algo que eles não conhecem. Uma espécie de derradeira negativa sobre tudo o que está aí, incluindo a paixão. O artista é, no fundo, um desapaixonado (e correspondido) por si mesmo. Mas é mais que isso. É uma espécie de olhar de desdém para as brutalidades humanas, e a paixão pode ser uma brutalidade. Aliás, é. Invade, arde, e etc como cantou Djavan (meu deus, cadê o Djavan?).
    Em todo caso, consigo ver eles todos no futuro (mas bem no futuuuuuuuro) sendo o berço da sabedoria mundial. E tá bom, né?
    beijo

  438. Ana

    Sandra Ct: afinal massa sovada, cresce de forma mais equivalente.

  439. ………………………………………….oi,..gentém….!!!………………………………………….
    ……………………………………………………………………………………………………………..
    ………….Como foram de passagem de 2008 prá …………………………………………….2009..???…………..
    …………………………………………………………………………………………………………….
    …..Apesar de eu estar correndo quase todo dia,…e já perdí 11 …………………………………………………..kg,…..
    ………………………..eu comí,….uma tórta AFRICANA,…… (.pequena..claro..),………………
    ……………………………..inteirinha…..!!!……………………………………………….

    ……………………………………….Éla é de chocolate,..
    ………………………ou melhór,…de CACAU com duas camadas
    …………………………………….. de BABA de moça,…
    …………………………..e uma cobertura de CLAGE de
    ……………………………….chocolate meio amargo,….
    …………………………..HUUUUUUUUUUnnnnnnnnnn..!!!
    ………………………………………………………………………………………………………..
    …..no outro dia eu parecia um LOCO,….correndo na avenida,…….
    ……………..prá perdê as “calorias..”,……….mas valeu…..!!
    ……………………………………………………………………………………………………..
    ……..Ivo,….tava com uma puta saudade de você também….!!!
    …………………………………………………………………………………………………….
    …….Geppeto,….de você também……achei que você estivésse
    ………………..navegando…..!!??
    ………………………………………………………………………………………………………
    ……enfim,….de todos,…da sandra,..da benazzir buto,…nina,
    ..glórinha,..ana luiza,….everaldo,…e o carlão,…que sumiu também.
    ………………………………………………………………………………………………………..
    …………………………………..vô almoçá,..e chá fólto….!..tá…!
    …………………………………………………………………………………………………………

  440. Ana

    Gerald, o que tem de mais no fato de Pinter idolatrar Beckett a ponto de copiá-lo? Ah, se todo nosso mal fosse apenas esse…

    Fico pensando – depois de muito tempo fazendo o contrário – que talvez Freud esteja certo e tudo nasce e morre na pulsão sexual (ele tá certo) (somos, todos nós, prova disso). Sendo assim, alguma coisa está errada onde há guerra e desavença. Alguma coisa também está errada com a mídia (seriam todos assexuados?).

    Bom, alguma coisa tá errada com o mundo. E o motivo deve ser mais simples do que a resposta que me faz (e a ti, e a tantos) quebrar a cabeça, tentando encontrá-la. Vai ver é tudo sexo. Esse sistema doente de controle sexual. NÓS VIVEMOS SOB CONTROLE SEXUAL, como vc bem escreveu. Seja pela religião, costumes, moral, auto-moralidade, medo, medo, medo, pela busca da iluminação… Meudeus, somos estúpidos. Como somos estúpidos. Não dá para achar normal um povo que cobre o rosto de suas mulheres. Imaginem o que eles fazem com o resto….
    A tristeza deve-se ao fato da gente querer fazer sexo com quem não quer fazer com a gente. Algo por aí.

    Uma pequena frustração leva um homem a ser santo. Outra pequena frustração o leva ao inferno. Ambas características são doentias. Aliás, nada, por aqui, se salva muito ultimamente.

    As manchetes da mídia são as mais calhordas. O milionário piramidista é um louco que apostou que a meia dúzia de banqueiros mundiais iam manter a coisa em pé ad infinitum (olha aí outra frustração). A nós resta sentar e ver um ano daqueles. Dignos de todos os tempos. Quando “Let the sunshine in” deveria estar entrando para sua era balzaca, quando sequer debutou… Ê, mundo….

  441. Cristina

    Harold Pinter é tão desconhecido da cultura luso-brasileira quanto Saramago é desconhecido na cultura inglesa, enfim o Nobel premia ilustres desconhecidos. Cada vez mais chego à conclusão que “em terra de cegos quem tem um olho é rei, mas se for mulher não serve para muita coisa”, Saramargo tem razão, mesmo enxergando a mulher tem dificuldades em agir, sempre medrosa, a mulher tem muita culpa na agressividade masculina. Pior que o Saramago é o Gabriel Garcia Marquez em “Memórias de minhas putas tristes”, ao completar 90 anos um velho putanheiro encomenda uma mulher virgem para a sua antiga cafetina. Se o Harold Pinter ganha o Nobel por que não Gerald Thomas? E Gerald aceitaria um Nobel ou faria como o Sartre? Prêmio Nobel para Gerald Thomas !!!

  442. Cristina

    Sandra, nós éramos parte do equilíbrio, mas o ser humano degenerou e o mundo ficou desequilibrado.

  443. Ana

    O homem é um animal sexual que cobre o sexo e mostra a mente, abertamente. E toda a imundície está justamente na mente. Fui. Começou outro toró-final-dos-tempos.

    O próximo principal sonho de consumo do brasileiro não será a casa própria, mas uma lancha. Aos mais afortunados, caberá um Iate que cruzara a Av. Paulista com festas homéricas a bordo.

    E dá-lhe chuva! Choro convulsivo das nuvens, que ficam no céu feito idiotas, aguardando alguém decifrar seus sinais. Sim, porque eles existem.

    bjs, se parar de chover, eu volto.

  444. Contrera

    gerald, querido
    no caso do pacheco, eu me referia às duas menções que ele faz ao meu nome, em 31/12/2008 – 06:39 e 31/12/2008 – 09:59. achei muito bonitinhas, muito acertadas, etc., e fiquei emocionado – ando muito emocionado, nem te conto por quê.
    mas penso em todos vocês e fico com imensa saudade. em meus delírios, que a cris sempre deixou existirem – não sei se deveria -, eu penso e imagino um mundo melhor, com muitos amigos. mas infelizmente minhas traquinagens quase botam tudo a perder.
    preciso me recuperar. e amar mais e mais. sim, fiz uma série de pedidos – não bem isso, mais resoluções possíveis – para 2009, e amor está em quase todas elas.
    adoro vocês, mas infelizmente sou assim como sou.
    pacheco, querido, não é coLLin gee, é colin gee, é um palhaço, na verdade o nome verdadeiro de um sujeito que vive disso. tem um especial sobre isso na knpr. tal como o jovenzinho plinio marcos, que atuava de palhaço, acho que minha expressão aproxima-se disso. veja o programa em http://www.knpraudio.org/audio2008/mp3/080711_clowns.mp3 (audio/mpeg). ah o colin gee tem site: http://www.colingee.com/
    beijos a todos, do fundo dessa alma
    contrera

  445. Susan Judia.
    Voce e a Cristina são os meus amores.
    Voce e a Cristina representam o outro lado do mundo.
    Poucas pessoas conseguem ver o que vocês vêem.
    Vocês são iluminadas.
    Este mundo ainda tem salvação.

  446. gthomas

    NA ILUSTRADA DE HOJE

    São Paulo, sexta-feira, 02 de janeiro de 2009

    Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

    Comentário

    Grande imitador de Beckett, Pinter sempre me irritou
    GERALD THOMAS
    ESPECIAL PARA A FOLHA, DE NOVA YORK

    No vídeo de “aceitação” que Harold Pinter, que morreu no dia 24 de dezembro, gravou para a “turma” do Prêmio Nobel de Literatura em 2005, ele explica, em detalhes quase assustadores, como pensa uma peça, como monta um espetáculo. Ele diz que vê a cor negra e, a partir daí, constrói algo, e que não pensa nos nomes dos personagens. Para Pinter, os personagens são, em princípio, A, B, C.
    Pinter sempre me irritou imensamente, era um grande imitador de Samuel Beckett. Um pretensioso imitador de Beckett que nesse vídeo se “dedura” de uma forma explícita. Ah, sim. Ele aceitou seu Nobel. Beckett, além de não dar a menor bola, em 1969, não fez discurso e não apareceu. Pinter era um enorme defensor de Slobodan Milosevic e outros cruéis ditadores!
    Não é à toa que um Pinter completamente debilitado e derrotado pelo câncer, em 2006, aparece como ator numa peça de Beckett, a mais chata de todas: “A Última Gravação de Krapp”. O que isso quer dizer? Que o autor não se pensava tão autor assim, mas servia (“The Servant”) a um outro autor maior que ele: Samuel Beckett.
    Isso tudo não quer dizer que esse judeu extremista casado com uma mulher da altíssima sociedade britânica (Lady Antonia Fraser) e também um alcoólatra que enchia o saco de Beckett com perguntas, cartas e pedidos não tivesse lá uma grande importância. E a imprensa brasileira quase não registrou a morte dele. Mas o que importa tudo isso?
    Ah, os silêncios nas peças de Harold Pinter. Sim, eles nos causavam um certo desconforto. Causavam na plateia dos anos 60 e 70 um enorme, digo, enorrrrme desconforto. Justamente por ser um outsider, Pinter via a aristocracia britânica criticamente, mas queria desesperadamente fazer parte dela.

    Teatro de gravata
    Em seu casamento quase doentio com Lady Antonia Fraser (cujos livros vendiam mais que os dele), Pinter conseguiu subir de “classe”, algo importantíssimo numa sociedade dividida em classes, em bairros “posh” ou “working class”, em sotaques, como a de Londres. Harold Pinter, em “The Servant”, raramente colocado no palco, dá mais uma mostra da sua influência hegeliana, o escravo e o senhor, Hamm e Clov (“Fim de Jogo”, de Beckett), só que com “terno e gravata”. Sim, Pinter é um Beckett mais silencioso e de alta classe e com terno e gravata. Nelson Rodrigues sempre foi um brasileiro apaixonado.
    Mueller, um alemão que olhava na direção dos gregos e de Shakespeare e de seu mentor, Brecht. Como se vê, o século 20 foi pontuado por autores que deixaram sua marca por algo “unique” e, no entanto, semelhante. O quê? O bairrismo! E Harold Pinter? Difícil dizer. O “silêncio”, a “crueldade”? Não, óbvio que não. Artaud é o mestre da crueldade, pelo menos em teoria. Pinter é o mestre de nada. É o teatro de gravata, é o teatro imitativo, mas não se sabe bem do que: um judeu deslocado, enraivecido desde sempre porque não conseguiu encontrar suas raízes acima ou abaixo do palco. Um teatro de “smoking, tuxedo”.
    Eu não conheci Harold Pinter. Mas ouvi Backett falando várias vezes sobre ele. Não eram elogios, propriamente. Nem reclamações, tampouco. Eram desabafos.

    GERALD THOMAS é autor e diretor de teatro

  447. gthomas

    Ana
    Imitador eh uma especie de ‘ladrao oficial”
    nao existe, em arte, nada pior
    LOVE
    G

  448. Ana

    02/01/2009 – 14:54
    Enviado por: Cristina

    Harold Pinter é tão desconhecido da cultura luso-brasileira quanto Saramago é desconhecido na cultura inglesa, enfim o Nobel premia ilustres desconhecidos. Cada vez mais chego à conclusão que “em terra de cegos quem tem um olho é rei, mas se for mulher não serve para muita coisa”,

    vc me fez dar boas gargalhadas!

  449. Ana

    Eu sei Gerald, eu sei. A merda é que ladrões oficiais vão sempre dizer “sofro influências”; jamais vão confessar o “crime” (será que aqui precisava aspas?).

    Olha aí um bom tema (para qualquer coisa; romance, blognovela, peça): fazer um “artista” confessar o crime de plágio. Não, deixa, ia ficar pior que a faixa de Gaza.

    E pensando bem, Kant não precisou do budismo (deve ter precisado) para a sua “Crítica”. Já Matrix precisou de ambos. E mais um pouco.

    Eu vou assistir ao vídeo depois que a chuva que já havia parado, ter começado de novo. E mais forte.

    A terra tá regurgitando água. Tá enjoada, embrulhada, parece pasto. Cansou.

  450. Nina (yes we can)

    Cris, Bela, sobre seu comentário das 8 da manhã, destaco coisas MUITO importantes:

    “O trauma de guerra tem cura? A gente consegue extinguir o passado de nosso inconsciente?
    Há pensadores que consideram que a agressão no ser humano é um processo inconsciente e herdado, não é herdado de nossa natureza animal, o ser humano é o único animal cuja agressão é voltada para a destruição, é o único que destrói em massa e acha justificativas racionais, Israel acha justificativa racional para usar armas de destruição em massa contra Gaza,…”

    Como já disse deiversas vezes, não entendo de política, nem de teatro, parece que estou sempre me desculpando, ou culpando, mas quero deixar claro o lugar de onde posso olhar as coisas.
    Os Estados …
    Gerald, lá vai Freud de novo (é que é tão atual que até eu me assusto):

    “… podemos esperar que, um dia alguém se aventure a empenhar na elaboração de uma patologia das counidades culturais…
    …talvez possamos também nos familiarizar com a idéia de que existem dificuldades ligadas à natureza da civilização, que NÃO SE SUBMETERÃO A QUALQUER TENTATIVA DE REFORMA.”
    Sigmundo Freud, Mal Estar na Civilização – 1930

    Freud nunca deixou de observar a cultura a partir do indivíduo, mesmo em seus últimos escritos, quando concordava com a Cris, que estamos fadados a destruição, que a pulsão mais forte é a de morte. Estava velho cansado e em companhia de 16 anos de um câncer horrível (coincidência não Cris).

    Mas os Estados são patológicos.
    O Estado americano é paranóico, e quanto à isso Obama terá um trabalho enorme pela frente, pois trata-se de uma história longa de paranóia. Obama não irá constituir esse Estado, mas enfrentará uma sociedade doente, que persegue e é perseguida há séculos. Confio nele.
    O Estado da China é completamente perverso. Isso é o que mais me assusta. Um Estado perverso não tem ética, nenhuma ética, nada parecido com humano. Mas sabe do que se trata e consegue fingir bem. A China me assusta profundamente, e NINGUÉM comenta nada a respeito da falta de respeito.
    Os Estados do oriente médio e a África estão em pleno delírio, pois são Estados psicotizados, principalmente pela Lei e pela Religião. Porém o delírio é como sonhar acordado, é uma tentativa de elaboração da loucura. Não sei se conseguem sair dessa, mas estão elaborando. Não sei por quanto tempo irão permanecer aliendos em pleno delírio.

    Existem Estados que vivem um momento delicado, de falta de identidade, se perderam em sua própria história: eu os chamaria de países tristes: cito alguns, Rússia, Uruguai, Chile, Cuba e claro o Brasil, porém com histórias completamente diferentes.

    Passar por uma ditadura deixa marcas profundas em um Estado, em uma cultura. E isso não deve ser vivido ou revivido, apenas nunca deve deixar de existi, em paralelo ao que acontece no hoje.
    Vemos isso no Uruguai, no Chile e na Rússia… estão em pleno luto.
    Cuba está entrando nete processo.

    Países que tiveram na tortura um meio de ação do Estado, devem passar por este luto, A impostura da lei totalitária perverte, pela submissão, as próprias raízes do laço cultural, base da civilização. O dano sofrido, custa tempo, pois trata-se de um dano identitário.

    Foucault dizia: “ Dizer e tentar saber alguma coisa é somente deslocar um pouco a sombra e a obscuridade do que nãosabemos.” É isso que esses países estão fazendo, procurando suas sombras.

    É claro que uma história de dor, pode ser o motor de um Estado criativo, e de laços subjetivos criadores. A tortura é uma marca definitiva, e Cris, vc tem razão, só um ser humano é capaz de torturar e entender exatamente o que está fazendo.

    O que mais me assusta (profundamente) no Estado do Brasil é que ele ainda não se constituiu, não pode sequer ter uma patologia, não pode ser tratado, está anti-cura. Este país está no mesmo nível de todos os que sofreram a brutalidade de um regime ditatorial, há muito pouco tempo (pouquíssimo), mas é um Estado extremamente defensivo… está tudo bem, nada errado, não existe dor, aqui ninguém fala de ditadura, poi temos:
    Carnaval e futebol
    (um momento para vomitar)
    Somos felizes, temos carnaval (TENHO NOJO DE CARNAVAL)…
    Eu diria que é um Estado entre aspas, borderline…. alienado….sorridentre enquanto deveria estar muito triste….que prefe utilizar a lógica do não-pensar = novela+carnavel+bunda de mulher com nome de fruta (profunda vergonha)

    O terror é um processo que faz seres humanos se comportarem com bestialidade diante de outro ser humano, onde a alienação dos “sis” permanece, e o gozo do desespero do outro é o retroalimento desse terror.
    Estou falando do oriente? Não, estou me referindo ao Brasil, infelizmente.

    Alguém que escreve aqui passou pela experiência vivida da ditadura no Brasil. Bem eu nem tinha nascido, a transmissão foi transgeracional, mas o assunto me interessa e no momento trabalho sobre ele, se alguém puder me ajudar agradeço.

    Bj a todos, hj não brigo mais com esse computador, não consigo digitar!

  451. Ivo Veiga

    Boa tarde a todos, Gerald “The Servant” é o texto do Pinter que foi adaptado para o cinema com o Albert Finney? outra question, aquele esquizoide do reinaldo pedroso não vai encher o saco hoje não?, espero.
    Fábio to ansioso pra conversar com voce.
    Aviso aos navegantes, a partir de hoje não uso mais acentuação(com exceção do til , pra mais nada) pois estou totalmente perdido e isso inclui o hifen. Po to com quase 60 verões e vou ter que aprender tudo de novo?
    Abraço Geral e Irrestrito
    Ivo

  452. Ivo Veiga

    Gerald se o texto do Pinter é o que foi usado em “The Servant” com o Albert Finney, aqui no Brasil chamou-se(o filme) “O Fiel Camareiro” e foi muito bom.
    Abraço Forte
    Ivo

  453. Sandra

    “Pinter era um enorme defensor de Slobodan Milosevic e outros cruéis ditadores!”

    “Pinter via a aristocracia britânica criticamente, mas queria desesperadamente fazer parte dela. ”

    ” é o teatro imitativo, mas não se sabe bem do que”

    “um judeu deslocado, enraivecido desde sempre porque não conseguiu encontrar suas raízes acima ou abaixo do palco. ”

    “ouvi Backett falando várias vezes sobre ele. Não eram elogios, propriamente. Nem reclamações, tampouco. Eram desabafos. ”

    Gerald… perturbador…

  454. Ivo Veiga

    Cade(sem acento) o velho lobo do mar, to com saudades pra conversar, tambem.
    Ivo

  455. gthomas

    sobre THE SERVANT

    se nao me engano

    filme de Joseph Losey

    com Dirk Bogart e James Fox

    acho que nao era o Finney nao

  456. Ivo Veiga

    Apesar de já terem passados 4 meses quero deixar publico meus sentimentos com a esposa e filhas do Maestro Flavio Florence, diretor da Sinfonica de Santo André que faleceu aos 51 anos de cancer, grande Maestro RIP.
    Ivo

  457. Ivo Veiga

    Gerald era o James Fox como o criado e o Finney como o ator, vi a cerca de 6 meses(pela enesima vez) disso tenho certeza. Não lembrava do Losey como diretor, to ficando velho e minha memoria idem.
    Abraço
    Ivo
    PS(oi ele aqui) o Dirk Bogard fez o “Morte em Veneza” do Visconti, por sinal o 2o movimento da Sinfonia de Mahler , ou seria o 3o? na cena da morte ficou magnifico.

  458. Cristina

    O filme “O Criado” de Joseph Losey é pouco conhecido no Brasil. A primeira vez que ouvi falar de Harold Pinter foi quando o Jornal Nacional noticiou sua morte.

  459. Sandra

    Ana, comentava com meu marido que Era de Aquário deve ser uma grande chatice. Aquarianos são racionais e individualistas (não é o mesmo que egoísta). Arte tem tudo a ver com Era de Peixes: emoção, paixão e conexão com o divino. Se a paixão pode levar ao ódio e ao massacre dos desafetos, a razão pode levar à indiferença, à falta de piedade, ao desprezo pela vida.
    Bem, ele contra-argumentou dizendo que a razão e os avanços tecnológicos também fazem a parte deles, permitindo, por exemplo, a divulgação da arte pela Internet. Então, leite bom também na cara de nós, chatos aquarianos!
    E vida longa aos povos apaixonados do Oriente Médio!

  460. Ivo Veiga

    Como disse to ficando velho, apesar de ter as 10 sinfonias do Mahler, não lembro se foi usada a 2a, 3a,4a ou a5a, só tenho certeza que não foi a 1a “Der Titan” ou a 8a “Tausend”. Tenho a 8a em dois Cds, com fotos do Próprio Mahler regendo a Wiener
    Philarmonic mais os 2 corais, solistas e orgão, peça rara que comprei em Londres há 20 anos. Retificando Wiener Stat Oper.
    Ivo

  461. Sandra

    Fábio, Ana Luiza, Ivo, Contrera! Vocês tinham sumido!

  462. Cristina

    Targino Silva,

    Vivo num universo paralelo, talvez eu não seja deste mundo.
    Você é o iluminado, o que você escreve é bonito e benevolente.

  463. gthomas

    Ivo Veiga: vc deve estar pensando no filme The Dresser nao The Servant

    Aqui esta o resultado do Servant

    Revisiting Losey and Pinter’s misunderstood masterpiece, The Servant

    They also serve who only stand and annihilate

    BY TOM SUTPEN

    As Hugo Barrett, the manservant with a private agenda, Dirk Bogarde achieves more with a glance or a slight movement in Joseph Losey’s The Servant than another actor would have accomplished bringing a lifetime of stage technique to the part. Barrett is a phenomenally complex, delicate role, and the wrong actor could have easily thrown the entire film out of balance simply by leaning too heavily on a line or holding a beat just a second too long. What it needed was an actor possessing both prodigious intelligence and intuition, and Bogarde was, in that sense, perfectly suited for it. Throughout his career he’d refined his screen acting to such an extent that he was fully capable of endowing even the most hopeless films (The Spanish Gardener, for instance, or I Could Go On Singing) with a measure of eloquence they might not have deserved. Luchino Visconti certainly knew this — Bogarde’s largely wordless performance in Death in Venice was perhaps his finest — and so did Joseph Losey. From the compulsive criminal of The Sleeping Tiger to the tightly wound Oxford don of Accident, Bogarde seemed the best channel for realizing Losey’s chronicles of civilized (and quite often uncivilized) treachery, a Pop Art mess like Modesty Blaise notwithstanding. In one of the most enigmatic films to come out of Great Britain, The Servant, both artists along with screenwriter Harold Pinter succeeded in rendering a study of human power, its limits as well as its possibilities, that, over forty years after its release remains a far more subtle, less baldly allegorical work than critics and some audiences first surmised.

    Of course, within the context of British cinema in the 1960s, the prevailing view of The Servant as a social allegory was altogether predictable. From the moment the so-called “kitchen sink” phenomenon of British stage drama and literature began to reach the screen in the late 1950s, moviegoers in Britain had a number of convulsive, angry works dumped in their laps, adapted from the novels, stories, and plays of Alan Shillitoe, John Osborne, John Braine, and Shelagh Delaney. Like their sources, films such as Room at the Top (1958), Look Back in Anger (1959), and Saturday Night and Sunday Morning (1961) were intensely informed by issues of class, emerging in more or less enraged response to a postwar climate when notions of a truly classless British society were promoted with a straight face by many of its leaders. The movies militated against this sophistry more vividly than their literary antecedents ever could, directly rubbing the world’s nose in stark, incriminating, black-and-white evidence of rigidly enforced class structures, dreary factories, bombed-out ruins, stultifying housing developments, and numberless other visions of a ruinously dull and decaying Britain. The directors in this cinematic movement — the old “Free Cinema” crowd of the 1950s (Karel Reisz, Lindsay Anderson, Tony Richardson) — utilized their prodigious skills in the documentary arena to give their audience nothing less than Britain’s answer to Italian neorealism: an epoch of human and societal disfigurement, calling everyone’s attention to a terminal malaise that, given the trajectory of their later careers, perhaps afflicted the filmmakers more directly than the country itself. The formal posture of these films so dominated British cinema of this period that practically every movie coming out of England, regardless of its subject matter, was received as yet another moral bench warrant served on the upper classes (even as seemingly benign and cheerful a work as Lester’s A Hard Day’s Night was seen by some to embody this social implication). So what else were moviegoers supposed to think?

    Matters of Class may have been a principal subtext of the novel from which The Servant was derived (a novel I confess I have not read), but in no sense are they anything more than a vague underpinning of either the movie Joseph Losey directed or, particularly, the screenplay Harold Pinter wrote. This is a film about power, in its most basic and consuming forms.

    Hugo Barrett (Bogarde) arrives at three-on-the-dot for an appointment. His prospective employer, Tony (James Fox), is an upper-class wastrel just come into his inheritance. He’s purchased a pleasant, tastefully appointed house on Royal Avenue, Chelsea, and fixed it up with all the appurtenances proper to a gentleman of his station. He intends to begin life anew, hoping eventually to install his current fiancé Susan (Wendy Craig) as his good lady wife. But all of this is set to happen sometime in the future. For now he’s just a wealthy bachelor, no more. Tony is not in fact an indolent dilettante; he has some ambition. Currently he’s involved in the planning of a frightfully improving and altogether lucrative development project: constructing low-income housing for the peoples of Asia Minor by blasting a few hundred miles of Brazilian rain forest to hell and gone. Such ambitions, however, tend to consume large quantities of a man’s time, so Tony is in need of a live-in manservant, a “gentleman’s gentleman” as they were known so long ago.

    As an institution, manservants were indispensable to Britain’s upper classes in earlier decades of that country’s social history. They were essentially male nannies, superannuated babysitters. Quaint, quiet men whose tasks were to protect the interests of a gentleman; service his household needs with fixed devotion; and, most important, suggest no evidence of an independent will. But they were also largely obsolete by the latter half of the twentieth century, existing exclusively as a hangover from feudal traditions that were dead before the newly privileged were born. Tony, being a freshly minted member of Britain’s vanishing aristocracy, doesn’t seem to be aware of this, and it’s unlikely he’d care very much if he was. He sees the employment of a manservant as a positive necessity, a way of observing the forms so essential to his status. And Barrett looks to be the best candidate for the job who’s ever drawn a breath. He’s well mannered, decently turned out, exudes competence from every pore. What’s more, the man can cook.

    Barrett not only lives up to Tony’s expectations from the first, he transcends them. More than just capable, he’s a domestic phenomenon. There isn’t an element in the running of this household he doesn’t excel at. Barrett oversees the furnishing and decoration of the house before Tony moves in; he does the cooking, the cleaning, the clearing away, the dusting off, the locking up. His expert maintenance of Tony’s domicile is total and his demeanor deferential in the extreme. Tony is utterly enthralled, because he doesn’t have to lift a finger to do anything. Barrett does it all for him. By the standard any gentleman of privilege would apply, it’s a paradise on earth. Except for Tony’s fiancé, Susan. Susan doesn’t like Barrett. In fact, she detests him. Her contempt isn’t something she can articulate easily. It’s just that, well, he’s always there, isn’t he? Behind every door, just outside every room. Barrett hangs about the place day and night like a growth of Spanish moss, always with that infernal cleaning rag and room deodorizer in hand. One evening, while she and Tony are spending a few cozy hours by the fireside, Barrett barges in just as they’re about to make love. He beats a hasty retreat — ever so sorry — but it does little to restore their ardor. For Susan, this represents the last straw. Incensed, she puts the matter to Tony directly: Get rid of him. Tony refuses steadfastly. He has no rationale for not dispensing with his increasingly intrusive manservant; he can barely comprehend the reason himself. In the blissful few months of Barrett’s service, Tony has grown so dependent on him that whatever core of self-sufficiency he might have had has vanished. Tony can’t seem to tie his own shoes without Barrett, and he just can’t let him go. After all, where would he be without Barrett? The Brazilian venture, it turns out, has been one enormous pipe dream. And a dilettante with no occupation is still a dilettante. Outside of his faltering engagement to Susan, Barrett’s devotion to Tony’s life is the only thing in it with any meaning, and he’s obligated to do whatever it takes to keep him, even if that means hiring Barrett’s sister Vera (Sarah Miles) to fill in the remaining duties of a housekeeper, or letting Barrett consume more and more of his will if it should come to that. When Vera arrives, all hell breaks loose. This Manchester honey — tight sweaters, short skirts, and yummy legs — doesn’t have Barrett’s polish, and she’s a bit clumsy in the performance of her duties (carrying the breakfast tray as though it were a block of cement, for instance), but she is aggressively hot. Tony might be a twit, but he’s no fool. He knows a nice young thing when he sees one, and this one is very nice indeed. What’s more, she’s practically offering it to him on a plate only days after her arrival. A man would have to be dead to resist. This is when it becomes clear that Barrett’s scheme, whatever it is, has begun in earnest.

    Critical response to The Servant was laudatory, bordering on the ecstatic. It seemed everyone — from Penelope Gilliat, Philip Oakes, and Richard Roud in Britain to Andrew Sarris, Eugene Archer, and Brendan Gill in the U.S. — found the occasion sufficient for superlatives (though Archer’s encomium was somewhat mitigated by his recent behind-the-scenes effort at persuading Losey to adapt Faulkner’s The Wild Palms, an example of the ethical conflicts American auteurists were falling prey to under the Cahiers influence of those heady days). Even newspaper critics who people actually read, such as Bosley Crowther and Judith Crist, found much to praise, little to damn. They noted the uniformly fine performances, particularly those of Bogarde and Fox; Losey’s fluid, beautifully understated direction; as well as the overall impenetrability of Harold Pinter’s screenplay. In fact, much of what makes The Servant such a remarkably compelling work is the manner in which these elements converge in a still-rare formal harmony. But when it came to analyzing The Servant, cinemagoers were soon laboring under the dolorous weight of a view that simply took it for granted that the movie was obviously some form of allegory, a social morality play beating the deadest horse in Christendom: Britain’s tired class system. It was an unfortunately limited reading of The Servant that nevertheless obtains to this day. Numberless critics concluded that Barrett and Tony had, in the end, simply exchanged places, that Barrett’s skillful manipulation of his employer from passivity to dependence to dissipation and outright depravity represented a form of victory, however pyrrhic, for the working classes. To be fair, Joseph Losey’s background as an expatriate who fled Hollywood’s anti-Communist pogrom a decade before helped codify this view. The same, however, could not be said for Harold Pinter.

    Although Pinter was a contemporary of John Osborne and Arnold Wesker — and was often cited as an essential figure in the “Angry Young Man” school of British theater those men had largely forged — his work resembled theirs only superficially. While Osborne’s plays, for example, couldn’t have been more direct about their social concerns, Pinter’s were obscure to the point of abstraction. If he was “angry” about anything, it was impossible to determine what he was angry about. His work was simply never concerned with the larger issues of society, and the only politics he routinely confronted were those in the language of human interaction, He was endlessly preoccupied with the treacheries inherent in the most time-worn relations. In fact, it was the only theme he returned to again and again: the subtle determination of some to undermine and destroy one another while maintaining a façade of order and civility. In this respect, his screenplay for The Servant is one of his greatest works, the equal of anything he wrote for the stage. With his devastating economy of dialogue and explication, he unblinkingly chronicles the savage destruction of one man’s will at the hands of another; not the half-bright social parable of some critics’ dreams. This, and not a barely existent subtext, is what makes The Servant such a disturbing film.

    Viewers and critics who sought to drown The Servant in sociopolitical syrup were avoiding the obvious. There is something indeed tragic about the decline of this upper-class twit that failed to register with more class-conscious critics. In the final sequence, when Susan sees for herself the sodden, hopeless laudanum freak Tony has become, and flees from what she suddenly realizes was always Barrett’s house, she clings to a tree and weeps uncontrollably. And along with her, we can’t help but feel that, despite Tony’s basic lack of character, something has been irretrievably lost. But anyone who imagined that some fundamental reversal had taken place between Barrett and Tony at the end needed glasses. Barrett is no more the “working-class hero” of The Servant than Tony is. Though Barrett has laid waste to Tony’s will more thoroughly than if he’d murdered him, he’s still the man’s servant. He continues to cook the meals, fix the drinks, answer the doorbell, lock up at night. He has attained an enduring power over Tony, and can now indulge himself with the impunity of a Tiberius. But it is a limited power. A power achieved only by performing his duties, by pleasing his employer.

    It’s his house, yes, but he still observes the forms. And he still has his job to do.

  464. Cristina

    Mau,

    Já detectamos dois cachorros de origem alemã com trauma de barulho de explosão.

  465. Ivo Veiga

    Peguei os Cd, a gravação que tenho(com as fotos do Gustav) é de 1989, com a Wiener Philarmoniker conduzida por Lorin Maazel,são 3 corais a saber Konzertvereinigung Wiener Staatsopernchor, Orf-Chor/Arnold Schoenberg-Chor und Wiener Sangerknaben(coro infantil) Wolfram Koloseus organista e os solistas: Sharon Sweet, Pamela Coburn, Florence Quivar, Brigitte Fassbaender, Sigmund Nimsgern e Simon Estes(ufa)
    Gravação Sony Classical.
    Abraço
    Ivo

  466. Sandra

    Um imitador, mas que não se sabe exatamente do que, é um imitador muito estranho.
    A característica principal da imitação não é, justamente, a gente saber o que está sendo imitado?

  467. Ivo Veiga

    Gerald pode ser que voce tenha razão me dá um tempo que vou ler o que escreveste.

  468. Sandra

    Por que é tão importante encontrar raízes dentro ou fora do palco?

  469. Sandra

    Como alguém que admira Beckett e que é crítico da aristocracia pode apoiar Slobodan Milosevic? O Que será que Pinter viu nele?

  470. Ivo Veiga

    Já li seu “tratado” You’re right I’m Wrong, como disse to ficando velho e já começo a trocar as bolas, vi os dois filmes, lembrei com saudades da Vera Miles, filha do Cecil B.de Mile era linda.
    Grato pela aula.
    Ivo

  471. Ivo Veiga

    Gerald conversar com pessoa cultas como voce e bota cultura nisso me provoca orgasmo intelectual. Te Saudo.
    Sandrinha to aqui, beijos
    Ivo

  472. gthomas

    Sandra: ele defendia Milosovec e Fidel !

  473. Cristina

    Sandra,
    O povo do Oriente Médio é artista, mas eles não gostam muito de fazer representações humanas, o muçulmano geralmente compra arte abstrata e não é apreciador de teatro, quando falo da metástase, não estou pensando especificamente no muçulmano e sim no fanatismo de todos os lados.

  474. Sandra

    Por que os judeus deixam muito claro que o outro é judeu ao fazer uma crítica, mas não ao fazer um elogio?

  475. gthomas

    Ivo querido
    nao se preocupe,
    nao foi problema algum

    Contrera: bom te ver de volta
    Feliz ano novo.

  476. Ivo Veiga

    Gerald relendo seu coment, vi lá o grande William Faulkner, li entre outros “East of Eden” grande autor dos anos 20 e 30 junto com John dos Passos, Sinclair Lewis o Hemingway e outros, to falando já tive 3 orgasmos até agora.
    Ivo

  477. gthomas

    Porque depois de seu passado recente – holocausto – os judeus deveriam ser os ULTIMOS sobre a terra a apoiar regimes TOTALITARIOS,

    so por isso. Nesse caso, uns atacam os outros.

    e com prazer

  478. Sandra

    Cristina, mas ainda resta cinema, música, literatura,…

  479. Ivo Veiga

    Gerald, generoso como sempre, me ajuda, qual do Mahler e qual movimento em Morte em Veneza(cena do Bogarde na praia olhando pro adolescente Tadzio?) alias meu nome completo é Ivo Tadeu Veiga, vou tomar uma aspirina minha cabeça tá explodindo.
    Ivo

  480. Sandra

    Nina, a China também me perturba. Li uma reportagem em que modelos ficavam mais de meia hora praticamente despidas na neve. Sadismo puro. Isso, num lugar onde faltam mulheres.

  481. Sandra

    Gerald, se ele fosse só um imitador, sem apoiar regimes totalitários horrendos, você deixaria passar o fato dele ser judeu?

  482. Ivo Veiga

    Obras de Matisse e Picasso são roubadas em Berlim
    02/01 – 16:58 – BBC Brasil

    ImprimirEnviarCorrigirFale ConoscoLadrões aproveitaram as festividades de Ano Novo e esvaziaram completamente uma exposição de arte em Berlim, levando mais de 30 obras. O prejuízo chega a cerca de 180 mil euros (quase R$ 600 mil), segundo as primeiras estimativas da polícia da capital alemã.

    Entre as obras, expostas em uma galeria de arte privada, estavam 25 quadros, entre pinturas, desenhos e gravuras de artistas como Pablo Picasso, Georges Braque e Henri Matisse, além de esculturas, incluindo trabalhos do alemão Richard Hess.

    “A exposição inteira foi levada”, lamentou a dona do estabelecimento, Ulrike Erben.

    Arrombamento
    Divulgação

    Obra de Picasso
    O roubo ocorreu na noite de reveillon. Somente por volta de 13h de quinta-feira, a empresária, ao chegar ao lugar, descobriu sinais de arrombamento na galeria e alertou a polícia.

    Os ladrões tiveram acesso às instalações por uma entrada nos fundos. Para os investigadores, a ação foi obra de uma equipe de, no mínimo, duas pessoas.

    “Até mesmo as oito esculturas foram levadas, entre elas, uma que pesava cerca de 50 quilos”, disse Erben, lembrando que, ainda no local, os bandidos arrancaram diversos quadros de suas molduras, deixando o chão coberto de cacos vidro.

    A polícia de Berlim classificou o incidente como “o maior roubo de galeria de arte nos últimos anos”. O prejuízo, no entanto, poderia ter sido ainda maior.

    Desde o fim de dezembro, as instalações da galeria estão sendo preparadas para uma nova mostra. Por isso, muitos quadros ainda não tinham sido pendurados e outras obras de valor foram retiradas de onde estavam anteriormente.

    Até em Berlim!
    Ivo

  483. Sandra

    Conheço artistas brasileiros que apoiam Fidel. Bem longe de Cuba, e vivendo de forma não tão despojada, lógico. Mas Milosevic… é o primeiro. Estou com o livro A Volta ao Lar. Quem sabe eu passo a entender Pinter um pouco mais. Mas duvido. Depois do seu artigo, então… DUVIDO.

  484. Ivo Veiga

    Gerald e pessoal como diz o caipira a prosa ta boa mas carece de eu ir embora ou minha namorada me manda pra Gaza, com passagem só de ida. Como diz o “grande ator” Arnold Schwarneger(como alguém pode ter como sobrenome, preto/negro?)I’ll be back.
    Ivo

  485. Contrera

    oi, gerald.
    eu é que estou feliz de voltar aqui. coisas de coração.
    feliz ano novo a você, querido, à Fabi, a todos os do seu coração.
    sandra, todos, ótimo 2009.
    logo volto mais opinativo.
    bj
    contrera que los quiere mucho

  486. Ivo Veiga

    Sandra só um coment, antes de minha partida, lá em Israel como em qualquer lugar do mundo tem gente de direita(Sharon) de esquerda(Shimon Perez) de centro(Ytzak Rabin) etc..etc..o ser humano é igual no mundo todo, como diz a piada só muda o endereço.
    Beijos
    Ivo

  487. Sandra

    Beijos em todos! Até mais tarde!

  488. Ivo Veiga

    Retificando, o nome do Governador da California é Schwarzneger, agora vou porque a cara metade já me ligou dizendo que comprou a passagem pra Gaza.
    Adieu mon amis.
    Ivo

  489. gthomas

    02/01/2009 – 17:32
    Enviado por: Sandra
    Gerald, se ele fosse só um imitador, sem apoiar regimes totalitários horrendos, você deixaria passar o fato dele ser judeu?

    —Se ele fosse somente um imitador, assim como Arrabal (e vcs devem se lembrar do triste episodio em Porto Alegre), obviamente eu acharia algum outro ponto FRACO nele, Sempre existe algum
    Essa parece ser a tatica usada.
    Por que isso te parece tao estranho?

    A questao das raizes fora e dentro do palco: sem isso, um autor ou nao eh autor ou eh somente MEIO AUTOR. Como dizia Jung, alguem nao havia NASCIDO POR INTEIRO (frase que aias deixou Beckett intrigadissimo e que veio a fazer parte do repertorio Beckettiano…..

  490. gthomas

    estao me escrevendo dizendo estar havendo problema no envio de comentarios
    vou contactar o IG

  491. Aninomyous

    Fala aí meus! FELIZ 2009!

    Voltando ao assuntiuuuu…não me leve a sério mas vou comentar…hehehehehehe 😛

    F16? isso não existe mais! nem no meu ‘simulador de computador’, eles foram substituidos pelos super-computadores (tem hífen ainda em pourtuga?) voadores, os belíssimos F-22 Raptors….com turbofans da Lockheed Martin…eles simplesmente voam sozinhos, são mais precisos que morcegos e embora o tamanho de um caminhão, são registrados em radar do tamanho de aves migratórias…a tecnologia Ninja…da invisibilidade Stealth, modificando a silueta vc não enxerga, e o que vc não enxerga não vê…mas não vê oque? o golpe, porque em Artes Marciais o golpe perfeito somente pode ser ‘sentido’, Knock Out, jamais vc vê o golpe sendo formado…até aí tudo bem…mas é diferente kra, porque vivemos como dito 5000 anos de desavenças desse pessoal?! meu, isso é pior que a reprise de sexta-feira 13 parte infinita…por que? pelo sagrado? não ‘creio’!!!, …
    …felicidade, isso eu creio! ela está conosco, digo, dentro de nossos corações, em nossa existência! ela ‘na sabedoria oriental’ é encontrada no interior de seu ‘templo’, indiferente de seu momento, situação ou política, é algo místico-religioso…a certeza de que ‘está tudo certo porque tá tudo errado’…sei lá como dizer, não sou artista e nem autor, mas digo assim, não espero a situação exterior para ser feliz, dinheiro, sexo, materia, poder…isso tudo seduz aos tolos, mas a verdade é que vc pode ser feliz independente de tudo isso porque ela é um ‘sentimento’ interior, um ‘estado’ de espírito…a ‘alegria’ é fugaz feito ‘bolhas de champagne’, mas a felicidade mesmo é eterna, como a vida de quem encontra Deus.
    Faço questão de entrar nesse papo com a palavra genérica Deus, embora ‘ambos’ sejam de ‘Javé’ ou algo assim, porque eles brigam por coisas ‘sagradas’, ok, sem pretenções ou vaidades, mas na humilde simplicidade digo que sagrados mesmo, mais ainda que o solo onde profetas e talvez a propria divindade encarnada (e não compreendida) pisaram, é a compreensão e o amor que tentaram transmitir, sagrados são as vidas que morrem, porque eles não se convencem de que são ‘unicos’, e pensam que Deus não é…mas antes de tudo, vc tem sua particularidade, personalidade, unidade, etc. Ele, o divino também tem, ninguém fala em nome dEle, se o quisesse Ele o faria…mas ambos estão errados se forem por esse lado…exceto que estou fora desta história, de longe não palpito, mas o que parece é que os kras lá jogam bomba nos Judeus como se fossem melhores que eles…isso valida os F-22…mas muito mais Sagrado e Feliz seria eles convencerem….sendo que nisso creio, eles tem um fragmento da verdade, os outros também tem um fragmento, é preciso unir estes fragmentos em prol de encontrar, aumentar, alargar o caminho em direção ao Eterno, assim além de não se convencerem estão afastando, enterrando, ocultando qualquer revelação que possa lhes haver sido confiada algum dia no tempo e no espaço…
    Abraços.

  492. Aninomyous

    Correção, Israel…não Judeus…Israel é aquele que lutou ate com um Anjo…. 😛
    Falou!

  493. Eu não entendo a logica de quem faz a guerra.
    O Hitler declarou guerra ao mundo e ao mesmo tempo
    construiu palácios. Jimy Carter declarou que Israel possui
    150 bombas atômicas. Pra jogar onde? No quintal de casa?
    O líder do Hamas se refugia em casa com a família.
    O Brasil quer submarino atômico.
    Na guerra fria a arma mais temida era o submarino atômico.
    Escondido em algum lugar do oceano conseguir disparar
    foguetes intercontinentais com bombas atômicas.
    O temidos Polaris. Não temos foguetes, não temos bombas atômicas.
    Pra lançar torpedo, qualquer submarino serve.

  494. o fuso horario esta bravo
    19:51

  495. Nina, querida menina …

    D I T A D U R A e uma sugestão de leitura para seu trabalho:

    DOSSIE DOS MORTOS E DESAPARECIDOS POLITICOS A PARTIR DE 1964 (editado em 1995)

    – Comissão de familiares de mortos e desaparecidos políticos
    – Instituto da Violencia do Estado
    – Grupo Tortura nunca mais

    … “Só vos peço uma coisa: se sobreviverdes a esta época, não vos esqueçais! Não vos esqueçais nem dos bons, nem dos maus. Juntai com paciencia as testemunhas daqueles que tombaram por eles e por vós.

    Um belo dia, HOJE SERÁ O PASSADO, e falarão numa grande época e nos heróis anonimos que criaram a História.

    Gostaria que todo mundo soubesse que não há heróis anonimos. Eles eram pessoas, tinham nomes, tinham rostos, desejos e esperanças, e a dor do ultimo de entre os ultimos não era menor do que a dor do primeiro, cujo nome há de ficar.

    Queria que todos esses vos fossem tão próximos como pessoas que tivesseis conhecido como membros de vossa família, como vós mesmos” …
    (Testamento sob a forca – Julio Fachik – Edit. Brasil Debates, 1980)

    Contra-capa:

    – Tocar nos corpos para machucá-los e matar. Tal foi a infeliz, pecaminosa e brutal função de funcionários do Estado em nossa Pátria Brasileira após o golpe militar de 1964

    – Tocar nos corpos para destrui-los psicologica e humanamente. Tal foi a tarefa ignominiosa de alguns profissionais da Medicina e de grupos militares e paramilitares durante 16 anos em nosso País. Tarefa que acabamos exportando ao Chile, Ururguai e Argentina. Ensinamos outros a destruir e matar. Lentamente e sem piedade. Sem ética nem humanismo. Macular pessoas e identidades. Perseguir líderes políticos e estudantis. Homens e mulheres, sem sua maioria jovens. É destas dores que trata este livro. É desta triste história que nos falam estas páginas marcadas de sangue e dor.

    Este é um livro de dor. É um memorial de melancolias. Um livro que fere e machuca mentes e corações. Um livro para fazer pensar e fazer mudar o que deve ainda ser mudado e pensado em favor da vida e da verdade.

    Um livro dos 30 anos que já se passaram. Mas também um livro que faça a verdade falar, gritas e surgir como o sol em nossa terra.
    Um livro que traga muita luz e esclarecimentos nos anos que virão.

    Um livro, vários brados, uma certeza verdadeira. Nunca mais à escuridão e às trevas. Nunca mais ao medo e à ditadura. Nunca mais à exclusão e à tortura. Nunca mais à morte.
    Um sim à vida!
    (Dom Paulo Evaristo Arns)

    Nina menina …
    “Aprendemos” com outros
    “Ensinamos” outros e …

    assim CAMINHA A HUMANIDADE DE TODOS OS TEMPOS!

    Beijão pra você, querida!
    Susan judia

  496. Contrera

    realmente, nunca é demais a importância que damos aos apoios.
    eu visitei cuba em 2005. saí estarrecido. realmente traumatizado. fui sequestrado lá, por um mísero celular e uns 100 dólares. a questão foi que eu vacilei. e aquele regime, qualquer regime, não vacila. por isso é que se torna fundamental questionar quem apóia quem. apoiar fidel significaria assinar embaixo de conjunturas que muitos de nós não conhecem – por simples ausência de oportunidade. conhecer cuba sendo turista não vale. é preciso sempre visitar o país profundo, aquele que pulsa a pulsação que conta.
    por outro lado, questionar sem conhecer também não vale.
    outra questão é a social. um beckett, em sua formação e sofrimento, não poderia – salvo a um enorme custo pessoal, que ele já deveria ter pago há muito – dar importância a prêmios dados a obras. esse é a glória do sofrimento: colocar aquele que sobrevive acima desse tipo de fenômenos propriamente humanos: refiro-me aos prêmios, condecorações. claro que SÓ PODE AUFERIR esse tipo de lição quem acaba convivendo com esse tipo de personalidade.
    todos nós temos nossos modelos. o que o gerald combate, ao que me parece, é a entronização indevida. o problema é que os seres humanos ADORAM entronizar, colocar falsos heróis no tablado, e destruir outros, sem dó nem culpa, no cadafalso. somos humanos.

  497. Apoiar Fidel Castro não desqualifica a obra do Chico Buarque.
    Tem artista que fuma maconha e cheira coca e é um grande cara.
    Ninguem é perfeito.

    Eu sou seresteiro, poeta e cantor.
    Ao tempo inteiro so zombo do amor
    Mas é carnaval
    seja voce quem for
    seja o que Deus quiser.

  498. Aninomyous

    Tipo, não sendo contra ninguém, mas imagine vc estar em um lugar e ficarem jogando mísseis na sua cabeça…ninguém é de ferro eles piram oras…imagine entao vc ver alguem torrar ou seu ‘barraco’ cair….néh? mas querem dizer que é por causa de religião? religião é Deus, e AGORA, não no passado, é presente e não teoria,…é comigo e com vc e não no nome dos que já nem pó são mais…se não entendem a mensagem do espírito se condenam, se entendem se condenam pior ainda, porque Homem de Deus que se preze quer falar com Ele e não se esconder debaixo da Saia da Virgem Maria, detrás de Jesus ou Maomé, porque Homem que é Homem fala por sí, e se quer ouvir Deus ele não fala por Ele, mas sim o escuta ou tenta entender suas revelações, se for isso, essa guerra é burra, não vai trazer frutos e não tem nada de sagrado…vergonha pra os Homens e fim para o mundo…hehehehehe… 😛
    Agora parei mesmo…abraços…

    Ps…é coments….não é contigo, é tipo uma manifestação cultural…de um inguinoranti…hehehehe…se Jesus foi judeu parece com vcs…’mais novo’ hehehehe…mas parece com todos, sejam muçulmanos ou israelenses, ele era do oriente oras….mas o importante com os mestres é entender suas mensagens, e exceto que maomé era o mensageiro da morte de de satanás…ele não deve ter chamado guerra, porque o nome de Deus é VIDA.

  499. Sandra

    Gerald, é estranho sim. Ninguém diz: o cristão Chico Buarque (ou ateu, ou agnóstico) apoia Fidel.

    Quanto às raízes, elas não estão incorporadas em nós? Lembro-me que quis conhecer a história dos meus avós maternos, que eles tinham quase que apagado, tamanho o trauma que passaram. Eu consegui descobrir o nome da cidade onde nasceram, seus nomes originais, mas será que isso acrescentou tanto? Minhas verdadeiras raízes não teriam sido passadas quando eles me diziam: Descascar a maçã? Ah!, se fosse no tempo da guerra! O que não faz a fartura!

  500. Ana

    02/01/2009 – 17:26
    Enviado por: gthomas

    parabéns pela total isenção.
    concordo.
    bravo!

  501. Sandra

    Aninomyous, também estava sumido! Feliz 2009!

  502. gthomas

    02/01/2009 – 19:06
    Enviado por: Sandra
    Gerald, é estranho sim. Ninguém diz: o cristão Chico Buarque (ou ateu, ou agnóstico) apoia Fidel.

    —GT: Sandra, nao eh muito estranho nao porque a populacao mundial de Cristaos eh IMENSA. So no continente AMERICANO, Sul, Central e Norte, faca as contas: uns 600 milhoes de cristaos.
    Na Europa latina…Alema, Austria, Suica, protestante crista, Anglicana…..Uns 500 milhoes de Cristaos.
    Italia, Espanha, enfim,,,,

    SER cristao no mundo hoje nao eh minoria

    A populacao INTEIRA de judeus no mundo: 8 milhoes!

    Sandra: Quanto às raízes, elas não estão incorporadas em nós?

    GT- Nao, nao estao, principalmente em tribos nomades sujeitas e sujeitadas a constantes diasporas e assimilacoes culturais.

    Sandra- Lembro-me que quis conhecer a história dos meus avós maternos, que eles tinham quase que apagado, tamanho o trauma que passaram. Eu consegui descobrir o nome da cidade onde nasceram, seus nomes originais, mas será que isso acrescentou tanto? Minhas verdadeiras raízes não teriam sido passadas quando eles me diziam: Descascar a maçã? Ah!, se fosse no tempo da guerra! O que não faz a fartura!

    GT – nao acho que se aplica aqui, tamanha as diferencas culturais principalmente quando se coloca o ego do artista no meio. Ego de artista e Criador eh foda., Quando deveria olhar pra dentro e buscar sua verdade interior, faz o que? Olha pra um outro criador, no caso um outro expatriado como Beckett, e o imita. Triste

  503. Cel. Ivo

    Estou gostando de ver … À primeira vista, você me pareceu muito
    racionalizador. “Olha” … estou agradàvelmente surpresa com o homem “racional” que observo. Você desarmou-se! Ótimo!!!

    Racional, veja bem o termo que uso, por favor. “Costumam” pensar por aí que “racional é o mesmo que racionalizador” e, pelo que sei, não é.

    Parabéns, Cel. Veiga!
    Corrigindo: Congratulações efusivas Ivo – o homem, o ser humano!

    PS.: sou muito brincalhona!
    Abraços,

    Susan judia

  504. Sandra

    Ana, total isenção seria se o Gerald dissesse, alguma vez:
    -O magnífico ator judeu teve, ontem, uma atuação impecável;
    -Tive, hoje, o prazer de ouvir o fantástico compositor judeu … ;

    Ou, um dia:
    -finalmente os EUA têm um presidente judeu! Vocês não percebem o quanto esse momento é histórico?

  505. Sandra

    Pinter tinha potencial para mais? É isso?

  506. Reinaldo Pedroso:

    É impressão minha ou querem “cruxificar” você (rs)? Vejo, ainda,
    que você sabe usar a “escrita” de uma forma sen-sa-ci-o-nal!!!

    A arte da escrita (Schopenhauer)? Foi sua cartilha? Adoro esse seu jeito petulante e provocativo de ser … Você descontrai o “povo amigo” e também o irrita, de “vez em sempre” ou essa é uma impressão “subjetiva” minha (rs)?

    Você sabe “mexer nas feridas” , e de forma muito “técnica”.
    Não vou lhe perguntar mas … é estudante ou graduado em …???

    Beijão pra você “agitador das massas blogueiras”!
    Susan judia

  507. gthomas

    Em arte, assim como em politica, nao ha ISENCAO

  508. Ivo Veiga

    Ani(lembra que abreviei seu nick), apenas como colaboração o modelo do avião é YF22, tambem contribuiram na construção a Boeing Corp. e a General Dynamics. Estava com saudades de voce também(tira acento poe acento, que saco).
    Ivo teclando do computador da namorada, enquanto aguarda o jantar.
    Abraço Ani.
    Ivo

  509. Sandra

    “porque Homem de Deus que se preze quer falar com Ele e não se esconder debaixo da Saia da Virgem Maria, detrás de Jesus ou Maomé, porque Homem que é Homem fala por sí, e se quer ouvir Deus ele não fala por Ele, mas sim o escuta ou tenta entender suas revelações”

    Aninomyous, ARRASOU…

  510. Ivo Veiga

    O Fabio falou ha 5 horas atras que ia tomar café, pela demora isso é um ágape.
    Ivo

  511. Sandra

    “Em arte, assim como em politica, nao ha ISENCAO”
    GANHOU!!! PEÇO ARREGO!!!

  512. Sandra

    Até mais tarde! Beijos em todos!

  513. Reinaldo Pedroso

    “02/01/2009 – 16:09
    Enviado por: Ivo Veiga
    (…)outra question, aquele esquizoide do reinaldo pedroso não vai encher o saco hoje não?, espero.”

    Ivo
    Sou esquizóide? Por quê?
    És um militar voluntariamente profissional, e não um psiquiatra.
    Ainda e por último, eu posso falar em guerra sem saber a diferença entre Tanque e Canhão Auto Propelido. Assim como tu podes escrever, pedante, sobre música erudita sem saber o que é Gramática, Sintaxe, Pontuação, Acentuação…
    Escreves intencionalmente o meu nome em minúsculas? Que bobagem infantil, coronel.
    Reinaldo

  514. Ivo Veiga

    Alora amici mio la mia namorata me chiama per mangiare, se não atender de pronto ela me manda pra Gaza vou atender a ordem da comandante Claudete.
    Bona Notte per tutti quanti.
    Ivo

  515. Aninomyous:

    O que está lendo, garoto? Sua “cabeça vai pirar” … (rs)
    Beijão!
    Susan judia

  516. Reinaldo Pedroso

    “02/01/2009 – 12:28
    Enviado por: Sandra
    Reinaldo, eu não grito, eu projeto a voz.”

    Oi, Sandra.
    – “rsrsrs”, vejamos se já estou situado no espectro.

    Gostas de eufemismos e sofismas.
    ( ) Certo
    ( ) Errado
    ( ) Mais ou menos
    ( ) Pode ser
    ( ) Às vezes
    ( ) Depende do interlocutor
    ( ) Nenhuma das opções

    Isso vai render…
    Beijo,
    Reinaldo

  517. Aninomyous …

    Eu acho que você não é esse “aborrecente hiper-ativo”, é?
    Mesmo com toda essa aparente “hiperatividade” voce dá conta do recado, né?

    Beijão!
    Susan judia

  518. gthomas

    Gostas de eufemismos e sofismas, aforismos e surfistas
    ( ) Certo
    ( ) InCerto
    ( ) Errado
    ( ) Dia Le Ti Ca
    ( ) Caffe Latte
    ( )Tem Caffe que nao late
    ( ) Mais ou menos
    ( ) Pode ser
    ( ) O Poder do ser
    ( ) Às vezes
    ( ) O poder do ser as vezes
    ( ) Depende do interlocutor
    ( ) AH, isso depende mesmo!
    ( ) Nenhuma das opções

  519. Ivo Veiga

    Querida Susan Judia, gentileza de sua parte, sou como qualquer um de nós, tenho meus momentos de fúria, de amor, de solidão,de solidariedade, de compaixão, de divagação etc..etc..
    O fato de ser militar(aposentado) não me torna um monstro ou insensível, sou brincalhão e extremamente devotado a família e amigos, ou seja me considero um ser humano nem melhor nem pior que todos os demais.
    Gostaria de ser tão brincalhão como nosso querido Pacheco ou o Fábio, mas infelizmente acho que não atingi este estágio, paciência nem tudo é perfeito.
    Beijos
    Ivo

  520. Ivo Veiga

    Agora se me permitem, farei uma viagem Londres-Manchester pelo meu simulador de trem, em um HST225(o Gerald já deve ter feito essa viagem muitas vezes) que alterei a velocidade máxima de 150 milhas/hora para 200 milhas/hora, creio chegar a Manchester em 1,45 horas. Este é outro dos meus hobbies, trens.
    Abraço a todos
    Ivo

  521. O QUE É A ARTE? O QUE É O PROCESSO CRIATIVO?

    Poderíamos recorrer a alguns autores que se debruçaram sobre
    essas questões.

    – “A arte encanta, inquieta, acalanta e espanta.
    A arte DESNUDA A HUMANIDADE, aponta-lhe direção e sentido,
    cabendo a nós a interpretação quando possível” …

    – “O artista e o louco estão um passo à frente humanidade”!

    As frases acima foram proferidas por dois psiquiatras – gente que
    entende de gente (!?) …

    A arte desnuda a humanidade, cabendo a nós sua interpretação
    – quando possível.

    “Interpretação”: Faixa de Gaza e israelenses …

    Decididamente, “não dá” ! É muita “arte” (sentido figurado) para
    ser interpretada.
    “Arte” de moleques malvados – é simples assim, não?

    Beijos!
    Susan judia

  522. Sandra

    Minha contribuição!

    Assinale a alternativa errada:

    ( )Não gosto de eufemismos e sofismas e esta frase está errada;
    ( )Gosto de eufemismos e sofismas ou esta frase está errada;

    Pergunta: Eu gosto de eufemismos e sofismas?

  523. Sandra

    Resposta: Tem Caffe que nao late

    Parabéns a quem acertou. Quem não acertou, não fique triste! Tudo faz parte de um processo evolutivo, e só o esforço de você ter pensado na questão já serviu para seu engrandecimento.

  524. Luciana

    Alguém falou que o Gerald Thomas é o grão mestre do blog, o que achei engraçado porque me veio a mente a Flauta mágica , no triunfo do sol,a entrada de Zarastro com sua voz imponente,tenebroso de deixar qualquer um apavorado.É assim que sinto o GT .Quem seriam Tamino e Pamina?Será que sou a papaguena?

  525. Sandra

    Gerald, algo me diz que você terá um ano de muito brilho!!!!!

  526. gthomas

    Coisa de surfista

    ou Sufista (RUMI) (amo! nada contra, amo!) os sufis.

    ja os surfistas….meio…..sabe ne? Meio…..nada sobre as ondas.

  527. Luciana

    Melhor, sou a Pamina.E o GT e a Sandra são o papagueno e a papaguena.

  528. gthomas

    Sandrerrima: quando a depre diminuir ou passar vou virar surfista e ver a onda de cima. Ver a prancha de cima. Ver o mundo do mesmo Hawaii de onde o meu querido Obama foi criado. Nunca estive la. Criei bode depois que Mark David Chapman saiu de la pra vir matar o Lennon aqui no Dakota.
    So is life, full of knots. Cheio de nos.
    Olha so quanta leitura.
    Quanto jogo de palavras
    LOVE
    G

  529. gthomas

    Ate o fantastico RUMI,, invertido vira
    RUIM
    (pessima essa)

  530. Sandra

    Deprê????? Você só pode estar brincando!!!!

  531. Ivo Tadeu Veiga … 59 anos … etc… e tal!

    Deuses meus (essa expressão é minha! rs) … Confesso (rs)…

    Cheguei a pensar que você “é” o Papi Noel (Pacheco) disfarçado de coronel do exército (fazendo o “tipo durão”; especialista na logística de movimentação do “povo amigo aqui do blog”!

    Bem, somos todos amigos! Já “me” auto promovi como tal e tenho certeza absoluta que todos nós “batalhamos pelas mesmas causas” – cada um com seu estilo – na busca de um resultado comum.

    Ivo, você …(não tem mais o acento, “cruzes”! rs) , você foi a “revelação” do dia! Aprecia as artes; usa de vocabulário mais
    popular; expressões de gíria (“antenado com o vocabulário da moçada”), interativo, culto.

    Extrovertido, comunicativo e ironico – sim – deu um “chega pra lá”
    em todos que, assim como eu, ficaram com a ligeira sensação de que você é muito rígido, enérgico, formal.
    Voce é bom estrategista, sem dúvida alguma.

    Amei seu “marketing” quanto à apresentação do seu blog. Dei uma “checada” muito rápida no seu nome (uso muito pouco o Google) e … surpresa! Ah, daqui há pouco irei dar uma espiada
    nesse blog seu …

    Vi, muito e muito ràpidamente, o link do “Vigilante Rodoviário” e
    emocionei-me com essa “saudade tão gostosa”! Sou da “turma dos enta” – cinquenta)!

    Beijão pra você!
    Susan judia

  532. Sandra

    MUITA leitura, Gerald!!! Pareço a Rainha Vermelha: corro muito para continuar no lugar. Se eu quiser me aproximar um pouco mais de você, tenho que correr o dobro.

  533. Luciana

    Isso é verdade , tive pastores alemães e todos eles morriam de medo de fogos de artifícios, ficavam arranhando as portas para entrarem e se esconderem embaixo da cama.

  534. Luciana

    Todos os meus gatos morreram.Agora só tenho um fox miniatura.Muito fofo.

  535. gthomas

    Daqui a pouco explico por email

  536. Luciana

    Sou Javali no horóscopo Chinês.

  537. Luciana

    Lembro que quando comecei a participar deste blog alguém me perguntou se eu tinha lido o pequeno principe, aí eu falei ,sim , que tinha lido.Depois a pessoa ficou pegando no meu pé, dando a entender que tinha sido somente este livro que li em toda a minha vida.Achei uma graça disso tudo, e acho graça até hoje da forma depreciativa como se comportam alguns aqui.Nem ligo.Prefiro filtrar o que há de bom neste blog.Aprendo um monte.

  538. ….Ivo,….tem como você me passar teu telefone..??
    ……….tá duro De te encontrar aqui..!!..
    ………….Daí eu te ligo,…um dia que você tivér um tempo…!!
    …..tô com uma puta saudade de você..!
    ………………………………………………………………………………………………..

  539. Luciana

    Os asnos pipocam em toda parte.Até em blogs.Que burrice, estou pasma com o comportamento de certas pessoas.Cultos, eruditos, talentosos,será que precisam ficar depreciando quem entra aqui e participa????Bem, já participei muito tempo disso aqui.Agora com a entrada de 2009 aproveito e me retiro.Meu masoquismo também tem limite. Saturou.Encheu tudo isso.Está se repetindo.Mas vou dizer que tem uns aqui que são muito burros, não vou citar os nomes para não melindrar os respectivos, babacas, só digo para estes tipinhos irem tomar naquele lugar´, fanáticos.Vi a cara do Fábio na blog novela e não fui com a cara dele.Já que ele retornou, me retiro.Não me sinto bem com esse Ivo e o Fábio, me parecem meio otários.Bem, é isso o que tinha que dizer.Mas foi bom enquanto durou .Adiós.

  540. Nina
    Ekran

    Segundo Richard Lynn os orientais (chineses, japoneses e coreanos) são os mais inteligentes do planeta. Depois dessa
    “colocação” (ranking dos “mais, mais”) aparecem os europeus.
    Americanos (das 3 Américas)? Não me lembro!

    “Tá certo que êle blefa” (rs) e adora criar polêmicas. Graças a êle é que o “mulherio subiu nas tamancas” (rs). Êle revelou ao mundo inteiro que temos 4 bilhões a menos de neuronios mas que, “apesar disso”, somos mais habilidosas … (rs).
    Ok pela parte que me cabe – no problems!!!

    Pois é … você falou em “Ano do Búfalo” e me lembrei que …

    – A China está nos mostrando que tem papel de destaque absoluto no cenário da economia global. Deixou de ser coadjuvante e está se preparando para representar o “papel principal” (ao que tudo indica, não?)…

    Tem um exército colossal, porém muito “informatizado”. Se me lembro bem, “andaram xeretando” muito os “programas do Pentágono”, há um ou dois anos atrás.

    “Vai daí que” …

    – Será que o “DRAGÃO D0 ORIENTE” (dragão vermelho) vai

    se “irmanar” com ÁGUIA DE CABEÇA BRANCA (USA)?

    É evidente que o BISÃO (búfalo) dos USA – simbolo da prosperidade, abundancia, fartura para aquele país – … tornou-se
    um ELEFANTE BRANCO!

    Ancora, está nas mãos de “Deus de verdade” (religiões) e dos “deuses da Terra” … nosso “destino”.

    Barack Obama … Aguardemos! Tomara não seja seu nome pronunciado em vão. Tomara … êle corresponda às expectativas mundiais. “Confio” nele! Acho que é um “salvador das pátrias”, nessas alturas … tão fragillizadas economica e socialmente.

    “Torçamos” por ele. Vai dar certo! Sejamos perseverantes!

    Beijos!
    Susan judia

  541. Ekran

    Nina,

    a China dá medo…e cada vez mais executivos e politicos tem lido (e praticado) o Sun Tzu. Literalmente todos querem “ir a luta”.

    Cada um por si…em fevereiro começa o “Ano do Bufalo”…

  542. Luciana

    Peço desculpas ao dono do blog por alguma coisa que eu disse ou de ter tido a prentensão de participar de um blog com pessoas de tão alto nível intelectual, e até de ter confessado minha atração pelo dono do blog , ter escrito palavras românticas e picantes etudo mais porque o acho muito bonito além de ser inteligente e talentoso.Mas masoquismo esgota mesmo.Tudo é ridículo mesmo.Estou me odiando agora.Adiós, encheu a paciência.

  543. Ekran

    Mas tem uma praga píor que o Sun Tzu…o livro Inteligencia Emocional.

    Sun Tzu + Inteligencia Emocional = baita (bait) F.d.p.

    Em Harvard tá cheio desses..ops, Obama?!

  544. Luciana

    ah ia me esquecendo, quero dizer que o GRÃO ASNO DO BLOG É O PACHECO.

  545. Nina,
    Ekran,

    “tia” Susan sugere (caso não o conheçam, ainda)

    Livro: “A arte da guerra” (Sun Tzu Sun Pin)
    Edição completa, organizada por Ralph D. Sawyer

    “Detalhe”: muito consultado por economistas, administradores de empresas, etc… (“faça a guerra”; “encontre a paz” ou “compreenda mais profundamente os assuntos humanos”.

    Beijão pra vocês!
    Susan judia

  546. Qualquer cachorro de medo de explosão, de barulho muito alto.
    Principalmente de sons agudos, tem os ouvidos muito sensíveis.
    Existe um aparelho eletrônico de ultra-som para repelir cachorros.
    Lembro-me da minha juventude no interior.
    Na época do cio, quando os cachorros faziam
    bacanal na rua a gente jogava bombinhas ou
    estalava um reio. A cachorrada dava no pé.
    Ninguem aguenta barulho, so motoqueiros,
    que abrem os escapamentos sem perceber
    o que barulho vai deixa-los surdos e sem reflexos.
    23:34

  547. Luciana

    ADIÓS!!!!!!

  548. Ekran

    Gerald,

    o que o Beckett falava sofre o Pinter daria um bom monologo ou não passaria de conversa fiada de 5 minutos?

    De qualquer modo, seria uma especie de “texto apocrifo” do Beckett, não registrado em nenhum texto escrito em vida por ele.

    Beckett ainda vive…

  549. Ivo Veiga

    Fábio to aqui.
    Ivo

  550. Ivo Veiga

    Caro Fábio, passar o telefone posso, basta acessar meu e-mail
    ivoveiga@ig.com.br
    Abraço
    Ivo

  551. Ivo Veiga

    Fábio fico aqui o tempo que o amigo desejar, também estou com saudades e doido pra falar contigo.
    Ivo

  552. Ivo Veiga

    Fábio te respondi, mas sumiu?????
    Ivo

  553. Ivo Veiga

    Fábio tive uma idéia podemos usar o MSN, ai conversamos sem ocupar o espaço do blog, to com o MSN aberto.

    Ivo

  554. Ivo Veiga

    Susan, querida, agora você(ainda tem acento?) me levou as lágrimas, minha irmã mais velha, infelizmente faleceu com 25 anos em acidente de carro(Simca Chambord) trabalhava na Simca do Brasil(depto.de marketing) e foi uma das pessoas responsáveis pela cessão do carro para a feitura da série, o ator Carlos Miranda, hoje coronel aposentado da P.M., foi a minha casa quando eu tinha 11 anos, com o carro do seriado, imagine miunha emoção ao entrar no carro do vigilante rodoviário, estou revivendo essa emoção agora. Já entrei no site da série e mandei e-mail para o Carlos Miranda que ainda não respondeu, deve estar viajando. Que ninguem nos ouça mas ele e minha irmã eram namorados nos idos de 60.
    Puxa encontrei uma alma gemea(com ou sem acento)
    Beijão
    Ivo(emocionado e alegre)

  555. Ivo Veiga

    Susan, querida, agora você(ainda tem acento?) me levou as lágrimas, minha irmã mais velha, infelizmente faleceu com 25 anos em acidente de carro(Simca Chambord) trabalhava na Simca do Brasil(depto.de marketing) e foi uma das pessoas responsáveis pela cessão do carro para a feitura da série, o ator Carlos Miranda, hoje coronel aposentado da P.M., foi a minha casa quando eu tinha 11 anos, com o carro do seriado, imagine miunha emoção ao entrar no carro do vigilante rodoviário, estou revivendo essa emoção agora. Já entrei no site da série e mandei e-mail para o Carlos Miranda que ainda não respondeu, deve estar viajando. Que ninguem nos ouça mas ele e minha irmã eram namorados nos idos de 60.
    Puxa encontrei uma alma gemea(com ou sem acento)
    Beijão
    Ivo(emocionado e alegre)

  556. Luciana

    Que a inteligencia emocional vai tomar no cu, e toda teoria desta linha vão todos tomar no cu.

  557. Ivo Veiga

    Susan, no enterro de minha irmã o Carlos chorava como criança, isso foi em 23/04/1962 ela era 14 anos mais velha que eu, aliás tenho hoje um irmão 12 anos mais velho e uma irmã(professora de piano) 10 anos mais velha, como ves sou a chamada raspa do tacho.
    Beijos
    Ivo

  558. Ivo Veiga

    Susan, no enterro de minha irmã o Carlos chorava como criança, isso foi em 23/04/1962 ela era 14 anos mais velha que eu, aliás tenho hoje um irmão 12 anos mais velho e uma irmã(professora de piano) 10 anos mais velha, como ves sou a chamada raspa do tacho.
    Beijos
    Ivo

  559. Ivo Veiga

    Fábio to esperando
    Ivo

  560. Ivo Veiga

    Fábio to esperando
    Ivo

  561. Luciana

    Na época de Hitler achavam que os alemães eram os melhores até que um negro ganhou uma medalha no lugar de um alemão.A cara do diabinho Hitler ficou com cara de bunda.Que mentalidade idiota essa deste livro de classificar que alguns povos são mais inteligentes que os outros.Que tacanho este livro

  562. Ivo Veiga

    Susa e Fábio, queridos, fico aqui até o raiar do sol e no MSN também para falar com voces.
    Ivo

  563. Ivo Veiga

    Susa e Fábio, queridos, fico aqui até o raiar do sol e no MSN também para falar com voces.
    Ivo

  564. Luciana

    Susan , a judia, talvez eu não seja judia como vc mas por parte do meu pai, Averbuck que vieram de Kiev, e da minha mãe também grande parte eram da Europa.Então como este explicaria meu caso?Já que sou tão burra

  565. Luciana

    meu parentes vieram de onde Kandinsky(abstrato) , parece que a família do Woody Allen também eram da aquela região, e o próprio Freud era daquela região depois foram para Viena.

  566. Ivo Veiga

    No MSN o endereço é ivoveiga@hotmail.com
    Ivo

  567. Ivo Veiga

    No MSN o endereço é ivoveiga@hotmail.com
    Ivo

  568. Ivo Veiga

    Desculpe-me Gerald e Vamp estou monopolizando o blog.
    Cadê o Vamp?
    Ivo

  569. Ivo Veiga

    Desculpe-me Gerald e Vamp estou monopolizando o blog.
    Cadê o Vamp?
    Ivo

  570. Luciana

    Olha aqui, oh, Ivo fica na tua,viu?Não te conheço, não fui com tua cara,tá ok?

  571. Ivo Veiga

    Desculpem mas estou como uma criança de 8 anos na véspera de Natal. Conto com o beneplácito de todos.
    Ivo

  572. Ivo Veiga

    Desculpem mas estou como uma criança de 8 anos na véspera de Natal. Conto com o beneplácito de todos.
    Ivo

  573. Luciana

    IVO, LI O PEQUENO PRINCIPE QUANDO ERA BEM PEQUENA, ACHO QUE NÃO TINHA NEM 10ANOS, MINHA MÃE TINHA EM FRANCÊS E LEU PARA MIM.DEPOIS EU LI EM PORTUGUÊS UM POUCO MAIS VELHA.E A SANDRA PELO JEITO SÓ LEU ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS.GT , TENHO 10ANOS DE IDADE.NÃO REPARA.

  574. Ivo Veiga

    Susan Judia(já estou amando) e Fábio mandei comentários mas sumiram???
    Gerald quebra essa vai.
    Abraço
    Ivo

  575. Ivo Veiga

    Susan e Fábio meu MSN é ivoveiga@hotmail.com ou ivoveiga@ig.com.br
    Ivo

  576. Luciana

    Seu “desabafo” das 23.06hs e … “O pequeno príncipe”.

    Será que as pessoas que a cobraram de “sòmente ter lido” êsse
    livro o leram também? Será que conseguiram captar, interpretar, assimilar a “mensagem” de Antoine de Saint Exupéry?

    Filmes infantis (tolinhos aparentemente, do tipo desenho animado) que enchem as salas dos Cinemarks “dessa vida”, para alegria geral da criançada, trazem muitas “mensagens de
    altruísmo”, ensinamento (educação), etc… embutidos em sua temática.

    A molecada pode até nem se ligar nessas “mensagens”, visto que está mais interessada é nos “efeitos especiais”, mas …

    Papi, mamãe, vovó, vovô ou babá que levam essas criancinhas
    aos cinemas, se prestarem atenção, conseguirão decifrar essas
    mensagens e passá-las, se “julgarem importantes” , para esses
    seus rebentos “era tec”.

    Muito particularmente, Luciana – cá entre nós e que ninguém nos
    ouça, tá (rs)? A própria Internet “te dá”, prontinho, qualquer livro.

    Sempre gostei muito de livros – tenho o “hábito” da leitura, até mesmo como entretenimento., quase exclusivo.”Adorava” sair garimpando “sebos” . Livreiros e essas livrarias “modernosas”
    são a minha perdição (e feirinhas de antiguidade, idem (rs))!

    – Conheço muitos pseudo-intelectuais que não têm idéia própria;
    apenas leram zilhões e zilhões de livros. Outros têm uma faustosa biblioteca apenas para exibição aos amigos. Mais ou menos assim como … essa minha biblioteca faz parte do projeto de decoração/arquitetura da casa. Não é um luxo (rs)?

    Não sou intectual, intelectualóide ou eco-chata. Nem mesmo vegetariana, etc. (rs).

    Não se sinta depreciada, por favor. “Esnobe”, de alguma forma, êsses “chatos que te cobram vida literária”. Descubra alguma coisa que êles não saibam fazer tão bem quanto você, por exemplo. Você deve ter um talento especial voltado numa outra direção e “muito futuro pela frente”.
    Alienada do mundo … você não é mesmo!!! Já pensou nisso?

    Beijão pra você.
    Susan judia

  577. Ivo Veiga

    Po gente hoje é sábado(sudeste do Brasil) e a madrugada é uma criança, let’s talk.
    Ivo

  578. Ivo Veiga

    Susan Judia(linda) eu não tenho blog não acho que voce se equivocou.
    Ivo

  579. gthomas

    Desculpem todos pelo atraso na aprovacao de comentarios

    Mas sou um so e estou procurando alguem na Suica.

    Estranho mesmo porque esse post comeca com os Alpes.

  580. Ivo Veiga

    Grande Gerald obrigadissimo.
    Ivo

  581. Ekran

    Após 550 posts entre 29/12/2008 – 20:11 e 02/01/2009 – 23:57, eu vejo uma “teia de palavras” que se emaranham e ganham vida propria aqui no blog do Gerald, mais ou menos como o Vilem Flusser descreve “a poesia” no seu maravilhoso livro “A Historia do Diabo”, escrito em 1965, muito antes da internet tomar forma e vida propria,
    segue trecho:

    “7.1.1. A Poesia

    A vontade é a aranha que secreta de si a teia da lingua. Sem cessar e sem cansar expele os fios translúcidos e brilhantes de frases, e tece os fios e os amarra em nós, e torna a teia densa, e corre de cá para lá dentro da teia para consolidá-la. Pelo “princípio da individualização” cria a ilusão de intelectos nos cruzamentos entre os fios, e pelo princípio do discurso cria a ilusão de autonomia da teia. A teia cresce e se expande em todas as dimensões, alimentada pela secreção da vontade. Novos fios de frases surgem sem cessar, novos intelectos se formam, e novas ligações entre intelectos surgem. Os fios se consolidam e tornam-se rijos. Nesses fios rígidos formam-se cadeias que consistem de conceitos e relaçoes entre conceitos. Essas cadeias prendem os intelectos. As cadeias dos fios se ramificam. Alguns dos ramos se juntam para formar novas cadeias, novos discursos. Outros ramos flutuam com suas pontas no vácuo, argumentos inacabados.

    Em alguns intelectos a vontade se petrifica. São os intelectos rigorosos e claros. Em outros intelectos a vontade pulsa e procura expandir-se mais, estender o escopo da teia. Esses intelectos estão sendo propelidos pela vontade até a beira da teia. Deles estende a vontade, fios e ramos de fios vácuo a fora. A vontade arrisca esses intelectos.

  582. Ivo Veiga

    Gerald (te amo) agora lembrei de um Poema Sinfonico de Lizt,” O Lago de Waldenstein” na Suiça.
    Abraço
    Ivo(o dia de hoje será inesquecível)

  583. Ivo Veiga

    Puxa Luciana que te fiz para ser chamado de asno. Mas creia eu gosto de você também. Eu li O Pequeno Principe quando adolescente e odiei, hoje com a idade releio e gosto “Tú es responsavel por quem cativas”
    Beijos
    Ivo

  584. Ivo Veiga

    Amigos interrompi minha viagem London-Manchester em uma pequena cidade(Maugan) em homenagem ao Sommerset Maugan, vou continuar mais algumas estações e já volto.
    Claro que essa viagem é virtual no meu simulador de trem, usando HST(modificado de 125 milhas/hora para 200 milhas/hora.
    Ivo(maquinista)

  585. Luciana, “menina” Lú!
    Ivo? Você é incendiário (rs)? Lenha na fogueira, né (rs)?

    Não é o seu blog – você tem uma página no blog do Nassif.
    Anotei seu “hot e ig”. A Luciana é uma boa menina que ficou irritada com tanta pôse dos “mestres” (opa – maestros, como diria o nosso Prefeito aqui de São Paulo).

    Lú você tem 30, 35 anos? O mundo “te” espera, garota! Essa
    “bancada de mestres”? “Dá bola” pra eles não (rs)! Êsse é o “velho conflito das gerações” (é “clássico” o modelito de comportamento – porque “a gente pensa que sabe mais que vocês” (rs))! Não dizem que a “idade traz sabedoria”? “Papo-cabeça” é da minha “época”. É uma “praga” que nos contamina!

    Tínhamos, então, duas opções: ser hippies (bicho-grilo) ou …

    muito Kafka, Kaplan, Aristóteles, Nietszche, etc… etc… na nossa
    cabeça (rs)!!! “Jovem Guarda” ou “Chico & Cia” também! Etc!!!
    Era “très chic” sermos aspirantes a “intelectuais” (rs)! Valeu!!!

    A meia-idade ou a velhice, nos torna mais “sábios”?
    Na pior das hipóteses, acumulamos, ao longo da vida, mais “informações e aprendizado”. Repito: fica nervosinha, não!
    “Te” passei informações “históricas”! Vividas!

    Falei e disse e … GAZA??? Foi bom esse “pinga-fogo” ; “ping pong”! Esquecemo-nos, por algum tempo, disso tudo, você não acha? PAZ E AMOR!!! (slogan hippie).
    PAZ E AMOR – continua valendo! Atualíssimo!

    Em tempo: O IVO RELEU O PEQUENO PRINCIPE. Nessa releitura, ele parou e encontrou muitas “cositas” que haviam lhe passado desapercebidas quando o leu pela primeira vez …
    Fica brava com ele, não! Êle se “revelou”! Não é mais “coroné”, como disse você.

    Beijos pra você! Vou dormir – estou “pregada”!
    Bom dia a todos nós! BOM DIA!!!
    Seja muito benvindo, novo dia!

    Susan judia

    PS.: Lú … amanhã tentarei ajudá-la com relação aos lugares de
    procedencia dos seus pais e avós.

    Beijos!

  586. EKRAN,

    Bom dia!

    “Show”! ARRASOU! Fechou o assunto com chave de ouro!
    Muito bem … homem-aranha! “Sacou tudinho” que acontece aqui, não? Teias … que se entrelaçam; “mente coletiva”! “Mentes” que têm brilho próprio!

    Amo você e o mundo – no qual me incluo e do qual faço parte!
    Beijão!
    Susan judia

  587. Mr. Thomaz,

    Bom dia!

    Solidarizo-me com você nêsse triste momento.
    Seu amigo será encontrado – “segure mais essa”! Voce pode!
    Voce consegue! Você tem a ^fórmula, gênio” – seu coração!!!

    Beijos!
    Susan judia

  588. Ivo Veiga

    O Luciana pra que destilar tanto fel, não vou cair na pieguice dizendo que a felicidade até existe, mas as coisas não são tão feias como pintas e o Pacheco é um Sr. agradável e bonachão(no bom sentido) que nunca falou mal de voce. Pelo contrário ele tem sempre uma palavra de confiança e otimismo. Eu amo o Pacheco e creio que muitos aqui também o amam.
    Ivo

  589. Ivo Veiga

    Ah sim o tempo em Manchester está chuvoso(novidade) cheguei a cidade com 15 minutos de antecedencia, fui a 350 Km/Hora.
    Resolvi concluir a viagem com o trem ICE 3 alemão que é mais veloz.
    Ivo

  590. Ivo Veiga

    Oi Luciana eu comentei que a capa do Pequeno Principe, tava igual a foto do Gerald quando adolescente, reparou? Beijos,

    Ivo
    PS. o Antoine Roger Marie de Saint Exuperi, morreu quando o avião que ele pilotava(Aircobra P-39) foi abatido pelos alemães sobre o Mediterraneo,

  591. Ivo Veiga

    Luciana tens ai em cima meus endereços quando quiser, se quiser estou a seu inteiro dispor. Assistiu o filme sobre a vida do Saint-Exupery com o ator suiço Bruno Ganz(não lembro o nome do filme) muito bom. Pobre da Dolores que ficou a vida toda esperando por ele.
    Beijos
    Ivo

  592. Ivo Veiga

    Luciana meu pai nasceu em Dortmund e viveu na Alemanha até 1946, minha mãe era do interior de São Paulo.
    Beijos
    Ivo

  593. Ivo Veiga

    Bom pessoal já são mais de 02,30 da madrugada vou ficar mais uns 10 minutos e depois vou dormir.
    Abraço a todos
    Ivo

  594. Ivo Veiga

    Gerald, me perdoe hoje te aluguei, prometo que me comporto melhor.
    Abraço e Te Amo
    Ivo

  595. Roberta

    Essa historia de **Pequeno Principe** – Me lembra a *fatal frase:

    ” Voce es responsavel por aquilo/aquele que cativas ”

    Pena as pessoas esquecerem isso no mundo de hoje….

    Fui…estava passando para ler os ultimos recados por aqui…mas ja sao 2:45da madrugada…hora de mimir….

    Fui !!

  596. Ivo Veiga

    Oi Susan Judia(lindinha) ainda estou aqui.
    Beijos
    Ivo

  597. Ivo Veiga

    Como saideira deixo aqui trecho de música para as lindinhas do blog:
    Este seu olhar quando encontra o meu fala de umas coisas que eu não posso acreditar.
    Doce é sonhar e pensar que você gosta de mim como eu de você.
    e vai por aí afora.
    Beijos a Todas
    Ivo

  598. Reinaldo Pedroso

    “02/01/2009 – 10:15
    Enviado por: Nina (yes we can)
    Mas vc tem que admitir que algo errado contigo amigo, vc tá estranh[issimo, é provocativo e depois sai com uma tipo: mas eu não fiz nada….”

    Nina, querida.
    Deves está te referindo ao “literalmente

  599. Ivo Veiga

    aviso aos navegantes, como estou usando versão antiga do MSN, não consigo receber e-mail por ele mas dá pra conversar, portanto MSN para papo e ivoveiga@ig.com.br para e-mails.
    Abraço Final a Todo(a)s.
    Vou dormir feliz hoje eu “carpen die”
    Ivo

  600. Reinaldo Pedroso

    “02/01/2009 – 10:15
    Enviado por: Nina (yes we can)
    Mas vc tem que admitir que algo errado contigo amigo, vc tá estranh[issimo, é provocativo e depois sai com uma tipo: mas eu não fiz nada….”

    Nina querida
    Cliquei sem querer, ou inconscientemente, em “Enviar” quando iniciava a te responder, mas foi ótimo isso ter acontecido.
    Em qual mensagem eu dei a impressão de estar dizendo “mas eu não fiz nada…”?
    Beijo,
    Reinaldo

  601. Prezado Asno mais novo no blog.

    Ou senhor Reinaldo Pedroso.
    Ou reinaldo pedroso.

    Escolha o que mais te agradar.

    Prazer pelo nosso encontro.Não era necessário insinuar nada para fazer minha presença .
    Basta chamar que compareço. Fui treinado para atender chamados inclusive.
    Repondo tua pergunta com prazer.
    Estou no blog desde que o dono o transportou para o IG.
    A diferença entre nossas entradas foi por atitude.
    Entrei com humildade e só aos poucos fui me soltando.
    Diferente de quem já chegou apoiado nos cascos dianteiros e dando coices com os traseiros.
    Este é nosso primeiro contato e pensarei se gosto ou não de ter como parceiro de blog um similar mais novo e desaforado.
    O que necessariamente não impedirá tua livre manifestação o que é problema do Vampiro e do dono do curral.
    Só em consideração te aviso que tenhas cuidado porque aqui temos mais similares que se disfarçam.
    E por favor:
    -Se no futuro estivermos no que foi imaginado inicialmente por Buridan não me puxe para a esquerda porque até para ir ao feno eu sempre ataco pelo lado direito.

    Obrigado.

    Asno checo.
    Asno mais antigo.
    Pacheco, e até pacheco.

    Escolha o que mais te agradar

  602. Pessoal.

    O velho Papai Noel entes de partir para o Pólo deixou mensagem de agradecimento aos que ajudaram as vitimas de Santa Catarina atendendo solicitação que ele fez aqui no blog. Ele ficou sabendo que muitos ajudaram e por isto ficou comovido.Um morador atingido telefonou ao Pacheco e disse ter lido a respeito no blog.
    Quase que o velho morre de contentamento. Estou falando do velho que ficou e não do que partiu.

    Quac Quac.

    Donald.

  603. .Amigos.

    Entro apenas para afirmar que no meu humilde entender o livro O pequeno príncipe deveria ser distribuído gratuitamente pelo governo para todos os alunos do primário.
    Seria bem mais útil do que as horrorosas brochuras que estão distribuindo e nas quais é feita apologia descarada dos invasores de terra.
    O livro abriria espaços de amor enquanto as brochuras abrem espaços de ódio.

    Obrigado.

    Critico de arte.

  604. Ivo Veiga

    Insone, acontece frequentemente, estou aqui, alguém no blog?
    Ivo

  605. Ivo Veiga

    Aparentemente não, durmam meus filhos que eu estou de guarda.
    Ivo

  606. Gerald Thomas.

    E-mail aberto e lido com atrasado
    Embalado e empolgado com meus netos em Belmonte estou passeando muito e brincando para valer.
    Arrisco dizer que este foi o Ano mais feliz que tive ao longo dos sessenta e oito dos quais estou próximo de ter existido.
    Já estamos no inicio de mais um ano e estou pronto a continuar tudo que estive fazendo no ano que passou.
    Continuarei fumando e blogando. Sou viciado nesta ordem e desejo manter o que me causa prazer.
    Tanto em um como em outro estágio estou sujeito a bordoadas.
    Do cigarro as recebo no corpo começando no velho pulmão. Do blog começa pelas vistas e terminam no coração.
    Quando a bordoada é de tristeza deprime. mas quando é de alegria não tem vicio melhor no mundo.
    Viva o cigarro. (não recomendo esta merda para ninguém)
    Viva o blog (recomendo para todos).
    E por favor, não me reprimam porque aqui no blog tem individuo que já deu viva ao lula.
    E onde se dá viva ao lula também se deu viva a merda. Aqui em passado recente foi dado viva a bosta.
    E basta por bosta fico com a que não fala e, portanto não diz merda.

    Love e desculpe minha empolgação neste inicio já dito de 2009. Mais perto de 2010 0 que já é um alivio.
    Não ha bem que tanto dure e nem mal que nunca se acabe.
    Ou vice-versa.

    Love.Again and forever.

    Pacheco.

  607. Ivo.

    Estamos de guarda.

    E eu tenho o maior prazer em estar mais do que bem acompanhado.

    Abraço de saudação ao Ano Novo.

    E o teu anunciado livro já está proximo de ser publicado?

    Pacheco.

  608. Ivo Veiga

    Pacheco, tudo bem, feliz 2009 eu também tive problemas com esse reinaldo, disse a ele que pra ele sou Cel.Veiga. O cara é arrogante, mandei ele me procurar no Comando Militar do Sudeste. Tenho uma bela Imbel 9 mm. pra por na cara dele.
    Abraço e Saudades
    Ivo

  609. Ivo Veiga

    Caro irmão de armas, agora o sono tá batendo.
    Ivo

  610. Ivo Veiga

    Meu camarada, vou dormir mas hoje ainda volto contigo.
    Saudações de Caserna
    Ivo

  611. Reinaldo Pedroso

    “02/01/2009 – 19:39
    Enviado por: susan judia
    Reinaldo Pedroso:
    (…)A arte da escrita (Schopenhauer)? Foi sua cartilha?(…)

    Não, Susan, só li “O Pequeno Príncipe”
    A Sandra orientou-me, e tu me situaste carinhosamente.
    Como já disse para a Nina, sou cartunista, ilustrador e professor aposentado do Curso de Design Gráfico da UFSM/RS, nessa ordem de importância para mim.
    Beijo,
    Reinaldo

  612. Reinaldo Pedroso

    “02/01/2009 – 19:39
    Enviado por: susan judia
    Reinaldo Pedroso:
    (…) A arte da escrita (Schopenhauer)? Foi sua cartilha?(…)
    (…) é estudante ou graduado em …???
    Beijão pra você(…)
    Susan judia”

    Não, Susan, só li “O Pequeno Príncipe”.
    A Sandra me orientou, e tu me situaste carinhosamente neste blog.
    Como já disse à Nina, sou cartunista, ilustrador e professor aposentado do Curso de Design Gráfico da UFSM/RS, nessa ordem de importância para mim.
    Beijo, te admiro.
    Reinaldo

  613. Ekran

    (nada é tão ruim que nao possa piorar)
    http://www.haaretz.com/hasen/spages/1052025.html

    Last update – 10:40 03/01/2009
    ANALYSIS / Israel must prepare to turn its military might from Gaza to Iran
    By Amir Oren

    On the 14th story in the IDF headquarters in the Kirya in Tel Aviv, where the defense minister and the chief of staff have their bureaus, there is concern about an even more serious problem than rockets in Ashdod and Be’er Sheva. Barak, especially, has been concerned that the IDF will be drawn into Gaza, even if not in all its brigades and divisions, but certainly with the attention of the commanders and with a burden on the air force.

    Therefore, the IDF must move quickly to disengage, in order to free its attention for the paramount task of preparing a military blow to Iran, if diplomacy and deterrence fail. As long as the great threat of Iranian power is hovering, the smaller threats of Hezbollah and Hamas that derive from it will not be dispelled. Cast lead, heavy as it may be, is still easier to digest than enriched uranium.

  614. Reinaldo Pedroso

    Susan, desculpa a minha incompetência “virtual”.
    Te enviei o rafe(rough) e a arte-final(art work) da minha mensagem.
    Outro beijo,
    Reinaldo

  615. Reinaldo Pedroso

    Coronel! Assumiste!
    Reinaldo

  616. Ekran

    (enquanto isso, na terra de Alice…)
    Islam for the masses

    http://www.nytimes.com/2009/01/03/world/middleeast/03preacher.html?_r=1&ref=world

    Generation Faithful
    Preaching Moderate Islam and Becoming a TV Star for Youths

  617. Reinaldo Pedroso

    “03/01/2009 – 04:05
    Enviado por: Asno velho
    Prezado Asno mais novo no blog.
    Ou senhor Reinaldo Pedroso.
    Ou reinaldo pedroso.”

    Pacheco, vai tomate cru?
    Reinaldo

  618. Prezado Ivo Veiga.

    Não entendi a recomendação de leituras que a tua alma gêmea fez para a Nina.

    Os livros citados embora idôneos só retratem um lado da história.
    Parece-me que tua alma gêmea (como a chamas) quer deliberadamente manter a Nina alheia ao outro lado dos fatos.
    Por exemplo.
    Se a Nina ficar lendo só o que a esquerda comunista a publicou jamais saberá quem é Lovechio. Muito menos o merda que foi o capitão lamarca.Não saberá quem foi a terrorista e assaltante de bancos Estela e muito menos quem é o comunista de carteirinha e atual ministro da injustiça.A nossa adorável( deve ser ) Nina continuará sem entender o que realmente se passou no Brasil e muito menos porque estas meadas de bolsas e invasões de terra ainda existem.
    Alguém tem que contar para a Nina e outras foi Francisco Julião e o que ele pretendia.
    Coisa que o Stedille que reviver nos dias de hoje.
    Não me julgo no direito nem tenho a intenção de te sugerir comportamento algum. Respeito tua alma geme a e só estou te endereçando estas observações para que sejam lidas por todos
    Vou evitar discutir argumentos com mulheres em 2009. Gato escaldado tem medo de água fria. Exceção apenas para Sandra. Gloria,Francyne e outras bondades que emitem opiniões coerentes e carregadas de amor nas entrelinhas.
    Inclusive a Nina que não sei por que está tão pouco informada de tudo. Ou talvez esteja informada demais.Informada demais de uma só apreciação.Talvez a única que lhe foi dada a conhecer.Minha indignação começa ai!.Quando é que realmente teremos a versão ao menos mais próxima da verdade dos acontecimentos?O Gabeira já contou e conta a verdade.Parece que não desejam escutar quem se arrependeu das arbitrariedades feitas.Preferem ficar na lenga –lenga de Chico Buarque isto e mais aquilo.Chico sempre foi da esquerda festiva.Aquela que elogiava cachaça e tomava uísque.E nos dias atuais o Chico nem mais se manifesta.Ainda bem porque entre os dois Chicos eu respeito e gosto do Chico compositor.Detesto o que ele foi ao passado.Apenas um bem nascido e rico e talentoso jovem que achou bacana ser do contra.Eu disse ser do contra e lembrei do Contrera.Talvez para dizer que eu julgo o chileno(pero no mucho) jornalista e ator e blogueiro e mais outras coisas,Talvez mais brasileiro que o próprio Chico.O Contrera sabe o que significa um regime totalitário e comunista.O nosso Chico pensou que sabia.Ai está a grande diferença.De um lado temos um palhaço(na boa intenção)grande.Do outro lado temos um grande palhaço.
    E no meio um palhacinho que é ou foi o pachequinho.Portanto ride palhaço que a marolinha vai começar a ficar engraçada.Quem sabe depois do carnaval.Embora eu espere o contrário.

    Abraços.

    OS: Notou como o Targino ficou por teres declinado tua patente?Ele esqueceu que você entrou sempre e simplesmente como Ivo Veiga. Também esqueceu ou não leu o que nós aqui já dissemos em relação as nossas Forças Armadas. Nós explicamos em ocasiões diferentes que somos treinados para defesa da Pátria em primeiro lugar. Portanto só reagimos quando atacados.
    Em certos momentos o Targino não me parece corresponder ao que dele eu julgo. Eu o julgo brilhante e ai ele aparece dizendo que para soltar um foguete qualquer submarino serve!RsRsRs. Ora Targino.Sonoras gargalhadas navais com respeito pelo teu completo e absoluto desconhecimento do assunto.

    Obrigado.

    Pacheco.

  619. Reinaldo Pedroso

    Susan, leia “…e tu me situaste generosa e carinhosamente…”
    Mais um beijo,
    Reinaldo

    P.S. – Tudo desculpa para te beijar mais.

  620. Luciana

    Olha aqui você também Susan , a judia, se eu sei fazer algo melhor que vocês aqui?Tirando alguns que realmente acho que escrevem muito o resto não é lá essas coisas.E você, minha querida, está no rol dos que não escrevem lá essas coisas na minha opinião.Então fica na tua que também não fui com tua cara.E o conselho de eu procurar fazer algo que me destaque de vocês , vou te dizer que não estou tão abaixo de vocês, não.Depois como fui tripudiada aqui , impossível se sentir tranquila para se soltar e etc,etc….Quem sabe você vai procurar outro ofício,querida, porque de escritora você vai morrer de fome se depender do meu gosto ao teu respeito.Só posso te dizer que você está mais para Janete Clair querendo dar uma de intelectual mas queé isso sim uma intelectualóide michuruca.Querida Janete Clair era muito melhor que você.Acho graça do teu fel a minha pessoa.Olha aqui se escrevo horrivelmente o problema é meu e de ninguém mais.E faço o que quiser da minha vida.E vou continuar ,sim, escrevendo para o teu desgosto, querida, Susan.Te aconselho ler e praticar mais a arte de escrever,tá bom ,menina.Dizem mesmo que o escritor não é feito do dia para outro, não é redaçãozinha de colégio para professora, Susan.

  621. Omar

    Ai meu garoto!
    Parabéns.SAKAMOTO
    Nada resiste a um bom trabalho.
    http://www.The Guardian.com.
    Brazilian taskforce frees more than 4,500 slaves after record number of raids on remote farms.

  622. Luciana

    Boa idéia , Susan, agora que você me mandou fazer outra coisa , agora que vou continuar escrevendo.Antes não tinha a pretensão de ser uma escritora , bem o que tem de escritor michuruco fazendo sucesso por aí,mas como você teve a audácia de dizer para eu fazer , sem se enxergar, continuarei escrevendo sim, Susan.Se eu fosse tão sem nenhum valor na escrita vc não me mandaria fazer outra coisa , nem estaria aí para mim, ok?É porque você vê algo em mim que talvez você não tenha.Eis o teu medo.A outra , A Sandra, que só cita , Alice no país das Maravilhas, a acho muito engraçada, com aquele joguinho de escolhas, pô é um pé no saco imitando o GT.

  623. Cristina

    Sandra,
    Eu acho que o muçulmano não é muito chegado em cinema, a simulação da realidade vai contra a filosofia do Corão, eles gostam de poesia, música, artesanatos, tapetes, esculturas abstratas.

    Quando compro tapete do Afeganistão me sinto bem, sinto que estou ajudando a difundir a trabalho daquele povo sofrido. Nem tudo é repetição, hoje não podemos dizer que o povo judeu é sofrido, muito pelo contrário, eles sofreram na segunda guerra e agora estão desrecalcando todos os complexos. Por que o judeu faz tanta questão de ressaltar o judaísmo? Harold Pinter não era português, não era inglês, ele era judeu. Pelo que entendi o Harold Pinter não apoiava o regime de Milosevic, ele era contra fazer do político sérvio um bode expiatório, uma vez que o político não age sozinho, então a responsabilidade não é individual, se assim fosse o Bush & Blair já deveriam estar na cadeia faz tempo, pela cagada que fizeram com o Iraque.

    Devo dizer neste blog que do mesmo jeito que muitas pessoas não gostam de muçulmanos eu não gosto dos militares, da mesma forma que o condicionamento muçulmano é errado, o condicionamento do militar também é errado. Eu até perdôo a pessoa por ter seguido a carreira militar, muitas vezes ela não tem escolha, mas não queira que eu ache que esta pessoa tenha integridade de caráter ou qualquer tipo de honra. Tenho trauma do regime militar, depois que os militares assumiram o poder a violência no Brasil aumentou, Getúlio Vargas foi ditador e foi amado pelos brasileiros, os militares eram odiados, impunham um regime de terror, com prisões injustas e torturas.
    Não é qualquer cachorro que tem medo de barulho, o medo da Life é maior que o das outras cadelas, a cocker e a yorkshire não têm medo. Eu acho que algum ancestral da Life esteve em meio a um bombardeio e a reação é atávica. A minha observação é baseada na leitura de “Anatomia da Destrutividade Humana” de Erich Fromm, sobre os instintivistas, mais especificamente o biólogo K. Lorenz.

  624. Luciana

    Susan, Quantas pessoas geniais foram tripudiadas, disseram para eles que não tinham talento , não tinham competência para o que faziam e depois de morrerem foram reconhecidos.Não que eu seja um pessoa como esses geniais escritores , mas, Susan, estou achando essa tua atitude de dizer para eu fazer outra coisa de uma pessoa invejosa, só isso posso pensar de você, quem é você para me mandar fazer algo?Eu falei que era escritora???????

  625. Luciana

    Engraçado que não acho nenhuma genialidade o que escrevem aqui, uns são tão vazios apesar de escreverem certinho,é o caso da Sandra.

  626. Luciana

    Um dia destes olhei um livro de uma escritora que faz um certo sucesso, li umas linhas fiquei pasma de tão ruim que era.Perguntei-me será que alguém lê isso?Depois larguei o livro e peguei outro, de um escritor esse sim, genial, senti me nas nuvens, suas palavras rolavam suavemente na minha mente.

  627. Luciana

    Ano do Bufálo, Trabalho , perseverança nas convicções e naquilo que se tem de mais verdadeiro dentro de si, tanto no trabalho, na amizade, amor e saúde.Não é ano de esmorecer diante dos obstáculos mas de ultrapassá-los.Ano do Bufálo para o porco, um ano EXCELENTE.

  628. O Vampiro de Curitiba

    Pessoal, tem post novo lá em cima.

  629. Jose Pacheco

    Hoje materia no Estadão da conta do surgimento das FARC Paraguaia.

    A nossa já está formada, ou aquele atentando no Rio Grande do Sul com bombas foi ok?

    Espero que não, mas vejo dias negros a nossa frente.

  630. Uma entrevista que reflete todas as opiniões do collorido, e o que venho tentado explicar nos blogs onde freqüento a realidade nua e crua, a política da destruição da sociedade brasileira, ou seja, o safado está deixando de herança uma briga étnica que nunca houve no Brasil.

    De Demétrio Magnoli: Lula chegou ao Palácio do Planalto como a personificação de esperanças exageradas, quase ilimitadas: “Foi para isso que o povo brasileiro me elegeu presidente da República: para mudar”. Na hora em que começa o outono de seu segundo mandato, contudo, é tempo de investigar a sua herança: desses oito anos, o que ficará incrustado no edifício político brasileiro?…………………. “Eu sou filho de uma mulher que nasceu analfabeta.” ……………………….. Antes de tudo, provou-se que diplomas acadêmicos não são adereços indispensáveis para governar. Os acertos e os erros de Lula decorrem de suas opções políticas, não das supostas virtudes ou das óbvias carências associadas a um nível baixo de instrução formal. O presidente não precisou de uma universidade para preencher a diretoria do Banco Central com um time de economistas que ostenta medalhas acadêmicas incontáveis ? e concepções opostas às doutrinas econômicas petistas. Bastou-lhe o faro político privilegiado do conservador que, no fundo, nunca deixou de ser. Inversamente, o elogio da ignorância, um traço ubíquo dos pronunciamentos presidenciais, não reflete uma suposta convicção de que a escola é desnecessária, mas o egocentrismo exacerbado de um líder salvacionista. ………………….. “Nunca antes neste país.” …………………… O salvacionismo abomina a história, apresentando-se como o início de tudo: a virtude que exclui o vício e escreve uma nova história num mármore intocado. A democracia enxerga a si mesma como um processo de mudanças incrementais. O líder salvacionista não enxerga nada de positivo antes de seu próprio advento. Lula é uma versão pragmática, cuidadosa e mesquinha de salvacionismo. De dia, ele denuncia “a elite que nos governa há 500 anos”. À noite, cerca-se de grandes empresários, a quem atende e de quem espera retribuição. O sucesso do estilo político salvacionista deriva das fraquezas de nossa democracia ? e as perpetua……………………… “Não se enganem, mesmo sendo presidente de todos, eu continuarei fazendo o que faz uma mãe: cuidarei primeiro daqueles mais necessitados, daqueles mais fragilizados.”…………………… Lula não inventou o paralelo entre a nação e a família, que faz parte da longa linhagem do pensamento conservador de raiz autoritária. Mas, com a expansão do Bolsa Família, ele encontrou uma fórmula de modernização do assistencialismo tradicional. A distribuição direta de dinheiro, no lugar das proverbiais dentaduras, não é a fonte do aumento do consumo dos pobres, que reflete o crescimento da economia em geral e do salário mínimo em particular. Pouco importa: em virtude de sua eficácia eleitoral, o Bolsa Família será adotado pelos próximos governantes, sejam quem forem. Eis um legado duradouro da “mãe do povo”………………………. “Não tem Congresso Nacional, não tem Poder Judiciário. Só Deus será capaz de impedir que a gente faça este país ocupar o lugar de destaque que ele nunca deveria ter deixado de ocupar.”…………………… O lulismo aprofundou a subserviência do Parlamento ao Executivo, que se manifesta sob a forma de um intercâmbio: o Congresso se anula politicamente enquanto os congressistas da base do governo chantageiam o presidente para conseguir cargos e favores. A troca descamba sem dificuldades para a corrupção aberta. O “mensalão” foi isto: um projeto de estabilização da base governista pela compra direta dos parlamentares. Ele acabou exposto, mas apenas em virtude de uma fortuita ruptura interna à ordem da corrupção. Lula não caiu, apesar de tudo, e a oposição nem sequer apresentou um processo de impeachment. A elite política aprendeu do episódio que um presidente popular não será punido nem mesmo se distribuir dinheiro a parlamentares. …………………………. “Se tem uma coisa que está dando certo no governo é a política econômica. O PT não pode se esconder, procurando motivos para as derrotas, com críticas a ela.” …………………… O PT morreu como partido da mudança antes da vitória eleitoral de Lula, com a Carta ao Povo Brasileiro, que o converteu em partido da ordem. Nos partidos social-democratas europeus, transições similares verificaram-se antes e de modo diferente. Eles renunciaram publicamente a seus velhos programas revolucionários, adotando programas fundados nos cânones da democracia e da economia de mercado. O PT, não: embora, na prática, sustente a ortodoxia econômica do governo Lula, suas resoluções clamam pela ruptura socialista, denunciam a liberdade de imprensa e fazem o elogio da ditadura de partido único cubana. A cisão entre o gesto e a palavra não apenas corrompe politicamente o partido como também alimenta um tipo mais virulento de corrupção. …………………… “Se eu falhar, será o fracasso da classe trabalhadora.” ……………………. Uma máquina clandestina petista, instalada dentro do Planalto, conduziu as operações do “mensalão”. Militantes partidários em altos cargos públicos realizaram a quebra de sigilo do caseiro Francenildo, um crime de estado que passará impune. Se acreditamos que temos a chave do futuro e uma missão histórica redentora, não hesitamos em usar de qualquer expediente para realizar as finalidades partidárias. O PT não consegue estabelecer distinções entre as instituições públicas e o partido. No fundo, interpreta a democracia como instrumento transitório para a sua perpetuação no poder. Depois de Lula, o maior partido brasileiro continuará a figurar como elemento de distúrbio no sistema político. …………………………. “Quem chega a Windhoek não parece que está em um país africano. Poucas cidades no mundo são tão limpas.” …………………………. Os estereótipos raciais clássicos, afundados na lagoa do senso comum, são um componente óbvio da rasa visão de mundo de Lula. Entretanto, o programa de racialização da sociedade brasileira conduzido por seu governo decorre de um frio cálculo político. O presidente quer conservar na sua ampla coalizão as ONGs racialistas, financiadas pela poderosa Fundação Ford. Em nome dessa meta, patrocina uma enxurrada de leis raciais com repercussões na educação, no mercado de trabalho e no funcionalismo público. No fim de seu segundo mandato, todos os direitos dos cidadãos estarão mediados e condicionados por rótulos oficiais de raça. Seremos “brancos” ou “negros” antes de sermos brasileiros. Eis aí a verdadeira mudança promovida pela era Lula: uma bomba social de efeito retardado que sua passagem pela Presidência deixa aos filhos e netos da atual geração.

  631. Sandra

    Gerald, espero que esteja tudo bem.

  632. Sandra

    Eu imito o Gerald?????
    Eu devo ser muito estranha!!!!!

  633. Sandra

    Cristina, já ouvi dizer que os povos do Oriente Médio são mais auditivos que visuais, e que, para eles, a palavra e o discurso são muito importantes, e que eles usam muito o verbo ouvir, ao contrário dos ocidentais, que são mais visuais, destacam-se em pinturas, esculturas e artes visuais e usam muito o verbo ver.
    Mas o cinema iraniano vem se destacando ultimamente.
    Quanto aos ditadores, os que mais me arrepiam são os que são amados, ou os que “devem” ser amados.
    Os árabes e judeus são famosos negociantes. Espero que deem um chute nesse Hamas e outras organizações terroristas e se entendam com as armas que os fazem BRILHAR diante do mundo: a palavra e a negociação.

  634. Reinaldo Pedroso

    “03/01/2009 – 08:30
    Enviado por: Luciana
    Olha aqui você também Susan , a judia, se eu sei fazer algo melhor que vocês aqui? (…)”

    Luciana
    No meu entendimento, a Susan foi compreensiva, educada, amistosa e solidária contigo.
    Abraço,
    Reinaldo

  635. Reinaldo Pedroso

    “03/01/2009 – 05:35
    Enviado por: Ivo Veiga
    Pacheco, tudo bem, feliz 2009 eu também tive problemas com esse reinaldo, disse a ele que pra ele sou Cel.Veiga. O cara é arrogante, mandei ele me procurar no Comando Militar do Sudeste. Tenho uma bela Imbel 9 mm. pra por na cara dele.
    Abraço e Saudades
    Ivo”

    Demais frequentadores deste blog, por favor, leiam e releiam “isso”.
    Reinaldo

  636. Reinaldo Pedroso

    O Oriente Médio é um caldeirão no fogo há muito, muito tempo.
    Sua geografia política, seus idiomas, suas religiões, suas guerras, são de difícil compreensão para mim.
    Se dissesse que, de tantas e tantas gerações em permanente conflito o belicismo tornou-se inato, eu estaria cometendo uma heresia científica?
    Reinaldo

  637. gthomas

    Reinaldo, nao sei se vc ka notou
    mas estamos num novp post la em cima!!!!

  638. Pacheco.
    Estava lendo a pagina anterior voce falou de mim.
    Eu posso não ser militar, mas idiota eu não sou.
    Submarino atômico, age isolado, é uma arma camuflada.
    Foi ele que manteve o equilíbrio da guerra da fria.
    Voce pode destruir um pais com um ataque maciço de
    bombas atômicas, mas recebera o troco dos submarinos atômicos.
    Durante a guerra fria, aviões B52, equipados com bombas atômicas,
    ficavam 24 horas no ar prontos para o ataque ou contra ataque.
    Uma vez disparados, nem o presidente os traria de volta.
    A guerra nuclear esteve por um fio.
    Os submarinos atômicos tinham 16 lançadores de
    foguetes de longo alcance, patrulhavam as costas marítimas
    dos americanos e dos russos. O mais famoso deles, o Nautilus
    atravessou o Pólo Norte, por baixo da calota polar.
    Quem vive pela espada pela espada morrera.
    Eu jamais usaria uma 9 mm para convencer alguém
    ou impor a minha autoridade.
    Em 98 fui seqüestrado por 2 bandidos, dentro em
    táxi, em Bogotá, sai sem um arranhão e com dinheiro
    para tomar outro táxi.Sou diplomata, não sou faixa preta.
    Não prendo e arrebento. A força é a arma dos fracos.
    O que a Susan Judia escreveu, eu assino embaixo.
    Quanto mais guerras Israel fizer, mais guerra ele terá que fazer para sobreviver.
    Delenda Israel, dirão os palestinos.
    O mundo não espere nada de Obama.
    O Obama ja esta engajado, ja entendeu como funciona a maquina.

  639. Reinaldo Pedroso

    “03/01/2009 – 21:27
    Enviado por: gthomas
    Reinaldo, nao sei se vc ka notou
    mas estamos num novp post la em cima!!!!!”

    Gracias, Gerald, estou indo. rsss!
    Reinaldo

  640. nick

    vc poderia colocar mais detalhes sobre o assunto.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s