Depressão: ou pessoas que se reúnem e não conseguem mais conversar

Nesses dias que antecedem a eleição americana e essa tensão doida (na qual me incluo, não apenas como especulador, mas como militante maluco e doador de sangue!), vou me permitir uns segundinhos a falar de outra coisa. Algo que raramente se lê em algum periódico ou raramente se comenta em alguma roda social: a frieza com que um trata o outro (e nem ouve mais o outro).

O uso descarado de uma máscara (antigamente somente presente nos meios teatrais, agora difundida em todas as latitudes), e que faz gelar o mais gélido dos nórdicos, mesmo que em climas tropicais.

Seja nas coxias de um teatro no final do espetáculo de uma amiga ou num encontro com um correspondente de jornal ou num ‘encontro” casual na casa de alguém, parece que tudo se transformou numa aberração. Ninguém parece querer mesmo ouvir. Ou não tem raça ou peito para isso, ou não tem mais interesse. Os egos estão tão, tão, tão inflados que enquanto um fala o outro está preparando o seu discurso ao invés de estar prestando atenção a uma coisa que usávamos chamar de diálogo!

Acabou?

Não sei. Mas as pessoas estão tão tortas ou entortadas de bebidas ou outros entorpecentes que me pergunto: qual é o sentido social desses encontros? Por que “estar junto”? No final ou no dia seguinte, será que estão felizes de terem segurado tanta bandeira de nada e por tanto tempo e dado tanta risada e tanta risada de si mesmos? Será que suas bocas continuam borradas e tortas ou será que agora se olham no espelho e… se lembram de uma só frase????

Esse circo de horrores  pode também ter outro nome: depressão. Isto é, onde as auto-imagens não se agüentam mais e precisam ser superadas com clichês absurdos. Claro, com tanto “google” isso, “google” aquilo, ninguém precisa mesmo saber quem era quem, “Quem mesmo?”… Gente que não sabe o que diz, mas fala aquilo que ouviu em algum lugar. Repetem o nada já repetido, como um telefone sem fio.

Papagaiam (sim, como verbo) coisas ridículas, e acham lindo as besteiras que papagaiam, e morrem de rir, ou se empostam, como postas ou bostas de peixe,  assim como estátuas de bronze de tão rígidas em seu discurso nulo, vazio.

Damien Hirst tem razão! Chega a ser político, ás vezes. Hirst deveria esquartejar a sociedade agora ou colocá-los debaixo d’agua. Torpedos, mosquitos, carrapatos, cães que latem e não mordem, ou vomitam de tanto beber.

Juro. Estou impressionado (ainda) com o não entendimento dessa BABEL nessa virada do século, milênio, que seja.

Depressão não significa, necessariamente, um ser humano metido debaixo das cobertas, não conseguindo abrir a porta num ataque de pânico. Depressão pode ser quando duas ou três pessoas acham que estão conversando mas, se traçadas num gráfico, essas três linhas de conversa vão para três pontos diferentes do universo e não formam um triângulo. E quando acham que estão se olhando nos olhos, que olhos porra nenhuma! Pior que peixes mortos. Peixes vivos, esperando o abate, vivos, mas já em postas!

Gerald Thomas em São Paulo, onde, nos restaurantes, ao contrário de outras capitais mundias, todo mundo só fala um idioma, inclusive os garçons: que província!

PS: Sempre houve isso, óbvio, mas talvez agora tenha piorado: a classe teatral está menos teatral e o resto da população adotou o que há de mais podre na classe teatral.

 

 

 

(Vamp, meio deprê, na edição)

Advertisements

336 Comments

Filed under artigos

336 responses to “Depressão: ou pessoas que se reúnem e não conseguem mais conversar

  1. Well, I’d say the Brazilians are lucky in that respect, everyone speaks the same language so there are no misunderstandings, right? Perhaps not;-)

  2. Man, looks like everyone is out to lunch!

  3. gthomas

    John …they’re still reading the column below.. the Meet the Press thing
    they’re still debating each other over this that and the other

  4. gthomas

    Plus lunch here can take HOURS

  5. Zeca

    o que falta é respeito!

  6. Aninomyous

    Papo de doido…quando vc olha parecem estar brigando, então vc presta atenção em um…ele fala uma coisa, presta atenção no outro…fala outra coisa totalmente diferente…então no final ambos concordam (consigo mesmos?) se cumprimentam e seguem cada um pro seu lado…!?

    O mundo está se tornando superfluo, está se tornando consumista demais, as pessoas são imediatistas, são produto, tornam-se objetos, não objetivas! uma mãe discursa…eu posso perdoar o assassino, aqui tem um monte de carne, não é minha filha!…bom, o choque ou trauma provocam uma certa frieza…um outro fala “dei um tiro no sofá, isso lembro”, mas não lembra de ter explodido a testa de uma menina de 15 anos, e enfiado uma bala no rosto de outra proximo ao nariz…inconsciência? memoria seletiva? desprezo total? total frieza…
    Atualmente não se olha nos olhos das pessoas, isso é encarado como desafio, tal qual olhar para um cachorro ou gorila, vc tem que olhar pros lados ou pro chão…as pessoas não valem mais nada, são meros animais sobre a superfície do planeta, não tem mais alma, não tem sentimentos, não tem mais sonhos e nem o que perder…bom, isso enquanto deprimidas, mas na hora que o calo aperta e o bicho pega pro lado delas, aí são vitimas, estão malucos, assustados, precisando de ajuda…querem salvar a pele e a vida que tanto desprezam.

  7. Valéria

    Olá!

    Acho que foi Barthes quem escreveu que deveríamos também tomar a escuta, não só a palavra! Que a escuta é ativa, e não passiva… Gosto disso e pensei nisso agora.

    Mas se nem a gente se ouve…

    Precisamos de uma alfabetização emocional; cada vez mais percebo que não fomos ainda alfabetizados emocionalmente. Fomos controlados, domesticados ou… emocionalmente

    Gosto de conversar olho no olho, não descarto diálogo nem aprofundamento emocional com ninguém, seja na tristeza, no medo, no amor, na raiva. Mas ainda sou analfabeta, ou semi-alfabetizada! ah ahaha

    obrigada pelo carinho, Sandra.

    bjim a todos

  8. Sandra

    QUE PORRADA MARAVILHOSA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  9. Zeca

    e no brasil, todos acham que estao se entendendo.

  10. Zeca

    Gerald, quem consegue falar de alguma coisa ou raciocinar depois de uma feijoada???
    saudades! becs.

  11. Sandra

    Mas, me perdoe, Gerald, o Pacheco já tinha cantado essa bola: que cada post tinha um norte magnético, um geográfico, e cada um de nós tinha o norte de sua própria bússola!

  12. Valéria

    John, o mal-entendido faz parte da linguagem, se não seríamos cães amestrados: senta, levanta…
    É no mal-entendido que a gente também pode se aprofundar, se rever, e conhecer o outro, na paciência, nas palavras que vão criando rabichos, que vão se ramificando!

    Bom, o bom mal-entendido, claro ha hahaha

  13. Sandra

    É a ascendência italiana de Sampa!
    E a gente também gesticula um bocado!

  14. dave@terra.com.br

    Realmente! somos uma provincia, então porque vc insiste tanto nesta província???? Não perca mais tempo, com esta província esquecida… isto aqui não tem jeito não!!!!!

  15. Sandra

    Mas Gerald, os seus posts, em particular, provocam um certo delírio, pois, junto com o assunto principal, eles vêm com uma imensa carga emocional, visual, sensorial,… e às vezes, isso pega mais que o próprio assunto.

  16. Zeca

    ah, claro, todos em sao paulo sao italianos!????
    esse clichê nao cola mais.

    se vcs gesticulam mais deve ser pra queimar as calorias da pizza, do churrasco, da feijoada, etc.

    afinal, sao paulo eh a capital gastronomica do mundo (????)

  17. Sandra

    Lembro-me do esporro que você deu quando não discutimos a entrevista com a Judith Malina, enquanto estávamos totalmente embevecidos pela beleza do texto e das imagens, pela imenso carinho e ternura que vocês transmitiam… e que ganhou do próprio assunto.

  18. Conventi

    Trata-se de um tipo de narcisismo. Gostar de ouvir o som da própria voz, gozar dos próprios pensamentos, mesmo que tudo seja bobagem…

  19. Pacheco.
    A minha pinguinha é de primeira foi melhor cachaça já fabricada no Brasil.
    Não é para ser comprada com desdém. Você esta comprando uma relíquia.
    Eu tinha doze garrafas que comprei em Pindamonhangaba.
    Fazia parte do espolio de Cícero Prado, industrial da década de 50/60.
    Algumas e abri e bebi, outras eu doei.
    Um amigo voltou implorando, por outra garra garrafa.
    A mulher recebeu umas amigas e fez caipirinha da pinga.
    Ele queria morrer.

    A minha vó dizia: quem ama o cão ama o dono.
    Não é verdade. Já vi muita gente gostar do filho e não gostar do pai, e vice versa.
    Simpatia não se transfere. Se houver um terceiro mandado, eu não aprovo, é Lula na cabeça.

    Eu não procuro ninguém perfeito.
    Seria uma insanidade procurar alguém perfeito nesse mundo tão controvertido e cheio de hipocrisias.
    Eu assisti ao debate.A mulher é maravilhosa, com todos os defeitos possíveis eu fico com ela.
    Adora mulher inteligente, de raciocínio rápido. O kassab não me convenceu.
    Pra mim ele esconde um grande conchavo político com o governador Serra.
    Mas uma vez o Serra vai preterir o Alckmin e apoiar Kassab para governo do Estado de São Paulo.
    O Geraldinho vai se arrepender do apoio que deu ao Kassab, não muito estético, pra não dizer ético.
    Não tem essa que segundo turno é outra eleição. Ou o cidadão tem amor próprio ou não tem.
    São Paulo vai ter que engolir o Afif.

  20. Ciao Valéria, it’s true misunderstandings can lead to many things, not all of them unpleasant:-)
    abs.
    John

  21. gthomas

    Eh, Sandra, esqueci da gesticulacao.
    mas mesmo com ela, nao se transcende – nesse momento – um problema social de INFORMATION OVERLOAD
    LOVE
    G

  22. gthomas

    John and Valeria: pleased to see that the two of you begin to UNDERSTAND one another. This blog will turn into a self help ado.
    Great!

  23. O Vampiro de Curitiba

    Eu, como “o mais gélido dos nórdicos, mesmo que em climas tropicais”, acrescentaria: Falam somente uma mesma língua, e no entanto não se entendem.

  24. gthomas

    Conventi, eh isso
    sempre houve isso, obvio
    mas talvez agora tenha piorado: a classe teatral esta menos teatral e o resto da populacao adotou o que ha de mais podre na classe teatral

  25. O Vampiro de Curitiba

    O pior é com essa deprê a gente nem tá aí para aquilo que os outros estão falando… o inferno, realmente, são os outros…

  26. gthomas

    Zaca: engracado porque vc tambem vem de italianos nao?
    Me diga o que vc viveu quando esteve aqui ha um mes ou dois meses atras, vindo de Montreal?

  27. I understand Valeria, io la capisco:-)

  28. falta-lhe uma boa roda de samba.

  29. O Vampiro de Curitiba

    Mas vejam como são as coisas: Estava numa deprê braba (com “b” mesmo) mas acabo de receber um presente maravilhoso de uma pessoa muito especial. Não, o Inferno não são os outros, os outros são a Salvação!

  30. Conventi

    Todos diante do espelho mágico (da madrasta da Branca de Neve…)

  31. Sandra

    Gerald, lembra-se que você disse que o Gabeira é a cara do Rio? Você sabe que ele é mineiro, não?
    Então, você é paulistano. Veja seus traços típicos: cinismo, usar agressividade para disfarçar sua IMENSA ternura, e reclamar de Sampa!… Daqui a pouco você vai estranhar se a cidade ficar vazia num feriadão. Vai dizer: como Sampa está triste sem as filas.
    E já começou a gesticular?

  32. Tito

    Acho que estamos todos anestesiados, com tanta violencia, crises fianceiras, overdose de informacoes, nossos cerebros nao suportam mais tantas emocoes, estamos todos em estado de choque o velho WHO CARES!!!! esta mais do que na moda, ” nobody cares” mais nada, perdemos todos os 5 sentidos, o intelecto nao suporta mais, pentium 1 rodando milhares de informacoes, e in the end of the day temos que fazer o supermercado e ta ficando dificil, entro no super e nao tenho vontade de comprar nada so compro porque preciso…….depre!!!!o mundo ta precisando de um choque, um chaqualhao, alguma merd… grande vai acontecer e todo mundo vai acordar e vai ficar feliz em ver o vizinho e dar um sorridente BOM DIA!!!!

  33. Sandra

    Zeca, Sampa é italiana! Até japonês é italiano em Sampa!

  34. jenson

    entra logo porra!

  35. Sandra

    Gerald, é que você está mais mais mais mais exigente!

  36. Renato

    Recebemos duas orelhas e apenas uma boca – deve ser a seleção natural darwiniana nos dizendo que quem ouve mais do que fala, tende a sobreviver…

  37. gthomas

    Sandra, Claro…Gabeira eh de Juiz de Fora

    pois eh…alguem ai disse que me falta uma roda de samba e falta mesmo! No Rio ja eh bem dferente

    eu estaria ligando pra (…..) e me encontrando com (…..) (que alias, acabou de me ligar) e estariamos alias, num tremendo SAMBA (se querem saber – na estacao PRIMEIRA, ou no Afro Reggae ou num restaurante qualquer ouvindo todas os idiomas porque o Rio…ah…
    ah,,,o Rio eh Gabeira
    assim como NY is the Bitten Apple
    and London is the….
    and Paris is….

    VAMOS INVENTAR UMA NOVA SAMPA?

  38. gthomas

    Ate o Juiz tinha que vir de Fora????

  39. O Vampiro de Curitiba

    Eu só quero dizer que AMO todos vocês! Até os petralhas!
    A vida é maravilhosa, as pessoas são maravilhosas, o mundo é maravilhoso! É muito bom estar vivo e conhecer todos vocês!
    Bom dia, meus amores!

  40. gthomas

    O outro escreve

    “entra logo porra”

    olha so a abrangencia intelectual e de multiplos sentidos…..desse

    ENTRA LOGO PORRA!

    sera do esperma dele que ele fala?

    sera ele um desses masturbadores eternos?

    mas pra onde essa porra dele estaria entrando?????

    pra ca? Pros comentarios?

    Perai que vou desinfetar o meu computador!

  41. Aninomyous

    Não sei não, eu mesmo estou ‘fora de moda’, porque eu não consigo isso, certamente jamais perdoaria um assassino, muito menos de alguém covarde que se esconde por trás da palavra ‘amor’ (com o perdão da palavra pois realmente respeito o ‘sentimento’ de alguém que perde um ente querido), para mim o inferno é o odio, o inferno é a morte, é o aprisionamento, a doença, a fome, a demência…o inferno é tudo do qual tento fugir, já disse em minhas orações que se Deus perdoar todos os monstros, então eu é quem quero ir pro inferno…se a Nossa Senhora vai fazer ‘terezas’ para que eles subam, eu vou me atirar de cabeça…de verdade, não sou nenhum santo inocente, já tive casos de luta que se eu contar em detalhes vou vomitar aqui no meu teclado, e vcs aí no monitor onde estão…mas, certa vez aconteceu uma coisa interessante, defendendo uma senhora mãe de família, lutei tanto que eu fiquei tão exausto da luta que desmaiei no mesmo local…quando acordei não havia ninguém ao meu lado!? (deveriam estar lá arrebentados) e diante de mim uma alva e tranquila núvem…pensei: ‘morri! ainda bem, afinal estou no ceu’, então saiu um raio na parte de baixo da núvem, e ele começou a vir e percebi um brilho!!! era a ponta dos meus pés, e fui olhando aquele raio subindo…minhas pernas…meu torax! peraí, eu tô vivo! olhei novamente a núvem e quando meu olhar foi de encontro, no mesmo instante ela saiu e os raios do sol bateram diretamente em meus olhos!!! só me coube levantar naquela amnesia e prosseguir adiante…não sei onde estou indo, mas sei que estou no meu caminho….tava mesmo era bêbado e o pessoal ficou com tanto medo pensando que eu era louco de pedra que sairam todos correndo …heheheheheheheheheheeeeeeeee… brincadeirinha, eu vou parar de papagaiada aí mano! heheheheheh…é que isso é a ‘tecnica mental’ do Krav Magá, vc imagina as lutas com os míiiiiiiiiiinimos detalhes.

  42. André M.

    Prezado Blogueiro

    Não entendi o que tu quis dizer, pois estava pensando na resposta.

    (pausa dramática)

    Obvio que estou brincando!!!!

    Mas acredito que não podemos generalizar, eu tenho amigos e círculos aonde a conversa como troca flui muito adequadamente, e todo mundo acaba aprendendo algo. Aqui as vezes isso acontece. Neste blog.

    Alias, quero fazer um elogio: As mulheres tem maior capacidade de troca que os homens. Não quero ser sexista, mas percebo quando converso com uma mulher, ou então com um grupo de mulheres (a segunda opção é a ideal), que existe sempre maiores vantagens do que quando converso exclusivamente com homens. Aprendo mais.

    Mas isso tudo não é novo, acredito eu. Platão já fala disso nos seus “Diálogos”, que eventualmente não conseguia dialogar, e escreveu os diálogos que ele teve e que considerou proveitosos.

    A internet é um meio diálogo. Tem muita gente que entra aqui neste blog exclusivamente para ler os posts e os comentários, mas essa massa invisível não é percebida, a não ser por aqueles tem que tem acesso ao sitemeter. Esses que só leem, estão fazendo um “meio-dialogo”.

    O que me deixa bastante preocupado é como estes diálogos se dão hoje em dia. Noto uma coisa meio “gueto” em vários locais. As pessoas procuram somente aquelas que dizem amem para suas idéias. Não estão querendo ou preparadas para o confronto. As pessoas usam seus guetos como religião, e não estão querendo transitar por outros caminhos.

    Tem que dar a cara a tapa. Isso é mais importante.

    Saúdo as tuas palavras.

    Só não acho que seja uma espécie de depressão. É ruindade humana mesmo.

    Saudações filosóficas

  43. O Vampiro de Curitiba

    Calma, Jenson, não se afobe!
    Devagarzinho é mais gostoso!

  44. André M.

    Só complementando.

    A culpa todo é do Wittgenstein.

  45. André M.

    E agora arrumando:

    “A culpa toda é do Wittgenstein.”

  46. Zeca

    eu venho de italianos e turcos e syrios.
    estive em Sampa no começo de setembro (fiquei uns 10 meses sem ir), e confesso que levei um susto: preços altissimos, restaurantes entupidos e gente falando alto, aos berros, e ninguem se ouvindo. encontrei varios amigos (menos vc, espero que tenha me perdoado essa!), ia de restaurante em restaurante e depois de 3 dias estava exausto. mas o cançaso era porque eu precisava gritar para ser ouvido. deus me livre! aqueles bares na Vila Madalena sao insuportaveis!
    eu morava em Higienopolis e frequentava o shopping homônimo.
    estive la e quando vi aquelas dondocas nojentas usando casaco de pele (fazia uns 18 graus) e aqueles casais artificialissimos, empetecados, com tudo combinandinho andando de maos dadas enquanto la atras a baba uniformizada de branco leva seus cinco filhos, começou a me dar uma vontade de sumir.
    Ainda no mesmo shopping: Starbucks, café da moda, e carerrimo. Gerald, ja percebeu que nos Starbucks dai eles cobram os mesmos preços daqui??? Adoro o Starbucks, acho o cafe mais democratico do mundo (ali a gente compra o cafe, senta e pode passar o dia inteiro que ninguem vem encher o saco e nao tem garçon pra atormentar; ou podemos passar horas ali sem consumir nada!), mas no Brasil, pelo menos em Sampa, ele virou cafezinho da moda, café pra descolados (odeio esse adjetivo!). Elitizaram o Starbucks!!!
    É verdade essa coisa de soh se ouvir portugues ai. É entediante.
    Depois escrevo mais.

  47. gthomas

    Ta vendo Caio?
    Esse eh um Blog onde os comentaristas (muito bem vindos) mencionam Wittgenstein

    daqui a pouco alguem fala em Schoppenhauer.

    Ta vendo Caio!
    Tudo culpa sua!

  48. Zeca

    sandra, acho que herdamos o que a italia tem de pior! bjs.

  49. Glorinha

    Vampiro…
    estava sentindo falta de vc nos oferecer esse bom dia maravilhoso..rs…
    []

  50. Ana

    isso ‘e o humano. sem muitas op’c±oes, afinal, pode-se ter lido milh±oes de livros, vivido milh±oes de experi^encias, e a vacuidade do ser continuar existindo.
    ou se aceita as pessoas como elas s±ao (canastronas falantes, aditivadas falantes, mudas pensativas) ou torna-se um outsider.
    tamb’em d’a para ser os dois ao mesmo tempo, mas d’oi paca.

  51. Aninomyous

    Tem as pessoas que se consolam diferente, elas são desviadas de Deus e tal, e querem um prazer para relaxar…com a queda da bolsa…todo mundo percebeu a depressão da Bicha
    O ano em que a bicha entrou em depressão com a queda da bolsa! Quando a bolsa caiu, quebrou o espelhinho, partiu o batom, espalhou o pó-de-arroz todo, foi o Ó!

    Pra curar a deprê, a boneca vai ao sex shop e começa a comprar consolos de todo tipo:

    – Me dá aquele caralho marrom, aquele preto enorme, aquele branquinho. . . Ui! Eu quero também aquele vermelhão, imenso!

    É quando o atendente lhe diz:

    – Calma, bicha! É só do extintor pra cá!

  52. Ana

    temos tamb’em a op’c±ao da risada por tempo ilimitado, onde o motivo do riso faz sentido, mas a’i s’o passando a vida em frente §as cenas do Month Python.
    so sorry, o teclado n±ao acentua direito.

  53. Ana

    Ali’as, pode-se mudar o foco de tudo no momento em que se quiser. Basta ver a m±ae da menina Elo’a (do crime do ABC).
    De duas uma, ou ela ‘e kardecista, ou ‘e um esp’irito muito evolu’ido, ao ” perdoar ” o agressor, dizendo que ” isso tudo ‘e carne”.
    ouvir isso depois de saber que ela passou 100 horas na expectativa da filha ser solta pelo sequestrador, ‘e um tapa na cara da elite dita civilizada.

  54. Valéria

    a gente vai vivendo e se mal-entendendo muito bem…

    Já quem compreende tudo, não tá entendendo nem a metade da metade…

    e as opiniões do John são sempre bem-vindas pra mim!

    bjim

  55. O Vampiro de Curitiba

    Beijão no teu pescoço, Glorinha!

  56. O Vampiro de Curitiba

    Extintor???? Que bicha gulooooosa!!!!!

  57. O Vampiro de Curitiba

    Putz… tava indo tão bem… Schopenhauer e tal… desculpe, aí, Gerald! É que não resistí!

  58. MOYSES FERREIRA

    encontrar aguém que realmente escute tá difícil! Mesmo no Teatro, durante o espetáculo, acho que a platéia não ouve mais, estão todos pensando nos seus celulares e ipods.

    GRANDE BEIJO,SAUDADES

    Moyses (RIO DE JANEIRO)

  59. Ronald.

    O Fidel tinha a fórmula em como fazer as pessoas escutarem o que ele dizia.

  60. Luciana

    O que tenho notado, nessas rodas in, é que um quer mostrar que é o mais culto, o mais inteligente, o mais sensível(mesmo não sendo), uns tempos atrás ser sensível era ser feio, todo mundo queria parecer escolado, grosso, durões, espertos.Até nos meios de comunicações isso vigora, as pessoas vão na frente da tv , digo alguns apresentadores, e só ficam se exibindo e conteúdo, nada.Nem vejo mais tv pq não aguento a superficialidade,e ainda ser mandada a tomar no cu,eu é que não vou gastar meu dinheiro vendo isso, em alguns jornais não é diferente, certos colunistazinhas ficam falando só´coisas superficiais, de florzinhas, umas parecem umas dondoquinhas de tão chatas.Claro que tem os jornalistas sérios e competentes, no meio disso tudo, mas está virando uma raridade.A impressão é que estão alí mais pela paixão pelo dinheiro do que pela paixão à profissão.

  61. Ana

    A farsa comunista serviu para uma coisa. Deu voz ao proletariado. E uma vez que o proletariado tem voz, quem está acima dele, tem mais. E acima, mais. Não se sabe é necessário dizer coisa com coisa apenas pq se tem voz. Não acho que o proletariado diga muita coisa com a voz que tem. E acho que quem está acima dele, com a voz retumbante que tem, fala menos ainda. Coisa com coisa.
    O triste, triste, mesmo, é ver que aquele que se preocupa com o sintoma frequentemente é confundido com o tomado pelo sintoma.

    Mudei de sistema, agora o teclado funciona.

  62. Senhor Gerald Thomas:

    O senhor deve concordar também que é um fenómeno novo dos novos tempos para a maioria das pessoas: um artista de direita. Ate bem pouco eram raros os que na arte comungavam com suas ideias politicas conservadoras, ou, pelo menos as propagavam, como faz em seu blog. Seu único antecessor é o Caetano Veloso, que também já não encontra muita plateia para o seu discurso.
    Talvez esse “ninguém parece querer mesmo ouvir “, que o senhor declara sentir, seja em relação ao seu discurso elitista. Provavelmente ele combina mais com NY e menos com os “provincianos” daqui. É possivel igualmente que o senhor insulte demais o governo, “os petralhas”, “os petrambulantes”. Talvez, mesmo os não petistas, ( como eu inclusive ) não achem que o Lula mereça essas pesados ofensas, apesar dos enganos de seu governo. Todo governante deve ser criticado, mas o presidente de um pais merece ser julgado com respeito. Talvez também ninguém aqui esteja nessa “tensão doida” devido a eleição nos EUA. Nos interessa mais saber quem ganhara na “província” de SP ou do Rio.
    Sr. Geraldo, fique calmo, Vamos providenciar para que todos aqui passem a falar: inglês, garçons, mendigos, cozinheiros, policiais,prostitutas, enfim todos. Assim, na próxima visita, o senhor se sentira aqui na “província”, como se estivesse em sua casa, ou melhor na metrópole.

  63. O Vampiro de Curitiba

    Antonio, tú é chato pracaralho, hein?! Credo! Sai pra lá!

  64. Ana

    Ainda: (e a última pq tenho que trabalhar) Deleuze diria que não apenas o erro (do sucesso do encontro) se deu na falha de comunicação entre as jurisprudências (suas e de seus amigos), como o agenciamento entre as partes não aconteceu. O que se viu (daqui, lendo a sua narrativa) é que cada um falou consigo mesmo. O que leva a pensar que talvez a evolução humana (ainda que isso não consista naquilo que achamos que deva ser a evolução) seja para dentro; um diálogo interno. Até porque escondemos muito para nunca ser revirado.
    Talvez num sentido mais instintivo já “nos” entendamos assim: cada um falando consigo, e o consigo tramitando as percepções.
    Excelente agenciamento! Sem atritos. Porque me desculpe, mas vamos todos gostatr de sofrer no ás de copa de um baralho.

  65. Heloísa

    Com a câmera percorro, por ofîcio e devaneio, os rostos da cidade. Estampas. As conversas, as mesmas. No metrô, nos botecos, nos restaurantes sofisticados. Até alguns errinhos gramaticais se repetem nas mesas mais desiguais da metrópole. Mim_ faz. E a devassidão do vazio. Zumbis, meu caro, isso dá dramaturgia. Infelizmente…

  66. Sandra

    Gerald, Sampa é o túmulo do samba, belo!!!

  67. Marina S.

    olha, o Rio é diferente mesmo.
    mas outro dia fui ao cinema no Leblon.
    e tive a mesma sensação que vcs tem aí em Sampa.
    só faltou o casaco de peles.

    nada contra o Leblon…
    adoro. mas não sei.
    tem sido difícil conviver com alguns valores que andam em voga por essas bandas.
    a palavra artista que sempre teve infinitos, múltiplos e controversos sentidos se converteu em algo que já não sei mais o que é.
    pelo menos por aqui.

  68. Ana

    Antonio Rodrigues, a/onde vc está? Mesmo fora da elite conservadora, o papo é o mesmo: consigo mesmo. Caetano não é antecessor de Gerald, em blog (que foi o que entendi). Gerald tem quatro anos de publicação diária. E ambos, ao meu ver, nunca foram de direita.
    Então fico pensando que o senhor deva ser um agenciador de discursos dispersadores.
    Que cosia. Vamp, se eu fosse vc, deletava. Mas só amanhã.

  69. gthomas

    Esse Antonio Rodrigues …que saco ne?
    Acho que ele deve ser pago pela TFP nao eh?

  70. gthomas

    Antonio Rodrigues, o verdadeiro herdeiro de Plinio Salgado
    (ate rima_)

  71. loyola

    Quem disse que não? Nas grandes cidades as pessoas conversam sim! Desde que ninguém se aproxime muito.

    Carlos Loyola
    Parati

  72. gthomas

    Ana, que bom te ver , ler aqui
    LOVE
    G

  73. José Roberto Gomes da Fonseca

    Senhores,

    Estou atônito diante dessa enxurrada de comentários desconexos. Seria melhor nem expressar tais opiniões, mesmo porque de nada valerá as referidas. As batutas estão nas mãos daqueles que nem sequer sabem o que é uma orquestra. Portanto…
    Remarks: I’d like to say that life is an illusion.

    Rgds

  74. Glorinha

    Gerald,
    creio que a cidade que vc escreve mora dentro de nós… é nosso reflexo, reflexos nossos são o que vemos no mundo..
    Talvez, se os ouvidos e sentidos estivessem mais atentos ao “ser” e não ao “ter”, compreender a ser compreendido…
    Infelizmente entre o ser e o ter existem pretensões, tensões, desestabilidade, irritabilidade, desconhecimento, discórdia e muito mais.
    Mesmo assim, acredito firmemente no ser humano, nas suas realizações, nas perdas, nas angustias e alegrias, nas oportunidades que podemos criar. Acredito que tudo pode ser transformado, recriado, renascer todo dia se preciso.
    a provincia é apenas um estado de coisa…não me incomoda tanto quanto aquela que carregamos dentro de nós seres humanos, essa podemos viajar o mundo inteiro e se a tivermos ela nos acompanhará…
    []

  75. Sandra

    Gerald, chama ………………………… e ………………………… para uma pizza em Sampa!

  76. Sandra

    José Roberto, gostamos de cacofonia, microfonia,…
    Hendrix vive!!!!!

  77. gthomas

    Ana, nao se preocupe muito com esse merdinha
    ele eh mandado pelo Patiff, digo, nassifff que odeia o RA
    e pra esse pessoal eu nao tenho passado
    nao tenho culpa do Nassssifff ter sido expulso da folha

    nao tenho culpa tambem de ter trabalhado a favor de presos politicos brasilieiros na epoca da ditadura, etc

    essas pessoas sao tao imbecis que seria melhor deleta-las
    ou melhor, nao deleta-las….expo-las eh o melhor castigo.

  78. Sandra

    Gerald, suas deprês são sensacionais!! As minhas estão mais para ficar na cama, amargurada…

  79. gthomas

    LIFE IS MORE THAN JUST AN ILLUSION

    IT’S REAL

    IT’S MORE THAN REAL.

    IT’S HYPER SUPRA REAL.
    AND THAT IS PRECISELY WHERE THE PROBLEM (NOT THE SOLUTION) RESIDES

    LET’S BRING IN THE ROLLING STONES
    LOVE
    G

  80. marcya oliveira del valle

    Gerald
    Concordo plenamente com sua análise,Acho que estamos piores que peixes quando dormem,pois dizem que quando os peixes dormem eles permanecem de olhos abertos imovéis .O engraçado é que parecem estar acordados mais estão em um momento de sono,rs
    Acho que as pessoas não contracenam mais ,fazem um monologo constante,as pessoas só conseguem enxergar o seu próprio mundo interno,é como se tivessem uma redoma de vidro em sua volta.
    As pessoas só escutam os ecos da sua própria voz….
    bjs a todos

  81. Mau

    Isso Gerald. Ta certíssimo. Sem muito o que falar. Sinto isso, e faz uns 3 anos que me afastei do mundo social.

    Nao tenho vontade nenhuma de falar com ninguem, pra escutar gente falando de proezas e glórias que não acrescentam nada a ninguém.

  82. Ana

    G, não importa de onde ele é. A dispersão não tem pátria. Mas deixa aí. Fica de prova.
    bjs

  83. tudo está diluido, fora de foco, muitas internets, muitos ipods, muitos canais de tv, muitos nomes…muitos tudos que viram nadas

  84. fred

    Espetacular, assinamos em baixo, todos!
    Muito legal, exceto o ‘Sampa província’!: Vc misturou os temas e ficou injusta a parte dos nossos restôs, de primeirissima linha aliás
    abrax

  85. Mau

    Nao entendo da onde vem essa imagem de quarto escuro, choros e edredons que criaram como sendo “estado depressivo”.

  86. Mau

    Engraçado q falei sobre isso com minha professora de yoga ontem – exatamente disso q vc falou no artigo – ela me questionou o porquê dos meus estudos (que ja fiz e continuo fazendo) de historia da arte e cinema do periodo das grandes guerras, totalitarismo diante do meu desisnteresse pela realidade atual.

  87. Conventi

    Diálogo e depressão: que tal Albee?

  88. marcya oliveira del valle

    Mau
    Acho que a solução é o contrário é tentar contracenar sempre ,mesmo que seja para ouvir glórias .
    Olhar nos olhos do outro e tentar desarma-lo , dar para ele a cena ,ficar na escuta ,na busca de um contato verdadeiro,ficar a procura de uma brecha para tentar entrar em contato com seu verdadeiro eu…

  89. Luciana

    Acho que as pessoas , ao contrário o que a Marcya disse, estão extremamente exteriozidas, voltadas para as coisas fora delas..voltadas para as aparências.

  90. Luciana

    O in hoje é ser anônimo.

  91. harumi

    “a frieza com que um trata o outro (e nem ouve mais o outro).”
    Babel, depressão, egoísmo, tristeza, maldade : tradução mais completa de como estamos sobrevivendo. Isto é vida? Pra que?

  92. gthomas

    Fred, vc acabou de dar um pulo “la” e viu o que uma babel pode ser.
    Longe de querer atacar sampa. Nao eh o meu proposito.
    Querer fazer uma INTERVECAO, NO SENTIDO TEATRAL,
    esse eh o meu proposito e por isso, minha provocacao

    ao mesmo tempo,
    os restaurantes seriam mais charmosos com (….) sotaques vc nao acha?

  93. marcya oliveira del valle

    Pacheco
    Penso que todos nós estamos neste momento de superficialidades ,de nos robotizarmos…
    Mais acho que temos que persistir na busca do eu verdadeiro do ser humano.
    Falta hoje em dia o toque a sensibilidade,está redoma que colocamos na nossa frente ,esse discurso gravado que expomos a todo momento só serve para declarar quanto somos inseguros …

  94. José

    Como gthomas traz uma visão interessante de nossos dias, será que essa percepção do comportamento dos candidatos a Casa Branca não reflete o próprio estado paranóico em que se encontra a sociedade americana?

  95. Valeria, sei molto gentile, grazie:-)
    abs,
    John

  96. André M.

    Continuando, Prezado Blogueiro

    Não entendo que estamos indo para uma coisa “lógica”. Acredito que a solução está na psicologia, na transformação dessa “guerra” que são as conversas, aonde cada parte tenta estabelecer a sua “verdade” (e tu, apropriadamente falou, parecem não escutar, mas sim bolar a resposta), numa guerra de verdades que não permite troca, mas sim um vencedor e um vencido. E como tudo é muito subjetivo, todo mundo se acha vencedor.

    É dando a cara a tapa que iremos evoluir. Ou então, seguiremos nesse poço que só afunda.

    Não tenho nada contra Wittgenstein, tampouco contra Schopenhauer, que era um incompreendido, que brigou com a mãe até ela morrer. Mas ainda prefiro Habermas, aquela coisa de que todo mundo pode participar do discurso, que todo mundo deve interagir. Alias, essa é a beleza aqui desse blog, tu escuta os absurdos de todos os tipos, e no meio desse absurdo todo, tu tira um panorama muito interessante das coisas acontecendo, dinamicamente.

    As vezes até não consigo acompanhar alguns aqui. Culpa da minha dislexia seletiva. Alias, dislexia essa causada pelo meu enfaro dos discursos prontos e das verdades estabelecidas. Mas eu sigo lendo, pq daqui a pouco vêm alguem e me surpreende, e eu aprendo mais um pouquinho.

    Se não fosse assim, a coisa iria para um caminho utilitarista, uma coisa meio Althusser, que era outro incompreendido.

    Saudações já não tão filosóficas

    PS : Gostaria de saber quem é caio.

  97. Maurício Tavares

    Gerald vc deve ficar embasbacado: os garçons de Londres e New York quase todos falam inglês! acredite! é fantástico!

  98. Gerald
    Vampiro e todos os amigos (menos o Índio).
    Há mais de seis anos minhas idas e vindas de São Paulo não passam dos limites do Galeão de onde tomo nova condução para ou chego de Santos também onde tenho estado em permanência de dias em períodos espaçados de dois em dois meses. O maior tempo tenho trabalhado em cidades no sul da Bahia.Primeiro em Caravelas,Ilhéus ,Porto Seguro e mais recentemente Belmonte.No meio de tudo isto rápidas passagens por Vitória no Espírito Santo onde fica a sede da empresa para a qual presto serviços.Portanto estou sem condições de avaliar o que realmente existe de falta de comunicação na antiga terra da garoa.Lembranças bem distante tenho.mas para o assunto de agora não ajudam muito.
    Aqui nas cidades baianas acontece exatamente o contrário do que reclama o GT. Fala-se e muito. E muita roda de samba também.De samba de Aché de reggae de tudo.Tudo que sirva para balançar o corpo.
    Quanto à conversa meus amigos. Tem dias que para chegar logo em casa eu tenho que ser inventivo.Aqui ainda se cultiva o habito de deixar cadeiras na frente das casas e espera que amigos apreçam para aquela prosa descompromissada e feliz.E se você sentar já sabe que de repente a dona da casa se levanta e logo após retorna com um gostoso e quente café fresquinho da hora como é dito aqui e acompanhado de bolo ou tapioca.Quem duvidar é só vir conferir.Obrigado.
    Pacheco.

  99. Carlos, o mesmo

    Pessoal,

    Estou fazendo um serviço à vocês: copiem e colem as seguintes frases quando precisarem. Vai poupar tempo. Em todos os posts, vocês já usam essas frases prontinhas. Vai dar na mesma.

    “Noooossa….LINDO!!!!!!!!!”

    “AMEEEEEEEI”

    “Caramba….não posso comentar agora, preciso tomar ar…é muita informação pra mim…Ah…se espirrar mais tarde, saúde, tá?”

    “É verdade, os PETRALHAS querem destruir esse país”.

    “É verdade mesmo, concordo com o blogueiro acima: os PETRALHAS querem destruir esse país…e tenho dito!”

    “É isso mesmo pessoal. Concordo com os dois blogueiros! É verdade mesmo mesmo mesmo: os PETRALHAS querem destruir esse país…e tenho mais dito ainda!”

    “LULA é o HITLER contemporâneo”.

    “LULA afundou o Brasil. Éramos uma Nação de primeiro mundo, agora caímos para o terceiro mundo, logo logo será quarto. O que? Talvez quinto se o Felipe Massa perder muito tempo nos boxes. Culpa dos petralhas”.

    “Gerald, não faço idéia do que você está falando, mas concordo”.

    “John McCain é um herói também. Dá última vez que vi o nome Obama, achei que era Osama. Nossa, não vota nele não, vai vê que ele é Osama mesmo, né? O McCain vai salvar os Estados Unidos e o mundo ficará mais seguro. Ahh…acabei de lustrar meu revólver. Está lindo!!!”.

    “Sim, ele é MEU MESTRE, não é SEU não, é MEU, todinho MEU. MEU MESTRE”

  100. marcya oliveira del valle

    Luciana
    O que disse foi exatamente isso :
    As pessoas que são exteriorizadas,que são voltadas para aparência ,no meu ver são pessoas que vivem robotizadas sem conteúdo nenhum,é como se ela não recebece informações verdadeiras ,ou recebece mais não absorvesse para si ,
    Então estás pessoas tem ligar sempre a mesma fita ,que já está programada na sua memória …
    E está fita é surpeficial,foi gravada por ruidos de uma conversa ouvida ,ou por impressões visuais sem base da realidade da vida.

  101. Luciana

    Acho que não escapamos dessa programação.Somos todos em diferentes graus,robôs.Só se nos isolarmos em algum lugar de difícil acesso, sem tv, sem rádio,sem contato nenhum com o mundo moderno.

  102. Gerald Thomas é umgerador de boas idéias.

    O Google, Ele acha tudo, vê tudo, fala tudo, ouve tudo, a verdade está no Google. Quer saber a cor da cueca do Shuazenegger?, ela está no Google, quer saber como se escreve Shuazenegger … [paradinha para consultar o Google] … “Você quis dizer: schwarzenegger”, Sim Oh! Google corrigiu-me, o que seria de mim sem você, ser supremo.

    Google, agora quero saber sobre Brizola e favelização:

    clique aqui

    Mesmo de muletas, o professor aposentado Naldone Henrique, de 65 anos, explicou o significado do lenço vermelho que ele, e muitos outros, usavam no pescoço. ‘‘É uma homenagem ao governador, que usava esse lenço nas horas de luta, como símbolo de resistência política.’’ O morador da favela da Rocinha, Jorge Aquino Paiva, 49, passou com lágrimas nos olhos pelo caixão de Brizola. ‘‘Ele foi o último político que lutava pelo povo, ele colocou a consciência política dentro da favela, nos libertando dessa elite escravista’’

    Oh Google, libertador das massas, usaremos seus links com sabedoria e discernimento, amém.

  103. Amigos(as).
    O maior exemplo de sermos mal entendidos ou mal interpretados nas intenções do que falamos ou escrevemos alem do tal índio que quase me ataca de borduna na seção anterior já está se evidenciando em poucos comentários aqui mesmo.
    Porra meu quem ainda não entendeu que o GT quando ataca isto ou aquilo em São Paulo está apenas arrumando assunto e necessariamente isto não quer dizer que ele não goste ou queira menosprezar a cidade. Ou é burro ou muito teimoso ou os dois juntos ou sei lá o que é.Talvez ruim da cabeça e doente do pé(letras de um samba).
    Não é preciso muito estudo para concluir isto.
    E usando do direito do Gerald e fugindo do assunto. Vocês já ouviram dizer que o próximo presidente dos EUA será um velho de nome MacCain.
    Vamp: modera bem rápido, por favor.
    Obrigado Vamp e esqueça aquela conversa de pá de cal.
    Pacheco.

  104. marcya oliveira del valle

    Pacheco desculpe -me acho que fiz um comentário direcionado ao Pancho Cappeletti e coloquei seu nome,rsss
    bjs

  105. Luciana

    Não vejo nenhum problema em um monólogo.Sou a primeira a escutar caso venha de alguém muito sábio e inteligente.Talvez estejamos precisando mais de monólogos consistentes e menos dialogos vazios.

  106. Já existe o notebook, quando vão inventar os óculos com internet?

    Numa conversa você nunca ficará perdido, o cara pá, você pimba, o cara pá você pimba, pá, pimba. Ainda vão inventar as Olimpídas dos sistemas de busca. Yahoo, Microsoft, Google, os Deuses do Olimpo estarão lá.

  107. Mauricio Tavares.

    Boa tarde amigo.

    Lamento discordar .A grande maioria dos atendentes dos locais que falas arranham o inglês e são fluentes em espanhol ,ou italiano,ou português alem de muitos em indiano.
    Desculpe discordar e confira,Obrigado.

    Pacheco.

  108. Qué vê o Pacheco …

  109. marcya oliveira del valle

    Luciana em relacão ao meu primeiro comentário acho que parecemos peixe dormindo na hora de absovermos o que o outro nos passa ,estamos no nosso próprio transe de sonolência profunda.Colocamos uma redoma de vidro em nos ,para não dialogarmos com o outro,para que o outro não nos toque não se aproxime muito de nos.Está ligação interna de nosso verdadeiro eu com o mundo não pode ser exposta então nos festimos desses bufões que são um disfarce para nossa falta de conteúdo.

  110. marcya oliveira del valle

    vestimos

  111. André M.

    Prezado Pacheco

    Estou enganado, mas achei que o Galeão ficasse no querido Estado do Rio de Janeiro.

    Mas talvez eu esteja enganado.

    Saudações geográficas

  112. Rafael

    Já estou morto.
    Você é apenas o funeral pelo qual estive esperando.

  113. Glorinha

    escrevemos aqui sobre esse assunto, sabemos discorrer algo sobre isso, as pessoas das quais falamos são um pouco de nós mesmos então pergunto:
    por que estamos assim?!
    será que sabemos e aceitamos?!
    estamos nos sentindo bem ?
    estamos conformados?
    estamos retalhados de nos mesmos e dos outros?
    por que não então?!
    []

  114. Glorinha

    por que não, fazer e dizer o não se essa é a contra mão de nossas mãos?
    []

  115. André M.
    Por favor, me explique o que é dislexia seletiva. Estou pedindo com sinceridade. Eu até gosto do que escreves e só implico com a tal de dislexia seletiva que tanto usas. Pode ser que eu esteja sendo injusto e te julgando indevidamente pelo fato de desconhecer o real significado da palavra. Agradeço e aguardo.
    Pacheco.

  116. Glorinha

    penso que talvez estejamos exagerando em utilizar a 3a pessoa nas situações que vemos no dia a dia…parece que não estamos lá também! mas estamos sim!!!
    []

  117. Glorinha

    Pacheco,

    nos post anterior me colocou pergunta, respondi lá viu…não vá pensar que não lhe dei atenção…

    [[]]

  118. Carlos o mesmo.
    Para que tantas palavras. Basta dizer:
    Não gosto de vocês.
    Serias mais rapidamente entendido. Também não tens obrigação nenhuma de gostar das besteiras (na tua insinuação) que estamos teclando. Basta não ler.
    E não fuja com o mestre seja lá qual for que a tua imaginação apanhou e segurou com tanta força. Nada de obrigado.
    Pacheco.

  119. yeyedatonharosa

    se é p/ falar em outro idioma, porque não em tupi ou …
    j’aime le cinema mineiro, je parle sur l”amour , c’est tres chic, n’est pas ? gerard ? joao guimarães rosa já dizia ” viver é um risco ” e muito grande digo eu, e disse mais ” a gente não morre, encanta ” , quer mais chic , então nós ficamos assim, assuntando, porque para comer um bifinho de boi ou vaca, gasta-se sete quilos de cereais, que contradição n’est pas ? drummond disse que “minas não há mais ” , amazônia tem um restinho de nada, virou tudo pasto para piorar o efeito estufa, do buraco da camada de ozônio; guerreiras amazonas onde estão vocês com seus cavalos ? amazonia , amazon ia , ia , Lia de Itamaracá , vamos dançar cirandas , cirandas mineiras , bahianas, nortistas, nordestinas, sulistas , de mãos dadas para espantar esta zik-zira do mundo atual, para levantar a poeira mesmo que seja na grama ou no asfalto , ofertando rosas para quem está dentro ou fora da roda, não importa , o importante é que a nossa emoção sobreviva, mon cheries !

  120. Eu aprecio quem consegue manter a linha, mesmo debaixo de
    porradas. Esse, Marcya, é o cara seguro.

  121. Sandra:
    Tens razão. Realmente eu queria dizer algo neste sentido quando usei a figuração dos nortes considerados em cálculos de rumos de navegação quando comentei a dias passados. Lembro ainda que você me respondesse com um sensacional que me comoveu. Comoveu porque senti ter sido entendido em uma seção que estava uma zorra total. Agradeço tua gentil lembrança e fico contente do Gerald ter motivado este assunto. Talvez ele tenha percebido que estávamos indo em rumo de colisão uns aos outros sem a menor necessidade, pois ao que tudo indica o Mac Cain será o presidente eleito e não ….. opa. Atenção!Rumo errado. Timoneiro volte o barco. Leme aos poucos e devagar retornando ao rumo de inicio. Sandra até logo. Abraços.

    Pacheco

  122. gthomas

    Na espera de uma MEGA reuniao aqui no SESC respondo ao comentario acima

    Nao se fala TUPI Guarani porque os Brasileiros tratam de MASSACRAR seus INDIOS!

    PARABENS pelo holocausto indigena aqui e nos USA

  123. Pacheco.
    Deslexia é mau humor.
    Tem cara que acorda e dorme de mau humor, falando mal do Lula, rangendo os dentes, comendo alho e cebola.

  124. Glorinha

    Marcya ,

    que bom ler vc novamente, achei vc sumida daqui!!!
    [[]]

  125. Luciana

    Sem nunca conhecer alguém , nunca digo que não gosto.Primeiro tento conhecer, depois sim posso dizer se gosto ou não .Só de olhar não tiro dedução nenhuma.E se não gostam do meu jeito de ser também são livres.Muitas verdades podem estar no meio das bobagens.Sempre leio todos.Sempre tiro algo de bom.Mesmo os mais hostis e arrogantes ( no fundo querem esconder um ser muito sensível e vulnerável )que ficam só achando que tudo é besteira aprendo muito.Não é mais possível flutuar.

  126. yeyedatonharosa

    geraldo só quis expor a minha indignação concordando com tudo o que vc havia falado e mais alguma coisa, conseguí te provocar , que bom, mas provocar no bom sentido, pois coisas de muito consenso às vezes fica um quê de esquisito, eu não dou os parabens pelo holocausto indígena porque seria muito triste, falar parabéns à mortandade de uma das nossas melhores influências que são as nações indígenas, que nos ensinou e ensina a tomar banho no rio todos os dias e mais e muito mais influências; no filme Fritzcarrald tem um índio sacolejando uma bíblia para ver se ela fala, é uma sátira bem humorada sobre o rádio de pilha, lembra Gerald ? E como era gostoso o meu francês , antropofágico , não ?

  127. André M.

    Prezado Pacheco

    Eu que inventei isso de “dislexia seletiva”. na verdade, a dislexia é uma situação que algumas pessoas enfrentam e tu já deve conhecer o significado e o resultado. Admiro estas pessoas, pois enfrentam o mundo contra si por conta de uma dificuldade que não deveria separar ninguem.

    A minha dislexia não é real, é inventada. É a forma que eu me previno de não ler textos quando aparecem ser enfadonhos demais, ou então, já conheço de antemão qual o “caminho” da coisa, e com isso, vou praticando essa coisa de pular algumas coisas para ler.

    Outro dia aqui no blog estavam falando de “leitura dinâmica”. É mais ou menos no mesmo caminho.

    Mas te confesso, que apesar de tentar praticar essa abordagem, muitas vezes me traio e acabo lendo coisas que eu a princípio não leria.

    E muitas vezes me dou muito mal. Mas fazer o que né? Quando se vai para a chuva é para se molhar.

    Saudações falsas-disléxicas

    PS : Ainda falta tu explicar a questão do Galeão em São Paulo…

  128. Luciana

    Quero ver alguém ser seguro sendo massacrado a todo instante.Quero ver alguém ser seguro depois de uma sessão de tortura chinesa com requintes de Apache.Não vejo nada de errado a pessoa se mostrar frágil.Pq na verdade somos frágeis.Dependendo do momento de nossas vidas podemos estar mais seguros em outros por certas circunstâncias ficamos mais fragilizados.Respeito sempre os momentos das pessoas.

  129. André M.

    Targino

    Dislexia e deslexia são coisas diferentes, embora possam num primeiro momento parecerem iguais.

    Saudações

  130. Glorinha querida .
    Já li tua resposta na seção anterior..Antes de entrar neste.Perdi tempo lá com um Índio fajuto que pensa ter me enganado.è um índio que se veste de missionário mas na realidade se mostrou ser um pajé.Não vou mais reportar para ele que diz adorar tupã mas age como escudeiro de Satanás.E tudo é meio complicado mas de certa forma você está ou esteve envolvida não diretamente mas em palavras que li em momentos da seqüência dos dias nos quais este índio se mostrou como realmente ele é.Obrigado por tu gentil lembrança .
    Pacheco.

  131. Luciana

    As pessoas podem confundir uma pessoa mau humorada de uma pessoa que enxerga mais as coisas , pensa mais e por isso é mais crítica.Na minha opinião, uma pessoa mau humorada é querer que todas as pessoas sejam iguais.

  132. E isto não é um efeito da internet, as vezes eu tento conversar com minha empregada sobre a máquina de lavar roupa, por exemplo, mas é impossível ser ouvido, as idéias recalcadas sempre vêm à tona. Mesmo sem internet. Eu não consigo convecê-la de nada. O mais engraçado é que eu penso que a conversa acabou, já estou saindo mas ela continua falando sobre o assundo esgotado, mesmo eu estando a 7 metros de distância ela fala, e eu vou dizendo: é … tá… me afasto mais ainda, mas nada de ela parar. Bom daí pausa, ufa acabou, vou fechar a porta à 10 metros e ela diz alguma coisa não sei se ela terminou o assunto, não sei se volto, mas daí ela não faz nenhum sinal, pausa, vou fechar a porta, ela fala … aí meu deus

  133. marcya oliveira del valle

    Glorinha acho que muitos de nós tem conciência dessa falta de interação na nossa comunicação,mais todos queremos falar mostrar para o outro ,temos uma preocupação de mostrar-nos .Nos importamos muito com que outro vai pensar de nós.
    Talvéz isso isso tenha vindo com a lei da sobrevivência destes tempos modernos onde o homem abriu uma disputa com a maquina ,ele acha que tem que ser perfeito ,e que o calculo para tudo tem que ser exato como dois e dois são quatro.

  134. Eu errei ao digitar. Fui chamado para tomar um café.
    Normalmente, não posto sem correção.

    dislexia segundo Aurélio:
    1. Incapacidade de compreensão do que se lê, devida a lesão de sistema nervoso central.
    2. Condição em que o paciente consegue ler, mas experimenta fadiga e sensações desagradáveis.
    Um dos sintomas é o mau humor constante.

    deslexia não tem no meu Aurélio.
    Esta em moda também o tal de distúrbio bipolar.
    O cidadão fala, fala, fala e não quer ouvir ninguém.
    Queira informar a diferença

  135. Conventi

    Quem é o Outro?
    Depósito da falta de sentido?
    O que fazemos do outro?
    O que ele representa?
    Importa?
    O vento levou
    O brado retumbante
    O resto é silêncio
    Ou cinismo
    Amém

  136. marcya oliveira del valle

    Glorinha realmente estive um pouco sumida Graças a Deus estive com muito trabalho aqui,mais sempre que podia lia vcs,só não comentava pois as vezes acho mehor me recolher e me calar…
    beijossss-obrigada pela acolhida

  137. Luciana

    Não vejo nada demais em ser burro.E não somos burros mesmo?Com minha burrice estou aprendendo um monte aqui.Já percebi que alguns aqui não têm muita paciência com burrice.Lembro uma passagem na minha infância, no colégio, que o professor dividiu a turma em burros e inteligentes.Adivinham onde eu fiquei.Na turma dos burros.Depois disso nunca mais fui a mesma.Odiei o colégio.Fazia tudo para não ir.Inventava doença imaginária,etc,etc.Fiquei com muito medo de professor.Tinha medo de mostrar minha burrice.Me tornei uma pessoa muito tímida.Mas sempre em casa lia o que eu queria.Não sei , questiono tudo que é muito padronizado.

  138. Lilian

    Tem umas cenas lindas do Mattogrosso no Youtube.
    Isto eh comunicar ou não. achei que fosse…

  139. marcya oliveira del valle

    Beijosssssss a todos ,vou ter que sair agora ,aqui já são 9 hrs

  140. Luciana.
    Eu falei de outras situações, não do Rambo.
    Falei por, exemplo, do Maluf.
    O pessoal malha o Maluf.
    Ele dificilmente, perde a linha.

  141. Oi, Gt e pessoal.

    Eu me interesso pela questão de ser monoglota. Lula é monoglota, daí penso que ele se sente mais próximo de Chávez e Morales, pois consegue entendê-los sem tradução simultânea. Isso influencia, e muito.

    Ser monoglota é ter só uma visão de mundo. Eu acredito mesmo que sou um em português, outro em inglês, outro em francês.

    John, it´s fair that we are not a Iugoslavia, but I fell that some people in Brazil fell that portuguese is the universal languague. Caetano said in Tropical Truth that english is a language It´s feeling that french people also has, I think.

  142. Luciana

    Os comentários aqui estão me lembrando o filme Der Himmel under Berlin de Wim Wenders.

  143. Glorinha

    Conventi,

    o outro, um ser à conhecermos…isso é bom! vc acha?

    abraços,
    []

  144. Ronald.

    O Maluf me lembra aquele sujeito que é pego com o carro cheio de drogas, o cara da TV cola nele e, pergunta: “de quem é essa droga? Que droga? Diz o motorista do carro.
    Cara de pau.

  145. Eu não cobro pequenos erros de grafia ou de lugar.
    Meu pai dizia, com muita maestria: para quem sabe ler um pingo é letra.

  146. Glorinha

    Luciana,

    não vejo vc “burra” … sinceramente…
    vejo aqui apenas diferenças de opinião, nem por isso penso que é burrice.
    com certeza há pessoas aqui com muita mais conhecimento do que eu, vc mesmo já colocou várias considerações que me fazem refletir.

    a sua passagem na escola…esse professor…não era professor, tinha apenas o cargo! lembre-se disso apenas como um sinal do que não fazer (exclusão) com uma criança nem com ninguem.
    Abraços,
    []

  147. Aninomyous

    Por que é que o pessoal insiste em criticar a elite, criticar o império, criticar o poder aquisitivo, criticar e criticar quando falam de política? se na verdade o que buscam é exatamente isso tudo? porque querem usar a velha formula de dizer que desejam todo mundo nivelado por baixo, querem o retrocesso, e que sejam abolidas todas essas formas de sucesso em nome de uma vitória da pobresa, da miséria e da falta de poder…pelo contrário, o que deve ser abolido é a miséria! o que deve acontecer é que devem crescer todos até se tornarem impérios, precisam todos cidadãos se tornar elite em suas profissões e vocações, precisam todos os indivíduos conseguirem poder aquisitivo para consumir o que quiserem! o mundo precisa se reformular! e os velhos discursos de Imperio daqui e provincialismo de lá somente servem para estaguinar o progresso…

  148. Conventi

    Glorinha,
    Um ser que responda já é um bom sinal.
    Abraços.

  149. Ronald.

    http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/07/22/materia.2008-07-22.4199207598/view

    22 de Julho de 2008 – 19h42 – Última modificação em 22 de Julho de 2008 – 20h03

    Paulo Maluf é o candidato a prefeito que responde a mais processos judiciais

    Roberta Lopes
    Repórter da Agência Brasil

    Brasília – O deputado Paulo Maluf (PP), que vai disputar a prefeitura de São Paulo mais uma vez, é o campeão de processos na Justiça entre os candidatos aos cargos de prefeito e vice-prefeito, segundo lista divulgada hoje (22) pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). Com isso, São Paulo é um dos estado que tem o maior número de candidatos com o nome na “lista suja” da Justiça. O outro é o Pará, que também tem três candidatos incluídos na relação da AMB.

    De acordo com as informações da AMB, Maluf responde a quatro processos no Supremo Tribunal Federal (STF) por crimes contra o sistema financeiro e crime de responsabilidade, entre outros. No Tribunal de Justiça de São Paulo, ele responde a três processos, todos por crimes improbidade administrativa.

  150. everaldo

    Tinha prometido a mim mesmo, e estava cumprindo, não retornar mais aqui.
    Parém ao ler êste post, não resisti ao desejo de cumprimentá-lo.
    PARABÉNS, pelo mais belo post, que vi, em todos os blogs que tenho frequentado.
    PS. Não me importo, e até peço, que bloqueie êste coment.

  151. Glorinha

    Conventi,

    sim!!! vc tem muita razão!!!

    abraços conversantes pra vc,
    []

  152. Eu fico feliz pois vejo a cara do Kotscho la ha horas e horas no blog e colunas mas o cara nao emplaca e nao sai do mesmo numero de comentarios o coitado de velho

    o homem nao passa de um coitado de um velhinho com escrita de velho tentando desvendar os misterios da internet, tadinho
    bjs
    Lu

  153. Glorinha

    Everaldo,

    vc é muito legal ao se posicionar da forma ai em cima.
    disse que prometeu e não cumpriu,
    disse porque não cumpriu,
    foi verdadeiro! legal isso!!
    abraços,
    []

  154. Ronald.

    e tem mais

    São Paulo
    Marta Suplicy Prefeito (PT-SP)
    Ação Penal 050.05.029363-0/00 – Fórum Central da Barra Funda (SP) – 10ªVvara Criminal/ Ação Penal 455 – Supremo Tribunal Federal – crimes da lei de licitações.

  155. Ronald.

    25/07/2008 – 16h52
    “Lista suja” da AMB não inclui processo contra Kassab
    Rosanne D’Agostino
    Em São Paulo
    O processo contra Kassab teve início em 1997, quando ele ainda era secretário de Planejamento do então prefeito Celso Pitta, que também é réu. A ação civil pública movida pelo Ministério Público paulista, com origem na 10ª Vara da Fazenda Pública, foi julgada improcedente, mas, segundo o UOL apurou, continua em andamento.

    A Promotoria acusou o então prefeito, assessorado por Henrique Ferreira Nunes, assessor chefe de imprensa do gabinete, de ter feito promoção pessoal com dinheiro público ao divulgar um informe publicitário em grandes jornais com o intuito de se defender de denúncias feitas pela CPI de Títulos Públicos. A publicação ocorreu, segundo a ação, com a anuência de Gilberto Kassab e de José Antonio de Freitas, então secretário de Finanças. Todos são réus.

    O MP-SP classificou que a atitude atentou contra os princípios da administração pública. Por isso, entrou com ação civil pública baseada na Lei 8.429/92 (Lei de Improbidade). Entre as penas, está a perda da função pública.
    leiam mais aqui

    http://eleicoes.uol.com.br/2008/ultnot/2008/07/25/ult6009u31.jhtm

  156. Conventi

    Obrigado a todos, até breve.

  157. Glorinha

    Aninomyous,

    será que o mundo está precisando de uma reforma interna, intima mesmo, tipo rever os níveis que vc citou ai em cima?
    e esses níveis, acho tão relativo!
    sei que vc parece não gostar muito desse ponto “relatividade” mas…é relativo muitas vezes.

    []

  158. Glorinha

    Ronald,

    vi uma matéria na Internet onde estava apontado um número enorme de canditados a vários cargos com a ficha, digamos, “suja”, tipo alguma coisa não muito certa entende!
    acho isso fim de carreira…
    se eu sair agora mesmo na rua e deixar de pagar alguma conta, meu nome vai pro SPC e não consigo fazer quase nada financeiramente…agora político consegue ser candidato a qualquer cargo estando com problemas financeiros, na justica, na polícia etc etc etc. acho isso incrivelmente, nem sei que nome usar, então vou dizer incoerente!
    []

  159. Quem massacra seus índios são aqueles que teimam em conservá-los vivos em formol, acredito.

  160. Quem gosta de conservar os índos vivos em formol? Os mesmos que lutam até a morte do índio pelo direito do índio.

  161. Oi, Gt e pessoal. Vamos fazer uma corrente: Antonio Rodrigues, que tal dar um reforço para o blog do Kotscho? Essa crítica do jeito que vc faz é patrulha ideológica do século passado. Assim não dá. Se o Reinaldo não deixa vc dizer isso lá, vc se desrecalca aqui e deixa fluir a diarréia mental? Se devemos criticar o governo, mas com jeitinho — e se vc não é petista, porque a chatice insistente? Assim vc não convence ninguém. Menos burro foi o leitor que encontrou supostas incongruências no discurso de Calligaris….

  162. Ronald.

    Declaração Universal dos direitos dos Povos Indígenas

    Declaração Universal dos
    Direitos dos Povos Indígenas

    Parágrafos preambulares

    1 – Afirmando que todos os povos indígenas são livres e iguais em dignidade e direitos, de acordo com as normas internacionais, e reconhecendo o direito de todos os indivíduos e povos de serem distintos e de considerarem-se distintos, e serem respeitados como tais;

    leia mais

    http://www.indiosonline.org.br/blogs/index.php?blog=41&title=declaracao_universal_dos_direitos_dos_po&more=1&c=1&tb=1&pb=1

  163. sincera

    e como vc tem a pachorra de falar isto… quem te conhece, sabe: que vc até que se dispõe a conversar, mas na hora em que vc deveria se abrir, vc se escuda em vc mesmo e finge algum papelzinho para sair de fininho ou arranja uma desculpa para se sentir mal. entendo que vc esteja aqui sendo sincero, mas na prática vc é como os outros, ou até pior. eu? sou sincera.

  164. Ronald.

    O brasil assinou este tratado.
    A grosso modo ele quer dizer que se o índio brasileiro se sentir ameaçado por este querido povo, ele pode pedir intervensão a ONU, e criar um outro país em suas terras.
    Pois bem, agora alguém consegue entender por que existem mais de 100.000 ONG’s na região Amazônica?
    Por que este tratado foi assinado na calada da noite?
    Por que não houve um debate nacional sobre o assunto??
    Vilas Boas já tinha avisado, a muiiiito tempo.

  165. Tene Cheba

    Eu usei muita máscara, mas no carnaval, saia de Clóvis, era um barato.porém, contudo, todavia, sou um cara que ouço, assimilo e pondero coisas novas. Não gosto muito do concordino, gosto da divergência, sou um operador perfeito neste campo.
    Ninguém presta mais atenção, porque o papo hoje é mudo, seco, o mundo está mais patético, mais pateta.Vivemos uma fase esquisita, estranhamente o tesão mudou seus hábitos, ninguém come ninguém, todo mundo nas telas, tec tec tec, os Motéis irão falir, a humanidade irá sumir, mas eu continuo batalhando a minha existência, continuo firme nos meus propósitos.Depressão é algo que tem cura, basta nadar, beber, dialogar e comer, as pessoas precisam reduzir o temor de conhecer, de conversar. Sinto muito, tentei, mas não consigo resistir, Lula é o grande culpado, Lula acabou com a divergência ao golpear esse país com a sua ignorância sobre todos os escândalos que entorpeceu a nossa sociedade. Ninguém fala, porque não temos o que falar, somos frutos do maior golpe político jamais visto neste país. Então, temos que aturar esses porras, que querem nos vendar, que querem a plena subimissão. São os merdinhas a serviço de nossa Magestade. Pronto, entrei em depressão, vou nadar.

  166. Andre M.

    Targino

    Existe sim deslexia, ou eu sou louco. Procure melhor. Mas se não encontrar, sem problemas. Invente palavras.

    E se implico com o Pacheco, é por brincadeira. Tem gente aqui que diz absurdos muito mais deslocados e eu não retruco.

    Saudações.

  167. Tene Cheba

    Everaldo, que bom revê-lo, e aí, prosperando ou só comendo cocada? Não te falei que a Marta iria apanhar do Quemsabe.
    Vai lá no mascatão, e avisa que a boquinha vai acabar, hehehe.

  168. André M.

    Não respondi antes por problemas de internet que em Belmonte são constantes.
    Obrigado pela explicação. Fico alegre. Antes pensava que era um modo esnobe teu ao entrar nos comentários usando esta expressão. Conversando é que a gente se entende. Veio a calhar para esta seção que fala da falta de comunicação entre pessoas. Mesmo aqui no blog acontece isto. Teclamos algo e na resposta alguém do outro lado te manda um passa-moleque e você fica meio desconcertado e na duvida se agradece ou manda o outro lado ir para a…. deixa passar.Gostei do que li.Sou bob esponja.Comecei a participar de blog para ativar a mente.Comecei lá no do RA.Pulei para cá e aqui estou por achar este espaço mais interativo.Não sou de muita cultura.Mas sou esforçado e procuro aprender.Tenho minhas opiniões prontas a serem modificadas a partir do momento que apareça outra que a meu critério eu ache melhor.Quanto ao Galeão foi erro mesmo.Certo claro é Congonhas.Desculpe mas leve em consideração que aos 67 anos a memória nos falha em pequenos momentos.Pior é quando eu esqueço onde deixei meus cigarros.Lembrando disto vou parar e procurar.Notei agora que não estão ao meu lado.Obrigado pela explicação e abraços.

    Pacheco.

  169. Luciana querida amiga.
    Eu sabia que alem de nadar juntos tinha-mos algo mais em comum.
    Também vesti o tal chapéu no primário. Tenho amarga lembrança disto. Mas reagi e aquilo acabou me incentivando para os estudos. Esta vontade de querer agradar e fazer as coisas direito pode ter sido iniciado desde aquele acontecimento. Recordo que quando eu consegui agradar a professora Yolanda de quem tenho saudades eu voltei para casa feliz e contente. Muitos anos depois passando em Santos eu fui à escola procurando ver se encontrava a mestra de outrora. Fui contente e com uniforme novo da Marinha. Ao entrar fui reconhecido pela antiga merendeira que me deu um forte abraço e uma péssima noticia. Logo que perguntei pela Dona Yolanda de pronto veio à resposta:- Ela morreu.
    Agradeci e ao me retirar como que por feliz ou infeliz coincidência espiei pela janela uma sala de aula e lá estava um menino no banquinho com um chapéu de burro. Fiz sinal de positivo para ele que sorriu para mim. Embora abalado com a noticie recebida e depois do sorriso do burrinho eu fui passear e lembro que por um bom tempo minha mente ainda relembrava o sorriso da gorda e sorridente e negra Dona Yolanda. De certo modo um dos amores de minha vida. Abraço amiga e vamos nadando contra ou a favor da maré dos dias que enfrentamos. Obrigado.

    Pacheco.

  170. deslexia
    des.le.xi.a
    (cs) sf (des+gr léxis+ia1) Med Dificuldade ou repugnância de ler, mental e patológica.

  171. 500.000 índios para 100.000 ONGs, dá 5 índios para cada ONG, tratamento VIP hein?

  172. dislexia
    dis.le.xi.a
    (cs) sf (dis3+gr léxis+ia1) Med Dificuldade de ler e compreender as palavras.

  173. Ronald.

    …no mínimo é estranho, mas isto é Brasil, quarta-feira tem outro jogo…

  174. ezir

    JESUS CHRIST , gente, VOCÊS são EXTRAORDINARY em matéria de papo tipo CABEÇA E BOTEQUIM.Ontem e domingo eu só pude me inteirar, e FICAR REFLETINDO sobre as IDÉIAS E as COLOCAÇÕES de cada COMENTARISTAS , aqui.

    Sandra : você é de uma presteza nas INCLUSÕES e RE-BATE de efeito e CULTURA SOLIDA MESMA. Me faz lembrar minhas amigas CULTAS e JUDIAS., NO PRIMEIRO ANO DA UNIVERSIDADE. Fizemos um jornal JOURNAL em inglês. Tinha tanta matéria e eu queria seria ser a EDITORA, briguei tanto q acabei só fazendo o editorial pq O RESTO elas FIZARAM SOZINHAS e melhor q eu.Ainda bem ,q você escreve o PC. Fiz muito de redações , traduções , artigos, ensaios etc na MÁQUININHA OLIVETTI DE ESCREVER , bem. Sandra , você ia SER UM ARRRASSSSSO NA MAQUININHA aqui tb.Só , PRECISO q VOCÊ ME EXPLIQUE , como é q é aquela comparação do Hitler com o Lula ? O Hitler foi ganhando NOME no PARTIDO SOCIAL alemão , e não SOCIALISTA.Era uma coisa de CENTRÃO. Mas ele chegou à CRESCER , NÃO POR CAUSA DO PARTIDO E DA IDEOLOGIA DO PARTIDO. Isto O FILME exibido pelo HISTORY CHANNEL ” A QUEDA DE HITLER”, explica muito bem em detalhes íntimos e PSÍQUICOS. O HITLER virou UM ESTADISTA porque ELE JÁ ERA UM MANÍACO-DEPRESSIVO CRÔNICO, SE APAIXONOU E APRISIONOU A PRÓPRIA SOBRINHA Q SE SUICIDOU POR CAUSA DO COMPORTAMENTO MANÍACO-POSSESSIVO MOLESTADOR E DOLOSO dele p com ela, uma garota. ISTO por causa da INFÃNCIA TRAUMÁTICA dele.Ele começou a MILITAR e toda VEZ q COMEÇAVA A FALAR E DEFENDER AS IDÉIAS DELE , ele FICAVA VERMELHO E NERVOSO, TREMIA , SUAVA E VINHA UMA RAAAAAAIVVVVVA ENORME NELE , ISTO GERAVA UMA DESSSSSCAAAAARRRRGGGAAAAA de SEUS INSTINTOS OPRIMIDOS E REPRIMIDOS E RECHAÇADOS DURAMENTE pela família. Quando vinha A EXALTAÇÃO NO DISCURSO DELE , viinha A LEMBRANÇA TRAUMÁTICA E ele FALAVA COM UM DISCURSO TENEBROSO DE UM FALANTE DESTEMPERADO E EXPLOSIVO q não conseguia se AUTO-REGULAR muito bem.Ninguém CONFIAVA NELE E ACHAVA Q ele TAVA PASSANDO MAL..Ele fazia os DISCURSOS NUMA PEQUENA TAVERNA, TIPO BOTECO ALEMÃO. ÀS vezes, OS DONOS TINHAM q TIRÁ-LO À FORÇA , c alguns caras ajudando levá-lo para CASA como se ele FOSSE TER UM ATAQUE EPILÉTICO.Ele usava e TINHA ESTES ATAQUES em todos os discursos e CADA VEZ QUE ELE NÃO ERA ACREDITADO , ou QUE AS PESSOAS MANDAVAM ELE EMBORA tipo ” cara, VOCÊ TÁ LOUCO, SE MANDA , VAI PRA CASA SE CUIDAR”.eLE saia todo CONTIDO SEGURAMENTE UM ÓDIO REPRIMIDO, CHEGAVA EM CASA , FALANDO SOZINHO DIZENDO Q TODO MUNDO IA VER… descontando O TRAUMA DELE , NOS OUTROS IMAAAAAGIIIINNÁRIOOOOOOO EM REGIME DE PARANÓIA … típico dos SUJEITOS OU EGOS DOENTES , TRAUMATIZADOS pela EXPERIÊNCIA COM A MÃE E O PAI e FAMÍLIA na INFÂNCIA.

    FREUD E LACAN já EXPLICARAM A FORMAÇÃO DA PERSONALIDADE DE UM SUJEITO FALANTE PATOLÓGICO : depende dos MODOS ou formas ou OS GESTOS com que AS PESSOAS SE APROXIMAM de UMA SITUAÇÃO DE TENSÃO com ATOS DE AFFFFEEEEEETOOOOO PURO. LÓGICA DE HUMANIZAÇÃO DO SUJEITO VIA A FALA-COMUNICAÇÃO-DIÁLOGO + AFETO-CARINHO- E INFORMAÇÃO SENSÍVEL SOBRE A HISTÓRIA E O CORPO-PSIQUÊ DA PESSOA. Daí, é possível IR considerando OS CONHECIMENTOS ARMAZENADOS , ASSENTADOS NA FONTE DE MEMÓRIAS deste SUJEITO FALANTE.
    jÁ o LULA é uma OUTRA HISTÓRIA.Pelo menos, ele DEFENDEU BEM ‘ A LIBERDADE DE EXPRESSÃO ” na semana passada.
    Tchau, acho q o IVO VEIGA me ajudaria a falar mais da infância dele
    ( Olá , Sr. Ivo Veiga!!!tenho lido legal seus comentários tão esclarecedores e históricos , ADORO! ) , Tchau, Sandra, Bela Moderadora com o VAMP e o Sr. Gerald Thomas!!! , de ezir.

  175. Targino Silva:

    Um pedido:
    Explica-me de uma vez esse negócio de dislexia ou deslexia.
    Eu gosto de alho e cebola.
    Desde que entrei nesta de blog sempre que posso e tenho oportunidade eu malho lula.é o mínimo que Targino Silva.
    posso fazer considerando que eu votei no mentiroso na primeira vez e ainda me sinto trapaceado.Só paro de malhar quando ele parar de mentir.
    Contudo que me lembre nunca acordo de mau humor. Ao contrário. Quem dorme ao meu lado que o diga. Já parto para brincar e saudar um novo dia alegre e feliz. Pequenas exceções quando acordo depois de uma noite de muitas biritas e ainda assim após um banho frio já estou a mil e contente.
    Dentro dos exemplos que você colocou eu sou:
    Dislexo ou deslexo?
    Informe por favor, quais os riscos porque eu ainda pretendo assistir pela TV a cerimônia na qual o Bush passará o cargo para o velho MacCain cujos eleitores enrustidos e fora das pesquisas o levarão a ser o próximo presidente dos EUA.
    Porra meu acho que este negócio de deslexo ou dislexo já anda me tomando a mente.
    Culpa do André que veio com este papo diferente.
    Abraços para você e para o André também. Como bem disse o Vampiro pela manhã a vida é bela. Obrigado.
    Pacheco.

  176. ezir

    HELLO, LÚCIO JR. long time no see there in your blog only here, but!
    Mr. Lúcio : não entendi a frase respeito a língua inglesa no comentário 17.51 qdo você fala com o John e sobre o monoglotismo referido no POST do Sr. Gerald thomas.
    Caetano said in Tropical Truth that english is a language It´s feeling that french people also has, I think. (???) .so quero entender a idéia porque você só me tras CULTURA NOVA aqui e DROPS de informações LITERÁRIAS HOT-LINNEEES e com uma GRAÇAAAAA!!! obrigada! ezir ( CARAMBA! preciso COMENTAR com o Sr. GERALD THOMAS , q este BLOG me faz sentir LENDO UMA REVISTA ELETRõNICA ) . ezir.

  177. Amigos (as):

    Peço licença.
    Nas ruas aqui de Belmonte a banda escolar esta tocando e marchando em ensaio. Não resisto e vou acompanhar. Depois vou para casa. Amanhã cedo lerei todos com o prazer de sempre.Boa noite e muito obrigado.Não esqueçam O velho herói de guerra o Senador que será o próximo………deixa esta conversa para amanhã.Obrigado.

    Pacheco.

  178. Gosto dos comentarios de todos
    esse blog me parece bem mais animado que os outros
    Parabens
    bjs
    Lu

  179. Tene Cheba

    Um texto sobre a indiferença, até mesmo sobre o preconceito, de que se é vítima aqui, inclusive. Qual a indiferença, a desqualificação do texto quando fugimos para outras conversas, é díficil produzir um texto com qualidade bem acima da média e perdê-lo, para coisas absolutamente triviais. O preconceito está implícito e por vezes explícito, notadamente, pelo fato de ser amigo dos inimigos da esquerda guevarinha tupiniquim, também por ser americano, novaiorquino, dramaturgo, Judeu, liberal, bem relacionado, genial, bonito, resumindo, um ponto avançado do nosso pensamento atual.Tudo isto deprime, tudo isto provoca sensações, tudo isto produz anseios e revela enormes frustações acumuladas. Não é o peixe que está morto, é a vida teimando por sua continuidade, reclamando sua existência, revolvendo o lodo podre que sedimenta os nossos marasmo intelectuais, o start para o nosso imobilismo. Gerald Thomas é um ser muito vivo, muito lúcido em suas pirações, ele bagunça com a nossa existência, daqui ele muda um pouco o nosso mundo. Afinal quem não pensa nos desditos dele durante o Sol de cada dia?

  180. Lu

    ah, eu colocava a culpa disso tudo no culto ao consumo, esse consumo desenfreado de coisas que pouco duram…
    bens duráveis? esses que a gente precisa conservar? pra quê? se é mais fácil jogar tudo fora e ter algo novo pronto?
    é tudo bem descartável, máscaras, relações… pilhas de plástico que vão se acumulando entre as pessoas, por isso elas perdem o contato, por isso não se vêem nos olhos, nem são capazes de ouvir. nem todas se sentem sufocadas assim como você…
    a maioria se contenta em usar capas de chuva, mesmo em dias de sol…
    e também estão acomodados, já que possuem tantas máquinas com tanta memória, não precisam lembrar de nada, nem do número de telefone, nem do nome, de nenhum conhecimento específico, nem de si mesmos… é mais fácil armazenar do lado de fora… do lado de dentro quase nada ou nada e ainda assim nem todos sentem o vazio…
    se riem tanto talvez não se importem que o riso de agora seja o lixo de daqui a pouco, ou talvez eles saibam reciclar, ou talvez não vemos quando eles choram atrás das pilhas de plástico… and so on…

  181. Tene Cheba

    Eu, sinto muito, mas eu quase morri de rir, quando ao ler o texto pela segunda vez, notei certa ambiguidade nesse trecho: ” Depressão, não significa um ser humano metido debaixo das cobertas, não conseguindo abrir a porta num ataque de pânico…”, não, o fino humor, ou algo despercebido? Nunca saberemos, ele nunca responderá.

  182. Gosto da sua independência, continue assim. Aliás você já adptou alguma vez Dostoieviski para o teatro? Raskolnikov me fascina. Como faço para lhe enviar um texto de minha autoria?

    Abraços,

    Marcos – Rio de Janeiro RJ

  183. Tene Cheba

    Eu estava conversando com um senhor, que procurava uma tesoura para cortar o peixe, tinha perdido a dele. Tratava-se de um pescador de água doce, de rios ou lagoas, fanático. Falava com prazer sobre a tal ferramenta, que facilmente abria o peixa e cortava até as espinhas, um facilitador, mas quando ele falou que pescou uma traíra de quatro quilos, aí o encanto acabou, ele falava e eu ouvia, uma tortura, porque os pescadores são todos iguais. Uma traíra de quatro quilos, nem que ela comece macarão com lazanha, fala sério, é só prestar atenção que os caras já te sacaneiam.

  184. Luciana

    Pacheco, Não sei se essa é a forma mais adequada de ensinar as crianças dividindo a aula entre burros e inteligentes.Acho que nem todas as crianças reagem bem sendo ofendidas ou humilhadas na frente dos colegas.Muitas vezes pode ser traumático.Mas consegui superar muita coisa sozinha apesar de todas as dificuldades.Estava somente relatando um fato que aconteceu na minha vida. E se fosse me deixar levar completamente por pessoas realmente burras e limitadas não tinha continuado a estudar e entrado para uma faculdade.Pacheco, achei muito bonito o que vc escreveu sobre sua experiência na sua infância mas não sou assim como vc.Sou diferente.E não tenho uma professora ou professor que eu tenha saudades.Nunca gostei de ir ao colégio.Não quer dizer com isso que não gostasse de aprender e ler. A respeito de alguém aqui ter sido vítima de preconceito, podiam ser mais claros, e dizerem quem é a tal pessoa.ah nem precisam dizer quem é, já sei.É muito fácil dizerem tudo isso sobre mim, com esse ar de superioridade sem olhar direto nos meus olhos, dizerem que sou pária da sociedade sem me conhecerem.Pacheco, agredeço a sua atenção só que percebo um ponto de ironia nas suas palavras sempre que se dirige a minha pessoa.Um certo desprezo.Nem conhecem a minha vida integral e já vão detonando.Vão cortando as asas pouco à pouco.Deixando a pessoa insegura com comentários subalternos.Queria ver todos vcs de perto só para ver se são tudo isso aí que dizem ser.Acho que teriam medo. Medo de encontrar alguém completamente diferente do que imaginam.

  185. Tene Cheba

    No recente Ano Novo do calendário judaico, eu estava em um restaurante a tarde com um grupo de amigos junto ao Balcão, uma segunda ou terça feira, não me lembro, e só tinha homem. E sabe como é que é? Rola todo o tipo de papo, o dono filho de árabe cristão libanês, gente boa, amigão participava do papo, quando derrepente entra um casal judeu, silêncio completo, parece que as conversas ainda ecoavam no ambiente, parou tudo, tudo se deslocou. Eles pediram uma refeição para comemorar o Ano Novo, e convidaram o dono para participar da ceia, conhece o rapaz desde que era menino e tem um carinho muito grande por ele. Uma cena linda, um casal lindo, um mundo lindo. Um respeito profundo, entre os bêbados, o árabe e o casal judeu. Nunca esquecerei esta pintura.

  186. Lu

    Tene…
    Essa coisa de big fish já virou até filme, né?
    Muitas vezes nem é sacanagem, é simplesmente compulsão, ou outras coisas mais ou menos complexas…

  187. Luciana

    Acho que aqui ninguém é contra o progresso ou a favor da pobreza,Ou de que todas as pessoas se nivelem por baixo e que não haja mais conquistas individuais.O que muitas pessoas comentamé contra certas coisas erradas que acontecem por aí, e o que pode acontecer ao planeta se não tomarem certas providências.Na minha opinião , não sei se chegaremos a algum lugar com a ânsia de só ganhar dinheiro mesmo que com isso prejudique o próximo.Não sou contra o consumo.Esoucontra qualquer tipo de patrulhamentoideológico onde pretendem escravizar as pessoas.Só questiono certas coisas, das injustiças que ocorrem.

  188. Luciana

    O comentário da Ezir sobre Hitler está muito engraçado.Não consigo levar a sério tudo o que falam a respeito dele.Só acho que ele tinha um carisma muito grande, sabia convencer a população.Hitler só foi um boneco que a elite usou para atingir os objetivos da elite.

  189. Andre.

    Voce quiz dizer DISLEXIA.
    DISLEXIA
    O fato de se apresentar alguns desses sintomas não indica necessariamente caso de deslexia, há outros fatores a serem observados, e diagnosticados por uma …
    paginas.terra.com.br/educacao/josue/index%20121.htm – 21k – Em cache – Páginas Semelhantes

    Olhei no Google, tudo indica que são palavras homônimas.

  190. Luciana

    Alimentaram o ego do Hitler, sua personalidade sedutora, seu carísma , a sua capacidade de saber falar o que o povo sentia verdadeiramente, ele ia direto no orgulho das pessoas, do patriotismo, no fundo acho que ele nem ligava para a questão da raça superior.Isso foi um motivo para fazer a população seguí-lo .E a perseguição aos judeus foi só uma tentativa de por medo na população para fazerem o que eles queriam, ter o poder.E hoje em dia sinto que estamos um pouco assim, numa loucura coletiva,onde as pessoas não querem mais ver o que é certo ou errado.

  191. Luciana

    Todo fanatismo é burro.Fanatismo religioso, político e racial.Aí concordarei, tudo burrice.

  192. Rio Maynart

    Perguntei a um desse garotões que andam de skate por aí, o que era depressão… Ele me respondeu que “é quando um cara tá cheio de pressa e anda bem de pressão por aí”… EU QUASE ENFARTEI!!!

    Àqueles que vão concorrer a uma vaga na BlogNovela do Gerald, desejo mto merecimento e sorte. Que o seu vídeo seja escolhido… Eu vou assistir de camarote. SUCESSO e BOA-SORTE!!!

  193. Corrigindo.
    Deslexia e dislexia são sinônimos e não homonimos.

    Homônimos tem sons iguais e sentidos diferentes.

  194. Luciana.
    È preciso analisar o momento histórico de uma nação na hora que surge um líder. A Alemanha estava a zero, precisava do Hitler, ultranacionalista, a Rússia precisava de Lênin, Cuba precisava de Fidel Castro. O problema é que eles foram alem das suas missões.
    No Brasil, o momento histórico, criou Getulio Vargas, Jânio Quadros, Collor de Mello, o próprio Lula, que veio de um movimento sindical de oposição a Revolução de 64.

    O grande problema é que o líder político nunca sabe a hora de se retirar e acaba desgastado pelo tempo e pelo poder.

  195. André M.

    Targino e Pacheco

    O Heitor, as 20:07 e 20:10 explicou a diferença entre dislexia e deslexia.

    São coisas diferentes, a primeira é inerente, a segunda adquirida.

    Saudações

  196. Mau

    HARUMI OBRIGADO PELO RECADO LÁ….BEIJOS QUERIDA

  197. Antonio Moraes

    Sou brasileiro – infelizmente, pois é melhor não ter nacionalidade -, e jamais matei índio. Tenho inclusive uma (pelo menos) ascendente índia, capturada a laço … Sobre os temas, participei de uma reunião de trabalho hoje cedo com 15 pessoas, sem problemas de comunicação. Inclusive nas entrelinhas. Por exemplo, todo mundo sabe que o projeto não sairá no prazo, pois o cronograma é inviável, nada é dito e tudo corre como se fosse o contrário.
    Sempre encontro falantes de outros idiomas nos lugares que frequento. Em alguns deles a mão de obra é capaz de comunicar-se ao menos em inglês. Não todos, mas ainda não é uma necessidade real. A cidade/município de São Paulo não possui atrativos naturais de acesso rápido – como a serra do mar – você já desceu a pé ? -, mantiqueira ou a nascente do tietê para o turismo internacional – e o foco aqui é turismo internacional empresarial. As atrações culturais que sejam independentes do idioma existem com maior diversidade na velha europa, excluindo-se a musical – não faltam espetáculos de qualquer estilo, todos os dias da semana -, e bem menos de dança – de qualidade mais irregular . É só ter um pouco de boa vontade para sair do feijão com arroz e aventurar-se.

  198. gthomas

    Ola todos!
    Sinceramente eu nao podia esperar que um post desses iria render 198 comentarios e quase 4 mil acessos. Afinal eu falo de um assunto intimo, nada sensacionalista. Nao menciono Faustao, Obama…nenhuma personalidade. Ate o Everaldo voltou (e, querido, com o maior prazer te rever). Harumi, quem eu amo, adoro, trocando ideias com o Mau, que adoro, e outros que terei a chance de ler agora, a 1 da manha, depois que eu falar com o John Hemingway em Montreal sobre a opera pois enquanto vcs dormem minha vida continua.
    Depois do ensaio da BlogNovela e Kepler, o Cao Atormentado e reunioes interminaveis, tem os projetos internacionais.
    LOVE
    G

  199. Gustavo A.

    Pelo visto, ou melhor, pelo lido, foram tantas intimidas e consistências trocadas… O Blog só não resolveu ainda o olho no olho.
    Agora, se não me engano, este tema era o preferido de Beckett, Pinter, Albee e outros, ou será que me engano?

  200. Sandra

    Ezir, algumas coisas em Lula me incomodam:
    -ele joga brasileiro contra brasileiro;
    -ele acha que o poder para atacar seus desafetos, como quando quis expulsar um jornalista do país;
    -no governo dele surgiram as classificações por raças. Achei um absurdo ter de classificar minha filha em uma das seguintes raças pré-estabelecidas: branco, preto, pardo, amarelo, indígena, não quero declarar (portaria do MEC) Tambem tive de declarar-me numa dessas raças num documento oficial.
    -uma ministra do Lula fez um verdadeiro discurso de ódio, dizendo que racismo de negro contra branco era justo. Ele nem mesmo a contestou.
    -muitas pessoas que comentavam no blog antes da moderação e que se declaravam de esquerda diziam ao Gerald coisas de arrepiar os cabelos. Verdadeiras declarações nazistas. Ainda devem dizer, mas devem ser bloqueadas na moderação. O que mais me choca é que muitas pessoas que se dizem amigos do Gerald preferiram defender quem dizia essas barbaridades e não ele. A causa está acima da amizade.
    -eu não sei se os campos de concentração vêm no começo ou no final de um longo processo que começa de uma maneira mais suave, quase imperceptível.
    Pode ser paranóia. Dada a história de vida do Gerald: o que passou sua família, o que ele conhece da Alemanha e de história – se ele disser que é paranóia, eu me calo. Nem estava mais fazendo essa comparação. Só voltei a fazê-la depois de um comentário que ele fez, dizendo que o nazismo começa em certos comportamento xenofóbicos.

  201. gthomas

    BRAVO Gustavo
    e justamente pra CURAR esses problemas de olho no olho teremos o workshop na CAL no Rio em dezembro
    LOVE
    G

  202. gthomas

    Ah, e Rio Maynart, se quizer ver de camarote, you’re more than welcome, mas alguem estara “sendo” vc
    LOVE
    G

  203. Sandra

    Boa noite a todos!

  204. gthomas

    e eu digo o mesmo
    LOVE
    G

  205. Oi, Ezir. Eu me confundi mesmo, tive uns probleminhas aqui e só agora, insone, volto a escrever.

    Em Verdade Tropical, Caetano disse que o inglês é uma língua que soava aos ouvidos dele mais canina que humana. Eu gosto. A verdadeira simplificação do português seria o fim dos acentos. Não fazem falta ao inglês.

    Abraços do Lúcio Jr.

  206. Carlos, o mesmo

    Antes do meu boa noite, afinal, aqui ainda é pouco mais da meia-noite:

    Lembro do PT colocando brasileiro contra brasileiro. Isso é fato e deve ser muito criticado. Concordo com a Sandra nesse sentido. Essa atitude lembra-me muito o que o Bush fez e agora a Sarah Palin tenta dar continuidade. Ela é a rainha do divisionismo. O PT usou desse artifício. Achei que a situação tivesse melhorado.

    Sugestão de POST: “O HOMEM BRASILEIRO, covardes à vista”

    Explico: tenho lido várias e várias notícias de assassinos covardes matando suas ex-mulheres, ex-namoradas, ex-amantes, etc. Talvez seja coincidência dos últimos dias, talvez não. Mas o número de notícias desse tipo nos últimos dias saltou aos olhos.

    Ser chifrado, perder namorada, ver o amor de sua vida escorrer por entre seus dedos, etc, é doloroso, sem dúvida. Mas vai e enfia a cara na pinga, vai e acelera o carro e dá com os cornos num poste, salta da ponte, mas matar a pessoa totalmente indefesa é de uma covardia, de uma fraqueza de corpo e alma que está acima de qualquer compreensão. Não há dúvida que reflete mais um grande buraco psicológico da nossa já esfacelada sociedade. Nesse caso, a mediocridade do tal do “macho”, que de homem não tem absolutamente nada.

  207. É verdade Gerald… Porém, minha DEPRESSÃO é ao contrario, inverso… Quase me dopo por tanta hipocrisia, movo-me na contravia, deprimente as vezes, porém, simples e potencial que sou (e sim, aredito mesmo, SOMOS), tento me fiirmar nesses tempo de PEIXES MORTOS que, até para brindar, nos olham com esses olhos zumbis, e, desculpem me o cliche, pedindo sempre seus BIS, pois nada são senão mendigos egóicos, pedintes de sí-mesmos, podres e tristes, lucidos mas bebados… Agradeço a boemia dos cantos, dos deixados e dos malditos (sem a pagação saturada dos vermes baudelaireanos, sejamos francos! O clichezinho dos infernos…), enfim, a força dos outsider que, para esses PEIXES CEGOS, parecem que vivem realmente debaixo dos lançóis de seus próprios narizes auto-aspiradores…
    Abraços

    Jorge Miguez

  208. Desculpe-me a ortografia, meu teclado é horrivel, frances.. as teclas me desconhecem.

  209. Paulo

    Sandra, toda essa discussao sobre campos de concentracao no Terceiro Reich eh bastante valida, sempre sem se esquecer que em Israel o modo de tratar os Palestinos tem uma grande semelhanca com o modelo dos Nazistas. Parece mesmo que o ser humano nao aprende…

  210. Amigo Targino Silva.
    Bom dia. Extensivo a todos os amigos (as) do blog. Tanto aos participantes como aos passantes.
    Quero escrever mais um pouco alem do que teu comentário definiu. Momentos ou hora que surgem os lideres e também o fator retirada na hora certa. Ressalto ainda que ao mencionar lula apreciei o fato de não teres incluído a palavra ditadura.
    Concordo com tua colocação do momento que surge o líder. Acompanhe-me, por favor:
    Após a consolidação do poder e derrota dos comunistas que desejavam mudar nosso regime para (agora sim) uma ditadura os militares digamos mais conscientes de suas funções constitucionais desejavam (como se esperava) passar o poder aos políticos. Neste momento o intento pegou. Houve divisão. Não em nós (graduações menores) que apenas cumprindo ordens íamos para onde fosse dada a ordem. A divisão que falo estava justamente entre os que tinham o poder de dar as ordens esperadas. Acrescente ai que grupos diferentes de políticos atuavam nos ouvidos, vamos assim dizer dos altos escalões militares. Pausa. Falemos agora um pouco de uma figura pouco mencionada, mas muito especial para que eu prossiga minha linha de explicação.
    Estou chegando ao nome do General Castello Branco. Homem de baixa estatura física e de grande estatura moral e líder por si só e pelo que praticava e mostrava em caminhos a serem seguidos. Penso que deves saber como veio a morrer este grande brasileiro. Na certa o Ivo Veiga me acredita que sabe e na ponta da língua responde. Imagine o amigo que estando este oficial em Fortaleza no Ceará resolveu visitar sua família no interior do estado e para tanto se deslocou em um teco teco (só sei definir assim). Durante o trajeto este teco teco foi derrubado acidentalmente por um jato militar que fazia exercícios e tocou ou deslocou violentamente a navegação do dito pequeno avião que em queda causou a morte do ilustre passageiro.Agora raciocine junto comigo.
    Nenhum General (principalmente em comando da nação) se desloca sem um planejamento anterior. Portanto seu plano de vôo foi divulgado a quem de direito bem antes.
    O jato que o derrubou tinha sua base no Campo dos Afonso no Rio de Janeiro.
    O piloto deste jato era na ocasião um jovem Oficial que salvo engano era filho do Ministro da Aeronáutica na época. Este piloto voltou para sua base sem um arranhão a registrar.Depois fez carreira não atingindo o promoções até os topes saindo como coronel e foi trabalhar em companhia aérea não sei em qual.
    Pense bem neste detalhe e talvez entendas melhor a razão pela qual eu fico insistindo que para uma grande maioria dos militares jamais houve intenção de implantar uma ditadura nesta nação. Infelizmente havia entre nós simpatizantes do comunismo e uma parcela de lideranças com mentalidades simplistas. Daí a origem da divisão interna que falo. Houve sim a de evitar. Evitar uma ditadura comunista em curso e tentada pelos que nos governam agora. A grande maioria deles está por ai mandando mais que urubus em carniça. Ou que o Zé Dirceu nos bastidores, ou que o lula nas famigeradas bolsas-esmolas, ou que ainda lá nos states o Obama nas pesquisas. Tudo para enganar. Em minha opinião; que pode não ser a certa, mas é a minha.
    Eu vi os restos deste avião no solo. Por não ir a muito tempo na capital cearense não posso afirmar se ainda existe o mausoléu onde ele estava exposto. No mesmo local entre outros pertences de Castello Branco exibiam cartas abertas do militar homenageado entre as quais uma que ele enviou para a sua esposa quando em campanha estava em solo italiano. Targino lendo esta carta eu segurei lágrimas. Nela o então capitão Castello Branco após uma manobra bem sucedida de nossas tropas revela toda nobreza de caráter que possuía e o amor que carregava dentro de sua alma gigante envolvida em corpo tão pequeno. Grande General.Grande Brasileiro,Enorme esquecimento e grandes saudades em quem sabe de quem está falando.Tudo isto Targino estou soltando agora para reforçar tua explicação de lideres e de hora de saída.Castello Branco sabia sim a hora de sair.Por isto morreu.E ponto final.
    Mas Pacheco?!Um momento pode estar alguém indagando. Sendo você da Marinha porque exemplifica com um membro do exército?
    Primeiro porque os bons que se irmanavam sendo de qualquer das fardas eram iguais e Castello Branco na ocasião era o líder cabeça de todos.
    Segundo porque macaco velho não mete a mão em cumbuca. Aqui cabe outra explicação que antecipo para cortar possível duvidas. Targino amigo se eu estiver falando besteira demais um Almirante ou escalão menos mandado por ele pode me prender em menos de meia hora se desejar. Já um General levaria em consideração os regulamentos e antes de acionar suas intenções participaria e pediria o ato a um seu colega Almirante, neste ínterim possivelmente alguém me avisaria e eu teria tempo de ao menos correr. Correr para fugir?Nunca. Ia correndo comprar muitos pacotes de cigarros que eu levaria comigo. Rsrsrsrs.
    Targino o assunto é sério. Tentei brincar para provar que acordo de bom humor e também que a tal dislexia ou deslexia do André não esta me atacando como ontem e na verdade para segurar um pouco a emoção. Agradecendo a oportunidade recomendo aos que forem ao Ceara procurem o local relatado. Obrigado.
    Pacheco.
    NB. Após teclar tudo acima e lendo com mais atenção sinto que alguma coisa parecida esteja ocorrendo entre o que sentem o General Powell e o candidato MacCain.Isto na parte que fala na divisão entre correntes de pensamentos na esfera da área militar.E embora as pesquisas continuo teimando que vai dar MacCain e talvez só por dois votos considerando que por lá o que mais vale é a votação dos delegados do que a maioria do desejo popular .Que afinal eu nem sei porque votam se a decisão não cabe a eles.Será que é para fazer pressão

    Pacheco.

  211. Amigos (as)
    Falando em pesquisas eleitoreiras ou de intenção de votos quero dizer o seguinte:
    Estão alardeando uma vantagem de tantos pontos para Obama?OK.
    Mas se prestarem bem e cuidadosamente atenção para os gráficos lineares verãos que a leitura pode ser diversa do alardeado. Reparem bem nas linhas no sentido horizontal.
    É fácil perceber que a linha de Obama desde o inicio fica acima de 52 e se mantém com pouca variação ao longo do período considerado.
    A linha de MacCain desde o início em desvantagem vem num crescendo devagar mas que pode ser notado facilmente no visual.É o que eu chamo de devagar se vai ao longe.Ou de outra leitura .Os reacionários se mostram aos poucos.
    Mais uma razão par que eu fique teimando:
    Yes sir.MacCain will be the future Commander in chief of the Armed Forces of the United States of the North America.
    Obama will be the change. A great change for a place any is of the White House .
    Tanks for you all.
    Pacheco.

  212. Luciana:
    Li o teu recado.
    Entendi que julgas ter percebido ironias em meus comentários a ti dirigidos.Lamento que tenhas lido desta maneira.Vem a propósito do assunto desta seção.As vezes não somos entendidos no que desejamos transmitir.
    Talvez por querer enviar um comentário mais animado eu tenha te dirigido as palavras que a teu critério e julgamento foram classificadas como ironicas. Garanto-te que não foram. Foram talvez excesso de confiança de minha parte. Eu que somente me permito brincar com aqueles(as)nos quais confio.Peço então que aceites minhas desculpas e tenha a certeza que nunca mais, mesmo sem ter a intenção, te causarei algum engano.Obrigado.
    Pacheco.

  213. Ronald.

    Finalmente o Kassab respondeu a pergunta polêmica:

    – Eu até queria casar, mas tive medo de pegar uma vagabunda que pudesse me trair com algum malandro argentino.

  214. “Depressão: ou pessoas que se reúnem e não conseguem mais conversar”
    Será que Gerald Thomas a mais de outros atributos elogiáveis é também um profeta? Se for ganha Obama.Desisto.Desisto de muito do que desejo.Pouco do que vinha conseguindo.
    Vamos do inicio.
    Como sempre acordei bem humorado. Estava vos lendo e de repente um comentário do Targino me desperta atenção. Trato do assunto com emoção e tudo esta para ser lido acima.
    Em seguida faço e ainda de bom humor um comentário sobre pesquisas. Tento até uma possível associação dos dois comentários no aspecto de divisão entre militares.
    Em seguida leio Luciana. Estupefato a principio e mais calmo depois tenta e consegue responder. Mas algo fica remoendo por dentro. Duvidas. Questionamentos íntimos. Vem a lembrança do dia de ontem quando alguém de Nick name Indio me ataca de borduna verbal.
    Magoa do Índio?Talvez. Se for quem eu penso deve ter suas razões embora sejam diferentes das minhas intenções e procedimentos. De qualquer forma mesmo em não sendo quem eu penso em suas palavras senti aversão. Teria eu feito o mesmo com Luciana?O que realmente aconteceu?Será o Gerald um profeta? Veja o tema escolhido para o nosso debate.
    Depressão: ou “pessoas que se reúnem e não conseguem mais conversar”
    Quanta verdade, quanta atualidade.
    Estamos todos nos reunidos neste blog e não conseguimos mais conversar. Eu aparentemente não tenho conseguido me fazer entender chegando ao ponto de ter sido irônico sem ter esta intenção. Talvez até grosseiro com um ou com outro. Motivo de grande e sincera preocupação.
    Paralelamente tenho trocado e-mails com uma ex-participante de caso recente e me afirma que não mais voltará a participar. Por razões parecidas com as minhas de agora. Solidariedade a ela? Não apenas feliz ou infeliz coincidência. Afirma com convicção que não mais comentará para não ferir alguém nem ser ferida.. Lerá sim. Isto me prometeu. A propósito antecipo desculpas caso esteja lendo e não gostar do fato de eu estar fazendo este uso como exemplo de falta de comunicação.
    Não desejo sofrer de mais nada que não seja a pressão alta que mantenho em controle a base de moduretic 25 miligramas que tomados diariamente me mantém com pressão juvenil de 12X09. Para um velho de 67 anos completos me garantem os médicos que estou muito bem. E assim pretendo ficar.
    Meus bons e queridos amigos (as) virtuais, Tomo aqui e faço oficialmente a decisão de comunicar que estarei afastado da participação neste blog com comentários. Ficarei junto de outros passantes que apenas nos lêem. Ficarei ao lado dos que lendo sentem as emoções e seguram a vontade de teclar. Compreendo melhor um pouco agora as razões destes que chamo de passantes.Não nominarei todos dos quais sentirei saudades porque todos me são de grande estima.Até mesmo o sumido Fabio PiPiPi.
    A razão que justifico para mim mesmo e é a única verdade é o medo que tenho de causar mais algum possível desentendimento interativo.De coração agradeço a todos e em especial ao moderador senhor Vampiro que foi meu incentivador a embarcar neste trem.Ao Contrera que no início me alertou que eu escrevia empostado e me animou ao mesmo tempo.Contrera eu tentei melhorar não sei se consegui.Mas que tentei eu tentei.Cabe aqui também um agradecimento ao jornalista Reinaldo Azevedo em cujo blog eu iniciei minhas entrada neste mundo encantado e maravilhoso segundo a definição que eu a ele atribuo.E também dele partiu a sugestão e convite que para cá me conduziram
    Por ultimo minhas sinceras homenagens. Graças a este formidável e espetacular teatrólogo que é GERALD THOMAS. Tenho certeza que sem nunca ter me visto soube me entender desde o início. Comigo e minha filha tem demonstrado carinho e afeto. Muito alem do que podem ser demonstrados nestas seções diárias. Deste teatro teclado onde a vida imita a arte e a arte imita a vida. Somos sim atores que atuamos sob a direção de um competente diretor e autor que sem que ao menos demonstrar nos conduza marcando falas e posições segundo o seu script de cada ato.
    Busco no meio das artes uma frase que simbolize o que desejo apresentar:
    Todo amor é eterno enquanto dure.
    Volta-se?Não sei. Vai-se?Tenho certeza. Estou no momento no meu NO RETURN POINT.
    Não desejo depressão.
    Muito obrigado a todos.
    Desço as cortinas do meu ato e canto mentalmente de Old Blues eyes (O nosso saudoso Sinatra) M Y W A Y

    http://www.omunicipio.net (jornal net de Belmonte Ba).

  215. Tene Cheba

    Nossa, Kassab não deveria ter falado isso, afinal levar bola nas costas é coisa de lateral lento.Tadinha, ela só queria mais vibração, Wermus deve ter dado um trato legal na mentalidade, ultraburguesinha dela.Com 20.000 pratas por mês, quem não cai na área?

  216. Paulo

    Sobre o Kassab, eu ja o encontrei varias vezes num cafe no Itaim Bibi onde ele vai conversar com amigos. Eu geralmente vou la para usar a conexao WIFI de 8.0 Mbps, acho que o cara de Gay nao tem nada mesmo. Tambem se ele for, que diferenca faz? O problema de ser gay ou nao eh dele…

  217. André M.

    Pacheco

    Eu sou a pessoa menos indicada para atuar como “censor” aqui, pois adoro inventar uma palavra e uma expressão. Então, não leve esse meu comentário na ponta da faca. Quando tu fala no teu comentário das 08:33, “Todo amor é eterno enquanto dure.”, acho que tu quis parafrasear o grande poeta Vinícius, que dizia “Que seja infinito enquanto dure”. Alias, aí vai parte do poema, o mais citado e ao mesmo distorcido da língua brasileira:

    Eu possa me dizer do amor (que tive):
    Que não seja imortal, posto que é chama
    Mas que seja infinito enquanto dure.

    Apenas uma observação. Espero que não fique mágoa.

    Saudações leais

  218. André M.

    A propósito, cão que muito ladra, não morde.

  219. Ronald.

    Pacheco.
    Esperamos durante anos por um lugar aonde se pudesse debater, citar, espernear, enfim, por um canal de mídia que nos(pessoas comuns) fosse aberto.
    Pois bem, este canal é a Internet, não cale a sua voz, ainda que cansada, ou chateada. Pouco importa se alguem se sinta incomodado ou não, não uso este meio para ofender alguém, e não o farei. Este é o canal mais democrático que existe, tudo bem tem alguém que libera as mensagens, mas me parece que aqui a censura é muito mais ligada a ofensas do que as idéias.
    Não é porque alguem não gostou do seu comentário que vc vai parar de escrevê-los, o que interessa é o nível do debate, se vc mantiver o respeito como sempre o faz, o outro lado que terá que subir o próprio nível para acompanhá-lo, e vice-versa, não vim a para este mundo para agradar todo mundo, e nem quero fazê-lo, e que assim seja.
    Se as idéias não forem confrontadas, não saberemos quais são as melhores.
    Não sei quem disse isso.
    “Prefiro os que me criticam, pois me fazem mudar, aos que me elogiam somente, pois me corrompem.”, acho que é isso.

  220. Luciana

    Pacheco,

    Teus comentários sempre são bem vindos, com sua pitada de humor que sempre me faz bem, apesar de discordar em alguns pontos da sua maneira de ver as coisas.

  221. Maurício Tavares

    Pacheco quando falei que os garçons de NY e London falavam inglês era uma ironia com a falta de de percepção sociológica de GT (O cosmopolita). O Rio, como Salvador onde moro, é uma cidade turística e cheia de estrqangeiros “conhecendo “o Brasil. Não acho que toda babel de línguas resulte em um ambiente rico e criativo. GT é tão provinciano quanto a SP que ele critica. Ele ainda deve viver nos 60 e achar o Rio o centro do paíscom suas putas e turistas monoglotas.

  222. Silvério Cardoso Corrêa

    Eu sou um dos que, nas palavras do blogueiro, que muito respeito deveria ser deletado. Aliás comentarios meus já o foram.

    Mas é uma pena que sampa esteja deixando as pessoas assim. Uma provinciana São Paulo onde os garçons só falam portugues é realmente deprimente.

    Aqui em Juiz de Fora por termos uma perspectiva de futuro ainda melhor estamos felizes, conversamos e nos entendemos, janta-se no Faisão Dourado onde tem a melhor comida mineira típica, comendo um ótimo leitão a pururuca e os garçons também não falam ingles, mas não precisa, o Antônio que lá está há 20 anos entende-nos pelos gestos.

    Venham para Juiz de Fora, lhes mostrarei onde nasceu nosso querido Gabeira, e o Rio de Janeiro está tão perto, em duas horas se chaga a Lapa, se vai ao “Carioca da Gema” ao “Antonio’s” ao “Rio Scenarium” todos muito bons, se conversa… se entende… e os garçons também não falam outra lingua senão o belo portugues.

    Venham. Juiz de Fora… Rio de Janeiro…

  223. Ronald.

    E agora quem poderá nos salvar??
    Cadê o Chapolin??

    70% dos prefeitos paulistas são investigados
    Raphael Prado

    Dos 645 municípios do Estado de São Paulo, 461 são governados por políticos que têm algum tipo de expediente tramitando no Setor Especial de Crimes de Prefeitos (Secrim) do Ministério Público Estadual – o equivalente a 71,47% das cidades paulistas. Ao todo, são 2.405 procedimentos só neste foro, que investiga todos os tipos de irregularidades praticados pelos chefes do poder Executivo municipal.

    leiam mais:

    http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI3272241-EI6578,00-dos+prefeitos+paulistas+sao+investigados.html

  224. Aninomyous

    Vocês não dormem não? bom dia! hehehehehe…
    Luciana, eu concordo contigo discordando! hehehehe… :P, ninguém realmente deseja retrocesso…mas veja num outro ponto de vista prático, o que vc mentaliza em seus pensamentos é o que vc deseja, ser pessimista nada mais é do que vc ficar mentalizando os erros sem buscar as soluções, logicamente ser pessimista implica que vc deseja as coisas erradas, sempre procura isso no cotidiano, a percepção gera o apego, o apego gera o desejo, a frustração do desejo leva ao sofrimento, os pessimistas já vão direto para o ‘sofrimento’ e isso os torna o que são…isso eu disse que leva ao retrocesso, que devem abandonar o pessimismo pois isso não vai mesmo contaminar os que tem sucesso, mas perpetuar o sofrimento dos que não tem ao ponto deles não sairem mais disso…mais adiante vou falar da ‘programação mental’ aproveitando essa ‘chave’ para abrir uma das portas da percepção e usar isso em favor do bem estar ao contrário do sofrimento.

    Glorinha, aproveitando sua pergunta vou entrar verdadeiramente na minha opinião…lembrando a questão: será que o mundo está precisando de uma reforma interna, intima mesmo, tipo rever os níveis que vc citou ai em cima?
    e esses níveis, acho tão relativo!
    sei que vc parece não gostar muito desse ponto “relatividade” mas…é relativo muitas vezes.

    Não! um vêemente não! hehehehehehe, vêemente! não agressivo, mas com a maior convicção! no sentido de que não é relativo! hehehehehe…porque? porque na prática sua mente é o reflexo de sua individualidade e a coletividade é o reflexo das individualidades, então a mente das pessoas é o reflexo das coletividades…melhor, vou tentar colocar no Sim! na sua primeira questão, o mundo precisa sim disto, os países precisam se tornar os Impérios financeiros de seus cidadãos, os cidadãos precisam ser a elite profissional e intelectual de seus países e seus indivíduos precisam se tornar autonomos e com poder aquisitivo para refletir o bem estar de vivenciar tudo isso! e não há relatividade nisto!

    Agora sim eu entro na ‘chave’ mental disso que eu falava! porque todo mundo ‘programa’ sua mente sem saber o que está fazendo, e a ‘tomada de consciência’ e o direcionamento consciente desta programação é que leva ao ponto chave da questão…isso é prático, não é teoria e nem forma poetica de encarar a realidade, é a realidade nua diante de teus olhos…veja uns exemplos…eu desenvolvi uma taquipsiquia em meus treinamentos, isso tem que ver com o I Ai Do e vou deixar uma fonte para quem quiser: A Magia da Espada Japonesa ( http://books.google.com.br/books?id=irIGn84iXJAC&pg=PA80&lpg=PA80&dq=taquipsiquia+psicologia+moderna&source=web&ots=kqgp7Yrhma&sig=H7YMwym4ukoUN9oKhMZqZu2D48Q&hl=pt-BR&sa=X&oi=book_result&resnum=1&ct=result#PPA79,M1 )…se funcionar esse link veja que está na pág. 80 o que eu falo… todo mundo usa essa programação mental…digamos ainda…
    Lembra o relaxamento lá atrás…particularmente chamo de meditação ao esvaziamento mental, no estado Delta onde é possível o desdobramento e a viagem astral, e o que no livro chamam de meditação eu chamo de programação mental, pois está num nível chamado de Alfa, entre o sono e a vigília, neste ponto! ponto!…o que ocorre quando vc quer fazer algo? não fica preocupado? tipo fazem com o preconceito vou separar, pre-ocupado! hehehehe 😛 então o artista ‘não consegue dormir’ mas ele entra num estado Alfa pensando e mentalizando suas coreografias, o músico suas tablaturas, o vendedor suas mercadorias, o orador seus discursos, todos usam ou usaram isso, dizem que o tal do Hitler que é um dos exemplos citados aqui ficava diante do espelho treinando suas ‘rasteiras’, ele também fazia isso, pois tem uma parte prática física, e a parte mental de programação da coisa toda, isso leva ao desenvolvimento de um transmimento de pensação, ehehehehehehe, pois antes de vc falar, vc já mentalizou todo mundo concordando, aplaudindo, comprando, prestando atenção, …etc. etc. etc. etc…por isso, finalmente resumindo! é preciso abandonar a Cultura do Avesso, a Inversão de Valores e nessa revolução ‘cultural’ usarem a mente para programar um mundo melhor.
    Abraços.

  225. Ronald.

    Pacheco.
    A internet é o melhor meio para que pessoas de lugares diferentes, de todas as regiões, possam fazer um debate, expor suas idéias, não vamos perder essa chance.
    Podemos enviar textos, matérias publicadas, informações a respeito de praticamente tudo, aqui mesmo neste blog aparecem diversas citações a autores e escritores que eu não fazia a menor idéia que existiam, pois bem, ao ler algo que não conheço, escrevo o mesmo assunto em um site de busca qualquer e, bum, o Google por exemplo acha em 0,26seg, em pouco tempo já posso pelo menos ficar mais antenado no que está sendo dito.
    A hora é agora, chegou a nossa vez.

  226. Silvério Cardoso Corrêa

    Ronald

    Não se desespere.

    A maioria destes serão absolvidos justamente.
    Na politica tem essas coisas, as vezes um adversário faz uma ocorrencia policial contra seu desafeto e isto gera um processo, apenas para prejudica-lo, para faze-lo aparecer nas “listas sujas”. Ou mesmo por conta de uma licitação que acha uma brecha para processa-lo.

  227. índio

    Ai meu deus! De novo as patriotadas idiotas de Ronald e cia. Olha o que Ronald coloca:
    “se o índio brasileiro se sentir ameaçado por este querido povo, ele pode pedir intervensão a ONU, e criar um outro país em suas terras.”

    Meu deus! A confusão na cabeça desse cara é enorme. Origem: o preconceito contra o índio. Não me venham com ladainha de que não há racismo no Brasil: há! Contra índios e contra negros. É assim. Não importa se negam ou querem tapar o sol com o dedo mínimo.

    O Ronald reproduz a mesma porcaria de sempre em relação aos índios. Levanta suspeitas sobre a sua nacionalidade, mas é contraditório. Ele fala do índio brasileiro, mas logo adiante, o nosso caro amigo Ronald, diz que se eles se eles se sentirem ameaçados por este amável povo … podem pedir a intervensão (sic) da ONU …. Quanta baboseira!!!

    Primeiro Ronald: os índios são brasileiros! Ponto final! Eles votam, falam português tanto como qualquer outro (com erros e tudo mais, além de sua língua nativa), servem no exército, etc. E são “brasileiros de raiz”. Ninguém mais brasileiros que eles, não é?

    Portanto, se são brasileiros, fazem parte do nosso povo. Assim, não há ameaça alguma à soberania brasileira.

    O preconceito se reforça sempre nas patriotadas. Os patriotas de ocasião (assustanto os otários de plantão) acusam os índios de não serem tão brasileiros assim. Levantam a desconfiança de que podem se separar do Brasil e outras besteiras mais.

    O índio é acusado de saída. Ele é potencialmente menos brasileiro e representa ameaça. Onde está a comprovação disso? Não há. O que há são hipóteses muito pouco prováveis. O que há são recortes de tratados internacionais, precisamente os que interessam aos patriotas de ocasião para assustar os otários de plantão.

    Engraçado é que os separatistas do RS e de SP nunca são citados como ameaça à soberania brasileira. E há separatistas gaúchos e paulistas. Mas são vistos com benevolência pelos militares catastrofistas e pelos otários assustados.

    O coitado do indígena, já é de saída, sem julgamento, sem júri popular, culpado de alguma coisa que talvez poderá ocorrer em um futuro longínquo. É o cúmulo da especulação e da idiotice.

    Esse argumento é muito canalha e faz parte dessa irracionalidade, dessa falta de comunicação. É parte da mentalidade fechada, encerrada por muros de medo. É o fim da picada!!

  228. Glorinha

    Bom dia para todos!!!

  229. Aninomyous

    Veja uma tecnica simples, vc faz o relaxamento até sentir que ‘poderia dormir’, já quase com ‘sono’, então vc mentaliza um lugar agradável, tranquilo, tipo um campo com uma cascata ou cachoeira, plantas e animais….alí vc começa a mentalizar, se quer parar de fumar, imagine que está com o maço na mão e não precisa puxar nenhum cigarrinho tal qual vc já deve ter mentalizado o contrário milhares de vezes…o artista mentaliza sua peça, seu personagem ali ‘vivo’, o público se surpreendendo com as ações dele de tão real, rindo ou se emocionando, veja vc separado mentalmente apenas ‘dando vida’ a esse personagem e sem rir ou se emocionar junto com o público…vc pode mentalizar qualquer coisa! movimentos, vc pode encontrar o tempo certo, ultra rápido ou lentamente mas com suavidade e fluidez…se vc mentalizar coisas negativas também funciona, entendeu? se vc se mentalizar um gay, vai sair parecendo um gay, se mentalizar um estereotipado ignorante e arrogante, assim vc vai projetar, porque tua mente, teu espírito e o Universo conspiram para realizar as tuas vontades…pelo menos isso ocorre em vc! e os outros procuram em ti algo a admirar e copiar, assim formam-se as culturas, a cultura aí está assim, um bando de caras estereotipados, chegando a serem copias uns dos outros e cultivando uma inversão de valores que leva à banca rota social… Abraços.

  230. índio

    Ainda sobre os índios. Lá em Roraima, o caso da Raposa Serra do Sol. Os patriotas de ocasião falam as mesmas porcarias que o Ronald falou antes: os índios podem solicitar intervenção internacional e pedir a independência…. bla-bla-bla…. Conversa pra boi dormir!!!!

    Pois é. Lá os patriotas de ocasião, os defensores da pátria, os que se opõem à demarcação da terra, quem eram? Muitos deles os chamados gafanhotos (que roubavam dinheiro público), muitos deles grileiros, alguns deles metidos em pedofilia. Ora, que belo exemplo o deles, não é? Comem o dinheiro público, grilam terras e abusam de crianças, mas defendem a nossa soberania. Nossa!!! Que grandes patriotas!!!

    Cara, dá vontade de bater em um cidadão que afirma essas idiotices contra os índios.

    Tem um prefeito lá em Roraima, um arrozeiro. Foi alçado á categoria de simbolo na nossa soberania, por defender o desenvolvimento de Roraima … Bom, o sujeito foi golpista no sul, grileiro no norte e agora é simbolo patriótico. É muita canalhice, não é? Pra nossa sorte, perdeu a eleição. Pra você ver como ele era assim tão popular em um município com 2.500 pessoas … Grande patriota!!!

  231. índio

    São Paulo provinciana? Claro que é. Jamais vi em minha vida um povo tão provinciano como o paulistano médio. E pior: acha que o mundo começa e termina em SP. Papo de paulistano então … ah! tem aquela da “locomotiva do país” … mais provinciana que essa frase não existe.

  232. ezir

    BOM DIA , LUCIANA !!! queria ter tempo p ficar entrando e trocando idéias aqui com vocês.Primeirísssimo de tudo !!!QUERIA saber o NOME DO SEU GATINHO ou GATINHA!!!Gostei demais de VOCÊ só de saber q você É UMA MAMÃE-GATA E tão dedicada qo seu gatinho foi uma VELINHA SE APAGANDO…TENHO A ELISABETH q FALA tudo COMIGO com AQUELES VOCALIZES FININHOS E LÍRICOS.Ultimamente ela tá muito comilona , E TIVE Q dar broncas. FICO com uma dó, ela me faz de gata e sapato!!!
    Quanto à minha colocação sobre a INFÂNCIA DO HITLER, acho q VOCÊ está SENDO MUITO precavida ao falar da PERSONALIDADE EXPLOSIVA E EXTREMAMENTE AGRESSIVA E MANÍACA até AS PATOLOGIAS PSIQUICAS típicas de um PSICÓTICO DE ALTA PERICULOSIDADE q dEVIA TER SIDO DIAGNOSTICADO pelas PESSOAS q foram VENDO OS DISCURSOS INFLAMADOS E DESCONTROLADOS dele , e NINGUÉM FEZ NADA PARA BARRÁ-LO NA FAMÍLIA, mesmo DEPOIS Q ELE PRENDEU A PRÓPRIA SOBRINHA, CASOU COM ELA A FORÇÇÇAAAAAAAAAAAA , Luciana! TÍPICA DE UM ELEMENTO HOMEM MANÍACO de AÇÕES EM GRAU DE VIOLÊNCIA PRATICADA ÀS ESCONDIDAS, E ABAFADAS por AQUELA SOCIEDADE ALEMÃ REPRIMIDA E OMMMMMIIIIISSSSSA AO GRAU MÁXIMO DA OMISSÃO!!!SE ELE TIVESSE SIDO DENUNCIADO DESDE Q CASOU À FORÇA COM A SOBRINHA PELA PRÓPRIA MÃE E PARENTES q VIRAM TUDO SOFRERAM PASSIVAMENTE COM MEDO DE DENUNCIÁ-LO , A GENTE TINHA MUDADO O RUMO DA HISTÓRIA E , DESTRUIDO, BANIDO A EXISTÊNCIA E AS I´DEIAS DELE DO INCONSCIENTE COLETIVO. FREUD E LACAN devem ser compreendidos pelA nossa SOCIEDADE MUNDIAL EM ESCALAS PLANETÁRIAS , UNIVERSAISSSSS , E há já GRAÇAS A DEUS , UMA ORDEM INTEIRA DE CIDADÃOS E PESSOAS NO MUNDO INTEIRO COMPREENDO FREUD E LACAN E APLICANDO-OS nas esferas POLÍTICAS, LITERÁRIAS , DAS MÍDIAS MUNDIAIS E NAS NOSSAS INTIMIDADES das relações dentro das famílias. Ainda assim , A GENTE VÊ aquele caso do PAI ALEMÃO q APRISIONOU A FILHA POR 19 ANOS , teve FILHOS NA MARRA COM ELA , ea manteve NUMA CASA E NINGUÉM descobriu , só quando ELA FICOU DOENTE pós um ABORTO, O DELEGADO já MAIS PREPARADO PSIQUICAMENTE EM PSICANÁLISE E PERCEPÇÃO DA PSIQUÊ dos CASOS POLICIAIS , é que ELE DESCONFIOU E DESMASCAROU O PAI-ALEMÃO CANASTRÃO AINDA VIAJANTE TODO METIDO E BRONZEADÃO, SE ACHANDO O “MACHÃO TODO PODEROSO ACIMA DE DEUS” . ISSO é um absurdo e JAMAIS NÓS, CIDADÃOS DE INTELIGÊNCIA E CONHECIMENTO ACUMULADO DE TANTOS MESTRES q se sacrificaram ESTUDANDO A FUNDO E CONTINUAMENTE tudo. NOS DEIXOU TANTOS ENSINAMENTOS E TUDO MASTIGADO p a GENTE SÓ SERMOS hummmmmmillllllllllDESSSSSSS e querer APRENDER , para IDENTIFICAR ESTES MANÍACOS E MANDAR PARA JÚRIIIII POPULAR , ou como nos USA , e SIBÉRIA TRABALHOS FORÇADOS ….e OUTROS TIPOS DE REMISSÃO DAS PERDAS IRREPARÁVEIS E ABUSSSSOS IRREVERSÍVEIS q ESTES EGOOOOSS MANÍACOS impuseram ás nossas MULHERES E HOMENS PELA HISTÓRRRRIIIIIA A AFORA , NO PASSADO e ainda NAS NOTÍCIAS q infelizmente a gente tem a TOMAR CONHECIMENTO por aí ,. COMO O CASO DA ELOÁ. por isso acho q você ainda fica MUITO INOCENTE ao ler minha explicação baseada NO FILME “AS ÚLTIMAS HORAS DE HITLER”.tIREI de lá , NÃO É VISÃO PESSOAL , SÃO OS FATOOOOSSSSS , entende??? vamos nos falar mais pro aqui. até mais e BOM DIA ENSOLARADO COM MUITO AMOR PARA VOCÊ E SUA GATINHA em sua AURA DIVINA E CELESTIAL. de
    Ezir.

  233. índio

    Pacheco, boa sorte. Sou muito franco e por isso te digo: não sentirei sua falta!

  234. índio

    Falando em separatistas do Sul, hoje os CTGs (Centros de Tradição Gaúcha), que estão espalhados por todo o país, muitos deles na Amazônia, proíbem a presença de homossexuais. Pois é, muitos dos que frequentam os CTGs são também adeptos do separatismo gaúcho.

  235. Ronald.

    Índio, de novo vc lê e não entende o que está lendo.
    Procure um médico.
    Psiquiatra de preferência.
    Cuidado pra não sair por ai matando ninguém.

  236. Aninomyous

    Voltando ao assunto, as religiões não são atraso, muito pelo contrário, são um evento social, onde uns inspiram os outros, para que todos mentalizem juntos a mesma coisa, isso é prático e muito dinâmico! é possível um avanço com eles, logico que tudo levado ao extremo, tudo que se mantém na ignorância é negativo, mas como um evento social as religiões tem um papel fundamental em programar positivamente seus membros e esses refletem uma coletividade sadia…se fosse apenas o contrário não sobreviveriam milhares de anos, elas realmente ajudam e levam a outro estado mental, algumas são verdadeiras e promovem o espirito, outras apenas são sugestionadoras do bem estar e o indivíduo que abandona o sofrimento e cai num bem estar faz sua contribuição com um sorrizo nos lábios enquanto o não religioso pessimista guarda seu dinheiro e doenças para sí proprio pensando estar na vantagem…observe que não estou falando misticamente de nada, apenas da parte prática da coisa.
    Abraços

  237. Ronald.

    Eu quero é mais que os índios peguem suas terras de volta, e que façam bom proveito.

  238. everaldo

    Voltei aqui para reler o post.
    Lindo e profundo.
    Só quem encherga almas para escrêve-lo.
    Acredito que deveria ficar sem nenhum de nossos comentários.
    Senão talvez, o do Carlos ,o mesmo de 15:27

  239. Aninomyous

    O índio, vc é um personagem muito ralé…hehehehehehe…fala pro seu autor dar uma melhoradinha…

    Os gaúchos são motivo de perseguição pelos homossexuais, nada mais lógico que nos seus Centros de Tradição eles não cultivem isso, eu mesmo sou descendente de gaúchos e quando estive lá eu não via essas coisas, somente churrasco, bom chimarrão, fandango, trago e mulher…esse papo de gay, eu fui ver nos espertinhos feito vc que quer unir Tradição com opção sexual.

    Todo mundo chama seu lugarsinho de centro, China é exatamente isso no idioma deles, e seu discursinho de frustrado não comove, pelo contrário demonstra que vc é quem é tudo isso…

  240. Aninomyous

    Apesar de que o que vc fala às 10:35 eu não discordo, pelo contrário, acho que é bem possível, mas que é preciso que as otoridades investiguem essas máfias e grilagens, uma coisa é certa, lá tem tanta terra que nem o Exercito da conta de proteger, que dirá meia duzia de índios pingados com um revorvinho e uma flexa nas mãos.

  241. Pacheco.
    O seu depoimento é historico.
    Ficara gravado, para sempre na internet.
    Obrigado Pachedo. Deus ilumine voce.

  242. Diálogo entre alguém de Direita e um petista

    Direitista:

    – Olha, era um imenso barulho vindo de sua residência, eu até tentei ligar aí para pedir para abaixar o som, mas ninguém atendeu, fui obrigado a chamar a polícia.

    Petista:
    – Por que chamar a polícia, ninguém pode dar uma festa agora?

    – A lei diz que é crime perturbar o sossego público, trabalho etc

    – Que lei, você é um balofo gordo

    – Olha, eu respeito a lei e não incomodo ninguém, exijo o mesmo dos outros, a lei é pra isso.

    – Seu gordo, balofo! O som não tava alto não.

    – Não? Eu não conseguia escutar a minha TV e estou no outro lado à uns 90 metros daí, se não estivesse alto eu não reclamaria. Aliás não foi você que veio me pedir para ajudar a tirar umas prostitutas que estavam fazendo ponto aí perto?

    – (Click)

    Petista é assim, quando precisa pede, vem até chorando, mas quando o confrontam com a lei preferem lhe dirigir ofensas pessoais e não dão ouvidos à razão.

  243. índio

    O Ronald continua com o preconceito. Impressionante como essas coisas não saem da cabeça das pessoas, mesmo apelando-se ao bom senso.

    Pois, escolhi o nick “indio” pra provocar os assustados de plantão, como Ronald. Mas ai ele escreve que necessito de um psiquiatra e, talvez por me chamar “indio”, ele escreve:

    “Cuidado pra não sair por ai matando ninguém.”

    Claro, na mentalidade preconceituosa de pessoas assim, além de separatistas em potencial, os índios são assassinos em potencial.

    Bravo, Ronald! Que grande pensamento. Uma mentalidade que “enriquece” a humanidade. Continue assim, mas antes, veja você um médico e se trate com ansiolíticos.

  244. Glorinha

    Aninomyous,

    vou ler tudinho que vc escreveu e volto depois para conversar.

    abraços,

  245. Glorinha

    Ezir,

    és sempre uma gracinha…
    [[]]

  246. índio

    Pra gente como o Anonimous, homem tem de ser homem mesmo, tem de ter papo de homem, tem de falar como homem … Pois é. Gente que fala assim, com letras maiúsculas, acho que gosta mesmo é de homem.

  247. Glorinha

    Pacheco

    Fiquei procurando alguma coisa para dizer diante de suas palavras….sobre ir…ou não ficar…
    O que posso dizer??? Talvez um monte de besteiras…é sempre um risco…
    Então digo para você não ir, apenas isso…
    Sabe aquele chapeuzinho da escola na estória que vc contou? Então, ele não serve a você nem a ninguém, não o use nunca!
    No post ai em cima Gerald fala sobre olhares e triangulações… é o que não devemos nem podemos perder mesmo que esses nossos olhos (de todos nós aqui) nunca se encontrem de fato estão triangulando por aqui…
    Pacheco com muito carinho por você e sua filha que é uma gracinha a Ana Luiza.
    Somos todos diferentes (inda bem se não ia ser uma chatice né que nem disse o Vampiro outro dia) embora algumas vezes tenhamos experiências semelhantes e por tanto podemos sentir o mundo diferente compreende!
    Espero ler você sempre….
    [[]] abraços triangulares pra você!

  248. índio

    Falando de índios ainda. No Amazonas, estão localizadas algumas das terras indígenas mais extensas do país. Lá, entretanto, não há essa ladainha de desenvolvimento agrícola, de soberania nacional, essas baboseiras todas. O motivo? Eles investiram no pólo tecnológico de Manaus, escolheras entrar em sintonia com o mundo moderno.

    Pois é … em Roraima, Rondônia e Mato Grosso, desenvolvimento significa derrubar a mata, plantar soja, arroz, etc., inundar os rios e terra com veneno (fertilizantes e agroquimicos). Isso é desenvolvimento pra eles. É a mentalidade do empresário truculento do século XIX. Nesses estados, não há uma única proposta séria de se implantar um pólo tecnológico (biotecnologia, informática ou o que seja). Há o discurso rasteiro do desenvolvimento à moda do desbravador, do matador de índio.

    E são esses caras os que foram eleitos como símbolo da nossa soberania. É de lascar!!!

  249. gthomas

    So uma palavra rapida
    Everaldo
    Franklin
    Prazer enorme em reve-los

    Let the past be the past

    deixe o passado ser passado
    LOVE
    G

  250. Que indio brabo.Será que o tacape dele é grande.Duvide de o dó?

  251. índio

    Anonymous, li alguma coisa acima, antes da sua defesa da exclusão dos homossexuais dos CTGs, e vejo uma certa fixação preconceituosa com os gays, não é?

    Cuidado. Isso é sintomático e se chama simplesmente, na linguagem popular: ENRUSTIDO.

    Pois é. Te sugiro o seguinte: sai do armário que você será mais feliz.

  252. Aninomyous

    Indio, na verdade as letras maiúsculas na internet são enxergadas como ‘gritos’, essas pessoas que escrevem com maiúsculas são aquelas que costumam falar com o tom acima para reforçar suas palavras, mas o importante além de tudo é o conteúdo, a forma de falar é importante mas se o conteúdo não condizer com as maneiras a coisa toda se distorce.
    Falar agressivamente, ou questionar aos princípios do próximo não assustam aos que se conhecem, como diria Sun Tsu em A Arte da Guerra:
    aquele que conhece o inimigo e a si mesmo, lutará cem batalhas sem perigo de derrota;

    para aquele que não conhece o inimigo, mas conhece a si mesmo, as chances para a vitória ou para a derrota serão iguais;

    aquele que não conhece nem o inimigo e nem a si próprio, será derrotado em todas as batalhas.

    http://www.suntzu.hpg.ig.com.br/cap3.htm

  253. índio

    ô Edileuza, sua fantasia sexual foi sugestiva… Mas, falando sério agora, nem todo índio usa tacape. Alguns usam zarabatana, outros flecha e lanças. Há mais de 200 etnias indígenas no país. Vê se estuda um pouquinho.

  254. Aninomyous

    Não Índio, a fixação é tua ao reclamar por não ter sido aceito no Centro de Tradições Gaúchas…por que não busca algum Centro de Tradições Boiolísticas?

  255. Por falar em floresta, vi que Madagascar cortou 80% de suas florestas para a pecuária e agricultura, só deixaram os Obá-obás, aquelas enormes árvores com troncos grossos e poucas folhagens, veja no google. Os Nativos de Madagascar fizeram isto, não foi nenhum capitalista. A Bolívia também virou um imenso plantio, no lugar da floresta. Os índios só vão existir em formol, daqui a algum tempo.

    Ìndio, seu texto tem mais preconceitos do que sonha sua van de filosofias.

  256. Aninomyous

    Voltando ao assunto, não é preconceito, mas sim discriminação…vale lembrar que discriminação nem sempre é negativo, por exemplo:
    Quando uma empresa procura um profissional ela discrimina a área de atuação, conhecimentos e habilidades desejados…

    Quando uma escola vai matricular um aluno ela discrimina qual a graduação, qual o nível e qual localidade o aluno deve pertencer…

    Quando se funda um Centro de Tradições Gaúchas está discriminado que lá serão aceitos todos que quiserem participar destas tradições…

    Ser gay não é atributo chave para ser aceito em nenhuma das questões acima, portanto eu lhe discrimino sim…
    Abraços e vai procurar sua turma.

  257. um grande e alegre prazer participar desta salada de frutas com varios tons e gostos com pouco açucar e muita fruta fruta mesmo.quero mais açucar na tigela.vão me lamber pelas beiradas das colheradas até o fim

  258. Aninomyous

    E falando nisso, observo ainda teu comentário para com a Edileuza… vc sabe exatamente o campo onde pisa, pois tua opção é exatamente isso, uma fantasia, afinal sexo é procriação e vc não procria, faz fantasia com tua genitália…

  259. índio

    Bom, anonimous, acho que quem gosta de macho é quem defende intransigentemente a masculinidade. No fundo, muitos ditos “machos” gostam da companhia de homens, mas desprezam as mulheres, sobretudo a opinião delas; gostam de cultivar os símbolos fálicos, pois têm nojo da vagina; e por aí vai.

    Por outro lado, como não sou gaúcho, nem tenho parentesco com gaúchos, jamais me interessei por essas manifestações culturais – meio fascistóides – tipo CTG. Portanto, nunca e em nenhum momento me inscreveria em um CTG, que considero a coisa mais provinciana do mundo.

    Te digo de novo: sai do armário, anonymous.

  260. Acho que vou embora.tem Indio boiola no terreiro.Boiola não come .So é comidoHIHIHIHIquaquaqua

  261. índio

    Anonymous, interessantíssimo a sua afirmação. Sexo é pra procriação????

    Falta outra palavra de ordem: Idade Média já!

  262. Aninomyous

    Dois índios escalam uma montanha. O índio velho vai na frente, seguido pelo índio jovem. De repente, o índio velho pisa em falso e derruba uma pedra enorme, bem na cara do índio jovem. O velho pergunta:

    – Machucou, filho do vento?

    – Machucou, filho da puta!

  263. índio

    Heitor, cara … por favor … vê se te informa. Apesar do avanço da soja na Bolívia, do desmatamento altíssimo em algumas áreas, mas no Chaco que na Amazônia, a região amazônica deles lá está 90% intacta. Por favor, Heitor, não fique falando besteira assim.

    Sobre Madagascar … você está por fora. As comunidades indígenas lá, na época da chegada dos conquistadores, eram relativamente reduzidas, uma vez que falamos de uma ilha, e foram reduzidas ainda mais com o contato com os brancos. Há empresas madeireiras multinacionas que desde os anos 30 atuam lá tirando tudo o que podem. Portanto, tua afirmação é absurda.

    Vê se estuda um pouco.

  264. Aninomyous

    Hehehehehe…não é idade média, é a pura realidade meu! sexo é a união dos orgãos genitais masculino e feminino, lhe garanto que na real é muito mais gostoso do que qualquer descrição ou fantasia que possam tentar inventar, o uso natural das coisas é algo insuperável.
    Abraços.

  265. índio

    Hein, Thomas, legal essas conversas, né? Quando algum tema complexo entra em cena, as verdadeiras personalidades vão se mostrando. Um laboratório e tanto!

  266. índio

    Sai do armário, Anonymous. Suas afirmações revelam que você tem realmente um problema de identidade sexual.

    Sai do armário e tenho certeza que você será mais feliz, pois, apesar de discordar de você, ainda quero que você seja feliz nessa vida.

  267. Aninomyous

    Ué ìndio, vc está se contradizendo, levantou a bandeira dos boiolas atravessando o assunto “pessoas não conseguer conversar” e demonstrou na prática como funciona a ‘depressão’ que o Gerald falou…vc não foi discriminado no CTG e veio aqui denunciar? chamando de separatismo porque queria entrar lá?
    hahahahahahahahahaaaaaaaaaa…
    Eu tenho também origens nos índios e nem falei aqui que nas tribos é considerado comum haver gays…minha avó foi pega no laço por um avô meu português…ainda bem que esse gene deve ser recessivo e eu não herdei isso de vocês..heheheheheheeeeeeeee…eu sou brasileiro seu trouxa, tenho descendências de todo tipo… http://www.acapa.com.br/site/noticia.asp?codigo=5240
    Oia vc ali…

  268. Aninomyous

    Apesar de que eu estava zoando com seu nick porque nem índio vc é seu boiola, e isso não se transmite por genes, afinal gay não se reproduz, isso é fantasia como eu já afirmei anteriormente…sua anta!

  269. índio

    ô Anonymous, cada afirmação sua …. provoca em mim uma pena enorme.

    Essa agora foi de lascar: “sexo é a união dos orgãos genitais masculino e feminino” ….

    Já vejo que de mulher e de sexo você entende pouco, pois se sexo é só isso (encontro de genitálias), sem preliminares, sem mudança de posição, sem uma sacangem cúmplice rolando entre homem e mulher, ou entre homem e homem, ou entre mulher e mulher … Se sexo é só isso, tenho pena de você …

    Por isso sai do armário, Anonymous. Procure a sua real felicidade.

  270. Aninomyous

    Índio, quem gosta de gay é gay, porque quem gosta de macho é fêmea e vice-versa, macho não gosta de macho e fêmea não gosta de fêmea, deixa de fantasiar porque acho que vc está muito confuso em suas convicções, eu sou realista e meu caminho é do auto-conhecimento, não há armários no meu mundo pois ele não é de fantasia…mas, e sobre o tema do Geral vc tem algo a dizer ou veio aqui apenas soltar a franga?

  271. índio

    Anonimyous, acho que você perdeu as estribeiras … Está meio descontrolado e começa a falar besteiras. Ou melhor, o assunto dos gays mexe tanto com você que você se desespera de alguma forma … entra um pouco em parafuso. É um assunto tabu pra você. Você não consegue lidar com isso.

    Na realidade, o que vejo em seus textos: é um homofóbico padrão. Um cara que têm pânico de homossexuais. Tem um preconceito arraigado bem no fundo da sua personalidade um tanto quanto distorcida.

    De repente, seria bom procurar ajuda. Estou falando sério.

  272. Aninomyous

    Agora falando sério, desculpem os verdadeiros índios que por acaso lerem a notícia e o tom pejorativo de zoeira, na verdade eu acho uma desgraça aquilo que está acontecendo, não que eu tenha algum sentimento negativo para com os gays, tipo homofobia, mas que acho que graça só é o que vem de Deus, todas essas distorções são para mim então desgraças…mas não é agredindo e odiando que essas pessoas vão entender que vivem numa fantasia dentro da ilusão…superar a ilusão já é algo que acho desafiador o suficiente, cair na fantasia é algo que leva à perdição total.
    Abraçõs e desculpem

  273. índio

    Anonimyous, o caminho do auto-conhecimento é também aceitar a própria sexualidade, sem preconceitos, sem travas emocionais. Por isso te digo: o que vejo no que você escreve, é uma homofobia patológica. Um tipo de comportamento muito comum em pessoas que negam suas tendências sexuais, principalmente os chamados enrustidos.

  274. Oi, GT e pessoal. Parem a guerra entre tribos índias gays anôminas. Seus problemas acabaram: agora vcs podem fazer um pacto com o diabo online:

    http://www.montesanto.net/i3net/obaid/

    GT, vamos fazer Faustão: O Faustonline, que tal? Tava vendo os vídeos lá no Youtube (já já mando o meu) e vi que tem gente até uma traveca viva, vivíssima que é candidata a Morta.

    Abraços do Lúcio Jr.

  275. Aninomyous

    A realidade já é uma magia para mim, desprezo todas essas suas fantasias que pensam superar a realidade e considero pecado o Homem ao invés de melhorar a vida torná-la imoral e promíscua…mas não vou mais perder tempo contigo, vou apenas lhe dizer que sexo é sim ‘apenas’ tudo isso que eu disse, quanto a carinhos e envolvimento isso vai de cada um, tem a Kama Sutra e tem o Tantra por exemplo que são milenares e não são fantasias…

  276. índio

    Thomas, taí um tema legal pra tratar: a homossexualidade. Não sei se já foi tratado aqui antes, mas embora, batidaço, o tema sempre desperta reações bastante interessantes: da agressividade à ironia preconceituosa. É só uma sugestão.

  277. Quá Quá, é, os cientistas estão errados e vc certo, 90%? Que piada de índio petista.

  278. Sandra

    Pacheco, reconsidere…

  279. Sandra

    Sun Tsu… Minha próxima aquisição literária!

  280. índio

    Anonimyous, já pensou que a tal realidade de que você fala pode ser na verdade uma grande fantasia? Às vezes, as pessoas acham que estão vivendo a realidade, mas estão enganadas. Elas vivem uma fantasia permanente.

  281. Sei, mas os natvos de lá deixaram os Obás-obás porque consideram-no sagrados, não foi nenhum capitalista que tomou esta decisão.

  282. índio

    Heitor, então qual é a fonte desses dados sobre a Bolívia? Os meus são do LBA (Large Scale Biosphere-Atmosphere Experiment in Amazonia) e dizem que 90%, aproximadamente, da floresta amazônica boliviana estão relativamente intactos. Ou seja, não viraram uma plantação aberta. Além disso, consulte o Google Earth, lá tem uma informação importante e é possível ver as fotos satelitais.

    O Heitor é mais um boboca na área, uma reinaldete. Qualquer um que questiona a idiotice dele é …. obviamente, petista. Que falta de imaginação dessa gente.

  283. gthomas

    Sandra – que bom que vc esta ai.
    me explica que eu estou perdido, please
    LOVE
    G

  284. Ronald.

    Índio, vc realmente é um cara esquisito.

  285. índio

    Não está perdido, não, Thomas. Toda essa discussão sobre índios, amazônia, gays, etc. é uma demonstração empírico-virtual do seu post. Encare como um laboratório.

  286. Aninomyous

    Três amigos numa excursão por um dos afluentes do Amazonas contratam um

    índio mais ou menos civilizado para os acompahar em seu turismo-aventura.

    A uma certa altura, como o caboclo era muito calado, começaram a puxar

    conversa com ele falando língua de índio.

    – Mim, medicu.

    – Mim, botanicu.

    – Mim, comicu.

    E o índio, nadando prá bem longe deles, grita:

    – Mim, protegicu!

  287. índio

    Corrigindo … é uma demonstração empírico-virtual do assunto tratado em seu post

  288. Sandra

    Oi Gerald, cheguei agora. Também estou tentando entender o que está acontecendo. Realmente seu post lembrou-me um almoço italiano! Bem no clima!

  289. Sandra

    Aliás, você tem alguma ascendência italiana? Acho muito fofo quando você vem, dá aquele esporro, depois entra num estado: ai, passou! Voltemos ao trabalho!!!
    Deve estar ficando muito legal! Não vai dar nenhuma dica do que está rolando?

  290. COLLOR 2010 - VICE - KATIA ABREU

    Cheguei de viagem, quando vejo está de fêmea-fêmea, collorido adora este meio, será que sou simpatizante, praticante ou gay?

    Está chapa ficará – Fêmea-collorido-Fêmea.

    Vamos sair deste estado de ‘DEPRE”, como está a Blognovela??

  291. Sandra

    Tente o método da mama:
    PARA COM ESSA BRIGA, VOCÊS NAO TÊM VERGONHA NÃO?????

    Ou o meu:
    SERÁ QUE DÁ PARA A MINHA FAMÍLIA COMER JUNTO E EM PAZ???

    Ou então, você ainda tem aquela foto de Hiroshima?

  292. Sandra

    Ou então, cobra ingresso! Eu quero 50% pela idéia!

  293. Sandra

    Ai, meu Deus! Como doutrinação é chata!!!!!

  294. Sandra

    Puxa, Lúcio! Nenhuma traveca se candidatou à Sandra?

  295. Sandra

    Carlos, pelo jeito, o papel de Sandra é seu! Merda para você!

  296. Aninomyous

    Sandra….doutrinação? eu não estava doutrinando ninguém, apenas rebatendo as especulações boiolisticas do índio…oras, se é proibido vc ter sua posição e definição na vida então realmente ser boiola deve ser a chave social para ser aceito, isso é doutrinação, doutrinação social, daqui a pouco vão lançar leis para todos virarem gays…mas já adianto, nesse time não participo nem por decreto.
    Abraços

  297. COLLOR 2010 - VICE - KATIA ABREU

    Sandra – Do que vc está falando mulher???

  298. Aninomyous

    Ou vc dizia que o índio está agindo com doutrinação social? porque geralmente é encarado a palavra Deus, ou algo assim como doutrinário…não! isso é apenas parte da minha personalidade, como posso explicar achar maravilhoso o ‘sexo’ real e dispensar a fantasia excluindo a natureza e para mim seu criador?…veja as formas de doutrinação, clique abaixo em doutrinação social e descubra como os gays querem doutrinar as pessoas para suas fantasias…repito, ‘nem por decreto’! hahahahahahahaha….acho que vou ficar como o Pacheco antes que sobre mais pra mim…tchau.

  299. Aninomyous

    Sandra! não é vc? tem um personagem te representando?
    Desculpe! então respondi pensando em vc…hehehehe… 😛
    Quem será? estamos num local de Cultura, podem ser artistas, pode ser até o Gerald Thomas, pode ser o Vampiro de Curitiba….hahahahahaha….abraços.

  300. André M.

    Prezados

    Nessa “conversa” entre o índio, aninomyous e outros, sobrou para os gauchos.

    Pois então, como gaucho, tenho que dar a minha opinião:

    1 – Gaucho que quer separatismo é gaucho BURRO;

    2 – Gaucho que tem medo de homossexual é gaucho que tem medo de deixar aflorar as suas maiores aspirações. No acampamento farroupilha que acontece aqui na capital, todo ano, durante mais de mês, esses mesmos gauchos que ficam falando mal de gay, depois de tomarem umas pingas e ficarem bem borrachos, acabam se pegando atrás das macegas, essa é a verdade. Rola uma coisa meio Brokeback Mountain direto;

    3 – Esse papo todo de CTG é conversa para boi dormir. Diga para um gaucho desses de CTG que essa “história” que eles cultuam é mentira, e véras a fúria em forma de pessoa. Só que esse nosso folclore é mentiroso, esse gaucho estilizado e cultuado não existiu. Existiam dois gauchos, um era rico, um simulacro europeu (tanto que ironizam os pelotenses, e qual o motivo disso, os pelotenses, por serem ricos, usavam e lembravam os europeus, mandavam seus filhos estudar em Paris, e a fama ficou), o outro era índio (índio chucro, como se diz aqui), pobre, andava em farrapos, pés descalços, passando fome. Alias, querem ter uma visão VERDADEIRA, diferente da versão CTG de gaucho, assistam o filme Anahy de Las Misiones (vale a pena ver, http://mostra.org/21/portug/filmes/anahy-p.htm). Neste filme terão noção do gaucho que existiu de fato, e não essa mitificação cultural dos CTGs. Alias, quer deixar um gaucho de CTG mais raivoso ainda, fala para ele do Tau Golin, um historiador aqui do sul que escreveu uma série de livros sobre a história gaucha, guerra do paraguay. Ao falar isso, recomendo correr ou usar colete a prova de balas. Então, quando enxergarem um gaucho desses, todo pilchado, sorvendo o mate, comendo carne, arrotando história, lembre que a única coisa verdadeira ali é o mate, que de resto é invenção da turma dos CTGs. Alias, esse negócio de CTG surgiu na esteira de uma pesquisa sobre DANÇA feita por um estudioso chamado Paixão Cortes, que a 60 anos atrás queria manter vivo alguns relatos de dança que estavam sumindo. Só que a coisa tomou uma proporção tal que ele virou modelo do Laçador, em cima da pesquisa sobre a dança inventaram uma história, e deu no que deu. Nada contra o Paixão Cortes, baita estudioso da dança, mas esse negocio todo de gaucho é meio fake.

    Queria apenas contribuir com esse assunto “gaucho” aí. Sobre índio, amazonia e demais coisas mais para o norte da américa do sul, não entendo nada mesmo.

    Pena o Pacheco não estar aí para me acusar de estar querendo direcionar a conversa.

    Saudações gauchescas.

    PS : Antes que digam que estou dizendo que gaucho é gay, é bom que eu diga que tem gay em toda parte do mundo, em toda cultura, e que isso não deveria ser um problema. Cada um dá o que tem. Tem gaucho gay, como tem catarina gay, paranaense gay, paulista gay , americano gay, inglês gay e assim por diante. Na verdade, para o cara assumir ser gay é necessária MUITA coragem. Isso esses gauchos de CTG não tem.

  301. Aninomyous

    hey! aquele capeta lá não responde nada, so critica minhas questões! oras, vá pro inferno…. 😉 hehehehehehehe

  302. Aninomyous

    Pergunta lá…Quem é Deus? e O que é a morte? hahahahaha….pelo menos isso ele não critica, e por que não? concordo.

  303. André M.

    Alias, quando eu vejo essa polêmica dos “patrões” de CTG contra os gays, eu vejo um ranço de preconceito muito forte, e por outro lado vejo uma criança chateada pois querem acabar com a brincadeira dela. Só falta gritarem:

    – Assim não brinco mais!!!! (fazendo beicinho)

  304. COLLOR 2010 - VICE - KATIA ABREU

    . Aninomyous – Este negocio de baitolismo é chique nu urtimo, e idêntico a ser petralha, não faz nada, não dá emprego a ninguém, vivem de receber esmola de terceiros, e se achar algum alpinista social ou uma ONG para cuidar do pobrismo, quilombolismo ou indiobolismo melhor ainda.

    Não vou citar nome para não complicar o blog, mas temos experiência de padreco ai em SP que todo mundo sabe como ache está catrevagem.

  305. Sandra

    Aninomyous e Collor, eu não me referia a vocês. Vocês são muitíssimo bem-humorados! O que eu não suporto é aquela doutrinação chata, mal-humorada, politicamente correta, formatada,…

  306. Sandra

    André, experimente, aqui em Sampa, pedir num armazém: Tem erva?

  307. Sandra

    Ou, 2a opção: o Collor não entendeu o que significa eu perguntar se nenhuma traveca se candidatou ao papel de Sandra.
    Na encenação da blognovela, eu sugeri ao Gerald um travesti super careta fazendo o meu papel. Ou então o Carlos, que tem uma paixão platônica por mim.
    O que ninguém sabe é que, na verdade, eu sou apenas um programa de computador.

  308. COLLOR 2010 - VICE - KATIA ABREU

    Como diz Mulla, ele está asfaltando a transviadonica – Pelotas-Campinas-Nova York.

    Não sei como ainda tem Gaucho que vota nesta lastima!!!

  309. indio

    Sandra e Thomas, não entendo o motivo de vocês quererem entender o que está acontecendo no blog???

    Não é possível controlar a discussão em blogs. Vocês sabem bem disso. Aliás, me surpreende a surpresa, já que em outros posts a coisa descambou pro lado do chat de forma tão intensa quanto agora. Realmente, não vejo sentido em buscar “entender o que está acontecendo”. Não há nada pra entender, pois, na prática, não está acontecendo nada. É só um lance da realidade virtual, uma fantasia que as pessoas acham que é realidade. Simples assim.

  310. Sandra

    Gente, foi o André que disse:
    “Gaucho que tem medo de homossexual é gaucho que tem medo de deixar aflorar as suas maiores aspirações. “

  311. indio

    Sandra, vou concordar com você a “doutrinação chata, mal-humorada, formatada” é um saco.

    Mas acho que nego pega pesado com o tal politicamente correto. Os contrários ao politicamente correto, que pode ter inúmeros problemas como categoria, é que eles querem xingar alguém sem serem tachados de preconceituosos. Essa é a principal crítica dos políticamente incorretos aos pol. corretos. É só uma questão de defesa da impunidade. Dizem eles: “quero xingar alguém de bicha, mas não quero consequencia alguma pro meu lado”. É a doutrina do covarde.

  312. Sandra

    Índio, quem disse que a gente quer entender? A gente só quer dar vazão ao prazer de reclamar!

  313. Sandra

    Puxa, Aninomyous, lembrei-me do Sétimo Selo, onde o cavaleiro também queria perguntar ao diabo quem era Deus e o que era a morte.

  314. Sandra

    Mas confesso que não tenho coragem de entrar num programa desses. Que horror!

  315. Sandra

    Tudo bem, eu falei pelo Gerald, mas eu me auto-intitulei porta-sentimentos paulistanos reprimidos dele!

  316. COLLOR 2010 - VICE - KATIA ABREU

    Sandra – fofa (olha a intimidade!), se a intenção do Gerald era deixar o blog totalmente louco ele conseguiu.

    Ele pensou assim, já que estes malas não comentam os assuntos sugeridos por min, deixa dar um nó nestas figuras, e o pior conseguiu.

    Tem gente elogiando o nada, falando em índio cagão, chamando o outro de Baitola e até falando da Amazônia, isto virou uma instituição para maluco. kkkkkkk

  317. indio

    E você collor, como o original, não acrescenta nada a nada.

  318. COLLOR 2010 - VICE - KATIA ABREU

    Mas para embaralhar mais ainda.

    Segundo Mulla a “MAROLINHA” que não chegaria ao Brasil já derrubou as ações da Petrobras hoje para 23,00 vejam bem, estas ações custavam em janeiro/2008 , 87,00.

    A BOVESPA perdeu um PIB brasileiro ou seja, 1 tri 400 bilhões.

    Hoje a bolsa cai mais 7%, o dólar já chegou novamente a 2,35 o prejuízo das empresas brasileiras com a Max pode atingir 200 bilhões, temos mais de 30 bancos com problemas, foi emitida mais uma medida provisória autorizando ao BB e Caixa a comprar bancos, quase todas as empresas de Médio e grande porte estão dando ferias coletivas, e lógico o” grande alambique humano” de babacolândia ainda dorme em berço esplendido

    Segura Brasil!!!!!!!!

  319. Sandra

    Índio, já vi gente escondendo interesses mesquinhos atrás de um discurso politicamente correto, e pessoas que fazem piadinhas (todas politicamente incorretas) que, na hora H, na hora de uma agressão, defendem um amigo. Mesmo nas piadinhas, dá para perceber quem as carrega com ódio ou quem está brincando num certo nível de intimidade até mesmo carinhosa.

  320. COLLOR 2010 - VICE - KATIA ABREU

    Indio – Pega o tacapé é………….., depois vai vender uranio na Raposa Serra do Sol, ou ajudar o cIR a meter a mão nos recursos publicos.

    Indio quer doleta, indio quer Euro, Indio quer diamante e ouro, indio não quer mais apito>>>>>>>>

  321. André M.

    Sandra

    Duas coisas:

    Primeiro, a erva do gaucho é a erva-mate, uma coisa meio porca que todo mundo fica compartilhando e chupando um mesmo negócio babado. Por isso prefiro essa erva aí que os paulistas não vendem no comércio. Mas para não acharem que estou atirando só contra os gauchos, tem o tererê, dos mato-grossenses que é última análise um mate gelado que todo mundo compartilha o mesmo recepiente babado.

    Segundo, os caras que são mais sensíveis a questão de ser ou não ser gay são os que tem mais medo de descobrir que tudo que queriam na vida é sair do armário. Isso vale para gauchos, não gauchos e outras categorias intermediárias.

    Saudações

  322. André M.

    Prezado Collor (cruzcredo)

    Essa generalização que tu faz dos índios só denota a tua falta de capacidade de separar joio do trigo (comentário das 14:35). Tem indio ladrão, que só quer vender a reserva, e tem indio que quer levar a vida dele sem esse tipo de estigma e preservando a terra e a cultura deles. Quer fazer redução sociológica dos indios? Vai estudar primeiro, para não ficar usando preconceitos contra eles.

    Mas não se poderia algo diferente de alguem que se intitula “Collor”, afinal, não consegue ver a falcatrua que foi Collor, não vai conseguir ver a diferença entre os muitos tipos de “indios” que existem no Brasil.

    As vezes fico furioso quando a burrice se instaura aqui.

  323. Será que o indio metido esta pronto para me comer.?
    se ele pedir eu chamo o rabanete,com casca e tudoririririririri

  324. avisem o hospicio.tem indio maluco por são paulo.deixaram este indio estudar.só podi dar nisto que ele apresenta.
    e ninquem mais fala de obama e eu entrei para isto.para falar de mudancas e não este papo furado do indio viado.e bicha enrustida,

  325. COLLOR 2010 - VICE - KATIA ABREU

    p/ André M., sinceramente este m pelo cheiro já se sabe de qual material estamos falando.

    Desculpem mais vou responder a este filhote de cruz credo, larapio da boa fé das pessoas e até de alguns silvícolas.

    . Separar o joio do trigo – Isto é petramulambo, e deve ser um daqueles que citei acima, funcionário da Funai vivendo à custa dos nossos impostos e comprando facão para Índio picareta atacar engenheiro em reuniões, pode procurar para ver se estou errado.

    Depois faz uma vistoria na casa do mulambento deve achar algumas pedras de diamante e ouro escondidos, são todos petralarapios não escapa um, não existe ai a boa fé de ajudar, pq é um povo primitivo querendo viver de suas crenças, retomarem sua cultura, nada disto, é só picaretagem e safadeza tanto dos índios, como destas malas e da igreja safada, é simplesmente uma quadrilha.

  326. André M.

    Collor

    Pq a tua resposta não me surpreendeu?

    O raso argumentativo é nítido. Teu pai, que deve ter pago teus estudos, sabe que tu virou uma besta, um quase analfabeto funcional? Apesar de ainda conseguir ler e escrever, não é capaz de entender. Isso não é analfabetismo funcional, é lobotomia mesmo.

    Não perderei mais tempo contigo.

  327. André M.

    Agora que comprovei que o sujeito é uma besta andante, que não sabe argumentar, que usa a ofensa pessoal para se defender e defender seu ponto de vista, fico mais tranquilo, mas ao mesmo tempo um tanto quanto chateado, por ainda perceber que existe no mundo gente assim.

  328. gthomas

    Gente, tem post novo ali em cima

    LOVE
    G

  329. Este é o bloq que mais tem comentários que já vi!

    E pouquíssimos comentários acrescentam algo.

    A vasta maioria não diz nada e é uma porcaria. Como este aqui.

  330. Luciana

    Flavio Souza,

    O importante é participar.

  331. Antonio Modesto Carone

    Prezado Gerald
    Deparo-me ao lê-lo com um palimpsesto. Um texto escondido, como pergaminho, no interior de um outro. E este texto escondido revela que o sr. começa a se desvelar, quiçá pela própria desilusão consigo mesmo. Pois, se o sr. identifica tal carência, é porque, em alguma medida, experimenta tal deficiência em primeira mão. Explico melhor: o sr. identifica esse DESPREZO no outro porque o sr. mesmo O SENTE, como se fosse o seu mesmo. E, na medida em que despreza tal desprezo, despreza seu interlocutor, e DANDO-SE conta disso, percebe-se também desprezível (em menor instância). Parabenizo-o. É um começo de expiação. Que continue assim.
    Saudações
    Modesto Carone

  332. Fernando

    Concordo Gerald!

    Isso já vem acontecendo a tempos, mas só vem aumentando, criamos um casulo, estamos escondidos, ou encobertos…
    É difícil dizer, mas cada vez mais não fazemos questão das coisas humanas, está tudo sendo substituido pelo tecnológico, perdeu-se a magia das coisas, com a facilidade da tecnologia nos tornamos em partes ignorantes, tudo vem fácil o diálogo muitas vezes já não é mais necessário…
    É só olharmos o exemplo do ensino atual, aulas presenciais são substituídas por a distância, o que era coletivo virou individual…
    Infelizmente eu acho que o que veio para somar (tecnologia), aos poucos vem definhando a humanidade.
    Um pensamento meio trágico, e exagerado, mas creio que seja isso que nos torna menos sensíveis e solitários..

  333. Cadê Juninho Bill?

    Melhor conhecer um idioma, que mal porcamente todos e nenhum.

    Quanto mais da sua aldeia, mais do mundo é. Isso é moderno.

  334. Lícia

    Vamos sair das capitais. Uma voltinha no interior e vamos encontrar pessoas dialogando por horas a fio…uma delícia!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s