Fogo nos Teatros – parte 2 ("Ilustrada" de domingo- Folha de S. Paulo)

São Paulo, domingo, 07 de setembro de 2008 
 
  Texto Anterior | Próximo Texto | Índice  DEPOIMENTO   

O que tenho visto no Brasil é de dar medo

GERALD THOMAS
ESPECIAL PARA A FOLHA

Quando eu perambulava pelo La MaMa, nos anos 80, dando workshops sobre o teatro da hesitação e sobre um novo fluxo de pensamento, me deparei com várias intervenções do NYFD (New York Fire Department). Estávamos no prédio de ensaios, um quarteirão atrás do teatro, no East Village. Na frente desse edifício, há uma estação de bombeiros. Tudo que eles tinham que fazer era entrar, tirar o cigarro de nossas bocas e dizer: “Aqui não se pode fumar!”. Anos depois, nos palcos europeus, a multa falou mais alto. A cada cigarro aceso, marcos alemães ou schillings austríacos ou libras inglesas eram descontadas do meu salário, mas eu só ficava sabendo ao receber o cheque na véspera da estréia. Fora um incidente com Fernanda Montenegro (aliás, dois), no complexo Kampnagel Fabrik em Hamburgo, em 1992, não lembro de ter sentido medo ou vergonha de encenar um espetáculo. Com a minha ex-sogra foi o seguinte: “Flash and Crash Days” estava em cartaz em uma das várias salas da ex-fábrica. Não havia banheiro perto. Disse ao diretor artístico: “Essa é a maior atriz de todos os tempos e não abro a cortina se não houver uma forma de banheiro portátil”. Depois de muito escândalo, provindenciou-se algo com um balde. A própria Fernandona insistiu e abrimos o pano. Palco do lado. No mesmo complexo, Sir Fernandona foi assistir ao ensaio da minha desastrosa “Saints and Clowns”. O banco em que se sentou “colapsou” com ela. Só notamos depois do ensaio. E a levamos ao hospital. Não são exatamente eventos que colocam em risco de vida um teatro. São problemas sanitários ou de gerência. O que tenho visto e vivido no Brasil nos últimos 25 anos é de dar medo ou querer fugir: desde o meu ex-assistente de iluminação quase morrer por bater com a cabeça num pedaço de ferro não-sinalizado no urdimento, até ratos enormes que corroem os multicabos de luz ou de som. Não há aterramento devido entre ambos. Os teatros do Rio (João Caetano e Villa Lobos, por exemplo) são os piores do mundo. Nós brincamos, irresponsavelmente, dizendo que eles fazem “plantação” de brie e camembert nas poltronas, de tanto mofo. O que tenho visto de rack de luz esquentando, de excesso de refletor por canal, de falta de grade na frente da lente, varas grudadas rentes demais, contra-pesadas com cordas quase no ponto de arrebentarem! Os bêbados de costume que nos dizem adeus e fecham o teatro… Não sei se por milagre ou desgraça o Cultura Artística e outros teatros não foram pra fogueira das meias verdades antes. Mas se querem uma resposta, perguntem pro Paulão, chefe de palco do Sesc Paulo Autran. É a ele que eu me rendo. Ele sabe que nenhuma medida é pouca quando se trata de uma mega-estrutura que pode desaparecer num abrir e fechar de olhos -ou num subir e descer de pano.


GERALD THOMAS é autor e diretor

 

PS.: O que está publicado acima é PARTE DE UMA ENORME REPORTAGEM (MARAVILHOSA) da FOLHA sobre a (in)segurança nos teatros Brasileiros.

 A reportagem toma conta de enorme parte do caderno e ocuparia um espaço enorme aqui no blog. Limito-me a publicar somente a minha parte, já que a Sylvia Colombo (editora interina do caderno) se pautou por esse blog para fazer a reportagem logo após o meu artigo “SOMOS TODOS RESPONSAVEIS”, relativo ao fogo que consumiu o Teatro Cultura Artística.
Congratulo o pessoal da Ilustrada por uma excelente reportagem.
É isso, gente!
REPORTAGEM CULTURAL INVESTIGATIVA É ISSO!
Voltamos aos tempos dinâmicos!
Parabéns mesmo!
LOVE
G

comentario

 

  1. 07/09/2008 – 14:17Enviado por: marcya oliveira del vallA situação das nossas casas de espetáculo estão como uma faca de dois gumes!
    Do sonho de um grande ator sem palco ,muitas vezes faz nascer casas de espetáculos alternativas que são como estás que foram fotografadas e colocadas na ilustrada.
    Por um lado grandes salas com acesso limitadissimo para apresentação de grupos teatrais devido ao valor cobrado …
    Qual ator,administrador de teatros ,diretor que nunca disse ou questionou em si mesmo :
    Como é duro viver de arte neste país?
    Então me pergunto como sair a caça as bruxas?
    E como tb deixarmos que isso nos tomem a conciência e continuarmos arriscando nossa cabeça em teatros que desmontam o teto com um simples arrastar de armário ,Fato este ocorrido no tbc durante a apresentação do nosso espetaculo a uns 4 anos atráz….
    Como exigir de uma administração a solução se no final do mês
    o dinheiro arrecadado mal da para pagar os funcionários do teatro.
    Então nos dizem :existe a lei de encentivo a estás casas a lei:8313/91
    que permite que os aprovados depois de um projeto com muitas burocracias,recebam doações de empresas ou de pessoa fisica ,que podem abater depois no imposto de renda…
    Com a burocracia imposta pelo governo estás leis são feitas para não serem vivenciadas,A dificuldade são tantas que muitos patrocinadores desistem do abatimento.
    Então quando nós pedimos um patrocinio parece que estamos pedindo esmola.
    O GOVERNO É UM SÓCIO EM NOSSA VIDA,QUE NÃO NOS DA NADA SÓ NOS TIRAM…Muitas vezes os donos destas casas optam em levar seu sonho em frente mais estão sem ação perante as circunstançias.
da Sandra
07/09/2008 – 16:31Enviado por: SandraGerald, é verdade. A desgraça na frente dos nossos olhos e a gente não quer ver. NUNCA vai acontecer com a gente. Lembro-me quando o cinto de segurança passou a ser obrigatório, o quanto alguns amigos se revoltaram.
E quantas crianças não estão com a carteira de vacinação desatualizadas? Ah! Nada vai acontecer!
E gente pescando onde foi detectado o vibrião do cólera? Ah! Conversa! Não vi ninguém ficar doente AINDA! O cara estava esperando algum filho morrer para acreditar.
Li seu artigo sobre Congonhas em sua home, mas para mim, aquele aeroporto, com menos de 2 Km de pista, cercado de cidade por todos os lados, é outro desastre esperando acontecer. DE NOVO.

 

Advertisements

139 Comments

Filed under artigos

139 responses to “Fogo nos Teatros – parte 2 ("Ilustrada" de domingo- Folha de S. Paulo)

  1. gthomas

    O que esta publicado acima eh PARTE DE UMA ENORME REPORTAGEM (MARAVILHOSA) da FOLHA sobre a (in)seguranca nos teatros Brasileiros. A reportagem toma conta de enorme parte do caderno e ocuparia um espaco enorme aqui no blog.
    Limito-me a publicar somente a minha parte, ja que a Sylvia Colombo (editora interina do caderno) se pautou por esse blog pra fazer a reportagem logo apos o meu artigo “SOMOS TODOS RESPONSAVEIS” relativo ao fogo que consumiu o teatro Cultura Artistica.
    Congratulo o pessoal da Ilustrada por uma excelente reportagem.
    Eh isso gente.
    REPORTAGEM CULTURAL INVESTIGATIVA EH ISSO!
    Voltamos aos tempos dinamicos!
    Parabens mesmo!
    LOVE
    G

  2. O Vampiro de Curitiba

    Parabéns, Gerald!
    A imprensa séria e responsável agradece!

  3. Adriana

    É o Blog do Gerald pautando a mídia. Credibilidade é isso!

  4. O maior e mais seguro teatro do mundo é a céu aberto e fica na Marques de Sapucaì.

  5. Sandra

    Tinha visto uma reportagem na UOL, e fiquei um pouco decepcionada, pois pareceu-me que, fora um ou outro probleminha, tudo estava bem.
    Aí vim para o seu blog, e:

    UAU! ESSE É O GERALD!

  6. Eu chamaria os grandes mestres do carnaval de carnavalista, acho carnavalesco pejorativo. soa mais como grotesco. A arte é toda forma de expressão e ela não pode estar restrita a quatro paredes a um publico privilegiado. O artista tem que estar onde o povo esta . Não importa o tema, o autor, o povo absorve. Se ele foi capaz de produzir o povo será capas de absorver, assimilar ou rejeitar de acordo com seu gosto e costume. A arte tem que educar, elevar, aprimorar a racionalidade, sublimar a vida, caso contrario é uma praga de gafanhotos.

  7. sol - sampa

    O incêndio no cultura foi de um modo geral superficialmente noticiado e tirado da “pauta” muito rápidamente .Muittíssimo bem colocada a questão da insegurança nos teatros brasileiros.No mínimo deveria haver uma inspeção geral do estado desses atualmente E tambem apresentar nomes dos que estão em situação regularizada. Dica teatral : O céu 5 minutos antes da tempestade no Sesc consolação.WL

  8. juliano

    O que me assusta é o seguinte. Para um prédio funcionar é necessário habite-se, alvará, inspeção d ecorpos de bombeiros, é uma lei rigida até. Mas como são dados esses laudos, quem autoriza que predios quase caindo possam funcionar? O que causou o incendio do Cultura Artistica? Quem assinou os laudos e licenças? Por que o Prefeito não manda fazer uma inspeção geral nos teatros.cinemas, lugares públicos?

  9. Rademij

    olha so’, tendo em vista que hoje no Brasil não se pode fumar, beber, falar ao telefone ,ao almoço beber sua taça de vinho e ir cuidar da vida;ter uma arma como defesa de sua integridade fisisa , so ”autorizada ”aos bandidos;;ter que suportar esta lavagem celebral ,do governo e seu partido que tudo esta melhor ver o ”cara na tv ,politico ou governante meter a mão na grana, e depois ,ficar por isso mesmo , cobrar uma carga tributaria maior do mundo , dizer que o motorista brasileiro e ruim quando temos uma estrada de 5* categoria , que querem que eu comente?

  10. Ronald

    O que esperar de um país que tem jeito pra tudo, Aqui o manual do certo foi jogado fora, e quando alguém quer fazer da maneira correta, tem sempre um que diz, “não precisa tanta precaução”, ou algo do gênero.
    Este é o país da tragédia anunciada.
    Ronald

  11. marcya oliveira del vall

    A situação das nossas casas de espetáculo estão como uma faca de dois gumes!
    Do sonho de um grande ator sem palco ,muitas vezes faz nascer casas de espetáculos alternativas que são como estás que foram fotografadas e colocadas na ilustrada.
    Por um lado grandes salas com acesso limitadissimo para apresentação de grupos teatrais devido ao valor cobrado …
    Qual ator,administrador de teatros ,diretor que nunca disse ou questionou em si mesmo :
    Como é duro viver de arte neste país?
    Então me pergunto como sair a caça as bruxas?
    E como tb deixarmos que isso nos tomem a conciência e continuarmos arriscando nossa cabeça em teatros que desmontam o teto com um simples arrastar de armário ,Fato este ocorrido no tbc durante a apresentação do nosso espetaculo a uns 4 anos atráz….
    Como exigir de uma administração a solução se no final do mês
    o dinheiro arrecadado mal da para pagar os funcionários do teatro.
    Então nos dizem :existe a lei de encentivo a estás casas a lei:8313/91
    que permite que os aprovados depois de um projeto com muitas burocracias,recebam doações de empresas ou de pessoa fisica ,que podem abater depois no imposto de renda…
    Com a burocracia imposta pelo governo estás leis são feitas para não serem vivenciadas,A dificuldade são tantas que muitos patrocinadores desistem do abatimento.
    Então quando nós pedimos um patrocinio parece que estamos pedindo esmola.
    O GOVERNO É UM SÓCIO EM NOSSA VIDA,QUE NÃO NOS DA NADA SÓ NOS TIRAM…
    Muitas vezes os donos destas casas optam em levar seu sonho em frente mais estão sem ação perante as circunstançias.

  12. Angelo Benetti

    Caro Rademij, seu mal é esse, achar que tudo é culpa do Governo Federal. Primeiro, esse problema é puramente municipal, depois o sindicato dos artistas deveria protejer seus filiados inspecionando os locais dos eventos e pedir interdição, se houver insegurança,os artistas devem denunciando as inseguranças nos locais de eventos. Como voce vê, “O MUNDO MUDA A PARTIR DE CADA UM DE NÓS. Mas se seu problema é a dificuldade de aceitar um GOVERNO surgido do meio do povo e governar com competencia, é uma pena. E “VIVA LUIS INÁCIO LULA DA SILVA” que também é um silva.

  13. Com estrada de primeira ou de quinta o motorista é ruim porque auto escola nunca teve currículo. Coisa mais fácil era comprar uma carta. Conheço um analfabeto que tem carta. Quando viaja leva a mulher para ler as placas. Quantos caminhões tombam nas estradas porque o motorista não sabe distribuir a carga e nunca ouviu falar em força centrifuga. Quantas maquinas mortíferas foram produzidos nesse pais, carros leves e velozes, que voavam baixo e não tinham aderência para brecar. Há uns anos atrás, publiquei no Estadão, um comparativo entre ônibus de dois andares e o barco Bateau Mouche que virou na Baia de Guanabara, matando varias pessoas. Foi tema de aula uma Faculdade de Engenharia, em Minas Gerais, recebi vários e-mails e a visita de um representante da Associação dos Fabricantes de Ônibus, querendo saber se eu era engenheiro para provar a segurança dos ônibus. A grande verdade
    é que algumas peruas têm forma de trapézio para aliviar a pressão lateral dos ventos. Ônibus de 2 andares, bem mais altos, são retangulares. Conforme a distribuição da carga e a pressão lateral do vento correm mais riscos que ônibus menores, mais baixos.

  14. nina

    Parabéns à Folha pela excelente matéria e ao Gerald, por ser um pauteiro de primeira!
    (nestes tempos eleitorais, vamos ver quem se habilita a melhorar o quadro dos nossos teatros….CULTURA é saúde, educação, trabalho, etc etc…sou otimista, e acho q o teatro nunca vai morrer!)

  15. Tene Cheba

    No Brasil recolhe-se muitos impostos, apesar de nossas vergonhosas demandas sociais, o governo gasta sem responsabilidades, o Federal, os outros não tem o que gastar.
    O Brasil que tanto preserva, com Protocolo de Kioto e o escambal, detonou com toda arte a predial dos nossos cinemas, acabou, não existem mais, somente as compactadas, gélidas dos Shopping Centers, com aquelas pipocas de plásticos ou isopor, ruidosas, desconcentrantes.O Teatro, que foi o que deu certo no Brasil, mantém-se a duras penas, um governo que gasta fartamente, com 1.000.000 de funcionários públicos, arrecada e não distribui, enquanto isso, as Igrejas prosperam sem a arte Gospel, se espalham.Manutenção custa caro, porém, a falta desta, custa mais caro ainda.Este país não tem projeto, só PAC, Antas e Canhões sorridentes, temos este fermento que infla tudo, o bucho, a boca e os intestinos, entretanto continuamos muito famintos.
    Se o Alvará, prevalecer, acabou a Arte Cênica no Brasil, aí se quiser ver algo, terá que ver algo, Plin Plin, as outras são apenas receituárias, não vale apena.
    Parabéns, Gerald Thomas, mais uma vez, a sua nitidez prevalece.

  16. Angelo Benetti

    Caro Rademij, seu mal é esse, achar que tudo é culpa do Governo Federal. Primeiro, esse problema é puramente municipal, depois o sindicato dos artistas deveria protejer seus filiados inspecionando os locais dos eventos e pedir interdição, se houver insegurança,os artistas devem denunciar as inseguranças nos locais de eventos. Como voce vê, “O MUNDO MUDA A PARTIR DE CADA UM DE NÓS. Mas se seu problema é a dificuldade de aceitar um GOVERNO surgido do meio do povo e governar com competencia, é uma pena. E “VIVA LUIS INÁCIO LULA DA SILVA” que também é um silva.

  17. otavio

    Gerald!
    quero fazer uma peça com vc! abçs… rsrsrsr
    http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=2692926494564718932

  18. gthomas

    Esse problema nao eh municipal nem federal nem porra nenhuma: eh um BURACO negro e chama-se EDUCACAO ou FALTA DELA porra: quantos anos o BRASIL precisou pra ENTEDER que precisava colocar AIR BAG nos carros (ate hoje nao obrigatorio!)

    Quantos anos o BR precisou entender que o uso de CINTO de SEGURANCA precisaria ser OBRIGATORIO???

    Ou os Freios ABS?

    Vcs ficam ai nessa idiotice de picuinha entre governo Lula ou nao Lula enquanto as pessoas MORREM porra
    que imbecilidade! Se toquem ou levem um CHOQUE!
    Gerald (sem Love nem porra nenhuma!)

  19. gthomas

    Erro: quis digitar E N T E N D E R

    e faltou o N de tanta raiva!

  20. Ronaldo

    Ok, todo mundo sabe da gravidade da situação. Mas vai convencer o governo a abaixar as alíquotas dos carros novos, as montadoras a reduzirem seus ganhos e os consumidores a gastarem mais para comprar suas carroças. Ou: aumenta o preço dos ingressos, ou diminui os parcos ganhos da classe teatral.

  21. gthomas

    Ronaldo: essa eh uma discussao que simplesmente NAO entendo que o consumidor brasileiro ainda nao tenha abracado com unhas e dentes

    quando converso com pessoas ai no BR sobre o preco de um carro

    aqui um Hyundai NOVO, vindo da Coreia: cash 16 mil dolares com TUDO – airbag driver and passenger side…ABS etc…..porque eh requerido por LEI.

    Mas existem carros mais baratos.

    Tem essas LATAS rodando em Sampa.

    Preco FIXO de taxi (Ford Crown Victoria – Yellow Cab) 45 dollars plus toll 5 bucks no Midtown tunnel.

    mais um dollar de tip.

    Preco fixo de CORSA de Guarulhos, SEM SEGURO TOTAL pro passageiro, num sufoco, tendo que ouvir o radio do motorista ou suas conversas com o rrrrr puxado por celularrrrrrr montado em suas costas e desviando de carretas na Marginal Tiete: 95 reais mais bagagem extra e mais precos extras por paradas (se deixar uma pessoa, paga extra!).

    TEM GRACA? Faz sentido????????

  22. gthomas

    parte 2

    Faz sentido com os salarios ganhos no Brasil?

    FAZ SENTIDO?

    LOVE
    G

  23. Luis Felipe

    Sem comentários

  24. Sandra

    Gerald, é verdade. A desgraça na frente dos nossos olhos e a gente não quer ver. NUNCA vai acontecer com a gente. Lembro-me quando o cinto de segurança passou a ser obrigatório, o quanto alguns amigos se revoltaram.
    E quantas crianças não estão com a carteira de vacinação desatualizadas? Ah! Nada vai acontecer!
    E gente pescando onde foi detectado o vibrião do cólera? Ah! Conversa! Não vi ninguém ficar doente AINDA! O cara estava esperando algum filho morrer para acreditar.
    Li seu artigo sobre Congonhas em sua home, mas para mim, aquele aeroporto, com menos de 2 Km de pista, cercado de cidade por todos os lados, é outro desastre esperando acontecer. DE NOVO.

  25. Ronaldo

    O serviços de táxis de Guarulhos a São Paulo é uma máfia. Já morreram vários disputando as vagas. Daí o preço, ou parte dele.
    Os consumidores não abraçam a luta pela queda do preço dos automóveis porque não acham que isso possa ser possível. E as partes mais interessadas na grana não se mexem realmente porque sabem que o jogo é a favor delas.
    Tudo tende a piorar – haja vista a polêmica em torno da argola do Fox, que fez com que dezenas perdessem os dedos, mas nem por isso a VW fez recall ou indenizou ninguém. Isso sim é uma vergonha. Quanto à multa aplicada à empresa, só pode ser brincadeira – 3 milhões. Aí cai na barafunda dos advogados, que sempre só buscam fazer acordo ENTRE AS PARTES, desconsiderando os reais prejudicados – ao menos enquanto os advogados podem tirar grana das partes. É vergonha, sim.
    Mas, voltando aos preços: alguém me diga se politicamente existe uma forma de pressionar uma autoridade de forma a dissuadi-la a fazer o que é seu dever sob pena de ir presa.

  26. gthomas

    Ronaldo: nao se trata de ser mafia ou nao: se vc pegar um taxi no Itaim ou nos jardins e ir pra Guarulhos ir nao combinar o preco antes (e for pelo taximetro) ainda te pregam a lorota de estarem entrando no MUNICIPIO de GUARULHOS e te pregam uma taxa extra de 40 ou de 20 por cento: turista desavisado cai nessa!

    Uma corrida no caminho inverso, portanto, pode sair em 150 reais num corsinha sem seguro, pneus carecas etc….
    Que tal?

  27. Tene Cheba

    Pegar táxi nos Aeroportos é um tormento, o desconforto começa na dúvida de que será enganado.Pago mais pego os especiais, valor definido, pré pago é sempre melhor que pós pago.Aprendi com o meu celular, neste caso estou no pós, mas me sinto pré, o remorso não pinta e a conta explode, mas eu já pré sabia.Putz, hoje tá russo, não sai nada que preste, depois do “porra” que levamos, não foi só eu, em certas horas a solidão não faz bem, hehehe.Uma dúvida existencial: o que é mais caro? O táxi ou o celular? Educação sim, governos bons também, não resisto, agora, não dá para comparar, sociedades avançadas, com esse nosso sisteminha, simples, fácil e cheio de rebarbas.Putz de novo.Me perdoem se enchi o saco, vou ler, mudar de canal.
    Abraços.
    Sandra, você e o Vamp, me são indispensáveis, amo vocês.

  28. Valdério F. Santos

    Se você tem tanto medo daqui, porque não volta pra sua terrinha meu caro???

  29. Ronaldo

    O taxista local que entra no aeroporto infringe um acordo tácito entre as partes: qual seja, você não se mete onde eu ganho grana fácil que a gente não arranja encrenca. Isso é defesa de território, máfia. O taxista lá do aeroporto cobra o que é tabelado pelas partes, inclusive infraero e poder municipal, por ser um serviço dito não essencial – para este existem os ônibus.
    Tudo isso é máfia porque o que é enganar o cidadão com o beneplácito do poder público a não ser bancar o criminoso sem pagar o preço por isso? O corsinha sem seguro, etc., isso é ausência de fiscalização e molhar a mão de um ou de outro.
    Em todo lugar do mundo engana-se os trouxas e os turistas desavisados. Aqui isso às vezes vira norma porque o poder público não quer nem saber.

  30. gthomas

    Valdercio: a “minha terrinha” se chama PLANETA TERRA seu fascistoide imbecil! Vivo onde quero. E onde posso! Aha!

  31. Sandra

    AMEI, GERALD!!!!!

  32. Sandra

    Gerald, pegando uma carona na sua ira (QUE, POR SINAL, AMO!), o MASP… que dó…

  33. O Vampiro de Curitiba

    O que dá medo mesmo é a hipocrisia dessa gente: Aparece alguém como Gerald Thomas para criticar a PÉSSIMA SITUAÇÃO DE TUDO NESTE PAÍS e, em vez do povo agradecer e apoiar, não, o mandam sair do país. Essa gente tem o que merece mesmo!!!

  34. gthomas

    Vamp: sao os mesmos fascistoides de sempre: ou se responde com ira ou com ironia! Eu, ca, estou eh morrendo de rir.
    LOVE
    G

  35. O Vampiro de Curitiba

    Gerald, pau neles!!!

  36. Sandra

    Vamp, vai ver que o cara tem culpa no cartório. Quem iria apoiar a falta de segurança?

  37. O Vampiro de Curitiba

    Sei lá, Sandra!
    Como o Gerald falou, não é questão deste ou daquele partido, no fundo, são todos iguais.
    A questão é criticar as coisas que estão erradas e tentar melhorá-las. Essa situação toda, esse governo, são reflexos e conseqüências dessa mentalidade imbecil que não aceita críticas. As pessoas quase morrem queimadas dentro de um teatro, morrem aos milhares nas estradas esburacadas, mas não aceitam que uma pessoa fale essas verdades… Isso se chama idiotice!

  38. August Levhas

    Infelizmente sempre fomos governados por uma elite que pouco se importava com a cultura brasileira. Era só pagar um jatinho fretado e assistir eventos e shows em Miami ou NY.
    Pq essa elite nunca cobrou da turma tucana que nos governou por oito anos e nada fez para recuperar a imagem da cultura brasileira?
    Não gosto de politizar mas não aguento quando vejo certos reacionários virem aqui e dizerem que a culpa das desgraças desse país agora tem por autor o presidente Lula.
    Não sou petista e nem ganho nada pra defender ninguém mas me irrita essa gentinha metida a besta e oportunista achando que temos a memória curta!

  39. Gente, não sou artista, mas digo a vocês que são, que é desanimador a mentalidade de alguns dos nossos políticos. Digo isso quando vejo o nosso Presidente criticar o EUA por subsidiar à Agricultura e, pela sua extrema dificuldade em se expressar publicamente. É como se isso incentivasse à população brasileira, aqueles que já estão à margem, a não se esforçar. Todos devem continuar exatamente como estão, pois “eu venci”, sem ter cursado uma Universidade e todos vencerão. Fico estarrecida, ao ver como o povão fica encantado diante de tamanha embromação, principalmente aqueles que não tem instrução.
    Por aí vemos o quanto é cômodo para alguns que o povo não se instrua, não se informe e, viva assim mesmo desorientado e confuso. Eles só valorizam aqueles que conseguem crescer e aparecer com seus próprios esforços.
    Se eles pudessem eles tirariam mais e mais dos trabalhadores tão sobrecarregados já. Podem observar que a Globo já divulgou, que o I.B.G.E., entraria nas casas para investigar até a que horas se toma banho, isso tem uma finalidade e podemos deduzir que é mais e mais taxação. Então o que esperar?

  40. Sandra

    Vamp, além disso, nunca vai acontecer com ele, não é? Nem com ninguém da família.

  41. Glorinha

    Há pessoas que sabem pescar como ninguém.
    Não pescam sempre mas, sempre que pescam há um bom motivo
    Essas pessoas se preocupam com as coisas a sua volta e aprendem desde cedo que pescar é gratificante e traz felicidade. É claro que sendo pescador não pensa nisso quando está pescando, pesca quando é preciso e nunca deixa a linha arrebentar, mesmo quando o tempo está ruim, muito ruim, e é justamente nessa hora que a pesca acontece.
    Esse pescador sabe que mais cedo ou mais tarde o tempo pode mudar tanto para a pesca quanto para o pescador mas isso não altera em nada o seu pescar.
    Em algum tempo dessa pesca pode revoltar-se com um mal tempo.Pode-se até pensar que esse pescador vai quebrar a linha o que não acontece.
    Geralmente esse pescador não se dá conta de que pesca muito e durante toda a sua vida. Faz isso porque é de seu ser fazê-lo. Não mensura quanto isso fortalece a vida que segue, a pesca e o pescador.
    Esse pescador a que me refiro resgata pessoas dos lugares mais difíceis quando se acredita que não há mais o que fazer. É um ser bom, iluminado e grato, tem esse poder que tão sutil devolve ao universo o que ali deve estar.
    Percebo poucas pessoas assim, sinto-me grata em conhecê-las.
    No movimentar de todas as coisas as águas estão correndo, os dados estão rolando, os ventos estão levando, o pescador sempre estará pescando.
    Precisamos olhar mais a nossa volta e fazer mais muito mais do que só olhar!
    []amigo

  42. Glorinha

    e sei que não há ninguem mais responsável do que nós mesmos por tudo isso que está ai…
    []

  43. Eu trabalhei em Bogotá em 1998. Lá o que mais tem na rua é táxi com tarifa popular. A maioria com radio. A diferença que lá táxi é ferramenta de trabalho, aqui é patrimônio. Teve um político demagogo que inventou financiar táxi zero klm, sem impostos. Teve outro que inventou os pontos de táxi. Conclusão: para tomar um táxi, primeiro, você tem que achar um ponto. Virou uma verdadeira máfia. Para descer um parente, um amigo em uma estação de metro (na Jabaquara fui ate ofendido por um taxista porque estacionei na fila de táxi para descer a minha mulher) ou porta de hospital é uma guerra de foice. Eles ocupam toda a lateral e não cedem espaço para ninguém. Houve um tempo que o paulistano andava de táxi, chofer de táxi era referencia, bons tempos.

  44. A MATÉRIA SOBRE A SITUAÇÃO DOS TEATROS DE SÃO PAULO ESTÁ ÓTIMA, MAS A CONDIÇÃO DOS TEATROS É TERRÍVEL.
    BRAVO FOLHA!
    AGORA FALTA AS AUTORIDADES TOMAREM AS DEVIDAS PROVIDÊNCIAS, NEM QUE ISSO RESULTE EM DESEMPREGO PARA JÁ QUASE DESEMPREGADOS ATORES, TÉCNICOS, PRODUTORES…

  45. Sandra

    Oba!!! O blog voltou!!!!

  46. Sandra

    Uma coisa que faço é escrever aos meus representantes no Congresso e a orgãos do governo. Eles não têm um cheque em branco para fazer o que querem. Devem prestar satisfação do que fazem com nossos impostos, que são altíssimos.

  47. Isa

    Oi Gerald,

    Nem sei o que te dizer… cada vez que venho te deixar um beijo me pego sem entender o que que eu estou fazendo da minha vida morando aqui em São Paulo!
    Acabo de ler um texto do Washington Olivetto que comenta sobre a feiura da metrópole…
    Além de ser caríssíssima, trânsitos infernais a toda e qualquer hora do dia, o ar de péssima qualidade, as pessoas mal educadas e nada solidárias, nem éticas, nem verdadeiras…o que que é isso?
    Voltei do Chile e não páro de chorar.
    Tô me sentindo um peixe fora d´agua…….. Acho que deve ser assim mesmo que o bichinho se sente… é péssimo. Falta até ar… ar bom e puro, nem se fala.

    Desculpa!

    Isso aqui é um horror mesmo!

    Bj grande.

  48. Sandra

    Por que será que hoje em dia todo mundo pede desculpas por ser petista?

  49. Tene Cheba

    Estranho, o nosso mundo, mas só temos este também, não temos conhecimento de outro, estava ouvindo Michael Jackson, a excelente Black or White, mostrando nossa difusão, nossa miscelânea, como somos bonitos, as nossas cores que não pintam nossas almas. Fomos produzidos, não nós, mas todos, somos ambos, da maçã com veneno que ,mordemos, da serpente que nos seduziu.O que me incomoda são os infernos, eles me desidratam, o Homem parece ser incapaz de se perceber, produzimos bem guerras, heheh, somos simplesmente nossos melhores predadores, ganhamos dos furacões, das fissuras nas placas.Seres Humanos? Seres Tectônicos, nos definem melhor.Black or White, podem crer, pero no mucho.

  50. Sandra

    Uma maneira de NÃO RESOLVER OS PROBLEMAS é dizer que está tudo bem. Ou, pelo menos, dizer que está “ruinzinho, né?”, cheio de dedinhos, cuidadinhos, jeitinhos, …

    AMO SUA IRA, GERALD!!!!

  51. Tene Cheba

    Caramba Glorinha, que texto lindo.

  52. Sandra

    Vocês dois arrasam, Tene.

  53. O Vampiro de Curitiba

    Pois é!
    O Blog ficou um tempão fora do ar.
    Mas o pessoal voltou inspiradíssimo!!!

  54. Sandra

    Vamp, é crise de abstinência!!!!!!

  55. Tene Cheba

    Discordo de você Vamp, os Partidos guardam grandes diferenças.Pelo que existe, não podemos contaminar os demais, na minha opinião.Claro, que algumas similaridades permanecem, mas gritantes diferenças se mantém, não se pode confundir a tormenta com o límpido céu azul.

  56. O Vampiro de Curitiba

    Você está certo, Tene. Eu me expressei mal. Quis dizer que não faz muita diferença se é este ou aquele partido no poder, mas que tudo depende muito mais da posição que nós, cada um de nós, assumimos com relação a nossos problemas coletivos. Tem gente que sabe que tem muita coisa errada e no entanto não aceita críticas porque é seu partido que está no poder. Foi mais ou menos isso que eu quis dizer.

  57. O Vampiro de Curitiba

    O Gerald tá meio quieto hoje. Não queria, juro que não queria, mas vou ter que provocar:
    “Gallup: McCain está três pontos à frente de Obama”

  58. gthomas

    Tres pontos? So? O Gallup eh comprado pelo GOP, Republicanos +Fox Network TV. Estranho eles nao terem manipulado os numeros e colocado um numero 1 na frenrte do 3…..
    Geralmente quem esta na frente tres meses/dois meses antes das eleicoes pelo Gallup, perde em Novembro. Volte pra 2004 ou 2000.
    Eh, como diria a Sandra, Matematico.
    LOVE
    (Vamp , nao colou)
    G

  59. Tene Cheba

    Sim, tem razão, bem apropriado, entendi, hoje, como ontem é pecado mortal, ser contra as 13 pragas do Egito, eram sete, mais os juros estão altos, inevitável indexá-las.

  60. O Vampiro de Curitiba

    Ah, Tene, ia esquecendo: Você é indispensável!

  61. O Vampiro de Curitiba

    Tá bom, Gerald, tá bom… sei… sei….

  62. gthomas

    Quer dizer Vamp que eu te respondo a altura e vc so me vem com sei sei…isso nao eh vc…..
    LOVE
    G

  63. Maria Amelia

    Além dos teatros, some-se as salas de aula das escolas públicas desse país…….. Ainda querem que as pessoas tenha cultura.

  64. O Vampiro de Curitiba

    Dizer o quê? Que a vice do McCain ficou mais famosa que o Obama? Não, eu jamais diria isso!

  65. Sandra

    Voltando às desgraças, lembrei-me de uma que me toca diretamente: acidentes ou mortes devido a essa coisa HORRENDA chamada trote. Não é engraçado, não é indispensável, e MATA, ou pelo menos DEFORMA. As faculdades só o coíbem depois disso.

  66. Sandra

    Querem ouvir algumas coisas tristes?

    Incêndio em teatro: VAI ACONTECER DE NOVO, DESSA VEZ, COM MORTES.

    Acidentes e mortes devido a trotes: VÃO ACONTECER DE NOVO.

    Congonhas: NÃO SEI COMO AINDA NÃO ACONTECEU DE NOVO!!!!!

  67. Sandra

    Quanto a McCain X Obama, inclua-me fora dessa, Gerald. Meu negócio é ver você e o Vamp jogando-se pedras. De diamante.

  68. Sandra

    Ah Gerald, troco o Lula por qualquer um dos dois que perder.

  69. Sandra

    E Vamp, lamento, mas 3 pontos é empate.

  70. Sandra

    E Gerald, lamento, mas achei a coisa mais fofa do mundo a filhinha da Sarah arrumando o cabelo do irmãozinho. Se eu fosse americana e estivesse indecisa, usaria esse gesto como critério de desempate.

  71. gthomas

    Essa eh a minha Sandrissima!
    LOVE
    G

  72. Sandra

    Você ainda não viu meu outro comentário, não é Gerald?

    Deixe-me preparar para o esporro, sorry, sopapo galáctico, sorry, longa e triste conversa.

  73. gthomas

    Parabens ao IG pela reforma Ortografica.
    Parabens Caio Tulio por TUDO
    parabens por ter aguentado essa companhia aerea CRIMINOSA que te levou de volta ao BR,

    e parabens a esse blog no IG que reportou isso:

    O comediante Brad Garrett foi submetido a um exame de toque retal ao vivo na TV norte-americana, para uma campanha contra o câncer de próstata, no Kodak Theatre, em Los Angeles, Califórnia.

    O evento, transmitido neste final de semana pelas 3 principais redes de TV do país – NBC, ABC e CBS, ainda apresentou o ex-jogador de basquete Charles Barkley e (em uma animação) Homer Simpson passando por colonoscopias.

    Outras informações no blog Tretando.

    GT: eu ia escrever sobre isso: NBC, ABC e CBS ontem ou anteontem JUNTAS (isso eh TOTALMENTE INCOMUM) COM jane pauley (ancora que substitui Dan rather) hosting em conjunto STAND UP AGAINST CANCER

    OTIMO que alguem escreveu!

    e vamos insistir pela LIBERDADE eleitoral pela internet ate o fim de nossas vidas
    LOVE
    G

  74. gthomas

    Sandrissima: eu nao estou muito numa mood de discutir politica nao, mas mais cedo ou mais tarde vcs vao descobrir quem eh essa Sarah Palin. Nao digo mais nada.
    Pros brasileiros ela acabou de “chegar” nao eh?
    Nao eh o caso aqui,
    LOVE
    G

  75. Oi, Gerald! Quero te lembrar de dar uma alfinetadinha essa onda Linha de Passe que parece estar se erguendo no mar da mídia.

    O grande dilema do Waltinho é equilibra-se entre demonstrar consciência social sem abrir mão do esqui em Aspen!

    Abraços do Lúcio Jr.

  76. Ah, Sandra: John Hemingway tá falando da Sarah Palin no blog dele. Uma dica que ele deu foi que deveriam apresentar o Inri Cristo para a Sarah, pois ela está esperando a volta de Jesus para agora mesmo, junto com grandes guerras e altos lances conservadores.

    Abraços do Lúcio Jr.

  77. Sandra

    Gerald, vice não tem importância nos EUA, só no Brasil. Aqui, sim, a gente tem que prestar muita atenção em quem é o vice.

    Quem foi o vice no campeonato de futebol no ano retrasado aí nos States?

    Quem era o vice de Clinton, de Bush pai, de Reagan e de Carter?

  78. Sandra

    Até que o esporro foi light! Cadê aquela ira santa?

  79. gthomas

    Lucio: nao vi Linha de Passe e nem pretendo ver. Gostaria muito que a Daniela me desse o Thomas de volta ou adotasse UNIBANCO como sobrenome ou , quem sabe, voltasse a ser Alves Pinto ou mesmo Hirsh. Ja que tem TANTOS parceiros.

    LOVE
    G

  80. Sandra

    Vou ver, Lúcio!!!!

  81. Sandra

    Lúcio, quase todo o mundo que tem consciência social tem esse dilema.

  82. Sandra

    Boa noite a todos! Fiquem com Deus!

  83. Gerald: they will make “Linha de Passe” a hype here, a city of god, a elite squad. Wait.

    E a Alice Thomas, mãe do John, she also was a relative?

    Abraços do Lúcio Jr.

  84. Tene Cheba

    Mas que assombrosa coragem, fazer este “toque real” na TV, eeeu heim, sai fora.E a expressão de infelicidade do cidadão, tudo bem que é necessário, mas aí já é demais.E agora? Papa Nicolau, ao vivo também, fala sério.

  85. Gerald: você fez o link para o blog errado! O meu é

    http://www.penetralia-penetralia.blogspot.com

    Aquele que está lá é um blog vazio, com um endereço quase igual (e que já me deu problemas antes, tudo mundo erra!)

    Abraços do Lúcio Jr!

  86. Oi, Gerald e pessoal:

    Lembrando da saída do Gil, que tanto repercutiu aqui, folheei uma revista Época de 1/08 e vi a matéria falando sobre a saída dele: era pau puro!

    Foram bem mais longe que nós aqui. Disseram que Gil quis sair há mais tempo, que avisou que seu gabinete ia ficar às moscas a maior parte desse ano, devido às turnês pelo mundo, mas que Flora não deixou, dizendo que recebera uma mensagem de um orixá falando que ele ainda tinha uma missão. E que ele não descobriu qual foi, pois o ministério não aumentou a renda para um por cento e gastou, nesse ano de 2008, somente 18% do que deveria. E por aí vai. No final da matéria, uma frase:

    A CULTURA E A CIVILIZACAO, ELAS QUE SE DANEM, OU NÃO!

  87. Como se promove um candidato? Começa fazendo ele subir nas pesquisas paulatinamente. Chegando próximo as eleições verifica que ele não subiu diz que ele esta caindo. Se subiu, ótimo, a estratégia deu certo. É muito difícil ouvir 2 mil pessoas em um universo de 5 milhões e dizer quem vai ganhar em primeiro, segundo e terceiro lugar. Sou contra pesquisas de opinião, tem muito truque. Faça um calculo. Calcule quantos grupos diferentes de 2 mil pessoas é possivel fazer com 5 milhões. Só de zeros da pra encher a tela do computador e ainda
    falta espaço. Pesquisa eleitoral deveria ser proibida publicar.

  88. Gerald.
    Amigos e inimigos deste blog.
    Já comentei anteriormente nada entender de teatro. Nem mesmo freqüento.
    Mas de segurança entendo e muito. Faz parte de minhas funções.è lamentável saber as condições que vocês descrevem.
    Li todos os comentários até o momento publicados.
    Peço licença para repetir uma estória que mandei há dias passado. Alguns já a leram e outros não.Os que lerem agora pensem a respeito.Das coisas simples podemos tirar verdades.E cada um faça o possível.Quem sabe um dos leitores possa arrumar um modo de acionar qualquer providencia.Não custa arriscar.Portanto a estória é a seguinte:

    A ratoeira

    Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo
    um pacote. Pensou logo no tipo de comida que poderia haver ali. Ao descobrir
    que era uma ratoeira ficou aterrorizado.

    Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos

    – Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa!

    A galinha, disse: – Desculpe-me Senhor Rato, eu entendo que isso seja um grande
    problema para o senhor, mas não me incomoda.

    O rato foi até o porco e lhe disse:

    – Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira!

    – Desculpe-me Senhor Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer a
    não ser rezar.

    Fique tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas preces.

    O rato dirigiu-se então à vaca. Ela lhe disse:

    – O que Senhor Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!

    Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a
    ratoeira do fazendeiro.

    Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua
    vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia caído na
    ratoeira. No escuro, ela não viu que a ratoeira havia prendido a cauda de
    uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher… O fazendeiro a levou
    imediatamente ao hospital.

    Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre,
    nada melhor que uma canja de galinha.

    O fazendeiro pegou seu cutelo (pequeno facão) e foi providenciar o
    ingrediente principal. Como a doença da mulher continuava os amigos e
    vizinhos vieram visitá-la.

    Para alimentá-los o fazendeiro matou o porco.

    A mulher não melhorou e acabou morrendo. Muita gente veio para o funeral.

    O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.

    *Quando ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o
    problema não lhe diz respeito, lembre-se que, quando há uma ratoeira na
    casa, toda a fazenda corre risco.*

    * *

    *’O problema de um, é problema de todos quando convivemos em equipe’*

    Obrigado a todos que leram.

    Pacheco.

  89. Glorinha

    ontem estava dirigindo em uma avenida movimentada, mas sendo domingo até que estava fluindo…
    estava lá divagando coisas daqui e dali mirando lá na frente quando vejo uma figura fininha, sinuosa abaixada no meio da avenida… fui brecando assim e olhando, olhando aquele homem ali no meio e a sua frente um pássaro lindo amarelo todo encolhido, o homem ali sem medo parado, pegou o passaro do meio da avenida e saiu, foi embora, voaram ele e o passaro…
    pensei então é isso, ele fez diferença
    precisamos fazer a diferença, muitas diferenças mudam tudo!!

  90. Glorinha

    bom dia!
    []

  91. Marvado

    Convenções presidenciais estadunidenses terminam com centenas de prisões e casos de tortura

    [Pessoas desaparecidas, humilhadas, torturadas e presas na maior operação policial realizada nos Estados Unidos desde a “Batalha de Seattle”, em dezembro de 1999. Anarquistas foram os alvos principais da repressão do Estado.]

    A Convenção Republicana, em St. Paul (Minnesota), acabou dias atrás e registrou o dobro de prisões de manifestantes que durante os quatro dias da Convenção Democrata, na semana passada.

    Calcula-se que, somando as duas convenções, cerca de 1000 ativistas foram presos, só no último dia da Convenção Republicana, durante uma marcha anti-guerra, 400 pessoas foram detidas, a maioria jovens anarquistas.

    Segundo relatos, durante os dias da Convenção Republicana, que concentrou os maiores protestos, desde pacíficos à intensos, pessoas desapareceram, foram humilhadas e sofreram sessões de tortura, sendo espancadas com pedaços de madeira, chutadas e sofrendo todo tipo de tormento psicológico em distritos policiais e nos “becos escuros” das ruas de St. Paul.

    Há relatos também de casas de anarquistas invadidas por policiais sem identificação, em busca de material “criminoso”, tais como folhetos, livros, revistas…

    Alguns anarquistas foram acusados de conspiração, enquadrados na Lei Patriota (Patriot Act) contra o terrorismo, criada por George W. Bush, e podem ser condenados a pegar até oito anos de prisão.

    A Convenção Republicana contou com o contingente policial de 3.700 homens, inclusive do FBI, fortemente armados, com cassetetes de madeira, bombas de efeito moral, spray de gás-pimenta, laser e outros utensílios. Vindos de diversas partes dos Estados Unidos, como Texas, Arizona, Nova Iorque, Flórida e Califórnia.

    Antes de começarem as manifestações, grupos de policiais à paisana, se infiltraram nas concentrações e tiraram fotografias e vídeos dos ativistas.

    agência de notícias anarquistas-ana

    De que árvore florida
    chega? Não sei.
    Mas é seu perfume…

    Matsuo Bashô

    ——————————————————————————–
    Novos endereços, o Yahoo! que você conhece. Crie um email novo com a sua cara @ymail.com ou @rocketmail.com.
    ——————————————————————————–

    99613.jpg
    Bjs no Brasil

  92. gthomas

    Eh isso ai Marvado! Me ajuda a meter o pau nos Republicanos!
    Obrigado!
    LOVE
    G

  93. marcya oliveira del vall

    Pessoal,acho que a questão não é, se o presidente Lula é melhor ou pior que esta tucanada que governou nosso país durante muito tempo,com os mesmos problemas que temos hoje!
    A questão é como fazer as coisas fucionarem no nosso país?
    Como fazer com que as leis de beneficio a nós cidadãos sejam cumpridas?
    Uma vez estive na caixa economica federal para pedir beneficio de uma lei ,a atendente do banco, primeiro nem sabia do que se tratava ,depois colocou um monte de empecilios tentando me expulsar da agência,me olhava indgnada como me dizendo: essa ai acredita no papai noel!
    EU ACREDITO NO PAPAI NOEL ,AQUELE QUE VIVE COM O SACO CHEIO DO NOSSO DINHEIRO COMENDO CRIANCINHAS!
    Também acredito que somos permissivos ,não reenvidicamos .
    Nossa postura muitas vezes perante estas situações são de inércia.
    Deixamos muitas vezes que riam da nossa cara,fazendo leis
    que são direcionadas para ficarem no papel.
    Porque para o recebimentos de impostos,são muito eficientes.Iptu,ipva,etc…
    Tb são muito eficientes em aplicaçações de multas,isso somos exemplo para o mundo ,são radares de última geração.
    …………………………..

    Semente …
    Seiva no peito que sente,o peso das correntes,
    que rola na face da poesia dormente .
    Querem-nos tirar a fantasia,a mais linda melodia.
    Querem- nos tirar a voz. ,para não deixar ecoar:
    O grito!

  94. gthomas

    Marcya: sim , acho que essa eh Justamente A questao!

    Nao consigo nem escrever o nome dele, sem que minhas maos tremam, assim como nao consigo escrever o nome do presidente em vigor aqui nos EUA, sem que minhas maos tenham parkinsons precoces!

    Vc poderia me explicar as CPIs por exemplo? Por que nao deram em NADA ate hoje? e todos os outros meios escandalos? E a ROUBALHEIRA e o FASCISMO XENOFOBICO que esta tomando conta do BR em troca de uma BOLSA ESMOLA?

  95. André M.

    Prezado Blogueiro Preocupado

    O estado dos teatros é apenas uma faceta de um conjunto de problemas de falta de fiscalização neste país varoníl. Não são só teatros que estão sucateados e sem condições mínimas de funcionamento. São escolas, hospitais, prédios públicos ou privados que servem ao público que não são fiscalizados. O sistema viário é uma verdaderia arma apontada para nossas cabeças. A segurança pública então, é uma verdadeira piada, quando se fala em desaparelhamento e sucateamento. No Brasil temos a cultura de que o que é público não é de ninguem, e daí as ratazanas vão tomando conta. Ouso dizer que seríamos felizes se os problemas de estrutura estivessem restritos aos teatros, casas de espetáculos e demais centro culturais. Seria mais fácil atacar o problema e resolver. Precisaremos de muitos anos de obras para recuperar esse deficit, e mais muitos anos de educação para que o povo entranhe em suas idéias que o que é público ou serve ao público, é de todos.

    Saudações cordiais.

  96. gthomas

    Andre M (alem de blogueiro, nao sei o que vc faz, entao nao posso denegri-lo como vc gosta de fazer comigo).

    Eu comento sobre teatro. No maximo vou ate a politica engajada que eu conheco. Ou Historia e Literatura.

    Obrigado por explicar.

    Obrigado tambem por ignorar o artigo em si.

    Parece que a gente escreve pro vazio,

    Melhor seria mesmo parar de escrever. Eh isso! Ai escreveriam pras paredes…ou outros Blogueiros. Pelo menos sejam cordiais e NOTEM o nome da Fernanda no artigo que perdeu seu marido ha 4 dias!!! pombas!

  97. gthomas

    Paulo Gaeta
    acabei de aprocar um comentario seu.
    cheguei aqui e nao estava
    IG: estamos de novo com problemas de comentarios

  98. O Vampiro de Curitiba

    Gerald, tanto o comentário do Paulo ( do bem) como o seu, estão no post abaixo, do Fernando Torres.

  99. Aninomyous

    É realmente muito triste a situação, ela na verdade é geral, não apenas na àrea da cultura, embora na cultura eles sequer percam tempo em maquiar, porque cultura para eles é bancar o Carnaval e o Futebol, fora isso eles se omitem, talvez melhor dizer se emitem o valor do capital em desvios e falcatruas…falta dinheiro para tudo, da habitação à segurança pública, da educação à segurança Pública, do transporte à infra estrutura…tudo absurdamente está no pior de todos abandonos, o dinheiro não chega, porque ele precisa antes de tudo servir aos salários deles, depois ao pagamento da divida interna com os banqueiros, depois tem que servir para desviar e repassar aos empresários fachada que lavarão isso e mandarão para o exterior…no final aqui ficam coisas inferiores, se vc pegar os documentos cada instituição destas tem investimento de bilhões, de milhões, mas quando vc chega perto para ver os detalhes percebe que é tudo fraude, o país está nas mãos de um bando de cafetões e não de tutores…isso tudo estimula o trabalho informal que se mistura e esconde o crime organizado, transformaram o país num chiqueiro, não que sejamos porcos, mas que eles o são e transformaram o país na moradia deles, e tudo o que não interessa eles desviam para fora, escondem, transformam em patrimônio privado…
    E só não está pior porque a justiça aqui os acoberta e então eles só não põem tudo abaixo porque aqui é o mocó deles, aqui é esconderijo desta ralé…

  100. Oi, GT. O Jakobskind citou seu nome num artigo sobre Fausto Wolf no Direto da Redação. Perguntou o que vc vai dizer sobre o Fausto agora, uma vez que recentemente vc teria dito que odiava ele…

    O artigo tá lá no meu blog. Contextualize essa briga para a gente…

    Abraços do Lúcio Jr.

  101. Aninomyous

    Ops…eu quis dizer da educação à saúde pública…porque da hábitação à segurança pública eles conseguem formar seus exércitos de gente violenta a serviço da morte e da loucura demente…da educação à saúde pública conseguem que este exército formado seja manipulado tão cegamente que ficam a serviço de sua auto-destruição social em favor dos que lhes fodem…

  102. Aninomyous

    Praticamente uma réplica do Ópera de Paris o Teatro Municipal de São Paulo surgiu por que? por causa do Incêndio do Teatro São José…isso em 1900 e bolinha …

  103. Sandra

    Lembro-me da Botica Ao Veado D’Ouro, que vendeu pílulas de açúcar como remédio para câncer. Cem anos para fazer um nome honrado, e pouco mais de um ano para destruí-lo. Gostaria que os nossos políticos e autoridades (ir)responsáveis pensassem que as conseqüências de um desastre são mais caras do que a prevenção. Claro, é pedir demais pensar em vidas humanas.

  104. gthomas

    Lucio: pode dizer o que eu disse no teu blog: Por que eu haveria de mudar de opiniao sobre alguem depois de morto? Que argumento IMBECIL eh esse?

    1- Hitler, vivo ou morto: odiavel!

    2- Fausto Wolff , um chato. Nao chega a ser odiavel. Somente um bebado chato! O que conseguiu na vida? Ficar na Dinamarca um tempo, na Italia um tempo….e escrever pra….
    ah e ele eh o Fausto que tentou o pacto com o diabo mas o diabo o cuspiu fora: Jacobskind Jacobskind…….
    usa e abusa da gente pros documentarios….
    va la querido…….
    faz o que precisas fazer, Ainda bem que guardo emails e recados pois nao caio mais nessas teias nao.
    LOVE
    G

  105. marcya oliveira del vall

    Gerald,sempre achei que não se deve dar o peixe,e sim ensinar a pescar ,e dar condição para a pesca.
    Não concordo com esses programas,bolsa familia ,fome zero entre outros.Acho que precisamos mais que isso ,precisamos de dignidade,de empregos ,de educação,etc…
    Venho de uma familia do interior de minas gerais ,meus pais tiveram 9 filhos ,minha mãe vendia churrasco em feiras para ajudar no sustento da casa ,pois meu pai sempre ganhou um salário minimo.
    De meus irmãos só 2 deles conseguiram fazer faculdade,isso trabalhando e estudando a noite,isso depois dos 30 anos.
    Com 19 anos fui para SP em busca de um sonho ,ser atriz,,mas trabalhava feito louca em uma loja de shoping ,sabado .domingo feriados,chegava muitas vezes a noite no ensaio exausta ,mas mesmo assim meu sonho me movimentava.
    Desculpe-me o desabafo mas estou falando isso porque todos nós brasileiros temos uma história de luta ,e eu admiro a capacidade da nossa gente de se refazer das cinzas.Mesmo sabendo que este sistema de exclusão social vem em corrente ,como já disse em outro comentário é uma teia de aranha que interliga todos os fios .e as aranhas que teceram está teia fizeram uma obra aquitetônica para que ela não caisse .
    Quando estudava em minas em escola pública tinha uma professora que dormia na sala de aula ,Muitas crianças iam a escola só pela merenda,teatro nunca ouvi falar na escola que estudava….
    Também eu só consegui começar faculdade com 30,anos isso a uns 5 anos atraz ,na minha sala tinham muitos alunos com bolsa integral.
    Apesar de tudo acho que nós estamos mudando para melhor,estamos nos politizando vendo as coisas mais as claras
    que antigamente.Eu acho que o teatro foi um agente transformador na minha vida ,a arte no geral nos faz olhar o mundo de vários angulos ,apesar de achar que muita coisa está errada vejo uma melhora consideravel do meu tempo de criança ,que as vezes não tinhamos nem para comer.
    Acho que é a cpi está ai para trazer a tona tona essa sugeira que está e sempre esteve em baixo dos nossos tapetes,agora cabe a nós se provado pedir e exiigir justiça. e varre-la para o lixo.O que falta em nós é mudarmos nosso angulo de visão ,para transformar está nova visão em ação .Cobrar nossos direitos até na fila de um banco onde agora tem um tempo de epera determinado que não pode ser ultrapassado.

  106. Sandra

    Puxa, Gerald. Você sempre foi assim: citadíssimo?

  107. André M.

    Prezado Blogueiro

    Não quero que o Senhor escreva para as paredes. Não desconsiderei o seu artigo, pelo contrário, apenas acrescentei que, além de teatros e casas de espetáculo, temos outros espaços públicos que estão em estado deplorável, e dei minha opinião que, primeiro, isso se dá porque a grande maioria dos brasileiros não acha que o que é público é seu, e segundo, nos falta MUITA EDUCAÇÃO. Não vejo, em momento algum, em minhas palavras, uma desqualificação ao teatro, ou ao Seu texto. Lamento que a compreensão do que escrevi tenha sido equivocada. Não vou mentir que me preocupa mais ter escolas e hospitais sucateados do que teatros sucateados, mas digo também, com sinceridade, que, se um dia (espero que não muito distante, oxalá que meus netos possam assistir isso), houver um processo de recuperação e valorização dos espaços públicos no Brasil, COM CERTEZA, na minha opinião, teatros, blibliotecas, museus e outros aparelhos culturais deverão ser incluídos, além, é claro, de escolas, hospitais e a segurança pública. E mais ainda digo, repito e reforço, tudo isso acontece porque, além dos fatores que já apontei, nos falta uma cultura de fiscalização e combate dos vícios e desvios da coisa pública (a famosa rés pública), nos falta planejamento e gerência.

    E já que o Senhor se preocupa em saber quem eu sou, irei me limitar a dizer poucas coisas. Primeiro, não me considero blogueiro, pois não publico nenhum blog (vontade não me falta). Segundo, sou um cidadão brasileiro com algumas características peculiares, como por exemplo, ler sobre cultura em geral (não especificamente sobre teatro, tema com o qual não tenho muita familiriedade, devo confessar), e sempre gostei dos embates que acontecem no Seu blog. Terceiro, se ocupação qualifica uma pessoa, sou um consultor em planejamento de segurança, um tema muito distante do universo das pessoas que habitam o seu blog, mas não me considero um estranho no ninho.

    Ficam os meus mais sinceros pedidos de desculpa caso o Senhor tenha entendido como uma desqualificação do seu artigo o meu comentário.

    Saudações mais que cordiais.

  108. Glorinha

    as palavras fundamentam a indignação por isso tudo que tá ai
    aliado as palavras é preciso reagir
    reação necessariamente não implica coisas grandes, grandes heroísmos
    as pequenas coisas do dia a dia que movimentam o universo, mesmo esse universo politicamente insólito
    pequenas ações como dizer não a qualquer tipo de benefício indevido, não ao famoso jeitinho brasileiro, não a qualquer tipo de corrupção, não a escalada de violência doméstica, violência política, violência histórica, não ao excesso de confiança ao bem estar próprio, não pra tudo que quer cercear a liberdade de expressão, de cultura, de raça,
    Um Grande Não a esse incêndio que acabou com uma longa e heróica história de resistência a falta de cuidado e zelo por esse patrimônio que era nosso!
    Há dias que acordo e penso; hoje vou quebrar alguns desses velhos paradigmas,
    Ninguém falou que ia ser fácil mas, e daí né?!
    []

  109. Como CPI não da em nada? Da IBOPE. Falem mal mas falem de mim. É só isso que eles querem. Alguns fazem acordos, conseguem tirar vantagens.

  110. Ok, Gerald. Concordo com vc: ele supôs que vc iria elogiar o cara só porque morreu? Que bobagem!

    Eu vou ao direto pegar os textos traduzidos do John, que posto no meu blog e vi isso lá — eu queria algo sobre o Fausto, figura que só ouvi falar. Ora, se é do Pasquim, bebia.

    Do Pasquim curti mesmo — sem ter vivido a época — Luiz Carlos Maciel. E ele saiu em 72…

    Abraços do Lúcio Jr.

  111. Luciana

    Não entendo profundamente sobre teatro.Li somente algumas peças de teatros, se é assim que se pode chamar.Até na adolescência fui fazer alguns cursos na área , mas vi que não era minha praia e aí desisti da empreitada.Lembro que na época , li vum livro do Guarnieri que se chamava “Semente” e outros, de um Dinamarquês não lembro agora do nome do autor, deixa para lá, não sou atriz, nada dessa área de atuação então posso esquecer o nome.Achei os livros o máximo.Desde nova sempre me interessei por cultura ,mesmo não havendo muito incentivo nos colégios onde estudei.Eram na maioria públicos e devido a precariedade do ensino e mesmo com a boa vontade dos professores existia muita defasagem nesta área.Tive também muito bons professores , lembro de uma professora de português que nos mandou ler livros sem nos dizer esse ou aquele..Lembro que na aula dela, tínhamos que criar algo para depois encenar o que eu era horrível na atuação, muito tímida.Mas mesmo assim isso me fez tentar fora da sala outros cursos de teatro o que me fez realmente desistir como disse anteriormente.Aonde quero chegar….Querdo dizer que mesmo quando as condiçções são contrárias ao nosso sucesso , nunca devemos desistir.Porque acho que quem tem o talento , a vocação para algo ,cedo ou mais tarde, as coisas vão acontecendo apesar de muitas vezes ser mais devagar do que alguém que teve tudo à mão.Quem tem a garra, o talento e a vocação sempre conseguirá.A pobreza , e outras diversidades não são motivos para se desistir das coisas.Tive uma sorte que em casa havia livros e onde moro ser um centro onde sempre se incentivou a cultura de modo geral e também de muitas pessoas que me conduziram para gostar de cultura.Sei que não é fácil dizer para alguém que não desista de seu sonho , num país onde muitos não tem onde morar.Não tem o que comer muitas vezes.Mas direi ,não desistam.E por isso me esforço o máximo para respeitar todas as pessoas, não sou perfeita, tenho os meus dias . Hoje em dia , pelo jeito, está na moda não ter respeito à vida, nem digo no sentido mais superficial de dar bom dia, boa noite, obrigada, o que acho simplesmente um verniz.Resumindo, Quem tem talento , vocação para algomesmo estudando em péssimos colégios irá desenvolvers seu talento como também quem não tem talento e mesmo que estude em Harvard e outras universidades do mundo nunca deixará de ser mediocre.E se tem talento , vocação e ainda tiver a oportunidade de se desenvolver desde cedo , melhor.

  112. Sandra

    Gerald, lindos depoimentos no blog hoje!

  113. Luciana

    Corrigindo, Ibsen, o nome que não lembrava é Norueguês e não da Dinamarca como tinha dito.

  114. Sandra

    Gerald, por falar em lindos depoimentos, estou com saudades de suas crônicas.

  115. Tatiana Fraga

    Caro Gerald Thomas,
    Estou escrevendo um texto sobre a Casa das Rosas e colhendo depoimentos de poetas e artistas ligados à Casa e ao Harlodo de Campos. Gostaria de saber se posso contar com sua colaboração… Aguardo seu retorno.
    Muito obrigada,
    Tatiana

  116. Ro

    Olá Gerald, milhares de linhas vao dando forma a espetáculos gigantescos maravilhosos! Estrelas interpretam e dao forma e vida aos personagens. Cadeiras cheias, cochia espreita,fica na sua expectiva. E o adoravel público fica ali sentado absorvendo a mágia de um momento, outros apenas estão pensando de que maneira irão massacrar a peça em seus periódicos. Mas, o que seria do teatro se não fossem os apaixonados por ele. E as cortinas se abrem e fecham pelo mundo afora. E os que teem a diyer por favor digam. Os que teem a interpretar por favor o façam! doa a quem doer… Mas, o que nao dá para perdoar e se calar, é o descaso quanto a manutenção e infra-estrutura dos teatros,porque eles abrigam Seres Humanos! entre eles pessoas que adoro ,como voce Gerald!

  117. Aninomyous

    O Brasil tem muito ainda a oferecer, pena que haja tamanha desvalorização, pena que o dinheiro seja utilizado para coisas diferentes de gente que se acha ‘esperta’, são tão espertos que observem a toda parte, tá tudo caindo e ruindo…só eles se dão bem, trofeu esperteza para todos os que fazem aquilo…inteligência, ah isso não tem, a inteligência e a cultura são abortados em nome desta esperteza toda, abortados diáriamente, mensalmente, anualmente, a séculos desde a descoberta, tudo que querem é uma ‘cultura escravagista e extrativista’, nada mais do que isso…mas o Brasil tem muito a oferecer…pena que não sai deste vício.

  118. Luciana

    Aninomyous, Não seja tão pessimista, O Brasil tem muito o que oferecer e oferece-nos e para o mundo também.Tudo bem, muitos abortos existem diariamente, semanalmente, anualmente como vc bem disse.Mas e o número de brasileiros que se deram bem , se dão e se darão mesmo que tudo vá contra eles.As coisas sempre vêm à tona, inexplicavelmente.Palavras, palavras bem colocadas, mas tão vazias de tudo.O Brasil tem muito o que oferecer, mesmo que tudo mostre ao contrário,pq tem seres humanos e isso sempre trará algo em troca.Onde há seres humanos há fertilidade.Seja quem forem.A verdade sempre prevalece, e a farsa sempre padece no seu merecido lugar, a mediocridade.Nosso povo padece realmente de muitas coisas, desde educação, saúde etc…Mas isso não me dá o direito de tirar a esperança de alguém lutar, mesmo que a luta seja árdua e infinita.Pena que querem nos tirar que há de mais precioso no ser humano que é sua dignidade.Na minha visão nem tudo está perdido ,talvez em mentes vis.

  119. Luciana

    E mentes vis são perigosas,são capazes de tudo…

  120. Antonio Moraes

    Política. Marvado comentou que prisões foram realizadas na convenção dos democratas. Também. É o ESTADO (FBI, etc) protegendo-se … E mantendo o status-quo (dois partidos). Tinha preferência pelo McCain. Tinha. Pois a vice que ele escolheu ..

    Teatros. A tragédia do Cultura Artística somente terá a causa desvendada daqui duas semanas. Considerava-o seguro, frequentado-o a mais de década. Como o teatro alfa, a sala são paulo, o municipal, Frequento muitos toscos, como satyros (incluindo a tenda das satyrianas), viga, ruth escobar, oficina (a lista é grande). Considero que o risco é um pouco maior para quem está no palco, apesar de fica até 5 horas (no caso das bacanais do Zé Celso) em um teatro, por dia, de sexta a domingo – algumas vezes durante a semana. Mas, estatisticamente, os riscos são baixos. Concordo que ficarai mais tranquilo se uma melhor infraestrutura estivesse disponível. Mas isto é difícil até para o SESC (vide o antigo SESC Belenzinho e a sala do 3º andar do SESC Consolação). Bem, não só mais tranquilo. Considero que o produto final – o espetáculo – seria de melhor qualidade se a infraestrutura também o fosse, e se os profissionais fizessem jus ao nome. Afinal, não basta apenas ter uma idéia. É necessário exigir qualidade (técnica, profissionalismo) de todos os envolvidos para a concretização no mínimo satisfatória. Sobre a de apoio (banheiros, camarim, etc.) ela não deve estar disponível apenas para grandes atores.

  121. gthomas

    Antonio: um dia te convido pra ver como sao as condicoes higienicas nos teatros brasileiros fora do circuito SESC. Nao tem essa de grande ou pequeno ator: tem rato, tem barata, etc.
    e entre os roedores e os insetos, inclue-se Sarah Palin, etc
    LOVE
    G

  122. gthomas

    Tatiana: sobre Haroldo de Campos estarei sempre disponivel
    A Carmen, mulher de Haroldo sabe como entrar em contato comigo. Jaco Guinsburg tambem
    LOVE
    G

  123. gthomas

    Andre M
    gosto do que vc escreve
    pode me chamar do que o SENHOR quiser.
    Hoje estou pra qualquer coisa.
    Nada me afeta.
    11 de setembro esta chegando.
    querem saber?
    ja sobrevivi o pior. Foi o proprio!
    LOVE
    G

  124. gthomas

    Sandrissima
    Esse rendeu: tens razao: mas o Vamp ta no meu pe! Quer outro, outro e mais outro!
    diz pra ele se acalmar, please!!!!!
    LOVE
    G

  125. O Vampiro de Curitiba

    Não sabia que a Sarah Palin freqüentava teatros, isso só aumenta a admiração que tenho por ela. Amo-a de paixão!
    Agora, Gerald, não acho uma boa ideia (sem acento, novo acordo ortográfico) começar a falarmos em vices. Melhor deixar pra lá, né?

  126. gthomas

    Vamp: vices em ingles eh vicios! Nao, melhor nao comentarmos mesmo!!!!!
    LOVE
    G

  127. Oi, Gerald e pessoal: Jakobkind me escreveu. Disse para ele para debatermos um artigo no meu blog mesmo, onde o Fausto Wolff se opõe ao tropicalismo e critica Hélio Oiticica. O resto da resposta tá lá no blog.

    Abraços do Lúcio Jr.

  128. O Vampiro de Curitiba

    Eu amo aquele jeitinho reacionário dela, oras!

    Sei.. sei… ela defende o criacionismo, essas coisas. Mas gosto porque ela assume suas posições, não é como alguns que não sabem se são muçulmanos, se são cristãos.

  129. gthomas

    Sei bem como eh a posicao dela, se eh que me entende!
    E nao me venha com essa de muculmano porque essa ja esta tao batida, mas tao batida que a Mangueira ja ira adota-la pro proximo carnaval pra puxar o carro alegorico!!!!!
    LOVE
    G

  130. Rio 18

    Você sabe Vampiro, que não sou uma qualquer!!!

  131. GT, esse é especial pro Vamp, um resumo que fiz dum artigo que saiu na The Economist:

    The recent groof of Anti-Americanism in the Muslim world has been a blow to American Democracy. The root of this urgent problem is America& acute;s injust foreign policy as well as Islam´s created image of America and the West as globalizing immoral society, while Islam´s reinforced image has been made ever more God centered and just. This has caused hatred and violence.
    Liberal Islam is the best solution to this radical Islam. Moderate Muslins conciliate modernity with Islamic principles while remaining their reason without distorting Islam.
    However, like the radicals, they distorts the West image, an act which has been emphasized by a radical reading of Syd Qutb´s texts against modern Nasserite Egypt. But the West has also a misued Syd Qutb´s work. New York Times´s Paul Berman even acused Qutb´s ideology as the cause of Al Qaeda.
    Yet, he recognizes that Qutb ´s was more interested in morality and society than with political battle.
    As a matter of fact, Berman claims, this unrest has come from a difference in values between Islam and the West.
    The potential of peace of a liberal reading of Qutb together with the interaction of Muslim moderates and the US is a visible light at the end of the tunnel.

  132. Sandra

    Qual o problema, Vamp? Meus sogros são meio budistas, meio cristãos e meio kardecistas. Bem… a soma deu 1,5. É melhor normalizar isso: 33% cristãos, 33% kardecistas, 33% budistas. Sobrou 1%… Ah! 1% agnósticos.

  133. O cinema é o grande concorrente do teatro. Passei a minha infância e juventude dentro de um cinema. O filme Paradise tem muito a ver comigo. Fui operador de cinema. Nas maquinas antigas o segundo rolo era enrolado manualmente. Enquanto enrolava, por uma outra janelinha, eu assistia aos filmes.
    Conhecia todos os artistas, brasileiros, americanos e europeus. Peças teatrais eram muito raras na minha cidade. Só fui conhecer teatro de verdade em São Paulo. mas foram os cinemas que me atraíram. Cine Marrocos, Copam, Metro, Metrópole, etc. Dr. Jivago, Zorba o Grego, Cowboy da Meia noite,
    Love story, Dez Mandamentos, Bem Hur, Pantera Cor de Rosa, Um corpo que cai, Janela Indiscreta, Assim Caminha a Humanidade, Psicose, Sindicato de Ladrões, Casa Blanca, E o Vento Levou, Teorema, O Gangaceiro, Deus lhe pague, Tico Tico no fubá, Pagador de Promessas, Orfeu do Carnaval, Sinhá Moça, alguns filmes que marcaram época. O cinema é mais portátil, mais acessível, e mais rentável para o artista.

  134. gthomas

    Targino; o cinema nao concorre com o teatro, nao concorre com a televisao assim como o Navio nao concorre com a bicicleta ou com o aviao nem com o taxi.
    Como pintou Magritte: esse nao eh um cachimbo,
    Um cavalo nao eh um cavalo.

    Cada mundo, um mundo.
    Cada universo repleto de estrelas.
    Cada minuto, repleto de atomos. Segundos e terceiros.
    Se eu quizesse ser vulgar eu diria…Cada macaco no seu galho. Mas eu jamais diria isso Targino. Jamais
    LOVE
    G

  135. gthomas

    Diz pro Jacobskind que por favor nao queira fazer publicidade do DR aqui nesse blog. E Lucio, te peco pra nao fazer publicidade desses canalhas aqui. Juro. Ja basta o que passei la.

    Eles morrem de inveja do sucesso disso aqui,
    Eles juntos (nao sei quantos sao) nao conseguem o acesso diario que eu mais o Vamp conseguimos: devem estar se mordendo.

    Esquece esses caras Lucio. Ou entao lide com eles no SEU blog. mas nao carregue essa aura pesada pra ca! eh um pedido e um click de um link a menos, right?
    LOVE
    G

  136. Vou dormir contente. Consegui a sua atenção. Para mim teatro e cinema são meios diferentes, mas a essência é a mesma. Eu me rendo ao seu conhecimento. Vou ler mais sobre o assunto.
    Adoro a sua sogra. Adorei Central do Brasil.

  137. Valéria

    será que vai resultar em alguma coisa esta maravilhosa reportagem e dedo na ferida?

    será que o público que paga 80 reais, gasta em cabelo, massagem, manicure, gravata, jantar, roupas, perfumes, celulares, manobrista etc vai se importar de ser torrado num teatro num dia desses?

    o que é preciso fazer???

    a reportagem tá no ar, na escrita, nos jornais pelo chão enrolando peixe, mas ESPERO que haja maior sensatez, que… etc

    Será que as pessoas só ‘agem’ quando há PRÊMIO???

    PODIAM INVENTAR PRÊMIOS PARA OS TEATROS, A SEGURANÇA ETC!!! SERÁ QUE ASSIM FICARIA MAIS “CHIQUE” LUTAR POR TEATROS SEGUROS???

    BOM, pelo visto só o SESC ganharia!!!

    Que tal???

    bjim pra todos, e queria ter lido a reportagem toda!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s