Um dia iremos desaparecer: que saudades da GUERRA FRIA!

UM DIA IREMOS DESAPARECER

GERALD THOMAS

Eu geralmente me incomodo quando percebo que pessoas muito próximas a mim não conseguem arcar com críticas. Digo, não estão mais acostumadas ao sistema mais simples, aquele do parlamentarismo: ouvir duras críticas e rebatê-las, sem ter chiliques, tremeliques, ataques de pânico histriônicos e saltitarem acrobaticamente, água saindo pelos poros e olhos, como se fossem bufões numa péssima imitação dos Simpson’s se os personagens estivessem todos “ligados” de cocaína! Hoje, basta uma mera crítica, uma mera coisa que chamávamos de “discussão racional” e pronto: lágrimas e SURTOS PSICÓTICOS. Passos em círculos para todos os lados, berros, acusações em volumes de discoteca e dedos como se fossem canhões belicosos em Fallujah atrás de insurgentes!

A frase que tornou a minha Electra Com Creta famosa – “Está estabelecido o conflito” – já não existe mais! Agora, depois de uma mera discussão existencial ou de um desabafo, a frase estaria mais pra “Está estabelecido o SURTO”!

Caramba, anda-se inflamado! E essa inflamação, pergunto eu, não seria fruto de pouca vivência em grupo? Ou de pouca noção Histórica? Sim, deve ser isso: pouca noção histórica. E ainda tem a indústria farmacêutica que está deixando todo mundo meio “surtado” e viciado em calmantes.

Ufff!

Também me incomodo quando vejo algum intelectual usando uma tragédia natural ou uma guerra, por exemplo, para traçar metáforas com o mundo fantasioso e lúdico do palco ou da prosa. No caso, então, estou incomodado comigo mesmo. Sou dramaturgo, sou dramático e estou apavorado com o que vejo com a passividade do mundo. “Qual passividade?”-você pergunta. Ah, ainda bem que a pergunta veio a tempo. Nem havia me recuperado do incêndio no Teatro Cultura Artística ou a quantidade de galões de açaí  que comi depois que postei o texto sobre o bendito produto/commoditie… ou o acidente da Spanair… já logo me voltam as maladias do mundo.

Aqui nos EUA vivemos grudados em números. Números percentuais. Estatísticas. Como diria o Targino, estatísticas estocásticas. McCain contra Obama, 1 por cento, 5 por cento, quem será o Vice-presidente, quem será o nome nas convenções que vêm por aí daqui a dez dias? Sou bombardeado por emails do partido democrático, sou bombardeado por telefonemas, sou bombardeado por especulações o tempo todo. A cada quatro anos meus nervos se mudam para Sibéria ou para debaixo do mar e visitam Jules Vernes e voltam cheios de algas e ….

As campanhas políticas são como as discussões caseiras ou de pessoa para pessoa, só que num macrocosmo: trata-se de explorar o que há de mais pobre e o de mais podre: a  miséria humana misturada ao mais puro sadismo e seus conchavos psicológicos para ver se “colam”. Jornalismo também é feito assim. Somos vítimas, leitores e retratados, em seus piores preconceitos e fetiches mal resolvidos.



As notícias têm como objetivo nos destruír, rasgarem a alma do ser humano com a falta de palavras/conteúdo ou perspectivas.

Parece um livro que Paul Auster plagiou de Beckett, não me lembro o nome agora, onde uma menina  procura, na terra esquecida e perdida, um ente querido que não encontra. Sim, Auster imita Beckett: voltamos ao mestre irlandês em “The Lost Ones“, uma prosa  cheia de nichos e gente perdida, uns procurando aos outros.

Não parece ser a vida hoje? Pois parece. Talvez seja a minha percepção de mundo, mas em Darfur a situação NUNCA esteve tão horrenda e o mundo nunca esteve tão calado. Quanto à industria da guerra, ela não passa de uma metáfora mesmo, uma commoditie como o açaí do artigo anterior ou uma foto no livro da Lenise: ninguém mais relaciona uma foto a nada: ninguém mais relaciona conteúdo à forma de coisa alguma. Ninguém está nem aí!

O ser humano virou um lixo informatizado, uma besta que lê computador e que quer consumir a última novidade aqui nas lojas caras sem nem ter idéia do que é ORIGEM, forma: pergunte a alguém o que foi a Bauhaus! Como? Quem foi Gropius? Como?

Um bando de seres com cremes caros nas caras com seus iPhones nas mãos checando NADA e mandando seu chatsinhos pra nada e lugar nenhum e reclamando de barriga cheia, até que um dia….

Até que um dia vira uma bomba. Até que um dia a casa cai. Até que um dia a morte chega perto. Até que um dia a cara do inimigo não será mais objeto ridículo de propaganda e uma Dresden será encontrada arrasada ou uma Hiroshima dizimada. E aí, quando a guerra aterrissar no quintal, todos exclamarão num uníssono “WOW, como isso pode acontecer????”

As múltiplas etnias estão sendo comprimidas a um só sólido bloco de lama e fezes.  Isso se chama hoje de força de trabalho. Mesmo indignado com a propaganda eleitoral e as eternas promessas e mentiras ainda não desisti: e mesmo assim essas interpretações literárias ou dramáticas de eventos catastróficos como política e História ainda me movem, mas também me incomodam profundamente porque conheço as repetições. Estou diante de uma fogueira de vaidades, e os fatos não mentem e… É, não há mesmo jeito de escapar de um paralelo dramatúrgico. Mas ainda não sei bem qual, já que ainda não há desfecho. Estamos sempre em pleno primeiro ato e ele não termina nunca!

E como a desgraça ainda está em progresso, digo as desgraças no mundo, e não se sabe aonde irão  dar, não se pode compará-las a nada, absolutamente nada, mas nesse momento cada ser que se pronuncia por ter uma opinião (foi assim que comecei o artigo) parece ser tratado como um louco, um bárbaro tártaro vindo do buraco mais fundo da humanidade dantesca.

Iconoclastia? Desconstrutivismo?

Mortos! Não parece haver mais aquele paraíso realmente democrático e parlamentarista de poder-se discutir, divergir amistosamente. Agora as divas estão soltas e fora de suas jaulas. Os dias de Sartre e as longas conversas parisienses são uma mera triste lembrança.

Esse novo milênio é para se respirar fundo, olhar através das pessoas e pensar 9 vezes antes de se pensar em falar a verdade.

Artigo dedicado a Mikhail Gorbachev e os Estilhaços soviéticos. Ele acabou tendo que liberar aquela merda toda por causa da geada do trigo numa jogada que Reagan oportunizou. Naquela época chegávamos ao fim da Guera Fria. Que saudades da Guerra FRIA!

 

Gerald Thomas,NY agosto de 2008

(Vamp na edição)

Advertisements

280 Comments

Filed under artigos

280 responses to “Um dia iremos desaparecer: que saudades da GUERRA FRIA!

  1. Sandra

    Brilhante…
    ….
    ….
    ….
    Puxa, estou com isso entalado na garganta há muito tempo, e nunca conseguiria verbalizar como você fez.

    QUE SENSACIONAL!!!!!!!

  2. Sandra

    Por que não conseguimos mais ouvir uma crítica?

  3. Oi, Gerald! que boa indicação do artigo do Gorby! postei ele lá no Penetrália.

    Quanto ao Arrabal, vou te dar uma arma: faça como eu digo de uma ex-diretora que agora é secretária de educação aqui da cidade: ela é fina, é mestra pela faculdade de La Habana numa pós onde Fidel era indiscutível, mas mesmo assim ela se alia ao coronelismo local, acumula um cargo em escola de ensino médio desde muito tempo: ela quase participou do surrealismo, etc, etc.

    No entanto, pergunte a ela: V. Exma. sabe ligar o computador?

    Beijing para todos!
    Lúcio Jr

  4. Sandra

    Boa noite, Gerald.
    Boa noite a todos!

  5. mistoffelees

    and the rest is violence.

    this is the world ends not with a bang but a whimper.
    voltarei ao assunto noite adentro.

    dizia q … esboçarei um paralelo entre ok computer( album do radiohead) e kafka. climbing up the walls( nona faixa do disco) é a obviedade menos explorada. quem está ”climbing up the walls”? quem ” got the smell of a local man
    Who’s got the loneliest feeling?” é GREGOR SAMSA. a metamorfose, a grande parabola do isolamento.

    tudo isso pra dizer( agora mais ou menos de acordo com o tema):
    q num mundo como o nosso, q tornou-se, pra quem pensa, uma especie de sitting duck pra toda crítica, um alvo facil pra dissecaçao e deploraçao moral e ética… este mundo ,tornou-se totalmente hostil paras as pessoas q o pensam , e todos com o mundo ( com o riverrun) sao hostis a quem pensa e critica e quer com isso( no fundo) a melhoria das coisas.

    uma ex namorada me dizia: vc é muito critico, nao gosto disso. isso porque dizia q as coisas das quais ela gostava eram ”bobagens”. e sao, objetivamente falando. isso quer dizer: nao mexa com meu gosto, nao mexa comigo, eu nao sei nada mas sei tudo, tudo.vc é arrogante, arrogante!

    e nós, os criticos, os q fazem ”rizoma” com as coisas e transformamos o mundo numa rede perturbadora, somos os arrogantes! alguem tinha q meter goela abaixo dessa gente toda a ”rebeliao das massas”.

    bla bla bla bloom! tudo de afogadilho, pouco claro mas sincero.
    fecho desfecho reverbero.

  6. Marcya oliveira del valle

    Gerald gostaria de deixar aqui um trecho do livro Antonin Artaud
    para nossa reflexão “O teatro em seu duplo”
    ” Se falta enxofre à nossa vida,ou seja,se lhe falta uma magia constante,é porque nos apraz contemplar nossos atos e nos perder em considerações sobre as formas sonhadas de nossos atos,em vez de sermos impulsionados por eles”
    bjs

  7. luis flávio

    pois é: ouço o estalar do the fall seguido das quedas da humanidade, nos finsdenovo de nosso desenrolar do desenrolar do desenrolar.

  8. Karina

    Gerald, adoro seus textos , acho o máximo como vc consegue expressar tudo que penso…Karina

  9. Fábio Costa

    Mistoffelees,

    Gregor Samsa é sensacional….
    O ser humano está se tornando cada vez mais imune a criticas e a opiniões que divergem daquelas “politicamente perfeitas”….

    Um abraço a todos!
    Fábio Costa

  10. Miguel Oniga

    Desde que a Segunda Guerra Mundial foi perdida, todos fomos obrigados a conviver com esse urbanismo e essa ciência que se sabe exatamente de onde veio.

  11. Tene Cheba

    Só me resta a redundância, Gerald Thomas, você é lindo e complexo, que prazer tenho em lê-lo.

  12. Glorinha

    Gerald,
    o coração tremendo ao ler o seu artigo de hoje,
    o mundo nunca esteve tão barulhento e tão silenciosamente sem significado, tão solitário e tão cheio de gente andando não sei para onde, fazendo não sei o que, interligados por essa ressonância inerte.
    [] abraço,

  13. Marvado

    Lembrei-me de um conto de Machado de Assis, a Igreja do Diabo, no qual Deus depois de dar mais uma lição no Diabo, apenas se utilizando da paciência e do conhecimento, diz-lhe como resultado do que já previra, “É a eterna contradição humana”.
    Não tenho a menor dúvia que somos todos muito contraditórios, mas uma das coisas que gostamos de fazer é observar as contradições alheias. Em artigos anteriores, ou específicamente no anterior há críticas e mais criticas, veladas e diretas, de como o Brasil, como se este não fosse uma contradição e sim algo homogêneo, lida mal com os seus produtos e comodities, como este sr. e péssimo nos negócios, incompetente, feio e mal vestido.
    Hj me deparo com um artigo carregado de críticas a um mundo arregado de ilusões criadas pelo marqueti e outras papagaiadas, as quais o primeiro mundo é mestre, sobre tudo o eua e é o que faz com que eles sejam bonitos, cultos e superiores, não jogam capoeira são nobres, não põem as mãos ao chão desde que descobriram-se bípedes, entretanto suas mãos produzem, transformam e justificam o que nos diferenciam, um telecefano altamente desenvolvido e um polegar opositor.
    Não quero dizer que o Brasil tenha qualquer solução pro mundo, ou que somos o país do futuro, temos um estado igualzinho aos outros, inclusive como os mais ricos, cheio de homens e mulheres apraveitadores e sem escrúpulos algum, toda diferença de etiqueta e bom gosto pela verdadeira arte é só uma questão histórica. Enfim, estado e governo bom é aquele que aumenta o poder de consumo não é isso? Então votem ai nas eleiçõeszinhas de vcs, sobre tudo esta ai toda badalada, escolham o sabão em pó que lave melhor as suas roupas, exaltem a democracia da grande águia e após depositar seu votinho na urna (ai não é eletrônico, contradição) Sr. GT e coleguinhas deslumbrados, corram ao chopim mais próximo, está cheio de novidades em sapatos novos e há de ter um que combine com àquela calça comPrada ontem. Afinal democracia é isso, enfiar o voto na urna e ir pra casa assistir ao bbb.
    Ps: Ter saudade da guerra fria é quase o mesmo que ter saudade da ditadura. Camões o perdoe….
    bjs no Brasil

  14. O Vampiro de Curitiba

    Grande texto!
    Parabéns, mestre!

  15. O Vampiro de Curitiba

    Marvado, você já ouviu falar em “ironia”?

  16. Marvado

    Vampiro
    Eu já e vc?

  17. Fabi Gugli

    Gerald,
    o seu texto eh brilhante!!!
    Vivemos num estado de pressao constante, tendo que superar todas as expectativas, demandas, e high standards da vida “moderna”. Nao se pode falhar nunca. (Fail again! Fail Better? — sempre adoro quando escreve sobre isso!) Nao se pode parar para recuperar o folego e recompor as forcas. Temos que ser uma maquina que vai sempre em frente. Sempre adiante: o melhor artista, a melhor mae, o melhor amigo, a mais inteligente, a melhor esposa, a mais magra de todas, a mais informada, a mais sexy, o melhor companheiro, a mais interessante…
    Ai se a coisa desandar, e o pior aparecer por ai. Corre-se o risco de ser descartado, substituido, esquecido. E que venha o proximo! E foda-se o resto!

  18. O Vampiro de Curitiba

    Fabi sempre coerente e com bom senso.
    Beijos, Fabi!

  19. Alexandre

    Interessante e contraditório.
    O mundo bi-polarizado da guerra fria era mais simples de entender e de se conviver. O autor reclama da falta de dialética num ambiente poliético, o que obviamente não é possível.
    Acredito que estamos num caldeirão diferente do retratado, de um lado uma cultura virtual instântanea convivendo com o retorno de identidades nacionais reprimidas pela guerra fria.
    De um lado o radicalismo daqueles que tentam se reafirmar e do outro o imbecialismo da informação instântanea.
    Neste mundo as “verdades” estão mais relacionados ao número de cliques do que a prospecção de argumentos.
    Bem vindo ao prisma radical, a nova torre de babel, em que cada face é composta por outros varios prismas e cada um deles, com uma crença diferente, ameaçando com o dedo jogar uma bomba a cada critica.

  20. Sandra

    Não entendi, Marvado. Com todos os problemas, há algo melhor que democracia?

  21. Sandra

    Quem não aceita críticas, nunca pede desculpas. Nunca assume as conseqüências pelos seus atos.

  22. Sandra

    Talvez seja uma questão de amadurecimento, de aprendizado, de convivência. Voê está adiante do seu tempo, Gerald. Conheci seu blog, não pelos seus magníficos textos, que eu ainda não conhecia, mas pela sua postura: sua capacidade em desculpar-se e em se autocriticar. A partir daí, descobri o Gerald com capacidade para criticar, perturbar, incomodar, por o dedo nas feridas, sempre com muito brilho. COM MUITO BRILHO.

  23. Lilian.

    São destes que eu gosto.

  24. Aninomyous

    Não sinto falta da Guerra, fria ou quente acho que é uma tremenda ignorância, um puro atraso…convenhamos que todos avanços foram proporcionados por ela, sendo que ela é a forma mais cruel de usar o Homem como seu próprio Cobaia!
    O Imperador Amarelo na China, ao ser flechado percebeu estar curado de uma dor antiga ou algo assim, então mandou capturar seus inimigos e flechar eles anotando os resultados…assim surgiu a acupuntura…(credo, imagine ‘naqueles pontos’…ugh)…assim a medicina avançou nas guerras, a daqui também até os absurdos que ocorreram na 2ª Guerra Mundial….o investimento em Computadores….Satélites de Comunicação….Internet….O Avião foi inventado (pra nós por Santos Dumont), mas quem investiu nele? Guerra! e Santos Dumont se desiludiu com a Humanidade…meus! detesto guerras, mesmo a urbana! mesmo que eu tenha que me defender de um assaltante para salvar a vida, me sinto mal!
    Acho que a Humanidade está numa transição, saindo da segunda infância (egocentrica e materialista) e passando por algum tipo de Adolescência, com sexo e drogas exacerbados demais, com a contestação do bem e de tudo…só isso explicaria!!!!
    Compare com a Psicologia…
    Na infância é sempre Por que? Oque? Por que o porque é por que?…hahahaha 🙂
    Na adolescência há uma ruptura com a infância, mas ainda não há maturidade…há um conflito entre ‘não’ sou criança, ‘não’ sou velho…e eles brigam com tudo e todos, é ‘não’ isso, ‘não’ aquilo….hahahaha 🙂 mas não riam não! já conheci muitos jovens que atravessaram crises existenciais na adolescência, e muitos outros sequer a ultrapassaram! Romeu e Julieta…eram adolescentes por exemplo e se mataram…só quando começam a unir as duas coisas ‘por que não?’ é que se começa uma reflexão e personalidade suficientes para se distinguir o bem e o mal, o velho do sábio ancião, a riquesa da opulência…eu mesmo não tive adolescência, já era adulto desde a infância…mas os mais legais sempre tem isso, torçamos para que esta adolescente humanidade encontre o caminho reto, e chegue à maturidade sem muitos problemas.
    Abraços.

  25. Sandra

    Alexandre, amei!

  26. …..AAA……RRÁÁÁÁ….SOOOOOU…..! Gérald…!

  27. O Vampiro de Curitiba

    De Ipatinga para o Mundo… saudades!

  28. Sandra

    Aninomyous, duvido que alguém sinta falta dela. Acho que o texto foi um esporro: se não estão com saudades da Guerra Fria, dêem um passinho para a frente e cresçam.

  29. gthomas

    Obvio que ninguem sente saudades da Guerra Fria: pelo amor de deus. Saibam ler uma metafora!
    LOVE
    G

  30. Marvado

    Sandra
    A democracia pode ser boa pra vc, dúvido, mas vc é quem sabe…
    Dizer que não há algo melhor é repetir o discurso, ou tá com os milicos e os estadunidenses ou se é comunista e hj em dia ou se é a favor da democracia ou da ditadura, ambas não me interessam, e se não há nada melhor está na hora de pensar sobre isso ao invés de ficar votando e esperando que alguém te represente, pensar um pouquinho a partir de sua individualidade, que não é possível que seja a mesma do Gerald, é isso.
    A solução pode vir um pouco por ai, a individualidade, não individualismo, concordo muito com o texto do GT, falta coletividade, vida em grupo, achei bem interessante, entretanto quis destacar a contradição, pois pra mim o texto tb fala sobre isso.
    Bjs no Brasil

  31. Marvado

    Pô Gerald eu sei que vc não tem saudade da guerra fria, ironia se paga com ironia,
    bjs no Brasil

  32. Sandra

    Não duvide, Marvado. Ela é boa para mim. Para quem não seria? Quando o Gerald reclama que não sabemos aceitar críticas, eu entendo isso como aprimoramento da democracia. Não existem críticas em ditaduras, apenas a opinião do ditador, que é a certa, incontestável e com licença para matar.

  33. O CORVO

    Concordo com o Alexandre e discordo do Marvado – a GUERRA FRIA – estabeleceu uma paz precária no mundo o sistema bipolar foi marcado pela GUERRA NO QUINTAL ALHEIO – foi cruel? foi, mais era o que se podia fazer naquele momento devido o enorme arsenal nuclear dos dois lados.

    Após a queda do muro você não sabe de onde vai surgir a proxima insanidade, a massa de miseráveis produzidas pela globalização e a concentração de rendas, misturado ao crescimento do fundamentalismo vai dar em merda – pois tem arma nuclear espalhada pelo mundo – o 11 de setembro foi só o uma amostra grátis do que esta por vir.

    Querendo ou não, concordando ou discordando do meu comentário uma coisa e certa – durante a GUERRA FRIA as BESTAS estavam sobre controle e olhe aconteceu muita merda, mais não foi nada comparado com o que esta por vir – QUE SAUDADE DA GUERRA FRIA – FALOU GTHOMAS.

  34. Marvado

    Viu Gerald, qdo pensamos que está ruim nos esquecemos que ainda é possível piorar…
    bj no Brasil

  35. Sandra

    Corvo, o outro caminho é crescermos.

  36. LEIGO

    Gerald,

    Gostei. Além da morte natural, nós humanos estamos desaparecendo. Estamos transformando-nos em seres robotizados. Adquirindo um cérebro lógico/matemático, onde valorizamos os números, as estatísticas, o consumo desenfreado.
    Na rua vejo pessoas com aparelhozinos pendurados e fios nos ouvidos; nos restaurantes, shoppings, bibliotecas as pessoas estão vidradas nos notebooks. Ninguém olha quem passa, não vê a pessoa ao lado. As guerras viraram jogos de videogames e as mortes números estatísticos. Divulgam os números estatísticos das pesquisas dos candidatos, não falam sobre suas qualidades, seus defeitos. Votamos no primeiro colocado no gráfico. Achamos mais linda aquela que a pesquisa tal disse que era a mais sexy do mundo. E por aí vai o andar da carruagem, ou do automóvel último tipo.
    Robor/computador não recebe/ não analisa críticas, deletam-nas.
    Opa ! Vou parar, já estou voando/ saí do assunto.

  37. gthomas

    O comentario do O CORVO eh otimo. Sim, havia uma paz controlada, mas a qual custo? Num post de semana atras eu falava sobre o meu pai vendo a sua Berlin dividida pelo MURO…..

    150 mil foram mortos tentado atravessar da DDR pra BRD. E, de um dia pro outro, “cabou’. Livre. E mais! Os Ocidentais ainda davam 100 marcos pra que os Orientais pudessem fazer compras no Ku’dam.
    Lindo ne?
    Horrivel!
    LOVE
    G
    nao ha solucao! Duchamp no mundo!

  38. André Cavallini

    Meu Caro,

    Bem vindo ao capitalismo novamente!
    Toda essa tempestade cerebral em que vivemos é fruto da voracidade implacável da competição por melhores carros, relógios, badulaques e etc. O individualismo é o novo sistema econômico vigente.

  39. gthomas

    Uai! Liberei um comentario do O CORVO que nao entrou aqui,
    Manda de novo querido? Aquele sobre o nordeste? Nao sei o que aconteceu.
    Ainda bem que eu checo.
    LOVE
    G

  40. Sandra

    “Eu sei que o mundo
    É um fluxo sem leito
    E e só no oco do seu peito
    Que corre um rio
    Mas ele concordou que a vida é boa
    Embora seja apenas a coroa :
    A cara é o vazio
    E ele riu e riu e ria
    E eu disse: Basta de filosofia
    A mim me bastava que o prefeito desse um jeito
    Na cidade da Bahia
    Esse feito afetaria toda a gente da terra
    E nós veríamos nascer uma paz quente
    Os filhos da guerra fria”
    (Caetano Veloso)

  41. O CORVO

    Meu caro Thomas, eu compreendo e sei dos custos – eu citei que as “BESTAS estavam controladas” meu medo é o que esta por vir, Minha cara Sandra adimiro o seu otimismo e respeito a sua opinião – se você estiver na casa dos 35 – ainda vai ver o pior –
    TERRORISMO NUCLEAR – TEM MUITO MALUCO SOLTO –
    Espero estar totalmente errado e falando bobagem – mas e o que eu estou esperando.

  42. gthomas

    O CORVO: um comentario seu se perdeu: aquele sobre Sudeste/nordeste. Por favor remande
    LOVE
    G

  43. gthomas

    Marvado. Vc me chamando de Gerald…..
    As coisas estao melhorando…nao piorando. Motivo de celebracao!
    Beijos em vc
    LOVE
    G

  44. O CORVO

    Oi GThomas os meus comentários sobre o nordeste já foram liberados – são do sobre o outro texto e esta tudo OK, obrigado e um grande abraço.

  45. Sandra

    Corvo, não!!!… Eu sou filha do golpe militar. Tenho 43 anos.
    Sei do perigo, mas me assusta mais o perigo latente, fermentando. Sempre quando há espaços de discussão (como esse blog, por exemplo), o perigo fica um pouco mais distante.

  46. Edward

    imagina se há uma separação dos estados Brasileiros. Pô, o europeu tá cansado de frio, então eles investem no nordeste Brasileiro e essa região passa a despontar como a melhor do que era antes chamado Brasil.

    Não sou um defensor inveterado do Nordeste, acho até que eles fazem muitas bobagens. Com um lugar daqueles, ser a região mais pobre do Brasil. Também concordo com o Anynomius, sobre o corenealismo lá existente. Mas acho que em qualquer lugar existe essas disputas por terras e poder. Só que o do nordeste se cravou mais em nossas mentes. E aquela cultura? aquelas músicas chatas, que as multinacionais da música, não nos esqueçamos disso, pois como algumas as multinacionais fazem com o açaí, outras fazem com a música, levando bobagens para os quatros cantos do mundo. ainda querem que ninguém baixe músicas na net…

    O nordeste tem muitos problemas e seu próprio povo, fazem de tudo para aumentá-los ainda mais. Veja, que no programa do Gugu, a maioras das pessoas que participam daqueles quadros sensacionalistas são do nordeste.

    E os moradores da região sul se gabam mais por causa de sua ascencia européia, lá tem mais, mas no brasil tem em qualquer lugar. Vide o vampiro sempre chupando as bolas de algum polaco… Se no nordeste brasileiro brancos só casarem com brancos, com certeza os genes brancos de europeus aumentarão significativamente. é só uma questão de escolhas.

    O que eu critico é algumas regiãos se acharem superiores do que as outras. Eu morando no Centro-Oeste brasileiro, uma região quase esquecida, em comparação com outras regiões, não vejo, a medio prazo esta região receber tantos investimentos como a região sudeste e sul do país.

  47. gthomas

    Nao to entendendo nada’
    acabo de liberar um enorme comentario da Maysa sobre exodo rural, mas nao entrou!
    caramba!
    Help IG!!!
    LOVE
    G

  48. Edward

    Sandra

    há alguma coisa que o Gerald faz e vc não acha sensacional?

    Acho que Vampiro mordeu a Sandra, e sumiu o o verdadeiro Gerald.

  49. Glorinha

    acho que é porque é do post anterior…

  50. Glorinha

    já entrou lá no post anterior Gerald
    []

  51. fhorylka.

    Thomas.
    Recuperando o fôlego, vou pegar como gancho: “Ninguém mais relaciona conteúdo à forma de coisa alguma.” (Sic).
    Opssss! Eu falei “gancho”, só ser for para a redundância… O cachorro tentando morder o próprio rabo…
    Tudo isso para dizer: BRILHANTE!
    Abraço.

  52. Edward

    Meu Deus, esse Vampiro, alguém tem que enfiar uma estaca, não no coração, parece que ele não tem, mas em outro lugar…

  53. Paulo

    Voltado ao assunto do Cultura Artistica, passei em frente ao teatro hoje e um fato curioso é que vendo pela fachada não parece que pegou fogo. O painel do Di Cavalcanti está com pastilhas a menos mas sinto´pelos 2 pianos /steinway tambem.
    Alguem que mora em Manhattan faria a gentileza de informar o preço do Steinway de cauda?

  54. FANTASMA QUALQUER

    Somos de uma estrela que explodiu a 2 mil anos….só que ainda não percebemos….estamos na ilusão de estarmos vivos…..

    Por falar nisso….Lembrei -me de um louco que vivia na minha terra. Tinha o apelido de “Decreto”. Decreto só andava de terno e sapatos brancos. Tinha mania de grandeza. Era um verdadeiro folclore. O pessoal para manter a lenda…arranjou uma bengala bem alinhada para Decreto. Certa vez “Decreto” estava triste..,..indagações não faltaram…..Ah…o meu avião atrasou… Mas o melhor de tudo que o avião do “Decreto” era tão grande, tão grande (segundo ele) que tinha o trenzinho de pouso no Rio de Janeiro e o rabo lá no Nordeste… e para andar dentro do avião só mesmo pegando ônibus……

    Fico aqui imaginando o “mundo” do Decreto…não estava no mundo..bem se estava nele…estava fora da realidade…a realidade dele era surreal….de alguém viajando nas ondas de um alucinógeno qualquer…. Se Decreto sofria….não sei dizer…fome não passava….frio ..também não….e um dia acharam o “Decreto” bem mortinho com a bengala na mão…sentado num banco da pracinha …parecia vivo como a contemplar a brevidade e fugaz existencia…. apesar da guerra fria….

  55. O CORVO

    OI GtHOMAS VOCÊ VAI ENTENDER . OS TEXTOS SOBRE EXÔDO RURAL SÃO DO OUTRO TEXTO SOBRE O BRASIL NÃO DÁ VALOR AO BRASIL – ESTA TUDO EM ORDEM PODE RELAXAR.

  56. gthomas

    O CORVO: teu comentario era pro artigo de baixo: isso me confundiu

    Edward: se continuar com essa picuinha chata de quem eh quem, te corto e pronto. Temos mais o que fazer aqui.

    Paulo: depende do Steinway: os feitos aqui em Astoria , Queens custam desde 15 mil US ate 40 mil US, mas os velhos e originais alemaes….nao sei: sao como os violinos Stradivariius: alguns dizem que nao tem valor
    LOVE
    G

  57. juliano

    Fugindo um pouco do texto e sobre as eleições americanas. Pra quem vê as eleições americanas de longe e desconhece os EUA me parece que Hillary Clinton seria a candidata natural a vice de Obama. Ela não quer o posto?Obama não quer? Ela tiraria votos? A cobertura das eleições americanas é bastante superficial no Brasil. Quais os motivos para Obama cair tanto nas pesquisas, manipulações?

  58. Mark David Chapman

    Mc Cain ganhara a eleição pq é quem melhor defendera os interesses de O Coiso.

    Quanto mais as transnacionais americanas darem pontapes na bunda e venderem suas armas ou fast food melhor.
    E viva os marines.

  59. Salve GThomas, meu comentário entrou no outro tópico, o da polêmica do açaí mesmo.

    Obrigada =)

    Parabéns pelos artigos, show! Vc nos EUA cansado de ouvir promessas absurdas de políticos? Mas aí tb? Aff
    E fiquei pensando no parágrafo o iPhone… é verdade… hj em dia vivemos nesse universo paralelo… eu mesma, estou aqui falando com o meu computador.
    As contradições que se passam na mente de quem vive uma revolução.
    E qual é a realidade? A percepção do mundo vinda de uma tribo indígena, a história do caçador de pipas ou o Google Robot fazendo milhões de dólares pelo mundo?

  60. gthomas

    Wow!
    entrou um assassino em nossos corredores!

  61. E eu vou dormir pq aqui já são 2am.
    t’++ p/ vcs

  62. Aninomyous

    Ahahahaha…Gerald um pouco de sua confusão foi minha culpa…
    “Nao to entendendo nada’
    acabo de liberar um enorme comentario da Maysa sobre exodo rural, mas nao entrou!”
    Isso foi porque eu ia colocar uma Errata no assunto de ontem (O Brasil não valoriza o Brasil) e acabei lendo sobre o papo dos nordestinos, e contribui para praticamente reabrir alguma discussão por lá, está ativo ainda, mas é uma questão de entenderem que Sampa não se diz superior ao nordeste, mas que os maiores exploradores ‘superiores’ aos nordestinos estão lá mesmo, fantasiados de autoridades do executivo, etc….o papo do açai e tal acabou ramificando esta discussão.
    abraços.

  63. mistoffelees

    com certeza fabio!
    e como kafka conhecia aquelas dilaceraçoes todas, aqueles infortunios? lendo?( como fazem os”espertos-burros” ?) nao. ele estava fragmentado,(a clivagem do espirito etc.)

    abraço, fabio.

  64. mistoffelees

    espero as cameras de segurança estejam congeladas.
    e q o assassin entre tranquilamente.

    encontrará lavrado o campo, a mesa posta, com cada coisa em seu lugar.

  65. Hareton Tadeu Brisola Vieira

    O cara ! Nois é comteporâneo tb sou de 1954 , já não pago IPVA a tempo . Pois é meu amigo eu achava que quando a nossa geração estivesse no poder esta imensa bola onde moramos iria se tornar um lugar bom prá se viver e que nossos descendentes
    seriam mais felizes ainda , mas qual o que , a insanidade beira o pensamento de alguns idiotas que querem por esse mundo abaixo simplesmente pelo poder e pela ganância .

  66. Aninomyous

    Não sei não, esta coisa de terrorismo só funciona pelo medo, na verdade me parece mais uma falta de ‘auto estima’, ‘respeito próprio’, alguém se encher de bombas e explodir em um lugar movimentado, aqui no Brasil tem um terrorismo que é descendente direto desse religioso…parece que quando foram presos terroristas junto com bandidos daqui começou a onda que está aterrorizando as Metropoles…muito além de drogas e gente bebada dirigindo seus automoveis feito Kamikazes nas ruas, tem as ações do tipo ‘revolucionárias’ e ‘taticas de guerrilha’ onde o crime se esconde no ‘meio’ do povo, tanto faz se é num barraco visinho dos ‘favelados’ (agora chamados de comunidades) ou se são visinhos dos chiques condomínios de luxo da Tijuca, Morumbi ou Alpha Ville…eles se espalharam e usam essa ‘invisibilidade’ para aumentar ainda mais o poderio…também herdaram do terror as ações de sequestro, filmam suas vítimas e executam de forma ‘requintada’ e extrema crueldade nas torturas (que eles mesmos imploram para não sofrerem se forem presos)…sequestros relampagos, chassinas, tudo muito aterrorizante…ontem mesmo passou no tele-jornal que milícias mataram 7 cidadãos de uma comunidade carioca (favela mesmo) para jogar a culpa nos narco-traficantes…um do açougue, outro do banco, etc. todos trabalhadores…isto é o Terror agindo (vejam que o Terror não se baseia apenas nas Religiões ou crenças radicais), pois o Terror é usado como ferramenta de imposição e conquista tal qual o militarismo usava a lavagem cerebral, não interessa sua opinião se é contra ou a favor, o terror quer é calar e congelar.
    Um dia todos iremos sumir, um dia a Terra vai morrer de vez (mesmo que a humanidade não seja responsável), um dia o Sol para de brilhar…mas agora é o presente que precisamos desembrulhar, e nunca sabemos se de dentro vai brilhar uma joia ou a fagulha de uma bomba…

  67. gthomas

    Vou comentar tudo daqui a pouco.
    Preciso de um tempinho
    LOVE
    G

  68. Mau

    O ser humano na grande maioria não existe mais.

    Acabou.

    O que sobrou são carcaças falantes que comem, bebem, dormem, procriam, numa ordem sem entropia. VIVA A ENTROPIA.

    Algo como um chimpanzé evoluído.

  69. Sandra

    Edward, tem sim. Ele cuspir caroço de jaboticaba, e misturar manteiga de amendoim (argh!) no açaí. Mas ninguém é perfeito. E acho que o maior problema do nordeste é não aceitar críticas. No sudeste a gente bate à vontade. Não é porque eu gosto de Sampa que eu vou dizer que ela é linda. Eu gosto dela baranga mesmo. E quero que melhore. E o primeiro passo para algo melhorar é não achar que ele é lindo.

  70. Absurdamente maravilhoso esse artigo. Maravilhoso. Toca num dos problemas fundamentais de nossa sociedade: o repúdio ao parlamentarismo como deliberação pública. Não considero o parlamentarismo apenas uma forma de governo, mas sim como um regime de deliberação em que as pessoas exercitam sua impessoalidade na discussão racional e regrada de problemas que as afligem. Ou seja, é tudo o que, no Brasil, pode ser desvalorizado, em nome do amor coletivo e comunitário às bandeiras ideológicas. Por que digo isso? Porque, no Brasil, sim, neste Brasil que não conhece o Brazil, nesta terra em que só investimos naquilo que é Ouro (como se tivéssemos a coragem de jogar as pratas e os bronzes pela janela), toda e qualquer discussão é percebida como um posicionamento contra ou a favor de alguma coletividade-bandeira-facismo reciclado. O que isto quer dizer? Que não há possibilidade de discussão deliberativa, de raciocínio público, simplesmente porque não estamos interessados em resolver publicamente as questões, mas sim arrumar quem favoreça esta ou aquela empreitada deste ou daquele grupo. Exemplo: o que ocorreu com o Cultura Artística e o que ocorre com os outros teatros: mesmo à vista das companhias e direções, cada um faz sua vista grossa e empurra o problema com a barriga. estamos nos reduzindo cada vez mais à condição de empurradores de problemas, justamente porque somos incapazes de compreender que, primeiramente, deveríamos aprender a deliberar sobre os problemas e resolvê-los civilizadamente. Sem surtos psicóticos, histerias, ofensas. Outro dia encontrei alguém dizendo “Zé Povinho é o caralho”, e que pretendia fazer disso uma resposta a uma conversa, na qual, pelo que percebi, não havia nem os termos “zé povinho” nem “caralho”. São surtos, histerias, acessos de raiva, cuspes, ofensas, xingamentos e calúnias que definem, senão nosso modo de “deliberar”, ao menos o de “lavar a roupa suja”, com o qual o primeiro é confundido. Porque a impessoalidade não é, de forma alguma, a nossa meta; é o oposto o que queremos. O oposto, ou seja, a gritaria, o barraco, a difamação. Tudo aqui é no berro, na briga de gangue, no levante, na demonstração vulgar de força. Basta ver a discussão sobre a Lei de Anistia.

    Só para complementar, Gerald. Só para complementar.

  71. Sandra

    Paulo, na UOL saiu que o preço de cada piano era (suspiro):
    100 mil US.

  72. Marvado

    Gerald
    Sabe como é, sou da aldeia. Arisco, desconfiado, porém não burro, pelo menos penso que penso, eu o Renne hehehehe,
    Sei que o azar é meu, mas enfim, não gosto mesmo de escrever nada em outra língua que não o português, se tratando de nomes próprios as vezes é inevitável, e no seu caso é uma questão de respeito a esta sua questão de hm cosmopolita. Não é que eu tenha horror a outras línguas, ao contrário tenho respeito, por isso evito usar à medida que não tenho de fato o menor conhecimento e tenho preguiça de ficar procurando como se escreve, dai eu aportugueso (viu?), não gosto de escrever errado, apesar de fazê-lo, e meter-me a escrever coisas em outra língua deixaria-me ainda mais frustrado com esse meu não gostar. Quanta justificativa né? Vc é mesmo sedutor…
    Bjs no EUA

  73. Sandra

    Aninomyous, adorei o comentário das 13h20!

  74. FRANCINY CHEQUER

    Ola a todos, as bestas e as feras nunca estaram controladas, pois como vamos controlar os homens, eles que causam tudo, mas me desculpe eu não concordo com o ponto onde vc diz que o seres humanos usam cremes caros e etcs, aí que está errado, as pessoas hoje jugam as pessoas pelas aparencias, um intelectual com certeza criticaria uma pessoa que frequenta a Daslu, mas, o julgamento e precipitado, claro que as pessoas hoje estam se preocupando com a aparencia, mas falar que a mesma não tem conteudo, quer dizer que uma gorato, que tem um carro zero, frequenta lugares e restaurantes caros, usa um Rolex, e uma pessoa sem conteudo, que não se preocupa com a sociedade onde vive, e se o ser humano se robotizou não e culpa do dinheiro mas sim da falta de interesse de querer mais, será que esse tipo de pré conceito, não e um modo de uma guerra fria, querer transpor muros, um quer estar de um lado ou de outro, mas ao meu ver foi a globalização que deixou o ser humano pobre de informação, pois achamos que temos muitas informações mas na verdade temos fragmentos de assunto que nem ao mesmo dominamos, por isso a os pré -conceitos e julgamentos, me desculpe a critica não foi por mau e só um ponto de vista, beijos a todos

    Oi Corvo

  75. gthomas

    Carcara Telescopio: copiei o seu comentario pro Word; milhoes de obrigados. Mesmo
    LOVE
    G

  76. Sandra

    Gerald, eu ia elogiar justamente esse comentário!

    E o do Mau!

    E o do Marvado!

    Que puta debate!!!!!!!

  77. Sandra

    E o da Franciny!…

    Bem! Um debate à altura de um MAGNÍFICO artigo!

    Eu nem vou cair mais na besteira de dizer que você não vai se superar tão cedo, Gerald! Você sempre se supera! Eu sempre quebro a cara!

  78. gthomas

    Eh, hoje ta otimo mesmo Sandra!
    Ate o Marvado mandou beijos nos EUA!!!!
    justamente quando pego um voo pro BR (sinal de boa sorte!
    LOVE
    G

  79. Sandra

    Venha com Deus, Gerald!!!!

  80. Sandra

    Lindo debate também no post debaixo! Puxa…

  81. Venha nas asas dos arcanjos, G!

  82. Marvado

    FRANCINY CHEQUER
    Pelo seu comentário entendo que não há e nunca houve luta de classes, é isso? Quer dizer que quem não tem carro zero, e não frequenta restaurantes e quetais é por que escolheu estar deste lado da trincheira? é Assim é? A gente escolhe ser rico ou pobre?
    Os miseráveis do mundo estão assim porque estão na guerra fria e escolheram o lado dos pobres pra lutar e os ricos não têm absoutamente nada com isso, cuidado com esta isenção…
    Dica de leitura: OS TECELÕES, como já disse tenho dificuldade de escrever nomes gringos, mas é do Hauptmam, qualquer coisa assim, é uma belíssima peça, é um texto de teatro anterior ao naturalismo. Talvez o Gerald conhça…
    Bjs no Brasil (sarei)

  83. Aninomyous

    Discordo! Franciny…precisamos sim controlar as Bestas-Feras, até porque somos os Homens, e nenhuma Besta-Fera nos supera, eu vou aqui discordar de todos no sentido de que ‘estamos’ na direção certa! o problema é que este caminho já está trilhado ‘antes’ por eles!!!

    Nossas sociedades ‘orgulhosas’ demoraram para se olhar respeitosamente, e isso ‘deu brecha’ para que o crime se alastrasse dinâmicamente…quem nunca viu um Faroeste (Far West) Norte Americano? o que os bandidos faziam? roubavam bancos nos EUA e fugiam para o Mexico!!!! o que agora está ocorrendo? uma inversão, os bandidos estão no Mexico empurrando gente clandestina para os EUA…outra coisa, por exemplo, dizem que a Coca Cola é sediada no Mexico porque importa coca da Bolívia! (bom isso talvez seja lenda, mas por que a formula é secreta?)…
    O crime já é globalizado a tempos…a bolívia planta a coca, a colômbia refina, o brasil faz parte do trafico…não vêem? eles já são globais! o kra faz merda no Brasil e foge para Europa, o kra faz merda na Europa e foge para o Brasil…quem não quer a globalização? ELES MESMOS!

    Sou totalmente favorável a uma Globalização verdadeira, que o Mercado de Trabalho seja verdadeiro, que os EUA contrate gente para trabalhar digno e não se usufrua da escravidão na China por exemplo…que o Turismo beneficie o progresso do cidadão e não encha mais os bolsos dos inescrupulosos bandidos disfarçados de autoridades…não vêem? acho que eu então estou reinventando uma imagem que eu imagino ver…acho que há dois blocos na humanidade, tomando a ‘justificativa’ Americana sobre Bloco do Bem e Bloco do Mal, eu diria haver mesmo dois irmãos adolescentes, onde um é daqueles delinquêntes juvenis (que quer se dar bem irresponsavelmente, inconsequentemente e não está nem aí) enquanto o outro mais novinho pode não ir por este caminho…a sociedade só terá chances contra essa delinquência Aborrecente da Humanidade, quando der chances REAIS de essa criança se desenvolver o suficiente para minimizar, superar e reabilitar os que estiverem nas gangues e tornar ‘bom’ ser bom e não nos sentirmos mais acuados ou como se fossemos porcos no chiqueiro de algum governo ou animais em temporada de caça…meio confuso?
    Abraços.

  84. Mark David Chapman

    Jonh Lennon tinha um problema, ele achava que era Deus.
    O meu problema? Eu acho que sou John Lennon.

  85. Aninomyous

    A população mundial cresce geométricamente…o que antes era uma ignorância tolerável, agora é a sentença de morte social, pode não estar acontecendo propriamente dito, mas já é o limiar, já podemos ver…se antes um país acobertava o bandido do outro país porque isso não lhe incomodava, agora é melhor repensar tudo, antes que as sociedades voltem à escravidão para suprirem os caprichos das máfias…
    Os povos precisam se libertar dos sanguinários totalitaristas, o nordeste tá cheio deles, quem nega ou é um deles ou morre de medo! eu não digo que um país qualquer (nem mesmo o Brasil) deva perder a soberania, mas se ele for dominado e seu povo não puder se safar desta gente, precisa mesmo do apoio internacional, não sou contra! o problema dos EUA é usar esse tipo de artifício para acrescentar seus próprios interesses, assim sujando a aspiração da Humanidade em se Libertar!
    Há muita gente marginalizada que pode cair pro lado social, porém é preciso que essa criança ‘menor’ seja protegida do seu irmãosinho ‘maior’ que não está nem aí…acho que é algo meio simplista esta visão…mas é o que saiu.
    Abraços.

  86. Oi, GT e pessoal.

    Fico pensando, será que se o Vampiro se revelasse, o número de anônimos e pseudônimos aqui dimuiniria? Muitas vezes euzinho me sinto um Hamlet a dialogar com corvos marvados à la Poe, fantasmas nada shakespereanos, comendo a bisnaga voadora nossa de cada dia.

    Eu sou o Lúcio, quando eu fico nervoso, eu sapateio…passinho para cá….para lá…

    E, se o Vamp for o Dalton, a literatura brasileira tremerá. Eu gosto muito do blog do Carcará, o Festa de Águias.

    Um site bom sobre o Beckett, falando até do Havel e de outros dramaturgos:

    http://www.imagi-nation.com/moonstruck/clsc7.htm

    BEIJING PARA TODOS

  87. Aninomyous

    Outra forma de enxergar é ver que agem como um câncer, se infiltram como celulas e destroem os orgãos…não adianta termos um orgão importante se ele for inutilizado por celulas defeituosas pertencentes a este cancer…por isso a guerra tem que ser travada na inteligência…as celulas tem que ser removidas à laser para não danificar o tecido imediatamente ao lado..algo assim.

  88. Aninomyous

    Desculpem eu falar ‘o nordeste’, na verdade queria dizer…o Executivo, o legislativo, o judiciário, os orgãos públicos, as instituições, as ONGs, etc. e tal…é um Câncer de Verdade.
    Isso é o que mais assusta.
    O que não deixa de dar esperanças é que nestes mesmos lugares há muitas celulas sadias! há muito Tecido Vivo livre destas Necroses…e há chances até de restaurar os Tecidos que ainda não necrosaram mas estão em contato direto…xi…ta parecendo um artigo clinico, ….huahuahuahuahuahuahuahua!

  89. Aninomyous

    Desculpe se está ficando extensíssimo, é que não quero ser infeliz nos comentários e não consigo me expressar exatamente como gostaria…vou tentar sintetizar.
    Quem não gostaria de correr o mundo turisticamente? poder ir à Europa toda, conhecer seus costumes e culturas, à Asia, aos EUA? ao Nordeste Brasileiro? qual não gostaria de viver ou trabalhar em qualquer parte do mundo, poder escolher o clima, poder obter sucesso e ascenção?
    Salvos as devidas proporções, o papo de segurança nacional ou soberania foi muito utilizado como desculpa dos militares pra ferrar os que tinham ideias ‘sociais’ avançadas, o problema agora está surgindo do interior dos países, as fronteiras não podem vencer estas táticas de guerrilha…sintetizando mais ainda…deveriam haver menos fronteiras para os cidadãos de bem poderem transitar, passear, trabalhar, viver…e deveriam haver fronteiras verdadeiras e insuperáveis contra toda expecie de cancer social que impeçam, agridam, violentem, desviem, exerçam algum tipo de influencia nociva à estas citadas pessoas de bem.
    Esse foi meu ponto de vista.

  90. Antonio

    Na guerra fria havia um controle, tanto que era só fria, havia o medo, acho, eu finjo que finjo que finjo que finjo, e ninguém apertou o botão. Hoje me parece que há uma disputa pra ver quem vai ser a próxima potência, tem cheiro de podre no ar, podre poderes!!!. Os EUA estão na frente faz muito tempo, metendo o dedo no mundo inteiro, irão aceitar quietos a próxima potência (China?) E se vier outro imbecíl que nem G. Busha de canhão? Hoje, mais do que nunca, a arma nuclear chama-se MERCADO, DINDIN, MONEY, a China tem que alimentar 1.300.000.000 pessoas..Uauuuu!!! Talvez voltemos a gerra fria, EUA x China. Espero que sim. Pra mim quando um só apita é ditadura, não é? No futebol são três. O maior problema disso tudo é que nós possuímos a maior reserva florestal e de água potável do mundo. Isso provoca olho gordo. Ou guerra quente.

  91. Aninomyous

    Essas soberanias todas funcionam mesmo é da boca pra fora, a Amazônia queima neste instante, os EUA trocam tiro no Iraque, pessoas se Drogam na Holanda, o Tráfico deita e rola, Ladrões fazem a festa do cabide, hahahahaha…depois vem um otoridade mauxima com narizinho empinadinho e torcido dizer ‘soberania’ ahahahahahaha!

  92. Aninomyous

    Gerald…hahaha…pode apagar estes montes de coisas que escrevi! ainda está menor que a ‘capivara’ de muito governante no Brasil, tá menor que a ficha criminal dos trombadinhas da praça da Sé mas ficou grande mesmo…hahahahahaha…posso sumir amanhã, mas lhe agradeço agora esse espaço que foi cedido..e mando um cordial abraço a todos.

  93. Marvado

    O GThomas pegou o avião?

  94. Valéria

    oi, Gerald.
    a net tá péssima, desde que começaram as olimpíadas, tudo demora horrores.

    não tô nada bem, não tô conseguindo ler nem escrever hoje, acho que vou ao médico. sensação horrível
    bjim e boa viagem

  95. Antonio

    Carcará,
    o que você espera de um povo que assiste a tudo isso que você escreveu direto do planalto central, diariamente. Nós somos caixa de ressonância meu caro.

  96. Aninomyous

    Ok…utopia…na verdade todos são maus, não é? o que todos querem mesmo é se dar bem, pensando apenas em sí de forma que nunca haverá mesmo uma elevação na humanidade…é mesmo, assim por este ponto de vista vamos sumir mesmo, porque no beneficiamento desta marginália, não restarão os que sequer pensem, que dirá pensar no comum, tudo vai virar uma massa falida, até que nesta esquisitice de animais ensandecidos e odiosos, finalmente algum louco ‘religioso’ ou não detonará finalmente a primeira bomba nuclear, dando início ao Holocausto Nuclear, e extinguindo a Humanidade…afinal quem sobrar (só no porta aviões americano tem ogivas nucleares para acabar com a Terra 6 vezes seguidas!) ainda vem as radiações, as cinzas encobrirão o sol de vez iniciando uma nova Era do Gelo com Trevas eternas e chuva ácida misturada com os orgãos e o sangue dos mortos que evaporou instantaneamente como um cuspe numa chapa quente.

  97. Lembro-me da guerra fria com saudades, saudades da minha juventude. Nessa época o mundo estava polarizado se a gente que tomar uma posição. De um lado, o comunismo que dizia que os bens, as propriedades eram do Estado e que deviam servir a todos. Do outro, o capitalismo que pregava livre iniciativa, a liberdade para você escolher o seu caminho e construir a sua fortuna. No fundo, a questão era: Os bens são meus ou são do Estado? Havia duas maneiras de convencer. Uma pela força, mostrando grande poderio militar, grande avanço tecnológico na arte de matar, usado por ambos os lados, de uma certa forma, intimidando, na outra, a sedução pela vida farta de bens e prazeres que o capitalismo prometia. Havia uma propagando maciça mostrando o trabalho escravo na Rússia, mulheres trabalhando em serviços pesados e a doce vita dos americanos com os seus carrões bebedores de gasolina.. Como disse Heródoto: A guerra é o pai das coisas. Fria ou quente, ele trouxe grande avanços tecnológicos que hoje fazem parte do nosso dia a adia. Na industria, naval, aérea, eletro eletrônica, a internet é uma delas. São os efeitos colaterais da Guerra Fria.

  98. Aninomyous

    Hey…cadê voceis? hahahaha! desculpem, acho que exagerei…para suavizar um pouco, alguém gosta de futurologia? digo pesquisas tecnologicas futuristas? então aqui vai uma sugestão de leitura…
    http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/assuntos.php?assunto=energia

  99. Aninomyous

    hehehe…para aproveitar o ensejo, leiam sobre os micro-buracos negros em que os cientistas debatem se de repente a pesquisa acaba ou não com o planeta…
    “Segurança do planeta

    “A saúde futura do nosso planeta e a segurança da sua população são de suprema consideração para todos nós,” diz Giddings. “Já haviam sido expostos vários argumentos físicos muito fortes sobre a não-existência de riscos oferecidos pelo micro buracos negros, e nós demos argumentos adicionais eliminando os riscos mesmo sob as mais bizarras hipóteses.”

    O LHC, situado na fronteira entre a Suíça e a França, deverá entrar em operação dentro de algumas semanas. Nele, feixes de prótons irão colidir em níveis de energia nunca antes produzidos em um acelerador de partículas.

    Novas dimensões do espaço

    Os efeitos dessas colisões serão estudados em busca de informações sobre novas forças da natureza e, possivelmente, de dimensões extras do espaço. A primeira colisão desses feixes deverá acontecer em Setembro. O projeto custou US$8 bilhões e levou 14 anos para ficar pronto.

    Dois físicos entraram com uma ação no Havaí em uma tentativa de parar o LHC em razão de suas preocupações sobre a segurança dos buracos negros. O estudo de Giddings e seu colega agora está sendo citado pelo CERN como uma evidência da segurança do LHC.”

    Ahahahaha…quando a gente menos espera, ao invés de explodir, vamos todos nos compactar….hahahahahahaaaaaaaaaaa…

  100. André M.

    Prezado Blogueiro

    Primeiramente queria expressar meu espanto. Semana passada aqui estive e havia uma indicação do seu abandono ao blog, e o choro corroído e sentido dos seus seguidores. Agora vejo que continuas a blogar. Ou é algum seguidor se passando pelo hirsuto e telúrico blogueiro? Convêm não expressar a minha opinião sobre este fato para não criar celeumas, e tampouco ofender o anfitrião. Eu tenho esse péssimo defeito de ser educado.

    Pois bem, voltando ao texto de hoje, eu sempre digo, O MUNDO IRÁ ACABAR, é apenas questão de tempo. Quanto ao fato de que a maioria das pessoas não estarem acostumadas a crítica, isso se dá, na minha opinião, pela sempre crescente carencia afetiva. As pessoas confundem discordia com amor. As pessoas precisam se sentir “aprovadas”. É uma pena, mas é outro sinal dos tempos. Todos tem medo do “julgamento final”. Sabemos, no nosso intimo, que somos um tipo de praga que assola este pedaço de rocha que gira em torno do sol, e iremos esgotar isso e sumiremos sem deixar vestígios.

    Por fim, quando comecei a ler sobre McCain e Obama eu sabia que estes últimos números iriam lhe incomodar, e talvez por isso tenha retornado até aqui. Me palpitava que isso seria comentado, mesmo tendo saído daqui na sexta achando que não haveria continuação nesta novela. Mas como diz a minha querida mãe “assim como são as pessoas, são as criaturas”.

    Ficam então as minhas saudações cordiais.

    PS : Não posso negar que me alegrei com o retorno, pois adoro ler os posts, e os comentários que sempre acompanham. Prefiro não expressar a minha opinião sobre os mesmos, também em respeito ao anfitrião, que não merece tal “audiência”, em alguns casos. E gosto mais ainda de comentar, afinal, o espaço é moderado mas é livre.

  101. Aninomyous

    Ops…descuple gerald, acho que perseberam minha Plebe Rude…e não quero aborrecer seus amigos almofadinhas de narizinho empinado emperiquitados e com arzinho de nobreza (já disse que gosto das Monarquias e suas Cortes?) às vezes eles beiram as Monas, mas também não quero aborrecer vc com minhas observações e vou me recolher à minha insignificância…ahhahaha…
    Abração e até algum dia…

  102. gthomas

    Andre M. agradeco pelas suas saudacoes cordiais. A gente quer parar. Isso num dia .
    Noutro a gente quer continuar

    Beckett: “I CAN’T GO ON. I’ll GO ON.”

    Nao sou blogueiro mas tenho um blog

    eh tudo muito estranho mesmo!
    LOVE
    G

  103. gthomas

    Olha so o Targino, mencionado no texto:

    “21/08/2008 – 16:02
    Enviado por: targinosilva
    Lembro-me da guerra fria com saudades, saudades da minha juventude. Nessa época o mundo estava polarizado se a gente que tomar uma posição. De um lado, o comunismo que dizia que os bens, as propriedades eram do Estado e que deviam servir a todos. Do outro, o capitalismo que pregava livre iniciativa, a liberdade para você escolher o seu caminho e construir a sua fortuna. No fundo, a questão era: Os bens são meus ou são do Estado? Havia duas maneiras de convencer. ”

    HAVIA UMA TOMADA CLARA DE POSICAO E OS TERMOS “ESQUERDA” E “DIREITA” AINDA SIGNIFICAVAM ALGUMA COISA.

    PELO MENOS ISSO.
    MAS esse eh somente um pequeno aspecto do artigo: falo so SURTO PSICOTICO e na incapacidade de se parlamentar. Perdeu-se esse habito e a critica – infelizmente – prosuz uma REVOLTA nas pessoas. Antigamente estimulava.
    LOVE
    G

  104. O Vampiro de Curitiba

    Gerald, percebí que vc estava preocupado com comentários que teriam desaparecidos. O que ocorre é que eles aparecem no texto ond a pessoa postou. Quando vc vai liberar, aparecem todos juntos, óbvio, mas vai cada um para o seu respectivo post. Então, quando vc acha que ele desapareceu, na verdade é porque ele foi comentado em um post anterior. Pode verificar que todos os comentários aprovados estarão em algum post anterior.

  105. Glorinha

    pode ser algumas vezes a vontade de criticar seja tão grande que não sobre o tempo necessário para escutar…, interpretar, entender e por fim voltar à crítica?
    parece um ciclo de vida e morte, morte e vida?
    [[]]

  106. Aninomyous

    Ahahaha… O fim está proximo! e vcs nem sabem…! em setembro vamos todos ficar reduzidos dentro de um planeta compactado por um micro buraco negro…o planeta ficará menor que uma celula de cortiça..hahahahaaaaa…
    Queria me despedir mesmo, desculpem minha irreverência, desculpe Gerald se pareci estar fazendo Flood, não é o caso, muito do assunto eu já havia pensado antes mesmo…e para alegria de todos (soltem seus rojões e abram os champagnes) eu vou ter que viajar!!!…quem? eu quem?…
    Certa vez um dono de uma empresa teve que ligar para seu patrimonio porque havia esquecido algo importante…então o faxineiro que fazia plantão atendeu irritadamente…
    _Alô meu, que porcaria, sabe que horas são, vai fazê trote na PQP, seu….
    Então o empresário teve que ouvir tudo muito pacientemente aguardando o fim da missa…no final perguntou:
    Vc sabe com quem está falando?
    O outro irritado respondeu
    Mais que droga, diz logo ou seu trouxa!
    Então ele se identificou…
    Sou o dono!
    E o irritadinho respondeu do outro lado…
    E vc sabe com quem vc tá falando?
    Ele respondeu, não….
    Ainda bem….!!! hahahahahaaaa 😉

  107. Paulo

    Thanks a lot Gerald, love for U too!

  108. Glorinha

    Valéria, não te conheço pessoalmente mas gosto do que fala aqui, melhoras pro cê!!!

  109. gthomas

    Ih, Anonimomyous: para com isso! Voltei do meu advogado agora no cafe Cafe Loup e estou “sensivel”: ele nao parava de me contar piadas.

    Vamp: sim, finalmente entendi esse sistema de aprovacao de comentarios.

    Glorinha B. que simbolo eh esse que vc usa debaixo da sua assinatura?
    LOVE
    G

  110. FRANCINY CHEQUER

    Marvado, acho que eu não me fiz entender sim a lutas de classes sim, mas o que eu estou dizendo e que é um pré julgamento falar de alguem só porque ela pode comprar cremes, se utilizar da ultima tecnologia, e achar que ela e a alienado, quando muitas vezes não e isso, o que estou dizendo que uma pessoa com uma aprarencia digamos de (Patricinha ou Mauricinho) não quer dizer que estam alienados, ou só preocupados com seu mundinho, o que estava tentando dizer e que as aparencias enganam as vezes um filosofo, ou um sociologo, vive mais em seu mundinho eu sei bem pois tenho um irmão sociologo, ele vive no mundo dele da forma dele, totalmente intelectual, mas o mundo externo a sua volta ele e alienado, pois em muitas vezes ele acha que e o dono da razão, era isso que eu estava tentando dizer, se eu não me engano Lincon falou acabe com os ricos e vc massacrara o pobre, e acabe com o pobre e não havera mais rico, o que eu acho e que a marca da roupa ou joias não diferencia ninguem, beijos a todos Sandra oiiiiiiiiiiiiiiii

  111. Rademij

    meu caro todos e tudo um dia irao cabar,sendo assim porque ao inves de apontar o dedo ,de criticar, nao façamos algo ,nao agimos. TODOS SOMOS IGUAIS, NO FUNDO QUEREMOS AS MESMAS COISAS,saude, beleza, dinheiro poder,mas tudo isto e provisorio,o O SER HOMEM TALVEZ SEJA O PIOR SER DA FACE DA TERRA ,nao se iluda nao, o negocio e procur ar ser parceiro, amigo ,’VARA CURTA’,nao ser arrogante .ESTAMOS TODOS NUM MESMO BARCO ,E COM DESTINO SERTO, O FIM.

  112. Glorinha

    Gerald, então lá vai:
    significa: [] abraço amigo
    [] = abraço
    [[]] = muitos abraços
    [[[[]]]] = milhões de abraços

    então [[[[[[]]]]] para você!

  113. Paulo

    Pelo que acabei de ler o modelo de Steinway do Cultura Artistica
    era da Alemanha e custava US $130 mil e a familia Baumgart que havia doado o primeiro vai doar outro. Quanto ao segundo parece que tambem era alemao mas custava menos pois ja estava em declinio…

  114. Talvez da mesma forma que milhares de pessoas ficaram surpresas ao descobrirem o que JÁ HAVIA OCORRIDO nos campos de concentração do nazismo…talvéz a mesma cegueira, mas sem ensaio, a mesma ignorância estejamos cometendo com Darfur.
    Mas e fazer o que? Ir até Guarulhos, pegar o primeiro avião para e ir ao Sudão para lutar com uma faca? O que mudará?
    Eu não sei o que fazer se não dialogar, escrever, pensar ou ler sobre o assunto.
    WHAT DA FUCK CAN WE DO?????????

  115. Não acredito que estes conflitos e esta pacividade sejam consequências do tempos modernos.
    Tudo isto sempre existiu, em menor ou maior grau.
    Desde os Romanos, Na revolução industrial, na segunda guerra. As pessoas saiam as ruas, se matavam…..sim….mas também haviam milhares que cagavam e andavam e preferiam ´assistir uma novela`.

  116. Aninomyous

    É serio,…aqui diferentemente vou viajar e ter que pegar umas estrada montado no lombo do jerico (vou ver se troco umas ideias e ganho novas inspirações), e o notebook vou ter que deixar mesmo porque o pobre jerico mal vai aguentar meu peso…hahaha…abraços.
    Até a volta.

  117. emilio ambrosano

    hoje foi de alto nível, gostei muito de ler os comentários

  118. Antonio

    Mais uma guerra sem razão
    Já são tantas as crianças
    Com armas na mão
    Mas explicam novamente
    Que a guerra gera empregos
    Aumenta a produção…

    Uma guerra sempre avança
    A tecnologia
    Mesmo sendo guerra santa
    Quente, morna ou fria
    Prá que exportar comida?
    Se as armas dão mais lucros
    Na exportação…

    Existe alguém
    Que está contando com você
    Prá lutar em seu lugar
    Já que nessa guerra
    Não é ele quem vai morrer…

    E quando longe de casa
    Ferido e com frio
    O inimigo você espera
    Ele estará com outros velhos
    Inventando
    Novos jogos de guerra…
    Renato Russo – A Canção do senhor da guerra

    E não protejo general de dez estrelas
    Que fica atrás da mesa com o cú na mão
    Do mesmo em faroeste caboclo
    Saudade dele

  119. HELENO

    Bela realidade destacada neste texto. Perfeito

  120. Glorinha

    será que o nível do discurso aumenta em conformidade com o volume dentro do reservatório?
    por exemplo, se o reservatório está cheio então é preciso expiar pelo ladrão,
    se o reservatório está vazio fica quieto que tá bom
    será que é assim?
    se sim, acho que talvez isso não deva ser bom…
    melhor expiar tudo.. sempre…antes mesmo de o reservatório encher!
    espia isso, escute, há um barulhinho aqui… somos nós todos conversando…
    isso é muito bom!
    []

  121. FANTASMA QUALQUER

    A GUERRA FRIA

    A Guerra Fria teve características peculiares e paradoxais, pois, apesar da ausência de confronto, já que num eventual embate pouco sobraria do planeta, a corrida armamentista não tinha fim, porque cada salto tecnológico exigia renovação dos arsenais.

    No entanto, o lado soviético ficou sem capital para continuar expandindo o seu “negócio bélico” e começou a apresentar, em meados dos anos 70, propostas de desarmamento ao inimigo perplexo, os EUA, que havia feito da indústria bélica um dos carros-chefes de sua economia.
    A Guerra Fria foi a designação atribuída ao conflito político-ideológico entre os Estados Unidos (EUA), defensores do capitalismo, e a União Soviética (URSS), defensora do socialismo, compreendendo o período entre o final da Segunda Guerra Mundial (1945) e a extinção da União Soviética (1991).
    É chamada “fria” porque não houve qualquer combate físico, embora o mundo todo temesse a vinda de um novo conflito mundial e por se tratar de duas superpotências com grande arsenal de armas nucleares. Norte-americanos e soviéticos travaram uma luta ideológica, política e econômica durante esse período. Se um governo socialista fosse implantado em algum país do Terceiro Mundo, o governo norte-americano entendia como uma ameaça à sua soberania; se um movimento popular combatesse um governo aliado aos EUA, logo receberia apoio soviético

    ENTENDI O THOMAS QUANDO DIZ QUE SENTIA SAUDADE DA GUERRA FRIA, NÃO PRÓPRIAMENTE DA GUERRA EM SI. PORQUE A GUERRA ERA PURAMENTE PSICOLÓGICA…UM EMBATE PURAMENTE IDEOLÓGICO SEM DERRAMENTO DE SANGUE…..ELE QUANDO DIZ …QUE VAMOS DESAPARECER….TEM UMA LÓGICA QUANDO FANÁTICOS COMO IRAQUIANOS ESTÃO SE ARMANDO E CRIANÇAS NÃO SABEM E NÃO TÊM NOÇÃO DO PERIGO ! É REALMENTE UMA AMEAÇA….. TIVE QUE RESSALTAR ACIMA O SIGNIFICADO DA GUERRA FRIA….PORQUE SÃO POUCO OS ENTENDEDORES….E O TEXTO ESTÁ BOM …MAS PARECE UM ENIGMA.COISAS QUE SÓ FANTASMA E ALGUNS PODEM DECIFRAR….. ( Tive que me ausentar, uma pequena viagem rápida por perto,só cheguei agorinha ) ABRAÇOS!!!

  122. fhorylka.

    Valéria.
    Tá dodói querida. Tomara que seja somente um simples malestar, outro dia eu estava assim e passou logo…
    Melhoras…

  123. FANTASMA QUALQUER

    Abraços para todas as mulheres do blog. Mas não pude resistir quando me rotularam Fantasma qualquer e….aí vai !!!!

    GUERRA DA FRIA ! DA PRINTE, PREFIRO A CEP.

    Fria : Fria (Frágil, Reticente, Intelectual e Auto-Referente)

    Usa óculos, faz análise há anos, entende Lacan e só vê filme cabeça: Sim, uma intelectual! Seu assunto predileto é ela mesma. Adora frases pela metade, faz citações e tem crises de angústia até na roda-gigante de um parquinho de diversões. Além disso, é capaz de discutir os rumos do pós-feminismo durante uma transa. Entende de ponto G e sabe direitinho a diferença entre orgasmo clitoriano e vaginal. Teoricamente, é claro

    CEP: Cep (Carente Especializada Profissional)

    No início, ela parece igual às outras, apenas um pouco mais meiga e atenciosa. . . Depois, vai ficando cada vez mais próxima, até chegar ao ponto de não desgrudar do alvo! Liga para o seu escritório doze vezes ao dia. Fica magoada ao menor sinal de impaciência. As três palavras que ela mais diz são: “Você me ama? ” Enquanto o Cep normal ajuda o carteiro a encontrar o destinatário, esta Cep daqui deixa qualquer homem perdido!

    PRINT : Print (Plugada na Rede da Internet)

    Jovem, cheia de vida, inteligente e sensível! Mas é inútil ficar especulando, porque ela só se liga num monitor de vídeo e num programa de software que acelere seus contatos on line. Um verdadeiro desperdício moderno .

    De qualquer maneira, amo todas as mulheres!

  124. Jackie

    De Ipatinga para seu blog:
    Emendando no seu pensamento. Hoje a indiferença com o sofrimento, não se há sequer a vontade utópica de mudar, ou a vontade concreta de agir e ajudar, compartilhar. Dizem que o mundo está “globalizado”… Só se for na tecnologia, cada vez mais países se fecham, gatam bilhões com barreiras eletrônica para barrar os descendentes daqueles povos que antes a metrópole explorava. Investir nestes povos?? Nem pensar… criar concorrência no mercado global!? Pois é a tecnologia liga os iguais, é usada para excluir os diferentes. Hoje não se pode falar a verdade ou questionar a hipocrisia. As pessoas não querem pensar, querem consumir. Só falam em preservação ambiental quando a vaca foi para o brejo e a catástrofe bateu a porta. Se para ter um mundo mais justo o cidadão vai ter que mudar apenas um hábito de consumo… nem pensar. A elite ainda acha que tem que ter uma massa silenciosa e inculta, que seja facilmente controlada com cerca elétrica e batalhão de choque. Não é o discurso do oprimido, mas o fato que a sociedade cria seus próprios problemas e resolve com a pior solução. Retrato do Brasil: A educação vai mal, então eu posso pagar ótima escola particular para meus filhos… só que aí descobre que a grana já não dá ou a escola não era tão boa… Bem então agora eu vou reclamar com o Governo. Se quando podia pagar tivesse pensado no problema dos outros, o problema do outro hoje não seria seu. Numa visão maior o planeta segue assim também. Crio meu muro, equipo minha polícia de fronteira. Mas por favor não venham da África para cá…. Mesclado, mas acho q

  125. Jackie

    De Ipatinga para seu blog:
    Emendando no seu pensamento. Hoje a indiferença com o sofrimento, não se há sequer a vontade utópica de mudar, ou a vontade concreta de agir e ajudar, compartilhar. Dizem que o mundo está “globalizado”… Só se for na tecnologia, cada vez mais países se fecham, gatam bilhões com barreiras eletrônica para barrar os descendentes daqueles povos que antes a metrópole explorava. Investir nestes povos?? Nem pensar… criar concorrência no mercado global!? Está globalizado na economia, desde que se globalize o quê deseja os impérios. Pois a tecnologia liga os iguais, é usada para excluir os diferentes. Hoje não se pode falar a verdade ou questionar a hipocrisia. As pessoas não querem pensar, querem consumir. Querem entretenimento, para não terem que assumir suas responsabilidades, para não serem tentadas a procurar o sendtido da existência! Só falam em preservação ambiental quando a vaca foi para o brejo e a catástrofe bateu a porta. Se para ter um mundo mais justo o cidadão vai ter que mudar apenas um hábito de consumo… nem pensar. A elite ainda acha que tem que se ter uma massa silenciosa e inculta, que seja facilmente controlada com cerca elétrica e batalhão de choque.
    Se o filho da “casta inferior” não estuda, ótimo! Não vai questionar o domínio dos meus descendentes, não vai competir com eles. Não é o discurso de defesa do oprimido, mas o fato é que a sociedade cria seus próprios problemas e resolve com a pior solução. Retrato do Brasil: A educação vai mal, então eu posso pagar ótima escola particular para meus filhos… só que se descobre que a grana já não dá ou a escola não era tão boa…

    Bem então agora eu vou reclamar com o Governo. Se quando podia pagar tivesse pensado no problema dos outros, o problema do outro, hoje não seria seu. Numa visão maior o planeta segue assim também. Crio meu muro, equipo minha polícia de fronteira. Mas por favor não venham da África para cá…. Mesclado, mas acho que deu para entender!

  126. André Cavallini

    A guerra era fria mas as relações afetivas no mundo ainda eram muito quentes, não que hoje sejam muito diferentes, mas acredito ainda que recolhemo nossa afetividade numa especie de bunker . Quer um exemplo? Se seu vizinho chegar dizendo que te ama, você logo pensará em duas hipóteses:

    1= Ele é gay
    2= Ele quer dinheiro emprestado
    3= Ele é gay mesmo, não é possível.

  127. Antonio M.

    O post do Açai esta entrando em outro Blog. Um tal de Flávio gomes.

  128. Antonio M.

    Agora assino Antonio M..Tem muitoAntonio nesse mundo.

  129. gthomas

    A CONVERSA ESTA OTIMA
    SO CONSEGUI ABRIR O COMPUTER AGORA
    TIVE PROBLEMAS TECNICOS – DESCULPAS ESFARRAPADAS, EU SEI

    DAQUI A POUCO COMENTO
    LOVE
    G

  130. Edward

    Decidam-se: Se não sabe nada é um ignorante que não percebe o mundo a sua volta; Se sabe alguma coisa é um intelectual esnobe que fala demais…

    O que é pior ser burrou ou ser inteligente? em quem se atirará mais pedras?

  131. Antonio M.

    Valéria,
    se você quiser melhorar mesmo não assista ao horário eleitoral gratuito e obrigatório. Votar tbem é obrigatóro. Viva a democracia.

  132. As pessoas não aceitam criticas, porque os fins justificam os meios. Saia por ai pedindo autocrítica aos banqueiros sobre juros altos, aos políticos sobre nepotismo, aos religiosos sobre o dizimo, ao Japão sobre a caça as baleias, aos russos sobre a Chechênia , aos americanos sobre o Iraque, aos chineses sobre o Tibet. Abrir mãos dos meios, significa abrir mãos dos fins. Isso never.

  133. Edward

    Guerra Fria:

    na Europa e EUA a velocidade de Internet mais baixa, não é menor do que 10Mbps, e aqui no Brasil, as operadoras só liberam 1Mbps se você para uma quantia não menos que 70 reais? imagine se formos usar a velocidade 10Mbps? ( a menor)

  134. Edward

    eu quiz dizer: pagar uma quantia não menos que 70 reais.

  135. Edward

    Quem for para uma Guerra, fria ou não, não se esqueça de comer antes uma tigela de açaí! 🙂

    aquele açaí que o fruto é plantado aqui. E vendido como um produto importado aqui mesmo. Que país é este?

  136. Gerald e pessoal: se vc quiserem se inscrever como leitores do Suplemento Literário de Minas Gerais, basta entrar aqui:

    http://www.cultura.mg.gov.br/?task=forms&sec=6&cat=16&frm=6

    Eles o mandam pelo correio de graça. Vcs também podem entrar como colaboradores, eles são corretos para remunerar (coisa rara!)

    Gerald, vc recebeu meu artigo chamado A Estranha Tribo de John Hemingway?

    Abraços do Lúcio Jr.

  137. GT e pessoal: quem quiser receber o Suplemento Literário de Minas Gerais, cadastre-se aqui que eles mandam para sua casa de graça, mesmo no exterior.

    http://www.cultura.mg.gov.br/?task=forms&sec=6&cat=16&frm=6

    Eles aceitam cadastros de colaboradores tb.

    BEIJING PARA TODOS
    Lúcio Jr

  138. Marcio M

    O nível do blog está melhorando, anteriormente havia acredito que 20 % ou 30 % de comentários que simplesmente não toleravam o trabalho e, o que é pior, a pessoa de GT.
    Alguns comentários revelam muita carência afetiva do blogueiro também.
    Obrigado por ler estas tolices.

  139. Stefano

    Tentei entrar hoje na hora do almoço, somente esse blog não abria, então, entro agora só para dizer que concordo em parte com Gerald. Poucas pessoas gostam de ser contrariadas ou de debater conceitos, em qualquer época.. E hoje não há mais definição mesmo dos processos: a esquerda assumiu o comando do país e tornou-se conservadora ( seguiu a cartilha do Consenso de W) além de outras coisas. Os conservadores ficaram numa oposição vazia, porque o passado… além de outras coisas etc.
    Vi uma entrevista de Mikhail Gorbachev onde ele diz que é mentira que a Rússia invadiu a Geórgia, que a NBC ( seria ? ) assumiu a invenção do gov american que Sadam iria invadir uma creche para matar criancinhas etc, vi também que o possível vice de Obama será Biden. E pasmei: Obama-Biden? Isso é uma guerra fria com nomes.
    Abraço a todos, estou exausto.

  140. gthomas

    Stefano: acho que tivemos problemas sim, mas devem estar resolvidos: se eu escrevo uma materia dizendo que iremos acabar talvez o IG se antecipe em acabar meu blog! !!!????

    Brincadeira!

    Edward: Good point: se o Tribal da Sambazon eh vendido como importado, isso seria realmente o CUMULO!!!

    os outros eu ainda nao consegui ler
    LOVE
    G

  141. gthomas

    Queria agradeceer Heitor Bonfim por ter me avisado que o Blog estava com problemas no meio da tarde,
    LOVE
    G

  142. gthomas

    Sobre Lucio Jr

    seria uma boa mesmo se cadastrar la com ele: otimo blog literario: estou a tempos tentando linka-lo aqui.
    como estarei no BR soon, vou faze-lo da redacao do IG
    LOVE
    G

  143. gthomas

    Jackie? Tem alguem em ipatinga alem da lilian?
    ou sera a propria????
    Ipatinga reina alto nesse blog
    LOVE
    G

  144. gthomas

    O Vamp esta tratando todo mundo bem demais! Nao to entendendo.
    O que eh isso? Imaginei que, tendo passdo algumas horas no ensaio, eu voltaria pra achar “momentos turbulentos”…mas…nada!
    esse Vamp esta muito bonzinho demais
    LOVE
    G

  145. Sier, o bom

    Eu, felizmente, não tenho este problema com os críticos.
    Eu jamais debato qualquer assunto.
    Nada é mais escroto do que um debate.

    Como disse – ou parece que disse – um sábio do qual
    sou plagiador: O que precisa ser debatido não vale grande coisa.

  146. O Vampiro de Curitiba

    Tô na paz! Só love!

  147. Sier, o bom

    uma sugestão ao IG:

    Retirar o retratinho dos colunistas da apresentação das respectivas colunas.

    Motivo: O rosto humano é uma coisa asquerosa.

    Não precisamos debater esse assunto, basta retirar a cara dos caras.

  148. O Vampiro de Curitiba

    Fazer o que, se eu sou assim, generoso, um cara tranquilo e tal?

  149. Stefano

    Eu hein, isso foi uma provocação? Nem tenho força para um piti, rs

  150. Sier, o bom

    Se não queres des-aparecer, basta não-aparecer.

  151. Sier, o bom

    E da minha presença no mundo posso dizer:
    Jamais fui capaz de entender
    por que me fizeram vir
    por que fazem me ir.

    (plagiei – e melhorei – esses versos de um poeta medieval.
    Oriental e medieval – sujeito esquisito aquele poeta)

  152. Sier, o bom

    Primeiro princípio de uma verdadeira cultura:
    Não existe blog bom.

  153. Sier, o bom

    E nem o Deus – ou o Capital, como queiram-
    nada ganhou com minha presença na Terra.

  154. Sier, o bom

    Quero deixar claro que todos os meus comentários são plágios.

  155. Meu caro gthomas. Um dia desses eu comecei uma conversa com uma senhora em um supermercado. Ficamos vários minutos conversando sobre tudo isso que já falamos aqui.
    Em um determinado momento, ela me disse: O sr. salvou o meu dia. Eu retruquei. Engano seu, a sra salvou o meu. dificilmente, acho alguém que queira me ouvir. O Amorim não me dava espaço, agora achei você, que me deixou lisonjeado com a sua citação. Agora você diz vai embora. Não se faz isso com os amigos.

  156. Sier, o bom

    Um dos meus orgulhos: não ter idéias originais.
    Originalidade é neurose.

    (Nota: Gramaticalmente essas frases são “originais”, mas
    o estilo e o conteúdo são copiados de livros velhos.)

  157. FRANCINY CHEQUER

    a pior frase que eu já ouvi na minha vida e voto seu direito e uma obrigação, me desculpe o que e direito não pode ser uma obrigação, em uma democracia plena o voto não e obrigatorio, então não me diga que vivemos em uma democracia, pois ao meu ver não passa de um disfarçe para enganar o povo, os meus direitos sao violados a partir do momento que os transformam em obrigação, Valeria beijos Corvo também muitos
    Vampiro estou com saudades vc não me mandou mais beijos e para a minha iluminada Sandra tem um lugar em sampa que tem açai 24 hs beijos

  158. Sier, o bom

    O último refúgio do cristão:
    A discussão da conjuntura geopolítica.

  159. Fernanda

    Gerald Thomas,

    Já encaminhei esta mensagem ao Marco, mas não tenho como não atender ao seu pedido e deixar registrado no seu blog meu carinho e a minha solidariedade aos amigos da Cia de Atores.

    Gavira,

    Obrigada, voce é um superchapa-amigão!
    Um beijo carinhoso para Arlete e aos meninos.

    Fernanda

    Prezados Marco, Nando e Cia de Atores,

    Que tristeza! O incêndio acabou com o TCA.

    Pensar que o teatro estava num estado de péssima conservação, sujeitando a todos a uma total falta de segurança com risco até de vida, é um absurdo. Por sorte, ainda que num destino cruel, o incêndio iniciou durante a madrugada e nada aconteceu a ninguém!

    Espero que a reconstrução seja breve e que atenda, sem poupar esforços, todas as necessidades de infra-estrutura e superestrutura de um teatro adequado aos que nele trabalham e aos que o freqüentam.

    Pena ainda maior é saber que não teremos tão cedo a segunda temporada do BEM-AMADO!

    Seu Odorico não fique arretado que tudo isso passa logo!

    Beijos a todos,

    Fernanda

  160. O CORVO

    Minha querida Franciny, uma democracia como você imagina esta no rol das grandes utopias – na Grécia antiga berço da democracia, havia mão-de-obra escrava e quem votava eram somente os eupatridas = bem nascidos.
    A evolução do sistema através dos séculos sempre ficou a desejar – vou citar alguns exemplos – nos EUA o voto não é obrigatório, mas o sistema acaba sendo indireto, pois seu voto não vale individualmente o que vale é o peso que o estado onde se vota – no caso dos sistemas parlamentaristas o mandatário do poder Executivo e escolhido de forma indireta pelos legisladores que são votados pelo povo.
    A obrigatoriedade do voto no Brasil tem como justificativa legitimar os mandatários através de um grande número de votantes, mas você pode optar em anular o voto.
    Não concordo com esses sistemas, mas entre os totalitarismos e e essas democracias que temos no mundo real – fico com elas.

    Um grande abraço e mil beijos – te mando noticias – e os blues continuam tristes.

  161. O CORVO

    É meu caro GThomas, não tem mais debates como nos anos seseenta e meados de setenta, acho que estou ficando com nostaugia? – os meus amigos sabiam argumentar analisar os fatos – ver as formas e conteudos, ninguem da minha roda iniciava um debate sem antes ter lido sobre o assunto em questão, sem estar seguro do seu argumento, ficavamos conversando noite a dentro sobre vários assuntos o que predominava era a política. Tinham os famosos PATRULHEIROS IDEOLÓGICOS, fui uma vitíma deles.
    Debatiamos e criticavamos uns aos outros, teses – antitese replica treplica – a dialética estava sempre presente, não tinha lugar para “achismo” ninguem achava nada – tinha opinião concordante ou discordante, olha que não tinha internet, as comunicações eram precárias pelo menos onde eu morava, poucos eram universitários – hoje com a facilidade de colher informação parece que encolheu o cerebro de muita gente.
    As vezes saco nome de autores, falo coisas absurdas e não sou contestado e acho ate alguem que já leu o autor que eu inventei, fico triste, pois as pessoas tem vergonha de perguntar de falar não sei, me explica – todo mundo sabe tudo e mingem sabe nada.
    Chego a sentir saúdades dos patrulheiros ideológicos.

  162. Antonio M.

    Franciny, e o pior é que se você não votar ainda perde alguns direitos como cidadã. Pra mim a urna nesse país não passa de uma privada.

  163. mistoffelees

    aee, rapa, o sier é bom mesmo!

    parece aquela criatura do subsolo…
    do tal do dostoievski.

  164. mistoffelees

    ”Primeiro princípio de uma verdadeira cultura:
    Não existe blog bom.”’

    descordo precisamente neste ponto.
    o blog do boudourkan é bom.
    este aqui é ambíguo. os outros sao ruins, inclusive o meu q durou dois dias e dois posts( a saudaçao, q consistia numa saudaçao e numa despedida ligeira- boa noite senhoras, boa noite gentis senhoras et cetera; e o segundo e ultimo, q era uma fotografia com manet e mallarme).

    wely wely wely well. synthemesc n’ drencron.
    frohlichen weihnachten!

  165. Alceu

    Ora, a Guerra Fria não acabou, só que agora não há os polos conhecidos como EUA e URSS. Hoje há EUA e Irã, Paquistão. Mas por trás das bombas atomicas usinas nucleares e equipamentos bélicos está a velha Russia. O Irã nem em 100 anos desenvolveria o enriquecimento de urânio e as bombas e misseis. Mas com alguns milhões de petrodolares compra tudo já desenvolvido, e as Russias falidas, a França que têm muita gente desempregada os vendem e depois se fazem de amigos dos EUA. Os EUA devem bater de frente com estes paises vendedores do fim do mundo e não contra paises pequenos. Porque nos EUA onde gastar algumas bombas que estão com prazo de vencimento a vencer ou vencidos é imensa vantagem.

  166. Gerald Thomas.
    E os demais desta seção:

    Por acaso viram por ai o Vampiro?
    Procuro Vampiro aqui.Sei que esteve nesta seção.Cansei de ficar esperando este tratante (sem ofensa) que no dia 19 passado disse que ia tomar café e fumar e responderia meu comentário depois.E sumiu no que me toca.Eu fiquei recluso em um mosteiro Trapista na cidade de Curitiba durante este tempo.Nos arredores de Curitiba melhor explicando onde foi que estive.Acompanhado de meu filho estive no local e junto aos monges cumpri períodos de orações e meditação profundas.Estive com a mente ocupada somente em orações e pensamentos diversos tal o turbilhão e variedades de tudo que me ocupou no tempo dedicado a Deus.Dou noticia que em um momento pedi por todos nós.Deste blog,do blog do Contrera e do Reinaldo da Veja também.Enfim pedi por todos no mundo.Acreditem se quiserem mas para mim nada pedi.Apenas agradeci o tanto que o Senhor já me concedeu.E mais ainda eu afirmo a vocês que Ele já me deu muito.Não me peçam para provar.Eu não poderia.Teria que descobrir outros nomes e situações .Os envolvidos não gostariam.Gerald quero te informar que dos monges e monges padres que conheci,dois deles eram nas origens judeus norte-americanos.Deles o que mais me impressionou foi o monge Francisco.Tem agora 85 anos.Aparenta saúde e um interior que exterioriza juventude.Falam pouco os monges.Pouco somente os que devem falar.A maioria nada fala.Uma leve mesura de cabeça e um inicio discreto de sorriso é tudo que da maioria se recebe ou se percebe.Ali se vive respeitando o direito dos outros.O silencio é imperativo.A oração é intercalada e a meditação é constante.Tudo é muito impressionante.E de tudo que absorvi sai de lá com vontade de encontrar o Vampiro para contar o que senti.Mas o Vampiro está difícil de ser achado.Dá um rasante e desaparece de pronto.Bem.vou me conformar.Acho até que ele deve estar festejando.Notei que na seção Pequenas feridas e a grande ferida até agora já somam 305 os comentários enviados.Minha gente reparem.Um Vampiro que se proclama ateu conseguiu fazer que 305 pessoas de repente falassem de Deus.Não importa se acreditam ou não.Nem pouco importa os que renegam.O que mais importa é que Ele foi lembrado e comentado.E cada um aprendeu um pouco.Então já que não encontro este fabuloso Vampiro peço a quem o avistar diga que Pacheco manda um abraço e o seguinte recado:Vampiro fale de Deus novamente.Mesmo atacando fale e muito.Agite os leitores.Agora foram 305 e não sabemos quantos poderiam ser amanhã.Vamos descobrir?!Com a palavra o Vampiro.Muito obrigado.

    Pacheco.

  167. Mauro Antunes

    Grande garoto, bom dia.
    Um dia iremos desaparecer mesmo, a Bíblia Sagrada, tão contestada pela ciência do homem, que o Autor dela criou, preve este fato. (I Ts 4:16-18).
    Sugestão: assistam o filme “Deixados para trás” e vcs verão o que está para acontecer.
    Um bom dia à todos.

  168. LEE

    Seus tolos aminódicos, não sabem falar linguástica corretamente, que perca de tempo tão disnordica?

  169. O Vampiro de Curitiba

    Pachecão, eu lhe respondí naquele mesmo post. Respondí a você e ao Igor. O Igor se diz ateu mas me chamava a atenção dizendo que os ateus deveríamos ser discretos, esconder nosso ateísmo. Pergunto: Por quê? Por que os deístas têm o direito de expressar sua opinião e o ateu não? Era justamente essa a idéia daquele texto que escreví. Por que as pessoas se ofendem pelo simples fato de ouvirem uma opinião divergente em alguns assuntos, como religião, por exmplo? A questão é que não deveriam se ofender. Eu não conhecí um único homem que agisse como se realmente acreditasse em Deus. Se acreditássemos em Deus e na bíblia, levaríamos, todos nós, uma vida terrena de restrições totais, já que passaríamos a eternidade num Paraíso. Se eu pudesse escolher uma religião, seria muçulmano fundamentalista, me entupiria de explosivos e me explodiria juntamente com alguns judeus, assim passaria a eternidade junto de setenta virgens. Se bem que, pensando bem, só nos primeiros dias elas seriam virgens, né? Depois engordariam, ficariam chatas, etc… Putz, aguentar uma mulher me enchendo já não é fácil, imagine 70!! Não, melhor continuar ateu mesmo…

  170. David

    O seu texto me fez refletir realmente. O melhor que eu pude tirar dele é a conclusão de que ou sou melhor que você. Sim, você que é cineasta e famoso, também é superficial, pedante e metafórico, e sinceramente parece ser ausente de um ideário vasto, tampouco de sensibilidade.
    Essa sua forma moderna de expressão, sua urbanidade exacerbada, o seu ar “mundano”, de nada servem, são pejorativos até, porque sinceramente, parecem nada ter a dizer.
    A tua forma de escrever remete a modernidade vazia e a degradação. Francamente.

  171. Lilian

    Não querido Gerald. Esta Jackie deve ser a Eliane Parreiras do Centro Cutural Usiminas. ( sim na minha cidade tudo termina com aço, vale do aço, diário do aço, enfim até o supermercado) entrando no seu blog pra investigar se tem alguma crítica contra ela também aqui. ou não também…

    Um beijo.
    Ha! Vampiro eu tb morro de saudades. Principalmente da Frase da semana. Droga.

  172. Lilian

    Ha! é claro que o Centro Cultural Usiminas fica dentro do… Shopping do vale do aço…..

  173. Clarissa - Curitiba

    É a tendência, não existe nada mais hype no mundo intelectualóide atual do que dizer que está em crise!

    GERALD THOMAS ESTAMOS ESPERANDO O SEU RETORNO, SEU TRATANTE!

  174. Alo Vampiro.

    Bom dia amigo.

    Pouco me importa se ateu és.Se assim desejas nada tenho com isto.Já disse que gostei do teu chamado.Repito que os interessado foram mais de trezentos.Que beleza.Todos falando em Deus.No mosteiro que visitei em Curitiba éramos menos de cinqüenta.Tirando destes os monges e o Bispo do Paraná que lá esteve para presidi a missa comemorativa sobram os hospedados.Meu filho,eu,mais três irmãos .Na missa vieram ainda cinco senhoras e dois meninos.Todos solenes e compenetrados.O ambiente chama e pede silêncio total.Quando conversei brevemente com os monges que conheci foi em ambiente reservado e em tom baixo.Fiquei muito impressionado com tudo.Principalmente com um padre e monge trapista chamado Francisco.Ele é judeu.Cidadão estadunidense.Participou e lutou e sofreu na guerra.Tem hoje oitenta e cinco anos.Aparenta menos que eu que carrego meus sessenta e sete.Conversamos em inglês que eu arranho dizem que bem os que me ouvem.Ele pareceu ter prazer em falar em sua língua Natal.Eu também fiquei satisfeito por que em português ele se expressa melhor do que eu.Vampiro ser ateu é tua preferência e eu a respeito.Espero que não te importes em ter um amigo católico.Quando eu tateava para entrar neste blog de ti recebi encorajamento.Portanto será um prazer sempre dialogar com você.Pode mandar o assunto que desejar que eu encaro.O que não souber eu busco no Google.Olha estou dialogando com o Contrera.Parece que por enquanto ele não vai dar as caras por aqui.Algo o chateou.Não sei bem o que.Acho o Contrera brilhante mas meio porra-louca mesmo.Quando você pensa que o entendeu ele literalmente te deixa confuso.Mais ou menos como o GT o descreveu.Não importa esta postura.Estarei por lá estes dias.Quem sabe eu o entenda e vice-versa.Depois como ele mesmo me disse a entrada é de graça e eu só tenho a ganhar.No mínimo aprendo mais sobre tudo.Assim como aprendi contigo na seção da feridas.Vampiro aprendi que o que meu pai dizia é verdade em qualquer assunto.Meu pai repetia que :comer e coçar são só começar.Aprendi em tua seção que para falar de Deus com muitas pessoas é só atacar.Você atacou e mais de 3 centenas de leitores comentaram.Obrigado Vampiro e um grande abraço.Eu e quem desejar ficamos com Deus.Ele fica ao teu lado te protegendo.Queiras ou não ele sempre estará ao teu lado.Esperando a tua chamada.Não se apresse nem se sinta obrigado a nada.Mas tenha a certeza que basta chamá-lo e serás de pronto atendido.Bye Vampiro.Gosto muito de você.Obrigado.

    Pacheco.

  175. Sandra

    “O melhor que eu pude tirar dele é a conclusão de que ou sou melhor que você.”

    Reflita mais um pouco, David: Se isso fosse verdade, você nem se daria ao trabalho de escrever o comentário.

  176. Sandra

    Oi Franciny! Há açai onde eu trabalho, mas não dá tempo de comprar! É PRAGA DO GERALD! Tudo porque ele ficou com vontade de comer jaboticaba.

  177. caca

    a minha geração informatizada e globalizada vive na velocidade de ter e ser sempre algo melhor, a última novidade, o último lançamento, a última notícia e então afundar-se no próprio umbigo… no fim não se tem nada e não se é nada…
    é um corre corre atrás do que nem se sabe o que é… e querer ser o melhor nisso tudo.
    as vezes fico observando e vejo um bando de perdidos desperados.
    sinceramente estou muito triste com tudo.

  178. Sandra

    Valéria, espero que você melhore rapidamente e volte, em breve, a nos encantar com seus comentários.

  179. Sandra

    Corvo, você argumenta de forma brilhante. Também tenho saudades de grandes debates. Hoje em dia, quem não sabe contra-argumentar quer pautar o argumento alheio: você não pode dizer isso, você deve mostrar coisas boas e ruins dos dos lados (ou seja, deve falar por mim e por você).
    Mas acho que a Internet está fazendo com que redescubramos o prazer do debate. Veja quais são os blogs com maior audiência. E depois que a descobrimos o prazer de uma boa briga (INTELECTUAL! NO CAMPO DAS IDÉIAS!), nunca mais conseguimos voltar ao patamar anterior. Nunca mais nos contentamos com menos.

  180. Glorinha

    Olá Sandra, sobre seu comentário ai em cima, me senti nesse lugar que você falou algumas vezes,
    quando me falta argumento então faço questionamentos para aprender e poder voltar com argumentos, acho que isso também é uma boa troca
    [] abraços,

  181. Oi, Gerald e pessoal, obrigado! Avise quando chegar ao BR!

    O Gerald esteve certo ao querer falar pessoalmente e não pela internet. É preciso o maior cuidado porque na linguagem escrita a gente não imprime o tom da voz, que é importante. Muita coisa pode parecer ofensa, sem ser. Rodrigo Contrera: sei que vc continua olhando esse blog. O problema, enfim, foi excesso de amor. Alguém até colocou que vc comenta o blog do Gerald no seu currículo na wikipedia! Agora ser comentador de blog virou currículo! vou colocar no meu lattes.

    Mais uma coisa: Gerald, vc recebeu o artigo “A Estranha Tribo de John Hemingway”? Camila Diniz do SLMG me ligou para dizer que achou lindo.

    BEIJING PARA TODOS

  182. Glorinha

    Lucio Jr,
    fui lá no link que vc sugeriu http://www.cultura.mg.gov.br/?task=forms&sec=6&cat=16&frm=6, me cadastrei.. foi muito fácil. obrigada!
    []

  183. Sandra

    Glorinha, mas é isso! É por isso que o debate eleva! Por isso é tão prazeroso! Temos fome de luz.

  184. gthomas

    Pacheco! Vamp! Que negocio eh esse? Passo algumas horas num aviao e quando abro isso aqui vejo que SE ESTEBELECEU O CONFILTO SIM !!!!

    bem, mas abrindo o computer em Sampa nessa sexta de manha, vejo que os dois ja se entenderam:

    Do O Corvo:

    “22/08/2008 – 00:13
    Enviado por: O CORVO
    É meu caro GThomas, não tem mais debates como nos anos seseenta e meados de setenta, acho que estou ficando com nostaugia? – os meus amigos sabiam argumentar analisar os fatos – ver as formas e conteudos, ninguem da minha roda iniciava um debate sem antes ter lido sobre o assunto em questão, sem estar seguro do seu argumento, ficavamos conversando noite a dentro sobre vários assuntos o que predominava era a política. Tinham os famosos PATRULHEIROS IDEOLÓGICOS, fui uma vitíma deles.’

    GT:- nunca andaremos pra tras, como Saul Steinberg desenhou: aquele coelho sentado em cima da tartaruga – o animal mais veloz sentado em cima do mais lento: RETROSPECTIVA era o nome do quadro, O colelho olhava pro lado esquerdo da pag e a tartaruga caminhava pro lado direreito da pagina.

    Caca: feliz em te ver aqui

    Fernanda: nostalgia infeliz e com pouca visao, Nanini iria fazer uma curta re)temporada no Culturao! Mas o teatro esta ali faz decadas e quem sofrera sao todos os agendados pra frente. Esse eh o problema. Nao somente os que estao em cartaz.

    LOVE
    G

  185. Glorinha

    Sandra, sim, a conversa é sempre boa quando todos podem residir nela, mesmo que o conhecimento não esteja ainda amadurecido ( se é que amadurece totalmente né),
    gosto das suas colocações mas as vezes fico um pouco “de fora”, sei que sou eu mesma a me colocar ali, mas é como lhe disse, as vezes me falta o argumento, então fico um pouco sem jeito…
    [[]] abraços,

  186. Sandra

    Bem-vindo à terrinha, Gerald!

  187. FRANCINY CHEQUER

    Ola Corvo, eu sei que e uma utopia mas eu gostaria de acreditar em a Republica de Platão , ou Lisis ,Hiparco. Fedro,Clitofonte, pois na utopia que eu acredito eles também, não custa sonhar, claro que quando vc acorda se depara com a realidade, imagina naquela epoca como por exemplo Lisis era filho de escravos, e se tornou discipulo de Platão, isso prova que os homens não são livres mas seus pensamentos sim, e concordo com vc sobre debates, hoje as pessoas leem pouco, pesquisam pouco, eles tem muitas informações ou acham que tem mas na verdade sao fragmentos de informação do ponto de vista de outros, muitos beijos

  188. Para Gerald Thomas deixar no blog e não na mente nem por um momento.

    A quem interessar e couber.Para um pequeno instante de leitura

    E para mim mesmo desabafar o que sinto e desejo que leiam.:

    Nunca subestimem a simplicidade.A idade e a razão envelhecem juntas.O coração pode rejuvenescer a qualquer momento.De velho se passa à criança.Crianças se bem observadas falam silabas e querem muito mais.É preciso enxergar o que pretendem dizer.Para que complicar o que pode ser entendido pelo mais fácil?!Para se exibir?!Enganar a si mesmo?!Meditem.Meditem e meditem.Tempos idos não voltam mais.São heranças que cada um guarda dentro do seu intimo.E revive quando deseja.De repente a felicidade está a seu lado.Procure e acharás.Basta querer.Amo todos vocês.
    Gerald brigar com o Vampiro?!Logo eu ?!Nem com Vampiro,Nem com o Corvo,Nem com o Targinosilva e nem com ninguém.São tantos que gosto neste blog.Veja o caso da Sandra,mandou beijos gentis para minha netinha sem mesmo a conhecer.Onde teria eu mais ternura?!Deu-se impressão de tentar ofender alguém?! A culpa

  189. O Vampiro de Curitiba

    Bem vindo à Banânia, Gerald!

  190. Atenção amigos.

    O texto acima não tem final completo.

    Estou fixando neste de baixo.Neste segundo.
    desculpem a falha.Ainda não domino esta M. de computador.Principalmente o tal de mouse.Rato de merda(desculpem).

    Pacheco.

    A quem interessar e couber.

    Nunca subestimem a simplicidade.A idade e a razão envelhecem juntas.O coração pode rejuvenescer a qualquer momento.De velho se passa à criança.Crianças se bem observadas falam silabas e querem muito mais.É preciso enxergar o que pretendem dizer.Para que complicar o que pode ser entendido pelo mais fácil?!Para se exibir?!Enganar a si mesmo?!Meditem.Meditem e meditem.Tempos idos não voltam mais.São heranças que cada um guarda dentro do seu intimo.E revive quando deseja.De repente a felicidade está a seu lado.Procure e acharás.Basta querer.Amo todos vocês.
    Gerald brigar com o Vampiro?!Logo eu ?!Nem com Vampiro,Nem com o Corvo,Nem com o Targinosilva e nem com ninguém.São tantos que gosto neste blog.Veja o caso da Sandra,mandou beijos gentis para minha netinha sem mesmo a conhecer.Onde teria eu mais ternura?!Deu-se impressão de tentar ofender alguém?! A culpa deve ser atribuida a difculdade que tenho de explicar para todos o que sinto.Anunciei que tenho pouco estudo comprovado em diplomas.Tudo que sei é o que aprendo.Aprendo a todo dia por busca incessante.E aprendo com todos voc~es.Obrigado.
    Pacheco.

  191. Sandra

    Glorinha, seus comentários são lindos!
    E, não! FELIZMENTE nunca se amadurece totalmente, pois aprender é um grande prazer.
    Respeito todos os que procuram crescimento, e identifiquei-me muito com você.
    [[[[[[[[[[]]]]]]]]]]

  192. Apenas para desabafar:

    quanto mais eu leio blogs na internet mais eu encontro o incessante desejo de exterminar toda e qualquer tentativa de parlamentarismo. parece que as pessoas não sabem discutir, e que discussão virou, mesmo, sinônimo de baixaria, quebra-quebra, etc.

    vamos todos viver numa redoma. é isso o que os barraqueiros querem. viver cada um na sua redoma, sem discutir, sem deliberar. que vençam os xingamentos e ofensas, dizem eles.

    tristerrível,G e Vamp.

  193. Sandra

    Gerald, a gente briga por prazer! E isso a gente faz com quem respeita muito!

  194. gthomas

    OBRIGADO LEITORES POR ME DAREM DE PRESENTE A MARCA DE 130 MIL HITS UM DIA ANTES DESSE BLOG COMPLETAR 3 MESES DE IDADE E JUSTAMENTE NO DIA EM QUE DESEMBARCO NAS VIZINHANCAS DO SEU MOTHER-HOST SHIP, IG
    LOVE
    G

  195. Sandra

    Obrigado por nos presentear com seu blog, Gerald! Os 130 mil hits são apenas retribuição.

  196. Antonio M.

    Esse blog é medido por metro e não por hits.

  197. Glorinha

    Gerald, me parece, agradeço a vc
    [[]]

  198. Glorinha

    Carcará Telecópico, viu, vc pode desabafar e ninguém vai lhe atormentar por isso…
    redomas são bonitas para se olhar mas estando o olhar do lado de fora…
    []

  199. Glorinha

    desculpe, na msg acima faltou… me parece que nós é que agradeçemos…,

  200. Glorinha

    talvez não muito a ver com o post mas acho que tá valendo,

    1cm de Maurren
    é quanto vale o esforço!
    grandes estrelas nesse céu ofuscam as pequenas, nem sempre intencionalmente mas, a história é essa.
    foi assim, chegando, correndo, pulando
    no pássaro (que não voa), 1cm , tão irrelevante para a imensidão do espaço,
    fez diferença
    pequenos são grandes lugares, depende de como lhe ocupamos.
    []

  201. È verdade.o individualismo , a solidão e a sensação de estarmos perdidos Não é pouca noção histórica é nenhuma .no admirável mundo novo muito revotril e thc prá entorpecer o tranco.A vida ela sim a única que mereceria atenção estámos no momento do valôr inverso..Miséria e kaos nem Dante em seus maiores momentos imaginaria. A Mama Africa essas merdas de religiões essa voracidade pobre África, pobre Brasil pobre de nós, do futuro.Somos bestas soltas com armas nas mãos..Nada de filosofia nada de discussões nada de Fellinni Sartre A campanha política então é uma piada pronta como votar como..O nível dos caras vc acredita, é ainda pior que o pior maluco que entra aqui no blog. As vezes dá vontade de fugir..mas prá onde?Rivotril..não gosto de remédio..vou me enfiar num filme do fellinni Não, não eu na verdade eu acredito que em algum lugar do mundo nesse momento há um novo Sartre e ele está tentando se comunicar ele stá tentando discutir as desgraças humanas e transformar isso tudo em interpretações literárias, dramáticas mas onde será o café desta vez?wl Welcome home G

  202. O CORVO

    Sandra, obrigado por suas palavras é que ontem a noite me bateu uma enorme nostalgia – fiquei lembrando dos anos sessenta e setenta e comparando com os dias atuais, devo estar ficando velho. Um abraço fraternal.

  203. Glorinha

    valeu a força. digo que há pessoas que querem a vida numa redoma. e eles não querem olhar de fora, eles querem de dentro de sua redoma para fora, e dizer que os outros estão errados. entende?

    mas nós sabemos que o mundo é maior. o carcará sabe que o mundo, do alto, é muito maior do que o mundo que a galinha vê.

    abraxxos

  204. O CORVO

    Minha querida Franciny, a utopia não pode morrer porque com ela morrem todos os sonhos – mil beijos.

  205. Antonio M.

    Nesse momento esta passando na Ntional Geographic um documentário sobre o Butão (que nome heim). Não sei se foi Deus, big bang, ou qualquer outra coisa, mas que esse planeta e maravilhoso, lindo, fantástico, ah isso é…Aliás, Sr. Pacheco, talvez o Sr. me responda, porque ainda não descobrimos outro lugar como este? Deus caprichou só no nosso planeta? Ou será que o vírus homem também habitou esses planetas a bilhões de anos e deu no deu: devastação. Será que não somos um vírus viajando pelo universo a cada big bang, construindo e destruindo.

  206. Aninomyous

    Olá pessoal, estou em uma parada para almoço, e o jerico me deu uma ideia sobre algo importante que eu não citei em minhas respostas anteriores, que mantiveram um tom político-socio-econômico…é sobre a Psicose…e a Esquisofrenia é uma delas, porém esta doença que foi citada (em tom pejorativo, mas que não deixa de ser o tom real, pois muitos surtos realmente são induzidos por drogas), então seguindo a ideia do jerico eu plagiei de algum lugar informações sobre a Psicose:
    1) Sintomas:

    Psicose significa um estado alterado da personalidade no qual a pessoa tem sensações que não correspondem à realidade e pensamentos que fogem ao seu controle. Uma crise típica de Psicose se caracteriza por alguns ou todos os seguintes sintomas:

    Alucinações auditivas, visuais ou olfativas
    Sensações e desconfiança de estar sendo observado, provocado, gozado, comentado, controlado, perseguido, vigiado, traído etc.
    Sensação de que o ambiente esta estranho.
    Agitação, confusão, agressividade.
    Não falar coisa com coisa.
    Insônia e inapetência.
    Sensação de que os mais diversos fatos não são coincidências mas sim que eles tem alguma coisa a ver com ela.
    Atribuição de significados diferentes a coisas reais que estão realmente acontecendo.
    Isolamento, não querer contato com ninguém, assumir um comportamento estranho.
    Pensamento bloqueado, interrompido. A pessoa parece que não consegue transmitir uma idéia até o fim.
    Desleixo com a aparência e a higiene.
    Alguns pacientes, principalmente quando a doença aparece na adolescência ficam meio pueris, superficiais, com um sorriso inadequado.
    Pode aparecer subitamente ou aos poucos.

    Não se pode dizer de maneira nenhuma que qualquer Psicose seja a doença Esquizofrenia.

    2) Causas mais comuns:

    Esquizofrenia
    Distúrbio Afetivo Bipolar
    Parto (Psicose Puerperal)
    Reação a alguns medicamentos (por exemplo Anfetaminas e Cortisona)
    Traumatismos Cranianos
    Álcool e drogas (principalmente Cocaína, Ecstasy, LSD, Cogumelos, Daime e Crack)
    Doenças físicas (por exemplo Lupus, Hipertireoidismo)
    Doenças Neurológicas (por exemplo “derrame”, tumores cerebrais)
    Em pacientes de idade avançada ela pode ser uma indicação que ocorrerá uma atrofia cerebral, por exemplo Doença de Alzheimer.
    Oligofrenia
    Alzheimer
    Uma situação estressante pode desencadear uma psicose.

    O mais comum é a combinação de duas ou mais causas.

    3) Exames:

    Provavelmente alguns exames clínicos e neurológicos serão necessários, mas quase sempre são normais.

    4) Tratamento:

    É muito importante que o tratamento comece o mais rápido possível. Às vezes não é possível tratar em casa, porque o paciente simplesmente não aceita que esteja doente nem aceita ser medicado.

    O tratamento é sempre medicamentoso, mas a Psicoterapia pode ser importante para a recuperação completa.

    Tratar uma Psicose sem medicação tem entre outros riscos, o de cronificação.

    5) Para a família:

    Paciência e compreensão. É importante tranqüilizar o paciente e explicar que as sensações que ele tem não são reais, mas em geral não adianta. Se ele soubesse que o que ele está ouvindo, vendo e sentindo não é real ele não estaria com Psicose.

    6) Observações:

    Às vezes o primeiro tratamento não produz melhora e resultado e tem que ser mudado.

    Mesmo que já esteja se sentindo bem, não interrompa a medicação.

    Uma psicose pode ser benigna e rapidamente curável, mas também pode ser prolongada, difícil de tratar, ter recaídas, ter fases de depressões e de trocas de medicamentos.

    Para os pais de pacientes jovens, na faixa de 14 a 24 anos: o tratamento não deve e não pode esperar. As conseqüências de uma cronificação podem ser catastróficas. Existem casos de pais arrependidos por não terem tratado a tempo, mas nunca por terem forçado um tratamento mesmo que contra a vontade do paciente.

    7) Depressão pós psicótica:

    Algumas vezes, quando a Psicose desaparece, o paciente sente-se cansado, desanimado, sem pique para fazer as coisas, triste. A primeira reação dele e da família é de desânimo, pois justamente quando tudo parecia ir bem surge essa depressão.

    Essa depressão é pode fazer parte da evolução da Psicose, como se fosse um estado de esgotamento do cérebro após ter “funcionando demais” por tanto tempo. O lado bom é que geralmente as Psicoses que terminam em depressão têm um prognóstico melhor do que as que não provocam depressão.

    8) Uma palavra sobre Sintomas Positivos e Sintomas Negativos:

    Sintomas positivos são os delírios (alucinações, idéias persecutórias, etc.). Eles são bem mais fáceis de se tratar.

    Sintomas negativos são a falta de interesse, atividade, pique, ânimo, vontade de mudar a situação, apatia, puerilidade, etc. Os sintomas negativos antigamente não tinham tratamento, mas hoje em dia tem.

  207. Aninomyous

    Errata “Olá pessoal, estou em uma parada para almoço, e o jerico me deu uma ideia sobre algo importante que eu não citei em minhas respostas anteriores, que mantiveram um tom político-socio-econômico…”

    hehehe…Na verdade é comentários anteriores e não respostas….estou ficando neurotico com este jirico falante, vou chamar o Chrek para dar um jeito nisto…hehehe… 😛

    Falando sério, o Sistema atual induz a este tipo de problemas, a hipocrisia da droga ilegal que é encontrada em cada esquina, que emprega diversos marginais e também policiais corruptos em seus salários chamados de ‘arregos’…os Surtos Psicoticos podem ser frutos desta falta de controle do Estado, este abandono Social, onde os bandidos armados até os dentes distribuem essa doença como se fossem doces para crianças…
    Tem também o estresse e outras causas…por isso vivemos neste caos, e por isso também sou da linha de pensamento que afirma que as próprias Sociedades é que criam seus Monstros.
    Abraços.

  208. Fernanda

    Gerald,

    to saindo para Paraty e não tenho tempo pra futricas!

    segunda-feira volto e responderei à altura!

    GK!

    sem mais,

    FERNANDA

  209. Edward

    Aninomyous

    Você tem um problema sério e precisa ser tratado!

  210. Edward

    MEU DEUS MEU DEUS UM AVIÃO ESTÁ VINDO EM MINHA DIREÇÃO AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHH!

  211. Aninomyous

    Xi…acho que estou ficando psi…squi…squilótipco….
    O que é que vc está olhando? falou comigo? hein? oque?
    Eu ouvi hein! vcs estão me gozando? hein? hein? hein?
    Gerald Thomas! foi vc! vc me chamou de squi..psi…isso ai? ooooooolha!
    AHAHAHAHAHUAHUAHUA….Brincadeirinha! mas serio mesmo, não se brinca com estas coisas! hahaha…não é? o que foi? discorda? o que vc está olhando? ahahahahaaaaaaaaaa.

  212. Aninomyous

    Tô vendo também que deve ter chovido ‘tesouras’ em algum lugar…abram seus guarda-chuvas de aço!

    A psicose é quem explica os ‘individualismos’ e não o contrário…hein? vc não perguntou nada? tá me chamando de quê? ooooooolha! eu ôvi hein! eu ôvo tudo!
    Abraços fraternais.

  213. Aninomyous

    Para quem não conhece o Edward…com a licença (ou sem?) vou linkar uma foto…

  214. Aninomyous

    Bom, vou aproveitar enquanto o Chrek não chega para tirar este jerico de seu ostracismo para com minha pessoa e ve de o desempaca de vez…(o pinochio disse que ele já está chegando), e vou teclar mais alguma coisinha…

    Atualmente a inversão de valores explica tudo isso, e é mais normal ser louco do que sadio…os Surtos Psicoticos são minimizados , os loucos são mandados para casa sem tratamento ou acompanhamento nenhum, e por isso tantos casos absurdos de violência, sempre sob a otica de algum especialista de forma tendenciosamente a ‘normalizar’ como se estivesse tudo bem…a norma agora é essa, e desconfio que vocês (não eu!) estejam todos malucos, precisamos urgente colocar doses maciças nas estações de tratamento de água (tipo flúor), com anti-psicoticos…e tenho dito…oque? ha?….ops! vou voltar à viajem pois o burrico acordou!
    Até.

  215. Aninomyous

    Pessoal, o burrico fugiu! ou será que minha psicose está passando?

    Estou num ponto qualquer do planeta, e queria concluir mais um pouco neste ponto da doença ‘psicótica’…porque já tive contatos, fui colaborador de ONGs, etc. e posso garantir que a psicose não é apenas um ‘efeito colateral’ delas, mas sim um resultado muitas vezes irreversível para os dependentes químicos…a minimização destes problemas só ajuda a aumentar os outros.
    Estas pessoas citadas, com chiliques, tremeliques, ataques de pânico histriônicos e saltitarem acrobaticamente, água saindo pelos poros e olhos, como se fossem bufões numa péssima imitação dos Simpson’s se os personagens estivessem todos “ligados” de cocaína! que realmente fazem estes usos (hidróxido de cocaína) alcool em demasia, etc. tem problemas psiquiátricos que levam à destruição mesmo, de necroses (como citei em ‘necrosados’) até a atrofia gradual do mesmo! (semelhante ao Alzheimer), ok? por isso mesmo sendo ideia do jerico, que ‘tirou o corpo fora’, eu vou deixar mais isso concluindo minha participação.

    Para os estressados, busquem meditação, relax, energização, etc. porque isso com uma vida saudável já é um grande auxiliar na prevenção de tais manifestações…por isso falei que irritação é sinal de fraquesa…blah blah blah.

    Agora falando sério, se alguém encontrar o burrico, diga para ele que se eu o achaaaaaarrrrrrr….hahahahahahaaaaaaaaa 😉

  216. Aninomyous

    Ih…vcs viram esse sintoma?
    “A pessoa parece que não consegue transmitir uma idéia até o fim.”

    Minha psisquisitice tá voltando! socorrrrrrooooooooo!
    ahahahahahahahaaaaaaaaa…
    Pra provar que não sou flood e nem psi….squill..isso aí…vou encerrar agora,…digo agora…

    Não…agora…

    agora!…

  217. Sandra

    Até que, depois de brigar durante a semana inteira, estamos na paz hoje!

  218. O CORVO

    Meu caro Pacheco, respeito muito as suas opiniões, sua posição ideológica e religiosa, podemos divergir sempre – brigar e ofender nunca.
    Um abraço do Corvo.

  219. Edward

    Aninomyous

    Você, ainda não percebeu ô, maluco, que você já está falando sozinho?

  220. FRANCINY CHEQUER

    Nossa vivemos em uma redoma de vidro, me desculpe estou de saída da minha redoma. mas não vai ser para limpar chaminé como o pequeno principe, estou indo para a cabelereira e para shopping fazer compras, mas por favor contenham os comentarios cheio de maudade, beijos a todos, eu vou voltar aí eu conto como foi as compras, Vampiro me desculpe essa eu não aguentei, beijosssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

  221. FRANCINY CHEQUER

    Vampiro favor não postar mas aquele comentario, como sao as mulheres, eu achei meio baixo, mas posso dar uma ideia para texto, pois eu acho que os homens tem medo de mulheres independentes, poderiaos debater isso, mas foi só uma ideia, beijos

    favor não postar

  222. FANTASMA QUALQUER

    Guero explorar minha magnanimidade, por conseguinte,portanto,vamos deixar para trás toda ignomínia neste locutório, quero riquezas de espírito, sem me locupletar em mesquinharias vãs e neste pensamento lógico quero explicitar sem logogrifo, sem insinuar numa charada extenuante e sem artifícios para se fazer amado !
    Às coisas tristes não sou afeiçoado, sou fantasma mas não sou boçal…e nem fúnebre e ou sombrio e nesta lucubração tiro proveito sem ludíbrio pois tenho os triunfos da paz.
    Venho de uma estrela distante…e estou aqui para iluminar e debater se preciso for procurarei um luminar, pois aprender eu também preciso. Abraços e bom fim de semana a todos !

  223. everaldo

    Desculpem-me interromper o papo, com êste comentário alienígina
    Lembro um olhar
    Lembro um lugar
    Teu vulto amado
    Lembro um sorriso
    E o paraíso
    Que tive ao teu lado
    Lembro a saudade
    Que hoje invade
    os dias meus
    Para meu mal
    Lembro afinal
    Um triste adeus
    Sou agora
    no mar desta vida
    Um barco a vagar
    Onde está teu olhar
    Onde está teu sorriso
    E aquele lugar
    Eu devia sorrir eu devia
    Para meu padecer ocultar
    Mas diante de tantas
    lembranças
    Me ponho a chorar

    Houve uma época em que as pessoas não eram descartáveis, uma separação gerava um paema, e em que o produto valia mais que a embalagem.
    Só pra quebrar a monotonia da paisagem.

  224. FANTASMA QUALQUER

    Antes de despedir quero lembrar um detalhe, que foge ao assunto geral. Porque o fracasso dos brasileiros nas Olimpíadas???
    Numa relação de pais e filhos, segundo a Psicologia, quando há muita pressão….os filhos hão de fazer o “contrário” aos desejos dos pais( só para contrariar )
    A equipe olímpica e a “Seleção” do Dunga está na hora de contratar um psicólogo para acompanhamento dos atletas durante “os jogos”. Os brasileiros normalmente fazem uma pressão terrível sôbre os nossos craques…e o medo de errar ou amarelar…o inconsciente pode levar “estes atletas” a contrariarem o desejo dos brasileiros……. Ajudem-me a raciocinar neste campo e vocês verão a necessidade de mudanças na estruturação técnica….mudar o Dunga..não vai resolver ,temos mudar o comportamento psicológico dos jogadores brasileiros, pois campo expectral e áurico é muito mais amplo. Analisem!!

    By.

  225. Valéria

    olá, obrigada pelo carinho das pessoas.

    ainda estou frágil, mas.

    Ouvir e ser ouvido, falar e calar, é difícil este equilíbrio. Tudo atinge e se amplifica, e o que é pra ser resolvido se esvai junto com as críticas.

    Será que a maneira de a gente pensar e agir não começa lá na infância, na escola, onde só ‘aprendemos’ e não trocamos com os professores? Claro que tô reduzindo tudo a uma agulha… Só sabemos dos fatos, só vemos as verdades, os documentos, as opiniões ditas verdadeiras. Todo mundo aprende a dizer o que tá certo, o q tá errado, o que aconteceu, a ser pontuado, a aprender como deve ou não ser feito etc. Depois o mau tá feito: somos verdades ambulantes. Como descobrir as frestas, os poréns, as dores e pensares de cada um? Tudo é às avessas, a gente deveria ter aula de ouvir e escutar, de falar, de ter afeto…

    Não li todos, tá difícil ficar aqui sentada, mas queria dar um oi, mesmo que confuso e infantil.
    bjim

  226. Edward

    Cajuína

    Caetano Veloso

    Composição: Caetano Veloso

    Existirmos: a que será que se destina?
    Pois quando tu me deste a rosa pequenina
    Vi que és um homem lindo e que se acaso a sina
    Do menino infeliz não se nos ilumina
    Tampouco turva-se a lágrima nordestina
    Apenas a matéria vida era tão fina
    E éramos olharmo-nos intacta retina
    A cajuína cristalina em Teresina

  227. FRANCINY CHEQUER

    Sandra acho que vc está falando cedo de mais, a respeito de estar em paz, pois tá rolando umas agulhadas, feias, principalmente aquele comentario sobre as mulheres eu achei baixo e vulgar, como foi generalizado, beijos Sandra Corvo meu querido obrigada por achar que eu tenho que manter meus sonhos, Vampiro eu não te amo mais, e vc sabe o porque

  228. O Vampiro de Curitiba

    Franciny, eu, de minha parte, amo todas as mulheres. Inclusive as gordas e chatas.

  229. Antonio M.

    Aninomyous,
    ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaahahahah
    de que hospício você esta escrevendo? Manda um abraço pro Shrek.

  230. Tene Cheba

    Anos setenta, foi o bode do século vinte, tudo flutuava, Guerra do Vietnã terminava, a Guerra Fria congelava, em uma maresia entediante, a ressaca dos anos sessenta. A União Soviética, devido ao seu gigantismo, já começava ruir, o colapso já estava programado, Marx falhou e como falhou, matou mais que a febre espanhola, a peste vermelha começava a definhar. Nos Estados Unidos depois da catástrofe Jimmy Carter, surgiu o vigoroso Ronald Reagan que tratou logo de liquidar o que tinha que ser liquidado. E nós por aqui, plantávamos o nosso futuro, com a língua cortada, ninguém falava e o pau comia nos porões da ditadura. Mas no Brasil não tivemos anos sessenta, não acompanhamos o mundo, Bossa Nova e Jovem Guarda, são manifestações plenas da contracultura, o mundo pegava fogo, e o Brasil ia de Vanderléia e Vanderlei, Roberto e Erasmo, afora o meu limão meu limoeiro, Crush, quero o ,meu prozac.

  231. thais

    essa guerra fria quer é guerra –

  232. Tene Cheba

    Assisto vez ou outra o Canal Brasil, tem um filme que é muito reprisado, que me deprime prá burro, “Prá Frente Brasil”, um filme do Roberto Faria tão primoroso quanto Eles não Usam Black- tie, um sufoco assisti-los.Estes filmes mostram um pedacinho da nossa sombria história. Lula se alimentou e parasitou o suor de quem lutou prá valer contra a ditadura, o seu discurso que mais parece um ruído, me incomoda. O Brasil jamais será parlamentarista, porque jamais teremos o voto distrital, o seu principal fundamento.Ouvir de uma pessoa formada em Psicologia que anulará seu voto nas próximas
    eleições, é o nosso fundo do poço.Mas como bem disse o nosso estimado presidente, em uma solenidade em Minas, somos todos uns babacas, usando como pano de fundo os críticos do ProUNI. É, vamos passear enquanto o seu lobo não vem. A vaidade de Fernando Henrique, produziu esta anomalia quixotesca.

  233. Tene Cheba

    O tema do post, fala sobre o noso comodismo, o Homem globalizado, perdeu a capacidade de se indignar, a mesma China que promove as Olimpíadas, que se banha no ouro olímpico, espeta a humanidade com a barbárie de Darfur, sentencia àquele povo a paranóia homicida dos árabes sudaneses que querem limpar os seus solos empurrando o sangue para os nossos livros de história.Eles não são humanos, eles são inocentes, e esse grande defensor do povo, Lula, não move o Itamarati para gritar.Pior que um meteoro errante, chocando-se contra a Terra, são cabeças degoladas chocando-se contra a terra.

  234. Rio 18

    Valeria minha querida, ouça essa música ,pois tenho serteza que vai te trazer algum conforto http://br.youtube.com/watch?v=nIEqvudRO84 , esse é meu mundo!

  235. Gilda

    Dearest G,
    fiquei meses sem entrar e hoje vi que mudou, está em casa nova. Acabei de Postar no uol sobre um artigo do Àtila, mas de agora em diante seu blog é aqui. Certo?
    Sorry, passei apenas para dar um Oi a todos e um beijo grande em vc.
    Brevemente estarei frequentando este seu blog que na verdade é a nossa casa, aonde nos elogiamos, trocamos idéias, carinhos, farpas e tb lavamos a roupa suja . O blog é seu, mas a casa é sua e nossa, pelo menos é assim que sinto. E é muito bom me sentir em casa.
    beijos pra todos!
    Namastê
    Gilda Aché Taveira – RJ

  236. O CORVO

    Francuny, estou com siumes do vampiro, mil beijos do covo

  237. O CORVO

    Meu carro t
    Tene Checba, concordo com você os anos setenta foram barra, SÓ DE AGUENTAR A JOVEM GUARDA, foi muito para minha alma de jazista e de blueiro, e ainda chamam isso de movimento musical, mas teve a bossa nova que iniciou como uma música da classe média e acabou ganhando o mundo, os grandes nomes do jazz ate hoje incluem em seus repertórios classicos da bossa nova.
    Na minha opinião a jovem guarda foi o lixo musical dos anos setenta, escapei por pouco de ir para o vietnã eu era um porra louca, mas a partir de convesas com pessoas mais esclarecidas mudei de idéia de querer ir para o Vetnã ou para a^Legião Estraqngeira por causa de mullher, não tinha nada de ideológico, e sim coisa de porra louca. nem sei porque estou falando disso devo esta meio de porre.

  238. Cristina

    Que bom, por esse texto. Ainda existe vida inteligente na terra!
    Que triste que a raça humana está exatamente assim.

  239. Sr. Fantasma. Jogo nada tem haver, ou pouco tem, com psicologia, tem haver com matemática, Ouvi na televisão que a seleção tinha jogado três vezes com a Argentina e três vezes ganhou. Em um jogo de futebol temos três possibilidades, ganhar, empatar ou perder. Em três jogos têm 3 x 3 x 3 = 27 combinações de resultados. A combinação acontecida ( 1, 1 ,1)foi favorável ao Brasil. Em quatro jogos temos 3 x 3 x 3 x 3 = 81 combinações. À medida que aumenta a seqüência, aumenta a dificuldade. Por essa razão, os times de futebol não conseguem uma grande seqüência de resultados positivos. Outro fator importante usado, erroneamente, nos jogos é a fé.
    A mídia esta, constante, mostrando os nossos atletas, os nossos fenômenos, omitindo os adversários, nos induzindo a um erro de avaliação. Temos fé que seremos campeões, subestimando os adversários. Um professor de matemática, nos EUA, incumbiu vários alunos de jogarem uma moeda 200 vezes para cima e anotar o resultado, cara ou coroa, com uma ressalva . Alguns vão jogar a moeda, e outros vão imaginar 200 resultados e anotar, e eu vou dizer quem jogou e quem, somente imaginou.
    Como ele conseguia distinguir uma coisa da outra?. Analisando a seqüência. Uma coisa que eu consegui descobrir, sozinho, todo jogo é equalizado com uma zona maior de premiação. Dessa forma, o jogo não é totalmente, aleatório.

  240. FRANCINY CHEQUER

    Vampiro gordo eu não sou, mas chata um pouco, parece que a guerra fria deu uma esquentada, mas uma coisa se pode dizer da guerra fria os homens escondiam o seu lado cruel, não era aparente, hoje não vc olha para os homens e ve uma crueldade estampada, que chega dar medo, eu me lembro de um filme o titulo é o ultimo rei da Escocia, e nele mostrava o lado cruel do homem, e que ele ao mesmo tempo tinha prazer com aqui tudo, e ao meu ver não mudou nada, só mudaram as torturas, pois hoje pendurar um homem pela pele, como uma roupa, como este rei fazia e cruel, mas as torturas da guerra fria será que não foram piores? o homem e um animal racional ou iracional?
    por que a essencia do homem e violenta, por que ele senti prazer com isso? nunca entendi e acho que vai ser muito dificil encontrar a resposta pois acho que todos somos um pouco cruel

    beijos para o G.T. espero que tenha feito uma boa viagem, Vampiro um grande beijos Sandra comi açai agora pouco e Valeria estou mandando bastante pensamento positivos para vc, de coração, Corvo sabe que eu te adoro como sempre um perfeito Lord

  241. ernani

    Gerald ! Sempre leio os seus textos , às vezes todos de uma vez qdo fico algum tempo sem acessar o blog .
    Todavia , parece-me q o design do seu atual blog atrapalha um pouco a leitura . O do UOL era mais clean e interessante (em termos de paginação) , havia clipes postados . Enfim , fica aqui uma sugestão para vc mandar a equipe IG melhorar o layout . Grande abç ,
    http://ernanimourabrito.blogspot.com .

  242. Sandra

    Franciny, já reparou que quem faz comentários detonando as mulheres, em geral, está sozinho?

  243. república dos fornicadores do bras-vil , lixeira das guerras do mundo
    27 feudos ,5673 principados, 77 milhões de parasitas, 123 milhões de escravos remidos,ser brasileiro é o pior negócio do mundo,
    artigo 12 ,2 -a e 12 ,2 b&1 , porto pirata a 508 anos………………….
    ser brasileiro é retorica ,pedante, o brasil é de todos menos dos brasileiros pac,pac pac……………………..renegados.
    http://www.bairrovilaolimpia.com.br/veladeignicao, perdi mais esta………
    artur sos dkw…………………..

  244. república dos fornicadores do bras-vil , lixeira das guerras do mundo
    27 feudos ,5673 principados, 77 milhões de parasitas, 123 milhões de escravos remidos,ser brasileiro é o pior negócio do mundo,
    artigo 12 ,2 -a e 12 ,2 b&1 , porto pirata a 508 anos………………….
    ser brasileiro é retorica ,pedante, o brasil é de todos ,menos dos brasileiros pac,pac pac……………………..renegados.
    http://www.bairrovilaolimpia.com.br/veladeignicao, perdi mais esta………
    artur sos dkw…………………..

  245. CF

    O Gumbrecht tb está no Brasil (terça que vem vai falar na Casa Rui Barbosa/RJ ou algo assim…).
    Hj seu seminário foi sobre a latência do pós Guerras, esse estado em que não se pode definir por conceitos o problema intuído. Mas ele está presente, incomodando, destruindo subjetividades… Nessas horas a arte fala e quando é ouvida vem logo uma metralhadora, um incêndio… ou, mais perigoso!, um marchand! Ainda assim, continuo otimista com a multidão, sob a influência do Negri/Hardt (ou estou na mesma influência daquela lady do Cassavetes?)

  246. elisabeth faria gadea

    Em vez de você criticar e reclamar, porque você não agradece
    a Deus por estar vivo, ter dois braços, duas pernas perfeitas,
    estar enxergando e com saúde, enquanto tantos nem isso
    tem, e nem por isso reclamam.
    Se liga gerard.

  247. FANTASMA QUALQUER

    Prezado TarginoSilva. Sua contribuição é importante. A matemática ajuda …mas se a pessoa não tem cabeça o corpo padece. A psicologia iria ajudar a desvendar certos mitos ou crenças errôneas que a pessoa traz consigo….como suportar com mais facilidade….determinadas pressões na arena da vida e nos embates dos jogos e como motivar os jogadores ,aumentando-lhes a auto-estima sem apoquentar.
    Insuflar um ser humano à vitória é bem diferente de investigação de propriedades elementares de números inteiros e racionais. A definição estratégica de uma jogada abstraindo-se em possíveis e diferentes pontos de ataques no campo, aliado à psicologia de entender a si próprio e o adversário…iríamos assim render graças às possibilidades infinitas que a lógica da matemática traz no terreno delas. Seria avançarmos no campo dos esportes criando um princípio básico e indiscutível. Corrija-me se estiver errado. Abraços.

  248. FANTASMA QUALQUER

    Olha bem Targino..de nada adiantará a Psicologia, a Matemática se não juntarmos a estes ingredientes a preparação e a resistência física dos atletas. Obrigado.

  249. Sims

    ta doido!!!!

  250. Sandra

    Elisabeth, você entendeu como reclamação? Eu entendi como esporro.

  251. adriana

    Lindo texto!
    Concordo plenamente que o desconhecimento da hístória contribui para a morte da tolerância, mas não só isso. Antes éramos um ou dois, hoje somos milhares, milhares de pensamentos influenciados por todo tipo de droga propagada aos quatro cantos da terra pelas vias mais notórias. Mas será que tal tolerância algum dia existiu?
    Como tolerar, por exemplo, o venezuelano Hugo Chávez? Nem o o rei da Espanha, Juan Carlos conseguiu! Mandou-lhe um, “PQ NÃO TE CALAS”?!! Está cada vez mais difícil. heheheh
    Talvez os chiliques e tremeliques não vinham a público tanto como agora. Vamos celebrar as diferenças e continuar tomando o rivotril. Não há futuro sem chiliques e tremiliques! Beijos.

  252. Meu caro Fantasma. O que eu coloco aqui são opiniões, provocações para iniciar o debate. Não me sinto qualificado para dizer o que é ou o que não é verdade. Há muito que aprender. Eu penso que as pessoas são muito subjetivas e pouco racional. É muito fácil ter fé, acreditar em formula mágicas que ir a fundo,esmiuçar, quantificar, avaliar com precisão. Como já disse, é infinitamente mais fácil errar que acertar, se imaginarmos que a verdade é uma só. Quem assistiu Jornada nas Estrelas lembra do oficial de ciências, o vulcano, o Spock (?). Esse é um ideal a ser atingido.

  253. Dagom Dclxvi.

    O fruto seque a órbita.
    É uma pena, mas a metade da laranja já foi devorada.
    Logo não existirá a sombra que hora é estampada na parede externa do casebre.
    Logo não existirá o dia a dia, logo não existirá a fome, pois ela vai passar.
    Não existirá o sono, quem dirá o sonho.
    Tudo vai passar…tudo vai recomeçar.
    E agora Gerald?

  254. Dagom Dclxvi.

    Desculpe…Gerard.

  255. Stefano

    Nada de novo no front

  256. adriana

    Franciny,

    Eu concordo com vc, seu amigo Vamp não deveria ter falado daquele jeito da ex-mulher dele. Coitada.

  257. Antonio M.

    Tene Cheba,
    eu era criança no fim dos anos sessenta (tinha 10 anos) e já gostava de música e curtia a Jovem Guarda. Os primeiros bailinhos rolava ao som deles. Se era contra contura, o mundo todo tbem estava nesse barco porque assim como hoje nós éramos americanizads. Iê Iê Iê, lembra? Calça Lee desbotada que eram contrabandeadas, Beatles, Elvis, etc… Lembro até do assassinato do pres. kenedy, pessoas choravam por aqui. Eram músicas simples, inocentes, mas e daí? O que temos hoje? Créu, mulheres saladas de frutas, Latino, Lacraia, Leonardo, KLB,
    e muita merda mais. Prefiro contra cultura do que toda essa diarréia musical. Eu morava numa cidadezinha de dez mil habitantes, era criança, e lembro-me das manifestações entudantis contra a ditadura, vietnã… era um garoto, que como eu, amava os beatles e os roling stones. Eu acho que você dormiu na década de 60 e 70. Marx não falhou, quem falhou foram os maníacos assassinos pseudo intelectualizados que tomaram o poder e se perpetuaram pela força. Eles limparam a bunda com os livros de Marx.

  258. Antonio M.

    Corvo,
    porque só o que a gente gosta é o que presta?

  259. O CORVO

    Meu caro Antônio M, é simples é uma tendência natural do ser humano achar que o gosto dele é que presta – não pode é querer destruir e proibir as outras manifestações – agora mesmo você esta detonando com um monte de “estilos musicais” que eu também detesto ai nos vamos concordar que o nossos ouvidos não são PINICOS.
    Eu sou um crítico ferrenho da jovem guarda, não pelo fato de muitos acharem que seus representantes eram alienados – a maioria do pessoal da bossa nova também era alienada, principalmente os adimiradores a turma da classe média, mas eu gostei do estilo e curto ate hoje.
    No caso da jovem guarda se espremer sobra muito pouco de qualidade musical é a minha opinião.

    Agora quanto a teoria marxista eu não concordo com você é conversa para muitas laudas – o velho Marx tinha razão em alguns pontos, mais se você analisar o todo da sua obra vai encontrar muitas contradições, principalmente quanto ao mateialismo histórico e a aplicação da dialética que ficou com vários furos quando examinamos a colonização do novo mundo.
    Esse assunto é muito árido para ser debatido em um blog vai ocupar muito espaço, vamos ficar por aqui.

    Um abraço do Corvo. (É CRÉU – CRÉU – CRÉU TÁ TUDO DOMINADO TEM UMA FESTA NO PRÉDIO AO LADO DO MEU QUE ESTA TOCANDO O REPERTÓRIO QUE VOCÊ CITOU)

  260. Carmen Filgueiras

    Errata: palestra do Gumbrecht na Casa Ruy Barbosa, segunda às 15h.

  261. O Vampiro de Curitiba

    Pessoal, tem texto novo lá em cima!

  262. Claudio

    Ahhh…resume para depois eu ler…vou dormir.

  263. Olha, não é só isso não. Há mais um projeto de Lei em andamento. Agora é a Lei Seca do Cigarro. Que acham? Autor: Dr. Talmir (PV-SP). O povo explodindo diante da omissão do governo na resolução dos problemas do País e, os Parlamentares nas nuvens. Estão preocupados agora com o gasto excessivo dos contribuintes. Gastar com cigarro? Não pode!
    Fumar é questão de fórum íntimo. Livre árbitrio. O que concerne aos Parlamentares é a vigilância no tocante à fabricação, venda, e distribuição do produto (cigarro), se estão sendo cumpridas às exigências legais. O que concerne a eles é a informação dos danos que pode causar o fumo.O povo precisa exorcizar seus fantasmas de outra maneira. Que tal fazer caminhadas? Ou corridas? Poderiam agora, diante dessa enxurrada de medalhas, prepararem-se para a próxima Olimpíada, que por sinal, o País se candidata a realizar. Como vocês preferirem. É proibido fumar no trânsito! Genteeeeeeee! É aí que Deus entra numa hora dessas. O cidadão CRENTE aproveita a hora no trânsito para orar e pedir a Deus que ilumine esses homens. Que eles aproveitem melhor a instrução e a oportunidade que tem.
    É preciso que eles próprios leiam aquilo que já está feito e apliquem no dia-à-dia. Nossas Leis são completas. Proibir o fumo! Julgue-se por analogia às leis já existentes, como é o caso do tóxico. É preciso que todos nós nos manifestemos para que essas pessoas percebam o quanto são rídiculas e inúteis. Cada Projeto de Lei, o povo deve sair às ruas. Todavia é necessário, um comando, e quem se arriscaria? Será mesmo que a ditadura acabou?
    Ao invés de criticarmos somente, arregacemos às mangas. Vamos pegar no batente. Fazer um pouco de esforço físico não faz mal a ninguém. Vamos tomar o remédio que queremos receitar para os outros. Há teoria de mais. Há ciência demais. O que falta é trabalho, mesmo! Deixemos os sonhos e passemos à realização. Todo o povo brasileiro, do mais pobre ao mais rico tem sonhos. Todos querem alguma coisa. Falta aqui o uso da fé, pois a fé dá a firmeza necessária para a realização dos mesmos sonhos e desejos. Se não podemos contribuir para a realização de um sonho comum, façamos cada um a nossa própria realização. Com certeza o país agradecerá.
    Um país tão desigual como é o Brasil falar em realizar Olimpíada. É muito descaramento. Falta vergonha na cara dos políticos e dos cartolas do esporte. Falta brio, mesmo! Como fazer uma festa com a casa desarrumada? Como fazer festa com a casa suja? Como fazer festa quando um insetozinho qualquer acomete tanta gente? O que pensar dessas pessoas? O que esperar dessas pessoas? Será que tem alguma cultura? Ou a cultura deles é simplismente a da exploração? Essas pessoas só pensam nelas próprias. Só pensam no próprio umbigo. Nós os elegemos para que eles administrem a COISA PÚBLICA, conquistada à custa do suor e sangue do trabalhador brasileiro e, eles o que fazem? Querem se mostrar a si mesmos. É preciso mais. Para mudarmos é preciso que tenhamos a coragem de enfrentar os problemas. Por que solução existe, o que falta é a vontade real de agir. Vamos começar hoje o trabalho. O que tem mais cultura instrua o de menos cultura. Você pode começar com a sua empregada, com o seu empregado. O que precisamos é de amor ao próximo. Deus nos deu à vida e nos dará muito mais se o solicitarmos, basta sermos humildes e reconhecermos que nada sabemos e, nada podemos, mas o que sabemos isto será usado em prol de todos. E aqui, repito o que diz a biblia: Dai de graça o que de graça recebestes.

  264. Paulo

    Gerald, welcome back to where you once belonged. Continuo voltando e postando no seu blog por que acho ele muito bom mesmo. Uma pergunta, como voce lida com a projecao das pessoas? Uma minoria parece te conhecer pessoalmente, outros
    postam de uma forma generica, e outros projetam de uma forma
    absurda, eh para isso que muita gente quer ficar famosa, para virar tela de projecao de meio mundo?

  265. Antonio M.

    Ahahahahahahahhahah, abraço Corvo.

  266. O CORVO

    Tá maluco Paulo, quase todo mundo entra no blog com apelido só pelo prazer de debater algum assunto – tirando os malas o nivel é ótimo – não entendi essa de projetar de forma absurda – você deveria ser mais especifico em suas críticas.

    Quem é conhecido é o GThomas e com todos os méritos de sua longa carreira como autor diretor e principalmente agitador cultural esse é o verdadeiro sucesso do blog, nos somos somente meros coadjuvantes.

    Paulo um abraço sem polêmicas.

  267. Atenção Maria.

    Vampiro,Corvo,Targinosilva e até Gerald Thomas.

    Comentário endereçado para Maria .

    Maria são tantas.Eu mesmo tenho uma irmã que é Maria.Mas agora falo com a Maria que acabo de ler o que ela enviou.A Maria que está acima e identifica-se pela postagem que foi as 22 29 do dia 23/08/08.

    Simplesmente adorei o que li.É a confirmação do que eu sempre digo ao justificar minha procura no blog.Neste ou em outros que freqüento.Busco a opinião de outros que participam e aprender sempre mais um pouco de tudo.Teu comentário eu classifico como uma verdadeira aula.Claro que os outros comentários tem o mesmo valor.Todos são bons.Não só os que batem com nossas idéias mas também os que as contrariam.Estamos todos no mesmo barco e participando o que é o mais importante de tudo.Este que a Maria nos mandou eu li diversos assuntos de uma vez.Concordo com tudo que ela (a Maria) disse e até o que tentou dizer.Tem muita coisa para ser lida nas entrelinhas.Continue a nos brindar.
    Quero ainda dizer para outros amigos o seguinte.
    Targinosilva.Gosto muito quando leio teus argumentos.A tua posição de preferência religiosa eu respeito embora não seja idêntica a minha.O que absolutamente não impede que eu concorde que demonstras inteligência e preparo quando defendes tuas convicções.São tuas.As minhas são mais modestas e simples e talvez por isto eu me contente com o que te parece pouco.Cada um fica com o que tem.
    Veja o modo como eu encaro as posições do Vampiro e do Corvo.Nem sei quem são e o que realmente são.Sei que gosto dos dois.E porque?!Sei lá.Para gostar não precisa muita explicação.Os anônimos e os que usam apelidos que não estejam encobertos para ofender aos demais tem minha simpatia.Só não gosto e até me enoja ver um anônimo quando o comentário que envia é destinado a agredir alguém.Neste caso temos um covarde.E covardes fofoqueiros nada constroem.Apenas desabafam suas frustrações e limitações pessoais em seções de blog.Vai ver que no fundo estes indesejáveis tem disfunções até sexuais.Bom , não me atrevo a entrar em terreno que pouco conheço.Voltando a Maria eu desejo que ela mande mais de seus comentários por eu já os estou esperando. .

    Senhor maquinista (Gerald Thomas).

    Muito bom saber que continuas levando o trem.Na tua aos~encia o Vampiro cuidou da direção.Parece que o caminho que ele nos levou foi bem escolhido.Sendo o Vampiro assumidamente um ateu ele conseguiu uma proeza ao fazer com que mais de trezentos passageiros falassem em Deus.Ta certo que nem todos falaram a favor.Muitos contras foram ditos.E daí?!1.Neste caso não me importa a forma e sim o conteúdo.E o Vampiro desejando ou não agitou os passageiros.O corvo deu uma ajuda ao seu companheiro alado e aumentou o debate.Grande sacada dos dois.Cuidado Gerald podem de uma hora para outra desviar o teu trem.Mantenha-os dentro das tuas linhas.Com alados deve se ter cuidados.Possíveis de voar se forem bem alto ficam inatingíveis.E ainda podem despejar em nossas cabeças e se acertarem é uma merda só.KKKKK (estou rindo de verdade) já pensaram? Um Vampiro e um corvo nos atingindo?!Vou me proteger.Obrigado.

    Pacheco

  268. Obrigada, Pacheco. Tentei ser o mais objetiva possível. Que bom que me entendeste. Sinto não poder contribuir mais. São poucas às pessoas que assumem uma posição, e que se arriscam a criticar. À participação popular ainda é muito pouca. Ou porque não lêem ou por puro desinteresse mesmo. Então, notamos o quanto é difícil mudar.
    Vemos que no geral o povo se apega a alguma coisa, de modo cego e vago, mas que vem aliviar às suas frustrações. Persiste o desconhecimento e falta de informação. Mesmo aqueles que conseguem chegar até uma Universidade e Faculdade participam pouco. A preocupação está em se firmar, estabelecer-se. Não conseguem pensar nos problemas que afetam o coletivo. Para eles, talvez seja mais fácil não pensar. Preguiça mental mesmo! E o pior, esse individualismo acomete os que chegam ao poder. Afeta todas às esferas: públicas e privadas. E nós, assistimos a essa estagnação. Entra político e sai político e a mentalidade é a mesma. Persiste a cultura colonial do descobrimento em cada um dos parlamentares.

  269. juliano

    Gerald parabéns pelo sucesso do blog! Definitivamente São Paulo é feia, é complicado gostar daqui de cara, congestionamento, poluição, mas aonde podemos encontrar essa variedade cultural, bairros italianos, japoneses, portugueses, judeus. Podemos ver bolivianos, angolanos, agora os coreanos e chineses. São paulo é a terra de imigrantes, de muitas nações, de gente de varias cores e religiões. Onde igrejas, mesquitas e sinagogas vivem em harmonia. Essa metropole é uma fabrica de fazer loucos, mas é um prazer comer uma pizza no Bixiga, andar pela Liberdade, comprar no Bom retiro,um pastelzinho de bacalhau no Mercadão, andar pelo centro velho. A rodoviaria de são paulo com gente chegando cheia de esperança e muita gente indo vendo que o sonho pode ser ilusão. Dos milhares de nordestinos que construiram o prgresso e que foram explorados pelo capitalismo. São Paulo não tem praia,nõ tem geografia,São paulo tem sua gente. Muita dor,mas tambem muito amor.

  270. Vieira

    BRILHANTE. PASSADO, PRESENTE E FUTURO EM TÃO POUCAS E SÁBIAS PALAVRAS!
    Agora é só esperar o massacre. A coisa já afunilou. Não mais tem retorno. A “Força de Trabalho” já não mais cabe na latrina a ela designada. Rachaduras já se fizeram e dedinhos não adiantam prá evitar o vazamento. É questão de horas a catástrofe anunciada.

  271. O CORVO

    meu caro Pacheco, obrigado pela citação mas sou apenas um livre pensador dando algumas opiniões meio malucas.

  272. Corvo.

    O belo de tudo e o mais importante é que estamos conversando.Se tuas opiniões fossem malucas porque eu iria me aproximar?!
    E outros também te procuram.Eu te conheço neste blog somente baseado nos teus comentários.Não me importa onde e quando notar que estamos em discordância.Acredito que o avanço de tudo existe exatamente porque opiniões são divergentes em todos os assuntos.Já pensou o tédio que seria se todos pensassem igual.\estaríamos todos contentes e satisfeitos nos nossos limites.Quando existe a discordância um dos lados tenta provar que é o certo.Para provar sua tese avança seus conhecimentos e novidades aparecem.Ai convence os outros e muda a situação.Até que apareça novo discordante e tudo reinicia exatamente como da etapa anterior.No meu modo de entender é assim que caminha a humanidade.Por este foco chegamos a lua.Pela continuação desta teoria ou melhor desta minha aceitação o homem já planeja ir até Marte.Iremos um dia?!Infelizmente por cálculos dos mais otimistas nem tu nem eu estaremos aqui para conferir.Apenas sabemos que isto é possível.Colombo talvez tenha pensado algo parecido ao partir em sua viagem.E para conseguir seu intento discordou de muita gente daquela época.Regredindo ainda muito mas muito mais no tempo o que me impede de imaginar que um nosso antepassado distante,macaco ou lá o que tenha sido,não teve pensamento nesta linha quando agarrado a um tronco que flutuava descobriu que poderia ser transportado?!Não terá sido assim que nasceu a idéia de um primeiro barco?! Pode ser que sim e pode ser que não.Prefiro acreditar que sim.Amigo Corvo mande mais de tuas observações e os teus pensamentos.Já tens mais esperando.Até lá aceite um grande abraço.Cuidado com tua alimentação e se encontrares por ai um Vampiro de minhas lembranças.E diga a ele que Feridas já tem 307 entradas.Obrigado.

    Pacheco.

  273. Edson Tadeu

    Este texto é bom para refletir!

  274. Maria.

    Consigo te entender perfeitamente.Sou autodidata.Tudo que sei recolhi pela vida.Anos de experiências acumuladas Tantas que seria impossível sintetizar .Basta dizer que envelheço com dignidade e rejuvenesço com euforia.Adoro tua linha de pensamento.Quero tua permissão para agora passar uma estória que me parece apropriada pelo apelo que endereças aos nossos amigos.Principalmente para os que se omitem.A estória é a seguinte:

    A Ratoeira

    Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo
    um pacote. Pensou logo no tipo de comida que poderia haver ali. Ao descobrir
    que era uma ratoeira ficou aterrorizado.
    Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos
    – Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa!

    A galinha, disse: – Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande
    problema para o senhor, mas não me incomoda.

    O rato foi até o porco e lhe disse:-
    Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira!
    – Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a
    não ser rezar.

    Fique tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas preces.

    O rato dirigiu-se então à vaca. Ela lhe disse:
    – O que Sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!

    Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a
    ratoeira do fazendeiro.

    Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua
    vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia caído na
    ratoeira. No escuro, ela não viu que a ratoeira havia prendido a cauda de
    uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher… O fazendeiro a levou
    imediatamente ao hospital.

    Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre,
    nada melhor que uma canja de galinha.

    O fazendeiro pegou seu cutelo (pequeno facão) e foi providenciar o
    ingrediente principal. Como a doença da mulher continuava, os amigos e
    vizinhos vieram visitá-la.

    Para alimentá-los o fazendeiro matou o porco.
    A mulher não melhorou e acabou morrendo. Muita gente veio para o funeral.
    O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.

    *Quando ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o
    problema não lhe diz respeito, lembre-se que, quando há uma ratoeira na
    casa, toda a fazenda corre risco.** *

    *’O problema de um, é problema de todos quando convivemos em equipe.

    Maria espero que tenhas gostado,desta estoria que me foi enviada por um amigo.Espero ainda que os omissos tenham lido.Obrigado.

    Pacheco.
    :

  275. exiled archangel

    saudo a todos. é a primeira vez que venho aqui….gostei muito do toque da maria,e o do pacheco.poxa vida, esse estado perfeiro que nao cuida da educaçao, da saude publica e da segurança etc, quer mandar agora nos direitos individuais do cidadao…o estado nao quer que eu beba, nao quer que eu fume….isso é facismo. daqui a pouco vao dizer com quem a gente deve transar.desincorpora hitler!!

  276. O tempo é o mesmo a ansiedade do homem que o dilacera
    Os ouvidos estão surdos de nada adianta Alertar criticar
    A individualidade se atualizou nos tropicos os peitos aumentam e nossas mulheres caricaturadas estão
    Tudo muito igual e George / 1984 igual … Tudo igual.
    A flor desabrocha dolorosa e a vaca vermelha na Índia …
    a aurora boreal vermelha é mal sinal , nada é vermelho por acaso veja o negro vampiro sem o vermelho nada é !
    O rio vermelho nos aguarda no escuro a cor verde matiz caminha pelo papel.NL

  277. Vi o teu comentário no outro texto, então aproveitei para dar uma bisbilhotada nesse e, encontrei a estória da ratoeira. Achei interessante. Gostei. Muito boa, mesmo. Obrigada pela atenção e, desculpe-me pela desatenção. Um grande abraço.

  278. Prefeito de Paraty

    Sem tempo para futricos. Estou indo para Paraty, estao todos convidados.

  279. gthomas

    Cade a Flavia Virginia?
    Angola
    Brasil
    Onde

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s