Morte de George Carlin e meu pau na mão: amanhã!

Esses são os assuntos de amanhã. Triste não? Não. Nada disso.

A morte de um lutador, combatente como o Carlin é triste sim. Mas a dificuldade, impossibilidade do orgasmo por causa de um medicamento anti-depressivo é de fuder. Melhor, de não fuder.
Gerald

18 Comments

Filed under shot cuts

18 responses to “Morte de George Carlin e meu pau na mão: amanhã!

  1. Provavelmente o Blog do Gerald Thomas receberá muitas visitas, Eu sei, eu sei, já estou abusando.
    This is the last One, I promise.
    Aproveitando o vácuo do sucesso, gostaria de convidar a todos para o meu blog igreja do rock, é um blog modestinho, de caráter pseudo ecumênico e tralalá, enfim:
    http://igrejadorock.loveblog.com.br.
    Amém.
    P.S. senhor moderador, liberai meu comentário, porquê na igreja do rock não se cobra dízimo e nem se vende indulgência, e o merchadising é do hospedador.

  2. Toninho Leite

    Eis que aqui fala um indiozinho do Brasil. Integrante daquela racinha de povo preguiçosos e pedinte que um cara do mainstrean como o Gerald Odeia!

    Só falo de boca cheia!

  3. Lilian

    Ixi… Gerald sem orgamos??
    oq serà de nòs….?

  4. gthomas

    Puxa vida, eu não o conhecia. Assisti a alguns vídeos hoje pelo Youtube. Danado de bom! Humor refinadíssimo + um ensinamento de vida incrível! Caraca, gente assim não devia passar… pra lá.

    Sobre orgamos, os anti-depressivos é uma espécie de úlitmo degrau no grande estágio da civilização. Sem testosterona progrediremos máquinas.

    Meudeus, pq. me contradigo tanto?
    (“Cala a boca!”, diz a outra.)

  5. gthomas

    olha o que é um código… meu comentário entrou como sendo seu.

    vou corrigir isso. “vamos lá deus, mude destinos”.

  6. ana peluso

    agora sim.

  7. Vera Cardoni

    Querido, a gente aproveita sempre…

  8. Sandra

    Não é divertido como você pasteuriza nossa alma? Em duas frases vamos da tristeza e significado da morte para “…é de fuder. Melhor, de não fuder.”

    Se te serve de consolo, uma gripe forte como a que eu estou agora produz o mesmo efeito. Estou de greve! O maridão que faça sudoku.

  9. É de não fuder mesmo. Essas pílulas do desaparecimento que a gente toma, broxa mesmo. Mas meu broxamento é o mundo – uma merda. Fico lembrando do tempo em que eu fodia e não pensava – pensar leva ao broxamento. Mas fui ver uma peça do Nelson Rodrigues – com as irmas “Falabellas” – A Serpente – aí mas que meninas mais lindas – nem broxava com elas. Pq as mulheres lá de fora não tao interessantes. Ah, saudade da minha gueixa de Tokyo (PS – ainda nao saquei a logistica desse blog – a tripa era melhor – deve ter um jeito de deixar em Pop UP) – Ja ja a Ana dá um jeito…

  10. astier basílio

    soube pelo Guzik,
    de vc por aqui,
    vou atualizar o seu endereço
    e continuo
    com minha leitura silenciosa.
    Love.

  11. Pedro Kligerman

    Gerald,
    Pra você que não sabia exatamente por que Peter Brook vinha tanto ao Brasil:
    “Acho que a América Latina é extraordinariamente interessante hoje. O que eu senti, quando eu estive em São Paulo, foi o mesmo de quando fui a NY pela primeira vez: uma descoberta extraordinária e vibrante. Tantos talentos diversos, tanta vitalidade… Pensei: ‘Estou aqui de passagem, mas qual seria o futuro da América Latina?’ Me arrisco a dizer que a América Latina vive hoje um extraordinário período de buscas, possibilidades e potencial frente ao mundo, uma concentração de talentos que provém dessa mistura de europeus, hispânicos, índios… Logo no princípio, quando iniciamos o nosso Centro Internacional, o mundo para nós era miscigenado de extrema pobreza. Hoje, a miscigenação é algo que me intriga… Ao contrário do que acontecia no passado quando se acreditava na pureza das raças… Sim, e também a cultura, a arquitetura… Mas a grande coisa sobre o teatro hoje é que nunca se sabe quem estará na platéia. O teatro antigamente era um teatro da corte, todo mundo sabia quem era o público. Agora não. E isso é o que diferencia o teatro. Durante algumas horas, o mundo se senta junto, lado a lado. Isso eu percebo sempre quando vou ao seu continente.” (Entrevista publicada no Correio Braziliense em 25 de maio)

  12. Marina S.

    querido gerald, esse teu blog novinho em folha vai te dar um novo ânimo e quem sabe te trazer mais prazeres que o remédio “anti-gozo”.

    está tudo lindo e os desenhos são a cereja do bolo.

    folheando um dos meus livros amarelinhos amarelinhos achei essa beleza do Haroldo de Campos:
    já fiz de tudo com as palavras

    agora eu quero fazer de nada

    e talvez seja esse nada que traga em si a possibilidade do começo de algo, não é?
    feliz começo!
    um beijo

  13. Muito show… acabei de entrar no ig para digerir algumas notícias matutinas e quem eu encontro? Parabéns por esta nova empreita… Desejo-lhe muito sucesso, como sempre…

    ABRAÇÃO,

    .

  14. O Vampiro de Curitiba

    Olha, contra toda brochice intelectual, recomenda-se o Blog do Gerald. É a paudurescência eterna e infinita! Agora, brochice física… aí não tem jeito: Recomenda-se “Vamp, 3 vezes ao dia”. Ahh, só para mulherres, viu? Em matéria de sexo sou meio conservador, he, he…

  15. Marcio

    A culpa de tudo isso é dessa sociedade em que vivemos. Prega o consumismo dos prazeres da vida a todo custo e a todo momento, mas nos oferece, com raríssimas excessões, uma vida como sempre foi, um martírio diário , e tem que ter cara de feliz obrigatoriamente, se não, é um desajustado que precisa de tratamento.O que não se ensina hoje é o que aprendiamos em excesso ontem, que na vida para se comer o filé é preciso roer o osso primeiro com dignidade.

  16. ana peluso

    Vamp! Excelente! Já é a frase da semana “contra toda brochice intelectual, recomenda-se o Blog do Gerald.”
    Sobre a segunda parte, também sou conservadora, mas minha libido foi passear no bosque e não levou pedrinhas. Nem a casa da bruxa foi encontrada, acho. Ou será que foi a bruxa que a prendeu?
    ó, quero minha libido de volta!

  17. ana peluso

    acabo eu mesma de definir a segunda parte do meu comentário como “estúpido”.
    minha libido só foi passear no bosque pq. o príncipe encantado foi antes.
    ela deve estar atrás.
    tá bom, vou fechar “Alice” e guardar em outra estante.

  18. Medico sp

    Impotencia com antidepressivo? Deve ser do grupo inibidor de recaptação de serotonina, tipo fluoxetina, sertralina (os americanos adoram esse), paroxetina, citalopran, e primos assemelhados. Seis em cada dez que tomam tem problemas na(quela) área.
    Se a não tem depressão daquele tamanho, tem alternativa: Medicina Alternativa.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s