No JB

14 Comments

Filed under Sem categoria

14 responses to “No JB

  1. Sandra] [SP

    Desculpe-me Cláudia, eu emendei seu comentário com o da Vera. Foi o sono.

  2. Sandra] [SP

    Se estivesse a meu alcance, ele seria poupado de tanta dor, mas não consigo lembrar-me de ninguém realmente talentoso que não tenha sido moldado na dor.

  3. Mau

    Até hj nao entendi as definições sobre esquizofrenia. Bipolaridade nao é a minha. Tô mais pra uma personalidade borderline (provando q isso nao é apenas de mulher) na verdade eu saí de um Rodin pra uma Claudel. Terei de ler o velho Ernest…

  4. Sandra] [SP

    Acho o mundo cruel com os meninos. A menor mudança em coisas totalmente secundárias, como um corte de cabelo, uma roupa diferente, o gosto por uma atividade fora do padrão estabelecido como masculino, estigmatiza-os. Em homenagem a meu ídolo Allan Turing, morto porque o mundo considerou mais importante ser macho do que ser um brilhante matemático, a Valéria, que questionou o que era a vida, e a minha filha, que me perguntou se um bebê sabe que existe, deixo uma pergunta para quem quiser se divertir nesse domingo chuvoso: vocês nunca me viram. Eu existo mesmo ou sou apenas um programa de computador ?

  5. Sandra] [SP

    Vera, 3 meses???? Eu quero morrer!!!!

  6. Amanda Moreira] [Rio de Janeiro

    oi. sou uma estudante do segundo período de comunicação da Puc-Rio e gostaria de fazer um perfil sobre você para a universidade. admito que só tive a oportunidade de assistir a três montagens suas (Um circo de Rins Fígados, Rainha Mentira e Terra em Trânsito) porém todas me promoveram grande carga de prazer. Posso lhe enviar as perguntas por meio desse blog ou e-mail, o que for mais confortável. As perguntas serão direcionadas para seu processo de criação e escolha, a positividade do fazer teatral e sobre qual a melhor maneira de lidar com a mídia quando se necessita dos seus meios para melhor divulgação. Obrigada.

  7. Contrera

    muito legal. agora, que sincronicidade: escrevi há algumas semanas um pequeno trecho de texto em que me refiro às vezes em que minha irmã me travestia, quando eu não tinha nem 5 anos. voltando aos hemingway: realmente muito interessante. nada mal para questionar o legado dos doentes mentais que somos, muitas vezes sabemos, e do que não podemos escapar. meu pai era bipolar, também. eu, até certo ponto, também sofro com isso. mas chega.

  8. Mau

    A vida em Marte não tem Contigo – mas eu nem sabia que o filho do Ernest implantou seios – a ultima noticia dos Hemingway q soube foi da bisneta ou trineta do Ernest – a loira que parece q se matou (e fazia cinema trash porque era gostosa)…

  9. Mau

    Esquizofrenia, bipolaridade, interessante, nunca consegui tempo pra ler o Ernest – mas a Opera vai ficar somente no RJ???

  10. Valéria] [RJ

    Hoje não falo + nada, tb tô exausta mas, pra ñ dizer q ñ falei do LOVE, deixo aí entre as minhas letrinhas cinzentas o meu OBA vestido de surpresa.
    Depois de se lover, de se enroscar, mãos à ópera!
    Flores

  11. Vera] [POA

    Gerald, há dores transgeracionais que se perpetuam, como fantasmas assombrando de horror, o berço dos ainda não nascidos. Que mergulho dolorido e libertador, não aqui, não agora, talvez nem ainda, esse trabalho. O LOVE até voltou, exausto…

  12. (Claudia)] [(SP)

    Gerald!!!!…simplismente DEMAISSS…..
    Sandra…vamos torcer pra que o prazo seja um mês…o ultimo livro que fiz encomenda “em espanhol” chegou depois de 03 meses…
    Eu tb odeio viver no 3 mundo…

  13. Sandra] [SP

    Mais de um mês para chegar o livro. Como odeio viver no 3o mundo!

  14. Sandra] [SP

    Vai ficar um ARRASO!!!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s