enterro de Hanon Reznikov

Tristissimo, la em New Jersey – em Paramus, do lado do tumulo do Julian Beck – onde estive ha 23 anos. Que loucura! Debaixo de um sol fritante, passavamos todos os Steinbergs, Goldenbergs, Gardenbergs Bergs, e variacoes sobre esse tema e, de repente, o choque: o caixao de madeira cru, sem nada com a estrela de David e terra, muita terra – um papelzinho com a reza – o Kaddish.
Ha 23 anos, em 85 era o Julian Beck que era levado pra baixo (ou pra cima) e Alan Guinsberg filmava): hoje, a Judith estava amparada pela Isha e Garrick (filhos) e um bando de nos (filhos dos anos 60) e …sei la.Esses rituais sao um verdadeiro teste de endurance. Reza apos reza e pessoas cujo ego ainda quer aparecer, mesmo numa hora dessas (tornando a vida da Judith ainda mais dificil:ela mal conseguia ficar em pe: "Yes and I want to say a little something…" Incrivel. Olhei pra cima e vi o ceu azul e as barbas de DEUS e pedi socorro!!! estavamos todos desidratando. Mais um ""Yes, and I would like to add that… Hanon was like a…like a…..an inspiration to all of us". Palavras brilhantes nao? Todos so queriam que aquilo fosse o mais rapido possivel, pois haviamos combinado de sair de NY as 11:30 e a cerminonia comecou atrazada (la pelas 2) um calor do cao! Filas de carros……terra e mais terra: e so p Patrick e poucos se lembraram de trazer AGUA! "Deus me de AGUA!!!!! NOS DE AGUA" me lembrei de Moises e o deserto e as …
Nao sei o que dizer: um tremendo no na garganta: muitos falaram: muitos calaram.
Melhor me calar
Gerald

Advertisements

5 Comments

Filed under Sem categoria

5 responses to “enterro de Hanon Reznikov

  1. Valéria] [RJ

    Gerald, quando falei do tempo como remédio, não falei pra você, apesar de ter me referido ao comentário da Sandra, este sim pra vc. Era pras pessoas que gostam de aparecer em quaisquer ocasiões. Mas acho q escrevi meio confusamente…
    bjim

  2. Valéria] [RJ

    Puxa, e sempre há pessoas q gostam de aparecer nesta hora; tudo vai ficando mais absurdo ou mais anestesiado ainda. É, Sandra, mas pra certas pessoas o tempo não é o melhor remédio, porque eles não tomam nunca, e elas continuam a gostar de tirar casquinhas, ou talvez seja só uma solidão tagarela profunda, vai saber… Paz e paz procês, sono e sonho.
    carinho, Valéria

  3. Sandra

    Você precisa de tempo. Tempo cura. Tudo.

  4. Ana

    Pouco o que falar. Tudo muito triste. Acho que o Vamp disse tudo. Força. Muita. Para todos aí, nosso carinho.

  5. O Vampiro de Curitiba

    Força, cara!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s