Popemobile – Batmobile

New York- As avenidas estao intransitaveis, quase todas bloqueadas. Muitas "Delis" nao tem mais agua. A economia da cidade – estima-se – deve estar faturando uns 50 milhoes de dolares com essa passagem do Papa pela cidade. Sou leigo em questoes cristas, assim como em questoes judaicas (apesar da minha heranca queimada em Auschwitz). Vejo jogo politico em tudo.

Mas, as vezes, consigo enxergar o humano (ainda) tambem. Friso, "ainda". Quando Ratzinger conversava com o Rabino Arthur Schneier na Park East Synagogue depois da cerimonia, os dois estavam cochichando. E em qual lingua? Em alemao. Resta saber em qual dialeto. Pode ser estupido da minha parte mas, por ser filho de emigrantes (especialmte dessa regiao), isso me comove as lagrimas.

Mas isso nao deixa de ser estranhamente ironico tambem, pois, no meio do Holocausto, o rabino estava de um lado da cerca e Ratzinger de outro, vestido com a roupa de soldado do exercito de Hitler. Claro, isso ja faz muito tempo e o proprio Ratzinger foi o primeiro a vir a tona com isso. Na propria sinagoga ele mesmo usou palavras em hebraico como "Pessach" (os judeus estao em pleno feriado do "pass over", a pascoa judaica). Ratzinger fala hebraico perfeitamente.

Mas o lado pop de Ratzinger nao interessa. Ou sera que interessa? Desde seus sapatos Gucci laranjas e uma troca de mantos constantes, todos meticulosamente "designed", assim como no brilhante filme ROMA de Felini, a religiao tem uma relacao de fashion muito bem e muito mal resolvida com a auto imagem. Sobel e as gravatas. Os Trappistas e suas mantas vermelhas impressionantes. Sim, sao alegorias que praticamente intimidam o leigo, fazem com que o ser humano fique ainda menor do que ele ja eh. Santos, anjos, ouro, molduras, velas, aqueles ornamentos, tetos arqueados como na velha Padova ou uma moderna "Alexandria", o padre, o bispo ou o Papa fica de pe: um ser encapado.

O curioso eh que, dependendo da ocasiao, a politica e o recado eh relativo e diferente: Ratzinger passou seu aniversario ao lado de Bush. Na Sinagoga, falou em Hebraico e trocou segredos com Schneier e tenta reunificar um racha entre o Vaticano e a Judeia. Hoje , sabado ele fala "duramente" a favor dos emigrantes latinos aqui (todos catolicos, mexicanos, na maioria).
"Cada discurso, uma ocasiao", escrevia Buechner. "Cada oportunidade, uma eternizacao", escrevia Heiner Mueller. Deus do ceu (sorry, escorreguei) so estou citando alemaes aqui. "Jeder fall ein Gluecksfall" (Cada caso um acaso), essa eh do Nietzsche mesmo mas eh pra ilustrar o que? Pra provar o que?

Que essas "visitas monumentais" nao provam nada e nao simbolizam nada. Nao sao afirmacao de prova de amor de um pelo outro: afinal: nao somos todos "iguais"? Epa! Escorreguei de novo.

O que esta por tras dessas visitas?

Qual eh o intuito politico do Vaticano nessa visita?

Enfim, eh uma festa, como nao poderia deixar de ser.

E como o Papa volta pra sua residencia depois de tanta ovacao? Sera possivel mesmo ele achar que nao eh pessoal? O que sera entao? Impessoal? Ele se enxerga como um icone?
Como sera que se olha no espelho? Espelhos refletem Icones?

Sera que ele nao tera mesmo um ego?

O tal voto de castidade?

Como lida com o maior problema da igreja catolica aqui nos EUA – o da pedofilia e do estupro? Ouviu algumas vitimas e ….E o que? O que sera que ele sabe? O que sera que ele pratica? O que sera que ele viu no Terceiro Reich? O que fez ele se tornar Papa? Como foi a movimentacao la dentro?

Justamente durante essa estrategica visita, o ex speech writer de Nixon e tambem notoria pessoa da TV Americana – Ben Stein – lanca seu filme "EXPELLED". Do que trata? Ah, que bom que voce perguntou. Trata-se da nao existencia de um deus. Trata de "designed intelligence". Trata-se de da teoria da evolucao de Darwin ou de nos termos sidos simplesmente um acaso mas rejeita a ideia de que deus nos crious em 6 dias e descansou no setimo. E olha que Stein eh Republicano fanatico.

Olha como , as vezes, nem tudo se encaixa. O Vaticano, afinal eh o Banco Ambrosiano, a Fiat, a Ferrari, a Parmalat (Berlusconi e outras atrocidades)(escrevo de memoria, nao faco nenhuma pesquisa), precisam constantemente lucrar. Se Stein, um judeu "ativo" incomodar demais com seu pequeno documentariozinho, vai ficar relagado as salinhas pequenas enquanto as multidoes seguem o papamovel de dia, enquanto escapam do batmovel de noite nesse mundo pop onde tudo nao passa de uma caricatura excelentemente feita e horrenda do "outro que recusamos a enxergar" mas que habita aqui dentro no nosso lado escuro. Tao escuro quanto os corredores labiritosos do Vaticano ou do "Castelo" de Franz Kafka ou, quem sabe, das camaras de gas.

Gerald Thomas



[Sandra]
Por que você diz: "Sorry, escorreguei"? Você tem certeza ABSOLUTA da existência ou não existência de Deus?

PS de GT: ABSOLUTA Sandra? Vc ja pensou na impotencia ou onipotencia absurda dessa palavra? ABOLUTA? Bem, eu nao bebo (alcool) mas so me vem na cabeca aquela vodka, a Absolut. Eh a unica coisa que chega perto: como ser humano minha unica OBRIGACAO eh a de DUVIDAR e INDAGAR e nao engolir o que me eh dito: eh justamente o que Ben Stein e os maiores cientistas estao debatendo. Sobre a tua outra pergunta:NY nao eh USA: aqui tem muito italiano e muito portorriqueno, mexicano, dominicano, guatemalteco, equatoriano, you name it. Ta tudo aqui. Tudo o que nao eh Judeu e protestante aqui eh Catolico tanto que St Patrick's Cathedral eh na 5 Ave. Sao os Irish entende? It's a big big deal.

[Mau]
Volto com a Pulp culture. Noutra vez que passei aqui citei o Spider Jerusalem (copia quadrinistica de Hunter Thompson) que Gerald sabe bem. E esse teu texto sobre o papa e a verdade, se é que temos alguma verdade sobre nós mesmos – mas igreja, ciencia, deus, humanos – me lembro da outra maravilhosa HQ (que virou graphic novel) de Neil Gaiman – SANDMAN. Tirando a ficção, nessa HQ tem uma mistura de ciencia, mitologias e a discussão – afinal um deus existe porque existe um crente – coisa banal – mas é preciso ler todos os 7 anos de saga pra ver. Tem tudo isso aí. E eu nao to conseguindo dormir – vou tomar uma dose dupla e acordar na terça.

PS do GT: daqui a uns dias vou publicar un estatuto sobre o que realmente penso: um diario curto , um diario de um Louco , como Gogol. Mas ele pora um fim as duvidas. E dara inicio a uma serie de coisas: me fecharei um pouco: digo, darei inicio a uma serie de CONSULTAS porque fiquei sabendo de uma serie de coisas que podem realmente AJUDAR as pessoas. Nao se assustem < nao eh nenhuma auto-ajuda. Nenhum cliche. O estatuto sera uma especie de CONSTITUTION.
GERALD

Meu Vamp
[O Vampiro de Curitiba]
Concordo com o Gerald: O natural é não crer, é duvidar. Toda crença em algo que é de tão difícil explicação, como a existência de Deus, não é mais uma crença, é uma doença mental. "Era só o que faltava, agora o Vamp está dizendo que aqueles que crêem em Deus são doentes mentais?" Estou! Estou dizendo que essa visita do Papa é bobagem? Óbvio que não! O Gerald não se emocionou gratuitamente. É comovente, numa época de tanta violência, principalmente religiosa, ver os líderes do Cristianismo e do Judaísmo se confraternizarem. É o desfecho de uma história de horrores que emociona, sim! E onde aconteceu esse desfecho? Em plena NY! Algum lugar mais propício? Como não se emocionar? Vocês podem me acusar de tudo, menos de ser incoerente: Já disse aqui e repito que esse Papa é um dos mais brilhantes de toda a história.

Do Contrera
[Contrera]
o gerald sabe que eu acredito em deus. que isso é recente. que as decepções vividas quase me tornaram um morto-vivo. mas as decepções eram com os seres humanos. e foram alguns, sob forma bizarra, que muito comovedoramente me avisaram que assim eu não iria me safar – ou seja, tratando a todos como se não houvesse bondade entre nós. mas ela existe. está muitas vezes em minoria, mas existe. o gerald escorrega como todos nós, que precisamos escorregar. tem um livro da zambrano, el humano y lo divino, claro tradução, não achei o original, em que se comenta isso: podemos matar deus, mas continuamos procurando algo que a ele se assemelhe. se não, perdemos a esperança. muito bem, muitos a perdem, mesmo, como eu, há pouco. (continuo depois)
R Contrera

replica do Vamp (o pessoal sumiu: feriado no BR e aqui tem papa e pre-eleicao em Pensa-que-ill-Vania….
[O Vampiro de Curitiba]
Eu sou assim mesmo: Sou ateu mas gosto do Papa. Vivo no terceiro mundo mas gosto do Bush. Isso é ser incoerente? Não, isso é ter a mente aberta! Ao comentar um outro texto de Gerald, citei um termo que Nietzsche usou para se referir a Dostoievski. Nietzsche afirmou que podia sentir a "voz do sangue" nos textos daquele autor. Estão ouvindo a voz do sangue neste texto do Gerald? É disso que eu estava falando. Só chamo a atenção para um deslize, ao meu ver, do Gerald. Deslize ou provocação, he, he… Ao demonstrar todo o brilhantismo de Ben Stein, Gerald fez uma observação: "…olha que Stein é republicano…" Quer dizer, Gerald, que ele só poderia ser brilhante se fosse Democrata? (Só uma provocaçãozinha básica, he, he…) Este domingo promete!
Vamp

ESTOU PUTO! POR QUE? PORQUE A MINHA PROPRIA TROUPE – digo a nova troupe de workshopandos – QUE NAO SE PRONUNCIAM NUNCA!!!

el Padre (finalmente se manifesta! OLE!)
Ensaio escrever, mas só vai algumas palavrinhas mesmo e caio fora. A idéia de debater com "personagens" cansou. Agora entendo os que não escrevem. Lembra o homem que entra num chatroom com nome de "Gostosa virgem". A diferença é que no debate que se propõe aqui, fala-se da vida dos outros, do sofrimento real das pessoas e não de uma fantasia sexual de 15 minutos. O teatrinho banal deve-se resumir ao próprio umbigo, mas jamais com a vida de pessoas que não conhecemos. Se não houver essa separação, caio fora de vez. As mensagens continuam distorcendo a realidade, o que continua a ser um repelente ao debate inteligente. Dizer que o "comunismo matou infinitamente mais que o Nazismo" é uma mentira tão grande, uma irresponsabilidade imensa. O que é "infinitamente" mais do que 11 milhões de mortos pelo nazismo?? Será realmente necessária essa mentira escrita irresponsavelmente para mostrar o descrédito pessoal ao comunismo? Lamento, isso não é um debate. É um freak show.
Carlos (US)

[Antonio Moraes]
Não é função da ciência provar a não existência de deus(es). Um simples estudo da evolução de como o homem compreende a si o seu entorno, mesmo com as grandes lacunas, é suficiente. epistemologia. A ciência, através de seu ramo neurociência, deve entender que processos biológicos levam o homo sapiens (somente este gênero/espécie ?) a crer. Por ser o caminho mais fácil, por exigir menos conhecimento e raciocínio ? Nós já sabemos o que o homem ganha com o uso racional da crença. Poder, dinheiro, sexo. Prazer, enfim. E como ele faz isto – religiões, ideologias. E que as instituições construídas em torno destas formas potencializam o ganho individual quanto mais este se encontra próximo do topo. Como também o uso espetacular da crença.

Claudia, designer
Papa??? Oque é o Papa? Sumidade???Sua Santidade???Ora, vamos…fico a margem…observando..estudando e antes de questinar sobre Deus, questiono estes seres que se arrastam em bandos, esperando uma benção que os livre do que?…de quem??….de onde???…oque muda na vida destas pessoas…a tal aparição de um "mero" semelhante vestido de branco no seu Papamovél?Pode ser que os fiéis acreditem, que Papa consiga o impossivél…livrar cada um …de si mesmo, ou dos lados obscurosssss, do nosso ser.Agora, como crer nisto se na Igreja está cheio de Bicho PAPÃo… Assim caminha a humanidade…..(de joelhos)
Claudia

comentario interessante
Li o texto do Gerald Thomas, de quem não conheço o trabalho e por isso vou não vou comentar. Acredito em Deus, sou católico, respeito pessoas de todas as religiões, tenho vários amigos de religiões diversas, mas não percebo neles a falta de respeito com a religião alheia como aqui. Se vocês se consideram pessoas de mente tão aberta a ponto de discutirem a ciência deveriam ser os primeiros a se lembrarem que o direito religioso de cada um está expresso em nossa carta magna. É muito triste ver a depravação que alguns comentários carregados de ódio emprestam a Igreja como se ela não representasse nada. Há milhões de católicos no mundo. Isso deve significar alguma coisa. Pensem bem antes de mal dizerem sobre o que não compreendem. É o mínimo que se pede a pessoas que se dizem tão coerentes. Sem mais.
João Carlos Alves Andrade

resposta ao comentario acima
João Carlos Alves Andrade, A sua estimado igreja – presumo que seja a católica apostólica romana – possui uma longa tradição de desrespeito ao outro, sendo o outro aquele que não aceita a moral por ela dita como certa. E este desrespeito existe até hoje. Qual o motivo de não serem mais ordenados homossexuais na igreja ? São todos pedófilos ? Qual o motivo da mulher não poder ordernar missa ? E a nossa constitução é um poço de arbitrariedades. Qual o motivo de funcionário público ter direito a apopsentadoria integral ? Estabilidade de emprego ? Um indíviduo com nível superior ter direito a cela reservada com comodidades antes do julgamento ? E existem 1,2 bilhões de católicos no mundo. São todos acríticos com sua crença ? Devem ser cordeiros de seu pastor ? E qual o problema da ofensa ? Devemos viver num mundo asséptico, sem conflitos, dramas, desejos, todos imersos na luz do divino espírito santo ? Hummmm .
Antonio Moraes

[Contrera]
João Carlos e Antonio Moraes: tudo o que é humano é passível de discussão, conflito e solução. atribuir algum valor sobrehumano a uma instituição humana, seja ela qual for, é apelar à ignorância. por outro lado, o direito à crença (ou à não-crença) é também uma conquista humana que MUITAS IGREJAS não respeitam, realmente. quantas vezes fui desrespeitado por não aceitar dogmas de quem se dizia querer ME AJUDAR. por outro lado, o predomínio das instituições leigas tende também a achacar instituiçôes (igrejas, inclusive) que servem também para criar condições à crença em âmbitos públicos. por exemplo, todo o preconceito (disseminado expressa ou subrepiticiamente) contra instituições (igrejas) sincréticas (católicos que se queixam dos umbandistas, ateus que se queixam dos evangélicos, etc.). em tudo, o que prima – ou parece primar – é a incapacidade de aceitar o outro como ele é, ou naquilo em que ele acredita. no fim de tudo, a oposição entre ordem e conflito. há quem clame por ordem.(…

[O Vampiro de Curitiba]
O GERALD tá mesmo impossível: Agora não posta outro texto sem antes atingir os 200 comentários, he, he… SANDRA, é difícil não ser gentil com você, lei da atração. LILIAN, minha mineirinha, cadê você? E CARLOS, não estamos em busca de salvar florestas, mas de salvar mentes. Você é o caso que mais me preocupa.

Claudia designer
P/ Sr. João Carlos Alves Andrade: Expresso em nossa carta magna? Claro que, entre outras coisas a carta salvaguarda os direitos e privilégios da igreja.O Sr. vem nos falar de coerência? de depravação?…isto está lá dentro da ostentação da igreja católica, existe também uma adesão interessante…"contra a tortura e outras penas, ou tratamentos CRUÉIS,DESUMANOS OU DEGRADANTES"..neste caso…oque acontece?….ação/ reação…como não reagir com TOTAL INDIGNAÇÃO. Estou firme e forte com Contrera,e..prefiro a letra escarlate, do que ser conivente.
Claudia

Mudando de RUMO?
É, o papo acabou se resumindo ao catolicismo… Sandra, na visão dos ressentidos, não é politicamente correto criticar outras religiões, somente a Católica. Vai entender, né? Como não é politicamente correto apoiar Bush. Em hipótese alguma! Se o capeta subir á Terra e comprar uma briga com Bush, os ressentidos terão o capeta como ídolo. Só por que (separado, sim) o coisa-ruim é contra Bush. Fidel, Chaves, Morales são todos ditadoresinhos vagabundos, mas para os ressentidos são heróis. Por quê? Simplesmente por que (idem) falam mal de Bush. Nem Freud explica. Mas outra hora o Vamp vai exlicar tim tim por tim tim…. Outra hora…
O Vampiro de Curitiba

Legal:
João de onde você veio??? não conhece o trabalho do dono do blog mas se sente apto a acusar os frequentadores de se auto denominarem "mente aberta"? Que bobagem é essa? O que está em questão aqui é a liberdade e o autoritarismo. a Igreja católica permace estabelecida como o "Clero"(o que determina auto poder perante a sociedade) a fé em Deus ou o exercicio desta não são o ponto da discução, ou, da situação que pelo menos a mim, pasma. falta de compreenção do que é o "papa-movél" certamente te põe numa fé cega e portanto frágil. Ana Carolina Lima

Da Nadja Voss (que me acompanha ha tempos: poeta)
Todas estas relações me instigam na dúvida e no cansaço. Nós mesmos formulamos as respostas (dicionário): Instituição- (pl.) leis fundamentais de uma sociedade política. Política- (fig.) astúcia, maneira hábil de agir. Nadja

50 Comments

Filed under Sem categoria

50 responses to “Popemobile – Batmobile

  1. Contrera

    deu tudo certo no condomínio. obrigado. contrera

  2. Contrera

    hoje à noite, rezem ou torçam por mim. bj contrera

  3. Sandra

    VERDADE!!! Ana Carolina, dou minha mão à palmatória! A coisa mais difícil é se ver (talvez porque não dê para ver o próprio olhar).

  4. Antonio Moraes

    Mais sobre o tópico passado. Contrera, eu me sinto pleno
    em minha arrogância ! Sobre o resto, ignorantes são todos aqueles que
    sem conhecimentos nem habilidade para manipulá-los emitem
    opiniões. Principalmente definitivas. Minhas opiniões modificam-se
    a cada instante que adquiro mais conhecimento e experiência.
    E tudo é conservador e inovador ao mesmo tempo. O Gerald Thomas
    é considerado um inovador no teatro, mas continua utlizando o texto
    como base de seu trabalho, e o apresenta na velha caixa preta (e o espaço livre é mais velho ainda …).
    Todo nova ideologia não deixa de ser mais uma idelogia.
    Toda obra criativa não deixa de ser mais uma obra criativa. A repetição
    é constante, mas nada impede a originalidade. Meu discurso, antes de ser
    conservador, é apoiado na ciência ! Que tantos temem por não
    compreender se ferramental nem sua linguagem.

  5. Ana

    Valéria! Veja o que é a lei da sincronicidade ou da consciência universal! Você falou de Goswami, e ontem Sandra me passou um link para um vídeo sobre física quântica, e quem encontro na barra lateral do YouTube?! Goswami dando entrevista para o Roda Viva em janeiro desse ano! Imperdível! Ouvindo tudo o que ele falou, me lembrei, não sei porque de 2001 – Uma Odisséia no Espaço e o mar do tal planeta que na verdade era um cérebro! Link para quem quiser ver a entrevista (com legendas nas respostas; Goswami é hindu, mas fala inglês): http://www.youtube.com/watch?v=nzfIwwp3Gc8

  6. Valéria] [Rio de Dengueiro

    Minhas pulgas, Jeff! Q workshop foi este q o Gerald te jogou neste ódio??? Já fiz mtos workshops mas enfatizo: ele me surpreendeu muito – quase desisti de ir na última hora por medo de mais uma vez me decepcionar com a fala imposta de mtos artistas e da cegueira q dá em cataratas em ñ conseguirem ver pessoas ali c/ eles. Fiquei impressionada com a firme abertura do Gerald (claro q num trabalho ele pode mudar, sei lá, aí já ñ posso afirmar nada, só os atores q trabalharam com ele, mesmo assim cada um vai dizer de seu olhar, né?) e com a ênfase q ele dava ao artista como pessoa q precisa olhar o mundo e ñ ser autista, e tentar ter sua própria voz e ñ representante de nada nem de ninguém. Como ele diz, ser artista é uma questão de maturidade tb. Gostei de ouvi-lo pq tem a ver com o q penso mas tb pq ele me desabeladormeceu às avessas: sem príncipe: eu me dei um beijo, acordei algo q estava esprimido em mim, adormecido ou já cicatrizado. Ele provoca nossas ignorâncias, e isso dói.
    bjim

  7. Ana Carolina

    Ah!!! Gostaria de acreditar que os frequentadores do blog são inteligentes o suficiente para não se denominarem assim!!

  8. Ana Carolina

    Vamp, o prazer é todo meu!
    Oi Sandra, olha primeiro eu acho qualquer auto denominação um tanto infeliz(a não ser que seja uma gozação, nesse caso adoro!). Afinal minha opnião sobre mim mesma é emburacada demais para simplesmente ser dita por ai. O que é completamente distinto de assumir uma opnião sobre fatos, situações, condutas, etc. Agora se a pessoa realmente tem uma “mente aberta”( sei lá, ela rachou a cabeça na parede?) Ou quer dizer sobre a possibilidade de rever seus pontos de vista e assim estar em constante des-envolvimento? Então como ela pode crer e se auto determinar algo com exatidão?

  9. (Claudia)] [SP

    P/ VAMPIRO:
    Oláaa…literalmente..o prazer é todo meu!!!
    Massssss que “charme”…tua resposta, ao Jeff…foi simplismente PERFEITA.
    Bises

  10. Valéria] [Rio de Dengueiro

    Contrera diz: “tudo o q é humano é passível de discussão, conflito e solução. atribuir algum valor sobrehumano a uma instituição humana, seja ela qual for, é apelar à ignorância”. Assino embaixo e desdobro: apelar à ignorância, seja ela estabelecida por séculos de autoritarismo, de pouquíssima educação e oportunidades e por isso, tb, c/ pouca competência pra diferençar o joio do trigo (é difícil!); seja ela por ter tido qq oportunidade mas q tenha preferido convencer, estar no topo “sobre-humano” e querer guiar por interesse rebanhos e mais rebanhos banhados no medo, na violência e na ignorante pobreza de materiais e de um pensamento plural, infiel e desestabilizador dum status quo em proveito de poucos; seja usando apenas um fio da trama: fé. Da utopia da solução desvio, mas inda creio em respeito. Solução:termo lindo mas arrepiante tb, pode gerar um grande solução. E nós, ‘mentes abertas’, temos + é q expor mas confesso q tô exausta hoje, mas sou todo ouvidos, ou vidas.
    bjim

  11. Ana

    Antonio, sobre a sua colocação a respeito do texto de Schwartsman: eu também foquei o caso sob esse prisma, mas se houve “evolução” filosófica suficiente (Rousseau, Piaget, Pestalozzi), a gente não pode mais descartar essa “evolução”. Eu não acredito em gente má. Eu acredito em gente doente. Nesse caso, a biologia também teria de comparecer aos tribunais. Mas aí – presta atenção nessa parte – todos, todos os preceitos civilizatórios imputados pela igreja católica seriam os primeiros a cair, e talvez voltássemos à barbaríe pura. Não porque é puramente intrínseco à classe humana, mas por não termos nada que, antecipadamente, funcione como juízo comum. Os mandamento católicos exitem para não serem quebrados. A lei é clara: existe para não ser desobedecida. Foi a única forma que o homem encontrou até agora de conter suas próprias paixões (doenças). Fazer o quê? Ainda engatinhamos nesse terreno, quando já deveríamos levitar sobre ele…

  12. Tales

    Gente, acho que o tópico já tinha o que dar, a gente tá caindo em fanatismos e dogmatismos absurdos. Vcs esqueceram a crítica de kant? Pula essa, Gerald.

  13. GILDA] [RIO

    G,ler sua matéria foi o q eu precisava p/ desabafar o q está entalado em minha garganta e agora soltarei pela ponta dos dedos:IGREJAS:PODER,VAIDADE, POLITICA E GRANA!Q a Igreja sempre esteve ao lado de quem detinha o poder todos sabemos. Mas estou voltando de uma viagem pelo NE(1a.de uma série) a trabalho e sempre gosto de andar a deriva por lugares q não conheço.Em qquer município, por menor q seja,existe um luxuoso templo da Igreja Univer$al,e ao passar em frente de TODAS,em momentos diferentes,o q sempre ouvi foi”Quanto maior for a quantia q derem aqui,o Senhor lhes devolverá 1000 vezes mais”.Devem falar outras coisas durante o culto,mas esta frase ESTÁ PRESENTE EM TODOS E A TODO MOMENTO.Estava num municipio datado de 1677,com contruções em ruinas,e por instantes me senti na Idade Média,na venda de indulgências e só não fiquei com medo de ir p/a fogueira,pq olhei p/o relógio e vi q tinha q correr p/pegar meu notebook e zarpar p/a capital p/voar p/outro municipio.PEGA LADRÃO! AMÉM.

  14. O Vampiro de Curitiba

    Jeff (Rj): “Não és digno de morrer… eu não seria vingado… Vive para existires como horror de toda a Terra, para seres dilacerado por teus remorsos. É preciso que tudo aquilo respira conheça teus horrores e te despreze; é preciso que cada instante, assustado contigo mesmo, a luz do dia te seja insuportável.” (Marquês de Sade- Os crimes do Amor)

  15. O Vampiro de Curitiba

    Ana Carolina, Claudia, Gilda e Nadja: É literalmente um prazer em conhecê-las!

  16. Sandra

    Nadja, leis podem ser ruins, mas tente a falta delas.

  17. Sandra

    Gerald, nem todos os católicos são nazistas. Se o papa é, você pode julgar melhor do que a gente. E mesmo que ele não seja, você NÃO É OBRIGADO A PERDOÁ-LO! Que Deus dê força sempre, sempre, e um colinho a esse seu filho verdadeiramente iluminado!

  18. Nadja] [RJ

    Todas estas relações me instigam na dúvida e no cansaço.
    Nós mesmos formulamos as respostas (dicionário):
    Instituição- (pl.) leis fundamentais de uma sociedade política.
    Política- (fig.) astúcia, maneira hábil de agir.

  19. Sandra

    “Discussões brabas! Divergencias existencialistas terriveis Porque somos terrivelmente D I F E R E N T E S, D I V E R G E N T E S !!!! mas e dai? Mas e dai???? Mas podemos viver sem matanca!” (Gerald) Podemos mesmo?????

  20. Sandra

    Jeff, eu não sei o que o Gerald te fez, mas não há o que justifique uma atrocidade dessas!!!!!

  21. Sandra

    “Em todos os períodos da história, os inimigos mais encarniçados do Dogma foram recrutados entre os partidários de um Dogma Diferente, queimando-se, enforcando-se ou crucificando-se mutuamente. O autêntico espírito livre está aberto a todas as possibilidades, dogmas e superstições inclusive.” (Ernesto Sábato)

  22. Sandra

    Ana Carolina, não entendi. Você acha que ser “mente aberta” é uma ofensa ou os freqüentadores do blog são modestos demais para se autodenominarem assim?

  23. Sandra

    PELO AMOR DE DEUS, O QUE É ISSO?????????????????? “Vai morrer como seus ancestrais judeus de merda!!!!”

  24. Rafa Dantas] [New York

    Dispersa-te pela noturna consciência da inconsciência dos corpos. Dispersa-te pelo grande cobertor não cobrindo nada das aparências. Pela névoa atômica das coisas. Pelas paredes turbilhonantes, do vácuo dinâmico do mundo…
    FP

  25. Rafa Dantas] [New York

    Estava tentado a fazer um comentario. Mas acho melhor simplesmente colocar um poema de Fernando Pessoa (Alvaro de Campos):
    Se te queres matar, por que não te queres matar? Ah, aproveita! que eu, tanto amo a morte e a vida, se ousasse matar-me , também me mataria. Ah, se ousares, ousa! De que te serve o quadro sucessivo das imagens externas a que chamamos o mundo? A cinematografia das horas representadas por atores de convenções e poses determinadas, o circo policrômico do nosso dinamismo sem fim? Encara-te a frio, e encara a frio o que somos. Se queres matar-te, mata-te. Não tenha escrúpulos morais, receios de inteligência! Que escrúpulos ou receios tem a mecânica da vida? Que escrúpulos químicos tem o impulso que gera as seivas e a circulação do sangue, e o amor? Que memória dos outros tem o ritmo alegre da vida? Ah pobre vaidade de carne e osso chamada homem. Não vês que não tens importância absolutamente nenhuma?

  26. GILDA] [RIO

    Olá Ana, estou exausta e não sei o q o vampiro escreveu, mas quem torcer para o fracasso de Tio SAM ou qquer outra potencia, estará sendo retrogrado (como Chavez) ou desinformado: estamos todos no mesmo barco e, queiramos ou não,se o USA for mal,o mundo todo sofrerá.Estamos todos remando num mesmo barco e as eleições de novembro, mais do q nunca, terão uma influencia direta sobre todos. Essa de xenofobia, de odiar os USA, e torcer pelo seu fracasso, não tem mais lugar. Se um parar de remar o barco, todos terão que fazer mais esforço. O que não pode continuar é esta politica de Bush. Não sei se estou postando no lugar certo nem se o assunto é esse, mas se for terá resposta e se não for, morrerá aqui.
    Meu tempo está tendendo a menos infinito, mas tentarei voltar a frequentar este fantastico blog.
    beijo a todos!
    Namastê
    PS:Contrera,foi bom te encontrar por aqui,vc é um doce de pessoa,honesto em suas colocaçoes,pronto a ajudar em outras circustancias, te quero bem, pacas!bjs

  27. jeff] [RJ

    Vc me jogou água na cabeça na CAL… Foi de péssimo tom!!!
    Eu nem coloquei veneno no seu café ainda, mas me aguarde, sua “rainha mentirosa”!!! Vai morrer como seus ancestrais judeus de merda!!!!Hitler devia estar vivo pra ver mais essa…
    LOVE.

  28. GILDA] [Rio

    DEAREST G,q bom rever Mau, Contrera,Carlos,etc.Ao ler sua materia no DR,mesmo exausta,há 72h no ar,parei e despejei pelos dedos o q estava entalado em minha garganta,do q vi no nordestesobre IGREJAS,em particular a Universal do Bi$$$po Macedo!Escrevi no impulso,e não salvo nada q escrevo é SEND e fim de papo.Mas tentarei amanhã,(hoje depois q dormir e acordar)ler novamente o q vc escreveu,as postagens e meter minha colher! Acabei de ver aqui no Blog q há algo sobre Florestas tb,e estava e estarei no NE a trabalho,sobre a revitalização do Velho Chico e do Parnaíba. ATENÇÃO,REVITALIZAÇÃO E NÃO TRANSPOSIÇÃO.Tenho q ler p/ver sobre o q estão conversando lá,mas aqui deixo meu protesto e REPÚDIO,sobre o q vi ao passar, em municipios mínimos,pela porta de TEMPLOS do Bi$po Macedo.Por enquanto postei apenas p/ dizer q entrarei nessas discussões, com FATOS CONCRETOS E TERRÍVEIS DOS TEMPLOS DO BI$PO. bjs!
    Namastê
    Gilda
    PS:TODOS JÁ DEVEM TER LIDO”OS PILARES DA TERRA”e”The name of the Rose”

  29. João Carlos Alves Andrade] [São Paulo

    Cara Claudia, a carta magna não salvaguarda os direitos e privilégios da Igreja, mas salvaguarda o direito de livre credo de qualquer cidadão. Não devemos confundir a história da Igreja com a fé dos fiéis. Não é uma questão de conivência. A Igreja ainda tem muito a que se abrir diante dos anseios da sociedade moderna. Mas ela não pode pagar eternamente por erros cometidos no passado. Seria o mesmo que condenar todos os soldados do exército por crimes praticados durante a ditadura militar. Como uma instituição secular, a Igreja tenta se adaptar conforme seus preceitos. Imagine você, se ela aderisse a tudo o que surge como comportamente de uma determinada época, e que muitas vezes passa. Ela perderia totalmente o crédito, enquanto instituição religiosa, ainda que algumas alas sejam justamente mais coniventes com as aberturas. Caminhando lentamente, ela mantém a coerência de seus dogmas,ao mesmo tempo que tenta se adaptar às novidades vindas de todos os setores. Apenas isso.

  30. Ana Carolina

    João de onde você veio??? não conhece o trabalho do dono do blog mas se sente apto a acusar os frequentadores de se auto denominarem “mente aberta”? Que bobagem é essa? O que está em questão aqui é a liberdade e o autoritarismo. a Igreja católica permace estabelecida como o “Clero”(o que determina auto poder perante a sociedade) a fé em Deus ou o exercicio desta não são o ponto da discução, ou, da situação que pelo menos a mim, pasma. falta de compreenção do que é o “papa-movél” certamente te põe numa fé cega e portanto frágil.

  31. Sandra

    Feliz aniversário, querida terra acolhedora: “Cantou o violão nacional/ Cupim já não dá nesse pau/ Árvore tão desigual/ Salve o Brasil, nome de vegetal” (Celso Adolfo)

  32. Ana

    Queridos, queria ainda comentar alguma coisa, mas volto amanhã. Antonio, salvei seus comments para poder te responder com calma. Beijos, e boa volta do feriado a todos!

  33. Sandra

    As pessoas chorando atrás do papamóvel incomodaram muita gente, mas a proposta do Pancho de rolar a cabeça do papa e cardeais, não. O fato de a carta magna garantir a liberdade religiosa foi mais atacado do que louvado. Quem está sendo intolerante?

  34. Sandra

    Vamp, é verdade. Qualquer um que falar que é contra o Bush é apoiado sem ser observado uma segunda vez. Já vi gente defender extirpação de clitóris, talibans… até escravidão. Tudo é diferença cultural a ser respeitada.

  35. Sandra

    Muitos argumentaram que a Igreja impede o progresso da ciência. Muitos amigos biólogos reclamavam contra a comição de ética que proibiam pessoas de serem cobaias, mesmo voluntários. Já imaginou, o menino, precisando tirar o mestrado na mão de um orientador inescrupuloso? Será que dá para a ciência correr solta, sem freios? Será que o cientista é tão pró-humanidade? Olha que lindo puxão de orelha tomei lá atrás, quando sugeri, do alto da minha arrogância, que razão=paz, paixão=guerra: “… as a politician Hitler had three great assets. One was his complete lack of pity, affection or human ties of any kind”

  36. Mau

    É…a origen da palavra religiao ja foi esquecida por muito tempo – RELIGAR.

  37. Contrera

    Antonio Moraes, ainda: não posso concordar ainda com que devamos chamar de ignorantes argumentações que não assumem nossos pressupostos nem pontos de vista. pois ser ateu, aideológico (isso existe? NÃO! ademais de ser supremamente arrogante), individualista ao extremo não é em nada superior a ser crente, defensor de ideologia ou cordeiro em meio a rebanho (para pensar num radical oposto). além do que ir ao teatro, assistir filmes, ler livros, não são atitudes privilegiadas de defensores de arcabouços de pensamento mais esclarecidos. que a opinião pública vai em geral ao deus-dará é real. mas isso não a torna inerte às influências – MUITO AO CONTRÁRIO. Vampiro: teorias de ressentidos não sustentam todas as críticas às personalidades que você citou. eu não me oponho (eu? quem sou eu? que merd… sou eu?) ao bush por moda ou por ressentimento. nem por isso tenho mente mais aberta. valéria e cláudia: obrigado. de minha parte, adoro ser citado por mulheres (perdão pelo machismo, mas…)

  38. Contrera

    Antonio Moraes: não, as discussão não são irracionais – o que às vezes é discutível é a motivação que as provoca (poder, inveja, intenções de destruição do interlocutor, etc.). discordo também: você não é minoria. minorias são esses que não se conseguem fazer ouvir. você se faz ouvir, sim, e tua argumentação domina âmbitos variados, sempre ligados a think-tanks de inspiração liberal. simplesmente tua argumentação não é solenemente aceita em todos os ambientes. insisto: ninguém é refém da grande maioria católica (incluir-me-ia nisso), o que de fato condiciona o pensamento é a conjugação de vontades mal-conduzidas com argumentações mal-defendidas. o conservadorismo é algo que faz parte de tua própria argumentação. quer mais clara amostra de conservadorismo do que o próprio liberalismo? claro, o liberalismo dialoga: mas, e com quem não compartilha de seus pressupostos, o liberalismo dialoga? não. desculpe-me, mas os massacres não ocorrem no âmbito do pensamento, mas da ação. burros? não.

  39. Marina S.

    aquilo que teria como função nos unir, ligar, re-ligar, na grande maioria das vezes, nos separa. curioso…

  40. O Vampiro de Curitiba

    É, o papo acabou se resumindo ao catolicismo… Sandra, na visão dos ressentidos, não é politicamente correto criticar outras religiões, somente a Católica. Vai entender, né? Como não é politicamente correto apoiar Bush. Em hipótese alguma! Se o capeta subir á Terra e comprar uma briga com Bush, os ressentidos terão o capeta como ídolo. Só por que (separado, sim) o coisa-ruim é contra Bush. Fidel, Chaves, Morales são todos ditadoresinhos vagabundos, mas para os ressentidos são heróis. Por quê? Simplesmente por que (idem) falam mal de Bush. Nem Freud explica. Mas outra hora o Vamp vai exlicar tim tim por tim tim…. Outra hora…

  41. Sandra

    Alguém perguntou aos católicos se eles querem que a Igreja libere o uso de camisinha, e se querem que as mulheres celebrem cultos? As mulheres celebram cultos nas religiões judaicas e mulçumanas (pergunta absolulamente sincera! Não tenho a menor idéia! Nunca me preocupei com isso, porque não sou praticante de nenhuma religião!)? Por que cada um não pauta a própria religião, ou, se não tem nenhuma, por que não deixa que seus fiéis as pautem? Tenho amigos católicos que acham que a Igreja Católica não deve liberar o uso de camisinha, senão vira festa do caqui. Que isso é uma regra para ser quebrada, só para a coisa não virar um oba-oba. Para mim, não tem a menor lógica. Ainda mais que a Igreja, que eu saiba, aceita a tabelinha. Poderia liberar a camisinha para pessoas casadas. Mas, se para ele está bem, para mim está ótimo.

  42. Sandra

    Não dá para conviver com o diferente, se ele não te encher o saco?

  43. Sandra

    Mas se alguém acha que a Igreja Católica está errada em proibir as mulheres de celebrar culto, em proibir o uso de camisinha, etc, por que simplesmente não muda para uma protestante?

  44. Ana

    Fabio que o universo proteja as suas articulações, a sua família, as suas filhas, sobrinhas, as netas que você vier a ter, a sua arte, os seus sonhos, e que tudo, tudo, tudo, o que você deseja para as pessoas, incluindo a minha pessoa, volte em dobro para você, tá meu querido? Shalom, paz, vá com, ooops, Deus!

  45. Gilda] [Rio de Janeiro

    Gerald, ler sua matéria foi o q eu precisava para desabafar o q está > entalado em minha garganta e agora soltarei pela ponta dos dedos: IGREJAS: > PODER, VAIDADE, POLITICA E GRANA! Q a igreja sempre esteve ao lado de quem > detinha o poder todos sabemos. Mas estou voltando de uma viagem pelo > nordeste (a primeira de uma série) a trabalho e sempre gosto de andar a > deriva por lugares q não conheço. G, em qquer município, por menor q seja, > existem pelo menos um luxuoso templo da Igreja Univer$al, e ao passar em > frente de TODAS, em momenos diferentes, o q sempre ouvia era \”Quanto > maior for a quantia q derem aqui, o Senhor lhes devolverá 1000 vezes > mais\”. Devem falar outra coisas durante o culto, mas esta frase ESTÁ > PRESENTE EM TODOS E A TODO MOMENTO. Estava em municipio datado de 1677, > com contruções em ruinas, e por instantes me senti na Idade média, na > venda de indulgências e só não fiquei com medo de ir para a fogueira, pois > olhei para o relógio e vi q tinha q corr

  46. Claudia ] [SP

    P/ Sr. João Carlos Alves Andrade:
    Expresso em nossa carta magna?
    Claro que, entre outras coisas a carta salvaguarda os direitos e privilégios da igreja.O Sr. vem nos falar de coerência? de depravação?…isto está lá dentro da ostentação da igreja católica, existe também uma adesão interessante…”contra a tortura e outras penas, ou tratamentos CRUÉIS,DESUMANOS OU DEGRADANTES”..neste caso…oque acontece?….ação/ reação…como não reagir com TOTAL INDIGNAÇÃO.
    Estou firme e forte com Contrera,e..prefiro a letra escarlate, do que ser conivente.

  47. Antonio Moraes

    Ana, minha intenção ao indicar o texto do Schwartsman foi exemplificar uma ofensa considerada atualmente a mais grave e que não o era 200/300 anos atrás. Como fazer comentários contra a ditadura militar brasileira 40 anos atrás tornava o indivíduo passível de prisão. Ou até tortura. E agora podemos chamar, sem receios, nosso presidente de sapo barbudo (é velha, mas ainda vale). E todo o congresso de corrupto (mas fazer protestos nas ruas contra eles ? não …). O que é considerado ofensa é relativo. E numa sociedade varia com o tempo. Nós, no lado do Atlântico da América do Sul (também sou um anti-nacionalista) temos aceitado cada vez mais o relativismo nas nossas relações, minimizando os conflitos. Mas não existe como eliminá-los. Existem codificações biológicas, inatas, características de grupos ou particulares a indivíduos, que são incapazes de serem reprogramadas por regras sociais (a moral/ética).

  48. Antonio Fernando

    As vezes as regras morais coincidem com a programação biológica ou o ambiente desperta codificações biológicas dormentes no indivíduo – supõe-se, por exemplo, que o virus da gripe em gestantes possa causar esquizofrenia no rebento quando adulto. Chegará o tempo em que será possível determinar, através de ‘scanning’ do cerébro (via tomografia, por exemplo) e simples questionários, quais são as características inatas de um indivíduo – por exemplo, ele é suscetível a crer, ou possui um senso crítico muito aguçado – e quanto o ambiente o influenciou até aquele instante, para inseri-lo na realidade que o deixar mais feliz.

  49. fabio] [são paulo

    Bããão….o “papo” tá bããonn…mãns….eu cansei!!!!!!!!
    Feriado de tiradentes, eu não tô afins de brigá.O cara já foi ESQUARTEJADO, mesmo, né…!Mas a jô-ANA d´arc, aí tá afim de partí pô FRONTI!Como eu não “acrescento” NADA, mesmo, intão é meió eu caí fuera..!Não tô afin de COMFRONTI com você,jô-ANA!….Sê prefere a anterior…”KHARENT” ou você gostô da jô-ANA D´arc..???!O poBREMA da segunda é que éla morreu numa FOGUERA, isso é brabo, heim?!Quanto ao querer..”ACABAR COM O DEBATE”.., te péço, ME economize, PLIS..!Já não basta a “vampi” falando as besteiras dele, agora você também, com éssa de “querem me calar”!!!!! aí geová, “lançai um RAIO de luz néssa mente”, “atrofie as articulações de seus : mindinho, fura bolo, indicador e outros…(não lembro mais os nómes dos dedos das mãos)para que éla escreva MENAS..!já que crítica éla LÉVA PRO LADO PISSOAL!

  50. Ana

    Carlos, você tem razão. Debater com personagens (ou personalismos) começa a perder a graça…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s