do blog do reinaldo

Prévias no PSDB? Pensei em chamar Gerald Thomas. Mas desisti. Teatro é coisa séria!
(Sugiro que leiam antes o post abaixo deste)

Prévias no PSDB? Pensei em chamar Gerald Thomas. Mas desisti. Teatro é coisa séria!

(Sugiro que leiam antes o post abaixo deste)

Alckmin quer mesmo prévias para indicar candidato à Prefeitura no PSDB de São Paulo? Vou chamar meu amigo Gerald Thomas para melhorar esse teatro aí. Acho que ele não vai topar, hehe. Afinal, teatro é coisa séria, e essa proposta é uma brincadeira estúpida. Digamos que se realizassem. Os problemas estariam resolvidos ou só estariam se extremando? Não sei exatamente – e nem os tucanos sabem – qual seria o colégio eleitoral. Digamos que fossem todos os filiados do partido (com ou sem superdelegados?). Acho que Alckmin ganharia. E o PSDB, obviamente, sairia derrotado porque irremediavelmente dividido. Um candidato deve procurar unir, não fracionar.

Raramente, aliás, ouvi coisa tão esdrúxula, idiota mesmo. Nos EUA, para ficar no exemplo mais evidente, as prévias fazem parte do processo político. Aqui, ainda não. Elas não usadas como remendo ou como instrumento para soldar fraturas.

Alckmin será o candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo. Ponto final. O que mais ele quer agora? Entusiasmo? Vibração? Beijo na boca?

Quem tem, agora, de ganhar a confiança do partido é ele. Foi-lhe oferecida uma estratégia que vislumbrava a manutenção do poder na Prefeitura e a forte possibilidade de o partido manter o Palácio dos Bandeirantes em 2010. Ele preferiu outro caminho, que passa, é óbvio, por Belo Horizonte – lá onde o seu partido está se juntando com o PT – e pela precoce hostilização da pré-candidatura de José Serra à Presidência. Hora de chamar as coisas pelos nome.

O corolário é este: na trilha escolhida pelo ex-governador, o seu aliado da hora, Aécio, está se juntando com o adversário histórico (o PT), e o aliado histórico em São Paulo, o DEM, está levando um pé no traseiro. Foi Alckmin que fez essa opção, e ela tem conseqüências.

O ex-governador precisa saber que ganhar uma prévia – ou mesmo um "caucus" de cardeais, como em 2006 – é bem mais fácil do que ganhar uma eleição. Ele é favorito? Claro que sim. Mas sabe que precisa do partido. Não será se impondo candidato por força da vontade, como fez no passado, ou por meio de prévias que vai inspirar o ânimo militante na turma.

Ao prefeito Gilberto Kassab, do DEM, dados os números e a dinâmica do processo político, não resta outro caminho: terá de ser candidato. Seu discurso é fácil, tranqüilo mesmo: deve prometer a manutenção do que é bom e a correção dos problemas, como de hábito nas tentativas de segundo mandato. E não terá como negar que trabalhou em parceria com o governador de São Paulo e com… o PSDB, que detém 70% dos cargos! Qual será o de Alckmin?


A história de que é candidato porque as bases querem, ele sabe, tem alcance limitado entre as lideranças. Ninguém é ingênuo. As tais "bases" querem porque ele se ofereceu, não é mesmo? Tivesse respeitado a fila – aquela de que falava Sérgio Motta -, a realidade seria outra. É claro que não haverá prévias coisa nenhuma. Isso é só um tour de force para se impor. É uma desnecessidade. E só evidencia, diga-se, que a Prefeitura de São Paulo, nessa história toda, não passa de pretexto.

PS: A reportagem da Folha, abaixo, informa que os "líderes" do partido também influirão. Entre eles, Aécio Neves. Terei de perguntar: Aécio consultou Serra sobre a sua união com o PT, ou Belo Horizonte reivindica a interferência em São Paulo ainda por conta da Revolução de 1932? Aceito boas respostas.

Leiam mais: http://veja.abril.com.br/blogs/reinaldo/

do Sergio Penteado
[Sérgio] [São Paulo, SP, Brasil]
Gerald e amigos, Há dias, debatíamos sobre o teatro(com "p" minúsculo mesmo)na política,que é uma arte menor e mais mal feita do que o Teatro tomado como arte e eu acho que o fator de crença das pessoas nessa arte,implica a adesão daqueles que votam e crêem na postura de seus atores sem qualquer senso crítico. Isso acontece quando o eleitor se convence de que deve votar em governos que supostamente protegem os interesses de eleitores pela bazófia de que uma intervenção militar estrangeira defende o princípio de "levar a democracia" ao Iraque,mesmo que ao exorbitante custo de vidas humanas e a multiplicação do terrorismo em escala mundial. Isso também acontece quando incautos crêem que temos no Brasil um "presidente do povo" que não mede esforços eleitoreiros de se perpetuar no poder,ao custo da ingenuidade alheia. E sobre retratação e o Reinaldo,esse post está em sintonia com a afirmação,mas acho que ele em seu blog foi freqüentemente injusto com você antes de vcs se reconciliarem.

Mas Sergio
Ele pode sim ter sido injusto num rapido (e curto) surto depois que eu o ataquei primeiro: mas aquilo ficou la pra tras! Muitissimo la pra tras! Hoje ele faz parte da minha vida e me tornei leitor do blog, morro de rir com ele. Obvio que nao concordo com TUDO, mas quem concordaria? Aprendo muito, ja que nem sei tanto sobre politica brasileira. GT

Carlos Bucaneiro: que pena que vc mandou um email (nao, nao estava errado – foi so da primeira vez- depois conseguimos nos communicar em varias linguas! Eu te respondi e te expliquei que entro SIM no blog do Reinaldo que Adoro o cara SIM e que nao existe armadilha alguma: sei me cuidar, tenho 53 anos! O Reinaldo deixa bel CLARO a que veio. E nao tem MEDO disso. E os outros? Que se escondem? Hem??? Pena! Era uma bela resposta, com carinho e delicadetessen, LOVE GT

10 Comments

Filed under Sem categoria

10 responses to “do blog do reinaldo

  1. Sandra

    Diogo Mainardi foi vítima de centenas de processos, alguns por motivos banais, como dizer que não gostava do Acre. Era uma maneira de cansar, quebrar uma voz divergente. Só Reinaldo gritou contra isso, e convocou o resto da mídia para fazer o mesmo, pois, amanhã, poderia ser com eles. Mas todos acharam que era bem feito, pois Diogo era um direitista conservador da Veja. Hoje, a vítima dessa prática é a Folha de São Paulo. A Igreja Universal convocou seus fiéis a inundar de processos uma jornalista que escreveu uma matéria contrária a ela. E a Força Sindical ameaça fazer o mesmo. Não querem ganhar, só abater, quebrar o ânimo de quem se atreve a falar contra elas. E Reinaldo defendeu a Folha, mesmo que seus jornalistas tenham se omitido quando a vítima foi Diogo. E eu não me lembro de Reinaldo tê-lo chamado de amigo. Só conheço Reinaldo pelo blog, mas atrevo-me a supor que, para ele, amigo não seja uma palavra vazia. Acho que ele te considera muito, Gerald.

  2. Sandra

    Gerald, posso estar enganada, mas não me lembro do Reinaldo ter tratado ninguém por amigo num título de um post.

  3. Carlos Bucaneiro] [Alemanha

    GT, nao sei o que houve com meu e-mail, mas to mandando novamente. Nao tem nada de medo por aqui. Espero que vc tenha animo de mandar novamente a mensagem. Estou muito interessado em saber as sua bela reposta. Seria muito importante pra mim. Abraco, Carlos

  4. Carlos Bucaneiro

    Cara, nao dá prá acreditar que voce caiu nesta de ser amiguinho do Tio Rei. Voce realmente le o Blog dele? Voce le o que os leitores do blog dele (depois de filtragem do propio) escrevem? O nivel é baixissimo, chute no saco. Ataque pessoal, moralista etc. GT, eu te admiro, nao caia nesta! Sei que nao tem muito tempo, mas pelo menos, de uma lida nisto que o jornalista Nassif escreveu: http://www.projetobr.com.br/web/blog?entryId=6716
    E decida se quiser continuar querendo levantar a bola dele.
    O jogo ali é pesado e bem pensado, cheio de interesses.
    Grande Abraco,
    Carlos

  5. Sérgio] [São Paulo, SP, Brasil

    Eu gostaria mesmo muito que o Reinaldo Azevedo se manifestasse a respeito do que ele escreveu sobre você, antes da reconciliação.

  6. Sandra

    Ele gostou mesmo de você, Gerald! Eu também!

  7. Gustavo] [Gainesville, FL

    Eu gosto de prévias, não gosto do sistema que usam nos EUA porque é diferente para cada estado (absurdo!). Mas acho justo a pessoa que vota por um partido ter o poder de escolher quem quer que seja seu candidato. Agora… pra prefeito?! Alckmin querendo aparecer… Não sei quem escreveu a peça, mas deveria ir num workshop do GT!

  8. Sérgio] [São Paulo, SP, Brasil

    Você tem a grande virtude de não guardar rancor por muito tempo de suas rusgas.
    Não sei se eu conseguiria ser assim.
    Quis dizer que palavras podem ser devastadoras, mais ainda quando escritas ou ditas por quem possui o dom de fazê-lo bem.
    Parabéns pela sua atitude !

  9. O Vampiro de Curitiba

    Reinaldo, sempre simpático (calma, Fábio!), nos lembra que é impossível falar em teatro sem citar Gerald Thomas. Quanto ao PSDB, minha opinião sempre foi de que não passa de um PT mais limpinho. Um PT de banho tomado, digamos assim.

  10. Sérgio] [São Paulo, SP, Brasil

    Gerald e amigos,
    Há dias, debatíamos sobre o teatro(com “p” minúsculo mesmo)na política,que é uma arte menor e mais mal feita do que o Teatro tomado como arte e eu acho que o fator de crença das pessoas nessa arte,implica a adesão daqueles que votam e crêem na postura de seus atores sem qualquer senso crítico.
    Isso acontece quando o eleitor se convence de que deve votar em governos que supostamente protegem os interesses de eleitores pela bazófia de que uma intervenção militar estrangeira defende o princípio de “levar a democracia” ao Iraque,mesmo que ao exorbitante custo de vidas humanas e a multiplicação do terrorismo em escala mundial.
    Isso também acontece quando incautos crêem que temos no Brasil um “presidente do povo” que não mede esforços eleitoreiros de se perpetuar no poder,ao custo da ingenuidade alheia.
    E sobre retratação e o Reinaldo,esse post está em sintonia com a afirmação,mas acho que ele em seu blog foi freqüentemente injusto com você antes de vcs se reconciliarem.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s