por John Hemingway

FIM DA LINHA

Montréal (Canadá) – No dia de hoje, há exatos cinco anos, o Presidente Bush anunciava à nação que a invasão do Iraque tinha começado e que 1000 quilos de bombas tinham matado Saddam Hussein. Hussein, claro, sobreviveu à invasão e só foi capturado em 13 de dezembro de 2003, sete meses depois que Bush declarou seu famoso "Missão Cumprida", no discurso a bordo do USS Lincoln na costa de San Diego. Para aqueles que não se lembram, isso aconteceu quando ele desembarcou de um jato da marinha no porta-aviões e saiu do avião com o macacão especial de piloto militar.

Esse foi o primeiro de uma série de propaganda, que não acaba nunca, que a administração usou para enganar os americanos e manter a popularidade. Em 2003, os neocons estavam altamente radiantes e o que se pregava na época (como ainda é entre os homens de Bush) era a invasão do Irã, uma vez que agora a democracia estava assegurada no Iraque.

A invasão foi uma "moleza" (como prometido) e logo o petróleo iraquiano pagaria todas as despesas e os chineses e europeus (leia-se franceses e alemães) estariam cortados da festa do petróleo. A paz americana estava assegurada por, pelo menos, mais um século e ninguém seria capaz de se atravessar em nosso caminho. Exceto, claro, os próprios iraquianos.

Com tantos discursos sobre levar a democracia e a liberdade ao Oriente Médio, poucos se incomodaram em pensar que a população local poderia não gostar de ser dopminada por uma potência estrangeira. Mesmo agora, quando uma pesquisa recente mostrou que mais de 70 por cento dos iraquianos querem que os americanos saiam do país, a mídia nos Estados Unidos preferiu omitir esse trecho da informação. A elite dominante na América não quer ser incomodada com a realidade da nossa posição no Iraque, mas a verdade e os desejos dos iraquianos não serão negados para sempre. Historicamente falando, ocupações não duram muito tempo. Os ingleses dominaram a India por quase cem anos, mas tiveram que sair. Os russos dominaram o leste europeu por mais de 50 anos, mas eles também foram expulsos. Na verdade, todo invasor é derrotado e os Estados Unidos não serão uma exceção a essa regra.

A America já está vendo seu poder real declinar, a ponto de num futuro próximo nos tornarmos incapazes de trazer de volta os nossos soldados do desastre iraquiano. Não teremos dinheiro para fazer isso e, se tiverem sorte suficiente, os soldados americanos acharão o caminho de volta aos EUA em vôos comerciais pagos pelo próprio bolso. Wall Street está à beira do desastre que alguns já estão comparando à queda do mercado de ações de 1929. A questão para o assustado FED, na verdade, não é de liquidez e de baixar taxar de juros, mas de solvência. Nós não temos dinheiro e estamos vivendo e lutando com dinheiro emprestado. Quanto tempo levará até que chineses, japoneses, sauditas e o resto do mundo se recusem a comprar os papéis do tesouro americano que mantêm a economia e a máquina de guerra funcionando?

Nós acabaremos nosso reinado como o Imperio Britânico no começo da Segunda Guerra Mundial: quebrado e dependente da generosidade de outros. E vendo que nada é de graça nesse mundo duríssimo, a América será forçada a aceitar uma diminuição no seu papel. O dólar americano não mais será mais usado como moeda de referência do planeta e a perderemos a habilidade de apoiar nossos débitos nas costas dos outros. Não teremos mais produtos baratos da China e não teremos mais Abu Ghraibs, Guantanamos ou Fallujahs. Os horrores do plano dos neoscons de dominação do mundo estão felizmente perto do fim.
John Hemingway
diretodaredacao.com


da Sandra
Gerald, eles não querem os americanos. Os xiitas querem um xiita, os sunitas querem um sunita, e os curdos querem um curdo, que dê poder a sua etnia e massacre as demais. E os americanos querem sair dessa fria em que se meteram.
Sandra

opiniao de Luciana (uptstate NY)
Os americanos nao querem sair do OM, pelo contrario, daqui (por ex: Montgomery) ainda saem jovens, velhos… Meu dad foi tb, sabe-se la investigar o q, ficou 3 semanas no Yemen e so voltou pq comecaram a bombardear a area. Que bom q ele pode voltar neh, isso nao deve ser uma opcao pra maioria, com ou sem bombardeios… Fico lendo esses registros de voces, dos outros, oq ouco do dad, tudo confuso, quase surreal, pq percebo q mesmo vivendo nesse periodo sou tao espectador, como quem le so mais uma pagina de um livro de historia, que com certeza sera reescrita muitas vezes. essas discussoes sao tao bizarras quanto ver criancas americanas com menos de dois anos deitarem-se ao chao automaticamente qndo escutam tatatatatata, nao, eles nao ensinam elas se a protegerem contra os tiros, elas ja estao nascendo assim com esse instinto, deve ser coisa do inconsciente coletivo, ou memoria genetica, vai saber… tb pudera, guerra e uma palavra q se repete em toda historia. e o oposto? cade? existe?
Lu

Carlos e Vampiro: vou ter que apartar essa briga entre vcs pessoalmente caramba! Eta! Nao, eta eh um grupo terrorista basco. Fora! Serio: PAZ !!!!! Vamp e El Padre: o que eu preciso fazer pra que vcs se comnuquem de novo???? GT

do Carlos pra Sandra
[Carlos] [US ]
Sandra: eu não disse que opinião não é pessoal. O problema nos blogs é esse, a gente lê tudo tão rapidamente. Eu disse que essa questão não é uma questão de opinião. Não é torcida, não é a minha nem sua vontade. Sem examinar os fatos não dá pra comentar, quanto mais opinar. Vamos aos fatos, não há nada a temer. Você disse que os americanos querem sair dessa fria. É só isso? Você não entende que George Bush deveria ser julgado um criminoso internacional? Você não viu que alguns americanos pediram a prisão de George Bush?? é que do jeito que você colocou, toda a responsabilidade é dos iraquianos. Fica parecendo que os EUA tinham a melhor das intenções, só que de repente viram-se numa fria…Não é assim, não foi assim.

do Vamp
[O Vampiro de Curitiba]
Pessoal, calma! O fim do mundo ainda não chegou! O Iraque será democratizado e governado por iraquianos. Depois da saída dos americanos, óbvio. O Mundo livre e o estilo americano de viver triunfará mais uma vez! Viva o Império!

Mau fonseca
Carlos e Vamp, parem, o inferno é de todos vocês e nós. Ninguem é santo. Nem EUA e o Iraque, nem os iraquianos e arabes que se matam desde a epoca de Maomé e depois invadiram a Europa por seculos, sejam Otomanos, sejam maomeistas, enfim – sempre guerra. E olha q tenho uns 10% de sangue arabe, mas sinceramente, ja desisti de falar sobre a paz do Oriente Medio – querem viver na guerra, na religiosidade imbecil e na hipocrisia dessas sociedades patriarcais, arabes, americanos, chineses, que vivam.
Mau

da Ana Peluso (parceira do Blog)
Ana]
Não dá pra entender esse domínio estúpido dos EUA sobre outros países, principalmente no que tange a questão da "habilidade de apoiar débitos nas costas dos outros". Excelente frase! Já o que leva a mídia a fazer o próprio povo norte-americano de idiota, não deve estar muito distante dessa excelente frase. Povo que não vê é mais fácil de ser conduzido. Mas o que eu não compreendo, é onde vai parar todo aquele orgulho norte-americano na hora em que esses soldados morrem POR NADA. Por uma mentira cara-de-pau, para se manter "on the top 4ever", enquanto o mundo clama por igualdade e apoio mútuo. Não vou falar do império Chinês, pq. não vai caber no espaço, e eu estou com sono, mas tenho cá pra mim que impérios vão desabar. Pra tudo que é lado. E nem isso consola, pq. a quebradeira tende a ser geral. Vai ter neguinho pagando pelo que não fez, o que, aliás, é muito comum nesse planeta.

por Sergio Penteado (colaborador do Blog)
[Sérgio] [São Paulo, SP, Brasil]
Sobre o excelente artigo de Hemingway, comento : 1)Existe uma imensa maioria hoje que se opõe à presença militar americana no Iraque, tanto local como dentro da opinião pública americana. 2) Tal fato tem sido omitido pela imprensa americana, aceitando docilmente, como de resto ocorre, desde o início dessa aventura, as inverdades propagadas pelo governo. 3) A imprensa americana têm, exceto algumas vozes dissonantes desde o início da empreitada, aceitado historias da carochinha para justificar a invasão, tais como a existência de armas de destruição de massa de Saddam e a não separação entre Al Qaeda e o antigo regime do Iraque. 4) Não houve retratação formal por esses erros, e o uso da diplomacia foi sempre, e desde o início, ignorado. 5) Houve confisco de petróleo iraquiano, e a celebração de contratos milionários para empresas americanas, principalmente do setor de construção civil. 6) Não por acaso, a rede de interesses econômicos leva a Bush e patota. São fatos. Liguem-nos.

Sandra esta na tripa dos comments: nao cabe tudo aqui: sorry

Advertisements

40 Comments

Filed under Sem categoria

40 responses to “por John Hemingway

  1. Sandra

    Fábio, EU ADORARIA!!!!

  2. fabio] [são paulo

    Sandra….!!!(PARAFRASEANDO o póprio, GERALD..!!! “Geová, DAI-ME PACIÊNCIA!”….),é o seguinte!!!!!DETESTO PUBLICIDADE!!
    PORTANTO, NÃO PROJETE NOS OUTROS AQUILO QUE FÊZ EFEITO EM VOCÊ,OK?!ADÓRO MORTADELA e nunca me escondi para comprá-la e muito menos para COMÊ-LA.No caso do seu também “ÍDOLO”, Reinaldo a.,NUNCA ME ESCONDI de entrar lá para ler AS BOBAGENS QUE ELE ESCREVE.POOOORÉM, identifico nele um talento para escrever, por isso MAIS DE UMA VEZ, propus-lhe que fizésse um roteiro PRÁ novela e oferecesse a REDE GOOBELS DE televisão. POIS ACHO QUE ELE TEM TUDO HÁ VER COM A GLOBO, e os roteiristas déla, os antigos, que éram os “melhóres”, já estão se aposentando.Só sóbra a Fernanda young e o marido, o RE´STO É DE DOER.O reinaldo está sendo SUB-APROVEITADO na “veja” e ao mesmo tempo SE QUEIMANDO COM MUITA GENTE!Na globo ele iria GANHAR MAIS, TRABALHAR MENOS, FAZER UM TRABALHO DE QUALIDADE E FICAR MAIS FAMOSO, SÓ ISSO!entendeu, ó “cartesiana”, ou quér que eu faça um GRÁFICO!

  3. Sandra

    Fábio, você precisa se atualizar. Precisei classificar minha filha dentro de CINCO raças: branca, preta, amarela, parda ou indígena. Como ela é mestiça de branco com amarelo, meu marido sugeriu: faz aí um quadradinho e coloca: FLICTS!

  4. Sandra

    Fábio, lembra-se de um comercial onde todo o mundo se escondia para comprar e comer mortadela? É igual você lendo o Reinaldo!

  5. OZ] [sampa

    As empresas que mais faturam com essa GUERRA SUJA, são as funerárias. No mínimo o maior acionista dever ser o desgraçado do Bush!!!

  6. Sandra

    Que é isso, Fábio?! Eu sou cartesiana, já se esqueceu?! Quando olho para as pessoas vejo números brilhantes num fundo preto!

  7. fabio] [são paulo

    Sabe, Vampiro/papagaio,que eu lembre, quando eu éra piquêno…lá em birigui, eu aprendí no colégio das FLÊRA, que tinham 4 raças no mundo.Os branco, os indío, os nêgro e os amarélo. Portanto, JUDEU, não tem NADA A VÊR com, CROMOSSOMO, NEM DNA,NEM HEMOGLOBINA E NEM GLÓBULO BRANCO.CÉÉÉRTO.Que eu me lembre é uma RELIGIÃO!mãããns, tidju bem..!Eu sempre fui, desde éssa época atrás, de ESQUERDA E a “quéda” do MURO de Berlim, pRA MIM, foi um GRANDE FAVOR, OU UMA GRANDE BÊNÇÃO!Aquilo nunca foi socialismo, numca foi comunismo nunca foi Poooorra NENHUMA, A NÃO SER MAIS UM BANDO DE TARÁDO LÔCOS PELO PODER, OK.!!!!Quanto ao seu”ÍDOLO” Rei-DARTY Aze-VEIJER, ou vulgo GOOBELS da “veja”, tenho uma CÉRTA DÓ dele, COITADO.Pois, vejo em seus “textos” um cérto DESESPERO…uma ÂNCIA….uma GANA… que não é NORMAL em indivìduos que se PROPÕE a “ANALISAR” o comportamento ALHEIO.Volto a repetir, ele precisa no MÍNIMO DE FÉRIAS, quando ele retornar délas, eu receito o RÉSTO,OK.

  8. O Vampiro de Curitiba

    Não se preocupe, GERALD, o CARLOS me ama de paixão. CARLOS, se você quer ser o dono da verdade, ao menos decida-se: A guerra será o fim do Imperio ou é vantajosa para o Império, como você sempre disse? FABIO, HEIDEGGER nunca foi fã do nazismo. Sobre “papagaio do Goebels”, gostaria de lhe dizer que, não obstante minha aparência ariana, meu sangue é judeu. Goebels era do partido Nacional SOCIALISTA. Eu tenho pavor tanto de nacionalismo como de socialismo. ANA, SANDRA, LU e VALÉRIA, vocês são o charme deste blog!

  9. Sérgio] [São Paulo, SP, Brasil

    Sobre o excelente artigo de Hemingway, comento :
    1)Existe uma imensa maioria hoje que se opõe à presença militar americana no Iraque, tanto local como dentro da opinião pública americana.
    2) Tal fato tem sido omitido pela imprensa americana, aceitando docilmente, como de resto ocorre, desde o início dessa aventura, as inverdades propagadas pelo governo.
    3) A imprensa americana têm, exceto algumas vozes dissonantes desde o início da empreitada, aceitado historias da carochinha para justificar a invasão, tais como a existência de armas de destruição de massa de Saddam e a não separação entre Al Qaeda e o antigo regime do Iraque.
    4) Não houve retratação formal por esses erros, e o uso da diplomacia foi sempre, e desde o início, ignorado.
    5) Houve confisco de petróleo iraquiano, e a celebração de contratos milionários para empresas americanas, principalmente do setor de construção civil.
    6) Não por acaso, a rede de interesses econômicos leva a Bush e patota.
    São fatos. Liguem-nos.

  10. Carlos] [US

    Está certo, Sandra. Entendi seu ponto. Quando você diz que é SUA opinião que Bush tinhas razões pessoais pra invadir o Iraque, isso vai além da sua opinião, isso é um fato real, é só verificar a história da dinastia Bush, dos interesses dessa família décadas atrás. Isso é que eu quero enfatizar: fatos são fatos. É bem melhor discutir com fatos. Você tem razão sobre a complexidade do Oriente Médio. Eis aí o gravíssimo erro de um ataque legítimo, ou pior ainda ilegítimo. Os EUA invadiram um país sem um mínimo de preparo histórico sobre o lugar.O que os EUA querem, abrir MacDonalds em Bagdah. Talvez já até tenha agora. Aquilo é uma panela de pressão, mas estamos no terceiro milênio e existe uma comunidade internacional. Os EUA contrariam a todos (fora os vergonhosos puxa-saco). Era mais do que hora de diplomacia em cima de diplomacia, mas não uma invasão totalmente criminosa e despreparada.

  11. fabio] [são paulo

    Bom…., agóra chegou a hóra de botar um apelido na Sandra.Estou em dúvida….! Não sei se SANDRA RAIDEGUER, em homenagem ao folólogo alemão(fã do nazismo),ou SANDRAFRÓIDA, em homenagem ás suas “ANÁLISES” da alma humana, principalmente a do CARLOS.Éssas dos “seus MEDOS” FOI FÓÓÓÓDA..!!!!!!ahahahahahahaa, COITADO DO CARLOS, AHAHAHAHAAHA!
    Éssa sim deveria ir PRA FRASE DA SEMANA, viu o vampiro/papagaio do Goobels.ANÓTA ÉSSA aí.

  12. Oz] [sp

    os americanos só querem sair dessa fria, porque apertou o bolso, senão não estavam nem aí.
    Pelo menos a maioria.A desgraça vai se descobrir, quando o Bush sair, aí o mundo vai se sentir livre pra investigar a guerra. Gente tenho certeza que nos iremos chorar e muito!!!o bicho lá é mais feio do que nos imaginamos.

  13. Sandra

    Não, Mau. A paz precisa de tempo. Um longo tempo de aprendizado.

  14. Ana

    Se algum messias pisar esse chão, não terminará muito diferente do que aquele, já conhecido. Aliás, nem é preciso ser messias. Basta… sei lá, um monte de coisas…

  15. Ana

    Mau, ninguém é santo, concordo. Mas não é por isso que não vai se tentar. Em outras palavras: tá na hora dessa (in)(ante)consciência gananciosa sumir do mapa. Ou ninguém vê que não tá dando certo? Beijo, boa páscoa. Pra todos. Os que comemoram e os que não comemora ;))

  16. Ana

    Não dá pra entender esse domínio estúpido dos EUA sobre outros países, principalmente no que tange a questão da “habilidade de apoiar débitos nas costas dos outros”. Excelente frase! Já o que leva a mídia a fazer o próprio povo norte-americano de idiota, não deve estar muito distante dessa excelente frase. Povo que não vê é mais fácil de ser conduzido. Mas o que eu não compreendo, é onde vai parar todo aquele orgulho norte-americano na hora em que esses soldados morrem POR NADA. Por uma mentira cara-de-pau, para se manter “on the top 4ever”, enquanto o mundo clama por igualdade e apoio mútuo. Não vou falar do império Chinês, pq. não vai caber no espaço, e eu estou com sono, mas tenho cá pra mim que impérios vão desabar. Pra tudo que é lado. E nem isso consola, pq. a quebradeira tende a ser geral. Vai ter neguinho pagando pelo que não fez, o que, aliás, é muito comum nesse planeta.

  17. Mau

    Quem virá com o tempo? O messias supremo?

  18. Sandra

    Mau, querido, ela virá com o tempo.

  19. Jose Freitas Arube] [Joinville, SC

    Gostaria muito de congratular o Sr. Hemingway por um artigo excepcional. Parabens.
    Jose

  20. Mau

    Carlos e Vamp, parem, o inferno é de todos vocês e nós.
    Ninguem é santo. Nem EUA e o Iraque, nem os iraquianos e arabes que se matam desde a epoca de Maomé e depois invadiram a Europa por seculos, sejam Otomanos, sejam maomeistas, enfim – sempre guerra. E olha q tenho uns 10% de sangue arabe, mas sinceramente, ja desisti de falar sobre a paz do Oriente Medio – querem viver na guerra, na religiosidade imbecil e na hipocrisia dessas sociedades patriarcais, arabes, americanos, chineses, que vivam.

  21. Sandra

    Lu, quando você diz: “Que bom que ele pode voltar né, isso não deve ser uma opção pra maioria ” e “criancas americanas com menos de dois anos deitarem-se ao chão automaticamente quando escutam tatatatatata”, e principalmente, “e o oposto? cade? existe?” é porque a guerra faz parte do seu cotidiano.

  22. Sandra

    Não, Carlos. Eu escrevi num outro comentário: “E, pode ser uma leitura muito rápida, mas acho que, nesse caso, o Bush foi movido mais por razões pessoais do que econômicas ou por medo de uma ameaça terrorista.” Não deixa de ser MINHA opinião, mas não o trato como herói. Mas acho que, se como conseqüência desse ato víssemos nascer uma democracia no Iraque, não seria nada mal. Mas acho que os povos do Oriente Médio são apaixonados demais. Tudo neles é intenso: dores, alegrias, ideais, … e certezas. Democracia implica um pouco mais de dúvidas. São lindos. Não espero que mudem, só que canalizem a paixão para coisas mais elevadas, como a arte.

  23. Lu

    Caramba! Eu preciso ler as coisas antes de enviar… Desculpem os erros, o mais grotesco, extinto era pra ter escrito instinto, mas vcs entenderam neh? Sandra, o comentario e exatamente sobre estar distante desse cotidiano, mesmo com tanta informacao. E a dor desse cenario, pra gente, e so imaginaria. Eu mesma fiquei imaginando o menino do comentario do Mau. E fiquei pensando o que era mais cruel e mais doido… se a falta dos bracos amenizava o vazio de nao poder abracar a familia q ele perdeu.

  24. Sandra

    Lu, minha alma se encheu da dor de seu comentário:
    “e o oposto? cade? existe?”
    Deve ser isso o que significa ter a guerra como cotidiano.

  25. Carlos] [US

    Sandra: eu não disse que opinião não é pessoal. O problema nos blogs é esse, a gente lê tudo tão rapidamente. Eu disse que essa questão não é uma questão de opinião. Não é torcida, não é a minha nem sua vontade. Sem examinar os fatos não dá pra comentar, quanto mais opinar. Vamos aos fatos, não há nada a temer. Você disse que os americanos querem sair dessa fria. É só isso? Você não entende que George Bush deveria ser julgado um criminoso internacional? Você não viu que alguns americanos pediram a prisão de George Bush?? é que do jeito que você colocou, toda a responsabilidade é dos iraquianos. Fica parecendo que os EUA tinham a melhor das intenções, só que de repente viram-se numa fria…Não é assim, não foi assim.

  26. Sandra

    O que o incomoda no meu comentário, Carlos? É o Iraque? Ou é a Páscoa?

  27. Sandra

    Você está cheio de certezas, Carlos. De certos e errados. De qual medo elas o protegem?

  28. Lu

    Os americanos nao querem sair do OM, pelo contrario, daqui (por ex: Montgomery) ainda saem jovens, velhos… Meu dad foi tb, sabe-se la investigar o q, ficou 3 semanas no Yemen e so voltou pq comecaram a bombardear a area. Que bom q ele pode voltar neh, isso nao deve ser uma opcao pra maioria, com ou sem bombardeios… Fico lendo esses registros de voces, dos outros, oq ouco do dad, tudo confuso, quase surreal, pq percebo q mesmo vivendo nesse periodo sou tao espectador, como quem le so mais uma pagina de um livro de historia, que com certeza sera reescrita muitas vezes. essas discussoes sao tao bizarras quanto ver criancas americanas com menos de dois anos deitarem-se ao chao automaticamente qndo escutam tatatatatata, nao, eles nao ensinam elas se a protegerem contra os tiros, elas ja estao nascendo assim com esse extinto, deve ser coisa do inconsciente coletivo, ou memoria genetica, vai saber… tb pudera, guerra e uma palavra q se repete em toda historia. e o oposto? cade? existe?

  29. Sandra

    Carlos, TODA a opinião é pessoal.

  30. fabio] [são paulo

    CAAAAARLOS, CAAAAAARLOS…..É ISSO AÍ CARLOS, MATOU A PAU!!!!!!!!!! QUERIA TER ESCRITO ISSO!!!!!!!!!!
    É isso aí, CARLÃO!!!!!!!

  31. O Vampiro de Curitiba

    Carlos… sei lá.. nem sei o que dizer… Estou realmente muito preocupado com você. Não foi ironia, não! Eu realmente quero que o Império Norteamericano viva. É algum absurdo dizer isso? Carlos, você já experimentou fazer sexo de vez em quando? Relaxa, cara!

  32. Carlos] [US

    Tadinho do vampiro, perdeu-se. Agora ele parece ironizar o “império” americano. Ou seja, primeiro defende, depois não defende, agora ironiza, depois não sabe, depois sabe, depois tem a frase da semana, depois o(a) polaco(a), depois os EUA querem salvar a todos nós, depois já não é mais assim…Enfim, cada um com seu teatrinho pessoal. Divirta-se Vampiro, sorria. Pena que enquanto eu dou risada dos teus comentários levianos sobre o Iraque, algum inocente está sendo morto naquele país. Faz o seguinte: vamos continuar com a frase da semana, com o casamento com o Fabio, com a(o) polaca(o), mas para de escrever merda sobre essa guerra. Eu entendo tua postura: “tragédia” no olho dos outros é refresco….mas tá foda cara…

  33. Carlos] [US

    democracia??? Vocês já se esqueceram que a causa número UM da invasão foram as inexistentes Armas de Destruição de Massa??? Que democracia o escambal! Os americanos NÃO ESTÃO NEM AÍ para o massacre entre as etnias árabes, vamos parar de comer ovo da páscoa e cair na realidade. A invasão ao Iraque foi a forma que esse governo achou para tratar de assuntos de muitos anos antes e de tentar, desesperadamente, recolocar os EUA como a grande força do planeta, incluindo obviamente a questão do petróleo que o J. Hemingway mencionou. DEU NO QUE DEU. A derrocada é explícita. O saldo não poderia ser pior. A liderança dos EUA está ruindo e agora isso está se vendo no lado econômico por uma conjunção de fatores que vão além da guerra, mas que pioraram muito por causa dela. Os gastos com ela são gigantescos…Ainda tem muita carne pra queimar, além disso o sistema que amamos (compras, acúmulo de bens) ainda está eclodindo em muitas Nações, mas o estrago está feito, e é profundo.

  34. Carlos] [US

    A Sandra vai achar que estou pegando no pé dela, mas não é nada pessoal, Sandra. Agora vamos ao que você escreveu: “E os americanos querem sair dessa fria em que se meteram”. Você acha realmente que é assim? Que eles, coitadinhos, inocentes, se meteram numa fria??? E que agora, tadinhos, estão fazendo de tudo pra sair dessa fria?? Por favor, vamos parar com a simplificação absoluta dessa questão. LEIAM sobre os EUA e o Oriente Médio. Leiam sobre o Afeganistão, sobre Bin Laden sendo armado pra lutar contra a extinta União Soviética. Daí, venham com frases Pascoalinas. Mas não antes, pô. O debate aqui nesse blog está se perdendo, lamento dizer isso. Falar sobre o Iraque não é DAR OPINIÃO pessoal. Existem fatos, existe um crime que muitos aqui querem ignorar. No mais, se os xiitas odeiam os sunitas que por sua vez odeiam os curdos, o problema tem que ser tratado pela comunidade internacional, não com uma invasão criminosa. E MAIS: quem disse que Bush invadiu o Iraque pra implantar uma…

  35. O Vampiro de Curitiba

    Obrigado, Valéria! Não vou dizer que te amo por que a polaca está por perto. Não agüento mais pagar pensão alimentícia, he, he…

  36. O Vampiro de Curitiba

    Pessoal, calma! O fim do mundo ainda não chegou! O Iraque será democratizado e governado por iraquianos. Depois da saída dos americanos, óbvio. O Mundo livre e o estilo americano de viver triunfará mais uma vez! Viva o Império!

  37. Valéria] [RJ

    Gostei dum rabicho de frase q vi num filme (ñ era sobre este assunto mas cabe aqui): qdo algo acontece é pq veio gradualmente, mas chega então num repente, subitamente. Este declínio de poder, a dívida q se amplia, vem paulatinamente até… Mas ñ sei se vamos presenciar isso, mas q isso já começou…
    Agora q todo domínio será expulso um dia, isso sim eu gostaria de ver a expulsão da ditadura chinesa do Tibete e da própria China!
    Mas estes anos de domínio são fáceis de serem comentados ao longe, dum exílio, mas no dia-a-dia ali no resco-resco, estes anos vivenciados devem ser dificílimos! E deixar por conta de um tal progresso, de q todo dominador cairá é assutador e desalentador.
    Enquanto q por aki temos q agüentar o Crivella falar q Gabeira quer homem com homem… Gostei da resposta dele, de q tá mais interessado na relação homem com mosquisto.
    bjim e chocolates pra todos!
    Vamp, um chocolatinho aí pra adoçar a vida, ok? Melhoras!
    Sandra: já te respondi, obrigadão! Bjs

  38. Sandra

    Desejo que a paz do imenso e silencioso universo inunde a alma de todos nessa Páscoa, e que traga um pouco de tranqüilidade e equilíbrio aos povos tão apaixonados do Oriente Médio. Espero que, um dia, esses povos canalizem sua paixão para a arte, e não mais para a guerra.

  39. Sandra

    Gerald, eles não querem os americanos. Os xiitas querem um xiita, os sunitas querem um sunita, e os curdos querem um curdo, que dê poder a sua etnia e massacre as demais. E os americanos querem sair dessa fria em que se meteram.

  40. Jean Carllo de Souza Silva] [Carmo do Rio Claro, MG, Brasil

    “Nós acabaremos nosso reinado como o Imperio Britânico no começo da Segunda Guerra Mundial: quebrado e dependente da generosidade de outros.” Será que estamos realmente próximos de ver o “Declínio do Império Americano”? E caso isso aconteça quais serão as consequências internacionais de tal derrocada? Essas são, algumas das inúmeras, dúvidas que tenho, todas as vezes que leio, vejo ou ouço, sobre a crise estadunidense…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s