pequena explosao aqui em Times Square

e chove telefonemas aqui em casa: alguns sacanas: "deve ter sido o Hugo Chavez". Em se tratando de uma cabinezinha de recrutamento da US Army, mais provavel que seja um lunatico desses "WACOs" mesmo. Mas – com a paranoia local, todos os telefones estao….(ooops_) "ligados". Leiam o artigo do Mario A Jackobskind no diretodaredacao.com
NADA PROVA NADA!!!!!
GT

Resposta pro Vampiro de Curitiba (engracado escrever isso!) A graca da "coisa" eh justamente a de ter a generosidade para aceitar o dialogo. E….a de poder ver os dois ou mais lados. Temos dois olhos, dois bracos, duas pernas, os EUA duas costas, Manhattan tem East and West, somos bipolares, enfim……chega de radicalismos! Chega. Durante a guerra fria, o tel vermelho, aquela tensao maluca entre o Kremlin e a Casa Branca ou os filmes de James Bond ate que poderia se contar o mundo dessa maneira: a cortina de ferro; um do lado de ca, outro do lado de la. HOJE nao ! Por favor, sr Vampiro. Adoro seus emails e , mesmo que goste de sangue em Curitiba, entenda meu lado. Adoro versoes (versos longos). Tipo os do Leminski (natural dai) Mentira. Nunca li nada dele. Eh tudo teatro.

resposta do Vampiro:
Concordo contigo, Leminski é mesmo um saco, he, he… E esquerdista, ainda por cima!, he, he, he… É exatamente por querer ver os dois lados que escreví aquele sincero comentário. Só ví um lado (o mais burro) naquele texto do tal Mário. Não, na verdade, escreví por pura provocação. Só para atazanar seus leitores. É tudo teatro, sim! Somos todos personagens á procura de um autor, como escreví no post abaixo. Essa coisa de dois lados me deu uma idéia. Vou procurar minha polaca e ver se ela está afim. Love
O Vampiro de Curitiba

5 Comments

Filed under Sem categoria

5 responses to “pequena explosao aqui em Times Square

  1. Sandra

    Gerald, por uma questão de justiça, faltou lembrar, para quem está chegando agora, que “classe média paulista malufista, desintelectualizada, burguesinha, tacanha, opus dei e boçal (os típicos leitores de RA)” foram palavras de OUTRO COMENTARISTA DO BLOG, NÃO SUAS. Se fossem, também, já teria perdoado.

  2. Sandra

    Bem Gerald, eu como “classe média paulista malufista, desintelectualizada, burguesinha, tacanha, opus dei e boçal (os típicos leitores de RA)” – tire só o malufista e opus dei – não posso concordar com uma organização financiada pelo narcotráfico e seqüestro, e que mantém 700 inocentes acorrentados, famintos, maltrapilhos e doentes, num país que possui mecanismos democráticos de expressão, como eleições diretas para presidente, parlamento e imprensa, enquanto seu homem número 2 dormia de pijama, barba feita, e ostentava peso incompatível com o grau de miséria de seus seqüestrados.

  3. O Vampiro de Curitiba

    Concordo contigo, Leminski é mesmo um saco, he, he… E esquerdista, ainda por cima!, he, he, he… É exatamente por querer ver os dois lados que escreví aquele sincero comentário. Só ví um lado (o mais burro) naquele texto do tal Mário. Não, na verdade, escreví por pura provocação. Só para atazanar seus leitores. É tudo teatro, sim! Somos todos personagens á procura de um autor, como escreví no post abaixo. Essa coisa de dois lados me deu uma idéia. Vou procurar minha polaca e ver se ela está afim. Love

  4. O Vampiro de Curitiba

    Gerald, há tempos eu tenho a vontade de expressar meu estranhamento com a relação que existe entre a pessoa Gerald Thomas, este espírito livre nietzscheano, e alguns freqüentadores deste blog juntamente com a página “direto da redação”. Não o fiz antes pois não era o caso e não tenho nada contra o pluralismo, muito pelo contrário. Mas ao ver o texto que você recomenda fiquei chocado. Para ser sincero não conseguí ler mais que algumas linhas… Me choca ver a pessoa lúcida e aberta que é Gerald em contraste com o senso comum nativo. Esse texto do tal de Mario (como de alguns comentaristas aqui do blog) expressa o senso comum mais razo que possa existir. Mistura de Cristianismo (Platonismo dos pobres) com subdesenvolvimento cultural, moral escrava, teologia da libertação, sacralização de tudo o que é feio, pobre… esquerdismo do milênio passado… Gerald, estoura de vez esse rebanho!

  5. O Vampiro de Curitiba

    Se o fato tivesse ocorrido uns dias antes, teríamos leitores aqui do blog afirmando que era coisa do Reinaldo Azevedo, he, he…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s