Cansei!

New York – Querem saber de uma coisa? Estou cansado, estou exausto das seguintes "categorias" de pessoas.

1 – Políticos – porque não são políticos. São comandados por lobistas que representam as grandes corporações, os bancos, etc. Mas posam bem para fotografia, tem aquele protocolo, aquele cerimonial todo que é um saco! Não sabem falar em público. Ficam tentando ler o teleprompter mas acabam recorrendo aos seus papéis (escritos pelos "ghost writers") . Pergunta: um cara se elege, supostamente porque pensa o mundo, tem noção histórica, tem um programa que quer executar… Mas quase todos os líderes no mundo sobem ao pódio e se comportam como umas bestas, que não têm idéia do que estão falando. De vez em quando se ouve uma inflexão herdada de Dom Helder Câmara (deve ter um fonoaudiólogo no mundo que gravou essa dinâmica musical de Dom Helder, demagógica, bem própria mesmo para os papagaios políticos).

2 – Jornalistas – se sentem como se fossem os donos do mundo. Mas nada fizeram pra mudá-lo. Só reportam o que lhes convém. Nesse mundo não existem fatos: existem apropriações e muita política. Eu acho que deveria ter na Constituição de todos os países, uma cláusula que determinasse que todos os jornalistas teriam que ser políticos por alguns meses. E vice-versa. Um porre. Todos distorcendo tudo, sempre para que se cumpra a linha editorial ou política.

3 – A população em geral. Pronto! Todo mundo é completamente ignorante hoje em dia. Não sabem nada. Nada mesmo. Ficam nos "chats" da internet, ou com essa porcaria de "I-Pod" no ouvido, se vestindo como eu me vestia na Bibba, na Kensigton High Street ou na Portobello Road. Só que Notting Hill ganhou um "H" e virou Nothing Hill e Portobello virou um cogumelo.

Cadê todo mundo? Às vezes me engajo em conversas pelo email interessantissimas. Um dos correspondentes é um ex-preso politico, Arthur Geraldo Bonfim de Paula. Tem outros. Um dia ainda irei publicar os emails que recebo diariamente. Todo mundo me dá conselhos, os mais diversos. Onde eu tenho que ir ou não ir … qual ópera dirigir…Olha, não dá mais para conviver com pessoas que não têm opinião. Aqueles que têm, nada sabem sobre o mundo, suas guerras, como nasceram aqueles paises. Mas acham que sabem tudo. Então para não terminar numa nota muito depressiva, vou ainda derrubar essa gente chata das finanças, sub-secretário de diretor artístico de teatro pelo mundo. Eles se mexem como se estivessem no ponto mais alto de suas vidas, ou da humanidade em geral e só sabem mesmo é cumprir ordem.

O que me deixa feliz? Como? Ouvi direito? É quando alguém pega um hipócrita em flagrante. É o caso desse reverendo ai, o Ted Haggard, pai de cinco filhos e prega a moral para milhões de pessoas. Mas qual a moral dele? Essa que está em moda agora que estamos a dois dias das eleições americanas: "casamento é coisa entre homem e mulher" Pois, Ted, esse crente aí, teve uma relação com um michê (prostituto) há anos. Querem mais? O cara usava metanfetamina para que o sexo ficasse melhor. Quando o escândalo estourou ele negou tudo, claro. Hoje confessou que era tudo verdade mesmo. E renunciou à Igreja de onde era pastor.

Esse artigo era para ser sobre como é mais fácil encontrar o açaí aqui e em qualquer capital americana do que em São Paulo por exemplo. Aqui, em todas as esquinas ou tem uma deli ou um coreano. E a sessão do Sambazon.com é deslumbrante (a minha geladeira que o diga). O açaí deles é plantado por eles mesmos, é o orgânico, junto com um projeto lindo…..Não, isso para outra hora. Mas tem sucos de todos os sabores, como bossanova, e mesmo chocolate ou manga com açaí, ou numa loja de pílulas/vitaminas ele esta lá em frascos grandes.

Terminei o artigo. Vou tomar meu meio litro de açaí e esquecer que existe nessa Manhattan ou qualquer lugar do mundo tanta gente insuportável.

Gerald Thomas

40 Comments

Filed under Sem categoria

40 responses to “Cansei!

  1. LAILTON ARAÚJO] [SÃO PAULO

    EXPLICAÇÃO PARA A ORIGEM DO INTELECTUAL
    O que é ser um Homo sapiens intelecto? Será o resultado da mistura do acúmulo de conhecimentos e arrogância? Será a soma de todas as horas na leitura de temas importantes? Para alguns, esses citados temas possuem enormes valores culturais e para outros, não passam de uma perda de tempo? SER OU NÃO SER?
    O ser humano é um bicho (Homo sapiens) muito complicado e possui vantagens de adaptação em relação aos primos e irmãos de outras espécies. A espécie Homo sapiens intelecto (descobri essa espécie no Brasil e em países imperialistas), acha que a sua adaptação é diferenciada do Homo sapiens primary, pois as grandes universidades, os títulos de doutor, os idiomas falados (alguns meia boca) e a convivência com outros bichos da mesma espécie (Homo sapiens intelecto), dá-lhe o direito de escrever manifestos endereçados a todas as outras espécies.
    Abraços.

  2. Giselle] [Fpolis/SC

    Vixi… nada mudou…

  3. San] [SP-Br

    @ Platéia (Carlos):
    Não sei se essa sua identidade eh virtual ou real (um personagem), mas como eu sou “real”, gostaria de te esclarecer: não estou aqui para “tietagem” do Thomas, nem para fazer amigos. Minha formação e minha prática em Teatro(de mais de 20 anos)me levam a ter um profundo interesse em trocar idéias sobre Cultura, Arte e Teatro com ele. Penso que seu trabalho tem sido pioneiro. Ele é um “top” e eu aqui estou fazendo “networking”, não a passeio como você. Dá um trabalho incrível fazer uma peça, escrever um texto.. e acho que um pouco de RESPEITO cairia bem.Você fala várias linguas, pelo que percebi. O Teatro e a Arte tb são uma linguagem, e seria ótimo se você pudesse perceber isso, para poder entender melhor aquilo que critica e entender o que o trabalho do Thomas significa para o Teatro Brasileiro e Mundial.Adoro brasileiros que são multiculturais por natureza.
    Quanto a educação e gastronomia, temos muito a aprender com os franceses.
    Com respeito sincero
    San

  4. San] [Sampa-Br

    @CARLOS:
    Eu adoro croissant, era o que faltava na “festinha” gastronômica deste Blog. Que tal umas bananas tb pra ficar mais patriota?(rs)
    Chega! A fila andou!Acabou a “bandalha”! Tem coisa la na frente. Até!
    San

  5. Carlos

    Um dos problemas do brasileiro é o complexo de inferioridade. Se um francês qualquer chamar os pensadores brasileiros de idiotas todo mundo no Brasil vai dizer “bem, o cara é Francês, tem tradição, talvez ele tenha mesmo razão”. Mas se um brasileiro detona os filósofos franceses está ‘estrapolando’ e é arrogância demais. Alors, je m’en fous!! Je suis très arrogant, pas des problèmes. Divirta-se com seus filósofos franceses. Não se esqueça de comprar um croissant ao lê-los.

  6. San] [SP-Br

    @ Carlos:
    Extrapolou de novo!
    Espinafrar os textos do Gerald,tudo bem, o meu, tudo bem, mas os FILOSOFOS FRANCESES…é muita arrogância…Contenha-se, querido!
    San

  7. San] [SP-Br

    @Gerald:
    o que andou rolando aqui? Valpolichela, açaí, uma pastora alemã, uma Perla apaixonada, uma sugestão de autobiografia Iogue e até o Gil (o Ministro?)apareceu e eu perdi isso?!! Que raiva!!! Posso acrescentar uma porção de chocolate, uns Blues, uns insensos? Ah que tal umas velas…?
    San

  8. Carlos

    Com todo meu respeito aos filósofos franceses, quero que todos se danem. É fácil sentar a bunda na cadeira e ficar tendo idéias enquanto seu próprio país invade outras culturas e enche os bolsos com matéria prima roubada e trabalho braçal barato. Que tal deixarmos essa intelectualidade superficial de lado e mencionarmos que os países árabes estão felizmente furando o embargo imposto contra a Palestina porque os EUA foram contra uma resolução que condenava o massacre criminoso e covarde que Israel promoveu há poucos dias. Os Estados Unidos poderiam ter condenado o massacre, mas não, essa administração covarde e criminosa aplaude a morte de palestinos inocentes. Igual ou pior que isso só mesmo o massacre de argelinos pelos amáveis franceses há algumas poucas décadas atrás. Queria saber onde estavam os filósofos nessa hora. Provavelmente sentadinhos num café discutindo quem ia comer quem.

  9. Ana] [http://rasuras.wordpress.com

    Eu não acho que aquilo que você escreve esteja velho; seja/ esteja over. Se fosse over, a era seria outra. E se, na época, Deus e Marx agonizavam para morrerem em seguida por ordem e decreto dos filósofos franceses, pode ter certeza de que agora a Prada e suas primas ruivas, os bancos e seus irmão cabeções, começaram o mesmo processo lento de agonia até chegar a morte, para se manterem redivivos, em algum lugar do futuro, na mente de alguns utópicos materialistas. O mundo tá um CUaos mesmo. Só faltava a gente fazer CLAP pra tranqueira… Continue redizendo os filósofos franceses, os semioticistas, e toda a gleba pensante sobre a terra, afinal faz-se necessário Um(aberto) ECO. Parece que ninguém ouviu direito, à epoca. E se lá eram utopiar mortas, a grande descoberta, aqui não será diferente. Love,

  10. Ronald

    pois é. olha o HamleThomas aí…
    (percebe algo de podre no reino? ou, a dinamarca é uma prisão?)- era a isso que me referia – mas o ego do diretor sobrepuja a humildade do ator; não é querido? (assim não fosse, perceberias que mesmo dentro da casca de noz és senhor do espaço infinito). (ah!, isso não é um conselho). love.

  11. Mau Fonseca] [SP

    Cada dia mais, acho que nos parecemos com o personagem Spider Jerusalem, da obra de Warren elis, Transmetropolitan. Não é puxa saquismo. Se eu te achasse um pé no saco, nem perderia tempo lendo seu blog, mas muitas das suas indignações, eu sinto por aqui.

  12. Fabiana Mello] [Rio de Janeiro(Brasil)

    Isso aí que você diz, já está um pouco velho, não é querido, na década de 80, já fazem mais de 20 anos, os novos fisósofos franceses já haviam dito: “Deus está morto, Marx também, e eu próprio não se sinto muito bem!” Dá uma pensada aí, e vê se arranja uma coisa mais atual, Gerald!

  13. Carlos

    Entrei aqui achando que leria um post muito interessante sobre a vitória dos Democratas sobre os Republicanos. Reclamar é importante, mas quando algo nem que seja minimamente positivo como essa vitória dos Democratas acontece (o que temos que concordar, é mais do que minimamente positivo, é uma prova que nem toda a sociedade americana está morta), vale a pena comentar. Concordo totalmente com o Sérgio.

  14. Giselle] [Fpolis/SC

    ‘Cê deve é estar com saudades de mim, hahaha…

  15. Sérgio] [São Paulo, SP, Brasil

    Geraldinho, pára de ser cínico, até parece que você acha ruim ficar aí perambulando na Big Apple com ou sem açaí…e, pra mim, você molha o bico com um belíssimo bourbon pra escrever textos tão longos.
    Mal estamos nós, aqui : tá certo que nesse momento no frio de Sampa eu beberico um Valpolicella, a Perla uma tequila, o leandro teixeira entre uma e outra nadada na cachoeira uma birra,a ludmilla-rj um santo daime, a Vera de Porto Alegre um chimarrão,turbinado, a Ana algum drink mais urbano, o underskin um gin tônica ou algo assim, o Mau Fonseca sei que adora um uisquinho, etc.(desculpem-me os demais colegas, a lista é muito longa), mas apesar de continuar querendo te dar um catiripapo na orelha, o seu texto é legal de se ler em fragmentos.
    E quer saber ? Nothing Hill é uma profusão de turistas de mochilas e i-pods no verão, como todo o lado rico do mundo, o tédio é de luxo, man…daria tudo para estar tão entediado como você nessas bandas.
    E um conselho : produza um novelão mexicano!

  16. Perla] [SP

    Estou afim de ficar com vc, acho mui atraente!Deve ser um gostoso!

  17. leandro teixeira] [goiânia-goiás-brasil

    Olha aqui, eu voltei pro computador por que esculhambaram com a minha mensagem, que eu só uso metade do cérebro, finjo que nada acontece etc. É o seguinte: putz, tô molhando o chão tudo aqui…Vou voltar pra cachoeira!!! Abraço, Gerald.

  18. ludmila] [rj

    “seja a mudanca que quer ver no mundo”. Gandhi

  19. Vera] [Porto Alegre

    Aça aí, aça aqui, estamos todos nos f… mesmo. Mas agora eu vou para a praça da minha cidade, onde acontece a feira do livro, dar um beijo no Ziraldo, que anda por aqui.LOVE

  20. Ana] [soSP

    E quanto a esse povo todo, que entra nesse blog só para discordar, tenho uma sugestão: continuem discordando só por discordarem — que é o que me parece que acontece aqui –porque se concordarem, vou começar a achar que o mundo evoluiu no quesito “respeito à opinião alheia”, e posso ter uma epifania múltipla, assim do nada…

  21. Ana] [soSP

    Pior que essa gente toda insuportável, é a gente insuportável que a gente – mesmo contra a vontade – é obrigada a cruzar na vida, e às vezes conviver, mesmo não querendo. Tem gente que vira fantasma na vida da gente, e não percebe; continua tentando se comunicar, faz mesas dançarem, faz o diabo. Sorry, foi um desabafo, mas endosso: “cansei dessa gente insuportável”. Love,

  22. underskin

    porra! belo texto. também sinto falta de ar.é preciso trocar as lentes tá tudo distorcido. sabemos que um grito pode desencadear muitos outros mas como fazer esse grito ser ouvido?

  23. Mau

    Percebo a inversão da sobrevivência das espécies. Os mais ignorantes sobrevivem, enquanto aqueles que usam os 2 lados do cérebro padecem. É bem mais facil mesmo fingir que nada acontece, como disseram aí, tomando banho de cachoeira.

  24. Vera] [são paulo

    Só o fato de vc ter açaí por aí já é fantástico! Talvez a gente tenha que se maravilhar com coisas mais simples… Sem querer dar uma de Polyana, um dia emocionante em minha vida foi quando te encontrei no café que fica em frente da minha casa, onde vc foi atrás de açaí.
    Esse café passou a ter um significado muito especial e agora me recorda você e todas as coisas legais e importantes que me transmitiu e me fez entender/conhecer, principalmente através de suas peças.
    Guarde suas energias. bj

  25. fulvio

    gerardo, fica por aí maninho, ocê merece essa bosta rala!
    fulvinho

  26. ju cardoso] [NY

    Gerald, procure um livro chamado “Autobiografia de um Iogue”. Acho que voce vai ver que o mundo ainda tem uma saida…Essa realidade “relativa” eh assim mesmo,eh como um rabinho de porco, voce tenta estica-lo mas…TOIN! sempre volta a enrolar. Nao ha fim para esse drama terreno Thomas! Com todas as chaturas e confusoes,e busca pelo poder e luta de egos…etc etc. Concordo com o Leandro, voltemo-nos para as coisas mais simples. E pulemos fora do esquemao geral alienante toda vez que pudermos. Abracao

  27. Sérgio] [São Paulo, SP, Brasil

    Gerald, pode escolher : você prefere um catiripapo na oreia esquerda ou direita ?
    Parafraseando o célebre pensador Alfred E. Neuman, aquele da revista Mad, que é a cara do George Bush, “what ? me worry ?(quê ? eu me preocupar ?)”…
    E açai engorda, cê tá a fim de desapontar todo o teu imenso fã clube ?

  28. Paulo Staneck] [Rio/RJ/Brasil

    Gerald, eu vejo você como uma criança, uma criança doida pra ganhar um brinquedo, mas ninguém te oferece esse brinquedo! Assim, é frustração em cima de frustração. Esse seu estado de repulsa ao mundo, às pessoas, não é a excessão, é a norma, todos estão se sentindo assim, mas me parece que a razão das pessoas é uma e a sua razão para estar assim é outra. Nós não toleramos mais políticos, jornalistas e até a população, por todas as razões que você muito sabiamente aponta, qualquer um aponta essas mesmos motivos, mas existe uma grande diferença, entre nós todos e você, é que vê-se, claramente, que faltou no seu texto você dizer o que mais você gostaria de ter dito: “e não aguento mais comigo próprio!” E sabe porque , Gerald, porque a vida só vai resurgir em beleza quando algum de nós tiver algo a oferecer, que não é o caso dos políticos, dos jornalistas, da população, e , especialmente, de você. Assim, seu texto, é muito coerente! Parabéns!

  29. Gil

    Como é bom abrir sua coluna e ler essas linhas, amigo Gerald (desculpa o epíteto, mas te ´vejo´ há anos que já me acho até íntimo).
    Você, que é um sujeito que ainda paro pra ouvir, ou seja, respeito demais suas colocações, falando coisas que estão tão de acordo com minha maneira de pensar e ver o mundo.
    Definitivamente, o mundo anda chato…e as pessoas que o fazem, contribuem com um empenho quase profissional para isso.
    Abraços!
    G.

  30. Ricardo Carranza] [São Paulo, SP, Brasil

    Parece que a grande qualidade do
    Sr. Gerald é render homenagens a Samuel Beckett.

  31. Doga Daroit] [Porto Alegre

    Boa tarde !
    É isso ai Gerald, acho que todos nós uma hora ou outra, acabamos virando “Holden Caufield”. E para mim,- acho lindo isso.
    Valeu

  32. leandro teixeira] [Goiânia-GO -Brasil

    Você está muito amargo,Gerald.Eu estou em Pirenópolis-GO, tomando banho de cachoeira, tomando uma cachacinha envelhecida…e o mundo me parece viável. Sem jornalistas e políticos,claro!!!

  33. Andrea] [SP

    Ufa…está dito!
    Sabe qual é o segredo: não senta, continua andando. Pára 2 min, não olha para o lado, toma teu açaí fixado na cor intensa, escura…saboreia, engole e anda…chatice impregna, mas açaí não…quem sabe a gente engane o tempo e encontre novas combinações, novos sabores e novas cores. Tudo orgânicamente produzido em mim, é claro!

  34. ana paula] [Brasil

    por um momento cheguei a pensar que o unico ser vivo no planeta que sabe e entende algo, ou melhor, sabe tudo e tem completo entendimento da realidade ‘e o senhor…perai cara…ninguem lhe aguenta mais.

  35. Dena] [São Paulo

    Interessante Gerald, vc em NY estar cansado, imagine quem está no Brasil, o submundo americano!?
    Estamos cansados de politica, corrupção, mentiras, acordos, futilidades, mídia controlada e sem conteúdo, de valorizacão do bobo em prol da alienação e burrice, é terrível.
    Pessoas que não fazem parte deste contexto, são loucas e bobas, mas não consigo me encaxar nesta nova sociedade americana moderna. Bom ler seu texto, pois assim percebo que não sou a única maluca do mundo.

  36. Ana

    O mundo está insuportável, porque tudo foi diluido de forma a ficar insuportável para quem sabe, e nonsense para quem pensa que sabe. Palmas! As cortinas se fecharam. Mas a platéia, idiota, continua aplaudindo, os atores continuam carregando seus personagens, e os diretores não têm certeza de nada. Talvez o camareiro saiba que amanhã tem feira na rua de baixo, e lá o açaí é mais barato.

  37. Ana] [http://rasuras.wordpress.com

    Desculpe. Não tem nada a ver com o seu texto. Mas tem. Vou ler.

  38. Ana] [http://rasuras.wordpress.com

    Gozada a nossa sociedade. Não tô entendendo direito esse enforcamento do Saddam Hussein (e não me venham os “purextremistas” dizer do que ele fez, porque senão serei obrigada a enumerar quem devia fazer companhia pra ele). Aliás, pena de morte é algo que eu nunca vou comprender na minha vida, porque pra mim, é como se eu tivesse agindo feito aquele que se tornou réu justamente por -entre outras coisas – agir assim. Também não tô entendendo o porquê da explicação de como será o enforcamento do Saddam ser link do “LIÇÃO DE CASA” na capa do Uol… Qualé? Agora, a gente vai ensinar criança como se mata alguém, é isso? Olha, tá cheio de autor não lido. Que tal o “LIÇÃO DE CASA” adiantar o vestibular de “daqui a alguns anos”? Não é chocante. É absurdo, mesmo… Love,

  39. Mau Fonseca] [SP

    Bom ler isso. Por um momento achei que estava eu apenas, solitariamente habitando minha ilha da intolerância. O pior é que as poucas pessoas interessantes do mundo estão contraíndo doenças como o Transtorno de Personalidade, Personalidade “borderline” e se viciando em pílulas do “riso”. Minha pastora alema tem me feito muita companhia…

  40. Há coragem nas suas afirmações. E a paixão é o caminho da coragem, conforme a tragédia grega. Mas a paixão não é um instante, um fulgurante relâmpago que salta sobre a consciência? E a consciência deve ceder espaço à paixão? E ambas, paixão e coragem, existem sem a memória? E a memória pressupõe uma consciência ou, pelo contrário, consciência é memória? Sendo assim, podemos endossar a última flama final, imagem contida no Ulisses?
    Sinceramente
    Ricardo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s