FUNDAMENTALISMO: Eu e você, quem já não foi vítima desse preconceito???

FUNDAMENTALISMO e seus galhos!

Na capa do Guardian de hoje, duas chamadas interessantes: “Scolari: ainda farei com que as pessoas amem o Chelsea!” e outra do lado “Por que será que um parente de Hitler teria se convertido ao judaísmo?”

ATT:—Disclaimer: Antes de mais nada, volto a um tema nada agradável e recorrente: depois dos comentários e a introdução da “moderação”, me deparei com um clone de ‘gthomas’. Isso já havia acontecido há uns anos, no Orkut. Entrei – por curiosidade – pois ODEIO esses ‘sites/ninhos de encontros de solitários’, e me deparei com um cara que posava de Gerald Thomas. Tinha uma foto minha, dava conselho pra atores, etc. Tentei processar essa merda de Orkut e precisei de ajuda de amigos que tem seus “perfis” lá dentro. Depois de exposto no outro blog, ou seja, no blog do UOL, esse vigarista pediu mil desculpas e acabou se retratando como sendo um fanzoca!

VOLTO a REPETIR: não possuo NENHUM e-mail que termine em “Hotmail” ou “Yahoo”. O do Gmail não tem meu nome. Se quiserem me contactar, eu tenho meu site oficial, é fácil: www.geraldthomas.com. É isso. Por favor, não caiam mais nesse conto! Chatíssimo isso.

Voltemos ao assunto mais chato ainda: Fundamentalismo!

Pelas chamadas do Guardian, fico pensando: Por que sou “acusado” de estar em Londres, se sempre estive aqui? Igual reação eu não tenho quando escrevo de Nova York, onde moro. Será que o Felipão também recebe iguais acusações xenofóbicas? O que vem a ser xenofobia? E quando um parente de Hitler se converte ao judaísmo, o que será que lhe passa pela cabeça? Tudo bem, aceita-se tudo. Eu, particularmente eu, perdi oito membros de minha família em campos de concentração. E Ruy Castro escreveu em “Ela é Carioca” (primeira edição), que minha avó era amante de Hitler e Goebbles. Foi quando minha mãe, que amanhã completará justamente 2 anos desde que morreu, teve seu primeiro grande ataque – o derradeiro, aquele de desgosto e que provevalmente a levou lentamente a não ver mais a luz.

Xenofobia, fundamentalismo: Coisas estranhas e difíceis de aceitar e de ouvir! Um comentário ontem de uma tal de “MONIQUE”: “Gerald, não volte nunca mais pro Brasil.”

Eu ouvia, quando era adolescente aqui em Londres, o pessoal berrando pros indianos e paquistaneses e jamaicanos: “Go Back to where you came from you Wog!”. Era época de Paki-bashing (dar porrada em paquistaneses). Olhando Londres hoje, fora os FUNDAMENTALISTAS ISLÂMICOS do norte da cidade, aqueles que pregam a “lei de sharia” e que se tornam homens-bomba, não conheço sociedade mais bem integrada racialmente! Mas depende de como você olha a sociedade. “VOLTE PRA ONDE”: Estou acostumado a ouvir isso desde pequeno. No Colégio Pedro II no Humaitá, no Rio, ou no Brasileiro de Almeida… eu ficava envergonhado porque éramos… ESTRANGEIROS!!!!!! Que horror!

Eu venho de uma família e uma geração onde tudo pode. Liberdade era pouco! Então, quando brincam com meu nome e me chamam de Geraldo, me pergunto se o William Bonner ou o William Waak ou o Boris Kasoy também tem esse tipo de reação contra seus… Enfim, entenderam, não? Por mim, podem me chamar de Agnaldo ou Vera se quiserem!

Eu disse que aqui a sociedade, ao contrário das décadas que sucederam a reconstrução da Grã-Bretanha pós-guerra (em que Churchill recrutou cheap labour das colônias na expectativa de que eles levantassem os prédios bombardeados pelas V2 de Hitler e Von Braun, e depois voltassem…), bem, Churchil sifu! Eles ficaram. Enoch Powell (o cara do “enemy within” e a National Front”) ganharam enorme peso! Todos queriam ver uma Inglaterra branca! E ainda haviam os irlandeses infernizando a vida, com as bombas do IRA nos Pubs, cinemas, etc.

Até o Lord Mountbatten explodiram em seu barco, perto da ilha de Man.

Sim, os irlandeses, especialistas em “exilio”, peça de Joyce quase nunca montada: Exílio é uma forma de Não – Fundamentalismo.

Karazic está sendo julgado em Haia nesse momento em que escrevo; mais um MONSTRO SÉRVIO da LIMPEZA ÉTNICA! A palavra sempre volta de tempos em tempos: limpeza étnica. Limpar a raça. Mas limpá-la de quê? Não somos todos nômades? Não viemos todos de algum outro lugar? Alguém aqui de nós está ou tem parentesco unicamente com índios xirobofofos??? Não. Foram todos dizimados também pela infeliz colonização portuguesa ou espanhola. Convenhamos: Ninguém aqui nasceu ontem. Todos sabem o que rola quando um povo ataca o outro, né? Sangue, estupro, etc. Não? “Imperilaismo Americano”, vocês berram enquanto bebem suas coca-colas e martelam em seus laptops HP ou seja qual marca americana made in China! Vocês, eu, minha avó, sua avós, TODOS NÓS e ESPINOSA (sim, o filósofo português, judeu). Todos fomos VÍTIMAS de algum tipo de PRECONCEITO oriundo de algum defeito de fabricação da MASSA. E a massa sempre vem com um carimbo: FUNDAMENTALIMO!!!!!! Que merda, não?

Pois quando eu dizia que aqui o gerente do meu banco, o NatWest, é negro e dá ordens em jovens brancos ingleses e que o gerente geral de uma enorme cadeia de supermercados (TESCO) é indiano e quando digo que o dono da Easyjet.com e Easycar.com é um jovem grego – coisa de Fucking foreigner há duas décadas- agora a coisa é diferente.

Ao mesmo tempo temos as e os “meter maids”! Um inferno! Quase todos importados de uma tribo de Ghana. Eles não te perdoam nem se você ultrapassaou por 1 minuto o tempo no parquímetro. O preço de se estacionar o carro em espaço público aqui já é um absurdo: dependendo da região, paga-se 2 libras por 30 minutos no pay-and-display. No meu bairro, parte do Borough of Camden (área CA-B) o custo passa a ser uma libra por hora. E ainda vem a tal “clamping unit” (grapeiam a tua roda: custo total pode ser 280 libras como o carro removido pra um car pound da policia (terceirizado). UM INFERNO!!!! E ainda tem a CONGESTION CHARGE. Não, mas isso nada tem a ver com fundamentalismo. O que tem a ver são os caras de Ghana e Nigéria que pegaram pra sofrer o pato!

Então, já se criou uma turminha de velhos e simpáticos irlandeses! “Ele acabou de fazer seu turno e foi nessa direção”, apontando com o dedo indicador. “Eu olho o seu carro enquanto você vai no banco”. Tudo num clima rápido e de paranóia. As câmeras de CCTV em cima da gente, porque Londres é assim e pronto! E na volta, cigarro na boca: “it’s alright mate! Ele não voltou” . Eu aperto uma nota de 5 libras na mão dele e o agradecimento é enorme: parte do cigarro do dia esta pago. Ofereço carona. Conversamos: “O clima aqui em Londres não está nada bom, há quanto tempo você está fora?”, ele me pergunta. “Esses estrangeiros estragaram tudo!”

Ah, veio! Tardou mas veio.

A indústria britânica paralisou. Ficaram preguiçosos. Os maiores filósofos, cientistas, como Darwin, como Newton… nativos daqui, estão em estado de dormência. Não existe mais a British Leyland. Até parte dos ônibus são Mercedes Benz. Só tem carro alemão nas ruas: o Mini Cooper, grande orgulho inglês, é feito hoje pela BMW! Que vergonha! Digo isso com tristeza. O resto, é um imenso desfile de Merecedes, BMW, Audis, Porsches, Ferraris, Masserattis, e coisas que não existem. Ah, o Jaguar é da BMW também!

Quando a gente anda no meio de uma massa de gente que se move”, diz Elias Canetti, “a gente personifica a massa e perde a noção de si mesmo para se integrar ao todo e formar a massa mórfica que constitui algo semelhante a um grande pânico ambulante”.

Nas grandes cidades do mundo a sensação é mesmo essa: A de que estamos chegando a um ponto de não-retorno: o “teatro terrível” de Canetti está tão atual e tão “agora” que 1984 de Orwell parece uma piada televisiva.

É que sempre achei Canetti “enorme” demais, genial demais. Mas Londres, hoje até mais que Nova York, é um ‘melting pot’ inacreditável de credos, vestimentas, nacionalidades e tribos. E as lutas entre elas, as tribos, continuam em restaurantes como o Punjab aqui em Covent Garden, na Neal Street onde um indiano seek briga com um hindi e os dois não deixam o islâmico entrar. Mas todos se uniriam – na hora! - contra um paquistanês, mesmo esse sendo islâmico (obviamente) por causa da disputa sobre Kashmir! A Xenofobia, o fundamentalismo de BABEL, não têm fronteiras!

Brecht, o Bertold, assim como Chaplin, foram perseguidos pelo macartismo. Foram investigados por Hoover e foram blacklisted e perseguidos pela bruxaria. Ta,bém milhares de escritores, cineastas, atores, etc. Muitos colaboraram, como sempre colaboram e entregam os outros pra se SAFAREM.

O Governo Bush está, de certo ponto, tentando isso com o seu “Patriot Act” mas as liberdades civis Americanas são muito fortes. Já aqui, ainda está vigorando o Official Secrets Act, o que é uma loucura!!!!! Ah, e Alexander Solzhenitsyn morreu no domingo passado. Não era exatamente um grande escritor. Mas ficou mundialmente famoso porque expôs os Gulags de Stalin: Sim, se falamos das vitimas de Hitler, temos que falar dos 13 milhões que morreram debaixo de Stalin. Perseguição política, por crença religiosa ou porque pregam a capoeira ou o Ultimate Fighting dos Gracies, tudo isso só faz lembrar que somos carnívoros, que somos os “Tristes Trópicos” de Levi-Strauss personalizados. Tristes nós! Uns contra os outros e por quê?  Colocamos os outros em jaulas por causa de PIG-mentação de pele, por causa de nomadismo, porque não gostamos de como comem ou bebem! JULGAMOS o outro, mas com que direito? Estou preparando, e nao é à toa, uma versao modernizada do “Tribunal de Nurenberg” com a troupe Brasileira: E Kepler no meio! Sim, o astrônomo do século XVI!

Disputa. Não, não digo. Diz. Não. Puta! Bem, eu disse!

Bem, e nesse ano (ainda pacífico, com algumas bombas como em 2007) se misturar gregos, cipriotas, turcos, romanos e senegaleses e toda a commonwealth (leia-se todas as ex-colônias britânicas que aqui vem por direito), e a arabada toda, mais o dinheiro do Euro e a latrinoamérica… o que temos?

Os chineses dos cantões… nao, chega!

Canetti, Arthur Koestler e… Paulo Coelho e… ah, sim…. Deus! Terrorismo. Digo, fundamentalismo.

O CORVO, o que mais posso lhe responder? Fundamentalismo?

Nos dias em que o Paulo Coelho convivia (em plena harmonia) com a minha Cia. de Ópera Seca e eu o entrevistei pro meu TV UOL (podem ir lá conferir), conversamos única e exclusivamente sobre terrorismo.

O World Trade Center ainda não tinha caído bem na frente da minha janela em Brookyn. Era o ano 2000. Ele estudava o fundamentalismo, esses doidos que se dedicam a odiar o outro, a explodir o outro porque o deus deles” é melhor que o deus do outro. Falávamos muito da olimpíada de Munique de 72.

Óbvio que nem podíamos imaginar o que iria acontecer em 11 de setembro e 7 de Julho e na estação de Madri e a invasão Horrorosa e SEM motivos do Iraque e toda merda que deu! Paulo Coelho e eu discutíamos que o mundo estava entrando no milênio de forma radical: caramba! E como!

DEUS é o MAIOR problema!

RELIGIÃO mata mais que POLÍTICA!

RELIGIÃO mata mais que CORRUPÇÃO e AIDS!

Vaticano? Teceiro Reich? Stalin? Inquisições? Israel X Hessbolah? Qual eh o Deus que fala mais alto?

São as mulheres silenciosas que tem que andar cobertas (sÓ com os olhos pra fora), o resto delas, um enorme embrulho , um véu, assim como os judeus hassidicos, os pingüins, raspam as cabeças de suas mulheres, as fazem ficar horrendas e lhes plantam uma peruca na cabeça! O HOMEM não presta.

E o Homem é a imagem de Deus. Não é isso que se diz ali no santo sepulcro, logo na entrada? Hein?

Ou os evangélicos doidos plantados com uma bíblia na mão surtando… Não, já fui longe demais. Isso aqui não é uma tese e sim um blog.

Agora, contraste isso tudo com o “Gentlemen’s club”, esse novo evento… ‘Bell Girls’… na Londres de Mary Quant ou da Bibba da High Street Kensignton da década de 70, a glória!

As “Bell Girls” são as novas prostitutas russas e asiáticas que saem de casinhas em…

Chega, Gerald Thomas! Volta pra onde você nunca deveria ter saído. “Aquelas ruínas onde você brincava em menino, onde é que foi aquilo?” (Beckett, em ‘Aquela Vez’)

Gerald Thomas na cidade de Londres (O CORVO pediu, e aqui está!)

Obs.: Obrigado leitores: estamos longe de completar dois meses de vida desse Blog e já ultrapassamos a barreira dos 100.000 acessos!!!

(Vamp na edição)

comentario da Valeria!

07/08/2008 – 05:34Enviado por: ValériaMaravilhoso o texto, Gerald! Mas antes que me esqueça: na Argentina até cachorro lê jornal e sabe mais inglês do que eu, minha impressão. Não sei, mas essa maneira de a gente pensar o terrorismo, fundamentalismo, xenofobia etc já generalizando em : os judeus são assim, os paquistaneses, os brasileiros são desse jeito e patati-patatá. Essas generalizações, ainda mais num assunto de xenofobia e cia é um pouco pesado pra mim a esta hora da madrugada. O exílio é em casa também. Somos estrangeiros com a gente, com a família, com o corpo, com vizinhos, com muita coisa. Que uniformidade é esta? A gente tá mais pra fratura que pra atadura. Somos em exílio. não sou uma coisa preenchida e embalada pra viagem. Ok, é maneira de dizer, mas a forma de dizer diz também, né? Como dizer então? E eu sei lá! Eu nasci no Brasil, meu país natal, mas isso não me deixa pasteurizada em “os brasileiros são ….”, os cariocas são… Os judeus são… conheço judeu de tudo quanto é tipo, o próprio Gerald é às avessas do judeu assim ou assíduo Esse ímpeto à adequação, à Enformação é coisa de quem vive pra moda, de quem vive pra se padronizar. Eu quero é mais. Devia ter escolar pra deseducar pessoas, talvez por isso goste da arte, ele tem mais é que despadronizar, deseducar. A mistura é fundamental. Quer uma prova? A receita do açaí do Gerald. Suspiros. V.

comentario

07/08/2008 – 12:56Enviado por: aninomyousLegal, isso me lembrou mais uma coisa, eu até gostaria que me elucidassem mais essa ‘verdade’ ou ‘farsa’.
É dito que na Alemanha o Albert Einstein não é tido como o Gênio do Seculo! explico: Dizem que por lá ele era um aluno mediocre, que tentou um concurso para professor Secundarista e não obteve colocação (para prof. de matemática do 2º grau?), mas que os ‘judeus’ tem também este papo de leis de patentes, e que como judeu ele trabalhava de CONTÍNUO em um escritório de patentes, onde 2 cientistas alemães (não nazistas diga-se de passagem) levaram projetos referentes à pesquisa de energia inesgotável extraida dos átomos …(continua na tripa de comentarios)

Sandra retribui -

07/08/2008 – 14:09Enviado por: Sandra

Aninomyous, Einstein era gênio. Ninguém dá à luz uma Teoria da Relatividade sem ser gênio, e essa ele não roubou de ninguém, pois uma pessoa pode até roubar uma invenção, mas não uma teoria. É muito evidente quando alguém tenta exibir conhecimento sem tê-lo, e não era, com certeza, o caso de Einstein, senão ele não teria os fantásticos debates que teve com Bohr sobre mecânica quântica, por exemplo. Quantos às notas dele, já li que era um mau aluno, já li que isso era lenda urbana, e que ele era excelente, então não sei dizer, mas é possível que fossem baixas sim. Há crianças que falam e andam tardiamente e, repentinamente, tocam sinfonias ao piano. O que não adianta é dizer: se minhas notas são baixas, sou um gênio …(continua na tripa dos comentarios)

e de 06/08/2008 – 14:09Enviado por: Ricardo Miranda

Acho engraçado nomear os EUA como pai de Israel, depois que os Judeus fazem um esforço sobre-humano de sair de campos de morte (e não de concentração) e muitos caminhando, outros resgatados, caminhando cegamente para um região onde o que sabiam é que um dia foi deles, mas que haviam sido expulsos (a última expulsão havia sido pelo imperador romano Adriano). Acho que as pessoas não conseguem montar esta imagem na cabeça, um povo que já não tinha mais nada caminhando para o oriente médio, onde sabia-se existirem alguns colonos judeus, sob a pressão constante da inglaterra que não os queria lá, se você não tem para onde ir, você vai de qualquer jeito, você já está morto, você vaga como um maldito, e depois de todas as pressões e vitórias milagrosas (lembrando que muitos judeus foram muito bem recebidos por palestinos, e após uma articulação de poderes, inclusive a Syria, começou a onda de violência comtra Israel), vocês vão dizer que foi os EUA que colocou os judeus na palestina, ou, em Israel, ou sendo histórico, na Judéia?!?!? …(continua na tripa dos comentarios)

06/08/2008 – 15:01Enviado por: João Magro

Gerald, você tem toda a razão ao falar sobre o polêmico tema… Deus. É polêmico demais porque enquanto o homem não souber lidar com as dúvidas e as perguntas não respondidas ele preferirá manter-se preso na santa ignorância da explicação divina. Não adianta cara, algumas pessoas não querem pensar, tudo é Deus, e “o meu Deu é melhor que o seu”, tudo uma bobagem. Desde as pirâmides do Egito nada mudou, pelo menos naquela época eram Deuses, vários, era mais democrático. Agora é um único e soberano Deus, um ditadorzinho responsável por tudo, ele fez o mundo e etc e tal. Somos crianças..(continua na tripa dos comentarios)

07/08/2008 – 12:42Enviado por: FHorylka.GThomas.

Como deve ser do seu conhecimento, existia um grupo de estudos sobre noções de psicanálise. Funcionava no Museu do Inconsciente, no Hospital Pedro II, Rio de Janeiro, fundado e coordenado pela psicanalista Nise da Silveira.

No país a ditadura militar baixava o cacete em quem ousasse discordar de seus métodos. Naquela época era comum estarmos em uma conferência e chegarem os homens dando uma geral em todos, alguns eram presos até prova em contrário. Isso acontecia até nos cinemas, você lá entretido com o beijo do galã na mocinha, a sessão era interrompida, e ouvia-se uma voz autoritária: TODOS COM DOCUMENTO NA MÃO!.Éramos todos COMUNISTAS… Pelo simples fato de irmos ao cinema, todos suspeitos….(continua na tripa dos comentarios)

PS 1 estou fazendo uma pausa pra ler todos

LOVE

Gerald

07/08/2008 – 14:09Enviado por: André M.Prezado Corvo

Desculpe a minha ignorância, não entendo de Hanah Arendt e a versão dele para o totalitarismo. Eu tenho (agora vão tacar pedra nimim, eu sei) aquela visão mais Gramsciniana de hegemonia pela coerção, ou então, usando Althusser, a questão da luta pelo controle da cultura, e, por conseqüência, dos meios de reprodução do poder, aquela coisa dos aparelhos ideológicos do estado, então, totalitarismo, para mim, não passa de choque de opiniões contrárias, num regime aonde os jogadores não admitem concorrência…(continua na tripa dos comentarios) (mas nao consigo encontrar o email do CORVO que motivou esse, o do Andre M.)… (calma….) (…)

07/08/2008 – 15:27 Enviado por: O CORVOAndré, podemos ser céticos, não ter lido a autora citada tudo bem, eu estou muito longe de ser um intelectual, sou apenas relativamente informado, mas não tem como não acreditar em cultura não é uma questão de fé – onde tem qualquer tipo de agrupamento humano ate os mais primitivos, tem CULTURA.
Já falei no assunto – não confundir cultura com escolaridade -
“CULTURA SÃO AS REALIZAÇÕES ESPIRITUAIS E MATERIAIS DE UM DETERMINADO POVO EM UM DETERMINADO TEMPO’

PS 2 – Sem duvidas, Sandra: o melhor debate ate agora. Nesse novo blog pelo menos!

enviado por Contrera (essa eh a parte final)…

vcs acaso dizem que nunca vivenciaram algum deles na pele? estejam então á vontade, porque são privilegiados. vcs acabam com isso vendo a história passar à sua frente sem se sentirem tão afetados assim por ela. porque a história toda conduz-se na medida em que tais fundamentalismos e preconceitos são manipulados, revividos e reanimados. o que fazem todos esses homens-bomba? ou atentados massacrantes? ? ? ? dizem eles: não agüento mais, e é esta minha via: a da morte. isso é triste. mas é também legítimo. sim, é legítimo. mas acaso é também legítimo lidar com a morte dos outros, também? pode ser questionável, mas é uma opção. uma opção radical, realmente, mas uma opção. nem compartilho com ela, mas coaduno com o sofrimento que ela implica. chega a ser nobre? dificilmente. mas é honesto. ninguém se mata por aquilo que não valoriza mais do que a si próprio. pensemos se nós, em nossos lugares, nos mataríamos por algum valor qualquer. difícil, não é? pois é. a gente às vezes morre por amor. romantismo, essa invenção tão ocidental…
não culpo a religião. o homem criou a religião para encontrar uma saída a seus dilemas. o próprio homem fez da religião a justificativa para a criação de mais dilemas. o ser humano não gosta muito do ser humano. ele preferiria viver sozinho, às vezes. mas, vivendo em rebanho, mal consegue controlar suas paixões, e precisa, afinal, do poder. para nada, ele sabe. mas precisa. aqui, no brasil, quem opta por política muitas vezes se deixa vilipendiar pela falta de compostura encalacrada em ganância. pelo menos não monta partido para matar os outros por justificativa qualquer. com um motivo religioso. pois no máximo religião aqui é forma de roubar com certa legitimidade. mas a religião, para o povo, é outra coisa: é crença, compartilhamento do mundo com deus. e isso é louvável. não me venham com que a religião é o problema. o problema é o uso que os seres humanos fazem de tudo que tocam. eu sou religioso, sim, e daí? não por isso me meto a julgar os outros pelas minhas lentes. muitos ateus por aí adoram fazer isto, não é mesmo? cada um acredita naquilo que quer. mas, secularmente, precisa, sim obedecer à razão pública e à lei dos homens. se quer misturar as bolas é porque quer tirar proveito de alguma situação.
corvo, querido, não escrevo claro e coerente por algum outro motivo senão o de que tenho amor. escrevo para o entendimento como se pudesse desarmar os espíritos para trazer algo novo à baila. mas posso assim fazer porque também sei como bater com um ippon. infelizmente, os seres humanos são assim. só consegue trazer a paz quem sabe fazer e terminar qualquer guerra.
beijos
contrera

  1. 07/08/2008 – 17:03Enviado por: Rodrigo AguiarÉ engraçado, as vezes as pessoas se perdem eu seu próprio pensamento, e acham que apenas “elas são donas da razão”, daí surge o prazeroso sentimento de se sentir melhor do que as outras pessoas. O pensamento do Gerald é preconceituoso, talvez nem ele se deu conta, mais começou falando de liberdade, e terminou descendo “a lenha” em todo mundo. Ainda bem que Gerald, não é um político. Acho que falou muito, e não disse nada ! Cadê a solução ?”PS do Gerald: Rodrigo: Nao “desci a lenha” em ninguem: vejo o mundo/humanidade como um circo, entende? Leis vem e se vao: ora tem uma coisa, ora outra. Lei Seca, Muro de Berlin….Milhares de pessoas mortas por causa de uma lei: e, de repente…acaba a lei. E vc se pergunta…”por que milhares de pessoas tiveram que morrer tentando escapar ou pular essa porra desse muro?”

    SOLUCAO? como assim. Teve uma, digo Hitler teve a FINAL SOLUCAO

    ja eu prefiro ficar com DUCHAMP, marcel DUCHAMP (“adoro problemas, odeio solucoes)

    LOVE

    G

About these ads

219 Comments

Filed under artigos, Sem categoria

219 responses to “FUNDAMENTALISMO: Eu e você, quem já não foi vítima desse preconceito???

  1. juliano

    A maioria das razões da xenofobia é econômica, os nazistas odiavam os judeus que tinham riquezas numa Alemanha falida, os europeus acusam os imigrantes de estarem roubando os empregos deles(,mesmo que não queiram fazer o que esses povos fazem) Os arabes acusam os americanos de estarem roubando o petroléo, a maioria das guerras religiosas(Cruzadas,etc) tiveram também razões economicas. Poder e dinheiro, interesses das corporações, estão atrás de tudo, dai ficam inventando causas politicas e ideologicas pra justificarem isso ou aquilo.

  2. Ro e cia

    Gerald, saudades . Aqui estamos bem. logo mando mais noticias. Seu blog esta maravilhoso. Saudades da Europa.
    Beijos carinhosos da Ro e cia…

  3. gthomas

    Juliano: nao eh tao simples
    as coisas nao se explicam na ponta de uma calculadora: nessa babel, vc esquece a guerra tribal em Ruanda, Darfur, Xiitas sunitas curdos surdos cegos e mudos. Enfim, se quiser set simplista …seja
    LOVE
    G

  4. João Magro

    Eu acredito que tudo parte de uma visão individual, em relação às pessoas que nos cercam. Eu, por exemplo, acho até estimulante as diferenças entre as pessoas. Sou católico, não fervoroso, mas acho legal se você é protestanto, budista ou ateu. Respeito a diferença, mas infelizmente reparo que no dia a dia as pessoas são muito radicais, elas tem uma mentalidade já absolutamente cristalizada, acham que o que elas acreditam é a única verdade. Concordo que também existem questões econômicas e políticas que influenciam o fundamentalismo e a xenofobia, mas se o ser humano não se modificar, se não parar de ser tão preconceituoso. Muitas pessoas não gostam de cabeludos, de gays, de lésbicas, de artistas, de negros, de amarelos, de estrangeiros, enfim. QUando o ser humano vai se olhar no espelinho de casa e concluir que ele é único e perceber que não somos produtos que saem de um fábrica, onde todos são iguais.

  5. Fábio Costa

    Saudações, Gerald!!

    Muito bom, mesmo!, seu texto. Sobre o “limpar a raça”, “limpeza etnica” e essas merdas fundementalistas, tenho algo a dizer; Sou negro, sou de Salvador, Bahia e sempre ouço- e o pior vejo! – coisas do tipo ” ah! tenho que namorar uma mulher branca, pra limpar a raça” (risos,muita risada). Cara, eu fico perplexo com isso, é impressionante como, ainda, tem seres humanos que pensam e agem dessa forma. Lastimavel. Ainda bem que tem pessoas com você que botam a cara na rua e criticam esses horrores, parabéns!. Sobre o Deus matar muita gente, discordo. O problema é o homen e sua falta bom senso.
    Um abraço! e continua assim, cara!
    Fábio Costa.

  6. Silvano

    Desde a criação, e eu sou um desses que acreditam na poesia bíblica, o ser humano é o mesmo. Não sabemos aceitar nossos erros e nos empenhamos logo em achar alguém culpado por eles. No meu pouco entender o Gerald é tão fundamentalista quanto seus criticados. A postura “estou certo” a culpa é dos outros já está nas primeiras páginas da Bíblia. Adão: – A culpa é da mulher que tu me deste! Eva: – A culpa é da serpente que tu criaste! E a serpente? Disse alguma coisa? não! Fugiu para o mato! Tentou o anonimato. Afinal, deixa essa culpa sobre quem criou tudo isso. A culpa é de Deus. Posso imaginar Adão pensando: “… Ele (Deus) que não me acuse, pois sou a sua imagem!” Esse é o problema. Deus só é usado como válvula de escape, nunca como uma orientação. Daí ficam fáceis as críticas…

  7. Oi, Gerald. Você ficou dividido, seus textos aqui e seu duplo, o Gerald entrevistador, ficou no uol blog…no seu verbete da wikipedia, seu blog está desatualizado, vou ver se coloco esse endereço lá.
    Eu vi uns textos do Peter Handke, o autor alemão, sobre a guerra da Iugoslávia. Handke até viveu um tempo em Belgrado. Ele surpreende ao protestar dizendo que os europeus querem jogar toda a responsabilidade da guerra para os sérvios. Claro que vale julgar Karadzic, mas seria melhor se o julgamento fosse dos próprios sérvios.
    Acontece que, se esse separatismo fosse levado a sério aqui, precisaríamos ir à guerra para reunificar o país, reconquistar Curitiba e quem sabe Vampiro de Curitiba iria virar o codinome de um miliciano da unificação brazuca, já pensou– e acho que seria uma guerra com um objetivo e até justificável.
    Abraços do Lúcio Jr.

  8. Eudes Jose Furtunato

    Triste fim!

    “Os homens são iguais em todos os lugares“

  9. daniela dumke

    A xenofobia no Brasil é a conta bancária. Os menos favorecidos economicamente não têm direito à saúde, educação, segurança, cultura, lazer, moradia…

    Sobre a limpeza da raça: a mensagem subliminar dos filhos biológicos de Angelina e Brad Pitt ,são a raça-pura da atualidade: brancos, lindos, ricos, celebridades…a mídia é “Hitler” ou diria “Menghelli”…!

  10. Gerald Thomas , comecei a ler seu blog recentemente, ele é fascinante !!! Parabéns pela sua maestria em tudo brother !

  11. Carlos Putti

    Nós levamos nas mãos o futuro
    De uma grande e brilhante nação.
    Nosso passo constante e seguro
    Rasga estradas de luz na amplidão.
    Nós sentimos, no peito,
    O desejo de crescer, de lutar, de subir,
    Nós trazemos no olhar o lampejo
    De um risonho e fulgente porvir.

    Vivemos para o estudo
    Soldados da ciência.
    O livro é nosso escudo
    E arma, a inteligência.
    Por isso sem temer
    Foi sempre o nosso lema:
    Buscarmos no saber
    A perfeição suprema.

    Estudaram aqui brasileiros
    De um enorme e subido valor.
    Seu exemplo segui, companheiros
    Não deixemos o antigo esplendor.
    Alentemos, ardente, a esperança
    De buscar, de alcançar, de manter
    No Brasil a maior confiança
    Que só pode a ciência trazer.

    Vivemos para o estudo
    Soldados da ciência.
    O livro é nosso escudo
    E arma, a inteligência.
    Por isso sem temer
    Foi sempre o nosso lema:
    Buscarmos no saber
    A perfeição suprema.

  12. Gerald, conferi no Orkut e encontrei um cara usando seu nome junto com uma foto do Bambi, peça a alguém para dar uma olhada:

    http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=911580971678021054

    Se vc quiser, eu mando uma carta reclamando.
    Abraços do Lúcio Jr

  13. Lucio max

    A Jaguar é da Tata Motors e não da BMW, meu caro adepto ao nudismo.

  14. gthomas

    Lucio Max, obrigado pela correcao: Tata motors. Obrigado.
    Nao sabia realmente o que era isso.
    Mas de todo o texto, o que se subtrai eh isso?
    Legal. Bem legal, Agradecido mais uma vez.

    Lucio Jr: Bambi ne?
    Sabia que algo andava podre!
    LOVE
    G

  15. Lucio max

    A solução é simples: Itamar Franco para primeiro ministro da Inglaterra.

  16. Seus textos são verdadeiras avalanches de informação, me dão a vontade de sair pelo mundo viajando sem parar. Mas eu sou tão caseiro e chato, fiz até um forno de pizza aqui para não ter que ligar para a pizzaria, só fiz uma pizza porque é meio difícil de acender o forno. Você já acendeu um forno a lenha, ficou duas horas cozinhando um feijão?

  17. Mario

    Não é verdade que razões religiosas matam mais que politicas. A maioria das guerras ditas “Santas” não passam de guerras políticas ou ecônomicas travestidas.

    Fiquei pensando sobre se sentir estrangeiro em seu país, e acho que isso é o que acontece com os palestinos, que são estrangeiros em sua própria terra. Deve ser mesmo terrível!!!

    Os europeus fizeram duas guerras mundias, guerras estas que acabaram por mudar a geopolítica do Oriente Médio. Até então os árabes e os islâmicos não tinham eram os chamados fundamentalistas de hoje, mas então os europeus seguidos posteriormente pelo EUA quiseram criar um neo-colonialismo, criaram o estado de Israel, roubaram todo pretóleo que puderam. Isso gerou um contra-ataque, uma defesa chamada então de terrorismo, mas quem será realmente os verdadeiros terrorista?

    A invasão do Iraque gera e vai continuar gerando a longo prazo mais terrorismo, tudo por petróleo, e enquanto isso Israel massacra os palestinos, o Hizbollah nasceu da invsão do Líbano por Israel, enfm… O terrorismo é arma dos oprimidos contra os opressores.

  18. Claudia

    Gerald…tudo está vindo de todos os lados…e de todas as formas.
    Pequim tem usado seu poder de veto no Conselho para evitar sanções ao governo sudanês, tudo em nome do petróleo, e também tem fornecido armas, mesmo sabendo que elas são usadas no genocidio.Dizem os especialistas que a violencia no Sudão não é somente o choque entre arabes e as tribos africanas,a disputa é por recursos naturais, e até o aquecimento global vem sendo apontado como causas para o genocidio.
    Na verdade acho que Deus não está nem aí…pra nada, porque realmente não dá para compreender a capacidade de seres humanos…

  19. Lucio max

    Claro que não, a parte da prostitutas russas(Bell Girls) também é de se subtrair.
    BJO

  20. Renato

    Welfare state é um belo combustível para xenofobia.

  21. Euterpe

    Só posso dizer uma coisa: o ser humano é uma merda !!! Ainda bem que sou musa…

  22. Alucard

    mais uma vez comentarios vagos e vazios!! xiii

  23. caca

    Gerald esse texto está demais!
    1984, tira o Estado e coloca a televisão, resulta na nossa produção artística de hoje, como vc mesmo fala… nunca antes tão careta e tendenciosa… triste…

  24. Marvado

    Olha Sr. Geraldo, prefiro chamá-lo assim, é a língua que eu conheço, não que eu a ame, mas a que conheço um pouco e neste mundo escrever errado nos joga pra baixo tb, portanto prefiro aportuguesar as coisas, não por fundamentalismo e sim por resistência.
    Bem, a mim parece que o sr está se vitimizando, não sou nenhum ingênuo para achar que somos um país sem preconceitos ou coisas do tipo, entretanto o sr. bem sabe que se os apresentadores da globo citados colocarem em seus blogs discursos menosprezando brasileiros como pessoas menores e exaltando a cultura euroéia eles serão sim chamados de muitas coisas.
    O Brasil ou os brasileiros tendem a ser tolerantes sim com estrangeiros e muitas vezes submissos, temos muitos problemas mas ninguém vai ficar ofendendo o povo de um país e vendendo o seu produto nele e passar batido.
    O sr. volta a citar a capoeira colocando-a no rol do fundamentalismo, o fato de pessoas praticarem tal arte, que em minha opinião é dentre tantas outras coisas uma resistência ao fundamentalismo à medida que é algo que traz liberdade e independência física, corporal, que propõe, por vezes, um dialogo entre bateria, participantes da roda, cantador e jogadores, enfim, e é praticada no mundo todo, e que tem sua origem no Brasil. É pra nós motivo de orgulho, assim como muitos povos orgulham-se de coisas que tornam-se mundiais e nossos capoeiristas estão mundo a fora ensinando capoeira e o Brasil recebe todos os anos um nº considerável de turistas, sobre tudo em Salvador, que vem aqui procurar e pesquisar sobre a mesma, e o reconhecimento por parte do Estado já não era sem tempo, não é fundamentalismo, espero que isso traga benefícios a tantos mestres velhos e as vezes abandonados que tiveram uma vida de dedicação a esta arte. O Estado não deu nada, como sempre, é uma conquista dos capoeiristas e o Gil ta posando de Princesa Isabel fazer o quê?, é parte do capitalimo. Não é por que a mídia a usa para mostrar musculosos cultuadores de corpo e coisas do tipo para venderem porcarias, que o sr. como pessoa inteligente que é tem direito de tratá-la com tal preconceito. O sr. bem sabe a quantidade de coisas péssimas no teatro, cujo único objetivo pelo qual se produz é grana e em todas as artes, isso não é motivo pra dizer que teatro é um entreterimentozinho de merda.
    Enfim, o sr definitivamente não está, assim como eu, inocente ou simplesmente vítima nesta estória, há sim muito fundamentalismo em seus textos e comportamentos qdo se trata de arte, Brasil, cultura, teatro e outras coisas mais.
    bjs no Brasil

  25. gthomas

    Desculpem a demora na aprovacao: culpem o pessoal do National Theater aqui! E o pessoal da Congestion Charge!!!!! que nos deixa HORAS no fone.

    Itamar Franco eh de rolar de rir.

    heitor, bom ver vc aqui! Morro de ciumes quando te vejo la no REInaldo todos os dias!!!!

    Ja comento! Ufa! um calor do cao aqui hoje! ESTA SOLLLLLL!!!
    LOVE
    G

  26. gthomas

    Mario; tudo isso por PETROLEO!

    pois eh!

    E agora jose!

    O mundo ainda eh gerado por pneus e petroleo. Como somos primitivos. Mas Welfare State nao eh assim tao simples, como explicar Israel nao eh tao simples: o pacto : Gurion – Truman – Chruchill – Einsenhower eh de lascar: la num lugar que ja NAO QUERIA os palestinos

    Foram os palestinos que mataram o pai do King Hussein, morto faz pouco tempo: um grandecissmo homem, da Jordania, pai de Abdullah.

    Os Egipcios nao querem os palestinos./ os Syrios tambem nao!

    Eh como ….

    bem eh dificil: perspectiva historica eh dificil

    LOVE
    G

  27. Rafael G. de Andrade

    Sim, sem dúvida, deus (em minúscula mesmo) é o maior mau. Enquanto as pessoas não se aceitarem como iguais, ao invés de se matarem e se odiarem por uma crença rídicula, que é anti a vida, que prega uma existência após a morte como felicidade, paz e alegria plena, estaremos fadados a todo tipo de ódio e preconceito tão infantis quanto a crença de um ser maior criador onipresente, benevolente e justo, de barba branca, que eu diria ser no mínimo preguiçoso.
    E aí vivemos sem nos importar com o que realmente importa, lendo noticías quase de hora em hora sobre o “casal jolie-pitt”, que podem ser ricos, lindos, famosos, mas fazem bebê de proveta… Desculpe o palavriado, mas que PORRA é essa? Será que o Brad Pitt é broxa e aquele mulherão exalando sexo, virou frigida e enlouqueceu caçando criança em todo lugar? Que coisa mais Michael Jackson.

  28. Kurt

    De Douglas Adams: um planeta de xenofóbicos queria destruir tudo que havia acima do planeta deles. Tirando o o planeta deles todo o universo conhecido deveria ser destruído. Quando a destruição de tudo estava quase consumado, alguém diss, para o líder da campanha: – “mas não será pior se ficarmos sozinhos no universo, chefe?” O chefe pensou…

  29. Agnaldo ou Vera, hehe. Gerald, tu eh uma graca. Xenofobia eh horrivel. Eh uma doenca. E esta em todo lugar. E as vezes eu acho que ela se inicia na religiao e na politica. Se os governos locais se importassem mais e cuidassem de seus cidadaos, estes nao sentiriam a necessidade de migrar, as vezes em massa, fazendo com que sejam odiados em regioes com culturas diametralmente opostas. E por aih vai. Eu achava que a blogalizacao e a Internet diminuiriam as fronteiras a um ponto onde aprenderiamos muito um com o outro e nos misturariamos cada vez mais, em vez de odiarmos mais. Mas essa raca humana tem que acabar e comecar de novo, porque nao tem jeito, Gerald.. O odio a tudo o que eh diferente continua e parece que cresce. Que tristeza, meu.

    P.S. Eh tao bom poder morar em lugares diferentes e viajar. Nao se sinta constrangido jamais. Na internet nao importa onde vc esta. Isso tudo eh intriga da oposicao. Inveja que eles tem de voce. Volte sempre pro Brasil, e pra NY, e pra Londres, e Alemanha e onde vc quiser. Eh preciso LIBERDADE!!!!!

  30. Eu disse blogalizacao, he, mas queria dizer “globalizacao”. Enrolei a lingua…

  31. Du

    Gerald,

    muito bom o post de hoje!!
    não dá pra entender muito bem o fundamentalismo…….mas em todo lugar, em menor ou maior escala, as pessoas não se respeitam, não respeitam diferenças.
    E sobre a religião, penso da mesma maneira, e pelo jeito, DEUS agora virou “capo di tutti capi”!! “Mandando” matar e tal.
    É complicado…….

    Parabéns cara!

    Abraço a vc e ao Vampiro (desculpe ter te chamado de fanático, mas depois que vc “se explicou”, entendi o que vc quis dizer!!)

  32. Hugo .

    Xenofobia.

    Meu caro amigo
    Francis Hime – Chico Buarque/1976

    Meu caro amigo me perdoe, por favor
    Se eu não lhe faço uma visita
    Mas como agora apareceu um portador
    Mando notícias nessa fita
    Aqui na terra ‘tão jogando futebol
    Tem muito samba, muito choro e rock’n’ roll
    Uns dias chove, noutros dias bate sol
    Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta
    Muita mutreta pra levar a situação
    Que a gente vai levando de teimoso e de pirraça
    E a gente vai tomando, que também, sem a cachaça
    Ninguém segura esse rojão

    Meu caro amigo eu não pretendo provocar
    Nem atiçar suas saudades
    Mas acontece que não posso me furtar
    A lhe contar as novidades
    Aqui na terra ‘tão jogando futebol
    Tem muito samba, muito choro e rock’n’ roll
    Uns dias chove, noutros dias bate sol
    Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta
    É pirueta pra cavar o ganha-pão
    Que a gente vai cavando só de birra, só de sarro
    E a gente vai fumando que, também, sem um cigarro
    Ninguém segura esse rojão

    Meu caro amigo eu quis até telefonar
    Mas a tarifa não tem graça
    Eu ando aflito pra fazer você ficar
    A par de tudo que se passa
    Aqui na terra ‘tão jogando futebol
    Tem muito samba, muito choro e rock’n’ roll
    Uns dias chove, noutros dias bate sol
    Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta
    Muita careta pra engolir a transação
    E a gente tá engolindo cada sapo no caminho
    E a gente vai se amando que, também, sem um carinho
    Ninguém segura esse rojão

    Meu caro amigo eu bem queria lhe escrever
    Mas o correio andou arisco
    Se permitem, vou tentar lhe remeter
    Notícias frescas nesse disco
    Aqui na terra ‘tão jogando futebol
    Tem muito samba, muito choro e rock’n’ roll
    Uns dias chove, noutros dias bate sol
    Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta
    A Marieta manda um beijo para os seus
    Um beijo na família, na Cecília e nas crianças
    O Francis aproveita pra também mandar lembranças
    A todo pessoal
    Adeus

  33. O CORVO

    Meu caro GThomas, nesse blog eu não peço nada, apenas sugeri esse tema que tanto me atormenta, como você tem o dom do texto e esse espaço democrático da melhor para fomentar o debate desse tema tão abrangente e controvertido.
    Eu lhe agradeço de coração por ter aceitado a minha sugestão.
    Um grande abraço do Corvo.

  34. Kurt

    Com toda essa chenofobia(posso escrever xenofobia com ch?ou isso é motivo para intolerância gramatical?), não sei como será o planeta terra daqui algumas décadas, que é esperado um governo mundial. Nas propagandas da coca-cola, exalta-se as diferenças, mas muitos dos que tomam esta coca-cola são intolerantes com quem não se parece com eles. Nem somos tão diferentes, assim. Mas quem é que acredita na ciência, e em suas baboseiras nesta altura do campeonato? Me contaram uma vez que movimentos radicais, xenofóbicos, intolerantes atraem mais os fracassados. Também acho que é por aí.

    O Planeta está se tornando pequeno para o tanto de gente que tá aparecendo e que se acha diferente. Não ponho na mesa as diferenças de pele. Quem quer ter filhos brancos, case com brancos, quem quer ter filhos negros, case com negros, que quer ter filhos mestiços, misturem-se. Isso para mim é uma seleção natural. Depois que nasceu, se nasceu branco ou negro ou índio, se vire nos trinta.
    O motivo de xenofobia que mais condeno são os motivos culturais. Pois cultura é só uma roupagem, deve haver muitas mesmos e diferentes entre sí. Mas o corpo humano entre todos os humanos saum muito parecidos. desde a concepção até a morte. Acho que já me entendeu o que eu quero dizer.

    Realmente é muito difícil compreender os humanos, entre 6 bilhões de pessoas, às vezes, se sente sozinhos, mas ao mesmo tempo acha no direito de odiar uma outra pessoa de carne e osso. O mesmo fazemos com os animais. Mataremos todos até que um dia possamos sentir sua falta.

    Por aí…

  35. Me desculpe Gerald, eu sou filha de sirio quando teve o fatidico 11 de setembro alguns amigos me ligaram para brincar ainda mais que meu escritorio e bem enfrente ao club sirio libanes, quantas bombas eu tinha utilizado etc, sabe na hora vc da uma risada mas e para não perder o amigo, uns chamam de fundamentalismo outros de terrorismo outros ideologias ou o termo xenofobia, engraçado que só os judeus se acham no direito de se utilizar deste termo xenofobia, o resto são terroristas, sabe este tipo de preconceito parte dos proprios judeus, pois eu tenho um amigo praticante que se casou a pouco tempo com uma moça medica bonita inteligente, com muitas qualidades mas além de não ser judia oooooooo, e negra, meu Deus ele cometeu um pecado, sua familia não foi ao casamento, me diga neste caso quem sofre desta sindrome? agora sobre o descendente de Hitler se converter, acho que vcs se esqueceram que a mãe dele era judia, ele era nascido de ventre judeu, pela tradição o mesmo era judeu, sabe na casa onde cresci tinha uma outra casa no sub solo, em caso de guerra, eu era pequena era onde eu brincava até um dia crescer e entender o que era aquilo de verdade e o que significava, um terror permanente. Sabe e engraçado não sabem mais porque brigam, mas continuam, mas só os judeus sofrem de Xenofobia ou eles são os mais xenofobicos?
    pois carregam suas tradições por todo o mundo sem deixar que os outros participem
    Alguem poderia me explicar pois eu já passei por preconceito de judeus, quem são as vitimas reais desta historia?

  36. Flávio Marzano

    O fundamentalismo é a base da fé das religiões monoteístas. Se está não está comigo, está contra mim, decreta o próprio Deus. Visitei os templos destroçados pelos romanos de Paulo. Só restaram intactos dois templos: o de Vesta e o de Dioniso em Siracusa. O primeiro, dos deuses lares, inteiro e cercado, o segundo, o próprio teatro, não visto como templo. O templo de Athena, em Siracusa virou uma igrejinha ( assim como o Pantheon ), e é engraçado ver a desproporção do espaço com as imagens dos santos católicos, de qualquer maneira voltou a funcionar – em alguma reza Palas revive.
    O Nazismo tem seu fundamento na religião, mas o chefe era comandando por draconianos, e era um também ( ficção? ). Um moreno feio e baixinho, austríaco, gritando por uma raça superior alemã. É uma nódoa, uma tragédia tão presente ainda que a própria igreja teve que perdir perdão aos judeus ( quem mandou crucificarem o avatar? Um pensamento de guerra, escondido a sete chaves ). E me explicaram que os judeus aprisionados não se rebelaram porque tomavam água com muito flúor ( anestesiados ). Doideira total. Isso sim, ações demoníacas.
    Na atualidade, os talibãs explodiram o Buda em Tora Bora ( o último ato, antes da invasão yanque ). Os neopetencostais no Brasil chamam os Orixás de encostos e demônios. Se tivessem poder de estado o que aconteceria? A crença tradicional ( menos os franciscanos ) exige uma ação de força, de imposição e submissão do outro ao Deus amado. Não fosse assim, como se expandiria? Vá e domine, conquiste e destrua os ímpios. Como se manteria a religião? A da nova era une tudo – orientais e ocidentais, e se crescer elimina o fundamentalismo, vai precisar de muita chama violeta para transmutar essa pequenez humana. Kodoish Adonai Tsebaioth.

  37. gthomas

    Eva Lira nao sei das quantas
    se quiser mandar comentario, nao adianta mandar como gthomas simplesmente porque NAO PASSA MAIS PELA FILTRAGEM ENTENDEU????
    LOVE
    G

  38. gthomas

    OTIMOS COMENTARIOS OS QUE ENTRARAM

    ME DEEM UM TEMPINHO QUE JA RESPONDO

    LOVE
    G

  39. Kurt

    Só uma idéia

    Seria interessante se nós, que postamos em seu blog, pudéssemos usar avatares! (figuras, imagens, fotos).

  40. gthomas

    Francini Chequer: muitissimo interessante a sua colocacao: preciso de tempo,……tempo pra dar uma resposta.

    Kurt – nao entendi – como assim, imagens, figurinhas????
    LOVE
    G

  41. O Vampiro de Curitiba

    Vamp na área, moderação ativada! Bocas sujas como a “Alice Land Roover”, não insistam. Ou voltem depois de usar Listerine, ok?

  42. Kurt

    Um exemplo

    tá vendo as figuras do seu lado esquerdo? As pessoas usam essas figuras para dar uma idéia de suas personalidades, do que gostam, muitas vezes, como vivem. Este link que estou postando é só como um exemplo, peguei aleatóriamente na net.

    http://www.plusgsm.com.br/forums/showthread.php?t=33369&page=61

  43. Paulo Caires

    Geraldo,
    como você usa reticências ! Meus Deus ! dá pra segurar mais os pontinhos, ou eles saem de 3 em 3 sem você perceber ?

  44. gthomas

    MONIQUEzinha
    nenhum de seus emails desagradaveis vai passar!
    e nao falei mal da AMY
    vc alem de …
    nao entendeu nada do artigo porque eu AMO A AMY!!!!
    LOVE
    G

  45. Targino Silva

    Você liga a televisão de manhã, à tarde, à noite, estão lá os mercadores do templo.A chantagem religiosa tomou conta da televisão. Diz o RR Missionário. se Deus tocou o seu coração você vai contribuir com a obra de Deus. Segundo as suas próprias escrituras, Deus fez o mundo sozinho sem ajuda de ninguém, agora ele quer ajuda? Diz o Malafaia, eu sou o seu profeta. Esta na nas escrituras, surgirão falsos profetas. O volume financeiro da exploração religiosa tomou tal vulto que as autoridades estão caladas, fazendo vista grossa, tirando proveito político e a cada dia tem mais gente se aventurando nessa seara. Deus tem um projeto de vida para você. Morrer de fome, na Etiópia, de bala perdida nas favelas, de bombas no Iraque ou contaminado procurando comida nos lixões. Se fosse assim tão fácil, bastariam os 318 pastores para resolver os problemas de saúde do povo brasileiro. Qual a diferença entre os traficantes de droga e os religiosos. Os traficantes carregam uma arma e matam as pessoas e os religiosos carregam uma Bíblia e uma cruz, com elas fazem as mesmas coisas. escravizam as pessoas. A pior coisa que pode acontecer ao ser humano é a dependência religiosa. Ele vive na ilusão que Deus reservou um lugar no paraíso e se submete a todo tipo de exploração.
    O Apocalipse, inventado pelos apóstolos de Cristo, é o tema preferido da Universal. Visa intimidar para que as pessoas corram as igrejas e sejam abatidas com cordeirinhos. Disse Jesus no templo: “Não está escrito: Minha casa será chamada casa de orações para todos os povos? Vos, porem, fizestes dela um covil de ladrões” (Mc,11,17);

  46. Sandra

    Gerald, o Ruy Castro continuou vendendo o livro como se não fosse nada?

  47. AMIGO THOMAS…

    Paz e amor! Abaixo a “Xenofobia”!

    Vamos misturar os povos, as idéias, o samba, o rock, o rap, a salsa, o merengue, o fox, as canções de Israel, Egito, Palestina, China, Japão e a “PQP”! Somos todos feitos de carne e osso! O sangue que corre na veia de qualquer cristão ou mulçumano é vermelho… Isso não é ser comunista, capitalista, fundamentalista ou “porra de ista” qualquer! Somos humanos com erros e acertos…

    O teatro e a literatura de cada povo são únicos! É cultura pra cada morador do planeta Terra beber… Isso é bacana! Vamos colocar tudo no liquidificador… A mistura será única: vitamina para o corpo e a alma! Viva a união! Viva a miscigenação!

    Mas, chega de pregação! Não sou pastor ou vigário de igreja (rsrs). Segue abaixo um texto para quem tiver paciência de ler…

    PESQUISANDO ETANOL DESCOBRI ÁGUA EM PÓ

    ( Lailton Araújo )

    PARTE 01

    Hoje é um dia especial… Estou feliz! Descobri que 01 molécula (+) 01 molécula (=) 02 moléculas. Sou um gênio! Estudo Ciências Biológicas. Com essa hipótese formulei a equação da molécula de “água em pó” e fui indicado para o Prêmio de Química Pernambucana – “PQP”. A votação, divulgação e premiação do “PQP” ocorrerão em Brasília no dia 30 de Fevereiro. Na entrega do prêmio máximo estarão como convidados: os mensaleiros, sanguessugas, lobistas, senadores (fixos, móveis e cassados), jornalistas arrependidas, deputados, senadores, prefeitos, ministros, donos de rádios, jornais, revistas e tv’s brasileiras que cobram o famoso jabá para divulgar a obra intelectual de um aprendiz da ciência. Não ache que sou apenas um chato, dependente e sem dinheiro no bolso ou no banco. Um dia ainda vou ser dono de um grande laboratório. Com meus tentáculos de polvo controlarei os famosos “puxa-sacos” – que dentro da cadeia alimentar do “tubarão político” – ficam abaixo dos parasitas. Por coincidência eles estão no Planalto Central Tupiniquim.

    Haverá “comes e bebes”. A bebida oferecida será “Coca-Cola Pernambucana” – água tônica com café. Os pernambucanos não são bairristas… Apenas divulgam sua cultura. Para o petisco: carne de bode bem assada. Justa homenagem ao antigo político “Mr. Severino”. Oxente! Até “mainha” vai gostar e lamber os dedos… É bom demais! Só falta a farinha de mandioca e um cheiro no cangote! O secretário particular do Presidente “Lula Lá” ainda não confirmou a presença do Presidente “Lula Cá”. O apoio político é algo necessário a esse e outros humildes inventores. Sou pernambucano, socialista, naturalista, pacifista, mulherista… Desculpe! Errei! Quis dizer: feminista. Não devia ter bebido derivados de etanol!

    PARTE 02

    “PQP” não é Puta Que Pariu! Não colocaria algo obsceno em um texto da mais alta qualidade científica! As preocupações são muitas… Não quero problemas com a volta da censura ao que for escrito e comentado. Uma dor de cabeça: o voto do jurado Virgulino Ferreira (o “Lampião”) e seu bando ao “PQP”, está me deixando careca. A Bancada Evangélica – que apóia parte da minha invenção – não quer o envolvimento material e espiritual de bandoleiros. Sou democrata e vou aceitar essa observação. Negociar é o segredo para ganhar os votos tão importantes ao meu reconhecimento como gênio e pesquisador brasileiro. É a sabedoria do abraço e aperto de mão nas esquinas e vielas do acaso. Quem tem a pureza da “água em pó”? Quem?

    Alguns colegas da área científica dizem que socialmente minha fórmula é inútil… “É coisa de amador…” Precisarei de 02 litros de “água líquida” para dissolver cada 01 litro de “água em pó”. Acho que eles estão com “dor de corno”. Já não conseguem ter déias brilhantes iguais às minhas. O “complexo do alce” está machucando alguns neurônios supérfluos!

    PARTE 03

    Não sou nordestino besta… Tenho consciência que o uso da “água em pó” secará todos os reservatórios de “água líquida” do Nordeste do Brasil. Não será fácil convencer os químicos e os grandes laboratórios no embarque da parceria comercial (x) projeto universal. Alguns têm pavor de canoa furada. O povo pernambucano não morrerá em naufrágios… A maioria dos rios, açudes e outros tipos de reservatórios estão secos. Lá é impossível morrer por afogamento. Até os peixes nascem e não aprendem a nadar! O carcará – águia do Sertão imortalizada na canção de João do Valle – voa com uma asa só! Com a outra ele se abana… O calor é insuportável!

    Se você não entendeu o segredo ecológico e político de minha fórmula social… Perdoe-me! Procure estudar Ecologia. A “moringa” não foi feita apenas para segurar as orelhas e nem para servir de “garagem de chapéu”. Desculpe pela educação pessoal! Não quis ser grosseiro e nem inconveniente… Por possuir um “QI de Ameba” movido à meleca pura, consegui ser aprendiz de leitor nas “Ciências Ocultas e Letras Apagadas”. Tenho moral e sabedoria para dar e vender bons conselhos. Estude! Eu sou um espelho das ciências e coisas inúteis no desenvolvimento brasileiro. Não duvide da “água em pó”.

    PARTE 04

    Aproveitando o grande momento, quero pedir que a escolha do “PQP” (em Brasília) seja igual àquela da premiação do “OSCAR”… Nos EUA é assim: cartel (+) cartel (=) “Senhor Que Usa Anel”. Rimou? “Uai sô…” Não gostou? Chame o Itamar! É só assim que “nós vai de black-tie tomar um milk-shake com pão de queijo…” Lá mesmo: nas terras do Tio San e Pato Donald.

    Quero e vou ganhar o Prêmio “PQP”. Mesmo com ou sem lobby! Sou nacionalista… O prêmio servirá pra eu colocar a “bunda” na cadeira cativa da ONU. Não perguntem pra quê! Não sei usar os “quês” da gramática… Tenho amigos poderosos… Até o “Bush” já entrou no “Etanol”… “Pra ele entrar na água em pó” é uma questão de uns “goles a mais…” Tenho dois assistentes: “XI” para assuntos hídricos; “XII” para assuntos do paladar e erros do português falado e escrito… Sou cientista! Não sou escritor! Bolas! A imprensa é “foda”!

    PARTE 05

    Um prêmio é sempre um prêmio! É mais um troféu para ser vendido ou fundido como ferro velho, e alguns reais ou dólares depositados nas contas dos paraísos fiscais. O grande problema é com relação à aliança com os mineiros. “Uai sô…!” Não gostou? Chame o Itamar! Será que eles toparão uma dobradinha: “água em pó” pernambucana (x) “leite em pó” mineiro? E se alguém achar que é monopólio? Posso convidar um paulista! Esse entrará com o café em pó… Solúvel! Será a política do “café com leite”. Desculpe ser sarcástico!

    E a “água líquida” para dissolver tudo isso? Quem vai fornecer? Vai dar confusão e muita poeira “pra manga!” Não “tô nem aí!” Vou deixar que comam a farinha no mesmo saco!

    Abraços.

    Lailton Araújo

  48. Mau

    A CULPA DE TUDO É DO SER HUMANO.

  49. Sandra

    “Disputa. Não, não digo. Diz. Não. Puta! Bem, eu disse!”

    ALELUIA, IRMÃO!!!!!!!!

  50. Fernando

    Vc é um cara muito difícil….

  51. As vezes não dou conta desse blog Nóóóssa!! Que dinâmica..Só hoje vi tua resposta de um comentário meu de antes de ontem…rss loucura e eu achei que estava filtrada haha..Como arranja tempo prá tudo isso..tá maluco tah respondendo prá tudo e todos, mah calma amore mio.Toda vez que voce usa a palavra xenófobos eu penso mas como se somos todos misturadinhos aqui na banânia. eu sou uma banãnia assim:filha de italiano de taranto com resultado de indio com portuga e negra escrava vinda de um ramo do tráfico de escravos que falavam francês( ?!?)Os italianos são de La terzza que leva esse nome por causa das 3 invasões pelos árabes. Ah que salada..Desde as torres nem me atrevo a ir pros States , os traços árabes gritariam.No Chipre me prenderam no Nicosia por duas horas se não fosse o Petrus.. cipriota e amigo jah estava me sentindo no midnigth express(xenofobia por gente do brasil que quer conhecer o país deles) Na Itália chegaram a reter meu passaporte (xenofobia por brasileira de quadril largo) Aqui somos mistura de expulsos, England são os colonizados que invadem..Visto que os americanos estão colonizando Marte a coisa pode complicar.. Agora vou ver quem é o Elias.lfe

  52. Ricardo Miranda

    Acho engraçado nomear os EUA como pai de Israel, depois que os Judeus fazem um esforço sobre-humano de sair de campos de morte (e não de concentração) e muitos caminhando, outros resgatados, caminhando cegamente para um região onde o que sabiam é que um dia foi deles, mas que haviam sido expulsos (a última expulsão havia sido pelo imperador romano Adriano). Acho que as pessoas não conseguem montar esta imagem na cabeça, um povo que já não tinha mais nada caminhando para o oriente médio, onde sabia-se existirem alguns colonos judeus, sob a pressão constante da inglaterra que não os queria lá, se você não tem para onde ir, você vai de qualquer jeito, você já está morto, você vaga como um maldito, e depois de todas as pressões e vitórias milagrosas (lembrando que muitos judeus foram muito bem recebidos por palestinos, e após uma articulação de poderes, inclusive a Syria, começou a onda de violência comtra Israel), vocês vão dizer que foi os EUA que colocou os judeus na palestina, ou, em Israel, ou sendo histórico, na Judéia?!?!? A esquerda brasileira (eu me digo de esquerda) quando alinhada com a União soviética, apoiava os movimentos que esta praticava, inclusive financiando grupos palestinos de libertação, e num momento de guerra fria Israel se alinhou sim com os EUA (o dinheiro americano não chegava na europa judaica e nem em israel, os Judeus americanos abandonaram por muito tempo seus conterrâneos, depois que a poeira foi abaixada, e por pouco não desceu, as ajudas chegaram) aqui, os palestinos apareceram como grupo oprimido, porém tratava-se de uma briga da guerra fria, nada mais, os dois lados só queriam tirar seus proveitos, EUA e URSS, mas a verdade é que inglaterra oprimia palestinos e judeus, e com o estado de israel, ambos estão livres da inglaterra, a Palestina pode fazer o que quiser!!! e fazem, criam grupos terroristas, não oficializam seu estado, vivem de ajuda de Israel, alimentos, empregos etc. Para mim o movimento de libertação da palestina tem que ser um movimento de independência, se não querem gostar dos israelenses, paciência, mas passem a cuidar de suas vidas e parem de receber dinheiro da Syria para ropositos bélicos que não ajudam o seu país. Eu adoro os povos árabes, mas desde o golpe muçulmano que não conseguem mais ser o povo exemplar que foram, criadores das universidades, da matemática moderna, salvadores dos textos gregos… eu queria ter vivido na ibéria Moura!!!!

  53. Sandra

    Deus não é culpado, Gerald. Ele criou o universo cheio de incertezas e elipses, e o sol nem está no centro de uma delas. Está jogado lá para o lado, num dos focos. Como funciona o universo? De onde vêm as leis que o regem, e de que substâncias são feitos tudo o que nele existe e seus grandes vazios? Como são as coisas quando não estamos olhando para elas? Se não sabemos as respostas para essas questões, como podemos falar em nome de Deus, e principalmente, exterminar um povo em nome dele? Como podemos ter tanta certeza do que Ele quer?

  54. FRANCINY CHEQUER

    Sr. Lailton, me desculpe fazer uma critica não e por mau, se Deus quisesse, que todos iguais, não teria feito a digamos separação quando houve a construção da torre de Babel, onde houve a diversidades de linguas e culturas, a unica coisa não e misturar mas sim respeitar, o que falta e respeito, por cada povo e tradição, com respeito se gera a tolerancia e a harminia, por favor Sr. Lailton me desculpe criticalo pois não e uma critica mas sim uma observação não leve a mau.

  55. Porcucanedumnegrijudio.

    Por isso é sempre bom comentar os fatos e os acontecimentos, nuncas pessoas . O que elas fazem ou deixam de fazer é um problema de cada um que ao perceber os comentários saberão se estão inclusas na sociedade demoníaca das raças.

  56. Sandra

    Gerald, eu sabia que você nos brindaria com um belíssimo artigo!!!

    (Eu ia deixar fluir meu lado paulistano e dizer: um puta artigo! Mas fiquei com medo do Vamp me mandar lavar a boca com listerine!)

  57. Antonio Carlos Mattos

    Sou Cristão, o problema não é Deus, é a falta Dele dentro das pessoas. Todas as religiões, até o islamismo, prega o amor e a tolerância mas o homem não abre o coração para a preença de Deus dentro de nós.

  58. João Magro

    Gerald, você tem toda a razão ao falar sobre o polêmico tema… Deus. É polêmico demais porque enquanto o homem não souber lidar com as dúvidas e as perguntas não respondidas ele preferirá manter-se preso na santa ignorância da explicação divina. Não adianta cara, algumas pessoas não querem pensar, tudo é Deus, e “o meu Deu é melhor que o seu”, tudo uma bobagem. Desde as pirâmides do Egito nada mudou, pelo menos naquela época eram Deuses, vários, era mais democrático. Agora é um único e soberano Deus, um ditadorzinho responsável por tudo, ele fez o mundo e etc e tal. Somos crianças Gerald e não estamos prontos para lidar com a verdade, nua e crua. Somos formiguinhas de merda, você fez bem mostrar a bunda, não só deveria mostrar a bunda como cagar na frente de todos aqueles babacas.

  59. CARA FRANCINY CHEQUER

    Eu recebo humildemente suas observações… Não aceito como críticas! Não são críticas! São opiniões pessoais… Conceitos! Tenho que respeitar… É cultura! Faz parte da vivência de cada povo…

    Eu estudo Biologia. Não tenho o direito de interferir na visão da “Criação do Mundo”, aos olhos de quem crê! Sua observação é válida… É respeito às religiões… Mesmo que elas matem e oprimam o ser humano, usando dogmas…

    Todos os humanos (quando mortos) apodrecem… Salva-se a alma? Temos um “rabo” em decadência… Fez parte da nossa evolução e diferenciou o “Ser Humano” de outros primatas… Biologicamente somos fracos… Não mais inteligentes que baratas! Elas estão no planeta há mais de 100 milhões de anos… Nós – sofridos e incompreendidos humanos – aparecemos há 5 milhões de anos… Evoluímos? Somos filhos de Deus! E daí? Descendemos de vermes… Somos vermes? Predadores? Sim… Predadores! Filhos de Deus exterminando… Matando a vida criada pelo mesmo Deus? Sacanagem… Não?

    Abraços.

    Lailton Araújo

  60. Sandra

    Valéria, o diálogo entre o Pernalonga e o marciano era de um desenho a qual assisti quando era criança, e que me deixou profundamente chocada. Tanto que não me esqueci dele até hoje.

  61. MPP

    Furioso hoje hein…

  62. aninomyous

    Sempre foi assim, mas acho que tudo se limita em problemas mundanos, a esfera humana, sempre são as próprias sociedades criando seus monstros! no Brasil não é diferente, embora não haja a guerra religiosa, tem uma guerra velada matando mais do que no Iraque e nas outras regiões violentas do mundo…esconder que é assim e acusar que o mundo é pior? mentira! isso é o ‘jeito carioca de ser’ (perdoem os cariocas) mas eu não sou não! sou de Sampa (grande merda) mas veja que por mais que eles lá no Rio neguem que esteja ruim (pelo seu jeito carioca de ssscherrrr, imitando o sotaque) vivem ainda comendo balas de fuzil e dominados entre a cruz e a espada, digo o traficante e a milícia…tá péssimo meu! o pessoal xinga aos gays mas eles dominaram tudo! as bixa macho estão em toda parte, tá tudo dominado, digo as bixa macho porque eles saem xingando todos como se eles fossem machões, falam dos Gaúchos no intuito de criar desavença entre regiões (quando não encoxam no buzão o seu bundão disfançando ser machão) cuxixam perto para vc ouvir sabendo que vc não pode fazer nada…de pegar nojo, e tem LEI para garantir que se eu quebrar a cara deles sou um homofóbico, e se isso acontece sou condenado à morte pelo poder paralelo…??? a lei também prioriza o crime como se fosse um tipo de ‘beneficiamento agro-pecuário’ porque a LEI garante que é proibido matar,(não que eu queira isso, mas isso é a estratégia para os agressores ficarem beeeem à vonts) e os bandido matam gente mais que frango na granja, quando vão presos ficam protegidos, quando saem continuam…assim só sobram eles…beneficiamento entende? se ficar bonzinho sai em 1/6 da pena para continuar a matança…isso é pouco, porque tudo isso que vc disse nem é visto por aqui afinal quando 1 morre o corpo nem esfriou e já tem mais uns 10 prestes a cair…morrem uns 30 por fim de semana ‘oficialmente’ mas ouvi dizer que isso é muito, muito maior…o fundamentalismo é algo parecido, é onde o ‘fundamental’ é a opinião do assassino, independente de Deus, razão, raça ou o que for, o fundamento deles é a AGRESSÃO E DESPREZO à VIDA.

  63. Targino Silva

    Carl Sagan dizia que para cada questão o religioso tinha uma resposta imponderável. Dizia o religioso: Aqui existe um dragão. Sagan: Eu não estou vendo. Religioso: Ele é invisível. Sagan: Não vejo as pegadas. Religioso: Ele flutua no ar. Assim é com livre arbítrio, com a Torre de Babel, e por ai afora. Eu pergunto: Deus vê o universo de dentro para fora ou de fora para dentro?Se for de dentro para fora o universo é maior que Ele, se for de fora para dentro o universo é finito.
    A verdade está lá fora. Targino Silva

  64. Marvado

    Tudo bem a discussão atingiu um nível um pouco melhor, menos ataques pessoais, as pessoas se mantendo dentro do tema proposto, afinal ninguém ou pelo menos o Geraldo o dono da parada, não deve estar aqui para assistir um monte de enlouquecidos insultando-se mutuamente. Claro que o tema é um tanto, digamos, ácido e dentro do politicamente correto dos camaradas de plantão dificilmente alguém irá se levantar a favor do tal de fundamentalismo, mesmo que qdo chegar em casa faça aqueles comentários “Tinha um argentino filho da puta no meu trabalho hj”, “Aquele preto desgraçado não sabe se colocar em seu lugar”. “Meu, tinha uma gordona no busão que dava nojo”. Assim como aquele grupo no Sul dos EUA, que são extremamente puros, cristãos, amam a propriedade, so fodem de luz apagada, chupeta é inferno direto, porém queimam ou quimavam negros em praça pública.
    Não vou falar de muçumanos que pouco sei, mas esta ética cristã puritana, que o que importa é ter grana não como se ganha a mesma, tipo fulano é um cidadão de bem olha o carro dele, olha a casa dele, etc. e dane-se se explora o trabalho infantil, escravo ou coisas do gênero.
    Voltando ao assunto inicial, já que acho que dificilmente alguém sairá do politicamente correto, como já disse antes, não acham que está faltando um pouco de Latinidade neste debate?
    Bjs no Brasil

  65. Lu Caruso

    Gerald,

    Tua nova página está ótima.

    Saudades

    Lu

  66. almeidacarlito

    Drogi Geraldzie.

    Możesz napisać do Portugalski bardzo źle.
    Po zmieszaniu z Portugalski Angielski, shit rozprzestrzenia się bez kontroli .Estou imitando o Gerald -quero que se dane quem não fala e escreve polonês

  67. somosssssssssssssss todossssssssssssssssssss unssssssssssssssssssssssss
    sujossssssssssssss
    deixemosssssssssssssssssssssssssss ,marte em paz,com sua água ñ poluida,com ares sem o fedor dos corpos hu-maNOSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

  68. Sandra

    Franciny, o seu relato lembra muito o que ocorreu com os imigrantes japoneses no Brasil. Sentiam-se excluídos, longe de suas casas, falando outra língua, e se fechavam em grupos isolados, excluindo os demais desses grupos. Também não aceitavam casamentos com outras etnias, não aceitavam os mestiços por um ano, dois, três,… até que cediam, pois sangue é sangue, principalmente de neto. Acho que compreensão é importante. Quanto mais um grupo é acuado, mais ele se isola. Minha filha é mestiça de ocidental com oriental. Os avós babam em cima dela. Na classe dela, no nosso prédio, TODAS as crianças descendentes de orientais são mestiças.
    Tempo e carinho, principalmente de quem está chegando, ajuda mais que o confronto direto.

  69. aninomyous

    Agora vão todos culpar a Deus ou negar Ele em nome do politicamente correto? aí sou eu quem vou contrariar, afinal Deus está além de tudo isso, o problema fundamentalista não é de Deus, Ele não vem aqui matar ninguém e se quiser isso ele não manda recados e nem precisa de portadores e outras coisas…o fundamentalismo dos radicais está na sua própria vontade, HUMANA, e seus meios são todos HUMANOS para impor seus fundamentos…mas podemos transportar isso a outras coisas, sem fundamentar na bíblia do islã, é um fundamento do narcotráfico que se vc dedurar morre….há fundamentos mil em pessoas comuns, uma se ouvir palavrão mata, outro se mexer com a mulher mata, outro ainda se for fechado no trânsito…acontece que isso é DESCULPISMO para matar os que são tidos ‘inimigos’ ou ‘desafetos’…uso bastante o termo desafeto ja que aqui é tido que ter afeto é coisa de boiola, então tenho que ser estúpido com meu pai, mãe, mulher, filho, filha e todos mais para ser aceito em minha natureza? essa é a cultura do avesso, porque eu tenho afeto para com todos citados e não sou ‘afetado’…só que a cultura da inversão de valores é quem está tornando o brasileiro um bando de coió estúpido…mas voltando ao verdadeiro assunto, não confundam RELIGIÃO com DEUS, porque a verdadeira religião (seja qual for) é humilde diante da Divindade, e a FALSA religião, tida como FALSOS PROFETAS é exatamente isso, gente que quer falar POR DEUS, gente que se diz portadora da verdade…se vc é judeu, saiba que creio tanto que Deus falou com seus ancestrais, quanto creio que ele fez Buda iluminado diante dos animais e do cosmo, quanto faz o que quiser…se tiver marciano racional, Deus pode aparecer para ele da forma que quiser, verde com anteninhas? tanto faz meu! vc é artista? Deus é o 1º artista na criação do mundo, mas vc como Ele sabe o quão ridículo é algum amador (digo leigo-burro-metido-a-besta) querer tomar seu lugar, e isso é o que esta acontecendo! não se deixem perder pelos FALSOS PROFETAS rebelando-se contra Deus, ele como os artistas, deixou o palco que foi invadido pelos falsos e esta assistindo de camarote, no fim Ele vai aplaudir e vaiar cada um individualmente, mas PELO AMOR DE DEUS (que para os cristãos morreu por nós na pele de Deus Filho) não incentivem mais ainda a cultura da inversão de valores porque assim é que vcs vão municiar o seu piór inimigo, aquele que é o primeiro xifrudo da história…e em se falar de xifres não ligue para isso pois é algo que põem na sua cabeça, siga antes teu próprio JUÍZO, e ALELUIAH irmãos.
    Amém.

  70. almeida

    Prezado Gerald

    Li com muita atenção o seu texto.Tive muita dificuldade em entendê-lo,face aos trechos em inglês.
    Beste vriend Gerald

    Espero que você saiba holandês
    Ik lees met veel belangstelling uw kolom.
    De Portugees is zeer slecht – vermengd met Engels, nog erger.
    Kortom, we hebben een bijzonder geval tot analist of psychiater.

  71. Sandra

    Marvado, o que você achou da ex-ministra da igualdade racial dizer que racismo de negro contra branco pode?

  72. aninomyous

    Erratas: discurpa os erro di purtugueis…mais há diferensas entre um burru e um inguinorainti, posso ser inguinorainti à lá Casseta i Praneta, mais os burru mermo é os fundamentialista. I teinhu ditu.

  73. Marvado

    Sandra dificilmente o que vem de ministros desse ou de outros governos deve ser levado a sério em minha opinião…
    bj

  74. FRANCINY CHEQUER

    Caro Sr. Lailton Araújo, eu agradeço a sua cordialidade, mas acho que a nossa cordialidade e a educação, me parece que deixanram os outros chocados, engraçado estamos discutindo sobre respeito e tem pessoas que querem fomentar brigas, uma discusão em blog não significa brigar e ofensas e sim debater ideias, o querido MARVADO acho que temos que debater com ofensas me desculpe, morei em Rosario na Argentina e me desculpe fui muito bem recebida, e o que mais me deixou chateada lá, foi que o nivel cultural deles e o nivel de polização e muito grande, o ensino publico e maravilhoso, antes de querer debater a Latinidade tem que se informar melhor, sobre os povos latinos e suas colonizações, e até o seus graus de instruções só para citar no Uruguay o nivel de alfabetismo e quase zero em um documento emitido pela ONU, querido Marvado, cuidado com suas marvadezas

  75. r*

    MPP., vc que não conhece a Monaliza, cara. Pessoalmente é uma simpatia de pessoa.

  76. André M.

    Prezados Senhores

    Será que a minha dislexia seletiva me impede de entender esse texto tão fragmentado, que aponta para todos os lados?

    E o melhor são os posts daqueles que dizem que entenderam alguma coisa. Freud explica.

    Enquanto isso, a mulher melancia vai ganhando espaço.

    Saudações cordiais.

  77. O CORVO

    Aninomyous, quem criou todos os tipos de deuses e deusas foram os homens, dai a culpa é da humanidade que se esconde atrás de seus deuses para justificar todos os tipos loucuras cometidas em nome das religiões.
    Sem a humanidade não ha deuses eles só existem porque tem alguém para acreditar neles…..

  78. Marvado

    SRA. FRANCYNY
    eu sinto muitíssimo, mas não estou acompanhando a troca de gentilezas entre vcs, olhei rapidamente, li por cima, como se diz no popular. Vc está se dando muita importância, não quero discórdia alguma entre os educados, me inclua fora disso.
    em todo caso bjs no Brasil e no cê!

  79. gthomas

    PERAI ! CALMA
    CHEGUEI DO ENSAIO AGORA!!!!!

    sao 8:40 da noite aqui: 4 a mais do que o Brasil, 5 a mais que NY e uma a menos do que onde senta o Almeida que reclama das minhas frases em Ingles, mas escreve o Holandes;

    Na holanda TODO mundo fala INGLES, ah…a nao ser que seja …deixa pra la Digo os Utrechtianos, os Rotterdamianos, os de Amsterdam, do Hague, de Haarlem, de tudo que eh lugar porque eh la que siurgiu a lingua do NUNCA, o ESPERANTO!

    foi pra HOLANFA QUE ESPINOZA EMIGROU

    AMO AMSTERDAM, O DAM, OOSTERLANGE, O KRASHNAPOLSKI HOTEL E ATE A CENTRAAL STATION!

    FRANCINY CHEQUER E LAILTON, eu tenho que ler direito o que rola entre vcs. Nao entendi ainda.

    Sandrissima, obrigado, Nao me referi a DEUS desa maneira mas sim a NOSSA estupida maneira de interpretarmos deus, de darmos olhos bracos pernas, etc pra ele…..falo do carneiro de ourp na verdade….

    Ja volto: tenho que ler tudo isso com calma!
    LOVE
    Monaliza? MPP ? algum codigo cifrado rolando aqui dentro?

  80. Sandra

    ARRASOU!!! Depois desse comentário, calo a boca e escuto!

  81. aninomyous

    Entrando em um debate paralelo, a Argentina pode ou é muito boa mas depende de sua etnia, todos sabem do racismo que há por lá com relação aos negros, se o Marvado for afro-descendente (como são chamados pelos políticamente corretos) ele não deixa de ter razão no sentido de que para eles a Argentina é um lugar fechado e tudo lá deve ser muito sofrido…não só não sou racista, como já tive amigos negros que foram verdadeiros irmãos, até melhor sendo que nunca briguei com eles e já cansei de brigar e ser torturado pelo meu irmão…acontece que há também entre eles muita gente que não presta, o problema é o preconceito racial…eu critico mesmo por exemplo os citados nigerianos, pois lá eles morrem feito fruta madura caindo dos cachos, eles vem para o Brasil como refugiados, como refugiados!!! e o que é descoberto aqui? que eles destroem nossa sociedade fazendo tráfico internacional de drogas agenciando mulas (gente que engole droga e carrega ela nas tripas tipo as mulas dos tropeiros antigamente traficavam de outro a pedras preciosas) então meu há preconceito e conceito negativo, a Argentina está errada em ser hostil aos negros, mas os refugiados daqui principalmente nigerianos fazem a mó merda traficando e trazendo o mal para cá ao invés de honrar e mostrar que tem gente boa em seu país de origem! se tem nigeriano bom? deve ter, mas que tem uma rapa que não presta isso tem, assim como vários hermanos também…falando em fundamentalismo, devemos nos fundamentar na individualidade e personalidade das pessoas, algo raro nas grandes Metrópoles e por isso acabamos mesmo caindo nestas roubadas de ser preconceituosos com esse ou aquele país, etnia, região.

  82. Marvado

    Opá, afrodecendente, negão, sim sou de fato, preto mesmo. Agora tenho dito: um tango argentino me vai bem melhor que um blues. Sou curinthiano e fã do Carlitos Teves, agora tb do Herrera, gosto do Maradona tanto qto o Geraldo gosta da Amy, adoro o futebol argentino, gosto de raça, de futebol jogado com o coração na ponta da chuteira, como diria nosso melhor filósofo do futebol.
    Não falei mal em momento algum de argentinos, não tenho problemas nenhum com isso, conheço Buenos Aires, como brasileiro fudido, peguei um puta frio lá, tive um dente inflamado e na época dolarizada morri na maior grana na farmácia. Fora isso podem me convidar pra ir prá lá que vou com prazer.
    Bejão pra Karina soteropolitana e capoeirista que está casada e feliz por lá…
    Bj no Brasil

  83. gthomas

    Antes de entrar na conversa seriamente vou fazer um recap desse blog quando ainda era hospedado no UOL por 4 anos e meio.

    “Negros” eh um artigo que escrevi pra la, faz quase um ano. Por que? porque tenho filha com uma mulher negra, porque minha 2 mulher foi negra, porque a Ellen Stewart (que me deu a vida no teatro eh negra) porque meu medico Dr Terry fonville (NY) eh negro, porque meu advogado Leonard Easter eh negro, porque em Buenos Aires, num workshop que eu dava no CELCIT em 2oo5, eu perguntei “nao tem um unico negro?”

    “matamalos todos”

    expulsei o engracadinho que disse aquilo e os que riram da piada. Ficou um clima pessimo. Uma das maiores licoes de VIDA que tive foi na Mangueira. No morro mesmo. Com Cartola. Se eh que interessa , muitos comentaristas aqui sao negros. Nao vou dedar porque isso pareceria Inquisicao.
    Nao acho que COR tenha algum valor
    Nao sou e nao trabalho na campanha do Obama porque ele eh negro, mas porque ele eh um FANTASTICO politico!
    ate daqui a pouco.
    Sandra; se vc se calar, eu morro!
    LOVE
    G

  84. O CORVO

    Meu caro André esse tema é totalmente fragmentado tem várias entradas e varias saidas, da para debater ate o fim do ano e não vai nem aranhar o tema – a grande pensadora alemã HANNAH ARENDT, escreveu ORIGENS DO TOTALITARISMO – onde trata dos temas ant-semitismo, imperialismo e totalitarismo – em suas mais de quinhentas páginas e o seu amplo conhecimento do tema – ao final da leitura ainda resta muita coisa a ser debatida.
    Aqui no Brasil temos a Opusdei, a TFP, os petencostais, o PCB e suas variáveis, a UDR, o MST etc.. todos eles misturam religão com e política é o fundamentalismo tupiniquim onde as massas envolvidas nesses movimentos acreditam nas suas causas, enquanto os dirigentes são manipuladores isso acontece no mundo inteiro desde as cruzadas para não ir muito longe.
    O marvado lembrou da KKKlan que foi pouco citada, tem também os observadores que atuam em Israel foi um deles quem matou o ministro Isaac Rabin.

  85. Kurt

    Uma coisa interessante sobre Deus e o seu filho Jesus Cristo: Se alguém fala que viu Deus, que conversa com Jesus Cristo, ou mesmo que é o próprio, vão logo dizendo que essa pessoa é pirada, que está louca. Só pode dizer que acredita e nada mais. Porque de outra, como eu disse antes, se dizer que conversa com Eles, no mínimo o que pode acontercer é ser preso e internado numa clínica para doidos. Não gosto muito de pôr Deus e seu filho Jesus Cristo na minhas conversas, não. Porque há muita intolerância nesse mundo. Se você ao menos duvidar da existência desses seres espetaculares, você sofrer alguma consequência.

    agora me vou porque Deus tá falando comigo agora, quer que eu leve o filho dele para dar um rolé na cidade. Já sei vocês vão dizer que estou ficando louco, né! :)

  86. gthomas

    Corvo, bem lembrado: Hannah. Nao faz muitos textos escrevi sobre ela e Heidegger e A Banalizacao do Mal, talvez seu livro mais conhecido (o julgamento de Eichman – o nazi capturado na Argentina: meu deus, tudo agora esta indo pra Argentina….culpa do Marvado, sera?

    LOVE
    G

  87. treto com o gerAlD, direto,porque discordo de várias posições dele,estivemos de lado opostos,e estamos referente as cotas,álias foi atráVEs de um papo, por telefone,ele de new york, e eu de sampa(foi atráVes dele q saquei, q ñ tinha uma posição clara(rsrsrs)sobre as cotas,e ai me posicionei, há uma causa mais nobre, nessa coisa de existir,mas perdemos muito tempo,com nossos baIRRISMOS,ISMOSSSSSSSSSS,xenófotiotassssssssssssssssssssssssomossssssssssssssssssssssss,todossssssssssssssss unsssssssssssssssssssssujossssssssssssssssss,deixemossssssssssssssssssssssssssssss marte em pazzzzzzzzzzzzzzzzzzzz,q NASA ASA DA NASA,Ñ BATA MAIS SEUSSSSSSSSSSSVOÔSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

    O Q APRENDERAM OS JUDEUSSSSSSSSSSSSS COM O HOLOCAUSTO????????????????????????
    O QUE APRENDERAM OS AFRO-DESCENDENTES COM A ESCRIVIDÃO??????????????????
    O QUE APRENDERAM OS ALEMÃES COM O NAZISMO??????????
    O QUE APRENDERAM OS NORTE-AMERICAMOS COM 11 DE SETEMBRO??????????????????????
    O QUE APRENDERAM OS CHINESES COM O CONFLITO DA PRAÇA DA PAZ CELESTIAL:::::::::::::?????????????????????
    O QUE APRENDERAM OS BRASILEIROS COM A DITA REVOLUÇÃO DE 64
    DITA DITATURA

  88. gthomas

    Andre L Patricio, meu lider, teria como vc resgatar aquele texto meu (Negros) pra mim, la do velho blog????
    Vc ja esta no ensaio????
    Tudo bem, eh tempo UTIL….eu nao sei mas nao consigo entrar naquele arquivo
    LOVE
    obrigado
    G

  89. O CORVO

    É meu caro GTomas, a Argentina foi o maior acolhedor de nazistas das Américas, Peron era pró Hitler, os Meninas do Brasil devem estar por lá e se procurarmos vamos encontrar o ovo da serpente lá em Buenos Aires. OBS: o povo argentino não tem culpa tem muita gente boa.
    Para não dizer que não citei os EUA também deram abrigo a muitos criminosos nazistas – (ciêntistas e delatores)
    Culpa do Marvado não o Mrvado é do bem.

  90. gthomas

    Sandra: a cia das letras disse que retirou a 1 edicao do livro das prateleiras das livrarias. Foi um escandalo na epoca: escrevi um editorial pro Globo, Folha e a Veja fez materia. Mas o mal ja havia sido feito. O Schwartz (dono, editor) se encontrou comigo no Supremo, que nao existe mais (esquina de oscar freire com rua da consolacao) e disse que passou batido por aquilo porque estava envolvido demais com a feira de Frankfurt.

    Ruy Castro acusou o Ziraldo de tudo : “O Ziraldo eh um filho da puta, Foi ele que disse que tua avo….”

    GT- “Onde e quando, Ruy? Ele conhece minha familia inteira cara, Jamais poderia ter dito uma coisa dessas!”

    Ruy – “Tava bebado entao. Foi na plataforma, na churrascaria plataforma, la numa mesa ele me disse isso!”

    E assim se constroem as estorias, a HISTORIA.

    os 15 mil primeiros exemplares ficarao. Nao ha restituicao e o JUDEU do luiz me pediu que nao entrasse com processo. Em troca ele publicaria algo meu.

    Hoje, esse FDP nem responde meus emais

    Lindo nao eh?
    LOVE
    G
    e viva a reportagem investigativa! Posso afirmar que minha mae comecou o processo degenerativo nesse dia, em que leu isso.
    O arnaldo bloch editava o segundo caderno do Globo.
    ainda tenho a minha resposta ao R Castro em algum lugar.
    nem gosto de olhar pr’aquilo.
    tudo isso me faz muitissimo mal, especialmete num dia como o de hoje, vespera de….

  91. Liz

    .. hm, bem o fundamentalismo não é um fato externo, sobre o qual se lê no jornal ou vê na TV. Ele cresce no próprio ser e se fortalece todos os dias em nossos atos. Se cada um tem o seu próprio ideal como parâmetro para se basear e se dar ao direito de fazer algum tipo de julgamento…só podemos lamentar! O fundamentalismo sempre irá existir pq ele não é somente religioso.

  92. gthomas

    Corvo: the boys from Brazil !!!!

    Nao, imagina: eu amo a Argentina. Meus melhores amigos sao argentinos. Meu melhor PUBLICO eh o argentino, sem duvida. O de Cordoba, o de BA. Jamais irei reclamar de la. Eles tem tudo, sao POLITIZADISSIMOS, e eu amo isso!

    Existem discussoes maravilhosas com argentinos!

    E se tornam cidadaos do mundo com a maior facilidade: veja Daniel Baremboim, veja Ariel Goldenberg, Victor Garcia, Julio Cortazar, Jorge Luis Borges, etc
    LOVE
    G
    ainda se pode andar a noite sem nenhum problema em qualquer cidade argentina: ja nao se pode dizer o mesmo nem em Chicago!

  93. Edward

    Gerald

    a Argentina é um país menor que o Brasil. E Esse é um dos argumentos dos Separatistas da região sul. Me fale vc acredita que por um país ser do tamanho do estado de MInas Gerais ele tem mais chances de se tornar um país desenvolvido? Temos como exemplo de países com um tamanho continental que são desenvolvidos: EUA e Canadá. E temos expemplos de países menores que são desenvolvidos: Suiça e Suécia.

    E você, o que você das idéias sepatatistas do Sul do Brasil e todos os outros movimentos separatistas, já que São Paulo e o Nordeste também tem seus movimentos separatistas. (mesmo sendo movimentos de orkut, gostaria que você falasse um pouco a respeito desse tema. Não, sei se você pode falar sobre isso)

  94. gthomas

    Edward. Vc acha que “tamanho importa?”
    Eu acho que o Canada eh uma chatice….enorme…mas deu certo.
    nao se pode igualar tamanho com “ter dado certo”
    A Argentina foi um dos primeiros paises no mundo (e um dos mais ricos) a estabelecer uma classe media. Isso nos anos 50.

    Alias, ela nao eh pequena. Se vc vier do norte dela ate o sul da Patagonia, ela eh gigantesca. E a mentalidade do Argentino eh gigantesca: estao ligados ao mundo, muito mais que os brasileiros. Mais uma vez falo nos seus escriores ou em Jorge Lavelli que mora em Paris (diretor de teatro)

    Recoletta e outros centros culturais sao muito especiais.
    O San Martin tanto de BA quanto o de Cordoba tem Historia e o Collon faz producoes DEZ MILHOES de vezes melhor do que qualquer MUNICIPAL do rio ou sp.

    VIVA a Argentina, Edward. Sempre que eu posso eu vou pra la.
    Se vc pegar um Raul Sansica por exemplo (organizador do Festival de Cordoba: e coloca-lo lado a lado com qq organizador de festival brasileiro, ou o Schumacher de BA, quero ver que triste fim tera o pobre brasileiro!!!!
    LOVE
    G
    e isso nada tem a ver com separatismo! odeio isso,
    acho que Sao Paulo deveria flutuar em direcao a Seul e ancorar na Coreia do Sul.

  95. Edward

    Não tenho nenhum ódio ou aversão à argentina, como a mídia brasileira tentar nos impor. usei a argentina só para efeito de comparação. “…separatismo! odeio isso”, posso interpretar essa sua frase como: essa coisa de separatismo é coisa de quem não tem o que fazer. (?)

    Mas já falei num post aqui, que quando fui para Porto Alegre, sendo de Brasília, algumas pessoas, alguns jovens, não gostaram muito da minha presença lá não. Não gostaram do sotaque, heheheh falaram q era do nordeste ehhhhehee. Talvez por eu não ser rico, sei lá. Mas também encontrei pessoas legais lá com quem fiz amizade e que foram muito hospitaleiras e gentis. Em suma: a gente de todo o tipo em todo o lugar.

  96. Paulo

    Realmente voce tem cara de Argentino Gerald, com esse cabelo…
    Mas eu gosto muito da Argentina, mas jamais compararia com o Brasil pois a cultura eh muito diferente. Mesmo comparado a outros paises de idioma Espanhol a Argentina tem uma cultura e uso do idioma completamente diferente.

  97. gthomas

    Como prometido, o texto

    NEGROS
    NEGROS

    São Paulo– “O que une o ser humano? Posso sugerir várias plataformas, mas cairemos num denominador comum: a repugnância pela barata e insetos semelhantes. Franz Kafka [1883-1924] foi, entre todos os platões, sófocles, stendhals, marlowes e rimbauds o que de fato deu o pulo e fez com que o humano transcendesse o seu lado indesejável, aquele que Bin Laden odeia tanto quanto um judeu hassídico na Antuérpia: Gregor Samsa acorda transformado num inseto. Não há maior “coup d’État” na literatura – e logo na primeira página. Não há transgressão maior, seja em escrita ou conteúdo”.

    Assim começa o texto publicado hoje pelo caderno Mais, da Folha de São Paulo, quando me perguntaram sobre o que eu considerava ser o livro essencial. Depois de horas de debates aqui nesse quarto de hotel, esmurrando a consciência e as páginas de livros pelas quais já cavalguei, considerei que o autor só é autor quando transcende algo. De Shakespeare até Goethe, ou de sei lá quem até sei lá quem mais (pode-se fazer uma lista telefônica sobre autores, pintores, etc, mas do que adianta?), cheguei à conclusão de que Kafka lida com aquele ser (além do humano, ou aquém do humano) que chegou nessa condição porque está em tal estado de repressão e ansiedade, angústia e rejeição que resolvi fazer um macro-kafka para essa coluna: os negros no Brasil de hoje. Os negros-gregors. Os Gregors Negros.

    O ar dessa cidade esta irrespirável. O barulho é insuportável. Um helicóptero pousa em plena Avenida Consolação para resgatar um policial baleado às 2 da tarde. E a vida continua nessa cidade que alguns insistem ser “muderna”, onde seres parecem buscar conforto em outros seres mas não conseguem e acabam bêbados. Mas eu procuro ver o lado obscuro dela, aquele que quer se esconder. O racismo está ficando cada vez mais hipócrita na medida em que está se pulverizando. As próprias pessoas segregadas fingem que nada acontece, ou melhor, engolem esse ar socialmente poluído como se fosse um tijolo entalado em suas gargantas e vão levando. Mas até onde?

    A História do Brasil não contribuiu para a emancipação da raça negra. Não houve uma (perdoe o trocadilho) “clara” demonstração de querer impor um movimento e botar pra quebrar, seja pela paz ou pela violência, via Dr. Martin Luther King (o maior herói da minha vida: “I had a dream…”) ou via Malcolm X ou Black Panthers ou o escritor James Baldwin ou Angela Davies e tantos outros. Não, aqui sempre foi se “levando” com raríssimas exceções, afinal Machado de Assis, o mestre da literatura era…..bem, ele era negro. E Lima Barreto também. Mas dêem um pulo na História, venham para os dias de hoje. Que retrocesso! Que vergonha! O que deveria ser não é. Não deveríamos ser negros ou broncos ou porra nenhuma! Essa “merda” de dividir o ser humano em cor ou em raça ou em credo acaba em genocídio (o Holocausto, Kosovo, Pol Pot, sunitas contra xiitas, contra curdos cegos e mudos, e Darfur hoje. É tribo contra tribo. Quem ganha é sempre a direita, os racistas, os rednecks. E sempre com aquele sorriso horrendo de serial killer.

    Um avô de uma certa amiga aqui em SP, tocava seu instrumento de sopro na Praça da República (a pedido de D. Pedro II) e foi fuzilado pelos brancos, enquanto sua filha, mais tarde conseguiu se formar em filosofia pela USP. Sim, a primeira mulher negra a se formar em filosofia pela USP. Vou pular pro norte, a AmeriKa de Kafka onde essa, assim como todas as outras questões raciais e sociais (desde a própria Guerra de Independência ou Civil ou as causas gays, movimento women’s liberation e todos os outros começam. Sempre tudo começa lá: sempre que criticarem os EUA, por favor levem em consideração o grande laboratório social que aquilo é e a Constituição que seus Founding Fathers escreveram ali, e seus amendments, os direitos civis (agora desrespeitados pela administração Bush como nunca antes). Não quero entrar na questão do capitalismo nem seus derivados por favor. Estou falando de racismo!

    Hoje, nos EUA, ele ainda existe, óbvio. Mas existe um anti-racismo extraordinário também. Aquele que faz lotar hotéis de classe A nas metrópoles e restaurantes mais caros sem que nenhuma cabeça branca vire pra olhar chocada ou mesmo interessada. Mercedes Benzes e BMW ou Caddis são ocupados por negros, assim como brancos broncos e assim como um Barak Obama concorre pelo partido democrático à Casa (sem trocadilhos) Branca. Ali dentro senta a Condy Rice ou sentava um digníssimo (sim, o defendo!!!) Colin Powell. E são dúzias de Jesse Jacksons, e prefeitos e mandadores, reitores de universidades que atravessaram a barreira da cor porque “I had a dream”.

    Sim, ele foi assassinado. Abraham Lincoln também foi. JKF também foi. Bobby também foi. Sharon Tate também foi brutalmente assassinada e os meninos se matam em Columbine e em todas as escolas na nação que ama um rifle e uma arma e que tem a NRA (National Rifle Association) como um ícone e que tem ainda uma “arian nation” escondida nas montanhas de Montana e Wyoming e inocentam, sim, o OJ Simpson porque o júri era preconceituosamente a favor.

    Mas uma única figura, uma única mulher é de fato a pessoa mais importante dos Estados Unidos da mente, digo, da AmeriKa: ela se chama Oprah Winfrey e o que ela diz e produz repercute entre gregos, troianos e otomanos, classes A, B e Z. Não importa mais a cor. Falo de racismo, porra! Vamos parar com isso caramba! Quem é que ainda realmente tem a arrogância e o direito – digo o direito de olhar para outro ser humano e classificá-lo como seja lá o que for? Quem é você? E o que sabe? O que sabe sobre quem está do seu lado?

    O que quero dizer é que nesse workshop que dei no SESC-SP acabei por desenvolver esse tema que reluto em levantar aqui no Brasil porque ele ainda é um tabu, apesar de não ser: ele é uma questão puramente hamletiana, uma questão não resolvida, uma questão pela metade, uma meia questão mal preenchida, dá coceira nos seres humanos da chamada raça branca, essa raça arrogante que domina as nações ocidentais, as economias e faz questão de manter a raça negra lá embaixo. Mas até quando?

    Quando eu ouço certos depoimentos, eu simplesmente fico paralisado. Tenho uma arma: o teatro. E outra, a escrita. Mais uma, o berro. Mas essa última, o berro, está cada vez mais sufocada quando ouço aquilo que tenho ouvido. E, dessa forma hamletiana “to take arms against a sea of troubles”, pegar em armas nessa ou em todas as outras questões de tormenta porque o racismo me cala, me humilha.

    Algo terá que ser feito porque algum dia ele terá que ter fim. Simplesmente um fim. Ou então os racistas irão pagar um preço muitissimo caro por isso, no melhor estilo da tragédia Shakespeareana ou melhor, e mergulhando na podridão de um corpo aprodrecido como o de um inseto branco com uma maçã – a rotting apple – encravada nas costas jogada pelo próprio pai, um ex-ser humano. O ser humano tem jeito é so dar uma olhada pro lado de vez em quando e enxergar o “outro”.
    Gerald Thomas
    Setembro 2007

  98. maestria, já te mandamos via
    e-mail da caca,eu ela e claudia,na pesquisa,abrçossssssssssssss.

  99. gthomas

    Edward: vc esta misturando POA com Argentina, nossa senhora. E a boa midia brasileira (sim existe, eh rara) nao coloca ninguem contra ninguem a nao ser na secao dos esportes.
    Muito pior eh a eterna briga rio x sao paulo, qual cidade tem mais violencia.

    enfiim…
    Andre, caca, e Claudia ja esta na pagina, Obrigado!
    LOVE
    G

  100. gthomas

    Paulo Gaeta: vc por acaso fez um filme recentemente: diarios de Sintra?
    LOVE
    G

  101. Paulo

    Diario de Sintra? Nao tenho a menor ideia do ue seja esse filme
    Gerald, acho que deve ser um outro Paulo Gaeta. Eh um bom filme?
    Nao sou ator, minha filha eh atriz na California.

  102. Edward

    Tô misturand, não ahhahahah. naum tenho nada contra a Argentina nem Poa. :)

  103. Paulo

    Gerald, dei uma googlada no titulo Diario de Sintra e veio que a atriz principal se chama Paula Gaitan, enfim nao sou eu nem minha filha.

  104. Paulo

    Parece ser um filme bastante interessante sobre a vida do Glauber Rocha…

  105. Tene Cheba

    Eu preciso de uma ilusão, preciso mesmo. Não dá, o mundo exige de mim algo que eu não tenho, moela no lugar do estômago, é muita pedra para moer e digerir.
    Fundamentalismo, Newton abstraiu a maçã que caiu e transformou o mundo, Boltzmann consegiui fundamentar a termodinâmica estatística, não tivesse sido ridicularizado, e por isto se mataddo, provavelmente a Teoria Quântica teria o seu esboço, Maxwell o gênio da força, Einstein não relativou sua genialidade, foi absoluto, Heisenberg e o Princípio da Incerteza, o gênio da física Quântica, sem falar em tantos outros. Hoje aquela mesma maçã que caiu no chão bateria no teto, Energia Escura, aquela mesma matéria que oscila e que tem associada sua onda, não mais pertuba o seu meio, nada irradia, definida como matéria escura, a que segura tudo. Quero reencarnar em 19 e trocadinhos, não quero o futuro, quero uma entropia inversa, quero jogar uma granada em uma casa explodida pela mesma, e reconstruí-la com a mesma quantidade de energia, quero gelo esquentando à água, quero à antimatéria me constituindo, quero um copo de cerveja, quero minha insensibilidade plena e completa, não quero interpretar mais nada, fechei para balanço, preciso de uma praia para mergulhar, com suas águas geladas e viscosas. Como é bom fumar um cigarro.

  106. O Vampiro de Curitiba

    Pessoal, logo, logo, estarei moderando. Portanto, não se esqueçam do listerine!

  107. gthomas

    Paulo: sim eh esse o filme: a Paula eh muitissimo amiga minha. Por alguns dias tenho visto teu nome achando que era ela com nickname tentando me provocar. Por isso a pergunta.
    A trllha foi composta pelo musico en-residence da Cia de Opera Seca (Edson Secco) (esses nomes nao sao coincidencia). A Paula mostrou o filme recentemente no Tribeca Film Festival e foi um sucesso. 17 pessoas viram (rs)
    LOVE
    G

  108. Paulo

    Entendi… foi exatamente esse site do Tribeca Film Festival que eu
    cheguei pelo Google. Mas 17 pessoas deve ter sido um sucesso mesmo! :-)

    Love for U too, Bro.
    Paulo

  109. Tene Cheba

    Fundamentalismo, ora quem invadiu o Iraque, foram os EUA. Na, né, ni, né não, foi o sistema, o mundo, este que não muda, que se mantém. Nem eu, nem o Lula, nem o Bush, ou Tony Blair, muda o sistema, pelo contrário, nos associamos a ele, para usufluir e maximizar os nossos gozos. Maldito o Homem que acredita no Homem, eu não acredito, sou bendito. Dafur, ora o que é mais importante? Um punhado de Negros famintos, que só aporrinham o nosso campo visual, com suas imagens de desesperança, de inocência, de fome, ou o atleta de Pequim, exulberante, nutrido, saltando na vara, e nos humilhando com seus recordes olimpícos? Ora, vamos olhar para frente, à África fica lá atraz, deixemos que os chineses colonizem o Sudão, e pau no Bush, este monstrão insensível.Plin plin.

  110. gthomas

    Finalmente, ja passa de 1:30 aqui na Inglaterra e respondo a

    06/08/2008 – 12:16
    Enviado por: FRANCINY CHEQUER
    Me desculpe Gerald, eu sou filha de sirio quando teve o fatidico 11 de setembro alguns amigos me ligaram para brincar ainda mais que meu escritorio e bem enfrente ao club sirio libanes, quantas bombas eu tinha utilizado etc, sabe na hora vc da uma risada mas e para não perder o amigo, uns chamam de fundamentalismo outros de terrorismo outros ideologias ou o termo xenofobia, engraçado que só os judeus se acham no direito de se utilizar deste termo xenofobia, o resto são terroristas, sabe este tipo de preconceito parte dos proprios judeus,

    GT – Sei do que vc esta falando: Logo apos os ataques ao WTC que vi da janela, na mesma noite fui recrutado pra trabalhar no Ground Zero, no buraco, Meus amigos islamicos que tinham lojas de comida (chamamos de delis em NY) levaram tiros de carros passando. Sendo emigrantes Yemenitas e completamente pacifistas, eles se escondiam atras do balcao pra nao serem atingidos. TODOS nos, da comunidade de Williamsburg, Brooklym, nos unimos e comecamos a “catar esses Nazis” e isso foi cessando aos poucos. Hoje, a situacao relativa aos islamicos ainda eh tensa, vide o uso de propaganda do nome do meio de Obama: hussein, sempre usado maleficamente. Ninguem sabe parar uma avalanche meu amor. Eh uma coisa horrenda. eh a flor do mal,

    Voce – pois eu tenho um amigo praticante que se casou a pouco tempo com uma moça medica bonita inteligente, com muitas qualidades mas além de não ser judia oooooooo, e negra, meu Deus ele cometeu um pecado, sua familia não foi ao casamento,

    GT_ eu fui casado com uma judia e negra: mas fizemos questao que ninguem fosse no casamento mesmo!!!

    Voce -me diga neste caso quem sofre desta sindrome?

    GT _ Preconceito eh sinal de MEDO! Medo daquele que tem a cara diferente da tua. cor diferente da tua e habitos diferentes dos teus! E quando vc nao consegue enteder essas diferencas voce ataca, vaia ou mata: esse blog, numa escala menor tem sido isso. por isso voltamos a introduzir a mediacao. O incompreensivel eh simplesmente….incompreensivel. E os judeus, assim como alguns povos arabes (dificil por exemplo explicar que Iraniano-persa nao eh arabe) tambem tem sua parcela de culpa pelo nivel de instransigencia da nao mistura.

    Vice- agora sobre o descendente de Hitler se converter, acho que vcs se esqueceram que a mãe dele era judia, ele era nascido de ventre judeu, pela tradição o mesmo era judeu, sabe na casa onde cresci tinha uma outra casa no sub solo, em caso de guerra, eu era pequena era onde eu brincava até um dia crescer e entender o que era aquilo de verdade e o que significava, um terror permanente. Sabe e engraçado não sabem mais porque brigam, mas continuam, mas só os judeus sofrem de Xenofobia ou eles são os mais xenofobicos?

    GT- te garanto que os judeus como um todo sao mais xenofobicos. nao deixam ninguem entrar. Nem eu consigo, sendo judeu. A coisa da mae do Hitler eh o proprio anti edipo do deleuze.

    Voce – pois carregam suas tradições por todo o mundo sem deixar que os outros participem

    GT- certo, Mas tem ai tambem uma coisa chamada de auto preservacao cultural. Os indios cherokees tem isso. Tribos de cigamos tem isso: Isabel Fonseca, mulher de Martin Amis tem um livro sobre os ciganos Bury me Standing.

    Voce- Alguem poderia me explicar pois eu já passei por preconceito de judeus, quem são as vitimas reais desta historia?

    GT- acho que nao tem mocinhos nem bandidos nessa dialetica da vida Franciny. tapas pra la, porrradas e invasoes, hora um , hora outro e o tunel do tempo coloca o imperio Otomano num lugar, os fenicios noutro…e os romanos noutro. estamos vivendo a transicao da decandecia de um sistema triturado, esgotado, exausto. e nele, ninguem ganha de verdade. Alguns so posam mais bonitinho que os outros porque pagam salario melhor aos seus fotografos,
    LOVE
    G

  111. Tene Cheba

    Vamp, se der tempo detona com o meu comentário anterior a este, não construir bem a ironia, ficou pesado e confuso.

  112. O CORVO

    Meu caro GThomas, as ligações do peronismo com o nazismo são fatos históricos, mas não podemos e nem devemos julgar o povo argentino por isso, o mesmo para o povo alemão em relação ao nazismo. Não tive intenção de ofender aos argentinos ao relacionar Os Meninos do Brasil e o Ovo da Serpente com esse país.

  113. Tene Cheba

    Já era.

  114. O CORVO

    Só para completar, seu texto NEGROS esta demais, e mais uma vez muito obrigado por aceitar a minha sugestão subre o tema fundamentalismo, um abraço do Corvo.

  115. Tene Cheba

    Esse tema é uma casca de banana, se pisar meio enviesado, leva um tombo daqueles.

  116. Contrera

    hum, que cansaço

  117. gthomas

    Tene Cheba: Amei o teu Joyceanismo ai de cima, Plin plin mesmo!
    Contrera, que decepcao! Te escrevi pelo Gmail, tambem nao recebeu?

    Corvo: de forma alguma achei que vc estaria detonando com um pais tao legal como a Argentina

    Fui
    preciso dormir
    aqui ja sao 2:20 e ja passei do ponto da razao!
    LOVE
    G

  118. Contrera

    Gerald, querido
    só vc pode se cansar, é isso?
    pô, logo para mim, cara pálida?
    bj
    contrera

  119. O CORVO

    Estou achando estranho ninguem ter comentado nada sobre a agressão dos policiais chineses contra os jornalista japoneses,
    não foi uma simples agressão os jornalistas foram mantidos em cárcere privado e espancados durante dois dias, isto é um fato grave se levarmos em conta que há uma intolerância dos chineses em relação aos japoneses, pois os japoneses já invadiram a China duas vezes durante o século XX, na região da Mandchúria 1905 e 1935.
    Gostei da declaração do pianista chinês Lang Lang, ao jornal nacianl de hoje, “a juventude chinesa esta muito nacionalista, isto é ruim, pois o nacionalismo exagerado impedeos indivíduos de interagirem com outras culturas” o citado pianista é um grande fenomeno da música clássica.

  120. leci

    Vocês não teêm notado que as mulheres de hoje não teem mais cinturas, são quadradas?

  121. O CORVO

    Minha cara Franciny, essa história da mãe do Hitler ser judia não tem comprovação histórica, assim como o ódio dele por judeus foi provocado pelo fato de ele ter contraido sífilis com uma protituta judia. Leia a Ascensão e Queda do Terceiro Reich.
    O nazismo esta ligado a Ordem dos Cavaleiros Teotônicos de origem medieval e a Tulle Rosa Cruz Negra (não confundir com a Ordem Rosa Cruz Amorque) História Secreta do Nazismo ou Esótérica.
    Um abraço do Corvo.

  122. mauro

    O que houve com isto aqui? Tem salas de bate papo mais animadas! E com mais gente.

  123. honulu

    Tene Cheba, que tal uma enxada e muito mato pra capinar???

  124. O CORVO

    Olá Contrera, estou sentindo falta do seu texto claro e coerente.

  125. Contrera

    são 0h e faço 41 anos.
    podia ficar sossegado, mas vá lá vou escrever alguma coisa.
    fundamentalismo. sei. xenofobismo. sei. nós e os outros. sei.
    lá no chile, os outros – para os que viviam em las condes – eram os pobres das “callampas” (favelas). aqui, os outros são os “privilegiados” para quem sofre as mazelas deste país que tanto precisa aprender para se autogerir de forma eficaz. ainda hoje, “nós” e os “outros” não se adaptam, lá no chile. até porque eles mudaram de posicionamento.
    xenofobismo. aqui, no brazuca, você é de onde vc nasceu. sempre nos perguntamos: de onde vc é? que faculdade vc fez? onde vc mora? vc é, dessa forma, reduzido a seus atributos. e nessa medida vc é reduzido a isso que tais atributos perpassam. vc é da lituânia? ah, sei (nunca ouvi falar, então não importa). vc é dos estados unidos? ah, sei (gringo safado). ou (de onde? vai que eu consigo arranjar algo com isso) vc é árabe? ah, sei (vc é estranho, não consigo te entender, então teus costumes te fazem pouco confiável). claro, o capital faz com que as coisas acabem se nivelando. mas até certo ponto, apenas. porque com o capital vc é aquilo que vc faz. e nesse sentido vc se torna outra coisa: quem sabe o motivo do xenofobismo, afinal, vc obedece a outras lógicas, lógicas de outras origens, com outros interesses.
    fundamentalismo. não sei. entendo que, graças a tanto petróleo, à localização geográfica, ao significado histórico, às religiões, à própria riqueza cultural, o oriente médio acaba atraindo para si as contradições que todo o mundo alimenta. pois como entender dubai, um país? cidade? estado? construído no meio do nada? como compreender o iraque, civilização ancestral que não consegue coadunar todas suas contradições de forma a criar um sistema que não permita mais ditaduras invasivas? como compreender o irã, civilização que não precisaria impor-se pelas armas, mas que não consegue lidar com seus ódios, na medida em que sempre foi tão invadida por potências estranhas? ou como entender a síria? ou o líbano, a ex-jóia da coroa da região? ou o paquistão? e a índia? o que são os fundamentalistas, nisso tudo? apenas a forma que temos para tentar criticar as opções – legítimas – de quem joga sua vida para encontrar uma razão que possa dar sentido à sua morte? ou vice-versa?
    fundamentalismos? sei. preconceitos? sei. vcs acaso dizem que nunca vivenciaram algum deles na pele? estejam então á vontade, porque são privilegiados. vcs acabam com isso vendo a história passar à sua frente sem se sentirem tão afetados assim por ela. porque a história toda conduz-se na medida em que tais fundamentalismos e preconceitos são manipulados, revividos e reanimados. o que fazem todos esses homens-bomba? ou atentados massacrantes? ? ? ? dizem eles: não agüento mais, e é esta minha via: a da morte. isso é triste. mas é também legítimo. sim, é legítimo. mas acaso é também legítimo lidar com a morte dos outros, também? pode ser questionável, mas é uma opção. uma opção radical, realmente, mas uma opção. nem compartilho com ela, mas coaduno com o sofrimento que ela implica. chega a ser nobre? dificilmente. mas é honesto. ninguém se mata por aquilo que não valoriza mais do que a si próprio. pensemos se nós, em nossos lugares, nos mataríamos por algum valor qualquer. difícil, não é? pois é. a gente às vezes morre por amor. romantismo, essa invenção tão ocidental…
    não culpo a religião. o homem criou a religião para encontrar uma saída a seus dilemas. o próprio homem fez da religião a justificativa para a criação de mais dilemas. o ser humano não gosta muito do ser humano. ele preferiria viver sozinho, às vezes. mas, vivendo em rebanho, mal consegue controlar suas paixões, e precisa, afinal, do poder. para nada, ele sabe. mas precisa. aqui, no brasil, quem opta por política muitas vezes se deixa vilipendiar pela falta de compostura encalacrada em ganância. pelo menos não monta partido para matar os outros por justificativa qualquer. com um motivo religioso. pois no máximo religião aqui é forma de roubar com certa legitimidade. mas a religião, para o povo, é outra coisa: é crença, compartilhamento do mundo com deus. e isso é louvável. não me venham com que a religião é o problema. o problema é o uso que os seres humanos fazem de tudo que tocam. eu sou religioso, sim, e daí? não por isso me meto a julgar os outros pelas minhas lentes. muitos ateus por aí adoram fazer isto, não é mesmo? cada um acredita naquilo que quer. mas, secularmente, precisa, sim obedecer à razão pública e à lei dos homens. se quer misturar as bolas é porque quer tirar proveito de alguma situação.
    corvo, querido, não escrevo claro e coerente por algum outro motivo senão o de que tenho amor. escrevo para o entendimento como se pudesse desarmar os espíritos para trazer algo novo à baila. mas posso assim fazer porque também sei como bater com um ippon. infelizmente, os seres humanos são assim. só consegue trazer a paz quem sabe fazer e terminar qualquer guerra.
    beijos
    contrera

  126. Sandra

    Gerald, não quis te trazer lembranças tristes, querido. Perdão…

  127. Sandra

    Eu não sei se o que levou Hitler a fazer aquilo foi ressentimento, mas um governante não pode usar seu cargo para vingar-se de seus desafetos. Se alguém de alguma etnia ou religião magoar-me, vou descontar nos meus alunos dessa etnia ou religião?

  128. Sandra

    Corvo, procurarei saber mais sobre esse pianista. Como é difícil alguém manter o equilíbrio numa corrente pra frente. Ele deve ser alguém muito elevado.

  129. gthomas

    Contrera: Happy Birthday querido.
    Te leio na quinta de manha aqui.
    Obrigado por ter escrito.
    LOVE
    G

  130. Valéria

    Maravilhoso o texto, Gerald!

    Mas antes que me esqueça: na Argentina até cachorro lê jornal e sabe mais inglês do que eu, minha impressão.

    Não sei, mas essa maneira de a gente pensar o terrorismo, fundamentalismo, xenofobia etc já generalizando em : os judeus são assim, os paquistaneses, os brasileiros são desse jeito e patati-patatá. Essas generalizações, ainda mais num assunto de xenofobia e cia é um pouco pesado pra mim a esta hora da madrugada.

    O exílio é em casa também. Somos estrangeiros com a gente, com a família, com o corpo, com vizinhos, com muita coisa. Que uniformidade é esta? A gente tá mais pra fratura que pra atadura.
    Somos em exílio. não sou uma coisa preenchida e embalada pra viagem.

    Ok, é maneira de dizer, mas a forma de dizer diz também, né? Como dizer então? E eu sei lá!

    Eu nasci no Brasil, meu país natal, mas isso não me deixa pasteurizada em “os brasileiros são ….”, os cariocas são… Os judeus são… conheço judeu de tudo quanto é tipo, o próprio Gerald é às avessas do judeu assim ou assíduo.

    Esse ímpeto à adequação, à Enformação é coisa de quem vive pra moda, de quem vive pra se padronizar. Eu quero é mais.

    Devia ter escolar pra deseducar pessoas, talvez por isso goste da arte, ele tem mais é que despadronizar, deseducar.

    A mistura é fundamental. Quer uma prova? A receita do açaí do Gerald.

    Suspiros.

    Queria entender por que as pessoas colocam outras no mundo e as deixam de qualquer jeito,: vendo bobajada e tomando suco de preconceito na televisão; nem sei se é pior quando os pais arrotam bobajadas pra elas, piadas grosseiras pra cá, pra lá, e nas entrelinhas grossas mais xenofobia e radicalimo assado.

    Sei que não é geral, mas dá tristeza ver pais e filhos juntos (isso na classe mérdia), é um festival de inflexibilidades, de pouquíssimos argumentos, de pouco companheirismo, é superior com inferior,; e isso vai num crescendo, a coisa se cristalizando, toma ares de verdade e aí…. E o menos pior é ver este pessoal que vinha aqui no blog pré-moderação pra azeitar e exercitar sua xenofobia e suas violências diárias. E quando são os que podem pegar em armas, presidir país, lideram limpezas étnicas etc? Pegamos um saco de batatas fritas e nos fritamos em gordura (menos eu que não como isso).

    Se uma das saídas (ou das entradas ) é pelo individual, pela mudança interna, por núcleos, eu torço para que as pessoas tenham filhos não pra que eles cuidem deles na velhice, nem para que lhes façam companhia, muito menos para mandar em alguém, nem para constituir família, porque ninguém pode fugir disse, porque estamos em evolução e

    cansei, tô podre,

    vi gente ai em cima discutindo a bíblia não como metáfora, colocava adão e eva como prova etc… Aliás tem um textinho do nietzche (é assim?) q li outro dia e amei.

    bom

    só ia dar um oi.

    oi.

    Ah: O Canetti! Vc foi a primeira pessoa que conheço que falou dele! Tenho um livro teatro terrível dele já há alguns anos e nunca ninguém o conhecia!

    agaora é inté mesmo.

  131. Sandra

    Parabéns pelos 41 anos de sua grande estréia, Contrera!

  132. Sandra

    Vamp, caríssimo amigo, se for você na moderação hoje, exija uma dose extra de Listerine. Bjs.

  133. Sandra

    Que linda discussão esse artigo gerou. O diálogo é o primeiro passo contra o fundamentalismo.

  134. Tene Cheba

    Capinar? Não, prefiro cavar um poço.
    Parabéns, Contrera.
    Eu não acredito em superhomens, ou supermonstros, Hitler, para mim, foi apenas uma resultante de um sentimento racista, antisemita, antinegros, anticiganos, que como a peste, alastrava-se, não somente na Alemanha, em quase toda a Europa. Afinal, os turcos, por toda a posteridade, serão sempre turcos nas terras de Lutero. O colapso do Homem, sem medo de ser feliz, foi muito bem definido, no império alemão, em um ataque fulminante contra a nossa racionalidade, a perigosa unanimidade, muito bem definida por Nelson Rodrigues.

  135. O Vampiro de Curitiba

    Deixa comigo, Sandra!
    Beijão!

  136. O Vampiro de Curitiba

    Maravilhosos são seus comentários, Valéria!
    Beijos!

  137. O Vampiro de Curitiba

    Parabéns, Contrera!

  138. O Vampiro de Curitiba

    Grande Tene!
    É isso aí, já vamos começar cedo hoje!

  139. Tene Cheba

    Eu vou é botar fogo naquele mato, e ficar só na marola, não sei de nada, o poço secou. Esse artigo do Gerald Thomas, para quem realmente leu, foi uma paulada, a descrição sombria da desesperança. O que restou?

  140. Aninomyous

    Dizem por aí que eu tenho minha crença numa invenção humana! pobres tolos pois julgam o próximo como a sí próprios…pobres mortais porque acham que a busca ao divino é algo relacionado à morte, sem saber que a morte não assusta ninguém! a busca por Deus é algo que indica existência e vida, não morte, os tolos temem a morte e em nome dela se rebelam e se julgam…se condenam a ser animais ‘sem dono’.
    Duvido que alguém com plenos poderes e faculdades mentais negaria a Deus, afinal ele é VIDA abundante e AMOR sem fim, duvido que alguém após a morte cruzasse com sua imagem em Jesus lhe fitando com as mãos extendidas e ao ouvir: Venha com o Pai! – negaria desejar tê-lo como pai e viver eternamente com seu Amor…mas vou deixar um último comentário então a respeito, minha opinião pessoal logicamente, já que não sou nenhum representante religioso: Esta é a Seleção! Deus só quer os que mantiverem a pureza no coração, os que conseguirem deixar para trás todos os sete pecados capitais, mesmo que estes não tenham virtudes, se tiverem um coração limpo como de uma criança, receberão o abraço amoroso do Pai e finalmente deixarão o choro de lado, e neste colinho saberão que Ele não quer consigo nenhum arrogânte prepotente e não vai receber mesmo eles em seu verdadeiro lar…por isso reafirmo aos arrogantes ateus, com respeito aos budistas (que tem o lema de apontar o não ser quando perguntados sobre ser e vice versa), Deus realmente não existe meus caros, isso é algo somente para os poucos eleitos que o buscarem de coração.

    Sobre Hitler, política e outras coisas, o pouco que eu soube foi algo que me levou mesmo à minha conclusão, as sociedades criam seus próprios monstros, pois o Hitler não foi o mentor do Nazismo, ele apenas entrou neste partido POLITICO, e também li em algum lugar que ele tinha um colega judeu que ia de limosine para a faculdade e todas gatinhas babavam por este rival, onde começou sua hostilidade pelos judeus pois ele ia a pé ou algo assim e nem era brilhante como aluno…aproveitou que entrou para o exercito, e mais posteriormente o partido nazista, repleto de bestas feras que o acompanharam no golpe nazista…que roubou o dinheiro dos bancos e etc.
    Pesquisando ainda o que explica o povo alemão (que não era nazista) ter dado apoio incondicional a tal partido foi este golpe pois do desemprego e fome passaram a ter fartos salários, mesas repletas e nenhum desempregado dum dia para o outro…até hoje os nazistas culpam os judeus (posso garantir que já tive contatos com algum tipo de ramificação) e eles culpam os judeus de haverem criado o sistema monetário (bancos), pois como eles eram errantes levavam joias e tesouros para onde fossem e acabavam virando banqueiros, que criaram o sistema Judiciario (leis que são implacaveis com os pobres mais brandas com os verdadeiros bandidões) e que são todos falsos porque dizem que a própria Dramaturgia também é invenção dos Judeus (falsos pois treinam a falsidade mesmo se não forem entrar para o teatro), sentenciando então como algum tipo de Conspiração Sionista para dominar e destruir os povos…algo como a união das coisas para o mal, sistema financeiro, judiciário e mídia…deixo claro que não sou partidário deles ou dos judeus Sionistas, ou algo assim, mas que não vou deixar de pesquisar a realidade do mundo em que vivo, se eu puder ajudar um ou outro para o BEM ajudo, senão digo a Deus o que Deus disse para sí mesmo enquanto encarnado: Perdoai-os pois não sabem o que fazem.

  141. Aninomyous

    Ah, diga-se de passagem, Deus não é invenção humana, o dinheiro, as guerras e todos estes conflitos é que são.
    Abraços

  142. Parabéns Contrera! “Negro jah tinha lido é demais.A resposta a
    Franciny ..é por isso que eu te amo.bj

  143. Pancho Cappeletti

    As atrocidades, guerras e matanças não ocorrem somente por diferenças étnicas. Elas também ocorrem pelo simples fato da DOMINAÇÃO. Assim como entre os animais ´irracionais´, nós também precisamos demarcar nosso território e ter um lider, INDEPENDENTIMENTE se existe miscigenação ou não.

    p.s.: Obrigado Franciny Chequer pelo o elogio ao Uruguay, você será devidamente recompensada.

  144. aninomyous

    Tem uma coisa que faltou, eu sugeri que fossem isolados os problemas, exatamente, não adianta querermos eleger bodes espiatórios, precisamos saber ‘quem’ está usando o sistema Financeiro para quebrar os Povos, ‘quem’ está usando as leis para benefício do crime, que quebra os povos, temos que isolar ‘quem’ é falso dentro da mídia para excluir seus trabalhos de nossas prestigiadas audiências, afinal de Jerry Lewis a Silvio Santos, não vejo maldade neles e nem nos honrados legisladores e Deputados, ou sequer dos bancos que trabalham para o capital do país girar…também temos que isolar ‘quem’ são os nazistas, facistas, racistas,…precisamos conhecer os lobos para poder colocar coleira neles, porque antes de tudo nós somos os HOMENS e não devemos temer os Lobos.
    Essa é minha opinião de quem vê estas coisas ‘de fora’, mas insisto, fiquem na paz de Deus.

  145. aninomyous

    Encerrando…acontece que o pior é exatamente isso, pior até que a guerra fria, a guerra da inteligência, a inteligência deveria ser utilizada para o bem comum, mas todos sabem que um lobo preso em uma armadilha é capaz de roer a propria pata para se ver livre, por isso é preciso atingir é logo o cerebro para não sobrar controle nos membros…particularmente, sem demagogia, prefiro a vitória da diplomacia à guerra, prefiro convencer (no sentido de vencer junto) à ter que vencer pela força, porém todos sabemos que com racistas ou mentes maléficas não existe o termo ‘convencer’ afinal estão cegos para o que é o bem, para eles não existe moral, etica e nem Deus.
    Agora encerro mesmo grande Gerald Thomas e Cia.

  146. O CORVO

    Caro Aninomyous, respeito a sua crença e podemos conviver em paz acreditando ou não nas revelações divinas – basta ser tolerante com o proximo.
    Concordo com você quanto a questão do Hitler ser apenas uma peças na engrenagem nazista alguns historiadores defendem a tese dele ser uma marionete dentro do sistema.
    Quanto aos bancos os Templários também emprestavam dinheiro na Europa e no Oriente, os judeus eram parte da populaçâo européia e alguns se tornaram banqueiros, quanto às leis o Direito Romano não foi invenção dos judeus, o Código de Amurabi primeira lei escrita, também não foi criado pelos judeus.
    Quanto a tramaturgia também não criação dos judeus – veja teatro grego antigo.
    Entre os judeus tem grandes banqueiros, grandes atores e grandes advogados – não tem nada de mais nisso.
    Um abraço do Corvo.

  147. O CORVO

    Sandra, bom dia – o pianista chinês Lang Lang vai tocar na abertura das olimpiadas.

  148. Marvado

    Tene Cheba,
    Vc tá certíssimo, vou na mesma onda, à mesma fumaça..
    Vou almoçar depois eu toco fogo neste apartamento, este papo de deus me cança um pouco, quero relaxar, viva Machado de Assis, realmente não há esperança, só otimismo, então…
    “Sejamos realistas, exijamos o impossível!” acho que é uma frase de maio de 68,
    bjs no Brasil,
    bom apetite pra mim, nós e todos que tem o que comer

  149. aninomyous

    Ok, ok…eu fui tendencioso mesmo…sou algum tipo de Cristão…católico não praticante…eclético religioso não radical…creio em Deus e me excedi.
    Valeu…abraços.

  150. O CORVO

    Só para lembrar 6 e 9 de agosto de 1945 – HIROSHIMA E NAGASAKI.
    Em 06/08/1945 às 8h45m, a bordo bombardeiro B29 batizado de Enola Gay o oficial norteamericano Paul Warfield T. Jr testou em alvo humano o “brinquedinho mais sinistro da história” no dia 09/08/1945 foi a vez de NAGASAKI – somando as duas cidades +-350 mil mortos.
    Pergunto alvos civis para que, por que – mil justificativas por parte dos EUA, mas somente uma é real – na Europa a Guerra estava ganha e os soviéticos já dominavam o leste e tinham chegado primeiro a Berlim, o “brinquedinho sinistro” foi um recado para os soviéticos – parem por ai nos temos o “brinquedinho sinistro” vocês não tem!!!!!!!!!!!!
    O japoneses foram as cobais e estava definitivamente vingado o ataque a Pearl Harbor – O GENOCIDIO FOI JUSTIFICADO EM NOME DA PAZ. É lamentavel mas tem de ser lembrado.

  151. FHorylka.

    GThomas.

    Como deve ser do seu conhecimento, existia um grupo de estudos sobre noções de psicanálise. Funcionava no Museu do Inconsciente, no Hospital Pedro II, Rio de Janeiro, fundado e coordenado pela psicanalista Nise da Silveira.

    No país a ditadura militar baixava o cacete em quem ousasse discordar de seus métodos. Naquela época era comum estarmos em uma conferência e chegarem os homens dando uma geral em todos, alguns eram presos até prova em contrário. Isso acontecia até nos cinemas, você lá entretido com o beijo do galã na mocinha, a sessão era interrompida, e ouvia-se uma voz autoritária: TODOS COM DOCUMENTO NA MÃO!.Éramos todos COMUNISTAS… Pelo simples fato de irmos ao cinema, todos suspeitos.

    Pois bem, comecei contando do grupo de estudos da Nise, porque? Explico: acho o teu blog parecido, ali era uma espécie de vaso onde despejava-se de tudo que se pode imaginar, ate o inimaginável. Como estavamos num hospital de loucos, pesquisando delírios a ditadura nos deixava em paz, até ,mesmo alguns adeptos da mesma lá apareciam de vez em quando. Mas se assustavam de contemplar a própria face e nos deixavam em paz com os nossos “pirados”. Em outro lugar qualquer, mais de três pessoas reunidas eram considerado subversivos.

    Thomas, depois desse ataque xenofóbico que baixou pro teu lado, cheguei a pensar que você não iria segurar. Me enganei, teu fôlego é admirável. Mais uma lição que tenho na vida…

    Cordialmente, F.H.

  152. gthomas

    Chegando agora de um lugar muitissimo triste
    Bom dia a todos
    A discussao mais frutifera que ja vi nesse BLOG
    parabes a todos. LINDO isso
    realmente a filtragem foi OTIMA
    Obrigado Vamp
    LOVE
    G

  153. aninomyous

    Legal, isso me lembrou mais uma coisa, eu até gostaria que me elucidassem mais essa ‘verdade’ ou ‘farsa’.
    É dito que na Alemanha o Albert Einstein não é tido como o Gênio do Seculo! explico: Dizem que por lá ele era um aluno mediocre, que tentou um concurso para professor Secundarista e não obteve colocação (para prof. de matemática do 2º grau?), mas que os ‘judeus’ tem também este papo de leis de patentes, e que como judeu ele trabalhava de CONTÍNUO em um escritório de patentes, onde 2 cientistas alemães (não nazistas diga-se de passagem) levaram projetos referentes à pesquisa de energia inesgotável extraida dos átomos…dizem que ele (Einstein) roubou isso e levou para a América (fugindo e ao mesmo tempo se tornando nosso Herói-Genio) onde sequer sabia o conteúdo, e que os Cientistas Americanos decifrando perceberam o potencial bélico de tal projeto (que os cientistas alemães não desejavam ou não revelavam para os nazistas), e então desenvolveram as tais bombas…isso eu obtive ‘sem querer’, mas como sou curioso, me digam isso…Einstein era cientista na Alemanha ou só tornou-se durante a guerra? se ele foi, e os cientistas alemães não entregaram o poder belico aos nazistas então estes cientistas alemães também são nossos herois, não? e agora, velhinhos não merecem um reconhecimento (mesmo que secreto)? ninguém gostaria de morrer sem ter o reconhecimento de seu projeto de vida, ok? principalmente se for algo que era buscado para o bem…e mesmo que esse projeto não tenha vingado satisfatóriamente, afinal virou arma e mesmo as usinas nucleares são muito sujas e perigosas (vejam os detritos resultantes das usinas, chamados lixos atômicos e os acidentes do tipo Chernobil)…e sabemos não ser inesgotável, ou pelo menos não é uma forma de energia limpa.
    Einstein afinal é Gênio, ou ele mostra a lingua se fazendo de esperto para nossos inimigos…juro que guardo segredo! ;) e que não deixarei de lhe considerar heroi…me dêem uma luz, amados mestres…hehehe…plagiando um personagem de humor brasileiro “Rolando Lero”… :P
    Abraços.

  154. O Vampiro de Curitiba

    Gerald, só agora fui ler o seu texto sobre Kafka e os negros. Muito bom! E tem tudo a ver com o tema do fundamentalismo.

  155. aninomyous

    Eu disse que terminei mas continuei depois do Enola Gay por essa questão do Einstein…mas voltando à Xenofobia, para não ‘fechar o dominó’ hehehe, digo, o debate… falando em Gay, os gays estão dominando o mundo! mas eu não sou contra eles, porém como qualquer pessoa quero ter minha identidade preservada, particularmente ser alguém, e vc somente é alguém pelas suas diferenças aos demais, afinal uma coletividade onde todos indivíduos são iguais perde suas personalidades, ‘um caminhão de japonês, neguinho ou o que for’…mas há um exagero nas ‘atribuições de cada grupo’ que pode gerar conflitos e atritos, para um religioso o arco-íris é o símbolo da promessa de Deus que não haverá outro dilúvio, pode ser uma maravilha da naturesa e da física para um apreciador, mas se vc parar para apreciar ele logo vem um gay falando que vc está adorando a bandeira deles, lhe apontando, rotulando e pasteurizando sem chances de recorrer…e por aí vai…isso ataca culturalmente a identidade das pessoas que passam a se vigiar para ‘não ser confundido com o outro grupo’, tipo ‘vc é culpado até provar o contrário’, e isso leva à fobia, e a fobia leva à generalização…essa generalização leva à tal homofobia, racismo, xenofobia…então a xenofobia também é causada ou pode ser causada pelo próprio indivíduo discriminado, tanto pelo ódio quanto pela segregação!
    Em outras palavras, vc não é ninguém até contrastar em algo com os demais, os contrastes levam a discriminação, isso pode ser positivo revelando os indivíduos em uma comunidade, entretanto os indivíduos sem personalidade, sem destaque podem aí se utilizar de algo político ou social para isso, assim impondo, arco-íris é meu! roxo é meu! afetuosidade é meu! alegria é meu! etc. e tal. um totalitarismo, uma ditadura? criando a rebeldia e a inimizade.
    A inteligência é reconhecer que somos semelhantes, em muitas coisas, mas não iguais, e respeitando as diferenças é que nos tornamos universais, por isso muitas vezes a imposição dos grupos humanos sobre outros para se destacarem cria os conflitos e gera as distorções, sejam de qualquer ordem…ou não?…muito pelo contrário…pode ser?

  156. aninomyous

    [...] isso pode ser positivo revelando os indivíduos em uma comunidade, entretanto os indivíduos sem personalidade, sem destaque podem aí se utilizar de algo político ou social para isso, assim impondo sua xenofobia aos demais, grupo nazista, anarquista, radical, conservador, etc. tudo isso meu caro são questões humanas, individualistas e de ordem Psi!
    Por favor se ficou extenso, cansativo ou aborrecido, pode apagar aí amigo Vamp…ou o Moderador que for, não precisam responder essas divagações, e nem estou aqui em um divâ psiquiátrico para obter algum tipo de laudo clínico, mas espero de alguma forma ter contribuido no seu debate.

  157. André M.

    Prezado Corvo

    Desculpe a minha ignorância, não entendo de Hanah Arendt e a versão dele para o totalitarismo. Eu tenho (agora vão tacar pedra nimim, eu sei) aquela visão mais Gramsciniana de hegemonia pela coerção, ou então, usando Althusser, a questão da luta pelo controle da cultura, e, por conseqüência, dos meios de reprodução do poder, aquela coisa dos aparelhos ideológicos do estado, então, totalitarismo, para mim, não passa de choque de opiniões contrárias, num regime aonde os jogadores não admitem concorrência. Quando se admite a concorrência, aí chamam de democracia. Mas no fundo, cada um quer ter a sua razão. Porém, sou cético em relação a tudo isso. E também, por ser cético, que não acredito em cultura (quando escuto a palavra cultura, saco meu revolver). Alias, tem uma canção gaudéria, muito inspirada, que diz o seguinte:

    —————————–

    Morocha – Mauro Ferreira/Roberto

    Não vem morocha, te floreando toda
    Eu não sou manso e esparramo as garras
    Nasci no inferno, me criei no mato
    E só carrapato, é que em mim se agarra.
    Tu te aprochegas, reboleando os quarto
    Trocando orelha, meu instinto rincha
    E eu já me paro, todo embodocado
    Que nem matungo, quando aperta as cincha.

    (Refrão)
    Aprendi a domar, amanunciando éguas
    E para as mulher, vale as mesmas regra
    Animal te pára! Sou lá do rincão
    Mulher para mim é como redomão
    Maneador nas pata, pelego na cara.

    Linuda velha, não escolho o lado
    Com meus arreio não há quem peliche
    Tu incha o lombo, te encaroço à laço
    Boto os cachorro, e por mim que abiche.
    Não te boleia, que o cabresto é forte
    O palanque é grosso, senta e te arrepende
    Sou carinhoso, mas incompreendido
    É pra o teu bem, vê se tu me entende.

    Refrão

    —————————–

    A parte do “sou carinhoso, mas incompreendido, é pra teu bem, vê se tu me entende”, deixa bem claro o rumo das coisas, na minha opinião. Este belo exemplar da humanidade me lembra todo dia, somos todos nascidos no inferno, e, com certeza, nosso fim não é muito agradável. Enquanto o holocausto não vêm, vamos brincar de ser intelectuais incompreendidos. Talvez alguem acredite, e se isso acontecer, esse sujeito/a com certeza não nasceu no mato (coitado dele/dela).

    Saudações cordiais

  158. Sandra

    Aninomyous, Einstein era gênio. Ninguém dá à luz uma Teoria da Relatividade sem ser gênio, e essa ele não roubou de ninguém, pois uma pessoa pode até roubar uma invenção, mas não uma teoria. É muito evidente quando alguém tenta exibir conhecimento sem tê-lo, e não era, com certeza, o caso de Einstein, senão ele não teria os fantásticos debates que teve com Bohr sobre mecânica quântica, por exemplo. Quantos às notas dele, já li que era um mau aluno, já li que isso era lenda urbana, e que ele era excelente, então não sei dizer, mas é possível que fossem baixas sim. Há crianças que falam e andam tardiamente e, repentinamente, tocam sinfonias ao piano. O que não adianta é dizer: se minhas notas são baixas, sou um gênio como Einstein (vai nessa!). Quanto às patentes, já li o contrário: que ele chegava a propor correções em projetos que analisava, com a maior boa vontade do mundo. Eu estranharia que alguém com tanta competência precisasse roubar patentes. Imagine quantas universidades de prestígio no mundo não gostariam de tê-lo entre seus professores.
    Fico devendo as referências, pois estou escrevendo na pressa.

  159. gthomas

    Meu (santo) (deus),,… voces nao estao me dando TEMPO nem espaco pra LER ou estudar os comentarios Belissimos

    Calma!!!!!

    Daqui a pouco terei que escrever um novo post comentando os comentarios: tudo bem

    Mas me deem uma tregua!

    ja volto.

    Alice sei la do que Cooper! Desiste querido! Aqui vc nao entra mais. te mandei um email do meu gmail e se vc nao recebeu eh porque o teu eh FALSO! COVARDE!
    LOVE a todos
    G

  160. Sandra

    Puxa, Corvo, bem lembrado…

    “Pensem nas crianças
    Mudas telepáticas
    Pensem nas meninas
    Cegas inexatas
    Pensem nas mulheres
    Rotas alteradas
    Pensem nas feridas
    Como rosas cálidas
    Mas, oh, não se esqueçam
    Da rosa da rosa
    Da rosa de Hiroshima
    A rosa hereditária
    A rosa radioativa
    Estúpida e inválida
    A rosa com cirrose
    A anti-rosa atômica
    Sem cor sem perfume
    Sem rosa sem nada”

    ( Vinícius de Moraes )

  161. Sandra

    “Thomas, depois desse ataque xenofóbico que baixou pro teu lado, cheguei a pensar que você não iria segurar. Me enganei, teu fôlego é admirável. Mais uma lição que tenho na vida…”

    Se me permite, faço minhas as sua palavras, FHorylka

  162. Sandra

    Gerald, sei que o texto é pesado, mas comecei rir com o seu diálogo com o irlandês, principalmente com o desfecho: “Esses estrangeiros estragaram tudo!”.

    Não adianta, Alice, ele é iluminado.

  163. O CORVO

    Meu caro Aninomyous, não entendi o seu comentário fiquei meio bolado – ENOLA GAY é só o nome do avião B29 que lançou a bomba em Hiroshima – Enola era o nome da mãe do piloto e Gay na época ainda era a palavra que queria dizer alegre em inglês, é só isso.

    Sandra boa lembraça – A Rosa de Hiroshima. Espero que nunca mais.

  164. O CORVO

    André, podemos ser céticos, não ter lido a autora citada tudo bem, eu estou muito longe de ser um intelectual, sou apenas relativamente informado, mas não tem como não acreditar em cultura não é uma questão de fé – onde tem qualquer tipo de agrupamento humano ate os mais primitivos, tem CULTURA.
    Já falei no assunto – não confundir cultura com escolaridade –
    “CULTURA SÃO AS REALIZAÇÕES ESPIRITUAIS E MATERIAIS DE UM DETERMINADO POVO EM UM DETERMINADO TEMPO’

  165. O CORVO

    É tá pintando muita lenda urbana é um assunto legal – pois a maioria das pessoas que eu convivo acreditam em lendas urbanas, quase todo dia eu escuto uma.

  166. Sandra

    Gerald, o melhor debate que vi no seu blog!

    SEMPRE quebro a cara quando digo isso, mas vai ser difícil você superar esse artigo!

  167. André M.

    Prezado Corvo

    Longe de mim querer confundir cultura com escolaridade ou erudição. Cultura é algo extrínseco a nós, na minha opinião. Você acha que são de um povo, eu já acho que não são nem de um povo, nem de nós, ou de uma pessoa ou grupo de pessoas, nem de ninguem, mas sim naquele sentido platônico da idéia, metafísico mesmo, de estar além. Se eu fosse um teórico poderia arriscar que cultura é algo que não existe mas ao mesmo tempo é o que há de mais real.

    Agora, querer dominar a cultura, ou se dizer detentora dela, é o começo do fundamentalismo e a base da xenofobia. E nesse sentido que penso em Gramsci e Althusser.

    Saudações cordiais

  168. CADA qual com seu QUARDA-sol

    NÃO REPRESENTA PARA MIM
    TIRE AS MÁSCARAS
    PARA SEREM LAVADAS
    DEITA SEUS SEGREDOS SOBRE O MEU SER PRECÁRIO
    NÃO CONSEGUIRÁS FISGARO QUE NÃO SOU
    E O QUE NÃO ÉS LODOS
    ÁGUAS SUJAS
    DE UM DESESPERADO CORAÇÃO
    SIMULACROS DO HOMEM
    ENTRE OBJETOS DE VAIDADES
    ARTISTAS da falência HUMANA
    NA CORDA BAMBA QUE É EXISTIR
    VIVER É OSSO; MEUS CAROS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!.

  169. NÃO REPRESENTA PARA MIM
    TIRE AS MÁSCARAS PARA SEREM LAVADAS
    DEITA SEUS SEGREDOS SOBRE O MEU SER PRECÁRIO
    NÃO CONSEGUIRÁS FISGAR
    O QUE NÃO SOU
    E O QUE NÃO ÉS
    LODOS
    ÁGUAS SUJAS
    DE UM DESESPERADO CORAÇÃO
    SIMULACROS DO HOMEM
    ENTRE OBJETOS DE VAIDADES
    ARTISTAS da falência HUMANA
    NA CORDA BAMBA QUE É EXISTIR
    VIVER É OSSO; MEUS CAROS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!.

  170. Aninomyous

    Não fique bolado não Sr. Corvo, eu apenas aproveitei as palavras, sem fazer menção à sua pessoa, fiz isso apenas para tentar reatar o tema sobre xenofobia ou fundamentalismo.
    Abraços.

  171. aninomyous

    Tentei esclarecer exatamente isso chamando de Ditadura ou Totalitarismo… Em outras palavras, vc não é ninguém até contrastar em algo com os demais, os contrastes levam a discriminação, isso pode ser positivo revelando os indivíduos em uma comunidade, entretanto os indivíduos sem personalidade, sem destaque podem aí se utilizar de algo político ou social para isso, assim impondo, arco-íris é meu! roxo é meu! afetuosidade é meu! alegria é meu! etc. e tal. um totalitarismo, uma ditadura? criando a rebeldia e a inimizade.
    Exatamente isso, hoje gay=homossexual, entretanto a raiz desta palavra que foi ‘roubada’ é ‘alegre’…no caso, já pegaram a palavra, o arco-íris, a cor roxa, e outras coisas tais como o homem demonstrar sentimentos, isso é uma forma de imposição dos homossexuais que só faz gerar atrito e conflito de interesses, pois deixa todo mundo bolado ao ficar se ‘vigiando’ no que fala ou no que faz…não sei se consigo me expressar, mas é mais ou menos isso que eu quis dizer…desculpem se fui infeliz nos comentários.

  172. É engraçado, as vezes as pessoas se perdem eu seu próprio pensamento, e acham que apenas “elas são donas da razão”, daí surge o prazeroso sentimento de se sentir melhor do que as outras pessoas.

    O pensamento do Gerald é preconceituoso, talvez nem ele se deu conta, mais começou falando de liberdade, e terminou descendo “a lenha” em todo mundo.

    Ainda bem que Gerald, não é um político.

    Acho que falou muito, e não disse nada ! Cadê a solução ?

  173. André M.

    Senhores

    A propósito, leiam a tira sobre viver sem cérebro

    http://blogdobenett.blog.uol.com.br/arch2008-07-06_2008-07-12.html

    Bem apropriada, na minha opinião.

    Saudações cordiais

  174. João Magro

    TU ODEIAS O DIFERENTE
    PORQUE ELE TE PERTURBA
    ELE TE ABALA, TE INCOMODA
    POBRE HOMEM, VIVENDO PRESO
    SEU ÓDIO O CORRÓI A CADA DIA.
    TIRA A ROUPA HOMEM, FICA NÚ, VERÁS QUEM TU É…

    NÃO É O QUE PENSAS,
    É SÓ UM HOMEM,
    É SÓ MAIS UM HOMEM,
    SEM A ROUPA ASSIM TU ÉS,
    E AGORA PODE AMAR,
    AMAR A VIDA, AMAR ALGUÉM…

  175. Odilon

    O
    Acho incrível como o macaco não olha pro seu rabo.
    O texto começa como um repudio ao fundamentalismo e a xenofobia e termina como uma apologia aos dois, pois mostra escancaradamente a xenofobia que o autor tem de envangelicos, (desde já afirmo que não sou evangelico) e o fundamentalismo do mesmo, pois…apesar de ser judeu o mesmo é ateu que tem como fundamento a descrença em DEUS

  176. deus é abstraÇÃO
    E O peCADO É O LUGAR Q OS HOMENSSSSSSSSSSSSSSSS CRIARAMMMMMMMMMMMMMMMMMM PARA REFUGIAR AS SUAS MALDADES

  177. O CORVO

    Falou meu caro André desse sentido eu concordo com você – acho que estamos falando da mesma coisa por vias diferentes.
    Falou e fechou –
    Um abraço do Corvo.

  178. FRANCINY CHEQUER

    Ola meu avô sempre me falava que racismo e a base da ignorancia, ele sempre falou não adianta ser culto, educado falar varias linguas, se vc sofre de racismo ou xenofobia, pois com toda educação do mundo se for racista preconceituosa ou xenofobica, as pessoas se tornam ignorantes, vc ter nascido em um país, ter uma religião, ou ter olhos puxados, ou ter a pele diferente, não nos faz diferente em nada nem melhor nem pior, mas se brigarmos por estás coisas nos faz pior, mas se lutarmos mas não armados mas sim informados por essa sindromi isso nos faz melhor, melhor com os outros e melhor como pessoa, sabe o que nos fara melhor no futuro vai ser quando houver respeito entre arabes, sirios, turcos,gregos, catolicos romanos, ou os ortodoxos, entre judeus, mulçumanos, quando nos passarmos a nos ver como seres humanos, como pessoas de carne e osso, pois anatomicamente ,somos iguais, e não pela sua origem, cor ou credo. Sabe a coisa que eu mais gostaria de ver no futuro para os meus filhos, que eu ainda não tenho, paz, amor, respeito tolerancia, e também que todos perante ao seus governos também sejão iguais, que tenhão moradia, alimentação, saúde, educação, pois o pior preconceito e aquele que parte dos governantes, que na epoca das eleições ficam beijando criançinhas, estam presentes nas periferias, e quando se elegem, perdem a memoria, quer dizer que eles gostam dos pobres só na epoca das eleições, isso e a pior xenofobia que eu já vi em minha vida, a xenofobia dos demagogos.

    Beijos a todos deste blog, pois adorei ler todos os comentarios um por um, pois todos de alguma forma foi de grande valia para eu saisse do meu mundinho

  179. Oi, Gerald e pessoal, a revista Piauí trouxe um artigo sobre a arquitetura “modernismo de luxo” de Pequim. E a foto do “ninho de pássaro” ficou numa página logo abaixo de uma foto…de um estádio construído por Hitler para as olimpíadas de 1936!

    Bingo! Ponto para vc, Gerald.
    Não sei se vc conhece a revista: http://www.revistapiaui.com.br

    Abraços do Lúcio Jr.

  180. Ah, deixei um recado para o perfil falso no orkut avisando que vc já sabe. Tem gente que percebe que é sacanagem, como pude ver nos recados, mas outros fazem terapia: “Gerald, acabei de sair do armário…”Como tem desavisado nese mundo!

    BEIJING
    Lúcio Jr

  181. Carlos, EX-BLOGUEIRO

    por favor, LANG LANG é CHATÉRRIMO. Não é fenômeno coisa alguma. Como a mídia consegue o que quer….SEMPRE…IMPRESSIONANTE….O QUE??? CHINESES não interagindo com outras culturas???? HAHAHAHAH…Só eu divido o apartamento com dois aqui. O vizinho de cima é china, o do lado também….e à propósito…não estou na China. Vamos com calma pessoal…Use e abuse da Arendt….mas LANG LANG??????

  182. Carlos, EX-BLOGUEIRO

    Apareço de vez em quando pra perturbar alguns de vocês. Até.

  183. gthomas

    CARLOS! Que surpresa!
    (or is it really???)
    Thanks for stopping by
    LOVE
    G

  184. gthomas

    Lucio Jr
    Gracias mil querido
    LOVE
    G

  185. gthomas

    Bem, deixo claro e aberto a todos que nao iriei ENTUPIR esse dialogo, proalogo e fluxo de ideias com REPETICOES’

    Estou VETANDO um comentario do Odilon (que ja disse o que queria dizer acima) mas vem, dessa vez me insultando, insinuando que uso “ervas:’

    sorry, mas eh pra isso que colocamos filro e eh por isso que isso aqui nao eh JORALISMO e sim um blog que se da o TOTAL direito a DEVANEIOS e de-VANIAS

    LOVE
    G
    mandei resposta pro email que ele coloca la: se for verdadeiro, otimo, ele lera! se for falso, pior pra ele.

  186. Gerald: uma ameça de revolução dos costumes em Minas foi debelada: cinco policiais da Guarda Municipal conseguiram prender a revolucionária.

    Mulher é presa após tomar sol de biquíni em praça

    Uma mulher foi presa pela Guarda Municipal de Belo Horizonte depois de tomar sol de biquíni na praça Raul Soares. Segundo informações da Guarda, Márcia Amaral foi detida por desacato à autoridade.

    » Veja mais fotos da prisão
    » vc repórter: mande fotos e notícias

    Os guardas disseram que foram acionados depois que a mulher tentou entrar na casa das máquinas que controla a fonte da praça. Lá, ela foi advertida e teria xingado um guarda.

    Redação Terra

  187. Flávio Marzano

    Resumo da ópera: fundamentalismo e xenofobia, abaixem o pano – rs

  188. O Vampiro de Curitiba

    Falando em fundamentalismo, apareceu quem? Ele, o homem-bomba do blog! Grande Carlos!

  189. Tene Cheba

    Einstein,foi um genio.Você, medíocre, nunca entederá, jamais uma luz lhe dará uma colher de chá. A soberba, a humildade, o fim , o começo, o infinitoi,Respeitar,me presenteie, com sua, insignificância.

  190. Tene Cheba

    Odeio, hipocrisias.

  191. Mau

    LANGO LANGO ???

    AQUELES BONEQUINHOS QUE DAVAM SOCOS ???

    MINHA IRMA TINHA UM NOS ANOS 80

  192. O CORVO

    Caarlos, qual o critério que você esta utilizando para avaliar o pianista Lang Lang, é um critério de muíco ou de ouvinte?
    Querendo ou não ele é um grande musíco recomhecidos nos grandes centros musicais do ocidente, qual o problema é porque ele é chinês, se ele fosse europeu estaria sento festejado.
    Não julge o cara,ele meio mala mas é òtimo como musíco.
    Olha o preconceito.
    Nada pessoal, um abraço do corvo.

  193. Mau

    ACHEI PESSIMO o teatro chines hoje…

    Colocaram um bando de gente (de uma etnia sei la como chama) que odeia a China pra fazer um tal de protesto em nome dos soldados chineses mortos no atentado…

    Atores pessimos…ruim, ruim, ruim, tinham que dirigir bicicletas em Pequin (coloquei um cachimbo na boca pra encarnar o Antunes)

  194. Targino Silva

    Fundamentalismo é coisa do Jose Serra. Ele sempre diz: È fundamental.

  195. Sandra

    É… Terei de ler A Metamorfose mais cedo ou mais tarde.

    Mais tarde.

  196. Márcio M

    Sessão de psicanálise com Gerald Thomas.

    PSICANALISTA – Gerald Thomas,, vc escreveu no texto que teve oito membros de sua família mortos no campo de concetração e é admirador da diretora nazista, o nome dela é…é….é….ah….Leni Riefenstahl. Fale-me sobre isso…

    :) :) ;)

  197. Sandra

    “adoro problemas, odeio soluções”
    AMEI!!!!!!

  198. Luciana M.

    Eu nao sei se é xenofobia, mas é assim que parece. Aqui (em um país da Europa Central) já ficou comum me falarem diretamente que eu nao sou brasileira. Ai, isso dói de ouvir. É que para ser brasileira você tem que ser alta, ter muito tônus muscular, nádegas grandes e uma cor morena, ou negra. Os requisitos de comportamento sao: falar muito alto e exageradamente, ter pavio curto e usar pouca roupa. Entao para mim xenofobia é isso: ignorância. É a ignorância contra a mulher negra, em pensar que ela deva ser automaticamente “fácil” e ter desajustes sociais e ignorância contra o brasileiro em si, afinal somos um caldeirao de povos e culturas. Este tipo de ignorância nao é somente do povo nativo, mas principalmente de povos já sabidamente de regioes de pensamento mais fechado, como os árabes. Imagine que é hoje até perigoso você ser brasileira, ter cabelo um pouco mais liso e escuro e pele um pouco mais clara fazendo compras sozinha pelo centro de qualquer cidade européia e encontrar um grupo destes. Eles vao pensar que você é do Ira. Isso mesmo, quem diria, o povo iraniano tem um fenótipo parecido ao brasileiro. E vao pensar que você nao quer usar aquele véu deles lá. Bom, ou eles sao muito criativos ou é como se diz: “se tudo o que você tem é um martelo, você vai pensar que tudo é um prego”.
    Mas eu aqui vou pensar é agora com orgulho nos meus percentuais de sangue negro e índio, que nossos antepassados eram ignorantes e tacanhas, mas no fim, ainda que de forma medíocre, colonizaram um país bem grande sem ajuda. Que até as portuguesas-brasileiras lá atrás nao se encondiam, elas trabalharam também de sol-a-sol, e nao tinha paninho na cabeca nao, brigaram pra caramba, até com soldados flamengos e… Venceram. Eu sou brasileira sim, seus cabras, mulher-macho sim sinhô.
    Xenofobia além de ignorancia, é inveja também. Inveja do que você possa ter, e até das coisas mais bizarras e escondidas, como sua liberdade de expressao, como sua língua, seu país, sua latinidade, quem sabe até do vidro dos seus óculos. O que move alguém a ir com raiva atrás de você te perseguir no teu canto, chegando a invadir até a tua casa e tomando o que é teu e tirando até tua vida, como os nazis, criando guerras, citando a cultura, economia e outras coisas, é também este sentimento mesquinho, achatado e podre, a inveja.

  199. Para o Vampiro e o Contrera também e ainda para ser lido por quem desejar.
    Xenofobia também é o que sinto ainda ao entrar ou ao pensar como entrar comentando neste blog. Ainda no assunto blog noto que não sou fundamentalista.Se assim fosse ficaria apenas lá no blog do Reinaldo da Veja.
    Li com muito cuidado e atenção inclusive as opiniões uma por uma. Continuo afirmando que em blog eu aprendo de tudo um pouco e de um pouco um tudo.Só e sempre lamento ter demorado tanto tempo para descobrir como é maravilhoso este mundo virtual.Posso mandar minhas opiniões quando e do modo que eu desejar para quem me abre as portas.O grande problema é conseguir se fazer entender.Ha dias passados tentei me aproximar para dialogo com o Contrera e ele logo respondeu que não gostava do modo do qual comecei.Apenas porque eu escrevi que abriste a porta e eu vou entrando ou algo assim.Eu simplesmente queria dizer que tendo ele me nominado eu entendi como um convite para um possível dialogo.E o tal negócio de :se correr o bicho pega e se ficar o bicho come.Vou esperar o Contrera em melhor ocasião para nova tentativa de possível aproximação.Segundo descrição do Gerald o contrera é instável e de manhã pensa diferente do que pensou ao deitar.Numa destas eu pego ele de bom humor.Espero.
    Vampiro: ir aos poucos conhecendo o Gerald tem sido uma maravilha. O cara que eu só sabia anteriormente que havia mostrado a bunda no palco é uma caixa de surpresas para quem o conhece ou vai começando a saber quem é como eu estou tendo a chance e conhecer com tudo o tenho lido.Pensar que um dia eu o critiquei e ainda o mandei pentear macacos.Fui me estava embalado com posição ao lado do Reinaldo.Os dois andaram as turras em passado recente.De repente se entenderam.Fiquei meio aparvalhado e sem saber o que fazer.Então raciocinei e julguei de um modo ingênuo que o Reinaldo o deveria ter perdoado justamente levando em conta o ensinamento de que por Deus somos todos irmãos.Pedi então desculpas ao gt.Encerrei o assunto.Vampiro,tudo indica que és o outro lado do GT.Pelo lido nesta seção eu aprendi muito e concordo em diversos pontos.Só discordo da afirmação de que Deus é causa de guerras.Quem não entende Deus ou não quer entender é que causa as guerras.Deus esta dentro de cada um e quando um não quer dois não brigam.Quer um exemplo?!Meu filho me disse que ele não gosta do Gerald. E daí?! Vou brigar com ele por causa disto?Claro que não. E Deus está no meio disto.Meu filho é católico conservador de ultra Montana e oblato.Eu sei exatamente o que é ser um oblata.Agora o restante de conservador ultra Montana não sei o que é.Meu filho aprecia os judeus.Foi ao muro das lamentações mais de uma vez e tudo me deixa confuso.Mas alegra ao perceber que fundamentalista ele não é.Nem eu que sendo um simples católico ainda estou desejando ficar por aqui.Onde tudo se mistura.E no final acaba sendo uma coisa só.Registro ainda que tenho duvidas se gosto ou não do Gt.Veremos daqui por diante.Obrigado Vampiro e obrigado Contrera .A outros possiveis leitores agradeço.

  200. Valéria

    Contrera, parabéns!!! Puxa, e vem logo com um texto assim, a gente que tinha que te dar um presente! Nós em busca de um presente perdido….

    Lendas urbanas, taí corvo, é uma idéia, tinha cada uma aqui em Niterói… e ainda tem…

    Se cada um contar uma lenda urbana, talvez a gente veja muitas semelhanças!!!

    Querem uma solução??? É um solução…

    Carlos!
    E o Vamp não perde a piada, tem que rir.

    Se voltar a blognovela o Lúcio Jr vai ser o jornalista que nos bloguiará. Lúcio, aproveita pra tentar achar a Ana.

    Aninomyous: lembrei de uma frase do Brecht, acho que é do final da peça Santa Joana dos Matadouros : “Os homens têm um semblante comum mas eles não se reconhecem”

    Realmente MELHOROU muito com a moderação! Aquelas loucuras todas cansava, deixava a gente mal, espantada. Tá voltando a ter aquele nível do UOL, mas agora tá melhor!!!
    Esse tema encaixou. Tô feliz com isso!

    Eu lembro deste texto dos Negros, foi a época em que comecei a freqüentar o seu blog, Gerald. E o texto é perspicaz., bom ter trazido ele pra cá neste momento.

    Bom dia a todos!

    “e agora
    que fazer
    com esta manhã desabrochada a pássaro?” (M. de Barros)

  201. Valéria

    Pro Contrera:

    O AUTO-RETRATO

    No retrato que me faço
    – traço a traço –
    às vezes me pinto nuvem,
    às vezes me pinto árvore…

    às vezes me pinto coisas
    de que nem há mais lembrança…
    ou coisas que não existem
    mas que um dia existirão…

    e, desta lida, em que busco
    – pouco a pouco –
    minha eterna semelhança,

    no final, que restará?
    Um desenho de criança…
    Corrigido por um louco!

    (quintana)

    beijo de humor, luz e amor procê!
    Valéria que agora ri.

  202. Valéria

    Sandra, Leia AGORA, discordo do Gerald, vc deveria ter começado por Metamorfose; e se tava com muito medo, podia ter ido conversar com o Kafka lendo Carta ao Pai.

    Agora só dá eu… é que tô esquentando o leitinho.
    inté!

  203. gthomas

    Jose Pacheco Filho
    Adorei seu email mas achei estranhissimo voce nao endereca-lo a mim tambem. Um enorme abraco.
    LOVE
    Gerald

  204. Sandra

    Valéria, estou lendo O Processo, mas um pouco devagar, pois estou preparando minhas apostilas com referências, figurinhas, exercícios,… E, enquanto faço isso, fico perturbando aqui no blog.

    Mas o problema dos blogs que freqüento é que eles “procriam” na velocidade da luz, enquanto estou aqui subindo a ladeira em segunda.

    Quando Gerald escreveu:
    “… estamos chegando a um ponto de não-retorno: o “teatro terrível” de Canetti está tão atual e tão “agora” que 1984 de Orwell parece uma piada televisiva.”

    lá fui eu ao Google. Quem consegue fazer 1984 parecer uma piada televisiva deve ser sensacional!

    Oh dúvida! Por onde começo?

  205. Sandra

    Valeu, Vamp!

  206. Sandra

    Eu não sou ninguém para falar em nome de Deus, mas como mãe, sei como é amar um filho. Acho que, no coração de Deus há lugar para todos nós, de todas as religiões, E TAMBÉM ATEUS.

  207. aninomyous

    Einstein,foi um genio.Você, medíocre, nunca entederá, jamais uma luz lhe dará uma colher de chá. A soberba, a humildade, o fim , o começo, o infinitoi,Respeitar,me presenteie, com sua, insignificância.
    Che Teba, tu és uma Chatebas…hahahaha…não me tentes Cha Tear com tuas afirmações, medíocre é alguém que está na média, ou abaixo da média com momentos de ser comum…eu não, sou da média mas tenho lá meus momentos brilhantes…jamais quis ofender a seita de adoradores do Einstein, mas quando eu falei em Luz, esta eu espero apenas da Graça divina e deixei claro que estava brincando em citar o personagem ‘Rolando Lero’ da Escolinha do Prof. Raimundo, que passou aqui no Brasil, com um Gênio das Artes chamado Chico Anísio, lhe digo que não tenho mesmo pretensões e estava apenas buscando tirar duvidas, mas certamente não é com a resposta dúbia de esnobe que eu consigo isso, as antíteses soberba e humildade, fim e começo existem apenas para os que não transcenderam a puerilidade infantil do materialismo, e sim, estou me recolhendo à minha insignificância…(o último que falou algo semelhante enfrentou uma CPI e caiu do Trono, ou seja lá o Altar em que vc se coloca)
    Abraços calorosos do Aninomyous. ;)

  208. Aninomyous

    Ops! o médico manda não contrariar, e em se falando em Psi,…squi…Squilologia…
    Ok, eu aceito que ‘Einstein’ foi um Gênio, não precisam me crucificar e nem me batizar de Geni…hipocrisia é usar a agressão para tentar se dar ‘ares’ de superioridade, mas isso é parte da presunção dos que sofrem de Complexo de Inferioridade afinal a Mania de Grandesa é um estado mais adiantado do mesmo.
    Love
    Gun…hahaha…brincadeirinha ;)

  209. Aninomyous

    ¿Em se falando em Materialismo? Matéria…meus! vcs já observaram a matéria? é muitcho Loko! digamos assim…tem mesmo esse papo de ciclos, de reciclos,…nós somos tão ‘frescos’ quanto uma folhinha de alface, mas se observarmos mais profundamente o que tem de ‘novo’ são as ligações moleculares! porque na verdade a água, o alface e nossos corpos mesmo são dotados de partículas atômicas tão antigas quanto a origem do UNIVERSO! por isso eu não acho mais loko um sábio dizer que vc não precisa sair do lugar onde está para lhe ser revelado o segredo do Universo!
    Insignificante? sou mesmo com muito orgulho, mas não deixo de crer que não pode ser apenas a matéria a ter tal perfeição! mas a consciência também, julgo até a possibilidade mesmo de a Consciência ser superior à matéria, afinal o que nos torna um pouquinho ‘auntônomos’ é exatamente isso, e desculpem se mesmo torturado e espancado eu continuar a questionar, porque desta vida sou testemunha, e com minha soberba ou Humildade eu ainda sim tenho sede de conhecer e cultivar isso!? além do mais não é justo vc criar vínculos afetivos e familiares nesta vida e tudo o que será reciclado é apenas a sua matéria…desculpem minha obstinação e irreverência ao materialismo, sei da insignificância de todos nossos escrúpulos…mas ainda continuo místico para vossa infelicidade.

  210. aninomyous

    ¿O Vazio? não ficaria completo se eu não falasse no vazio! pois é o vazio quem dá o contorno e o preenchimento de tudo, desde um Fóton até a mais brilhante e gigantesca estrela, ponto para o vazio! sem ele não teriamos locomoção, sem o vazio não haveriam movimentos pois estariamos todos grudados ao chão e uns nos outros…ponto para o desconhecido e enigmático vazio, e recolha-se a matéria à sua insignificância diante do vazio! ahahaha… :) exagerei?

  211. Aninomyous

    ¿Deus? Indo além, posso falar em Deus, mas não provar, realmente porque Deus não é nome, o inonimado ‘aceitou’ ser assim chamado por algum motivo lá nos nossos ancestrais ao ser buscado, mas uma formiga não pode falar conhecer o Céu se ela sequer enxerga para além de alguns centímetros em seu perímetro, mas posso teorizar que este Inonimado está para além da antítese matéria X Vazio, pois as antíteses falam apenas dos opostos complementares, sendo que a Divindade de Deus está para além do Ser X Existir…por isso não precisam me levar a sério, tudo o que fiz aqui foi tentar participar de uma discussão, qual é o sexo dos anjos? o que são anjos? ditos ‘raios de luz da consciência divina’ poderiam ser tidos como os pensamentos de Deus! vejam que também sei um pouco de Teologia…de curioso que sou, podem me corrigir…mas quando Deus fez o Universo ele dizia “faça-se isso ou aquilo”, e os ‘Anjos’ criaram os reinos, a atmosfera, a vida…mas algo aconteceu, e nesta ARTE Deus escondeu de seus próprios pensamentos a criação do Homem (o qual fez com as próprias ‘mãos do barro da vida’) e soprou nas narinas sua Inspiração divina (veja que não se trata de uma missa…mas observe ainda), depois ele reuniu seus Anjos (que aqui coloquei como pensamentos) e apresentou sua obra! 1/3 odiou e viu tudo de ruim nestas criaturas, principalmente o Anjo de Luz que os liderou e ‘apontou’ tudo de ruim…mas 2/3 adoraram a ‘idéia’ divina…o que seria isso senão uma análise, um ‘exame’ de consciência do próprio Criador? e como qualquer artista (resumindo) ele criou um padrão! pois antes de jogar tudo fora em sua obra decidiu melhorar o projeto…este padrão é Jesus…hahaha…e então os que tem tudo de ruim enxergado pelos ‘Anjos do Mal’ irão para com eles (o que não deixa de ser algo aterrorizante sendo que são os ‘pensamentos’ de Deus que os ODIARÁ), enquanto todos que aceitarem o padrão irão para com Deus…fui claro porque disse que Deus é o primeiro Artista na Criação do Mundo? bom, isso é uma visão de leigo que busca um certo conhecimento…mas não vejo onde está o erro ou a criação humana nisto sendo que para mim a Teologia fala mesmo da Divindade, e em se tratando de Ciência qualquer Anjinho do bem ou do mal dá de 1000 a zero sobre qualquer Einstein, e tenho dito…respeito a fé de vocês, mas continuo na minha.
    Love
    God….. ;)

  212. Aninomyous

    Desculpem as brincadeiras, mas ainda ‘brisando’…e se fosse o Contrário? se 2/3 dos Anjos achasse a ideia inspirada péssima e apenas 1/3 adorasse? nóis num tava aki naum! :(
    hahahaha…exames de consciência à parte…abraços a todos.

  213. Aninomyous

    Ops, faltou uma coisa ! meus pensamentos às vezes brilham mas às vezes me abandonam…vou comparar assim, os Anjos são a Ciência da criação, tudo o que é descoberto pela nossa Ciência é obra deles…Deus é o Artista, então eu tenho meu lado científico também, também sou limitado e sem arbítrio nele, mas continuo com um fragmento do meu mestre iluminado, e continuo tentando buscar inspiração na vida.
    Agora sim…The End.

  214. Aninomyous

    Errata: Onde está Che Teba, Chatebas, Cha alguma coisa…é Tene Cheba…discurpa ieu!

  215. Gerald.
    Prazer em responder teu chamado. Alegra-me saber que gostou do e-mail.A ti não foi endereçado nominalmente na suposição de que ias ler de qualquer maneira,como fica provado que foi.
    Já contei que sou o cara que te malhou um dia e as razões. Também contei como tentei corrigir minha atitude.Continuarei a participar deste teu e nosso blog.Estou gostando a cada dia mais.
    Hoje outros deveres me impedem de continuar por enquanto. Volto assim, que for possível.Até lá:
    Love for you also and let us be all with God
    Pacheco.

  216. Antonio

    Aninomyous
    “A inteligência é reconhecer que somos semelhantes, em muitas coisas, mas não iguais, e respeitando as diferenças é que nos tornamos universais, por isso muitas vezes a imposição dos grupos humanos sobre outros para se destacarem cria os conflitos e gera as distorções, sejam de qualquer ordem…ou não”
    Cara, isso e seu? Guardei na minha coleção de frases.Muito loco.

  217. Antonio

    “ANTES NÓS TÍNHAMOS AS TERRAS E VOCÊS A BÍBLIA. HOJE NÓS TEMOS A BÍBLIA E VOCÊS AS TERRAS.”

  218. Antonio

    Nossa, onde estão todos?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s